Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

VALENÇA É MARKETING!

III Jornadas de Marketing realizam-se a 27 de Abril

As III Jornadas de Marketing de Valença, que contam com o apoio da Escola Superior de Ciências Empresariais do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (ESCE-IPVC), irão realizar-se no dia 27 de Abril de 2017.

15170963_973738546103615_7033930755570316586_n.png

Após duas edições de enorme sucesso, as Jornadas de Marketing de Valença, onde profissionais das mais diversas áreas marcam presença, partilhando experiências e testemunhos diferenciados, com contributo de elevado valor qualitativo, estão já a ser preparadas. As III Jornadas de Marketing é um evento organizado por alunos da licenciatura e mestrado do curso de Marketing da Escola Superior de Ciências Empresariais do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (ESCE-IPVC), contando com o importante apoio de docentes e outros profissionais na ESCE-IPVC.

As anteriores edições contaram com diversos nomes, como Vasco Marques ou Ferrão Filipe, e marcas, Vicri e Remax, presentes no mercado nacional e internacional. Nesta próxima edição a organização pretende que a mesma seja mais um passo rumo ao sucesso. 

11102963_10204162225716570_1572345709915251390_o (1).jpg

13268271_859087284235409_4724804865756163049_o (1).jpg

BANDA DE ARCOS DE VALDEVEZ VENCE III CONCURSO DE BANDAS FILARMÓNICAS DE BRAGA

Evento afirma-se na agenda cultural da Cidade

A Banda de Arcos de Valdevez foi a grande vencedora do III Concurso de Bandas Filarmónicas de Braga que decorreu este-fim-de-semana, no Grande Auditório do Parque de Exposições, sob organização do Município de Braga, com o apoio da InvestBraga, Conservatório Calouste Gulbenkian e Associação de Festas de S. João.

Prémio Batuta de Prata.jpg

A iniciativa distinguiu ainda a Banda Musical de Fajões (Oliveira de Azeméis) e a Unión Musical de Valladares (Vigo) com os segundo e terceiro prémios, respectivamente. O júri do Concurso, composto por João Manuel Duque, Ilídio Costa, Rafael Agulló Albors, Filipe Silva e Fernando Marinho, atribuiu ainda o troféu ‘Batuta de Prata’ a Bruno Costa, maestro da Banda Musical de Fajões.

Já o prémio de Melhor Banda do Distrito foi entregue à Banda de Música de Belinho (Esposende).

Recorde-se que além de prémios monetários para o 1.º, 2.º e 3.º classificados, as seis primeiras bandas classificadas têm presença garantida na próxima edição das Festas de S. João de Braga, sendo o Concurso a única forma de acesso das Bandas Filarmónicas à maior festa popular de Portugal. Também a melhor banda do distrito terá a oportunidade de gravar um CD.

A terceira edição marcou o ano de viragem desta iniciativa que se afirma, cada vez mais, como o evento que “melhor interpreta o sentir do movimento filarmónico”. Partindo da experiência das primeiras edições, a comissão organizadora introduziu este ano algumas novidades que permitem afirmar, definitivamente, o Concurso de Bandas Filarmónicas de Braga na agenda cultural da Cidade.

Durante dois dias, 15 bandas provenientes de várias regiões do País e também de Espanha mostraram o trabalho que realizam nas suas comunidades e acrescentaram mais uma página memorável ao enorme património histórico que detêm.

Para a vereadora da Cultura, Lídia Dias, o Concurso de Bandas Filarmónicas de Braga é “mais um passo para o enriquecimento desta história e um contributo para que chegue às próximas gerações em condições de se afirmar, cada vez mais, como um elemento que cresce e se desenvolve no respeito pelas diferenças e potenciador de energias, para que todos consigam crescer fazendo sempre mais e melhor pelas suas comunidades e, principalmente, pelos mais jovens”.

No final de mais uma edição, Lídias Dias agradeceu o contributo de todas as pessoas e entidades que tudo fizeram para que este III Concurso de Bandas Filarmónicas fosse mais um momento inesquecível para a cultura Bracarense.

1.º Prémio - Banda dos Arcos.jpg

2.º Prémio - Banda de Fajoes.jpg

3.º Prémio.jpg

jalberto. fernandes - concurso de bandas final-2.jpg

Melhor do distrito - Belinho.jpg

GRUPOS FOLCLÓRICOS RECEBEM EM GUIMARÃES REIS DE ESPANHA

JANTAR OFICIAL NO PAÇO DOS DUQUES

Nicolinos e grupos de folclore recebem Reis de Espanha e Presidente da República em Guimarães

Programa da visita de Estado inclui vertentes de âmbito cultural, científica, económica e social. Jantar oficial realiza-se esta segunda-feira, 28 de novembro.

Guimaraes_Estatua_D_Afonso_Henriques.JPG

A chegada ao Paço dos Duques de Bragança dos Reis de Espanha, Filipe VI e Letizia, será acompanhada pela interpretação de toques nicolinos e pela presença de grupos de folclore do concelho de Guimarães, que darão as boas-vindas aos convidados do jantar oficial oferecido pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, no final do primeiro dia da visita de Estado a Portugal da família real espanhola, 38 anos depois de Juan Carlos e Sofia terem estado igualmente no palácio ducal vimaranense.

Em 2016, de 28 a 30 de novembro, o périplo dos Reis de Espanha principia na cidade do Porto, com uma sessão solene nos Paços do Concelho ao início da tarde desta segunda-feira, seguindo-se uma visita à coleção Miró na Fundação Serralves. À noite, decorre um jantar de gala com 120 personalidades no Paço dos Duques, entre as quais, o Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança.

Para terça-feira, 29 de novembro, está agendada uma deslocação à Universidade do Porto para conhecerem o Parque de Ciência e Tecnologia (UPTEC) e o Instituto de Investigação e Inovação em Saúde (I3S). Ainda no Porto, Filipe VI e Letizia participam num almoço com empresários, a convite do Presidente da Câmara Municipal do Porto, no Palácio da Bolsa.

De tarde, já em Lisboa, os Reis de Espanha são recebidos em sessão solene nos Paços do Concelho da Câmara Municipal e jantam no Palácio das Necessidades num banquete oferecido pelo Primeiro-ministro. No último dia em Portugal, a 30 de novembro, realiza-se uma sessão solene na Assembleia da República em honra da família real. O programa inclui ainda uma visita à Fundação Champalimaud e uma receção à comunidade espanhola na Embaixada de Espanha em Lisboa.

MINHO DESFILA EM LISBOA NAS COMEMORAÇÕES DO 1º DE DEZEMBRO

Viana do Castelo, Amares e Famalicão representam o Minho nas comemorações do 1º de Dezembro

O Movimento 1º de Dezembro lançou a ideia deste grandioso Desfile e mobilizou por todo o país, com o apoio dos seus delegados e da Confederação Musical Portuguesa, diferentes bandas e municípios para o efeito. É possível realizá-lo graças ao apoio da Câmara Municipal de Lisboa e à capacidade de organização da EGEAC. A iniciativa conta também com o endosso da SHIP - Sociedade Histórica da Independência de Portugal, que o incluiu no Programa Oficial das Comemorações do 1º de Dezembro. Agradecemos também o apoio facultado pelo Recheio e pelo Amanhecer.

Restauração 2014 097

O Desfile Nacional de Bandas Filarmónicas "1º de Dezembro" foi um êxito em 2012, 2013, 2014 e 2015. Será êxito maior em 2016.

14h30 - Concentração junto ao Monumento aos Mortos da Grande Guerra, na Avenida da Liberdade (ao Cinema S. Jorge)

15h00 - Início do Desfile

16h30 - Concentração final, na Praça dos Restauradores, e Apoteose Final com interpretação conjunta por 1.700 músicos dos três hinos: Hino da Maria da Fonte, Hino da Restauração e Hino Nacional.

17h00 - Fecho e desmobilização das bandas

Nesta 5ª edição, desfilarão as seguintes bandas e grupos, aqui ordenados por géneros e por ordem alfabética dos distritos e concelhos respectivos:

GRUPOS DE PERCUSSÃO:

Tocá Rufar (Seixal)

Grupo de Bombos de Atei (Mondim de Basto)

BANDA NACIONAL:

Banda do Exército

BANDAS FILARMÓNICAS:

Banda da ACULMA (Marvila, Lisboa)

Sociedade Filarmónica União e Progresso Madalense (Madalena do Pico, Açores)

Banda Musical Santiago de Lobão (Santa Maria da Feira)

Banda da Sociedade Filarmónica União Mourense "Os Amarelos" (Moura)

Banda Filarmónica de Santa Maria de Bouro (Amares)

Banda Marcial de Arnoso (Vila Nova de Famalicão)

Associação Filarmónica Recreativa e Cultural do Brinço (Macedo de Cavaleiros)

"Banda de Música 1º de Maio (Associação de Socorros Mútuos dos Artistas Mirandelenses) (Mirandela)

Associação Filarmónica Retaxense (Castelo Branco)

Filarmónica Recreativa Cortense (Covilhã)

Sociedade Filarmónica Oleirense (Oleiros)

Sociedade Filarmónica de Educação e Beneficência Fratelense (Vila Velha de Ródão)

Sociedade Musical Recreativa Instrutiva e Beneficente Santanense (Figueira da Foz)

Sociedade Filarmónica Sangianense (Oliveira do Hospital)

Banda Filarmónica da Casa do Povo de N.ª Sr.ª de Machede (Évora)

Banda Musical de Tavira

Banda Academia de Santa Cecília (de São Romão) (Seia)

Sociedade Musical Estrela da Beira (Seia)

Sociedade Filarmónica Maiorguense (Alcobaça)

Sociedade Filarmónica Pedroguense (Pedrógão-Grande)

Associação Musical de Cabanas de Torres (Alenquer)

Sociedade Filarmónica 1º de Dezembro da Encarnação (Mafra)

Banda Juvenil do Município de Gavião

Sociedade Musical Euterpe de Portalegre

Banda de Música de S. Vicente de Alfena (Valongo)

Sociedade Filarmónica União Maçaense (Mação)

Sociedade Filarmónica Gualdim Pais (Tomar)

Sociedade Filarmónica Incrível Almadense (Almada)

Banda Filarmónica da Associação Musical de Vila Nova de Anha (Viana do Castelo)

Sociedade Filarmónica Fraternidade de São João de Areias (Santa Comba Dão)

Banda Musical 81 de Ferreirim (Sernancelhe)

Será um total de 34 entidades, integrando 2 grupos de persussão, 1 banda nacional militar e 31 bandas filarmónicas civis.

Serão cerca de 1700 músicos, provenientes dos mais diversos pontos do país que irão descer a Avenida da Liberdade, para celebrar Portugal, a Independência e a Restauração através de uma merecida homenagem a esta prática musical e à importante acção formativa e cívica das bandas filarmónicas.

Tendo como ponto de partida o monumento aos Mortos da Grande Guerra, o desfile descerá até à Praça dos Restauradores para uma interpretação conjunta final das Bandas participantes sob a direcção do Maestro Tenente Duarte Cardoso, da Banda do Exército.

Ao longo do desfile, serão interpretadas várias marchas, bem como o Hino da Restauração. O alinhamento do momento colectivo conta também, além do Hino da Restauração, com a interpretação dos Hino da Maria da Fonte e Hino Nacional.

CONJURADOS DO MINHO REÚNEM-SE EM VIANA DO CASTELO

As Reais Associações de Viana do Castelo e Braga, levam a efeito o “Jantar dos Conjurados” que se realizará no dia 30 de Novembro de 2016, pelas 20h00m, na Quinta da Presa, Meadela, Viana do Castelo, no qual o Senhor Coronel e historiador militar, Américo José Henriques, fará uma intervenção sobre o tema “A ocupação filipina e a Revolução do 1.º de Dezembro de 1640”.

14958447_1172840836128573_488010486_n.jpg

Terá também lugar a cerimónia de entrega dos prémios dos Concursos Escolares que decorreram no ano Lectivo 2015/2016, organizados pela Real Associação de Viana do Castelo, sobre o tema "O Primeiro de Dezembro de 1640 - A Restauração da Independência de Portugal".

Preço do Jantar:

Adultos: 18,00 €

Crianças:

Até aos 5 anos: não pagam

Dos 6 aos 12 anos: 10,00 €

As inscrições encontram-se limitadas à capacidade da sala pelo que deverão ser feitas com a maior brevidade possível e impreterivelmente até ao dia 26 de Novembro, para o e-mail da Real Associação de Viana do Castelo, ou para o Fax n.º 258 743 840, devendo ser enviada a indicação do nome, ou nomes dos participantes e um telefone de contacto, acompanhadas do respectivo comprovativo de depósito ou transferência bancária efectuada para:

Caixa de Crédito Agrícola

NIB: 0045 1427 4002 6139 2424 7

IBAN: PT 50 0045 1427 40026139242 47

SWIFT: CCCMPTPL

Localização:

A “Quinta da Presa” fica situada na encosta da Meadela, a 2 quilómetros de Viana do Castelo e perto da saída da Auto-estrada A28.

Se vem pela SCUT A28 (Porto - Valença), sair em Meadela na saída 24. No final, ao desembocar numa rotunda sair para a direita na Estrada Nacional 302 e virar no primeiro entroncamento à esquerda na Rua do Calvário seguindo até à rua da Presa e Rua da Portela.

Se vem pela SCUT A28 (Valença - Porto) a saída é a mesma, assim como se vier pela A27 (Ponte de Lima-Viana do Castelo).

Coordenadas GPS:

41.711752,-8.807262

Quinta da Presa

Rua da Presa, 110

Meadela

4900-790 Viana do Castelo

Tel.: 258 823 771

Para mais informações contactar por favor a Real Associação de Viana do Castelo, através do e-mail: real.associacao.viana@gmail.com  ou para os telemóveis dos Presidentes da Direcção, das Reais Associações de Viana do Castelo e Braga, respectivamente Dr. José Aníbal Marinho, 961 318 001 e Dr. Gonçalo Pimenta de Castro 919 932 154.

MUNICÍPIO BRACARENSE ESTUDA POSSÍVEL EXTINÇÃO DA SOCIEDADE GESTORA DE EQUIPAMENTOS DE BRAGA

Extinção da SGEB na agenda da Reunião de Câmara. Parceria Público-privada representa custo anual de 6,6 milhões de euros

O Executivo Municipal Bracarense vai analisar, em sede de reunião de Câmara de amanhã, Segunda-feira, 28 de Novembro, a proposta de liquidação da Sociedade Gestora de Equipamentos de Braga (SGEB) e a sua internalização no Município. Esta parceria público-privada, criada pelo anterior Executivo Socialista, revelou-se particularmente onerosa para o Município, acarretando um custo anual de 6,6 milhões de euros, o qual, nos termos actualmente definidos por via contratual, ainda se prolongará até 2040.

CMBcidade.jpg

Neste contexto, ponderou o Município a definição de um modelo de gestão menos oneroso, no sentido de afastar a tendência actual para um maior e progressivo agravamento financeiro. Em conformidade, entendeu o Município de Braga que a internalização da actividade da SGEB será a opção que melhor defenderá o interesse público municipal, na medida em que permitirá à Autarquia poupar uma verba de 90 milhões de euros, sendo que este processo não implicará o pagamento de indemnizações aos parceiros privados.

Após a apreciação desta proposta em sede de Reunião de Câmara, o Município de Braga irá apresentar a sua decisão aos accionistas da SGEB em assembleia-geral de 30 de Novembro.

Município Concede Inventivos ao Investimento no Concelho

Ainda nesta Reunião, o Executivo Municipal vai analisar os processos relativos às candidaturas apresentadas pela Diocese de Braga, Oficina de S. José IPSS, empresa do Diário do Minho e pela empresa José Manuel D. Freitas, Lda., com vista á concessão de incentivos ao investimento. Estes são os primeiros projectos apoiados ao abrigo do Regulamento de Concessão de Incentivos ao Investimento do Município de Braga.

Aprovado no início de Julho, este Regulamento estabelece as regras para a atribuição de incentivos a projectos de iniciativa privada que visem a instalação, relocalização ou ampliação de empresas no Concelho de Braga.

Nesse sentido, face ao projecto de investimento apresentado pelos promotores, a proposta prevê para a Diocese de Braga, Oficina de S. José IPSS e empresa do Diário do Minho uma redução de 60% no pagamento das Taxas e Licenças Municipais e no IMI pelo período de 5 anos. Já para a empresa José Manuel D. Freitas, Lda., a proposta prevê uma redução de 55% nos mesmos impostos municipais.

Medalhas Municipais honram mérito colectivo e individual

A 5 de Dezembro, dia de S. Geraldo, padroeiro da Cidade, o Município de Braga vai atribuir medalhas de mérito municipais a várias entidades e personalidades que se notabilizaram pelos seus feitos cívicos ou méritos pessoais. Esta é mais uma proposta que será analisada durante a Reunião do Executivo Municipal.

Assim, a proposta prevê a atribuição de 49 medalhas de mérito às seguintes entidades ou personalidades: Bombeiros Voluntários de Braga; D. Jorge Ortiga; Agrifer; Alexandre José Sá Vieira; Alfacoop; António Martins Araújo; António Marques; APPACDM; Armando António Correia (a título póstumo); Arquivo Distrital de Braga; Bosch Car Multimedia; Carlos Alberto Ferreira de Sá; Cecília Leão; Cónego Jorge Coutinho (a título póstumo); Emiliano Renato Araújo Noversa; Francisco Sã Malheiro; Fundação Vieira Gomes; Humberto Soeiro (a título póstumo); INL - Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia; João Costa; João Nogueira; José Igreja de Matos; Luis Costa; Manuel José Veloso Coelho (a titulo póstumo); Manuel Macedo; Manuel Martins; Óscar Ferreira Gomes; Palmira Maciel; Projecto Homem; Ramiro Gomes Rodrigues (a título póstumo); TeImo Barbosa (a título póstumo); Torrestir; Vítor Sá (a titulo póstumo); Clementina Freitas; Estaleiro Cultural Velha a Branca; Fernando Pinheiro; Handel de Oliveira; Ida e Volta; Joana Gama; João Carvalho; Juventude Cruz Vermelha; Karter Mendes; Leovegildo Palmeira (a título póstumo); Merelinense; Miguel Milhão; Nova Comédia Bracarense; Rui Ferreira (RC6); Soarense e Tamila Holub.