Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

GUIMARÃES MONTA URBESCÓPIO NO LARGO MARTINS SARMENTO

Sinalética em Guimarães dedicada aos peões ganha “German Design Award 2017”

Inovador meio de informação espacial aproxima turistas do património histórico português. Prémio alemão reconhece projetos pioneiros. Distinção será entregue em fevereiro do próximo ano.

Guimaraes_Urbescopio.jpg

O Urbescópio, monóculo de ferro metálico composto por uma base encimada por um tubo circular, que direciona o olhar para a estátua D. Afonso Henriques, a partir do Jardim do Carmo, venceu o German Design Award 2017 na categoria “Sinalização e Sistemas de Orientação”. Guimarães foi a cidade do país que estreou uma peça que se afirma como a primeira sinalética exclusivamente dedicada ao trânsito pedonal, permitindo uma utilização fácil e acessível aos peões, orientando-os no espaço público e destacando pontos notáveis da paisagem urbana.

Criado pelo Projeto Cosimo, o Urbescópio foi inaugurado em Guimarães no âmbito da requalificação do Largo Martins Sarmento, cujo projeto é da autoria do arquiteto Miguel Frazão. O monóculo destaca-se pela inclusão de um tirante que permite a deteção do Urbescópio por pessoas cegas ou de baixa visão, bem como pela altura do monóculo que permite a sua utilização por cidadãos com mobilidade condicionada.

O prémio é organizado pelo German Design Council, com o propósito de reconhecer produtos e projetos inovadores, os seus produtores e designers. Segundo os promotores, a distinção é atribuída a projetos que verdadeiramente representam contribuições pioneiras para a paisagem, identificando tendências de design exclusivas no panorama do design alemão e internacional. Isto é garantido pela escolha de um conceituado painel de especialistas que compõem o júri.

O projeto, desenvolvido por três arquitetos, propõe um olhar diferente sobre marcas fundamentais da paisagem, como edifícios, praças, estátuas, maciços arbóreos ou acidentes topográficos, que funcionam como centros de referência e ajudam o visitante na abordagem a esses sítios. A forma elementar da peça, evitando a utilização de acessórios tecnológicos e de produção mais complexa, contribui para facilidade do seu uso, manutenção, enquadramento e fabrico.

FAMALICÃO: PSD DE JOANE CELEBRA 21 ANOS

Paulo Cunha e Jorge Paulo Oliveira participaram nas celebrações

No passado dia 29 de outubro, o Núcleo do PSD de Joane comemorou o seu 21º aniversário e contou com uma forte participação de militantes, simpatizantes e amigos social-democratas, num espaço de encontro e troca de ideias. Paulo Cunha, Presidente da Comissão Política do PSD Famalicão, e Jorge Paulo Oliveira, deputado famalicense na Assembleia da República, marcaram presença nesta grande festa/convívio, entre outras referências das estruturas partidárias do nosso Concelho.

foto_21anos_PSD_Joane.JPG

Para Paulo Cunha, o 21.º aniversário desta estrutura reflete em primeiro lugar “a longevidade deste núcleo social-democrata, são mais de duas décadas de entrega à causa pública, mas mais importante que a longevidade é a união, a dedicação e a motivação desta equipa na luta por Joane e pelos joanenses”.

Por sua vez, Cristina Peixoto, presidente do Núcleo do PSD de Joane salientou que “são 21 anos de luta e dedicação aos ideais social-democratas, a Joane e aos joanenses, sendo reveladora da força do PSD de Joane. Hoje, e mais uma vez, confirmamos que este é o caminho de recuperação da confiança dos militantes e faz parte do nosso projeto de proximidade aos militantes, mas não só. Somos um grande Núcleo que não se encerra apenas nos seus militantes. Somos muitos mais. Representamos muitos joanenses que se identificam connosco”. A presidente do Núcleo aproveitou a oportunidade para relembrar todos aqueles que lhe antecederam na liderança do Núcleo. “Não podemos deixar de olhar para o nosso passado. Muito temos a aprender com os nossos 21 anos de história e reconhecer o trabalho desenvolvido pelos presidentes anteriores e pelas suas equipas”.

Cristina Peixoto, ladeada pela sua equipa, que considera “uma equipa forte e motivada”, reforça a importância da união do partido e o envolvimento dos militantes e simpatizantes, “pois espera-nos muito trabalho e grandes desafios com a aproximação de um novo ato eleitoral aos órgãos autárquicos, no próximo ano”.

PRESIDENTE DO MUNICÍPIO ARCUENSE RECEBE NOS PAÇOS DO CONCELHO AUTARCA FRANCESA DA REGIÃO DE LYON

Presidente da Câmara recebeu o município de Décines Charpieu, da região de Lyon em França

No passado sábado, dia 29 de Outubro, a Presidente do município de Décines Charpieu, França, Laurence Fautra, acompanhada da sua comitiva, foi recebida nos Paços do Concelho pelo Presidente da Câmara Municipal.

rececao_decines (3).jpg

Esta receção foi realizada para que ambos os municípios se conhecessem melhor e realizar uma aproximação entre os dois concelhos, já que em Décines vivem muitos arcuenses.

Esta comitiva assistiu a vídeos sobre o concelho e visitou vários locais de interesse em Arcos de Valdevez como Sistelo, em processo de classificação como paisagem Cultural, vário Património religioso, a Porta do Mezio e o Paço de Giela.

Desta aproximação resultou o agendamento de uma visita por parte do executivo arcuense a esta localidade francesa para se avaliar e amadurecer uma possível geminação entre os dois concelhos.

rececao_decinesarc.jpg

rececao_decines (4).jpg

rececao_decines (2).jpg

PONTE DE LIMA DESTACA JOSÉ SARAMAGO

José Saramago em destaque no Cinema História de novembro promovido pela Biblioteca Municipal de Ponte de Lima

José Saramago – o primeiro escritor de Língua Portuguesa a arrecadar o Nobel da Literatura – é a personalidade que se segue no Cinema História – rubrica de pendor lúdico-didático dinamizada pela Biblioteca Municipal de Ponte de Lima (BMPL).

Cartazsaramag.jpg

No mês de nascimento do autor de “Memorial do convento” - ocasião que coincide com a abertura da exposição biobibliográfica “A universalidade da escrita no Nobel da Literatura”, que naturalmente destaca a figura de Saramago – a BMPL disponibiliza o documentário “José e Pilar”, da autoria de Miguel Gonçalves Mendes que, filmado entre 2006 e 2009, mostra o quotidiano de um dos mais importantes escritores contemporâneos na sua relação com Pilar del Río, o público, a escrita e a vida.

Como tem sido habitual, a BMPL vai colocar à disposição dos utilizadores um livreto com a biografia da figura visada na edição de novembro do Cinema História, funcionando como complemento informativo do documentário que aborda um período específico da história de José Saramago.

Celebre a cultura portuguesa. Visite-nos!

PONTE DE LIMA: AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO FREIXO DISTINGUIDO EM ITÁLIA COMO “MAKER OF MERIT – BLUE RIBBON”

O Município de Ponte de Lima parabeniza o Agrupamento de Escolas de Freixo, distinguido como “Maker of Merit”, no âmbito do Maker Faire Rome, que decorreu em outubro, em Roma – Itália.

Maker Faire Rome _ 2016 (Small).JPG

O Maker Faire Rome cuja missão foi colocar a cidade de Roma e a Europa no centro do debate sobre a inovação, a difusão da cultura digital e desenvolver o empreendedorismo individual e coletivo, foi um sucesso e contou com 110 000 visitantes. O público, a imprensa e a comunidade internacional consideraram o “Maker Faire Rome” “um evento obrigatório e fundamental”, devido à alta qualidade dos projetos apresentados e devido à grande oferta de atividades educativas.

O Agrupamento de Escolas de Freixo, única escola Portuguesa no evento e uma das 15 escolas europeias selecionadas, apresentou o projeto Dance Robot Art, Build Your STEM Dreams. A construção de robôs é uma atividade com um forte caráter multidisciplinar. A construção de robôs é uma atividade de valor educativo considerável contribuindo para sedimentar os conhecimentos adquiridos pelos alunos.

Este ano, o robô idealizado pelos alunos teve por base o popular jogo Minecraft Education. O jogo e personagem virtuais “ganharam vida”. Todos os visitantes queriam tirar uma “selfie”. Para além das fotos, os visitantes mostravam-se muito curiosos e queriam saber como tudo funcionava. Os alunos mostraram com entusiasmo o trabalho desenvolvido e explicaram os pormenores e as soluções inovadoras que desenvolveram. Para além dos robots, os alunos foram também o centro das atenções na “escrita 3D”. Uma caneta com um sistema de aquecimento que atua sobre o plástico e que sai depois fundido na parte frontal, mereceu largas filas de espera para levarem o nome manuscrito em 3D.

Os alunos, Cristiano Mota e Artur Cunha, referiram que se tratou de uma experiência muito cansativa, mas que não se importam de repetir. Em três dias aprenderam imenso. Viram o que de melhor se faz nas escolas Europeias.

O projeto não passou despercebido à organização e atribui, a um grupo restrito de participantes, a menção “Maker of Merit – Blue Ribbon”. A entrega da prestigiante menção foi feita diretamente por Sherry Huss, cofundadora e Vice-Presidente do Maker Faire Internacional, que destacou o trabalho e o entusiasmo do projeto.

Considera o Município e a Escola que esta distinção é um orgulho para os alunos, e reflete o trabalho que se faz na escola. Segundo o Agrupamento de Escolas de Freixo estas “experiências deviam ser mais frequentes pois permitem desenvolver várias competências desde a criatividade, capacidade de comunicação, colaboração e responsabilidade social, entre outras. Participar num evento desta dimensão é uma grande responsabilidade, mas, os alunos estiveram à altura.”

De referir que este projeto e participação foram possíveis com o apoio da Weproductise e da Associação de Pais e Encarregados de Educação do Agrupamento de Escolas de Freixo.

CELORICO DE BASTO MARCA PRESENÇA NA APRESENTAÇÃO DOS FINS-DE-SEMANA GASTRONÓMICOS

“Um evento de época baixa que combate a sazonalidade na região norte”

Celorico de Basto marcou presença hoje, 2 de novembro, na apresentação dos fins-de-semana gastronómicos, um evento promovido pelo Turismo Porto e Norte em parceria com 75 Municípios. A ação decorreu em Vila Real, nos Claustros do Palácio Conde de Amarante em Vila Real, e Celorico de Basto fez-se representar com produtos locais representativos da região.

_DSC8889.jpg

“Este evento é exímio na promoção da nossa gastronomia, um produto cada vez mais apelativo para atrair visitantes ao nosso território” palavras do vereador do turismo da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Fernando Peixoto, presente na cerimónia. O autarca reforçou a necessidade de organizar eventos na época baixa por forma a combater a sazonalidade. “O território não pode ser apelativo apenas na época alta, é crucial criar eventos e atividades que combatam a sazonalidade, numa parceria constante entre os municípios e o setor privado” disse.

Celorico de Basto participa nos fins-de-semana gastronómicos de 17 a 19 de março, com o cabrito assado e o pão-de-ló. “Mantemos o mesmo prato até o tornarmos um ex-libris gastronómico da nossa terra, é preciso insistir, criar hábitos, dar a conhecer a quem nos visita o que é típico, o que é nosso” concluiu Fernando Peixoto.

A cerimónia de apresentação dos Fins-de-Semana Gastronómicos contou com a presença de várias edilidades do norte de Portugal tendo sido oficialmente apresentada pelo presidente da Entidade Turismo Porto e Norte de Portugal, Melchior Moreira e o Presidente da Câmara Municipal de Vila Real, Rui Santos. A abertura contou com a atuação de Cláudia Monteiro, jovem fadista de Vila Real.

Durante a sessão, o presidente da TPNP realçou o facto de o Porto e Norte de Portugal ter “chegado ao pódio como destino turístico em Portugal. Estamos em 3º lugar, conseguimos resultados excecionais e, até dezembro, estou certo que ultrapassaremos os 6,5 milhões de dormidas” disse. Realçou ainda a necessidade de combater a sazonalidade com eventos como o que estava a ser apresentado. “Este evento vai crescendo de ano para ano, temos mais de 1000 restaurantes aderentes e mais de 450 empreendimentos turísticos fruto de uma parceria bem delineada com os municípios e com os privados”.

Terminada a apresentação, os presentes foram convidados a degustar os produtos gastronómicos presentes. Celorico de Basto levou o vinho verde da região, o Pão-de-ló, os enchidos e aproveitou para promover a Feira Anual de Sta. Catarina e “Celorico de Basto Capital das camélias”.

Os Fins-de-Semana Gastronómicos começam oficialmente no dia 4 de novembro e prolongam-se até ao dia 28 de maio de 2017. A brochura dos Fins-de-Semana Gastronómicos foi apresentada e será o guia para muitos “turistas gastronómicos”, com mais de 180 receitas.

_DSC8903.jpg

_DSC8913.jpg

ESCRITORA LÍDIA JORGE VAI A GUIMARÃES

DIA 10, ÀS 18 HORAS

Lídia Jorge em Guimarães na edição de novembro da iniciativa “Escritor no Concelho”

Nomes da literatura nacional na Biblioteca Municipal Raul Brandão. Público com papel interativo pode colocar questões à convidada.

Lidia_Jorge_Escritor_no_Concelho.JPG

A conhecida escritora Lídia Jorge é a convidada do penúltimo mês do ano para estar à conversa com Pedro Vieira, na Biblioteca Municipal Raul Brandão, no próximo dia 10 de novembro (quinta-feira), às 18 horas, na edição deste mês da iniciativa “Escritor no Concelho”, inserida no âmbito das comemorações dos 150 anos do Nascimento de Raul Brandão, que a Câmara Municipal de Guimarães está a promover até 2017.

Da sua vasta obra destacam-se os romances “O Dia dos Prodígios” (1980), “O Cais das Merendas” (1982), “Notícia da Cidade Silvestre” (1984), os dois últimos distinguidos com o Prémio Cidade de Lisboa, “A Costa dos Murmúrios” (1988), e “O Jardim sem Limites” (1995), distinguido com o Prémio Bordallo de Literatura da Casa da Imprensa.

“O Vale da Paixão” (1998) recebeu cinco prémios: Dom Dinis, Bordallo, Ficção do PEN Clube, Máxima de Literatura e o Prémio Jean Monet de Literatura Europeia – Escritor Europeu do Ano, tendo sido ainda finalista do International IMPAC Dublin Literary Award 2003. O seu romance “O Vento Assobiando nas Gruas” (2002) conquistou o Grande Prémio de Romance e Novela da APE e o Prémio Literário Correntes d’Escritas, e o romance “Combateremos a Sombra” o Prémio Charles Bisset (2008).

Pelo conjunto da sua obra, que se encontra traduzida em muitas línguas e países, foi vencedora do prestigiado prémio da Fundação Günter Grass, na Alemanha, ALBATROS (2006) e do Grande Prémio Sociedade Portuguesa de Autores – Millennium BCP. Em 2011, foi distinguida com o Prémio da Latinidade João Neves da Fontoura e, em 2013, a prestigiada revista francesa “Le Magazine Littéraire” incluiu Lídia Jorge entre “10 grandes vozes da literatura estrangeira”. Em 2014, recebeu o Prémio Luso-Espanhol de Arte e Cultura e, em 2015, o Prémio Urbano Tavares Rodrigues e o Prémio Vergílio Ferreira.

MONÇÃO: TANGIL FOCADO NA MELHORIA DA REDE VIÁRIA E PONTOS DE ÁGUA PARA COMBATER INCÊNDIOS

Na deslocação à freguesia de Tangil, Augusto de Oliveira Domingues visitou as obras de alargamento do cemitério e de melhoramento da rede viária, interagindo com a população e tomando contacto com as prioridades do executivo local. 

Tangil 01 (Large).JPG

O presidente da Câmara Municipal de Monção, Augusto de Oliveira Domingues, deslocou-se recentemente à freguesia de Tangil para visitar algumas das obras em execução naquela freguesia do Vale do Mouro e tomar contacto com as prioridades do executivo local para os próximos tempos.

Nesta visita, Augusto de Oliveira Domingues esteve acompanhado pela Vice-Presidente, Conceição Soares, e pelo Vereador das Atividades Socioculturais, Paulo Esteves, tendo sido recebidos pelo presidente da Junta de Freguesia de Tangil, Euclides Cerqueira, e pela secretária, Sandra Fernandes.

A comitiva iniciou a visita com uma deslocação ao cemitério da freguesia. No local, foi possível verificar as obras de beneficiação e de alargamento com a execução de 77 novas sepulturas, 44 das quais já vendidas, bem como os novos caminhos com acesso à parte de baixo do cemitério.

Ainda em terra batida mas já delimitados por muros, os dois novos caminhos, situados junto a um amplo espaço de estacionamento automóvel, representam uma vantagemimportante para a população que se desloca à casa mortuária e ao cemitério.

Interagindo com a população a cada passo, a visita continuou com deslocações a espaços intervencionados ao nível da rede viária. Casos da Calçada da Lameira, Beco da Barronda ou Santa Marinha. Um percurso interrompido, várias vezes, para apreciar os trabalhos de recuperação dos lavadouros públicos existentes na freguesia.

Paragem também em dois depósitos de água que servem a freguesia, tendo sido aventada a possibilidade, adiantada pelo município, da realização de prospeções de água em Santa Marinha. O objetivo é melhorar o abastecimento de água ao domicílio, assegurando um serviço de qualidade à população local.

Em termos de prioridades, o executivo de Tangil colocou a tónica na operacionalidade de pontos de água, de forma a combater atempadamente eventuais fogos florestais, e na valorização da rede viária da freguesia e nas ligações a freguesias vizinhas.

Neste capítulo, referência para a ligação do cemitério à EBI de Tangil, assegurando o prolongamento do acesso em fase de execução. Também para um caminho no lugar de Modelos, onde é necessário proceder à deslocalização de um espigueiro, que se encontra sobre o caminho, para se proceder ao respetivo alargamento.

Tangil 02 (Large).JPG

tangil 06 (Large).JPG

Tangil 07 (Large).JPG

tangil 11 (Large).JPG

tangil 17 (Large).JPG

FESTIVAL DE ARTE BINNAR ARRANCA AMANHÃ EM FAMALICÃO

Primeira edição do evento decorre de 3 a 20 de novembro e vai percorrer vários espaços da cidade

É com um solo da cantora portuguesa Ana Deus, ex-Três Tristes Tigres e Osso Vaidoso, que abre esta quinta-feira, 3 de novembro, a primeira edição do festival de arte BINNAR, que a partir de amanhã, e durante os próximos dezoito dias, vai percorrer os principais espaços culturais do concelho de Vila Nova de Famalicão com concertos, cinema, exposições, performances e oficinas. 

O fotógrafo colombiano Daniel González é um dos artistas que compõem a exposição coletiva MIT Me There.jpg

A iniciativa, organizada pela associação cultural BINNAR com o apoio da Câmara Municipal, conta com um programa diversificado que reúne mais de uma dezena de artistas consagrados e emergentes do panorama artístico nacional e internacional. 

A performance de Ana Deus está marcada para as 21h30, na Casa das Artes de Famalicão. Dos vários concertos agendados para os próximos dias, destaque para a atuação de uma das mais conhecidas bandas da Galiza, os Cró, esta sexta-feira, dia 4, a partir das 22h00, no espaço cultural Cru. 

Um dos pontos altos do festival acontece já no próximo dia 12 de novembro, com a inauguração da instalação artística “(MIT) Me There”, no Museu da Indústria Têxtil. Uma exposição coletiva internacional que reúne trabalhos de fotografia e pintura de vários artistas, entre os quais a espanhola Núria Figueiredo e o fotógrafo colombiano Daniel González. 

A Fundação Cupertino de Miranda, a Galeria Soledade Malvar, o Mosteiro de Arnoso Santa Eulália, a Fundação Castro Alves, o Museu Ferroviário e a escola de artes “A Casa ao Lado” são outros dos espaços que vão dar palco às diversas iniciativas do BINNAR, cujo programa completo está disponível para consulta em www.binnar.org

Todas as iniciativas e atividades inseridas no âmbito do festival são de entrada gratuita.

Ana Deus_Colo.jpg

MUNICÍPIO DE PÓVOA DE LANHOSO REDUZ IMI PARA FAMÍLIAS POVOENSES

A Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso vai baixar o IMI para as famílias Povoenses. A medida faz parte do Plano e Orçamento para 2017, documento aprovado por maioria (com os votos contra do Partido Socialista), no decorrer da última reunião de Câmara, realizada no passado dia 31 de outubro.

Presidente da Camara Municipal da Povoa de Lanhoso 2.JPG

Assim, no que se refere a impostos municipais, o destaque vai para a redução do IMI. Apesar de este ser um imposto fundamental na receita da Autarquia, o executivo liderado por Manuel Baptista decidiu reduzir para 0.34% a taxa que atualmente está fixada em 0.36%. Esta é uma ajuda para diminuir os impostos familiares, à qual se juntam as isenções bem como as reduções para as famílias com dependentes.“Este é um Orçamento amigo das famílias e do investimento. Vamos cumprir o que assumimos com os Povoenses, realizando os investimentos que planeamos no âmbito do novo quadro comunitário. Há uma aposta forte no ambiente e na valorização das freguesias. Este é também um orçamento que projeta o desenvolvimento do concelho para os próximos anos, com responsabilidade social”, sintetiza o Presidente da Câmara Municipal, Manuel Baptista.  

Prioridades do último ano de mandato

O preâmbulo do referido documento, apresenta de forma sistematizada e resumida, mais cinco eixos principais de intervenção.

Assim, no capítulo do Ambiente, refere-se o forte investimento no alargamento da rede de água e saneamento, tendo candidatado ao POSEUR cerca de 4 milhões e 300 mil euros, envolvendo 14 freguesias; a requalificação do Parque do Pontido – Fase I; e um projeto piloto de eficiência energética na Iluminação Pública, introduzindo a tecnologia LED.

Na área da Educação, está prevista a requalificação da Escola Básica Prof. Gonçalo Sampaio, num investimento de 2 milhões e 500 mil euros, que permitirá dotar esta escola das melhores condições e encerrar o ciclo de requalificação dos equipamentos escolares.

A requalificação dos Paços do Concelho; a requalificação do Largo do Amparo e Alegria; a requalificação da Praça Eng. Armando Rodrigues; e a requalificação de Redes Pedonais na Vila são os principais projetos apontados para 2017 no campo da Regeneração Urbana.

No que se refere às Freguesias, para além do forte investimento no alargamento da rede de água e saneamento, está prevista a manutenção dos valores transferidos em sede de protocolo de delegação de competências e acordos de execução; a manutenção dos apoios no âmbito do projeto Câmara Amiga das Freguesias; e a concretização das prioridades definidas pelos Presidentes de Junta, à semelhança do presente ano.

O Desenvolvimento económico também é apontado como um dos eixos principais de intervenção, destacando-se a entrada em funcionamento da incubadora de Fontarcada; e a manutenção da política de apoio à captação de investimento.

O mesmo documento aponta que no próximo ano não será esquecida a estratégia de formação cultural e de promoção turística do concelho nem o excelente trabalho de responsabilidade social que tem sido concretizado.

“Este é um plano de atividades realista que concretiza maioritariamente o compromisso que assumimos com os Povoenses em 2013. Um caminho que nos orgulha, que tem afirmado o nosso concelho como um território que oferece excelentes condições para os seus cidadãos. Um concelho dotado de equipamentos públicos de qualidade, que respondem às necessidades dos Povoenses. Uma Autarquia com contas equilibradas, gerida com rigor e transparência. Este é o legado que deixamos para o próximo mandato”, conclui-se no preâmbulo, que refere ainda um orçamento de 16 milhões e 800 mil euros para 2017.

CERQUIDO VILLAGE: PONTE DE LIMA APRESENTA ALOJAMENTO TURÍSTICO NA ENCOSTA DA SERRA D'ARGA

Cerquido Village – O único segredo que não é para guardar!

Entre curvas e contracurvas, despedimo-nos do burburinho citadino e começamos a sentir a paz que se avizinha.

cerq (1).png

O Cerquido Village nasce há cerca de dois anos, um projeto cheio de pequenos sonhos que se transformam na preferência daqueles que por aqui passam. Com alojamento em diversos pontos da encosta da Serra D’Arga, dispõe de jacuzzi e uma piscina incrível, de interior com água aquecida, e afirma-se como uma varanda sobre o Vale do Lima.

cerq (2).png

São os lugares certos que nos preenchem a alma...

De decoração simples, colorida e acolhedora, estes alojamentos são a simbiose perfeita do conforto com a natureza e encontram-se a apenas a 15km de Ponte de Lima, a Vila mais Antiga de Portugal.

Localizada na Aldeia do Cerquido, em plena Serra D’Arga onde prevalece uma paisagem que inspira, característica do Entre Douro e Minho, e que lhe permitirá vivenciar um sem número de sensações e experiências.

cerq (3).png

Experiências

As casas do Cerquido Village servem vários propósitos. Entre a calma e a tranquilidade que lhes é característica poderá descobrir sensações e experiências únicas.

Entre uns dias românticos a dois, onde poderá disfrutar de uma tranquila caminhada, um passeio de bicicleta ou a cavalo e contemplar toda a beleza natural da Serra D’Arga. E uns dias divertidos com amigos, onde é possível conjugar a vivência rural e genuína de um pastor com a adrenalina dos desportos radicais através de atividades no Bike Park, desde o Down Hill, Cross Country, Enduro ou passeios turísticos.

E nada melhor para terminar estes dias como um copo de vinho verde gelado entre mergulhos na piscina e ficar noite dentro perdido em conversas e gargalhadas apaixonantes sem ter de olhar para o relógio.

Um espaço repleto de detalhes que fazem deste refúgio um local de onde não apetece sair.

Saiba mais através do nosso website e do nosso facebook.

cerq (4).png

AURORA FERNANDES EXPÕE PINTURA EM MONÇÃO

Exposição de pintura "Cores da Vida" de Aurora Fernandes na Casa Museu de Monção/UMinho

Encontra-se patente ao público, de 2 de novembro e até ao final do mês, na Sala de Exposições Temporárias da Casa Museu de Monção/Universidade do Minho, a exposição de pintura da artista Aurora Fernandes, intitulada "Cores da Vida".

AuroraF.JPG

"Autodidata, apaixonada pelas cores e pela vida, nesta, que é a sua segunda exposição, tenciona mostrar excertos de vida banhados pela cor. Segundo a artista, enquanto pinta viaja para outro mundo descrevendo-o como o seu refúgio, onde sonha e é feliz!!"

A entrada é livre!

CERVEIRA APROVA ORÇAMENTO PARA 2017

Autarquia aprova orçamento para 2017 “sustentado na realidade e alheio ao calendário eleitoral”

A Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira aprovou, em reunião desta segunda-feira, o Orçamento e Grandes Opções de Plano (GOP) para o próximo ano no valor de 12,1 milhões de euros, representando um acréscimo de cerca de 6% relativamente ao documento anterior. O aumento da verba na ordem dos 700 mil euros deve-se àstransferências do Estado, àscandidaturas comunitárias em processo de aprovação e ao saldo municipal positivo que se prevê que transite de 2016. Documento aprovado por maioria, com duas abstenções do PS, vai ser remetido para apreciação pela Assembleia Municipal.

Consolidando a política de proximidade encetada desde o início do mandato, o atual executivo cerveirense apresentou os investimentos e as linhas diretrizes para 2017, continuando a dar especial atenção às famílias, idosos, jovens, Juntas de Freguesia, Ambiente e Património Municipal,através de uma ação ponderada, comprometidae eficiente na defesa do bem-estar dos munícipes.

“Sendo 2017 o último ano do atual mandato autárquico e, consequentemente, um ano eleitoral, seria mais fácil, por ser tentadora, a aposta em projetos apelativos, mas que não teriam qualquer coerência na sustentabilidade económica que desejamos. Desta forma, optamos por manter o rumo dos anos anteriores, apresentando um Orçamento e Grandes Opções de Plano pautados por realismo e sustentabilidade, ajustados às necessidades e à realidade do concelho, bem como à coerência que desde o início imprimimos a este mandato autárquico”, explicou edil cerveirense durante a reunião de Câmara. Fernando Nogueira assegurou ainda que o presente orçamento tem ainda uma margem de evolução, mediante o arranque do quadro comunitário ‘Norte 2020’, e a consequente aprovação de projetos apresentados pela autarquia.

Desta forma, o orçamento fixa-se nos 12,1 milhões de euros o que, comparativamente com 2016, representa um acréscimo de 6%, fruto de um conjunto de fatores, nomeadamente o aumento das transferências do Orçamento de Estado e da comparticipação comunitária, bem como de um previsível saldo positivo nas contas da Câmara Municipal que transitará para o próximo ano.

Pela estratégia refletida nas pessoas, este aumentoé repercutido num reforço transversal em todas as áreas, mas principalmente das ‘Funções Sociais’ - Educação, Segurança e Ação Social, Habitação e Serviços Coletivos, e Serviços Culturais, Recreativos e Religiosos – que têm um peso de 59,7% nas GOP.

Ao nível de impostos que recaem sobre as famílias e as empresas sedeadas no concelho, mantém-se as reduções já deliberadas, com o intuito de minimizar a carga fiscal que depende da vontade do município.No que concerne às Juntas de Freguesia há a registar um aumento em 4% das transferências diretas e ao qual se acrescetambém 10% a comparticipação em projetos que venham a apresentar. Não obstante, os apoios destinados às diversas instituições públicas e privadas sem fins lucrativos de natureza cultural, social e desportiva também são para manter em 2017.

Entre alguns dos investimentos prioritários das GOP parao próximo ano, consta-seo projeto de beneficiação da EB2,3/S de Via Nova de Cerveira; o arranque do investimento no Parque de Atividades Económicas de Sapardos; a implementação do Espaço de cidadão na Zona Industrial; a execução da 3ª fase da Ecovia; o Parque Transfronteiriço Castelinho-Fortaleza;a beneficiação da rede viária municipal; a regeneração urbana da entrada sul da vila; a qualificação, reforço e manutenção da rede de água; o Orçamento Participativo 2017.

Com este Orçamento e GOP, o objetivo do presente executivo é o de continuar a promover Vila Nova de Cerveira, “honrando os compromissos com fornecedores, colaboradores e cerveirenses em geral, disponibilizando um serviço público de qualidade”.

TERRAS DE BOURO ASSOCIA-SE À LIGA PORTUGUESA CONTRA O CANCRO NA SENSIBILIZAÇÃO PARA O CANCRO DA MAMA

Centro Municipal de Valências e  Liga Portuguesa Contra o Cancro trazem “Onda Rosa” a Terras de Bouro

Para a concretização desta iniciativa do Centro Municipal de Valências de Terras de Bouro, que decorreu durante a segunda quinzena de outubro, procedeu-se à decoração em tons de rosa da fachada do edifício da Câmara Municipal e da principal rotunda da sede do concelho. Foram colocados mupis e espalhados cartazes e laços cor-de-rosa pelos locais mais emblemáticos do concelho, criando uma verdadeira “Onda Rosa”. Durante todo este período foi também colocada uma mensagem no site oficial do município que procurou chegar a todos aqueles que acederam a esta página.

ondarosatbou (1).jpg

Para encerrar esta campanha de sensibilização foram distribuídos laços cor-de-rosa e folhetos informativos à população local no dia 28 de outubro, na Vila do Gerês e no dia 31 de outubro, na Vila de Terras de Bouro.

Durante estas duas semanas procurou-se sensibilizar e alertar as pessoas para a importância da prevenção e da deteção precoce do cancro da mama. A deteção precoce do cancro da mama aumenta expressivamente as hipóteses de cura e permite a realização de tratamentos significativamente menos agressivos para os doentes.

O mês de outubro é assinalado por duas efemérides: a 15 de outubro assinala-se o Dia Mundial da Saúde da Mama e a 30 de outubro o Dia Nacional de Luta Contra o Cancro da Mama. É neste período que o Departamento de Educação para a Saúde da Liga Portuguesa Contra o Cancro desenvolve o movimento "Onda Rosa" procurando incentivar à prevenção e diagnóstico precoce do cancro da mama.

ondarosatbou (2).jpg

ondarosatbou (3).jpg

MUNICÍPIO DE BRAGA SENSIBILIZA PARA IMPORTÂNCIA DA AQUISIÇÃO DE COMPETÊNCIAS

Programa ‘Qualifica’ visa formação de jovens e adultos

A vereadora da Educação do Município de Braga, Lídia Dias, visitou hoje, 2 de Novembro, a empresa ‘APC – Instrumentos Musicais’, sediada em Celeirós, no âmbito de uma acção de promoção do ‘Qualifica’, um programa que arranca em Janeiro de 2017 e que visa a formação de jovens e adultos.

CMB02112016SERGIOFREITAS0000003282.jpg

O Centro para a Qualificação e Ensino Profissional – que passará a designar-se ‘Centro Qualifica’ - resulta da parceria entre o Município, os Agrupamentos de Escolas Alberto Sampaio, Carlos Amarante, D. Maria II, Maximinos e Sá de Miranda, a Escola Profissional de Braga e a Associação Industrial do Minho. Neste âmbito, o Município de Braga irá proporcionar, de forma gratuita, o acesso à formação profissional, contribuindo para o aumento das qualificações de jovens e adultos com habilitações mínimas.

“Temos contactado as Juntas de Freguesia e diversas empresas no sentido de promover este programa junto das suas comunidades, procurando sensibilizar a população para a importância da aposta na sua formação”, referiu Lídia Dias, que falou deste tema aos cerca de 50 trabalhadores da ‘APC’, uma das maiores empresas nacionais na área da construção e exportação de cordofones.

As inscrições para o ‘Qualifica’ devem ser feitas junto do Centro para a Qualificação e Ensino Profissional, instalado na rua Afonso Henriques, n.º 17. O processo inclui orientação vocacional para a obtenção de uma qualificação escolar ou profissional. Mais informações sobre o programa podem ser obtidas através do telefone 253 273 554 ou e-mail cqep@cm-braga.pt, de Segunda a Sexta-feira, das 09h00 às 13h00 e das 14h00 às 17h30.

CMB02112016SERGIOFREITAS0000003283.jpg

CMB02112016SERGIOFREITAS0000003285.jpg

PONTE DA BARCA RECE OS NICE WEATHER FOR DUCKS

Projeto 'Música em Casa' apresenta Nice Weather for Ducks a 5 de novembro na Casa da Cultura de Ponte da Barca. Bilhetes à venda na Casa da Cultura e Loja Interativa de Turismo

É já no próximo sábado que os Nice Weather for Ducks vão estar em concerto na Casa da Cultuta de Ponte da Barca, a partir das 22h. Este concerto está inserido no projeto da autarquia barquense, 'Música em Casa' que trará, até dezembro, à Casa da Cultura, uma programação musical que vai dar a conhecer em Ponte da Barca vários projetos de músicos portugueses em ascensão, que vão de encontro a distintos gostos musicais.

14947588_1312084355510682_6986744731660164774_n.jpg

Os leirienses Nice Weather for Ducks chegaram em 2012 com "2012", depois viajaram em "Back To The Future" e do primeiro disco "Quack" acabaram de lançar o terceiro single "Bollywood".

Depois de abrirem a compilação Novos Talentos Fnac, a banda 'abanou' o Vodafone Mexefest ou o Bons Sons e venceram no festival espanhol Monkey Week (onde receberam excelentes críticas e intensa passagem na RNE3). Regressam aos discos em 2016 com 'Love Is You And Me Under The Night Sky' apresentado pelo single 'Marigold'.

Os bilhetes (2 euros) estão à venda na Casa da Cultura e na Loja Interativa de Turismo

MONÇÃO COMEMORA S. MARTINHO

Magusto, dedicado à população sénior e aberto a todos os munícipes e visitantes, realiza-se no dia 13 de novembro, domingo, a partir das 14h00, no Mercado Municipal. Animação musical a cargo dos grupos “Flores da Terra” e “Sons do Gadanha”. No âmbito do projeto “Dar Vida ao Mercado”, realiza-se, no mesmo dia, a partir das 10h00, o “Mercado do Artesanato”.

Magusto2016.jpg

O habitual magusto anual da Câmara Municipal de Monção, denominado “Comemoração do S. Martinho”, realiza-se no próximo domingo, dia 13 de novembro, a partir das 14h00, no Mercado Municipal, prometendo uma tarde animada com muitas castanhas e vinho tinto da nossa região.

Nesta iniciativa, que junta muita gente vinda de diferentes freguesias do concelho e localidades vizinhas dos dois lados do rio Minho, a autarquia vai disponibilizar 300 quilos de castanhas e 2 barris de vinho tinto. A animação musical estará a cargo dos grupos“Flores da Terra” e “Sons do Gadanha”.

Além da passagem de uma jornada agradável, esta iniciativa permite o fortalecimento de relações nesta faixa etária, garantindo uma quebra na rotina de solidão e isolamento de muitas destas pessoas e contribuindo para um envelhecimento ativo.

À semelhança de anos anteriores, as pessoas vão encontrar neste espaço de convívio a possibilidade de trocarem dois dedos de conversa com familiares e amigos ao ritmo de música tradicional e de um punhado de castanhas aconchegadas por um copo de vinho.

Em conjunto com o passeio sénior, esta iniciativa é um dos momentos aguardados com grande expectativa pela gente mais idosa do concelho que aproveita este encontro anual para confraternizar e rever amigos. Como dizia alguém: “é como vir à feira só que agora temos castanhas e vinho de borla”.

No âmbito do projeto “Dar Vida ao Mercado”, realiza-se, no mesmo dia, a partir das 10h00, o “Mercado do Artesanato”. A Associação de Artesões de Monção Post`Arte vai disponibilizar algumas bancas com artesanato local, juntando o útil ao agradável: Saborear uma castanha e espreitar o artesanato local.

CENTRO DE CIÊNCIA VIVA DE GUIMARÃES APRESENTA OFERTA EDUCATIVA

Curtir Ciência lança Oferta Educativa 2016-2017

Atividades lúdicas e recreativas para vários públicos – do pré-escolar até aos seniores -, experiências em laboratório e visitas guiadas - não faltam propostas na Oferta Educativa do Curtir Ciência.

O calendário foi definido tendo em consideração os programas curriculares de cada ciclo do ensino básico, assegurando desta forma que as nossas atividades podem complementar as matérias lecionadas em sala de aula. Além disso, as atividades propostas podem ser realizadas nas escolas, evitando assim os obstáculos de transporte.

Da Meteorologia ao Corpo Humano, passando pelo Mundo das Plantas e pelos Ecossistemas, o Curtir Ciência propõe vários ateliês com atividades práticas estreitamente relacionadas com os programas curriculares.

Outra das preocupações é a adequação das atividades a cada faixa etária. Assim, para as crianças do pré-escolar está previsto um programa especial que permite optar por uma visita à Exposição Permanente; por um Show de Ciência repleto de atividades de laboratório ou, ainda, optar pelas duas – Visita à Exposição Permanente e Show de Ciência. Face à componente técnica de alguns dos módulos, adequamos a visita à faixa etária destes visitantes, contemplando as salas de Comunicações e Tubo falante; Comunicações espaciais e Superfície lunar; Robôs Lego; Reciclagem e Túnel interativo do Sistema Solar.

Mas a Oferta Educativa não se restringe ao público escolar. Para o público sénior foram definidas atividades que visam estimular os mais idosos a reviverem experiências e memórias, valorizando a educação ao longo da vida.

A Oferta Educativa do Curtir Ciência para o presente ano letivo pode ser consultada em www.ccvguimaraes.pt/ofertaeducativa

ÁREAS DE REABILITAÇÃO URBANA EM AMARES

Áreas de reabilitação Urbana (ARU) do Concelho de AMARES

O Decreto-Lei nº 307/2009 de 23 de outubro define área de reabilitação urbana, como a área territorialmente delimitada que, em virtude da insuficiência, degradação ou obsolescência dos edifícios, das infraestruturas, dos equipamentos de utilização coletiva e dos espaços urbanos e verdes de utilização coletiva, designadamente no que se refere às suas condições de uso, solidez, segurança, estética ou salubridade, justifique uma intervenção integrada, através de uma operação de reabilitação urbana aprovada em instrumento próprio ou em plano de pormenor de reabilitação urbana.

A aprovação da ARU é uma competência da autarquia e um passo instrumental para o lançamento de uma nova estratégia municipal de reabilitação urbana com investimentos públicos e privados.

A aprovação da delimitação das áreas de reabilitação urbana de amares habilita os proprietários de prédios urbanos (ou de frações de prédios urbanos) localizados na ARU a usufruir de um conjunto diversificado de benefícios fiscais.

Benefícios

  • IMI - Isenção por um período de 5 anos
  • IMT - Isenção na 1ª transmissão do imóvel reabilitado, quando destinado exclusivamente a habitação própria e permanente.
  • IRS - Dedução à coleta de 30% dos encargos suportados pelo proprietário relacionados com a reabilitação, até ao limite de 500€.
  • Mais-Valias - Tributação à taxa reduzida de 5% quando estas sejam inteiramente decorrentes da alienação de imóveis reabilitados em ARU.
  • Rendimentos Prediais - Tributação à taxa reduzida de 5% após a realização das obras de reabilitação.
  • IRC - Isenção para os rendimentos obtidos por fundos de investimento imobiliário, desde que constituídos entre 1 de janeiro de 2008 e 31 de dezembro de 2013 e pelo menos 75% dos seus ativos sejam imóveis sujeitos a ações de reabilitação certificadas.
  • Tributação à taxa de 10% das unidades de participação nos fundos de investimento imobiliário, em sede de IRS e IRC e Mais-Valias.
  • A redução da taxa do IVA para 6% é aplicável nas seguintes situações:

- Empreitadas de reabilitação urbana realizadas em imóveis ou em espaços públicos localizados em Área de Reabilitação Urbana, ou no âmbito de operações de requalificação e reabilitação de reconhecido interesse público nacional.
- Empreitadas de beneficiação, remodelação, renovação, restauro, reparação ou conservação de imóveis ou partes autónomas destes afetos à habitação, com exceção dos trabalhos de limpeza, de manutenção dos espaços verdes e das empreitadas sobre bens imóveis que abranjam a totalidade ou uma parte dos elementos constitutivos de piscinas, saunas, campos de ténis, golfe ou minigolfe ou instalações similares.

ARU.png

DANIEL MELINGO REALIZA CONCERTO EM PONTE DE LIMA

5 de Novembro – 21h30 – Teatro Diogo Bernardes – Ponte de Lima

Aquele que poderá ser considerado o concerto do ano do Teatro Diogo Bernardes, tendo em conta a excelência do nome que apresenta, Daniel Melingo, reconhecido no panorama musical em termos mundiais, terá lugar no próximo sábado, 5 de Novembro às 21h30, afirmando cada vez mais a sala de espectáculos limiana no contexto cultural nacional, integrando projectos internacionais de grande valia, alguns dos quais procuram a mesma para apresentação dos respectivos trabalhos.

melingo_mupi_.jpg

Será um dos momentos mais altos da programação do 120.º Aniversário do Teatro Diogo Bernardes, que se prolonga até 19 de Setembro de 2017, estando garantidas várias surpresas no decurso da temporada festiva de 2016-2017.

Daniel Melingo, poeta e multi-instrumentista, do saxofone, guitarra e clarinete, com uma carreira no teatro, músico de rock com incursões no punk, é hoje um dos nomes maiores do tango e milonga. Os seus espectáculos são cénicos e intensos, incapazes de deixar indiferente quem assiste. Para o espectáculo do Teatro Diogo Bernardes, em Ponte de Lima, traz o novo álbum “Anda”, onde o tango renasce, sob forma de ficção neo-rock arty, como numa galeria de personagens que caracterizam Erik Satie e Serge Gainsbourg, fazendo-se acompanhar por Lalo Zanelli no piano, Romain Lecuyer no contrabaixo, Facundo Torres no bandoneon e Rodrigo Guerra na guitarra eléctrica.

Apresentado como um delírio saído de uma novela de Borges, em que Melingo surge como uma espécie de ilusionista, o novo álbum é também descrito como um filme de Fellini que se vê de olhos fechados e ouvidos bem abertos. Referências mais do que certeiras que posicionam o novo trabalho de Melingo entre o realismo e a fantasia, feito de palavras e imagens fortes e de uma música absolutamente singular onde ao tango se juntam referências de Serge Gainsbourg a Erik Satie. Sinal claro que o universo deste incrível criador argentino continua em expansão e cada vez mais refinado.

Ao vivo, Melingo faz-se sempre acompanhar por músicos superiores, uma banda sabedora que estudou os mais obscuros recantos do tango e das milongas, conhecendo igualmente a longa linhagem musical que se estende de Frank Zappa a Tom Waits ou os ecos de sons do mundo como os da canção árabe. Em palco, surge possuído por esse espírito exploratório e incorpora as personagens que fazem das suas canções tesouros singulares.

Os bilhetes encontram-se à venda no Teatro Diogo Bernardes (2,00€) e todas as informações podem ser obtidas pelo telefone 258 900 414 ou pelo email teatrodb@cm-pontedelima.pt

PONTE DE LIMA PROMOVE EMPREGO

Empresas instaladas em Ponte de Lima com o apoio do Município promovem o aumento de cerca 520 novos postos de trabalho

Um conjunto de empresas já instaladas em Ponte de Lima, bem como, outras que se encontram neste momento em fase de instalação, estando a sua grande maioria localizadas nos Pólo Industriais do Município irão criar brevemente, no seu conjunto, mais 520 novos postos de trabalho, dos quais 135 para técnicos altamente qualificados.

Fotografia_FotoEngenho (2).jpg

O apoio dado pelo Município a alguns destes projetos, bem como, as excelentes condições de atratividade promovidas pela autarquia que resultam da conjugação entre as condições físicas de acolhimento, das excelentes acessibilidades existentes e dos benefícios fiscais dados às empresas, fazem com que algumas das empresas já instaladas continuem a apostar em Ponte de Lima como a melhor localização para a expansão do seu negócio. O concelho tem ainda conseguido captar, nos últimos tempos, um conjunto significativo de novas empresas para os seus Pólos Empresariais, estes investimentos irão avançar muito em breve, conforme é intenção dos seus responsáveis.

Se tivermos tudo isto em consideração estes 520 novos postos de trabalho irão ser repartidos por diferentes empresas num leque diversificado de sectores de atividades que passam pela produção de componentes de automóveis, produção de Drones, fabrico de artigos de viagem e marroquinaria, montagem e comércio de equipamentos solares térmicos, fabrico de produtos alimentares no ramo da pastelaria e confeitaria entre outras.

PONTE DA BARCA APRESENTA PROJETO WAYMARKET

Projeto Way2Market apresentado em Ponte da Barca esta sexta-feira

Na sexta-feira, 4 de novembro, pelas 10 horas, o projeto Way2Market será apresentado na vila de Ponte da Barca.

Cartaz - Ponte da Barca.png

A apresentação acontece na Casa da Cultura, com um seminário regional para a apresentação da marca “100% Alto Minho”, em mais uma iniciativa da CEVAL – Confederação Empresarial do Alto Minho, que está a promover um périplo pelo distrito.

O projeto Way2Market visa a consolidação da marca ‘100% Alto Minho’ e a expansão da marca para o mercado digital com o intuito de fomentar a economia da região Norte.

O projeto representa a criação de uma loja on-line que vai levar produtos endógenos do Alto Minho à diáspora portuguesa. Só a partir de março de 2017 é que a plataforma vai estar disponível para compra e venda de produtos.

A marca ‘100% Alto Minho’ pretende ajudar a promover a identidade da região, divulgando os seus recursos endógenos com o objetivo final de incrementar uma dinâmica de crescimento da sua economia.

MUNICÍPIO DE BRAGA APOIA ESCOLAS E JARDINS-DE-INFÂNCIA COM MATERIAL DESPORTIVO

Município entrega material desportivo aos Jardins-de-Infância e Escolas Básicas do Concelho. Medida representa um investimento de 30 mil euros

O Município de Braga está a proceder à entrega de diverso material desportivo aos Jardins-de-infância e Escolas do 1.º Ciclo do Concelho. Esta é uma medida que visa dotar os estabelecimentos de ensino das melhores condições para a prática desportiva e estimular os alunos para os benefícios do exercício físico.

CMB27102016SERGIOFREITAS0000003228.jpg

“É a primeira vez que o Município de Braga entrega este equipamento directamente às escolas e jardins-de-infância. Entendemos que esta é a melhor forma de incrementar o gosto pela actividade física nos alunos e de dotar os estabelecimentos de ensino de todas as condições para o fazer”, referiu Lídia Dias, vereadora da Educação da Câmara Municipal de Braga, durante a entrega do material na EB1 de Maximinos, adiantando que “esta medida representa um investimento por parte do Município de cerca de 30 mil euros”.

Os kits desportivos entregues a cada estabelecimento de ensino abrangem diversas modalidades, sendo compostos por arcos de ginástica, bolas de andebol, bolas de basquetebol, bolas de futebol, bolas de ginástica, bolas de iniciação ao voleibol, bomba, cordas, sinalizadores e coletes.

Como explicou a vereadora, “a entrega deste material está a ser feita de forma faseada e durante os próximos dias chegará a todos os jardins-de-infância e escolas do 1.º Ciclo do Concelho de Braga”.

CMB27102016SERGIOFREITAS0000003229.jpg

CMB27102016SERGIOFREITAS0000003230.jpg

VIZELA PROMOVE LITERATURA INFANTIL

Sábados na biblioteca de Vizela. “A princesa e o sapo”

No âmbito da atividade Sábados na Biblioteca, a Biblioteca Municipal Fundação Jorge Antunes promove, no próximo dia 5 de novembro, às 15.30h, a atividade  “A princesa e o sapo”.

De lembrar que a Biblioteca Municipal Fundação Jorge Antunes está aberta todos os sábados, sendo que no primeiro sábado de cada mês realiza-se a atividade Sábados na Biblioteca (Hora do conto + oficina), das 15h30 às 17h00.

Sábados na biblioteca

Conto + origami

“A princesa e o sapo”

5 de novembro, 15h30

Era uma vez uma princesa que gostava de jogar à bola no jardim. Um dia perdeu a bola e um sapo ofereceu-se para a ajudar a encontrar. Em troca da bola a princesa teria de levar o sapo para o palácio, deixá-lo comer da sua comida e dormir na sua cama.

Contudo, mal o sapo lhe entregou a bola a princesa fugiu a sete pés.

Queres saber como acaba a história? Esperamos por ti na biblioteca. No final construímos um sapo saltitão através de origami.

Atividade gratuita para famílias.

MUNICÍPIO DE FAFE APROVA POR UNANIMIDADE ORÇAMENTO PARA 2017

Orçamento de 36 milhões de euros traz grande investimento estrutural.Apoios Sociais, Obras e Novos Equipamentos são as grandes apostas

Foi aprovado, por unanimidade, em reunião de câmara extraordinária, o Orçamento do Município de Fafe para o próximo ano.

Orçamento 2017.JPG

Um orçamento que reuniu todo o consenso político e que promete ser uma marca do executivo liderado por Raul Cunha, uma vez que dá um forte enfoque em situações estruturais para o desenvolvimento do concelho.

Com um orçamento de 36 milhões de euros, apoios comunitários e um “trabalho de casa” que tem vindo a ser feito pela Autarquia, vai permitir que 2017 seja um ano de viragem para Fafe em termos de equipamentos e investimento em obras públicas.

Para 2017 estão previstas, entre outras empreitadas, a construção/adaptação do Mercado Municipal, um novo Canilcom mais e melhores condições e a intervenção reforçada no Parque da Cidade, para que esta obra fique finalmente ao serviço dos fafenses.

As tão necessárias obras de requalificação nas Escolas Professor Carlos Teixeira e na Secundária vão igualmente avançar, contribuindo para criar, junto dos estudantes e professores, melhores condições de trabalho, aprendizagem e formação, num espaço mais moderno.

A requalificação da Piscina Municipal e a Pista de Cicloturismo serão também intervenções a ter em conta durante o próximo ano, sendo ainda concluída a intervenção no Parque Municipal de Desportos, para que a Associação Desportiva de Fafe jogue em Fafe, já no início do próximo ano.

O futuro Nó de Arões e a recuperação do Bairro da Cumieira são dois processos que continuam a decorrer e que estão previstos no novo orçamento, a par com a intervenção na estrada de Passos e na estrada de Antime / S. Clemente Silvares.

Este novo orçamento contempla ainda a criação da Zona Industrial de Regadas e a construção do acesso à Zona Industrial de Arões / Golães.

A modernização dos Paços do Concelho e sua progressiva informatização será também uma preocupação a ter em linha de conta, com vista ao melhoramento do seu funcionamento e, desse modo, prestar um melhor serviço aos cidadãos.

O Orçamento de 2017 contempla ainda uma política que busca manter o equilíbrio económico e financeiro do Município.

A Autarquia mantém, em termos de política fiscal, a redução/devolução de 2% do IRS aos Fafenses.

As promoções turísticas e culturais mantêm-se como forte aposta no próximo ano, com o incremento de iniciativas que tragam mais visitantes a Fafe e dinamizem a economia local.

Raul Cunha, Presidente da Câmara Municipal de Fafe, considera que este é um Orçamento “arrojado, corajoso e ancorado no desenvolvimento do território e que deixará uma forte marca para o futuro

Além da forte aposta em obras estruturais para o concelho, daremos continuidade às medidas de combate ao desemprego, promovendo um ambiente propício para a captação de investimento em Fafe e a criação de postos de trabalho. Vamos manter o apoio às empresas capazes de gerar emprego, reduzindo a carga fiscal e estimulando o desenvolvimento de novos projetos.

Em 2017, apesar de ser um ano fortemente virado para as obras públicas, não esquecemos as pessoas e as políticas sociais continuam a ser uma prioridade.”, acrescenta ainda o autarca.

“PRELÚDIO: A MULHER SELVAGEM” ESTREIA AMANHÃ NA CASA DAS ARTES EM FAMALICÃO

Tradição e contemporaneidade marcam a nova produção do Teatro da Didascália

O Teatro da Didascália pegou em alguns dos materiais recolhidos ao longo das últimas programações do festival itinerante “Contos d’Avó”, que todos os anos se realiza em Vila Nova de Famalicão, e inspirado nos contos e romances tradicionais portugueses deu corpo ao espetáculo “Prelúdio: a mulher selvagem”.

Prelúdio_a mulher selvagem (1).jpg

A peça, que estreia amanhã, quinta-feira, dia 3 de novembro, na Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão, traz à tona temas seculares, inspirados em arquétipos, símbolos e rituais que nos falam do poder intuitivo e sobrenatural das mulheres. 

Em cena, as atrizes Cláudia Berkeley, Daniela Marques e Catarina Gomes conduzem o público para uma viagem no tempo e no espaço, num universo que conjuga força e subtileza e permite que cada um construa a sua própria paisagem.

Com encenação de Bruno Martins, dramatúrgica de Patrícia Amaral, direção musical de Rui Souza, e cenário e figurinos de Sandra Neves, este espetáculo explora uma nova vertente e reforça a transdisciplinaridade do Teatro da Didascália, surpreendendo todos os que já acompanham o trabalho da companhia famalicense. 

Refira-se que a peça é uma coprodução do Teatro da Didascália, da Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão e do Centro Cultural Vila Flor e vai permanecer em cartaz até sábado, 5 de novembro.

O espetáculo está marcado para as 21h30. Os bilhetes têm o custo de 8 euros, reduzindo para metade para estudantes e portadores do Cartão Quadrilátero Cultural.  

Mais informações no site oficial da Casa das Artes de Famalicão, em www.casadasartes.org

CABECEIRAS DE BASTO EVOCA VIDA E OBRA DO DR. JOAQUIM DOS SANTOS

A vida e a obra do Padre Dr. Joaquim dos Santos esteve em debate na Casa do Tempo

O presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Francisco Alves, moderou no passado dia 28 de outubro a tertúlia ‘Maestro e Padre Dr. Joaquim dos Santos - A vida e a obra’ integrada no Ciclo de Tertúlias que a Casa do Tempo tem vindo a organizar com o intuito de promover o património material e imaterial concelhio, contribuindo para divulgar e promover a história local, as pessoas, os usos e costumes de um povo que perpassam gerações e integram a nossa identidade coletiva.

dsccabbast (1).JPG

Evocando a vida e a obra do Padre Joaquim dos Santos, ilustre Cabeceirense e compositor de renome internacional, os quatro oradores convidados – Nuno Costa (compositor), Vítor Matos (maestro titular da Orquestra de Guimarães), Paulo Almeida (professor) e José Carlos Azevedo (maestro do Orfeão de Guimarães) – foram unânimes em considerá-lo “uma pessoa simples, humilde, muito culta e criativa, afável e com um grande amor à arte” (musical).

“Resgatar a memória de alguém como o Padre Joaquim dos Santos é de extrema importância”, afirmou o compositor Nuno Costa, único português que recebeu até ao momento o prémio internacional ‘ISCM Young Composer Award’, lançando à Câmara Municipal o desafio de “editar a obra de Joaquim dos Santos”.

Também o maestro Vítor Matos e o professor Paulo Almeida, que conviveram e trabalharam alguns anos com Joaquim dos Santos, lançaram o repto para que se criasse um festival de música dedicado à obra do padre compositor, considerado pelo maestro José Carlos Azevedo “um homem de fé conhecido e reconhecido internacionalmente”.

Joaquim Gonçalves dos Santos recebeu em 1999 a medalha de ouro de mérito concelhio. Licenciado em Canto Gregoriano e Composição, a sua produção é abundante e variada, tocando os vários sectores da arte musical, desde a recolha e harmonia de canções populares, passando por canções didáticas para piano e/ou instrumentarium Orff, composições para banda, coro e banda, música de câmara, até à música sinfónica e coral-sinfónica.

O presidente da Câmara, Francisco Alves, que também foi aluno do Padre Dr. Joaquim dos Santos, contou aos presentes algumas das histórias vivenciadas com o seu professor, considerando-o uma pessoa muito atenta, simpática e bem-humorada.

O público muito interventivo partilhou também inúmeras histórias, experiências e até peripécias resultantes da convivência com o Padre Joaquim dos Santos.

dsccabbast (2).JPG

No final da sessão, o prestigiado grupo musical Ensemble Cant’Arte interpretou temas originais do saudoso compositor.

Na Casa do Tempo viveu-se, assim, mais um momento cultural muito profícuo, um momento que possibilitou a recordação de uma figura ilustre que deixou marcas na cultura Cabeceirense.

Curriculum

Joaquim Gonçalves dos Santos nasceu a 13 de abril de 1936 na freguesia de Riodouro, concelho de Cabeceiras de Basto. Filho e neto de “amantes da música” – o pai e o avô tocavam guitarra, flauta transversal e harmónica – Joaquim dos Santos estudou no Seminário de Braga e após a sua ordenação sacerdotal foi nomeado professor de música no Seminário de Filosofia de Braga, frequentando no Conservatório da cidade, além de outros, os cursos de Composição, Canto e Solfejo.

Em 1963 seguiu para Roma, a expensas próprias, conseguindo uma bolsa de estudo do Estado Italiano. Logo a seguir em 1964, até final do curso à data de 1969, da Fundação Calouste Gulbenkian.

Licenciado em Canto Gregoriano e Composição. Possuidor do Curso Complementar de Órgão pelo Pontifício Instituto di Musica Sacra de Roma e do Curso de Direção e Interpretação Polifónica do Conservatório de Santa Cecília de Roma.

Em 1965 foi premiado com uma viagem de estudos à Alemanha, pelas suas composições (várias para órgão, piano, violino e dois pianos e coro), executadas em concertos nas salas do Pontifício Instituto di Musica Sacra.

Regressado a Portugal exerceu a sua atividade musical no Seminário Conciliar de Braga e depois no Colégio Arquidiocesano de Cabeceiras de Basto, bem como em várias escolas do Estado e na Escola Superior de Fafe. A partir de 1983 lecionou História da Música no Instituto Superior de Teologia de Braga, e Composição, Piano e Órgão no Seminário. A 13 de abril de 1984 estreou-se, em versão orquestral.

Últimas criações

Roma Eterna, sinfonia para orquestra; Passio et Mors D.N.J.C. Secundum Lucam, oratório para cinco solistas, coro e orquestra; Laudes Creaturarum, S. António dos Portugueses e Noiva do Marão, cantatas para barítono solo, coro e orquestra; Concertos para piano e orquestra, violino e orquestra, clarinete e orquestra de sopros, violoncelo e orquestra de sopros; Prologus para piano solo; Capricio e Pequena Fantasia para marimba e órgão; Sinfonia do Silêncio para barítono, violino e órgão.

O compositor identificado com a estética do seu tempo, revelando-se na sua obra influências dos compositores M. Ravel, B. Britten, I. Stravinsky, F. Martin e K. Penderecki, faleceu a 24 de junho de 2008.

Já depois da sua morte, em 2009, a Câmara Municipal perpetuou a vida e obra desta ilustre personalidade, atribuindo a um dos Centros Escolares da vila de Cabeceiras de Basto o nome Padre Doutor Joaquim Santos.

dsccabbast (3).JPG

ARCOS DE VALDEVEZ EXPLICA O PAPEL INOVADOR DO BIODRAMA

Iniciativa da Biblioteca Municipal de Arcos de Valdevez, inserida no âmbito das atividades de promoção do Livro e da Cultura.

Orientação Alberto Serra

5 Novembro (sábado)

9h30-12h30 – 14h00 - 16h30

o papel inovador do biodrama.jpg

O objetivo do Biodrama é explorar relação entre a representação e a vida. O Biodrama tem como material de inspiração a biografia de uma ou mais pessoas vivas. Trabalha-se a ideia de que cada pessoa é e tem em si própria um arquivo, uma reserva de experiências, saberes, textos e principalmente imagens, (objetos. fotos, filmes, e outros materiais). Todas as situações biográficas dos idosos, quando colocadas em cena ganham uma dimensão social e contribuem para o refor o dos laços de partilha e solidariedade, autoestima, através da valorização das histórias de vida de cada idoso. Tudo  é colocado em palco (ou em qualquer espaço de representação.)

DESTINATÁRIOS

Técnicos de Centros de Dia ou de Lares de idosos.

Técnicos das autarquias e de instituições de solidariedade social.

Pessoas que desenvolvam atividades de voluntariado junto de idosos

Local: Biblioteca Municipal (entrada pelo Jardim dos Centenários)

Duração: 5h30m

Inscrições gratuitas através do tel 258520520 ou biblioteca@cmav.pt 

BIOGRAFIA ALBERTO SERRA

Alberto Serra nasceu em Barcelos, em 1957. Com cinco anos de idade vai com os pais para Moçambique, de onde regressa aos dezassete. 

Em Barcelos, é um dos fundadores do grupo de teatro, “A Capoeira”, do jornal “Barcelos Popular”.

Parte para Santarém, onde dirige o Centro Cultural e Regional de Santarém e trabalha na divulgação das artes, do cinema e faz teatro. Envolve-se em vários projetos na área da animação e na formação de animadores. Dirige uma revista intitulada “Café com Letras” e é um dos fundadores do jornal regional “O Ribatejo”. 

Conhece Emídio Rangel, em 1987, quando se fez a primeira experiência da TSF, em Santarém. Mais tarde, volta ao Norte. Trabalha no jornal “Correio do Minho” e dirige a rádio “Antena Minho”. Depois, trabalha na “Rádio Nova” do Porto, ao mesmo tempo que colabora com a RTP. Deixa aquela rádio para fundar a TSF do Porto.

Mais tarde, foi convidado por Emídio Rangel para a SIC do Porto. É autor da Reportagem premiada "Rostos de Pedra" exibida na SIC  sobre a desertificação. Em 1998, vai para Lisboa e ingressa na RTP, na área da grande reportagem. É autor de reportagens premiadas. Com o trabalho "Sina de Cigano", um retrato da comunidade cigana em Portugal,obteve o primeiro prémio Direitos Humanos. Foi o único jornalista português a acompanhar José Saramago a Cuba  na sequência da entrega do Prémio Nobel. Assina  a reportagem "Cuba Segundo Saramago " .Dez anos depois, é autor do único documentário existente na televisão portuguesa sobre a vida e obra do Nobel Português, intitulado “Levantado do Chão”. Ainda na área da reportagem, uma das experiências marcantes de Alberto Serra foi a permanência, durante uma semana, na Amazónia de que resultou o documentário “Lágrimas Amargas da Amazónia”.

Em 2011, assina o último documentário para a RTP2, “Um sítio onde pousar a cabeça” sobre a vida e obra desse grande poeta e cronista, que foi Prémio Camões, Manuel António Pina. Antes foi autor de um documentário sobre o surrealismo em Portugal a partir do trabalho do pintor Cruzeiro Seixas.

Possui uma pós-graduação em documentarismo, na Faculdade de Letras da Universidade do Porto: Uma das paixões maiores de Alberto Serra é a leitura de poesia em voz alta. Participa regularmente em recitais..

Organiza regularmente oficinas de leituras em voz em alta, a partir de um conceito singular: "A Poesia Faz Bem à Saúde. Dinamiza também em escolas e com grupos interessados oficinas de escrita criativa.

Publicou três livros de poesia.

ARCOS DE VALDEVEZ REALIZA SIMULACRO DE ACIDENTE

Realizado simulacro de acidente e resgate na subestação de Mogueiras

A subestação de Mogueiras, em plena zona industrial de Arcos de Valdevez foi alvo no passado dia 14 de Outubro de um simulacro de acidente e resgate, que serviu para testar a eficácia das várias entidades envolvidas. A Segurança das pessoas é uma preocupação comum da Painhas, SA, o GIPS - Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro da GNR, Açoreana Seguros, EDP Distribuição com a presença da Câmara Municipal dos Arcos de Valdevez, que se uniram para levar a cabo este simulacro, numa ideia conjunta de melhoria.

simulacro_acidente_mogueiras (1).JPG

A EDP Distribuição - Direção Projeto e Construção e a Painhas, SA sentiram a necessidade de avaliar os seus colaboradores tanto a nível psicológico como físico, para que estes possam actuar de uma forma mais eficaz e segura, respeitando os tramites de segurança ambientes tão importantes e definidores do seu trabalho. Os GIPS foram uma peça importante para este simulacro. Ao mesmo tempo tiveram neste tipo de exercício uma forma de treinar que vai contribuir ainda mais para o seu eficaz desempenho em situações reais. O cenário montado visava uma explosão e consequente incêndio na empresa ao lado da subestação, faz com que a passagem ficasse interdita, provocando assim o pânico de um dos trabalhadores que ao tentar fugir sofre uma queda, ferindo-se com gravidade. O GIPS foi alertado para o facto da entrada normal estar bloqueada, pelo que tiveram de realizar o resgate através do muro de “gabions” da subestação com cerca de 15 metros. Todos os restantes protocolos de segurança e ambiente são seguidos pelas equipas.

Uma iniciativa em que todos os intervenientes ganharam mais uma experiência, reforçando assim a aprendizagem e as competências técnicas.

simulacro_acidente_mogueiras (4).JPG

simulacro_acidente_mogueiras (7).JPG

simulacro_acidente_mogueiras (8).JPG

D. XIMENES BELO PRESENTE EM BARCELOS NA HOMENAGEM A D. ANTÓNIO BARROSO

5 de novembro, na Biblioteca Municipal de Barcelos

O Prémio Nobel da Paz 1996, D. Ximenes Belo, estará presente na sessão solene do 162º Aniversário do bispo D. António Barroso, que se realiza no dia 5 de novembro, às 15h, no Auditório da Biblioteca Municipal de Barcelos.

583160.gif

A cerimónia dedicada à homenagem de D. António Barroso principia com uma palestra a cargo da oradora Maria Isabel Lobarinhas Limpo Trigueiros, versada sobre “D. António Barroso e as potencialidades do turismo religioso em Remelhe” e será animada pelo Grupo Coral da Lama. No final, serão depositadas flores junto à estátua do homenageado, na Praça do Município, por um familiar.

António Barroso nasceu em Remelhe, em 5 de novembro de 1854. Foi ordenado sacerdote missionário em 20 de setembro de 1879, passou pelo Congo, Angola, de 1880 a 1891. Destacou-se como bispo missionário em Moçambique de 1891 a 1897 e na Índia, de 1897 a 1899. Foi bispo do Porto de 1899 a 1918, tendo falecido a 31 de agosto de 1918.

BARCELOS PROMOVE "ARQUEOLOGIA À NOITE"

Arqueologia à Noite visita Igreja e Convento de Vilar de Frades. Dia 4 de novembro, às 21h30, em Areias de Vilar

O programa “Arqueologia à Noite” está de volta no dia 4 de novembro, às 21h30, e o destino é a Igreja e o Convento de Vilar de Frades, em Areias de Vilar.

Converted_file_e6c73271.jpg

Trata-se de uma iniciativa que pretende promover as potencialidades turísticas do concelho, na vertente cultural, paisagística e o turismo religioso que predominam no património construído e natural do concelho de Barcelos, desta vez na freguesia de Areias de Vilar.

O Mosteiro beneditino de Vilar de Frades, que foi da Congregação dos Cónegos Seculares de S. João Evangelista (Ordem dos Lóios), é um dos espaços mais imponentes de toda a região Norte do país, possuindo recortes artísticos de grande centralidade ao nível da linguagem arquitetural como são bons exemplos os tetos construídos pelo arquiteto João Castilho. O mosteiro, que terá sido fundado em 566 pelo bispo S. Martinho de Dume, foi classificado como Monumento Nacional em 1910.

O programa Arqueologia à Noite este ano já visitou as Ruínas do Mosteiro de Banho em Vila Cova, o Balneário Castrejo de Galegos Sta. Maria, as Gravuras Rupestres do Monte de São Gonçalo e os Paços da Câmara Municipal de Barcelos.

As inscrições estão abertas e são limitadas. Podem ser feitas através do correio eletrónico arqueologia@cm-barcelos.pt ou por telemóvel para 915 288 428.

PAN ABSTÉM-SE NA VOTAÇÃO DO ORÇAMENTO DE ESTADO

Orçamento de Estado 2017: Abstenção do PAN na generalidade por mais medidas que garantam o bem-estar das gerações futuras e o ambiente

  • Privilegia indústrias altamente poluentes que externalizam os seus custos para a saúde de todos os portugueses, para as gerações futuras e para o ambiente
  • É necessária uma viragem consciente no que respeita à subserviência aos interesses dos lobbiese das grandes corporações
  • Propostas do PAN para melhorar Orçamento de Estado serão debatidas na especialidade

O PAN - Pessoas-Animais-Natureza vai abster-se na votação do Orçamento do Estado na generalidade. O partido reconhece bastantes pontos positivos no documento, com um esforço para dar continuidade à trajetória de reposição de rendimentos às famílias e assegurar direitos sociais, contudo identificou falta de visão em várias áreas estruturais que não pode acompanhar. Para o partido este orçamento mantém a linha de rumo do último e continua a privilegiar indústrias altamente poluentes que externalizam os seus custos para a saúde de todos os portugueses, paras as gerações futuras e para o ambiente e não assume compromissos com a mudança de paradigma que é preciso começar a construir.

O PAN acredita que não é possível resolver os graves problemas sociais sem resolver a recessão ecológica em que vivemos. A redistribuição do rendimento, com o objetivo de reduzir as desigualdades, começa por uma mudança de paradigma estrutural que nem a esquerda, nem a direita, estão preparadas para dar resposta e que se prende com uma viragem consciente no que respeita à subserviência aos interesses dos grandes lobbies e das grandes corporações.

Pese embora o investimento em sectores estratégicos o PAN está preocupado com o forte desinvestimento no Ambiente com um corte de 10,5%, num montante de 178M€.

“E incompreensível que um Orçamento de Estado, em plena crise climática tenha um corte desta magnitude. Também a proteção do bem-estar animal, uma causa que todos os partidos no parlamento dizem defender, não encontra neste Orçamento nenhum avanço que materialize as declarações de intenções com que se adornam os discursos políticos. Observamos que no que toca a políticas ambientais e energéticas a direita e a esquerda mostram-se idênticas revelando posições imediatistas e uma incapacidade para políticas e compromissos de longo prazo” reforça André Silva.

A renovação gradual das frotas públicas de transportes pesados de passageiros e automóveis através da aquisição de veículos elétricos, apoios aos municípios para construção ou requalificação de Centros de Recolha Oficial de Animais – CROAs, também denominados canis, o aumento da taxa de Iva aplicada aos produtos fitofarmacêuticos e fertilizantes e a eliminação da isenção do Imposto Sobre Produtos Petrolíferos (ISP) que sejam utilizados na produção de eletricidade, são algumas das várias propostas do PAN que serão debatidas na especialidade.

A expectativa é de que a nova matriz que o PS tem defendido, mais aberta a novas ideias e formas de trabalhar em conjunto, seja também estendida ao PAN e se espelhe no processo de negociação e acolhimento das medidas do PAN para o Orçamento de Estado de 2017

MUNICÍPIO DE CAMINHA VAI INTERVIR NA RUA DA URRACA PREMIANDO EXEMPLO DE CIDADANIA

Uma obra reclamada há muitos anos que terá resposta positiva já no próximo ano

A requalificação da Rua D. Urraca, na União das Freguesias de Caminha e Vilarelho, foi um dos projetos submetidos a votação no âmbito do último Orçamento Participativo (OP) de Caminha. Conquistou o quinto lugar entre os mais votados e não chegou por isso a ser vencedor. No entanto, o exemplo de “cidadania” do seu proponente e o reconhecimento da pertinência da obra levaram o presidente a decidir realizar na artéria uma intervenção de beneficiação, já no próximo ano.

Munícipe Célio Martins.jpg

Apesar de reclamar a obra há muitos anos, sem resposta favorável da Câmara, Célio Martins é um munícipe incansável e um “exemplo de cidadania”, como realçou o presidente da Câmara, Miguel Alves, na última reunião descentralizada. “Derrotado” no Orçamento Participativo, apesar do quinto honroso lugar conquistado, voltou nesta ocasião a colocar o problema e recebeu boas notícias. Ainda não será desta vez que a requalificação pretendida, orçada em 65 mil euros, vai acontecer na sua totalidade, mas a Câmara vai mesmo intervir nesta artéria, melhorando as suas condições. “Sim, vamos fazer a obra”, disse Miguel Alves, em resposta a Célio Martins.

O presidente explicou que os recursos municipais afetos ao Orçamento Participativo são limitados, também por opção da Câmara, porque foi decidido baixar os impostos e aliviar os orçamentos familiares da população caminhense. A partir daí, as pessoas têm a palavra e decidem o que deverá ser feito. Esta é, de resto, uma particularidade do OPde Caminha, que já mereceu reconhecimento a nível internacional, com um convite à Câmara Municipal para ir à Tunísia explicar o mecanismo de funcionamento do OP. A outra autarquia convidada, refira-se, foi Madrid.

Caminha é um dos municípios que abdicaram da sua participação integral no IRS, beneficiandodiretamente os contribuintes residentes no concelho. A participação variável no IRS baixou, com este Executivo, para 1,5%, uma opção que obriga a fazer escolhas.

“Quando chegámos à Câmara, ela ficava com tudo, com o máximo que a lei permitia, 5%. Decidimos fazer diferente e baixar este imposto. Mesmo assim, o 1,5% que recolhemos, essa verba é destinada na sua totalidade à execução de obras que os munícipes decidem através do OP. Em Caminha são as pessoas que escolhem a forma como querem ver aplicado o dinheiro que pagam através do IRS. Se ficássemos com os 5% poderíamos aumentar este plafond, mas não nos parece a melhor solução, porque as famílias já pagam muitos impostos, optamos por uma solução de equilíbrio”.   

Mesmo assim, recorde-se que a Câmara Municipal de Caminha decidiu aumentar do OP 2016 para 195 mil euros, o que correspondente ao montante de IRS que se prevê que os munícipes do concelho paguem durante o ano de 2016.

Esse montante vai permitir realizar várias obras decididas pelas pessoas. Na votação, em primeiro lugar, com 333 votos, ficou o projeto “Beneficiação do Jardim de Infância de Âncora (Âncora)”, orçamentado no montante de 65 mil euros; em segundo lugar, com 323 votos, o projeto “Execução do projeto do Cais de Rua Sul (Caminha)”, orçado em 65 mil euros e, em terceiro lugar, com 257 votos, os caminhenses escolheram o projeto “Recuperação do Monte Calvário (Vila Praia de Âncora)” avaliado igualmente em 65 mil euros.

Rua D. Urraca.jpg

BRAGA APRESENTA EXPO ANIMAL

Apresentação da Expo Animal 2016. Amanhã, Quinta-feira, dia 3 de Novembro, pelas 11h00, no PEB, Braga

O Município de Braga apresenta a quarta edição da Expo Animal que terá lugar amanhã, Quinta-feira, dia 3 de Novembro, pelas 11h00, no Parque de Exposições de Braga.

Organizada pela InvestBraga, a Expo Animal decorre nos dias 5 e 6 de Novembro, no Parque de Exposições de Braga, reunindo um considerável número de cães, gatos e animais exóticos, mas também um leque diversificado de expositores, com produtos e serviços para a canicultura, felinicultura e animais exóticos.

PRESIDENTE DO MUNICÍPIO BARQUENSE VISITA SAMPRIZ

Presidente da Câmara em visita de trabalho à freguesia de Sampriz

O Presidente da Câmara de Ponte da Barca, Vassalo Abreu, esteve de visita, na tarde da passada sexta-feira, à freguesia de Sampriz.

zsampriz.jpg

Acompanhado pelo presidente da Junta de Freguesia, Joaquim Cerqueira, e por técnicos da Câmara Municipal, Vassalo Abreu deslocou-se ao Caminho Municipal 531, de acesso até à Capela de Nossa Senhora do Livramento, onde as obras de requalificação vão arrancar em breve.

Na ocasião, o autarca Vassalo Abreu referiu que'com esta requalificação vamos promover ligações mais fluidas, para servir com conforto, segurança e economia a circulação rodoviária e pedonal nesta área que dá também acesso ao Castelo da Nóbrega, um dos pontos de maior significado histórico regional.'

VALTER LOBO ATUA NO TEATRO CINEMA DE FAFE

Novembro vai ser um mês repleto de grandes concertos em Fafe.

Valter Lobo dá o mote para este mês especial com um concerto intimista no Teatro Cinema, na próxima sexta-feira, dia 4.

14670820_1250518904987901_1189890816243579945_n.jpg

O músico, natural de Fafe, vai apresentar o seu mais recente trabalho, o álbum “Mediterrâneo”. Nove temas originais compilados num trabalho conceptual em que Valter Lobo, sem colocar de parte uma melancolia inata, faz uma reaproximação ao calor humano e ao mundo, na busca de um clima mais ameno e apaziguador, despido de materialismo e onde os bens essenciais à sobrevivência são a proximidade com o mar e com aqueles de quem gostamos.

A sonoridade veio enriquecida pelos ambientes criados pela guitarra atmosférica de Jorge Moura e pelos sopros de Tiago Borges.

Valter Lobo é um cantautor e advogado nortenho que se deu a conhecer apresentando ao mundo um conjunto de cinco canções que perfizeram o “Inverno Ep” em 2012.

Com o português em punho e com uma componente lírica marcada por um grande sentimentalismo, integrou o grupo de Novos Talentos Fnac 2012, apresentou-se ao público em vários concertos ao vivo, participou no “Singersongwriter International Competition”, sendo o único artista a cantar em português a chegar à semi-final, até alcançar o primeiro lugar do top da Antena3, onde permaneceu durante várias semanas com o tema “Pensei que fosse fácil”.

O concerto tem início marcado para as 21h30 e os bilhetes podem ser adquiridos na Loja Interactiva de Turismo.

VIMÁGUA EXECUTA REPARAÇÕES DE VIAS NO CONCELHO DE VIZELA

No âmbito da empreitada de reparação de pavimentos por parte da VIMÁGUA, iniciaram já as obras de reparação nas freguesias do Concelho, a saber:

Tagilde*

Rua de Narido/Ruela de Narido/Ruela Outeiro de Cales/Viela do Caselho/Eiridos

Infias

Travessa do Paraiso

Infias

Rua de Fermil / Rua dos Belos Ares

Infias

Rua das Arcas

Sto Adrião

Rua dos Tanquinhos / Ladeira dos Tanquinhos

Sto Adrião

Rua de Vandião / Rua de Santo António

S. João

Rua da Porteladinha

S. Paio

Rua da Carratela

Sta Eulália

Rua da Ribeira

Sta Eulália

Rua Nova de Penabesteira

Sta Eulália

Ladeira de Prados

Sta Eulália

Ladeira Bouça dos Santos

S. Miguel

Viela do Além

Lordelo

Rua de Santa Ana

Lordelo

Rua da Costa

Lordelo

Travessa da Seara

Lordelo

Rua de Lanhoso

Lordelo

Travessa da Alegria

Mais se informa que na próxima reunião do Conselho de Administração da Vimágua será aprovado o procedimento de contratação (concurso público) para as restantes obras de reparação (conforme quadro seguinte), que deverão iniciar no próximo mês de janeiro.

Tagilde

Rua Central/Rua das Portelas/Rua do Boco

Tagilde

Rua Tratado da Aliança

Tagilde

Rua do Cruzeiro

Tagilde

Rua das Paredes

Tagilde

Ruela da Torre

Tagilde

Ruela de Carvalhinhos

Sto Adrião

Rua de Lagoas (Estrada Principal)

Sto Adrião

Rua da Independência + Rua da Ponte Velha

Sto Adrião

Rua de Bouço

Sto Adrião

Rua dos Carvalhinhos

Sto Adrião

Rua da Junqueira

Sto Adrião

Rua das Águas Altas

S. Paio

Rua da Herdade / CM 1616

S. Paio

Rua do Moirinho

S. Paio

Rua das Pedreiras

S. Paio

Rua do Rio Vizela (Estrada Principal)

S. Paio

Rua do Rio Vizela (EM 512)

Sto Adrião

Rua Ilha dos Amores

Sto Adrião

Rua de Lagoas (Estrada Principal)

Sto Adrião

Rua de Lagoas (Estrada Principal)