Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

PÓVOA DE LANHOSO: “CONTA-ME O QUE SE CONTA” MOSTRADO À COMUNIDADE POVOENSE

Comemorando o Dia Internacional do Voluntariado que se assinalou no dia 5 de dezembro, a Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, através do Banco de Voluntariado, promoveu, no Theatro Club, a apresentação à comunidade dos resultados do projeto de voluntariado e educação artística “Conta-me o que se Conta”. Na mesma oportunidade, foi inaugurada a exposição de fotografia que retrata aquela experiência, que decorreu no verão passado em Cabo Verde.

Apresentacao projeto e exosicao fotografia 2 (Ana

Presentes estiveram a vice-Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, Gabriela Fonseca, o diretor do Agrupamento de Escolas da Póvoa de Lanhoso, José Ramos, a coordenadora do projeto, Ana Caridade, o coordenador do Banco de Voluntariado, Frederico Amaro, e voluntários e voluntárias que participaram naquela ação, que envolveu no terreno sete jovens e três tutores e que contou com diferentes parcerias logísticas da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, da Escola Secundária da Póvoa de Lanhoso e do Polo de Mindelo do Instituto de Camões, em Cabo Verde.“Quero felicitar os autores deste projeto, que fizeram em regime de voluntariado, e aos que muito trabalharam para angariar fundos para que o mesmo se tornasse realidade”, referiu, de entre breves considerações Gabriela Fonseca.

Após a abertura da exposição, que retratam alguns dos principais momentos vividos em Cabo Verde, foram apresentados os resultados da intervenção realizada, cabendo a Ana Caridade e a Frederico Amaro fazer o devido enquadramento do projeto e do seu desenvolvimento até ao período de intervenção no terreno que decorreu de 25 de agosto a 9 de setembro de 2012. Após uma formação inicial como contadoras de histórias, as pessoas voluntárias desenvolveram um trabalho com comunidades locais nas ilhas de São Vicente e Santo Antão em Cabo Verde. O desafio foi a partilha de contos com origem em estórias daquele país previamente recolhidos e estruturados. O público-alvo privilegiado foram as crianças provenientes da periferia da cidade de Mindelo. Paralelamente, foi desenvolvida no Instituto Camões uma formação dirigida a potenciais contadores de histórias, pessoas maioritariamente ligadas à educação, à área social e às artes.

Após estas informações iniciais, para uma plateia composta essencialmente por estudantes, cinco jovens voluntários e voluntárias, José Eduardo, Margarida, Cláudia, Maria João e Maria Luís, apresentaram um pequeno filme de sua autoria com base em filmagens realizadas com as comunidades abrangidas pelo projeto em Cabo Verde. Posteriormente, partilharam de forma individual a sua experiência e o que sentiram com esta oportunidade de voluntariado, a qual contribuiu para a sua formação pessoal e como voluntários. Proporcionou-lhes ainda a oportunidade de interagir com realidades distintas, importantes para o seu crescimento e desenvolvimento.

No final houve uma troca de ideias com as pessoas na plateia. A referida exposição de fotografia fica patente até 11 de dezembro na Escola Secundária da Póvoa de Lanhoso e de 12 a 19 de dezembro nos Paços do Concelho.

Apresentacao projeto e exosicao fotografia 1