Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BIBLIOTECAS CHEGAM A QUATRO PRAIAS DE ESPOSENDE

Com o objetivo de promover o livro e a leitura, durante os meses de verão, e aproximar a Biblioteca Municipal Manuel de Boaventura da comunidade, abrem este sábado ao público quatro bibliotecas de praia, disponibilizando livros e jornais até ao dia 1 de setembro.

IMG_20160720_110838.jpg

Assim acontece há 23 anos. Aquele que era, à data (1996) um projeto ousado, replica-se agora por todo o país. Parte do acervo da Biblioteca Municipal é disponibilizado aos veraneantes que frequentam as quatro praias do concelho.

As bibliotecas estão disponíveis nas praias de Cepães (Marinhas), Suave Mar (Esposende), Ofir (Fão) e Apúlia, funcionando diariamente, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00.

Nestes espaços são disponibilizados livros de diversos géneros, jornais, revistas de informação, cultura, viagens, saúde e desporto, para leitura na esplanada ou requisição domiciliária. Os veraneantes têm igualmente à disposição diversas publicações do Município, podendo ainda consultar informação turística sobre o concelho de Esposende.

Com uma frequência média anual de 18 mil utilizadores, o projeto das Bibliotecas de Praia é totalmente suportado pelo Município de Esposende e conta, ao nível dos recursos humanos, com a colaboração dos bolseiros no âmbito do serviço cívico/comunitário que prestam ao abrigo da atribuição de Bolsas de Estudo a Estudantes do Ensino Superior.

Aos muitos veraneantes que procuram estas paragens, Esposende proporciona quatro praias distinguidas com o galardão de Bandeira Azul, sendo ainda reconhecidas as praias da Ramalha, de Apúlia, de Ofir-Fão, de Cepães e de Rio de Moinhos, pela DECO PROTESTE, como detentoras da “Qualidade Ouro”, devido aos acessos, vigilância, equipamentos, estacionamento e qualidade da água.

Apúlia e da Ramalha foram distinguidas pela Zero – Associação Sistema Terrestre Sustentável como praias “Zero poluição”, devido ao facto de, ao longo das três últimas épocas balneares, terem obtido classificação “EXCELENTE” e apresentarem valores zero ou inferiores ao limite de deteção em todas as análises efetuadas.

Estão, assim, reunidas as condições para disfrutar da melhor leitura nas melhores praias.

COURENSES CELEBRAM SOLSTÍCIO DE VERÃO

Solstício de Verão. Cividade – Cossourado. sábado | 20 jul |a partir das 15h00

Este sábado, dia 20 de julho, a partir das 15h00, centenas de pessoas sobem ao monte da Cividade em Cossourado, em Paredes de Coura, para juntos celebrarem o Solstício de Verão, depois da iniciativa inicialmente prevista para junho ter sido adiada devido ao mau tempo.

Cividade Cossourado.jpg

Não faltarão rituais ao pôr-do-sol, queimada à meia-noite, cuspidores de fogo, malabares, peças de teatro, música celta, gaitas de foles e bombos, recriando tempos idos no Povoado Fortificado de Cossourado, um povoado que remonta à idade do ferro e em cujo território todos os anos se festeja a união do Pai Sol e da Mãe Terra.

Promovido pela Associação A Cividade, em colaboração com o Município de Paredes de Coura, esta celebração do Solstício de Verão acontece todos os anos no sábado mais próximo do dia do solstício, no Povoado Fortificado de Cossourado.

Ao fim da tarde o cenário está pronto para começar a receber os convivas. Os petiscos e bebidas combinam saborosamente com aquele ambiente natural. A festa prolonga-se enquanto houver convivas até ao nascer de um novo dia, celebrando a vida e saudando a entrada num novo verão.

Solstício 20 jul.jpg

FESTIVAL DE VILAR DE MOUROS É O TEMA DO "AMFF IN CONCERT"

O Auditório Municipal de Vila Nova de Cerveira vai ser palco, no próximo dia 24 de julho (quarta-feira), às 22h00, do “AMFF in Concert”. Trata-se de um espetáculo de música e multimédia que reúne em palco cerca de 200 alunos e professores da Academia de Música Fernandes Fão, com coro, orquestra e banda rock ao vivo. Entrada livre.

Festival de Vilar de Mouros é o tema do concerto da AMFF.PNG

Contando com o apoio da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, este ano o tema do espetáculo é dedicado ao Festival de Vilar de Mouros, que teve a sua primeira edição em 1965 naquela freguesia de Caminha. Neste tributo ao “Woodstock português” vão ser interpretadas 30 músicas de míticas bandas bem conhecidas do público como os U2, Elton John, Eagle-Eye Cherry, Silence4, Clã, Peter Murphy, Bob Dylan, Iggy Pop, Skunk Anansie e Guano Apes.

O “AMFF in Concert” é um projeto anual que afirma a Academia de Música Fernandes Fão (AMFF) e a sua ação na valorização da música, extrapolando os saberes eruditos para outros espaços onde a música impera e se conjuga, por vezes, com outras artes.

A edição deste ano conta ainda com uma novidade. O público pode também participar com uma frase, expressando o que significa o Festival de Vilar de Mouros, a qual será exibida durante o concerto (http://academiafernandesfao.pt/participe-escreva-um-frase-sobre-o-festival-de-vilar-de-mouros/).

De acrescentar que a AMFF é uma instituição vocacionada para o ensino artístico da Música, reconhecida pelo Ministério da Educação e com autonomia pedagógica.

CASA DA EIRA EM LANHELAS APRESENTA AS AVENTURA DE ROBINSON CRUSOE

ROBINSON CRUSOE, imagens literárias e imaginação gráfica

À passagem do tricentenário da publicação, em 1719, em Londres, do romance de aventuras ROBINSON CRUSOE, da autoria de Daniel Defoe, a CASA DA EIRA, em LANHELAS, promove uma exposição/debate a partir de um núcleo de antigas e modernas edições da exótica e famosíssima narrativa que tantos encómios suscitou a grandes figuras do olimpo cultural dos últimos séculos.

ROBINSON CRUSOE.jpg

Para além da contextualização histórica da ficção defoneana - depois da Bíblia tida como o texto mais difundido universalmente -, e considerada a sua centralidade no âmbito da literatura de viagens e as especulações que suscitou na esfera da teoria económica e, ultimamente, emergindo como alvo de ásperas polémicas e anátemas enquanto alegoria do sistema colonial (com os temas incandescentes da aculturação forçada e do confronto entre a civilização ocidental e as etnias dos "tristes trópicos" na mira da miltância pós-colonial mais aguerrida), na habitual troca de ideias a que a circunstância convida, prestar-se-á ainda uma especial atenção ao comentário gráfico de diferentes episódios e descrições do livro, com mais evidente interesse plástico ou espessura emotiva, a ilustrarem muitas das suas edições.

Obviamente uma tradução gráfica que representa um atractivo suplementar para o leitor e a exigir uma curta sinopse acerca dos processos de composição tipográfica e uma reflexão sobre a actual e crescente permuta de sentidos entre a literatura e a arte. Uma interligação que, por meados do século XIX, com a descoberta e divulgação da fotografia, permitiu à imagem visual assumir um progressivo e avassalador protagonismo estético decorrente sobretudo da multiplicação dos jornais diários, de revistas e folhetos envolvendo enormes ou mesmo gigantescas tiragens. Em certos casos superando várias centenas de milhar e até o milhão de exemplares. Com o uso da cor ganhando depois a ilustração de um texto uma outra vivacidade e sedução. E com o advento do mercado da banda desenhada, com a aparição da publicidade sonora e visual, e, por fim, com o êxito fulminante da arte cinematográfica, vindo rapidamente a imagem em movimento a dominar absolutamente os consumos da área do simbólico. E aliás, nas décadas mais recentes, dada a explosiva captação e difusão de registos visuais por via digital, agora à escala das centenas de milhões de imagens/dia, verificando-se inclusive um claro retraimento da esfera da comunicação através da expressão escrita. E assim, com este inédito refluxo, a ficar perigosamente ameaçada a função racional na elaboração, comunicação e adopção de ideias e valores entre os humanos.

Neste quadro de uma meditação sobre a solitária experiência de um náufrago, de um europeu perdido numa ilha selvagem do fim do mundo, de um homem inteiramente livre no seu diálogo com a natureza, Robinson Crusoe, e este a recriar um mundo no qual é o único agente e único senhor - como depois a reencontrar outros seres humanos e outros variados e complexos mundos -, não se omitirá uma reflexão relativamente às polémicas travadas em torno das liberdades públicas e da mordaça e entraves que uma pesada ou totalitária intromissão do Estado poderá impor ao cidadão. Como da evocação deste universo ficcional imaginado por Defoe, bem como de outras experiências literárias semelhantes difundidas por via do texto impresso e graficamente ornamentado, se pretende concluir o evento com uma meditação sobre a hipertrofia dos contactos em rede que hoje nos vai absorvendo a mente, a alma e os dias. Um conúbio desnaturalizado entre indivíduos, entre multidões anónimas de interlocutores virtuais, todos inadevertidamente presos nesse proliferante vespeiro, à imediatez da vida, ofuscados e sufocados pelo império e o fascínio da imagem.

É claro que será feita uma prévia e sumária alusão à biografia do militante político e publicista D. Defoe, como se há-de esclarecer a aventura real vivida por Alexander Selkrik, o navegante escocês que, na sequência de um naufrágio real, terá vivido solitariamente durante vários anos (1704-1708) numa ilha do Oceano Pacífico, algures na costa do Chile actual. Episódio que terá inspirado a Defoe a sua mítica figura de Robinson Crusoe. E a propósito é de notar que recentes escavações arqueológicas na ilha de Aguas Buenas parecem comprovar uma presença europeia no seu território pelos inícios do século XVIII. E daí ter sido rebaptizada a ilha com o nome de "Ilha de Robinson Crusoe". Embora a que foi idealizada por Defoe se situe nas imediações da foz do Orenoco, e assim no Oceano Atlântico.

ARCOS DE VALDEVEZ REÚNE EXECUTIVO MUNICIPAL

REUNIÃO ORDINÁRIA DE 19 DE JULHO DE 2019

            PERÍODO ANTES DA ORDEM DO DIA:

  • No Período Antes da Ordem do dia o Sr. Presidente informou que no domingo, dia 21 de julho, será celebrado, em Távora, o protocolo das Infraestruturas Desportivas com o Sr. Ministro da Educação Tiago Brandão.
  • De igual modo informou que na terça-feira, dia 23 de julho, pelas 17h30, irão a Sistelo o Sr. Ministro-adjunto da Economia e a Sra. Secretária de Estado do Turismo;
  • O Sr. Presidente lembrou que no dia 31 de Julho acontecerá no anfiteatro do Trasladário o espetáculo “O Mundo a Dançar” e que, a partir dessa data, se iniciarão as atividades inseridas na programação das Festas concelhias;
  • Foi aprovado um voto de louvor ao Motoclube pelos seus 25 anos de atividade;
  • Também foi congratulado o Clube Náutico pela conquista do 3º lugar na final do campeonato nacional de Kayak Polo, disputado em Arcos de Valdevez;
  • De igual modo foi congratulada a Academia Desportiva pelos vários títulos arrecadados ao longo da época, tendo sido referenciado e enaltecido o facto de uma atleta desta associação ter arrecadado uma medalha de ouro numa das competições. Feito que até agora nunca tinha sido alcançado.
  • Também foi feita uma congratulação ao locutor da Rádio Valdevez, Jorge Quintas, pelos seus 25 anos de atividade neste órgão de comunicação e por todo o seu esforço em promover o concelho junto das comunidades;
  • O vereador do pelouro do Ambiente fez também uma nota informativa relativamente àquilo que tem sido feito, e está previsto fazer, pela autarquia naquilo que toca à recolha de resíduos sólidos, como sendo a adjudicação da limpeza e higienização dos 1500 contentores existentes no concelho; a higienização dos moloks a partir do dia 22 de julho; o reforço da recolha dos resíduos com a duplicação ou triplicação das passagens em locais onde habitualmente só se vai uma vez por semana, bem como o reforço na área urbana; a substituição de 60 contentores; a aquisição de uma varredora, o que vai incrementar as condições para melhorar a limpeza do espaço público; de uma campanha de sensibilização à população, que está a ser ultimada, no sentido de apelar à recolha seletiva, para não colocarem os resíduos fora dos contentores, entre outras situações; de uma campanha de sensibilização ambiental que está a arrancar hoje junto dos comerciantes, para não depositarem os seus lixos fora dos contentores, contribuindo assim para o bem-estar de todos.

Protocolos

Protocolos de apoio Atividade 2019: a Câmara tomou conhecimento dos planos anuais de atividades e respetivos relatórios de contas do ano transato a todas as Associações Desportivas, Culturais e Recreativas, que celebraram Protocolo de Apoio à Atividade com o Município e aprovou a proposta de atribuição de apoios a 17 associações, no montante global de 33 750,00 €

Foi aprovado celebrar um protocolo com a Junta da União de Freguesias de Arcos de Valdevez (Salvador), Vila Fonche e Parada no valor de 33 205,00€ para obras e limpeza de caminhos vicinais da freguesia, bem como aprovada a celebração de um contrato interadministrativo de delegação de competências para a limpeza de vias municipais e outros espaços públicos no valor de 11 272,00€.

AMPLIAÇÃO DA REDE DE SANEAMENTO A TABAÇÔ (OUTEIRO DO FOJO/COVA DO OURO), GUILHADESES (CADORCAS) E PROZELO (GONTILHE): foi aprovada a abertura de procedimento concursal pelo preço base de 315.000,00 euros, tendente à adjudicação da empreitada referida em epígrafe, cujo projeto de execução foi aprovado em reunião de Câmara de 28/09/2018.

            Com o projeto de execução em referência, pretende-se a ampliação do saneamento aos lugares referenciados para fecho de rede, ficando as freguesias de Tabaçô, Guilhadeses e Prozelo, servidas na totalidade.

            Assim, o projeto preconiza:

            Em Tabaçô, a instalação de coletores numa extensão de cerca de 0.80 km e 20 ramais domiciliários.

            Em Guilhadeses, a instalação de coletores numa extensão de cerca de 2.00 km, 35 ramais e uma estação elevatória.

            Em Prozelo, a instalação de coletores numa extensão de cerca de 0.90 km, 35 ramais domiciliários e 1 estação elevatória.

APOIOS

Foi aprovado apoiar em 30 000,00€ o Centro Social e Paroquial do Vale, para ajudar a fazer face aos custos com a aquisição de uma viatura para prestação de apoio domiciliário, para implementação de medidas de auto proteção e para conversão do espaço/equipamentos do Jardim de Infância em Centro de Dia.

Idem, o Centro Social e Paroquial de Arcos de Valdevez, em 15 000,00€ para apoiar a conclusão do processo referente às obras a realizar no Edifício do Infantário.

ALIENAÇÃO DE 6 EDIFÍCIOS DO MUNICIPIO QUE FUNCIONARAM COMO ESCOLAS DO ENSINO BÁSICO DESTINADOS A HABITAÇÃO JOVEM, NO ÂMBITO DO PROGRAMA REPOVOAR: A Câmara Municipal lançou o projeto “Repovoar Arcos de Valdevez”, o qual assenta numa estratégia integrada para dinamizar o território, criar emprego, atrair investimento, gerar rendimento, fixar, atrair e regressar população.

Este projeto surge da atenção que o Município arcuense tem vindo a dar à questão demográfica, estando a implementar medidas de apoio social e de criação de emprego, de desagravamento fiscal, de dinamização económica e de apoio à fixação de pessoas nomeadamente através da habitação.

Nesse sentido, a Câmara Municipal pretende alinear edifícios devolutos, no caso antigos edifícios escolares, para serem reabilitados para habitação de jovens. Com o objetivo de apoiar essa fixação dos jovens a autarquia tem o propósito de alienar esses edifícios com um valor 50% inferior ao seu valor de mercado.

Neste sentido foi aprovada a proposta sobre o assunto em epígrafe, apresentada pela Presidência, no sentido de promover a alienação, em hasta pública, por licitação verbal, de 6 Edifícios do Município que funcionaram como Escolas do Ensino Básico em Cabreiro, Couto, Eiras e Mei, Portela e Extremo, Vilela, São Cosme e São Damião e Sá e em Aboim das Choças.

A presente venda de imóveis destina-se a jovens com idade igual ou superior a 18 anos e inferior a 35 anos, naturais ou residentes no concelho de Arcos de Valdevez, e respetivo agregado familiar, o qual, não poderá ser composto por menos de dois elementos. No caso de casais jovens, um dos elementos do casal pode ter até 36 anos (inclusive) e o valor máximo da soma de idades de ambos não poderá ser superior a 70 anos.

PROPOSTA DE CONDIÇÕES GERAIS DE ALIENAÇÃO DE 8 EDIFÍCIOS DO MUNICIPIO QUE FUNCIONARAM COMO ESCOLAS DO ENSINO BÁSICO DESTINADOS A HABITAÇÃO E/OU ATIVIDADES ECONÓMICAS: A Câmara Municipal lançou o projeto “Repovoar Arcos de Valdevez”, o qual assenta numa estratégia integrada para dinamizar o território, criar emprego, atrair investimento, gerar rendimento, fixar, atrair e regressar população.

Este projeto surge da atenção que o Município arcuense tem vindo a dar à questão demográfica, estando a implementar medidas de apoio social e de criação de emprego, de desagravamento fiscal, de dinamização económica e de apoio à fixação de pessoas nomeadamente através da habitação. Neste sentido, foi aprovada a seguinte Proposta sobre o assunto em epígrafe, pretendendo promover a alienação, por hasta pública, por licitação verbal, de 8 Edifícios do Município que funcionaram como Escolas do Ensino Básico, que se encontram devolutos na Miranda, Senharei, São Jorge e Ermelo, Rio Frio, Cabana Maior, Gondoriz, Padreiro (Salvador e Santa Cristina).

Os edifícios em questão terão, necessariamente, de ser destinados, pelos adquirentes dos mesmos, a habitação e/ou instalação de atividades económicas, designadamente, alojamento turístico, restauração e bebidas, animação turística e comércio.

Contratação Serviços - Alteração PDM: foi aprovada a abertura de procedimento de Ajuste Direto, com convite a três empresas, pelo valor base de 74.500,00 euros (+ IVA), e um prazo previsto para a sua execução de aproximadamente 280 dias, em conformidade com os termos e condições estabelecidos no respetivo caderno de encargos.

Serviços de reparação e fornecimento de equipamentos para abastecimento de água e saneamento: foi aprovada a abertura de um procedimento de consulta prévia a três entidades para, durante o ano de 2019, fornecer este tipo de serviços e de equipamentos pelo valor base de 62.000,00 € mais IVA.

Requalificação do Parque Infantil da Praceta do Rio Vez: foi aprovado dar início ao procedimento concursal tendente à sua adjudicação pelo preço base de 42.132,00 Euros e um prazo contratual de 60 dias.

Oficina de Criatividade Himalaya - Instalação de Sistema de Climatização e Outros Trabalhos Acessórios: foi aprovado dar início ao procedimento concursal tendente à sua adjudicação pelo valor base de 147.500,00 Euros e um prazo contratual de 60 dias.

Porta do Mezio - Arranjos exteriores - Parques temáticos - Reparação de deficiências: foi aprovado dar início ao procedimento concursal tendente à sua adjudicação, sendo o preço base de 19.000 € e o prazo contratual de 45 dias.

IMPLEMENTAÇÃO DE REDE PRIMÁRIA E SECUNDÁRIA DE FAIXAS DE GESTÃO DE COMBUSTÍVEL: foi aprovada a liberação da caução prestada sob a forma de depósito em dinheiro, do valor de € 13.590,00, nos termos do nº 4 do artigo 295º do Código dos Contratos Públicos.

Aquisição de Varredora Urbana: foi aprovado o relatório final e minuta do contrato do procedimento referido em epígrafe, adjudicado à empresa HIDROMASTER – Conservação de Superfícies, Lda., pelo valor de 159.950,00 euros, sem IVA.

EXECUÇÃO DE INFRAESTRUTURAS DE TELECOMUNICAÇÕES PARA REDE INTERNA DE FIBRA ÓTICA: foi aprovada a minuta do contrato do procedimento referido em epígrafe, adjudicado à empresa BLU, S.A., pelo valor de 34.098,59 euros.  

Expositores do Mercado Municipal: foi aprovada a abertura de procedimento concursal no valor global de 40.487,50 € para a aquisição de 46 expositores para o Mercado Municipal de legumes e frutas; 7 caixas de canteiro em Accoya; 1 secretaria em pinho+2 placas de pinho e 6 prateleiras.

Aquisição de viatura nova, de tipo furgão ligeiro de passageiros, de 9 lugares para transporte escolar: foi aprovada a abertura de procedimento pelo preço base de 26.000,00 euros para a aquisição de uma viatura que permita continuar a efetuar o serviço.

A viatura será do tipo furgão ligeiro de passageiros, a gasóleo (do tipo Citroen Jumpy, Peugeot Traveller, Renault Trafic, Ford Transit, Fiat Talento, ou outras equivalentes), com as seguintes características mínimas adequadas à função: Viatura ligeira nova; 9 Lugares de lotação; Cor branca; Ar condicionado; 120 Cavalos; Rádio com Bluetooth e sistema mãos livres; Equipamento necessário para o cumprimento da legislação em vigor para as viaturas destinadas a transportes escolares.

Transportes Escolares 2019/2020 - Transporte para Jardins de Infância - Pedido de autorização para estabelecimento de protocolo com a Junta de Freguesia de Paçô: foi autorizada a celebração de protocolo com a Junta de Freguesia de Paçô, para transporte de 6 crianças, residentes na freguesia do Vale e Paçô, até ao Jardim de Infância de Paçô, pelo valor diário de 14,40, estimando-se que o respetivo preço contratual não deverá exceder o valor total de 3.052,80€ (1.152,00€ em 2019 e 1.900,00€ em 2020);

Transporte para Jardins de Infância - Pedido de autorização para estabelecimento de protocolos com associações locais: foi autorizada a celebração de protocolos com as entidades a seguir descriminadas, com vista à realização de transportes escolares durante o ano letivo 2019/2020, a efetuar da seguinte forma: Associação Desportiva e Cultural Aboim/Sabadim, Centro Social Recreativo e Cultural Betânia do Vez, Centro Recreativo e Cultural de Távora Stª. Maria, Clube de Rugby de Arcos de Valdevez – CRAV, Associação Recreativa Cultural de Arcos S. Paio, estimando-se que o respetivo preço contratual não deverá exceder o valor total de 72.864,40€ (27.496,00€ em 2019 e 45.368,40€ em 2020).

Pedido de autorização para estabelecimento de protocolos com Juntas de Freguesia: foi autorizada a celebração de protocolos para realização de transportes escolares, durante o ano letivo 2019/2020, com as Juntas de Freguesia de Soajo, Junta de Freguesia de Prozelo, Junta de Freguesia de Paçô, estimando-se que o respetivo preço contratual não deverá exceder o valor de, 24.393,00€ (9.588,00€ em 2019 e 14 805,00€ em 2020).

Pedido de autorização para estabelecimento de protocolos com associações locais: foi aprovada a celebração de protocolos com vista à realização de transportes escolares durante o ano letivo 2019/2020 com a Associação Amigos de Oliveira, Associação Recreativa e Cultural Juventude de Vila Fonche, Associação Cultural de Teatro - Grupo Alerta, a Associação Desportiva e Cultural Aboim/Sabadim, a Associação Recreativa e Cultural de Guilhadeses e a Associação Amigos de Sá, estimando-se que o respetivo preço contratual não deverá exceder o valor de, 57 595,16€ (22 638,56€ em 2019 e 34.956,60€ em 2020)

CONCESSÃO DE USO PRIVATIVO DO DOMINIO PÚBLICO MUNICIPAL PARA INSTALAÇÃO E EXPLORAÇÃO DE UM PARQUE DE DIVERSÕES: foi aprovado dar início ao procedimento concursal tendente à sua adjudicação pelo valor base de € 1.200,00;  

LICENCIAMENTO EMPREENDIMENTO TURISTICO: foram aprovados os projetos de especialidade, referente à operação urbanística sita no lugar de Requeijo, na União de Freguesias de Arcos de Valdevez (S. Paio) e Giela, da empresa Rodrigues & Guerreiro, S.A./Luna Hotels & Resorts, com sede na Rua de São Pedro, Edifício Caliços, Lote 28 R/C, Albufeira e Olhos de Água, concelho de Albufeira, a solicitar

CIM Alto Minho – Comunidade Intermunicipal do Minho-Lima: foi aprovada a proposta de minuta de contrato interadministrativo do Programa de Apoio à Redução Tarifária.

EPRALIMA – Escola Profissional do Alto Lima: foi aprovado apoiar em 8.000,00€ a participação dos alunos da EPRALIMA no campeonato do mundo de robótica - RoboCup, em Sydney na Austrália, de 2 a 8 de julho de 2019.

Federação Portuguesa de Montanhismo e Escalada: foi aprovado atribuir um apoio de 1.804,04 euros à Federação Portuguesa de Montanhismo e Escalada para apoiar a reabilitação de parede de escalada da Meadinha – Peneda, uma das mais importantes zonas de escalada em Portugal, de forma a valoriza-la e promove-la, não desvirtuando os valores éticos que norteiam diversas gerações de escaladores portugueses e galegos.

PEDIDO DE ALTERAÇÃO DE ATIVIDADE DA LOJA Nº 1 DO MERCADO MUNICIPAL: foi autorizada a alteração de atividade da loja de comércio de plantas aromáticas para comércio a retalho de artigos cosméticos e de higiene.

Restaurante O Lagar, de Pereira Amorim & Vieira, Lda: foi autorizado o corte de trânsito na Rua Dr. Vaz Guedes, a fim de colocar mesas e cadeiras na parte de fora do estabelecimento, nos fins de semana gastronómicos e a partir do dia 4 de julho 2019 até ao dia 30 de setembro 2019, durante a semana das 19.30h às 24.00h, e ao fim de semana das 13.00h às 16.00h e das 19.00h até ao encerramento do estabelecimento, para promoção da restauração.

Clube de Rugby de Arcos de Valdevez: foi autorizada a abertura da esplanada sita em frente à Alameda Dr. Francisco Sá Carneiro, nesta vila e concelho, para o período de tempo compreendido entre os dias 1 de junho e 30 de setembro do corrente ano. Tal cedência tem por fim a angariação de verba para o desenvolvimento da atividade desportiva do clube.

OBRAS MUNICIPAIS      

Pavimentação de Acesso à Zona Desportiva: foi autorizada a liberação de 75% da caução total, por terem decorrido 3 anos completos desde a receção provisória e aprovado o auto de vistoria.

SUBSTITUIÇÃO DA ESTAÇÃO ELEVATÓRIA DO MATADOURO: foi aprovado o auto de vistoria para efeitos de receção provisória, relativo à empreitada referida em epígrafe, adjudicada à empresa ARCOSVEZ – Hidráulica e Eletromecânica, Lda.

AMPLIAÇÃO DA REDE DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA A PAREDES DO VALE A PARTIR DO SISTEMA MEZIO - INSTALAÇÃO DE CONDUTA NA E.N.202: foi aprovado o auto de vistoria para efeitos de receção provisória, relativo à empreitada referida em epígrafe, adjudicada à empresa Habimonção Construções, Lda.

AMPLIAÇÃO DA REDE DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA A MONTE REDONDO – DEVESA: foi aprovado o auto de vistoria para efeitos de receção provisória, relativo à empreitada referida em epígrafe, adjudicada à empresa Plano Minho - Unipessoal, Lda.

DOIS JOVENS DE TERRAS DE BOURO LANÇAM PROJECTO MUSICAL EM DUO: “HEARTBREAKERS RUI & MARCOS”

São dois irmãos naturais de Terras de Bouro. O Marcos, com 25 anos, é Financeiro, e o irmão Rui, com 26 anos, é Engenheiro Informático. Costumam cantar juntos em bares, desfiles de moda, festivais da região. O maior sonho é ter uma carreira musical em conjunto. Têm um duo musical a que chamaram “Heartbreakers Rui & Marcos”.

Participamos em alguns programas de televisão como o Factor X 2013, The Voice Portugal 2015 e também tivemos uma breve passagem no X Factor UK em 2015.

Acabam de lançar o primeiro Single/Original chamado "HORA".

Fomos ouvi-los e gostámos!

DSC05109.jpg

PERCURSO ARTÍSTICO

O nosso percurso artístico começou desde muito cedo, desde festivais da canção a eventos da região, no entanto as coisas começaram a ficar mais sérias desde a nossa participação na 1ª edição do Factor X em Portugal. Começamos então a trabalhar de uma forma mais profissional, abrimos o nosso canal no YouTube, tivemos várias propostas para atuações, em bares, restaurantes, festivais, desfiles de moda, etc. Antes da nossa experiência no The Voice Portugal 2015, participamos no X Factor do Reino Unido, uma experiência única que nos enriqueceu muito enquanto artistas. Ainda em 2015 tivemos a oportunidade de cantar no Concerto de Encerramento da Tour Bailando do Mickael Carreira no MEO Arena. Foi uma experiência única que jamais pensamos ter, tão cedo, na nossa jovem carreira.

Pisar o palco de uma das maiores salas do país, e com lotação esgotada foi qualquer coisa de fenomenal! Foi uma descarga de adrenalina enorme e acima de tudo o realizar de um sonho.

DSC05248.jpg

PARTICIPAÇÃO NO "THE VOICE PORTUGAL" 2015

O nosso principal objetivo em participar no “The Voice Portugal” foi tentar mostrar ao público português todo trabalho e evolução que temos tido, sozinhos, ao longo dos anos, e ao mesmo tempo, o quanto queremos aprender cada vez mais! Este tipo de programas ajudam-nos sempre a evoluir enquanto pessoas e profissionais, pois exige um esforço e dedicação acrescido da nossa parte para tentar superar todos os desafios que nos vão surgindo. Temos excelentes profissionais que nos acompanham e nos ajudam e é muito gratificante trabalhar ao lado deles.

A verdade é que este tipo de programas de talentos ajudam-nos muito graças à sua popularidade e mediatismo, em grande parte por causa da internet e das redes sociais. 
Vemos esta oportunidade como uma ajuda para lançar a nossa carreira como cantores e músicos e ao mesmo tempo na esperança de alguém nos “ajudar” nesta caminhada, para a qual tanto trabalhamos e que é o nosso sonho, a nossa vida!

DSC05297.jpg

PROJECTOS

Lançámos finalmente o nosso primeiro trabalho do qual nos orgulhamos muito. Temos mais temas guardados na “gaveta” prontos para passar para estúdio, no entanto estamos de corpo e alma na promoção deste nosso primeiro trabalho para conseguir fazer chegar ao maior número de pessoas possível, e claro, fazer-se ouvir nos quatro cantos do mundo.

MENSAGEM AOS NOSSOS FÃS

A única coisa que nos vem à cabeça é um agradecimento profundo, pelas mensagens e comentários de apoio e de força. Lentamente, começamos a perceber que o que ganhamos nos últimos anos foi maior do que qualquer coisa e neste momento sentimos uma gratidão profunda. São eles que mantém o nosso ânimo e nos fazem continuar esta caminhada!

Obrigado mais uma vez, e mais um milhão de vezes se for preciso, pelo apoio incondicional! Sabemos que nunca estaremos sós!

MAIOR SONHO

O nosso maior sonho é mesmo viver da música. Trabalhar para que a música deixe de ser um hobbie e passe a tempo inteiro. Produzirmos o nosso álbum, cantar em grandes palcos, viajar e levar a nossa música a todo Mundo.

DSC05317.jpg

FAMALICÃO INTEGRA REDE EUROPEIA PARA CIDADES MAIS CIRCULARES

Plano de ação do projeto prevê a procura de soluções para um novo modelode gestão de resíduos

A cidade de Famalicão está integrada num novo projeto de partilha europeia que tem como objetivo incrementar uma rede de espaços que promovam o consumo sustentável e os circuitos produtivos circulares, para a diminuição da pegada ecológica da comunidade. Procuram-se novas opções na gestão de resíduos que sejam encarados como recursos e que mobilizem os cidadãos para novos negócios com vista ao crescimento coletivo e ao desenvolvimento urbano sustentável e integrado.

48313929611_e110e5354f_o.jpg

Este projeto intiulado “Urban Resource Center” foi aprovado pelo programa URBACT para a dinamização de Redes de Planeamento de Ação e abrange outras 8 cidades europeias, sendo liderado pela cidade de Den Haag (Holanda), tendo por parceiros as cidades de Mechelen (Bélgica), Patras (Grécia), Cáceres (Espanha), Ciudad Real (Espanha), Zagreb (Hungria), Oslo (Noruega), Urzad Miasta Opola (Polónia), Vila Nova de Famalicão (PT), Bucharest 3rd District (Roménia).

As 23 redes aprovadas no passado dia 25 de junho envolvem 26 países europeus, 203 parceiros de 157 cidades, sendo 20 portuguesas. Cada uma destas redes reúne até 10 parceiros.

Dentro do ciclo de vida das Redes de Planeamento de Ação, todos os parceiros irão produzir um Plano de Ação Integrado. Também terão a oportunidade de testar algumas soluções de pequena escala nas suas cidades, desenvolvendo competências, reunindo as partes interessadas locais e construindo parcerias transnacionais. Em setembro realiza-se uma reunião de lançamento para os parceiros líderes dos projetos e peritos temáticos, em Paris, organizada pelo Secretariado URBACT.

Na mesma semana em que foi aprovado este novo projeto, o Município de Vila Nova de Famalicão participava em dois encontros de projetos internacionais de cooperação em curso.

De 24 a 29 de junho, teve lugar na cidade de Fort Collins (Colorado, Estados Unidos), o 2º Learning Exchange, no âmbito do projeto City-to-City Fort Collins-Famalicão, com o apoio do programa da International Urban Cooperation. Técnicos do Município de Vila Nova de Famalicão e técnicos de Fort Collins desenvolveram um extenso programa de troca de experiências e de aprofundamento de ações em curso no quadro das prioridades da cooperação urbana focadas na mobilidade, economia circular e alterações climáticas.

Do programa fez parte a participação no evento “Bike2workday”, durante o qual se incentivou a população a bicicleta nos trajetos para o trabalho.

De 25 a 27 de junho 2019, teve lugar em Kavala na Grécia , a 2ª Reunião Transnacional  da Rede de Transferência “Making Spend Matter”, no âmbito do programa URBACT. Técnicos do Município aprofundaram e exploraram os diversos instrumentos e ferramentas para a aplicação da boa-prática para analise das compras públicas, que inclui o estudo e caraterização das despesas efetuadas por contratação pública, identificação do seu potencial para o impacto local e as medidas e ações que podem ser implementadas e melhoradas.

O Município de Vila Nova de Famalicão constituiu, em conjunto com Preston (Reino Unido), Pamplona (Espanha), Bistrita (Roménia), Kavala (Grécia), Schaerbeek (Bélgica) e Koszalin (Polónia) esta rede de transferência.

O Município conta ainda com o suporte de um Grupo de Apoio Local, composto por diversas entidades locais e regionais relevantes, que acompanham e avaliam o projeto, divulgam e disseminam os resultados e os impactos alcançados.

O “Urban Resource Center” é mais um projeto desenvolvido no âmbito da politica municipal de internacionalização, uma aposta estratégica do executivo de Paulo Cunha.

Neste momento, o Município participa em cerca de 7 projetos internacionais e 8 redes de cooperação, mantendo relações de cooperação com cerca de 80 cidades de 27 países.

48314057307_fcfdc00172_o.jpg

CERVEIRA E VALENÇA CRIAM PRIMEIRO CENTRO INTERMUNICIPAL DE PROTEÇÃO CIVIL DO PAÍS

Já foi legalmente constituída a AMAMINHO - Proteção Civil - Associação de Municípios do Alto Minho - Proteção Civil Municipal, que será instalada no Aeródromo do Alto Minho - Cerval. Trata-se do primeiro Centro Intermunicipal de Proteção Civil do país e agrega, numa primeira fase, os municípios de Vila Nova de Cerveira e Valença.

Cerveira e Valença criam primeiro Centro Intermunicipal de Proteção Civil do país.jpg

O processo de escritura pública foi realizado ontem em Valença pelo presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, Fernando Nogueira, e pelo presidente da Câmara de Valença, Jorge Mendes. Agora com personalidade jurídica, a AMAMINHO tem como objetivos principais prevenir os riscos coletivos, socorrer e assistir pessoas e outros seres vivos em perigo e a criação do Centro Intermunicipal de Proteção Civil do CERVAL.

Nas palavras do edil cerveirense, Fernando Nogueira, "este é um acordo pioneiro no que toca à preservação e proteção da floresta contra incêndios, tendo como propósito a partilha de meios e recursos na prevenção da floresta e na segurança das populações".

“Valença vai continuar disponível para cooperar com todos aqueles que possam trazer desenvolvimento sustentável, segurança e qualidade de vida aos seus cidadãos. Valença e Vila Nova de Cerveira têm muito a ganhar com esta cooperação, espero que, no futuro, possamos continuar a encontrar soluções comuns para melhorar a vida dos nossos munícipes”, sustentou o autarca de Valença, Jorge Mendes.

Numa segunda fase, para além dos municípios de Vila Nova de Cerveira, Valença, pretende-se abranger o concelho de Paredes de Coura. Em cima da mesa está uma candidatura conjunta a fundos comunitários com um investimento de 1,2 milhões de euros para o Centro Intermunicipal de Proteção Civil, no local onde se encontra instalado o Aeródromo do Alto Minho - Cerval.

Recorde-se que o projeto de arquitetura do edifício-sede foi apresentado no passado mês de março, na presença do Estado da Proteção Civil, José Artur Neves. O projeto prevê a melhoria das condições do aeródromo e a criação de um edifício dotado de uma área de armazém e parque de viaturas, zona de apoio aos agentes da proteção civil, sede dos Gabinetes Técnicos Florestais (GTF) dos municípios, gabinete de crise e sala de formação.

PIQUENIQUE JUNTA VÁRIAS GERAÇÕES DE VIEIRENSES

Município de Vieira do Minho promoveu piquenique Intergeracional

O Município de Vieira do Minho promoveu, hoje, dia 18 de julho,  um piquenique Intergeracional. A atividade realizou-se no Parque  dos Moinhos e contou com a presença de cerca de 200 utentes dos Centros de Convívio e Lazer, de Soengas, de Soutelo, Caniçada, Cantelães e  dos jovens do Projeto Jovens ao Leme.

DSC_6741.JPG

Tratou-se de um dia de festa pautado por um clima de muita animação, convívio e confraternização entre os participantes, estreitando-se, assim, laços de amizade entre os seniores e os jovens do concelho.

O momento contou com a presença do presidente da Câmara Municipal, António Cardoso, que aproveitou o ensejo para sublinhar a importância destas ações que constituem momentos fundamentais de aproximação e de convívio entre as gerações do concelho.

ANIMAÇÃO DE VERÃO A 19 DE JULHO NA VILA DE TERRAS DE BOURO

Inserido no programa da Animação de Verão, que decorre até dia  13 de Setembro para turistas e população local, terá lugar no dia 19 de julho, pelas 21h, na Praça do Município, vila de Terras de Bouro, a atuação de “Zé Laustibia”.

A agenda da programação cultural que complementa a oferta turística do concelho de Terras de Bouro, pode ser consultada em www.geres.pt, sendo a mesma da responsabilidade da associação empresarial Gerês Viver Turismo, com apoio da Câmara Municipal de Terras de Bouro.

Capturarlaustubia.PNG