Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

OS SARGACEIROS DA APÚLIA VÃO DANÇAR EM LISBOA NO PRÓXIMO SÁBADO

Já alguma vez assistiu ao vivo a uma atuação do Grupo de Sargaceiros da Casa do Povo da Apúlia – Esposende? Não perca esta oportunidade… eles vêm no próximo sábado, dia 17 de setembro, a Lisboa e vão atuar no Largo do Martim Moniz a partir das 16h45. Antes, porém, desfilam a partir do Rossio, através da Praça da Figueira, rumo ao local onde se realiza o espetáculo.

Trata-se do Festival Nacional de Folclore que é anualmente organizado pelo BESCLORE – Grupo de Danças e Cantares do Grupo Novo Banco e conta também com a participação do Rancho Folclórico de Vilela, o Grupo Folclórico de S. Miguel da Carreira, o Rancho Folclórico “Os Camponeses” de Santana do Mato e o Grupo de Percussão “Bombbrando”.

Em relação às condições meteorológicas, o Instituto do Mar e da Atmosfera prevê para o próximo sábado, céu geralmente limpo com temperatura variável entre os 19 graus e os 30 graus, o ideal para assistir ao festival de folclore que vai ter lugar no Largo do Martim Moniz, em Lisboa.

 A não perder!

14192596_10207291304660281_4384082262671658141_n.jpg

GENTES D’ENTRE-O-DOURO-E-MINHO DANÇAM NA AMADORA

Grupo de Danças e Cantares do Alto do Moinho realizou o XVIII Festival de Folclore de Alfragide

O Grupo de Danças e Cantares do Alto do Moinho, no concelho da Amadora, realizou no passado sábado mais uma edição do Festival de Folclore de Alfragide, o qual contou este ano com a participação do Rancho Regional de Mindelo – Vila do Conde, Rancho Folclórico “Os pescadores de Matosinhos” – Porto e do Rancho Folclórico de Vila Nova da Erra – Coruche, além naturalmente do próprio grupo anfitrião. A organização teve o apoio da Câmara Municipal da Amadora e da Junta de Freguesia de Alfragide.

CX8A1841.JPG

O anfitrião, Grupo de Danças e Cantares do Alto do Moinho, foi fundado em 1987 e encontra-se sediado na Associação de Moradores Alto do Moinho, no Bairro do Zambujal, concelho da Amadora, nos limites geográficos com a cidade de Lisboa. No entanto, este grupo representa com fidelidade os usos e costumes das gentes do Douro Litoral, na realidade a região geo-etnográfica de Entre-Douro-e-Minho.

Este é um grupo que apresenta variadíssimos trajes de entre os quais se destacam, os trajes de trabalho, traje de romaria, traje de vendedeiras de bolos, traje de aguadeira, traje de lavadeira, traje de vindimador, entre outros.

De modo a representar fidedignamente o folclore do Douro Litoral, aliás região d’Entre-o-Douro-e-Minho para sermos mais rigorosos do ponto de vista geo-etnográfico, este grupo fez uma recolha das modas e trajes das regiões de Gondomar, Trofa, Maia e outras regiões do grande Porto.

No seu repertório, este grupo, apresenta modas de roda como a caninha verde, cantares ao desafio como a Desgarrada, danças melodiosas e em coluna como a Pastorinha e a real Caninha, entre outras bastante demonstrativas da região do Douro Litoral.

O Grupo está inscrito na Confederação Portuguesa das Coletividades de Cultura, Recreio e Desporto. Inicialmente com o nome de Rancho Folclórico Alto do Moinho, após 20 anos de atividade decidiu com o apoio da Associação de Moradores, fazer uma reestruturação completa, nascendo assim o Grupo Danças e Cantares Alto do Moinho, composto por cerca de 50 elementos, com idades compreendidas entre os 5 e os 80 anos com gente oriunda de norte a sul do país, sendo esta uma das razões pela qual foi motivado a representar as danças e cantares de todo o país, exibindo trajes de diversas regiões.

Fotos: Manuel Santos

CX8A1610.JPG

CX8A1635.jpg

CX8A1682.JPG

CX8A1720.JPG

CX8A1713 (1).JPG

CX8A1720 (3).JPG

CX8A1726 (1).jpg

 CX8A1728 (1).jpg

CX8A1729 (1).jpg

CX8A1732 (1).JPG

CX8A1739 (1).JPG

CX8A1743 (1).JPG

 CX8A1828 (2).JPG 

PONTE DE LIMA SENSIBILIZA PARA A PROTECÇÃO DE DADOS NA ERA DIGITAL

Município de Ponte de Lima promove Jornada sobre 'Proteção e segurança de dados versus direito à informação na era digital: um paradoxo?'

Auditório Municipal de Ponte de Lima- 23 de setembro

O Município de Ponte de Lima, em parceria com a Delegação Norte da Associação Portuguesa de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas (BAD), com o Grupo de Trabalho de Gestão de Documentos de Arquivos (GT-GDA) e com a Asociación de Profisionais dos Arquivos, Bibliotecas, Museos e Centros de Documentación de Galicia (BAMAD – GALICIA), vai realizar no próximo dia 23 de setembro, entre as 9h30 e as 17h30, um encontro subordinado ao tema “Proteção e segurança de dados versus direito à informação na era digital: um paradoxo?”.

jornada_protecao[1].jpg

A jornada, estruturada em torno dos seguintes temas centrais: “Direito de acesso à informação e proteção de dados na perspetiva jurídica”, “Segurança e proteção de dados: uma abordagem informática” e “Amanhã é tarde demais…: o que fazer hoje para garantir o direito de acesso à informação digital no futuro?”. Esta ação pretende promover o debate e a partilha de conhecimentos em torno das oportunidades e desafios que se impõem às organizações, em geral, e à administração pública, em particular, face ao atual contexto digital e à crescente produção e disseminação de informação.

A iniciativa vai decorrer no Auditório Municipal nos Paços do Concelho. A participação é gratuita, no entanto requer inscrição obrigatória.

CERVEIRA HOMENAGEIA MESTRE JOSÉ RODRIGUES

“Jardim Mestre Zé Rodrigues” perpetua o homem e o artista

Pela dedicação e ligação íntima ao concelho, e pelo respeito e amizade às suas gentes, a Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira aprovou, esta quarta-feira, por unanimidade, a atribuição do nome do Mestre José Rodrigues ao espaço ajardinado à entrada na vila onde se encontra a grandiosa escultura da sua autoria - ‘O Esforço’. Assim, nasce o “Jardim Mestre Zé Rodrigues – Escultor – 1936/2016”.

IMG_8735.JPG

A morte do Mestre José Rodrigues, no passado sábado, é encarada pelo município cerveirense como uma perda irreparável para a cultura nacional e, em particular, para Cerveira, ‘Vila das Artes’. Como forma de reconhecimento e homenagem póstuma, a Câmara Municipal propôs uma alteração toponímica, de modo a perpetuar o nome do escultor num jardim onde, há alguns anos, se ergueu uma das suas ‘filhas artísticas’, ‘O Esforço’. No local, será colocada uma placa identificativa “Jardim Mestre Zé Rodrigues – Escultor – 1936/2016”.

“A pessoa e a obra do Mestre José Rodrigues estão eternamente ligadas a Vila Nova de Cerveira, e este ato simbólico representa um contributo para a recordação e preservação da memória do Homem e Artista nos dias de hoje e para as novas gerações. Consideramos que é mais uma justa homenagem ao percurso pessoal e artístico, pela centralidade, pela existência de um trabalho da sua autoria e por ser um espaço de beleza natural. O Mestre José Rodrigues idolatrava a interação entre a arte e a natureza e, se aquele jardim em pleno coração da vila já lhe pertencia pela obra “O Esforço”, de hoje em diante é mesmo seu ”, afirma o presidente Fernando Nogueira.  

Depois de ter decretado dois dias de luto municipal (10 e 11 de setembro), com o hastear da bandeira do Município a meia-haste nos Paços do Concelho, a autarquia cerveirense aprovou também, na reunião de vereação, um Voto de Pesar pelo falecimento do Mestre José Rodrigues, guardando um minuto de silêncio em sua memória.

Já em 2012, no Dia do Município, a 01 de outubro, Vila Nova de Cerveira agradecia o trabalho e dedicação do Mestre José Rodrigues, agraciando-o com a entrega do mais prestigiado título municipal, a Medalha de Honra do Município, pela propulsão que conferiu às Bienais Internacionais de Arte de Vila Nova Cerveira e ao seu papel enquanto diretor artístico na VI edição.

José Rodrigues foi um dos propulsores das Bienais Internacionais de Arte de Vila Nova de Cerveira e um dos sócios-fundadores da Fundação Bienal de Arte de Cerveira. Com um vasto e rico currículo de âmbito nacional e internacional, o Mestre é reconhecido também pelas suas inúmeras esculturas públicas que se encontram espalhadas pro Portugal e no estrangeiro, sendo o autor de três símbolos escultóricos que embelezam Vila Nova de Cerveira, nomeadamente “O Cervo”, imponente escultura que se encontra no Monte da Encarnação e que todos associam à ‘Vila das Artes’; o “Esforço”, que se encontra junto ao centro da vila; e as “Navegações” junto à margem do rio Minho; para além do espólio aberto ao público no Convento S. Paio.

Cerveira, ‘Vila das Artes’ respira cultura em cada esquina e é amplamente reconhecida como tal graças a alguns rostos com nomes, e um deles é e será o Mestre José Rodrigues.

PRESIDENTE DO MUNICÍPIO BRACARENSE INAUGURA NOVAS INSTALAÇÕES DO COLÉGIO LEONARDO DA VINCI

Colégio Leonardo Da Vinci com projecto educativo exemplar. Ricardo Rio inaugurou as novas instalações

Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, inaugurou esta Quinta-feira, 15 de Setembro, as novas instalações do Colégio Leonardo Da Vinci, localizadas na Rua de Santa Margarida, em Braga.

1nnn.jpg

Segundo o Autarca, a Cidade de Braga “tem tudo a ganhar com projectos desta natureza, uma vez que a Educação é uma área central na vida e no desenvolvimento de um Concelho”. Fundado em 1990, o Colégio Leonardo Da Vinci assume a missão de formar alunos e crianças activos na sociedade, sendo que este novo espaço vem possibilitar que o aumento significativo do número de alunos que frequentam a instituição.

“Investir na educação é investir no futuro e Braga apresenta uma oferta educativa de reconhecido valor quer no sector público, quer no sector privado”, referiu Ricardo Rio, apontando como “essencial que todos trabalhem em conjunto para que, no futuro, Braga tenha jovens mais formados do ponto de vista académico, humano e social”. Neste particular, o Autarca considerou que o Colégio Da Vinci “tem cumprido exemplarmente essa missão” e que o crescimento deste estabelecimento “é sinal de reconhecimento pela qualidade do projecto educativo que está a ser desenvolvido”.

Estas novas instalações do Colégio Leonardo Da Vinci resultam de um protocolo de cedência, por 20 anos, do espaço que é propriedade da Congregação das Irmãs Adoradoras.

CMB15092016SERGIOFREITAS0000001851.jpg

SEMANA EUROPEIA DA MOBILIDADE CONDICIONA TRÂNSITO EM BRAGA

Condicionamentos à normal circulação de trânsito e estacionamento

O Município de Braga informa que, por motivo da realização da Semana Europeia da Mobilidade Braga 2016, haverá restrições de circulação e estacionamento de veículos em diversas artérias da Cidade.

Assim, entre os dias 16 e 22 de Setembro, estará proibido o transido e o estacionamento automóvel na rua Gonçalo Pereira e Largo de S. Paulo. Neste período, o trânsito na Rua do Anjo irá fazer-se no sentido poente/nascente, concretamente Largo de S. Paulo para Largo Carlos Amarante.

ANO LETIVO EM FAMALICÃO ARRANCA COM BOAS NOTÍCIAS

Paulo Cunha anunciou oferta de manuais escolares para o 2.º ciclo, caso o Governo estenda o empréstimo a todo o 1.º ciclo

image48749.jpeg

O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, anunciou esta quinta-feira que “caso o governo cumpra com a promessa de estender ao 2.º, 3.º e 4.º ano o empréstimo dos manuais escolares, que este ano acontece para o primeiro ano, a Câmara Municipal de Famalicão avançará com a oferta dos livros para o segundo ciclo, ou seja para o 5.º e 6.º ano”. A garantia foi deixada durante a cerimónia de arranque do ano letivo 2016/2017, que decorreu na Escola Básica Integrada de Gondifelos e ficou marcada pela entrega simbólica dos manuais escolares aos alunos do 1.º Ciclo.

“Nós consideramos a aposta na educação como um investimento e não estamos aqui há procura de poupanças ou da redução de encargos, estamos antes disponíveis para realocar estas verbas, caso deixem de ser necessárias, para outros níveis de ensino”, afirmou o autarca, considerando a medida do governo de emprestar os livros ao primeiro ano como “muito positiva”.

A satisfação e agrado com o anúncio de Paulo Cunha não se fez esperar, e logo pela voz dos pais. Laurinda Oliveira, vice-presidente da Associação de Pais considerou a oferta dos manuais escolares ao 1.º ciclo “uma mais-valia para todas as famílias” e a possível oferta para o 2.º ciclo “como uma excelente noticia para o concelho e um apoio muito importante e necessário para os pais”.

Por estes dias, em Vila Nova de Famalicão, mais de 20 mil crianças e jovens, do pré-escolar ao secundário, iniciaram as aulas. Só no primeiro ciclo do ensino básico, contam-se cerca de cinco mil alunos.

Apesar da azafama que se vive nas escolas, o arranque do ano letivo está a acontecer com“absoluta normalidade”, como sublinhou Paulo Cunha. “Este arranque está a correr francamente bem. Havia uma grande ansiedade e expetativa, tendo em conta algumas mudanças no percurso formativo, mas em Vila Nova de Famalicão conseguimos converter a anormalidade numa normalidade”, acentuou.

Também o diretor da EBI de Gondifelos, Jonas Maciel, se mostrou satisfeito com a forma como está a iniciar o ano letivo, afirmando que “estão reunidas todas as condições necessárias para as aulas comecem com tranquilidade e normalidade”.

A entrega dos livros às crianças do 1.º ciclo, no primeiro dia de aulas é, de resto, uma medida que contribui para que as crianças iniciem o ano com serenidade e em pé de igualdade. “A equidade é um principio fundamental da sociedade que deve ser respeitado por todos e com esta iniciativa o município está a dar um exemplo às crianças”, referiu Laurinda Oliveira, visivelmente satisfeita.

Também o presidente da Câmara Municipal realçou a importância “da atribuição dos manuais que democratizam o acesso à educação e são fundamentais para que todos sem exceção desde o primeiro dia de aulas se apercebam do que é a igualdade e a democracia”.

São 31 mil livros, cerca de 5 mil alunos beneficiados e um investimento de cerca de 260 mil euros.

É, sem dúvida, um investimento fundamental, mas que representa apenas uma gota no oceano dos apoios municipais à educação.

Para além dos manuais escolares, a autarquia investe cerca de 1,3 milhões de euros nas refeições das crianças nas escolas e 1,5 milhões de euros no transporte escolar. Através da ação social, a autarquia apoia também as famílias mais carenciadas com a aquisição do material escolar num investimento superior aos 700 mil euros.

No ano passado, a autarquia aprovou ainda o Regulamento de Apoio à Educação que beneficia as famílias com dois ou mais filhos a estudar, através da criação de um quarto escalão social que dá descontos de 50% com o segundo filho e de 100% a partir do terceiro filho, nos serviços prestados pelo município, como a refeição, o acolhimento e o prolongamento.

Para além destes apoios, Paulo Cunha relembrou ainda as obras de requalificação e modernização das escolas. “É hoje inegável a qualidade do parque escolar em Famalicão e continuamos a investir”, afirmou o autarca relembrando as obras que estão em curso em Requião, Telhado, Louredo, Meães e Gondifelos, num investimento de perto de 1 milhão de euros, mas também anunciando já um conjunto de obras para breve nas escolas de Conde S. Cosme, também conhecida como sede nº 1, Esmeriz, Riba de Ave e Ruivães.

image48755.jpeg

BRAGA REVITALIZA ZONA DO ANTIGO HOSPITAL

Unidade hoteleira contribui para revitalização da zona do antigo Hospital com Projecto permite criação de 40 postos de trabalho

Foi apresentado hoje, dia 15 de Setembro, o projecto da nova unidade hoteleira que irá nascer no complexo do antigo hospital de São Marcos, em Braga. O ‘Vila Galé Braga’ representa um investimento de seis milhões de euros e vai permitir a criação de 40 postos de trabalho, prevendo-se a sua abertura em 2018.

CMB15092016SERGIOFREITAS0000001867.jpg

Na cerimónia de apresentação do projecto, realizada no Palácio do Raio, o presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, destacou o facto deste projecto ´permitir a revitalização de uma zona da Cidade que foi fortemente afectada com a deslocalização do hospital´, em 2011. “O problema que aqui se colocava não dizia somente respeito à Santa Casa da Misericórdia, proprietária dos edifícios, mas a toda a Cidade. A concretização deste projecto representa um exercício de persistência da própria Santa Casa e da Autarquia em revitalizar toda esta área”, referiu, notando o contributo dado pelo Município através da instalação, naquele complexo, do projecto ‘Braga a Sorrir’ e do Centro de Medicina Desportiva.

Ricardo Rio sublinhou que a Autarquia, através da InvestBraga, tem procurado apoiar todos os projectos de investimento que possibilitem a criação de novos postos de trabalho e novas unidades económicas, “dando a oportunidade aos empresários de poderem usufruir do grande potencial de desenvolvimento que Braga tem para oferecer”.

Aos promotores do ‘Vila Galé Braga’, o Autarca manifestou a total colaboração do Município através de um “acompanhamento sempre escrupuloso do que é exigível do ponto de vista legal e regulamentar, para que o projecto hoteleiro seja uma realidade tão cedo quanto possível”.

O ‘Vila Galé Braga’, será um hotel de quatro estrelas com 127 quartos duplos, salão de convenções com cerca de 300m2, quatro salas com áreas entre 35m2 e os 60m2, dois restaurantes, bar, adega, biblioteca e piscinas exteriores para adultos e para crianças. Terá ainda spa com piscina interior, ginásio e salas de massagens, jardim interior e estacionamento.

CMB15092016SERGIOFREITAS0000001870.jpg

CMB15092016SERGIOFREITAS0000001871.jpg

CABECEIRENSES FESTEJAM A S. MIGUEL

Cabeceiras de Basto prepara onze dias de Feira e Festas de S. Miguel

Cabeceiras de Basto apresenta um programa fantástico para animar a Feira e Festas de S. Miguel 2016 que decorrem ao longo de 11 dias nesta vila, entre os dias 20 e 30 de setembro.

S. Miguel 2016 - CARTAZ.jpg

O teatro, o cortejo etnográfico, o concurso pecuário de gado bovino, a ronda das concertinas, a Agrobasto e as atuações do artista David Carreira e do DJ Mastiksoul são pontos altos do programa festivo, a par da Grandiosa Procissão em Honra de S. Miguel e da Sessão Solene do Dia do Município que se celebra a 29 de setembro, dia de feriado municipal.

O Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto (CTCMCB), que tem vindo a conquistar cada vez mais fãs, apresenta nos magníficos Claustros do Mosteiro de S. Miguel de Refojos, o espetáculo ‘A Primeira Viagem’ que será exibido no primeiro dia de festa, dia 20 de setembro, a partir das 21h30. Um momento muito aguardado pelo público que já se habituou às grandes produções teatrais que o CTCMCB leva à cena.

No panorama musical, o destaque, este ano, vai para o jovem artista David Carreira, cantor do momento que arrasta consigo multidões. O cantor atua no dia 24 de setembro, a partir das 22h30, no Parque do Mosteiro. Na noite anterior, 23 de setembro, o palco é do DJ Mastiksoul e do DJ Luís Nunes que prometem levar a juventude ao rubro.

A par do cabeça de cartaz, a Feira e Festas de S. Miguel 2015 ficarão, ainda, marcadas pela atuação dos artistas Romana, Sérgio Rossi, Micaela, Saúl, Minhotos Marotos, Grupo Quadrângulo e Banda Sabor.

Do vasto programa que animará estas Festas do Concelho, destaque, ainda, para a participação das freguesias no cortejo etnográfico e para as inúmeras atuações da ‘prata da casa’, desde logo a Banda Cabeceirense, os ranchos folclóricos, os grupos de cantares e cantadores, os grupos de tocadores de cavaquinho e concertina, entre outros ginásios, escolas e academias locais.

PARTICIPANTES DO CAMPEONATO DO MUNDO DE VELEIROS ROBÓTICOS VISITAM NAVIO HOSPITAL GIL EANNES EM VIANA DO CASTELO

Grupo de participantes do World Robotic Sailing Championship visitou o NAVIO HOSPITAL GIL EANNES

No decorrer do Campeonato do Mundo de Veleiros Robóticos que decorreu em Viana do Castelo na semana de 5 a 10 de setembro, o navio museu Gil Eannes recebeu a visita de um grupo de 57 participantes daquele evento, vindos de Portugal (17), Espanha (5), França (7), Inglaterra (16), Nova Zelândia (2), Estados Unidos América (4), Finlândia (5) e Japão (1).

gilean (1).jpeg

Na sala de reuniões “José Hermano Saraiva”, o grupo assistiu a uma introdução histórica sobre o navio hospital e a pesca do bacalhau e posteriormente, circularam pelo percurso de visita, demonstrando grande interesse pela construção deste emblemático navio museu a qual remonta à década de 50, motivo de maior curiosidade em pequenos pormenores que encontraram ao longo da visita devido ao facto do grupo ter formação na área da navegação robótica – no desenvolvimento de veleiros autónomos.

O Navio Museu Gil Eannes está aberto a visitas todos os dias a partir das 9h30.

gilean (2).jpeg

DENGAZ ATUA EM VIANA DO CASTELO

Os bilhetes para o Concerto do DENGAZ, a realizar no próximo dia 1 de outubro, no Centro Cultural de Viana do Castelo já se encontram disponíveis para venda.

image001vvvvviii.jpg

Locais de venda: Teatro Municipal Sá de Miranda, nos horários habituais da bilheteira (segunda a sexta-feira, das 9h00 às 19h00; em dias de espetáculo: das 9h00 às 13h00 e das 14h00 às 22h00); sábado e domingos em dias de espetáculos, (2 horas antes).

  • No dia do espetáculo, se a lotação não estiver esgotada,poderão adquirir bilhetes na bilheteira do Centro Cultural entre as 18h00 e as 22h00.
  • Classificação etáriaM/6 anos
  • Custo do bilhete: 10€ (plateia em pé) | 10€ (bancada)
  • Aceitam-se reservas de bilhetes, unicamente, por  email: tmsm@cm-viana-castelo.pt, com um prazo de levantamento de 24 horas, caso contrário a reserva ficará sem efeito.
  • Há bilhetes de plateia e bancada, pelo que deverão mencionar na reserva o desejado.
  • Não há lugares marcados.

PONTE DE LIMA EVOCA CARDEAL SARAIVA

Terceira conferência sobre Cardeal Saraiva. Biblioteca Municipal de Ponte de Lima. 23 de setembro | 19h00

O Município de Ponte de Lima promove no próximo dia 23 de setembro, pelas 19h00, a terceira conferência dedicada a uma das personalidades mais elevadas da cultura local – o insigne Cardeal Saraiva. Intitulada Frei Francisco de S. Luís: académico e filólogo, a palestra orientada por Telmo Verdelho, professor catedrático da Universidade de Aveiro, versará sobre a importante passagem do monge beneditino pela academia de Coimbra, evocará o seu legado literário e abordará a vertente filológica do ilustre limiano.

CARTAZ Conferência Telmo Verdelho (1).jpg

A sessão, inserida nas comemorações dos 250 anos sobre o nascimento do Cardeal Saraiva, decorrerá no Auditório da Biblioteca Municipal de Ponte de Lima - palco privilegiado do ciclo de sete conferências de tributo que se estende até final do ano.

A próxima comunicação – O Cardeal Saraiva e o conflito entre o Estado e a Igreja na Revolução Liberal portuguesa -, orientada por Afonso Rocha, está agendada para 21 de Outubro. Seguem-se, a 11 de Novembro, D. Frei Francisco de S. Luís e os estudos literários, por Cândido Martins, e, a 02 de Dezembro, Tensões e conflitos entre liberais e absolutistas no Alto Minho no tempo de Cardeal Saraiva, por Alexandra Esteves. Por seu turno, a conferência Frei Francisco de S. Luís e o nosso tempo, de Oliveira Ramos, contínua sem previsão de data.

Sobre o palestrante:

Natural de Vale de Gouvinhas, Mirandela, Telmo dos Santos Verdelho é licenciado pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra e doutorado pela Universidade de Aveiro, onde é professor catedrático na área da Linguística.

Considerado o maior especialista português em Lexicografia, Telmo Verdelho congrega no seu currículo diversos artigos e publicações de que destacamos As palavras e as ideias na Revolução Liberal de 1820 (1981), Latinização na história da língua portuguesa: o testemunho dos dicionários (1987), As origens da gramaticografia e da lexicografia latino-portuguesas (1995), Terminologias na língua portuguesa: perspetiva diacrónica (1998), entre outros.

ARCOS DE VALDEVEZ REQUALIFICA ESCOLA BÁSICA

Câmara Municipal de Arcos de Valdevez e Ministério da Educação celebraram acordo para a requalificação da EB 2, 3/S de Arcos de Valdevez

Decorreu esta segunda-feira a celebração dos acordos com o Ministério da Educação para a requalificação de várias escolas da região norte.

assinatura_acordo_ministerio_educação.jpg

A EB 2,3/S foi uma das contempladas neste plano de Requalificação e Modernização das Instalações de vários estabelecimentos de ensino, sendo que no caso arcuense o Ministério transferirá para o Município o montante de 242.465,62€, correspondente a 7,5% do custo estimado, o Municipio suportará o montante remanescente da contrapartida pública nacional, nomeadamente 242.465,63€, e os restantes 85%, no valor de 2.747.943,75€, serão suportados por verbas advindas do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, no âmbito do Programa Operacional Regional NORTE 2020.

A requalificação da EB 2, 3/S de Arcos de Valdevez representa um investimento de 3.257.761,60 euros (c/IVA) e a este valor acrescem 475 030,20€ para a aquisição de mobiliário e outro tipo de equipamento.

Esta escola já conta com cerca de 30 anos (1986) e necessita de obras, pois nunca foi alvo de nenhuma manutenção que atenuasse o desgaste das estruturas devido aos anos de vida dos edifícios e sua consequente utilização.

A intervenção será realizada ao nível do Polivalente, dos Blocos I,II e Oficina e incluirá a colocação de mobiliário escolar, material didático, mobiliário e equipamento técnico de laboratório e equipamento informático e multimédia.

Ao todo a escola terá 135 espaços, repartidos por espaços de ensino/educação/cultura, espaços sociais, espaços de gestão e administração escolar e espaços de apoio.

Com esta empreitada pretende-se a criação de condições de acessibilidade a pessoas com mobilidade condicionada, a melhoria das suas condições de usufruto no dia-a-dia, bem como de segurança e acessibilidade. Através da reorganização e melhoramento dos espaços pretende-se incrementar a diversidade de práticas pedagógicas, o reforço do ensino experimental de ciências e tecnologia (laboratórios e oficinas) e de tecnologias de informação e comunicação.

Com esta intervenção a Câmara Municipal considera que todas as crianças e jovens poderão usufruir de um ambiente de aprendizagem renovado, motivador e gratificante, dando assim, continuidade ao projeto educativo que visa a melhoria da qualidade do ensino e o bem-estar dos alunos, de modo a que queiram prosseguir com os seus estudos até concluírem a sua formação académica.

JOVENS DE VIZELA CANDIDATAM-SE AO PROGRAMA PORTA 65

Espaço Jovem de Vizela apoia instrução de candidaturas ao Programa Porta 65 

O Espaço Jovem de Vizela está a apoiar a instrução de candidaturas ao programa Porta 65 –Jovem, que decorrem de 20 de setembro a 07 de outubro de 2016.

Tem início no próximo dia 20 de setembro o novo período de candidaturas ao Programa Porta 65 Jovem, programa que apoia o arrendamento de habitação para residência permanente, tendo como beneficiários jovens com idade igual ou superior a 18 anos e inferior a 30 anos, jovens em coabitação, jovens casais ou em união de facto.

Os jovens interessados em apresentar candidatura, exclusivamente online, no período de 20 de setembro (10:00) a 07 de outubro (18:00), poderão solicitar apoio (esclarecimento de dúvidas, articulação com o IDPJ, digitalização de documentos e submissão de candidatura) do Setor da Juventude da Câmara Municipal de Vizela.

Para tal poderão deslocar-se presencialmente às instalações do ESPAÇO JOVEM, sitas na Rua da Portela nº 25 1º Dto. 4815 - 648 Vizela  ou contactar o serviço através  dos números 253582300 / 253489630 ou ainda por correio eletrónico: juventude@cm-vizela.pt.

Importante:

Antes das candidaturas serem formalizadas os candidatos deverão:

- Confirmar se a morada de residência registada nas Finanças é a mesma da casa arrendada. Se não, deverão atualizá-la;

- Já ter a declaração de IRS relativa ao ano anterior a que diz respeito a candidatura entregue nas Finanças;

- Ter senha de acesso para entrega das declarações eletrónicas, obtida junto dos serviços das finanças ou através do site http://www.portaldasfinancas.gov.pt/

- Ter e-mail pessoal. 

PONTE DE LIMA COMBATE ILITERACIA

Município de Ponte de Lima promove palestra sobre educação para a literacia

O Município de Ponte de Lima vai assinalar o Dia Internacional da Literacia - que todos os anos se comemora a 08 de setembro - com uma palestra intitulada “Educação para a literacia no século XXI: práticas e desafios”, orientada por Fernando Fraga de Azevedo, docente do Instituto de Educação da Universidade do Minho. Por razões de conveniência de calendário, a comunicação - que incidirá sobre o desenvolvimento sustentado de competências de literacia, em diferentes contextos e sob variáveis distintas - decorrerá no dia 22 de setembro, pelas 10h00, no Auditório Rio Lima.

O evento, dirigido à comunidade estudantil e ao público em geral, surge associado aos 50 anos do Dia Internacional da Literacia e ao 23.º aniversário da Biblioteca Municipal de Ponte de Lima, enquanto instituição promotora do conhecimento e da democratização do acesso à informação e às novas tecnologias.

Associe-se ao Dia Internacional da Literacia - este ano sob o tema “Ler o passado, escrever o futuro” - e passe pelo Auditório Rio Lima.

Esperamos por si!

Sobre o palestrante:

Fernando José Fraga de Azevedo é docente do Instituto de Educação da Universidade do Minho, onde é responsável pela regência de unidades curriculares de pós-graduação nas áreas da Literatura Infantil e Juvenil e na formação de leitores. Doutorado em Ciências da Literatura, publicou mais de 34 artigos em revistas especializadas, produziu 22 trabalhos em atas de eventos e editou 30 livros, entre diversas outras contribuições escritas que versam essencialmente sobre a competência literária e literácita, a educação, a escola e a leitura.

Fernando Fraga de Azevedo é membro do Centro de Investigação em Estudos da Criança (CIEC) e integra o Observatório de Literatura Infanto-Juvenil (OBLIJ) e a Rede Internacional de Universidades Leitoras (RIUL).

(Fonte:http://www.planonacionaldeleitura.gov.pt/escolas/uploads/formacao/fernando_jose_fraga_azevedo.pdf)

Palestra_Literacia (Small).jpg

Palestra_Literacia_banner-01 (Small).jpg

QUASE 2000 CRIANÇAS E JOVENS INICIARAM ANO LETIVO NAS ESCOLAS DO CONCELHO DE CAMINHA

Receção de boas vindas aos professores decorreu ontem na Biblioteca de Caminha

O ano letivo 2016-2017 abriu hoje nas escolas do concelho com normalidade. Quase 2000 crianças e jovens, repartidos por diferentes níveis de ensino (re)iniciam agora o seu percurso escolar, num ano cheio de desafios e muito exigente, como sublinhou ontem o presidente da Câmara, Miguel Alves, na receção aos professores, que decorreu ao final da tarde na Biblioteca Municipal de Caminha.

Receção professores 1.jpg

No seu conjunto, são 1960 os alunos que hoje iniciam a vida escolar ou retomam estudos nas escolas do concelho, sendo que a esmagadora maioria – 1637 – pertence ao Agrupamento de Escolas Sidónio Pais. A ETAP começa o ano com 175 estudantes e a frequentar os jardins de infância privados há 148 crianças.

A maioria dos docentes e educadores, cerca de centena e meia, pertence também ao Agrupamento de Escolas Sidónio Pais, assim como o pessoal não docente.

Como é hábito, o presidente da Câmara deu as boas vindas aos docentes ontem, num ambiente informal, que foi marcado pelas novas condições do ensino no concelho, designadamente com o reforço significativo do número de alunos que passa a frequentar aescolapública no Agrupamento, e com a criação do Ensino Secundário Público em Vila Praia de Âncora.

Miguel Alves agradeceu aos professores o trabalho desenvolvido, sobretudo na preparação do arranque do ano letivo, com dificuldades acrescidas devido a alterações de última hora, que obrigaram a um esforço acrescidos para acomodar uma população escolar que cresceu em quase duas centenas na escola pública, a cerca de duas semanas da data marcada para o começo deste ano letivo.

O presidente falou de desafios, num ano escolar que será muito exigente e manifestou confiança em toda a comunidade educativa, reiterando o seu empenhamento pessoal na Educação, assim como a grande aposta da Câmara Municipal, que aliás tem como vereador da Educação um professor.

Miguel Alves acompanhou também os docentes numa visita à nova Biblioteca de Caminha, inaugurada este verão, pedindo-lhes que façam dela também uma sala de aula, encarando-a como mais um espaço que está à disposição da comunidade escolar.

A Câmara Municipal aumenta este ano o investimento na área da Educação, reforçando o conjunto de apoios concedidos às crianças do concelho e às suas famílias, designadamente nas áreas de refeições, transportes e Atividades de Animação e de Apoio à Família (AAAF), passando estas últimas a ser completamente gratuitas no ano letivo 2016/2017.

Na semana passada também foram entregues os manuais escolares aos alunos do 2º, 3º e 4º anos do 1º ciclo, com escalões A e B, bem como os livros de fichas aos estudantes do 1º ano do 1º ciclo, com os respetivos escalões A e B. No total, beneficiando 227 alunos, o que obrigou o Município a um investimento de cerca de 13 mil euros.

Este é também um ano letivo que fica marcado pela criação da Escola Básica e Secundária do Vale do Âncora e a pela expectativa do lançamento da obra de requalificação da Escola Básica e Secundária Sidónio Pais em Caminha, cujo processo está a decorrer a bom ritmo, tendo sido já assinado o respetivo Acordo de Colaboração,num investimento estratégico na Educação, estando em causa um valor de sensivelmente três milhões de euros.

Receção professores 2.jpg

Receção professores 3.jpg

Receção professores.jpg

EMBAIXADOR DO JAPÃO ENCONTRA-SE AMANHÃ EM FAMALICÃO COM EMPRESÃRIOS DA REGIÃO

Conferência ‘Famalicão Made INternational’ na Casa do Território a partir das 14h30

O Embaixador do Japão em Portugal vem amanhã, sexta-feira, 16 de setembro, a Vila Nova de Famalicão para participar numa conferência dedicada às oportunidades de negócio que o mercado nipónico tem para oferecer. Hiroshi Azuma é uma das presenças confirmadas na segunda conferência de 2016 de ‘Famalicão Made INternational’, a realizar a partir das 14h30, na Casa do Território, Parque da Devesa.

A apresentação dos ‘Embaixadores Famalicenses no Japão’, empresários que conhecem bem o mercado nipónico e que se disponibilizaram para aconselhar as empresas famalicenses que pretendam explorar comercialmente as suas oportunidades de negócio, será outro dos momentos altos da sessão.

Capacitar as empresas famalicenses, sobretudo as startups e as PME, para a exportação, tendo em vista o alargamento da base exportadora do concelho, é o que ambiciona a Câmara Municipal com ‘Famalicão Made INternational’, iniciativa que conta com a cooperação da AICEP – Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal e da ADRAVE – Agência de Desenvolvimento Regional do Vale do Ave.

PROGRAMA

14h30 - Receção aos participantes

15h00 - Sessão de Abertura

Paulo Cunha, Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão

15h15 - As oportunidades do mercado japonês *

Hiroshi Azuma, Embaixador do Japão em Portugal

* intervenção em Inglês

15h45 - Experiência Empresarial no Japão

Assinatura dos Protocolos “Embaixadores Famalicenses no Japão”

16h15 - Produtos e Serviços de Apoio à Internacionalização

Maria João Veiga Gomes, Direção de Relações Institucionais e Mercados Externos da AICEP Portugal Global

16h45 - Encerramento

Joaquim Lima, Administrador-Delegado da ADRAVE

Leonel Rocha, Vereador do Empreendedorismo na Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão

PARQUIMETROS: MUNICÍPIO DE MONÇÃO SUSPENDE PAGAMENTO ATÉ CRIAÇÃO DE NOVO REGULAMENTO

Deliberação, aprovada por unanimidade, na habitual reunião quinzenal do Executivo Municipal de Monção realizada ontem, ao final da tarde, tem aplicação imediata. Assim, enquanto o novo regulamento não for aprovado no executivo municipal e na assembleia municipal com prévia audiência pública, o estacionamento passa a ser gratuito e sem limite de permanência.

Parquimetros (Large) (1).JPG

O Executivo Municipal de Monção, reunido ontem à tarde na Biblioteca Municipal de Monção, deliberou, por unanimidade, suspender o pagamento nas zonas de estacionamento pago até que seja criado e aprovado um novo regulamento, passando, nessa altura, o sistema a ser gerido pela autarquia.

O trabalho para a revisão do regulamento iniciou-se no passado dia 7 de setembro numa reunião de trabalho com os empresários locais, continuando agora com a efetivação do documento que, registe-se, deverá englobar algumas das sugestões apontadas naquele encontro realizado no Museu do Alvarinho.

Quando concluído, o novodocumento terá de obedecer a determinadas etapas administrativas obrigatórias, nomeadamente aprovação no executivo municipal e na assembleia municipal com prévia audiência pública, processo que deverá estar finalizado ainda no corrente ano civil.

Enquanto decorrem os trâmites legais, o estacionamento passa a ser gratuito e sem limite de permanência.Os dez parquímetros coletivos e os doze pilaretes com controlo à distância permanecem nos locais, uma vez que serão utilizados pelo município quando o novo regulamento entrar em vigor.

Além da componente legal associada à revisão do regulamento, haverá também a necessidade de adaptar o sistema informático às novas medidas e reajustar o processo de fiscalização da cobrança que, contrariamente ao período de concessão,passará a ser efetuado por funcionários da autarquia.

SARGAÇO! SARGAÇO!

- grita o sargaceiro ao avistar as algas que a mareada arroja, exortando os companheiros a entrarem mar dentro e enfrentarem com arrojo a rebentação das ondas. Após a maresia, a mareada é invariavelmente mais abundante, arrojando o mar as algas que se desprendem dos rochedos quase submersos. O grito do sargaceiro ecoa longínquo na praia. Os homens, vestidos de branqueta e a cabeça e pescoço protegido com o sueste, levam consigo o galhapão ou a gaiteira se o sargaço estiver próximo da praia. No areal, as mulheres transportam o sargaço nas carrelas para mais longe do alcance do mar, fazendo as camas onde fica a secar. Apó a secagem, as algas serão empregues como fertilizantes das terras, em produtos fito-sanitários e cosméticos, sendo cada vez mais conhecidas também as suas virtudes alimentares.

Sargac (1).jpg

No próximo dia 17 de Setembro, o Grupo dos Sargaceiros da Casa do Povo de Apúlia, no concelho de Esposende, vai atuar em Lisboa, no Festival Nacional de Folclore que o Grupo BESCLORE leva a efeito no Largo do Martim Moniz. O espetáculo será antecedido de um desfile etnográfico a partir da Praça D. Pedro IV, vulgo Rossio, um momento sempre muito apreciado pelo público.

Fundado em 1934, o Grupo dos Sargaceiros da Casa do Povo de Apúlia é um representante ímpar do folclore da Região do Baixo-Minho e vai seguramente constituir a grande atracão deste Festival de Folclore.

A iniciativa conta ainda com a participação do Rancho Folclórico de Vilela, o Grupo Folclórico de S. Miguel da Carreira, o Rancho Folclórico “Os Camponeses” de Santana do Mato, o Grupo de Percussão “Bombbrando” e o anfitrião, BESCLORE – Grupo de Danças e Cantares do Grupo Novo Banco.

Fotos: http://www.sargaceiros.com.pt/

Sargac (2).jpg

Sargac (4).jpg

Sargac (6).jpg

Sargac (9).jpg

Sargac (10).jpg

Sargac (11).jpg

Sargac (12).jpg

Sargac (14).jpg

Sargac (15).jpg

14192596_10207291304660281_4384082262671658141_n.jpg