Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

CASA DO MINHO EM LISBOA JUNTA MINHOTOS AO TOQUE DA CONCERTINA

A Casa do Minho em Lisboa realizou no passado dia 9 de Outubro mais uma edição do Encontro de Tocadores de Concertina, uma iniciativa que regista sempre grande adesão sobretudo por parte dos nossos conterrâneos radicados naquela região.

14690869_1204853569558310_5618295075012969862_n.jpg

Em Telheiras, o local escolhido foi o Auditório Orlando Ribeiro. E a festa foi bem minhota, muito ao gosto das nossas gentes. E, concertinas não faltaram, tal como não faltaram exímios tocadores que deram mostras do seu talento.

Sucedâneo de vários instrumentos musicais cujo som, produzido por palhetas que vibravam por meio da pressão de ar, a concertina difundiu-se por toda a Europa e ainda no Brasil a partir da segunda metade do século XVIII, tornando-se graças à peculiar sonoridade que o caracteriza, um dos instrumentos de música popular que mais rapidamente foi adotado pelo povo, tornando-se porventura o mais apreciado sobretudo pelas gentes do Minho.

Os encontros de tocadores, bem assim as respetivas escolas, têm vindo a popularizar ainda mais um instrumento musical que há alguns anos corria o risco de desaparecer devido à falta de tocadores.

Fotos: Manuel Santos

14590377_1204852646225069_336611105478226345_n.jpg

14610912_1204851549558512_3676980033484761982_n.jpg

14632886_1204847376225596_245895220873795413_n.jpg

14656306_1204955916214742_2887299756331672183_n.jpg

14670657_1204846252892375_3262239597374337045_n.jpg

PAN REGISTA REACÇÕES ÀS SUAS PROPOSTAS AO ORÇAMENTO DE ESTADO

Orçamento de Estado 2017: Primeiras reações do Governo às medidas propostas pelo PAN

  • É urgente a formação de técnicos do Ministério em Agricultura Biológica para investimento de fundos europeus nesta fileira
  • Portugal deve estabelecer uma meta para que apenas veículos elétricos sejam comercializados no país
  • Estímulo ao abate de automóveis para quem optar por utilizar transportes públicos

O PAN - Pessoas-Animais-Natureza começou já a receber pareceres do governo em relação a algumas das medidas propostas no âmbito do Orçamento do Estado para 2017. O partido esteve esta manhã reunido com o governo, para além da audiência formal que decorreu também esta manhã com o Ministro das Finanças, de onde trouxe apreciações mais concretas a algumas das medidas que têm estado a ser apresentadas.

No âmbito dos vinte contributos que o PAN apresentou em reunião com Ministério da Agricultura para a Estratégia Nacional para a Agricultura Biológica que será apresentada até ao final do mês, o governo concorda que é prioritário incluir, desde já, a formação de técnicos do Ministério em Agricultura Biológica, por ser estratégico o investimento de fundos europeus nesta fileira. Recorde-se que os projetos de investimento submetidos aos programas de apoio são muitas vezes subavaliados, ou mesmo reprovados, por falta de conhecimento teórico e de domínio de práticas culturais. Para que esta estratégia seja realista é necessária outra medida proposta pelo PAN para este orçamento, o aumento da taxa de Iva aplicada aos produtos fitofarmacêuticos, entenda-se um desincentivo ao uso massivo de pesticidas na agricultura convencional que introduz químicos na cadeia alimentar e se traduz numa fonte de receita para o estado.

Duas medidas relacionadas com a Mobilidade Elétrica estão a ser bem acolhidas pelo governo, a mobilidade elétrica para todas as frotas públicas visa um compromisso por parte do Estado, já a partir de 2017 e ao longo dos próximos anos, ao garantir que a renovação das frotas de transportes pesados de passageiros e automóveis ligeiros se efetue através da aquisição de veículos elétricos. O objetivo do PAN é que à semelhança do que já acontece na Holanda e na Alemanha, também Portugal deve estabelecer uma meta de médio para que apenas veículos elétricos sejam comercializados no país.

Considerando ainda a necessidade de redução do número de veículos automóveis a circular, principalmente nos grandes centros urbanos, nomeadamente os mais antigos e mais poluentes, o PAN propõe um estímulo ao abate de automóveis para quem optar por utilizar transportes públicos (atualmente este incentivo existe para quem adquirir um veiculo elétrico). Esta medida traduz-se num apoio do Estado a ser concedido ao ex-proprietário do automóvel na compra dos títulos de transporte público, entenda-se passe de transporte, durante um período de tempo que ainda está a ser analisado mas que poderá ser de 3 a 5 anos.

As negociações com o governo continuam numa reunião agendada para a próxima Segunda-feira, onde será discutida a possibilidade de dedução de despesas com TNCs em sede de IRS entre outras medidas que contribuam para fazer do pensamento ecológico profundo uma prioridade política e ideológica transversal a todas as forças políticas.

FAMALICENSES DEBATEM CENSURA À OBRA DO ESCRITOR AQUILINO RIBEIRO

Museu Bernardino Machado debate a censura ao romance de Aquilino Ribeiro “Quando os Lobos Uivam”

O romance "Quando os Lobos Uivam" que foi publicado em 1958, por Aquilino Ribeiro e lhe valeu um mandato de captura e a apreensão de todos os exemplares pelo regime salazarista, dá o mote para mais uma conferência do ciclo “A Censura na Ditadura Militar e no Estado Novo”, que vai decorrer esta sexta-feira, pelas 21h30, no Museu Bernardino Machado, em Vila Nova de Famalicão.

jose seabra pereira.jpg

O livro que retrata a saga dos beirões em defesa dos terrenos baldios durante a ditadura, nos finais dos anos 40 e início dos anos 50, é o exemplo de uma obra literária que foi censurada pelo Estado Novo. Caberá a José Seabra Pereira recuperar este episódio da nossa história e lançar o debate sobre o tema.

Nascido no Luso, concelho da Mealhada, em 1949, José Seabra Pereira é Professor Associado da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, tendo desempenhado, entre outros, os cargos de Presidente da Comissão Científica do Grupo de Estudos Românicos, Diretor do Instituto de Língua e Literatura Portuguesas e Membro da Comissão Coordenadora do Conselho Científico da FLUC.

Refira-se que o Museu Bernardino Machado é, durante este ano de 2016, o destino obrigatório para quem se dedica ao estudo e investigação do tema da censura em Portugal.

A programação do Museu Bernardino Machado tem sido quase inteiramente dedicada ao tema da censura em Portugal no período entre 1910 e 1974. É por isso um ano excecional em termos de debates, conferências e exposições subordinadas à temática da censura e uma oportunidade única para estudantes e académicos explorarem de forma transversal e abrangente este assunto.

O Museu Bernardino Machado, localizado num palacete do século XIX, no centro da cidade, é um equipamento cultural do município famalicense que se tem afirmado por um trabalho de qualidade, que é reconhecido nos meios académicos e que faz desta casa um centro de investigação histórica de referência nacional.

1573 - B.M. de Pé, com traje Académico.jpg

Os "150 anos da entrada de Bernardino Machado na Universidade de Coimbra" em exposição

O Município de Vila Nova de Famalicão, através do Museu Bernardino Machado, comemora os 150 anos da entrada de Bernardino Machado na Universidade de Coimbra com a apresentação da exposição "150 anos da entrada de Bernardino Machado na Universidade de Coimbra" e do respetivo catálogo. A mostra abre portas ao público este sábado, dia 15 de outubro, pelas 15h00.

Realizada em oito painéis, a exposição encontra-se organizada da seguinte forma: I - O Ingresso na Universidade (1866); II - Os Amigos; III - A Formatura; IV - O Professor; V - Criação da Cadeira de Antropologia; VI - A Socialização do Ensino, com referência à Academia de Estudos Livres e ao Instituto de Coimbra; VII - Orações de Sapiência, com destaque para a “Universidade e a Nação” (1904) e, finalmente, VIII - A Greve Académica. Com documentação única e original do arquivo do Museu, por exemplo, o diploma de doutoramento ou da correspondência à volta do texto “A Universidade e a Nação”, caso de Afonso Costa, Teófilo Braga, Adolfo Coelho ou de Guerra Junqueiro, a exposição “Bernardino Machado na Universidade de Coimbra – 150 Anos” reflete igualmente as preocupações pedagógicas de Bernardino Machado, nomeadamente com o ensino de adultos e o ensino profissional, evidenciados com recortes de imprensa do arquivo do Museu.

Se uma das preocupações de Bernardino Machado foram as reformas estruturais curriculares da Universidade, com a criação da disciplina de Antropologia, preocupou-se igualmente com a autonomia da própria Universidade, com a elegibilidade do Reitor, com a abolição do juramento e do foro académicos, ao lado de uma teorização e prática pedagógica reformista. Tal atividade reformista terá o seu corolário com a Greve Académica em 1907, ano em que terá uma Homenagem Nacional.

Para o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, “o papel de Bernardino Machado como político e estadista, mas também como pensador e pedagogo foi de uma enorme importância e abrangência. O seu pensamento continua a influir os dias de hoje, mantendo-se atual e pertinente, sendo muitas vezes citado”, refere, acrescentando que“recordar os 150 anos da entrada de Bernardino Machado para a Universidade de Coimbra, é uma excelente oportunidade para redescobrimos a sua faceta de cientista e pedagogo”.

CartazA3_14OUT_web.jpg

ESCRITOR PEDRO MEXIA CONVERSA COM OS VIMARANENSES

ESTA QUINTA-FEIRA, 13 DE OUTUBRO (18H)

Pedro Mexia em Guimarães na edição de outubro da iniciativa “Escritor no Concelho”

Húmus – Festival Literário de Guimarães promove diálogos com doze nomes da literatura nacional. Público tem um papel interativo, podendo colocar questões ao convidado.

Pedro_Mexia_Festival_Humus.jpg

O cronista e crítico literário Pedro Mexia vai estar à conversa com Tito Couto, na Biblioteca Municipal Raul Brandão, esta quinta-feira, dia 13, às 18 horas, na edição de outubro da iniciativa “Escritor no Concelho”, inserida nas comemorações dos 150 anos do Nascimento de Raul Brandão, que a Câmara Municipal de Guimarães está a promover até 2017.

Licenciado em Direito pela Universidade Católica, colabora regularmente no semanário “Expresso”, tendo passado anteriormente pelos jornais “Diário de Notícias” e “Público”. É um dos membros do programa “Governo Sombra” (TSF / TVI24) e foi subdiretor e diretor interino da Cinemateca Portuguesa.

Pedro Mexia escreveu para teatro e televisão, encenou, adaptou e publicou peças de teatro como Agora a Sério (2010) ou No Campo (2016). Traduziu Robert Bresson, Tom Stoppard, Martin Crimp e Hugo Williams. Organizou uma coletânea de ensaios de Agustina Bessa-Luís e, com José Tolentino Mendonça, a antologia Verbo: Deus como Interrogação na Poesia Portuguesa (2014).

Publicou seis volumes de crónicas e quatro de diários, sendo os títulos mais recentes Cinemateca (2013), Lei Seca (2014) e Biblioteca (2015). Editou sete livros de poemas, o último dos quais Uma Vez que Tudo se Perdeu (2015) e, em Menos por Menos (2011), escolheu poemas dos seus seis livros anteriores. No Brasil, publicou o livro de crónicas Queria Mais É que Chovesse (2015) e a coletânea de poemas escolhidos Contratempo (2016). Coordena a coleção de poesia das Edições Tinta-da-china.

WRC VODAFONE RALLY DE PORTUGAL VAI ANIMAR CABECEIRAS DE BASTO

A maior prova de automobilismo que se realiza em Portugal vai passar em Cabeceiras de Basto

Espetáculo, competição, velocidade, destreza e muita adrenalina marcarão o regresso do Rally a Cabeceiras de Basto no próximo ano, mais uma edição do WRC Vodafone Rally de Portugal que se adivinha um verdadeiro sucesso.

WRC Vodafone Rally de Portugal - imagem promocional.jpg

A edição de 2017, que se vai disputar entre os dias 19 e 21 de maio, terá, assim, a Serra da Cabreira como cenário de fundo, onde se aguarda a presença de muitos milhares de espectadores e aficionados.

Será no sábado, dia 20 de maio, que o troço da Serra da Cabreira, com 22,3 km, alternando zonas muito rápidas com outras mais técnicas, parte da Veiga, na freguesia de Bucos, em direção à aldeia de Busteliberne, na freguesia de Cabeceiras de Basto.

O concelho de Cabeceiras de Basto vai assim receber, no seu território, as mais extraordinárias ‘máquinas’ das melhores marcas em competição.

Os Cabeceirenses estão preparados para entrar no ritmo de mais um Vodafone Rally de Portugal e anseiam poder ver novamente os potentes automóveis e os melhores pilotos do mundo percorrer as estradas da Serra da Cabreira, nesta nossa terra de Basto.

A Câmara Municipal orgulha-se de acolher em 2017 a maior prova do automobilismo português, o WRC Vodafone Rally de Portugal, e espera que os amantes deste desporto motorizado possam vibrar entusiasticamente. A sua importância desportiva, económica e turística é uma mais-valia para o desenvolvimento do nosso território.

De salientar que a realização da prova em Cabeceiras de Basto foi possível graças às diligências que a Câmara Municipal fez junto do Automóvel Clube de Portugal (ACP) e da avaliação que os seus responsáveis fizeram em Cabeceiras de Basto das boas condições para a realização de um troço que se adivinha espetacular e absolutamente imperdível.

A prova do Automóvel Club de Portugal que em 2017 celebra 50 anos de existência será a sexta jornada do Campeonato do Mundo de Ralis de 2017.

GUIMARÃES REÚNE EXECUTIVO MUNICIPAL

SESSÃO ÀS 10 HORAS 

Agenda do Executivo para a reunião de Câmara desta quinta-feira, 13 de outubro de 2016

31 pontos fazem parte da Ordem de Trabalhos da reunião programada para a manhã desta quinta-feira, com início às 10 horas, na Sala de Reuniões da Câmara Municipal.

O início do procedimento para a requalificação da Rua dos Cutileiros, em Creixomil, é um dos assuntos que será apreciado esta quinta-feira, 13 de outubro, na reunião quinzenal do Executivo Municipal, agendada para as 10 horas, na Sala de Reuniões dos Paços do Concelho de Guimarães. Na sessão, serão também apreciados cinco protocolos, um deles entre o Município de Guimarães e o Comité Português para a UNICEF relativo à adesão ao Programa Cidades Amigas das Crianças.

Serão ainda analisados os protocolos com a Universidade do Algarve, a Comissão de Proteção ao Idoso, a Associação Regional do Norte, a Irmandade da Falperra e a Casa de Sarmento relativo ao Centro de Estudos do Património, num protocolo de colaboração com a Universidade do Minho e a Sociedade Martins Sarmento.

Durante a reunião, o Executivo Municipal vai pronunciar-se também sobre a atribuição de um apoio para a instalação de relvado sintético na Associação Cultural, Recreativa e Desportiva de Nespereira (ACRDN), bem como a colocação de relva sintética no ringue desportivo de Serzedo. 

Na ordem de trabalhos consta ainda, entre outros assuntos, uma transferência de verbas para os Agrupamentos de Escolas e Escolas Secundárias do concelho de Guimarães no âmbito do Orçamento Participativo Escolas, a atribuição de um apoio financeiro para a mudança de instalações da Escola Profissional CISAVE e um pedido de reconhecimento de interesse público para um empreendimento turístico a realizar na União de Freguesias de Tabuadelo e São Faustino.

A ordem de trabalhos completa da reunião do Executivo Municipal é a seguinte:

01 - Exercício Legal de Preferência - Rua da Caldeiroa

02 - VITRUS AMBIENTE EM SA - Informação do Fiscal Único

03 - Ofícios da Assembleia Municipal - Sessão de 3 de outubro de 2016

04 - Reperfilamento do troço viário entre a E.N. 101 e a área central da Vila de Ponte - 1ª Fase - Informação erros e omissões aceites 

05 - Adaptação do Edifício "Casa de Donães" para Sede da Autoridade para as Condições de Trabalho - Conta Final

06 - Aprovação da Ata da Reunião Ordinária de 22 de setembro de 2016

07 - Requalificação e beneficiação de arruamentos da rede viária municipal - Conta Final

08 - Requalificação da Rua dos Cutileiros - Creixomil - Informação Início de Procedimento

09 - União de Freguesias de Serzedo e Calvos - Relva sintética para o ringue desportivo de Serzedo

10 - Freguesia de Infantas - Pedido de cedência de autocarro

11 - Pedido de reconhecimento de interesse público para empreendimento turístico a realizar em terreno e edificação existentes sitos na União de Freguesias de Tabuadelo e São Faustino - Florentino Armando Faria Cardoso

12 - Protocolo de Cooperação entre o Município de Guimarães e a Universidade do Algarve

13 - Protocolo entre o Município de Guimarães e o Comité Português para a UNICEF para adesão ao Programa Cidades Amigas das Crianças

14 - Acordo de Colaboração entre o Município de Guimarães e a Irmandade da Falperra

15 - Protocolo de Cooperação entre o Município de Guimarães e a Comissão de Proteção ao Idoso, Associação Regional do Norte.

16 - Energia Elétrica para Iluminação Pública e para diversas instalações pertencentes à Câmara Municipal de Guimarães - Repartição de Encargos e Minuta do Contrato 

17 - Doação de parcela de terreno sita na Av.ª General Humberto Delgado, da Freguesia de Serzedelo – Fábrica da Igreja Paroquial de Santa Cristina de Serzedelo

18 - Procedimento disciplinar nº 1-2016 

19 - Procedimento disciplinar nº 2-2016

20 - Cooperativa Taipas Turitermas, CIPRL – Designação dos Representantes da Câmara Municipal

21 - Associação Vimaranense para a Ecologia - Concessão de apoio - Ecorâmicas 2016. 

22 - Candidatura para concessão de benefícios tributários - MIBILBANHO, Mobiliário de Banho, Sociedade Unipessoal, Lda. - BLESS. Internacional, Lda. 

23 - Congresso EBN 2016 - EUROPEAN BIC NETWORK - Comparticipação do Município de Guimaraes 

24 - ACIG - Apoio financeiro para mudança de instalações da Escola Profissional CISAVE

25 - Orçamento Participativo Escolas – Transferência de Verbas para os Agrupamentos de Escolas e Escolas Secundárias do Concelho de Guimarães

26 - Cooperativa Castreja - Pedido de cedência de autocarro

27 - CASFIG - Proposta de Realojamento

28 - Casa de Sarmento - Centro de Estudos do Património - Protocolo de Colaboração com a Universidade do Minho e a Sociedade Martins Sarmento

29 - Apoio para instalação de relvado sintético - ACRDN - Associação Cultural, Recreativa e Desportiva de Nespereira.

30 - Acessibilidade de Pessoas com Mobilidade Reduzida ou Condicionada ao parque de Estacionamento do Largo Condessa de Mumadona

31 - Aprovação da Ata em Minuta

Ligação para transferência dos documentos que serão apreciados na Reunião de Câmara (13.10.2016): https://we.tl/Ptb7wx8bCv(link disponível até 18 de outubro 2016)

FÓRUM ABRE PROGRAMA “OUTUBRO ROSA” EM BRAGA

Iniciativa sensibiliza para problemática do cancro da mama 

O programa ‘Outubro Rosa’ arranca esta Sexta-feira, 14 de Outubro, com a realização do ‘Fórum Rosa – E Depois da Mastectomia?’, que terá lugar no auditório da Escola de Música do Carandá, pelas 21h30.

Fórum Rosa.jpg

Prevenir, apoiar e combater é o mote do ‘Outubro Rosa’, um programa promovido pelo Município de Braga, em parceria com o Hospital de Braga, ACES Braga, Delegação de Braga da Liga Portuguesa Contra o Cancro, Rosa Vida, Amados e Movimento Vencer e Viver, e que se prolonga até 23 de Outubro.

O ‘Fórum Rosa’, com entrada gratuita, vai contar participação de médicos, enfermeiros, psicólogos, fisioterapeutas e com testemunhos de utentes. O tema “O Médico de Família na 1.ª linha” será apresentado por Margarida Lima (médica do ACES de Braga), enquanto Luís Castro, médico na Senologia do Hospital de Braga irá abordar a temática “Mastectomia e quê?”.

“Cuidar após a mastectomia” será o tema da intervenção de Paula Costa (enfermeira na Senologia do Hospital de Braga), “Relacionamento e sexualidade na mulher com cancro da mama”, por Eloísa Fernandes (psicóloga na UPO/Porto da LPCC), “A vida após o cancro da mama” será o tema a abordar por Ana Luísa Rocha (fisioterapeuta no Gym Tónico Wellness Center). Na sessão, que será moderada por Fátima Soeiro, da delegação de Braga da Liga Portuguesa Contra o Cancro, Sónia Fertuzinhos irá apresentar o seu testemunho.

Para Sábado, dia 15, Dia Mundial da Saúde da Mama, na Avenida Central, a partir das 10h00, as várias associações que trabalham junto dos doentes que lutam contra o cancro da mama irão levar a cabo  iniciativas de sensibilização e divulgação desta temática, no centro da Cidade. Neste dia já estarão disponíveis para venda, bilhetes para o “Concerto Rosa” e “Pink Run” a decorrer nos dias 21 e 23 de Outubro, respectivamente.

MINHOTOS EM LOURES PREPARAM FESTA DE ARROMBA COM DESFOLHADA DO MILHO, TOCADORES DE CONCERTINA E CANTARES AO DESAFIO

LOCALIDADE DE A-DAS-LEBRES VAI SER PEQUENA PARA RECEBER TANTA GENTE!

Grupo Folclórico Verde Minho organiza em A-das-Lebres uma festa que inclui desfolhada do milho, encontro de tocadores de concertina e cantadores ao desafio e fogo-de-artifício. E todos os minhotos que vivem na região de Lisboa vão certamente responder à chamada e demonstrar a sua união.

A adesão não pára de aumentar e, a avaliar pelas inscrições já efetuadas, a organização prevê a participação no evento de mais duzentos e cinquenta tocadores de concertina, o que o torna o maior evento do género realizado na região de Lisboa. De diversas regiões do país, deslocam-se a Loures cerca de 40 grupos que levam consigo as tradições e os cantares das respetivas regiões. Apesar de espaçoso, o local onde o encontro se realiza vai certamente ser exíguo para o numeroso público que ali vai acorrer, o que obrigará a organização a repensar a localização para futuras edições deste evento. Pelas ruas da localidade, o Grupo Bombrando vai rufar os seus bombos e estremecer aquela localidade do concelho de Loures, fazendo o povo sair à rua e aderir à festa.

Cartaz Desfolhada 2016-2 (1) (9).png

A iniciativa é do Grupo Etnográfico Verde Minho e tem lugar no próximo dia 22 de Outubro, a partir das 15 horas. A recriação da desfolhada decorre no terreiro fronteiro às instalações do Grupo União Lebrense, em A-das-Lebres, no concelho de Loures.

Os grupos de zés-pereiras percorrem as ruas da aldeia anunciando a festa com o rufar dos seus bombos. As moças exibem os seus trajes de trabalho característicos. Rapazes e raparigas cuidam de desfolhar o milho à procura da maçaroca… e do “prémio” da conversada!

Não falta o vinho e o petisco oferecido aos trabalhadores que participam no serão. Os trabalhadores da jorna recordam com nostalgia a juventude e a alegria de tempos idos. E, como a festa é minhota, dança-se o vira, a chula e a cana-verde.

Como manda a tradição, não falta sequer a broa de milho e a boa pinga de vinho verde a lembrar costume antigo.

Predominando no Minho a cultura de regadio, é por altura da festa de S. Miguel que ocorre o corte do milho e se seguem as desfolhadas.

Para o minhoto, tudo é pretexto para a festa: o trabalho e a romaria, a religião e a gastronomia. Em todas as ocasiões, o minhoto é alegre, levando sempre desse modo de vencida as agruras da vida, mesmo quando vividas em terras distantes.

Para onde quer que vá, o minhoto leva consigo a alma grandiosa da sua terra e a cor da esperança porque o Minho é verde e o folclore… é Verde Minho!

Remonta há mais de quatro séculos a introdução da cultura do milho no nosso país. A sua cultura foi iniciada no noroeste peninsular onde a região do Minho se insere, tendo com o decorrer do tempo se propagado para outras regiões do país.

A cultura do milho teve origem nas Américas e foi trazida para a Península Ibérica nas naus do navegador Cristóvão Colombo, aliás Salvador Fernandes Zarco, oficialmente ao serviço dos reis de Espanha, secretamente ao serviço do rei D. João II, com o propósito de afastar os reis católicos da rota da Índia, levando-os a celebrar o Tratado de Tordesilhas.

A abrir as hostilidades, percorrerão as ruas da freguesia o Grupo de Bombos Bombrando, o Grupo de Gaiteiros da Freiria e o Grupo de Zés Pereiras e Gigantones Os Amarantinos.

Entretanto, encontram-se já inscritos para o evento os seguites grupos de tocadores de concertina e de cantadores ao desafio:

1-CONCERTINAS E CANTIGAS DO VERDE MINHO

2-SONS DA SERRA DE OLIVEIRA DO HOSPITAL

3-ESCOLA DE CONCERTINAS DA BARRENTA, RICARDO

4-EM ARMÓNICA EDUARDO BONANÇA

5-CASA DO CONCELHO DE PONTE DE LIMA EM LISBOA

6-INTERNACIONAL EM ACORDEÃO, TINO COSTA

7-GRUPO DE CONCERTINAS CASA DO POVO DE CORROIOS

8-GRUPO ETNOGRÁFICO DANÇAS E CANTARES DO MINHO

9-ESCOLA DE CONCERTINAS FILIPE OLIVEIRA

10-GRUPO DE CONCERTINAS DO RANCHO DANÇAR É VIVER DA BRANDOA

11-CONCERTINAS DO GRUPO NOVO BANCO “BESCLORE”

12-GRUPO DE CONCERTINAS TROIKA Á PORTUGUESA

13-GRUPO DE CONCERTINAS DA LOUSÃ

14-GRUPO DE ACORDEÕES AMIGOS DE FERREL

15-GRUPO DE CONC. CASA DO BENFICA VILA DE REI

16-TEMOS ENTRE NÓS O GRUPOVILA FRIA PORTO SALVO

17-GRUPO DE CONCERTINAS DA SERRA DA SILVEIRA, RAMOS

18-GRUPO DE CONCERTINAS DE CARENQUE

19-GRUPO DE CONCERTINAS AGUIAS VERMELHAS, CH, CAPARICA.

20-JOÃO TOMAZ, ÁS DA CONCERTINA

21- GRUPO, SILVIA MORENA DA CONCERTINA

22-CONCERTINAS DA CASA DO MINHO EM LISBOA

23-GRUPO DE CONCERTINAS SOMOS DO NORTE, JOÃO MOTA

24-GRUPO DE FOLCLORE TERRAS DA NOBREGA

25-CASA DO CONCELHO DOS ARCOS DE VALDVÊZ EM LISBOA

26-ESCOLA DE CONCERTINAS E ACORDEÃO, VASCO LOPES

27-GRUPO DE CONCERTINAS OS RESINEIROS

28-GRUPO DE CONC. CANTE-O-EIRAS

29 -GRUPO DE CONC. ESCOLA FRANCISCO TEIXEIRA

30-JOÃO DA CONCERTINA ESCOLA DO PINTO

31-JOAQUIM GASPAR E AMIGOS

32-GRUPO DE CONCERTINAS ALEGRIA DO MINHO ASSOPRIM

33-GRUPO DE CONCERTINAS ECOS DO BASTO JOSÉ LUIS

34- GRUPO DE CONCERTINAS MALHA NA GAITA, AMADORA

35-GR. DE CONCERTINAS OS DESAFINADOS DO CATUJAL

36-GRUPO DE CONCERTINAS DA RIBEIRA DA LAGE

Aguarda-se ainda a confirmação do famoso Trio Lopes.

PONTE DE LIMA EVOCA CARDEAL SARAIVA

Município de Ponte de Lima promove quarta conferência de tributo a Cardeal Saraiva

O Município de Ponte de Lima promove a quarta conferência de tributo a uma das figuras maiores da história local – o insigne Cardeal Saraiva – no próximo dia 21 de outubro, pelas 19h00, no auditório da Biblioteca Municipal de Ponte de Lima. Orientada por Afonso Moreira da Rocha, investigador do Centro de Estudos do Pensamento Português da Universidade Católica, a comunicação intitulada “O Cardeal Saraiva e o conflito entre o Estado e a Igreja na Revolução Liberal portuguesa” explora o envolvimento político do monge beneditino nos acontecimentos de 1820 que transformaram profusamente a sociedade e o Estado.

CARTAZ Conferência Afonso Rocha.jpg

A palestra, inserida nas comemorações dos 250 anos sobre o nascimento de D. Frei Francisco de São Luís Saraiva, permitirá conhecer a faceta patriótica e liberal da personalidade evocada e percorrer a sua brilhante trajetória na vida pública portuguesa.

 A próxima conferência – D. Frei Francisco de S. Luís e os estudos literários - orientada por Cândido Martins, está agendada para o dia 11 de novembro. Segue-se, a 02 de dezembro, Tensões e conflitos entre liberais e absolutistas no Alto Minho no tempo de Cardeal Saraiva, por Alexandra Esteves. Por seu turno, a comunicação Frei Francisco de S. Luís e o nosso tempo, de Oliveira Ramos, contínua sem previsão de data.

Sobre o conferencista:

Afonso Moreira da Rocha nasce em 1941 em Penafiel. Licenciado em Teologia pela Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa, é mestre em Antropologia Teológica e doutor em Filosofia pela Faculdade de Filosofia da Universidade Católica Portuguesa. A residir no Porto, Afonso Rocha exerce funções de investigador residente no Centro de Estudos do Pensamento Português da Universidade Católica Portuguesa, dedicando-se sobretudo às áreas filosóficas da Metafísica, da Gnosiologia, da Antropologia e da Filosofia da Religião e a autores como o Padre António Vieira, Cardeal Saraiva, Sampaio Bruno, Pedro Amorim Viana, Teófilo Braga, Guerra Junqueiro, Leonardo Coimbra, Raúl Brandão, Fernando Pessoa, Delfim Santos, entre outros.

Com vários ensaios publicados em revistas, atas de congressos e obras coletivas, destacam-se da sua obra editada “O mal no pensamento de Sampaio Bruno: uma filosofia da razão e do mistério”, “Natureza, razão e mistério: para uma leitura comparada de Sampaio Bruno” e “O messianismo do ‘Quinto Império’ de Fernando Pessoa: uma filosofia da história ou uma filosofia da religião”.

Em 2011, Afonso Rocha vence o Prémio António Quadros, na área da Filosofia.

(Fonte: https://www.wook.pt/autor/afonso-rocha/614430)

VIZELA CANDIDATA-SE AO PEPAL

Aprovada candidatura ao  PEPAL 2015/2016

A Câmara Municipal de Vizela viu aprovada a candidatura ao  PEPAL 2015/2016 para quatro estágios de jovens licenciados em situação NEET, para as seguintes áreas funcionais: Solicitadoria, Nutrição, Geografia e Psicologia.

A candidatura aprovada refere-se a estágios que decorreram em contexto de trabalho com a duração de 12 meses, tendo iniciado em 20 de julho de 2015 e terminado a 31 de agosto de 2016.

Este projeto foi candidatado pelo valor de 38.183,52€, tendo sido cofinanciado pelo POISE- Programa Operacional Inclusão Social e Emprego, Portugal 2020 e União Europeia, no valor de 35.128,84€.

VALENCIANOS REALIZAM DESFOLHADA DO MILHO

Valença convida para desfolhada com vinhos e petiscos em Cerdal

Valença convida a reviver uma desfolhada tradicional, com prova de vinhos novos, petiscos e pratos da gastronomia local, no fim de semana de 15 e 16 de outubro, em Cerdal.

desfvalen.jpg

Pelo quinto ano consecutivo Cerdal convida, os mais velhos a recordar e os mais novos a descobrir uma das atividades agrícolas mais emblemáticas da nossa região, as desfolhadas.

As desfolhadas, para além do trabalho árduo de fechar parte do ciclo de cultivar o milho eram, também, motivo para encontro de amigos, vizinhos e familiares, numa autentica e grande festa valenciana. Esse ambiente único e genuíno será recriado em Cerdal. Os típicos carros de bois carregados de milho, a eira, a desfolhada, os sons das concertinas e as desgarradas prometem uma festa animada onde todos são convidados a descobrir a espiga rainha. Manda a tradição que quem a encontrar tem de roubar um beijo a uma donzela e se aparecer uma espiga com “filhos” acender uma vela e colocar a espiga numas alminhas, que se encontrem num cruzamento de caminhos, para espantar os maus espíritos.

Na desfolhada não faltarão os bardeiros e até uma meda para compor o cenário e o espigueiro para guardar as espigas e fechar o ritual da desfolhada.

Uma festa que contará com produtos da gastronomia local onde se destacarão os afamados vinhos verdes novos e os petiscos como o presunto, a broa, o chouriço, o bolo do tacho e os rojões.

Do programa de sábado, destaca-se a prova de vinhos novos, às 18h30, o Desfile da Desfolhada, às 19h30, a Desfolhada Tradicional, às 20h00, seguida de encontro de concertinas. A noite encerrará com um espetáculo de concertinas e desgarradas a cargo de Pi d'Areosa e Jorge Salgueiro.

Do programa de domingo destaca-se a exposição de alfaiais agrícolas, a partir das 10h, o encontro de bombos, às 11h e o almoço convívio do “Arroz de Sarrabulho e Rojões”, às 12h30. O dia encerrará com uma animação musical a cargo do grupo Os Teimosos, a partir das 15h.

A iniciativa é da Câmara de Valença e do Grupo Cultural e Recreativo “Os Camponeses Minhotos” de Cerdal e conta, ainda, com a colaboração da Junta de Freguesia de Cerdal e de várias associações e juntas de freguesia do concelho.

BRAGA INTERROMPE ABASTECIMENTO DE ÁGUA

Interrupção no Abastecimento de Água

O Município de Braga e a ´AGERE – Empresa de Águas, Efluentes e Resíduos de Braga, EM´ informam que, devido a trabalhos de manutenção de rede no dia 17 de Outubro, próxima Segunda-feira, na Freguesia de S. Mamede de Este, algumas zonas da freguesia poderão sofrer interrupção do fornecimento de água entre as 09h00 e as 12h30, conforme o exposto:

Ruas: Bemposta; Boavista; Belos ares; Pica-pau e Ribeirinhas

Travessa: Boavista; Ribeirinhas; Bemposta

Caminho: Campo Futebol

CELORICO DE BASTO COMEMORA DIA MUNDIAL DO IDOSO

Em Celorico de Basto os Idosos do Celorico a Mexer comemoram “o Dia Mundial do Idoso”

Como habitualmente o programa Celorico a Mexer celebrou o “Dia Mundial do Idoso” num mega piquenique que juntou cerca de 400 idosos, no Parque Urbano do Freixieiro, e onde não faltou ginástica, música, diversão e “porco no espeto”. A ação decorreu ontem, 10 de outubro.

_DSC7058 (1).jpg

“As celebrações do dia mundial do Idoso iniciaram no dia 1 de outubro, com o jubileu do Idoso, e culminaram hoje com um mega piquenique que tem por objetivo unir os idosos do concelho num mesmo espaço, onde reina a animação e o convívio” disse o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva. O autarca reforçou a necessidade de mimar estes “jovens” sempre que surja a oportunidade. “Temos que cuidar com carinho dos nossos idosos, por isso temos estes programas de proximidade que procuram colmatar algumas situações de isolamento e solidão existentes, e criar situações diversas que os façam sentir pertença, valorizando-os o melhor possível” disse.

As celebrações do Dia Internacional do Idoso são uma das muitas ações do plano de atividades que juntam os idosos no mesmo espaço.

“Procuramos, sobretudo, dar aos nossos idosos atividades que os façam felizes. De facto, esse é o nosso verdadeiro objetivo, é para isso que os técnicos promovem atividades diversas, proporcionando-lhes a hipótese de participar em ações múltiplas, não apenas como espetadores mas sobretudo como intervenientes, como personagens principais para o sucesso de cada iniciativa promovida” disse Helena Martinho, Coordenadora dos Serviços de Ação Social e Saúde do município de Celorico de Basto.

As atividades do Celorico a Mexer acontecem, por norma, nas freguesias do concelho, em locais próprios. Para novembro, está previsto, no plano de atividades, a organização de 1 magusto em cada freguesia como forma de celebrar o S. Martinho.

_DSC7074 (1).jpg

_DSC7077 (1).jpg

_DSC7094 (1).jpg

_DSC7107 (1).jpg

BRAGA RETOMA PROGRAMA DE ACELERAÇÃO STARTUP

Programa de Aceleração Startup Braga / FLAD está de volta. Candidaturas até dia 20 de Novembro

Estão abertas as candidaturas para o quarto Programa de Aceleração da Startup Braga e da Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento (FLAD). Com foco nas áreas das tecnologias médicas, nanotecnologia e economia digital, procuram-se 10 fabulosas equipas tecnológicas com elevado potencial de crescimento. As candidaturas encerram a 20 de Novembro de 2016, seguindo-se uma fase de selecção dos candidatos, que serão reduzidos a 10 equipas.

Startup Braga (1).jpg

Em pouco mais de dois anos, a Startup Braga já promoveu 3 programas de aceleração para startups em colaboração com a FLAD. 29 Equipas foram apoiadas, das quais 65% fecharam investimento, apresentando uma taxa de sobrevivência próxima dos 90%.

A ambição e o foco nos resultados estão na genética da Startup Braga, que agora fortalece o seu posicionamento no apoio a empresas tecnológicas que desenvolvam os seus produtos a partir de conhecimento técnico e científico.

A rede de parceiros, mentores e especialistas foi reforçada, por forma a apoiar startups nas áreas das tecnologias médicas, nanotecnologia e economia digital. Colaborações com o Hospital de Braga, o Centro Clínico Académico, a Escola de Ciências da Saúde da Universidade do Minho, a Microsoft e o INL, revelam-se essenciais para robustecer este ecossistema e posicionar Braga como um hub preferencial para o desenvolvimento de produtos nas áreas referidas.

“Um ecossistema constrói-se quando todos os intervenientes colaboram para gerar valor. Trabalhando em conjunto conseguimos aumentar a nossa ambição e elevar o potencial do talento e conhecimento das nossas startups”, explica Carlos Oliveira, presidente da Startup Braga.

Os empreendedores poderão contar com suporte na protecção da propriedade Intelectual, na prototipagem e validação técnica, científica e regulamentar de produtos, em hardware e software, assim como no desenvolvimento de negócio e ligação a investidores nacionais e internacionais.

"Iniciar um projecto é sempre desafiante e todo o apoio do programa foi fundamental para os primeiros passos da Kide. O excelente acompanhamento da Startup Braga revelou-se crucial para o nosso estado actual e termos recebido investimento da Caixa Capital permite-nos sonhar em chegar ainda mais longe com o nosso projecto”, refere Nuno Pinto, CEO da KIDE Curated Fashion e participante da terceira edição do programa.

Os participantes no programa serão candidatos a um investimento de 100 mil euros da Caixa Capital, como é o exemplo da KIDE. Para além desta possibilidade, as startups terão também acesso a espaço em escritório e laboratório, internet gratuita, acesso a licenças de software e serviços num valor superior a 150 mil Euros e a oportunidade de participar no Roadshow aos Estados Unidos, em colaboração com a FLAD. O roadshow levará as equipas do programa de aceleração até duas cidades nos Estados Unidos da América para desenvolvimento do negócio e exploração de sinergias.

CELORICO DE BASTO APRESENTA CONCERTO SOBRE AS SONORIDADES DO MUNDO

Em Celorico de Basto a Cooperartes apresentou “Sonhos de Terra e de Mar”

Professores e alunos da Academia de Música de Basto ofereceram o concerto “Sonhos de Terra e de Mar” uma viagem pelas sonoridades do mundo, no arranque do novo ano letivo. A iniciativa decorreu na Praça Cardeal D. António Ribeiro, em véspera de feriado, a 4 de outubro.

_DSC4756.jpg

“Temos por hábito oferecer aos pais dos nossos alunos e a toda a população um concerto para celebrar a rentrée no novo ano letivo. É uma forma de motivar os alunos que frequentam a nossa escola e incentivar aqueles que não nos conhecem a frequentar as nossas aulas. ” disse Carla Lopes, Diretora Pedagógica da Academia de Música de Basto. “Durante o ano de aprendizado fazemos uma série de espetáculos e apresentações públicas para dar a conhecer o nosso trabalho, feito de forma minuciosa e rigorosa porque queremos que os nossos alunos atinjam objetivos concretos” disse. Carla Lopes agradeceu o apoio contínuo do Município de Celorico de Basto que facilita o bom trabalho a nível musical promovido no concelho.

O concerto “Sonhos de Terra e de Mar” mostrou a cumplicidade existente entre alunos e professores, onde a música e as interpretações fluíram de forma natural onde foi visível o empenho de todos os intervenientes.

“Temos uma Academia de Música que tem feito um trabalho exemplar contribuindo amplamente para dar às nossas crianças competências musicais e humanas muito enriquecedoras para o seu crescimento. Estaremos sempre ao lado da cultura, um pilar fundamental para o desenvolvimento coerente de uma comunidade” disse Fernando Peixoto, vereador da Câmara Municipal de Celorico de Basto.

Em dezembro a Cooperartes em parceria com o Município de Celorico de Basto irá apresentar o Musical "Os Sonhos de José", direcionado a toda a comunidade escolar em especial para o pré-escolar e primeiro ciclo bem como, para todo a população em geral.

_DSC4762.jpg

_DSC4826.jpg

_DSC4844.jpg

BRAGA RECEBE EMBAIXADOR DA ARGENTINA NOS PAÇOS DO CONCELHO

Braga e Santa Fé preparam acordo de geminação

O Embaixador da Argentina em Portugal, Oscar Moscariello, foi recebido hoje, dia 10 de Outubro, no Salão Nobre dos Paços do Concelho após ter efectuado um conjunto de visitas a empresas do Concelho.

CMB10102016SERGIOFREITAS0000003033.jpg

Como revelou Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, está a ser preparado um processo de geminação com a Cidade de Santa Fé, na Argentina.

“No contexto da Capital Ibero-Americana da Juventude, estamos a criar uma rede de parcerias com Cidades de países do espaço Ibero-Americano. A Argentina é um país de referência da América do sul e, pela proximidade cultural que nos une, teremos facilidade em contruir parcerias de colaboração de futuro em vários sectores”, referiu, garantindo que, actualmente, tanto Braga como a Argentina são ´terras de oportunidades´.

Nesse sentido, o Edil afirmou que o Embaixador mostrou disponibilidade e interesse em efectuar brevemente uma visita mais extensiva a Braga para conhecer mais detalhadamente o que o Concelho tem para oferecer. “Lançamos ainda o desafio para a Argentina dispor de uma presença programática na CIAJ com um conjunto de iniciativas no plano cultural que permitam igualmente a afirmação do seu potencial turístico e empresarial na nossa Cidade”, disse.

Por seu turno, Oscar Moscariello sublinhou que a Argentina está a entrar num ´novo tempo´ após as dificuldades sentidas no passado recente. “Queremos que os empreendedores olhem para a América Latino como um espaço interessante para efectuar parcerias. Em Braga deparámo-nos com ideias progressistas e estamos certos que os laços históricos podem ser estreitados, dando origem a relações que beneficiem ambas as regiões”, afirmou.

CMB10102016SERGIOFREITAS0000003036.jpg

CMB10102016SERGIOFREITAS0000003039.jpg

MUNICÍPIO ARCUENSE ATENTO AOS MAIS IDOSOS

Câmara Municipal continua a dar atenção à população idosa do concelho

A Câmara Municipal vê na população idosa do concelho um segmento da população que precisa de apoio e de atenção, pois o envelhecimento populacional a que se tem vindo a assistir nos últimos anos alerta para a necessidade de encarar a população idosa como um grupo alvo da intervenção municipal.

IMG_4126.JPG

Por estas razões, criou o Plano Municipal do Idoso o qual congrega um conjunto de iniciativas levadas a cabo em áreas tão importantes como a saúde e a ocupação dos tempos livres, as condições habitacionais e as acessibilidades, as respostas sociais e os serviços de apoio. Para cada um destes eixos estão previstas um conjunto de ações, das quais se destacam: a promoção do exercício físico, nomeadamente através do projeto “Séniores + Ativos”, o qual prevê a realização de um conjunto de atividades direcionadas para a promoção do envelhecimento ativo, nomeadamente sessões de ginástica geriátrica; caminhadas, passeios culturais, e ainda, a realização de umas Olimpíadas Séniores.

O Projeto, que de momento abrange cerca de 150 pessoas, está a ser desenvolvido nas freguesias de S. Jorge, Vale, Guilhadeses, Rio Frio, Loureda, Prozelo, Vila Fonche, Couto, Grade e Soajo.

As atividades são desenvolvidas nas associações, juntas de freguesia ou nas instituições de solidariedade social, por um técnico especializado, e têm como principal objetivo contribuir para autonomia e independência funcional da população.

Também inclui a promoção do convívio e lazer, o apoio à recuperação habitacional de agregados desfavorecidos; de igual modo pretende criar a Comissão de Apoio à População Idosa, a qual terá como principal missão a intervenção junto de idosos em situação de vulnerabilidade social; a melhoria dos cuidados prestados no domicílio, nomeadamente, a criação de uma bolsa de ajudantes domiciliários qualificados, bem como a criação de serviços de apoio temporário para cuidadores informais; a eliminação de barreiras arquitetónicas nos espaços públicos e nos domicílios e ainda, a aposta na criação de serviços de transporte que facilitem a mobilidade dos idosos.

MUNICÍPIO DE GUIMARÃES TEM ESTUDO ELABORADO PARA AMPLIAR PARQUE INDUSTRIAL DE PONTE

AMPLIAÇÃO PREVÊ MAIS 40% DE ÁREA INDUSTRIAL

Reunião do Conselho Consultivo determinou estratégia de desenvolvimento futuro. Domingos Bragança definiu serviços de apoio à atividade empresarial.

Guimaraes_Parque_Industrial_Ponte.JPG

40 mil metros quadrados, a par de um conjunto de melhorias, é a área de construção que está contemplada no estudo prévio elaborado pela Câmara Municipal de Guimarães para a ampliação do Parque Industrial de Ponte, o que representa um aumento de 40% em relação à atual dimensão, com aproximadamente 100 mil metros quadrados, onde estão cerca de meia centena de empresas instaladas.

A apresentação da ideia decorreu na sétima reunião do Conselho Consultivo para o Investimento e Emprego, criado pelo Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, realizada esta segunda-feira, 10 de outubro, no Parque Industrial de Ponte. O processo de revitalização dos parques industriais do concelho e o impacto das empresas na economia, a par da candidatura de Guimarães a Capital Verde Europeia, foi o tema de um encontro, que teve mais de três horas de duração.

A apresentação da Unidade Operativa de Planeamento e Gestão da Ampliação do Parque Industrial, efetuada pelo arquiteto Filipe Fontes, Diretor do Departamento de Urbanismo e de Promoção do Desenvolvimento do Município, inclui também um conjunto de mais-valias rodoviárias, como é o caso da ligação ao nó da futura rotunda de acesso ao AvePark, bem como a criação de uma via periférica que irá melhorar a ligação à variante Fermentões-Silvares e, consequentemente, ao nó da autoestrada, que terá um desnivelamento, em Silvares.

A constituição de uma associação de empresários, a adoção de um novo modelo de gestão, a refuncionalização do parque, com a criação de áreas de descanso e uma estrutura de apoio funcional para camionistas, novos locais para estacionamento, a construção de um auditório para conferências e ações de formação, bem como pontos de carregamento de energia elétrica, foram alguns dos assuntos abordados durante a reunião, amplamente participada. A criação de uma imagem corporativa para a zona industrial e o reforço da sua sinalização foram outros assuntos abordados.

«É altura de pôr tudo em ordem e procedermos a uma qualificação para que tenhamos capacidade de resposta. A Câmara Municipal é uma parceira dos empresários e tem por objetivo regenerar todos os nossos parques industriais para serem exemplos de bom funcionamento ao nível da mobilidade, segurança, locais de estacionamento, proporcionando conforto para quem aqui trabalha e a quem aqui se desloca», disse Domingos Bragança, Presidente do Município, acompanhado na sessão pelo Reitor da Universidade do Minho, Vereador da área económica e Presidente da Junta de Ponte.

Reunindo trimestralmente, o Conselho Consultivo para o Investimento e o Emprego em Guimarães é um órgão de consulta, apoio e participação na definição das linhas gerais de atuação do Presidente da Câmara Municipal de Guimarães e na identificação de áreas estratégicas para o desenvolvimento da economia do concelho que visem a dinamização da atividade económica e a criação de emprego. É constituído por membros designados por inerência de cargo das instituições representadas, que têm natureza efetiva, e membros convidados, que têm natureza transitória e rotativa.

FAMALICÃO DEBATE AS “MARCAS DE MODERNIDADE” E LANÇA PRÉMIO DE ARQUITETURA

Colóquio promovido pela Câmara Municipal e pela Escola Superior Artística do Porto realiza-se no próximo dia 21, nos Paços do Concelho

O arquiteto Januário Godinho (1910 – 1990), autor de diversas obras no concelho de Vila Nova de Famalicão, entre as quais os Paços do Concelho, dá o mote para um conjunto de iniciativas que arrancam no já próximo dia 21 de outubro, e abordam a temática da arquitetura moderna no território famalicense.

Paços do Concelho de Famalicão11.JPG

“Famalicão, Marcas de Modernidade” é o tema do colóquio, que vai decorrer nos Paços do Concelho, e vai reunir conceituados investigadores do panorama nacional. O evento realiza-se a 21 de outubro, a partir das 9h15 e tem inscrições limitadas à capacidade de sala (os interessados devem enviar a sua inscrição através do e-mail: planeamento@vilanovadefamalicao.org).

O evento vai ficar marcado pelo lançamento do Prémio de Arquitetura Januário Godinho, que terá como objetivo galardoar a melhor reabilitação de edifício no concelho. De periodicidade bianual, o Prémio Januário Godinho terá um valor pecuniário de 7 mil euros, cabendo dois mil euros ao promotor da obra e cinco mil à equipa projetista.

Neste dia será ainda realizada uma visita guiada às obras de Januário Godinho no concelho, nomeadamente nas freguesias de Louro e Famalicão. O evento termina com a inauguração da exposição “Januário Godinho Arquiteto (1910 – 1990). Através da materialidade.”, que estará patente até 25 de novembro, nos Paços do Concelho.

Para o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, “a vasta obra que Januário Godinho deixou no nosso território e a sua sensibilidade à relevância do património constituem ensinamentos que merecem ser preservados e divulgados”. Além disso, o evento aborda ainda a arquitetura moderna no território de Famalicão, os edifícios e os arquitetos que os desenharam.

As iniciativas inserem-se no âmbito da colaboração entre a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão e o Grupo de Estudos de Arquitetura do Centro de Estudos Arnaldo Araújo da Escola Superior Artística do Porto, contando com o apoio da Ordem dos Arquitetos – Secção Regional Norte.

JANUÁRIO GODINHO

Arquiteto português nascido em 1910, em Ovar, e falecido em 1990 Januário Godinho estudou na ESBAP - Escola Superior de Belas Artes do Porto, entre 1925 e 1930, tendo obtido o diploma com o estudo para o Hotel do Parque-Vidago em 1941, onde começa a esboçar algumas das preocupações que o perseguem ao longo da sua carreira, como a leitura e interpretação do lugar, o ritual dos acessos, a relação entre paisagem e espaço interior e a criteriosa escolha de materiais.

Inicia o seu período de estágio na década de 30, em colaboração com o arquiteto portuense Rogério de Azevedo, participando ativamente no desenvolvimento do seu trabalho, entre o modernismo e a aproximação que faz ao regionalismo.

Ao longo do seu percurso profissional é notório o relacionamento cada vez mais distanciado de alguns modelos dominantes na Europa Central, sendo evidente um sentido de afirmação da arquitetura como um problema de cruzamento entre modernidade e contemporaneidade, tradição e sítio, afirmando-se numa lógica de contextualização disciplinar, levando a um regionalismo crítico antecipado.

As suas principais obras são: o Mercado do Peixe de Massarelos, Porto (1932); as pousadas realizadas para a Hidroelétrica do Cávado (1949-1959), para Vila Nova, Salamonde, Sidroz e Pisões; Casa Afonso Barbosa, Famalicão (1941); a Sede da Hidroelétrica, Porto (1953); os palácios da Justiça de Tomar (1951), de Vila do Conde (1953), de Ovar (1960) e de Lisboa (1960), em coautoria com João Andersen; o Edifício Calouste Gulbenkian no LNEC - Laboratório Nacional de Engenharia Civil, Lisboa (1961), igualmente em coautoria com João Andersen, e os Planos de Urbanização de Coimbra (1968) e de Amarante (1965).

Refira-se que a relação de Januário Godinho com Vila Nova de Famalicão surge nos anos 40 e prolonga-se até ao final da década de 80. As suas obras pontuam o território, mas é no Louro que se encontra um número mais significativo.

Da obra deixada no concelho por Januário Godinho destaca-se o edifício dos Paços do Concelho e o antigo Tribunal; na freguesia de Antas o edifício para o Banco Português do Atlântico (1953); na freguesia de Brufe a casa Afonso Barbosa (1940-42); na freguesia do Louro várias construções na Quinta de Seara, propriedade do banqueiro Artur Cupertino de Miranda, o mercado, a igreja, a Casa do Povo, o centro paroquial e o cemitério. Na freguesia de Requião, cujo promotor foi o industrial Manuel Gonçalves, destaca-se o projeto da Casa Manuel Gonçalves, a Quinta de Compostela e a Têxteis Manuel Gonçalves.

Mais informações em

http://www.vilanovadefamalicao.org/_coloquio_famalicao_marcas_de_modernidade

CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL DE BRAGA DEFINE LINHAS ESTRATÉGICAS DE INTERVENÇÃO

O vice-presidente do Município de Braga, Firmino Marques, presidiu ao plenário do Conselho Local de Acção Social (CLAS) que teve como principal finalidade apresentar à Rede Social do Concelho projectos estruturantes que visam o bem-estar da população.

braaaggg (1).jpg

Um dos temas apresentados foi o programa ‘Urbact - Boosting Social Innovation’, uma iniciativa multissectorial, de âmbito europeu, com impacto nas cidades para promover acções estratégicas de desenvolvimento local. Neste programa existem quatro áreas específicas como a Inclusão, Economia, Ambiente e Governança, sendo que a Rede Social de Braga irá incidir a sua actuação dando contributos para a Inclusão e Economia, desenvolvendo um modelo de inovação social, a fim de ser implementado a nível local.

“Este é um desafio extremamente aliciante para todos os parceiros que compõem a Rede Social de Braga. É importante entrar este comboio europeu, uma vez que irá facilitar a realização de muitas iniciativas que, de outra forma, seriam quase impossíveis de serem concretizadas”, referiu Firmino Marques, durante a sessão que teve lugar esta Quarta-feira, 12 de Outubro, na Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva, em Braga.

Outro dos pontos desta reunião foi a apresentação do programa ‘Apoio 65 – Idoso em Segurança’, uma iniciativa do Ministério da Administração Interna que visa o apoio à população mais vulnerável, como é o caso dos idosos, principalmente os que vivem mais afastados ou isolados dos centros populacionais mais activos.

Como explicou Firmino Marques, este programa, apresentado pelo destacamento territorial de Braga da Guarda Nacional Republicana (GNR), “assenta na prevenção e contenção de criminalidade, no fortalecimento de parcerias, na responsabilização e participação dos cidadãos, materializando-se no reforço do policiamento local e na criação de uma rede de contactos de forma a serem dadas indicações às autoridades de situações de risco”.

Ainda no âmbito deste programa, a GNR realiza, anualmente, os ‘Censos Sénior’, uma iniciativa que “sinaliza os idosos em situações de risco que posteriormente serão acompanhadas”. Segundo Firmino Marques, este programa “tem sido implementado no terreno pela GNR com muito sucesso e, uma vez que muitas das nossas instituições trabalham com idosos, este momento serviu para tirar dúvidas e perceber como podemos melhorar a nossa articulação com os agentes da autoridade, de forma a prevenir ocorrências”, concluiu.

A Rede Social de Braga conta com a participação activa de uma centena de parceiros, representantes de várias entidades, como Organismos Públicos, Instituições Particulares de Solidariedade Social, Juntas de Freguesia, ONG, Associações e entidades empresariais, com responsabilidade na área social.

braaaggg (2).jpg

braaaggg (3).jpg

ARCOS DE VALDEVEZ REÚNE EXECUTIVO MUNICIPAL

REUNIÃO ORDINÁRIA DE 10 DE OUTUBRO DE 2016

PERÍODO ANTES DA ORDEM DO DIA:

No período Antes da Ordem do Dia o Sr. Presidente deu conta que a Câmara Municipal far-se-á representar, na próxima quinta-feira, no aniversário da Associação Cultural do Minho, em Toronto, no Canadá, pelo Presidente da Câmara Municipal, João Esteves, e o vereador Hélder Barros.

 De igual modo informou que foi aprovado na Assembleia da Republica que o Tribunal de Arcos de Valdevez volte a ter a competência para os seus litígios em família e menores já a partir de 2017.

Também informou que estão a terminar as visitas às freguesias no âmbito da preparação do Plano de Atividades, o qual rondará os 28 milhões de euros.

REQUALIFICAÇÃO DA EB 2,3/S DE ARCOS DE VALDEVEZ: foi deliberado aprovar a adjudicação à empresa Baltor – Engenharia e Construção, Ldª, pelo valor de 2.687.246,45 €, não incluindo o IVA.

AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS PARA CONTRATAÇÃO DE DOCENTES PARA ATIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR / ANO LETIVO 2016/2017: - foi deliberado aprovar a adjudicação à empresa Egor Consulting – Desenvolvimento de Pessoas e Negócios, Lda., pelo valor de 42.737,10 €, não incluindo o imposto sobre o valor acrescentado (IVA).

PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PARA ESTUDO HISTÓRICO E ARQUELÓGICO DO CENTRO INTERPRETATIVO DO BARROCO – IGREJA DO ESPÍRITO Santo – ARCOS DE VALDEVEZ: foi deliberado aprovar a adjudicação à firma Archeo'Estudos, Investigação Arqueológica, Lda, pelo valor de 69.550,00 euros mais IVA.

INSTALAÇÂO DA REDE DE DEFESA DA FLORESTA CONTRA INCÊNDIOS DE ARCOS DE VALDEVEZ – ABERTURA DE REDE PRIMÁRIA E SECUNDÁRIA DE FAIXAS DE GESTÃO DE COMBUSTÍVEL (MIRANDA, RIO FRIO, PADREIRO STA CRISTINA, PROSELO, PARADA E VLAFONCHE: foi deliberado adjudicar o serviço à firma Ambiflora, Lda., pelo valor de 194.650,04 euros, não incluindo IVA.

Reabilitação da Rede de Infraestruturas de Abastecimento de Água e Drenagem de Águas Residuais “Carreira” UF de Arcos de Valdevez (S. Paio e Giela): foi deliberado aprovar pelo valor base de 40.000,00 € o projeto para a execução da empreitada mencionada em epígrafe, com o intuito de dar início ao procedimento concursal tendente à sua adjudicação.

OBRAS MUNICIPAIS

REQUALIFICAÇÃO E REDEFINIÇÃO DO ARRUAMENTO DA LAMELA: foi deliberado aprovar o planeamento apresentado pela empresa adjudicatária da obra para a correção dos defeitos exarados no auto de vistoria datado de 4/02/2013, evitando-se assim o uso das garantias bancárias e eventual litígio jurídico no entanto.

RECONSTRUÇÃO E ADAPTAÇÃO DE EDIFICIO NA RUA DO ESPIRITO SANTO/RUA CARLOS CUNHA (VALETA) -TRABALHOS DE DEMOLIÇÃO E CONTENÇÃO PERIFÉRICA: foi deliberado autorizar a liberação de 30% da caução, bem como proceder à homologação do auto.

REABILITAÇÃO DA ESTRADA DO GIÃO- 1ª FASE: foi deliberado autorizar a liberação de 30% da caução, bem como proceder à homologação do auto.

BENEFICIAÇÃO DE PARQUES E JARDINS – GREENWAYS – CIRCUITO BIO SAUDÁVEL: foi deliberado aprovar a prorrogação do prazo da obra por mais 30 dias.

REQUALIFICAÇÃO DE ACESSO PÚBLICO EM VALVERDE: foi deliberado aprovar o Auto de Consignação da obra em epígrafe, adjudicada à empresa Concretos Vez - Construção Civil e Obras Públicas, Lda., pelo valor de 13.843,00 Euros (S/IVA) com o prazo de execução de 30 dias.

AMPLIAÇÃO DA REDE DE SANEAMENTO BÁSICO A TABAÇÔ – NÚCLEO CENTRAL: foi deliberado aprovar o plano de trabalhos ajustado ao plano final de consignação e o correspondente plano de pagamentos.

AMPLIAÇÃO DA REDE DE SANEAMENTO BÁSICO - PARADA AO LONGO DA EN 101: foi deliberado aprovar o plano de trabalhos ajustado ao plano final de consignação e o correspondente plano de pagamentos.

AMPLIAÇÃO DA REDE DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA - FREGUESIA DE GONDORIZ – OUTEIRINHOS/PEDREIRA: foi deliberado homologar o auto de vistoria para efeitos deliberação de 30% da caução

DIVISÃO DE AMBIENTE E SERVIÇOS DE GESTÃO

EN(M)101 Km 50+400 2 47+700 – PROJETO DE DECISÃO DE DEFERIMENTO DE LICENÇA: a Câmara Municipal homologou o contrato a celebrar entre a Infraestruturas de Portugal, SA. e o Município, relativo à instalação de coletor na EN 101, no âmbito da empreitada de "Ampliação da rede de Saneamento Básico - Freguesias de Prozelo e Aguiã ao longo da EN101”.

São devidas taxas de instrução e ocupação no valor de 7.450,00€, acrescida de uma caução no valor de 40.500,00€, que devem ser pagas no prazo de 30 dias a partir da notificação.

AMPLIAÇÃO E BENEFICIAÇÃO DA REDE DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA – FREGUESIA DE GONDORIZ (SEIXAL/VILA BOA): foi deliberado aprovar a homologação do auto.

EMPREITADA DE - REMODELAÇÃO DO MERCADO MUNICIPAL: foi deliberado aprovar o auto de consignação da empreitada em epígrafe, adjudicada à empresa PREDILETHES – CONSTRUÇÕES, Lda., pelo valor de 520.412,51 euros, com prazo de execução de 240 dias.

EXPEDIENTE

ANMP- ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE MUNICÍPIOS: foi deliberado aprovar o pagamento do valor da quota anual de €4.815.78 para este Municipio que tem entre 10.000 a 40.000 eleitores.

FORNECIMENTO DE ÁGUA – PEDIDO DE PAGAMENTO EM PRESTAÇÕES:

Foi deliberado aprovar o pagamento em prestações das dívidas do consumo de água de 4 famílias do concelho.

ÁGUAS E SANEAMENTO – PEDIDO DE PAGAMENTO EM PRESTAÇÕES DE RAMAL DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA PÚBLICA – PROCESSO-AS-RAM 125/2016: foi deliberado autorizar o pagamento do valor em dívida em 6 prestações mensais.

MONÇÃO INAUGURA ANO LECTIVO NA UNIVERSIDADE SÉNIOR

Na sessão de abertura, realizada ontem à tarde no auditório da Biblioteca Municipal de Monção, o Vereador das Atividades Socioculturais, Paulo Esteves, desejou aos presentes um bom ano letivo preenchido com momentos de convívio, partilha de ideias e enriquecimento cultural.

Usenior 01 (Large).JPG

As aulas da Universidade Sénior de Monção tiveram início hoje. A receção aos alunos e sessão de abertura, com a presença do vereador das atividades Socioculturais, Paulo Esteves, realizou-se ontem à tarde no auditório da Biblioteca Municipal de Monção

Paulo Esteves deu as boas vindas aos presentes e desejou-lhes um bom ano letivo preenchido com momentos de convívio e enriquecimento cultural. “A universidade sénior é um espaço de aprendizagem e partilha de ideias mas também de convívio e camaradagem entre os alunos” sublinhou.

Visivelmente satisfeito com o significativo número de pessoas presentes na sala, o responsável pela pasta da cultura abordou ainda o desejo da Universidade Sénior de Monção em ter um espaço próprio, referindo que o assunto não está esquecido e que, a breve prazo, haverá desenvolvimentos nesse sentido.

Com meia centena de alunos inscritos, no ano letivo 2016/2017serão ministradas as disciplinas de dança; corpo, mente e bem-estar; artes decorativas, conversas; partilha de saberes/itinerários do património; informática; culinária; pilates; cavaquinho e canto (tuna).

As aulas realizam-se no Complexo de Piscinas Municipal, Arquivo Municipal, Biblioteca Municipal, quartel dos bombeiros e Escola Profissional de Monção. A mensalidade é de 15,00 € acrescido, apenas no primeiro mês, de 5,00 € para o pagamento do seguro. As atividades extracurriculares e as aulas de cavaquinho são pagas à parte.

O plano de atividades engloba ainda diversas atividades de enriquecimento pessoal como oficinas de trabalho, palestras, tertúlias, exposições, caminhadas, festas temáticas, viagens de estudo e intercâmbio com outras universidades seniores existentes no país.

Usenior 02 (Large).JPG

Usenior 03 (Large).JPG

Usenior 04 (Large).JPG

CAMINHA RECEBE A ÚLTIMA REUNIÃO DESCENTRALIZADA DESTA TEMPORADA

Sessão pública irá decorrer no dia 26 de outubro, pelas 18h30, no Salão Nobre dos Bombeiros Voluntários de Caminha

Caminha vai receber a última reunião pública descentralizada desta segunda temporada. No dia 26 de outubro, pelas 18h30, Miguel Alves e o restante executivo caminhense estarão no Salão Nobre dos Bombeiros Voluntários de Caminhapara ouvirem as preocupações e os desafios da população das freguesias de Caminha e Vilarelho.

bombeiros _Caminha 2016.jpg

As sessões públicas descentralizadas são um instrumento de participação que os caminhenses têm, desde janeiro de 2014, à disposição para dialogar diretamente com os decisores políticos do concelho. Além de favorecerem a proximidade junto da população, estas reuniões permitem ao executivo ouvir, esclarecer e prestar contas da gestão municipal, contribuindo assim para a criação de elos de ligação mais fortes entre as pessoas e o executivo e para uma democracia local mais participativa.

Estas reuniões apresentam como único ponto da ordem de trabalhos a audição dos munícipes. Assim, os munícipes de Caminha e Vilarelho que queiram intervir deverão proceder à sua inscrição, com uma antecedência mínima de 48 horas, na Câmara Municipal, através do telefone 258 710 300 ou do email geral@cm-caminha.pt. Ainda o podem fazer na Junta de Freguesia de Caminha e Vilarelho. É de realçar que, no momento da inscrição, deverão indicar o contacto telefónico e o assunto a tratar. Será dada prioridade aos assuntos relacionados com as freguesias em questão e de interesse coletivo e/ou público.

Recorde-se que as reuniões públicas descentralizadas são, a par da atribuição de gabinetes aos partidos da oposição, da criação do Provedor do Munícipe, da transmissão online das Assembleias Municipais, do atendimento personalizado aos cidadãos, quer em Caminha, quer em Vila Praia de Âncora, do debate e da votação aberta de grandes projetos como o do Mercado Municipal de Caminha, da implementação do Orçamento Participativo, uma das marcas do executivo liderado por Miguel Alves.

AMARES DEBATE SAÚDE MENTAL

No âmbito da comemoração do dia Mundial da Saúde Mental, que se celebra anualmente, desde 1992, a 10 de outubro, a Unidade de Cuidados na Comunidade (UCC) de Amares do ACeS Cávado II - Gerês/ Cabreira, em parceria com o Município de Amares, a União de Juntas de Freguesias de Figueiredo-Amares, o Agrupamento de Escolas de Amares e a Ordem dos Enfermeiros, realiza, pelo segundo ano consecutivo, o evento “SeMenteVital II – cuidar para colher”. A iniciativa decorre amanhã (dia 13 de outubro), no Auditório Conde Ferreira, em Amares.

147464445779894.jpg 

A Saúde Mental tem vindo a assumir cada vez mais importância. As perturbações psiquiátricas e os problemas de saúde mental são a principal causa de incapacidade/ morbilidade das sociedades modernas.

Este evento, pretende, contribuir para o desenvolvimento do Cuidar em Enfermagem na promoção da Saúde Mental; Aprimorar as intervenções diferenciadas da Especialidade em Enfermagem de Saúde Mental e Psiquiátrica; Partilhar experiências no âmbito da Saúde Mental em contexto comunitário; Refletir sobre temas da atualidade, mobilizando conhecimentos de diferentes disciplinas.

O Programa apresenta-se organizado em quatro mesas: “As novas adições, um desafio para todos”; “Ao alcance do equilíbrio mental”; “Cuidar daquele que cuida”; “Comportamentos suicidários, que estratégias comunitárias?”.

PONTE DA BARCA RECEBE CONCERTO DOS “BEST YOUTH”

Duo formado por Ed Rocha Gonçalves e Catarina Salinas atua no dia 22 de outubro na Casa da Cultura, onde vai apresentar o primeiro álbum de estúdio 'Highway Moon'.

Best Youth red (1).jpg

Bilhetes custam 2€ e estão à venda na Casa da Cultura e na Loja Interativa de Turismo

A Casa da Cultura de Ponte da Barca recebe, no dia 22 de outubro, às 22h, o concerto do duo português 'Best Youth'. O duo formado por Ed Rocha Gonçalves e Catarina Salinas vai apresentar o primeiro álbum de estúdio 'Highway Moon', lançado em 2015, e que sucedeu ao EP de estreia, 'Winterlies', lançado em 2011.

O álbum foi acolhido calorosamente, tanto pela crítica como pelo público, terminando 2015 no topo das listas de melhores discos da maioria dos meios nacionais. 'Highway Moon' foi o Melhor Disco de Música Portuguesa de 2015para a equipa do programa Autores Fora d’ Horas, da SIC Notícias, recebendo a mesma distinção dos leitores da revista BLITZ e do programa Santos da Casa, da Rádio Universitária de Coimbra, o mais antigo espaço radiofónico dedicado à música nacional. Quando 'aterrou' nos palcos, 'Highway Moon' voltou a mostrar os Best Youth como banda cintilante e imperdível ao vivo; em 2016, Ed e Catarina tornaram a agitar grandes salas de norte a sul e festivais comoRock Nordeste, Bons Sons, Festival F e Paredes de Coura, onde foram uma das principais atrações do primeiro dia.Neste final de ano, os Best Youth encontram-se já a preparar o sucessor de 'Highway Moon', que chegará em 2017.Os Bilhetes custam 2€ e estão à venda na Casa da Cultura (258 454 425) e na Loja Interativa de Turismo (258 455 246).

14681063_856018537832464_8851180040822978309_o.jpg

“PIOLHOS E ATORES” EFECTUAM DIGRESSÃO PELAS FREGUESIAS DO CONCELHO DE CAMINHA

Esta semana nos palcos de Argela e Vilar de Mouros

Depois do sucesso da estreia, “Piolhos e Atores”, de José SanchisSinisterra, entra em digressão pelas várias freguesias do concelho. Esta semana, nos dias 14 e 15, a Krisálida – Associação Cultural do Alto Minho e a Câmara Municipal levam o teatro às freguesias de Argela e Vilar de Mouros. A entrada é gratuita.

Piolhos e Atores.jpg

“Piolhos e Atores”, de José SanchisSinisterra, estreou no sábado, com casa cheia no Valadares, Teatro Municipal de Caminha. A partir do dia 14, entrará em digressão e subirá ao palco de uma das 14 freguesias do concelho. Assim, no dia 14 de outubro, pelas 21h30, “Piolhos e Atores” sobe ao palco do Centro Cultural de Argela e no dia 15 de outubro, estará no Centro de Instrução e Recreio Vilarmourense.

Esta peça de teatro é promovida no âmbito de um protocolo celebrado entre a Câmara Municipal de Caminha e a Krisálida – Associação Cultural do Alto Minho.

Até ao dia 18 de novembro será ainda possível ver “Piolhos e Atores”, no dia 21 de outubro, na sede da União de Freguesias de Arga (Arga de Cima); no dia 22 de outubro  no Centro Cultural de Dem; no dia 28 de outubro, no Centro Cultural de Gondar e no dia 29 de outubro, será a vez do Centro Paroquial e Social de Riba de Âncora. Em novembro a digressão de “Piolhos e Atores” continua. No dia 4, sobe ao palco da Sociedade de Instrução e Recreio Ancorense; no dia 11 na Associação Moledense de Instrução e Recreio; no dia 12 na Casa de São Bento em Seixas; no dia 18 no Centro Cultural de Azevedo e termina no dia 19 de novembro, na Casa do Povo em Lanhelas.

“Piolhos e Atores” é uma adaptação da obra de José SanchisSinisterra, dramaturgo e diretor teatral espanhol, escrita em 1980.Trata-se de um espetáculo teatral sobre a condição do ator e da sua posição na sociedade.

Quanto à ficha artística e técnica de “Piolhos e Atores”, a encenação está a cargo de Carla Magalhães; a interpretação de Alexandre Martins e Jorge Alonso; a cenografia e figurinos de Joana Carvalho; o desenho de luz de Rui Gonçalves; o apoio musical de Nuno J. Loureiro; as máscaras de Luís Magalhães; a fotografia e vídeo de Marco Lima e o secretariado de Maria Meixeiro.

MINHOTOS CAMINHAM PELO TRILHO DAS BRUXAS NO GERÊS

A 29 de Outubro, organizado pela associação empresarial Gerês Viver turismo, vai realizar-se a terceira edição do evento “Trilho das Bruxas”.

TilhodasBruxas (3).jpg

Em 2016, novamente dedicado a alguns dos mistérios do Gerês, o programa volta a incluir uma apelativa e interessante caminhada nocturna com a recriação de lendas e uma queimada com esconjuro.

Para além disso, vai estar instalada a “Feirinha das Bruxas” com comes e bebes e outros produtos.

Aos participantes será oferecido um copo alusivo ao evento.

São ingredientes suficientes para que seja uma noite diferente, agradável e divertida no Gerês. Para os interessados, informação completa pode ser consultada na agenda do site www.geres.pt ou na página Facebook - www.facebook.com/geresviverturismo.

TERRABOURENSES PASSEIAM A FÁTIMA

XVI Convívio Sénior de Terras de Bouro com 950 participantes

No passado dia 8 de outubro decorreu mais um Convívio Sénior do concelho de Terras de Bouro, acontecimento que juntou cerca de 950 terrabourenses no Santuário de Fátima.

Do encontro anual, que procurou proporcionar momentos de convívio, de partilha, de reflexão espiritual e de boa disposição a todos os participantes, fez parte a eucaristia presidida pelo  Arcipreste de Terras de Bouro, Padre Almerindo Costa, acompanhado pelo  Padre Fernando Bento e pelo Padre Albino Meireles, além do almoço convívio.

tboufatm (1).jpg

tboufatm (2).jpg

tboufatm (3).jpg

tboufatm (4).jpg

tboufatm (5).jpg

tboufatm (6).jpg

SEM-ABRIGO DESAFIADOS A FOTOGRAFAR O PORTO RECEBEM AS MÁQUINAS DIA 17 NO DIA MUNDIAL PARA A ERRADICAÇÃO DA POBREZA E DOS SEM-ABRIGO

As 15 pessoas sem-abrigo que aceitaram o repto da Dreambooks para fotografar a cidade do Porto vão receber as suas máquinas fotográficas na próxima segunda-feira, dia 17 de outubro, às 14h30, no Instituto Português de Fotografia.

Os participantes desta iniciativa, inserida no projeto “Portugal, o Melhor Destino”, vão ainda participar num workshop ministrado por formadores do Instituto Português de Fotografia.

Depois disso, terão uma semana para a captação das imagens, finda a qual devolverão as câmaras à organização que, depois do processo de revelação das películas, irá colocar as imagens numa plataforma on-line onde as fotografias mais votadas irão integrar uma exposição no Centro Português de Fotografia.

O objetivo é a recolha de imagens que promovam a cidade do Porto enquanto destino turístico, e a primeira edição conta com o apoio da Câmara Municipal do Porto, Centro Português de Fotografia e Instituto Português de Fotografia, da Fujifilm e do Olhares.

O projeto, que prevê percorrer várias cidades do país, arranca no Porto, sendo que no próximo ano poderá ser Lisboa a recebê-lo.

A organização quer conseguir um olhar diferente sobre as cidades, ao mesmo tempo que promove a integração e valorização dos participantes, assim como a recolha de fundos que irão reverter a favor de instituições com fim social.

Recorde-se que “Portugal, o Melhor Destino” envolveu milhares de fotografias enviadas por portugueses e recebeu o certificado oficial do Guinness do maior álbum fotográfico do mundo. Com 4,5 metros de altura e 8 metros de comprimento por página , incluía 10 mil fotografias que ilustravam todas as regiões de Portugal e várias expressões da portugalidade. O objetivo foi, então, promover Portugal enquanto destino turístico, e contou com Diogo Morgado como embaixador da iniciativ

A Dreambooks é especialista na produção de álbuns digitais, presentes e produtos de decoração personalizados com fotografia.

Desde 2009, é líder do setor em Portugal, tendo uma carteira de mais de 190 mil clientes na vertente consumo, cerca de 40 mil encomendas anuais e estando já presente em mais de mil lojas de fotografia a nível nacional e em várias cadeias de lojas multi-especialistas.

A marca representa cerca de 20% do negócio do grupo LFM Corporate, a que pertence, e conta já com uma forte presença internacional.

ESCRITORA PAULA RUIVO LANÇA EM PONTE DE LIMA LIVRO SOBRE BULLYING

A escritora Paula Ruivo apresenta a sua última obra literária – “Não quero ser o que sinto…” - no próximo sábado, 15 de outubro, pelas 15h00, no Auditório da Biblioteca Municipal de Ponte de Lima.

Paula Ruivo.jpg

Habituada a um registo mais infantil em anteriores narrativas, a autora explora agora o universo juvenil abordando a complexidade do bullying em contexto escolar e fornecendo ferramentas de prevenção, de consciencialização comportamental e de reação concertada.

Uma obra atual, de pertinência temática, que ajuda a identificar os sinais de alerta e a procurar a ajuda necessária para as vítimas de agressões físicas e/ou morais continuadas, geralmente incapazes de ripostar e de reagir por força de circunstâncias diversas.

Um livro que se recomenda não apenas a jovens, pais, professores e educadores, mas à sociedade em geral.

Depois do lançamento de “Não quero ser o que sinto…”, Paula Ruivo apresentará a sua mais recente obra nas Bibliotecas Escolares de Ponte de Lima, nos dias 17, 18, 19 e 20 de outubro, em sessões duplas agendadas para as 09h30 e para as 14h30.

Paula Ruivo nasce em 1977 na freguesia de Vitorino das Donas, concelho de Ponte de Lima. Com sete anos vai viver para Lisboa, residindo atualmente na Venda do Pinheiro. É coordenadora e gestora de um espaço dedicado a terapias complementares, nomeadamente o Reiki.

Dedica-se à literatura infantil, tendo já publicado “A ervilha que queria ir à escola”, “A ervilha que queria ir ao zoo”, “A ervilha que queria ir de férias” e “Hiroki: o livro mágico”.

BARQUENSES REALIZAM MAGUSTO EM LAVRADAS

Tradicional Magusto em Ginzo Lavradas – Ponte da Barca. Dia 30 de outubro, a partir das 14h30

Vai ter lugar no próximo dia 30 de outubro, a partir das 14h30, no lugar de Ginzo, em Lavradas, o Magusto Tradicional.

magustolavr.jpg

A iniciativa, aberta a toda a comunidade e de participação totalmente gratuita, vai oferecer sardinha assada, broa caseira e caldo verde. As castanhas assadas e o vinho verde da região também não poderiam faltar, para acompanhar os momentos musicais que por ali vão passar, e onde a concertina será a rainha.

Uma festa popular cheia de animação e sabor. Compareçam, trazendo a concertina ou outro instrumento musical, e participem no magusto mais tradicional desta região.

TERRABOURENSES VISITAM SAINT-ARNOULT-EN-YVELINES EM FRANÇA

Comitiva de Terras de Bouro de visita  Saint-Arnoult-en-Yvelines

Entre os dias 7 e 9 de outubro uma comitiva de Terras de Bouro, composta por cerca de vinte e cinco pessoas, efetuou uma visita de cortesia e cooperação a Saint-Arnoult-en-Yvelines.

teeebooo (1).jpg

Do programa constou uma visita em autocarro a algumas referências turísticas da capital francesa como o Palácio dos Inválidos, nomeadamente, ao museu das forças armadas e à catedral “des Invalides”, onde foi possível percorrer o Panteão dos Militares, onde está também o sarcófago de Napoleão Bonaparte. A visita ao Senado foi, igualmente, um ponto alto desta jornada, onde a comitiva teve a oportunidade de almoçar no restaurante dos senadores, além da possibilidade de visitar o hemiciclo e a sala de conferências, onde está em exposição uma das poucas cópias originais da Constituição Francesa.

Saint-Arnoult-en-Yvelines, como é sabido, regista uma forte implantação de emigrantes portugueses, nomeadamente, terrabourenses e, assim sendo, com o desejo de fortalecer ainda mais as relações amigáveis já existentes, realizou-se mais esta visita no âmbito do protocolo de geminação existente entre as duas localidades e sociedades no âmbito cultural, social e económico, tendo por objetivo o incremento do conhecimento de valores e costumes de ambas as comunidades, contribuindo desta forma para o fortalecimento dos laços de intercâmbio entre os respetivos municípios.

teeebooo (2).jpg

teeebooo (3).jpg

teeebooo (4).jpg

teeebooo (5).jpg

teeebooo (6).jpg

PÓVOA DE LANHOSO ASSINALA DIA INTERNACIONAL PARA A REDUÇÃO DE CATÁSTROFES

A Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso vai associar-se, como vem sendo habitual, à evocação do Dia Internacional para a Redução de Catástrofes, no próximo dia 13 de outubro, quinta-feira, na Escola Secundária da Póvoa de Lanhoso.

Vista panoramica da Vila da PVL (Arquivo 2016).JPG

“A prevenção para a redução de catástrofes é um tema que nunca deve ser descurado. Tendo o Município a possibilidade de, em parceria com a Escola Secundária, proporcionar aos alunos do nosso concelho uma manhã sobre a temática, não houve qualquer hesitação em participar na iniciativa. Pretende-se que os jovens possam terminar a manhã mais preparados para evitar e reagir a situações desta natureza", salienta o Vereador da Proteção Civil da Autarquia, André Rodrigues.

O início da sessão de sensibilização e de informação está agendado para as 10h00, com as intervenções do Diretor da Escola Secundária da Póvoa de Lanhoso, José Ramos, e do Vereador da Proteção Civil da Autarquia, André Rodrigues.

Seguir-se-á a realização do exercício “A Terra Treme” (proposto pela Autoridade Nacional de Proteção Civil) com o objetivo de treinar o “Abaixar”, o “Proteger” e o “Aguardar” em caso de Sismo. Estão ainda previstas as intervenções do Comandante dos Bombeiros da Póvoa de Lanhoso, António Veloso, e de um representante da empresa Firemap sobre a “Utilização de drones na prevenção de catástrofes”.

Esta atividade destina-se a alunos e alunas dos 10º e 11.º anos. De lembrar que “Viver para contar” é o tema que a Assembleia Geral das Nações Unidas propõe para este ano.

O início da sessão de sensibilização e de informação está agendado para as 10h00, com as intervenções do Diretor da Escola Secundária da Póvoa de Lanhoso, José Ramos, e do Vereador da Proteção Civil da Autarquia, André Rodrigues.

Seguir-se-á a realização do exercício “ A Terra Treme” (proposto pela Autoridade Nacional de Proteção Civil) com o objetivo de treinar o “Abaixar”, o “Proteger” e o “Aguardar” em caso de Sismo. Estão ainda previstas as intervenções do Comandante dos Bombeiros da Póvoa de Lanhoso, António Veloso, e de um representante da empresa Firemap sobre a “Utilização de drones na prevenção de catástrofes”.

Esta atividade destina-se a alunos e alunas dos 10º e 11.º anos. De lembrar que “Viver para contar” é o tema que a Assembleia Geral das Nações Unidas propõe para este ano.

VOTAÇÃO DOS PROJETOS DO ORÇAMENTO PARTICIPATIVO DE CAMINHA 2016 TERMINA SEXTA-FEIRA

Termina sexta-feira a votação dos projetos que os caminhenses querem ver desenvolvidos no concelho, no âmbito do Orçamento Participativo (OP) 2016.  Cada cidadão maior de 16 anos poderá votar em dois projetos e poderá fazê-lo presencialmente na Câmara Municipal, no Gabinete de Apoio ao Munícipe em Vila Praia de Âncora ou nas freguesias de Vilar de Mouros, Lanhelas, Seixas e Vilarelho. Esta tarde, a viatura itinerante estará na Junta de Freguesia de Vilar de Mouros.

Votaçao OP 2016.jpg

A decorrer desde o dia 19 de setembro, o OP 2016 contempla 19 projetos a votação. Na verdade, até sexta-feira, os interessados em participar no OP 2016 poderão fazê-lo na Câmara Municipal de Caminha, das 09h00 às 13h00 e das 14h00 às 16h30 e no Gabinete de Apoio ao Munícipe em Vila Praia de Âncora, das 09h00/13h00 e das 14h00 às17h00. Para além destes postos fixos, o Município disponibiliza uma viatura itinerante que está a percorrer as freguesias do concelho. Esta tarde, estará na Junta de Freguesia de Vilar de Mouros, entre as 17h30 e as 19h30. Amanhã, dia 12 de outubro, a viatura deslocar-se-á até à freguesia de Lanhelas, cujo local da votação será a Junta de Freguesia entre as 17h30 e as 19h30. No dia 13, a viatura estará na Junta de Freguesia de Seixas e no dia 14, na antiga Junta de Freguesia de Vilarelho. Em Vilarelho a votação vai decorrer entre as 16h00 e as 18h00.

Recorda-se que os projetos a votação são: Execução do projeto do Cais da Rua Sul – União das freguesias de Caminha e Vilarelho (65 mil euros); Requalificação da Rua D. Urraca – União das freguesias de Caminha e Vilarelho (65 mil euros); Recuperação do moinho de Vento do Carvoeiro – União das freguesias de Moledo e Cristelo (65 mil euros); Pavimentação do Estradão do Montanhão – União das freguesias de Moledo e Cristelo e União das freguesias de Caminha e Vilarelho (65 mil euros); Requalificação da Rua 13 de fevereiro – Vila Praia de Âncora (60 mil euros); Recuperação do Monte Calvário – Vila Praia de Âncora (65 mil euros); Homenagem às Crianças (construção de monumento) – Vila Praia de Âncora (30 mil euros); Forno comunitário (Do Campo à Mesa) – Riba de Âncora (45 mil euros); Aquisição de máquina retroescavadora – Riba de Âncora (65 mil euros); Aquisição de carrinha com grua – Riba de Âncora (55 mil euros); Rede WI-FI e postos internet gratuitos -  freguesias de Seixas, Lanhelas e Vilar de Mouros (65 mil euros);  Parque Infantil -  Vilar de Mouros (40 mil euros); Beneficiação do Jardim de Infância de Âncora – Âncora (65 mil euros); Parede de Escalada - Lanhelas (50 mil euros); Requalificação da casa das Pedras Ruivas – Seixas (65 mil euros); Requalificação do caminho da Aldeia – União das freguesias de Gondar e Orbacém(65 mil euros); Aquisição de duas viaturas e equipamento para a unidade de apoio domiciliário de Gondar e Orbacém – União das freguesias de Gondar e Orbacém (65 mil euros); Requalificação do parque de merendas junto ao rio Âncora – União das freguesias de Gondar e Orbacém (65 mil euros); eRequalificação do caminho entre Argela e Venade (Colarinha e Aldeia Nova) – União das freguesias de Venade e Azevedo e Argela (65 mil euros).

OOP de Caminha é um processo de participação cidadã, que visa assegurar o envolvimento dos munícipes na decisão anual sobre as prioridades de investimento público autárquico, reforçando, desse modo, os mecanismos de interação com a população, de transparência na alocação dos recursos públicos e de aprofundamento da democracia a nível local.  O Orçamento Participativo 2016 contempla uma verba de 195 mil euros, o que correspondente ao montante de IRS que se prevê que os munícipes do concelho paguem durante o ano de 2016.

VIMARANENSES DEBATEM EMPREGABILIDADE DO AVE

ESTA QUARTA-FEIRA, 12 DE OUTUBRO

Guimarães recebe 1º Encontro de Educação Especial e Empregabilidade do Ave

Evento no Centro Cultural Vila Flor contará presença de Secretária de Estado da tutela. Sessão decorrerá ao longo de todo o dia.

A Secretária de Estado da Inclusão das Pessoas com Deficiência, Ana Sofia Antunes, estará em Guimarães esta quarta-feira, 12 de outubro, por ocasião do primeiro Encontro de Educação Especial e Empregabilidade do Ave, subordinado ao tema “Escola, Formação e Empregabilidade das Pessoas com Deficiência – Que Perspetivas?”, que decorrerá no Centro Cultural Vila Flor, a partir das 09:30 horas.

“A Abordagem Conceptual da Educação Especial” será o assunto em destaque no primeiro painel deste encontro, às 10 horas, que contará com moderação da professora Rosário Ferreira, coordenadora da Rede de Educação Especial do Plano para o Crescimento Inclusivo do Ave. As oradoras serão Graça Breia, da Direção Geral de Educação, e Anabela Cruz Santos, da Escola de Educação da Universidade do Minho.

Depois de uma pausa, o segundo painel tem início às 11:30 horas e será dedicado ao tema “Depois da Escola: Que Respostas?”. O professor Luís Fânzeres, docente de Educação Especial do Ave, será o moderador deste debate que contará com as intervenções de David Rodrigues, Presidente da Associação Nacional de Docentes de Educação Especial, e de José Mesquita, Delegado Regional da DGEST.

De tarde, às 14:30 horas, o encontro prossegue com o terceiro painel intitulado “Empregabilidade das Pessoas com Deficiência: Que Perspetivas?”. A moderação pertencerá a Luís Roque, coordenador da Rede de Educação Especial do Plano para o Crescimento Inclusivo do Ave, e os oradores da sessão serão Nuno Boticas, Diretor do Centro do Emprego do Médio Ave, e Ana Paula Moreira, coordenadora do Centro de Formação da CERCIGUI.

O quarto painel está agendado para as 15:30 horas. O debate vai girar em torno do “Papel das Entidades Públicas Municipais e Supramunicipais no Desenvolvimento da Educação Especial na NUT III Ave” e contará com coordenadores do Plano para o Crescimento Inclusivo do Ave, Adelina Paula Pinto e Leonel Rocha. A moderação estará a cargo de Anabela Cruz Santos, da Escola de Educação da Universidade do Minho.

O “I Encontro de Educação Especial e Empregabilidade do Ave: Escola, Formação e Empregabilidade das Pessoas com Deficiência – Que Perspetivas?” é promovido pela Câmara Municipal de Guimarães, Fórum Municipal das Pessoas com Deficiência, Comunidade Intermunicipal do Ave e pelo Plano para o Crescimento Inclusivo do Ave.

BRUXELAS ANALISA POLÍTICA ECONÓMICA E EDUCATIVA DE FAMALICÃO

Política económica e educativa de Famalicão em destaque nos Open Day em Bruxelas. Comissão Europeia convidou Câmara para dar a conhecer a sua prática de desenvolvimento na Semana das Cidades e Regiões da Europa

As políticas As políticas económicas e educativas desenvolvidas pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão estiveram ontem, 10 de outubro, em destaque na Semana Europeia das Cidades e das Regiões da Europa - Open Days -, que estão a decorrer em Bruxelas ao longo desta semana. A convite do Comité das Regiões da Comissão Europeia, o Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, deu a conhecer à Europa a estratégia seguida pela autarquia para gerar crescimento e emprego, nomeadamente através do programa de promoção económica, Famalicão Made IN, e da estratégia traçada para o setor da Educação.

IMG_0606.JPG

A prática de Famalicão foi apresentado como um bom modelo para assegurar as qualificações e competências de uma comunidade para o futuro, tendo estado em destaque no encontro “Parcerias inteligentes para novas competências - quais são os desafios? como conhecer o futuro?”, que decorreu na Casa da Noruega, perante uma audiência multifacetada de representantes de mais de duas dezenas de nacionalidades europeias. Para além da experiência de Famalicão estiveram em destaque e em discussão exemplos de projetos desenvolvidos na Noruega, pelo Departamento Regional de Desenvolvimento da West Norway, na Inglaterra, pela ACER – Association of Colleges in the Eastern Region, na França, pelo projeto desenvolvido na Normandia, Erasmos+ - Ventos e Marés, e na Suécia, pelo projeto Oportunidades e desafios em relação à situação dos refugiados na região Vastras Gotaland.

“Foi uma boa oportunidade para uma aprendizagem qualitativa de que resulta sempre um salto qualitativo importante em termos de conhecimento. Para nós é um orgulho termos sido convidados  para dar a conhecer o nosso projeto, mas é muito importante conhecer outras soluções de nível europeu e mundial que nos podem ajudar a evoluir”,disse o Presidente da Câmara Municipal logo após a conferência. “A nossa ambição vai muito mais longe do que apresentarmos o nosso projeto”, concluiu.

As empresas da Leica e da Continental em Famalicão foram dois dos exemplos utilizados por Paulo Cunha para demonstrar a qualificação dos recursos humanos famalicenses e para ilustrar o trabalho que tem vindo a ser feito ao nível da valorização do ensino profissional. “O investimento estrutural recente que a Leica fez recentemente na construção de uma nova fábrica no concelho e os sucessivos investimentos da Continental, recentemente reforçados com o anúncio da produção em Famalicão de pneus agrícolas, são um bom exemplo da confiança que o universo empresarial deposita em Famalicão”.

Na apresentação que fez, Paulo Cunha reforçou em particular o trabalho que tem vindo a ser feito na concentração de sinergias em torno do território, envolvendo e motivando todos os parceiros para o desenvolvimento do concelho. “O trabalho inicial que fizemos ao nível da Rede Local da Educação e Formação foi um passo decisivo.  As redes de parceria, a conetividade e a cumplicidade, são dimensão muito importantes para que se possam adotar politicas públicas assertivas”, concluiu o autarca.

IMG_0619.JPG

AMARES SENSIBILIZA PARA A SEGURANÇA NA INTERNET

O Salão Nobre da Câmara Municipal de Amares acolhe, na próxima sexta feira, dia 14 de outubro, uma sessão pública para todas as famílias do concelho, intitulada: “Como não correr riscos no uso da Internet”. O objetivo desta iniciativa promovida pelo CLDS Valor Humano 3G, da Valoriza, com o apoio do Município de Amares passa por alertar as famílias para os vários perigos e crimes associados e deixar recomendações para uma navegação segura.

Cartaz Como Não Correr Riscos no Uso da Internet.png

VIZELA ADIA INAUGURAÇÃO DE ROTUNDA

Adiada inauguração da nova rotunda da Rua Guilherme Pinto Varela para dia 23 de outubro

Tendo em consideração as condições atmosféricas previstas para esta semana, a Câmara Municipal de Vizela e a Junta de Freguesia de Infias decidiram adiar a inauguração da nova rotunda da Rua Guilherme Pinto Varela, para o próximo dia 23 de outubro, pelas 11.45h.

Esta obra surgiu da necessidade de consolidação da zona envolvente à Igreja Nova de Infias, configurando o arranjo da estrutura viária já existente, a consagração da rotunda de derivação, a ampliação da área destinada a passeios e a criação de uma nova área para parqueamento automóvel.

Desta forma, procurou-se dignificar a área de espaço público anexa à fachada principal da Igreja Nova de Infias, redesenhando sobretudo os eixos pedonais e promovendo hierarquia de espaços.