Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

GUIMARÃES REÚNE EXECUTIVO MUNICIPAL

Agenda do Executivo para a reunião de Câmara desta quinta-feira, 27 de outubro de 2016

38 pontos fazem parte da Ordem de Trabalhos da reunião programada para a manhã desta quinta-feira, com início às 10 horas, na Sala de Reuniões da Câmara Municipal.

O documento relativo às Grandes Opções do Plano e Orçamento 2017, Plano Plurianual de Investimentos, Plano de Atividades, Orçamento da Câmara Municipal de Guimarães para o Ano de 2017, Regulamento de Execução Orçamental, Mapa de Pessoal 2017 e Orçamentos das Entidades Participadas vai ser apreciado pelo Executivo Municipal de Guimarães esta quinta-feira, 27 de outubro, em reunião de Câmara ordinária agendada para as 10 horas, na Sala de Reuniões dos Paços do Concelho.

A Vereação vai também analisar a proposta de Imposto Municipal Sobre Imóveis (IMI), derrama sobre a coleta de 2016 (a cobrar em 2017) e participação variável no imposto sobre o Rendimento das Pessoas Singulares (IRS) para o ano de 2017, bem como serão analisadas as alterações ao Regulamento Municipal de Taxas e Outras Receitas Municipais, Tabela de Taxas e Outras Receitas Municipais e à Tabela de Taxas e Encargos nas Operações Urbanísticas para 2017. Outro assunto que será apreciado é o tarifário da Vimágua para o próximo ano.

Durante a reunião, será deliberado o início do procedimento do Parque de Estacionamento de Camões e será votado o procedimento para o arrendamento de dois espaços comerciais (A2, A3), na Plataforma das Artes e da Criatividade. Antes de a reunião principiar, será dada a conhecer uma informação sobre a aquisição de terreno para a ampliação do Parque de Lazer de Sande Vila Nova e a aquisição de uma parcela de terreno na Alameda dos Desportos, em Candoso S. Tiago.

Entre outros assuntos, o Executivo Municipal vai ainda deliberar a atribuição de apoios a conceder às Festas Nicolinas 2016, bem como a atribuição de subsídios ao Centro Social S. Pedro de Azurém, Fábrica da Igreja Paroquial de Santa Eufémia de Prazins relativamente ao edifício destinado a equipamento social, cultural, recreativo e pastoral e atribuição de um subsídio à Associação de Agricultores de Ronfe.

A ordem de trabalhos completa da reunião do Executivo Municipal é a seguinte:

01 - "Reperfilamento do Troço Viário entre a EN 101 e a Área Central da Vila de Ponte - 1ª fase" - Repartição de encargos

02 - "Reperfilamento do Troço Viário entre a EN 101 e a Área Central da Vila de Ponte - 1ª fase" - Relatório Final 

03 - Informação sobre a situação económica e financeira do Município de Guimarães reportada a 30 de Junho, a remeter à Assembleia Municipal de Guimarães.

04 - Aquisição de parcela de terreno - Alameda dos Desportos - Candoso S. Tiago (União das Freguesias de Candoso S. Tiago e Mascotelos).

05 - Vimágua - Relatório e Contas - Primeiro Semestre de 2016 

06 - Aquisição de terreno - Ampliação do Parque de Lazer de Sande Vila Nova.

07 - Aprovação da Ata da Reunião Ordinária de 13 de outubro de 2016

08 - Parque de Estacionamento de Camões - Informação de início de procedimento

09 - "Beneficiação de Arruamentos na União de Freguesias de Briteiros S. Salvador e Briteiros Sta Leocádia" - Erros e Omissões - Ratificação.

10 - Freguesia de Nespereira – Construção de um muro de suporte de terras, passeio e drenagem de águas pluviais na Rua Nova de Martim.

11 - Freguesia de Ronfe – Pavimentação da Rua 1º de Maio, Rua Chefe Martins, Rua da Cruz, Rua D. Afonso Henriques, Rua de Mesão Frio e Rua Dr.ª Ália Pimentel.

12 - Freguesia de S. Torcato – Construção de rede de drenagem das águas pluviais na Rua de Souto.

13 - Alterações ao Regulamento Municipal de Taxas e Outras Receitas Municipais, à Tabela de Taxas e Outras Receitas Municipais e à Tabela de Taxas e Encargos nas Operações Urbanísticas – Ano de 2017.

14 - Procedimento para Arrendamento Comercial de dois Espaços Comerciais – A2, A3 – Plataforma das Artes e da Criatividade.

15 - Doação de Equipamento - Estabelecimento Prisional de Guimarães

16 - Vimágua - Tarifário 2017

17 - Alterações de trânsito decorrentes da empreitada de “Requalificação do Parque das Hortas e área envolvente”, União das Freguesias de Oliveira, São Paio e São Sebastião, e freguesia da Costa.

18 - Concessão de apoio extraordinário à Associação Humanitária dos Bombeiros de Caldas das Taipas - incêndios florestais ocorridos em 25 de julho - Penha e Vermil.

19 - Farmácias - Escalas de turnos de serviço permanente para 2017 - Parecer da Câmara Municipal

20 - Cedência de autocarro - EB1 de Paço/Donim

21 - Cedência de Autocarro - Fórum - Rede de Bibliotecas Escolares

22 - Cedência de autocarro - Agrupamento de Escolas Virgínia Moura. 

23 - Oferta de bandeira – Escola Secundária Francisco de Holanda

24 - Proposta de concessão de apoio para transporte adaptado.

25 - Proposta de concessão de apoio para transporte adaptado

26 - Proposta de apoio para habitação - melhoria de condições de habitabilidade.

27 - Fundo de Maneio - Apoios concedidos por conta do Fundo de Maneio - Setembro de 2016

28 - Centro Social S. Pedro de Azurém - Atribuição de subsídio.

29 - Fábrica da Igreja Paroquial de Santa Eufémia de Prazins - Edifício destinado a Equipamento Social, Cultural, Recreativo e Pastoral - Atribuição de Subsídio

30 - Festas Nicolinas 2016 – apoios a conceder

31 - Oferta de bandeira – Sociedade Musical de Pevidém

32 - Oferta de bandeira - Delegação de Guimarães da Ordem dos Advogados.

33 - Imposto Municipal Sobre Imóveis (IMI) – Ano de 2016

34 - Derrama sobre a Coleta de 2016 (a cobrar em 2017)

35 - Participação Variável no Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Singulares (IRS) – Ano de 2017

36 - Associação de Agricultores de Ronfe - Atribuição de subsídio. 

37 - Grandes Opções do Plano e Orçamento 2017 PPI - Plano de Atividades - Orçamento da Câmara Municipal de Guimarães para o Ano de 2017. Regulamento de Execução Orçamental - Mapa de Pessoal 2017 - Orçamentos das Entidades Participadas.

38 - Aprovação da Ata em minuta

Ligação para transferência dos documentos que serão apreciados na Reunião de Câmara (27.10.2016):https://we.tl/bR5KhoaN20 (link disponível até 01 de novembro 2016)

VIMARANENSES CANTAM AS REISADAS

ATÉ AO DIA 07 DE NOVEMBRO

Inscrições abertas para a participação de grupos de Guimarães nas “Reisadas 2017”

Apresentação de candidaturas decorre até ao dia 07 de novembro. Uma dezena de grupos volta a cumprir tradição no Centro Histórico de Guimarães. Certame realiza-se no primeiro sábado de janeiro.

Guimaraes_Reisadas_Inscricoes.jpg

A Câmara Municipal de Guimarães tem abertas as inscrições para a participação de grupos de música vimaranenses na edição 2017 das Reisadas, cuja data foi marcada para o dia 07 de janeiro. O período para a formalização das candidaturas decorre até 07 de novembro, no âmbito da preservação e manutenção das tradições que caracterizam o concelho de Guimarães.

A realização desta iniciativa destina-se a 10 grupos de música tradicionais e populares sedeados no território vimaranense. Como critérios de participação, apenas é permitida a interpretação de temas alusivos aos Reis, sendo que terão de ter disponibilidade de presença entre as 20:45 e as 23:30 horas, nos locais de atuação a definir entre as cinco “Portas da Villa”: Porta Nossa Senhora da Guia, Porta da Torre Velha, Porta Nova, Porta da Villa e Porta de Santa Luzia.

Nos termos do regulamento, os grupos interessados em participar nas Reisadas 2017 poderão efetuar as suas inscrições, diretamente, no Balcão Único de Atendimento da Câmara Municipal de Guimarães ou, em alternativa, mediante envio da Ficha de inscrição, devidamente preenchida, para o endereço de e-mail <cultura@cm-guimaraes.pt>.

A modalidade do concurso contempla a participação dos grupos num momento durante a tarde, com a atuação em Lares e Estabelecimento Prisional de Guimarães (facultativo), e outro no decurso da noite, pelas 21 horas, com os dez grupos participantes distribuídos pelas cinco “Portas da Villa”.

Após 15 minutos de atuação, iniciam os seus percursos em direção ao Largo da Oliveira, onde cada grupo estará em palco durante 10 minutos. Às 23 horas, está programada uma atuação final conjunta. No caso das condições climatéricas serem adversas, o tempo da atuação individual mantém-se, mas o local das Reisadas 2016 passará a ser a Igreja de São Francisco.

Sorteio na tarde do dia 08 de novembro

Entre os grupos inscritos, a seleção dos participantes será efetuada por sorteio, na presença dos seus representantes, no Palácio Vila Flor, ao início da tarde do dia 08 de novembro (terça-feira), pelas 14:30 horas.

A impossibilidade de presença no sorteio de qualquer representante de um grupo inscrito deverá ser comunicada aos Serviços de Cultura da Câmara Municipal de Guimarães, através do endereço de email <cultura@cm-guimaraes.pt>. Para esta edição das Reisadas será atribuído, a todos os grupos participantes, um prémio de participação no valor de 300 euros.

GRANDE PRÉMIO DE POESIA ANTÓNIO FEIJÓ APE/C.M. DE PONTE DE LIMA

Entrega do prémio – 4 de novembro – 15h00

Realiza-se a 4 de novembro, às 15h00, no Auditório Rio Lima, em Ponte de Lima, a entrega do Grande Prémio de Poesia António Feijó.

Cartaz_ant_feijo (Small).jpg

Um júri constituído por Cândido Oliveira Martins, José Manuel Mendes e Rita Patrício decidiu, por unanimidade, atribuir o Grande Prémio de Poesia António Feijó APE/C.M. de Ponte de Lima ao livro "A Sombra do Mar", de Armando Silva Carvalho (Assírio & Alvim).

A acta sublinha que “… A Sombra do Mar" destaca-se pelo rigoroso domínio da arquitectura poética, considerada quer ao nível da composição de cada poema, quer na organicidade da sequência de poemas que constitui o livro.

Num diálogo constante com vozes tutelares da poesia em língua portuguesa, muito em particular Pessoa, a poesia de Armando Silva Carvalho caracteriza-se pela permanente ironia, a vigiar um lúcido e comovido olhar sobre o tempo, pessoal mas que também reconhecemos como nosso.

Poesia do quotidiano, nele Armando Silva Carvalho descobre a matéria possível para a leitura do mundo, feito de terror e alegria.

Nesta 1.ª edição do Grande Prémio de Poesia António Feijó, instituído pela Associação Portuguesa de Escritores com o patrocínio da Câmara Municipal de Ponte de Lima e da Caixa de Crédito Agrícola, foram concorrentes as obras publicadas no ano de 2015.

O valor monetário deste Grande Prémio é, para o autor distinguido, de € 10.000,00 (dez mil euros).

Neste contexto, convidamos o V/ órgão de comunicação a assistir à cerimónia de entrega de prémios, no dia 4 de novembro, pelas 15 horas no Auditório Rio Lima.

FAMALICÃO INVESTE NO SANEAMENTO E DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA NO CONCELHO

Paulo Cunha lança obras de 4,1 milhões de euros no saneamento e água no concelho

O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, vai lançar amanhã, quinta-feira, dia 27 de outubro, a primeira de um conjunto de obras de saneamento e distribuição de água no concelho. O tiro de partida deste investimento avassalador na área do ambiente será dado na freguesia de Vale S. Cosme, com o lançamento da rede de drenagem de águas residuais e abastecimento de água no Vale do Rio Pelhe, que vai beneficiar ainda as freguesias de Telhado e Portela.

Com um investimento de cerca de 750 mil euros, esta obra irá arrancar no imediato para a colocação de 460 ramais de saneamento e 215 ramais de água. Seguem-se depois mais oito empreitadas de grande dimensão num investimento total muito perto dos quatro milhões de euros. Entretanto, decorrem outros investimentos pontuais nas freguesias que totalizam mais de 300 mil euros.

“É um investimento sem precedentes no conforto e na qualidade de vida dos famalicenses”, afirma a propósito Paulo Cunha, acrescentando que “são muitos quilómetros de tubos que durante algum tempo vão trazer transtornos ao quotidiano das populações, mas que no final irão contribuir para um concelho mais equitativo, mais coeso e mais desenvolvido”.

Esta nova frente de obras irá abranger 17 freguesias do concelho. São cerca de 30 quilómetros de rede de água e 60 quilómetros de rede de saneamento básico, que irão servir diretamente mais de três mil habitações com água potável e perto de sete mil habitações com o saneamento.

Com estes novos investimentos prevê-se que em 2017, a cobertura de água no concelho passe para 95,9 por cento e a cobertura de saneamento chegue aos 82,7 por cento.

Recorde-se que em o concelho tinha uma taxa de cobertura de água de 93 % e de saneamento de 74 %.

VIZELA PUGNA POR UM ORÇAMENTO JUSTO E EQUILIBRADO

Orçamento Municipal 2017: Equilibrado, justo e transparente, para promoção do desenvolvimento sustentável do concelho de Vizela, com redução de IMI em 10%.

Os Documentos Previsionais da Câmara Municipal de Vizela para 2017 têm como principal preocupação o futuro dos Vizelenses e do nosso Concelho.

Com rigor e realismo, pugnamos pela consolidação financeira do Município de Vizela, mas sem nunca descurar a necessidade contínua de desenvolvimento local e de resposta aos desafios que diariamente se colocam na gestão autárquica.

O Orçamento da Câmara Municipal de Vizela para 2017 permitirá assumir novos investimentos com base nas receitas certas, no cumprimento das regras previsionais e dos limites de endividamento.

O Orçamento mantém-se na casa dos 13 milhões de euros (13.681.806,40€), cumprindo todas as regras previsionais de cálculo das receitas arrecadadas. O investimento cresce, centrando-se nas áreas da educação, qualidade de vida, urbanismo e requalificação urbana, destacando-se aqui a requalificação da Escola Secundária de Vizela, a construção de uma travessia sobre o Rio Vizela, que servirá os polos industriais de S. Paio, Tagilde, Stº Adrião e S. Miguel, a criação do transporte de proximidade, e a promoção de uma verdadeira política de coesão social.

Este investimento ascenderá a cerca de 3,5 milhões de euros, parte dos quais financiados por fundos comunitários.

A Câmara Municipal de Vizela pretende em 2017 potenciar o desenvolvimento sustentável do Concelho, assente na reabilitação urbana e na melhoria da atratividade da cidade e das freguesias, através do investimento com fundos comunitários, conforme definido na proposta de Orçamento de Estado para 2017.

O rigor na gestão do dinheiro público, com contenção da despesa corrente, manutenção das transferências para as Juntas de Freguesia e apoio ao movimento associativo do Concelho, permite à Câmara Municipal de Vizela descer o IMI em 10% em 2017.

Nova descida do IMI será efetuada no ano de 2018, de modo a promover a fixação de famílias no nosso Concelho e aliviar a despesa dos vizelenses com habitação própria.

A proposta de orçamento do Município do Vizela para o ano de 2017, que será discutida e votada pelo Executivo Municipal esta quinta-feira, dia 27, tem em conta os princípios de rigor e da prudência nos pressupostos, nomeadamente conservador na projeção da receita, de que é exemplo a projeção de cobrança de impostos, e de gestão transparente nas contas públicas.

O valor projetado da dívida de médio e longo prazo para o final de 2017, relativa a empréstimos, é de cerca de 13 milhões, diminuindo 3,6 milhões (21%) em relação a 2015.

O pagamento a tempo e horas aos fornecedores continuará a diminuir, situando-se neste momento o prazo médio de pagamento em 29 dias.

Vamos continuar a lutar pelo que achamos ser o caminho certo para o nosso Concelho. Por uma Vizela melhor!

VIANA DO CASTELO COMEMORA DIA EUROPEU DO ENOTURISMO

No âmbito das Comemorações do Dia Europeu do Enoturismo (programa a divulgar brevemente), realizar-se-á no dia 12 de novembro 2016, mais um percurso “Passos de Memória”, desta vez com o Trilho do Castro de Roques (PR19), localizado nas freguesias de Mujães, Vila Franca, Vila de Punhe e Subportela (concelho de Viana do Castelo) e integrado na Rede Municipal de Percursos Pedestres do Município. No final do Percurso, haverá um almoço vínico (almoço volante), num solar que o trilho atravessa e durante o qual serão degustados os vinhos do nosso concelho (a localização do solar e preço do almoço será divulgado posteriormente aos inscritos).

Rede Municipal de Percursos Pedestres de Viana do Castelo é mais do que uma ementa de trilhos de mar, rio e de montanha. Pé ante pé, leva o caminhante ao encontro de si mesmo, através da relação com a natureza e com as idiossincrasias das comunidades locais.

Pontos de interesse: Igrejas e Capelas, Castro de Roques e Balneário Castrejo, Boca da Serpe, Quintas e Miradouros.

Informações adicionais sobre o Trilho:

Nome do Percurso: PR 19 – Trilho do Castro de Roques

Data de realização: 12 de novembro 2016

Ponto de partida:  Largo das Neves, Vila de Punhe

Coordenadas: 41º 39’ 09.43’’ N       8º 43’ 11.09’’ W

Hora de encontro: 9h00

Localização do Percurso: Mujães, Vila Franca, Vila de Punhe e Subportela

Tipo de Percurso: PR (Pequena Rota)

Distância a Percorrer:  13,4 Km

Âmbito do percurso: paisagístico/ ecológico/ cultural

Duração do Percurso: 4h00

Grau de Dificuldade: Moderado

Entidade Promotora: Juntas de Freguesia de Mujães, Vila Franca, Vila de Punhe e União de Freguesias de Subportela, Deocriste e Portela Susã, Câmara Municipal de Viana do Castelo e AFL – Associação Florestal do Lima e Live Out Life, Lda

Inscrição:

A participação é gratuita, mas sujeita a inscrição até ao dia 4 de novembro (caso não atinja o limite de inscrições antes do dia 4/11), através do e-mail: sturismo@cm-viana-castelo.pt, devendo indicar:

Nome do participante:

Data de nascimento: (formato: dd/mm/aaaa)

Concelho de residência:

Contacto:

E-mail:

Os Percursos realizam-se com um número mínimo de 10 inscrições e máximo de 40.

Mais informações através do telefone: 258 809 350 do e-mail: sturismo@cm-viana-castelo.pt

Os percursos, que são um excelente modo de conhecer o património cultural e natural do município, além de promover o exercício físico, permitirão conhecer locais com paisagens deslumbrantes. Use sempre equipamento de acordo com a estação do ano, como impermeável, chapéu, calçado e vestuário adequado. Privilegie a água e a fruta nos seus mantimentos.

PONTE DE LIMA APRESENTA NOBEL DA LITERATURA

Biblioteca Municipal de Ponte de Lima apresenta exposição sobre Nobel da Literatura

No mês que antecede a cerimónia de entrega dos Prémios Nobel, a Biblioteca Municipal de Ponte de Lima (BMPL) inaugura, a 2 de novembro, uma exposição biobibliográfica dedicada ao maior galardão internacional das Letras.

Literatura_Nobel (Small).JPG

A mostra coletiva, patente ao público na varanda interior da BMPL, destacará naturalmente José Saramago (1998) - primeiro escritor de Língua Portuguesa a receber a distinção literária –, mas biografará também a norte-americana Pearl Buck (1938) – quarta mulher a arrecadar o Nobel da Literatura – o imortal Ernest Hemingway (1954) – autor do romance bélico Por quem os sinos dobram -, o intrépido Alexandre Soljenitsin (1970) – escritor russo que ousou denunciar o horror dos campos de concentração soviéticos – a ativista sul-africana Nadine Gordimer (1991) – que narrou ao mundo as atrocidades do regime segregacionista do Apartheid – e, finalmente, Bob Dylan - o controverso premiado de 2016 que se dedica a um campo de atividade exterior ao literário, condição que constitui para muitos um fator de exclusão.

A exposição, que congrega um total de 14 painéis, teve como base de sustentação um conjunto de laureados cujo legado ultrapassa a notoriedade literária e atravessa a esfera social, cívica, ideológica e filantrópica.

Além das telas biográficas, os visitantes poderão apreciar uma seleção de obras do Nobel e recolher um folheto informativo que congrega a vida e obra dos escritores homenageados. 

Visite a exposição de 2 de novembro de 2016 a 28 de fevereiro de 2017. Esperamos por si.

FERNANDA BOTELHO APRESENTA COSMÉTICA NATURAL EM TERRAS DE BOURO

Fernanda Botelho lecciona workshop sobre as aplicações cosméticas das plantas na Casa do Eido – Gerês

A Casa do Eido vai receber nos dias 4 a 6 de novembro, Fernanda Botelho, num fim-de-semana dedicado às plantas e às suas aplicações cosméticas. Na primeira noite irá decorrer uma sessão gratuita em que a formadora falará sobre as aplicações das plantas. No segundo dia irá decorrer o workshop, com uma componente prática, onde os formandos terão a oportunidade de aprender a elaborar óleos e pomadas a partir de plantas. O workshop decorrerá entre 10h e as 17 horas e tem um valor de 35 euros, por pessoa com o almoço incluído.

Fernanda_Botelho_foto (3).jpg

No último dia  irá decorrer um passeio pedestre de identificação e reconhecimento de ervas silvestres e plantas medicinais na mata do Gerês. O valor da inscrição é 5 € por pessoa para os participantes no workshop e 7€ para  os não participantes. As inscrições podem ser feitas através do email  casadoeido.vilaramonte@gmail.com 

 Para os interessados, é possível mediante reserva directa,  o alojamento na Casa do Eido,  com  um desconto de 15% sobre o valor de tarifa.

+ info: casadoeido.vilaramonte@gmail.com | 253378181  | 967750506

Morada: Rua 2 nº6, Vilar-a-Monte 4845-044 Terras de Bouro

Programa

4 de novembro (sexta feira) 

18.30h - Castanhas à lareira; conversa sobre as plantas com Fernanda Botelho - sessão gratuita

5 de novembro (sábado)

10.00h às 17.00h - Workshop de Plantas, Óleos e Pomadas. Será um workshop interativo onde se farão algumas receitas práticas, fáceis e úteis que poderão levar para casa. valor -  35 € (almoço incluído) 

6 de novembro  (domingo)

10.00h às 15.00h - Trilho no Gerês de reconhecimento de plantas silvestres, aromáticas e medicinais. 

valor: 5€ para os participantes do workshop; 7€ para os não participantes

Fernanda Botelho

Fernanda Botelho estudou plantas medicinais, pedagogia Waldorf e Montessori e yoga, em Londres. Há cerca de 20 anos que é membro da Herb society UK, escreve em revistas de jardinagem , colabora com diversos portais de internet e participa assiduamente em diversos programas  televisivos. Publicou dois livros: Uma Mão Cheia de Plantas que Curam - 55 Espécies Espontâneas em Portugal e  As Plantas e a Saúde - Guia prático de remédios caseiros, livros-agenda (2010, 2011, 2012, 2013, 2014, 2015, 2016 e 2017)  e três livros infantis (Salada de Flores, Sementes à Solta, e Hortas aromáticas)

Links sobre a formadora:

http://malvasilvestre.blogspot.pt

https://www.facebook.com/fernanda.botelho.393?fref=ts

Casa do Eido

Após vários anos de uma recuperação  atenta e cuidada conjugando as técnicas tradicionais ao conforto da actualidade, a Casa do Eido está aberta desde setembro de 2014 e pretende aliar a sustentabilidade ecológica à cultura.

Localizada na zona Natura,  às portas do Parque Nacional da Peneda do Gerês, esta casa de turismo rural pretende também ser um polo cultural nomeadamente através da realização de workshops sobre diversos temas, exposições de arte e centro de encontro de artesãos tradicionais e contemporâneos.

Links sobre o espaço

Facebook https://www.facebook.com/CasadoEido

instagram https://instagram.com/casadoeido/

google plus https://plus.google.com/111008686134751767914/

email casasoeido.vilaramonte@gmail.com

pinterest https://www.pinterest.com/casadoeido/

casa_do_eido_ foto.jpg

PÓVOA DE LANHOSO PROMOVE EMPREGO

Geração Lanhoso informou sobre medidas ativas de emprego

O Projeto Geração Lanhoso promoveu no dia 19 de outubro uma sessão de informação sobre medidas ativas de emprego e oportunidades de inserção em instituições do território. Para além de informação relativa a apoios à contratação e estágios, foi também apresentada alguma informação referente a apoios existentes para a criação do próprio emprego.

Sessao sobre medidas ativas de emprego 1.JPG

Esta atividade decorreu no auditório da Casa da Botica, na Vila da Póvoa de Lanhoso, e foi dinamizada por dois elementos da equipa técnica do Projeto Geração Lanhoso e pela animadora do Gabinete de Inserção Profissional do Município, inserindo-se no âmbito do Eixo 1 – Emprego, Formação e Qualificação do Projeto Geração Lanhoso.

Destinou-se a indivíduos adultos desempregados, residentes no concelho da Póvoa de Lanhoso, que compareceram em grande número e que manifestaram interesse pela informação transmitida.

De lembrar que este projeto tem a Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso como parceiro local e a Sol do Ave como entidade promotora e coordenadora, sendo financiado no âmbito do Programa Operacional Inclusão Social e Emprego (POISE), Tipologia de operação, Contratos Locais de Desenvolvimento Social (CLDS 3G).

MUNICÍPIO DE CAMINHA RENOVA REDES DE ABASTECIMENTO PÚBLICO DE ÁGUA EM ARTÉRIAS DE SEIXAS E EM ARGELA

Funcionários municipais estão a proceder aos trabalhos

A Câmara Municipal continua a intervir nas freguesias para melhorar a qualidade de vida e o dia a dia dos munícipes. Nas freguesias de Seixas e Argela está a renovar as redes de abastecimento público de água na Rua da Minada e no Caminho do Picoto, respetivamente.

Rua da Minada _ Seixas.jpg

Estes trabalhos estão a ser realizados pelos funcionários do Município. De facto, tem-se verificado que as redes de abastecimento de água em alguns arruamentos do concelho estão obsoletas e deficitárias, apresentando materiais degradados. Estas intervenções estão a dotar a rede pública com novos materiais, com diâmetros mais adequados, que permitirão melhores condições de abastecimento público de água.

No Caminho do Picoto, em Argela, a tubagem existente era bastante antiga e não permitia as adequadas condições de funcionamento, ocorrendo frequentes roturas. Assim, para solucionar o problema está a ser renovada a rede pública de água, numa extensão de 100 metros; bem como estão a ser renovados os ramais de ligação a todas as habitações localizadas na zona da intervenção. Estas obras vão permitir a melhoria das condições de abastecimento de água aos consumidores daquele arruamento.

Em Seixas, na Rua da Minada, estão a ser realizados trabalhos semelhantes, isto é, os trabalhadores do Município estão também a proceder à renovação da rede pública de água. Vão ser executados cerca de 100 metros de rede de distribuição de água com novas tubagens, de diâmetro adequado, e renovados os 5 ramais de ligação existentes.

Rua da Minada _ Seixas (1).jpg

PONTE DE LIMA ESTÁ EM ALTA!

Ponte de Lima promove treze eventos de novembro a abril. “Em Época Baixa, Ponte de Lima em Alta 2016/2017”
“Compete ao Município de Ponte de Lima constituir-se como alavanca fundamental para que as empresas tenham condições de gerar riqueza e criar emprego, só assim faz sentido o investimento do Município neste projeto Em Época Baixa, Ponte de Lima em Alta” referiu o Presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima, Engº Victor Mendes, na apresentação pública do projeto, que decorreu ontem na Clara Penha – Casa dos Sabores.

IMG_2469 (Small).JPG

A cerimónia contou ainda com a presença de uma delegação da vizinha Galiza, liderada por Alejandro Rubin Carballo, Presidente da Associação Galega de Feiras/Eventos e Diretor Geral da Expourense, que prepara mais uma edição do XANTAR - 18º Salão Internacional de Turismo Gastronómico, que se realiza em Ourense, de 1 a 5 de fevereiro de 2017.

O projeto Em Época Baixa, Ponte de Lima em Alta visa combater a sazonalidade turística, tornando-se uma mais-valia económica e social para o tecido empresarial do concelho nos vários setores e, em paralelo, promover a qualidade gastronómica e da prestação de um serviço de excelência como um fator de atratividade turística que capta e fideliza os seus visitantes.

IMG_2462 (Small).JPG

Entre novembro e abril vão realizar-se treze eventos, sob diversas temáticas. O projeto dispõe ainda condições especiais de estadia e na área da restauração. Durante os fins-de-semana em que se realizam os eventos, haverá um desconto de 15% em alojamento nas unidades hoteleiras aderentes, para as noites de sexta-feira e sábado, da mesma forma que a restauração aderente oferece 1 leite-creme, por dose, nas refeições de sábado e domingo, promovendo uma iguaria típica da cozinha tradicional limiana. 

Novembro
4 a 6 de novembro – II Festival da Carne Minhota
Considerando a riqueza gastronómica, variada e irresistível, confecionada à base de produtos típicos da terra, o Município de Ponte de Lima realiza o II Festival da Carne Minhota, cujo objetivo é o de promover um dos seus principais produtos endógenos - a Carne Minhota -, como um produto de referência gastronómica do concelho.
11 a 13 de novembro – VI Feira do Ambiente e Energia
Como forma de preservar e valorizar as potencialidades naturais do concelho, o Município tem apostado numa política ambiental sustentável, tendo já adquirido notoriedade pelas medidas de preservação e conservação dos recursos endógenos.
Neste contexto, este evento reforça essa aposta, ao promover novos produtos e serviços do setor, além de vários projetos pedagógicos, que serão apresentados pelas escolas do concelho. De realçar ainda a presença de ateliês com demonstrações de equipamentos e serviços “amigos do ambiente”, promovidos em parceria com entidades nacionais e locais ligadas ao sector energético e ambiental.
25 a 27 de novembro – VI Festival do Bacalhau
Prato emblemático da região é um verdadeiro catalisador de visitantes à Vila de Ponte de Lima, convidando a degustar um prato típico e que outrora era muito comum nas feiras quinzenais como iguaria, preservando-se até hoje essa rica tradição gastronómica que alimenta os que aqui vêm feirar.
Além da degustação do fiel amigo, nas suas mais variadas formas, o Festival do Bacalhau promove uma venda de bacalhau seco, produto muito procurado nesta altura do ano, face à proximidade do Natal, proporcionando ao público uma maior oferta de variados tipos de bacalhau.
Dezembro
01 a 04 de dezembro - V Festa da Gente Miúda e Feira Infantil
Desde ateliês educativos, de diversão e de sensibilização para algumas temáticas importantes, a Festa da Gente Miúda é um espaço onde a magia e a imaginação infantil vão dar largas ao sonho e à criatividade, e que se complementa com a Feira Infantil. Dirigida para o público infanto- juvenil conta com a participação das escolas do 1º ciclo do concelho.
10 a 11 de dezembro – I Feira do Mel, Sidra e da Doçaria
Dezembro, mês dos doces por tradição, esta 1ª edição da Feira do Mel, Sidra e da Doçaria, vai juntar a doçaria tradicional, mel, sidra, licores, compotas e outros sabores tradicionais, para além de muita diversão e espetáculos que pretendem fazer deste evento um momento dedicado a toda a família.

Janeiro
14 a 15 de janeiro – X Verde Noivos
É uma mostra de todo o tipo de propostas e serviços para casamentos, aliado a momentos de animação, com desfiles de vestuário para noivos e noivas, danças de salão e um espaço de lazer.
27 a 29 de janeiro - IX Feira do Porco e as Delícias do Sarrabulho
O ex-libris da gastronomia limiana, o Arroz de Sarrabulho à Moda de Ponte de Lima, é um dos verdadeiros motores do desenvolvimento económico do concelho, atraindo ao longo de todo o ano milhares de visitantes. A Feira do Porco e as Delícias do Sarrabulho enquadra-se nos Fins-de-semana Gastronómicos promovidos pela Entidade Regional de Turismo do Porto e Norte de Portugal, e visa promover o Arroz de Sarrabulho à Moda de Ponte de Lima, mostrando também algumas iguarias derivadas do Porco, com destaque para os enchidos e fumados. Neste evento, os visitantes poderão encontrar propostas irresistíveis dos vários restaurantes do concelho, assim como, expositores de produtos regionais e artesanato.
Fevereiro
02 a 05 de fevereiro – Feira da Educação, Ciência e Tecnologia Promover e dar a conhecer os melhores projetos pedagógicos dinamizados pelos Centros Educativos de Ponte de Lima, são os objetivos da I Feira da Educação, Ciência e Tecnologia, durante a qual serão apresentados alguns projetos pedagógicos e Cursos Profissionais e do Ensino Superior. Pretende-se ainda dar a conhecer as inovações tecnológicas e cientificas com o apoio de alguns Centros de Investigação e das Universidades. Em simultâneo, este evento será ainda uma mostra das últimas novidades tecnológicas disponíveis no mercado, apresentadas pelas empresas do sector na região.
25 a 26 de fevereiro – II Feira 100% Agrolimiano
Esta feira tem como principal objetivo a promoção e valorização dos produtos e serviços associados ao mundo rural do concelho de Ponte de Lima, como a produção de vinho verde, leite, enchidos e fumados, animais, sidra, fruta, cogumelos, mel, entre muitos outros.
Março
10 a 12 de março – IV Feira Gastronómica da Lampreia
Confecionada na sua forma tradicional, a lampreia consta dos cardápios dos restaurantes do concelho, reavivando gostos e aromas de uma receita tipicamente portuguesa, sendo muito apreciada pelos moradores, visitantes e turistas. Disponível desde o início de cada ano até ao final da primavera, este petisco pode ser cozinhado de diversas formas, com destaque para o Arroz de Lampreia e a Lampreia à Bordalesa.
25 a 26 de março – III Feira dos Jardins e Espaços Verdes
Ponte de Lima é uma referência a nível nacional e internacional no que respeita à singularidade e à qualidade de espaços verdes. A Feira dos Jardins e Espaços Verdes dedica-se às plantas ornamentais, ao mobiliário urbano e aos produtos e materiais de suporte à atividade de produção de plantas, aos equipamentos de jardinagem e às tecnologias de gestão dos espaços verdes, quer de empresas locais e de toda a região.
Abril
01 a 02 de abril – II Exposição Canina Nacional do Alto Minho - Exposição Felina Internacional – Ponte de Lima
Uma das maiores exposições caninas nacionais realizadas pelo 1' ano em 2015, regida pelos regulamentos da Fédération Cynologique Internationale (FCI) e do Clube Português de Canicultura (CPC), aberta aos exemplares de todas as raças e variedades oficialmente reconhecidas, registados em Livros de Origens ou com Registos Iniciais emitidos por organismos reconhecidos pela FCI.
A Exposição, organizada pelo Município de Ponte de Lima, suportada pelos regulamentos do Clube Português de Canicultura, elege o melhor exemplar da exposição ” Best in Show”. Os animais, depois de julgados nas diversas raças, são avaliados em grupos de acordo com as suas raças, vão ainda disputar os prémios para “Jovem Promessa Macho”, “Jovem Promessa Fêmea”, “Melhor Par” “Melhor Grupo de Criador” “Melhor Veterano”, “Melhor Bebé”, “Melhor Cachorro” e “Melhor Exemplar das Raças Portuguesas”.
06 a 09 de abril – III Expo Saúde/Juventude
A Expo Saúde/Juventude dirige-se a toda a comunidade, nomeadamente aos jovens, com o objetivo de estimular um estilo de vida saudável, livre de hábitos de consumo.
Assim, estarão presentes associações e instituições direcionadas aos jovens, abordando diversas temáticas, desde workshops de culinária, atividades desportivas, divulgação de serviços e produtos relacionados com saúde, bem-estar e beleza.
O programa inclui, ainda, debates sobre temas emergentes da atualidade.
Para mais informações/inscrições consulte em: www.visitepontedelima.pt

IMG_2436 (Small).JPG

PÓVOA DE LANHOSO FORMALIZA REDE CONCELHIA DE BIBLIOTECAS

A Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, o Agrupamento de Escolas da Póvoa de Lanhoso e o Agrupamento de Escolas Gonçalo Sampaio assinaram, na manhã desta terça-feira, 26 de outubro, um protocolo com vista à continuidade do Serviço de Apoio às Bibliotecas Escolares (SABE) do Município Povoense.

Assinatura protocolo 1.jpg

Pretende-se, com este documento, proporcionar apoio técnico especializado e recursos de informação às bibliotecas escolares da Póvoa de Lanhoso, formando uma Rede Concelhia de Bibliotecas.

“Esta é uma cerimónia simples, mas tem um significado muito grande para nós, pois finalmente estamos no bom caminho”, salientou a Vice-presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, Gabriela Fonseca, isto depois de um longo caminho que teve de ser percorrido. “Quando se unem esforços as coisas tornam-se mais fáceis e os objetivos são alcançáveis mais facilmente”, acrescentou. Agradecendo o trabalho de técnicos e de professores bibliotecários, esta responsável também se dirigiu à coordenadora da rede interconcelhia de bibliotecas. “A Regina [Campos] tem-nos feito pedalar e não só. Sentimos que a Regina tem um grande carinho pela Póvoa de Lanhoso e tem sido uma amiga do nosso concelho”.

Presentes estiveram ainda o Vereador da Cultura e Turismo da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, André Rodrigues, os Diretores dos Agrupamentos de Escolas da Póvoa de Lanhoso, José Ramos, e Gonçalo Sampaio, Luísa Rodrigues, o coordenador interconcelhio da rede de bibliotecas, Paulo Isidoro, assim como professores bibliotecários e crianças. Estas brindaram de forma brilhante as pessoas presentes na Casa da Botica, com a leitura de textos e com animação musical.

Na mesma oportunidade, foi ainda apresentada a página eletrónica da rede concelhia (www.redebibliotecas-pl.pt), canal de comunicação preferencial para as crianças e jovens já inseridos no processo educacional, mas também com a comunidade. A disponibilização a partir desta plataforma do catálogo único é a mais-valia deste portal, que vai ainda conter notícias, um calendário, uma descrição das bibliotecas da rede e respetivos contactos e localização, ligações a blogs e a redes sociais, uma estante digital (com a disponibilização de eboosk), documentos, e que ainda permite pesquisas, nomeadamente ao nível do catálogo único, que permite o acesso a todos os livros de qualquer biblioteca.

“Resta-nos esperar que as nossas crianças e jovens também passem pelas nossas bibliotecas, que são bonitas e apelativas”, finalizou Gabriela Fonseca, tendo esta rede a finalidade do desenvolvimento progressivo das literacias e da construção de hábitos de leitura.

Na rede de bibliotecas escolares estão abrangidas as bibliotecas do Agrupamento de Escolas da Póvoa de Lanhoso (biblioteca da Escola Secundária e a Biblioteca da EBI do Ave), as bibliotecas do Agrupamento de Escolas Gonçalo Sampaio (EB 2,3 Prof. Gonçalo Sampaio, Biblioteca do Centro Educativo do Cávado, Biblioteca do Centro Educativo D. Elvira Câmara Lopes, Biblioteca da EB1/JI da Póvoa de Lanhoso e biblioteca do Centro Educativo António Lopes) e a Biblioteca do Município da Póvoa de Lanhoso (que funciona na Casa da Botica).

Assinatura protocolo 2 (1).jpg

MUNICÍPIO DE CAMINHA APROVA PLANO E ORÇAMENTO AMIGO DAS FAMÍLIAS, DAS EMPRESAS, DAS INSTITUIÇÕES E DO FUTURO

Previsão de despesa é a mais baixa dos últimos quatro anos eleitorais

O Executivo aprovou hoje, por maioria, o Plano e o Orçamento para o exercício de 2017, documentos que são “amigos” das famílias, das empresas, das instituições e do futuro. Sendo 2017 um ano eleitoral, manteve-se a exigência e o rigor, e rejeitou-se o que foram as velhas práticas do Município de Caminha, que apelavam, nestas alturas, a um documento “expansionista, prometedor de tudo a todos, um orçamento gordo, um documento doente com ar saudável. Ora, não é isto que acontece nesta proposta de Plano e Orçamento: este é o documento que apresenta a previsão de despesa mais baixa dos últimos quatro anos eleitorais anteriores”, explica Miguel Alves.

Reunião 26.10.2016 1.jpg

O documento aprovado reforça a ideia de coesão estratégica deste executivo, quer na contenção da despesa, quer na previsão da receita, tendo por base a análise dos últimos documentos previsionais desde 2014. “Estamos perante um orçamento que prevê uma despesa para 2017 de 20.702.207 euros, o que torna este um dos orçamentos mais baixos de sempre, ou melhor, o terceiro orçamento mais baixo dos últimos dez anos”, sendo que os dois mais baixos foram também deste executivo.

O presidente da Câmara sublinha que a previsão de despesa aumenta 5,3% relativamente ao último ano, mas essa previsão “justifica-se tendo em conta a previsão de aumento de receita, sustentada no incremento das transferências de Estado, de acordo com a proposta de Orçamento de Estado para 2017 e no reforço do financiamento através de fundos comunitários”. A contenção, mantém-se, “desde logo, porque este orçamento se junta aos orçamentos dos últimos três anos de exercício, numa linha marcada de anti despesismo. Repare-se: a média anual de despesa prevista nos últimos quatro anos do anterior executivo foi de 27.2 milhões; a média anual de despesa prevista nos quatro anos de exercício deste executivo é de 20.7 milhões”.

Para Miguel Alves, este é um orçamento “amigo das famílias, porque mantém em baixa a carga fiscal, porque apoia as pessoas com políticas educativas ativas e políticas económicas geradores de emprego – amigo das empresas – porque investe mais, criando novas oportunidades para as empresas, sejam elas do ramos da construção civil ou reabilitação urbana, sejam as que estão ligadas à promoção do turismo através da aposta na hotelaria, restauração ou eventos – amigo das instituições – porque incrementa os apoios às instituições sem fins lucrativos e articula atividades com o associativismo cultural, desportivo e social – amigo do futuro – porque não hipoteca as novas gerações, mantém um nível de contenção e responsabilidade elevado e investe de forma virtuosa na Educação, no Ambiente e na Economia”.

Entretanto, em jeito de balanço, é possível ainda adiantar que, a cerca de um ano das próximas eleições autárquicas, o projeto político sufragado em 2013 e que apresentava medidas muito concretas, está cumprido em cerca de 75%.

Em relação ao Plano Plurianual de Investimentos (PPI), que crescerá também neste ano de 2017, o orçamento prevê um aumento de investimento nas Funções Sociais na ordem dos 9.5%, do qual se destacam as obras de requalificação e ampliação da Escola Secundária Sidónio Pais em Caminha e Vilarelho e as obras de saneamento e de beneficiação de infraestruturas de rede que tem em vista fortes investimentos nas freguesias de Âncora, Argela, Moledo, Seixas e Vila Praia de Âncora e Vilar de Mouros.

Prevê também um aumento de investimento em Funções Económicas de mais de 35% (reforço de quase 300 mil euros), prevendo que a aposta em acessibilidades e arruamentos nas freguesias possam atingir um incremento de 42% face ao exercício anterior. “Estamos aqui a identificar várias intervenções no território, das quais destacamos as seguintes: pavimentação da rua da Bargiela em Âncora, a requalificação do Nó da Erva Verde em Vila Praia de Âncora, a intervenção no Caminho dos Tornicos e do Agrelo em Vilar de Mouros, o apoio na requalificação da Avenida da Liberdade em Lanhelas, o alargamento do Caminho do Pinto na freguesia de Gondar e Orbacém, uma intervenção na Rua de Santa Marinha em Argela, a beneficiação do Largo da Igreja em Riba de Âncora, a beneficiação da Avenida Barão de S. Roque na freguesia de Venade e Azevedo, a intervenção na Avenida de Santana em Moledo”, concretiza-se no documento.

O orçamento agora aprovado prevê ainda um aumento 69% no investimento em Comércio e Turismo, “disponibilizando mais de 115 mil euros para uma área tão importante no contexto do concelho de Caminha. Neste setor, destaca-se a aposta feita nas praias do concelho, com particular destaque para a manutenção das condições que nos permitiram ter, pela segunda vez na história, bandeira azul em quatro praias e uma nova praia fluvial em Vilar de Mouros (destaca-se a obra de conclusão da zona sul do paredão de Moledo), bem como o investimento previsto no novo Mercado de Caminha ou na valorização dos Caminhos de Santiago”.

De referir que, ao orçamento e ao PPI, junta-se um Plano de Atividades Municipais (PAM) que prevê uma despesa de 884 mil euros. Aqui se juntam as mais importantes atividades levadas a cabo pelo Município de forma isolada, algumas vezes, mas também em conjunto com as instituições do concelho ou através de parcerias empresariais. O PAM elenca distintos eventos e organizações que não esgotam a atividade da Câmara Municipal, mas que deixam clara a aposta feita na Educação, na Cultura e no Desporto, áreas de eventos e atividades por excelência.

Reunião 26.10.2016.jpg

CIDADÃO GANHA ESPAÇO EM BRAGA

Espaço do Cidadão de Tadim realizou mais de 1.500 atendimentos no primeiro ano de funcionamento

O Espaço do Cidadão de Tadim realizou 1.527 atendimentos no seu primeiro ano de funcionamento, o que representa um atendimento médio de 12 pessoas por dia.

Espaço do cidadão.jpg

Até à data, 34,6% da população atendida neste serviço, instalado na sede da Junta de Freguesia, é proveniente de Tadim, sendo as restantes de freguesias vizinhas, nomeadamente Vilaça e Fradelos (13.2%), Arentim e Cunha (12,7%), Priscos (10,2%), Ruílhe (8%) e Celeirós (6,2%). De referir que, neste espaço, são também atendidos cidadãos provenientes de concelhos vizinhos.

Neste primeiro ano de funcionamento, os serviços mais procurados foram os do Instituto da Segurança Social (ISS), Cartão de Cidadão, Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT), Autoridade Tributária, Câmara Municipal de Braga e da Direcção-Geral de Protecção Social aos Funcionários e Agentes da Administração Pública (ADSE).

Quem se deslocar ao ´Espaços do Cidadão´ tem a possibilidade de usufruir de mais de 170 serviços de proximidade da Administração Central, com a mediação de um técnico de atendimento da Câmara Municipal, bem como solicitar serviços relativos às competências da Câmara Municipal de Braga e empresas municipais, evitando desta forma deslocações ao centro da Cidade.

Neste espaço é possível, por exemplo, renovar a Carta de Condução, pedir a 2.ª Via do Cartão da ADSE, alterar a morada no cartão de cidadão, encaminhar documentos para CGA, solicitar o Cartão Europeu de Seguro de Doença ou receber informações sobre a instrução dos pedidos do âmbito municipal, recepção e encaminhamentos dos pedidos, reclamações, sugestões e elogios, entre muitos outros serviços.

Uma das novidades introduzidas no início de 2016 é o facto de os ´Espaços do Cidadão´ disponibilizarem alguns serviços da Autoridade Tributária e Aduaneira, como por exemplo solicitar apoio no âmbito da verificação das facturas constantes do sistema “E-Factura”.

BRAGA APOIA HÓQUEI E TÉNIS

Novo pacote de apoio a várias associações desportivas foi aprovado esta segunda-feira, em reunião do executivo camarário

O Parque das Tílias, palco dos jogos do Riba de Ave Hóquei Clube, sofreu obras e está agora de cara lavada e em condições de receber ao mais alto nível os desafios do Campeonato Nacional de Hóquei em Patins. A intervenção no pavilhão da formação famalicense contou com o apoio financeiro da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão e integra o mais recente pacote de subsídios desportivos atribuídos pelo executivo autárquico, num valor global que ronda os 242 mil euros.

Executivo municipal aprovou também o pagamento de subsídios para a manutenção dos campos de futebol relvados.JPG

Com um apoio de 100 mil euros, o Riba de Ave Hóquei Clube foi a coletividade beneficiada com a maior fatia do investimento previsto neste conjunto de protocolos aprovados na passada segunda-feira, 24 de outubro, em reunião do executivo.

As obras no Parque das Tílias implicaram um investimento global na ordem dos 205 mil euros e consistiram na requalificação da fachada do edifício e na substituição da cobertura e da iluminação com a inserção de lâmpadas LED.

O Ténis Clube de Famalicão também integra a lista de associações desportivas apoiadas pela Câmara Municipal neste novo pacote de subsídios, ao receber uma verba no valor de 70 mil euros tendo em vista a execução de um edifício para sede social do clube e balneários de apoio.

A reunião ordinária desta segunda-feira ditou ainda a atribuição de um subsídio ao Grupo Desportivo da Carreira, no valor de 20 mil euros, para a construção das bancadas de apoio à área de jogo do clube, ao Grupo Desportivo do Louro, no valor de 10 mil euros, tendo em vista a beneficiação dos balneários de apoio às instalações desportivas, e ao Bairro Futebol Clube, no valor de 8 mil euros, para a construção de instalações sanitárias de apoio ao público.

O executivo municipal aprovou também a primeira de duas tranches, no valor de 34 mil euros, destinada à manutenção dos campos de futebol relvados para a presente época desportiva, que no total implicará um investimento municipal anual na ordem dos 100 mil euros. Este último apoio destina-se ao Grupo Desportivo de Joane, Ruivanense A.C., Desportivo São Cosme, Operário F.C., Grupo Desportivo do Louro, S.C. Cabeçudense, C.D. Lousado, G.D. de Cavalões, A.D. Ninense, Grupo Recreativo de Vale São Martinho, Ribeirão 1968 Futebol Clube, G.D. de Fradelos, U.D. de Calendário e Bairro F.C.  

Para o Presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, este conjunto de propostas é mais uma“prova da forte e constante aposta do executivo camarário na área do Desporto” e deixou a garantia de que as associações desportivas podem continuar a contar com o apoio da Câmara.

O Riba de Ave Hóquei Clube foi uma das coletividades beneficiadas neste novo pacote de apoio.jpg

BRAGA ELEITA SEDE DOS JOGOS DO EIXO ATLÂNTICO EM 2019

Candidatura Bracarense recolheu 60% da votação

Braga foi a Cidade eleita para organizar a XIII edição dos Jogos do Eixo Atlântico em 2019. A atribuição desta competição transfronteiriça, que se realiza bianualmente, decorreu da votação do grupo temático de Desporto do Eixo Atlântico, que reuniu em Lugo, na Galiza, tendo a candidatura Bracarense recolhido 60% da votação dos assistentes.

2braggg.jpg

Da candidatura defendida por Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, destacou-se a estratégia da Cidade, a actual Capital Ibero-americana da Juventude, e de aspirar a ser Cidade Europeia do Desporto em 2018.

Desta forma, Braga ficará com o testemunho de Lugo Monforte e Sarria, cidades que organizarão na edição 2017 dos Jogos.

Entre os elementos avaliados positivamente para a eleição da candidatura, defendida pelo Autarca Bracarense, encontra-se a vinculação da Cidade com as actividades desenvolvidas no âmbito da Capital Ibero-americana da Juventude, e sua inserção nas estratégias definidas pelo Município para obter a designação de Capital Europeia do Desporto.

A excelente dinâmica na prática desportiva que se verifica em Braga, envolvendo todos os sectores da comunidade, foram factos que tiveram peso na votação final do Grupo Temático, assim como a constatação de que se trata de uma Cidade onde cerca de 40 % da sua população tem menos de 30 anos, e a projecção deste factor nas políticas municipais.

Na passada edição dos Jogos, realizados simultaneamente no Porto, Matosinhos e Vila Nova de Gaia, em 2015, sob a denominação da Frente Atlântica, participaram 1900 pessoas de sete modalidades distintas. Essa mesma edição ficou, também, marcada pela presença de modalidades de desporto adaptado.

Os participantes nos Jogos do Eixo Atlântico têm idades entre os 14 e os 16 anos. As modalidades desportivas são fixas em todas as edições, porém cada organizador escolhe uma modalidade extra. Em Lugo, Monforte e Sarria será a ginástica rítmica.

Basquetebol, Andebol, Natação e Atletismo, Futebol de 7 (masculinos) e Voleibol (femininos), são as modalidades fixas em todas as edições dos Jogos, sendo que o Atletismo e a Natação contam com modalidades adaptadas para jovens com deficiência.

JOVENS BRACARENSES APRENDEM MANDARIM

Alunos aprendem mandarim nas escolas públicas de Braga. Actividade extracurricular abrange cerca de 80 crianças

Cerca de 80 alunos de escolas públicas do Concelho de Braga estão a ter aulas gratuitas de mandarim durante as actividades extracurriculares. Através de um protocolo com o Instituto Confúcio da Universidade do Minho (UM), o Município de Braga responde desta forma ao crescente interesse da comunidade em conhecer a cultura chinesa e contribui para a desenvolvimento intelectual das crianças.

mandar.jpg

Este projecto, que neste momento abrange maioritariamente alunos do 5.º e 6.º anos de escolaridade, está a ser desenvolvido em quatro turmas nas EB 2,3 André Soares, Lamaçães, Nogueira e Frei Caetano Brandão. Dado o grande interesse manifestado por pais e alunos, o Município prevê alargar este projecto a mais escolas e a diferentes níveis de ensino.

“Queremos dar continuidade a este projecto e, no futuro, torná-lo mais ambicioso e abrangente chegando a um maior número de alunos”, referiu Lídia Dias, vereadora da Educação do Município de Braga, durante uma visita realizada esta Quarta-feira, 26 de Outubro, à escola Frei Caetano Brandão, do agrupamento de escolas de Maximinos.

Segundo a vereadora, a existência de uma maior diversidade de actividades extracurriculares vem possibilitar um crescimento integral dos alunos, alargando horizontes e fornecendo ferramentas que podem ser-lhes muito úteis no futuro. “O interesse empresarial na China e o investimento deste país em Portugal justifica por si só esta aposta do Município”, acrescentou Lídia Dias, sublinhando que “todos resultados demonstram que ao iniciar desde tenra idade uma língua diferente e culturalmente distante como o chinês, contribui para o desenvolvimento intelectual das nossas crianças”.

Recorde-se que a oferta de aulas de mandarim nas escolas do Concelho consta do Plano Estratégico para o Desenvolvimento Económico de Braga – 2014-2026, desenvolvido pela InvestBraga, é uma aposta do Município de Braga para diversificar a oferta educativa.

mandar (2).jpg

mandar (3).jpg

mandar (4).jpg

VILA VERDE: PICO DE REGALADOS DESTACA ARTE EQUESTRE

Arte equestre em destaque nas Feiras Novas do Pico de Regalados

Os amantes da arte equestre têm motivos de sobra para sorrir, já que estão aí à porta as famosas Feiras Novas do Pico de Regalados. Os equídeos têm-se afirmado como as estrelas maiores de uma festa que, de 28 a 30 de outubro, traz ao coração do Minho a excelência da gastronomia, a autenticidade das feiras tradicionais, a animação do folclore e a alegria dos longos convívios à boa moda minhota.

147637817450155.jpg

Durante o próximo fim-de-semana, nota de destaque ainda para o Jantar Luso Galaico ‘À Mesa com Eça de Queirós’, promovido pelo Restaurante Luena, um evento em que cultura e gastronomia caminham de mãos dadas, que terá lugar no dia 29 de outubro, em plena sede de concelho. Ambas as iniciativas estão inseridas na programação turístico cultural Na Rota das Colheitas, do Município de Vila Verde, que de agosto a novembro se desdobra em mais de 30 iniciativas de divulgação e promoção da genuína tradição minhota.

No Pico de Regalados, as Feiras Novas trazem consigo algumas novidades na bagagem. A nota de maior relevo vai para a garraiada, uma atividade em estreia que promete dinamizar e animar a tarde de sábado. O presidente da Junta da União de Freguesias de Pico de Regalados Gondiães e Mós, César Cerqueira, revelou que a arte equestre e atividades relacionadas já se assumiram como os ícones de um evento que conta este ano com um passeio equestre, um espetáculo equestre, demonstrações de coudelaria e a afamada corrida de cavalos de passo travado. No entanto, nem só do gado cavalar vivem as Feiras Novas do Pico, como relembrou o autarca picoense, manifestamente satisfeito com um evento que continua a atrair inúmeros visitantes ao concelho, a valorizar a tradição, a divulgar as potencialidades locais e a promover o território. A feira tradicional, a animação do folclore e da música popular, as recriações de práticas ancestrais, os stands de artesanato e a excelência da gastronomia regional, entre muitos outros predicados, fazem da iniciativa um palco privilegiado para o convívio e a confraternização.

A (2) (3).JPG

As hostilidades abrem já ao final da tarde da próxima sexta-feira, 29 de outubro, com a desfolhada e malhada do milho, a que se segue um magusto tradicional. Ao serão, tempo de os atores locais mostrarem todo o seu potencial no show de talentos. No sábado, as atividades começam bem cedo, com a feira franca a receber o público a partir das 08h00. O dia continua com iniciativas que vão fazer as delícias dos amantes dos equídeos, o espetáculo equestre, marcado para as 11h00, a corrida de cavalos de passo travado, que vai decorrer às 14h30, e para o final da tarde está reservada uma garraiada. A animação continua com música tradicional, às 19h00, e as rusgas depois das 21h00. No domingo, 30 de outubro, as notas de maior destaque vão para a missa campal, às 11h00, e o festival de folclore que se estende durante a tarde com vários grupos de toda a região a desfilarem em palco as danças e cantares do Minho.

No próximo sábado, 29 de outubro, a sede de concelho vai receber o Jantar Luso Galaico ‘À Mesa com Eça de Queirós’, um evento que junta a excelência da gastronomia à acutilância da cultura. O Minho e a Galiza apresentam-se como duas regiões irmãs no jantar Luso Galaico, que junta no Restaurante Luena o melhor das duas culturas. Este ano são os textos de um dos maiores da literatura portuguesa, Eça de Queirós, a dar o mote para um serão em que gastronomia e cultura se entrelaçam de forma harmoniosa.

C (228).JPG

Campanha (1).bmp

DSC_0099.JPG

AMARES REPRESENTADA EM CAMPANHA AUDIOVISUAL DA “CIM DO CÁVADO” VENCEDORA DE PRÉMIO DE MELHOR FILME DA REGIÃO PORTO E NORTE DE PORTUGAL EM FESTIVAL INTERNACIONAL

O Município de Amares figura na campanha audiovisual “CIM do Cávado” constituída por 7 filmes (inclui filmes individuais sobre os 6 municípios da NUT III Cávado: Amares, Barcelos, Braga, Esposende, Terras de Bouro e Vila Verde) que ganhou o prémio especial de Melhor Filme da Região Porto e Norte de Portugal no Festival Art&Tur, que decorreu entre os dias 19 a 22 outubro. Este prémio é uma das mais importantes distinções da competição nacional do festival.

Campanha.bmp

Lançados no mês de Maio deste ano, o filme sobre o Município de Amares tem tido mais que 57 mil visualizações e mais de 1300 partilhas no facebook.

Num registo visual dinâmico, os filmes relevam o património material e imaterial dos 6 municípios, incluindo sítios emblemáticos do Município de Amares, como os Mosteiros de Rendufe e de Bouro, o Santuário de Nossa Senhora da Abadia, a Ponte do Porto, o Monte de São Pedro Fins, entre outros.

Com a duração de cerca de três minutos, cada filme mostra a singularidade das paisagens, as gentes e suas tradições, bem como o melhor do património construído decada concelho.

Todos os filmes da campanha audiovisual tem tido grande sucesso nas redes sociais e os 7 filmes em conjunto tem tido um total de mais que 800.000 visualizações e mais de 25.000 partilhas no Facebook.

FAMALICÃO PREMEIA ESCRITOR JOSÉ CARLOS SEABRA

José Carlos Seabra Pereira recebe esta sexta-feira Grande Prémio de Ensaio Eduardo Prado Coelho. Cerimónia decorre a partir das 15h30, na Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco

O escritor José Carlos Seabra Pereira recebe esta sexta-feira, 28 de outubro, em Famalicão, o Grande Prémio de Ensaio Eduardo Prado Coelho. “O Delta Literário de Macau”, sobre a literatura portuguesa em Macau e a presença de Macau na literatura portuguesa, é a obra que valeu ao autor o galardão atribuído pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão e a Associação Portuguesa de Escritores (APE).

José Carlos Seabra Pereira.jpg

A cerimónia de entrega do prémio decorrerá a partir das 15h30, na Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco, será presidida pelo Presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, e contará com a presença do Presidente da Associação Portuguesa de Escritores, José Manuel Mendes, da porta-voz do júri, Maria João Reynaud e do premiado.

José Carlos Seabra Pereira é professor associado da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra e diretor do Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura, da Igreja Católica. Nascido no Luso, no concelho da Mealhada, há 67 anos, José Seabra Pereira investiga e leciona nas áreas de Literatura Portuguesa Moderna, Estudos Camonianos, Estudos Pessoanos e Teoria Literária, tendo regido cadeiras de Língua Portuguesa, Técnicas de Expressão e Comunicação, bem como Temas de Civilização, Cultura e Artes.

Além de coordenador científico do Centro Interuniversitário de Estudos Camonianos, é membro do Conselho Geral da Universidade de Coimbra, curador da Casa da Escrita, na mesma cidade, e ainda consultor e supervisor de vários projetos de investigação de Centros da Fundação da Ciência e Tecnologia e diretor da revista Estudos.

O prémio, que vai na sua sétima edição, tem o valor pecuniário de 7500 euros, é atribuído pela Associação Portuguesa de Escritores com o patrocínio integral da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão e refere-se a livros publicados em 2015. O júri foi constituído por António Apolinário Lourenço, Artur Anselmo e Maria João Reynaud e “deliberou por maioria”, de acordo com a APE.

O Grande Prémio de Ensaio Eduardo Prado Coelho distinguiu anteriormente Vítor Aguiar e Silva, Manuel Gusmão, João Barrento, Rosa Maria Martelo, José Gil e Manuel Frias Martins.

Recorde-se que o ensaísta Eduardo Prado Coelho, falecido em 2007, doou ao município de Vila Nova de Famalicão o seu espólio bibliográfico de 12 500 títulos, atualmente disponível para consulta na Sala Eduardo Prado Coelho da Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco.

Convite (1).jpg

 

GUIMARÃES APRESENTA ÁLBUM DA AUTORIA DA ASSOCIAÇÃO “OSMUSIKÉ”

CD com temas musicais sobre Guimarães apresentado este sábado na UMinho

“OsMusiké” lançam dez músicas originais sobre a cidade e o concelho. Iniciativa realiza-se durante sarau cultural. Entrada livre.

Guimaraes_CD_OsMusike.jpg

“Gentes de Guimarães” é o nome do trabalho musical que será publicamente apresentado este sábado, 29 de outubro, às 21:30 horas, no Auditório da Universidade do Minho, em Azurém. Com o apoio da Câmara Municipal de Guimarães, o terceiro álbum, da autoria da Associação “OsMusiké”, inclui dez temas cujas letras divulgam a história, monumentos, lugares e tradições vimaranenses.

A sessão de apresentação do CD, que contará com a presença de Domingos Bragança, Presidente do Município de Guimarães, será efetuada no decurso da terceira edição de um sarau cultural onde vão participar artistas e grupos vimaranenses, como Dino Freitas, Tio Óscar, TetrAcord Ensemble, entre outros. A 21 de janeiro de 2017, no Paço dos Duques de Bragança, será lançado um outro trabalho musical, intitulado “Os Nossos Reis”, com nove temas originais.

“OsMusiké” - Associação Musical e Artística do Centro de Formação Francisco de Holanda são formados por um conjunto de professores e educadores que se juntaram no Centro de Formação Francisco de Holanda com o objetivo de fazer formação numa área curricular de ensino. Fundado há já 15 anos, este grupo, atualmente com 33 elementos, acolheu entretanto profissionais de outras áreas.

Jorge do Nascimento Silva é o Presidente da Direção, constituída por sete elementos, tendo atualmente como diretores musicais Luís Oliveira e Sandra Azevedo e Emília Ribeiro como encenadora do grupo de teatro, outra vertente de “OsMusiké” cujas peças têm tido um êxito assinalável. O nome da associação deriva das palavras gregas “musiké” e “téchne”, que significam música e técnica, apresentando como símbolo um louva-a-deus numa interpretação da «música como arte divina», referem os seus responsáveis.

TEATRO SAI À RUA EM BARCELOS

O Teatro sai à rua para ensinar História. uma visita guiada pelo centro de Barcelos. Sábado, 29 de outubro, no Centro Histórico

Nobres, peregrinos, mestres e servos, e muitas outras personagens emblemáticas de Barcelos estarão no centro da cidade, no próximo sábado, dia 29 de outubro, pelas 21h30, para nos contar, na primeira pessoa, as suas memórias das batalhas, das traições, dos amores, das tradições e dos seus feitos gloriosos que travaram e que fizeram com que o Município de Barcelos e as suas gentes ficassem de forma incontornável na História de Portugal.

“Barcelos Mágico” é o título da visita teatralizada ao centro histórico da cidade. A atividade é organizada pelo pelouro de Turismo do Município de Barcelos em parceria com A Capoeira – Companhia de Teatro de Barcelos.

São cerca de 15 os atores que darão vida, numa visita teatralizada, a diversos espaços históricos e emblemáticos do centro da cidade. O Município de Barcelos proporcionará uma forma diferente, inovadora de dar a conhecer e aprender a história e o património, onde a aposta na interação e proximidade entre passado; a história, e o presente; os espectadores permitirá descobrir ou redescobrir a História de Barcelos através do poder representativo das palavras e da encenação, aliando assim uma atividade sociocultural de cariz didático a uma nova abordagem turística ao património. Uma forma dinâmica e oralizada de transmitir conhecimento acerca da cidade e dos seus antepassados, tal qual manda a História.

“PIOLHOS E ATORES” COM NOVAS DATAS E NOVOS LOCAIS EM GONDAR E VILA PRAIA DE ÂNCORA

Esta semana, “Piolhos e Atores” estreia-se em Gondar e Vila Praia de Âncora

“Piolhos e Atores”, José Sanchis Sinisterra, estreou há 15 dias e conta já com novas datas e novos locais na agenda. Gondar e Vila Praia de Âncora são as próximas freguesias a receberem esta peça que já conquistou o grande público. No dia 28 de outubro, “Piolhos e Atores” sobe ao palco do Centro Cultural de Gondar e no dia 29, da Casa do Orfeão, em Vila Praia de Âncora. A entrada é gratuita.

Piolhos e Atores 21 e 22 _10-2016 (1).jpg

“Piolhos e Atores” é promovida no âmbito de um protocolo celebrado entre a Câmara Municipal de Caminha e a Krisálida – Associação Cultural do Alto Minho.

Esta peça já pisou os palcos de Caminha, Vilar de Mouros, Argela Arga de Cima e Dem. Esta semana, no dia 28 de outubro, no Centro Cultural de Gondar e, no dia 29 de outubro, na Casa do Orfeão, em Vila Praia de Âncora. Ambos os espetáculos iniciam pelas 21h30 e têm entrada livre.

Em novembro a digressão de “Piolhos e Atores” continua. No dia 4, sobe ao palco da Sociedade de Instrução e Recreio Ancorense; no dia 5 de novembro, do Centro Paroquial e Social de Riba de Âncora; no dia 11, na Associação Moledense de Instrução e Recreio; no dia 12, na Casa de São Bento em Seixas; no dia 18, no Centro Cultural de Azevedo e termina no dia 19, na Casa do Povo em Lanhelas.

“Piolhos e Atores” é uma adaptação da obra de José Sanchis Sinisterra, dramaturgo e diretor teatral espanhol, escrita em 1980. É um espetáculo teatral sobre a condição do ator e da sua posição na sociedade.

Quanto à ficha artística e técnica de “Piolhos e Atores”, a encenação está a cargo de Carla Magalhães; a interpretação de Alexandre Martins e Jorge Alonso; a cenografia e figurinos de Joana Carvalho; o desenho de luz de Rui Gonçalves; o apoio musical de Nuno J. Loureiro; as máscaras de Luís Magalhães; a fotografia e vídeo de Marco Lima e o secretariado de Maria Meixeiro.

Piolhos e Atores 21 e 22 _10-2016 (2).jpg