Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

“O JARDIM DAS DESCOBERTAS” É O TEMA DA EDIÇÃO DE 2017 DO FESTIVAL INTERNACIONAL DE JARDINS DE PONTE DE LIMA

O Festival Internacional de Jardins de Ponte de Lima tem-se vindo a afirmar de ano para ano como uma das grandes atrações turísticas da vila de Ponte de Lima, recebendo a cada ano um maior número de visitantes.

Fot_Amandio_Sousa_Vieira01 (Small).JPG

Sob o mote “Jardins do Conhecimento”, estão em exposição permanente onze novos jardins, provenientes de diversos países, tais como, Áustria, Itália, República Checa, Brasil, Espanha, Suíça e Portugal, aos quais se junta o vencedor da passada edição, “A Casa na Água”.

Integrado ainda neste Festival Internacional de Jardins, os seus visitantes podem ainda usufruir do 2º Festival de Jardins Escolinhas, um projeto que visa o envolvimento de toda a comunidade escolar.

Para a próxima edição, em 2017, já está lançado o desafio, mais uma vez procuram-se projetos inovadores, criativos e interativos com os visitantes, sendo o tema da 13ª edição “O Jardim das Descobertas”.

O período de inscrições já está aberto, podendo submeter a sua candidatura até 15 de novembro de 2016. As candidaturas devem ser enviadas através de painel A1 com a memória descritiva e estimativa orçamental em A4. Pode submeter a candidatura no seguinte formulário: http://www.festivaldejardins.cm-pontedelima.pt/candidaturas2017

O Festival Internacional de Jardins mantém-se em exposição permanente até ao dia 31 de outubro, durante o corrente mês das 10h00 às 20h00, em setembro, das 10h00 às 12h00 e das 13h00 às 19h00 e em outubro, encerra às 18 horas. No período da manhã de segunda-feira o Festival de Jardins encontra-se encerrado para se realizar a manutenção do mesmo.

Para mais informações ou envio de propostas comunique através do e-mail: festivaldejardins@cm-pontedelima.pt.

Fot_Amandio_Sousa_Vieira_2 (Small).jpg

PONTE DE LIMA É O MELHOR DESTINO PARA OS AMANTES DE HORSEBALL

Ponte de Lima foi distinguida com o prémio de Melhor Destino de Horseball

Ponte de Lima foi distinguida com o prémio de Melhor Destino de Horseball pela Federação Internacional de Horseball, no decurso da Gala Equestre realizada no Edifício Panorâmico da Expolima, no dia 18 de agosto.

IMG_0449.JPG

Esta distinção surge pelo facto do Campeonato do Mundo de Horseball que se realiza em Ponte de Lima pela segunda vez em três edições realizadas até ao momento, sendo a que a outra edição foi realizada em Montpellier, França. A realização do Campeonato do Mundo de Horseball em Ponte de Lima enquadra-se na aposta do Município de Ponte de Lima no projeto Ponte de Lima Destino Equestre Internacional. O desporto equestre de alta competição, é uma atividade que dá origem a uma série de dinâmicas sociais, culturais e económicas, assumindo um papel relevante no conjunto de iniciativas que se promovem ao longo do ano. De realçar que as infraestruturas e equipamentos já criados permitem aumentar a notoriedade dos eventos equestres a nível interno e externo, criando condições para incrementar a prática de provas nacionais e internacionais de alta competição.

O Horseball, jogo de alta competição, caracteriza-se por ser um jogo muito rápido, sendo as suas origens ancestrais. Tudo se iniciou no treino de cavalos e cavaleiros para as guerras passando rapidamente a uma forma de interação e espirito de equipa entre soldados.

Até 20 de agosto realiza-se em Ponte de Lima o Campeonato do Mundo de Horseball. A competição conta com a participação de trinta selecções provenientes de catorze países: Argentina; Austrália; Áustria; Bélgica; Brasil; Canadá; França; Reino Unido; Itália; México; Holanda; Espanha e Portugal.

Estão cerca de 300 cavalos e atletas em competição no maior evento desportivo deste verão em Ponte de Lima. No recinto desportivo realizam-se 15 jogos por dia, entre as 17h00 e as 24 horas, sendo as finais no sábado, dia 20 de agosto, com a final marcada para as 21h15.

IMG_0450.jpg

PONTE DE LIMA REFORÇA APOIO À HABITAÇÃO SOCIAL

Ponte Amiga - Projeto de âmbito Social: Câmara Municipal de Ponte de Lima reforça medidas de apoio à Habitação Social

Ao abrigo do projeto Ponte Amiga, de âmbito social, que pela sua dimensão humana e solidária ajuda a combater a pobreza e a exclusão social, a Câmara Municipal de Ponte de Lima deliberou apoiar mais dez agregados familiares carenciados.

A verba total, no valor de 40.515,18€ vai ser aplicada na beneficiação das respetivas habitações, no sentido de as dotar de melhores condições de habitabilidade. As famílias abrangidas por este apoio residem nas seguintes freguesias: Facha; Beiral do Lima; Gondufe; Rebordões Santa Maria; Boalhosa; Poiares; Refoios do Lima; Bárrio e Cepões.

Os beneficiários do Ponte Amiga são cidadãos carenciados, tendo prioridade as famílias com crianças; residentes no concelho de Ponte de Lima, ou através da intervenção de entidades empenhadas em missões de carácter social, com personalidade jurídica.

Ainda no âmbito deste projeto de cariz social, a autarquia deliberou conceder apoios financeiros a mais duas habitações, na freguesia de Fornelos e Queijada, no valor total de 8.773,35€. Tendo como entidade intermediária o Centro Paroquial e Social de Fornelos, a verba será transferida após a execução das obras.

ESPOSENDE INAUGURA MONUMENTO AO BOMBEIRO

Inauguração do Monumento ao Bombeiro e distinções marcam Dia do Município

No dia em que comemora 444 anos da independência do concelho e 23 da elevação de Esposende a cidade, o Município prestou homenagem aos bombeiros do concelho, ao inaugurar o Monumento ao Bombeiro, que ficará localizado no Largo Rodrigues Sampaio.

DSC09992.JPG

“A partir de hoje, os bombeiros de Esposende e de Fão podem dizer que têm num dos locais mais nobres do concelho um monumento que honra a sua atividade e a sua coragem, que honra os vivos e também aqueles que perderam a vida ao serviço dos outros”, afirmou o Presidente da Câmara Municipal, Benjamim Pereira, na sessão solene que sucedeu ao ato inaugural do monumento, uma obra concebida pelos artistas de Belas Artes Forjanenses Mendanha e seus filhos Vânia e Nuno. Falando perante a vasta plateia, que lotou o Auditório Municipal, o Autarca afirmou tratar-se de “um ato da mais elementar justiça para com todos os bombeiros”, tanto da corporação de Fão, uma instituição com 90 anos, como da de Esposende, com 125 anos.

O Presidente da Câmara Municipal expressou também palavras de reconhecimento aos homenageados com a Medalha de Mérito Municipal, nomeadamente Rui Agonia Pereira, Orlando Capitão, Norberto Mota, Vítor Manuel Martins dos Santos, e, a título póstumo, Padre Adélio Torres Neiva, bem como à Delegação de Marinhas da Cruz Vermelha Portuguesa, ao Complexo de Esposende da Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental (APPACDM) e à Associação Social, Cultural e Recreativa de Apúlia (ASCRA), instituições que completaram 25 anos de atividade.

Pelo segundo ano consecutivo no Dia do Município, a Autarquia prestou homenagem aos funcionários que completaram 25 anos de serviço, nomeadamente José Manuel Pereira Pilar, Maria Elsa Batista Andrade Pereira, Paulo João Santos Marques, Raquel Maria Gomes Rios Cerejeira Fontes, António Salvador Martins Faria, Adelino Farinhas Casais, Álvaro Maria Mendanha Gonçalves, António Jorge Moreira da Silva, António Jorge Sá Gomes, Cândido José Gonçalves Ferreira da Cruz, João Maria da Silva Garrido, José Paulo Azevedo Carneiro, Manuel Filipe Cruz, Manuel Rodrigues da Silva, Maria Alzira Martins Maciel Moreira, Rui Manuel Cavalheiro Cunha e Vítor Manuel da Silva Leite, colaboradores a quem o Presidente Benjamim Pereira agradeceu a “dedicação e empenho”.

DSC09940.JPG

Tal como sucedeu em 2015, foram também entregues os votos de louvor aprovados pela Câmara Municipal de Esposende, desde o último Dia do Município, a esposendenses que se evidenciaram e distinguiram por atos e realizações, nomeadamente a Jorge Braga, pela conquista da medalha de bronze na feira de artes plásticas “Art Shopping”, no Carroussel do Louvre, em Paris, e a Carlos Jorge Abreu, pela conquista do galardão “Clinical Engineering Manuscript Award 2015”.

Em dia de festa, Benjamim Pereira apontou vários motivos para os esposendenses se orgulharem do seu concelho e da estratégia adotada neste mandato “de criar sustentabilidade financeira e gerar capacidade de investimento de forma autónoma”, que possibilitou captar novos investimentos, de onde ressalta o Canal Intersector de Pluviais de Esposende, um projeto para travar as cheias na cidade, estimado em 4,5 milhões de euros, cuja candidatura será formalizada no próximo dia 23.

Graças à sua saúde financeira, vincou Benjamim Pereira, o Município pôde avançar com o Plano de Investimentos nas Freguesias, cujo investimento global ronda os 5 milhões de euros. Aproveitou para dar nota do arranque, a breve trecho, de um conjunto de intervenções nas freguesias, expressou a expectativa quanto à aprovação de duas candidaturas da Polis Litoral Norte para mais dois troços da Ecovia do Litoral e regozijou-se com o arranque da obra de reforço do molhe norte da barra, de reconhecida importância tanto por motivos de segurança da cidade como das embarcações. O Autarca fez ainda questão de clarificar a polémica em torno da obra da restinga, dizendo que estão a ser apuradas responsabilidades relativamente à degradação da estrutura e anunciou que está prevista para breve uma intervenção para a substituição dos sacos rasgados.

Em jeito de balanço, e complementando o resumo do trabalho desenvolvido ao longo do último ano, apresentado na sessão através de um pequeno filme, Benjamim Pereira referiu que o Município avançou com a elaboração das Áreas de Reabilitação Urbana em Apúlia, Fão, Esposende e Marinhas, num investimento de cerca de 100 mil euros, com a revisão do Plano de Urbanização da Zona Industrial de Esposende, depois de ter concluído o processo de revisão do PDM que já durava há mais de uma dúzia de anos, que iniciou o projeto do Parque da Cidade e da Travessia pedonal e ciclável do Cávado, tendo procedido à aquisição de moinhos na Abelheira e de terrenos em Apúlia, Antas, Belinho, Esposende, Fonte Boa, Mar, Marinhas e Vila Chã, resolvendo diferendos e problemas com mais de uma década. A somar a tudo isto, referiu o Autarca, foram adjudicados projetos do Museu do Sargaço na Apúlia e do Museu do Junco em Forjães.

DSC09933.JPG

Pelo “enorme significado” que lhe está associado, Benjamim Pereira lembrou a instalação do mural dos anteriores presidentes de câmara, assinalando também a criação do espaço do cidadão e a resolução do problema de acessibilidades do edifício dos Paços do Concelho, dando, ainda, nota da mudança no sistema de comunicação do Município, através da edição mensal do Boletim Municipal, “colmatando um enorme défice de comunicação e transparência na comunicação” da Autarquia.

O Presidente da Câmara Municipal quis também deixar uma palavra de agradecimento aos Conselhos de Administração das empresas municipais Esposende 2000 e Esposende Ambiente e às Presidentes de Junta de Freguesia, pelo “elevado sentido de responsabilidade e espírito de colaboração” e expressou votos de sucesso à nova direção da Zendensino. As felicitações estenderam-se, também, ao Hospital de Esposende e ao Arciprestado de Esposende, que recentemente comemoraram o 100.º aniversário.

E em dia de festa, Benjamim Pereira quis presentear os munícipes com o anúncio da redução do IMI – Imposto Municipal sobre Imóveis para 0.30, a taxa mínima, procurando assim “aliviar o esforço das famílias de Esposende”, uma proposta que vai submeter à aprovação do executivo.

DSC00086.JPG

A terminar a sua intervenção, o Autarca afirmou o seu empenho em continuar a trabalhar em prol do desenvolvimento do concelho e da melhoria da qualidade de vida das populações, prometendo responder com trabalho às “mentiras e falsidades” que têm sido ditas a seu respeito.

Para o Presidente da Assembleia Municipal, Agostinho Silva, o Dia do Município e da Cidade é simultaneamente tempo de balanço e de homenagem aos que se distinguiram. Neste sentido, traçou um balanço positivo da ação deste órgão, notando que, em algumas matérias, os deputados municipais “foram capazes de colocar os interesses partidários de lado e tomar posições por unanimidade”. Aproveitou a oportunidade para apelar à participação dos munícipes nas sessões da Assembleia Municipal, para que “verifiquem a relevância e o papel interventivo dos seus membros na defesa dos interesses da população de Esposende”, e elogiou a postura do Presidente da Câmara Municipal nas sessões no sentido de esclarecer todas as questões.

Em jeito de reconhecimento, Agostinho Silva louvou o trabalho desenvolvido pelas Misericórdias e pelas corporações de bombeiros de Esposende e de Fão, bem como das IPSS’s e associações do concelho, destacando também a dinâmica da Loja Social de Esposende e do setor económico local. Aludindo aos atletas concelhios campeões, afirmou que o concelho possui campeões em várias outras áreas, entre os quais incluiu os trabalhadores do Município e das empresas municipais.

Lançando um olhar sobre o concelho, o Presidente da Assembleia Municipal apontou vários aspetos que fazem de Esposende um concelho com “excelente qualidade de vida” e vincou que o Município aposta num “forte e contínuo investimento”, acrescentando que “a visão empreendedora e o dinamismo do Presidente da Camara Municipal” têm possibilitado a captação de fundos europeus. “Apesar das contingências económicas com que os Municípios se deparam cada vez mais, bem como as competências que lhe são atribuídas sem os correspondentes envelopes financeiros, Esposende consegue seguir com a sua linha de investimentos e de política social sem colocar em causa a sustentabilidade financeira do Município” afirmou.

DSC00062.JPG

A encerrar a sessão solene do Dia do Município assistiu-se a um momento musical, protagonizado pelo Quarteto de Cordas da Escola de Música de Esposende, formado pelos violinistas Carlos Pinto da Costa e Flora Castro, pela violetista Eugénia Lima e pelo violoncelista João Pinto da Costa.

O programa deste dia festivo iniciou com o hastear das Bandeiras na Praça do Município, ao som da Banda de Música de Antas e com a interpretação do tema “Bela Esposende”, pela fadista Filipa Menina. Seguiu-se a Missa Solene na Igreja Matriz, celebrada pelo Arcipreste de Esposende, Padre Delfim Fernandes, que, no final da celebração litúrgica, procedeu à bênção do Monumento ao Bombeiro.

O dia festivo culminará com o concerto de Ana Moura, a partir das 22h00, no Largo dos Bombeiros, e com o espetáculo piromusical na Zona Ribeirinha de Esposende.

DSC00001.JPG

I TRAVESSIA INTERNACIONAL DE REMO DE MAR E II OPEN REMO DE MAR PROMETEM DOIS DIAS ANIMADOS COM O MAR COMO CENÁRIO

Fim-de-semana desportivo com dois grandes eventos no concelho

Sábado e domingo são dias grandes para o desporto caminhense. Amanhã, sábado, realiza-se a I Travessia Internacional de Remo de Mar, entre as margens de A Guarda e Vila Praia de Âncora. Domingo, novamente com o mar como cenário, disputa-se o II Open Remo de Mar, na Praia de Vila Praia de Âncora.

cartaz remo de mar 2016.jpg

Amanhã, sábado, pelas 16h30, tem lugar a I Travessia Internacional de Remo de Mar, com partida do porto de A Guarda e chegada ao porto/praia de Vila Praia de Âncora.

A largada será dada em linha, junto ao porto de mar, a partir do qual os atletas terão de cumprir uma distância de cerca de 10 mil metros. A participação é aberta a remadores e embarcações, que tenham efetuado as respetivas inscrições,  das categorias C2x masculino e feminino absoluto, e C1x masculino com idade mínima de 17 anos.

Entretanto, domingo, a Praia de Vila Praia de Âncora volta a ter uma animação especial, com o II Open Remo de Mar, com início previsto para as 16h00. A entrega de prémios deverá acontecer pelas 18h00.

Na parte da manhã, entre as 10h00 e as 12h00, quem quiser ter uma “experiência náutica” só tem de comparecer na mesma praia, podendo experimentar aí modalidades como o remo de mar, paddle sup ou kayak.

A organização, em ambos os casos, é da responsabilidade do Sporting Club Caminhense e conta com o apoio da Câmara Municipal de Caminha.

RUSGA DE SÃO VICENTE DE BRAGA DESFILA EM VIANA DO CASTELO NA ROMARIA DE NOSSA SENHORA D'AGONIA

Cortejo Histórico Etnográfico da Senhora d'Agonia / 2016

No âmbito do programa da Romaria da Senhora d'Agonia deste ano, a Rusga de São Vicente de Braga - Grupo Etnográfico do Baixo Minho, fazendo jus ao mote "Somos todos Romaria", participará no Cortejo Histórico Etnográfico, a levar a efeito no próximo dia 21, domingo, pelas 16:00h. A Rusga Vicentina bracarense, apresentar-se-á em Viana, numa das iniciativas mais aguardadas de todo o programa das Festas - o Cortejo Histórico Etnográfico -, com o trecho "Romeiros à Senhora d'Agonia".

romeiras_rusga04.jpg

A incursão da Rusga no Cortejo visa por um lado, reforçar e promover a essência da 'Romaria Minhota', enquanto património cultural imaterial identitário da região, e, por outro, não menos importante, proporcionar ocasiões de partilha entre os diversos agentes/atores, nomeadamente, os componentes do movimento associativo folclórico e etnográfico, que chamam a si, a árdua tarefa do estudo, salvaguarda e promoção do(s) património(s) em presença.

Tal como nos dias de hoje, antigamente era prática habitual, a participação ativa do povo crente, nos cortejos processionais. Depois de verem passar a procissão, os fiéis mais devotos e, os cumpridores de promessas, fossem eles da terra ou não, faziam (fazem) questão - ora por devoção, ora por obrigação do prometido -, de acompanharem o resto do percurso da procissão. Regra geral, o lugar destinado, era (é) atrás do pálio, Este 'pós pálio', compunha-se de crentes de ambos os sexos, rezando, entoando cânticos ou, num sussurrar de Avé-Marias e Padre-Nossos, empunhado - mais elas que eles -, os ex-votos em cera, cabeças, mãos, e demais membros e órgãos do corpo humano, velas de vários tamanhos e pesos, géneros alimentícios (ovos, milho, farinha, sal...) e, ramos de flores. Para além das da época, normalmente, eram cravos ou rosas às dúzias.

romeiras_rusga03.jpg

"Romeiros à Senhora d'Agonia"

Senhora d'Agonia,

Ó que belo dia.

Vimos de tão longe,

Fazer Romaria.

Avé-Maria, Avé-Maria,

Avé-Maria, Avé-Maria.

Exposição "O Trajo e o Trajar Popular no Baixo Minho" continua patente ao público

Entretanto, continua patente ao público na 'Sala do Recibo' do Mosteiro de São Martinho de Tibães, Braga, até ao dia 4, do próximo mês de setembro, a exposição itinerante "O Trajo e o Trajar Popular no Baixo Minho - finais do século XIX, primeiras décadas do século XX". Esta mostra, insere-se no âmbito do 4º tema das comemorações do 50º aniversário da Rusga, sob a designação, “Há 50 anos a Rusgar – um legado a transmitir e a rentabilizar”.

romeiras_rusga02.jpg

Após 11 anos em itinerância, percorrendo vários concelhos que compõe a região geo-etnográfica baixo-minhota, nomeadamente, V. N. de Famalicão, Amares, Povoa de Lanhoso, Guimarães, Vila Verde, Barcelos, entre outros, a exposição regressou ao seu ponto de partida, num novo registo expositivo e, exibindo novos espécimes da indumentária popular, ficando assim justificado, um dos propósitos da itinerância da mostra.

A exposição encerra com dois espetáculos e uma visita guiada. Na noite do dia 2 de setembro, sexta-feira, às 21:30h, no claustro do mosteiro, está previsto a reposição do espetáculo "Olha a roda que a saia tem - música e dança no mosteiro". Este espetáculo repete-se no sábado, às 17:00, no mesmo local. Às 15:00h do dia 3, sábado, está agendada uma visita guiada à exposição, tendo por principais destinatários, os dirigentes e diretores técnicos e/ou artísticos do movimento folclórico.

expo_trajo015 (1).jpg

expo_trajo021 (1).jpg

par_romeiros_rusga05.jpg

romeiras_rusga01.jpg

CERVEIRA VIVE FESTA DA HISTÓRIA

Festa da História 2016: Mais mercadores, mais animadores e mais público

Ano após ano, é sempre a somar. Consolidação e reconhecimento são duas das palavras que descrevem mais uma edição da Festa da História de Vila Nova de Cerveira, a decorrer até domingo. Evento oferece quantidade e qualidade aos milhares de visitantes que, por estes dias, viajam até à época medieval.

IMG_8505.JPG

 “Vimos todos os anos de Pontevedra de propósito para seguir o programa de animação com muita qualidade e surpresas”. A opinião entre os visitantes é consensual: apesar de várias edições realizadas, este evento consegue reinventar-se e surpreender, criando elevadas expetativas para o revisitar.

E os números não enganam: ao longo de quatro dias de mercado medieval, há cerca de 200 diferentes postos de venda para visitar, com produtos únicos que advêm de várias regiões de Portugal e de Espanha. Pelas ruas do centro histórico, 50 animadores criam interação com o público que, perante os espetáculos de rua alusivos à época, conseguem arrancar gargalhadas e palmas de entusiasmo. No total, são cerca de 50 as atividades propostas entre teatro de rua, acrobacias e malabarismos, demonstração de serpentes e danças orientais, espetáculos de fogo e de falcoaria real, torneios apeados, danças medievais e demonstração de armas.

Pelas ruas do centro histórico ouvem-se vários idiomas que procuram viver e experienciar esta viagem à época medieval, registando fotograficamente momentos, levando uma lembrança para casa e/ou informando-se para conhecer melhor a história e identidade cerveirenses.

A Festa da História de Vila Nova de Cerveira é um evento que, pela sua diversidade e interatividade, é “medievalmente familiar” e o Acampamento Militar é um dos muitos exemplos desse conceito. Pais e filhos, avós e netos partilham brincadeiras de outros tempos, através de inúmeros jogos tradicionais e de uma visita sempre carinhosa a alguns animais em exposição.

A vasta programação continua até domingo: Visite Cerveira, a vila medieval!

EMPREENDEDORISMO DÁ FRUTOS EM AMARES

Amares conta com mais uma loja criada com o apoio do Gabinete de Empreendedorismo do Município

O Gabinete de Empreendedorismo da Câmara Municipal de Amares continua ao lado dos jovens empreendedores do concelho, incentivando à criação de novas empresas, e mais um exemplo do trabalho desenvolvido na valorização e incrementação do comércio local é a Beauty Prime Cosméticos, que recentemente abriu portas.

IMG_5766.JPG

O espaço, dedicado à venda de produtos e acessórios para cabeleireiro e estética, foi criado com o apoio do Gabinete do Empreendedorismo do Município de Amares, em articulação com o CLDS – Valor Humano 3G.

O Município de Amares lembra que o Gabinete de Empreendedorismo tem as suas portas abertas para auxiliar os jovens na criação do próprio negócio, ajudar na reestruturação de empresas já existentes, bem como, para apoiar todos os empresários do concelho.

IMG_5772.JPG

PRESIDENTE DO MUNICÍPIO BRACARENSE RECEBIDO PELO EMBAIXADOR LAUDEMAR AGUIAR

Braga e Rio de Janeiro querem partilhar melhores práticas de gestão de cidades

No âmbito da visita ao Rio de Janeiro, o Presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, foi recebido no Palácio da Cidade pelo Embaixador Laudemar Aguiar, coordenador das Relações Internacionais da Prefeitura do Rio de Janeiro.

DSC_0129.jpg

Neste encontro de trabalho, onde também esteve presente o Vereador Miguel Bandeira, o responsável da Prefeitura do Rio de Janeiro apresentou as boas vindas, em nome do Prefeito Eduardo Paes, e demonstrou vontade em aprofundar as relações entre as duas cidades, que estão geminadas desde 2014. Aguiar disse que recebeu “um mandato claro do Prefeito para fazer funcionar esta geminação e aumentar os laços de cooperação”, pois é “importante para o Rio de Janeiro que estas geminações se concretizem em acções concretas”. Ricardo Rio concordou, dizendo que é “fundamental que estas geminações saiam do papel e que exista uma verdadeira colaboração entre as duas partes”. Sendo Braga Capital Ibero-americana da Juventude, “esta é uma boa oportunidade para começar a trabalhar em conjunto em áreas distintas, não só nas políticas de juventude, onde o Rio de Janeiro também tem um trabalho muito positivo, mas também nas áreas da dinamização económica ou na investigação científica”. Sendo o Rio de Janeiro uma cidade global, é importante para “Braga desenvolver esta relação, aprender com o que se faz aqui, mas também partilhar algumas experiências que estão a ser desenvolvidas em Braga e que podem ser úteis ao Rio de Janeiro”, afirmou Ricardo Rio.

No decorrer desta conversa ficou acertado que haverá conversas bilaterais nestas áreas, e que haverá troca regular de conhecimento e de informação.

Laudemar Aguiar fez uma apresentação sobre a estratégia seguida pelo Rio de Janeiro para a realização dos Jogos Olímpicos, evidenciando a importância que este evento à escala mundial teve para a revitalização da cidade e melhoria das condições de vida das populações. Nesta apresentação, o Coordenador das Relações Internacionais destacou que apenas 1 em cada 5 reais gastos serviu para infra-estruturas desportivas e que as melhorias efectuadas nas áreas da mobilidade, na protecção civil ou no ambiente foram fundamentais para melhorar a qualidade de vida numa cidade com mais de 6 milhões de habitantes e que enfrenta ainda muitos problemas. 

Outro dos temas da conversa foi a estratégia seguida pelo Rio de Janeiro na área das cidades inteligentes, que a tornou numa das mais dinâmicas de toda a América Latina, realçando a modernidade do Centro de Operações da cidade, que reúne mais de 30 camadas de informações diferentes, como na mobilidade, na segurança, na electricidade ou na limpeza da cidade, e que envolve diferentes parcerias, como com a IBM ou Samsung. Ricardo Rio demonstrou interesse nesta estratégia, até porque “sabemos que o Rio de Janeiro é uma referência nesta área e Braga tem muito a retirar desta experiência, e, à sua escala, também está a desenvolver alguns projectos que podem ser úteis ao Rio de Janeiro”. Laudemar Aguiar ficou também interessado em conhecer mais sobre as experiências de Braga, até porque "há desenvolvimentos tecnológicos provenientes de Braga, da Universidade do Minho e do Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia, que podem ser interessantes para o Rio de Janeiro". 

Esta foi a última reunião de trabalho da visita de Ricardo Rio e Miguel Bandeira ao Brasil, que ficou marcada por dezenas de contactos com políticos, empresários, membros da comunidade portuguesa e jornalistas, e que serviu para promover Braga em Manaus e Rio de Janeiro, duas cidades com quem está geminada. A “internacionalização de Braga também passa por contactar directamente com agentes internacionais, e o Brasil, e em particular estas duas cidades, com quem Braga já tem uma relação especial, são apostas claras nesta estratégia”, afirmou Ricardo Rio. “A estratégia é clara: fazer nascer destas relações acções concretas, seja na área da economia, do turismo, da cooperação cultural ou na divulgação das nossas riquezas no exterior”, concluiu o Presidente da Câmara Municipal de Braga.

GUIMARÃES PROMOVE O DESPORTO AO AR LIVRE

AO LONGO DA MANHÃ DESTE SÁBADO, 20 DE AGOSTO

Ponte inaugura obras a pensar no desporto ao ar livre e contacto com a natureza

Parque de Lazer da Ínsua recebe novo equipamento desportivo. Vila de Ponte apresenta publicamente o projeto “Brigada Verde”. Cinco inaugurações preenchem manhã de sábado.

Ponte_Parque.jpg

O Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, inaugura na vila de Ponte este sábado, 20 de agosto, um conjunto de obras relacionadas com a prática regular de exercício físico ao ar livre, contacto com a natureza, interação social e promoção da atividade física em família. As cinco inaugurações, promovidas pela Junta de Freguesia, são antecedidas por uma jornada desportiva que reunirá no Parque da Ínsua, a partir das 09:30 horas, os utentes dos três ginásios da vila.

Uma hora depois, no mesmo local, tem início a inauguração do Parque Desportivo de Fitness ao Ar Livre, onde foram instalados seis equipamentos desportivos que valorizam um dos locais de referência da vila de Ponte, seguindo-se às 11 horas a sessão protocolar que assinala a requalificação integral da Fonte dos Casais, na Rua Dr. Hugo de Almeida.

No decurso desta cerimónia, o Presidente da Junta de Freguesia de Ponte, Sérgio Castro Rocha, irá apresentar o projeto “Brigada Verde”, programa de proteção da natureza que tem por objetivo eliminar focos de poluição e preservação do meio ambiente, no âmbito do projeto “Guimarães Mais Verde”. Trata-se de uma aposta que envolve toda a comunidade e, a exemplo de Fermentões, surge como proposta lançada por Domingos Bragança a todas as freguesias do concelho.

Às 11:30 horas, será inaugurado o Parque Infantil e de Lazer situado na Travessa Nova de Fonte Cova, um espaço amigo do ambiente onde, além dos equipamentos infantis, estará disponível uma nova estrutura de mobiliário urbano que pretende contribuir para a redução de chicletes. Tendo em conta o público a que se destina, o parque será dotado de um “Papa-Chicletes”. Ao meio-dia, termina o conjunto de inaugurações com abertura da sede dos Antigos Combatentes da Guerra do Ultramar e da sede do Grupo Folclórico da Vila de Ponte, ambas situadas nas instalações da Junta de Freguesia.