Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

MINHO DESFILA EM LISBOA NAS COMEMORAÇÕES DO 1º DE DEZEMBRO

Viana do Castelo, Amares e Famalicão representam o Minho nas comemorações do 1º de Dezembro

O Movimento 1º de Dezembro lançou a ideia deste grandioso Desfile e mobilizou por todo o país, com o apoio dos seus delegados e da Confederação Musical Portuguesa, diferentes bandas e municípios para o efeito. É possível realizá-lo graças ao apoio da Câmara Municipal de Lisboa e à capacidade de organização da EGEAC. A iniciativa conta também com o endosso da SHIP - Sociedade Histórica da Independência de Portugal, que o incluiu no Programa Oficial das Comemorações do 1º de Dezembro. Agradecemos também o apoio facultado pelo Recheio e pelo Amanhecer.

Restauração 2014 097

O Desfile Nacional de Bandas Filarmónicas "1º de Dezembro" foi um êxito em 2012, 2013, 2014 e 2015. Será êxito maior em 2016.

14h30 - Concentração junto ao Monumento aos Mortos da Grande Guerra, na Avenida da Liberdade (ao Cinema S. Jorge)

15h00 - Início do Desfile

16h30 - Concentração final, na Praça dos Restauradores, e Apoteose Final com interpretação conjunta por 1.700 músicos dos três hinos: Hino da Maria da Fonte, Hino da Restauração e Hino Nacional.

17h00 - Fecho e desmobilização das bandas

Nesta 5ª edição, desfilarão as seguintes bandas e grupos, aqui ordenados por géneros e por ordem alfabética dos distritos e concelhos respectivos:

GRUPOS DE PERCUSSÃO:

Tocá Rufar (Seixal)

Grupo de Bombos de Atei (Mondim de Basto)

BANDA NACIONAL:

Banda do Exército

BANDAS FILARMÓNICAS:

Banda da ACULMA (Marvila, Lisboa)

Sociedade Filarmónica União e Progresso Madalense (Madalena do Pico, Açores)

Banda Musical Santiago de Lobão (Santa Maria da Feira)

Banda da Sociedade Filarmónica União Mourense "Os Amarelos" (Moura)

Banda Filarmónica de Santa Maria de Bouro (Amares)

Banda Marcial de Arnoso (Vila Nova de Famalicão)

Associação Filarmónica Recreativa e Cultural do Brinço (Macedo de Cavaleiros)

"Banda de Música 1º de Maio (Associação de Socorros Mútuos dos Artistas Mirandelenses) (Mirandela)

Associação Filarmónica Retaxense (Castelo Branco)

Filarmónica Recreativa Cortense (Covilhã)

Sociedade Filarmónica Oleirense (Oleiros)

Sociedade Filarmónica de Educação e Beneficência Fratelense (Vila Velha de Ródão)

Sociedade Musical Recreativa Instrutiva e Beneficente Santanense (Figueira da Foz)

Sociedade Filarmónica Sangianense (Oliveira do Hospital)

Banda Filarmónica da Casa do Povo de N.ª Sr.ª de Machede (Évora)

Banda Musical de Tavira

Banda Academia de Santa Cecília (de São Romão) (Seia)

Sociedade Musical Estrela da Beira (Seia)

Sociedade Filarmónica Maiorguense (Alcobaça)

Sociedade Filarmónica Pedroguense (Pedrógão-Grande)

Associação Musical de Cabanas de Torres (Alenquer)

Sociedade Filarmónica 1º de Dezembro da Encarnação (Mafra)

Banda Juvenil do Município de Gavião

Sociedade Musical Euterpe de Portalegre

Banda de Música de S. Vicente de Alfena (Valongo)

Sociedade Filarmónica União Maçaense (Mação)

Sociedade Filarmónica Gualdim Pais (Tomar)

Sociedade Filarmónica Incrível Almadense (Almada)

Banda Filarmónica da Associação Musical de Vila Nova de Anha (Viana do Castelo)

Sociedade Filarmónica Fraternidade de São João de Areias (Santa Comba Dão)

Banda Musical 81 de Ferreirim (Sernancelhe)

Será um total de 34 entidades, integrando 2 grupos de persussão, 1 banda nacional militar e 31 bandas filarmónicas civis.

Serão cerca de 1700 músicos, provenientes dos mais diversos pontos do país que irão descer a Avenida da Liberdade, para celebrar Portugal, a Independência e a Restauração através de uma merecida homenagem a esta prática musical e à importante acção formativa e cívica das bandas filarmónicas.

Tendo como ponto de partida o monumento aos Mortos da Grande Guerra, o desfile descerá até à Praça dos Restauradores para uma interpretação conjunta final das Bandas participantes sob a direcção do Maestro Tenente Duarte Cardoso, da Banda do Exército.

Ao longo do desfile, serão interpretadas várias marchas, bem como o Hino da Restauração. O alinhamento do momento colectivo conta também, além do Hino da Restauração, com a interpretação dos Hino da Maria da Fonte e Hino Nacional.

AFINAL ONDE ESTÁ O PROMETIDO DEBATE DE IDEIAS ENTRE AS CANDIDATURAS AOS ÓRGÃOS DIRECTIVOS DA FEDERAÇÃO DO FOLCLORE PORTUGUÊS?

Apresentaram-se às próximas eleições aos órgãos diretivos da Federação do Folclore Português duas listas que prometiam debater diferentes pontos de vista programáticos com o objetivo de trabalharem para uma “Federação Renovada do Século XXI”, segundo a Lista “A” ou, um “Federação Maior e Melhor Agora”, segundo a Lista “B”.

14980628_1339465756087228_5295158015247233359_n (1).jpg

Ambas as listas apresentaram a seu tempo o respetivo programa mais ou menos objetivo e a sua lista de candidatos aos órgãos diretivos da Federação do Folclore Português. Mas, para além de alguma troca de acusações, o debate de ideias não passou disso mesmo, não sendo percetível as verdadeiras diferenças que opõem as duas listas candidatas.

Pedem aos associados o seu voto mas não se sabe a que propósito estes o vão conceder, uma vez que as ideias não foram suficientemente esclarecidas. E, quanto ao congresso, para que servirá tão magna reunião sem caráter vinculativo quando nem para a Assembleia Eleitoral os concorrentes ousaram confrontar os seus diferentes pontos de vista?

CRIANÇAS VIVEM TRADIÇÃO DO “PINHEIRO” NO CENTRO HISTÓRICO DE GUIMARÃES

FESTAS NICOLINAS 2016

Cortejo do Retábulo ligou Capela de S. Nicolau à Torre dos Almadas. Mais novos trajados a rigor associaram-se às comemorações das Festas Nicolinas.

Guimaraes_Festas_Nicolinas_Cortejo_Retabulo.jpg

Centenas de crianças participaram esta terça-feira, 29 de novembro, no Cortejo do Retábulo de São Nicolau, também conhecido por “Pinheirinho”, que antecede o início das Festas Nicolinas. Cumprindo-se a tradição, o Pinheiro dos mais novos juntou crianças de diversos jardins de infância de Guimarães, que saíram à rua trajadas a rigor e ao som do toque nicolino.

A concentração, que decorreu no Largo José Maria Gomes, em frente ao edifício da Câmara Municipal, seguiu até à Capela de S. Nicolau, onde o Juiz da Irmandade entregou o retábulo de São Nicolau à Comissão de Festas Nicolinas 2016. Dali, os participantes seguiram para a Torre dos Almadas, sede dos Velhos Nicolinos, onde o retábulo ficará exposto durante o período festivo.

«O que nós vivenciamos aqui é exatamente o espírito e a essência das Nicolinas, com a alegria e o entusiasmo das crianças partilhada pela presença dos pais e dos avós! Só quem vive as Festas Nicolinas, com a sua cultura estudantil e comunitária, é que sabe o que representa ser Nicolino!», referiu Domingos Bragança, Presidente da Câmara Municipal.

Realizado há dezasseis anos, o Cortejo do Retábulo de São Nicolau é uma organização dos infantários da cidade de Guimarães, com a colaboração da Associação dos Antigos Estudantes do Liceu de Guimarães - Velhos Nicolinos, Irmandade de São Nicolau e Comissão de Festas.

Tradição com séculos

O desfile do Pinheiro na noite de 29 de novembro, com milhares de nicolinos na rua, inaugura anualmente as Festas Nicolinas, conhecidas como os festejos dos estudantes de Guimarães, cuja origem remonta à devoção religiosa dedicada a São Nicolau, oriundo da Ásia Menor que terá vivido nos séculos III e IV.

O culto terá chegado a Guimarães através dos peregrinos de vários pontos do país e do estrangeiro que aqui se deslocavam para venerarem Nossa Senhora de Guimarães (Padroeira de Portugal até ao séc. XVII) e, também, através da passagem de romeiros de/e para Santiago de Compostela, que terão deixado como marca a sua devoção a São Nicolau.

Inicialmente, as festas só eram celebradas a 06 de dezembro, dia que está reservado no calendário religioso a São Nicolau. Nesse dia de manhã, os estudantes participavam na missa com sermão e, de tarde, as celebrações assumiam um carácter profano com a realização de jogos populares.

Com o passar dos tempos, verificou-se que um dia para festejos a São Nicolau não era suficiente e incluiu-se também o dia 5, data em que era anunciado o programa do dia 6 através de um pregoeiro que percorria as ruas da cidade. Mais tarde, os festejos foram alargados a oito dias, entre 29 de novembro e 07 de dezembro. Novenas, Posses, Magusto, Roubalheiras, Pregão, Maçãzinhas, Danças São Nicolau e Baile Nicolino completam o programa, além do Cortejo do Pinheiro.

GUIMARÃES NÃO RECOLHE LIXO NOS FERIADOS

Recolha de lixo não se realiza em Guimarães nos feriados de 01 e 08 de dezembro

Resíduos urbanos não são recolhidos esta quinta-feira e no feriado da semana seguinte. Serviços municipais são retomados a partir das 23 horas de ambos os dias.

Guimaraes_Recolha_Residuos_Urbanos.jpg

A Câmara Municipal de Guimarães informa que não irá proceder à recolha de lixo nas noites de quarta-feira, 30 de novembro e 07 de dezembro, e durante os dias de quinta-feira, 01 e 08 de dezembro, devido à celebração dos feriados que assinalam a comemoração da Restauração da Independência Nacional e do dia da Imaculada Conceição.

A atividade dos serviços será retomada na quinta-feira à noite, de 01 para 02 de dezembro e na noite de 08 para 09 do mesmo mês.

O Município solicita aos seus munícipes a colaboração e compreensão para que não depositem resíduos (sacos e/ou baldes) na via pública naqueles períodos, contribuindo assim para assegurar a salubridade pública.

O Departamento de Serviços Urbanos e Ambiente do Autarquia apela à sensibilidade e à consciência ambiental da comunidade, de forma a reduzir o volume das embalagens e a acondicionar o lixo doméstico, evitando a sua colocação na via pública.

FAMALICÃO REALIZA EM VILARINHO OBRAS DE SANEAMENTO

Empreitada implica um investimento municipal de 160 mil euros e vai proporcionar a ligação de 120 ramais de saneamento

Depois de Vale S. Cosme, Telhado, Portela, Arnoso Sta. Eulália, Arnoso Sta. Maria, Sezures e Requião, esta terça-feira, 29 de novembro, foi a vez do presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, visitar as obras de saneamento básico na freguesia de Vilarinho das Cambas.  

AFS_9500.jpg

A empreitada, que implica um investimento municipal de cerca de 160 mil euros, vai servir 120 habitações e deverá ficar concluída no prazo de 9 meses.

No final da visita desta tarde, Paulo Cunha era um homem satisfeito com o andamento dos trabalhos.“As obras estão no terreno e aquilo que há uns tempos era uma reivindicação justa das populações, é hoje uma realidade”.

Para a presidente da Junta de Freguesia, Judite Costa, esta é uma “obra vital” para a qualidade de vida dos habitantes da freguesia. “É uma intervenção há muito desejada e apesar dos incómodos que uma obra deste género causa no dia-a-dia dos moradores, estamos todos naturalmente muito satisfeitos com a sua concretização”, disse.

Refira-se que com esta obra a taxa de saneamento em Vilarinho cresce cerca de 30 por cento, atingindo já metade da população desta freguesia, caracterizada por uma densidade populacional muito dispersa. Já no que toca à rede de água, a freguesia encontra-se com uma cobertura muito próxima dos 95 por cento.

Refira-se que esta empreitada faz parte do investimento superior a 4 milhões de euros anunciado pela autarquia no final do passado mês de outubro e que vai levar mais 30 quilómetros de rede de água e 60 quilómetros de rede de saneamento básico a dez mil habitações do concelho.

CIÊNCIA E TECNOLOGIA ATRAEM OS VIMARANENSES

Mais de 600 pessoas “curtiram” a Semana da Ciência e Tecnologia

Mais de 600 pessoas, entre alunos e público em geral, contactaram com as inúmeras atividades da Semana da Ciência e Tecnologia que o Curtir Ciência dinamizou entre 22 e 27 de novembro.

6tag_261116-122309.jpg

Centenas de alunos e professores de várias escolas da região passaram pela Mostra de Robótica (dia 22), organizada em parceria com as escolas EB 2,3/S Santos Simões, Secundária Francisco de Holanda e Secundária Martins Sarmento e que visou dar a conhecer os projetos desenvolvidos por alunos e professores nesta área.

Pela Feira de Ciência (que decorreu nas tardes dos dias 23, 24 e 25, passaram várias escolas da região – Guimarães, Vizela, Braga e Vila Real), num contacto direto, através da experimentação, com as áreas da Química, Biologia, Geologia e Física.

Outras das atividades que esgotou em poucas horas o número limite de inscrições foi o “workshop” de Velas Aromáticas, no dia 26. Vários interessados vão ter que aguardar pela segunda edição, e desenvolver em breve, uma vez que o limite de 16 participantes foi atingido poucos dias depois da abertura de inscrições.

Uma das atividades mais emblemáticas foi a visita do Curtir Ciência à Casa da Criança (no dia 27). Constituiu uma verdadeira festa de Natal animada pelos monitores do Curtir Ciência que demonstraram várias experiências científicas às crianças que habitam neste projeto da Associação de Apoio à Criança.

O balanço da Semana é extremamente positivo, na análise de Sérgio Silva, Diretor Executivo do Curtir Ciência. “Cumprimos a nossa missão de envolver diferentes públicos nas ações ligadas à Ciência e a adesão registada só nos dá mais força para prepararmos novas e aliciantes atividades. Acima de tudo, a Semana da Ciência serviu para pormos em prática a nossa responsabilidade social no seio da comunidade em que nos inserimos. Procuraremos replicar noutras instituições a experiência que desenvolvemos na Casa da Criança, levando um pouco de calor científico a menores que enfrentam situações de fragilidade”, salienta Sérgio Silva.

IMG_5842 (1).JPG

IMG_7350.JPG

Nome do Documento  asca_8.JPG

Nome do Documento  asca_22.JPG

BRAGA TEM PAI NATAL VERDE

´O Pai Natal Verde´ sensibiliza crianças para adoptar comportamentos ambientalmente responsáveis

Decorreu hoje, dia 29 de Novembro, na Associação Maconde, o lançamento oficial da 2.ª edição do livro infantil “O Pai Natal Verde”, uma obra da autoria de Narciso Moreira, com o apoio da Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE) e da Câmara Municipal de Braga.

CMB29112016SERGIOFREITAS0000003786.jpg

O Pai Natal Verde” é um projecto pedagógico de Educação Ambiental que tem por principal objectivo sensibilizar os mais novos para adoptarem comportamentos ambientalmente responsáveis, promotores da preservação e sustentabilidade ambiental, alertando-os, mais concretamente, para as atitudes que caracterizam a época natalícia, sem nunca perder o encanto e a magia que a mesma proporciona.

A obra destina-se, essencialmente, aos alunos do 1.º ciclo do Ensino Básico e engloba, para além do livro infantil, a adaptação da narrativa ao teatro, com a exibição da peça "O Pai Natal Verde".

Na ocasião, Altino Bessa, vereador do ambiente e energia do Município de Braga, sublinhou que esta época é particularmente crítica na influência para o consumismo, com impactos negativos para o ambiente, sobretudo pela quantidade de recursos utilizados, desde o papel até à energia consumida. “Mais do que uma obra reservada às crianças, a história do Pai Natal Verde é, também e indirectamente, destinada a todas as idades, uma vez são que os mais novos que incentivam e lutam para que em suas casas haja alterações de hábitos”, referiu.

De acordo com o autor, Narciso Moreira, o livro “é mais uma resposta no sentido de dotar com mais uma ferramenta todos os educadores e outros profissionais (e não são poucos), que trabalham diariamente no sentido de promover uma consciencialização ambiental efectiva e sentida.”

O Município de Braga oferecerá um livro “O Pai Natal Verde” a cada uma das 109 Escolas do 1.º Ciclo do Ensino Básico e exibirá, em dois dias e locais distintos, a peça de teatro para mais de 2000 alunos e alunas do distrito. A primeira exibição da peça de teatro acontecerá no dia 7 de Dezembro, no Parque de Exposições de Braga, e a segunda, no dia 15 de Dezembro, no antigo edifício da Junta de Freguesia de Aveleda.

Alti7689 (1).jpg

CMB29112016SERGIOFREITAS0000003782.jpg

CMB29112016SERGIOFREITAS0000003785.jpg

FEDERAÇÃO DO FOLCLORE PORTUGUÊS: LISTA "B" APELA AO VOTO!

15178114_115917245559414_2296654762289158487_n.jpg

Prezados Amigos,

Dirigimo-nos a cada um de vós, no sentido de convocar todos a trilhar um caminho comum, o valor do Folclore, da cultura tradicional popular e o reconhecimento do trabalho desenvolvido pelos Grupos de Folclore, um legado que nos deixou o saudoso Augusto Gomes dos Santos.

Constituímos uma equipa, jovem, dinâmica, sem vícios, que se entrega ao movimento sem esperar nada em troca, mas uma equipa motivada, inconformada e determinada a elevar o Folclore Português a nível nacional e internacional. Uma equipa que quer estar do lado dos Grupos ou Ranchos de Folclore, sentindo as suas dificuldades e preocupações, ajudando a superá-las. Não uma equipa de gabinete, mas uma equipa presente e no terreno.

Queremos estar próximos de todos os que defendem a mesma causa, cooperar com as Associações Locais e Regionais de Folclore, criar estruturas de apoio nas Regiões Autónomas da Madeira e dos Açores e ainda nos vários países do mundo, onde o Folclore Nacional é representativo.

Foram muitos os contributos que nos foram chegando e com eles quisemos assumir uma Carta de Compromissos, não um mero texto de retórica ou poético, em que aquilo que se escreve agora, nada tem a ver com o que se pratica no terreno, mas o assumir dum compromisso com todos os Grupos ou Ranchos de Folclore federados e não federados, com os sócios auxiliares, com as autarquias, com todos aqueles que contribuem para esta tão Nobre causa que é FOLCLORE.

Estamos conscientes que é um trabalho ambicioso, mas aceitámos o compromisso de servir o Folclore e não se servir do Folclore, determinados a concretizar cada um destes compromissos que vos apresentamos e posteriormente estaremos disponíveis para ser avaliados em futuros atos eleitorais.

Contamos com contributo de cada um de Vós, numa Federação aberta, participativa e próxima do movimento Folclórico Nacional, resumidamente Uma Federação Maior e Melhor Agora!

Um Abraço Amigo e Caloroso da Lista B.

FOLKLOURES’17 JÁ MEXE!

A edição do próximo ano do FolkLoures – Encontro de Culturas, já se encontra em marcha. Com nova data e formato, este evento vai apresentar algumas novidades que o farão distinguir do já demasiado corriqueiro modelo dos festivais de folclore, apenas limitados às actuações de grupos de danças e cantares.

FolkLoures é mais do que um festival de folclore. Ano após ano, será um ponto de Encontro de Culturas com carácter inclusivo, palco das mais variadas tradições da cultura tradicional, de exposição e de debate das nossas raízes – e das tradições das comunidades que vivem ao nosso lado e com quem diariamente interagimos.

A programação da próxima edição do FolclkLoures deverá ficar encerrada ainda até ao fim do corrente ano, aguardando-se apenas a confirmação de algumas permutas.

- A Festa vai começar!

Cartaz2017Novo.jpg

VALENCIANOS PATINAM NO GELO

Pista de Gelo em Valença: Vem Patinar

Uma pista de gelo, este Natal, em Valença, vai apaixonar os entusiastas da patinagem no gelo, para as primeiras patinadelas ou desfrute desta atividade.

valengelo.jpg

Pela primeira vez, em Valença, a pista de gelo terá recinto coberto, no Jardim Municipal, abre a 1 de dezembro e prolonga-se até 8 de janeiro.

Esta é uma oportunidade para os entusiastas da patinagem, de todas as gerações, de Valença e região, praticarem uma modalidade apaixonante numa pista de gelo.

Gosta ou Quer Experimentar Patinar no Gelo?

               Vem aprender a patinar e cumprir o teu sonho de infância.

               Os pinguins vão ajudar a dar as primeiras patinadelas, a pequenos e graúdos, com a toda a segurança. À disposição dos praticantes existirão patins do número 26 ao 48.

               A pista estará aberta a praticantes com ou sem experiência, de todas as idades.

Ambiente Natalício

               A época convida a umas patinadelas, numa pista com 300 m2, animada com os sons natalícios. A pista permitirá a permanência de dezenas de patinadores em simultâneo.

A pista de gelo é uma das grandes atrações que Valença vai proporcionar nesta quadra e insere-se nas atividades da Valença Cidade Presépio que se desenrola entre 1 de dezembro e 8 de janeiro.

A utilização da Pista de Gelo, tem um preço, por hora, de 4 euros para as escolas, 5 euros para as crianças até 13 anos, no pack família (2 adultos + 1 criança) cada adulto pagará 6 euros e os adultos sozinhos pagarão 7,5 euros.

Horários:

1 a 17 de dezembro

segunda a sexta-feira: 15h às 21h30

sábado e domingo: 10h às 22h

18 de dezembro a 8 de janeiro

segunda a sexta-feira: 10h às 13h e 15h às 21h30

Sábado e domingo: 10h às 22h

24 de dezembro: 10h às 18h

25 de dezembro 15h às 22h

31 de dezembro 10h às 18h

1 de janeiro 15h às 22h

REIS DE ESPANHA VISITAM GUIMARÃES E FOLCLORE DO MINHO FAZ AS HONRAS AOS ILUSTRES VISITANTES

15284968_1809177385996725_1975572407931431390_n.jpg

Sob o olhar altivo e soberano de D. Afonso Henriques, o minhoto que foi o nosso primeiro Rei, os vimaranenses receberam no Berço de Portugal os actuais reis de Espanha – D. Filipe VI e D. Letícia – e, perante as mais altas individualidades do Estado, apresentaram-se condignamente com os seus trajes tradicionais, uma das marcas da nossa identidade como povo.

O BLOGUE DO MINHO deixa aqui o registo de alguns dos momentos assinalados pela presença do nosso folclore.

15192788_1809176959330101_5552755426514514040_n.jpg

15203367_1809177295996734_2580979023321769589_n.jpg

15219534_1809177179330079_6196960005769568200_n.jpg

15219602_1809176972663433_5562930896549845084_n.jpg

15253520_1809182979329499_7882423508733644928_n.jpg

15267724_1809177105996753_7096894304356340933_n.jpg

 

GUIMARÃES COMEMORA RESTAURAÇÃO DA INDEPENDÊNCIA NACIONAL

CERIMÓNIA JUNTO À ESTÁTUA D. AFONSO HENRIQUES

Guimarães assinala Restauração da Independência Nacional esta quarta-feira à noite

Sessão protocolar decorrerá junto à estátua D. Afonso Henriques. Desfile vai percorrer as principais ruas do Centro Histórico de Guimarães ao som do Hino da Restauração.

Guimaraes_20 Arautos.jpg

O aniversário da Restauração da Independência Nacional vai ser comemorado em Guimarães na noite desta quarta-feira, 30 de novembro, a partir das 22:30 horas, pelo Grupo Recreativo “Os 20 Arautos de D. Afonso Henriques”, em parceria com a Câmara Municipal.

Depois de hasteadas as bandeiras, o desfile, com início às 22:45 horas, na sede do Grupo Recreativo “Os 20 Arautos de D. Afonso Henriques”, irá percorrer as principais ruas do Centro Histórico, com os participantes a entoar o Hino da Restauração, seguindo em direção à estátua do Rei D. Afonso Henriques onde será colocada uma coroa de flores.

Nessa altura, além dos discursos protocolares, o Grupo Coral de Ponte interpretará o Hino de Guimarães, o Hino da Restauração e o Hino de Portugal. No final deste momento solene, o regresso à sede dos “20 Arautos” será efetuado pelo Largo do Carmo, Rua de Santa Maria, Praça de S. Tiago e Rua Gravador Molarinho. No final, realiza-se a tradicional ceia para todos os participantes.

As comemorações da Restauração da Independência Nacional contam com a participação da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Guimarães, Grupo Coral de Ponte, Sociedade Musical de Guimarães, Grupo Cultural e Recreativo “Os Trovadores do Cano” e C.N.E. – Corpo Nacional de Escutas. 

O percurso ascendente do cortejo tem o seguinte itinerário: Rua Gravador Molarinho (Sede dos “20 Arautos”); Rua da Rainha D. Maria II; Rua Alfredo Guimarães; Rua Egas Moniz; Largo Condessa do Juncal; Viela da Arrochela; Largo da Misericórdia; Rua Vale de Donas; Largo dos Laranjais; Rua das Trinas; Largo do Carmo; Rua Conde D. Henrique.

[PROGRAMA]

Dia 30 de novembro (4ª feira)

22h00 – Receção aos participantes; 

22h30 – Hastear das bandeiras (sede do Grupo Recreativo “Os 20 Arautos de D. Afonso Henriques”);

22h45 – Início do desfile pelas ruas da cidade, percorrendo as principais artérias do Centro Histórico, onde vai sendo cantado o Hino da Restauração para que o final decorra por volta das 24h00.

00h30 – Ceia na sede do Grupo Recreativo “Os 20 Arautos de D. Afonso Henriques” para todos os participantes.

 

Percurso do desfile:

- Rua Gravador Molarinho (Sede dos “20 Arautos”);

- Rua da Rainha D. Maria II;

- Rua Alfredo Guimarães;

- Rua Egas Moniz;

- Largo Condessa do Juncal;

- Viela da Arrochela;

- Largo João Franco;

- Rua Vale de Donas; 

- Largo dos Laranjais;

- Rua das Trinas;

- Largo do Carmo;

- Rua Conde D. Henrique (Estátua D. Afonso Henriques) 

 

Colocação de coroa de flores

 

Atuação do Grupo Coral de Ponte, com o seguinte programa:

. Hino de Guimarães

. Hino da Restauração, 

Discurso do Presidente de Câmara

. Hino de Portugal

 

Continuação do desfile: 

- Largo do Carmo;

- Rua de Santa Maria;

- Praça de S. Tiago;

- Rua Gravador Molarinho (Sede do Grupo Cultural e Recreativo “Os 20 Arautos de D. Afonso Henriques”);

 

[HINO DA RESTAURAÇÃO]

Portugueses celebremos

O Dia da Redenção

Saem do pulso as algemas

Ressurge livre a Nação

O Deus de Afonso em Ourique

Dos livres nos deu a Lei

Nossos Braços a sustentem

Pela Pátria Pela Grei

Avante! Avante!

O Ferro empunhar p’ra batalhar

A Pátria nos chama

Convida a lutar

Convida a lutar!

CENTRO DE FORMAÇÃO DO CALÇADO LABORA EM CELORICO DE BASTO

Num concelho onde existem bastantes pessoas a trabalhar na indústria do calçado e estando iminente a fixação de outras empresas do mesmo setor nas zonas industriais de Celorico de Basto, fixou-se na zona industrial de Crespos um centro de formação do Calçado que ensina os desempregados a “arte do Calçado”. São 4 meses de formação inicial intensa que dará aos formandos as qualificações necessárias para trabalhar em qualquer fábrica de calçado. Durante este período recebem uma bolsa que os ajuda nas suas despesas diárias.

_DSC3354.jpg

O presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, visitou, hoje, 29 de novembro, o Centro de formação, para verificar as condições do mesmo e o ensino facultado aos formandos.

“Unimos esforços para dar aos nossos desempregados a formação necessária para que possam ingressar nas fábricas do setor do calçado com a devida qualificação para puderem trabalhar em toda a linha. O nosso trabalho centra-se em criar as melhores condições para os trabalhadores e para a fixação de empresas no concelho” disse o autarca.

Este centro de formação resultou de um protocolo de cooperação entre a Câmara Municipal de Celorico de Basto, a Qualidade de Basto E.M. S.A, e o Centro de Formação Profissional da Indústria do Calçado no âmbito do Programa Operacional de Investimento Privado – POIP para formar desempregados. O objetivo centra-se em proporcionar a todos os interessados formação para que possam ingressar nas empresas de calçado fixadas em Celorico de Basto.

Fátima Mota, a tirar formação neste centro mostrou-se satisfeita e ansiosa para terminar a formação e começar a trabalhar efetivamente. “Já sei trabalhar em quase toda a linha e estou ansiosa para terminar a formação e começar a trabalhar numa fábrica. Não é difícil mas é preciso estarmos atentos e fazer o trabalho em condições desde o corte para que não falhe nada”.

 

_DSC3372.jpg

_DSC3395.jpg

GENERAL ROVISCO DUARTE VISITA CENTRO DE INTERPRETAÇÃO DA HISTÓRIA MILITAR DE PONTE DE LIMA

Centro de Interpretação da História Militar de Ponte de Lima. Visita do Chefe do Estado-Maior do Exército – General Rovisco Duarte. Dia 30 de novembro – 16h00

O Chefe do Estado-Maior do Exercito Português, General Rovisco Duarte, visita amanhã, 30 de novembro, às 16h00, o Centro de Interpretação da História Militar de Ponte de Lima – CIHMPL.

IMG_2050 (Medium).JPG

Recentemente inaugurado este novo equipamento, instalado no Paço do Marquês, enquadra-se numa estratégia de promoção de uma rede de equipamentos de vocação cultural e turística, de promoção dos recursos endógenos, do património histórico e religioso local.

Recorde-se, que este novo espaço de cultura, resultou de um protocolo entre o Município de Ponte de Lima e o Exército Português, com o objetivo de criar um museu vivo, interativo, abordando a história militar no contexto da região e do país, mas com uma incidência especial sobre Ponte de Lima e o território circundante. Ao abrigo desta parceria, o Exército Português cedeu do seu vasto espólio diversas peças (armas de fogo, armas brancas e outras) que integram a exposição permanente do CIHMPL.

Desta forma, a preocupação central deste Centro de Interpretação é o conhecimento da história local, dos seus lugares, suas gentes e protagonistas, procurando perpetuar memórias de factos históricos relevantes e consciencializar as populações de hoje para a importância desses episódios, bem como a necessidade de se envolverem efetivamente num projeto que é de todos os ponte-limenses e que engloba todo o território do concelho.

O programa expositivo, reflexo de um discurso museológico simultaneamente rigoroso e atraente, com recurso também às novas tecnologias, incorpora um vasto conjunto de materiais, desde réplicas, maquetes 3D, documentos gráficos, reproduções fotográficas, bem como algumas peças originais cedidas pelo Exército Português e por particulares, procurando também dar conta da evolução da indumentária militar e dos uniformes, bem como de diversas tipologias de armas.

O Centro de Interpretação da História Militar dispõe de várias salas, cada uma referente a uma época específica: da época antiga à época moderna, sempre numa perspetiva histórica evolutiva, exibindo os pergaminhos militares de Ponte de Lima.

IMG_2072 (Medium).JPG

ARDAL VENCE “PRÉMIO EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO CRÉDITO AGRÍCOLA”

A Porta do Mezio foi a grande vencedora da 3ª edição do prémio Nacional Empreendedorismo e Inovação Crédito Agrícola, na categoria desenvolvimento rural. Este projeto é uma iniciativa da Associação Regional de Desenvolvimento do Alto Lima (ARDAL), em parceria com a Câmara Municipal de Arcos de Valdevez e outras entidades, que pretende divulgar e promover o Parque Nacional da Peneda Gerês, bem como potenciar negócios de operadores turísticos e dos artesãos da região, pois disponibiliza uma plataforma de promoção e comercialização dos produtos locais e serviços do turismo.

Prémio Empreendedorismo e Inovação Crédito Agrícola (1).jpg

A cerimónia que decorreu na Fundação Champalimaud, em Lisboa, no passado dia 24 de Novembro, contou com a presença do Ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos, e do Presidente do Conselho de Administração Executivo do Crédito Agrícola, Licínio Pina, que sublinhou que “com este prémio pretendemos potenciar a inovação no sector primário e agroindustrial, um sector que conhecemos como ninguém e que sabemos que tem grande potencial.”

A ARDAL fez-se representar na cerimónia por João Manuel Esteves e Francisco Peixoto de Araújo, respetivamente Presidente e Tesoureiro da direção, bem como pelo seu Coordenador, Pedro Teixeira. Este prémio de nível nacional vem confirmar o excelente trabalho que tem sido realizado ao nível da promoção e divulgação do Parque Nacional Peneda-Gerês, da oferta de produtos locais, atividades e programas de turismo natureza e ambiente e das parcerias estabelecidas com os vários produtores operadores turísticos da região.

Prémio Empreendedorismo e Inovação Crédito Agrícola (2).jpg

Prémio Empreendedorismo e Inovação Crédito Agrícola (3).jpg

Prémio Empreendedorismo e Inovação Crédito Agrícola (4).jpg

FAMALICÃO REFORÇA OFERTA HOTELEIRA

Em Famalicão há um novo hostel que desafia os hóspedes a apaixonarem-se pela cidade. Hi!Go Hostel & Suites reforça oferta, com quatro quartos e um dormitório

Fall in love for Famalicão (apaixone-se por Famalicão). Quem entra no novo hostel de Vila Nova de Famalicão não poderia encontrar mensagem mais apelativa para a cidade.

AFS_9211.jpg

Num prédio no número 30 da Avenida Engenheiro Pinheiro Braga, junto à Rotunda de Santo António, abriu há uma semana o Hi!Go Hostel & Suites. Este novo espaço de alojamento local é provavelmente um dos nascimentos mais rápidos da história da hotelaria: Catarina Silva, Tiago Pimenta, Sílvia Souto e Andreia Montenegro precisaram de apenas três meses para receber os primeiros hóspedes.

O Hi!Go tem quatro quartos e um dormitório com cinco camas. Todos os quartos têm casa de banho privativa. Também há uma cozinha partilhada e uma sala de estar com televisão. 

Os quatro amigos são os mesmos que em fevereiro deste ano abriram o Villa Prime Hotel, no centro da cidade, cuja capacidade de resposta já não corresponde a tanta procura. Voltaram agora a juntar-se com o objetivo de abrir um hostel, numa decisão que envolveu “muito pensamento lógico, análise de hipóteses, sensatez e pesquisa”, revela Catarina Silva. 

Que qualificativos se podem atribuir ao Hi!Go? “Central, relaxante e descontraído”, aponta, acrescentando que o novo espaço de alojamento “foi totalmente renovado para receber com conforto e higiene todos os que o visitam”

O preço das camas nos dormitórios é de 20 euros. No caso dos quartos os preços vão desde os 42 euros até aos 47 euros.

O Presidente da Câmara Municipal visitou ontem o hostel, considerando-o “uma solução muito bem-vinda para o concelho”. Realçou “a qualidade do projeto como uma mais-valia para a região”

Paulo Cunha lembrou ainda que o aparecimento, nos últimos anos, de novas unidades hoteleiras em Vila Nova de Famalicão é um sinal da crescente afirmação do concelho no plano regional e nacional, sobretudo nos domínios económico e cultural.

AFS_9226.jpg

AFS_9298.jpg

A COLEÇÃO RITUAIS COM MÁSCARA ESTÁ DE VOLTA! É TEMPO DE COLOCAR A MÁSCARA E VIAJAR ENTRE CARETOS E CARDADORES

A Progestur tem o prazer de anunciar o lançamento de mais dois livros, inseridos na coleção “Rituais com Máscara”dedicados inteiramente às máscaras dos municípios de Ílhavo e Macedo de Cavaleiros. A apresentação das duas publicações está agendada para o próximo dia 6 de Dezembro, pelas 18h30, no Museu Nacional de Arqueologia.

Amascar.jpg

A apresentação contará com a presença de personalidades de várias áreas da cultura portuguesa dando espaço para uma conversa reveladora sobre tradições, rituais das máscaras e seus simbolismos e significados nos municípios de Ílhavo e Macedo de Cavaleiros. Moderada pelo Dr. Francisco José Viegas, o lançamento dos livros contará com a presença do presidente da Câmara Municipal de Ílhavo, Fernando Caçoilo, presidente da Câmara Municipal de Macedo de Cavaleiros, Duarte Moreno, presidente da Progestur, Hélder Ferreira e ainda a representação da Fundação Inatel.

Depois das publicações dedicadas aos rituais com máscara de Lamego, Mira, Miranda do Douro e Mogadouro, a coleção, editada em português e inglês, apresenta-se mais uma vez com uma forte componente informativa e cultural abordando ao pormenor os as máscaras e rituais dos Cardadores de Vale de Ílhavo e Caretos de Podence. 

Ao leitor é transmitido um sentimento de pertença nestas celebrações ancestrais, contadas por quem vive de perto estes rituais, evidenciando a importância das regiões e populações na garantia da perpetuidade das tradições culturais como marca da sua identidade. 

Esta coleção, composta por 11 volumes, contêm, para além da explicação das origens, significados e simbolismos destas manifestações culturais, dez páginas dedicadas à promoção da região da festa apresentada, funcionando como um roteiro turístico, possibilitando a divulgação e promoção da oferta turística dos municípios envolvidos. 

Inseridas nos “Rituais com Máscara” e resultantes de uma parceria entre a Progestur e o INATEL, foram criadas três rotas turísticas com base nas festas com rituais de máscaras - uma no centro de Portugal e duas no Nordeste Trasmontano – que estarão presentes na totalidade da coleção.

Anunciamos também que já estão a ser iniciados os trabalhos de investigação e recolha de registos fotográficos para a produção de mais livros inseridos nesta coleção, a ser publicados em 2017. Em breve revelaremos quais os municípios e máscaras que terão destaque nas próximas publicações.

RCM_Capa_Macedo.jpg

RCM_Capa_Ilhavo (1).jpg

MUNICÍPIO DE CAMINHA ASSINALA DIA INTERNACIONAL DAS MONTANHAS COM PERCURSO PEDESTRE

Percurso terá lugar no dia 10 de dezembro, e vai percorrer os caminhos de Arga de Baixo e Arga de São João

A Câmara Municipal de Caminha vai assinalar o Dia Internacional das Montanhas com um percurso pedestre pela Serra d’Arga. A atividade terá lugar no dia 10 de dezembro e vai percorrer caminhos de Arga de Baixo e Arga de São João. A inscrição é gratuita, mas é obrigatória.

dia internacional das montanhas.jpg

Dia Internacional das Montanhas comemora-se a 11 de dezembro e foi instituído pelas Nações Unidas com o objetivo de sensibilizar o público para a importância das montanhas para a Vida, chamar a atenção para as oportunidades e constrangimentos existentes ao seu desenvolvimento e fomentar a criação de parcerias que permitam o desenvolvimento sustentável das montanhas e terras altas.

Com concentração marcada pelas 9h00, no Centro de Interpretação da Serra d’Arga, o percurso pedestre “Dia Internacional das Montanhas” tem uma extensão aproximada de 10 quilómetros e um grau de dificuldade moderado.

Os participantes irão percorrer caminhos antigos de Arga de Baixo e Arga de São João, como por exemplo subir o caminho do Potão, serpenteando a encosta até à Chã do Guindeiro, e subir até à Pedra Alçada, o ponto mais alto do concelho de Caminha, a 742 metros de altitude.

A inscrição é gratuita, mas obrigatória. Os interessados deverão proceder à respetiva inscrição através do email cisa@cm-caminha.pt ou dos telefones 258 721 708 ou 914 476 461.

MINISTRO DA EDUCAÇÃO INAUGURA EM PONTE DE LIMA AMPLIAÇÃO DO CENTRO NÁUTICO

Inauguração da Ampliação das Instalações do “Centro Náutico Fernando Pimenta”. Ministro da Educação – Tiago Brandão Rodrigues preside à inauguração no dia 30 de novembro – 19h30

O Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, vai inaugurar a ampliação das instalações do “Centro Náutico Fernando Pimenta”. As obras de ampliação justificam-se face ao crescimento exponencial que as atividades náuticas proporcionaram ao Clube Náutico de Ponte de Lima. Desta forma, com o consequente aumento de atletas, as atuais instalações de apoio às atividades náuticas tornaram--se exíguas.

Convite_ampl_cnpl-01 (Medium).jpg

Consciente do trabalho e da projeção do Clube Náutico de Ponte de Lima, o Município de Ponte de Lima deliberou avançar com a Ampliação das Instalações de Apoio às Atividades Náuticas - 2ª fase.

Esta intervenção permitiu criar novas valências através da extensão em altura do edifício contíguo, mantendo a área de implantação e alterando apenas a área de construção e cércea, com uma proposta que passa por instalar uma estrutura em perfis metálicos semelhante à adotada na anterior intervenção, de modo a criar um equipamento essencialmente direcionado para apoiar a prática de atividades náuticas.

O projeto inclui ainda a ligação entre os dois edifícios para poderem funcionar como um único espaço.

FAFENSES PLANTAM PORTUGAL

Município de Fafe adere à iniciativa 'Vamos Plantar Portugal'. Mais de 1250 árvores vão ser plantadas

No âmbito da Semana da Reflorestação Nacional, iniciativa do Movimento Plantar Portugal, que decorre entre os dias 15 e 30 de Novembro, a Câmara Municipal de Fafe promove, amanhã, uma ação de plantação de árvores em dois espaços do concelho.

Parque da Cidade.JPG

A iniciativa conta com a presença de cerca de 400 alunos de todos os agrupamentos de escolas do concelho que, no total, vão plantar mais de 1250 árvores.

Na manhã de quarta-feira, cerca de 250 alunos do 4º ano vão plantar 12 árvores no Parque da Cidade, espaço que está a ser, gradualmente, requalificado e modernizado.

À tarde, é a vez dos alunos do 2º e 3º ciclo plantarem cerca de 1250 árvores na Quinta do Confurco.

Helena Lemos, Vereadora do Ambiente, destaca a importância desta iniciativa na sensibilização e consciencialização ambiental.

“Voltamos aderir ao movimento Plantar Portugal, este ano com a Campanha de Reflorestação Nacional, porque considerarmos que faz todo sentido lembrar a importância da preservação da floresta e das espécies autóctones, especialmente este ano, em ardeu uma área tão significativa no nosso concelho.

Ao convidarmos a comunidade escolar a participar estamos a sensibilizar os mais novos para a temática da proteção do meio ambiente e, de uma forma divertida e educativa, consolidar os conceitos transmitidos na sala de aula e ao mesmo tempo aproximar as nossas crianças dos espaços verdes e florestais que dispomos no nosso concelho.

A iniciativa decorre em duas fases uma para os mais novos no Parque da Cidade, com o conceito 'Adote uma Árvore', em que cada turma fará a respetiva plantação e registo dessa ação, o que permitirá acompanhar o crescimento e desenvolvimento da espécie, ao longo dos anos, no nosso Parque, incentivando assim todos a usufruir deste espaço verde cada vez mais aprazível.

A segunda fase, com alunos do 2º e 3º ciclos, decorrerá num espaço florestal arborizado, a Quinta do Confurco, com a plantação de 1250 Carvalhos (Quercus robur) para substituição das espécies que não tiveram sucesso na primeira plantação. Assim, pretendemos sensibilizar os alunos para a importância da manutenção e proteção desta espécie autóctone, da biodiversidade do ordenamento florestal para a proteção dos recurso naturais.”

Quinta do COnfurco.JPG