Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

PONTE DA BARCA VAI GERIR CENTRAL HIDROELÉTRICA DE PARADAMONTE

Reunião de Câmara de 19 de Maio: Gestão da Central Hidroelétrica de Paradamonte vai ser entregue à Câmara Municipal de Ponte da Barca

Objetivo passa por valorizar o equipamento de modo a convertê-lo também numa ponto estratégico da aposta turística que a autarquia tem vindo a dinamizar no concelho

Imagem1

 

O executivo municipal aprovou, na última reunião de Câmara, a minuta do protocolo que vai ser celebrado com a Agência Portuguesa do Ambiente (APA) e a EDP, de cedência do edifício da Central Hidroelétrica de Paradamonte à Câmara Municipal de Ponte da Barca. De acordo com o autarca barquense, Vassalo Abreu, é intenção da Câmara valorizar o equipamento de modo a convertê-lo também numa ponto estratégico da aposta turística que a autarquia tem vindo a dinamizar no concelho.

A Central de Paradamonte é um ícone da arqueologia industrial de Portugal e com esta cedência, é desejo da população e da autarquia que possa renascer enquanto unidade interpretativa do antigo ciclo produtivo, a par das iniciativas já desenvolvidas no âmbito do Percurso da Hidroelectricidade e das visitas guiadas à Barragem de Alto Lindoso, numa parceria entre a EDP e o Município. Pretende-se enfatizar a exploração da água e as suas marcas no território com elevado potencial turístico, explicando ao visitante como decorria todo o processo de produção eléctrica (desde a captação da água, à sua condução e posterior aproveitamento energético), levando-o a percorrer não só a Central mas as suas estruturas complementares industriais (poços, levadas, linhas) e ainda percorrer o lugar de Paradamonte e conhecer as infra-estruturas de apoio social e cultural da aldeia.

Com a criação desta unidade interpretativa a autarquia pretende ainda inseri-la na Rede Interpretativa do Património de Ponte da Barca, consolidada nos anos de 2014-2015 e que agrega, em sistema de complementaridade, o Centro Interpretativo do Património "Fernão de Magalhães" e o Núcleo Expositivo da Torre de Menagem do Castelo de Lindoso, numa simbiose de estratégias de índole patrimonial, ambiental e turística.

Durante a reunião procedeu-se, ainda, às seguintes deliberações:

- Aprovação da proposta de execução da rede de distribuição de gás na EM 532;

- Aprovação da proposta referente a uma mobilidade e afetação à equipa multidisiciplinar;
- Aprovação do pagamento do condomínio referente à fração EX, do edifício 'Urbanização das Fontaínhas';

- Aprovação do pagamento à CIM Alto Minho, referente à comparticipação nas despesas do Canil Intermunicipal – 1º trimestre de 2016;

- Aprovação do pagamento de quotas ao CIAB – Centro de Informação, Mediação e Arbitragem de Consumo, à Área Alto Minho e Porto e Norte – Turismo do Porto e Norte de Portugal;

- Aprovação da minuta de protocolo de colaboração com o Rancho Folclórico e Etnográfico de Ponte da Barca de apoio aos encargos relativos ao transporte de quatro deslocações, de modo a que se realizem as permutas necessárias à realização do Festival Folclórico de Ponte da Barca durante a Romaria de S. Bartolomeu;

- Aprovação das adendas aos protocolos com a Associação Social, Cultural, Recreativa e Desportiva de Crasto e Centro Social de Entre Ambos-os-Rios;

- Ratificação do despacho do presidente da Câmara, em que aprova a celebração de protocolo com a Associação Desportiva de Ponte da Barca, no sentido de apoiar financeiramente a a realização da IV edição do Torneio de Páscoa;

-Aprovação da proposta de apoio à realização de campanhas do Banco Alimentar Contra a Fome de Viana do Castelo, no concelho de Ponte da Barca.

No período antes da ordem do dia, o presidente da Câmara apresentou um voto de pesar pelo falecimento de Manuel Taveira Barbosa, funcionário da autarquia, que foi subscrito por todos os vereadores. Deu conta de que o Diretor Regional da Cultura esteve de visita ao concelho, e que o Ministro da Economia vai estar em Ponte da Barca na última quinzena de junho. Fez saber que se procedeu à apresentação pública da iniciativa 'Barca Jovem' e que Ponte da Barca aderiu ao projeto Eco-escolas, tendo já decorrido a cerimónia de receção dos testemunhos do Município de Ponte de Lima. Informou, ainda, da realização da XXIII edição da Feira do Livro com o êxito a que já nos habituou, e que esteve presente no aniversário da APPACDM - Associação portuguesa de pais e amigos do cidadão deficiente mental

Por último, deu conta da sessão de apresentação da proposta de revisão do Plano estratégico Municipal que decorreu nos Paços do Concelho.

PONTE DE LIMA REALIZA CONCURSO DE LEITURA

Alunos do 1.º ciclo da EB de Ponte de Lima e do Centro Educativo de Arcozelo premiados no Concurso Concelhio de Leitura

No âmbito da realização do Concurso Concelhio de Leitura dinamizado pelo Município de Ponte de Lima, o Vereador da Educação da Câmara Municipal de Ponte de Lima, Paulo Barreiro de Sousa, procedeu à entrega de prémios aos vencedores do 1.º ciclo do Ensino Básico.

Entrega Prémios (Small).JPG

Assim, no dia 24 de maio de 2016 entregou-se o prémio ao aluno Tomás Barbosa do Centro Educativo de Arcozelo que arrecadou o 3.º lugar deste concurso.

O 25 de maio foi o dia escolhido para se entregar os prémios ao 1.º e 2.º lugar, tendo sido os premiados os alunos Nelson Antunes - vencedor desta edição do 1.º ciclo - e o aluno Afonso Meneses que alcanço o 2.º lugar da iniciativa, ambos estudantes da EB1 de Ponte de Lima.

Relembramos que este concurso foi direcionado para o 3.º e 4.º anos do 1.º ciclo e para o 2.º ciclo do Ensino Básico, tendo o 2.º ciclo já recebido os prémios na Biblioteca Municipal.

Premios _ Entrega _Biblioteca (Small).JPG

PONTE DE LIMA PROMOVE POESIA

A “Luz” de Fernando Hilário em noite de poesia. Biblioteca Municipal de Ponte de Lima

A exposição da luz, título da mais recente produção literária do escritor, pedagogo e artista Fernando Hilário, foi lançada na passada sexta-feira, 27 de maio, no Auditório da Biblioteca Municipal de Ponte de Lima no âmbito do projeto Poesia à sexta.

Fernando Hilário_Biblioteca (Small).JPG

Depois da leitura de um texto explicativo do surrealismo, que pretendeu introduzir a plateia no tema e no estilo das composições poéticas que integram a obra de Fernando Hilário, José Cândido Rodrigues – responsável pela apresentação do livro – teceu considerações várias acerca dos traços distintivos da escrita do autor, dos elementos inspiradores das suas narrativas e da necessidade de cada poema, de uma forma geral, traduzir diversas polissemias, sob pena de se transformar num “recado banal”.

Fernando Hilário, que ao longo da sessão foi sendo interpelado pelos presentes, explicou que os 61 textos poéticos da obra, estruturalmente distribuídos por duas partes distintas, abordam o retorno à infância, expressam desejos e inquietações, falam do mundo e do tempo futuro, sempre com uma dimensão autobiográfica pois, segundo o autor, não é possível ignorá-la. Em relação ao estilo que o caracteriza e ao modo de se fazer poesia, Fernando Hilário asseverou que “um poema demasiado referencial e normativo” se distancia do texto poético – género para o qual não pode haver cartilhas – e que, muito embora atente para a estrutura linguística da narrativa, no seu caso particular, o pensamento é sempre o elemento condicionador da forma.

No final da sessão de apresentação de A exposição da luz, que contou com a presença de Paulo Barreiro de Sousa, Vereador da Educação do Município de Ponte de Lima, seguiu-se a habitual tertúlia com troca de impressões sobre poesia e poetas.

O próximo Poesia à Sexta – projeto dinamizado pelo Município de Ponte de Lima - realiza-se a 17 de junho com duas sessões evocativas: a primeira em tributo a António Feijó, ministrada por David Rodrigues e a segunda a Álvaro Feijó revisitado por Cláudio Lima.

VIZELENSES QUEREM DESPOLUIR RIO VIZELA

Presidente da Câmara reuniu entidades para definir estratégia de despoluição do Rio Vizela

Na sequência do trabalho que tem sido desenvolvido nos últimos anos, o município de Vizela reuniu ontem nas instalações da Câmara Municipal de Vizela com diversas entidades, onde foi abordada a problemática da poluição do Rio Vizela e definida uma estratégia conjunta de atuação.

reunião 31.05.16.jpg

Esta reunião contou com a presença de várias instituições a saber: Vimágua - Empresa de Água e Saneamento de Guimarães e Vizela – E.I.M., S.A, Águas do Norte, S.A., Agência Portuguesa do Ambiente (APA), Câmara Municipal de Felgueiras, Câmara Municipal de Fafe, GNR/SEPNA, associações locais como a Associação de Mergulho e Atividades Subaquáticas de Vizela – AMAS e a Liga dos Amigos das Termas, GNR de Vizela, bem como uma associação do Município de Fafe - a Associação Amigos do Ambiente de Cepães e Fareja.

Nesta reunião, para além da poluição industrial, muito associada ao Rio Vizela, foram abordadas outras matérias entre as quais destacamos: a resistência da população em geral em efetuar ligações ao sistema de drenagem de águas residuais domésticas, as ligações de águas pluviais à rede de saneamento e vice-versa, bem como o funcionamento das ETAR’s enquanto solução para a poluição industrial e urbana.

Para todos os presentes é clara a localização dos principais focos poluidores do rio Vizela, bem como das dificuldades de atuação após o levantamento dos autos pela GNR uma vez que, e conforme foi explicado pela APA, existe a dificuldade em comprovar a origem da descarga e em assegurar a celeridade dos processos de contraordenação e/ou processos judiciais.

Também é claro para todos os presentes que, fruto do trabalho desenvolvido nos últimos anos, a poluição do rio Vizela é menor do que em anos passados, fruto da massiva industrialização junto das zonas ribeirinhas.

É nesse sentido que a Câmara Municipal de Vizela vai continuar a trabalhar, tendo sido delineada uma estratégia, que em tempo oportuno será divulgada, e assumida por todos os presentes.

MONÇÃO COMEMORA DIA MUNDIAL DA CRIANÇA

Parque das Caldas recebe amanhã, 2 de junho, durante todo o dia, dois espetáculos do Avô Cantigas, um de manhã e outro à tarde, e criação artística coordenada por Patricia Oliveira. Um dia diferente para cerca de mil crianças. Neste dia, os livros ficam na sala de aula e a aprendizagem faz-se ao ar livre.  

AvôCantigas (Large).jpg

Cerca de um milhar de crianças das creches, ensino pré-escolar e 1º ciclo do ensino básico do concelho de Monção vão viver amanhã, 2 de junho, um dia diferente do habitual com a realização de diversas atividades que pretendem assinalar o Dia Mundial da Criança.

Com organização da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Monção, está prevista muita animação, dois espetáculos com o Avô Cantigas e um ateliê de arte coordenado por Patricia Oliveira. Neste dia, o Parque das Caldas transforma-se num “recreio” repleto de crianças entretidas e sorridentes.

O Avô Cantigas, figura sobejamente conhecido entre a pequenada, apresenta-se com um espetáculo muito divertido, cheio de notas musicais e de grande interação com o público. A animar gerações de portugueses há mais de 30 anos, promete espalhar simpatia e muita animação.

A oficina de trabalho proposta por Patricia Oliveira consiste na criação de uma instalação artística para colocar na escadaria que dá acesso ao parque radical e infantil. Para o efeito, serão utilizados materiais recicláveis recolhidos no estaleiro municipal. O resultado final promete ser surpreendente. 

A celebração deste dia é uma prática habitual no Município de Monção, proporcionando às crianças e jovens do concelho um conjunto diversificado de atividades que visam cimentar valores de camaradagem, amizade e partilha. Um dia diferente onde os livros ficam na sala de aula e a aprendizagem faz-se ao ar livre.

 

AvôCantigas2 (Large).jpg

CapaAvoCantigas_04 (Large).jpg

MUNICÍPIO DE CELORICO DE BASTO ENTREGA MATERIAL DA ROTA DO ROMÂNICO

Foi entregue no dia 24 de maio, no Auditório do Prado, material informativo e didático referente à Rota do Românico. Este material destinou-se às instituições de ensino, espaços públicos, e juntas de freguesia que contemplam monumentos inseridos na Rota do Românico.

_DSC4782.jpg

A entregar este material esteve o Vereador da Cultura do Município, Fernando Peixoto, que destacou a necessidade de um conhecimento mais alargado deste estilo arquitetónico, pela população. “Temos 4 monumentos inseridos na Rota do Românico e muitos munícipes desconhecem esse facto. É importante que exista material didático apelativo que incite ao conhecimento de um estilo arquitetónico que também nos caracteriza. Ao mesmo tempo é importante reforçar o crescente nº de visitantes a este concelho, “apaixonados” pelo património”.

Também o diretor de departamento do Município, José Peixoto Lima, marcou presença neste evento sendo o interlocutor entre o município e a Rota.“ A Rota do Românico tem feito um trabalho, em parceria com o município e outras entidades, exemplar na salvaguarda deste estilo arquitetónico, atuando a favor da conservação e do conhecimento. A entrega deste material, é indicativo da necessidade de dar a conhecer cada vez mais a nossa história, a nossa identidade” disse.

_DSC4789.jpg

TRABALHADORES DA AUTARQUIA MONÇANENSE EMBELEZAM RUA DE PONTEAREAS

Respondendo à amabilidade de uma associação daquela localidade galega, que embelezou o Largo de Camões na Festa da Senhora da Rosa, vários funcionários da autarquia decoraram, na noite do último sábado, uma rua de Ponteareas na Festa do Corpus Christi.

Ponteareas 01.jpg

 O embelezamento das ruas dos centros históricos é uma iniciativa comum aos municípios de Monção e Ponteareas, localidade galega que dista sensivelmente 15 quilómetros da Ponte Internacional sobre o Rio Minho. Em Monção, decorreu no início de maio na Festa da Senhora da Rosa. Em Ponteareas, na Festa do Corpus Christi que teve lugar no passado fim de semana.

Esta iniciativa, que acontece também em outras localidades dos dois países, tem a particularidade de contar com o apoio efetivo de pessoas de ambos os municípios. Em Monção, o Largo de Camões é “trabalhado” por elementos de uma associação galega e, em Ponteareas, vários trabalhadores da autarquia decoraram uma das artérias daquela localidade, fazendo alusão ao Corpo de Deus/Festa da Coca.

Esta parceria, que já acontece há vários anos, potencia o relacionamento entre os municípios mas também o fluxo de pessoas para apreciarem os respetivos trabalhos. Não é por acaso que muitos monçanenses se deslocaram a Ponteareas no passado fim de semana para visualizarem as ruas embelezadas. Tal como acontece no domingo da Senhora da Rosa com muitos galegos a visitarem o nosso concelho.

MONÇÃO APRESENTA A MAGIA DE MÁRIO DANIEL NO CINE TEATRO JOÃO VERDE

Apresentador e mágico do “Minutos Mágicos”, programa de sucesso da SIC, percorre o país com o espetáculo “Fora do Baralho”. No dia 18 de junho, sábado, pelas 22h00, está em Monção para brindar o público com a criativa arte da ilusão.

Mário Daniel.jpg

Mário Daniel apresenta no dia 18 de junho, sábado, pelas 22h00, no Cine Teatro João Verde, o espetáculo de magia “Fora do Baralho”. As entradas, no valor de 10,00 € cada, podem ser adquiridas ou reservadas, até cinco dias antes do espetáculo, na Loja Interativa de Turismo (T. 251 649 013).

Trata-se do maior e mais original espetáculo de magia que alguma vez percorreu o país, entusiasmando mesmo aqueles que não gostam de “truques”, uma vez que mistura a arte de ilusão com a componente cénica e teatral, criando uma atmosfera mágica que não passa despercebida a ninguém.

Conta a história de um mágico que está na sua “oficina de trabalho” a tentar idealizar o seu próximo espetáculo. Nesse mundo, circulam outras personagens como a empregada que detesta ver tudo desarrumado ou o artesão das ilusões do Mário Daniel.

Numa relação muito divertida e invocando os valores da amizade, cooperação e família, os três fazem com que os “truques” surjam de forma natural e se transformem em verdadeira magia. Em suma, revela-se aos olhos do público como uma nova forma de encarar esta arte.

MONÇANENSES FAZEM FÉRIAS DIVERTIDAS VERÃO 2016

Iniciativa, promovida pela Comissão de Protecção de Crianças e Jovens de Monção, em colaboração com a autarquia local, decorre entre 13 de junho e 8 de julho, das 9h00 às 12h00 e das 14h00 às 17h00. Inscrições abrem amanhã, 1 de junho, e terminam no dia 8, podendo ser efetuadas no Balcão Único de Atendimento, Casa do Loreto. 

Ferias divertidas 01.jpg

A Comissão de Protecção de Crianças e Jovens de Monção, em colaboração com a autarquia local, leva a efeito,entre 13 de junho e 8 de julho,das 9h00 às 12h00 e das 14h00 às 17h00,as“Férias DivertidasVerão 2016”, cujos destinatários são crianças com idades compreendidas entre 6 e 12 anos.

As inscrições, entre 1 e 8 de junho, podem ser efetuadas no Balcão Único de Atendimento, Casa do Loreto, encontrando-se limitadas a 50 crianças, 25 por cada grupo. O valor por criança é 25,00 €, sendo que, no caso de irmãos, desce para 20,00 €.

Durante as “Férias Divertidas Verão 2016”, com duração de dez dias úteis para cada grupo, estão previstasdiversas atividades lúdicas no Parque das Caldas, Zona de Lazer de Pinheiros, e Piscina Municipal de Monção, bem como deslocação ao Centro de Estágios de Melgaço ou Lamas de Mouro.

Os ateliês de construção de marionetas e personalização de “T-shirt by me”, os ensaios teatrais e preparação de figurinos, e os jogos de expressão corporal decorrem no Pavilhão da EB 2.3 de Monção. A Escola Profissional de Monção recebe o ensaio final e apresentação da peça de teatro que os jovens participantes “trabalharam“ nestes dias.

Esta iniciativa, inscrita no plano de ação da Comissão de Protecção de Crianças e Jovens de Monção, tem como objetivo assegurar o preenchimento dos tempos livres das crianças de uma forma entretida, pedagógica e segura, oferecendo aos participantes dias preenchidos e saudáveis e aos pais um espaço ideal para deixar os seus filhos durante o período laboral

MONÇÃO ORGANIZA 8ª CAMINHADA SOLIDÁRIA“PASSO A PASSO PELA VIDA”

Este domingo, 5 de junho, pelas 17h30, com saída da Ecopista do Rio Minho, na Lodeira, e chegada à Senhora da Cabeça, em Cortes. Aberta à população, a iniciativaprocura sensibilizar a comunidade local para a problemática do cancro e doenças cardiovasculares, alertando-a para a importância da componente preventiva.

Passo a passo.tif

 

Com organização conjunta do Centro de Saúde de Monçãoe Grupo de Auto-Ajuda Deu-la-Deu Vida e colaboração da Rede Social de Monção, realiza-se, este domingo, dia 5 de junho, pelas 17h30, a 8ª Caminhada Solidária “Passo a Passo pela Vida”,

A iniciativa, cujo objetivo consiste em sensibilizar a comunidade local para a problemática do cancro e doenças cardiovasculares, consta de um passeio pela Ecopista do Rio Minho desde o Parque da Lodeira, junto à Ponte Internacional entre Monção e Salvaterra, até à Senhora da Cabeça, em Cortes.

Aberta a quem pretender participar, a 8ª Caminhada Solidária “Passo a Passo pela Vida”, não implica pagamento obrigatório, contudo, quem pretender uma t-shirt alusiva à iniciativa e água terá de pagar 3,00 € que reverterão a favor da Liga Portuguesa Contra o Cancro (Núcleo Regional do Norte).

De acordo com a organização, a caminhada deverá ultrapassar a presença de meio milhar de pessoas de todas as idades. O objetivo geral passa por estimular a atividade física e sensibilizar a comunidade local para estas problemáticas, alertando-a para a importância da componente preventiva.

PONTE DE LIMA PROMOVE WORKSHOP PRÁTICO “MISE-EN-PLACE E TÉCNICAS DE SERVIÇO”

Workshop Prático – Clara Penha – Casa dos Sabores em Ponte de Lima. Dia 15 de junho | 15 horas

O Município de Ponte de Lima promove a 15 de junho, uma 2ª edição do workshop prático Mise–En–Place face à elevada participação da 1ª edição.

banner_formacao3Rs-04 (Small).jpg

Esta ação insere-se no conjunto de workshops de formação sobre o setor da Hotelaria e da Restauração, que o Município de Ponte de Lima está a dinamizar em parceria com a Associação Empresarial de Ponte de Lima.

Pretende-se com este projeto reforçar a melhoria contínua da qualidade gastronómica e a prestação de serviços de excelência como fator de atratividade turística.

As formações decorrem no edifício Clara Penha – Casa dos Sabores, centro de formação na área gastronómica, sendo um local de referência no que se refere à valorização de ações de promoção da enogastronomia limiana.

Com a duração de três horas, esta iniciativa dirige-se para os empresários e profissionais das áreas de restauração e hotelaria, e terá como tema as Técnicas de Serviço. Para mais informações contate através do email: terra-formar@cm-pontedelima.pt.

A 2ª sessão da formação sobre Mise–En–Place - Técnicas de Serviço, está agendada para o dia 15 de junho, na Clara Penha – Casa dos Sabores, entre as 15h00 e as 18h00.

MUNICÍPIO DE CAMINHA DISPONIBILIZA NOVOS SERVIÇOS ONLINE A PARTIR DE HOJE

Mais facilidade e rapidez para os cidadãos

O Município de Caminha vai disponibilizar novos serviços online, permitindo aos munícipes e restantes utentes resolver várias questões sem terem necessidade de se deslocar aos serviços. As novas funcionalidades estão disponíveis a partir de hoje, dia 1 de junho, funcionando a título experimental durante o período de um mês.

O wsAutarquia, implementado em Caminha, permite criar um balcão de atendimento online para os munícipes, sejam individuais ou empresas, facilitando o relacionamento bilateral. Deste modo, “a transparência do estado do processo, circulação interna ou necessidade de dados adicionais pelo munícipe é transformada em cultura institucional”.

Exemplos do serviço são, entre outros, a submissão de leituras de água ea informação sobre o estado de tramitação de requerimentos.

Para poder utilizar estas novas funcionalidades há dois caminhos: o registo através do site, em https://online.cm-caminha.pt; ou nos serviços de frontOffice do Município.

O eGovernment externo (G2C - Government2Citizen) é potenciado pela integração com o cartão de cidadão, na autenticação e na assinatura, e com pagamentos online, permitindo à autarquia alcançar o nível 4 de maturidade segundo o modelo eEurope.

CABECEIRAS DE BASTO ELIMINA PONTAS DE CIGARRO E PASTILHAS ELÁSTICAS

Executivo Municipal aprova proposta para a eliminação de pontas de cigarro e pastilhas elásticas

O Executivo Municipal de Cabeceiras de Basto, sob a presidência de Francisco Alves, aprovou, por unanimidade, na sua última reunião do passado dia 25 de maio, uma proposta para a eliminação das pontas de cigarro e pastilhas elásticas.

A Câmara Municipal irá agora estudar e avaliar quais as melhores soluções para a redução deste tipo de resíduos dos principais centros urbanos do nosso concelho, encaminhando o material recolhido para o processo de reciclagem, se tal for possível.

Note-se que as pastilhas elásticas e as pontas de cigarro são dois tipos de resíduos mais encontrados nos nossos centros urbanos e com maior dificuldade em recolher, pelo que importa alterar os hábitos da população, sobretudo os jovens, e mitigar ou resolver esta situação.

Numa altura em que tanto se faz pelo asseio das vilas e dos principais pontos de interesse turístico, de que é expoente máximo o Mosteiro de S. Miguel de Refojos, terá toda a relevância a instalação de mobiliário urbano que incentive o público a colocar as pastilhas elásticas bem como as pontas de cigarro em estruturas próprias, evitando a conspurcação do espaço público, dando assim uma imagem mais abonatória às nossas ruas e praças, imagem essa muito importante não só para quem nos visita mas também para quem cá vive.

Para implementar esta medida, a Câmara Municipal espera poder contar com a colaboração da população em geral e, em especial, dos proprietários dos setores da restauração e hotelaria, principais focos de produção deste tipo de resíduos.

A esta medida está intrinsecamente ligada a sensibilização para a educação ambiental dos Cabeceirenses que conduzirá a um melhor relacionamento das pessoas com o meio ambiente.

BRAGA RECEBE FESTIVAL VAUDEVILLE RENDEZ-VOUS

Apresentação da 3ª edição do Festival Vaudeville Rendez-Vous. Quinta-feira, dia 2 de Junho, pelas 15h00, na Casa do Território, em Famalicão

O Município de Braga apresenta a 3ª edição do Festival Internacional Vaudeville Rendez-Vous, amanhã, Quinta-feira, dia 2 de Junho, pelas 15h00, na Casa do Território (Rua Fernando Mesquita), em Vila Nova de Famalicão.

Festival Internacional Vaudeville Rendez-Vous.jpg

 

O maior e mais importante festival de artes de rua e de circo contemporâneo da região norte conta, este ano, com o envolvimento dos municípios de Braga, Vila Nova de Famalicão e Guimarães.

A cerimónia de apresentação contará com as presenças de Firmino Marques, vice-presidente da Câmara Municipal de Braga, Paulo Cunha, Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Domingos Bragança, Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, e Bruno Martins, director artístico do Festival

O Festival Internacional Vaudeville Rendez-Vous tem como objectivo promover a valorização da criação nacional nas áreas do circo contemporâneo, teatro físico e formas transdisciplinares.

ARCOS DE VALDEVEZ VIVE O CARNASOL NO PRÓXIMO DOMINGO

O Carnasol, Carnaval de Verão de Arcos de Valdevez, volta a realizar-se no dia 5 de Junho, depois de um interregno de alguns anos.

Este espetáculo contará com a participação de escolas de Samba e centenas de foliões que desfilarão alegria e charme em representação das belezas e atrativos da nossa Vila.

Venha a terras de Valdevez, e não só terá a oportunidade de vivenciar um Car­naval único no País e na Região, como também de ficar a conhecer um destino turístico de excelência.

As festividades são organizadas pela Associação Folia em colaboração com a Câmara Municipal de Arcos de Valdevez e contam com a participação das várias associações concelhias.

carnasol.jpg

 

VIANA DO CASTELO RECEBE CONCERTO DO AGIR

Os bilhetes para o Concerto do AGIR, a realizar no próximo dia 25 junho, no Centro Cultural de Viana do Castelo estarão disponíveis para venda, a partir do próximo dia 2 de junho, às 9h00.

  Local de venda: Teatro Municipal Sá de Miranda, nos horários habituais da bilheteira (segunda a sexta-feira, das 9h00 às 19h00); sábado e domingo (em dias de espetáculo), duas horas antes.

  • Classificação etáriaM/6 anos
  • Custo do bilhete: 10€ (plateia) | 10€ (bancada)
  • Aceitam-se reservas de bilhetes, unicamente, por  email:tmsm@cm-viana-castelo.pt, enviado a partir das 9h00 do dia 2 de junho,  com um prazo de levantamento de 24 horas, caso contrário a reserva ficará sem efeito. Todas as reservas efetuadas antes das 9h00 não serão válidas. As reservas serão consideradas por ordem de hora de chegada e deverão estar devidamente identificadas.
  • Há bilhetes de plateia e bancada, pelo que deverão mencionar na reserva o desejado.
  • No dia do espetáculo, se a lotação não estiver esgotada,poderão adquirir bilhetes na bilheteira do Centro Cultural entre as 18h00 e as 22h00.

.  Não há lugares marcados

image002.png

 

Pág. 31/31