Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

MUNICÍPIO DE VIZELA RECLAMA ISENÇÃO JORNALÍSTICA

A Câmara Municipal de Vizela vem por este meio manifestar o seu desagrado pelo facto de, nos últimos quatro meses, o único órgão de comunicação social escrito e rádio do Concelho, esteja ao serviço de uma putativa candidatura.

A gota de água surge hoje no título publicado no site da rádio Vizela “Oposição "salva" edil de moção de censura da bancada PS”, quando, na realidade, deveria ser “moção morreu na praia”, conforme refere a parte final do texto da notícia.

Mais uma vez se denota que este órgão de comunicação social local faz manchete com títulos sensacionalistas.

Para além disso, tem também sido prática deste órgão de comunicação social local fazer notícias de qualquer assunto, sem conceder o direito ao contraditório e ao apuramento dos factos.

E, falando de factos, a pretendida apresentação da moção na última sessão da Assembleia Municipal seria sempre um ato inócuo e absurdo, sem consequências práticas, considerada a legitimidade direta de cada órgão autárquico.

O Presidente da Câmara Municipal de Vizela

BRAGA LANÇA CENTRO MUNICIPAL DE DESPORTO ADAPTADO

O Município de Braga acaba de lançar um Centro Municipal de Desporto Adaptado, permitindo desta forma que as instituições que trabalham na área da deficiência desenvolvam a formação desportiva e o bem-estar físico dos seus utentes. O projecto, resultante de uma parceria com a CERCI Braga, vem possibilitar a prática de várias modalidades, nomeadamente atletismo, dança, escalada, karaté e snagolfe, às quais se juntará, a breve trecho, a modalidade de patinagem.

CMB28092016SERGIOFREITAS0000002556.jpg

“No que diz respeito ao desporto adaptado este projecto vem colmatar uma grande lacuna detectada aquando da elaboração da Carta Desportiva de Braga. Pretendemos alargar a actividade física ao maior número possível de praticantes e, com este Centro, estamos a lançar sementes para que surjam outros clubes que apostem nestas modalidades e formem equipas competitivas no desporto adaptado”, referiu Sameiro Araújo, vereadora do Desporto do Município de Braga, durante a sessão de lançamento do projecto, que decorreu esta Quarta-feira, 28 de Setembro, no gnration.

Como explicou a Vereadora, em Braga existem 132 clubes com actividade desportiva e apenas a APD - com basquetebol, andebol e atletismo na vertente de corrida - e o SC de Braga (boccia), têm desporto adaptado. “Se compararmos os números de praticantes a discrepância mantêm-se, uma vez que se incluirmos o desporto escolar e universitário, Braga tem cerca de 1500 atletas de 52 modalidades, sendo que pouco mais de 50 são referentes ao desporto adaptado organizado, com apenas quatro modalidades”, disse Sameiro Araújo, sublinhando que este projecto “contribui para que Braga tenha uma oferta desportiva ecléctica e variada para os cidadãos com deficiência”.

Este projecto conta ainda com a parceria da União de Freguesias de Ferreiros e Gondizalves, que cede o Pavilhão Municipal de Ferreiros gratuitamente para a realização das actividades, assim como a Associação Synergia que disponibiliza o seu espaço no Braga Shopping para a modalidade de escalada.

As actividades têm horários e dias já definidos para a sua realização. À Segunda-feira, entre as 10h00 e as 12h00, decorrem as aulas de dança, e das 14h00 às 16h00 é a vez do karaté. O Snagolfe tem lugar à Quinta-feira entre as 10h00 e as 12h00 e o atletismo decorre à Sexta-feira das 10h00 às 12h00. Todas estas actividades têm como palco o Pavilhão Municipal de Ferreiros. Já a modalidade de escalada, que decorre no espaço Synergia do Braga Shopping, tem lugar à Terça-feira, das 10h00 às 12h00 e à Quinta entre as 14h00 e as 16h00.

CMB28092016SERGIOFREITAS0000002557.jpg

CMB28092016SERGIOFREITAS0000002559.jpg

 

SEMINÁRIO DO EIXO ATLÂNTICO REALIZADO EM BRAGA PROMOVE FENÓMENO DESPORTIVO

Eixo Atlântico promove troca de experiências sobre fenómeno desportivo. Seminário decorreu no Museu D. Diogo de Sousa

Sameiro Araújo, vereadora do Desporto da Câmara Municipal de Braga, participou hoje, dia 28 de Setembro, na sessão de abertura do Seminário de Experiências no Âmbito do Desporto, que decorreu no auditório do Museu D. Diogo de Sousa. O evento, organizado pelo Eixo Atlântico, juntou os Municípios que integram a instituição com o objectivo de discutir as políticas desportivas no quadro ibérico.

CMB28092016SERGIOFREITAS0000002551.jpg

Na ocasião, Sameiro Araújo referiu que Braga tem vindo a experienciar uma alteração ´extremamente positiva´ no dinamismo da Cidade e dos habitantes no que concerne ao desporto e à prática de actividade física. “Desenvolvemos um vasto conjunto de políticas para promover de forma continua e integrada a vitalidade do Concelho através da realização de múltiplas actividades, projectos e eventos que fomentam a marca Braga além-fronteiras”, afirmou, lembrando que o Executivo Municipal está fortemente empenhado na candidatura de Braga a Capital Europeia do Desporto em 2018 e que o Concelho pretende igualmente candidatar-se a receber os Jogos do Eixo Atlântico.

Segundo a vereadora, a Cidade tornou-se mais ´culta e activa´ na área desportiva, sendo um factor de orgulho receber este seminário. ”A troca de experiências é sempre um momento importante e que potencia a evolução, permitindo tirar ilações sobre o fenómeno desportivo e os caminhos para o futuro”, sublinhou, enaltecendo o investimento que tem sido efectuado na área e que tem repercussões directas na saúde, bem-estar, associativismo e turismo.

A iniciativa contou também com as presenças de Xoán Mao, Secretário-geral do Eixo Atlântico, e José Guilherme Aguiar, Vereador do desporto de Vila Nova de Gaia.

CMB28092016SERGIOFREITAS0000002553.jpg

CMB28092016SERGIOFREITAS0000002555.jpg

PRESIDENTE DO MUNICÍPIO DE FAMALICÃO VISITA ESCOLAS DO CONCELHO

Paulo Cunha almoça na cantina com os alunos da EB de Riba de Ave
O Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, retomou esta terça-feira, 27 de setembro, em Riba de Ave, o ciclo de visitas às cantinas das escolas, que iniciou em final de 2014.

DSC_0069.jpg

Acompanhado pelo vereador da Educação do Município, Leonel Rocha, o presidente da Câmara Municipal associou-se à rotina diária de almoço dos cerca de 160 alunos que frequentam a escola EB de Riba de Ave.

Depois de conversar e conviver com as crianças, Paulo Cunha sentou-se com os representantes da comunidade educativa da escola - direção, presidente da Junta de Freguesia e representante da associação de pais para almoçar mas também para verificar a qualidade da refeição e debater as condições educativas da escola.
“Esta é a melhor forma de conhecermos a realidade fidedigna do dia-a-dia das nossas escolas, de percebermos se as refeições estão a ser servidas às crianças com a qualidade exigida e se estão asseguradas as condições necessárias ao desenvolvimento da atividade letiva”, afirmou.
O autarca dá assim continuidade a um périplo de visitas por todas as escolas do 1.º Ciclo do Ensino Básico e pré-escolar do concelho, num total 79 estabelecimentos de ensino.
Desta forma, Paulo Cunha inteira-se das reais condições em que é desenvolvido o processo educativo nas escolas de Famalicão e regista sugestões e pedidos de intervenção para a melhoria da educação no município.
De resto, a proximidade aos cidadãos é já uma marca da política encetada por Paulo Cunha, seja nas escolas, nas associações, nos movimentos informais, o autarca tem desenvolvido um conjunto de ações de proximidade que fomentam em Famalicão uma democracia verdadeiramente participativa.

DSC_0105 (1).jpg

MUNICÍPIO DE VIZELA ACERTA CONTAS

Dívida da Câmara Municipal de Vizela cai 100 mil euros em apenas três meses

A dívida da Câmara Municipal de Vizela caiu 100 mil euros em apenas três meses. As faturas passaram a ser pagas em 37 dias e os pagamentos em atraso baixaram mais de 60 mil euros.

CASTELO (1).jpg

A dívida orçamental da Câmara Municipal de Vizela, a mesma que é considerada para efeitos e cumprimento dos limites de endividamento dos Municípios, caiu perto de 100 mil euros, entre 17 de maio e 31 de agosto deste ano. Em concreto, a dívida baixou 92.040,25€.

A par deste facto, a Câmara Municipal de Vizela conseguiu, no mesmo período, baixar o prazo médio de pagamento das faturas de 63 para 37 dias e baixar os pagamentos em atraso em 62.478,23€.

É de sublinhar que, até 25 de maio de 2016, a dívida da Câmara Municipal reportada à DGAL era de 20.903.212,00€ e que, a partir dessa data, a mesma baixou para 18.790.608,00€. Uma redução de cerca de 2 milhões de euros!

As boas notícias vão continuar nos meses de outubro e novembro, com a amortização extraordinária do empréstimo em mais de um milhão de euros.

CERVEIRA TEM FUTURO Á VISTA

O Castelo de Cerveira integra o conjunto de 30 imóveis públicos degradados que o Governo quer recuperar para concessionar a privados, conferindo-lhes uma utilização de âmbito turístico. O anúncio foi feito, esta manhã, pelo Governo durante a apresentação do programa de valorização do património intitulado Revive. Autarca cerveirense revela uma enorme satisfação pela dignificação da história do concelho e pelo desenvolvimento futuro daquela que é a “joia da coroa” do concelho.

CASTELO.jpg

 “É um desbloquear de um processo que já se arrastava há sete anos e que ganha uma evolução muito positiva ao nível identitário e económico para Vila Nova de Cerveira. O anúncio desta medida, e a respetiva integração do Castelo de Cerveira como um dos imóveis prioritários de intervenção, deixa-nos extremamente satisfeitos, a nós enquanto Município, mas com toda a certeza, à comunidade cerveirense no geral”. É desta forma que o edil cerveirense reage ao programa Revive divulgado pelo Governo, esta quarta-feira, em Coimbra, e ao impacto para Vila Nova de Cerveira.

Fernando Nogueira acredita que, “além da requalificação do imóvel do Castelo com enorme valor histórico-patrimonial, quer pelo ícone em que se transformou quer pela localização idílica, esta medida irá contribuir para a valorização de Vila Nova de Cerveira, colocando aquele conjunto edificado ao serviço dos cerveirenses, da economia local e dos inúmeros turistas que elegem o Castelo como um dos ex-libris do concelho”.

O objetivo da autarquia cerveirense passa pela cedência da exploração, a título oneroso, por um prazo alargado, daqueles espaços, no qual pretende implementar um ambicioso projeto de reconversão. “Ao longo destes anos de impasse, o Castelo de Cerveira suscitou um grande interesse de vários grupos particulares nacionais e estrangeiros e que com este programa pode ter uma concretização. O Programa Revive envolve várias entidades, o que comprova a atenção para com o património e a sua utilização em prol da economia local e nacional, como de enorme potencial turístico-cultural”, diz o autarca.

Ainda no início desta semana, dois representantes do Turismo de Portugal deslocaram-se a Cerveira para uma visita técnica ao Castelo, nomeadamente através da recolha de imagens e vídeo, e a realização de uma avaliação prévia do imóvel. Fernando Nogueira aguarda que estes desenvolvimentos culminem com o Castelo de Cerveira a “recuperar finalmente o seu esplendor e dignidade que merece”.

O programa Revive, articulado pelos ministérios da Economia, Cultura e das Finanças, e liderado pelo Turismo de Portugal, visa concessionar a privados 30 imóveis históricos que se encontrem degradados, para que sejam recuperados e possam acolher projetos diferenciadores de âmbito turístico. Numa primeira fase, que deverá decorrer até ao final do ano, irão ser concessionados 12 edifícios, encontrando-se entre eles o Castelo de Cerveira.

A história presente do Castelo de Cerveira é algo intermitente. No final da década de 70, as edificações do seu interior foram adquiridas pelo Estado junto de particulares e da autarquia, transformando-as numa Pousada de conceito histórico. Sob gestão da Pousadas de Portugal e, posteriormente, concessionada ao Grupo Pestana, a Pousada, constituída por restaurante, bar e 29 quartos, era muito requisitada. No entanto, em 2009, o Grupo Pestana abandona a exploração e devolve aquela infraestrutura ao seu proprietário, o Estado. Desde então, a degradação e os atos de vandalismo, que têm delapidado o que resta do seu recheio, impõem-se à beleza e à história.

CASA DE CHÁS NO SEMINÁRIO 1000%REPRESENTA CERVEIRA NO SEMINÁRIO 100% ALTO MINHO

Torino é a representante de Cerveira no Seminário 100% Alto Minho

No passado dia 26 de Setembro foi apresentado, em Ponte de Lima, o Seminário do projeto Way2Market, da marca 100% Alto Minho e a Torino, única representante do concelho de Vila Nova de Cerveira, esteve presente.

Esta sessão decorreu no Auditório Municipal de Ponte de Lima e contou com a presença de Luís Ceia, presidente da Direção da Ceval (Confederação Empresarial do Alto Minho), José Vaz, Presidente da AEPL (Associação Empresarial de Ponte de Lima) e o vereador da Câmara Municipal de Ponte de Lima. Após a sessão de abertura foi apresentado o Projeto Way2Market e também da Marca 100% Alto Minho.

De seguida foram homenageados os aderentes do uso do selo 100% Alto Minho dos quais a Torino faz parte, sendo condecorada pelo mérito, qualidade e dinamizadora da rede 100% Alto Minho. A Torino é pioneira na adesão deste selo, promovendo assim a região de Vila Nova de Cerveira e Alto Minho. confirmação.

A Torino - Casa de Chás está localizada em pleno centro histórico de Vila Nova de Cerveira e aberta ao público há cerca de um ano. Venha conhecer-nos e traga um amigo! Visite-nos, todos os dias, e venha conhecer a tradição do Alto Minho, na Torino. Siga-nos também emfacebook.com/torino.casadecha. Estamos aqui para o servir.

BARCELOS REALIZA FESTIVAL DE TEATRO

Festival de Teatro de Barcelos arranca esta semana no Gil Vicente. Workshops, oficinas e aulas abertas são a novidade deste ano

O mais importante evento de teatro do concelho está de volta com o Festival de Teatro de Barcelos, que decorre entre 1 de outubro e 27 de novembro, no Teatro Gil Vicente. Organizado pela Capoeira – Companhia de Teatro de Barcelos e com o apoio da Câmara Municipal de Barcelos, o Festival vai já na sua 29ª edição, tendo como principal objetivo a troca de experiências entre grupos, o desenvolvimento da arte teatral e a promoção de novos projetos teatrais.

Festival Teatro 2016.jpg

A edição deste ano do Festival de Teatro conta com a presença de 15 grupos, onze dos quais do concelho de Barcelos. De fora do concelho, marcam presença Gêtêpêpê- Teatro de Perafita, Teia Alvarim, Teatro da Lua e Nova Comédia Bracarense.

Os espetáculos decorrem às sextas-feiras e sábados, às 21h45, e aos domingos, às 16h, dos meses de outubro e novembro no Teatro Gil Vicente e têm entrada gratuita, limitada à lotação da sala.

O espetáculo de abertura do Festival realiza-se no próximo sábado, 1 de outubro, com a peça “A Bela e o Monstro”, interpretada pela atriz Cátia Oliveira e pelo ator Tiago Ferreira, pela companhia organizadora, A Capoeira – Companhia de Teatro de Barcelos.

Inserido no Festival de Teatro de Barcelos realizam-se atividades paralelas, tais como: aula aberta “Dança Criativa”; aula aberta Expressão Dramática; workshop iniciação à Interpretação e workshop iniciação à iluminação cénica. Estas atividades têm como público-alvo crianças, jovens e adultos e são oficinas criadas pela Academia de Teatro de Barcelos.

CRIANÇAS DE FELGUEIRAS VINDIMAS 1 HECTARE DE VINHO VERDE

50 crianças vão vestir, pela primeira vez, a pele de vinicultores ao participarem numa vindima tradicional. Esta experiência é proporcionada pela Quinta da Lixa que, associada à Santa Casa da Misericórdia de Felgueiras, vão ensinar aos mais pequenos o processo de recolha, seleção e pisa das uvas.

 

Largares de madeira adaptados vão estar disponíveis para que as crianças possam experimentar um dia diferente nas vindimas da Região dos Vinhos Verdes.

“É com muito empenho que recebemos estas crianças e contribuímos para que eles conheçam um pouco mais do ciclo do vinho. É sempre com uma perspetiva pedagógica que orientamos os programas para os mais pequenos” afirma Diogo Vieira, diretor de marketing da Quinta da Lixa.

Recorde-se a Quinta da Lixa e o Monverde Wine Experience apostas na formação de públicos, dando sempre importância aos mais jovens – desde aprender a cozinhar com o Chef Marco Gomes até às provas de sumos no Vinho Verde Wine Fest.

ATOR RICARDO PEREIRA ATUA EM FAMALICÃO COM UMA HISTÓRIA DO OUTRO MUNDO

Peça de teatro “Meus Deus” e “You Can’t Win, Charlie Brown” em outubro no espaço cultural famalicense. Ricardo Pereira estreia-se na Casa das Artes com comédia do outro mundo

À Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão chega-nos em outubro uma história do outro mundo. A peculiar e divertida história de Deus que, muito deprimido, resolve recorrer à ajuda de uma psicóloga. Trata-se da peça “Meu Deus”, com interpretação de Ricardo Pereira e Irene Ravache, o principal destaque da programação do próximo mês do espaço cultural famalicense. Em cartaz, outubro traz ainda a música dos “You Can’t Win, Charlie Brown” e cinema, muito cinema.

Meu Deus.jpg

F (1) (2).JPG

F (2) (1).JPG

F (3) (1).JPG

F (4) (1).JPG

 

Da autoria da dramaturga israelita Anat Gov, “Meu Deus” é um texto espirituoso, com diálogos ágeis e muito atuais. Depois do sucesso alcançado nos mais diversos países por onde já foi encenada, a peça prepara-se agora para subir ao palco do grande auditório da Casa das Artes, de 13 a 16 de outubro.

“Por mais fantasiosa que a história possa parecer, plateias do mundo inteiro acreditam e envolvem-se – o público surpreende-se, ri, compactua e emociona-se com este turbilhão de desentendimentos que Deus (Ricardo Pereira) vai gerar na vida da psicóloga Ana (Irene Ravache),na relação desta com o seu filho (José Lobo), um autista já adulto com quem Ana mantém uma relação especialmente emocional, e sobretudo na vida de todos os que assistam a este improvável e inusitado encontro”.

Nos dias 30 de setembro (15h00 e 17h00) e 1 de outubro (21h00), a Casa das Artes vai também assinalar o Dia Mundial da Música com “O Segredo da Floresta”, um espetáculo de música infantil que resulta de uma coprodução entre a ArtEduca e o espaço cultural famalicense. A entrada é livre, sujeita à lotação da sala, sendo necessário o levantamento de bilhete.

Destaque para a atuação, no dia 22, dos “You Can’t Win, Charlie Brown”. Formada em 2009, a banda de Afonso Cabral, Salvador Menezes, Luís Costa, David Santos, Tomás Franco de Sousa e João Gil prepara-se para apresentar em Famalicão o seu terceiro disco de originais (“Marrow”), com uma sonoridade mais elétrica e dançável.

Para outubro está também marcada a estreia do Observatório de Cinema de Vila Nova de Famalicão, o Close-Up, que se apresenta ao público entre 27 e 30 de outubro. Com uma programação intensa e eclética, o Close-Up conta com a realização de 25 sessões comentadas de cinema contemporâneo e com trilhos pela história do cinema, sessões para escolas e para famílias, debates, instalações e ainda muita música. 

Do rol de comentadores convidados, destaque para as presenças da jornalista Clara Ferreira Alves, do poeta, critico e cronista Pedro Mexia, do diretor e programador do Indie Lisboa, Nuno Sena, do crítico de cinema, Vasco Câmara e dos realizadores dos filmes a exibir.

Por fim, e ainda no cinema, destaque para a habitual programação dedicada à sétima arte promovida pela Casa das Artes em parceria com o Cineclube de Joane. “Milagre no Rio Hudson” de Clint Eastwood, no dia 8 de outubro, e “O Clube” de Pablo Larraín, no dia 6, são alguns dos filmes em exibição.

Mais informações no site oficial da Casa das Artes de Famalicão, em www.casadasartes.org

You Can’t Win, Charlie Brown.jpg

F (1) (1).JPG

VILA VERDE REALIZA FESTA DA COLHEITAS

Mais de 50 iniciativas em seis dias de tradição e cultura na Festa das Colheitas de Vila Verde

Vila Verde prepara-se para uma viagem pela história da tradição minhota, com mais de 50 iniciativas dedicadas à promoção e divulgação da cultura popular da região. Durante seis dias consecutivos, 04 a 09 de outubro, dezenas de milhares de pessoas dirigem-se ao coração do Minho para visitar a Festa das Colheitas – XXV Feira Mostra de Produtos Regionais. Para participar nas recriações de práticas agrícolas e dançar ao som da música popular, para se surpreenderem com a criatividade do artesanato e degustarem as deliciosas iguarias da cozinha regional.

F (1).JPG

A apresentação do programa da edição de 2016, que decorreu ao final da manhã de hoje, 28 de setembro, no Salão de Conferências dos Paços do Concelho, ficou a cargo da vereadora da Cultura do Município de Vila Verde. Júlia Fernandes falou de um programa rico e diversificado, com um total de 53 iniciativas distintas, acrescentando que a organização volta a esperar um número de visitantes na ordem das dezenas de milhar. Além das 34 entidades que se associam ao Município na organização do certame, há ainda largas dezenas de instituições que colaboram de forma indireta. “Há uma grande envolvência da população e contamos, direta e indiretamente, com o apoio de mais de uma centena de parceiros. Esta programação fica muito mais rica com o seu trabalho e dedicação”, elogiou a vereadora da Cultura.

Música, tradição e muita animação

Júlia Fernandes prosseguiu destacando a imponência dos espetáculos musicais, que voltam a contar com nomes sonantes do panorama musical e uma diversidade enorme de estilos. Da clássica ao pop, passando pelo folclore, pelo rock e pela música popular, há concertos para todos os gostos. Nota de particular destaque também para as autênticas e genuínas recriações de práticas agrícolas ancestrais, em que os trajes de outrora, as alfaias tradicionais e os costumes antigos prometem transportar o público para outra era. “Para os mais velhos é um reavivar de memórias e recordar as tradições da infância. Para os mais novos são atividades de índole pedagógica, para que possam ter a perceção das lides do campo e participar nas iniciativas, que decorrem num horário familiar. São sempre às 21h00, para que todos possam estar envolvidos”, afirmou a vereadora da Cultura.

De Vila Verde para todo o mundo

Nota de particular relevo também para algumas das mais emblemáticas atividades da XXV Feira Mostra de Produtos Regionais. A Festa do Caurdo, com mais de 20 variedades produzidas pelos grupos folclóricos locais, a Feira Tradicional ‘Reviver o Passado’, onde se comercializam produtos locais de grande qualidade, os concursos das Colheitas (broa, mel, marmelada, artesanato e pecuário), o Festival Gastronómico, com os mais afamados pratos da gastronomia minhota, o artesanato (que atrai artesãos de todo o país e da vizinha Espanha), a Corrida a Cavalo, a Festa do Cogumelo, os encontros nacionais de tocadores de cavaquinho e de tocadores de concertina, entre muitos outros. Destaque ainda para a grande envolvência das escolas, com ateliers e workshops diversos, e para uma das novidades da edição deste ano, o concurso Rainha das Colheitas. A TVI também está de regresso a Vila Verde no dia 09 de outubro, com uma emissão de seis horas em direto para todo o mundo.

Um investimento que dinamiza a economia e impulsiona a cultura

O presidente do Município de Vila Verde, António Vilela, também marcou presença na sessão. O edil não escondeu a satisfação pelo crescimento exponencial da Festa das Colheitas ao longo dos seus 25 anos de história, afirmando-se na atualidade como um grande motor do turismo vilaverdense e um foco de atração de turistas. Um investimento que traz um retorno considerável para os vilaverdenses. “O concelho está mais rico com esta dinâmica, não só na altura da festa propriamente dita, mas também numa perspetiva de médio prazo, através da criação de uma dinâmica impressionante. O programa tem um impacto muito positivo na economia do concelho e na promoção de um território que quer conquistar o progresso através da valorização do sua herança cultural”, referiu, acrescentando que “este cartaz é um fator de grande atratividade para o turismo, há muitas pessoas de fora do concelho que agendam as suas férias para esta altura para poderem participar na Festa das Colheitas”.

Agricultura é fator de crescimento económico

António Vilela aproveitou também para sublinhar a evolução das novas práticas agrícolas do concelho, que também são valorizadas através da Rota e da Festa das Colheitas, e o seu peso na balança económica vilaverdense. “A agricultura assume-se de forma cada vez mais categórica como fator de crescimento económico do concelho de Vila Verde. Tem gerado um volume considerável de receita quer pela venda direta dos produtos, grande parte para exportação, quer pela transformação dos produtos. A Rota e Festa das Colheitas dão importância a esta nova dinâmica agrícola e acompanham a sua evolução”, referiu. O presidente do Município destacou ainda a relevância e excelência do setor gastronómico, que contribui de forma decisiva para atrair visitantes e promover o concelho fora de portas.

F (2).JPG

F (3).JPG

F (4).JPG

GUIMARÃES: FALECEU AUTARCA DE VERMIL

Presidente da Câmara apresenta condolências pelo falecimento de ex-Presidente da Junta de Vermil

Josias de Carvalho exerceu responsabilidades autárquicas durante 32 anos consecutivos. Cerimónias fúnebres realizam-se esta quinta-feira à tarde, em Ronfe.

Guimaraes_Josias_de_Carvalho.jpg

O Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, apresenta as mais sentidas condolências à família de Josias Antunes de Carvalho, que exerceu as funções de Presidente da Junta de Vermil entre 1974 e 2005, durante 32 anos consecutivos, tendo falecido aos 87 anos, esta quarta-feira de manhã, 28 de setembro de 2016.

A partir de 1982, e durante seis mandatos, a sua obra autárquica em Vermil foi marcante no desenvolvimento da freguesia e constituiu exemplo em todo o concelho. Em 1974, quando regressado de Moçambique onde tinha exercido parte da sua vida profissional, foi convidado para presidir à Comissão Administrativa da Junta de Freguesia.

Com Josias de Carvalho, Vermil viu instalada todas as condições necessárias à melhor qualidade de vida das suas populações. A Avenida Padre Flávio, a ligação do centro da freguesia ao Monte de S. Miguel do Anjo, local paisagístico de referência em toda a envolvente, foi a obra que mais acarinhou e sempre elegeu como referência dos seus mandatos.

Em 2005, já com perto de 80 anos, não se candidatou nas eleições então realizadas e a Câmara Municipal prestou-lhe uma justa homenagem que decorreu com grande participação popular exatamente no Monte de S. Miguel do Anjo, que tanto acarinhava.

O corpo de Josias de Carvalho encontra-se em câmara ardente na Capela Mortuária de Ronfe, a partir das 10 horas desta quinta-feira, 29 de setembro. À tarde, pelas 17 horas, realizam-se as cerimónias fúnebres na Igreja de Ronfe, indo depois a sepultar no cemitério paroquial da vila.

APROVADO EM CAMINHA PLANO MUNICIPAL DE DEFESA DA FLORESTA CONTRA INCÊNDIOS

Documento já deveria ter sido revisto em 2012

A Câmara Municipal de Caminha viu aprovado o Plano Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios 2016-2020 (PMDFCI) pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF). Esta noticia foi avançada pelo vice-presidente da Câmara na última reunião camarária. O PMDFCI é o plano que vai orientar a atuação do Município no âmbito da defesa da floresta contra incêndios nos próximos anos. Guilherme Lagido Domingos realçou a sua importância e frisou: “o último PMDFCI deveria ter sido revisto em 2012, aquando o seu término”. Trata-se de um processo complexo e longo: “foram dois anos a negociar com o ICNF”, rematou o autarca.

No distrito de Viana do Castelo, Caminha é o 4º concelho com Plano Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios.

O PMDFCI segue as orientações emanadas pelo Plano Nacional de Defesa da Floresta Contra Incêndios (Resolução de Conselho de Ministros nº 65/2006, de 26 de Maio), adotando os seus princípios de atuação e eixos estratégicos de ação, ajustando-os à escala municipal, passando o Município a estabelecer medidas e políticas de intervenção florestal que cumpram o mesmo objetivo, ou seja, prevenção e proteção florestal. Na verdade, o Plano Municipal assume os mesmos compromissos que o Plano nacional, isto é, as metas estabelecidas no PMDFCI ao nível da gestão ativa dos combustíveis e criação de uma rede de faixas de gestão de combustíveis, redução da área ardida e número de ocorrências, melhoria estrutural da vigilância, 1ª intervenção, combate e rescaldo, são as mesmas adotadas a nível municipal. Este plano possui uma vigência de cinco anos.

Este documento é composto por vários capítulos: Enquadramento do Plano no âmbito do Sistema de Gestão Territorial e de Defesa da Floresta Contra Incêndios; Modelos de combustíveis, Perigo e risco de Incêndio e Prioridades de Defesa; Objetivos e Metas do PMDFCI; Eixos Estratégicos e Estimativa de Orçamento para implementação PMDFCI.

O plano agora em vigor visa desenvolver ações de prevenção que promovam, por um lado, o aumento da resiliência do território à ocorrência de incêndios florestais, e por outro a minimização da área percorrida por incêndios florestais e seus impactes.

O PMDFCI apresenta cinco eixos estratégicos: aumento da resiliência do território aos incêndios florestais; redução da incidência dos incêndios florestais; melhoria da eficácia do ataque e da gestão os incêndios; recuperar e reabilitar ecossistemas e adoção de uma estrutura orgânica funcional e eficaz.

FAFE PROMOVE FESTA DO DESPORTO

No próximo dia 4 de Outubro, o Município de Fafe promove, como já vem sendo hábito, a Festa do Desporto.

A gala, que consagra os melhores atletas do concelho, bem como os mais disciplinados, tem início marcado para as 21h30, no Pavilhão Multiusos de Fafe.

Ao todo, as homenagens agraciarão cerca de 1 000 atletas de modalidades como o futebol, futsal, andebol, ciclismo, kickboxing, taekwondo, patinagem, natação, karaté, desporto adaptado e canoagem, para além do desporto escolar.

Em Fafe, há mais de um milhar de atletas federados, de vários escalões, que praticam uma dezena de modalidades.

JAZZ VISITA FAFE

Concertos, workshops e conferências animam a cidade. Bernardo Moreira, referência nacional, marca presença

Outubro volta a ser o mês em que o Jazz visita Fafe e anima a cidade com diversos concertos, workshops, conversas e conferências. Durante o próximo mês, Fafe vai ser envolvido num ambiente ritmado pelos sons do jazz, com várias actividades de entrada livre por toda a cidade, destinadas a todo o público.

Mariana Vergueiro.jpeg

A sala do Teatro Cinema vai receber quatro grandes concertos gratuitos.

No dia 7 de Outubro, sobe ao palco do Teatro Cinema, André Sarbib, um dos mais prestigiados músicos de Jazz do panorama português. A ideia é, em quarteto, com os músicos Filipe Teixeira (contrabaixo), Cláudio César Ribeiro (guitarra) e João Cunha (bateria), abordar músicas de grandes compositores brasileiros como Tom Jobim, Chico Buarque ou Ivan Lins.

O segundo concerto deste evento será tocado no dia 14 de Outubro e apresenta Morning Rain, o disco de estreia de Mariana Vergueiro, cantora emergente no panorama do Jazz português. Este trabalho, apresentado recentemente na Casa da Música, emerge entre a combinação da música indie e abstracta. O palco vai ser partilhado com quatro dos músicos, Bruno Macedo (guitarra), Pedro Neves (piano), Nuno Campos (contrabaixo) e Nuno Oliveira (bateria).

No dia 21 de Outubro, é a vez de Manuel Beleza Jazz Terceto actuarem no palco do Teatro Cinema. Este trio de Jazz, liderado por Manuel Beleza no Órgão Hammond, com Mário Santos nos

saxofones e Marcos Cavaleiro na bateria, pretende continuar a divulgação do seu álbum "Para

além de mim...", assim como a promoção de novas peças musicais a registar no próximo trabalho em disco.

A série de concertos no Teatro Cinema termina a 28 de Outubro com o Projecto MAP. MAP é um quarteto de músicos do Porto dedicado à interpretação de música original, de influência jazzística. É constituído por Paulo Gomes (piano), Miguel Moreira (guitarra), Miguel Ângelo (contrabaixo) e Acácio Salero (bateria).

Todos os concertos têm início marcado para as 22h00.

Para além destes quatros grandes espetáculos, vão haver diversos concertos durante todo o mês, protagonizados por alunos da Escola de Jazz do Porto. No dia 8 de Outubro, os músicos actuam no Club Fafense, pelas 22h00. No dia 15, é a vez do Café com Letras receber o concerto dos jovens estudantes, às 17h00. A 22 de Outubro, o grupo vai tocar no Jazz Café, também às 17h00 e, finalmente, o Jazz regressa ao Club Fafense no dia 29, às 22h00.

A animação não termina por aqui. Também no dia 14 de Outubro, será organizada, na Academia de Música José Atalaya, uma Master Class com o Pianista Paulo Gomes, um dos pianistas mais importantes do nosso cenário musical e actual professor do Conservatório de Música do Porto. Esta é uma iniciativa direcionada a todos os jovens músicos que pretendam aprofundar os conhecimentos de técnicas de piano na área do Jazz.

Já no final do mês, dia 22, na Sala Manoel de Oliveira, teremos aquele que poderá ser considerado um dos momentos mais importantes do Jazz em Fafe. Bernardo Moreira, uma referência do Jazz nacional, vai estar em Fafe para abordar a relação estreita entre o Cinema e o Jazz. Bernardo Moreira, conhecido com Binau, é o líder do clã Moreira e um dos maiores protagonistas do Jazz em Portugal. Foi um dos fundadores do Hot Clube de Portugal e o seu presidente durante mais de 25 anos. Ainda hoje, após oito décadas de vida, continua a leccionar a cadeira de história do Jazz. É, sem dúvida, uma das maiores “enciclopédias” de Jazz em Portugal. Nesta sessão propõe-se a explorar os mundos do cinema e do Jazz, fazendo alusão aos seus pontos comuns e de rotura.

Para o Vereador da Cultura, Pompeu Martins, esta é uma iniciativa que procura aproximar o Jazz das pessoas e envolver a cidade num ambiente especial, onde se poderá ouvir Jazz em cada canto.

O ano passado, o Jazz em Fafe foi um projecto de sucesso e este ano queremos que se volte a repetir. O mês de Outubro vai trazer a Fafe um conjunto de músicos e projectos de referência na área do Jazz que vão animar a cidade. Este é um evento singular, não só pela quantidade, como pela qualidade de músicos que por cá vão passar, fazendo parte da nossa estratégia de diversificar a oferta cultural. São diversas as iniciativas previstas que valerão certamente a pena.”

Paulo Gomes.jpeg

 

ARCOS DE VALDEVEZ REÚNE EXECUTIVO MUNICIPAL

REUNIÃO ORDINÁRIA DE 26 DE SETEMBRO DE 2016

PERÍODO ANTES DA ORDEM DO DIA:

No período Antes da Ordem do Dia o Sr. Presidente convidou a Câmara a estar presente na abertura da segunda edição do Festival Sénior que decorrerá no próximo fim-de-semana, dias 1 e 2 de Outubro, no Centro de Exposições.

De igual modo informou que a Assembleia Municipal realizar-se-á no próximo dia 30 de Setembro, às 16h30, na Casa das Artes.

O Sr. Presidente também informou que já começaram as obras na zona onde ocorreu o deslizamento de terras na variante à EN 101.

 Também deu conta que já tiveram início as obras de requalificação do sistema de abastecimento de água ao Sudoeste de Arcos de Valdevez, no valor de 1.3 milhões de euros.

O Sr. Presidente também informou que reuniu com as Águas do Norte e o Sr. Ministro do Ambiente e que nessa reunião foi dado conta aos municípios de que as Águas do Norte iriam sofrer alterações na sua composição.

Também foi referida a temática dos incêndios, tendo informado que reuniu com o ICNF e que foram abordadas as questões como o Plano de Estabilização de Emergência e as candidaturas para que os afetados pelos incêndios possam ser ressarcidos pelos prejuízos.

Por último, informou que foram selecionados pela DRAPN 6 regadios do concelho para se candidatarem ao concurso que se espera que abra no decurso do próximo mês. Está previsto um investimento de cerca de 1 milhão de euros, com taxa de financiamento a rondar os 85%

PROTOCOLO

Foi deliberado apoiar o Centro Social e Paroquial do Vale, em 17.000 euros, para apoiar a Requalificação do Centro Social.

DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO

REFORMULAÇÃO DE CERTIDÃO DE INTERESSE MUNICIPAL: - De Pastilha Azul, Piscinas, Lda. - Foi deliberado aprovar o pedido de reformulação da certidão do reconhecimento de interesse relevante municipal, a que respeita a deliberação da Câmara Municipal de 7 de julho de 2014, uma vez que pretende solicitar a desafetação de 600 m2 de  área inserida na RAN para  expansão do empreendimento turístico sito no lugar de Oucias, União de Freguesias de Grade e Carralcova, e não 400 m2 como inicialmente se encontrava previsto.

DECLARAÇÃO INTERESSE MUNICIPAL: foi aprovado declarar o interesse relevante do empreendimento de turismo rural - Agroturismo, relativo à reconstrução e ampliação de edificações, na qual se inclui um moinho cujo funcionamento pretende reativar, situadas no lugar de Ribeiro, freguesia de Prozelo, deste concelho, para a instalação de um empreendimento de turismo em espaço rural, na modalidade de Agroturismo.

PEDIDO DE RECONHECIMENTO DE INTERESSE RELEVANTE MUNICIPAL:-  foi aprovado declarar o interesse relevante da instalação de um empreendimento de turismo rural – Agro-turismo,    no lugar de Cova do Ouro, freguesia de Prozelo, deste concelho.

LICENCIAMENTO DE EMPREENDIMENTO TURÍSTICO:- foi deliberado aprovar o licenciamento da reconstrução de duas moradias destinadas a empreendimentos de turismo em espaço rural – Agro-Turismo, sitas no lugar de Igreja, freguesia de Grade, deste concelho.

LICENCIAMENTO DE EDIFICAÇÃO DESTINADA A ESTABELECIMENTO DE BEBIDAS:-   foi deliberado autorizar o licenciamento da reconstrução de edificação destinada a estabelecimento de bebidas, sita no lugar de Selim, freguesia do Couto.

LICENCIAMENTO DE EDIFICAÇÃO DESTINADA A SERVIÇOS: - :-   foi deliberado autorizar o licenciamento da reconstrução de edificação destinada a serviço, sita no lugar de Selim, freguesia do Couto.

LICENCIAMENTO DE EMPREENDIMENTO TURÍSTICO:- foi deliberado autorizar o licenciamento de 5 reconstruções de  moradias destinadaa a empreendimentos de turismo em espaço rural – Casa de Campo, sitas no lugar de Selim, freguesia do Couto, deste concelho.

APOIOS

Foi deliberado apoiar o Corpo Nacional de Escutas – Agrupamento 214 – Arcos de Valdevez, na aquisição de uma carrinha de 9 lugares, cujo valor ascende a 21.000,00 euros, IVA incluído, efetuando um pagamento mensal durante 18 meses no valor de 1.300,00 euros, em datas a combinar mediante vencimento da prestação do requerente.

Foi deliberado apoiar em 3.500 euros Fábrica da Igreja Paroquial de Santa Maria da Miranda para ajudar com as obras na Capela de Santo António, na freguesia da Miranda, orçamentadas no valor de 12.205,00 €.

Foi deliberado apoiar em 450,00€ a deslocação do Rancho Folclórico Danças e Cantares De Paçô a Espanha no dia 1 de Outubro de 2016.

Associação Humanitária dos BVAV- 

Abastecimentos Combustiveis – Incêndio Travanca foi deliberado aprovar o pagamento à Associação Humanitária do valor gasto em combustível decorrente do incêndio florestal da Travanca - Cabana Maior, no valor aproximado de 1408,35 euros.

Idem, em relação ao incêndio do Soajo no valor de 170,50.

Idem o valor gasto em combustível (gasolina) para as motobombas das viaturas utilizadas no teatro de operações do incêndio florestal da Travanca - Cabana Maior, no valor 127,01 euros, pertencentes ao GIPS.    

APOIO SOCIAis

Foi deliberado atribuir a uma família do concelho um apoio económico no valor de 600,00€ (seiscentos euros), para pagar três meses de renda, relativos aos meses de agosto, setembro e outubro de 2016, prevendo-se que em Outubro o realojamento no Bairro do Sobreiro já se encontre efetivado.

HABITAÇÃO SOCIAL – PEDIDO DE ALTERAÇÃO DE CONTRATO: foi deliberado realojar um agregado familiar na Unidade Habitacional do Vale, bem como ajustar o valor da renda a pagar.

FESTIVAL SÉNIOR: foi deliberado aprovar o orçamento para a realização do Festival Sénior, no valor de 21 771,11€.

EDUCAÇÃO

Aquisição de serviços de assistentes operacionais - Estabelecimentos de ensino municipais / Setembro de 2016 a junho de 2017: foi deliberado adjudicar a aquisição à empresa Grandalvo – Empresa de Trabalho Temporário, Lda., pelo valor de 98.912,56 €, não incluindo o imposto sobre o valor acrescentado (IVA).

Transportes Escolares 2016/2017

Pedido de reajustamento ao valor da adjudicação dos circuitos da Zona de Rio de Moinhos e Mei: devido à necessidade de transportar mais um aluno foi deliberado aprovar um reajustamento do valor adjudicado à empresa Táxis Rocha & Fernandes, Lda. para os circuitos 2 C EB1 Nogueiras (Rio de Moinhos) e 2 F EB1 Barreirós (Mei) para a EB de Sabadim o qual passaria de 19,90€ para 26,40€/dia.

Pedido de reajustamento ao valor da adjudicação do circuito da zona de Carralcova: devido à necessidade de transportar mais um aluno foi deliberado aprovar um reajustamento do valor adjudicado à empresa Melo & Companhia Lda. para o circuito 18 D Vitoreira (Carralcova), o qual passaria de 18,60€ para 23,60€/dia.

Transportes Jardim de Infância - Pedido de alteração ao Protocolo com a Junta de Freguesia de Paçô: foi deliberado alterar o valor do Protocolo estabelecido com a Junta de Freguesia de Paçô, aprovado na reunião de Câmara de 12 de setembro de 2016, o qual, passará para metade, ou seja, 3240,00€ (três mil duzentos e quarenta euros); bem como que seja estabelecido protocolo com a Associação Recreativa e Cultural Amigos de Oliveira para realização de transportes escolares para os alunos do Jardim de Infância de Paçô, pelo valor de 3240,00€ (três mil duzentos e quarenta euros).

OBRAS MUNICIPAIS

Caminho de LIgação da Lamela à EN 202 – Gielafoi deliberado aprovar o Auto de Receção Definitiva, referente à obra referida em epígrafe, adjudicada à empresa Sebastião da Rocha Barbosa, Lda, bem como o cancelamento das garantias bancárias.

Bloco XLIII - Alargamento e pavimentação do Caminho de Cendufe – Miranda: foi deliberado proceder à homologação do auto, à não liberação da caução, bem como notificar o empreiteiro para proceder à correção dos defeitos, no prazo de 30 dias.

Centro de Incubação de Empresas: foi deliberado autorizar a deliberação de 30% do valor da caução total.

PO 148/2016 - REPARAÇÃO E BENEFICIAÇÃO DO ESTÁDIO MUNICIPAL - SUBSTITUIÇÃO DO RELVADO SINTÉTICO: foi deliberado proceder à homologação do auto.

DIVISÃO DE AMBIENTE E SERVIÇOS DE GESTÃO – ESTABILIZAÇÃO DE TALUDES NAS MARGENS DO VEZ EM PROZELO E SABADIM: foi deliberado homologar o auto de consignação.

Ampliação da Rede de Abastecimento de Água - Freguesia de Cabreiro (Igreja): foi deliberado proceder à homologação do auto.

Ampliação da Rede de Sanemaneto Básico - Alto de Cadorcas e Penacosta: foi deliberado autorizar a liberação de 30% da caução bem como proceder à homologação do auto.

 Ampliação da Rede de Abastecimento de Água - União de Freguesia de Vilela, S. Cosme e S. Damião e Sá (Gogido/Quinteiro/Igreja): foi deliberado autorizar a liberação de 30% da caução, bem como proceder à homologação do auto.

 Ampliação da Rede de Abastecimento de Água - União de Freguesia de Vilela, S.Cosme e S.Damião e Sá - Caminho de Senrelas: foi deliberado autorizar a deliberação de 60% da caução, bem como proceder à homologação do auto.

ESTÁDIO MUNICIPAL DE RUGBY: foi deliberado prorrogar graciosamente por mais por mais 45 dias, o prazo de execução da obra

 EN 101 KM 46+050 A 46+350 – EXECUÇÃO DE VALA E TRAVESSIA: foi deliberado aprovar a o contrato a celebrar entre a Infraestruturas de Portugal, SA. e o Município, relativo à instalação da referida infraestrutura.

APROVAÇÃO DE PROJETOS:

Foi deliberado aprovar a alteração funcional, a realizar pela Junta de Freguesia de Rio Frio, do edifício da antiga escola Primária de Grova, para a realização de um espaço interpretativo do mundo rural.

Idem o edifício da sede da Banda da Sociedade Musical Arcuense para melhorar as características construtivas do edifico e condições de utilização do mesmo.

OBRAS PROMOVIDAS ADM. PÚBLICA: foi deliberado emitir parecer favorável à ampliação do edifício da sede de Junta de Freguesia de Rio de Moínhos, deste concelho, nos termos do disposto no art.º 7.º do RJUE.

FAMALICÃO E SANTO TIRSO PROMOVEM PATRIMÓNIO ORGANEIRO COM CICLO DE CONCERTOS

Iniciativa decorre entre 7 e 16 de outubro em seis igrejas dos dois concelhos

Vila Nova de Famalicão e Santo Tirso acolhem, entre 7 e 16 de outubro, o II Ciclo de Concertos de Órgão. A iniciativa é promovida pela Associação Cultural Tagus Atlanticus, com o apoio das duas autarquias, e vai decorrer nas igrejas matrizes de Calendário (dia 7), Bairro (dia 8) e Ribeirão (dia 9), no concelho de Famalicão. Em Santo Tirso, os concertos animam as igrejas de Roriz (dia 14); Burgães (dia 15) e Santo Tirso (dia 16).

I ciclo decorreu no ano passado.JPG

De acordo com o diretor artístico, Marco Brescia, a iniciativa tem como objetivo principal “a valorização do património organeiro histórico dos concelhos de Vila Nova de Famalicão e Santo Tirso, quer na sua vertente material, quer imaterial”, sendo que esta edição visa“a música de qualidade interpretada por artistas nacionais e estrangeiros, dando ao público a oportunidade de assistir às atuações de excelência de nomes consagrados ao lado de jovens músicos de inegável valor em franca afirmação no panorama artístico-musical”.

Para o presidente da Câmara Municipal de Famalicão, Paulo Cunha, a realização da II edição do Ciclo de Concertos de Órgãos é uma “excelente notícia” porque para além “dos créditos assegurados quanto à qualidade da sua programação e excelência dos músicos é um evento que vem enriquecer a oferta cultural da região, contribuindo ao mesmo tempo, para a valorização do património organístico, um precioso legado histórico que importa salvaguardar e divulgar cada vez mais”.

O evento conta com os seguintes convidados: Paulo Bernardino (órgão); Marco Brescia (órgão); Il Combattimento (ensemble barroco); Veronica Febbi (harpa barroca); José Luis González Uriol (órgão); Tomoko Matsuoka (órgão e contínuo); Rosana Orsini (soprano); Guilhermo Turina (violoncelo barroco) e João Vaz (órgão).

Refira-se que a primeira edição do Ciclo de Concertos de Órgãos decorreu no ano passado tendo-se revelado um êxito.

VIZELENSES SÃO SOLIDÁRIOS COM OS BOMBEIROS

Rendimento do ‘Vizela Solidária’ entregue dia 3 de outubro aos Bombeiros Voluntários de Vizela

O rendimento do evento ‘Vizela Solidária’ será entregue na próxima segunda-feira, dia 3 de outubro, aos Bombeiros Voluntários de Vizela.

A entrega será efetuada pelas 15.00h, nas instalações da Real Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vizela.

De lembrar que o ‘Vizela Solidária’ teve lugar no passado dia 10 de setembro, na Marginal Ribeirinha de Vizela, cuja receita reverteu integralmente a favor da Real Associação dos Bombeiros Voluntários de Vizela.

O evento resultou de uma parceria entre a Câmara Municipal de Vizela, a MultiOpticas, o Bar do Rio, a Extrunorte, a Cerdisa e a Super Bock.

GUIMARÃES RECEBE 25º CONGRESSO MUNDIAL DE EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO

ENTRE ESTA QUARTA E SEXTA-FEIRA

Sessão de abertura esta quarta-feira, às 19:30 horas, na Câmara de Guimarães. Cidade Berço é uma das mais empreendedoras, inovadoras e industriais de Portugal. Distingue-se pelo seu património, dinâmica económica, cultural e forte valorização do design e das indústrias culturais e criativas como um fator de desenvolvimento e de competitividade. Candidatura foi ganha a Paris.

Guimarães recebe a 25ª edição do Congresso Mundial de Empreendedorismo e Inovação, entre esta quarta e sexta-feira, de 28 a 30 de setembro de 2016, no Centro Cultural Vila Flor, sob o tema “Design for Innovation”. Organizado pela Câmara Municipal de Guimarães e pelo BICMINHO – Centro de Europeu de Empresas e Inovação, este evento espera mais de 500 participantes de todo o mundo, entre membros de vários organismos da União Europeia, decision-makers internacionais, empresários líderes do setor, centros de inovação, gestores de incubadoras de empresas, analistas, business angels, investidores, policy-makers, investigadores e académicos, designers, estudantes, empreendedores, start-ups e PME.

Confirmada está já a presença de várias delegações provenientes da China (Nanning, Guangdong, Zhongshan, Dongguan, Wuxi, Nanjing, Suzhou), Taiwan (Taipei, Hsinchu, Kaohsiung), Índia (Bangalore, Deli), Rússia (Kazan, Troitsk, São Petersburgo, Novosibirsk, Skolkovo), Indonésia (Jakarta, Bandung), Brasil (Porto Alegre, Recife, São Paulo, Rio, Curitiba), Malásia, Chile, Canadá, EUA, Egipto e Turquia.

A 25ª edição do Congresso da EBN – European BIC Network pretende apoiar a “Inovação pelo Design” não só em Portugal mas em toda a Europa, bem como contribuir para atingir alguns dos objetivos da Comissão Europeia, designadamente, aumentar o uso da inovação pelo design e crescimento em toda a Europa, sensibilizar pessoas e empresas sobre como a inovação pelo design aumenta a eficiência dos serviços públicos e contribui para o crescimento dos negócios e criar a capacidade e as competências para desenvolver e implementar estas políticas.

A EBN – European BIC Network é uma associação internacional representativa de mais de 250 Centros Europeus de Empresas e Inovação certificados pela União Europeia (EU-BIC) e centros de empreendedorismo e incubação, estabelecidos em todo o Mundo, em especial na Europa. Parte da missão da EBN é juntar todos os atores-chave do Ecossistema Europeu de Inovação para a troca de conhecimento e partilha de experiências, além de intensificar o estímulo económico e o networking inteligente.

Lançado em 2001 por empresários da região do Minho, o BICMINHO, através de acompanhamento técnico especializado, transforma ideias inovadoras em projetos empresariais viáveis e sustentáveis. Nos últimos 15 anos, apoiou 229 novas empresas, com uma taxa de sucesso de 92% ao fim do 3º ano de atividade, 108 empresas incubadas, 3.000 novos empregos criados, 35 milhões de euros de volume de negócios acumulado, estimado das novas empresas apoiadas no ano de 2015, 607 PME apoiadas (representativas de 8.650 empregos e um volume de negócios anual estimado de 650 milhões de euros) das quais 170 PME foram apoiadas na promoção das suas exportações e/ou no seu processo de internacionalização.

PONTE DE LIMA: O COVEIRO DA CORRELHÃ VIA A “PROCISSÃO DOS DEFUNTOS”

A revista “Notícias Magazine”, suplemento do Jornal de Notícias, publicou na sua edição de 27 de Fevereiro de 2000, uma reportagem sob o título “Histórias do Sobrenatural”, através da qual deu a conhecer algumas crenças e superstições registadas “pelas encruzilhadas de Norte a Sul” do país. Entre elas, o sr. Artur Lopes, da Correlhã, narra-nos o “dom perturbador” do senhor Martins que foi coveiro daquela freguesia de Ponte de Lima, o que a seguir transcrevemos.

img906.jpg

Gamela dos medos, a Correlhã! O senhor Martins, coveiro, faleceu há uns anos, no Lugar de Silveiro. Morreu, mas aqui ninguém lhe esquece o dom perturbador: ele via a procissão dos defuntos!

A reportagem muda-se para Ponte de Lima. O senhor Artur Lopes, editor-livreiro naquela cidade, conduz-nos a Mato Pequeno, freguesia da Correlhã. “Era dali. Grunhia. Queria que a seguissem. Depois metia na direcção da Veiga. A cor atirava para o branco… Dizia-se que era o Diabo”. O senhor Lopes explica in situa aparição da coisa: “Porca gorda, assim como surgia, se evaporava no ar. Ela e os bacorinhos que a acompanhavam sempre…”

img907.jpg

Gamela de medos, a Correlhã! O senhor Martins, coveiro, faleceu há uns anos, no lugar e Silveiro. Morreu, mas aqui ninguém lhe esquece o dom perturbador: ele via a procissão dos defuntos!

Conforme o próprio contava, a visão era repentina e nítida: via o funeral, o caixão, o padre, as velas. Distinguia, um a um, todos os acompanhantes. E ficava a saber quem na freguesia seria o próximo a morrer. O eleito era sempre a primeira pessoa que seguisse atrás do caixão. O senhor Martins nunca lhe revelava o nome. Só dizia: “A seguir é de tal sítio…” e acertava!

img907-23.jpg

Outro caso impressionou e manteve-se em religioso respeito, durante meses e anos, as gentes da Correlhã. Em casa de um abastado lavrador, pouco depois de este ter falecido, aconteceram coisas do outro mundo: choviam pedras no telhado, a empregada levava bofetadas no estábulo, quando ia ordenhar a vaca, a roupa, nos coradouros e nos gavetões, aparecia com cortes em forma de cruz.

Não se falava noutra coisa. Segundo o povo, era uma Alma desencaminhada a chamar a atenção: a Alma do agricultor, quase de certeza. Boa pessoa em vida, disso ninguém duvidava. Mas, sabe-se lá, podia ter deixado promessa por cumprir, dizia-se. E toda a gente reclamava a opinião e os serviços de padre Dalmo. Este é que não se mostrava disponível.

Quando soube que a sopa espumava na panela barrelas de sabão, como nas celhas, o padre finalmente decidiu-se. Foi assistir à feitura do caldo. Manteve-se sempre na cozinha, inspecionou cada ingrediente. Espiolhou as batatas, os legumes, testou o sal e a água, cheirou a panela… Tudo normal.

Caldo feito, quis o padre ser o primeiro a provar. Mal pôs a colher à boca, levou bofetada. Caiu por terra. Aturdido, aconselhou a intervenção de um padre exorcista…

Para melhor apurarmos estas ocorrências, e, eventualmente, desfazermos equívocos, chegámos à fala com dois descendentes da casa. O outro sorriu, coçou a cabeça… “Não me lembro de nada, era miúdo. Quem contava isto tudo era a minha mãe. Infelizmente, faleceu a semana passada”.

img908.jpg