Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

O RELÓGIO DO TEMPO - UM POEMA DE DANIEL BASTOS E UM DESENHO DE ORLANDO POMPEU

Daniel Bastos22.jpg

O Relógio do Tempo

                                                                                O relógio soa

                                                                                E nos induz, em tom mordaz,

                                                                                A recordar que uso fugaz

                                                                                Fizemos do dia que escoa

Charles Baudelaire, As Flores do Mal

O relógio do tempo

 não para,

avança inexoravelmente

pontual e fugaz

na sucessão imanente

dos dias e das noites.

O relógio do tempo

não anda para trás,

 urge

e não se compadece

que o hoje, amanhã

seja ontem.

Moldado em horas

escoadas

em minutos e segundos,

o relógio do tempo

é universal,

aplica a todos por igual

a sentença da vida

e da morte,

a todos destinada

por todos desconhecida.

Daniel Bastos, “O Relógio do Tempo”, in Terra.

DESENHO - Orlando Pompeu11.jpg

ERIC LECOMTE PRESIDE EM GUIMARÃES A SESSÃO DA JORNADA EUROPEIA SOBRE “CIDADES INTELIGENTES”

Jornada europeia sobre “Cidades Inteligentes” esta quinta-feira no AvePark

“InfoDay” dedicado ao programa-quadro H2020 debaterá o tema “Smart Cities and Communities”. Guimarães lidera consórcio europeu.

Um representante da Comissão Europeia, Eric Lecomte, Policy Officer do organismo para os assuntos da Energia, é o orador principal de uma sessão de esclarecimento subordinada à temática das “Smart Cities”, que decorrerá em Guimarães esta quinta-feira, 27 de outubro, a partir das 14 horas, nas instalações do AvePark.

AvePark.jpg

O evento irá focar-se na visão da Comissão Europeia sobre Cidades Inteligentes, no contexto político europeu, nas principais iniciativas europeias neste domínio e em recomendações sobre a elaboração de propostas. O vínculo entre projetos H2020 e os fundos estruturais será também um dos temas debatidos.

Trata-se de uma importante iniciativa que está englobada na estratégia de candidatura de Guimarães enquanto líder do consórcio de 1000 Smart Historic Cities. A atividade é organizada pelo Gabinete de Promoção do Programa-Quadro Europeu de I&DT (Horizon 2020), da Fundação de Ciência e Tecnologia, e contará com o apoio da Câmara Municipal de Guimarães.

O consórcio privilegia a partilha de conceitos, sistemas, modelos, métodos e processos de suporte à inovadora governança de cidades e regiões que incorporam a sustentabilidade urbana nos seus desígnios estratégicos, cumprindo um programa de partilha de ferramentas de gestão e planeamento, além de serem desenvolvidas candidaturas conjuntas a programas, iniciativas e projetos europeus.

FAMALICÃO CONCLUI PLANO MUNICIPAL PARA A IGUALDADE

Documento aponta para a promoção da coesão social e para a redução de desigualdades no concelho

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão já tem concluído o Plano Municipal da Igualdade para o período de 2016/2020, que vai trazer para a agenda diária do município a temática da igualdade e da não discriminação, enquanto mecanismo de promoção de coesão social nas diferentes áreas de atuação e intervenção municipal.

Sofia Fernandes na sua intervenção(2).jpg

A novidade foi ontem avançada pela vereadora para a Família e Juventude, Sofia Fernandes, na abertura de uma tertúlia enquadrada no Dia Municipal para a Igualdade, que decorreu na Casa das Artes e que contou com a presença da Conselheira Local para a Igualdade, Maria Manuela Martins, de Saulo Aristides, do programa de Relações de Trabalho, Desigualdades Sociais e Sindicalismo do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra e da Presidente do Movimento Lírio Azul, Odete Costa, entre outros convidados. O documento vai ser objeto de análise numa das próximas reuniões do executivo municipal.

“Trata-se de um documento estratégico que enquadra as medidas políticas a promover pelo Município nas suas diversas áreas de responsabilidade, tendo como finalidade a consolidação da igualdade a nível local”, adiantou Sofia Fernandes, referindo que o documento posiciona-se também “como uma ferramenta para o território, perspetivando uma sociedade mais livre, justa e solidária”.

O Plano Municipal para a Igualdade resulta do protocolo de cooperação que a autarquia celebrou com a Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género, e através do qual foi instituído o Dia Municipal para a Igualdade e a figura da Conselheira Local para a Igualdade.

Promoção da igualdade de género, a promoção da igualdade das pessoas com deficiência ou incapacidade, a promoção da igualdade intergeracional, a promoção da igualdade e da inclusão das minorias étnicas e migrantes são as quatro prioridades de intervenção que serão alvo de medidas concretas para a desconstrução de estereótipos discriminatórios e para a promoção  da formação de cidadãos nesta matéria.

O Guia de Linguagem Inclusiva está já concluído e será uma das ferramentas ao serviço da igualdade de género. Desenvolvido sobre a máxima “Ser Igual”  pretende desconstruir a ideia do masculino como universal, promovendo a igualdade de género e a inclusão. Neste contexto, a Câmara Municipal pretende dar o exemplo, estando a sensibilizar os funcionários municipais para a necessidade de  respeitarem nas comunicações institucionais as indicações que constam no  Guia de Estilo de Linguagem Inclusiva.

Sofia Fernandes na sua intervenção(1).jpg

FAMALICÃO HOMENAGEIA ABBAS KIAROSTAMI

Filme de homenagem ao realizador iraniano é exibido em estreia esta quinta-feira à noite

O mundo da sétima arte ficou este ano mais pobre com o falecimento do aclamado realizador Abbas Kiarostami. O legado deixado pelo mais internacional e premiado cineasta iraniano está agora retratado no filme “Cinco para Kiarostami”, uma curta-metragem de homenagem que vai exibida em estreia na sessão de abertura do Close-Up – Observatório de Cinema, esta quinta-feira, dia 27, pelas 21h45, na Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão. 

Abbas Kiarostami.jpg

“Demonstrar o quão internacional é a sua linguagem, com temas poderosos e transversais a diferente culturas e latitudes” foi a principal razão que levou Mário Macedo e Vítor Ribeiro à produção deste pequeno filme de 25 minutos que conta com a participação, entre outros, de João Catalão, Cristiana Rocha, Francisco Noronha e Milene Vale.

“Partimos de um anúncio com o fito de descobrir diferentes personagens, perfeitos anónimos da nossa sociedade, que foram diretamente influenciados, na sua vida, pelo cinema de Abbas. A partir deste ponto sondamos o mundo pessoal de cada um destes indivíduos e procuramos perceber como é que a realidade que se vive no cinema do iraniano influenciou as suas vidas e a maneira de encarar o mundo”, explicam.

Este será com certeza um dos pontos altos da programação do Close-Up que, numa homenagem sentida ao realizador, toma também de empréstimo o nome de um filme produzido em 1990 por Abbas Kiarostami.

Com uma programação intensa e eclética, o Observatório de Cinema, que decorre de 27 a 30 de outubro na Casa das Artes, vai ainda ser palco de diversos debates, instalações, conversas sobre a história do cinema, sessões para escolas e para famílias, numa verdadeira maratona cinematográfica com a participação de mais de duas dezenas de convidados.

Com entrada gratuita para estudantes, seniores e para associados de cineclubes, o restante público paga dois euros ou um euro com o cartão do quadrilátero cultural.

Observatório vai decorrer na Casa das Artes de Famalicão (1).jpg

No que diz respeito às oito secções temáticas do Observatório, referência para as “Paisagens Temáticas” com uma abordagem a oito filmes sobre o Holocausto. “Histórias do Cinema” é outra das secções, desta vez, direcionada para a cultura japonesa, após a 2.ª Guerra Mundial, com a apresentação de seis filmes. O observatório terá também uma secção de produção portuguesa, com “Fantasia Lusitana”, que conta com a exibição de oito filmes.

“Cinema Mundo” direciona-se para o artista e cineasta Gabriel Mascaro, com a exibição em antestreia de cinco longas-metragens de um dos mais importantes cineastas do cinema brasileiro atual.

Destaque ainda para as seções direcionadas para a “Infância e Juventude”, com oito filmes, para o “Cinema para as Escolas”, com cinco filmes, e para o “Cinema para Famílias”, com sete filmes. O “Cinema para as Escolas” conta com a participação do Agrupamento de Escolas de Camilo Castelo Branco e ainda da Faculdade de Arquitetura da Universidade Lusíada.

Paralelamente ao cinema decorre a temática “Extrapolações”, com uma instalação de vídeo de Luciana Fina (1 a 31 de outubro, no flyer) e com o DJ Vicente Pinto Abreu (27 de outubro, no Café-Concerto), entre outros momentos culturais e artísticos.

Haverá ainda oportunidade para a sessão especial “O Ornitólogo” de João Pedro Rodrigues, que venceu recentemente o prémio de melhor realização no Festival de Locarno, evento tradicionalmente associado aos circuitos "alternativos" da produção internacional.

Do rol de comentadores convidados, destaque para as presenças da jornalista Clara Ferreira Alves, do poeta, critico e cronista Pedro Mexia, do diretor e programador do Indie Lisboa, Nuno Sena, do crítico de cinema, Vasco Câmara e dos realizadores dos filmes a exibir.

Mais informações no site do Close-Up – Observatório de Cinema, em www.closeup.pt.

Close up (3).jpg

BRAGA ENCONTRA-SE ENTRE OS FILMES PREMIADOS NO FESTIVAL INTERNACIONAL ART&TUR

Campanha da ‘CIM Cávado’ vence o prémio de Melhor Filme da Região Porto e Norte de Portugal

A campanha audiovisual “CIM do Cávado” constituída por sete filmes (inclui filmes individuais sobre os seis municípios da NUT III Cávado: Amares, Barcelos, Braga, Esposende, Terras de Bouro e Vida Verde) ganhou o prémio especial de Melhor Filme da Região Porto e Norte de Portugal no Festival Art&Tur, que decorreu entre os dias 19 a 22 Outubro. Este prémio é uma das mais importantes distinções da competição nacional do festival.

fotobrrraaag.jpg

Lançados no mês de Maio deste ano, o filme sobre Braga, tem tido mais que 500.000 visualizações e mais de 15.000 partilhas no Facebook.

Todos os filmes da Campanha Audiovisual tem tido grande sucesso nas redes sociais e os 7 filmes em conjunto tem tido um total de mais que 800.000 visualizações e mais de 25.000 partilhas no Facebook.

Num registo visual dinâmico, os filmes relevam o património material e imaterial dos 6 municípios, incluindo sítios emblemáticos em Braga, como os Santuários de Bom Jesus e Sameiro, o Mosteiro de Tibães e o Centro Histórico, e festividades como a Semana Santa, Braga Romana, a Noite Branca e o São João de Braga.

Outros sítios do Vale do Cávado retratados na Campanha Audiovisual incluem o Parque Nacional de Peneda Gerês, os Santuários, Basílicas, Mosteiros e Igrejas de cada Concelho, complementada por momentos festivos de grande relevo como a Festa das Cruzes, Festa das Colheitas, Festas de Santo António de Amares e Vila Verde e Feira Mostra de S. Martinho, entre outros.

Os comentários deixados nos posts dos vídeos online têm sido muito positivos, realçando a qualidade do trabalho e a sua capacidade de retratar o espirito e a alma de cada município.

A campanha audiovisual foi encomendada pela CIM do Cávado, no âmbito da sua Capacitação Institucional, e foi produzida e realizada por Martin Dale, gerente da produtora independente, Sombra Chinesa Lda, que é também docente de Audiovisual e Multimedia do Curso de Ciências de Comunicação, da Universidade do Minho.

A equipa técnica envolvida no projecto também incluiu João Braga e Os Fredericos - The Movie Makers. O filme promocional sobre Esposende também contou com o apoio de Fórum Esposendense para as imagens subaquáticas.

Com um recorde de 301 filmes inscritos e com a presença de 52 países, esta 9ª edição do ART&TUR recebeu os maiores talentos de cinema associado ao turismo.

Com a duração de cerca de três minutos, cada filme mostra a singularidade das paisagens, as gentes e suas tradições, bem como o melhor do património construído de cada concelho.

Os vídeos podem ser vistos através da página institucional do facebook, www.facebook.com/cimcavado ou através do canal youtube https://www.youtube.com/channel/UCcWUHxrGGCCUz4n835o-Blw.

WINNER_STAMP.PNG

PROGRAMA “5 AO DIA” ESTENDE-SE A TERRAS DE BOURO

No passado dia 19 de outubro decorreu no Mercado Abastecedor da Região de Braga (MARB), a primeira sessão do Programa “5 ao Dia” do ano letivo 2016/2017.

bur.JPG

Este projeto, que tem por objetivo a promoção do consumo diário de cinco frutos e/ou hortícolas junto das crianças com idade escolar, é promovido pelo MARB e nos últimos seis anos abrangeu cerca de dez mil crianças, sendo que, este ano irá alcançar mais dois mil alunos.

Terras de Bouro foi agora um dos três concelhos abrangidos (além de Amares e Esposende) por esta iniciativa, estando assim confirmada a participação de crianças das escolas do concelho.

O evento contou com a presença da Vereadora da Educação e Ação Social do Município de Terras de Bouro, Dr.ª Liliana Machado, que sublinhou a importância do programa na promoção da alimentação saudável “ porque se encaixa perfeitamente nos planos das atividades das escolas de Terras de Bouro e assim tratar-se de uma mais-valia para os alunos”.

bur (2).JPG

bur (3).JPG

bur (4).JPG

bur (5).JPG

MINHO E GALIZA ESTREITAM COOPERAÇÃO

Tomiño e Cerveira apoiam três projetos comuns com 1º Orçamento Participativo Transfronteiriço

Durante um mês, os cidadãos de Vila Nova de Cerveira e Tomiño vão poder escolher três projetos de cooperação de um total de seis que integram o 1º Orçamento Participativo Transfronteiriço (OPT) Cerveira-Tomiño. Processo de votação decorre entre 10 de novembro e 10 de dezembro na plataforma 

www.participacerveiratomino.eu

IMG_9357.JPG

Trata-se de um projeto pioneiro na Euroregião Norte de Portugal/Galicia que tem como objetivo incentivar aos cidadãos dos dois concelhos vizinhos na concretização de soluções para colmatar necessidades comuns. O orçamento previsto de 20.000 euros, financiado a 50% pelas duas câmaras municipais, servirá para custear os projetos assumidos conjuntamente, após a votação popular.

A apresentação do OPT Cerveira-Tomiño 2017 decorreu esta manhã no Concello de Tomiño, na qual a Vereadora de Vila Nova de Cerveira destacou “o espírito de cooperação das duas autarquias e que permite, além da integração, aproveitar recursos e não duplicar atuações e equipamentos”. Aurora Viães deu ainda conhecer as seis propostas a votação, distribuídas por três áreas, nomeadamente na Educação, Semana da Comunidade Educativa Cerveira-Tomiño 2017 / 1º Campus Desportivo e Educativo Cerveira-Tomiño; na Cultura, Festa Amizade Cerveira-Tomiño / Encontro de Criatividade Cultural e Música do Minho; na Acção Social, Programa de Voluntariado de Apoio à Inclusão Social Infantil e Juvenil / Acessibilidade Sem Fronteiras: Programa transfronteiriço para a informação, apoio e visibilidade das problemáticas de acessibilidade:

Por sua vez, a alcaldesa de Tomiño lembrou que esta “é uma experiência piloto integrada na Agenda Estratégica no programa de ‘Promoção da Participação Pública e de Cidadania Transfronteiriça’, pelo qual os concelhos de Cerveira e de Tomiño decidiram apostar por um mecanismo de participação cidadã, em prol da consolidação do intercâmbio existente e da constante melhoria da qualidade de vida dos nossos cidadãos”. 

Os projetos de cooperação, que vão ser submetidos a votação, resultam de um intenso trabalho desenvolvido ao longo de 2016, através da constituição de três grupos de trabalho correspondentes às áreas de intervenção da Educação, Cultura/Juventude e Ação Social. Cerca de 40 entidades dos dois lados da fronteira mantiveram reuniões permanentes alternadamente nos dois concelhos, onde debateram dificuldades, apresentaram ideias e encontraram potenciais sinergias.

Após o cruzamento e definição de pontos convergentes, as autarquias de Vila Nova de Cerveira e de Tomiño procederam ao levantamento dos recursos relevantes para o desenvolvimento das atividades sinalizadas pelos respetivos grupos, tendo sido constituídas como propostas que são agora colocadas à discussão e seleção por parte das populações.

O OPT abrange os territórios de Vila Nova de Cerveira e de Tomiño, pelo que podem votar os cerveirenses e tomiñenses, maiores de 18 anos, e que sejam eleitores nalgum dos dois concelhos. Para que o processo decorra com normalidade e transparência, os municípios criaram uma plataforma de registo e votação (participacerveiratomino.eu), onde as pessoas interessadas deverão efetuar o registo com os seus dados e número de Cartão de Cidadão, a partir do dia 10 de novembro e até ao 10 de dezembro. 

A apresentação dos três projetos maios votados está agendada para dia 12 de dezembro.

FAFENSES REALIZAM QUEIMADA GALEGA

Queimada Galega assinala Halloween em Fafe

Na próxima segunda-feira, dia 31, comemoramos o Halloween em Fafe de uma forma especial. Uma Queimada Galega vai assinalar a data, a partir das 22h00, na Praça 25 de Abril.

A animação não vai faltar noite dentro com música, um flash mob, desfiles, dança e muitas surpresas.

Esta é uma iniciativa promovida em parceria pelos Restauradores da Granja, o Grupo Leões de Ferro, a Associação Recreativa e Cultural de Santo Ovídio, a Cercifaf e Academia de Dança Nun'Álvares, contando com o apoio do Município e da Junta de Freguesia. 

RESTAURADORES DA GRANJA - Cartaz HALLOWEEN.jpg

GUIMARÃES EVOCA RAUL BRANDÃO

FESTIVAL HÚMUS: Exposição “Contra-culturas” na Biblioteca Raul Brandão até final de outubro

Duas dezenas de ilustrações retratam diferentes perspetivas culturais na última década. Iniciativa enquadra-se na comemoração dos 150 anos do nascimento do escritor Raul Brandão.

Guimaraes_Exposicao_Festival_Humus.jpg

A Biblioteca Municipal Raul Brandão, em Guimarães, recebe a exposição “Contra-culturas”, por Pedro Vieira, até ao dia 31 de outubro, podendo ser visitada durante o seu horário de funcionamento. A mostra, que se realiza no âmbito do Festival Húmus, uma das iniciativas que assinala a comemoração dos 150 anos do nascimento do dramaturgo Raul Brandão, é composta por 20 ilustrações.

Do referendo na Grécia à liberdade de pensamento em Angola, passando pelo terror em Bruxelas, pelo irrequieto e nuclear Ahmadinejad, pela fraude na Volta à França e pelos 40 anos do maio de 68, a exposição Contra-culturas fixa instantes da última década das relações internacionais.

Licenciado em Publicidade e Marketing pela Escola Superior de Comunicação Social, Pedro Vieira é ilustrador residente da revista LER e trabalhou no Canal Q das Produções Fictícias como criativo, tendo sido um dos responsáveis pelo programa “Ah, a Literatura!”. Apresentou o programa diário “Inferno”, passou pelo grupo Almedina, pela Bulhosa Livreiros e pelo Centro Cultural Olga Cadaval, enquanto livreiro. Fez formação adicional na área da Ilustração, que exerce em regime freelancer, em cursos promovidos pela Ar.Co e pela Fundação Calouste Gulbenkian.

Trabalha com regularidade no meio editorial e fez trabalhos de ilustração para a Booktailors, Quetzal Editores, Guerra & Paz, Almedina ou Sextante Editora. Estreou-se na ficção com “Última Paragem: Massamá”, com o qual venceu o prémio P.E.N. Clube Português para Primeira Obra 2012, distinção atribuída à melhor obra publicada na modalidade de Ensaio. Bloguista indefetível, é o criador do “irmãolúcia”. Em 2012, foi publicado “Éramos Felizes e Não Sabíamos” (Quetzal Editores), uma compilação de crónicas, enquanto em 2015 saiu o segundo romance, “O Que não Pode Ser Salvo”. Os direitos dos seus livros já foram vendidos para o Brasil e para Itália.

MUNICÍPIO DE BRAGA ESCLARECE LEGALIDADE DO PROJECTO DA ACADEMIA DO SPORTING CLUBE DE BRAGA

ACADEMIA DO SPORTING CLUBE DE BRAGA

Considerando a reiterada insistência de determinados quadrantes políticos locais em torno da legalidade do projecto da Academia do Sporting Clube de Braga, vem por este meio o Município de Braga esclarecer:

  1. Antes de mais, salienta-se que o projecto da Academia Desportiva do Sporting Clube de Braga obteve a Declaração de Utilidade Pública exarada pelo Governo e mesmo assim nunca o Município de Braga eximiu o promotor dos vários procedimentos de licenciamento relativos ao projeto em curso, tendo mantido um acompanhamento escrupuloso da legalidade do projecto e dos requisitos genericamente aplicáveis no plano do licenciamento urbanístico;
  2. Em função dos dados apurados pelo acompanhamento realizado pelos Serviços Municipais até ao início do presente mês de Outubro (e sem que até à data existisse sequer qualquer denúncia formal de eventuais ilegalidades no processo), cumpriu o Sporting Clube de Braga, atempadamente, com todos os procedimentos inerentes às várias etapas do processo de licenciamento, devidamente acompanhados pelos Serviços Municipais, garantindo o respeito pleno da legalidade nas suas intervenções no terreno, no que ao escrutínio que compete ao Município de Braga diz respeito. Era pois possível afirmar, como o fizeram os responsáveis municipais em diversas ocasiões, que o projecto para a construção da Academia do Sporting Clube de Braga cumpria, integralmente, todas as condições legalmente exigidas e impostas quer pelo Plano Director Municipal (PDM) quer pelo Regime Jurídico da Urbanização e Edificação (RJUE), sendo as licenças antes emitidas e recentemente prorrogadas suficientes para dar cobertura legal às intervenções já realizadas;
  3. Já no respeito por nova solicitação do Presidente da Câmara Municipal no final da passada semana, foi realizada nova visita ao local da obra pelos Serviços da Autarquia tendo-se agora constatado a existência de edificações não passíveis de serem abrangidas pela licença anteriormente emitida, o que nos moldes habitualmente aplicáveis a situações análogas, levou à abertura de um procedimento contraordenacional e à avaliação de outras medidas de tutela urbanística;
  4. Note-se, porém, que após a recepção recente da Autorização de Utilização dos Recursos Hídricos emitida pela APA – Agência Portuguesa do Ambiente, no passado dia 18, e do parecer do IPDJ – Instituto Português da Juventude e Desporto, emitido a 14 do corrente mês, a acrescer a todos os elementos antes submetidos pelo Sporting Clube de Braga, ficaram os Serviços Municipais habilitados a autorizar a emissão da respectiva Licença de Construção, o que sucederá nos próximos dias.
  5. A prossecução das obras de construção da Academia do Sporting Clube de Braga continuará a ser acompanhada com todo o zelo e rigor pelos diversos Serviços Municipais, como aconteceu até aqui, não abrindo margem para qualquer dúvida a quem cuide de analisar com rigor a tramitação do processo.

JUVENTUDE DE FAMALICÃO LANÇA SEGUNDO NÚMERO DA “UAU!”

Publicação de distribuição gratuita destina-se aos jovens do concelho

O pelouro da Juventude da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão acaba de lançar o segundo número da revista “Uau!”. A publicação de distribuição gratuita destaca-se essencialmente pela utilidade dos conteúdos dirigidos aos jovens do concelho, mas também pelas entrevistas, os artigos de opinião e outros temas.

Uau.JPG

Impressa em papel reciclado e com uma edição digital disponível no sitewww.juventudefamalicao.org/ , a “Uau!” pretende contribuir para a construção de uma relação mais próxima com os jovens. “Seja qual for o teu caso, terás sempre o nosso apoio e dedicação, nomeadamente através do pelouro da Juventude, na procura da realização dos teus sonhos e no desenvolvimento dos teus projetos, quer sejam pessoais ou profissionais”, afirma o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, no editorial da revista.

Esta edição chama à capa David Carreira, um dos mais sonantes nomes da pop nacional. Na entrevista concedida, David Carreira deixa um conselho aos jovens famalicenses “Acreditem nos vossos sonhos, sejam eles em Portugal ou fora.”

A revista será agora distribuída pelas escolas, associações e instituições juvenis do concelho, estando também disponível na Casa da Juventude.

PSD DE FAMALICÃO QUER MULHERES MAIS ATIVAS NA VIDA CONCELHIA

Movimento das Mulheres Social-Democratas de Famalicão foi lançado esta segunda-feira

O PSD de Vila Nova de Famalicão quer que as mulheres famalicenses participem de forma mais ativa na vida política do concelho e deu ontem um passo importante na prossecução deste objetivo, com o lançamento do Movimento das Mulheres Social Democratas de Famalicão.

Movimento das Mulheres Social Democratas de Famalicão foi lançado esta segunda-feira (1) - Cópia.jpg

A apresentação desta nova plataforma cívica decorreu esta segunda-feira, 24 de outubro, dia em que se assinalou o Dia Municipal para a Igualdade, num encontro que encheu a sede do partido e que contou, entre outras, com a presença do presidente da Comissão Política do PSD de Famalicão, Paulo Cunha, da vereadora da Família da Câmara Municipal, Sofia Fernandes, do vice-presidente da Comissão Política Concelhia e deputado à Assembleia da República, Jorge Paulo Oliveira, da presidente da Comissão Política do PSD de Santo Tirso e deputada à Assembleia da República, Andreia Neto, e da coordenadora do movimento, Maria Manuela Martins.

Paulo Cunha explicou que a criação deste movimento “não resulta de uma vontade do partido, mas sim do desejo que as mulheres social-democratas manifestaram de criar este grupo em Famalicão”.

O autarca, que vê nesta plataforma o enquadramento perfeito para que as mulheres famalicenses possam exercer em pleno a sua cidadania, lembrou que os partidos não devem ser estruturas fechadas. “Devem saber ler e interpretar as dinâmicas atuais e perceber de que forma podem contribuir para a construção de uma sociedade melhor”.

E acrescenta: “queremos trazer para esta plataforma o contributo das mulheres, as suas perceções, necessidades, problemas e, particularmente, as suas propostas de solução”.

Por sua vez, a presidente da Comissão Política do PSD de Santo Tirso e deputada à Assembleia da República, Andreia Neto, lembrou as dificuldades e constrangimentos que em tempos as mulheres portuguesas encontraram no ingresso na vida política.

A deputada do PSD espera que as mulheres famalicenses entendam a importância desta nova plataforma cívica e que “percebam que não precisam de ser militantes de um partido para poderem dar os seus contributos em prol da comunidade”.

Opinião partilhada também por Maria Manuela Martins, a quem caberá a coordenação deste novo grupo. “Tenho a certeza de que a sociedade famalicense vai sair a ganhar se cada uma de nós for capaz de dar a sua opinião e estar presente para fazer sentir a diferença”.

No lançamento do movimento estiveram também presentes elementos femininos que integram a Comissão Política Concelhia do PSD, JSD e TSD, do grupo parlamentar municipal eleito pelo partido e das eleitas pelas juntas e assembleias de freguesia, para além das militantes e simpatizantes que se quiseram associar à iniciativa.

Movimento das Mulheres Social Democratas de Famalicão foi lançado esta segunda-feira (2) - Cópia.jpg

ASSEMBLEIA JOVEM ASSINALA EM PONTE DA BARCA DIA MUNDIAL PARA A IGUALDADE

Foi com uma Assembleia Jovem no Salão Nobre dos Paços do Concelho que a Câmara Municipal de Ponte da Barca assinalou o Dia Mundial para a Igualdade, na tarde do passado dia 24 de Outubro.

jovvv (1).jpg

A realização desta iniciativa, que colocou os participantes numa representação de uma Assembleia Municipal, Órgão deliberativo do Município, contou com a participação e envolvimento de jovens estudantes doconcelho barquense e visou, essencialmente, assinalar a efeméride com um espaço de debate democrático com o objetivo depromover a intervenção comunitária e a consciencialização para a necessidade de se erradicarem ou diminuírem as desvantagens, as discriminações e reforçar a integração, para um desenvolvimento territorial equitativo, inclusivo e coeso.

Recorde-se que o Dia Municipal para a Igualdade, é um compromisso coletivo de cidadania. Realizada desde 2010, tem envolvido anualmente milhares de pessoas, centenas de entidades e dezenas de municípios. O Dia Municipal para a Igualdade assinala-se com o objetivo de sensibilizar as autarquias para a territorialização da dimensão da igualdade de género.

jovvv (2).jpg

jovvv (3).jpg

jovvv (4).jpg

CRIANÇAS DE BRAGA APRENDEM A POUPAR ENERGIA

Projecto pioneiro ensina crianças Bracarenses a poupar energia. Programa reduziu factura eléctrica das escolas do Concelho

Sensibilizar os mais novos para a importância das energias renováveis e para o papel da reciclagem na preservação do meio ambiente são os objectivos do livro ‘O Planeta Limpo do Filipe Pinto + Energia’, apresentado publicamente hoje, 25 de Outubro, na Quinta Pedagógica de Braga, numa sessão que contou com a presença do presidente da Câmara Municipal, Ricardo Rio.

CMB25102016SERGIOFREITAS0000003206.jpg

Na ocasião, o Autarca referiu que o projecto, da autoria do músico Filipe Pinto e de Narciso Moreira, escritor e director da empresa Bracarense Betweien, representa mais um contributo para a “criação de uma cultura de poupança de energia e de responsabilidade ambiental junto dos mais novos, iniciado há dois anos com a implementação do programa municipal ‘A Minha Escola é Eficiente’”.

Segundo Ricardo Rio, este é um programa pioneiro em todo o País que tem contribuído de forma significativa para a redução da factura eléctrica das escolas do Concelho. “O trabalho que temos realizado com a ajuda do ‘Poupas’, a mascote do projecto, é uma excelente demonstração de como podemos começar a construir um futuro melhor”, salientou o Edil.

A eficiência energética é uma questão fundamental para as Autarquias tanto em termos ambientais como económicos. “No orçamento do Município, os consumos de energia e de iluminação pública ultrapassam os quatro por cento, representando mais de 2,5 milhões de euros anuais. Neste sentido, tudo o que seja minorar esses custos sem degradar a qualidade do serviço é uma vantagem para toda a comunidade”, vincou.

Ricardo Rio adiantou, igualmente, que o Município conseguiu poupar quase 20 por cento dos seus consumos anuais de energia, desligando cerca de quatro mil luminárias públicas e reduzindo o horário da iluminação pública. “No último ano investimos quase um milhão de euros em luminárias led que nos permitiram uma poupança considerável”, acrescentou o Edil, adiantando que a Autarquia está a realizar o diagnóstico de eficiência energética dos vários edifícios municipais com o objectivo de, no âmbito do Portugal 2020, serem apresentadas candidaturas que visem melhorar a eficiência energética.

CMB25102016SERGIOFREITAS0000003210.jpg

Autarquia oferece livros às escolas

‘O Planeta Limpo do Filipe Pinto + Energia’ é já o segundo livro dos autores, depois do sucesso da primeira publicação “O Planeta Limpo do Filipe Pinto”, que vendeu mais de 20 mil livros. A implementação deste projecto consiste na realização de iniciativas de sensibilização ambiental em escolas de todo o país.

O projecto foi especialmente desenvolvido para os alunos do 1.º e 2.ºciclos do ensino básico e está estruturado para ser apresentado em diferentes modelos, que podem incluir desde uma actuação musical de Filipe Pinto, com canções originais sobre as temáticas em destaque, a uma peça de teatro inspirada na narrativa do livro.

O vereador do Ambiente, Altino Bessa, revelou que na próxima Quinta-feira, 27 de Outubro, o projecto será apresentado nas EB1 do Bairro da Misericórdia, da Sé e de Santa Tecla, estabelecimentos de ensino que ficaram classificados, respectivamente, nos três primeiros lugares do projecto ‘A Minha Escola é Eficiente’.

A par da apresentação do projecto, a Autarquia vai proceder à entrega dos prémios de eficiência energética referentes ao ano lectivo 2015/2016. 

CMB25102016SERGIOFREITAS0000003212.jpg

CMB25102016SERGIOFREITAS0000003217.jpg

GERÊS RECEBE CAMPEONATO DO MUNDO DE TRAIL

Campeonato do Mundo de Trail 2016 vai realizar-se no Gerês

O VI Campeonato do Mundo de Trail vai realizar-se no próximo dia 29 de Outubro e Terras de Bouro será um dos concelhos acolhedores desta prova que irá desenrolar-se em trilhos do Parque Nacional Peneda-Gerês, num total de cerca de 85 Km’s, com um desnível positivo de 4500 metros.

Mais informações e respetivo programa em:

http://carlossanatureevents.com/eventoDetalhe.aspx?idEvento=cmHYPERLINK "http://carlossanatureevents.com/eventoDetalhe.aspx?idEvento=cm&idProva=TWCHAMP"&HYPERLINK "http://carlossanatureevents.com/eventoDetalhe.aspx?idEvento=cm&idProva=TWCHAMP"idProva=TWCHAMP

Trail - CAPA.PNG

VIZELA PROMOVE ACTIVIDADES NAS ESCOLAS

Biblioteca Municipal Fundação Jorge Antunes promove atividades nas escolas

A Biblioteca Municipal Fundação Jorge Antunes continua a realização de atividades nas escolas do Concelho.

Histórias na Escola.jpg

Assim, realizou-se a Oficina de Outono com a Biblioteca, com a turma 3ºH do centro Escolar de São Miguel. Com o outono, as folhas das árvores começam a cair e aqui na biblioteca não as deixamos no chão. Passam para o papel e transforma-se em animais, personagens e muitos outros, com muita imaginação.

A Biblioteca Municipal Fundação Jorge Antunes deu também início ao projeto Histórias na Escola, com o livro ‘Por acaso és um bruxa’,  num total de 18 sessões realizadas no mês de outubro, para alunos de pré-escolar e 1º ciclo, de todas as freguesias do Concelho.

Histórias na escola é um projeto desenvolvido em parceria com os Agrupamentos de Escolas de Infias – Vizela e de Vizela e visa promover a leitura através da literatura infantil.

Oficina de Outono 1.JPG

GUIMARÃES COMEMORA DIA MUNDIAL PARA A IGUALDADE

TERTÚLIA NO AUDITÓRIO DA FRATERNA

Iniciativa é promovida pelo Espaço Municipal para a Igualdade. Delegado da Zona Norte da Comissão para a Igualdade de Género estará presente.

Guimaraes_Dia_Municipal_Igualdade.jpg

Uma peça de teatro com monólogos sobre as consequências da desigualdade de género, criada no âmbito do “Projeto Tabu”, proposta que resultou da primeira edição do Orçamento Participativo, vai assinalar a comemoração do Dia Municipal para a Igualdade, em Guimarães, esta quinta-feira, 27 de outubro, no auditório da Fraterna, em Couros, a partir das 14:30 horas.

A sessão, promovida pela Autarquia, através do Espaço Municipal para a Igualdade, contará com a presença do delegado da Zona Norte da Comissão para a Igualdade de Género (CIG), Manuel Albano, num momento de reflexão em ambiente de tertúlia com o objetivo de abordar o tema da “Igualdade Local”. 

Atendendo à importância desta temática, o Espaço Municipal para a Igualdade da Câmara Municipal de Guimarães tem como objetivo promover a elevação do nível de intervenção comunitária, de forma a erradicarem-se e/ou diminuírem as desvantagens, as discriminações e reforçar a integração de grupos mais específicos e vulneráveis, valorizando a importância de uma vida igualitária entre homens e mulheres.

«Defendemos, enquanto Autarquia, uma cidadania responsável e interativa. Assumimos o compromisso com a Igualdade, com a promoção da Igualdade de Género, significando mais e melhor qualidade de vida para os munícipes, dignificando assim a Democracia Paritária. Só a Igualdade de Género contribuirá decisivamente para um desenvolvimento territorial equitativo, inclusivo e coeso, valorizando-se assim todo o capital humano», considera a Vereadora da Ação Social, Paula Oliveira.

A iniciativa “Igualdade é Desenvolvimento”, que deu origem ao Dia Municipal para a Igualdade, é um compromisso coletivo de cidadania. Realizada desde 2010, tem envolvido anualmente milhares de pessoas, centenas de entidades e dezenas de municípios. O Dia Municipal para a Igualdade assinala-se com o objetivo de sensibilizar as autarquias para a territorialização da dimensão da igualdade de género.

CERVEIRA REALIZA FEIRA DO MEL

IX Feira do Mel do Alto Minho: Apicultura, Floresta e Incêndios em debate

Depois de mais um verão marcado pelo flagelo dos incêndios florestais, a APIMIL – Associação dos Apicultores do Entre Minho e Lima, com o apoio do Município de Vila Nova de Cerveira, desafiou um vasto conjunto de entidades locais, regionais e nacionais para uma abordagem “sem tabus” em torno desta problemática, o impacto e, acima de tudo, encontrar sinergias “concretas e reais” para a sua mitigação. A IX Feira do Mel do Alto Minho decorre de 04 a 06 de novembro, no Fórum Cultural de Cerveira.

Cartaz Feira Mel 2016.JPG

São cerca de 20 as entidades e associações que vão marcar presença, durante três dias, em Vila Nova de Cerveira, para partilhar experiências e dar um contributo muito específico. Mais do que uma mera mostra e venda de produtos, a IX Feira do Mel do Alto Minho procura envolver a região e criar compromissos em prol da sustentabilidade ambiental, bem-estar e segurança das populações, daí uma aposta mais incisiva na vertente de debate público.

“Ao longo dos anos, este evento tem confirmado que é no coletivo que reside a mais-valiados trabalhos esta edição marca uma mudança de paradigma no sentido de procurar posições concertadas e concretizá-las, não ficando apenas no papel.Queremos passar do planeamento à ação, onde efetivamente precisamos de mais entidades para tornarmos este Alto Minho um ponto de referência, quer a nível de paisagem e floresta, quer na melhoria da qualidade de vida dos que residem e dos que nos visitam”, assegura o presidente da APIMIL, Alberto Dias.

O edil cerveirense, Fernando Nogueira, refere que “o impacto dos incêndios florestais é muito abrangente, e no caso da apicultura não é exceção. Tem-se realizado um intenso trabalho de promoção e valorização destes produtos no mercado que, com o cenário dos fogos, pode vir a perder-se, nomeadamente o produto e a sustentabilidade da atividade. Há que reagir de forma definitiva e este certame, com uma versão direcionada para o debate, apresenta-se como um grande contributo ao reunir tantas entidades por um objetivo comum”.

O debate está dividido por subtemas, sendo que o primeiro dia, 04 de novembro, o período da tarde está reservado à apresentação de trabalhos e estudos de investigação associados à valorizaçãoflorestal e defesa contra incêndios por entidades como a CIM Alto Minho, o ICNF, Associação para a CertificaçãoFlorestal do Minho-Lima, IPVC e Bombeiros Municipais de Viana do Castelo.

No sábado, 05 de novembro, o programa está mais vocacionado para a reflexão apícola, nomeadamente com a apresentação dos apoios futuros com representantes da DRAP-Norte, também expor aevolução apícola e valorização dos produtos com intervenções da DARN, GPP e ASAE, e ainda a dinamização de workshops relacionados com a produção apícola e suas variantes, com moderação do presidente da Comissão de Agricultura e Pescas, Eng.º Joaquim Barreto.

O terceiro e último dia, domingo 06 de novembro, apresenta uma manhã política e associativa com duas mesas redondas complementares. Numa primeira fase, o presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, Fernando Nogueira, o presidente da CIM Alto Minho, José Manuel Costa, o eurodeputado José Manuel Fernandes, o Coordenador da Proteção Civil Norte, Tenente Coronel Paulo Esteves, e um representante da Xunta da Galicia apontamuma visão e estratégia políticaflorestal. Segue-se uma segunda etapa, onde três associações – Comvida, Unidade Local de Covas e Baldios de Riba de âncora – e a UTAD vão dar a conhecer projetos pioneiros ao nível da preservação florestal e da prevenção de incêndios para que possam servir de exemplos.

O drama dos incêndios tem sido uma constante preocupação da APIMIL, e esta IX Feira do Mel do AltoMinho, assente nosconceitos“reflexão e ação”, reforça essa posição. Dados da CIM Alto Minho, referentes a agosto passado, indicam que a área ardida total na região foi de 25.633 hectares, correspondente a 12% do território do Alto Minho, sendo que espaço florestal afetado foi de 17%.

programa feira do mel 1.jpg

TRADIÇÃO E CONTEMPORANEIDADE MARCAM NOVA PRODUÇÃO D TEATRO DA DIDASCÁLIA EM FAMALICÃO

PRELÚDIO: a mulher selvagem, estreia dia 03 de novembro, na Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão

A mulher selvagem é um grito interior, visceral mesmo, que aponta diretamente à natureza selvagem das mulheres.

didascaliaaa.jpg

Inspirado nos materiais recolhidos ao longo das programações do Festival Contos d’avó, o Teatro da Didascália aprofundou a sua pesquisa no campo da tradição oral, nomeadamente nos contos e romances tradicionais portugueses.

Imersos neste universo, foram levados a criar um espetáculo que traz à tona temas seculares, inspirados em arquétipos, símbolos e rituais que nos falam do poder intuitivo e sobrenatural das mulheres, intimamente ligado à natureza e aos ciclos de morte e renovação.  

Em cena, as atrizes Cláudia Berkeley, Daniela Marques e Catarina Gomes conduzem o público para uma viagem no tempo e no espaço, num universo que conjuga força e subtileza e permite que cada um construa a sua própria paisagem.

A tragédia está presente, mas divide espaço com a beleza e o encantamento do universo feminino, ora frágil, ora vigoroso.  Tudo é sugerido, mas a construção final dá-se no interior de cada espectador.

Com encenação de Bruno Martins, dramatúrgica de Patrícia Amaral, direção musical de Rui Souza, cenário e figurinos de Sandra Neves; este espetáculo explora uma nova vertente e reforça a transdiciplinaridade do Teatro da Didascália, surpreendendo todos os que já acompanham o trabalho da Companhia.

PRELÚDIO: a mulher selvagem é uma coprodução do Teatro da Didascália, da Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão e do Centro Cultural Vila Flor. Estreia em Famalicão a 3 de novembro, permanecendo em cartaz até o dia 5.

PRELÚDIO: a mulher selvagem

Apresentações nos dias 3, 4 e 5 de novembro de 2016.

Horário: 21h30

Duração: 60 minutos

Classificação etária: M/12 anos

Local: Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão - Av. Carlos Bacelar, Parque de Sinçães

4760-103 Vila Nova de Famalicão

Entrada: 8 euros / Estudantes e Cartão Quadrilátero Cultural: 4 euros

Bilhetes: https://casadasartesvnf.bol.pt/Comprar/Bilhetes/42174-preludio_a_mulher_selvagem-casa_das_artes_famalicao/

Fotos de divulgação disponíveis em: https://meocloud.pt/link/2c0c66d9-a1f4-4727-85a5-4c720484bb22/PRELUDIO_a_mulher_selvagem/

Programa do espetáculo disponível em:

https://issuu.com/teatrodadidascalia/docs/prel__dio_a_mulher_selvagem__progra

MUNICÍPIO DE AMARES VAI AVANÇAR COM AGENDA 21 LOCAL

A Câmara Municipal de Amares vai avançar com mais uma medida tendo em vista a implementação e promoção de políticas de desenvolvimento sustentável e de salvaguarda do meio ambiente – a Agenda 21 Local, um instrumento de gestão para a sustentabilidade local que, partindo de um diagnóstico da situação atual, estabelece metas a alcançar nas vertentes da proteção do ambiente, desenvolvimento socioeconómico e coesão social.

Agenda 21 local.JPG

Através da Agenda 21 Local de Amares pretende-se definir as principais linhas de ação e as estratégias a seguir em prol do desenvolvimento sustentável do concelho, procurando integrar as políticas ambientais e de preservação dos recursos naturais com o crescimento socioeconómico, num processo participativo, envolvendo as forças vivas atuantes na comunidade e os cidadãos na definição dessa estratégia comum, de ação a longo prazo.

A sua expressão ao nível local constitui uma oportunidade de reflexão e mobilização de todos os parceiros sociais, administração central, administração local, empresas, organizações não governamentais e cidadãos. Neste sentido, o Município de Amares iniciou um diagnóstico dos principais problemas ambientais e socioeconómicos com o objetivo de definir uma estratégia concertada de ação.

Note-se que, a Agenda Local 21 foi adotada na Conferência das Nações Unidas sobre o ambiente e desenvolvimento, vulgarmente designada por Cimeira da Terra, realizada no Rio de Janeiro em 1992 e constitui um documento orientador dos governos, das organizações internacionais e da sociedade civil.

EXECUTIVO MUNICIPAL DE MONÇÃO APROVA PROJETO DE REGULAMENTO DE ZONAS DE ESTACIONAMENTO PAGO

Documento substitui os anteriores, implementados em 2008, sendo objeto de consulta pública durante um período de 30 dias após publicação no Diário da República. Entre as alterações propostas, contam-se a gratuitidade da primeira hora, estacionamento livre durante todo o dia de sábado e domingo, e redução de uma hora no pagamento de segunda a sexta-feira, começando às 9h00 e terminando às 18h00.

Estacionamentomonç.jpg

A Câmara Municipal de Monção aprovou ontem à tarde, na habitual reunião quinzenal, o projeto de Regulamento Municipal de Zonas de Estacionamento de Duração Limitada e de Acesso Automóvel Condicionado. O documento será agora objeto de consulta pública durante um período de 30 dias após publicação no Diário da República.

O presente documento junta os dois regulamentos anteriores, implementados em 2008, com a introdução de algumas alterações que visam colmatar algumas falhas detetadas durante o período de concessão, contribuindo, dessa forma, para a melhoria geral do sistema de mobilidade no centro da vila.

Na elaboração do novo regulamento, o executivo teve também em consideração algumas sugestões apontadas por comerciantes e residentes numa reunião de trabalho efetuada no dia 7 de setembro, no Museu do Alvarinho, a qual tinha como finalidade apurar a sensibilidade de ambos face à continuidade das zonas de estacionamento condicionado.

Desta forma, as alterações previstas prendem-se com a gratuitidade da primeira hora, estacionamento livre durante todo o dia de sábado e domingo, e redução de uma hora no pagamento de segunda a sexta-feira, começando às 9h00 e terminando às 18h00. No regulamento anterior, o pagamento fazia-se até às 19h00.

A entrega de comando para descer o pilarete de acesso ao núcleo medieval, até agora apenas disponível a moradores, passa também a ser possível para os comerciantes com atividade naquela área. As instituições de solidariedade social que prestam serviço (apoio domiciliário) na zona condicionada também são beneficiadas com estacionamento gratuito.

Foi ainda alargado o cartão de residente aos munícipes que habitam em ruas situadas fora das zonas de estacionamento pago que não dispõem de espaço para estacionar os seus veículos. Casos da Rua da Boavista, Rua 5 de Outubro, Rua Conselheiro João da Cunha, Rua Plácido de Abreu e Largo Monsenhor António Marques de Oliveira.

A zona de estacionamento pago foi alargada à Alameda General Humberto Delgado e Rua Dr. José Luis Dias, mantendo-se na Avenida da Estação, Praça da República, Rua General Pimenta de Castro, Praça Deu-la-Deu, Largo do Loreto, e Largo São João de Deus.

Sem prejuízo da competência atribuída a outras entidades, a fiscalização do cumprimento das disposições do novo regulamento compete à Câmara Municipal de Monção, sendo exercida através de pessoal de fiscalização designado para o efeito e devidamente identificado.

Refira-se que, por decisão do Executivo Municipal de Monção, em reunião realizada no dia 14 de setembro, o pagamento nas zonas de estacionamento condicionado está suspenso até que entre em vigor o novo documento. A propósito, lembramos que após a consulta pública, com início no dia posterior à publicação no Diário da República, o documento volta a ser analisado e votado no Executivo Municipal e posteriormente na Assembleia Municipal.

BANDA "FACE B" APRESENTA EM FAFE O NOVO EP

Face B no Teatro Cinema de Fafe. Apresentação do novo EP ao vivo

No próximo Sábado, 29 de Outubro, a banda fafense, Face B, actua no Teatro Cinema, num espectáculo especial, onde vai apresentar, ao vivo, o novo EP, "Esquecidos".

z-faceB.jpg

Os Face B vão partilhar o palco com vários artistas convidados, como Celina Tavares, Ricardo Carvalho e Marco Génio, tornando este concerto um momento muito especial.

Os bilhetes, com o valor de 5 euros, estão à venda na Loja Interactiva de Turismo.

Recorde-se que cada bilhete apresentado à entrada da sala corresponderá à entrega de um EP dos Face B.

FAMALICÃO REQUALIFICA ESCOLAS

Famalicão lança obras em mais três escolas e encerra ciclo de investimentos no parque escolar

Intervenções nas escolas EB1 Conde S. Cosme, em Vila Nova de Famalicão, na EB1 de Esmeriz e na EB1 de Riba de Ave vão custar cerca de 1,5 milhões de euros.

Escola Conde S. Cosme (1).jpg

O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, anunciou esta segunda-feira, que até ao início do próximo ano letivo 2017/2018, a autarquia vai encerrar o ciclo das grandes obras de requalificação no parque escolar do concelho, nomeadamente no ensino pré-escolar e 1.º ciclo. O autarca anunciava assim o lançamento de mais três importantes intervenções na Escola EB1 Conde S. Cosme, em Vila Nova de Famalicão, na Escola EB1 de Esmeriz e na Escola EB1 de Riba de Ave. As propostas para a aprovação dos respetivos projetos foram debatidas durante a reunião do executivo municipal, que decorreu esta segunda-feira, dia 24 de outubro.

“Estamos a terminar um ciclo de grandes obras no parque escolar do concelho, criando condições para que as todas crianças tenham as mesmas oportunidades de ensino, para uma educação harmoniosa e de qualidade”, salientou Paulo Cunha aos jornalistas.

Em relação às escolas de Conde S. Cosme, de Esmeriz e Riba de Ave, o autarca destacou que se trata de “intervenções profundas e necessárias”. “Os processos nem sempre são decididos com a urgência que desejávamos e existem questões que não dependem da câmara municipal, nomeadamente a aprovação de fundos comunitários e de projetos, que estão dependentes de pareceres das entidades nacionais, nomeadamente do Ministério da Educação”, explicou. Entretanto, “os processos estão finalmente prontos e vamos avançar com o procedimento, para que as obras comecem logo que possível”, sublinhou.

As obras devem arrancar ainda durante este ano letivo e ficar concluídas até ao início do próximo. No total, as três empreitadas envolvem um investimento estimado de 1,5 milhões de euros, sendo que está já assegurada a comparticipação de cerca de 1,1 milhão de euros, no âmbito dos investimentos previstos no “Pacto para o Desenvolvimento e Coesão Territorial da Comunidade Intermunicipal do Ave 2014-2020”, sendo cofinanciadas pelo Norte 20202 através do Portugal 2020 e do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).

O objetivo geral destas intervenções passa essencialmente por obras de ampliação, remodelação e modernização dos espaços, com a requalificação dos edifícios e zonas exteriores, adequando à atuais necessidades pedagógicas e de segurança e higiene, melhorando as condições de conforto e aumentando a eficiência energética. Para além das remodelações das salas de aula, as diferentes intervenções implicam a instalação ou remodelação de novas salas, salas polivalentes, salas de professores, bibliotecas, refeitórios e copas, recreios cobertos e campos de jogos.

Refira-se que neste ano letivo beneficiaram de requalificação as escolas de Requião, Telhado, Meães e Louredo na freguesia de Calendário num total superior a 700 mil euros, depois de em 2014-2015, a autarquia ter investido mais de dois milhões de euros , nas escolas de Lousado, Oliveira Santa Maria, Bairro, Gondifelos e Pousada de Saramagos.

Escola Conde S. Cosme (2).jpg

PONTE DE LIMA EVOCA CARDEAL SARAIVA

Liberalismo cartista de Cardeal Saraiva em destaque na quarta conferência de tributo

A quarta conferência inserida nas comemorações dos 250 anos de nascimento de Frei Francisco de São Luís (1766-2016) evocou o carácter moderno do pensamento do Cardeal Saraiva no quadro do liberalismo português - movimento em contraponto com o absolutismo monárquico que provocou transformações profundas no tecido social, politico e religioso do país.

Conferência _ Cardeal Saraiva (Small).JPG

Orientada pelo Professor Afonso Moreira da Rocha, a comunicação “O Cardeal Saraiva e o conflito entre o Estado e a Igreja na Revolução Liberal portuguesa”, que decorreu na passada sexta-feira, 21 de outubro, no Auditório da Biblioteca Municipal de Ponte de Lima, centrou-se nos acontecimentos que marcaram o conturbado período de 1820 a 1850 e no posicionamento do monge beneditino em face da nova corrente ideológica de igualdade, justiça e liberdade. O palestrante discorreu sobre algumas ações concretizadas por Frei Francisco de São Luís que fragilizam as acusações de passividade e de alheamento diante da conflituosidade entre os poderes político e religioso - mormente o seu contributo para a regularização das relações com a Santa Sé, não obstante defender a necessidade de um reposicionamento da igreja em consequência das mudanças operadas em Portugal – e sublinhou a sua coragem em rejeitar o absolutismo monárquico, atitude que lhe valeu, por duas vezes, a perda da liberdade individual e episcopal nos exílios a que foi subjugado, primeiro na Batalha, mais tarde na Serra d’Ossa.

Afonso Moreira da Rocha destacou ainda a superior lucidez de Frei Francisco de São Luís, o seu pensamento inovador e o facto de ter conseguido compreender a história do seu tempo - posição singular e pioneira na Alta Igreja, que o transforma numa figura política e eclesiástica de importância suprema.

À palestra de tributo, que contou com a presença do Eng.º Vasco Ferraz, Vereador com o Pelouro da Juventude da Câmara Municipal de Ponte de Lima, seguir-se-ão, a 11 de novembro, a comunicação “D. Frei Francisco de S. Luís e os estudos literários”, orientada por Cândido Martins e, a 02 de dezembro, a conferência “Tensões e conflitos entre liberais e absolutistas no Alto Minho no tempo de Cardeal Saraiva”, da responsabilidade de Alexandra Esteves. Por seu turno, a comunicação “Frei Francisco de S. Luís e o nosso tempo”, de Luís de Oliveira Ramos, está agendada para o dia 06 de janeiro de 2017, pelas 19 horas.

MUNICÍPIO DE CAMINHA VÊ APROVADA CANDIDATURA PARA VALORIZAÇÃO DA SERRA D’ARGA NO VALOR DE 348 MIL EUROS

Município de Caminha é a entidade beneficiária líder deste projeto tripartido entre os municípios de Caminha, Viana do Castelo e Ponte de Lima

O Município de Caminha acaba de ver aprovada uma candidatura para valorização do património natural da Serra d'Arga “Da Serra d’Arga à Foz do Âncora”, orçada em cerca de 348 mil euros. Trata-se de uma operação conjunta dos Municípios de Caminha, Viana do Castelo e Ponte de Lima e visa fundamentar a sua proposta de classificação deste território como Área de Paisagem Protegida de âmbito regional, reforçando o seu carater único enquanto ativo territorial e produto turístico emergente. Este investimento é comparticipado em 85% pelo FEDER.

3_Mrio Rocha Garranos Serra D`Arga.JPG

Esta operação surge pela constatação e reconhecimento de que a paisagem da Serra d’Arga, pela sua qualidade e diversidade, constitui um recurso comum e um ativo territorial cuja proteção e valorização, para além de ser um elemento-chave do bem-estar individual e social dos seus habitantes, constitui um elemento fundamental para a estratégia de afirmação da Região Norte enquanto destino turístico de excelência.

Para que esta candidatura fosse viável os municípios de Caminha, Ponte de Lima e Viana do Castelo celebraram um protocolo de parceria em maio último. O Município de Caminha é a entidade beneficiária líder do projeto orçado em 348.735,75€, encontrando-se distribuído da seguinte forma: ao Município de Caminha corresponde a quantia de 137. 760€; ao Município de Ponte de Lima 100.864,92€ e ao Município de Viana do Castelo 110.110,83€.

Esta candidatura apresenta como objetivos: atualizar os conhecimentos sobre o território nas suas diferentes variáveis (paisagem, flora, fauna, geologia, património cultural e imaterial, serviços dos ecossistemas, dinâmica turística e socio economia) no conjunto do território gerido localmente pelos três Municípios; promover turisticamente (turismo de natureza) o território e divulgar os seus valores naturais, culturais e paisagísticos; promover a interpretação dos trilhos existentes no território, divulgando os valores florísticos, faunísticos, geológicos, paisagísticos e imateriais; utilizar as tecnologias de informação para aumentar a visibilidade do território e da Região Norte e do seupatrimónio natural junto dos visitantes e nos mercados nacionais einternacionais; desenvolver um Plano de Comunicação, que inclui aorganização de iniciativas de comunicação, informação e sensibilização associadas à proteção e conservação do património natural da Serra d’Arga e programas e ações estratégicos de desenvolvimento do turismo de natureza; Associar o território a uma marca, que permitirá a definição dos objetivos a atingir pelo plano de comunicação, a segmentação dos públicos-alvo e, por fim, determinar as ações e instrumentos de comunicação a utilizar na abordagem, numa lógica de promoção e posicionamento no mercado; fundamentar a posterior criação da Paisagem Protegida de Âmbito Regional, abrangendo a área em estudo, como forma de qualificação e desenvolvimento da oferta integrada de serviços e promoção da área e de assegurar a proteção e a reposição dos serviços dos ecossistemas, após a conclusão da operação; e ainda reforçar a cooperação institucional entre a administração local, regional e central na gestão conjunta do território.

A candidatura agora aprovada prevê a elaboração dos Atlas da Flora, Fauna e Geologia (levantamentosflorísticos, faunísticos e do património geológico); a realização de Estudos de Caraterização da Paisagem (de acordo com a Convenção Europeia da Paisagem); apreparação de um estudo de avaliação dos serviços de ecossistemas e de valorização da infraestrutura verde e, por último, interpretação de trilhos “Da Serra d´Arga à Foz do Âncora” e APP para smartphone (descrição de pontos de interesse ao nível da flora, fauna, geologia, paisagismo e património cultural e imaterial).

Para além das tipologias acima definidas, são ainda objeto de candidatura, um Plano de Comunicação com vista à promoção e à divulgação desta área classificada, incluindo: realização de um vídeo promocional; realização de um vídeo documentário; elaboração de uma imagem corporativa e elaboração de materiais de divulgação.

Esta candidatura foi submetida e aprovada no âmbito do Concurso Norte – 14 – 2016 - 01 – Património

TERRAS DE BOURO COMEMORA DIA DO MUNICÍPIO

O Auditório do Museu da Geira, no Campo do Gerês, ficou repleto para as comemorações do Feriado Municipal de Terras de Bouro.

famadi.jpg

A data de 20 de outubro de 1514, em que, como é sabido, o Rei D. Manuel I atribuiu a Carta de Foral a Terras de Bouro foi devidamente assinalada com a apresentação pública de duas obras literárias alusivas à história do concelho.

Perante uma numerosa plateia, Presidente da Câmara Municipal, Dr. Joaquim Cracel afirmou que: “está é a melhor ocasião para o reforço e divulgação do património histórico e cultural do concelho”. Para este facto contribuíram, sem dúvida, as obras apresentadas: “Crónicas da minha Aldeia e do Meu Mundo” da autoria do Professor Dr. António Carvalho da Silva e os “ Grandes Hotéis das Caldas do Gerês” da autoria do Dr. Vincent Craveiro Martins.

As comemorações do Dia do Município tiveram também vários momentos musicais a cargo dos alunos e respetivo Prof. Luís Pinho, da Escola de Música do Centro Municipal de Valências de Terras de Bouro.

famadiamun (1).jpg

famadiamun (2).jpg

famadiamun (3).jpg

famadiamun (4).jpg

ARROZ PICA NO CHÃO À MESA DOS RESTAURANTES DE BARCELOS

5 e 6 de novembro nos restaurantes aderentes

A Câmara Municipal de Barcelos volta a dar destaque à gastronomia tradicional com uma nova edição do Fim de Semana do Arroz Pica no Chão, que decorre entre os dias 5 e 6 de novembro em 27 restaurantes do concelho.

zpicacha.jpg

Esta iniciativa integra-se num conjunto de atividades de promoção das qualidades turísticas da gastronomia local, potenciadas pela figura do galo e pelo universo cultural que se construiu à sua volta no concelho de Barcelos. À semelhança do Concurso Galo Assado, e de outras iniciativas inseridas nos 7 Prazeres da Gastronomia, promovidas pelo Município, pretende-se associar o galo e a produção do artesanato barcelense a outras áreas de relevância cultural e do património imaterial, como é a gastronomia, criando produtos turísticos integradores das tradições locais e regionais e das mais-valias turísticas do concelho. Pretende-se, ainda, dinamizar o setor da restauração e da economia local.

Aderiram a esta iniciativa os seguintes restaurantes: Babette, Bagoeira, Belo Horizonte, Bom Gosto, Cantinho d'Armanda, Casa dos Arcos, Casa Eduardo, Casa Lourenço, Chuva, Dom Carlos, Furna, Galliano, Galo Novo, Manjar das Estrelas, Oliveira, Os Mouros, Pedra Furada, Pérola da Avenida, Rústico, Solar Real, Sonho do Cávado, Taberna do Armindo, Taberna “O Manhoso”, Taberna Regional 2000, Taberninha O Chico, Tasquinha do Careca e Vera Cruz.

A par do Fim de Semana do Arroz Pica Chão, vai realizar-se no sábado, dia 5 de novembro, o Trilho dos Cogumelos e das Castanhas, e no dia 12 de novembro a Rota do Vinho e da Vinha: visita à Quinta de Balão e à Quinta de Tamariz. A realização desta rota tem como objetivos a promoção e o conhecimento dos vinhos produzidos em Barcelos, através da realização de visitas técnicas e provas dos vinhos produzidos nestas duas unidades locais.

TERRAS DE BOURO ASSINALA DIA MUNICIPAL PARA A IGUALDADE

No dia 24 de outubro Terras de Bouro comemorou o Dia Municipal para a Igualdade.

No âmbito deste dia, foi inaugurada no espaço do Balcão Único de Atendimento da câmara municipal, pelas respetivas entidades, uma exposição de trabalhos realizados por alunos do 1º, 2º, 3º ciclo e Secundário com o tema “Igualdade e Cidadania” (trabalhos realizados com o apoio  dos professores de formação cívica, expressões e EVT).

tttbbbouur (1).JPG

As atividades realizadas ficaram ainda marcadas pela realização, no Salão Nobre da Câmara Municipal, de uma oficina de trabalho sobre “Violência no Namoro, evento que contou com a participação e colaboração ativa na apresentação de trabalhos sobre o tema de  alunos do Curso Profissional Técnico de Turismo e 12ºano da Escola Padre Martins Capela, um representante da UCC, a equipa de apoio às bibliotecas escolares, um representante da GNR, o Presidente da Junta de Freguesia de Moimenta (e também presidente da Direção dos Bombeiros), a presidente da CPCJ, a psicóloga da escola, o Diretor do Agrupamento, a Professora de Formação Cívica, a Vereadora da Educação e  as coordenadoras do CM de Valências , tendo ainda por dinamizadora a Dr.ª Benedita Aguiar da Die Apfel.

Depois da aula de ginástica dirigida aos alunos do jardins-de-infância de Terras de Bouro, Carvalheira, Chorense e Rio Caldo, no recinto exterior da EBS de Terras de Bouro e já na parte final, foi efetuada uma largada de balões brancos com sementes e uma mensagem alusiva ao dia – “Vamos Semear a Igualdade” – com a participação dos alunos dos JI e alunos do Centro Escolar.

tttbbbouur (2).JPG

tttbbbouur (3).JPG

tttbbbouur (4).JPG

tttbbbouur (5).JPG

tttbbbouur (6).JPG

tttbbbouur (7).JPG

tttbbbouur (8).jpg

tttbbbouur (9).JPG

tttbbbouur (10).JPG

tttbbbouur (11).jpg

tttbbbouur (13).JPG

FAFE RECEBE CONCERTO DE JAZZ

2ª Edição do Jazz em Fafe termina este fim-de-semana

A série de concertos de Jazz no Teatro Cinema termina na próxima sexta-feira, 28 de Outubro, com o espetáculo dos Projecto MAP.

MAP é um quarteto de músicos do Porto dedicado à interpretação de música original, de influência jazzística. É constituído por Paulo Gomes (piano), Miguel Moreira (guitarra), Miguel Ângelo (contrabaixo) e Acácio Salero (bateria).
O concerto, com entrada livre, tem início marcado para as 22h00.

No sábado, é a vez dos alunos da Escola de Jazz do Porto atuarem no Club Fafense, às 22h00.

Recorde-se que durante o mês de Outubro, os ritmos e sons do Jazz envolveram a cidade com vários espetáculos, tertúlias e conferências.