Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

MUNICÍPIO DE GUIMARÃES OFERECE PINHEIROS DE NATAL PARA EVITAR ABATE DE ÁRVORES JOVENS

DISPONÍVEIS NO HORTO MUNICIPAL

Objetivo é contribuir para a defesa do património florestal, além de preservar o equilíbrio dos ecossistemas do concelho. Árvores podem ser recolhidas no Horto Municipal. 

Pinheiros_Natal_Guimaraes.JPG

A Câmara Municipal de Guimarães, em colaboração com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, está a disponibilizar gratuitamente pinheiros de Natal a munícipes e instituições do concelho que pretendam optar por um modelo de ornamentação natalícia em tamanho natural.

Os vimaranenses interessados em obter uma árvore deverão dirigir-se ao Horto Municipal, entre segunda e sexta-feira, das 08 às 12 horas e das 13 às 16 horas, na zona de Monchique, na freguesia da Costa.

Estes pinheiros são resultado de desramas e desbastes efetuados nas matas controladas, como medida de gestão dos povoamentos florestais, contribuindo para evitar o abate indiscriminado e mutiladores de árvores jovens, que põem em causa o equilíbrio do ecossistema florestal, contribuindo para a preservação da natureza e biodiversidade, um dos desígnios da candidatura de Guimarães a Capital Verde Europeia, enquadrada também na missão do Laboratório da Paisagem.

As árvores a oferecer pela Câmara Municipal de Guimarães foram cortadas de acordo com as regulamentações técnicas e resultam de várias operações de silvicultura preventivamente realizadas, com o objetivo de satisfazer as necessidades do mercado e, ao mesmo tempo, promover a utilização racional da floresta vimaranense.

FREGUESIA DE CERVEIRA ENTREGA ESPÓLIO DOCUMENTAL AO ARQUIVO MUNICIPAL

Espólio da Freguesia de Vila Nova de Cerveira depositado no Arquivo Municipal

Na sequência do desafio lançado pelo autarca cerveirense no Dia do Município do ano passado, e da adesão de algumas juntas de freguesia do concelho, o executivo da União de Freguesias de Vila Nova de Cerveira e de Lovelhe acaba de consumar a entrega de um vasto conjunto documental histórico e identitário da localidade de Cerveira ao Arquivo Municipal. Objetivo é preservar factos e memórias, além de disponibilizar a sua consulta a toda a população.

IMG_9834.JPG

A assinatura do auto de entrega decorreu, esta terça-feira, no edifício do Arquivo Municipal, com a presença do presidente da Câmara Municipal, Fernando Nogueira, e do executivo da Junta da União de Freguesias de Vila Nova de Cerveira e Lovelhe, nomeadamente o presidente Constantino Costa, o secretário Cândido Malheiro e a tesoureira Maria José Morais.

O espólio arquivístico com valor histórico entregue no Arquivo Municipal, a título de depósito, data desde os finais do século XIX até inícios do século XXI. Entre a diversa e rica documentação da freguesia de Vila Nova de Cerveira, o destaque vai para as atas das sessões da Junta de Paróquia e também da Junta de Freguesia, bem como alguma correspondência recebida e expedida neste período de tempo.

Agradecendo a sensibilidade para a preservação de documentos históricos e identitários de Vila Nova de Cerveira, “colocando-os num espaço único e apropriado, com a vantagem de serem consultados e divulgados, ao invés de ficarem fechados numa gaveta”, o edil cerveirense, Fernando Nogueira, reiterou o desafio lançado em tempos às Juntas de Freguesia e instituições do concelho para depositarem o seu espólio no Arquivo Municipal, continuando a ter propriedade sobre os documentos.

De realçar que o Arquivo Municipal de Vila Nova de Cerveira está recetivo a inventariar, preservar e divulgar, quer documentos públicos, quer privados, seja a título de doação ou de depósito, de forma a contribuir para o enriquecimento do património documental existente no concelho e de o tornar acessível não só a investigadores, como a todas as pessoas que pretendem visitar e consultar a informação disponibilizada.

TERRAS DE BOURO REÚNE ASSEMBLEIA MUNICIPAL

Assembleia Municipal de Terras de Bouro aprovou Documentos Previsionais para 2017

A Assembleia Municipal de Terras de Bouro aprovou, em reunião ordinária, realizada nos Paços do Concelho a 25 de novembro, os documentos previsionais que contemplam as Grandes Opções do Plano e o Orçamento para 2017.

bourrro.PNG

Na sexta e última sessão de 2016 e ainda no período inicial da sessão, registaram-se intervenções sobre variados assuntos da vida do concelho, nomeadamente: a demografia, as infraestruturas municipais, o balanço positivo da Feira de S. Martinho 2106, o turismo, as provas desportivas realizadas no concelho e o seu impacto, água e saneamento, obras rodoviárias, entre outros.

Como é hábito e norma, todas as questões apresentadas foram alvo de resposta e consideração por parte do Presidente da Câmara Municipal, Dr. Joaquim Cracel Viana.

De seguida e já na Ordem de Trabalhos, além da apresentação usual da atividade das divisões da autarquia por parte do Presidente da Câmara Municipal, foi aprovada, por unanimidade, a quarta revisão às Grandes Opções do Plano, Orçamento da Receita e da Despesa para o ano de 2016, no valor de nove mil e quinhentos euros e, por maioria, foi aprovado, com os votos contra do deputado municipal do Movimento Partido da Terra e dos deputados municipais da Coligação PSD/CDS “Juntos por Terras de Bouro”, o Contrato Interadminstrativo de Delegação de Competências entre a Câmara Municipal de Terras de Bouro e as Juntas de Freguesia.

Por último, foram apresentados os Documentos Previsionais para 2017, com um valor de cerca de 8,9 M€ de receita e do mesmo valor na despesa, sendo aprovados por maioria, com o voto contra do deputado municipal do Movimento Partido da Terra e a abstenção dos deputados municipais da Coligação PSD/CDS “Juntos por Terras de Bouro”.

ESPOSENDE REALIZA FEIRA DE VELHARIAS

Domingo há Feira de Velharias em Esposende

No próximo domingo, dia 4 de dezembro, a Câmara Municipal de Esposende promove mais uma edição da Feira de Velharias, que decorrerá, como habitualmente, no Largo Rodrigues Sampaio, entre as 10h00 e as 19h00.

velharias.jpg

Esta iniciativa, a realizar-se no primeiro domingo de cada mês, integra o calendário de eventos da autarquia, com o objetivo de promover a compra, venda e troca de velharias, antiguidades e colecionismo, nomeadamente de artefactos etnográficos, bibelots, quinquilharias, livros, discos, jornais, revistas, selos, postais, moedas, relógios, máquinas, mobiliário, artigos para o lar e peças de arte.

A proximidade do Natal faz com que esta edição seja dedicada à decoração e ornamentos: pratarias, tecidos e colchas. Proporciona-se o contacto com peças que podem servir a lista de presentes a oferecer nesta quadra, assim como podem contribuir para a decoração da mesa de Natal.

Bibelots, ferramentas, livros usados, pratos antigos, louças rústicas ou artesanato, CD’s e jogos vintage podem encontrar-se no certame, com o atrativo de poderem ser adquiridos a bom preço.

Como é habitual, estarão presentes inúmeros expositores, procurando a Câmara Municipal promover a comercialização de produtos, contribuindo também para proporcionar animação à cidade nesta quadra festiva.

MAGIA DO NATAL INVADE PONTE DA BARCA

Várias atividades vão decorrer ao longo de todo o mês que arrancam com a inauguração da Iluminação Natalícia pelas ruas

A magia do Natal vai invadir Ponte da Barca já a partir do dia 01, altura em que se vai inaugurar a iluminação de Natal pelas ruas. Toda a vila se vai transformar para receber esta quadra festiva e trazer momentos memoráveis de partilha e encantamento. O Mercado de Natal, vários musicais e contos de Natal, diversos ShowCookings, um dos quais com Eva Gonçalves, uma das finalistas do programa televisivo Master Chef, a Feira do Mel, a segunda edição da apresentação do maior bolo de mel de Portugal, são algumas das propostas que a Câmara Municipal, Associações concelhias, IPSS's, Pastelarias e vários outros parceiros vão promover durante o mês de dezembro, com o objetivo de dinamizar o comércio tradicional, levando o espírito da quadra à vila e atraindo mais visitantes.

'Trata-se de um leque variado de atividades com as quais procuramos dinamizar o concelho e o comércio tradicional nesta época, envolvendo vários parceiros, pois entendemos que é fruto deste trabalho de equipa que conseguimos proporcionar mais magia a esta quadra natalícia', salienta o autarca de Ponte da Barca, Vassalo Abreu.

Apesar de ser na Praça da República onde vão decorrer a maioria das atividades, a animação de Natal irá estender-se a outros espaços com propostas que farão as delícias de miúdos e graúdos, das quais se destaca as da Biblioteca Municipal com oConcurso de escrita criativa e ateliers. Vai ter lugar também a iniciativa Natal Solidário - Ofereça um sorriso às crianças que menos têmque consiste em apadrinhar uma criança de uma família carenciada do concelho, oferecendo um presente, numa iniciativa que envolve os funcionários da Câmara Municipal e da Unidade de Saúde Familiar do Centro de Saúde Local. Além do som de rua, da iluminação que vai encher de cor as principais artérias e a chegada do Pai Natal, destaque para o Mercado de Natal onde vai ser possível adquirir presentes originais executados pelas Associações concelhias e por todas as IPSS's locais e onde vai decorrer ao longo dos seis dias que vai estar patente (17 a 22) o Musical de Natal com a participação dos Grupos Corais de Entre Ambos-os-Rios e Britelo; Vila Chã S. João; Oleiros e Santa Maria de Moía, Vila Nova de Muia; os Showcookings 'Patelaria de Natal', pela Patelaria Caracas, o 'Biscoitos de Mel', e o 'Doce de Natal fora da Caixa', com Eva Gonçalves, o espetáculo Musical “Pai Natal Onde Estás?” de Miguel Fernandes, o Concerto dos Contraponto, o workshop 'O ciclo do mel explicado aos mais pequenos', os concursos de Bolo de Mel e Rabanadas de Mel, entre muitas outras atratividades.

FAMALICÃO ECONOMIZA COM NOVA TECNOLOGIA

Famalicão vai poupar 355 mil euros por ano com a instalação da iluminação pública Led

Câmara de Famalicão abriu concurso público para a substituição de cerca de cinco mil luminárias equipadas com lâmpadas convencionais por luminárias do tipo Led

Câmara substituiu recentemente a iluminação de vários parques (2).jpg

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão vai alcançar uma poupança anual de cerca de 355 mil euros na eletricidade, com a substituição de cerca de cinco mil luminárias equipadas com lâmpadas convencionais por luminárias do tipo Led, na iluminação pública do concelho.

A abertura do concurso público para a realização da 1.ª fase da empreitada foi aprovada durante a última reunião do executivo municipal.

Com um investimento base de cerca de 950 mil euros, a Câmara Municipal de Famalicão vai substituir, para já, cerca de 5 mil luminárias em todo o concelho, abrangendo inicialmente a zona urbana, as estradas nacionais e a VIM e ainda várias estradas e caminhos municipais.

A poupança permitirá uma amortização do investimento em três anos.

Para além da redução financeira, a medida permitirá uma taxa de poupança nos consumos energéticos na ordem dos 67 por cento e uma redução efetiva da percentagem de emissão de dióxido de carbono para a atmosfera.

Para o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, “a melhoria da eficiência energética é o objetivo do Plano Nacional de Ação para a Eficiência Energética reduzindo uma ameaça preocupante para o país e para os municípios do ponto de vista económico, social e ambiental”.

De resto, segundo o autarca “o valor economizado é significativo”, mas igualmente importante é a “poupança ambiental, já que estamos empenhados em tornar Vila Nova de Famalicão num concelho cada vez mais amigo do ambiente e eficiente do ponto de vista energético”.

Refira-se que ainda recentemente a autarquia terminou a instalação de lâmpadas do tipo LED em mais de uma dezena de parques e praças do concelho. A medida implicou um investimento na ordem dos 67 mil euros e permitirá uma poupança anual de 25 mil euros para os cofres municipais.

Câmara substituiu recentemente a iluminação de vários parques (1).jpg

 

ARCUENSES CAMINHAM PELO TRILHO DA ARQUEOLOGIA

O Mezio foi um local de eleição das comunidades humanas da Idade da Pedra, há pelo menos 5000 anos atrás.

Cartaz_Trilho_Arqueologia.jpg

Aqui caçavam, encenavam rituais e criavam muita mas mesmo muita arte.

No próximo dia 4 de Dezembro, venha com a Ardal-Porta do Mezio, descobrir e conhecer várias Antas (túmulos) e gravuras (um dos complexos de arte rupestre pré-histórico mais importantes do Noroeste da Península Ibérica) desvendando mistérios de um mundo perdido.

Trata-se de um percurso, ora paisagístico, ora panorâmico que permite contactar com este valores arqueológicos, históricos e naturais.

Inscreva-se nesta caminhada da iniciativa “12 Trilhos 12 Experiências” e não perca a oportunidade de vivenciar a última experiência do ano de 2016!

Após o trilho, poderá desfrutar de um excelente almoço convívio com iguarias típicas tradicionais.*

Venha daí e traga toda a família! Venha viver uma experiência diferente!

Características do Trilho:

Nome do trilho: Trilho da Arqueologia

Data da realização: 4 de Dezembro de 2016

Local de encontro: Porta do Mezio (Coordenadas GPS - 41o53'05"N | 8o18'48"W)

Hora de encontro: 8h30

Hora de saída: 9h00 – Porta do Mezio

Distância: 7 km

Âmbito do percurso: Arqueológico, Histórico e Paisagístico

Duração: 3h00

Dificuldade: Fácil

Inscrições: 258510100/258522157 ou portadomezio@ardal.pt

Nota: Os participantes devem trazer roupa e calçado adequado, reforço alimentar e água.

* Almoço mediante marcação prévia até às 12h00 do dia 02/12/2016.

U.DREAM APRESENTA-SE EM BRAGA COM EVENTO NO PARQUE DE EXPOSIÇÕES

´Versus III – Checkmate Gratidão´ decorre no dia 11 de Dezembro, às 16h00

No dia 11 de Dezembro, a U.DREAM (UD) Braga vai-se apresentar oficialmente à Cidade de Braga com um evento no Parque de Exposições que tem início às 16h00.

U Dream.jpg

A iniciativa, intitulada ´VERSUS III – Checkmate Gratidão´, tem como principal objectivo apresentar oficialmente a UD a Braga. É composta por teatro, música e dança, que junta num só palco muito talento da cidade.

A U.DREAM realiza sonhos de criança em estado de saúde ténue ou terminal, campanhas de intervenção urbana, parceiras e colaboração directa com grandes empresas locais, reconhecendo que é através da educação que podemos mudar o mundo… abraçando o desafio de começar a mudança em nós próprios.

Pretende-se, com a VERSUS, fazer a Cidade perceber que o mundo muda na capacidade de olharmos e cuidarmos uns dos outros e esse é o mote de todos os nossos dias.

Os bilhetes têm um valor de 5€ e revertem na totalidade para missão da UD.

Podem ser reservados no site (www.udream.pt) e pagos no dia, ou então adquiridos nos postos de venda indicados no site. Para mais informações visitem o facebook/udream.braga

VILA VERDE SEGUE NA ROTA DAS COLHEITAS

Na Rota das Colheitas: Mais de 35 iniciativas em Vila Verde para preservar a tradição e promover o território

Diz a voz do povo que ‘o que é bom acaba rápido’ e não poderíamos estar mais de acordo. As 17 semanas de promoção e divulgação da cultura minhota passaram num abrir e fechar de olhos tal foi a envolvência, a dinâmica e a alegria de mais uma edição da programação turístico cultural Na Rota das Colheitas, do Município de Vila Verde. De agosto a novembro, foram quase 40 iniciativas que se assumiram como um autêntico hino à cultura popular e que, em simultâneo, criam uma excelente dinâmica turística e económica no território. Um programa que colocou Vila Verde nas bocas do mundo e trouxe ao concelho largas dezenas de milhares de visitantes de todo o país e do estrangeiro.

montagem rota.jpg

Vila Verde fervilhou de vida. Das fiéis recriações de práticas ancestrais aos espetáculos de música popular, do folclore ao artesanato, passando pelos produtos locais, pela gastronomia e pelos espetáculos culturais, entre muitos outros, não faltaram motivos de interesse para vir e ficar por Vila Verde, já que os espaços de alojamento também brindaram o público com várias promoções durante este período. Uma odisseia à descoberta das maravilhas do mundo rural, num concelho que se orgulha das suas raízes sem descurar os ritmos da modernidade, que celebra a tradição e nela alicerça a valorização do território e a dinamização do tecido económico local.

Festa das Colheitas foi a iniciativa rainha

Não faltaram as iniciativas emblemáticas, como a Festa do Caldo do Pote, a Festa do Sarrabulho de porco caseiro, a Desfolhada do Milho e a Espadela do Linho, entre muitas outras. Nota de destaque ainda para a estreia da Mirtifrutos - Feira Nacional de Pequenos Frutos e para a iniciativa rainha da programação, a Festa das Colheitas 2016 – XXV Feira Mostra de Produtos Regionais, com seis dias consecutivos dedicados à raiz da tradição minhota, que garantiram aos visitantes uma experiência ainda mais arrebatadora e incrementaram a visibilidade dos atores locais. O campo da feira ganhou nova vida e recebeu de braços abertos as largas dezenas de milhares de visitantes que se deslocaram a Vila Verde para sentirem o genuíno pulsar do mundo rural.

Desenvolvimento cultural e económico

Recentemente, e em jeito de balanço, o presidente do Município de Vila Verde, António Vilela, manifestou enorme satisfação com a qualidade das iniciativas desenvolvidas durante os quatro meses de preservação da tradição e promoção do mundo rural. “Uma programação que decorreu durante 17 fins-de-semana consecutivos, em que se falou de Vila Verde pela positiva e em que se colocou em prática uma das estratégias de desenvolvimento económico para o concelho. Uma programação que mobilizou os vilaverdenses e a maioria das instituições do concelho, que faz de Vila Verde uma terra que gera atratividade e mobiliza as pessoas, valorizando as potencialidades do território em áreas muito diversificadas”, afirmou.

A população está de parabéns

Uma programação alargada e extremamente atrativa, que, como o edil lembrou, só é possível graças ao trabalho voluntário de associações, juntas de freguesia, agentes turísticos, instituições diversas e pessoas a título individual. Os vilaverdenses trabalharam de forma abnegada e altruísta, com afinco e determinação, para preservar a tradição local e valorizar as suas freguesias e o concelho de Vila Verde, promovendo os costumes da tradição minhota dentro e fora de portas. “Deixo um agradecimento sentido a todos os que se envolveram nesta programação, muitos de forma totalmente voluntária, e ajudaram a enriquecer uma iniciativa valoriza o território, ajudaram a valorizar as nossas tradições e perpetuá-las”, concluiu António Vilela. 

BRACARENSES DEBATEM DESPORTO ADAPTADO

Conferência debate Desporto Adaptado. Evento decorre a 3 de Dezembro, Dia Internacional da Pessoa com Deficiência

O Município de Braga promove no próximo Sábado, 3 de Dezembro, Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, uma mesa redonda sobre Desporto Adaptado. Esta iniciativa, organizada em parceria com o Agrupamento Centros de Saúde Cávado I – Braga, insere-se no Ciclo de Conferências sobre Desporto e terá lugar, pelas 10h30, na Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva.

CARTAZES CICLO DE CONFERÊNCIAS 1.jpg

Esta mesa redonda vai contar com a intervenção de personalidades do desporto adaptado, nomeadamente Jorge Pina, Atleta paralímpico e dirigente associativo (Associação Jorge Pina); Luís Marta, director técnico Desporto Adaptado Sporting Clube de Braga; Manuel Vieira, presidente da APD Braga e atleta de basquetebol em cadeira de rodas; um representante da CERCI Braga, do Agrupamento Centros Saúde Cávado I e do Instituto Português do Desporto e Juventude.

Face à importância deste âmbito desportivo que tão bons resultados tem alcançado, nomeadamente através de atletas e colectividades Bracarenses, esta iniciativa pretende assinalar o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, assim como promover uma reflexão sobre a importância do Desporto Adaptado na sociedade actual.

Inscrições e mais informações em desporto.lazer@cm-braga.pt

ARCOS DE VALDEVEZ REALIZA WORKSHOP DE BISCOITOS E CHOCOLATES DE NATAL

O Natal está quase a chegar e nesta festa sabe bem preparar uma mesa bonita com chocolates e biscoitos para partilhar.

workshop biscoitos.jpg

A pensar nisso, a Ardal-Porta do Mezio vai organizar, no próximo dia 3 de Dezembro, um workshop de biscoitos e chocolates de Natal.

Este vai ser um workshop bem doce e feliz onde vai aprender a confecionar vários tipos de biscoitos, chocolates e coberturas assim como vai ficar a conhecer variadas técnicas e utensílios necessários, que o ajudarão a tornar as suas criações inesquecíveis!
Inscreva-se e quem sabe se não tiram neste workshop ideias para alguns presentes de Natal bem docinhos?!

Formadora: Susana Canossa

Local: Porta do Mezio

Horário: 14h00-16h30

Inscrições (até às 12h00 do dia 02/12/2016): 258510100/portadomezio@ardal.pt

MELGAÇO: AFLEX PREVÊ A CRIAÇÃO DE NOVOS POSTOS DE TRABALHO EM 2017

Empresa está instalada em Melgaço desde 2001 e pretende aumentar a sua capacidade produtiva

A Aflex Portugal- Indústrias de Borrachas Lda anunciou que pretende aumentar a sua capacidade produtiva na ordem dos 30% no próximo ano. Instalada desde 2001 em Melgaço, na Zona Industrial de Penso, a Aflex é uma empresa francesa que tem contribuído com os seus resultados para as dinâmicas de desenvolvimento local, tendo sido por isso distinguida em fevereiro com o estatuto de PME Excelência 2015, selo de qualidade criado pelo IAPMEI como reconhecimento pelo desempenho económico-financeiro e pelo contributo dado à economia nacional.

image002melgaç.jpg

Atualmente colaboram na empresa 53 funcionários, mas ‘se a conjuntura económica não se alterar prevemos um aumento da capacidade produtiva na ordem dos 30%, o que implica a criação de uma dezena de postos de trabalho ao longo do ano de 2017’ comunica Fernanda Carvalho, Diretora Geral da empresa. Neste momento a empresa apenas fabrica tubos de borracha mas a produção de tubos em silicone será uma aposta no futuro: ‘temos cada vez mais encomendas do produto atual e por isso optamos por temporariamente colocar o fabrico destes tubos de silicone em standby’, refere Fernanda Carvalho. Assim a empresa está já a trabalhar neste sentido tendo adquirido recentemente um novo lote de produção: ‘o que já está a ser desenvolvido é a deslocação de parte da produção para o lote adquirido (acabamentos, controlo e expedição) e colocar no imediato mais duas máquinas produtivas, estando planeado mais uma ou duas a longo prazo’.

A Câmara Municipal de Melgaço enaltece todo o trabalho desenvolvido pela empresa: ‘a aposta num novo produto será benéfico para Melgaço, abrirá a porta a novos postos de trabalho’, refere Manoel Batista, Presidente da Câmara Municipal de Melgaço.

Sobre a Aflex

A Aflex Portugal produz tubos de borracha para várias aplicações como aspiração, hidráulica, pneumático e para várias indústrias como automóvel, agrícola, hospital, náutica, obras públicas entre outras, tendo como principais clientes a Jonh Deere, Manitou, Claas; Nobel Automotive, Bobcat, Yanmar, Ligier, Hill Rom, entre muitos outros.

A empresa exporta 100% da produção, sobretudo para a Europa mas também para a América. É certificada desde 2004 pela norma ISO 9001:2008. 

MONÇÃO REALIZA NATAL SOLIDÁRIO

Promovida pelo Rotary Clube de Monção, iniciativa solidária realiza-se este sábado, pelas 21h30, no Cine Teatro João Verde. O bilhete, que pode ser adquirido na Loja Interativa de Turismo, tem o custo de 6,00 €, revertendo a receita a favor da Liga Portuguesa Contra o Cancro. 

Natal-Solidário.png

 

O Cine Teatro João Verde recebe no próximo sábado, 3 de dezembro, pelas 21h30, o espetáculo “Natal Solidário”. O bilhete, que pode ser adquirido na Loja Interativa de Turismo, tem o custo de 6,00 €, revertendo a receita a favor da Liga Portuguesa Contra o Cancro. 

Nesta iniciativa, promovida pelo Rotary Clube de Monção com o apoio da autarquia local, estão previstas atuações de elementos pertencentes à Banda Musical de Monção, Banda Musical da Casa do Povo de Tangil e Associação Lá-Mi-Ré, bem como dos artistas Bianca Barros, Alberto Índio e Neno, antigo futebolista que defendeu, entre outros, os emblemas do Guimarães e do Benfica.

Apresentando um cartaz de qualidade, esta iniciativa, com acentuado cariz solidário, traduz o papel social desempenhado pelo Rotary Clube de Monção e manifesta o reconhecimento público de toda a população monçanense ao trabalho desenvolvido pela Liga Portuguesa Contra o Cancro.

PONTE DA BARCA REALIZA FEIRA DO MEL

Quinta- Feira | 22 Dezembro | 09h00 | Praça da República. Tradicional Feira do Mel de Ponte da Barca. Os Concursos de Mel, Rabanadas e Bolo de Mel são algumas das propostas para este dia
A Câmara Municipal de Ponte da Barca promove na quinta-feira, dia 22 de dezembro, a partir das 09h00, na Praça da República, a tradicional Feira do Mel. O certame, que integra a iniciativa Mercado de Natal, a realizar a partir do dia 17 de dezembro com a comercialização de vários produtos tradicionais e animação variada, conta com a presença dos produtores desta região na exposição e venda de mel. Como salienta o autarca de Ponte da Barca, Vassalo Abreu, com esta feira, que todos os anos atrai muitos visitantes,“procuramos apoiar os apicultores na venda do mel, produto tão utilizado na quadra natalícia, facultando-lhes um local com condições adequadas para o efeito.”
Concursos de Mel, Rabanadas e Bolo de Mel a partir das 10h30
A par da feira ocupa também lugar de destaque a partir das 10h30, com o apoio da ADERE- Peneda Gerês, Associação de Desenvolvimento das Regiões do Parque Nacional da Peneda Gerês, os concursos de mel e de doçaria confecionada com mel, nomeadamente bolo e rabanadas. Os regulamentos e respetivas fichas de inscrição estão disponíveis no site do município emwww.cmpb.pt. Os interessados devem enviar a inscrição por correio ou entregar pessoalmente na seguinte morada: Câmara Municipal de Ponte da Barca, Praça Dr. António Lacerda 4980-626 Ponte da Barca, até ao dia 21 de dezembro.

PRESIDENTE DO MUNICÍPIO DE ESPOSENDE VISITA DELEGAÇÃO MARÍTIMA

O presidente da Câmara Municipal de Esposende visitou a delegação local da Autoridade Marítima Nacional, ocasião que serviu para se inteirar dos problemas que a instituição tem identificados na sua zona de jurisdição, mas Benjamim Pereira aproveitou para vincar a importância que uma infraestrutura destas tem no apoio à comunidade piscatória e aos proprietários de embarcações de recreio.

AMN.jpg

O Comandante Raúl Risso, capitão de Fragata e responsável máximo pela capitania de Viana do Castelo, recebeu na extensão de Esposende, juntamente com o adjunto Fernandes Soares, sargento chefe e a administrativa Anabela Sousa, o presidente e o vice-presidente, Maranhão Peixoto, altura em que deu a conhecer a real importância do trabalho daquela estrutura.

“Entre embarcações de pesca e de recreio, ultrapassa as quatro mil registadas na Delegação Marítima de Esposende. São 37 os barcos de pesca que se dividem pelas comunidades marítimas de Esposende e Apúlia”, informou o comandante Raúl Risso que reconheceu a necessidade de realização de algumas obras, para defesa dos pescadores.

O presidente da Câmara Municipal de Esposende deu conta dos projetos que a autarquia tem previstos, seja para melhoria das condições da comunidade piscatória (acondicionamento dos aprestos), seja para as demais embarcações (doca de recreio).

“Temos em curso a obra de reconstrução do molhe e esperamos resolver, a curto prazo, o problema da restinga. Queremos que a entrada no molhe seja segura para os proprietários das embarcações. Na doca de pesca queremos criar uma situação confortável para os pescadores e, para aqueles que usam os barcos para recreio, queremos proporcionar as melhores condições”, sublinhou Benjamim Pereira.

Os responsáveis pela Delegação Marítima de Esposende assinalaram a “fuga” de embarcações para outros pontos, essencialmente devido à falta de condições. Essa avaliação faz-se pelo número de vistorias que, face aos mais de 4 mil barcos registados em Esposende, deveria corresponder uma média de 800 vistorias/ano. “Na realidade, estão a fazer-se 300 vistorias/ano”, adiantou o sargento Fernandes Soares.

O presidente da Câmara Municipal de Esposende reconheceu essa debilidade, situação que espera ultrapassar com a passagem da gestão desses espaços para a alçada da autarquia e com as obras na barra da foz do rio Cávado.

Benjamim Pereira abordou, ainda, com os responsáveis pela Delegação Marítima local a questão da vigilância nas praias, atendendo a novas dinâmicas que levam os banhistas a procurar novas praias e terminou a visita agradecendo o apoio que a Delegação Marítima tem dispensado à comunidade piscatória de Esposende.

AMN 2.jpg

BRAGA RECEBE CICLO RUM COM JAZZ  

MÁRIO SANTOS  "BLOCO A4" C/ NGUYÊN LE

7 de Dezembro às 22h00 no Museu Nogueira da Silva, em Braga

Mário Santos - saxofone tenor

Marcos Cavaleiro – bateria

António Aguiar – baixo

João Ferreira - saxofone alto

Nguyen Lê – guitarra

Mário Santos e o seu quarteto “Bloco A4” convidam o guitarrista francês Nguyên Le a interpretar temas novos do próximo álbum.

mariosantosbrag.jpg

O Quarteto Mário Santos surge em 2009 com o projecto Bloco A4, dando continuidade à interpretação de temas do bloco de notas de Mário Santos, o qual tem vindo a ser escrito desde 1996. Nesse mesmo ano, 2009, é editado o primeiro disco de Mário Santos, como resultado do Quinteto que liderou – “Encomenda”.

Do quarteto tradicional de jazz com a guitarra como instrumento harmónico, Mário Santos procura uma sonoridade própria e inovadora. O quarteto nasceu da cumplicidade sonora encontrada na regularidade dos encontros entre os 4 músicos.

O grande objectivo consiste na criação de momentos em que os músicos possuem toda a liberdade de se expressar sobre os temas que interpretam. E como resultado desta união, mais do que fazer ouvir cada um dos instrumentos, Mário Santos sonha com um som uno de total harmonia, desta feita com a inclusão do famoso guitarrista  no panorama do jazz europeu Nguyên Le.

Uma iniciativa conjunta da Rádio Universitária do MinhoConselho Cultural da Universidade do Minho e Museu Nogueira da Silva

com a Capital Ibero-Americana da Juventude

3€ (à entrada)

RESERVAS: 253 200 632 ou para o email sara.ribeiro@rum.pt

CAMINHA APRESENTA ROTA DA RABANADA EM CERCA DE QUATRO DEZENAS DE CAFÉS, PASTELARIAS E RESTAURANTES

Quarenta eventos diferentes a decorrer no concelho até ao inicio de 2017

A Rota da Rabanada é uma das novidades da programação de Natal no Município de Caminha. De 1 a 31 de dezembro, a rabanada vai ser a sobremesa em destaque em cerca das 4 dezenas de cafés, pastelarias e restaurantes aderentes do concelho. A quem se deliciar com as rabanadas disponíveis, será entregue o “Passaporte Rota da Rabanada” que, a cada 10 carimbos, dará direito a uma oferta do Município de Caminha, a levantar nos Postos de Turismo do concelho. O objetivo é promover a gastronomia do concelho e dinamizar a economia local.

3M1A4260.jpg

A rabanada é um doce com tradição secular e faz parte de muitas mesas da consoada em Portugal. “É um doce de pão de trigo em fatias que, depois de molhadas em leite, vinho (no Minho usa-se vinho verde tinto ou branco) ou calda de açúcar, são passadas por ovos e fritas. Servem-se polvilhadas com açúcar de canela ou regadas com calda de açúcar, xarope de bordo ou mel. Outrora, a palavra "rabanada" era apenas utilizada a norte do rio Mondego e ao mesmo doce atribuía-se, a partir da margem sul do referido rio, o nome de fatia-dourada, ou fatia-de-parida”.

No concelho de Caminha, a rabanada é também um doce com história e tradição. O Município quis dar a conhecer mais uma das iguarias gastronómicas do concelho e lançou o repto aos cafés, pastelarias e restaurantes do concelho. O desafio foi aceite por 36 cafés, pastelarias e restaurantes do concelho.

Assim, em dezembro, no concelho de Caminha, desde Vila Praia de Âncora a Seixas, passando por Âncora, Vile, Caminha, Gondar e Vilarelho, há 36 rabanadas diferentes para degustar nos cafés, pastelarias e restaurantes aderentes do concelho, isto é, cada um dos estabelecimentos aderentes terá à venda diariamente a sua especialidade. Como referimos, existem 36 especialidades de rabanada (rabanada de mel, de nozes, recheada, de Vinho do Porto e recheio de chila, de leite, entre muitas outras especialidades). Os preços, esses são convidativos. Variam entre os 0,50€ e os 5€.  Para incentivar o consumo da rabanada, o Município de Caminha elaborou o chamado “Passaporte Rota da Rabanada” com os diversos estabelecimentos aderentes, e a cada 10 carimbos, dará direito a uma oferta do Município de Caminha, a levantar nos Postos de Turismo do concelho.

A Rota da Rabanada é um dos quarenta eventos que estão a decorrer no concelho de Caminha até ao inicio de 2017.

 

Informação Adicional:

21 NOVEMBRO A 07 DEZEMBRO

CAMPANHA LAÇOS DE NATAL

ANGARIAÇÃO DE BRINQUEDOS

Mais informações em www.cm-caminha.pt

 

QUI 01 DEZEMBRO | 16H00

CONTOS DE NATAL 

APRESENTAÇÃO DO LIVRO 

DE MARIA JOSÉ AREAL

Local: Biblioteca Municipal de Caminha

 

01 A 31 DEZEMBRO

ROTA DA RABANADA

Local: Restaurantes, pastelarias e cafés aderentes do Concelho de Caminha

 

QUI 01 DEZEMBRO | 19H00

INAUGURAÇÃO 

DA ILUMINAÇÃO DE NATAL

Local: Terreiro, Caminha

 

QUI 01 DEZEMBRO | 19H30

INAUGURAÇÃO 

DA ILUMINAÇÃODE NATAL

Local: Praça da República, Vila Praia de Âncora 

 

01 A 19 DEZEMBRO

O NATAL NA MINHA VIDA

A partilha do espirito de Natal através 

da rede social Facebook

Envio dos suportes  (fotografia original acompanhada de texto 

e música) para cultura@cm-caminha.pt

A partir de 20 de dezembro - Publicação do Álbum

Mais informações em www.cm-caminha.pt

 

-----------------------------

03 E 04 DEZEMBRO

II FESTA DA MARIONETA 

LUSOGALAICA - MALUGA

TEATRO DE MARIONETAS, WORKSHOPS E EXPOSIÇÃO

Local: Caminha

 

SÁB 03

 

10H00 - 12H30

OFICINAS DIVERTIDAS

“OLHAPINS E OLHARAPOS” - CONSTRUÇÃO 

DE MARIONETAS EM ESPONJA

Por Teatro e Marionetas de Mandrágora

 

16H00

TEATRO DOM ROBERTO

TEATRO TRADICIONAL PORTUGUÊS 

DE MARIONETAS

Por S.A. Marionetas - Teatro & Bonecos

 

17H00

HISTÓRIA DE UM GATO E DE UM RATO 

QUE SE TORNARAM AMIGOS

Por Teatro e Marionetas de Mandrágora

 

 

DOM 04

 

10H30 - 11H30

OFICINAS DIVERTIDAS

“MARIONETAS NAS MÃOS” 

- CONSTRUÇÃO DE MARIONETAS

Por Teatro Babaluva

 

16H00

TEATRO DOM ROBERTO

TEATRO TRADICIONAL PORTUGUÊS 

DE MARIONETAS

Por S.A. Marionetas - Teatro & Bonecos

 

17H00

LUME

TEATRO DE MARIONETAS

Por Teatro Babaluva

 

------

QUI 08 DEZEMBRO | 21H00

III CONCERTO DE ÓRGÃOS DE TUBOS

COMEMORAÇÕES DOS 500 ANOS DA SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE CAMINHA

Local: Igreja da Misericórdia, Caminha

 

SÁB 10 DEZEMBRO

AS ELFAS DO PAI NATAL 

VÃO DE FÉRIAS

15H00 - Valadares, Teatro Municipal - Caminha

17H00 - Centro Cultural de Vila Praia de Âncora

 

10 E 11 DEZEMBRO | 09H00 – 17H00

FEIRA DE TRADIÇÕES DE NATAL

ARTESANATO E PRODUTOS TRADICIONAIS LOCAIS

Local: Terreiro, Caminha

 

14 E 19 DEZEMBRO | 18H00

WORKSHOP DE DOÇARIA TRADICIONALDE NATAL 

- RABANADAS E SONHOS

QUA 14 

Local: Sede da Junta de Freguesia de Lanhelas

 

SEG 19 

Local: Centro Paroquial e Social de Riba de Âncora

 

QUI 15 DEZEMBRO

PLANTE UM PINHEIRO DE NATAL

Público-alvo: Comunidade Escolar do Concelho de Caminha

Local:  Riba de Âncora

 

SEX 16 DEZEMBRO | 21H30 

CONCERTO DE NATAL 

ORFEÃO DE VILA PRAIA DE ÂNCORA

Local: Igreja Paroquial de Moledo 

 

17 E 18 DEZEMBRO | 09H00 – 17H00

FEIRA DE TRADIÇÕES DE NATAL

ARTESANATO E PRODUTOS 

TRADICIONAIS LOCAIS

Local: Praça da República, Vila Praia de Âncora

 

17 E 18 DEZEMBRO

CONTO DE NATAL, OFICINA

DE CONSTRUÇÃO DE MARIONETA 

E FOTOGRAFIA COM O PAI NATAL

 

SÁB 17 

10H00 – 12H00 - Praça Conselheiro Silva Torres, Terreiro, Caminha

15H00 – 17H00 - Praça da República, Vila Praia de Âncora

 

DOM 18 

10H00 – 12H00 - Praça da República, Vila Praia de Âncora

15H00 – 17H00 - Praça Conselheiro Silva Torres , Terreiro, Caminha

 

DOM 18 DEZEMBRO | 10H00 PASSEIO DE PAI NATAL EM BICICLETA, 

CORRIDA E CAMINHADA

Concentração e partida: Praça da República em Vila Praia de Âncora e chegada ao Parque do Ferry Boat em Caminha.

 

DOM 18 DEZEMBRO | 14H30

3ª CAMINHADA DO PAI NATAL

MOLEDO > CAMINHA > MOLEDO

Local: Concentração no Centro Social Paroquial de Moledo

 

DOM 18 DEZEMBRO | 18H30

CONCERTO DE NATAL 

ORFEÃO DE VILA PRAIA DE ÂNCORA

Local: Igreja da Misericórdia de Caminha

 

19 A 23 E 26 A 30 DEZEMBRO | 10H00 - 12H00

OFICINA DE TEATRO 

DE NATAL PARA CRIANÇAS

Local: Edifício dos Paços do Concelho, Caminha

Público-alvo: Crianças e jovens dos 6 aos 14 anos de idade

Mais informações: krisalida.acam@gmail.com 

T 960 115 415

 

QUA 21 DEZEMBRO | 21H30

CONCERTO DE NATAL DA TUNA DA UNIVERSIDADE SÉNIOR DO ROTARY 

CLUB DE CAMINHA 

Local: Igreja de Santa Clara, Caminha

 

QUI 22 DEZEMBRO | 21H30

CONCERTO DE NATAL DA AMFF

Local: Igreja Matriz de Caminha

 

SEX 23 DEZEMBRO | 21H30

CONCERTO DE NATAL 

ORFEÃO DE VILA PRAIA DE ÂNCORA

Local: Igreja Matriz de Vila Praia de Âncora

 

SÁB 24 DEZEMBRO | 10H00 - 12H00

FOTOGRAFIA COM O PAI NATAL

Local: Praça Conselheiro Silva Torres - Terreiro e Caminha e Praça da República, Vila Praia de Âncora

 

SEX 30 DEZEMBRO | 20H00 - 23H00 

PRESÉPIO VIVO E AUTO DE NATAL

Pelo Grupo de Teatro da Freguesia de Lanhelas 

Local: Lanhelas

 

SÁB 31 DEZEMBRO | 23H30

CAMINHA, 

ONDE O NORTE PASSA O ANO

CONCERTO DE MARTA REN 

& THE GROOVELVETS

ATUAÇÃO DO GRUPO DE COVERS XORNAS

Local: Praça Conselheiro Silva Torres - Terreiro, Caminha

 

DOM 01 JANEIRO | 17H00

CONCERTO DE ANO NOVO

SOCIEDADE MUSICAL BANDA LANHELENSE E CORAL POLIFÓNICO 

DE VILA NOVA DE CERVEIRA

Local: Valadares, Teatro Municipal - Caminha

 

08, 15, 22 E 29 DEZEMBRO | 21H30

FITAS DE NATAL

Local: Valadares, Teatro Municipal - Caminha

 

11 E 18 DEZEMBRO | 15H00

FITAS DE NATAL INFANTIS

Local: Valadares, Teatro Municipal - Caminha

rota da rabanada 2016_2.jpg