Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BRAGA É CIDADE DESPORTIVA

Cidade Desportiva do SC Braga é ´projecto de referência´ para a Cidade e região. Formalizada doação dos terrenos para construção da Academia

Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, marcou presença na primeira visita às obras da futura Cidade Desportiva do Sporting Clube de Braga, que visou dar conta no local da evolução dos trabalhos.

BragaCidDespo.jpg

Antes da visita foi formalizada a doação, por parte do Município, dos terrenos onde está a ser implantada a Academia, bem como constituído um direito de superfície de longa duração sobre o edifício das Piscinas Olímpicas.

Na ocasião, o Autarca referiu que esta obra é fruto de uma ´parceria feliz´ entre a Autarquia e o SC Braga. “Trata-se de um projecto de enorme importância para o crescimento e sustentabilidade financeira do clube e que vai propiciar à Cidade inúmeras vantagens desportivas, técnicas e turísticas. Finalmente, o SC Braga consegue constituir património próprio ao nível infra-estrutural”, referiu, garantindo que há uma colaboração diária com o SC Braga para criar condições para que o clube seja cada vez mais uma referência desportiva e social.

BragaCidDespo (2).jpg

O Edil sublinhou que a criação destas infra-estruturas permitirá libertar diversos equipamentos desportivos na cidade, actualmente afectos a actividades do SC Braga, que serão colocados à disposição de outras colectividades e da população em geral e que a Cidade Desportiva contempla um espaço destinado à fruição por parte da comunidade. “Por outro lado, viabiliza igualmente a revitalização de uma zona onde foi efectuado um volume de investimentos que não tinha tido, até ao momento, qualquer aproveitamento e permite aproveitar o edifício das inacabadas piscinas olímpicas. É um projecto que vai servir o clube, a Cidade e toda a região, criando dinâmicas económicas próprias e uma nova centralidade numa zona crucial para o desenvolvimento urbano”, disse.

Também António Salvador, presidente do SC Braga, salientou que, com a formalização da doação dos terrenos, este pode ser considerado um ´dia histórico´ para o clube e para a Cidade. “Este é um projecto que foi possível concretizar com o apoio do Executivo Municipal, que reconheceu a valia e a dimensão da obra. Teremos condições de excelência para apostar fortemente na formação desportiva e humana dos nossos atletas”, afirmou.

BragaCidDespo (3).jpg

BragaCidDespo (4).jpg

BragaCidDespo (5).jpg

BragaCidDespo (6).jpg

GNR É CABEÇA DE CARTAZ NAS FESTAS DO CONCELHO DE FAFE

Festas em honra de Nossa Senhora de Antime com oferta para todos. Comemorações arrancam esta quarta-feira

As Festas em Honra de Nossa Senhora de Antime, em Fafe, começam já esta semana, quarta-feira, e prolongam-se até Domingo, dia 10 de Julho, com grande animação cultural e um cartaz para todos os gostos.

DSA_6714.JPG

As comemorações terão um programa diversificado que abrange música, folclore, desfiles, marcha luminosa e outros momentos que prometem ser únicos.

Este ano, os GNR são cabeça de cartaz, num espectáculo que promete animar a noite de 9 de Julho, sábado, na Praça 25 de Abril.

O arranque das festividades, a 6 de Julho, é marcado pela inauguração das iluminações decorativas e o Concerto de Pedro Clash & NeonTools, no Teatro Cinema.

O concurso de Vestidos de Chita integra novamente as comemorações, pelo segundo ano, no Jardim do Calvário, recuperando-se uma tradição de há décadas, tão acarinhada pelos fafenses.

A sexta-feira dá o mote para o grande fim de semana, com destaque para a música. Terá lugar o tradicional Encontros de Coros, na Igreja Nova de S. José, e a escadaria do Arquivo Municipal ganha vida com os Fados de Coimbra, com actuação do Grupo “Alma Mater”. A Juventude do concelho é novamente chamada às comemorações, com o Festival de Bandas de Fafe, na Praça 25 de Abril, e a actuação de diversos DJ's.

As ruas da cidade voltam a encher-se de cor, no sábado, dia 9, com a corrida mais louca, animada e irreverente de sempre. A Fafe a Cores regressa este ano, com início marcado para as 15h00, alargando, novamente, as festas à juventude.

À mesma hora, decorre o XVI Passeio de Cicloturismo “União dos Amigos da Roda de Quinchães” pelo Centro da Cidade e o Grande Prémio de Ciclismo Festas da Cidade de Fafe , no Multiusos de Fafe.

À noite, o palco da Praça Mártires do Fascismo, recebe a XXIII Mostra de Folclore de Fafe.

A música continua noite dentro, com a atuação dos Euphoric Show.

O grande destaque desta noite vai para a atuação da banda portuguesa GNR, que promete um espetáculo monumental. O concerto começa com o espetáculo pirotécnico, que transforma os céus de Fafe numa mancha de cor e movimento.

Domingo, 10 de Julho, é, para muitos, o dia mais simbólico destas festas. A procissão em honra de Nossa Sr.ª de Antime atrai milhares de fiéis, num momento único carregado de fé e emoção.

Ao início da manhã, por volta das 09h50, a Procissão de Nossa Senhora das Dores sai de Fafe em direção a Antime e a Procissão de Nossa Senhora da Misericórdia sai de Antime para Fafe (às 10h00).

As duas imagens encontram-se, cerca de meia hora depois, na Ponte de S. José e seguem juntas rumo à Igreja Nova, em Fafe. Momentos antes, a procissão e os milhares de fiéis vão ser recebidos na Câmara Municipal, onde se vai assistir à largada de pombos.

Durante a tarde, decorre, na Rua António Saldanha (em cima da Arcada), o tradicional Desfile e Despique das Bandas Filarmónicas de Revelhe e Golães.

A marcha luminosa encerra as festas do concelho, com o desfile de diversos carros alegóricos, muita música, dança e animação para todos os que assistem.

O Presidente da Câmara Municipal de Fafe, Raul Cunha, confirma que, este ano, se manteve a aposta na abrangência de idades e de iniciativas no sentido de contemplar, num programa diversificado, atividades que agradem a todos os fafenses.

Também nas comemorações deste ano preocupamo-nos em desenvolver um programa para todos os gostos e todas as idades. Mantemos a tradição, com os Fados de Coimbra, Encontro de Bombos e Gigantones, Mostra de Folclore e tantas outras atividades já habituais. Mas quisemos também trazer a juventude às festas, com a aposta num espetáculo dos GNR, a corrida Fafe a Cores e diversos momentos musicais de bandas que ainda estão a crescer no nosso concelho.

Recuperamos a tradição do concurso dos Vestidos de Chita e mantivemos as festas gastronómicas para, novamente, promover a nossa gastronomia.”

A procissão é um dos pontos altos das comemorações e mais sentido pelos fafenses e pelas dezenas de milhares pessoas que vêm de fora para assistir a estas cerimónias. Será, mais uma vez, um enorme privilégio receber os andores na Câmara Municipal, junto do povo.

DSC_37410.JPG 

BUONDI MANTÉM BANHISTAS ON-LINE

30 praias com free wi-fi  e carregador de telemóvel. Buondi Hotspot: rede para todos em pleno areal

Há os banhos de sol e os de mar, o surf, o futebol… mas este verão há ainda mais uma razão para passar os dias na praia. Tudo porque Buondi vai manter os portugueses ligados, em pleno areal, em 30 praias de todo o país.

fotografia 1.JPG

Desde a Amorosa, em Viana do Castelo, à Praia Verde, no Algarve, passando pelo Lizandro, Baía de Cascais, Troia, e Arrifana, o Buondi Hotspot traz rede para todos já a partir de hoje.

O Buondi Hotspot estará localizado no próprio areal para proporcionar wi-fi gratuito e terá um bom alcance - o suficiente para ligar todos aqueles que estejam até à distância de 1 campo de futebol. E quem chegar à praia com as baterias em baixo (ou as gastar ao longo dia) pode igualmente recarregar os dispositivos eletrónicos, como telemóveis ou tablets, no Buondi Hotspot, que disponibiliza as ligações necessárias alimentadas a energia solar.

“Há muito que Buondi está ligada ao mar, ao surf e às praias, pelo que faz todo o sentido para a marca continuar a surpreender os mais de 60 milhões de visitantes que passam pelas praias portuguesas, com novas ideias que acima de tudo lhes sejam úteis e que os convide a desfrutar a vida e a vivê-la intensamente”, sublinha Teresa Roseta, responsável de Marketing da categoria de Cafés e Bebidas da Nestlé.

Assim depois de, no ano passado, levar o Surf a todos com a tão bem recebida iniciativa Buondi Surf Sessions, este ano a marca portuguesa de cafés desafia os portugueses a expressarem-se na praia com o Buondi Hotspot.

COMPANHIA DE DANÇA BRITÂNICA ATUA EM FAMALICÃO

Companhia de dança britânica chega hoje a Famalicão para uma residência artística na Casa das Artes. EDge em Famalicão para espetáculos únicos no país

Há catorze anos que a Companhia de Dança Contemporânea de Londres – EDge, escolhe o palco do grande auditório da Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão para se apresentar ao público português. 

EDge 2016 (Dancer Michaela Grace Best) Photo Chris Nash.jpg

Este ano não será exceção e a companhia de dança britânica já se instalou por terras famalicenses.

A passagem dos prestigiados coreógrafos e bailarinos do projeto EDge pelo Município de Famalicão arranca esta segunda-feira, 4 de julho, prolongando-se até dia 11. Para além dos espetáculos no anfiteatro do Parque da Devesa, a 6 de julho, e na Casa das Artes, no dia 8, a residência artística no espaço cultural famalicense contempla ainda uma série de workshops.

Este ano, os 13 bailarinos do EDge irão apresentar criações dos quatro coreógrafos mais inovadores da atualidade: Alexander Whitley, Joseph Toonga, Philippe Blanchard e Tom Roden. Cada coreógrafo tem o seu próprio estilo, com várias influências do ballet, do krump, da filosofia, da comédia física e das relações humanas e cinematográficas. 

Refira-se ainda que o espetáculo do dia 6 de julho é de entrada gratuita. Já o espetáculo do dia 8 de julho, na Casa das Artes, tem o custo de 8 euros, reduzindo para metade para estudantes e portadores do Cartão Quadrilátero Cultural.

Mais informações no site oficial da Casa das Artes de Famalicão, em www.casadasartes.org

BRAGA IMPRESSIONA EMBAIXADORES IBERO-AMERICANOS

Corpo diplomático realizou visita de três dias à Cidade

Os embaixadores do espaço Ibero-Americano mostraram-se “impressionados” com a Cidade de Braga e com a sua “capacidade de projectar o futuro”. De visita à Cidade desde Sábado, o corpo diplomático, composto embaixadores e representantes de oito países ibero-americanos, ficaram a conhecer a “forte dinâmica” de Braga e as diversas iniciativas que estão a decorrer no âmbito do programa da Capital Ibero-americana da Juventude.

cdiplobraga (1).jpg

“Estamos muito impressionados com a Cidade. Braga consegue aquilo que pensávamos ser impossível que é fazer conciliar o passado com o presente, ao mesmo tempo que projecta o futuro”, referiu Paulo Neves, presidente do Instituto para a Promoção e Desenvolvimento da América Latina (IPDAL), durante a recepção nos Paços do Concelho, que decorreu esta Segunda-feira, 4 de Julho.

Este encontro teve como objectivo promover Braga nos países do espaço ibero-americano com representação diplomática em Portugal e envolveu países como Andorra, Cuba, México, Panamá, Paraguai, Perú, República Dominicana e Uruguai.

Nestes três dias, o corpo diplomático teve a oportunidade de manter contactos com entidades oficiais e ficar a conhecer melhor as potencialidades da Cidade e da Região. “Braga é uma das Cidades mais antigas do País e onde se fala mais no futuro de Portugal. Ficamos impressionados com a quantidade e qualidade das empresas que integram a Startup Braga, com a qualidade e diversidade do programa cultural da Cidade e com a forte dinâmica académica”, explicou Paulo Neves.

O responsável aproveitou a ocasião para lançar um desafio ao Município de Braga para que a Cidade passe a acolher anualmente um encontro internacional que promova os diálogos estratégicos entre diplomatas, chefes de estado e académicos. Outra sugestão deixada por Paulo Neves foi a criação de um evento, em Braga, que dedique um dia por ano a um país da América Latina.

Desafios vistos “com bons olhos” pelo presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, que lembrou que “Braga tem vindo a posicionar-se como um palco de reflexão sobre questões que extravasam a esfera estritamente municipal”.

Segundo o Autarca, “são diversas as entidades que demonstram interesse em trazer para Braga iniciativas de carácter nacional e internacional”, sendo que este encontro agora sugerido, “ajusta-se na perfeição ao posicionamento da Cidade em termos de projecção internacional”.

A forma como Braga é vista por quem a visita foi outro dos aspectos evidenciados pelo Autarca, como resultado de um trabalho de afirmação da Cidade e da Região. “Graças às suas gentes e à rede de colaboração entre as suas instituições, Braga tem a capacidade de encantar quem nos visita. Nesse sentido, temos procurado projectar a imagem da Cidade, dar a conhecer os nossos recursos e criar oportunidades de colaboração nas mais diversas áreas de intervenção”, concluiu Ricardo Rio.

cdiplobraga (2).jpg

cdiplobraga (3).jpg

FAMALICÃO REVITALIZA CENTRO DE RIBEIRÃO

Requalificação da Avenida Rio Veirão vai avançar em breve e terá o custo de um milhão de euros

Na celebração do seu 30.º aniversário, Ribeirão não podia ter recebido melhor prenda. A vila famalicense vai ganhar em breve uma nova centralidade, com a revitalização de uma das suas artérias mais emblemáticas - a Avenida Rio Veirão.

Ribeirão celebrou este domingo o 30.º aniversário de elevação a vila.jpg

A intervenção foi anunciada este domingo, 3 de julho, no decorrer da Sessão Solene comemorativa do aniversário da freguesia que contou, entre outros, com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Famalicão, Paulo Cunha, e do Presidente da Assembleia Municipal, Nuno Melo.

Há muito desejada pelos ribeirenses, a obra deverá estar concluída em meados do próximo ano e terá o custo de um milhão e cem mil euros.

“Não estamos a falar de uma simples repavimentação de uma estrada. Estamos perante a criação de uma nova centralidade que vem trazer ainda mais condições para que esta vila possa continuar a crescer”, explicou o edil famalicense, acrescentando ainda que esta intervenção vai servir um conjunto de infraestruturas já existentes naquela zona, como os equipamentos de saúde, escolares e desportivos que foram sendo construídos no centro da vila.

Para o presidente da Junta de Freguesia, cuja atuação mereceu rasgados elogios por parte de Paulo Cunha, o lançamento desta obra simboliza o concretizar de um sonho. “Os ribeirenses estão ansiosos por vê-la no terreno. Com esta intervenção, o centro de Ribeirão vai passar a ter melhores condições de circulação e de acolhimento para tanta gente que por aqui passa no seu dia-a-dia”, disse Adelino Oliveira.

E porque foi do futuro e do crescimento da vila de Ribeirão que mais se falou na cerimónia protocolar deste domingo, a necessidade de resolução do problema do estrangulamento da Nacional 14 não foi esquecida.

“Sentimos que temos um grande potencial para atrair mais pessoas e mais empresas para Ribeirão, mas falta-nos condições ao nível das acessibilidades e isso está a ser um grande entrave no desenvolvimento desta freguesia”, assinalou o presidente da Junta de Freguesia.

O tema foi também abordado por Nuno Melo, para quem o arranque da construção da alternativa à variante “já tarda”. O eurodeputado classificou esta obra como “um desígnio empresarial, uma reivindicação regional e uma mais-valia nacional”.

Refira-se ainda que a sessão solene ficou também marcada pela homenagem a vários atletas e cidadãos ribeirenses que têm contribuído para o engrandecimento da vila.

Sessão solene ficou marcada pela homenagem a vários ribeirenses.jpg

MUNICÍPIO DE ESPOSENDE CRIA BANCO DE LIVROS ESCOLARES

Complementando uma prática já existente nos Agrupamentos de Escolas e na Escola Secundária do concelho, o Município de Esposende vai avançar com a criação de um Banco de Livros Escolares.

MANUAIS ESCOLARES4.jpg

Este projeto visa fomentar a partilha de livros escolares, maximizando a recuperação de manuais usados e disponibilizando-os, gratuitamente, a quem deles necessite, designadamente aos alunos do concelho que frequentem o 2.º e o 3.º Ciclos do Ensino Básico e Secundário.

O Banco de Livros Escolares pretende, assim, desenvolver o sentido de partilha e solidariedade social, promover a reutilização dos manuais escolares e o respeito pelo livro, diminuir os custos de aquisição de manuais escolares por parte das famílias e incentivar boas práticas de proteção e educação ambiental.

Os manuais escolares usados deverão ser entregues na Biblioteca Municipal Manuel de Boaventura, de segunda a sexta-feira, entre as 9h30 e as 17h30, sendo que a requisição dos livros poderá ser feita a partir do dia 25 de julho.

Para qualquer esclarecimento, deverá ser contactada a Biblioteca, através do telefone 253 960 181 ou do e-mail biblioteca.municipal@cm-esposende.pt

BRAGA CRIA MELHORES CONDIÇÕES DE CONFORTO E SEGURANÇA NA PISCINA DA PONTE

Intervenção de fundo orçada em 125 mil euros

A piscina da Ponte apresenta-se renovada e dotada de melhores condições de conforto e segurança para receber os muitos veraneantes que por estes dias utilizam este equipamento municipal. No arranque de mais uma época balnear, o presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, visitou esta Segunda-feira, 4 de Julho, as instalações da piscina da Ponte, mostrando-se agradado com as intervenções realizadas.

piscipontbraga (1).jpg

Com um investimento superior a 125 mil euros, a piscina da Ponte está agora preparada para receber pessoas com mobilidade reduzida, para além de possuir novas áreas, nomeadamente, instalações sanitárias no interior dos balneários.

“Já tínhamos identificado várias lacunas neste espaço, como tal, procedemos a uma intervenção de fundo para dotar o equipamento com a máxima qualidade e segurança, tornando-o mais funcional, acessível, amplo e capaz de responder às necessidades dos seus frequentadores”, referiu o Autarca.

Como explicou Ricardo Rio, todo o interior do edifício principal foi demolido, procedendo-se à reformulação de todo o espaço e à colocação de um novo piso. Além das novas instalações sanitárias, os balneários foram dotados de cacifos com fechadura e passaram a conter água quente nos chuveiros. Também a envolvência exterior foi intervencionada de forma a criar uma nova zona relvada para acomodar os muitos utentes que escolhem a piscina da Ponte para passar momentos de lazer.

Segundo Ricardo Rio, existem outras piscinas no Concelho que já foram alvo de requalificação e outras que estão sinalizadas. “Temos efectuado várias intervenções noutros equipamentos do Concelho e vamos continuar a fazê-lo de forma a dotar estes espaços de todas as condições de conforto e segurança para receber os seus frequentadores”, garantiu.

Por seu turno, Sameiro Araújo, vereadora do Desporto do Município de Braga, lembrou que a piscina da Ponte “foi construída há cerca de 60 anos e nunca tinha sido alvo de uma intervenção desta grandeza e que vai de encontro às normas de segurança e de saúde pública exigidas para este tipo de equipamento”.

Na ocasião, Sameiro Araújo garantiu a continuidade do projecto ‘Os Piratas vão à piscina’, que possibilita que crianças dos Jardins-de-Infância do Concelho desenvolvam actividades em meio aquático. Este programa, promovido em parceria com as Juntas de Freguesia e com os Agrupamentos de Escolas, teve como palco a piscina de Tebosa.

“Este programa irá ter continuidade já no início do próximo ano lectivo e estamos a definir qual o equipamento a ser utilizado. Se não for na piscina de Tebosa já temos outras alternativas em mente”, adiantou Sameiro Araújo, lembrando que nesta, como noutras matérias, o Município de Braga tem sido pioneiro na implementação de medidas que posteriormente são adoptadas a nível nacional pelo Governo.

“Desde a oferta dos manuais escolares, à prestação de cuidados de saúde oral aos mais carenciados com o projecto ‘Braga a Sorrir’, até ao projecto Pimpolho ou às actividades aquáticas nos Jardins-de-Infância, Braga tem sido pioneira na execução de medidas que depois têm sido implementadas pelo Governo”, concluiu Sameiro Araújo.

piscipontbraga (2).jpg

piscipontbraga (3).jpg

MANUEL LOPES EXPÕE ARTESANATO EM VIZELA

4 a 31 de julho 2016: Exposição de Manuel Lopes na Loja Interativa de Turismo

A Loja Interativa de Turismo de Vizela recebe a exposição de Manuel Lopes, de 4 a 31 de julho.

Biografia:

Natural da freguesia de Infias, faz do artesanato a sua profissão.

A paixão por esta arte surge através do teatro. Foi ator durante 7 anos, mas nunca se limitou à arte de representar. Participou sempre em todas as atividades que complementam o espetáculo, tendo desde então encontrado o gosto exacerbado pelas artes plásticas. Nesta fase, surge a oportunidade de fazer um curso de olaria na “Oficina de Guimarães”.

A partir de 1997, começou a viver do artesanato e tem participado em inúmeras feiras, tendo também adquirido a sua carta de artesão. O barro é o seu material de eleição. Os seus trabalhos caracterizam-se sobretudo na criação de lindíssimas peças de decoração como quadros, candeeiros, esculturas, entre outros.

O gosto da partilha e a força de não deixar “morrer” esta arte, faz com que ainda consiga ter algum tempo para dar formação em escolas, infantários, lares da Terceira Idade e a todo o público interessado nesta área.

cartazvizel.jpg

AMARES JUNTA CANTADORES AO DESAFIO E TOCADORES DE CONCERTINA

XV Encontro de Tocadores de Concertina e Cantares ao Desafio animou Vilela

A sede da Associação de Vilela acolheu, durante a tarde de ontem, o XV Encontro de Tocadores de Concertina e Cantares ao Desafio, iniciativa que juntou no mesmo palco centenas de tocadores de Amares e de outros concelhos, que se juntaram à festa onde reinaram as tradições.

DSC04752.JPG

O presidente da Câmara Municipal de Amares, Manuel Moreira, marcou presença no encontro e deu as boas-vindas aos participantes, destacando a importância deste género de inicitivas na preservação e valorização dos usos e costumes do concelho de Amares, bem como da sua identidade.

Numa tarde animada, a desgarrada captou a atenção do público que encheu aquele espaço de boa disposição ao som das cantigas cantigas populares. Os cantadores e tocadores, esses, improvisaram e desafiaram-se uns aos outros, cada um ao seu género como reza a tradição.

O XV Encontro de Tocadores de Concertina e Cantares ao Desafio foi organizado pela Associação de Vilela, com o apoio da Câmara Municipal de Amares e da União de Freguesias de Vilela, Seramil e Paredes Secas, representada, também, na iniciativa pelo seu presidente, Rui Tomada.

DSC04759.JPG

DSC04777.JPG

DSC04785.JPG

PAN LEVA MINISTRO DA AGRICULTURA AO PARLAMENTO

Ministro da Agricultura vai ao Parlamento por requerimento do PAN para debater tema do Glifosato e impactos na saúde pública, Quarta-feira, dia 6 de Julho, às 09h00 na Assembleia da República 

- O Glifosato é o herbicida mais vendido em Portugal 

- A OMS através Agência Internacional para a Investigação sobre o Cancro declarou o Glifosato como carcinogénico provável para o ser humano

- Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural responde a ronda inicial de perguntas sobre o tema seguida de uma audição regimental

Após o alerta lançado pela RTP sobre as graves preocupações para a saúde pública decorrentes do uso do Glifosato, o PAN – Pessoas-Animais-Natureza pediu para ouvir, com carácter de urgência, o Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos, para este se pronunciar sobre o tema no parlamento. Esta audição está agendada para a próxima quarta-feira, dia 06-07-2016, na Assembleia da República, com uma ronda inicial de questões sobre Glifosato entre as 09h00 e as 10h00, seguida de uma audição regimental às 10h00.

Recorde-se que na passada sexta-feira, 1 de Julho, foi chumbado pelo PS o projeto de resolução do PAN que pedia ao governo a realização de um programa de análise a águas destinadas a consumo humano e a alimentos vegetais, com o objetivo de apurar a presença de Glifosato. Ainda recentemente o PS acompanhou a proposta de lei do Bloco de Esquerda, mais ambiciosa, que defendia “um relatório de avaliação dos efeitos do glifosato na saúde humana” e que defendia ainda "a proibição da aplicação de quaisquer produtos fitofarmacêuticos contendo glifosato em zonas urbanas, zonas de lazer e vias de comunicação", pelo que esta inviabilização da proposta do PAN sugere um recuo incompreensível num tema chave da história da agroindústria, pelos comprovados efeitos nocivos que este conhecido herbicida tem na saúde humana e na biodiversidade.

O PAN – Pessoas-Animais-Natureza apresentou durante a sessão legislativa um projeto de resolução que recomenda ao Governo que se oponha à renovação da autorização do uso do Glifosato na União Europeia e que proíba a sua utilização em Portugal que foi chumbado, tendo apresentado posteriormente, no dia 20 de Abril, um outro que recomenda ao Governo um conjunto de medidas para a verificação da presença de resíduos de glifosato na água e em produtos agrícolas de origem vegetal.

O comissário europeu para a Saúde e Segurança Alimentar, Vytenis Andriukaitis, em Bruxelas anunciou na Terça-feira passada que o glifosato, o herbicida mais utilizado na União Europeia, foi autorizado por mais 18 meses, resultado da falta de consenso para uma maioria qualificada dos peritos que acompanharam as várias reuniões do Comité Permanente de Plantas, Animais, Alimentos de Consumo Humano e Animal da Comissão Europeia, com representantes dos 28 Estados-membros.

Desta forma, até ao final de Dezembro de 2017, o glifosato está autorizado na União Europeia e a Agência Europeia de Produtos Químicos (Echa), responsável pela classificação das substâncias químicas, irá avaliar se a exposição humana ao glifosato provoca cancro.

“A nossa saúde começa precisamente na aposta em modos de produção agrícola sustentáveis e livres de tóxicos, que comprovadamente prejudicam a saúde humana. Parece-me muito sensato que, quando esteja em causa a saúde das pessoas, dos animais e a potencial degradação ambiental, vigore o princípio da precaução e da preservação da vida”, realça André Silva, deputado do PAN.

CANTE ALENTEJANO ESTREMECE PIRINÉUS

O Cante Alentejano foi o protagonista da terceira edição do Mercado Tradicional em Andororra. O Feirão é uma iniciativa do Grupo de Folclore 'Casa de Portugal', coletividade que este ano celebra o seu vigésimo aniversário.

No passado sábado, 2 de Julho, a Praça Guillemó da capital do Principado de Andorra acolheu a partir das 18 horas o 'Feirão', ponto de encontro de sabores, artesanato, e folclore português que contou com o apoio do Comú(Câmara) de Andorra la Vella.

Feirao2016_Cante1.JPG

Os elementos do Grupo de Folclore 'Casa de Portugal', trajados para a ocasião, recriaram um mercado tradicional dividido em cinco zonas temáticas - Artesanato, onde se podia encontrar roupa regional, brinquedos antigos e peças de artesanato elaboradas pelas moças do Grupo.

Horta, com os principais produtos hortícolas como alfaces, couves, feijão, assim como ovos caseiros, coelhos e galos. Sabores, onde os visitantes podiam adquirir licores e aguardente, a broa de milho, o azeite transmontano ou os melhores enchidos.

Doces, onde os pasteis de Belém se misturavam com bolos caseiros e o doce sortido. Tasca, ponto de encontro de sabores onde os visitantes podiam degustar rissóis, pataniscas de bacalhau, bifanas e feijoada, tudo regado com um bom vinho verde ou maduro. Durante a atividade do Mercado Tradicional os elementos do Grupo amenizaram a tarde com as danças tradicionais do seu reportório e convidando o publico a dançar o Vira Geral.

Da praça Guillemó o publico dirigiu-se ao Centro Cultural la Llacuna onde foi inaugurada a exposição fotográfica 'Mosaicos de uma cultura' formada por vinte painéis nos quais os elementos do Grupo de Folclore 'Casa de Portugal' representaram a atividade das gentes do norte de Portugal integrada no património paisagístico do Principado.

Feirao2016_D2.JPG

O Grupo Coral e Etnografico da Casa do Povo de Serpa inaugurou o evento com Cante Alentejano e posteriormente Jose Luis Carvalho, Diretor do Grupo de Folclore 'Casa de Portugal' deu as boas-vindas às personalidades assistentes, Sr. Carlos Alves, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Serpa, Sr. Miquel Canturri, Vereador de Serviços Públicos do Comú (Câmara) de Andorra la Vella, Dr. Paulo Lima, Diretor da Casa do Cante e ao numeroso publico que assistiu aos discursos das personalidades e desfrutou do Cante.

Após a inauguração, a Praça Guillemó voltou a ser de novo ponto de encontro da cultura tradicional portuguesa desta vez com a presença do Grupo Coral e Etnografico da Casa do Povo de Serpa que com as vozes do Cante enriqueceu o mercado tradicional e emocionou muitos dos assistentes incluído um casal de noivos que pararam na praça e foram agraciados com o Cante.

Transmitido em direto pela Radio Ondas de Portugal, durante varias horas manteve-se o convívio entre o publico, o Grupo coral e os elementos do Grupo de Folclore 'Casa de Portugal', orgulhosos de ter proporcionado à sociedade andorrana o mercado tradicional, a inauguração da exposição e o Cante Alentejano, património imaterial da humanidade pela UNESCO.

José Luís Carvalho / Grupo de Folclore Casa de Portugal

Feirao2016_Grupos.JPG

Feirao2016_H.JPG

Feirao2016_Llacuna.JPG

Feirao2016_S.JPG

Feirao2016_T.JPG

TERRAS DE BOURO REÚNE CONSELHO LOCAL DE AÇÃO SOCIAL

O Salão Nobre dos Paços do Concelho acolheu, a 1 de julho, a reunião do Conselho Local de Ação Social.

A sessão decorreu na presença da Vereadora da Ação Social do Município de Terras de Bouro, Dr.ª Liliana Machado e do Presidente da ATAHCA, Prof. Mota Alves, além da Dr.ª Daniela Gomes da CIM Cávado e dos membros representantes e integrantes do Conselho Local de Ação Social: juntas de freguesia, IPSS´s, Cruz Vermelha Portuguesa (Delegação de Rio Caldo), técnicos sociais e responsáveis da ATAHCA.

Da ordem de trabalhos constou a apreciação do Diagnóstico Social e do Plano de Desenvolvimento Social 2016-2021, além do Plano de Ação para 2016, documentos estratégicos para o desenvolvimento social do concelho.

Fez também parte da ordem do dia um pedido de adesão ao CLAS apresentado pelo Centro Social do Vale do Homem e a apresentação da DLBC “Cávado com…vida”, no âmbito do Programa de Desenvolvimento Rural2020 (PDR2020), pelo Eng.º. Paulo Cristina, técnico da ATAHCA, cujo objetivo visa a implementação de estratégias de desenvolvimento rural e económico ao nível local.

tbou (1).JPG

tbou (2).jpg

tbou (3).JPG

CAMINHA APOSTA NUM CARTAZ DE ANIMAÇÃO CULTURAL FORTE E DE QUALIDADE

Em julho, o concelho de Caminha apresenta um cartaz de animação cultural diversificado e de grande qualidade. O objetivo é atrair cada vez mais visitantes ao concelho e potenciar a economia local. Festival internacional de cerveja, festas de cariz popular como a Festa do Mar e da Sardinha, conferências, exposições, Feira Medieval, comemorações dos 150 anos do nascimento do arquiteto Miguel Ventura Terra, Festival do Marisco, Fado Forte, AMFF in Concert Folclore, Descida Internacional do Rio Coura, Campeonato Nacional de Praia, são algumas das propostas irrecusáveis para este mês.

As freguesias do concelho de Caminha, com destaque para as vilas de Caminha e de Vila Praia de Âncora, vão servir de palco a eventos culturais, gastronómicos e desportivos.  A aposta do Município é proporcionar momentos de lazer, diversão e descontração a quem cá vive e a quem visita o concelho de Caminha, com os objetivos de fazer do concelho uma referência turística e incrementar o comércio e a economia local.

Assim, em julho as escolhas são múltiplas. Há eventos para todos os gostos e idades. De 7 a 10 de julho, Caminha volta a ser a “meca” da cerveja artesanal com a realização do Festival Internacional da Cerveja Artesanal – Artbeerfest. Para além da cerveja artesanal, esta edição traz a Caminha a primeira edição da MikkellerWorldBeerRun.

No dia 8 de julho, Vila Praia de Âncora comemora 92 anos. Para assinalar este marco histórico para os ancorenses, a Câmara Municipal e a Junta de Freguesia vão promover várias iniciativas. No dia 8, pela manhã, vai ser hasteada a Bandeira da Vila; da parte da tarde o executivo caminhense vai realizar a reunião de câmara na vila e o dia termina com a conferência Memórias do Tempo: anos 20, Norte de Portugal e Vila Praia de Âncora.Este ano, as comemorações prolongam-se por mais um dia. Os Ancorenses vão ser ainda contemplados com um concerto coral sinfónico com “Coros de Verdi” que vai juntar o Coro do Liceo de Vilagarcia de Arosa, o Coro Sinfónico Inês de Castro, o Orfeão de Vila Praia de Âncora e a Orquestra do Norte.

De 8 a 17 de julho, o mar e a sardinha estarão em destaque em Vila Praia de Âncora. De 8 a 10 de julho, a Sardinha de Alvorada fará parte dos cardápios nos restaurantes aderentes de Vila Praia de Âncora. De 13 a 17 de julho, a Festa vive-se no Campo do Castelo, na Tenda do Mar, onde os apreciadores de produtos do mar terão à disposição uma panóplia de pratos confecionados com os mais variados peixes, com destaque para a sardinha. Para complementar a mostra gastronómica, vão ser levadas a cabo atividades de valorização da cultura marítima, como as artes plásticas, artesanato, showcookings, entre outras. A música tradicional portuguesa fará também parte desta festa.

De 14 a 17 de julho, o Município vai assinalar os 150 anos do nascimento do arquiteto Miguel Ventura Terra com várias iniciativas. Ventura Terra nasceu em Seixas e é autor de obras tão emblemáticas como a Basílica de Santa Luzia, em Viana do Castelo, Maternidade Alfredo da Costa, Teatro Politeama ou a Assembleia da República em Lisboa.

De 16 de julho a 21 de agosto, a Arte na Leira, está de volta à Casa do Marco, em Arga de Baixo, na Serra d’Arga, para a sua 18ª edição. Esta exposição de arte é da autoria do pintor Mário Rocha e conta com o apoio do Município de Caminha.

De 20 a 24 de julho,Caminha regressa à Idade Média com a promoção de mais uma edição da Feira Medieval. Subordinada ao tema “MiniumNostrum”, esta edição vai realçar a “relação” entre as duas margens do Rio Minho. Cortejo Inaugural com as Freguesias de Caminha, “Trocas comerciais”, “Desentendimentos”, “Guerra e Paz” e “Prosperidade”, são os destaques.No mercado medieval vão abundar os petiscos medievais, bem como todo o tipo de artesanato. A programação também é convidativa: animação de rua contínua com músicos, bobos, cavaleiros, teatro e aves de rapina; acampamento medieval; danças palacianas e danças do povo, encenações, música medieval, torneio medieval com cavalos e cavaleiros, torneios equestres, cortejos, exibição de voos de aves de rapina, jogos medievais, espetáculos de fogo, saltimbancos, são alguns dos espetáculos que vão dar o mote a esta edição.

O final do mês apresenta algumas novidades na programação: o AMFF in Concert Folclore e o Festival do Marisco.

O AMFF in Concert Folclore é uma criação inovadora que une a erudição da música clássica com as raízes da etnografia regional. Uma viagem pela nossa identidade promovida pela Academia de Música Fernandes Fão, Grupo Etnográfico de Vila Praia de Âncora eCâmara Municipal de Caminha. Trata-se de um espetáculo ímpar que vai juntar em palco mais de duas centenas de músicos e dezenas de bailadores no Campo do Castelo em Vila Praia de Âncora. Este espetáculo é organizado pela Academia de Música Fernandes Fão, Grupo Etnográfico de Vila Praia de Âncora, Câmara Municipal de Caminha e Concelho de A Guarda

O Festival do Marisco é uma das novidades deste verão.  De 28 a 31 de julho, o Largo Fetal Carneiro, Caminha, vai transformar-se numa autêntica “marisqueira” com destaque para o marisco do mar do concelho.

O fado regressa ao Forte da Lagarteira, de Vila Praia de Âncora, para mais uma edição do Fado Forte.Ricardo Ribeiro e Raquel Tavares são cabeças de cartaz, a que se junta MarlaAmastor e Francisco Moreira.

Os eventos desportivos vão também marcar a programação do mês de julho.

Nos dias 9 e 16 de julho, vai decorrer o Campeonato Nacional de Praia 2016 na Praia das crianças em Vila Praia de Âncora.

No dia 10 de julho, Caminha acolhe a primeira da MikkellerWorldBeerRun durante um dos eventos de maior afluência, o Artbeerfest.

No dia 16, regressa a Descida Internacional do Rico Coura em Kayak – DIRCK. Este momento desportivo inclui descida de lazer, batismo náutico e animação para crianças dão o mote à festa que termina com um lanche convívio no Parque 25 de Abril, em Caminha.O ano passado esta grande aventura juntou cerca de meio milhar de pessoas. Este ano, o objetivo é ultrapassar esse número. As inscrições terminam no dia 12 de julho.

No dia 16, o Pavilhão Desportivo Municipal de Caminha vai ainda servir de cenário à I Gala Gímnica de Caminha. Este evento é organizado pelo Judo Clube de Caminha e conta com o apoio da Câmara Municipal.

No dia 23 de julho, o Sporting Club Caminhense vai organizar mais uma Festa do Remo “RowersFest”.