Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

CERVEIRA PREVINE A DIABETES

Programa gratuito ‘Diabetes em Movimento’ arranca em Vila Nova de Cerveira

Entre outubro do corrente ano e junho de 2020, Vila Nova de Cerveira acolhe o ‘Diabetes em Movimento’, um programa comunitário de exercício físico para pessoas com diabetes tipo 2. As sessões gratuitas vão decorrer às segundas, quartas e sextas-feiras, em horário definido, no Pavilhão Gimnodesportivo da Escola Secundária de Cerveira. Mais informação no Centro de Saúde do concelho.

Cartaz Diabetes em Movimento Vila Nova de Cerveira 2019-2020.png

A diabetes é um dos principais problemas de saúde pública do nosso país e a atividade física é um dos pilares do tratamento – melhorando o controlo metabólico, reduzindo o risco cardiovascular, e aumentando a funcionalidade e a qualidade de vida.

Sob coordenação do Programa Nacional para a Promoção da Atividade Física da Direção-Geral da Saúde, o ‘Diabetes em Movimento’ é desenvolvido numa parceria entre a Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, a Unidade Local de Saúde do Alto Minho e o Instituto Politécnico de Viana do Castelo.

Com arranque previsto para Vila Nova de Cerveira durante o mês de outubro, as sessões de exercício monitorizadas por fisiologistas do exercício e por enfermeiros estão agendadas para as segundas, quartas e sextas-feiras, entre as 17h15 e as 18h45, no Pavilhão Gimnodesportivo da Escola Secundária de Cerveira.

De participação gratuita, os interessados devem obter mais informações junto do médico e/ou enfermeiro de família.

PONTE DE LIMA ELEGE RAINHA DAS VINDIMAS

Ponte de Lima Loureiro ConVida: 14 Candidatas a Rainha das Vindimas 2019. 16 de agosto – 22 horas

Abre oficialmente, dia 15 de agosto, às 17 horas na Expolima a II edição do Loureiro Ponte de Lima Convida, evento vínico cuja missão é reunir os produtores de outras regiões de Portugal no sentido de aprofundar conhecimentos pela comparação das diferentes castas, aromas, assim como o seu terroir.

instagram e facebook story rainha vindimas_Prancheta 1.jpg

Do programa desta ação promocional à casta Loureiro, estão previstas diversas provas comentadas, bem como a eleição da Rainha das Vindimas.

São 14 as candidatas que irão participar nesta 1ª edição da Rainha das Vindimas de Ponte de Lima, oriundas de diversas freguesias do concelho:

Ana Margarida Lima – Refoios do Lima

Carla Martins - Bertiandos

Carolina Viana – Refoios do Lima

Catarina Vieira – S. Pedro de Arcos

Francisca Pereira – Bertiandos

Helena Sá - Bertiandos

Lara Rodrigues – Estorãos

Mara Castro – Feitosa

Margarida Alves – S. Pedro de Arcos

Maria Beatriz Leones - Cabração

Maria do Sameiro Rodrigues - Estorãos

Marisa Silva Lima – Sá

Marta Brito Alves – Seara

Rita Araújo Franco – Fontão

Valorizar e divulgar as tradições, os usos e costumes do concelho relacionados com a cultura da vinha e a produção do vinho, que desde sempre estiveram ligados à história do concelho de Ponte de Lima, é o principal objetivo desta ação.

A apresentação da Gala da Eleição da Rainha das Vindimas de Ponte de Lima, agendada para o dia 16 de agosto, às 22h00, no Pavilhão de Feriras e Exposições – Expolima, será apresentada pelo ator e modelo, Afonso Vilela.

TERRAS DE BOURO REALIZA CORTEJO ETNOGRÁFICO

Cortejo Etnográfico de Terras de Bouro Abrilhantou Festas Concelhias em Honra de S. Brás

O Cortejo Etnográfico das Freguesias e Coletividades de Terras de Bouro, realizado no âmbito das Festas Concelhias em Honra de S. Brás, retratou a identidade cultural e patrimonial das freguesias do concelho num percurso realizado no centro da vila de Terras de Bouro e marcado por muita animação e alegria, ondemuitas pessoas provindas de praticamente todas as freguesias apresentaram os usos e os costumes mais genuínos desta terra, promovendo e divulgando a cultura popular e a etnografia local.

20190803_172955 (Medium).jpg

Além da sonoridade característica das nossas aldeias a cargo da Charanga de Vilar da Veiga, desfilaram pelas ruas episódios da ruralidade como a prática da pastorícia, o ciclo do pão, do linho e do vinho, a agricultura tradicional, o gado, para além da componente desportiva local e o património religioso, histórico e cultural das freguesias, entre outros. A riqueza gastronómica do concelho também marcou presença com a oferta aos participantes de iguarias antigamente confecionadas aquando das atividades agrícolas.

A avaliação da melhor representação ficou a cargo de um júri composto por três elementos que avaliaram a originalidade, identidade cultural, interação com o público, criatividade, sátira, decoração da viatura e número de elementos. A Junta de Freguesia de Gondoriz com o tema “O Vinho” ficou em 1º lugar, tendo a Associação “SANIGAV” / Junta de Freguesia da Balança ficado em 2º lugar com o tema “O Casamento” e a Junta de Freguesia de Carvalheira com o 3º lugar com a representação do “Transporte do Bom Jesus da Mós”.

Todos os responsáveis por cada manifestação alegórica deram azo à imaginação e criatividade, mostrando aos locais e visitantes as tradições emblemáticas dos aglomerados rurais, oferecendo um misto de genuinidade e voluntarismo nas respetivas recriações.

Centenas de pessoas foram ao longo dos últimos meses mobilizadas para construir e ornamentar os carros alegóricos, bem como a participar nos mesmos, dando corpo a um cortejo onde a criatividade e a inovação no tratamento dos temas apresentados surpreenderam o numeroso público que marcou presença.

20190805_200802 (1).jpg

20190805_200720(0) (1).jpg

20190805_200620 (1).jpg

20190803_195249 (Medium).jpg

20190803_194025 (Medium).jpg

20190803_193346 (Medium).jpg

20190803_190656 (Medium).jpg

20190803_190530 (Medium).jpg

20190803_184252 (Medium).jpg

20190803_181416 (Medium).jpg

20190803_181133 (Medium).jpg

20190803_180303 (Medium).jpg

20190803_180140 (Medium).jpg

20190803_174943 (Medium).jpg

 

PONTE DE LIMA REALIZA CAMPEONATO DA EUROPA DE HORSEBALL

Campeonato da Europa de Horseball em Ponte de Lima realiza-se de 12 a 17 de agosto – Expolima

O Campeonato Europeu de Horseball FIHB WHR 2019 abriu ontem ao público, em ambiente de festa, em Ponte de Lima, com a apresentação de duas dezenas de equipas da Bélgica, França, Itália, Portugal, Espanha e Reino Unido, em desfile pelo recinto da Expolima.

P2450009.jpg

A Vila que, em 2008, fez história ao acolher o primeiro campeonato do mundo de Horseball, procura internacionalizar e alavancar o papel do desporto equestre de alta competição, enquanto motivador de uma série de dinâmicas que se alargam do campo sociocultural, ao económico.

Neste sentido, o evento “a decorrer ao longo da semana, afirma Ponte de Lima como um destino nacional e internacional ao nível equestre”, nas palavras de Victor Mendes, Presidente da Câmara Municipal.

O autarca espera que “milhares de pessoas” rumem ao evento que “é uma oportunidade para dar a conhecer o nosso território a todos aqueles que nos visitam”. Acrescentando a noção de que a Vila “espera uma salutar competição”, no “evento que acolhe jovens atletas de diversas nacionalidades”.

Esta será a primeira vez em que a categoria Sub-21 fará parte de uma competição internacional oficial da FIHB. A esta categoria junta-se a Pro Elite, Sub-16, Feminino, e Mini HB.

O campeonato organizado pelo Município de Ponte de Lima, em parceria com a Associação Concelhia das Feiras Novas, com a Federação Equestre Portuguesa, com a Federação Internacional de Horseball, e com o Centro Equestre do Vale do Lima, decorre até sábado, dia 17 de agosto, nesta que é a capital da cultura equestre da zona norte do país.

Jogos_Prancheta 1.jpg

P2450066.jpg

P2450102.jpg

P2450119.jpg

VILAVERDENSES MALHAM NO FEIJÃO

Loureira reaviva velhas memórias e ensina aos mais novos a tradição da Malhada do Feijão

As tradições minhotas mantêm-se bem vivas na Loureira. A freguesia do concelho de Vila Verde vai acolher a quarta edição da recriação da Malhada do Feijão, já no próximo dia 18 de agosto (domingo), pelas 19h. Dos trajes tradicionais às alfaias agrícolas, a iniciativa vai decorrer nos moldes de antigamente e afirma-se como uma oportunidade soberana para os mais novos conhecerem e os mais velhos reviverem a tradição. Vai decorrer na zona de lazer da Ponte Nova, com o espelho de água do Rio Homem e a beleza natural da paisagem verdejante como pano de fundo.

rcollle (3).jpg

Haverá, ainda, música popular minhota a acompanhar a recriação da prática agrícola para animar a festa e sopas de burro cansado para recarregar as energias depois dos esforços do trabalho. A iniciativa é de entrada gratuita e todos podem participar. Pegar nas alfaias agrícolas e ‘meter as mãos na massa’, experimentar e vivenciar as tradições locais, sentir na primeira pessoa o genuíno pulsar do mundo rural. O evento integra o Arraial do Emigrante (14 a 18 de agosto), organizado pela Junta de Freguesia da Loureira, e insere-se na programação Na Rota das Colheitas, do Município de Vila Verde.

Segundo o presidente da Junta de Freguesia da Loureira, Pedro Dias, os principais objetivos da Malhada do Feijão passam por “mostrar aos mais novos a tradição, como é que o feijão chega à mesa, e levar os mais antigos a reviver uma prática que realizaram durante muitos anos de forma tradicional”. O autarca continuou afirmando que “estando inserida no Arraial do Emigrante, [a malhada] também tem como objetivo receber os emigrantes e potenciar turismo através da ruralidade da freguesia”. Nesta altura do ano, a Loureira é “uma freguesia muito visitada por pessoas de outros concelhos e regiões”, sublinha Pedro Dias, enfatizando o fator de atratividade da zona de Lazer da Ponte Nova, um espaço muito bem cuidado à beira-rio que é “um dos ex-líbris do concelho de Vila Verde”. 

rcollle (1).jpg

rcollle (2).jpg

VIZELA REQUALIFICA EQUIPAMENTOS DESPORTIVOS E DE ENSINO

Presidente da Câmara reuniu na DGESTE

O Presidente da Câmara, acompanhado pela Vereadora da Educação e técnicos da Autarquia, reuniu esta manhã na DGESTE, com o objetivo de avaliar a delegação de competências na Câmara Municipal e a transferência de verbas no âmbito das obras de requalificação da Escola Secundária e Pavilhão Municipal.

reunião DGESTE.jpg

No que diz respeito à transferência de verbas no âmbito de obras de requalificação da Escola Secundária e Pavilhão Municipal, foi dado nota sobre os atrasos nas transferências das comparticipações das respetivas obras.

Em relação à delegação de competências na Câmara Municipal, foi dado início ao processo de criação de uma comissão de acompanhamento relativa à delegação de competências, tendo sido discutidos os moldes em que as mesmas serão efetuadas.

Cumpre ainda acrescentar que foi demonstrada a preocupação por parte do Presidente da Câmara sobre a necessidade de intervenção na EB 2,3 S de Infias, que desde logo foi sinalizada pela DGESTE, tendo ficado colocada como prioritária para intervenção nos termos da respetiva legislação.

Cumprindo a premissa deste Executivo de que a Educação é o Futuro, a Câmara Municipal irá privilegiar esta vertente, promovendo e operacionalizando medidas de desenvolvimento da educação, tomando este aspeto como determinante na qualificação e competitividade futura das gerações vindouras no Concelho.

FAMALICÃO: CEBOLAS FAZEM FESTA EM GONDIFELOS

Evento realiza-se a 24 e 25 de agosto

É uma das maiores e mais antigas feiras das cebolas de Portugal e um marco na história da freguesia de Gondifelos. O evento que decorre no fim-de-semana de 24 e 25 de agosto, no Parque de Campismo da freguesia cumpre a tradição ancestral da Feira das Cebolas.

DSC_5226.jpg

São dois dias de festa, onde as cebolas são rainhas, com a presença de mais de uma dezena de vendedores e produtores.

Para além da Feira propriamente dita, há ainda o concurso gastronómico “A Cebola é Rainha”, a noite de DJ’s com “Cebolinhas Ai, Ai”, a oficina das Cebolas e o desfile de crianças com cabos de cebolas, entre outras atividades.

Incluído na Mostra Comunitária, o evento conta inúmeras iniciativas populares como jogos tradicionais, uma gincana de tratores e uma mostra de talentos. Há ainda tempo para as iniciativas desportivas com os trails e as caminhadas. Para domingo, estão ainda agendadas uma peça de teatro e a tarde dedicada ao folclore.

Refira-se que a Feira das Cebolas em tempos foi o ponto de encontro dos agricultores e produtores de cebolas do concelho para comercializar o produto e estabelecer os preços a praticar nesse ano.

DSC_5199.jpg

DSC_5172.jpg

VILA VERDE: ROTA DAS COLHEITAS LEVOU MILHARES DE PESSOAS A SOUTELO

Soutelo. Gastronomia, música popular e ambiente de festa trouxeram milhares de pessoas ao 10º Arraial do Melão Casca de Carvalho

Milhares de pessoas passaram pelo Espaço Ténis, em Soutelo, para (re)viver as sensações de um genuíno arraial à boa moda do Minho. Para saborear as iguarias da gastronomia regional, dançar ao som da música popular e degustar o famoso e saboroso Melão Casca de Carvalho, em ambiente de festa, diversão e alegria. Durante três dias, 9 a 11 de agosto, o 10º Arraial do Melão Casca de Carvalho pôs a freguesia numa roda viva. Um dos grandes destaques do evento vai para noite de sábado, em que a cozinha típica do Minho e o rei do improviso e das desgarradas, Augusto Canário, arrastaram milhares de pessoas ao recinto. A iniciativa foi organizada pela Junta de Freguesia de Soutelo, com o apoio de dezenas de voluntários locais, e integra a programação Na Rota das Colheitas, do Município de Vila Verde.

vvsoutel (1).jpg

Os arcos iluminados guiam quem vem de fora até ao recinto da festa. O piso é em terra batida. Fitas e pequenas bandeiras garridas cruzam o espaço e dão um colorido especial à festa. O aroma das iguarias minhotas abre o apetite e a procura é grande. No balcão chovem os imensos pedidos das mesas, mas com forte espírito de união e entreajuda, os voluntários dão conta do serviço e a espera pela comida é curta. Há música popular durante os três dias e o público não se faz rogado. Aproveita para cantar e dançar ao som da música popular, em momentos de grande alegria e diversão.

vvsoutel (2).jpg

Todos os caminhos foram dar a Soutelo

Não foram só soutelenses que marcaram presença no arraial. Houve quem fizesse muitos quilómetros para comparecer na festa. Diogo Ribeiro, natural da Maia, é um desses exemplos. “Falaram-me do arraial, convidaram-me a vir cá jantar e não me arrependo. Come-se muito bem e o melão é muito saboroso”, referiu. Por sua vez, João Almeida descobriu o arraial por acidente. “Estava a ir para Braga e vi que havia festa aqui. Decidi parar para jantar. Estou a gostar muito do ambiente, é uma típica festa minhota”, disse. Quem também chegou de longe foi Hélvio Gonçalves, de Celorico de Basto. “Vim aqui jantar com a minha namorada. É a primeira vez que vimos cá, mas estamos a gostar. É um arraial com muito bom espírito e nota-se que as pessoas estão alegres”, sublinhou.

vvsoutel (3).jpg

Melão Casca de Carvalho e Augusto Canário em destaque

Durante o evento, a animação musical foi constante, mas a maior enchente chegou com a atuação de Augusto Canário & Amigos, a 10 de agosto. O recinto estava a rebentar pelas costuras, com milhares de pessoas rendidas ao divertido espetáculo musical de um artista com presença habitual nas televisões portuguesas e inúmeros espetáculos por todo o país e no estrangeiro. O público cantou, dançou e brindou com chuvas de aplausos um dos mais credenciados nomes da música popular do Minho. Destaque também para a atuação dos Tukanos, o after-party com DJ Sá, o Encontro de Folclore e a Noite de Gerações, com os DJs Rui e Cirilo. O passeio de motorizadas completou o cartaz.

Um dos grandes atrativos do arraial é a típica gastronomia minhota. Caldo verde, sardinhas, porco no espeto, frango assado eram algumas das opções que o público tinha ao dispor para jantar no recinto. Contudo, nenhuma conseguiu ofuscar o brilho do rei da festa: o Melão Casca de Carvalho. Uma iguaria local que não parou de chegar às mesas do Espaço Ténis e que encantou as pessoas. O fruto, característico de Soutelo e do concelho de Vila Verde, tem um sabor único e inconfundível que atrai anualmente inúmeras pessoas ao concelho. As barraquinhas de doçaria e artesanato completavam o recinto, muitas das quais geridas por associações locais.

vvsoutel (4).jpg

“A família toda reunida”

Durante os três dias de festa, quem quisesse ver o presidente da Junta de Freguesia de Soutelo tinha de comparecer no Espaço Ténis. Filipe Silva vincou que “a casa esteve cheia como nunca antes esteve”. “Quase todos temos emigrantes nas nossas famílias e conhecemos a saudade de não termos connosco alguns entes queridos. É a realidade portuguesa”, referiu, acrescentado que “é isso que torna este mês de agosto especial, porque é o único momento em que conseguimos ter a família toda reunida”.

O autarca não esqueceu a equipa de voluntários que tanto trabalhou na organização de mais um arraial. Incansáveis e sempre alegres, há voluntários de todas as idades “com muita vontade de ajudar”. Filipe Silva destacou ainda a atuação de Augusto Canário, forte fator de atração de visitantes e “um prémio para os soutelenses, como é a 10ª edição, queríamos festejá-la de forma diferente com um artista de referência na região”.

Em ambiente de alegria e de confraternização, com uma gastronomia local apetitosa e muita música popular, o 10º Arraial Melão Casca de Carvalho foi um sucesso e atraiu milhares de pessoas à freguesia de Soutelo. A programação turístico-cultural Na Rota das Colheitas segue até ao final de novembro com dezenas de iniciativas de divulgação, promoção e valorização da genuína tradição do Minho distribuídas pelo concelho de Vila Verde. A próxima é a recriação da tradicional malhada do feijão, no dia 18 de agosto, pelas 19h00, na zona de lazer da Ponte Nova, na freguesia da Loureira.

vvsoutel (5).jpg

CONCURSO BARCELOS FLORIDO REGISTA GRANDE NÚMERO DE PARTICIPANTES

A 16.ª edição do evento contou com mais de 35 concorrentes 

As varandas de  Maria da Conceição Faria Durães Silva, situadas no Largo da Igreja, em Barcelinhos, foram as grandes premiadas deste ano do concurso Barcelos Florido, notabilizadas pela inovação no tipo de flores utilizadas e pela harmonia e policromia da composição. António Manuel Novo arrecadou o segundo lugar, com a sua composição situada no Largo da Igreja, em Barcelinhos e, em terceiro lugar, ficou a composição floral de Alzira Alves Costa, situado na Rua Miguel Bombarda, Barcelos.

foto1_ Maria da Conceição Faria Durrães Silva.jpg

Para além do embelezamento das ruas e praças, o Concurso contribui para o envolvimento das pessoas com o local onde residem e permite uma maior valorização do património arquitetónico e natural. Estas composições são, aliás, elementos destacados nos registos fotográficos de quem visita a cidade e a freguesia de Barcelinhos. Por isso, as varandas floridas constituem já uma marca de identidade de Barcelos, juntamente com os jardins, fatores que incrementam a atratividade da cidade.

foto2_ António Novo.jpg

Este concurso procura não só implementar a atratividade destas áreas urbanas enquanto espaços de eleição para fruição turística, mas também a valorização estética e ambiental da cidade e "o embelezamento e a decoração das janelas e varandas com flores e plantas naturais.

Quanto aos vencedores, além do público que pôde usufruir deste espetáculo florido, nesta edição de 2019, dividiram-se em vencedores individuais com 39 candidaturas e, desses inscritos, foram também consideradas candidaturas como “participantes coletivos” para o conjunto de moradores ao concurso de "melhor rua" e "melhor largo/campo".

Quanto ao prémio de “melhor rua” a vencedora foi a Rua Miguel Bombarda com o conjunto de moradores composto por: Alzira Alves Costa, Maria Natércia Pacheco, Maria Emília Vilas Boas da Silva e Residencial Kuarenta&um. Em relação ao “melhor largo/campo”, o premiado é o Largo da Igreja de Barcelinhos com o conjunto composto por: Maria da Conceição Faria Durães Silva,  António Manuel Faria Ribeiro Novo e Maria Ricardina Garrido Mateus.

O concurso Barcelos Florido tem contribuído para edificar Barcelos como cidade-jardim, celebrando o prazer de bem receber, tornando significativa a experiência de visita à cidade e seu envolvente, onde os seus jardins reforçam essa beleza das ruas, rotundas, largos e avenidas, em ações que engrandecem o espaço. Tem sido uma forma de divulgar, ao longo do ano, as ruas, praças e largos de forma relevante contribuindo para a qualidade dos espaços de quem visita Barcelos.  As melhores fotos geradas por locais, turistas e peregrinos têm levado Barcelos com  cores floridas aos quatro cantos do mundo. 

foto3_ Alzira Costa.jpg

CERVEIRA ACAUTELA INCÊNDIOS FLORESTAIS

Proteção Civil: Executados trabalhos de prevenção de âmbito municipal e supramunicipal

À semelhança do praticado em 2018, a Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, através do Serviço Municipal de Proteção Civil, tem realizado, ao longo dos últimos meses, um conjunto de intervenções e ações no concelho e em cooperação municipal, de forma a prevenir o risco da ocorrência de incêndios florestais e a salvaguarda da segurança e bem-estar de pessoas e seus bens. Aos diversos trabalhos de limpeza florestal executados, junta-se a recente eleição, por unanimidade, dos órgãos sociais da AMAMINHO - Proteção Civil - Associação de Municípios do Alto Minho - Proteção Civil Municipal.

20190725_153406.jpg

Entre as medidas já implementadas no terreno destaca-se a execução de cerca de 40ha de faixas de gestão de combustível não só nas freguesias prioritárias (nível I e II), mas também em determinadas zonas que, apesar de não integrarem os critérios delineados pelo Governo, o Município cerveirense identificou como necessárias para uma intervenção pontual; a concretização de ações de fogo controlado em vários pontos do concelho, perfazendo uma área total intervencionada de 110ha; acresce ainda 5km de corta-fogos e a intervenção em caminhos florestais previamente identificados como fundamentais, perfazendo cerca de 10km.

Para além destas empreitadas de beneficiação, de investimento municipal, cofinanciadas e/ou colaboração, a Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira dinamizou ainda um conjunto de sessões de sensibilização e informação junto das populações de todas as freguesias do concelho, no âmbito dos programas nacionais “Queima Segura 2019” e da “Operação Floresta Segura 2019”.

A nível supramunicipal, e após legalmente constituída, a AMAMINHO - Proteção Civil - Associação de Municípios do Alto Minho - Proteção Civil Municipal, acaba de eleger, por unanimidade, os seus órgãos sociais, de forma a que, até ao final do ano, seja elaborado e apresentado o plano de atividades para 2020. Em reunião realizada esta segunda-feira, em Vila Nova de Cerveira, ficou determinada a constituição conjunta do Conselho Diretivo pelos presidentes das Câmaras Municipais de Vila Nova de Cerveira e de Valença, e por dois secretários (um de cada Município), em sistema rotativo, pelo que a presidência neste primeiro mandato (dois anos) fica a cargo do autarca Fernando Nogueira. De salientar que em causa está a concretização do primeiro Centro Intermunicipal de Proteção Civil do país, a ser instalado no Aeródromo do Alto Minho – Cerval, prevendo-se uma candidatura conjunta a fundos comunitários com um investimento de 1,2 milhões de euros.

PONTE DE LIMA É A CAPITAL DO LOUREIRO

Loureiro de Ponte de Lima ConVida abre amanhã portas ao público com mais de 80 rótulos “à prova”

A II edição do “Loureiro de Ponte Lima ConVida”, o evento enológico que procura preservar e divulgar a cultura da vinha, tem início amanhã, às 17h00, na Expolima.

Proporcionando uma imersão em vinhos provenientes da Sub-Região do Lima, mas também das regiões demarcadas do Vinho Verde, Dão, Porto e Douro, Trás-os-Montes, Bairrada, Lisboa, e Alentejo, este evento vínico conta com quase duas dezenas de produtores, e mais de 80 rótulos “à prova”.

De olho no mercado consumidor, mas também criador, o evento procura reunir os produtores de Loureiro de Ponte de Lima com os produtores de outras regiões de Portugal, no sentido de aprofundar conhecimentos pela comparação das diferentes castas, seus aromas, assim como o seu terroir. O evento vínico propõe um encontro de vigneron, com a prova de vinhos dos diversos territórios vitivinícolas do país, dando a conhecer a história de cada produtor. 

Agindo em prol da promoção e valorização da casta Loureiro, o Município de Ponte de Lima visa, com o evento, potenciar o retorno económico para os agentes ligados ao sector, alargando-lhes horizontes, de copo em mão, até 17 de agosto.

O evento decorre no âmbito das atividades que o CIPVV (Centro de Interpretação e Promoção do Vinho Verde) dinamiza, pondo em evidência as várias razões pelas quais a Vila foi selecionada como sede Portuguesa da Rede Iter Vitis - a Rota Cultural dos Caminhos da Vinha na Europa.

Loureiro de Ponte de Lima ConVida_cartaz.jpg

Programa_loureiro2019_A4_Prancheta 1.jpg

ESPOSENDE HOMENAGEIA BISPO DE BRAGA, D. JORGE ORTIGA

Município de Esposende distingue D. Jorge Ortiga com a mais alta distinção municipal

No Dia do Município e da Cidade de Esposende, que se comemora a 19 de agosto, a Câmara Municipal de Esposende vai atribuir a Medalha de Honra ao arcebispo Primaz de Braga, D. Jorge Ortiga. A atribuição deste título honorífico acontece no ano em que DJorge Ortiga apresentou a sua resignação ao Papa Francisco, como manda o Código de Direito Canónico. A título póstumo, o Município de Esposende vai distinguir a escritora Agustina Bessa-Luís, com a Medalha de Mérito Cultural e o professor João Carvalho, antigo presidente do IPCA, com Medalha de Mérito Municipal.

câmaraespos (1).jpg

Na sessão solene agendada para a próxima segunda-feira, às 11 horas, no Auditório Municipal de Esposende, serão ainda distinguidos, com a Medalha de Mérito Municipal, os padres Arlindo de Areia Amaro, António das Neves Regado Carqueijó, Gil Afonso Losa, António Jorge da Torre e Joaquim Vilas Boas Lima, o cidadão António da Silva Fortunato de Boaventura, o Capitão de Fragata Raúl Manuel Pato Risso e a Associação Humanitária dos Dadores de Sangue de Esposende, pelo seu 25º. aniversário. O Clube de Caça e Pesca de Antas será distinguido com a Medalha de Mérito Desportivo, pelo seu 25.º aniversário. Serão distinguidos, também, dois funcionários, pelos 25 anos de bons serviços no Município de Esposende.

O Arcebispo Primaz de Braga, D. Jorge Ortiga, será agraciado com mais alto galardão atribuído pelo Município de Esposende, pelo relevante contributo para o engrandecimento espiritual e evangelização da diocese de Braga e o que essa ação representa para o concelho de Esposende, mercê do acompanhamento permanente, cooperante e próximo das ações do arciprestado de Esposende, do Município e da sua população.

Maria Agustina Ferreira Teixeira Bessa-Luís, escritora maior da Literatura Portuguesa, viveu em Esposende cerca de quatro anos, e será distinguida, a título póstumo, pelo seu grande contributo na memória identitária da comunidade esposendense. De igual modo, a título póstumo, o Município de Esposende distinguirá o professor João Carvalho, ex-presidente do IPCA pelo empenho no lançamento das bases para a existência de ensino superior público em Esposende, cuja concretização está em curso.

Pelos 50 anos de sacerdócio, serão distinguidos, com Medalha de Mérito Municipal, os padres Arlindo de Areia Amaro, António das Neves Regado Carqueijó e Gil Afonso Losa, todos de Marinhas e os padres António Jorge da Torre, de Vila Chã e Joaquim Vilas Boas Lima, de Forjães.

António da Silva Fortunato de Boaventura será agraciado pelo profícuo trabalho em prol da comunidade, nomeadamente como Presidente da Direção da “Esposende Solidário- Associação Concelhia para o Desenvolvimento Integrado de Esposende”, lugar que ocupou durante uma década.

O Capitão de Fragata Raúl Manuel Pato Risso será distinguido pelo bom desempenho no cargo de Capitão do Porto de Mar de Viana do Castelo, ao qual pertence a delegação de Esposende da Autoridade Marítima Nacional, em especial pela colaboração com a comunidade piscatória.

A Associação Humanitária dos Dadores de Sangue de Esposende e o Clube de Caça e Pesca de Antas serão agraciados com as Medalhas de Mérito Municipal e Desportivo, respetivamente, por celebrarem o 25.º aniversário.

No Dia do Município e da Cidade de Esposende serão distinguidos os seguintes funcionários da Câmara Municipal que completaram 25 anos de serviço efetivo: Carlos Moreira Bajão e Durval Baptista Morgado.

KARATEKAS DO ALTO MINHO: ISTO É KYOKUSHIN!

Bom ambiente grande atmosfera isto é kyokushin.

E assim termina mais um seminário de Verão.

20190807_143241-680x350.jpg

Bom ambiente, boa atmosfera e aprendizado valioso.

Grandes momentos marcaram este tradicional encontro anual dos estudantes de Kyokushin Karate em Portugal.

Realizado em Árvore, Vila do Conde entre 6 e 11 de agosto e organizado pela AKP (Associação Kyokushinkai Portugal) este campo de Verão teve a orientação técnica do shihan Antonio Pereira, acompanhado pelos instrutores mais credenciados do Kyokushin em Portugal. Os senseis Jorge Ferreira, José Luis e Luis Pinto. O shihan Pierre Grondin (representante KWF na Ilha da Reunião e o mestre Hugo Andrade de Matosinhos, convidados especiais, vieram abrilhantar este Seminário de verão 2019.

No programa nestes 5 dias de estudo tivemos todas as vertentes do Kyokushin. Kihon, ido, kata, bunkai, kumité, goshinjutsu. A Bio Energia com o shihan Grondin, o Taekwondo com o Mestre Hugo e para terminar um concerto com tachos e gongos tibetanos do Antonio Marafona.

VIANA DO CASTELO: SOMOS TODOS ROMARIA!

Estação Viana Shopping abre portas à rainha das Romarias em Portugal

De 16 de agosto até ao final do mês, em vários locais do Centro

É já no próximo dia 16 de agosto que começa a Romaria Nossa Senhora D’Agonia em Viana do Castelo. Este ano, pela primeira vez, a reconhecida rainha das Romarias em Portugal vai entrar no Estação Viana Shopping, com diversas iniciativas que decorrem pela cidade e agora também em vários locais do Centro.

Até ao final do mês de agosto, estará instalado na Praça Central um Photobooth desenvolvido pelo artista J. Albino Amorim. Viana: O ouro, os bordados e a pesca… uma trama partilhada! é o nome da cabine fotográfica onde os visitantes vão poder eternizar os momentos vividos no Centro.

Nos dias em que decorre a Romaria Nossa Sra D’Agonia – de 16 a 20 de agosto – o Centro irá ainda receber diversas arruadas, que acontecem duas vezes por dia, às 11h00 e às 16h00, em diferentes locais.

A Romaria é o ponto alto das Festas de Viana do Castelo, que acontecem de 13 a 21 de agosto, onde são orgulhosamente recuperados os costumes e os trajes vianenses, com uma programação repleta de desfiles, orações, concertos e festivais.

Este ano, no âmbito do projeto Pulsar Viana, o Estação Viana Shopping trouxe a alegria e animação da Romaria para o seu interior, com iniciativas para todos os visitantes. O Pulsar Viana é um projeto que visa aproximar o Centro da comunidade local, oferecendo aos visitantes uma oportunidade única de descobrir mais sobre as regiões de Viana do Castelo e do Minho.

A partir de dia 16 de agosto, o Estação Viana Shopping assume-se como o ponto de encontro da arte, cultura e tradição. Até ao final do mês de agosto, o Centro abre portas a iniciativas no âmbito da Romaria Nossa Senhora D’ Agonia e do projeto Pulsar Viana.

ÍNSUA DO VEZ SUMMER SESSIONS FOI UM SUCESSO!

Três noites de música eletrónica em Arcos de Valdevez: A 12ª edição do Ínsua do Vez Summer Sessions foi um sucesso!

Ínsua do Vez Summer Sessions, que decorreu entre os dias 9 a 11 de agosto, trata-se de um festival com a organização conjunta da associação recreativa Folia e do Município de Arcos de Valdevez. As suas datas são coincidentes com as festas do concelho e a organização tem a preocupação de inserir na programação projectos locais, independentemente do calibre dos cabeças de cartaz contratados.

P8100211 (1).jpg

A festa recria-se num local cingido pelas limpas águas do Rio Vez onde o pano de fundo é a ilustre ponte centenária desta vila Arcuense.

Para além da envolveria com a natureza, é importante referir que, para o público em geral, a propriedade que se denuncia como uma das características mais diferenciadoras deste evento é o acesso ao seu recinto e à sua programação completamente gratuita.

Este festival é uma experiência que projecta atos dinamizadores no campo da música de forma ecléctica levada ao público através de uma programação cultural pertinente, transversal e pedagógica.

Para a 12ª edição do festival, fizeram parte do alinhamento  alguns dos nomes mais presentes da cena eletrónica nacional:

  • 9 ago- Holly  Steven Rod · Bibigigi
  • 10 ago- Mayze X Faria FreakJ · Rui Silva
  • 11 ago- Putzgrilla  VHS · FreakJ

Foram três noites de atuações artísticas, em Arcos de Valdevez, com acesso gratuito a toda a programação. Pelo evento passaram 5 mil pessoas e é importante assinalar ainda que, este ano, o evento contou com copos reutilizáveis de forma a salvaguardar o respeito pelo meio ambiente e todo o cenário bucólico que envolve o recinto do festival. A diferença no final de cada noite foi notável. A acrescentar a este fator, é relevante anotar que foram levados a cabo progressos na logística do evento, nomeadamente na segurança reforçada ao longo de todo o recinto, assim como uma entrada otimizada e vigiada.

Um enorme obrigado a todos os que dançaram, aos nossos parceiros e aos artistas que colaboraram connosco nesta edição memorável.

P8100213 (1).jpg

P8100241 (1).jpg

P8100268 (1).jpg

P8100293 (1).jpg

P8100295.jpg

P8100321.jpg

P8100354.jpg

CELORICO DE BASTO TEM PLANO DE AÇÃO SOCIAL

Plano de ação para o triénio 2020/2022 do CLDS Celorico+Social 4G apresentado em reunião de CLAS

Reuniram hoje, 14 de agosto, as entidades que integram o Contrato Local de Ação Social, no Salão Nobre do Município de Celorico de Basto, sob orientação do Presidente do CLAS, Joaquim Mota e Silva, tendo sido apresentado e aprovado por unanimidade, o plano de Ação para os próximos 3 anos, orçamento e coordenadora do programa CLDS Celorico+Social 4G.

_DSC5029.jpg

Este Programa irá desenvolver ações direcionadas às vulnerabilidades sociais identificadas no concelho, o desemprego e a pobreza. Considerando estas vulnerabilidades o projeto a implementar terá de desenvolver todas as ações obrigatórias definidas para os eixos de intervenção, eixo 1 - emprego, formação e qualificação e eixo 2 – intervenção familiar e parental, preventiva da pobreza infantil, e previamente enumeradas e explicadas a todos os membros do CLAS.

Ficou ainda esclarecido o enquadramento orçamental do projeto, que se enquadra na categoria financeira III, no valor total 504.0000,00€.

Este projeto tem como entidade Coordenadora Local de Parceria, o Centro Comunitário Bento XVI, definido na última reunião de CLAS, datada de 18 de abril, e como Entidade Local Executora das Ações, ELEA, o Município de Celorico de Basto, por ser a entidade com melhores condições para poder executar as ações previstas no plano de ação do projeto, não só pela capacidade de disponibilização de recursos, mas também pela possibilidade de congregar agentes locais para a implementação e execução do mesmo.

O Presidente do CLAS e Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto reconheceu a importância deste programa tendo em conta as experiências anteriores dos programas antecedentes, nomeadamente o CLDS+ e o CLDS3G. “Tivemos dois CLDS aprovados em pleno funcionamento durante 6 anos, com aspetos relevantes e positivos. E essa experiência é fundamental para que possamos, no próximo programa, corrigir lapsos e lacunas de outras edições numa parceria entre o Município, a entidade Coordenadora, as IPSS’s, entidades e juntas de freguesia, numa lógica de crescimento sustentado de acordo com o plano de ação” disse o autarca. Joaquim Mota e Silva salientou ainda que o grosso dos encargos são para os recursos humanos, mas com um acréscimo do plafond para as medidas previamente definidas. “Um plano de ação sem recursos humanos não é possível, mas é preciso executar o máximo de medidas com os recursos financeiros atribuídos para esse fim, para que se possa fazer mais do que foi feito de acordo com o enquadramento do plano. Agora, neste programa, temos um modelo mais favorável e mais capaz para desenvolver e implementar o plano de ação”.

_DSC5033.jpg

CABECEIRAS DE BASTO INTEGRA SISTEMAS AUTÓNOMOS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA

Câmara integra Sistemas de Abastecimento de Água dos lugares de Gondiães, Torneiro e Samão no Sistema Público do Município. Reunião de Câmara de 14 de agosto de 2019

O Executivo Municipal Cabeceirense aprovou, por unanimidade, na sua reunião de hoje, dia 14 de agosto, o protocolo a celebrar com a Freguesia de Gondiães e Vilar de Cunhas para a integração dos Sistemas Autónomos de Abastecimento de Água dos lugares de Gondiães, Torneiro e Samão no Sistema Público e Predial de Águas do Município de Cabeceiras de Basto. Através da assinatura deste protocolo, a Câmara Municipal assegurará o fornecimento de água aos utilizadores bem como a todos os que o requeiram, depois de concretizadas as obras de beneficiação dos equipamentos e infraestruturas afetas àqueles Sistemas Autónomos de Abastecimento de Água. Este assunto que será apreciado pela Assembleia Municipal na sua próxima sessão.

Bandeira do Município de Cabeceiras de Basto.JPG

Por maioria – com os votos favoráveis dos eleitos do PS, dois votos contra do IPC e a abstenção da vereadora Laura Magalhães – foi aprovada a candidatura à Linha de Crédito BEI PT 2020 – Autarquias para a contrapartida nacional de projetos Portugal 2020 para a operação de ‘Requalificação Urbana da Avenida Capitão Elísio de Azevedo – NORTE- 03- 1406-FEDER-000102’ até ao montante de 1.141.781,85 euros pelo prazo de 15 anos, bem como a abertura de procedimento para a contratação de um empréstimo de médio e longo prazo até ao montante de 304.794,33 euros, por 15 anos, para financiamento complementar da importante intervenção de Requalificação Urbana da Avenida Capitão Elísio de Azevedo, na vila do Arco de Baúlhe.

Por maioria – com os votos favoráveis dos eleitos do PS e da vereadora Laura Magalhães e dois votos contra do IPC – foi aprovado um protocolo de colaboração a celebrar com a BastoEmpreende – Núcleo Associativo de Empresas para a execução de um plano de ações a dinamizar nas Festas de S. Miguel e Agrobasto. A celebração deste protocolo visa implementar um maior dinamismo empresarial e económico à realização da Feira e Festas de S. Miguel e Agrobasto 2019.

Por unanimidade foram aprovados, também, nesta reunião o protocolo para o fornecimento de refeições escolares aos alunos da EB1 e JI do Arco de Baúlhe para o ano letivo de 2019/2020, bem como o Plano de Transportes Escolares para o mesmo ano letivo.

Durante a reunião de Câmara foi aprovada, por unanimidade, a celebração de um protocolo de colaboração com o ArcoBike – Associação Desportiva que prevê a atribuição de um apoio financeiro para a organização da iniciativa ‘Cabeceiras Urban Race’, bem como a organização e participação em outras atividades desportivas. Foi igualmente aprovada uma adenda ao protocolo de condições de contratação e funcionamento das Equipas de Intervenção Permanente nos Bombeiros Voluntários Cabeceirenses.

De entre outros assuntos, foram aprovados, mais dois apoios à natalidade; um pedido de cedência do auditório da Casa da Juventude à Mútua de Basto/Norte (Centro Qualifica de Basto); um pedido de alteração de alvará de loteamento; bem como a Modificação Orçamental n.º6 que prevê apenas alterações de valores entre rubricas do Orçamento Municipal.

VALENÇA ESTÁ EM FESTA!

15 de Agosto Há Romaria em Valença - Senhora do Faro

A Tradição da romaria, da peregrinação cristã e do mega piquenique em honra de Nossa Senhora do Faro, realiza-se quinta-feira, 15 de Agosto. Dos festejos destaca-se a multitudinária peregrinação a pé e o celebre mega piquenique em que o cabrito é rei nos petiscos.

Peregrinação a Pé

Centenas de peregrinos participam nesta secular peregrinação penitencial que sai da Igreja da Colegiada de Santo Estêvão, na cidade, às 8h00 e termina na Capela do Faro, no topo do monte, por volta das 11h00. 7,5 Km's, a pé, pela estrada do Faro em que a devoção a Nossa Senhora do Faro atrai muitos peregrinos do norte de Portugal e da Galiza.

Cabrito no Forno no Piquenique

Para as 11h15 está programada a celebração eucarística, seguida do celebre piquenique. Manda a tradição que no dia da romaria o farnel de Cabrito assado no forno a lenha é o rei de um mega piquenique, no amplo e frondoso Parque de Merendas do Monte do Faro. A festa prolonga-se, tarde dentro, com um festival de bandas filarmónicas, a partir das 15h.

Devoção Popular

A 15 de Agosto Valença celebra a Assunção de Nossa Senhora uma das mais emblemáticas festividades religiosas do Alto Minho que todos os anos atrai milhares de devotos ao Parque do Monte do Faro.

A Peregrinação ao Faro é o ponto alto das celebrações religiosas das Festas de Valença que decorrem em Valença até 15 de agosto, na cidade e no Parque do Monte do Faro.

Senhora do Faro entre a Lenda e a Tradição

A devoção à Senhora do Faro é secular e um marco de fé para as povoações do Alto Minho e do sul da Galiza.

Conta a lenda que um homem natural de Valença tendo ido combater no norte de África lá ficou cativo dos Mouros. Sujeito a tantas privações, durante meses viveu agrilhoado pelos pés, sem água, nem o verde e frescura das terras do Minho. Uma noite suplicou à Senhora que o livra-se deste suplicio. Durante as orações adormeceu. Acordou com uma brisa fresca e o barulho da água a correr, era de manhã e apercebeu-se que não estava em África, mas no monte do Faro das suas memórias. Agradecido à Senhora do Faro, deixou os grilhão que carregara nos pés como agradecimento pela libertação. Os grilhões são um dos relicários do santuário e um nicho faz jus a esta lenda / história e são ponto de veneração dos muitos peregrinos que rumam ao Monte do Faro.

CELORICO DE BASTO MOSTRA ARTESANATO E GASTRONOMIA

XXII Feira de Artesanato e Gastronomia em Celorico de Basto arranca esta hoje

Está tudo pronto para dar início a mais uma Feira de Artesanato e Gastronomia em Celorico de Basto. A cerimónia de abertura decorre hoje, quarta-feira, pelas 18h00, junto à entrada do Mercado Municipal.

_DSC3969.jpg

De hoje a 18 de Agosto a vila de Celorico de Basto ganha um fator de atração extra com um dos certames mais requisitados por residentes, visitantes e turistas. Um certame que conta com 150 Expositores entre artesãos, produtores de vinho verde local, restauração e outras iguarias.

_DSC3658.jpg

“Está tudo a ser ultimado para darmos início à XXII Feira de Artesanato e Gastronomia, um certame que prima pela excelência, com artesanato da melhor qualidade e representativo de todo o país” disse Joaquim Mota e silva, Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto. O edil celoricense destaca também a gastronomia e os vinhos verdes locais que estarão presentes no certame. “À semelhança do artesanato teremos a melhor gastronomia e vinho verde de excelência representativo de todo o concelho. Este é um certame muito aguardo por todos desde residentes, a visitantes, emigrantes e turistas pelo convívio que o mesmo proporciona, com um cartaz cultural desenvolvido para aumentar ainda mais essa atratividade.”

Serão 5 tardes/noites plenas de animação, degustação de produtos enogastronomicos, convívio e valorização de várias artes. Um certame também importante para a economia local como destaca Joaquim Mota e Silva. “Este certame mexe de forma muito positiva com a economia local. Felizmente, Celorico de Basto é sempre atrativo nos meses quentes de Verão, sobretudo pela chegada dos milhares de emigrantes que regressam à terra, mas também pelos muitos turistas que gostam do conforto do turismo de natureza, da tranquilidade e, particularmente, da riqueza das atividades promovidas. Por estes dias o alojamento está esgotado, a restauração não tem mãos a medir, tal a procura, e o comércio também vê as suas vendas a crescer. Efetivamente, este tipo de iniciativas são muito procuradas por todos e de ano para ano mostram-se um verdadeiro sucesso”.

Pela Feira de Artesanato e Gastronomia passarão o grupo Tamegaitas, o Rancho Folclórico de Sta. Maria de Canedo, o Grupo de Cavaquinhos de Arnoia, o Rancho Folclórico Amigos do Castelo, a Farrafanfarra, o Grupo de Concertinas Viva Moreira, os Zamburra, os Somos Minho, os Amigos das Tainadas, os Raízes do Minho do Luxemburgo, o Cancioneiro do Alto Minho do Luxemburgo, os Antromilho, o Grupo de Concertinas Viva Moreira, os Gruilha e a Tuna de Arnoia.

cartaz2019 - 1.jpg

sem nome.png

CERVEIRA RECRIA CULTOS MEDIEVAIS

‘Cultos Medievais’ trazem mais decoração e animação de rua à Festa da História 2019

Três portas de entrada e oito torres erigidas no perímetro do centro histórico vão anunciar o regresso de Vila Nova de Cerveira à Idade Média. De 22 a 25 de agosto, a edição 2019 da Festa da História aposta na promoção d’ “Os Cultos Medievais”, através de um cenário ainda mais condizente com a época e da dinamização de um maior número de espetáculos de rua, diurnos e noturnos, de forma a envolver os milhares de visitantes.

64649049_2707629759265208_5772442037303377920_n (4).jpg

Considerada uma das 12 feiras medievais a nível nacional de visita obrigatória neste verão (Sapo Viagens), a Festa da História de Vila Nova de Cerveira tem surpreendido em cada edição, com uma programação atrativa, diversificada e interativa. A edição 2019 prevê quatro dias de uma viagem no tempo onde os hábitos e as vivências, a arte e os ofícios vão estar em destaque.

Este ano, o roteiro medieval cerveirense apresenta-se com uma decoração ainda mais intensa e apelativa, uma maior circulação diurna dos grupos de animação pelas ruas do centro histórico, e a realização dos espetáculos durante o período noturno. Não obstante, a área alimentar também cresce e passa a estar concentrada em dois espaços: além da Praça Alto Minho, a rua junto ao Arquivo Municipal vai ser fechada ao trânsito para acolher as dezenas de taberneiros que, ano após ano, manifestam interesse em aderir à Festa da História.

Pelas diversas ruas do centro histórico e no Baluarte de Stª Cruz, cerca de 150 mercadores e artesãos, oriundos de várias regiões de Portugal e de Espanha, apresentam as iguarias e os produtos da época, convidando a uma experiência mística e inesquecível.

Entre reis e rainhas, cavaleiros e donzelas, o povo e clero, todos são convidados a desfrutar de espetáculos de teatro, música medieval avulsa e em concerto, sons da harpa, danças orientais, falcoaria real, malabarismo e acrobacias, demonstração de serpentes, diversos ofícios, torneios a cavalo, espetáculos de fogo, totalizando mais de 50 momentos de animação de rua constante.

Mais uma vez, o Município de Vila Nova de Cerveira e a Associação Velha Lamparina incutem o conceito e a vivência das feiras medievais junto do público infantil, proporcionando atividades divertidas em perfeita harmonia com a família. Vai estar disponível uma zona de jogos infantis, onde sobressaem os jogos tradicionais, os carrosséis medievais e uma zona de entretenimento a cargo da empresa Animak, bem como está prevista a participação de um grupo de 60 crianças no cortejo medieval que marca o arranque do certame. 

Entre 22 e 25 de agosto, a Festa da História de Vila Nova de Cerveira decorre com o seguinte horário de funcionamento do mercado:

Dia 22, quinta-feira, das 17H00 às 24h00;

Dia 23, sexta-feira, das 11H00 às 24h00;

Dia 24, sábado, das 10H00 às 24h00;

Dia 25, domingo, das 11h00 às 23h00.

Programa:

“Os Cultos Medievais”

DIA 22 – QUINTA-FEIRA

17h00 – Abertura da Mercado Medieval com Arruada de Música e Malabares

18h00 – Animação de Rua: “La Salette” – Rua Queirós Ribeiro

19h00 – Cortejo Medieval – Largo 15 de Fevereiro

20h00 – Música e Orador – Entrada do Castelo

21h00 – Animação de Rua: “Acrobacias e Malabares” – Rua Dr. José Pedreira

21h30 – Animação de Rua: “Danças Orientais com Serpentes” – Rua Queirós Ribeiro

22h30 – Cortejo com Encenação: “Investidura a Cavaleiro” – Largo Igreja Matriz

23h15 – Concerto de Música Medieval, com o Grupo Internacional Cornalusa – Baluarte de Stª. Cruz

23h30 – Espetáculo de fogo – Baluarte de Stª. Cruz

24h00 – Encerramento do Mercado Medieval

DIA 23 – SEXTA-FEIRA

11h00 – Abertura da Mercado Medieval com Arruada de Música

11h30 – Animação de Rua: “Voo de Ave de Rapina” – Rua Queirós Ribeiro

13h30 – Animação de Rua: “Dança Oriental” – Praça Alto Minho

            – Animação de Rua: “Lavadeiro Real” – Rua Dr. José Pedreira

15h30 – Espetáculo de Música e Dança – Rua Queirós Ribeiro

16h30 – Demonstração Lúdica: “O Manejo das Armas e Ofícios” – Acampamento

17h00 – Sons da Harpa - Castelo

17h30 – Animação de Rua: “Os Druídas” – Rua Queirós Ribeiro à Rua Dr. José Pedreira

18h30 – Teatro de Rua: “A Arte da Cetraria” – Entrada do Castelo

19h30 – Concerto de Música Celta, com o Grupo Malcolm MacMillan – Praça Alto Minho

20h00 - Ceia Medieval* – Castelo de Cerveira

21h00 – Animação de Rua: “A Família Eremita” – Rua Queirós Ribeiro

22h00 – Torneio a Cavalo – Baluarte de Stª. Cruz

23h30 – Espetáculo de fogo – Baluarte de Stª. Cruz

24h00 – Encerramento do Mercado Medieval

DIA 24 - SÁBADO

10h00 – Abertura do Mercado Medieval com Passeio Oriental – Rua Queirós Ribeiro à Rua Dr. José Pedreira

11h00 – Animação de Rua: “O Cavaleiro Andante”

12h00 – Danças Medievais – Praça Alto Minho

            – Música Medieval – Rua Dr. José Pedreira

15h30 – Animação de Rua: “Os Faunos” – Rua do Município à Rua Dr. José Pedreira

16h00 – Animação de Rua: “Voo da Ave de Rapina” – Praça Alto Minho

16h30 – Animação de Rua Itinerante: “O Regedor”

17h30 – Animação de Rua: “Os Faunos” – Rua Queirós Ribeiro à Praça Alto Minho

18h30 – Teatro de Rua: “O casamento do Cavaleiro” – Baluarte de Stª. Cruz

19h00 – Animação de Rua: “Danças Orientais com Serpentes – Do Acampamento à Queirós Ribeiro

20h00 – Ceia Medieval*

21h00 – Concerto de Música Medieval, com o Grupo Cornalusa – Praça Alto Minho

            – “Os Genes de uma Ladrão” – Rua Dr. José Pedreira

21h30 – Sons da Harpa - Castelo

22h00 – Teatro de Rua: “O Julgamento” – Baluarte de Stª. Cruz

23h00 – Animação de Rua: “O Leproso” – Praça Alto Minho ao Acampamento

23h30 – Espetáculo de fogo – Baluarte de Stª. Cruz

DIA 25 - DOMINGO

11h00 – Abertura do Mercado Medieval com Arruada de Música – Rua Queirós Ribeiro à Praça Alto Minho

12h00 – Animação de Rua: “La Salette” – Praça Alto Minho

            – “Os Latrineiros” – Rua Dr. José Pedreira

15h00 – Teatro de Rua: “A Arte da Cetraria – Acampamento

16h00 – Animação de Rua: “A Morte” – Rua Queirós Ribeiro à Rua Dr. José Pedreira

16h30 – Animação de Rua: “Dança Oriental” – Praça Alto Minho

17h00 – Sons da Harpa – Castelo

17h30 – Teatro de Rua: “A Cerimónia Fúnebre” – Baluarte de Stª. Cruz

18h30 – Animação de Rua: “A Morte” – Rua António José Duro à Praça Alto Minho

19h30 – Animação de Rua: “Os Soldados Trapalhões” – Acampamento à Rua Queirós Ribeiro

21h30 – Animação de Rua: “Os Bêbados” – Rua António José Duro à Rua Dr. José Pedreira ao Baluarte de Stª. Cruz

22h15 – Espetáculo de Encerramento – Baluarte de Stª. Cruz

23h00 – Encerramento do Mercado Medieval

*Ceias Medievais: reserva obrigatória através da Associação Velha Lamparina (966794392) e/ou na Loja Interativa de Turismo, até às 13h00 do dia anterior. Capacidade mínima 20 pessoas, capacidade máxima 60 pessoas. Preço por adulto 15€ e por criança, dos 3 aos 10 anos 10€. O valor inclui entradas (fumerio, queijo, azeitonas, pão, chouriça assada), sopa de legumes, prato (rojões e legumes salteados), sobremesa (bolo seco), bebidas (verde e maduro tinto, água e limonada) e digestivo (ginjinha).