Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

RALLY DE PORTUGAL VAI CORRER EM CABECEIRAS DE BASTO

Câmara Municipal dinamiza economia local

O Executivo Municipal de Cabeceiras de Basto, sob a presidência de Francisco Alves, aprovou, por unanimidade, na sua última reunião, do passado dia 14 de dezembro, o protocolo/acordo de parceria para a realização do ‘Rally de Portugal – edição 2019’. A parceria tem como líder do projeto a Câmara Municipal de Matosinhos e como parceiros as Câmaras Municipais de Cabeceiras de Basto, Fafe, Lousada, Mondim de Basto, Paredes, Vieira do Minho, Amarante e Vila Nova de Gaia, sendo que o investimento global orçamentado para a candidatura ascende a 3 milhões de euros.

Rally de Portugal

O Rally de Portugal, enquanto grande evento internacional, assume-se como um importante fator de promoção turística e de afirmação da imagem internacional do país e da região do norte. A realização deste evento desportivo constitui-se, por isso, como um fator determinante na dinamização e desenvolvimento da atividade económica do território.

Fica, assim, assegurada a classificativa de Cabeceiras de Basto do Rally de Portugal 2019, iniciativa que muito tem contribuído para a afirmação da imagem de Cabeceiras de Basto e para a animação do comércio local.

O executivo Cabeceirense aprovou, também por unanimidade, a atribuição de um apoio financeiro no montante de 1.500 euros à Associação Empresarial de Fafe, Cabeceiras de Basto e Celorico de Basto, representando este um apoio ao comércio local para a dinamização de atividades de animação nesta quadra natalícia. A Associação Empresarial tem colaborado com o Município na dinamização de atividades natalícias, como a instalação da Casa do Pai do Natal, decorações, iluminação, insufláveis, música ambiente e distribuição de balões e rebuçados às crianças.

Por unanimidade foram, igualmente, aprovadas as normas de participação da XXIII Festa da Orelheira e do Fumeiro de Cabeceiras de Basto, a qual decorrerá de 1 a 4 de março de 2019. Este certame tem como principal objetivo promover o aproveitamento das potencialidades que a região apresenta, nomeadamente na produção de orelheiras, enchidos, salpicões, chouriças, alheiras, presuntos, entre outros.

A organização da Festa da Orelheira e do Fumeiro é da responsabilidade da Câmara Municipal.

MAGIA DO NATAL INVADE VIZELA

O evento de animação natalícia promovido pelo Município - Vizela Cidade Natal 2018 - Um Novo Natal no Vale’ – já recebeu a visita de milhares de pessoas desde a sua abertura, no passado dia 1 de dezembro.

mercadinho 2

Do Vizela Cidade Natal faz parte uma pista de gelo, uma tenda de espetáculos, um comboio de Natal, a Casa do Pai Natal e um mercadinho de Natal.

Assim, durante a semana e fins de semana, o Natal não tem parado em Vizela, com a visita de milhares de pessoas que tem participado nas atividades integrantes do Vizela Cidade Natal.

pista gelo

A tenda de espetáculos instalada na Praça do Município recebeu, nas últimas semanas, e apenas durante a semana, a visita de cerca de 2000 crianças, que se têm encantado com os vários espetáculos que a Câmara tem promovido para as escolas do Concelho, como Rapunzel, Anna e Elsa, Timon e Pumba, Pinóquio, Gato das Botas, Nico e os duendes, Príncipe Sapo e Princesas em concerto.

Destaque para a pista de gelo, que tem sido a grande atração e que tem recebido milhares de visitantes, de acordo com os números da Real Associação dos Bombeiros Voluntários de Vizela, instituição de faz a gestão daquele espaço, numa parceria com o condomínio dos espaços comerciais do Fórum Vizela.

Outra das atrações do Vizela Cidade Natal é o comboio de Natal, que tem transportado centenas de crianças, espalhando magia pelo Jardim Manuel Faria e Praça da República, com o objetivo de dinamizar e animar a cidade e todo o comércio local.

De destacar ainda o Mercadinho de Natal que esta semana e dia 24 de dezembro estará aberto todos os dias das 15h00 às 19h00 e ao fim de semana das 10h00 às 19h00.

A iniciativa Vizela Cidade Natal tem como objetivo dar mais vida a Vizela, atraindo visitantes, revitalizando o coração da cidade e estimulando o comércio, envolvendo as instituições públicas e privadas e, ao mesmo tempo, devolver o orgulho aos vizelenses, despertando o espírito natalício, próprio desta época festiva.

O Vizela Cidade Natal 2018 - ‘Um Novo Natal no Vale’ prolonga-se até ao próximo dia 6 de janeiro. Faça-nos uma visita!

tenda natal

CELORICO DE BASTO DEBATE ALTERAÇÃO AO PLANO DIRECTOR MUNICIPAL

Alteração do Plano Diretor Municipal de Celorico de Basto em discussão pública

A Câmara Municipal de Celorico de Basto deliberou, em reunião 29 de outubro, proceder à abertura do período de discussão pública relativo à alteração ao regulamento do Plano Diretor Municipal (PDM) que decorre desde 30 de novembro até 14 de janeiro de 2019.

_DSC9307

Esta alteração ao PDM tem por objetivo corrigir algumas disposições do Regulamento que, na redação atual, causam dúvidas de interpretação ou dificuldades de aplicação na prática do controlo prévio de operações urbanísticas, sem que isso traga nenhuma vantagem para o interesse público e o ordenamento de território.

O atual PDM de Celorico de Basto entrou em vigor em julho de 2014, após a sua 1ª revisão. No tempo até agora decorrido tem-se verificado um bom acolhimento dos novos critérios e orientações de ordenamento introduzidos por força de um novo panorama legal.

É disso exemplo um melhor ordenamento e valorização do solo rural, pela reposição da sua real dimensão e restrições significativas à sua ocupação, e da reorientação e flexibilização das dinâmicas de construção no solo urbano, a par da contenção e compactação dos perímetros urbanos. São de realçar ainda as alterações introduzidas nos "espaços de atividades económicas" que conferem uma nova dinâmica às zonas industriais com a localização de unidades de comércio e serviços.

Importa agora introduzir alterações pontuais que desbloqueiem alguns entraves à gestão urbanística, sem desvirtuar os objetivos que estiveram na origem das disposições em causa.

“O nosso concelho tem vindo a tornar-se muito atrativo para investidores e empresários e mesmo para residir e esse facto tem-nos obrigado a rever a estratégia de desenvolvimento territorial no seu todo” disse Joaquim Mota e Silva, Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto. “A nossa atuação será sempre em benefício das nossas populações e do nosso concelho contribuindo também para a fixação de pessoas muito através das medidas de incentivo adotadas em diferentes setores”.

A proposta de alteração do PDM está disponível para consulta na página de internet do Município (http://www.mun-celoricodebasto.pt), na secção Planeamento Territorial, e na área de cidadania da Plataforma Colaborativa de Gestão Territorial (http://pcgt.dgterritorio.gov.pt), podendo ainda ser consultada no Departamento de Planeamento e Serviços Socioculturais da Câmara Municipal.

Os interessados podem apresentar as suas reclamações, observações e sugestões por escrito, devendo identificar-se com o nome completo, n.º de contribuinte, morada e n.º de telefone ou e-mail de contacto, da seguinte forma:

  1. a) Presencialmente, nos serviços da Câmara Municipal;
  2. b) Por correio para Município de Celorico de Basto - Departamento de Planeamento, Praça Cardeal D. António Ribeiro, 4890-291 Celorico de Basto;
  3. c) Por e-mail para geral@mun-celoricodebasto.pt.

A tramitação do procedimento de alteração do PDM obedece ao disposto no Regime Jurídico dos Instrumentos de Gestão Territorial (RJIGT), publicado pelo Decreto-Lei n.º 80/2015 de 14 de maio, decorrendo a discussão pública nos termos do artigo 89.º desse diploma.

MUNICÍPIO DE PONTE DA BARCA VENCE PRÉMIO DE EXCELÊNCIA ENERGÉTICO-AMBIENTAL NO ALTO MINHO

Ponte da Barca foi o município galardoado com o prémio Excelência Energético-Ambiental no Alto Minho na categoria Eficiência energética e renováveis|sector público, pela intervenção e estratégia aplicada para melhorar o sistema de iluminação pública.

IMG_8905

A implementação destas ações inseriu-se no projeto POVT Iluminar o Alto Minho que, em colaboração com a CIM Alto Minho, permitiu a substituição 430 luminárias urbanas que se encontravam obsoletas por luminárias LED’s, o que possibilitou ao município reduções no consumo energético e, ao mesmo tempo, minimizar as emissões de CO2.

Para o Presidente da Câmara, Augusto Marinho, esta distinção representa “um orgulho e um incentivo à continuidade de mais práticas de promoção energético-ambiental.”

A iniciativa, promovida pela AREA Alto Minho, reconheceu um conjunto de organizações, públicas e privadas, que se destacaram pelos resultados obtidos ao nível da implementação de projetos ou ações que promovam o desenvolvimento sustentável do Alto Minho através da adoção de boas-práticas energético-ambientais.

Este prémio enquadra-se no projeto “AREA Alto Minho | promoção e ação”, cofinanciado pelo programa ON.2.

.

MUNICÍPIO DE TERRAS DE BOURO CELEBRA PROTOCOLO COM ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE BRAGA

A Câmara Municipal de Terras de Bouro, no passado dia 14 de dezembro, protocolou com a Associação de Futebol de Braga o pagamento do valor da inscrição de atletas amadores das equipas seniores de todos os escalões de formação, bem como dos respetivos diretores, treinadores e massagistas dos clubes e associações com sede no concelho de Terras de Bouro que se encontram inseridos nas competições oficiais. O protocolo visa apoiar as coletividades locais que têm como propósito o fomento e a prática de modalidades desportivas, com participação continuada e regular nos campeonatos federados organizados pela Associação de Futebol de Braga.

afbraga2

Assinaram o protocolo que formaliza e regulariza os custos com as inscrições nas competições oficiais da A.F. Braga, relativamente à época desportiva 2018/19, o Vice-Presidente da Câmara Municipal de Terras de Bouro, Adelino Cunha, e o Presidente da A.F. Braga, Manuel Machado.

capa_afbraga

PATRICK SOUSA ELEITO PARA A COMISSÃO NACIONAL DA JS E REPRESENTANTE DA JS NA COMISSÃO NACIONAL DO PS

Patrick Sousa foi eleito representante da JS na Comissão Nacional do Partido Socialista, no XXI Congresso Nacional da Juventude Socialista, que decorreu em Almada, no fim-de-semana de 14, 15 e 16 de dezembro, também no decorrer da reunião magna da Juventude Socialista, o Presidente da Concelhia da JS Barcelos, foi eleito para a Comissão Nacional da JS, juntamente com Tadeu Barbosa, membro da Comissão Política de Barcelos.

Congresso Nacional

Foram ainda eleitos como suplentes à Comissão Nacional da JS, Diogo Faria e Marta Gonçalves, militantes da concelhia de Barcelos.

“A comissão Nacional da Juventude Socialista, é o órgão máximo da JS, o que é uma honra ter o privilégio de servir a JS desta forma e acompanhando por mais jovens barcelenses.” disse Patrick Sousa, Presidente da Concelhia de Barcelos e Vice-presidente da Federação de Braga da JS.

4 delegados ao Congresso

Para Patrick Sousa “A eleição como representante da JS na Comissão Nacional do PS é um bom sinal para a JS e para o PS Barcelos, é a prova do reconhecimento do trabalho da nossa estrutura da JS a nível distrital e nacional.”

Também de referir a afirmação do projeto da Juventude Socialista da Federação de Braga, que elegeu o seu Presidente, Nelson Felgueiras como Presidente da Comissão Nacional da Juventude Socialista e consegue ainda uma representação histórica em todos os órgãos nacionais da JS, com a presença de 17 elementos na Comissão Nacional da JS e a Presidência da Comissão Nacional de Fiscalização Económica e Financeira.

sala do congresso nacional

ARCOS DE VALDEVEZ VALORIZA MERCADO MUNICIPAL

“Mercado Circular”: Inovadora solução para valorizar o Mercado Municipal

Candidatura pretende Valorizar e Promover o Mercado Municipal como equipamento emblemático, pólo estruturante e indutor de boas práticas ambientais e socialmente sustentáveis.

IMG_9198

A candidatura “Mercado Circular” constitui uma nova e inovadora solução que irá valorizar o Mercado Municipal, transformando-o num agente dinamizador de práticas ambientais e sociais sustentáveis e promotor da circularidade da economia.

Este projeto irá fomentar o envolvimento e participação de comerciantes, clientes e forças da comunidade local, num contexto de promoção e incentivo à circularidade de materiais, à redução do uso indiscriminado de “soluções plastificadas”, à utilização partilhada de bens e à diminuição do desperdício alimentar e material.

O “Mercado Circular” Compreende uma solução que integra quatro principais eixos de intervenção, concretamente:

1 - Gestão, Dinamização e Divulgação do Projeto tem como objetivo fundamental assegurar o planeamento, a execução, a coordenação, a monitorização, a dinamização e a divulgação do projeto.

2 - Equipar o Mercado Municipal compreende, essencialmente, a disponibilização de diferentes equipamentos de apoio aos comerciantes, como expositores reutilizáveis (cestos e caixas) ou um veículo elétrico, a partilhar, para cargas e descargas, equipamentos de apoio aos clientes, como ecopontos interiores para recolha seletiva de resíduos, bem como outros equipamentos de apoio à gestão do Mercado, como por exemplo ecoponto para orgânicos ou compostores.

3 - Impulsionar a Gestão do Mercado compreende o suporte logístico a disponibilizar pelo Município dos Arcos de Valdevez e o apoio e fomento de iniciativas relacionadas com as dinâmicas associadas ao “Mercado Circular”. Complementarmente, a Gestão do Mercado assegura as condições necessárias para o desenvolvimento de serviços de manutenção e reparação de equipamentos e dispositivos associados ao projeto, bem como ainda a carga dos veículos elétricos.

4 - Dinamizar o “Mercado Circular” compreende a criação e o desenvolvimento de iniciativas de circularidade entre o Mercado Municipal, os comerciantes e os clientes. De uma forma geral, no que se refere aos clientes, a iniciativa compreende a entrega, para utilização particular, de meios de acondicionamento (sacos e cestos) e transporte (carrinhos) de compras. No que se refere aos comerciantes, será implementada e promovida a gestão de produtos excedentários ou com prazo de fim de validade próximo. Estes bens serão disponibilizados à Gestão do Mercado e acondicionados em arca frigorífica, se necessário. Os produtos serão posteriormente entregues a instituições ou entidades que trabalhem com populações carenciadas. Também para utilização pelos comerciantes, em cada banca, serão disponibilizados contentores para a recolha seletiva de resíduos sólidos orgânicos. Estes resíduos serão, no final do dia, depositados no ecoponto de resíduos orgânicos a instalar no Mercado. Adicionalmente, para embalagem de produtos, serão disponibilizadas aos comerciantes, folhas de papel de embrulho e sacos de papel, fomentando-se a substituição do uso do plástico para embalagem.

Complementarmente serão realizadas ações de sensibilização e de comunicação, de modo a educar a população, clientes e comerciantes, para as práticas de sustentabilidade e de economia circular a implementar.

Em suma, o projeto “Mercado Circular” pretende valorizar o Mercado Municipal, transformando-o num veículo dinamizador de boas práticas ambientais e socialmente responsáveis.

CERVEIRA E TOMIÑO VOTAM ORÇAMENTO PARTICIPATIVO TRANSFRONTEIRIÇO

OPT 2019: Populações de Cerveira e Tomiño elegem atividades comuns para crianças

A realização de dois programas infantis comuns, que promovam uma maior aproximação entre as crianças dos dois concelhos vizinhos, venceu a edição 2019 do Orçamento Participativo Transfronteiriço Cerveira-Tomiño. Os projetos “Atividades Artísticas e Ambientais para a População Infantil” e “Atividades Lúdico-Educativas para umas Férias Ativas e Criativas” arrecadaram a maioria dos 800 votos contabilizados. 3ª edição do OPT ficou marcada por uma maior mobilização de entidades parceiras.

0001 (7)

Após cerca de 20 reuniões exploratórias de eventuais alianças ou desenvolvimento de projetos, a dinâmica entre as associações galego-portuguesas tornou-se intensa, através da troca de conhecimento e da partilha dos mesmos interesses e objetivos, culminando com a apresentação de seis propostas por 18 entidades dos dois lados da fronteira.

Concluído o período de votação, já são conhecidos os dois projetos vencedores com execução em 2019 e que tem como denominador comum o intercâmbio de crianças em ações lúdico-pedagógicas e os mesmos promotores - Associação de Pais do Centro Escolar da Vila, Associação de Pais do Centro Escolar do Norte, Mesa de Anpas dos Centros Educativos de Tomiño.

Um dos projetos vencedores foi as “Atividades artísticas e ambientais para a população infantil de Vila Nova de Cerveira e Tomiño” dirigidas a um limite máximo de 300 crianças entre os 3 e os 12 anos, mediante a dinamização de ações de acordo com a faixa etária. Com concretização entre abril e junho, esta iniciativa visa sensibilizar a população infantil para a ecologia através da vivência e do contacto com o meio natural e rural do território em causa.

A segunda proposta, eleita por ambas as populações vizinhas, intitula-se “Atividades lúdico-educativas para umas férias ativas e criativas” a executar entre julho e agosto do próximo ano, procurando envolver cerca de 100 crianças. Um dos objetivos deste projeto consiste na oferta de alternativas de conciliação profissional para famílias e de atenção a crianças ao terminar o período escolar, através de iniciativas de lazer ao ar livre nas férias do verão.

Apesar de não terem sido eleitas, as restantes quatro propostas – “Pensar o Corpo. Mover a Mente”; “Sustentabilidade”; “Pontes de Arte”; “AMIZ'ARTE Sem Fronteiras” – são reveladoras da vontade das diversas entidades participantes e das sinergias que podem vir a ser constituídas no futuro em prol da potenciação deste território comum.

Totalizando cerca de 800 votos, o número de participação não pode ser medido de forma transversal às diferentes edições, uma vez que todos os anos a metodologia de envolvimento da população é diferente. No OPT 2019 foram eliminadas as três áreas temáticas, permitindo um maior envolvimento e diálogo entre as associações e entidades, para além de se colocar o limite de dois votos obrigatórios por pessoa. Após a divulgação de resultados, o Comité de Gestão Estratégica Cerveira-Tomiño vai reunir informação e proceder à avaliação de todo o processo no sentido de preparar a quarta edição.

Dotado com 20 mil euros, o Orçamento Participativo Transfronteiriço é uma iniciativa inédita que integra a Agenda Estratégica de Amizade Cerveira-Tomiño, com a qual se pretende potenciar a participação pública e o poder de decisão da cidadania de ambas margens do rio Minho. O OPT é um projeto cofinanciado em 75% pelo programa INTERREG VA POCTEP de cooperação transfronteiriça, através de fundos FEDER da União Europeia.

GOVERNO RECONHECE "UTILIDADE PÚBLICA" AO GRUPO DE AMIGOS DE OLIVENÇA

Governo declara de Utilidade Publica “Grupo dos Amigos de Olivença” pelo trabalho em prol da “afirmação da soberania portuguesa”

Foi através de um despacho assinado pela Ministra da Presidência e da Modernização Administrativa, Maria Manuel Leitão Marques, que o Governo declarou de Utilidade Publica o Grupo dos Amigos de Olivença – Sociedade Patriótica.

Olivença

Com sede na Casa do Alentejo o Grupo dos Amigos de Olivença – Sociedade Patriótica, coopera com diversas entidades, públicas e privadas, na prossecução dos seus fins e é reconhecido como uma referência no espaço público dentro do seu âmbito de actuação, tendo sido esta um dos fundamentos para a decisão do Conselho de Ministros.

No despacho pode ainda ler-se que o Grupo dos Amigos de Olivença – Sociedade Patriótica, “vem desenvolvendo, desde 1944, relevantes actividades no âmbito da cultura e da educação, pugnando activamente e sempre por meios pacíficos, em defesa da unidade nacional, pela salvaguarda da integridade territorial de Portugal e pela afirmação da soberania portuguesa.”

Fonte: https://odigital.pt/

AUTARQUIAS LOCAIS APENAS REQUISITARAM 13% DA VERBA DESTINADA A ESTERILIZAÇÕES

Apenas 13% do valor total que o PAN conseguiu para esterilizações foi requisitado pelas autarquias

  • Aprovado apoio financeiro de 500 mil euros para promover campanhas de apoio à esterilização
  • Apenas foram atribuídos 65 mil euros por falta de candidaturas dos municípios
  • Muitas autarquias, mesmo com apoio monetário, insistem em não cumprir a lei

Após ter conseguido aprovar um apoio financeiro de 500 mil euros para promover uma campanha de apoio à esterilização de cães e gatos de companhia e desse valor ter sido efetivamente disponibilizado às Câmaras Municipais (Despacho n.º 3283/2018) o PAN, Pessoas-Animais-Natureza, questionou o governo sobre quantos e quais municípios conseguiram beneficiar do apoio em causa.

Pela resposta do Governo foi possível apurar que, dos 500 mil euros só cerca de 65 mil, 13% do valor total, foram atribuídos por falta de candidaturas. Tendo em conta a controvérsia que tem gerado a entrada em vigor da lei que proíbe o abate de animais nos canis municipais e a contestação de muitas autarquias que afirmam ainda não estarem devidamente preparadas para esta mudança, seria expectável, caso existisse vontade política, uma afluência de pedidos para usufruto da verba disponível para a adoção de uma política de controlo da população de animais que assente na esterilização.

Pela evidente ineficácia da longa política de abates, e pelos problemas éticos a que não podemos ficar alheios, a procura e implementação de um novo método – a esterilização – como solução para reduzir a sobrepopulação de animais de companhia para os quais não há donos é uma alternativa inquestionável. Mas o reduzido número de municípios que está a utilizar as verbas disponíveis para esta finalidade reflete a falta de interesse político na matéria e confirma que muitas autarquias, mesmo quando lhes é dado apoio monetário, insistem em não cumprir a lei.

“Esta realidade vem comprovar que fazer leis e assegurar meios para se cumprirem não é suficiente se os responsáveis pela sua implementação não assumirem um compromisso honesto com as mudanças que são necessárias para resolver os problemas e continuarem a esconder-se em argumentos que espelham opções de desresponsabilização e de laxismo. Para resolver problemas precisamos de mudança de atitudes e de responsáveis políticos focados nas soluções”, reforça André Silva, Deputado do PAN.

PAI NATAL “RADICAL” VAI PEDALAR, ACELERAR E NAVEGAR EM MONÇÃO

Apesar de “entradote” na idade, o Pai Natal mantém o espirito jovem. Nos dias 23 e 24, participa em três atividades “radicais”, substituindo o tradicional trenó, puxado por renas, pela adrenalina das duas e quatro rodas e pela sensação libertadora de ”andar” de barco nas águas internacionais do Rio Minho.

pai natal barco

No dia 23, domingo, pelas 11h00, após passeio por diversas freguesias do nosso concelho, vários elementos do Clube de Cicloturismo de Monção, vestidos à Pai Natal, juntam-se na Praça Deu-la-Deu para celebrar a época natalícia. Nos sacos, trazem balões e guloseimas para as crianças.

Pai Natal bicicleta

À tarde, pelas 15h00, com ponto de encontro na Praça Deu-la-Deu, o Grupo Motard “Os Feras” promove um passeio natalício, circulando pelas ruas de Monção vestidos de Pai Natal. Este ano, o Motoclube Curvas da Trincheira, de Salvaterra do Miño, junta-se ao passeio que atravessa a Ponte internacional para brindar ao espirito de Natal com “nuestros hermanos”.

No dia seguinte, pelas 15h00, a noite de consoada é antecedida pela chegada do Pai Natal em barco ao cais da Lodeira e embarcadouro de Salvaterra de Miño. À sua espera, num misto de alegria e ansiedade, muitas crianças de ambos os lados da fronteira desejosas de abraçar o velhinho simpático e bonacheirão. Que traz sempre uma surpresa para a pequenada.

Três atividades alusivas à época festiva com o Pai Natal como protagonista, perspetivando-se, dois dias preenchidos com momentos de franco convívio e amigável diversão, envolvendo pais e filhos no verdadeiro espírito natalício.

pai natal motard

MUNICÍPIO DE ESPOSENDE REABILITA RIBEIRAS DO LITORAL

O Município de Esposende vai proceder à reabilitação ecológica das ribeiras do litoral concelhio. A medida corresponde a um investimento na ordem dos 474.000 euros, que será comparticipado a 85% por fundos comunitários, através do POSEUR – Programa Operacional da Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos, correspondendo ao montante de 412.074,49 euros.

Peralto_20112018

Esta ação enquadra-se numa estratégia de conservação e de adaptação às alterações climáticas e abrange as linhas de água que desaguam no mar e que se encontram inseridas em zona protegida e em Rede Natura 2000 (Parque Natural do Litoral Norte), sendo elas o Ribeiro do Peralta, em Marinhas, e o Ribeiro da Fonte Velha e a Ribeira da Ramalha (incluindo o Rio Alto), em Apúlia.

Esta operação pretende contribuir para o aumento da resiliência aos efeitos das alterações climáticas, através de intervenções de reabilitação fluvial, cujas principais ações são recuperar os perfis naturais dos troços das ribeiras litorais; recuperar e valorizar as galerias ripícolas, incluindo os habitats associados; criar corredores ecológicos, aumentando dessa forma a conectividade transversal e longitudinal; e recuperar dunas secundárias importantes para espécies vulneráveis.

A intervenção consiste no uso de técnicas de engenharia natural, promovendo a instalação de bosque ribeirinho e o restauro dos habitats naturais, sempre recorrendo a espécies autóctones. Está assim prevista a redução das fontes de poluição e consequente melhoria do estado ecológico da linha de água e sistema dunar envolvente; a recuperação da galeria ribeirinha e de espécies vulneráveis às alterações climáticas dependentes de ecossistemas aquáticos, com consequente melhoria da funcionalidade dos sistemas naturais ribeirinhos e dunares, promovendo a conetividade com as áreas envolventes; e, ainda, a recuperação das dunas embrionárias, primárias e secundárias e habitats naturais associados, com ações que visem a promoção de habitats para fauna-alvo.

Na mesma estratégia de conservação e de adaptação às alterações climáticas, o Município de Esposende vai concretizar o projeto denominado de Proteção e Gestão de Riscos, Cheias e Inundações – Construção de Sistema Intercetor e de desvio da Área Urbana de Esposende, num investimento de 4,9 milhões de euros. Em causa está a construção de um sistema intercetor e de desvio da área urbana de Esposende como sistema de drenagem e controlo de cheias, desenvolvendo um programa de gestão para diminuir o risco de cheias e aumentar a segurança de pessoas e de bens, realizando a correção torrencial das ribeiras por via do desvio das águas excedentes para um canal naturalizado a céu aberto.

Importa referir que estas intervenções irão contribuir positivamente, e de forma direta, para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) constantes da Agenda 2030 das Nações Unidas, nomeadamente para o ODS 11 (Cidades e Comunidades Sustentáveis), ODS13 (Ação Climática), ODS14 (Proteger a Vida Marinha) e ODS15 (Proteger a Vida Terrestre).

Ramalha_08032017 (7)

ARCOS DE VALDEVEZ CELEBRA PROTOCOLOS DE APOIO AO ASSOCIATIVISMO

41.500,00€ para apoiar 8 Associações do concelho

Na última reunião de Câmara foi aprovada a proposta de atribuição de apoios a 8 associações do concelho, no montante global de 41.500,00€, nomeadamente à Sociedade Musical Arcuense, ao Moto Clube de Arcos de Valdevez, à Associação Cultural e Desportiva Unidos do Couto, à Associação Recreativa e Cultural de S. João de Rio Frio, ao  Rancho Folclórico Danças e Cantares de Paçô,  à Associação Cultural e Recreativa Terras de Padroso,  à Associação Desp. Soc. e Rec. Amigos de Jolda S. Paio e à Associação Rusga de Cabreiro.

Esta verba serve para apoiar a parceria existente entre estas entidades e a Câmara Municipal, relativamente à atividade cultural, desportiva e social desenvolvida no concelho.

As Associações exercem um trabalho essencial e fulcral ao nível da promoção da cultura, da integração social e relações interpessoais, sendo a pensar nesta intensa atividade que o Município aprova anualmente um conjunto de apoios direcionados a cada uma delas.

TERRAS DE BOURO LEVA "AUTO DA BARCA DO INFERNO" AOS ALUNOS DE GERÊS

Apresentação aos alunos do 9.º ano da peça de teatro “Auto da Barca do Inferno”

No âmbito do Plano Integrado e Inovador de Combate ao Insucesso Escolar do Cávado, aprovado pelo Programa Operacional Regional do Norte 2014-2020 (NORTE 2020), através da Tipologia de Intervenção Planos Integrado e Inovadores de Combate ao Insucesso Escolar de âmbito intermunicipal, decorreu a 13 de dezembro, no auditório Professor Doutor Emídio Ribeiro, na vila do Gerês, a apresentação dramática da peça “Auto da Barca do Inferno” de Gil Vicente, pela Companhia de Teatro Profissional Teatro Educa  aos alunos do 9º ano.

Capa

O texto de Gil Vicente foi apresentado integralmente e de forma pedagógica, tendo a encenação criado momentos de verdadeira comédia onde alunos, professores e atores interagiram num espetáculo cheio de ritmo, humor e ação.

20181213_102755

20181213_102813

20181213_103244

20181213_104203

20181213_104337

20181213_110431

20181213_111106

20181213_112246

20181213_114020

VIZELA INTERDITA TRÂNSITO

Trânsito interdito na Rua Joaquim Pinto dia 19 de dezembro

No âmbito do programa ‘Vizela Mais Limpa’ e no seguimento da colocação dos contentores enterrados no centro da cidade, a Câmara Municipal de Vizela informa que amanhã, dia 19 de dezembro, o trânsito estará interdito na Rua Joaquim Pinto, em virtude da instalação de um contentor.

Rua Joaquim Pinto

De destacar que no âmbito do sistema de contentorização que está a ser implementado pela Autarquia e que prevê a substituição do atual sistema de recolha de resíduos urbanos porta-a-porta por um sistema por contentorização, a Câmara Municipal vai instalar, até ao final do ano, 54 contentores enterrados no centro da cidade, e até março de 2019, 66 contentores semienterrados em todas as freguesias, num investimento de cerca de meio milhão de euros.

De realçar que o sistema de recolha por contentorização, por vários motivos, é técnica e ambientalmente mais vantajoso face ao sistema atualmente existente, permitindo não só uma redução com os custos de recolha, mas, acima de tudo, proporciona um ambiente mais limpo e agradável.

De salientar que os contentores enterrados se inserem no programa Vizela Mais Limpa, implementado por este Executivo Municipal e cujos objetivos são: a substituição do sistema atual de recolha de resíduos urbanos porta-a-porta por um sistema por contentorização; a aquisição de varredora mecânica; a aquisição de camião de limpeza urbana; a colocação de contentores de recolha seletiva; e a promoção de ações de sensibilização.

Com implementação do programa ‘Vizela Mais Limpa’, a Câmara Municipal estima a poupança de um milhão de euros em 10 anos, tendo como objetivo fundamental a melhoria substancial da qualidade de vida de Vizela e dos vizelenses.

ARCOS DE VALDEVEZ OFERECE "O SEGREDO DO PAÇO DA GIELA" ÀS CRIANÇAS DO CONCELHO

Câmara Municipal oferece Livro aos alunos do 1º ciclo

Este ano, nas Festas de Natal da Casa das Artes, para além da habitual prendinha, os alunos do 1º ciclo também levaram para casa um exemplar do livro “O Segredo do Paço de Giela”, da autoria da arcuense Maria Teresa Lobato e ilustrações de Sofia Machado.

O Segredo do Paço de Giela

Maria Teresa Lobato nasceu em Arcos de Valdevez, onde passou a sua infância e juventude. Sempre desenvolveu atividades no sentido de promover o gosto pelos livros e pela leitura. Escreve poesia, escrita diarística, crónicas e literatura para a infância e juventude.

“O Segredo do Paço de Giela” é uma edição apoiada pelo Município que pretende, de forma leve e educativa levar até aos mais pequenos a história do Paço de Giela, Monumento Nacional e um dos ex-libris do concelho.

festas_natal2018

IMG_4271

KARATEKA VIANENSE MARIA DO CÉU PINTO PASSA A 2º DAN DE KARATE KYOKUSHIN

Kyokushin Viana no VIII Kumitethlon 2018 Barcelona

Maria do Céu Pinto, do Karate Kyokushin Viana e acompanhada pelo seu mestre, realizou com sucesso no passado fim-de-semana o exame para 2.º Dan de Karate Kyokushin.

Exame técnico e fisico 2.dan Senpai Céu

O exame técnico e provas físicas duraram 2 horas e 40 minutos sem intervalos, ocorrendo no dia seguinte a prova dos 30 combates de 2 minutos cada, durante o Kumitethlon 2018.

Este evento junta centenas de karatecas que ao longo de 2 horas, combatem sem pararem, na modalidade de Karate full-contact.

A nossa Associação, membro da Kyokushin Portugal e da Federação Nacional de Karate-Portugal, continua a divulgar Karate de alta qualidade, na região de Viana do Castelo.

Final dos 30 combates celebrando com Sensei

30 combate de 2 minutos full contact

Pág. 1/22