Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

CONSELHO LOCAL DE AÇÃO SOCIAL DE CELORICO DE BASTO REUNE NOS PAÇOS DO CONCELHO

O Conselho Local de Ação Social (CLAS) de Celorico de Basto reuniu ontem, 30 de outubro, no Salão Nobre dos Paços do Concelho. A reunião permitiu esclarecer aspetos relevantes em certos meios de intervenção sendo o papel da rede social cada vez mais importante na vida das pessoas que todos os dias se depararam com problemas de desemprego e ausência de recursos.

_DSC8867

Nesta reunião deu-se especial destaque às cantinas sociais. “Trata-se de uma resposta provisória às necessidades imediatas de algumas famílias que se encontram em dificuldades económicas e incapazes de conseguir usufruir de bens essenciais como a alimentação”, referiu o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto.

Aliás, o autarca salienta a importância da rede social como forma de pronta intervenção nos momentos de necessidade. “É preciso agir rapidamente e evitar que determinadas situações se agravem, e é em conjunto que se conseguem desenvolver as melhores medidas para fazer face aos problemas que vão surgindo como o desemprego e outras dificuldades” retorquiu.

 A Técnica da Santa Casa da Misericórdia de Arnoia, Cláudia Dimitri, informou o plenário desta resposta, como se desenvolve, quem pode usufruir deste apoio e como aceder a este benefício contratualizado com a Segurança Social. Informou que embora a Santa Casa se situe em Arnoia tem estratégias para poder chegar perto dos indivíduos e famílias que necessitem aceder às refeições mediante estabelecimento de parcerias com outras entidades de modo a que as refeições cheguem mais perto dos utentes.

 Nesta reunião deu-se especial relevância ao decreto - lei que estabelece as regras e procedimentos para o desenvolvimento da atividade socialmente útil. O presidente do CLAS salientou a importância dos beneficiários do RSI – Rendimento Social de Inserção, serem “integrados em atividades que os façam sentir úteis e ativos e para isso o papel das instituições públicas e privadas sem fins lucrativos é preponderante como facilitadores de integração”. Neste âmbito, a assistente social do Serviço Local de Segurança Social, Ângela Sampaio, deu algumas informações úteis acerca deste novo modelo de integração, referenciou o papel dos beneficiários e das entidades promotoras e apelou aos parceiros no seu empenho e sensibilidade para colaborar com as equipas técnicas na implementação deste novo modelo de inserção social.

Foi, também, ponto de ata na reunião o convite para integração do CLAS ao Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa e Centro Hospitalar do Alto Ave o que será uma mais-valia na transmissão de informações e encaminhamento de doentes e dos serviços disponíveis no hospital que se encontrem ao serviço da população.

Todo o trabalho que será desenvolvido no próximo ano foi apresentado num plano de ação do núcleo executivo e num pré-plano de ação do CLAS que será posteriormente completado com as ações propostas pela Plataforma Supraconcelhia do Tâmega e pela CIM.

 Por fim foi apresentada, discutida e aprovada a candidatura ao programa de Escolhas do Projeto “uma Escolha no Mundo Rural”. Um Projeto de Intervenção visa a inclusão social através da implementação de medidas que evitem a criação de estados de isolamento social das crianças e jovens mais desfavorecidos, e por isso mas vulneráveis. Pretende-se, com este projeto, para além do combate ao abandono escolar, como medida de prevenção, orientar para a formação e ocupação dos tempos livres das crianças e jovens em risco e em abandono efetivo.

Todos os pontos descritos nesta reunião foram aprovados por unanimidade pelos membros que compõem o plenário do Conselho Local de Ação Social.