Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

APAFC COMEMORA 20º ANIVERSÁRIO

APAFC tem servido a comunidade local de forma ´exemplar´

O vice-presidente da Câmara Municipal de Braga, Firmino Marques, participou hoje, dia 2 de Julho, na cerimónia de comemoração do 20º aniversário da Associação de Pais e Amigos da Freguesia de Cunha (APAFC), que contou também com a presença do Ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, José Vieira da Silva.

braaagg.jpg

Fundada em 1996, a APAFC tem hoje as valências de Lar, Centro de dia, apoio domiciliário, Creche, ATL e ainda o Serviço de Atendimento e Acompanhamento Social. A instituição tem um projecto de ampliação de instalações que aguarda financiamento para avançar e que lhe permitirá subir de 16 para 40 o número de utentes do lar. Outro dos objectivos elencados por albano Sousa, presidente da Direcção, passa por criar uma valência para a área da deficiência.

Na ocasião, Firmino Marques agradeceu, em nome de toda a comunidade Bracarense, o incansável trabalho em prol da população mais vulnerável que a instituição tem vindo a desenvolver ao longo destes duas décadas. “É de toda a justiça reconhecer a mais-valia e o valor do vosso enorme esforço e dedicação e por terem ousado tomar a iniciativa de avançar com este projecto que, com diversas valências, tem servido de forma exemplar a população local. Resta-me desejar que continuem no futuro com a mesma força de vontade, sabendo que podem contar com a Câmara Municipal de Braga como parceiro fundamental neste percurso”, referiu.

Por seu turno, Albano Sousa afirmou que o trabalho da instituição é ´fundamental´ para garantir a coesão social da comunidade local e para aumentar a qualidade de vida e bem-estar das pessoas com mais necessidades de apoios. “Passados vinte anos continuamos com a mesma determinação e empenho na prossecução dos nossos objectivos, estando certos das dificuldades que teremos de ultrapassar diariamente. Pretendemos manter e consolidar a sustentabilidade da instituição e alargar a abrangência das nossas actividades, enquadrando-se estas nas reais necessidades da comunidade”, disse.

braaagg (2).jpg

braaagg (3).jpg

braaagg (4).jpg

braaagg (5).jpg

PIQUENICÃO JUNTA HORTELÕES EM GUIMARÃES

“Piquenicão” na Horta Pedagógica anuncia abertura de inscrições para talhões inclusivos

Pessoas com mobilidade reduzida vão poder cultivar na Horta Pedagógica de Guimarães. Inscrições abrem esta semana. “Casa dos Insetos” foi também apresentada este sábado.

Horta_Pedagogica_Piquenicao2016.JPG

A Câmara Municipal de Guimarães abre as inscrições esta segunda-feira, 04 de julho, para cidadãos com mobilidade condicionada poderem ter acesso ao cultivo de talhões inclusivos na Horta Pedagógica de Guimarães. Com um total de 10 hectares de terreno no coração da cidade, este espaço privilegiado de lazer e convívio com a natureza passa a dispor de três talhões adaptados a pessoas com mobilidade reduzida, que estarão isentas do pagamento da taxa anual de utilização.

O anúncio foi feito este sábado durante a realização de um “Piquenicão” com utentes da Horta Pedagógica no dia em que foi apresentada a “Casa dos Insetos” e divulgados os resultados do 7º Concurso de Espantalhos da Horta Pedagógica e do 3º Concurso do Melhor Talhão. «Estas modalidades de inclusão e este tipo de ações são fundamentais! É importante que sejam replicadas em mais parques e outras zonas de lazer e de cultivo de produtos», referiu Amadeu Portilha, Vice-Presidente do Município.

Durante este sábado, foram apresentadas duas casas para insetos, com o objetivo de promover a biodiversidade na Horta, servindo de abrigo para espécies de polinização (abelhas, vespas, borboletas, outros) e para predadores, contribuindo na luta contra algumas pragas (joaninhas, crisopas, tesourinhas, entre outros), na promoção de uma agricultura mais saudável, evitando-se o uso de produtos fitofarmacêuticos.

A realização do Piquenicão teve como principal objetivo proporcionar um convívio aos utilizadores da Horta Pedagógica, confecionando no local um caldo verde e uma sardinhada para o almoço dos participantes. A refeição foi acompanhada por um momento de descontração e divertimento com a presença dos “ABSONS”, grupo de música tradicional portuguesa do Agrupamento de Escolas de Abação.

Cerimónia de entrega de prémios

O início da tarde serviu igualmente para se proceder à divulgação dos resultados e entrega de prémios relativos à sétima edição do Concurso de Espantalhos, que contou este ano com 23 exemplares, sendo premiados três vencedores na categoria de “Utilizadores da Horta” e um vencedor na categoria “Instituições” (escolas, lares e associações). Na terceira edição do Concurso do Melhor Talhão, foram premiados três vencedores.

Os 23 exemplares de espantalhos, 13 elaborados por utilizadores da Horta e 10 por instituições, foram avaliados por um júri composto pelo Diretor do Departamento de Serviços Urbanos e Ambiente, Miguel Frazão, pelo Chefe de Divisão de Ambiente, Jorge Fernandes, e pelo Diretor do Centro Comercial GuimarãeShopping, Miguel Castro. Na cerimónia, foi efetuada a respetiva entrega de prémios e de certificados a todos os participantes.

FEIRA INTERNACIONAL DE ARTESANATO TERMINA AMANHÃ EM LISBOA

Termina amanhã em Lisboa mais uma edição da Feira Internacional de Artesanato, considerada a maior festa intercultural na Península Ibérica e a segunda maior da Europa. A iniciativa é organizada pela Fundação AIP, com o apoio do IEFP, e contou com o Alto Patrocínio do Presidente da República.

FIA2016 045 (1).JPG

Ao longo da sua história, este evento tem promovido todas as regiões e suas culturas, mobilizando as especificidades locais em prol do desenvolvimento nacional e crescimento económico.

A 29ª edição da FIA Lisboa 2016 contou com um vasto programa que incluiu exposições temáticas, prémios e concursos, ateliers, workshops, atuações musicais, jogos tradicionais e conferências. A Feira Internacional de Artesanato assume-se como uma plataforma de excelência para a promoção do desenvolvimento regional e das culturas locais por via do artesanato, da gastronomia, das atividades culturais e turísticas, do património e recursos naturais e fontes de sustentabilidade da economia local, tendo aperfeiçoado, ao longo dos seus 28 anos de história, a simbiose entre economia e cultura, tradição e inovação.

A FIA trouxe à capital, durante 9 dias, profissionais e apreciadores dos ofícios artesanais, artes e design, agentes da área da gastronomia tradicional, bem como interessados no artesanato enquanto manifestação cultural.

Em destaque, estiveram novas áreas de exposição como o Espaço Design Nacional by LxD – Lisboa Design Show, que irá promover peças de joalharia, vestuário, calçado, mobiliário, entre outros, de origem nacional e também terá o Espaço Mixmarket, dirigido ao sector multiproduto e de origem não étnica.

Contou ainda com a Semana da Gastronomia Tradicional que registou o dobro dos participantes em relação ao ano anterior, destacando-se o atractivo turístico-cultural da gastronomia e vinhos de Portugal e integrando o 3º Festival de Carnes Portuguesas Certificadas (DOP) e a 2ªedição do Mercado da Cerveja Artesanal.

FIA2016 033 (2).JPG

FIA2016 016 (2).JPG

FIA2016 004.JPG

FIA2016 003.JPG

FIA2016 001.JPG

FIA2016 190.JPG

FIA2016 037 (2).JPG

FIA2016 120 (1).JPG