Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

PRESIDENTE DO MUNICÍPIO FAMALICENSE VISITA OBRAS DO MERCADO MUNICIPAL

Amanhã, sexta-feira, dia 29 de maio, pelas 09h30

O Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, visita amanhã, sexta-feira, dia 29 de maio, as obras do Mercado Municipal para se inteirar da evolução e ponto de situação dos trabalhos que estão a decorrer no espaço.

A visita está marcada para as 09h30 e é aberta à comunicação social.

Recorde-se que a obra foi adjudicada à empresa Famaconcret por mais de três milhões de euros. Com verbas aprovadas no âmbito do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU), assinado entre a autarquia e o Programa Operacional Norte 2020, o município garantiu um cofinanciamento FEDER.

Quanto à intervenção, o edifício principal será integralmente reabilitado, sendo mantidos os elementos caracterizadores de referência. A fachada será preservada e as lojas de rua recuperadas, enquanto que o miolo do espaço será alvo de uma profunda intervenção que vai permitir a implementação de lógicas de mudança ao nível comercial e funcional, dotando o espaço de maior conforto e de melhores condições de funcionamento, adequadas às exigências de qualidade e inovação.

ECOVIA DO VEZ TEM NOVO PERCURSO

A Ecovia em Arcos de Valdevez terá um novo percurso graças à ampliação prevista entre o Poço das Caldeiras e S. Sebastião, numa extensão de 1850 metros.

Sistelo2017_0294 - Cópia.JPG

Com um percurso de cerca de 32 km, a Ecovia de Arcos de Valdevez, que acima de tudo respeita a fauna e flora do meio, permite aos amantes da Natureza usufruir da paisagem que envolve este itinerário, assim como, explorar o património cultural da região.

Trata-se de um percurso que segue ao longo da margem direita do rio Lima, do limite concelhio, em Jolda S. Paio até ao lugar de Gandara, freguesia de Santar, bem como, pela margem direita do Rio Vez, limitada a norte pela aldeia de Sistelo e a sul pelo lugar de Prova, freguesia de Paçô.

A Câmara Municipal prevê a melhoria da Ecovia do Vez através da criação de um troço, permitindo a ligação entre o Poço das Caldeiras, freguesia de Loureda, e S. Sebastião, freguesia de Cabreiro. Salienta-se que até ao momento o troço existente se desenvolvia ao longo dos caminhos municipais 1254-1 e 1286, não possuindo as melhores condições de segurança para os utilizadores.

Deste modo, a empreitada “Expansão da Rede de Ecovias do Alto Minho – Ecovia de Loureda/Cabreiro”, adjudicada, na última reunião de Câmara, ao concorrente TOSCCA, Equipamentos em Madeira, Lda, pelo valor de 157.455,37 Euros, prevê a execução de trabalhos de implantação de uma ecovia de carater turístico, melhorando, consequentemente, a segurança dos utilizadores e permitindo percorrer a ecovia de modo contínuo.

MUNICÍPIO DE PONTE DE LIMA PROÍBE FESTAS E ROMARIAS ATÉ AO FINAL DE SETEMBRO

Câmara Municipal de Ponte de Lima aprovou a Proibição de Realização de Festas, Romarias e Eventos Similares até 30 de Setembro

A Câmara Municipal de Ponte de Lima aprovou na reunião realizada a 18 de maio, manter a proibição de realização de festas, romarias e eventos similares até 30 de setembro.

Ponte de Limafestfeirromar.jpg

A proposta da autoria do Presidente da Câmara Municipal, surge na sequência do já deliberado pelo Conselho Intermunicipal da Comunidade do Alto Minho – CIM, que em colaboração com a ULSAM - Unidade Local de Saúde do Alto Minho (ULSAM), Centro Distrital da Segurança Social e Proteção Civil Distrital, haviam analisado o impacto da pandemia do COVID 19 no Alto Minho, tendo deliberado que os Municípios do Alto Minho não iriam autorizar qualquer licença para romarias, festas e eventos similares que decorram até final do mês de setembro, face aos graves riscos de saúde pública associados à propagação da pandemia do COVID 19 no Alto Minho.

O Executivo limiano teve ainda em consideração a decisão da Conferência Episcopal Portuguesa, que comunicou que todas as procissões, festas, concentrações religiosas, acampamentos, e outras atividades similares passiveis de propagação da epidemia ficarão adiados para o próximo ano pastoral; bem como a decisão governamental que proíbe a realização de festivais e espetáculos de natureza análoga, até 30 de setembro de 2020.

Neste contexto, a Câmara Municipal aprovou proibir a realização de festas, romarias e eventos similares que envolvam o aglomerado de pessoas, até 30 de setembro, bem como a emissão de licenças de ruído, arraial, recinto e licenças para lançamento de fogo-de-artifício, fazendo face aos graves riscos de saúde pública associados à propagação da pandemia do COVID 19, no Concelho de Ponte de Lima.

ARCOS DE VALDEVEZ REÚNE EXECUTIVO MUNICIPAL

REUNIÃO ORDINÁRIA DE 22 DE MAIO DE 2020

Camara Municipal - Cópia.JPG

Período Antes da Ordem do Dia

A Presidência deu conhecimento da evolução da situação da doença COVID-19, dando nota de que, de acordo com a informação disponibilizada, as notícias eram muito favoráveis para o concelho, encontrando-se a situação estabilizada quanto a novos casos de contágio.

Congratulou-se pelo que todos têm feito na luta contra a pandemia, realçando que devemos ter o máximo de cuidado, focando-nos nas regras de confinamento, regras de uso de máscaras e de etiqueta respiratória e de higiene, para que tudo não volte a acontecer fruto da nossa ação menos previdente.

Deu nota da implementação das ações que estavam articuladas com o Agrupamento de Escolas para a reabertura da escola no dia 18.

Foram igualmente referidas as diligencias efetuadas com os operadores das carreiras públicas de transporte para assegurar o mesmo. Foi ainda dada nota da entrega dos computadores aos alunos necessitados.

Referiu igualmente que a reabertura da feira quinzenal terá lugar no próximo dia 3 de junho, tendo havido a necessidade de elaborar um plano de contingência do recinto e que será dado a conhecer aos feirantes e comerciantes, bem como levada a cabo a sensibilização dos mesmos relativamente à implementação do referido plano de contingência e sobre outras medidas de prevenção e práticas de higiene. Igualmente informou que a Câmara Municipal está a colaborar com a Junta de Freguesia de Soajo para a elaboração e aprovação de um plano de contingência para a feira daquela Vila.

O sr. Presidente também informou que havia sido tomada uma posição pelos Municípios no âmbito da CIM Alto Minho no sentido de proceder ao cancelamento de todos os licenciamentos e autorizações para arraiais, festas e romarias.

Também deu conta das reuniões realizadas com as Juntas de Freguesia, onde foram abordadas questões relacionadas com a COVID, a cooperação entre as duas autarquias, a entrega de máscaras, a sensibilização para as compras no comércio tradicional e outras medidas relativas à COVID.

O sr. Presidente também informou que no âmbito do Dia Internacional da Biodiversidade, que se comemorou no dia 22 de maio, o Município iria divulgar alguns eventos e iniciativas para assinalar a data, dentro dos limites impostos pela situação de calamidade.

Sobre as praias de interior, referiu terem sido feitas várias reuniões por causa da abertura da praia da Valeta, a qual obriga a assegurar o cumprimento de um conjunto de normas para aquele espaço de praia.

Relembrou o conjunto de iniciativas que estão em curso no âmbito do apoio a pessoas em situação de vulnerabilidade, nomeadamente o “Vale de compras Recontro” para compras no comércio tradicional, e a promoção de ações junto dos comerciantes locais.

Referiu que o desemprego tem aumentado genericamente no país, e que afetou especialmente pessoas que estavam em situação de trabalho temporário, acrescentando que já há fábricas a fazer readmissões mas que há centenas de pessoas em layoff.

Falou também das medidas de apoio ao alojamento e restauração e que estavam a ser programadas iniciativas para os vinhos de Arcos de Valdevez.

Deu também nota da Diretiva Operacional Nacional n.º 2 - Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais (DECIR) 2020, elaborada pelo Comando Nacional de Emergência e Proteção Civil da ANEPC e aprovada pela Comissão Nacional de Proteção Civil, que define a forma como é assegurada a coordenação institucional, a regulação, a articulação e a otimização da atuação operacional das forças integrantes do SIOPS e a articulação dos diferentes organismos e instituições a envolver nas operações de defesa da floresta contra incêndios.

Por último, fez uma referência à ADAM - Águas do Alto Minho, SA, e à situação atual da empresa e das medidas que têm estado a ser tomadas para a regularização dos problemas de faturação, e melhoraria do atendimento.

NORMAS DE APOIO AO PAGAMENTO DE TARIFAS DE ÁGUA E SANEAMENTO: A Câmara deliberou aprovar a proposta apresentada pela Presidência relativamente às Normas  de Apoio ao pagamento de tarifas de água e saneamento a famílias em situação de vulnerabilidade social acrescida, no âmbito da pandemia da Doença COVID-19, e que consiste no desconto na fatura da água de 100% das tarifas fixas de água e de saneamento constantes do tarifário que estiver em vigor.

Esta proposta vai ser articulada com os restantes Municípios da Parceria de modo a que possa ser aplicada por todos. 

Escola Padre Himalaia - Alteração e Ampliação do Jardim de Infância: foi aprovada a abertura do procedimento concursal para a execução da empreitada de obra acima referida, pelo valor base de 160.000,00 euros e prazo contratual de 120 dias.

EMPREITADA DE “REFORÇO DA REDE DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA AO PARQUE EMPRESARIAL DE PADREIRO”: foi aprovado dar início ao procedimento concursal tendente à adjudicação da empreitada de “REFORÇO DA REDE DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA AO PARQUE EMPRESARIAL DE PADREIRO”, pelo preço base de 75.000,00 Euros, e prazo contratual de 90 dias.

EMPREITADA DE “EXPANSÃO DA REDE DE ÁGUA A RIO FRIO (S. VICENTE)”: foi aprovado dar início ao procedimento concursal tendente à sua adjudicação pelo preço base de 28.000,00 Euros, e prazo contratual de 90 dias.

Aquisição de serviços para elaboração de projeto de execução de "Expansão da rede de saneamEnto a Oliveira (2.ª Fase), Parada - Côto e Santar/Souto": foi aprovado adjudicar ao concorrente David Galvão Civil, Lda, pelo valor de 13.624,00, mais IVA.

PEDIDO DE ABERTURA DE PROCEDIMENTO CONCURSAL PARA AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS PARA REVISÃO DO PROJETO DE EXECUÇÃO DE: EXPANSÃO DA REDE DE SANEAMENTO A AGUIÃ (Bouça Soeiro/Outeiro/Penagude/Pinhô/Cerdeira): foi aprovada a abertura de procedimento concursal para a aquisição de serviços para revisão do projeto de execução referido, pelo preço base de 14.500,00 euros e prazo contratual de 60 dias.

“EXPANSÃO DA REDE DE ECOVIAS DO ALTO MINHO – ECOVIA DE LOUREDA/CABREIRO”: foi aprovado adjudicar a empreitada ao concorrente TOSCCA, Equipamentos em Madeira, Lda, pelo valor de 148.542,80 Euros, mais IVA.

PAVILHÃO MUNICIPAL DE ARCOS DE VALDEVEZ - REABILITAÇÃO DAS COBERTURAS E FACHADAS: foi aprovado o auto de consignação da empreitada acima referida, adjudicada à empresa Imperfel - Impermeabilização, Isolamentos e Revestimentos, Lda., de Felgueiras, pelo valor de 88.612,33 euros e pelo prazo de execução de 120 dias.

Requalificação e Campo de Jogos de Távora Sta. Maria - Equipamentos desportivos, revestimentos e outros trabalhos: foi aprovado adjudicar a requalificação à empresa Costa & Carreira, Lda, pelo valor de 37.986,08, mais IVA.

REQUALIFICAÇÃO DO CAMPO DE JOGOS DO ADECAS - OBRAS ACESSÓRIAS: foi aprovado adjudicar ao concorrente Nuno & Pereira – Construção Civil, Lda, pelo valor de 54.514,83, mais IVA.

Substituição de chuveiros avariados nos balneários da Piscina Municipal e do Clube Náutico: foi aprovado dar início ao procedimento concursal tendente à sua adjudicação pelo valor base de 13.800,00 Euros e prazo contratual de 20 dias.

PEDIDO DE Abertura de um procedimento tendo em vista a Certificação dos Charutos de Arcos de Valdevez: foi aprovada a abertura de procedimento pelo preço base de 19.990,00 Euros, acrescido de IVA e prazo contratual de 120 dias.

Caducidade de adjudicação dos serviços de aluguer material publicitário grande formato - serviço de turismo: foi aprovada a caducidade da adjudicação pelo facto da empresa não ter apresentado os documentos de habilitação nos prazos estabelecidos.

Ocupação da Via Pública: foi autorizada ao Clube de Rugby de Arcos de Valdevez, a abertura da Esplanada sita em frente à Alameda Dr. Francisco Sá Carneiro, para o período de tempo compreendido entre os dias 01 de Junho e 30 de Setembro do corrente ano. Tal cedência tem por fim a angariação de verba para o desenvolvimento da atividade desportiva do Clube.

MUNICÍPIO DE CAMINHA APRESENTA RESULTADO LÍQUIDO POSITIVO EM 2019

Dívida de curto prazo desce 16% e dívida total diminui 1.2 milhões de euros

A Câmara Municipal de Caminha vai levar as Contas e Relatório de Gestão de 2019 à próxima Reunião de Câmara agendada para 1 de junho. O documento de prestação de contas do Município apresenta um resultado líquido positivo de € 121.660, 06 e cumpre com o equilíbrio orçamental que a legislação determina, uma vez que a receita cobrada bruta é superior à despesa corrente paga e ao valor das amortizações dos empréstimos. De acordo com a proposta que estará a debate, a autarquia de Caminha efetuou uma despesa total de € 19.362.377,20 em contraponto com uma execução global de receita de € 19.387.014,86. Nos últimos dez anos, esta é apenas a segunda vez em que o resultado líquido de exercício apresenta números favoráveis.

Outro dado relevante do documento de prestação de contas é que o Município cumpre com o limite de endividamento previsto depois de dois exercícios de enormes dificuldades. Este e outros números sobre despesas correntes, investimento e receitas estarão em debate na próxima Reunião de Câmara que tem uma ordem de trabalhos da qual conta uma proposta de submissão a consulta pública do projeto de Regulamento Municipal para Autorização de Exploração de Modalidades Afins de Jogos de Fortuna e Azar, uma proposta de delegação de competências no Presidente da Câmara no domínio do estacionamento público e o pagamento de rendas de habitação no âmbito do Programa Social Caminha Solidária.

A Reunião de Câmara terá lugar no próximo dia 1 de junho, às 15H00, nos Paços do Concelho e decorrerá de forma presencial.

PROFITECLA DE BRAGA REALIZA 1º OPEN DAY

1º Open Day - Profitecla de Braga. 29 de Maio de 2020, pelas 09:30 horas. Rua de Santa Margarida nº 8 – Profitecla de Braga

A Escola Profissional Profitecla de Braga leva a efeito o 1º OPEN DAY onde todos os jovens que queiram ou possam estar na dúvida de qual o percurso formativo que querem seguir, podem ficar a conhecer a Oferta Formativa da Profitecla de Braga para o Ano Letivo 2020/2021.

Cartaz 1º OPEN DAY - PROFITECLA DE BRAGA.jpg

Assim, no próximo dia 29 de Maio, de 2020, pelas 09:30h a Escola Profissional Profitecla de Braga e o seu Departamento de Psicologia, vão em articulação com diversas escolas da cidade realizar em tempo real, uma visita "virtual", quer à Escola quer ás suas infraestruturas e equipamentos. (ver cartaz em anexo do evento)

Com esta iniciativa pretende-se chegar a todos os potenciais interessados em Ingressar na Oferta Formativa da Escola, para 2020/2021, bem como vamos colocar atuais e possíveis futuros alunos em interação com os Coordenadores de Curso e Direção da Escola.

Teremos uma sessão através da Plataforma ZOOM, onde se irá esclarecer dúvidas e explicar qual o formato e a proposta para todos os jovens que queiram terminar o 8º e 9º anos, com a Oferta dos Cursos CEF, ou  então ingressar na Oferta de Ensino Profissional para efetuar o ciclo formativo do 10º/11º/12º anos, onde quem termina tem não só o 12º ano e conclusão da escolaridade obrigatória, bem como fica com uma habilitação profissional, na área em que se forma.

Trata-se de mais uma maneira de conseguir chegar até aos alunos e famílias e comunidade em geral, contornando os constrangimentos provocados pelo momento que se vive em Portugal e no Mundo, provocado pelo Covid - 19.

Todos os interessados em assistir a este 1º OPEN DAY da Profitecla de Braga, podem fazê-lo, bastando para o efeito manifestar esse mesmo interesse com um simples e-mail para: ana.arrojado@profitecla.pt, e receberam no dia um e-mail de resposta com o link de acesso.

1º OPEN DAY PROFITECLA DE BRAGA – Plataforma ZOOM

09h30 – Inicio da Transmissão

09h50 – Esclarecimento de Questões

10h10 – Encerramento

MARISA MATIAS E JOSÉ GUSMÃO QUESTIONAM COMISSÃO EUROPEIA: VACINA PARA COVID-19 DEVE SER UNIVERSAL E GRATUITA

A União Europeia associou-se a parceiros mundiais para lançar uma iniciativa de angariação de fundos, denominada Resposta Mundial ao Coronavirus, com vista ao desenvolvimento de testes de diagnóstico, tratamentos e vacinas para a Covid-19.

marisa matias e jose gusmao.jpg

No entanto, a Comissão Europeia não clarificou se os eventuais resultados desta iniciativa estarão disponíveis, de forma universal e gratuita, a todos os países e cidadãos do Mundo, como se impõe

Assim, os eurodeputados do Bloco de Esquerda, Marisa Matias e José Gusmão, questionam:

  1. A Comissão Europeia garante que todas as vacinas, tratamentos e testes que venham a resultar da iniciativa de angariação de fundos estarão isentos de patentes e serão disponibilizados a todas as pessoas de todos os países de forma gratuita?
  2. Que medidas tomou a Comissão junto dos parceiros, empresas e instituições participantes para acautelar a universalidade e gratuitidade das vacinas, tratamentos e testes? 

- Caso esta questão não esteja acautelada, de que forma pretende a Comissão ultrapassar os entraves relativos aos direitos de propriedade industrial? O que foi proposto às entidades participantes na iniciativa? Em que termos serão compensadas as entidades privadas envolvidas, de forma a não comprometer o princípio do acesso universal?

  1. De que forma serão aplicados e distribuídos os fundos obtidos e como serão seleccionadas as entidades participantes?

CABECEIRAS DE BASTO RENATURALIZA MARGENS DO RIO OURO EM ARCO DE BAÚLHE

Presidente da Câmara acompanhou obra de renaturalização das margens do rio Ouro, no Arco de Baúlhe

O presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, acompanhado do vereador Eng. Pedro Sousa e do presidente da Junta de Freguesia do Arco de Baúlhe e Vila Nune, Carlos Teixeira, visitou ontem, dia 26 de maio, as obras de Renaturalização das Margens do Rio de Ouro, no lugar do Caneiro, na vila do Arco de Baúlhe, que tiveram início recentemente e que visam a melhoria da zona de banhos do Caneiro, habitualmente designada ‘Praia do Caneiro’.

Presidente da Câmara acompanhou obra de renatural

Note-se que as obras estão a ser executadas agora, numa altura em que o nível das águas está mais baixo, possibilitando, desta forma, a necessária intervenção nos muros de suporte.

A empreitada é financiada por fundos comunitários através do PROVERE - Programa de Valorização Económica dos Recursos Endógenos e conta também com o apoio da Iberdrola.

Das principais obras a executar destaca-se a renaturalização das margens do rio, acesso carral e acessos pedonais, criação de parque de estacionamento, construção de instalações de apoio e melhoria da zona de estar, tornando-a mais atrativa e confortável.

Para além da remoção de estruturas descaracterizadoras, será restituída a margem direita do rio a jusante da ponte de pedra, assim como a reabilitação e estabilização desta mesma ponte e da margem esquerda, na sua proximidade. De salientar que os muros serão reconstruídos face à parcial destruição motivada pela força da água naquela zona.

De salientar, ainda, que para incentivar a prática de desportos náuticos na zona de banhos do Caneiro, serão criados dois tipos de acessos – rampa e escada.

Com esta obra de requalificação, a Câmara Municipal pretende dotar a designada ‘Praia do Caneiro’ das melhores condições de fruição da natureza, sobretudo nos meses quentes de verão.

ARCOS DE VALDEVEZ REABILITA RUA PADRE MANUEL HIMALAYA

Avança a Reabilitação da Rua Padre Manuel Himalaya, apoiada por fundos da União Europeia

Foi consignada esta segunda-feira a “Reabilitação do Espaço Público do Centro Histórico – 4º fase (Rua Padre Manuel Himalaya)”, adjudicada à empresa Martins & Filhos, S.A., pelo valor de 295.371,10 euros, acrescido de IVA à taxa legal em vigor. Uma empreitada realizada no âmbito da Reabilitação do Espaço Público do Centro histórico.

Consignação Rua Padre Manuel Himalaya_noticia.JP

Com esta intervenção pretende-se proceder ao redimensionamento e reperfilamento do arruamento, bem como ao revestimento dos diferentes pavimentos que o constituem. Prevê-se ainda a consolidação e reforço dos passeios, assegurando percursos contínuos e seguros, bem como, a delimitação de atravessamentos pedonais (passadeiras), integrados e nivelados relativamente aos percursos (passeios) que os sustentam.

Para além disso, a uniformização do mobiliário urbano e a renovação das infraestruturas públicas, nomeadamente as elétricas, com recurso a tecnologia Led, abastecimento de água e saneamento e e drenagem de água pluviais e residuais.

A candidatura “NORTE-04-2316-FEDER-000368 – Reabilitação do Espaço Público do Centro Histórico – 4º fase (Rua Padre Manuel Himalaya)”, cofinanciada pelo FEDER, Programa Operacional Norte2020, Portugal2020, Eixo Prioritário 4 – Qualidade Ambiental, com um Investimento Elegível de 221.771,01€ e Comparticipação Comunitária de 188.505,36€, tem a finalidade de melhorar funcionalmente a acessibilidade e mobilidade rodoviária e pedonal no centro histórico da vila de Arcos de Valdevez.

Esta obra insere-se nas obras do Plano de Ação para a Reabilitação Urbana, através do qual se pretende valorizar e dinamizar o centro urbano, o comércio e o turismo.

Consignação Rua Padre Manuel Himalaya_noticia2.J

Consignação Rua Padre Manuel Himalaya_noticia3.J

Consignação Rua Padre Manuel Himalaya_noticia4.J

PROGRAMAÇÃO CULTURAL DA CAPITAL DO EIXO ATLÂNTICO ADIADA PARA 2021

Pandemia adia plano de acção previsto: Capital do Eixo Atlântico prossegue em 2021

A crise pandémica provocada pela Covid-19, e consequente necessidade de confinamento, provocou inúmeras limitações e cancelamentos na programação prevista para a Braga - Capital da Cultura do Eixo Atlântico 2020. Por isso mesmo, foi deliberado o adiamento do seu plano de acção para o próximo ano.

Capital Cultura Eixo Atlântico.jpg

A Vereadora da Cultura, Lídia Dias, reforçou a ideia de que o Município de Braga não poderia desperdiçar esta oportunidade de ser Capital da Cultura do Eixo Atlântico «conformando-se com as circunstâncias actuais e com o cancelamento da quase totalidade do seu programa».

«O acolhimento da Capital da Cultura do Eixo Atlântico é estratégico para o envolvimento da comunidade numa crescente dinâmica de criação e fruição cultural», acrescentou.

Recorde-se que a programação iniciou no dia 8 de Fevereiro, com uma sessão de abertura e concerto realizado no Forum Braga, tendo-se ainda registado a realização da Semana Cultural Convergências e de uma exposição de instrumentos musicais do noroeste peninsular, iniciativas realizadas em parceria com os Canto d’Aqui. A partir de 14 de Março, devido ao confinamento provocado pela pandemia de Covid-19, todas as iniciativas foram canceladas.

A programação será retomada em Janeiro de 2021, seguindo a calendarização prevista para este ano. Além da adaptação de alguns eventos realizados anualmente à participação de projectos culturais do território do Eixo Atlântico, está previsto um conjunto de iniciativas inéditas como um festival de jazz, o seminário “A Cultura no Eixo”, um festival de cultura urbana, um programa de visitas aos caminhos romanos do Eixo Atlântico, além do Noroeste – festival de música contemporânea de raiz, entre outros.

O Município de Braga tem ainda como propósito criar um legado permanente desta “capitalidade” através da criação de uma galeria onde estarão expostas todas as obras premiadas das sucessivas edições da Bienal de Pintura do Eixo Atlântico.

Recorde-se que o Eixo Atlântico do Noroeste Peninsular constitui uma Associação transfronteiriça de Municípios, de direito privado, sem fins lucrativos que configuram o sistema urbano da euro-região Galiza-Norte de Portugal. Esta associação baseou-se no Convénio-Marco sobre cooperação transfronteiriça entre comunidades ou autoridades territoriais de 1990. Neste momento, o Presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, preside ao Eixo Atlântico.

MUNICÍPIO DE VILA VERDE ENTREGA SELO DE "COMÉRCIO SEGURO" A ESTABELECIMENTOS COMERCIAIS

O Vice-Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, Vitor Costa, e o Presidente da Associação Empresarial de Viana do Castelo (AEVC), Manuel Cunha Júnior, entregaram, esta terça-feira, os primeiros ‘kits’ informativos ‘Comércio Seguro’ a alguns estabelecimentos comerciais do centro histórico. A iniciativa vai abranger cerca de 250 espaços comerciais espalhados por todo o concelho, disponibilizando guias de boas práticas e um selo de garantia, atestando que o negócio está a cumprir todas recomendações de prevenção da Covid-19, emanadas pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

IMG_0547.jpg

Com a segunda fase do plano de desconfinamento governamental em curso, desde o passado dia 18 de maio, a Associação Empresarial de Viana do Castelo, em estreita parceria com a autarquia cerveirense, compilou um conjunto de informação que visa, por um lado, ajudar o comércio local a não descurar as orientações para uma adequada e responsável reabertura, e por outro lado, contribuir para restabelecer o ambiente de confiança junto dos consumidores.

Os ‘kits’ informativos incluem um guia personalizado a cada área de negócio com as recomendações da DGS, dicas importantes para os proprietários partilharem com os seus clientes, e o selo de ‘Comércio Seguro’ para colocar na porta ou na montra da loja, que é atribuído mediante a assinatura de uma declaração de compromisso.

Para assinalar o início desta ação de sensibilização de proximidade e de incentivo ao comércio local foram distribuídos, de forma simbólica, os primeiros ‘kits’ a um espaço comercial representativo de cada área de negócio. Nos próximos dias, colaboradores da Câmara Municipal vão percorrer todas as freguesias do concelho, de forma a abranger os cerca de 250 estabelecimentos comerciais identificados.

FEIRA QUINZENAL DE ARCOS DE VALDEVEZ REGRESSA A 3 DE JUNHO

A realização da Feira Quinzenal, que tem lugar às quartas-feiras, vai regressar no próximo dia 3 de junho, com a obrigatoriedade de cumprimento das regras definidas pela Direção-Geral da Saúde.

feira quinzenal2arc.jpg

De forma a minimizar o contágio e garantir a segurança de todos, a Câmara Municipal preparou um plano de contingência para o funcionamento da feira, no qual se definem, entre outras medidas, a entrada e saída do recinto; a colocação de soluções desinfetantes; a obrigatoriedade de uso de máscara pelos feirantes e consumidores; o aumento da distância de 1 metro entre o consumidor e os produtos expostos; o cumprimento das regras de ocupação, e manutenção da distância mínima de 2 metros entre as pessoas; o atendimento limitado a um cliente de cada vez; ou a promoção por parte dos feirantes da desinfeção das superfícies e objetos com os quais haja um contacto intenso, caso dos terminais de multibanco.

Vários serviços da Câmara Municipal e GNR trabalharão em conjunto de forma a garantir que estas regras sejam cumpridas.

A Câmara Municipal solicita a colaboração de todos no cumprimento destas novas regras, de forma a promover a segurança de todos, e garantir a continuidade desta feira tão importante para a população e comerciantes envolvidos.

TERRAS DE BOURO REÚNE COMISSÃO MUNICIPAL DE DEFESA DA FLORESTA

Decorreu no dia 22 de maio, por videoconferência, a reunião da Comissão Municipal de Defesa da Floresta que tem como missão a coordenação de programas de defesa da floresta e é constituída por várias entidades com responsabilidades ao nível da articulação, planeamento e acção.

IMG-20200526-WA0011.jpg

Durante este encontro foi aprovado, por unanimidade, o Plano Operacional Municipal  relativo ao ano de 2020.

O Plano Operacional Municipal enumera e detalha os recursos humanos, recursos materiais e meios complementares de apoio ao combate a incêndios, no que concerne ao Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais no âmbito municipal. Este Plano, de carácter reservado, corresponde ao caderno III do Plano Municipal de Defesa da Floresta Contra-Incêndios, procurando organizar as diversas entidades, de forma a responder adequadamente nas fases de maior empenhamento

Para além da aprovação do Plano Operacional Municipal, foi apresentado e aprovado também, o Regimento Interno da Comissão Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios.Presentes estiveram os Bombeiros, GNR, Infraestruturas de Portugal, REN, EDP e o ICNF.

UMA EXPERIÊNCIA DE ENOTURISMO NA NATUREZA É A PROPOSTA DA PRIMEIRA MARCA DE ALVARINHO DE MELGAÇO

Longe dos aglomerados populacionais, a experiência de Enoturismo Soalheiro passa a ser feita, maioritariamente, na parte exterior da Quinta, com vista para o vale do Rio Minho.

As portas reabrem, ao público, a 1 de junho.

postvinhmelg.png

No ponto mais a norte de Portugal, longe dos aglomerados populacionais, a primeira marca de Alvarinho de Melgaço – Soalheiro – vai reabrir as portas ao público, já no próximo dia 1 de junho, estando garantidas todas as recomendações da Direção-Geral de Saúde e do Turismo de Portugal (certificado como "Clean & Safe"). O circuito das visitas foi reformulado, passando a experiência a ser feita, maioritariamente, na parte exterior com vista para o vale do Rio Minho, num contacto privilegiado com a natureza. Sem dúvida, uma mais valia para os visitantes.

Continuando a privilegiar as experiências personalizadas, os grupos irão manter-se limitados, tal como já acontecia. O objetivo é proporcionar momentos que vão além da prova de vinhos… mas que contemplam uma descoberta de tudo o que o vinho tem para ensinar. As propostas são variadas e todas as reservas podem ser feitas, comodamente, através da plataforma enoturismo.soalheiro.com.

Estão ainda a ser preparadas algumas surpresas. Por exemplo, do percurso das visitas passará a fazer parte a produção das infusões Soalheiro, uma convergência entre o terroir do vinho e das ervas aromáticas.

ENOTURISMO DIGITAL FOI UM SUCESSO E VAI CONTINUAR

Durante o período de confinamento, o Soalheiro Team não parou e potenciou o conceito de enoturismo digital. Prova disso, são as várias experiências digitais que levaram, até casa das pessoas, a paixão e os segredos da casta Alvarinho, continuando a marcar de uma forma simples, mas emotiva, os “pequenos” momentos da vida. Tendo tido uma excelente recetividade, por parte do público, o Enoturismo Digital vai manter-se como complemento às visitas presenciais. Novidades em breve…

Uma "visita virtual" ao terroir da Origem do Alvarinho no canal Soalheiro - VER AQUI

TERRAS DE BOURO PROÍBE QUEIMAS E QUEIMADAS EM TERRAS DE BOURO  ATÉ DIA 31 DE MAIO

Em função da previsão de condições meteorológicas adversas para os próximos dias, no que diz respeito a elevadas temperaturas e fortes ventos, o Município de Terras de Bouro informa que está proibida a realização de queimas e queimadas no concelho entre o dia 27 e  31 de maio.

Neste âmbito, existirá uma supervisão constante  das condições meteorológicas previstas e, caso se justifique, poderá vir a ser dilatado o período de proibição em causa.

Bannersite-1440x450px--Comunicacao-de-Queimas-e-Qu

ASSOCIAÇÃO CIDADÃOS DE ESPOSENDE ENVIA À CÂMARA MUNICIPAL DADOS SOBRE O ESTADO DA PONTE D. LUÍS

Associação enviou à câmara municipal dados sobre o estado da Ponte D. Luís e intervenções previstas, que considera preocupantes.

Associação Cidadãos de Esposende remeteu para o presidente da Câmara Municipal de Esposende os dados recebidos sobre a manutenção da Ponte D. Luís (Ponte de Fão). Desde agosto de 2018, há quase três anos, que a Associação vem acompanhando o estado da Ponte D. Luís através de sucessivos requerimentos colocados junto da empresa Infraestruturas de Portugal, S.A. A Associação vem solicitando informação atualizada sobre o estado da obra de arte de forma a poder entender que inspeções foram realizadas e o estado de conservação.

Fotografia registada da AssociaçãoFao.jpg

Resultados das inspeções

Em agosto de 2018, a empresa comunicou à Associação que existia agendamento de uma inspeção subaquática para o final de 2018 e inspeção principal para o 2º semestre de 2019.

A inspeção subaquática foi realizada em outubro de 2018, tendo sido atribuído um estado de conservação mediano.

A inspeção principal teve lugar no dia 3 de dezembro de 2019, onde foi realizado um levantamento das anomalias existentes na obra de arte. A inspeção revelou anomalias nos aparelhos de apoio e na proteção da estrutura metálica tendo segundo a empresa Infraestruturas de Portugal uma intervenção a curto prazo de forma a resolver as anomalias detetadas.

Face a estes dados, a Associação optou por comunicar ao presidente da Câmara Municipal de Esposende a sua preocupação sobre as inspeções realizadas, solicitando a Benjamim Pereira imediata intervenção junto das entidades nacionais de forma a obter dados específicos sobres as anomalias detetadas e informação sobre quando será realizada uma intervenção, já que a referência “curto prazo” é amplamente insuficiente

A Associação desde 2018 que vem solicitando informação sobre várias estruturas localizadas no concelho de Esposende, optando por periodicamente questionar o estado e as revisões de forma a entender que existe um acompanhamento correto por parte das entidades responsáveis.

Informação de relevo para prevenção

A Ponte D. Luís, inaugurada a 7 de agosto de 1892, é ainda hoje uma ligação fundamental. São milhares os veículos que por ela circulam diariamente, é utilizada como passagem entre margens por centenas de pessoas todos os dias

A Associação diz não pretender criar qualquer alarmismo sobre a circulação na ponte, mas sim optar por uma posição de prevenção.

Segundo os responsáveis, o envio da informação deveria ser encarado pelo presidente da Câmara como cooperação de uma organização local na prevenção, para que não se repita o que aconteceu no passado mês de março, onde a Associação foi “acusada” de alarmista por solicitar um plano de contingência para a pandemia de covid-19 em Esposende, recordando que a contribuição dos cidadãos é democrática e protegida pela Constituição da República Portuguesa e deve ser encarada de forma positiva por quem exerce cargos públicos.

Ponte de Fão- FotografiaFao.jpg

EQUIPA OLÍMPICA DE CANOAGEM ESTAGIA EM TERRAS DE BOURO

Estágio da Equipa Olímpica de Canoagem em Terras de Bouro até dia 29 de maio

Usufruindo das excelentes condições naturais do nosso concelho e utilizando para o efeito  a Marina de Rio Caldo, está a decorrer, até dia 29 de maio, o estágio de preparação da equipa nacional olímpica de Kayak Masculino. Além do técnico nacional, Rui Fernandes, estão também presentes os atletas  Emanuel Silva, João Ribeiro, Messias Batista e David Varela.

IMG-20200527-WA0010.jpg

IMG-20200527-WA0016.jpg

IMG-20200527-WA0023.jpg

IMG-20200527-WA0026.jpg

IMG-20200527-WA0028.jpg

ARQUIVO MUNICIPAL DE ESPOSENDE VAI SER INSTALADO NO ANTIGO QUARTEL DA GNR

Luz verde para obra que transformará antigo quartel da GNR em Arquivo Municipal

Foi hoje publicada em Diário da República, a abertura do concurso para a remodelação do antigo edifício da GNR para acolher o Arquivo Municipal de Esposende. Conferindo melhores condições de acomodação do acervo - que se encontra disperso por diversos espaços municipais-, o Município de Esposende pretende aliar a mudança de instalações à implantação de novos modelos de gestão documental, com o uso das tecnologias. Concluído o processo de digitalização do acervo em curso, dotar-se-á o futuro espaço com valências tecnológicas que facilitem a consulta, a pesquisa, a investigação e contribuam para o melhor conhecimento da História local, preservando a memória e a experiência da administração local.

Arquivo Municipal no antigo quartel GNR.jpg

Integrado no Plano de Ação de Regeneração Urbana (PARU), o Município de Esposende prevê, além da recuperação do antigo quartel da GNR, a requalificação da Alameda do Bom Jesus, em Fão, o arranjo do Largo Rodrigues Sampaio, a obra do Mercado Municipal, para além da regeneração da zona Central de Marinhas (obra parcialmente concretizada). A concretização do PARU decorre da aprovação, pela Comissão Diretiva do Norte 2020, em finais de 2016, da medida que beneficia as zonas urbanas de Apúlia, Esposende, Fão e Marinhas, traduzidas num financiamento que ultrapassa os três milhões de euros, mas que pode atingir os quatro milhões, mercê das bonificações decorrentes do cumprimento dos prazos e das normas estipuladas. Estas obras têm uma comparticipação a 85% do FEDER, no âmbito do programa Norte 2020.

A obra, no valor de meio milhão de euros e com um prazo de execução de 300 dias, compreende a alteração e ampliação do antigo edifício da GNR, revestido de interesse arquitetónico para o concelho e que importa preservar, para instalação de um equipamento destinado Arquivo Municipal. Ou seja, com esta ação, preserva-se o património arquivístico do concelho, mas também o seu património arquitetónico.

“O Arquivo Municipal está a funcionar nos Paços do Concelho, mas o espaço é manifestamente insuficiente, o que faz com que algum acervo esteja disperso por outros edifícios municipais. Numa ótica de boa gestão, apresentamos a proposta de requalificação do antigo quartel da GNR, até porque ocupa um local central na cidade”, refere o Presidente da Câmara Municipal de Esposende, Benjamim Pereira.

O autarca associa, ainda, o investimento no novo espaço para o Arquivo Municipal à necessidade de “adaptação às novas tecnologias, essenciais para o desenvolvimento de uma política arquivística coerente e eficiente, possibilitando a preservação, conservação e consequente difusão da informação, funcionando sempre em prol dos serviços e do cidadão”, referiu.

O Arquivo Municipal de Esposende é responsável pela gestão integrada, recolha e tratamento de toda a documentação produzida e recebida pelos órgãos e serviços municipais, ou seja, mais de 1.350 (mil trezentos e cinquenta) metros lineares de documentação, datada desde 1572, situando-se o crescimento documental do município acima dos 100 (cem) metros lineares/ano.

CASA DAS ARTES DE FAMALICÃO LANÇA 3º EPISÓDIO DA VISITA GUIADA EM VÍDEO

Programação especial de aniversário

A Casa das Artes de Famalicão lança, hoje, o terceiro episódio da visita guiada em vídeo disponível aqui: https://youtu.be/wMhU_qgyNM4

Desde a passada segunda-feira e até sexta-feira, diariamente, está a ser lançado um novo episódio.

3 episodio.png

Trata-se de uma iniciativa que possibilita a todos realizarem uma visita guiada aos principais espaços deste Teatro Municipal, permitindo que o visitante virtual fique com uma ideia global do espaço, dos equipamentos e das potencialidades da Casa das Artes.

Esta ação marca o arranque da programação especial de aniversário da Casa das Artes de Famalicão que, no dia 1 de junho, celebra 19 anos de atividade.

Recorde-se que para comemorar o aniversário foi preparada uma programação de espetáculos que vão ter lugar em palco, neste teatro municipal e transmitidos na página do Facebook (https://www.facebook.com/CasadasArtesVNFamalicao).

Ainda que as regras de acesso às salas de espetáculos tenham conhecido uma alteração, que possibilitam um retomar de alguma normalidade, a programação especial de aniversário vai ser difundida através da página do Facebook deste teatro municipal.

Valter Lobo | sábado 30 de maio às 21h30

Valter Lobo regressa à Casa das Artes com um novo espetáculo. À semelhança do que aconteceu com o anterior “Mediterrâneo”, o músico apresenta em primeira mão alguns dos temas que vão integrar o próximo disco de originais, a editar ainda no decurso de 2020. Sempre com o português em punho e voz pujante, com as componentes lírica e sonora marcadas por um grande sentimentalismo e melancolia, o Valter Lobo continua a trabalhar uma reaproximação ao calor humano e ao mundo. A confirmação de um grande valor da nova música portuguesa num palco sempre especial.

White Haus: Body Electric | sábado 30 de maio às 23h00

João Vieira é dj, músico e produtor. Iniciou a sua carreira em Londres nos finais dos anos 90, onde trabalhou como DJ, músico e promotor de clubes.

Em Portugal, editou 5 álbuns com XWife, banda que fundou e da qual é vocalista, guitarrista e coprodutor.

Como DJ Kitten, e a partir do Porto, reescreveu a cena clubbing em Portugal nos anos 2000, com o seu inovador Club Kitten.

Com o alterego White Haus, deu início à aventura da composição e produção electrónica. O resultado deste processo foi a edição de um EP em 2013 e três álbuns: “White Haus Album” em 2014, "Modern Dancing" em 2016 e "Body Electric", o novo disco editado em Outubro de 2019.

Tendo já percorrido o país em vários espetáculos e com presença em todos os principais festivais de Verão – NOS Primavera sound, NOS Alive, Vodafone Paredes de Coura, Super Bock Super Rock e Bons Sons o projeto apresenta-se

ao vivo como uma banda de 5 elementos: João Vieira (Xwife/ DJ Kitten): Voz e sintetizadores; André Simão (Sensible Soccers, Dear Telephone): Baixo, guitarra e sintetizadores; Graciela Coelho (Dear Telephone): Voz e Sintetizadores; Nelson Silva (Holy Nothing): Sintetizadores e percussão; Gil Costa : Bateria.

Teatro Plage: De Cá Para Lá | Teatro para bebés dos 6 meses aos 3 anos

1 de junho, 10h00, 14h30, 15h30 (Duração: 25 m)

"A compaixão pelos animais está intimamente ligada à bondade de carácter, e pode ser seguramente afirmado que quem é cruel com os animais não pode ser um bom homem." A. Schopenhauer (1788-1860)

Este espetáculo parte de uma pesquisa que tenho feito ao longo destes 20 anos dedicado ao teatro para a infância junto da Companhia de Teatro Magia e Fantasia em escolas e infantários. Trabalhámos em torno da temática "O respeito e o amor pelos animais". Cruzámos o Teatro com a Música, a Dança e as Artes Visuais, de uma forma lúdica e sensorial, para construir um espetáculo de entretenimento que não descura a importância das Artes no desenvolvimento psicossocial na infância. O material de trabalho e pesquisa compreende, entre outros, a obra: “Meu Bichinho Meu Amor” de Luísa Ducla Soares e imagens que mostrem respeito e amor pelos animais bem como os direitos da criança. Este espetáculo é uma criação dos performers Paulo Lage, Cheila Lima, Christophe Santos e das bailarinas Carolina Branco e Sofia Loureiro. Paulo Lage

Ficha Artística

Criação coletiva de: Paulo Lage, Cheila Lima, Chris Santos, Carolina Branco e Sofia Loureiro

Desenho de luz: Paulo Lage

Fotografias: Gonçalo Villaverde

Produção Executiva: Tiago da Camara Pereira Teatro para bebés