Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

VIZELA APRESENTA CARTÃO SÉNIOR

No seguimento da nova dinâmica implementada por este Executivo Municipal na área da ação social, a Câmara Municipal de Vizela apresenta o novo Cartão Sénior, no próximo dia 21 de janeiro, no edifício da ação social, no edifício 2 do Mercado Municipal, sito na rua da Portela, pelas 15.00h.

Assim, e fruto da nova dinâmica que a Câmara Municipal pretende imprimir ao Cartão Sénior, o objetivo é contribuir para uma maior qualidade de vida dos cidadãos seniores de Vizela, sendo este cartão destinado à população a partir dos sessenta anos residente no concelho de Vizela, que vai assim passar a beneficiar de descontos no comércio e serviços locais.

A criação do Cartão Sénior vem no sentido da tendência demográfica que assenta na maior longevidade dos indivíduos e no aumento de pessoas idosas na população total, pelo que se torna importante um olhar mais atento para as dificuldades sentidas pela população idosa do Concelho, as suas preferências e as suas necessidades.

ARCOS DE VALDEVEZ INVESTE NO AMBIENTE

Autarquia investe mais 40 mil euros na rede de recolha de resíduos sólidos urbanos

O respeito pelo meio ambiente e pela Natureza têm sido, ao longo dos anos, aspetos importantes por forma a preservar um concelho limpo e com “ambiente acolhedor”. A Câmara Municipal tem investido na rede de recolha de resíduos para que esta esteja acessível a toda a população do concelho e tem vindo a melhorar as suas infraestruturas e equipamentos.

Vilafonche - Cópia.JPG

A rede de recolha indiferenciada de resíduos tem vindo a ser renovada e acrescentados novos pontos de recolha. Foram investidos mais 40 mil euros na colocação de mais 44 novos contentores, em 2018, nas freguesias, perfazendo, a nível global, um total de 820.

Estas melhorias nos equipamentos de recolha de resíduos inserem-se num plano de investimentos faseado que totaliza já mais de 110 mil euros.

Arcos de Valdevez é um dos melhores exemplos do distrito ao nível da separação do lixo, resultado da crescente consciência ambiental da sua população, das ações de sensibilização e do reforço do número de ecopontos no concelho. A este nível, todas as freguesias estão atualmente servidas de ecopontos, 168 no total, após a colocação recente de mais 20 ecopontos.

A Câmara Municipal, em articulação com a Resulima, tem reforçado os equipamentos de recolha seletiva e incrementado a recolha direta junto dos comércios, assim como a otimização das rotas e periodicidade de recolha dos próprios, com vista a uma melhoria gradual e consistente da qualidade ambiental do concelho.

Gondoriz (1) - Cópia.JPG

IMG_3089 - Cópia.jpg

S (3) - Cópia.JPG

Vale (1) - Cópia.JPG

VIZELENSES DEBATEM DESCENTRALIZAÇÃO ADMINISTRATIVA

Reunião na CIM do Ave para reflexão sobre descentralização administrativa

No seguimento da avaliação da Câmara Municipal relativo ao quadro da transferência de competências para as autarquias locais e para as entidades intermunicipais, o Presidente da Câmara Municipal participou ontem numa reunião na Comunidade Intermunicipal do Ave, para reflexão sobre este tema.

A reunião foi direcionada aos decisores políticos e contou com a presença dos Presidentes de Câmara da CIM do Ave, tendo como convidado o Secretário de Estado da Administração Local, Carlos Miguel, no sentido de fazer uma reflexão sobre o tema da descentralização administrativa.

Cumpre destacar que a Câmara Municipal se encontra num processo de avaliação, análise e ponderação de todo o processo de descentralização administrativa, pois trata-se de uma questão essencial para as autarquias locais e que influencia diretamente a atividade da Câmara Municipal.

VIZELA PROMOVE TURISMO GASTRONÓMICO

Apresentação da participação de Vizela na XANTAR - Feira Internacional de Turismo Gastronómico

No seguimento da assinatura do protocolo de colaboração entre a Câmara Municipal e a Expourense, no sentido da intensificar o potencial turístico de Vizela, através da presença em diversas feiras relacionadas com o turismo, a Câmara Municipal apresenta a participação da XANTAR - Feira Internacional de Turismo Gastronómico.

DSC09292espose (1).JPG

A apresentação terá lugar no próximo dia 22 de janeiro, na Loja Interativa de Turismo, pelas 16.00h.

A participação de Vizela na XANTAR enquadra-se numa das medidas do Plano Municipal de Turismo que considera de enorme importância a promoção da riqueza gastronómica de Vizela, que merece ser devidamente valorizada, através da participação em feiras temáticas de âmbito turístico, olhando para fora, para potenciar a captação de público e de turistas.

A XANTAR é a única feira internacional de Turismo Gastronómico incluída no calendário oficial de “Feiras Comerciais Internacionais” espanholas. Com uma trajetória de 19 anos a valorizar os produtos agroalimentares de qualidade e o serviço profissional, converteu-se numa referência para destinos enogastronómicos de Espanha e Portugal, permitindo ainda a criação de redes de cooperação.

Com a participação na XANTAR, a Câmara Municipal pretende potenciar dinâmicas de reforço que permitam a consolidação da nova imagem e identidade do Concelho de Vizela, como destino turístico privilegiado, experienciando os segredos de um vale recheado de saberes, sabores, prazeres e tradições caraterísticas.

FINAL FOUR DA ALLIANZ CUP CONDICIONA TRÂNSITO EM BRAGA

Condicionamentos à normal circulação de trânsito

image004.jpg

O Município de Braga informa que, devido à realização da Final Four da Allianz Cup, são tomadas as seguintes medidas em matéria de trânsito:

Concerto António Zambujo e Miguel Araújo, dia 19 de Janeiro de 2019:

- Entre as 00H00 do dia 19 de Janeiro e as 02H00 do dia 20 é proibido o trânsito automóvel na Avenida Dr. Pires Gonçalves. O parque de estacionamento do Parque da Ponte encontra-se reservado ao Fórum;

- Entre as 20H00 do dia 19 de Janeiro e as 01H00 do dia 20, é proibido o trânsito automóvel no sentido Norte-Sul na Rua Monsenhor Airosa, mais concretamente da Avenida Imaculada Conceição para a Rua Conselheiro Lobato. No mesmo período é permitida a circulação automóvel em sentido inverso no mesmo arruamento, mais concretamente no sentido Sul-Norte, da Rua Conselheiro Lobato para a Avenida Imaculada Conceição.

Final Four da Allianz CUP, do dia 19 ao dia 26 de Janeiro de 2019:

- É proibido o estacionamento automóvel no parque de estacionamento existente em frente ao Estádio Municipal, na Avenida Olímpica, a partir do dia 21 e até ao dia 27 de Janeiro;

- É proibido o trânsito automóvel, excepto a viaturas autorizadas, entre as 16H00 e as 24H00 dos dias 22, 23 e 26 de Janeiro, na Rua de São Martinho, entre o entroncamento com a Rua Fernando Castiço e a rotunda do Estádio, no Caminho da Ordem, entre a Rua Padre Manuel Guimarães e a Rua de São Martinho, na Rua António José Lisboa, entre a Rua José da Cunha e a Rua de São Martinho, e na Rua da Pedreira.

Corrida do Adepto, dia 26 de Janeiro de 2019:

- É proibido o trânsito e estacionamento automóvel, entre as 07H30 e as 12H00 do dia 26 de Janeiro, na Avenida Olímpica, mais concretamente no sentido Poente-Nascente;

- É proibido o trânsito e estacionamento automóvel, entre as 09H00 e as 12H00 do dia 26 de Janeiro, em toda a Avenida Olímpica, Avenida D. Eurico Dias Nogueira, Avenida Doutora Assunção Vasconcelos Chaves, Rua Quinta do Carreiro e na Rua de S. Martinho, entre o entroncamento com o Caminho da Ordem e a Rotunda do Estádio;

- Pelo mesmo motivo e no período anteriormente mencionado, o trânsito é especialmente condicionado em todas as artérias que conflituem com o percurso da prova.

MUNICÍPIO DE ESPOSENDE RECUSA TRANSFERÊNCIA DE COMPETÊNCIAS DO ESTADO

Em reunião de câmara, realizada hoje, o Município de Esposende chumbou, por unanimidade, a transferência de competências proposta pelo Governo, remetendo a proposta para apreciação da Assembleia Municipal, na sessão extraordinária agendada para o dia 25 de janeiro. A rejeição da proposta é sustentada com a falta de concretização dos meios e formas de exercício de cada uma das competências a descentralizar e, ainda, dos recursos financeiros que as acompanham.

DSC09292espose.JPG

Em causa está a transferência de competências nas áreas da Educação; Ação social; Saúde; Proteção civil; Cultura; Património; Habitação; Áreas portuário-marítimas e áreas urbanas de desenvolvimento turístico e económico não afetas à atividade portuária; Praias marítimas, fluviais e lacustres; Informação cadastral, gestão florestal e áreas protegidas; Transportes e vias de comunicação; Estruturas de atendimento ao cidadão; Policiamento de proximidade; Proteção e saúde animal; Segurança contra incêndios; Segurança dos alimentos; Estacionamento público; e Modalidades afins de jogos de fortuna e azar.

O Presidente da Câmara Municipal, Benjamim Pereira, afirma-se totalmente a favor do processo de descentralização, numa lógica de proximidade com as populações e com ganhos de maior eficácia e melhoria de funcionamento dos serviços públicos. Sublinha, contudo, que, “quer com o diploma principal, quer com os sectoriais, o que se constata é que há uma tentativa do Governo em reduzir o processo de descentralização a um conjunto de tarefas operacionais, sem transferir um efetivo poder de decisão para os Municípios”. Nota ainda que “da mesma forma se constata que há uma errada, diríamos quase inexistente, contabilização dos valores necessários para que os Municípios possam cumprir as tarefas que o Estado lhes quer delegar, e sem sequer dar garantias do envelope financeiro que lhes deveria corresponder”.

Benjamim Pereira assume que era vontade do Município assumir todas as competências propostas pela Administração Central, mas deixa claro que não estando garantida a correspondente comparticipação financeira, Esposende não tem condições para subscrever a proposta. “Até que tais matérias estejam plenamente clarificadas e devidamente avaliados os recursos a disponibilizar aos municípios não aceitaremos, para o ano de 2019, qualquer uma das competências”, afirma. Conclui dizendo que “cabe agora à Assembleia Municipal pronunciar-se”.

FAN ZONE ARRANCA EM BRAGA

Abertura oficial da Fan Zone da Final Four da Allianz CUP, dia 19 de janeiro, às 12h00, na Avenida Central, em Braga

A Liga Portugal assinala a abertura da Fan Zone da Final Four da Allianz CUP no dia 19 de janeiro, a partir das 12h00, na Avenida Central de Braga, com as presenças do Presidente do organismo, Pedro Proença, e do Presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio.

A Fan Zone irá estender o ambiente de entusiasmo da Final Four para fora do estádio durante os oito dias da Semana do Futebol. Está situada no coração histórico de Braga, aliando a cultura e tradição da zona ao entretenimento, música e atividades para todos os adeptos.

O espaço de diversão será, acima de tudo, um ponto de encontro para os apoiantes das equipas intervenientes em dia de jogo e envolverá, também, a comunidade local no espírito da Semana do Futebol.

Ao longo da semana, uma agenda de eventos non-stop promete animar, de manhã à noite, o centro da capital do Minho. A entrada para a Fan Zone é gratuita e permite a todos os visitantes uma experiência única fora das quatro linhas.

ESPOSENDENSES CORREM NO ARRANQUE DOS JOGOS DESPORTIVOS ESCOLARES

Prova de Atletismo marca arranque dos Jogos Desportivos Escolares

A Zona Ribeirinha de Esposende vai acolher amanhã, dia 18 de janeiro, no período da manhã, a prova de Atletismo dos Jogos Desportivos Escolares 2018/2019.

_DSC6633.jpg

A competição, que vai já na décima edição, é promovida pelo Município de Esposende, em parceria com os Agrupamentos de Escolas do concelho e Escola Profissional de Esposende, envolvendo, no presente ano letivo, envolve a participação de aproximadamente 600 alunos do 2.º e 3.º Ciclos do Ensino Básico e do ensino Secundário e Profissional. Além do Atletismo, os Jogos Desportivos Escolares incluem as modalidades de Badminton, Andebol, Basquetebol, Futsal e Voleibol.

_DSC6678.jpg

Vão disputar a prova de atletismo os alunos previamente apurados nas provas realizadas nas Escolas Básicas de Apúlia e de Forjães, António Rodrigues Sampaio-Marinhas e António Correia de Oliveira-Esposende, e na Escolas Secundária Henrique Medina e Profissional de Esposende. As restantes modalidades serão disputadas no próximo mês de abril.

Depois desta primeira prova, os jogos são retomados em abril, realizando-se entre os dias 1 e 5, nas escolas do concelho. Assim, haverá a disputa na modalidade de Andebol, no dia 1 de abril, na EB de Forjães, para o escalão de Iniciados. No dia 2 de abril, decorrerá a modalidade de Futsal, na EB de Apúlia para o Escalão de Infantis A. No dia 3 de abril, decorrerá, na Escola Secundária Henrique Medina, a competição de Voleibol para o escalão de Juvenis. No dia 4 de abril terá lugar, na EB António Rodrigues Sampaio, a competição de Basquetebol para o escalão de Infantis B, sendo que os jogos terminarão no dia 5 de abril, com a modalidade de Badminton, na EB António Correia de Oliveira.

Os Jogos Desportivos Escolares inserem-se no Plano Estratégico de Desenvolvimento Desportivo de Esposende (PEDDE) e visam promover uma formação desportiva a longo prazo, através de uma proposta complementar às atividades já desenvolvidas no âmbito do desporto escolar. A competição visa também fortalecer e fomentar, através de diversas modalidades, a relação entre a prática desportiva que é proporcionada pelas escolas e a que é desenvolvida pelo associativismo desportivo. Pretende-se, igualmente, criar um envolvimento entre as várias escolas do concelho, proporcionando um intercâmbio entre os alunos dos diferentes estabelecimentos de ensino, assim como promover uma iniciativa apelativa para a comunidade educativa.

Esta competição vai de encontro também aos ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas, designadamente Vida Saudável, Educação de Qualidade, Igualdade de Género, Reduzir as Desigualdades, Cidades e Comunidades Sustentáveis e Parceria para o Desenvolvimento.

_DSC6771.jpg

CONTRATOS PARA INVESTIMENTO SUPERIOR A 400 MIL EUROS ASSINADOS AMANHÃ NA BIBLIOTECA MUNICIPAL DE CAMINHA

Na presença do ministro da Economia e de quatro secretários de Estado

O ministro da Adjunto e da Economia, Pedro Siza Vieira, vai deslocar-se amanhã, sexta-feira, a Caminha, O governante estará na Biblioteca Municipal pelas 16h30, onde decorrerá a assinatura de dois contratos de financiamento para projetos de investimento no concelho de mais de 400 mil euros.

Os projetos em causa dizem respeito a uma intervenção no Centro Histórico, no âmbito do PARU – Plano de Ação de Regeneração Urbana, e à criação de uma aplicação móvel “CityFyTourism”.

O ministro faz-se acompanha de quatro secretários de Estado: da Economia, João Correia Neves; do Turismo, Ana Mendes Godinho; da Defesa do Consumidor, João Silva Torres, e da Valorização do Interior, João Paulo Catarino.

A partir das 18h00, o ministro participará numa reunião de trabalho com os Agrupamentos de Cooperação Territorial Galiza-Norte de Portugal e Rio Minho-Galiza.

CONTRATOS DE EMPREITADA: REQUALIFICAÇÃO DA RUA GENERAL PIMENTA DE CASTRO E ENGENHEIRO DUARTE PACHECO EM MONÇÃO

Os investimentos projetados para o centro histórico estão prestes a iniciar-se. Na semana passada, foram celebrados os contratos de empreitada de requalificação da Rua 25 de abril e da Praça da República. Esta semana, foi a vez da Rua General Pimenta de Castro e da Rua Engenheiro Duarte Pacheco.

DSC_0477.JPG

As duas artérias serão executadas pela empresa “Sebastião da Rocha Barbosa, Lda”. A Rua General Pimenta de Castro, no valor de 227.001,14 €, e a Rua Eng. Duarte Pacheco, no valor de 97.827,70 €. O estaleiro de apoio às empreitadas começará a ser instalado este mês.

Estes investimentos, centrados na atratividade do centro histórico e reforço de atividades culturais e sociais, são acompanhados pelos trabalhos de revitalização da Rua da Independência e Edifício Souto d`El Rey. Avaliados em 413.292,41 €, tiveram inicio em novembro, visando a recuperação daquela artéria e garantindo a dignidade a um edifício com vocação cultural e turística.

As cinco empreitadas, adjudicados pelo valor global de 2.229.173,50 €, constituem uma aposta forte do atual executivo presidido por António Barbosa que, registe-se, está a ser acompanhado pela iniciativa privada na requalificação dos imóveis degradados.

Com estas intervenções, assinala António Barbosa, o rosto do centro histórico altera-se por completo, configurando uma “revolução” urbanística que promete aumentar o fluxo turístico e incrementar a rentabilização económica, liderada por um setor empresarial local ativo e dinâmico.

MUNICÍPIO DE FAFE REJEITA COMPETÊNCIAS NO ÂMBITO DA DESCENTRALIZAÇÃO

Em reunião extraordinária, o Executivo Municipal deliberou não aceitar as novas competências, no âmbito da descentralização. A decisão contou com os votos a favor do Partido Socialista e os votos contra do PSD e do Movimento Fafe Sempre.

Raul Cunha, Presidente da Câmara Municipal de Fafe, revelou, no momento, que "O PS vota favoravelmente esta lei porque entende ser esta a oportunidade para abrir o caminho de reforço do poder local tão ambicionado pelas Autarquias, tendo consciência do esforço necessário para acomodar estas competências.

A Autarquia poderia recebê-las, desde já.

Acrescento, ainda, que a questão financeira deste primeiro conjunto de transferências seria positiva para o orçamento municipal.

Saliento que o que está em discussão é o momento da aceitação destas medidas que serão obrigatoriamente recebidas em 2021.

Recorde-se que a descentralização de competência incluía os domínios da Educação, Ação Social, Saúde, Proteção Civil, Cultura, Património, Habitação, Áreas portuárias e áreas urbanas de desenvolvimento turístico e económico não afetas à atividade portuária, praias marítimas, fluviais e lacustres, informação cadastral, gestão florestal e áreas protegidas, transportes e vias de comunicação, estruturas de atendimento ao cidadão, policiamento de proximidade, proteção e saúde animal, segurança dos alimentos, segurança contra incêndios, estacionamento público e modalidades afins de jogos de fortuna e azar.

A descentralização de competências vai ser ainda sujeita ao voto da Assembleia Municipal, em data a definir.

FUNCIONÁRIOS CAMARÁRIOS DE MONÇÃO ENTREGARAM DONATIVO DE 1.135,00 € À “RAFEIROS E COMPANHIA”

A Associação “Rafeiros e Companhia” recebeu, ontem à tarde, um cheque donativo, no valor de 1.135,00 €, resultante da inscrição dos funcionários da Câmara Municipal de Monção no Jantar de Natal deste ano, onde cada um(a) entregou 5,00 € e escolheu uma associação para receber o donativo.

DSC_0490.JPG

A entrega foi feita pela chefe de gabinete, Célia Rodrigues, pelo Chefe da Divisão da Educação, Juventude e Recursos Humanos, Pedro Condessa, e um funcionário afeto a cada divisão orgânica. A representar a Associação “Rafeiros e Companhia”, esteve presente Sónia Veloso. 

O abrigo de animais disponibiliza 19 boxes, cada uma com capacidade para três animais, representando um investimento próximo de 30 mil euros. O espaço compreende ainda uma arrecadação para depósito das rações e outros materiais utilizados no dia a dia da associação.

Presentemente com 20 voluntários, a Associação “Rafeiros e Companhia” já procedeu à transferência dos 30 animais a seu cargo do espaço ocupado no Rosal para a nova estrutura. Para Sónia Veloso, as condições de trabalho e alojamento dos animais são bastante positivas, não tendo comparação possível com as anteriores instalações.

PONTE DE LIMA ENSINA A BORDAR O TRADICIONAL LENÇO DE NAMORADOS

O Centro de Interpretação do Território (CIT) de Ponte de Lima volta a assinalar o Dia de S. Valentim com a promoção de uma oficina criativa dedicada à aprendizagem e bordadura dos tradicionais lenços de namorados.

A iniciativa – agendada para o dia 9 de fevereiro, pelas 14 horas – vai permitir aos participantes a aquisição de técnicas elementares para a execução das peças, cuja origem remonta ao século XVIII.

A oficina cultural, destinada ao público em geral, carece de inscrição prévia através do preenchimento de formulários disponibilizados para o efeito.

Garanta a sua presença em mais uma oficina temática de celebração do amor.

O CIT espera por si!

49345016_801018140237610_1258396753116266496_n.jpg

GAL COSTEIRO DO LITORAL NORTE LANÇA CONCURSO PARA APOIAR PROJETOS EMPRESARIAIS DE DIVERSIFICAÇÃO DAS ECONOMIAS DAS ZONAS PESQUEIRAS E COSTEIRAS

Prazo de candidaturas termina a 15 de março

Está a decorrer o concurso no âmbito do instrumento Desenvolvimento Local de Base Comunitária (DLBC) do Programa Operacional MAR 2020 (que operacionaliza o FEAMP - fundo para a política marítima e das pescas da UE para o período de 2014 a 2020) - Aviso 3/2018/GAL Costeiro Litoral Norte, destinado a apoiar projetos empresariais, de pequena dimensão, que exercem regularmente uma atividade económica relacionada com o sector da pesca ou o turismo aquático. O prazo das candidaturas termina a 15 de março e abrange as freguesias de Lanhelas, Seixas, União de freguesias de Caminha e Vilarelho, União de freguesias de Moledo e Cristelo, Vila Praia de Âncora e Âncora.

Foto.jpg

Este concurso lançado pelo Grupo de Ação Local Costeiro do Litoral Norte (GAL Costeiro Litoral Norte), órgão cuja gestão é assegurada pela Comunidade Intermunicipal do Alto Minho (CIM Alto Minho), visa “promover o desenvolvimento local e a diversificação das economias das zonas pesqueiras e costeiras através do empreendedorismo, da promoção do emprego sustentável e com qualidade, da promoção da inovação social e da criação de respostas a problemas de pobreza e de exclusão social”.

A DLBC Costeira do Litoral Norte abrange 25 freguesias costeiras e estuarinas de Esposende, Viana do Castelo, Caminha, Vila Nova de Cerveira e Valença, ao longo dos 51,5 km de costa litoral e dos 30 km de curso de rio de Valença a Caminha, com um total de 98.960 habitantes, que representam 61% da população residente nos cinco concelhos.

São suscetíveis de apoio os projetos que se enquadrem nas seguintes linhas de ação:Qualificação de operadores marítimo-turísticos (Linha Ação A),Valorização dos produtos da pesca (Linha de Ação B) eMelhoria da distribuição e comercialização de produtos da pesca e aquicultura (Linha de Ação C), com uma taxa de financiamento de 50%. A dotação financeira definida para este aviso é de 200 mil euros para a Linha de Ação A, 190 mil euros para a Linha de Ação B e 200 mil euros para a Linha de Ação C. O aviso de concurso e outras peças e informações relevantes estão disponíveis no Portal 2020, em “Candidaturas Abertas”, ou no site do Mar 2020 em http://www.mar2020.pt/avisos/.

A aposta da DLBC Costeira do Litoral Norte assenta em quatro pilares fundamentais: promover e valorizar os recursos diferenciadores do território, a sustentabilidade ambiental, o património e a cultura marítima; apoiar a competitividade, o empreendedorismo e a inovação na economia local e nas fileiras do mar; qualificar o capital humano, promover o emprego e a inclusão; e reforçar o capital social e institucional, promover a visibilidade do território e a qualidade da governação local.

Pág. 1/22