Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

CRIANÇAS DE GUIMARÃES DISPUTAM CAMPEONATO DE FUTEBOL

PROVA DESTINADA A CRIANÇAS

Vitória e Brito vencem Liga Mini de Futebol 2016

231 jogos realizados resultaram em 1.740 golos ao longo de quatro meses de prova. Campeonato de futebol destinado a crianças entre os 7 e os 9 anos teve, este ano, o dobro dos clubes inscritos (20), em comparação com a primeira edição realizada em 2010.

Guimaraes_Liga_Mini2016.jpg

A equipa do “Vitória A”, cujos jogadores nasceram em 2009/2010, e a equipa A do Brito Sport Clube, nascidos em 2007/2008, conquistaram nas suas categorias a sétima edição da Liga Mini de Futebol, organizada pela cooperativa Tempo Livre em parceria com a Câmara Municipal de Guimarães, cujas finais decorreram no relvado do Estádio D. Afonso Henriques.

Com um novo recorde de participantes, 42 equipas de 20 clubes vimaranenses, mais duas equipas e mais quatro emblemas do que em 2015, o campeonato de futebol destinado a crianças do concelho de Guimarães, na categoria de jovens nascidos em 2009/2010, reconheceu Gustavo Oliveira (UCDR Guardizela) como melhor jogador, Martim Salvador (Desportivo Ronfe) como melhor guarda-redes, enquanto o Vitória A teve o melhor ataque e o Brito a melhor defesa. O Torcatense conquistou o Prémio Fair Play.

No escalão 2007/2008, o Brito, além de ter vencido nesta categoria, conquistou o título de melhor ataque e de melhor defesa do torneio. Ricardo Fernandes (SARC) foi eleito o melhor jogador e Afonso Mota (Taipas A) o melhor guarda-redes, enquanto o Águias Negras de Tabuadelo foi agraciado com o Prémio Fair Play. Estas cinco distinções foram apuradas através da votação dos elementos representantes dos clubes e da organização.

Mais de duas centenas de jogos

A Liga Mini de Futebol, que em 2016 contabilizou 231 jogos disputados tendo sido marcados 1.740 golos, tem uma periodicidade anual e destina-se a clubes e associações desportivas do concelho de Guimarães. Este ano, foram percorridos 400 quilómetros entre as dez instalações desportivas nas diferentes 13 jornadas. A competição ambiciona assumir-se como uma prova de referência para o público-alvo em questão, ser uma oportunidade de desenvolvimento das suas capacidades, uma “montra” de aprendizagem, convívio, respeito e de desenvolvimento humano.

A realização desta prova, que tem registado anualmente um crescente número de participantes, duplicando o número de inscrições num espaço de seis anos, pretende colmatar a ausência de competição nos escalões mais baixos dos clubes de futebol do concelho, além de contribuir para elevar o espírito de fair-play em jogadores com idade ainda muito jovem. A Liga Mini de Futebol, que teve início em fevereiro, decorreu ao longo de quatro meses, envolvendo cerca de 700 crianças nascidas entre 2007/2008 e 2009/2010.

A edição deste ano da Liga Mini de Futebol teve a participação das seguintes duas dezenas de clubes: ACD Ases Santa Eufémia, Águias Negras de Tabuadelo, ARC Pencelo, ARGUS Academia, Brito SC, CC Taipas, CD Ponte, Crescer Guimarães, Desportivo de Ronfe, GD Serzedelo, GD Unidos do Cano, UCDR Guardizela, MCV Azurém, Moreirense FC, Os Amigos de Urgeses, Os Sandinenses, Pevidém SC, SARC, Torcatense e Vitória SC. O ranking de títulos nesta prova é liderado pelo Sandinenses (4 troféus), seguindo-se o Vitória (3), Amigos de Urgeses e o Desportivo de Ronfe (2 títulos). Brito, Moreirense e Escola Fair Play conquistaram a Liga Mini por uma vez.

“60 POEMAS” - NOVO LIVRO DE ARTUR FERREIRA COIMBRA A LANÇAR EM FAFE ESTA QUINTA-FEIRA

Tem o título de 60 POEMAS o novo livro do escritor e investigador Artur Ferreira Coimbra, o qual vai ser apresentado na Sala Manoel de Oliveira, em Fafe, no próximo dia 16 de Junho (quinta-feira), pelas 21h30.

FOTO AUTOR.JPG

A obra será apresentada por César Freitas, professor e diretor da Escola Superior de Educação de Fafe e autor do prefácio, registando-se ainda a intervenção do poeta Carlos Afonso, professor da Escola Secundária de Fafe, que subscreve o posfácio.

A anteceder, atua o Coro de Pais e Amigos da Academia de Música José Atalaya, sob a direcção do maestro Tiago Ferreira.

60 POEMAS, que inclui ainda uma dezena de fotografias de Manuel Meira, e tem capa elaborada a partir de uma pintura da artista fafense Dulce Barata Feyo, é uma edição da Labirinto com a qual o autor quis associar aos 60 anos de existência, que evocou em Maio, uma obra poética inédita.

Escreve César Freitas, a abrir o prefácio:

Sessenta poemas de temática «íntima, singular e pessoal» que expressam os sentimentos, as inquietações e os desejos do poeta no decurso de dois anos e que, em simultâneo, celebram seis décadas do homem. Uma escrita de si com raízes nas memórias mais fundas e doces, se não vividas, por certo inteiras no sentimento poético. Um «resumo de toda uma vida» de emoções e de valores, dos sonhos pueris, dos encantos da natureza, das alegrias, dos amores, mas também das perdas, das saudades e da angústia pela fragilidade do outro. Uma voz poética original porque se veste das palavras claras que desnudam a alma humana, que dizem de si, dos outros e do mundo: amor, terra, água, vento, fogo, primavera, melros, ninhos, semente, verão, outono, sol, laranjeiras, flor, cristal, mãos, olhar, perfume, pai, mãe, filhos, mulher…

São poemas de afirmação de uma singularidade de pensamento e de fazer poético...

Estão nas páginas da obra poemas escritos nos dois últimos anos, a seguir à antologia As Palavras nas Dunas do Tempo (2014).

Artur Coimbra publicou o seu primeiro livro de poesia, O Prisma do Poeta, em 1978, seguindo-se Máquina de Liberdade (1988), Cais do Olhar (1995) e 25 Anos de Palavras (2003).

Publicou, em prosa, mais de duas dezenas de obras na área da investigação histórica sobre Fafe, a sua memória, as suas gentes, instituições, freguesias e património, a que se acrescenta meia dúzia de obras em co-autoria.

Este ano já havia publicado a monografia de Armil (Fafe), com o título Sancti Martini de Armir -História de Terra e Gente com História, de parceria com Paulo Moreira.

Prefaciou inúmeras obras e colaborou em coletâneas de poesia e prosa.

Recebeu diversos prémios jornalísticos pelo seu trabalho literário e foi galardoado com as mais altas condecorações do município (Medalha de Ouro de Mérito Concelhio) e da Junta de Freguesia de Fafe (Medalha de Ouro), ambas em 2003.

CAPA MEU LIVRO.png

ESCRITOR FAFENSE DANIEL BASTOS APRESENTOU EM TORONTO LIVRO SOBRE EMIGRAÇÃO PORTUGUESA

No passado dia 12 de junho, o historiador minhoto Daniel Bastos apresentou na Galeria dos Pioneiros Portugueses em Toronto, no âmbito das comemorações do Dia de Portugal no Canadá, uma conferência sobre a história da emigração portuguesa.  

22.jpg

A iniciativa, muito participada pela comunidade portuguesa, foi promovida pela Galeria dos Pioneiros Portugueses, um Museu criado em 2003 que se dedica à perpetuação da memória e das histórias dos pioneiros da emigração portuguesa para o Canadá.

No decurso da sessão, o investigador da nova geração de historiadores portugueses, revisitou o fenómeno migratório como um dos traços estruturais da história de Portugal, e o seu impacto nas comunidades de origem e destino.

Durante o evento, Daniel Bastos apresentou ainda o seu mais recente livro “Gérald Bloncourt – O olhar de compromisso com os filhos dos Grandes Descobridores”. Uma obra concebida a partir do espólio do consagrado fotógrafo franco-haitiano, condecorado no passado dia 10 de junho em Paris pelo presidente da República Portuguesa com a Ordem do Infante D. Henrique, e que reúne mais de centena e meia de fotografias originais da maior importância para a história portuguesa do último meio século.

A sessão apresentação do livro, cujos exemplares se esgotaram, ficou marcada pelo anúncio da intenção de realizar a médio prazo uma obra sobre a emigração portuguesa para o Canadá. Um projeto editorial e de investigação concebido pelo historiador natural de Fafe, e que será promovido pela Galeria dos Pioneiros Portugueses em parceria com instituições de referência da comunidade luso-canadiana.

Durante a sua estadia na maior cidade do Canadá, a convite da Galeria dos Pioneiros Portugueses, o docente do Colégio João Paulo II em Braga, manteve diversos encontros e participações em iniciativas culturais de associações luso-canadianas, como a cerimónia evocativa do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas que decorreu na Toronto City Hall, o Dundas West Fest e a Parada do Dia de Portugal em Toronto.

Refira-se ainda, que Galeria dos Pioneiros Portugueses entregou 12 exemplares do livro “Gérald Bloncourt – O olhar de compromisso com os filhos dos Grandes Descobridores”, para oferta às bibliotecas públicas de Toronto, com o objetivo de reforçar o interesse pelo estudo da língua e cultura lusitana no Canadá.

1.jpg

2 (1).jpg

3.jpg

4 (1).jpg

5.jpg

6.jpg

7.jpg

8.jpg

9.jpg

10.jpg

11.jpg

12.jpg

13.jpg

14.jpg

23.jpg

24.jpg

25.jpg

26.jpg

27.jpg

28.jpg

29.jpg

30.jpg

31.jpg

32.jpg

33.jpg

AMAF'S PROMOVE ACAMPAMENTO JOVEM

Como já vem sendo hábito desde de 2011, a ANAF’S volta a realizar uma ação de características semelhantes às anteriormente efetuadas em Évora, no Parque da Natureza do Agroal em Ourém, na Bataria da Laje em Oeiras e no ano passado em Arranhó em Arruda dos Vinhos recebendo alguns dos jovens familiares dos nossos Sócios e Parceiros, coabitando com eles, em ambiente de emergência, durante alguns dias.

Assim, este ano de 29JUN16 a 03JUL16 volta a Ourém e desta feita utilizando as instalações do Centro Desportivo da CARIDADE, do Clube Atlético Ourense continuando a introduzir algumas atividades formativas para a criação de uma postura resiliente neste núcleo de jovens. Isto é, iremos recebe-los e fazendo-os viver connosco, os jovens, nossos e vossos familiares, num espaço preparado para o efeito, as condicionantes de uma vida em situação de pós-emergência.

Durante a permanência na Base de Operações (BoO) desenvolveremos alguma formação, em alguns casos recordando conhecimentos e medidas de autoproteção já divulgadas nas edições anteriores, caso dos “CINCO GESTOS DE SOCORRO”, “O CAMINHO DA SEGURANÇA”, “MEDIDAS DE MINIMIZAÇÃO DO RISCO SÍSMO-TERRAMOTO”, “LUTA CONTRA O FOGO”, “MOVIMENTAÇÃO DE VÍTIMAS” e desenvolvendo outras atividades da vida do Campo, como seja montarem as suas próprias tendas, confecionarem uma refeição saudável e tradicional (slow food), assistirem a outras missões das nossas unidades (utilização de cães de catástrofe, telecomunicações, orientação) e, finalmente disciplinarem coletivamente os comportamentos numa situação de emergência.

Tentará igualmente desenvolver outras ações de características mais lúdicas, como seja fazerem uma pequena pista de obstáculos militares.

Como vem sendo hábito e com o apoio do nosso Parceiro Câmara Municipal de Ourém, levaremos os participantes a uma visita guiada ao Centro Histórico de Ourém e ao seu Museu Municipal, para além de se disponibilizar uma tarde nas Piscinas Municipais. Instava pois, os Senhores Coordenadores Operacionais e Funcionais, a mobilizarem os nossos efetivos essenciais à realização de esta ação e os Delegados a divulgarem-na de forma empenhada, para que os nossos Sócios e principalmente os seus filhos, netos, sobrinhos e outros familiares dela beneficiem.

Igual procedimento estará como habitualmente aberto em relação aos familiares jovens dos nossos Parceiros. Aproveitando a disponibilidade da Câmara Municipal de Ourém e do seu Serviço Municipal de Proteção Civil, na cedência de instalações, a ANAFS, através das suas Unidades Operacionais, montará uma BoO no Centro Desportivo da CARIDADE, que servirá para rececionar e apoiar durante a sua permanência, os nossos “participantes” – Sócios, Parceiros e os seus jovens acompanhantes. Estes terão que ser obrigatoriamente portadores: -Chapéu -Roupa ligeira (três/quatro mudas) -Calçado fechado, com meias (botas, ténis ou similar) -Chinelos de banho -Fato de banho -Camisola ou casaco para a noite -Palamenta (copo, prato, talher) -Saco-cama -Esteira -Bolsa de higiene pessoal (sabonete, shampoo, dentífrico, escova de dentes, pente ou escova de cabelo, creme hidratante-protetor solar, baton para o cieiro) -Toalha de banho -Medicamentos de utilização pessoal e habitual -Lanterna portátil.

Todos dormirão em tendas, que apresentam capacidades para 2, 3, 4 pessoas, no entanto, os mais pequenos dormirão sempre acompanhados por um adulto. A alimentação será a habitual para situações de emergência, mas muito apoiada em cozidos e grelhados. A ANAFS garantirá o apoio de qualquer item que não seja disponível aos participantes, devendo ser informada de qualquer limitação alimentar que os participantes apresentem e podendo garantir extraordinariamente o transporte entre Lisboa e Ourém, a quem atempadamente o solicitar.

A apresentação dos participantes deverá realizar-se a partir de 291700JUN16, afim de todos beneficiarem das atividades que se desenvolverão desde a manhã de 30JUN16. A ANAFS suportará a totalidade dos custos de estadia, incluindo seguros da operação, mas dentro da fragilidade da sua tesouraria terá de receber pequenas comparticipações dos participantes: -CRIANÇAS – 30€ - ADULTOS – 60€ (não Sócios)

Poderá também ser efetuada através da ficha de inscrição, a qual deverá ser preenchida e atempadamente enviada para anafsnacional@gmail.com, para o fax 216032115 ou ainda por correio para a morada da ANAFS.

TERRABOURENSES VÃO AOS FADOS!

Terras de Bouro prepara-se para receber grande noite de fado a 18 de junho

O Centro Municipal de Valências de Terras de Bouro irá realizar a sua 1.ª Gala de Fado no próximo sábado, dia 18 de junho, pelas 21.30 horas, na Praça do Município. Aguardado com a habitual expetativa, este evento impar reunirá, numa só noite, alguns prestigiados nomes do fado da nossa região.

Além de diversos nomes ligados ao fado, o evento contará com a participação de alguns alunos da Escola de Música do Centro Municipal de Valências de Terras de Bouro.

Será um evento memorável que proporcionará a todos os presentes um agradável momento numa noite que se espera de muita animação.

IªGala do Fado em TBR.jpg

ARCOS DE VALDEVEZ PROMOVE EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA

Casa das Artes recebe a mostra “Educação empreendedora: do sonho ação”. Mostra estará patente até ao final do mês de junho

Está patente na Casa das Artes de Arcos de Valdevez, a inauguração da exposição "Educação empreendedora: do sonho ação", que reúne os trabalhos desenvolvidos, durante o ano letivo de 2014/2015, pelas crianças do pré-escolar e do 1º e 2º ciclos do ensino básico dos agrupamentos escolares do Alto Minho.

exposicao_educacao_empreendedora (1).JPG

João Manuel Esteves, presidente da Câmara Municipal esteve presente no arranque desta iniciativa desenvolvida pela Comunidade Intermunicipal (CIM) do Alto Minho, Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (ESE-IPVC) e Associação Coração Delta/ Centro Educativo Alce Nabeiro.

O projeto tem como objetivo fomentar o espírito e cultura empreendedora das crianças na faixa etária dos 3 aos 12 anos. Através da criação de ambientes de aprendizagem desafiadores e de envolvimento intelectual, promovem-se, entre outros aspetos, o espírito de iniciativa, a capacidade de gerar e aplicar ideias, a criatividade, a autoconfiança, o espirito critico e a persistência.

Três turmas de Escolas de Arcos de Valdevez apresentaram projetos, nomeadamente a turma A do 4º ano do Centro Escolar Professor António Alves de Melo Machado, sob o tema “Reciclar, para do Ambiente Cuidar!”; o Jardim de Infância da Escola Básica de Távora, com a temática “Queremos brinquedos…”, e a turma do 5ºA do Agrupamento de Escolas de Valdevez com o tema “Restauro da sala EVT1”

No total foram abrangidas, no ano letivo de 2014/2015, 16 escolas de oito agrupamentos escolares do Alto Minho, 415 crianças e 18 professores.

O projeto de "Educação para o Empreendedorismo para crianças dos 3 aos 12 anos" foi considerado em 2013 "exemplo de boa prática" pela Comissão Europeia, e, em 2014, selecionado pela OCDE - Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico - no âmbito do Entrepreneurship 360, para ser apresentado como "estudo de caso".

exposicao_educacao_empreendedora (2).JPG

exposicao_educacao_empreendedora (3).JPG

exposicao_educacao_empreendedora (4).JPG

CELORICO DE BASTO CONVIDA A VISITAR QUINTA DE SANTA CRISTINA

2ª Caminhada da Vinha ao copo na Quinta de Santa Cristina

No próximo dia 19 de junho, Domingo, decorrerá na Quinta de Santa Cristina a 2ª Caminhada da Vinha ao Copo. Este evento, já na sua 2ª edição (a 1ª edição decorreu em agosto de 2015), pretende mostrar as diversas fases da vinha, sendo por isso este ano realizada em junho, na fase da floração das vinhas.

cartaz ppt 2a caminhada vinha ao copo.jpg

O ponto de encontro será na Quinta de Santa Cristina pelas 9h00, onde será feito o registo de participantes e entregue o reforço líquido. A caminhada será realizada entre vinhas e floresta, num percurso fácil de cerca de 4km, com uma duração de cerca de 1h30. Durante a caminhada será possível observar as vinhas de castas como trajadura, loureiro, alvarinho ou batoca, uma casta típica da região de Basto que, tendo estado em extinção, está a ser recuperada pela Quinta de Santa Cristina.

O final da caminhada será na adega, espaço que todos os participantes serão convidados a visitar através de uma visita guiada. No final, poderão provar o vinho Branco Escolha Quinta de Santa Cristina e degustar alguns produtos regionais como enchidos, broa de milho e compotas.

A inscrição nesta atividade, que conta com o apoio e participação da Associação local Basto Move.te, tem o valor de 5 euros e deve ser realizada até 15 de junho.

A Quinta de Santa Cristina, com cerca de 40 hectares, tem uma história secular, pertencendo à família há várias gerações. Situada em Veade, Celorico de Basto, faz parte da Região Demarcada dos Vinhos Verdes, sub-região de Basto, uma das maiores e mais antigas regiões demarcadas do mundo.

Na adega, construída de raiz em 2012 e com uma capacidade instalada de 1 milhão de litros, são atualmente produzidos cerca de 500 mil litros entre vinhos e espumantes brancos, tintos e rosés, que contam já com vários prémios e distinções em concursos nacionais e internacionais. São produzidas 17 referências que são comercializadas em Portugal e países como Brasil, Alemanha ou Luxemburgo, entre outros.

ARCOS DE VALDEVEZ REALIZA FEIRA DA PORTA DO MEZIO

I Feira da Porta do Mezio decorre de 18 a 19 de Junho

Cerimónia Inaugural presidida pela Secretária de Estado do Ordenamento do Território e da Conservação da Natureza, Dr.ª Célia Ramos.

I Feira da Porta do Mezio - Cópia.jpg

 A Câmara Municipal de Arcos de Valdevez e ARDAL/Porta do Mezio, em parceria com várias entidades do território, vão organizar a primeira edição da Feira da Porta do Mezio, nos próximos dias 18 a 19 de Junho, na Porta do Mezio, em Arcos de Valdevez.

Em pleno coração do Parque Nacional da Peneda Gerês, trata-se de um certame cujo objetivo é a promoção dos produtos agropecuários, da gastronomia, das tradições, do turismo de natureza e da paisagem desta área classificada em geral, e do concelho de Arcos de Valdevez em particular que contará com a presença de cerca de 70 expositores.

Da programação farão parte seminários sobre os apoios ao investimento na agricultura, demonstração de garranos e concurso de gado, mostras gastronómicas, provas de vinhos de Arcos de Valdevez e muita animação com o Festival Folk Caravan, Ranchos Folclóricos e Rusgas Populares.

Durante a feira decorrerá também o Festival de Atividades de Natureza com várias atividades como, trilhos, visitas guiadas, arborismo/slide/escalada/rappel, jeep tour, tiro ao alvo, passeios a cavalo, demonstrações de pesca com isco artificial e de pesca à pluma, e ainda Birdwatching.

No dia 19 de Junho decorrerá a transmissão em direto no dia do Programa "Somos Portugal", da TVI.

A Câmara Municipal de Arcos de Valdevez e os seus parceiros valorizam os produtos da região e, nesse sentido, procuram levar a cabo frequentemente iniciativas que estimulem sua promoção e divulgação, junto da comunidade arcuense e turística, de forma a dinamizar a economia local.

CERVEIRA INCENTIVA VISITAS AOS MUSEUS

Cerveira, Caminha e Melgaço dinamizam intercâmbio de visitas escolares a museus

Procurando dar oportunidade de conhecer os espaços museológicos de referência entre municípios vizinhos, a Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira vai celebrar um protocolo de colaboração mútua com Caminha e Melgaço para a programação de visitas escolares gratuitas a vários museus dos três concelhos.

Aquamuseu Exterior.jpga prática, o presente protocolo visa criar condições para que os alunos do pré-escolar e do 1º ciclo dos concelhos de Caminha e de Melgaço possam explorar, de forma concertada e gratuita, o Aquamuseu do rio Minho e os Moinhos da Gávea, localizados em Vila Nova de Cerveira e, em contrapartida, as crianças cerveirenses a frequentar os mesmos níveis de ensino usufruam de uma visita à Torre do Relógio e à Arte na Leira da Serra d’Arga, em Caminha e, por Melgaço, contactem de perto com o Núcleo Museológico da Torre de Menagem, as Ruínas Arqueológicas da Praça da República, o Núcleo Museológico de Castro Laboreiro, o Museu de Cinema de Melgaço – Jean Loup Passek, o Espaço de Memória e Fronteira e a Porta Lamas de Mouro.

Com entrada em vigor no início do próximo ano letivo, cada agrupamento de escolas deve elaborar uma programação das visitas que pretenda efetuar para, posteriormente, dar conhecimento desse plano de atividades às entidades responsáveis, de modo a preparar a logística necessária para a sua concretização. As visitas escolares a estes espaços referenciados em cada concelho podem ocorrer durante o ano letivo, mas também durante as pausas letivas mediante calendarização previamente acertada.

Com este intercâmbio de visitas escolares, os Municípios de Vila Nova de Cerveira, Caminha e Melgaço apostam num contínuo processo de aperfeiçoamento do serviço público de educação no desiderato estratégico de promoção da qualidade da aprendizagem das crianças e jovens, através de respostas mais eficazes e mensuráveis que permitam uma melhoria das suas práticas pedagógicas e de um crescente envolvimento da comunidade educativa proporcionado pela cooperação entre os municípios da região.

O presente protocolo já aprovado pela autarquia cerveirense em reunião de Câmara e vai ser remetido à apreciação e votação da Assembleia Municipal, e também à União de Freguesias de Reboreda e Nogueira para que o analisem no que diz respeito ao Núcleo Interpretativo dos Moinhos da Gávea.

Núcleo Interpretativo dos Moinhos da Gávea.jpg

 

AUTARCAS LIMIANOS VISITAM EMPRESA TRANSFORMADORA DE CARNES

Ponte de Lima - Visita de Trabalho à Carsiva – Unidade industrial de Carnes -

No âmbito de um conjunto de iniciativas de apoio ao tecido empresarial do concelho, o Presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima, Engº Victor Mendes, acompanhado pelo Vereador Engº Vasco Ferraz visitou a Carsiva – Entreposto Comercial de Carnes, instalada em Fontão.

Carsiva_ Carnes.JPG

A empresa que surgiu em 1994, inaugurou as atuais instalações em 2009 e emprega 60 funcionários, é representante exclusiva de várias raças de Denominação de Origem Protegida (DOP).

Integrada no maior grupo agroalimentar da Península Ibérica (Grupo Vall Companys) a Carsiva oferece um sistema de produção totalmente verticalizado, garantindo um sistema de rastreabilidade desde a origem até ao cliente.

Desde 2014 que esta empresa Limiana é um dos principais fornecedores em Portugal de uma das maiores cadeias mundiais de restaurantes de fast food - (McDonald´s), tendo sido recentemente aprovada a sua homologação para exportação de carne para o mesmo grupo, em Israel. “Este é mais um passo gigante da nossa empresa” revelou Alcides Silva, Presidente do Concelho de Administração da Carsiva, que adiantou ainda que a empresa faturou o ano transato, 26 milhões de euros, e prevê “este ano atingir os 28 milhões”.

“Esta é uma empresa de referência do país, inovadora e de qualidade” sustentou o Presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima. O autarca revelou que é “com satisfação que acompanhamos o empenho e a dedicação de empresários que são um exemplo, da nossa parte congratulamo-nos e procuramos apoiar este empenho e dedicação dos empresários do nosso concelho.”

Segundo o Edil, ao Município “cabe-nos alavancar estruturas que criem as condições para a instalações de novas empresas e que consolidem as existentes, gerando riqueza e criando emprego.”

O Município de Ponte de Lima concede benefícios fiscais às empresas do concelho, no sentido de criar condições de maior atratividade para a instalação de empresas no concelho, bem como, garantir uma melhor qualidade de vida e promover o desenvolvimento económico da região.

Carsiva_Entreporto Comercial.JPG

Visita_Carsiva.JPG

VIZELA PROMOVE ATIVIDADE FÍSICA E BEM-ESTAR DA POPULAÇÃO

A Câmara Municipal de Vizela, em parceria com os ginásios locais, vai promover a atividade ‘Vizela Viva’, de 18 de junho a 30 de julho, na marginal ribeirinha.

Cartaz Vizela Viva.jpg

O principal objetivo da iniciativa é promover a atividade física e o bem-estar da população, seja qual for a idade ou sexo, assim como consciencializar a população para a importância da atividade física.

A atividade física favorece o controlo de stress, dá energia e fortalece ossos e músculos. É um anti-depressivo natural e um fator de oxigenação das células.

Agenda:

Dia 18, sáb

10h30 - Treino Funcional

Actual Fit

Dia 19, dom

9h30 - GP AIREV

AIREV e Câmara de Vizela

Dia 25, sábado

9h30 às 19h00 - Sun Water Slide

Câmara de Vizela

10h00 – Pilates

Vizela Fitness

11h00 – Yôga

Vizela Fitness

Dia 26, dom

9h30 às 19h00 - Sun Water Slide

Câmara de Vizela

10h00 – Kickboxing

Actual Fit

Dia 2, sábado

10h00 - Pilates

Vizela Fitness

11h00 - Yôga

Vizela Fitness

Dia 9, sáb

10h00 – Pilates

Vizela Fitness

11h00 – Yôga

Vizela Fitness

Dia 10, dom

10h00 - Fight Do

Actual Fit

Dia 16, sáb

10h00 – Karaté

Ass. Soshinkai Karaté de Vizela

Dia 24, dom

10h00 – Aerolocal

Actual Fit

Dia 30, dom

10h00 – Karaté

Ginásio D’Uomo

CELORICO DE BASTO DEBATE FAMÍLIA E COMUNIDADE

Seminário (Entre) Laços reuniu figuras ilustres para falar da família e da comunidade em Celorico de Basto

“Trata-se de uma reflexão muito importante para trocar impressões e verificar o que é possível fazer com politicas positivas para que as famílias se sintam bem, acarinhadas, protegidas, com dignidade e felizes, bem integradas na comunidade onde se encontram” disse o anfitrião desta iniciativa, o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva.

_DSC6912.jpg

O Seminário (Entre) Laços, a Família e a Comunidade, decorreu no dia 9 de junho, no Centro Cultural Prof. Doutor Marcelo Rebelo de sousa, e contou com a presença de várias figuras ilustres de várias áreas que mostraram diferentes formas de salvaguardar o bem-estar da família numa comunidade.

O autarca celoricense realçou que “a família é fundamental, ela cuida e deve cuidar, é um pilar fulcral para a formação, para a educação, para a “edificação” de um Homem capaz de enfrentar com sucesso o futuro. Trabalhamos numa lógica de proximidade com as populações e sabemos que, se os problemas forem bem diagnosticados é possível criar soluções desde que haja boa vontade. Não é um trabalho isolado mas antes um trabalho de parceria entre o setor público e a sociedade civil que em consonância procuram dar resposta à empregabilidade, à saúde, à educação, à ação social. Juntos criamos formas de debater para implementar ideias que contam” realçou.

Quatro painéis encheram o seminário com reflexões sobre a Família e a Comunidade incidindo na Intervenção Social, o Emprego, Formação e Emigração, Religião Cultura e Voluntariado e Saúde

No âmbito da religião D. Jorge Ortiga, Arcebispo Primaz de Braga, falou sobre o “Amor no matrimónio segundo a Amoris Laetitia” realçando o “Exortação apostólica onde o amor é alegria e deve ser vivido em família. O amor tem que ter paciência, ser serviço, ser amável, sem inveja, significando que deve alegrar-se com a alegria dos outros, um amor que confia, que espera….”

Foi também destaque a intervenção do professor Universitário Pinto da Costa, Especialista em Medicina legal, que durante toda a apresentação e dissertação realçou o código Civil de 1966, lei nº137/2015 de 7 de setembro que “altera o código civil, aprovado pelo Decreto-Lei nº47 344 de 25 de novembro de 1966 modificando o regime de exercício das responsabilidades parentais”. Realçando a saúde mental nas relações familiares considerando a família nuclear e a família extensiva. Pinto da Costa realçou que “vivemos num paradigma, o conhecimento altera-se em 30% de 5 em 5 anos e temos dificuldade em acompanhar as mudanças. Por isso, terá mais sucesso, quem consegue adaptar-se e lidar bem com as circunstâncias”.

Todos painéis suscitaram curiosidade do público com intervenções pertinentes refira-se as observações da Professora Universitária, Helena Trevisan, que falou sobre a intervenção socioeducativa na promoção dos direitos das crianças e das famílias tendo realçado “a necessidade e a maior eficácia na partilha de formação para que o diagnóstico seja o mais coerente e eficaz possível”.

Helena Martinho, Coordenadora dos Serviços de Ação Social e Saúde do Município de Celorico de Basto, pelouro que organizou o seminário, realçou a necessidade de “falar” sobre um tema tão importante e fundamental como a família e a comunidade. “Tivemos um leque de oradores ilustres que nos deixaram a todos muito mais elucidados e esclarecidos sobre as várias temáticas expostas. Falar sobre a família é falar da comunidade, ambas estão intrinsecamente ligadas. A família é o que cria comunidades construtivas, unidas, que valorizem os valores de cada um” disse.

O Seminário contou ainda com uma exposição designada “A Família e a Comunidade” promovida pelo CLDS3G e que contou com a participação de várias IPSS´S locais e a Santa casa da Misericórdia de Celorico de Basto.

_DSC6989.jpg

_DSC7021.jpg

_DSC7146.jpg

_DSC7151.jpg

_DSC7210.jpg

CERVEIRA VIVE GLÓRIA DO FUTEBOL DISTRITAL

Centenas de pessoas de todo o distrito estiveram, este domingo, no Estádio Municipal Rafael Pedreira, em Vila Nova de Cerveira, para assistir à Festa do Futebol Distrital de Viana do Castelo que marcou o encerramento oficial da época 2015/2016. Benjamins sub-10, infantis e juniores do Clube Desportivo de Cerveira (CDC) receberam os respetivos troféus de campeões e as congratulações do executivo municipal.

CARTAZ ATIVIDADES VERÃO Aquamuseu 2016.jpg

Foi um domingo dedicado ao futebol, com a realização de vários jogos de Traquinas e Petizes, um jogo de futebol feminino e a disputa da Supertaça de Viana do Castelo, entre o campeão distrital e o vencedor da Taça. Muitos adeptos encheram as bancadas do Estádio do CD Cerveira para aplaudir as suas equipas e contribuir para um dia de intercâmbio e de convívio desportivo.

No decurso da festa do futebol distrital foram entregues os títulos de campeão a todos os escalões que participaram e venceram as respetivas provas organizadas pela Associação de Futebol de Viana do Castelo. O Clube Desportivo de Cerveira está de parabéns pela conquista de três títulos nas categorias de Benjamins sub-10, infantis e juniores, recebendo com enorme entusiasmo os meritórios troféus.

A autarquia cerveirense regozija-se com estes sucessos desportivos de grande prestígio e orgulho para o concelho, resultado de um total empenho, dedicação e entrega dos atletas, da equipa técnica, da direção e de todo o staff. Uma palavra de gratidão para os restantes escalões que também representaram muito bem o concelho de Vila Nova de Cerveira dentro e fora das quatro linhas.

CDC Trofeus 03.jpg

CDC Trofeus 06.jpg

MONÇÃO REGRESSA Á IDADE MÉDIA

Milhares de pessoas viajam até à época medieval

Recriação histórica do encontro entre D. João I e o Duque de Lencastre, realizado em 1386, encheu Ponte do Mouro de alegria e boa disposição. Um regresso ao passado que resultou num momento de glória para o concelho de Monção. A presidir à iniciativa, D. Duarte Pio, Duque de Bragança, referiu que “estas iniciativas relembram o papel de Portugal no mundo, trazendo à memória de todos os grandes feitos da nossa nação”.

DSC_7308 (Large).JPG

Augusto de Oliveira Domingues exaltou a iniciativa da Associação “Buraca da Moura” em promover um episódio ímpar da nossa história e um local emblemático que tem tanto de antigo como de extraordinário e belo. Disse: “Depois disto, a Ponte do Mouro será mais do que uma ponte sobre um belo rio, o rio Mouro. Depois disto, a Ponte do Mouro ficará eternamente ligada ao nosso passado. Um passado que enche de orgulho todos os monçanenses”.

O regresso à época medieval em Ponte do Mouro foi uma viagem bem-sucedida. Este fim-de-semana, milhares de pessoas passaram pelo local e tiveram a oportunidade de familiarizar-se com aquele período da história. Os momentos mais relevantes foram a ceia medieval, no sábado à noite, e a recriação do encontro entre D. João I e o Duque de Lencastre em 1836, no domingo à tarde.

  1. Duarte Pio, Duque de Bragança, acompanhado pelo Marquês do Lavradio, D. Jaime d`Almeida, presidiu à abertura oficial do certame, sábado, pelas 15h00, tendo, nessa manhã, visitado o Museu do Alvarinho e depositado uma coroa de flores no memorial dos antigos combatentes do ultramar, na Praça Deu-la-Deu Martins.

Nesta passagem por Monção, D. Duarte Pio, deu os parabéns à autarquia monçanense pelo excelente trabalho na valorização do património construído existente no concelho, promovendo a requalificação dos seus espaços culturais e turísticos de uma forma sustentada e sem adulterar a arquitetura original.

Destacou também a paixão e coragem dos agricultores/viticultores monçanenses: “Nas últimas décadas, a agricultura tem sido muito maltratada, contudo, em Monção, tem havia uma enorme vontade em promover os seus recursos endógenos, entre os quais, o vinho Alvarinho. Um ato de paixão e de grande coragem”.

O pretendente ao trono enalteceu ainda o Ponte do Mouro Medieval, revelando que trazer ao presente um passado glorioso, como o nosso, é importante para que todos os portugueses tenham orgulho no seu país. Acrescentou: “estas iniciativas relembram o papel de Portugal no mundo, trazendo à memória de todos os grandes feitos da nossa nação”.

O autarca monçanense, Augusto de Oliveira Domingues, exaltou a iniciativa dos elementos da Associação “Buraca da Moura” em promover um episódio impar da nossa história e um local emblemático que tem tanto de antigo como de extraordinário e belo.

“Colocaram bem alto a fasquia e agora há que a manter naquela posição. Para isso estamos aqui. Ao vosso lado” confirmou Augusto de Oliveira Domingues, consciente que “depois disto, a Ponte do Mouro será mais do que uma ponte sobre um belo rio, o rio Mouro. Depois disto, a Ponte do Mouro ficará eternamente ligada ao nosso passado. Um passado que enche de orgulho todos os monçanenses”.

Denominada “Ponte do Mouro Medieval”, esta viagem ao passado, que decorreu este fim de semana, constou de um conjunto de atividades alusivas à época promovidas por uma empresa especializada com a colaboração de meia centena de pessoas das duas freguesias, Barbeita e Ceivães, e elementos da Associação “Buraca da Moura”.

Durante estes dias, os visitantes puderam apreciar e viver todo o contexto histórico da época, participando nas animações/recriações e degustando sabores tradicionais. Além das recriações medievais, houve música e danças da época, torneios, animadores de rua, espetáculos de fogo, falcoaria, demonstrações de ofícios e mercado medieval, bem apetrechado de comes e bebes.

DSC_7316 (Large).JPG

DSC_7417 (Large).JPG

DSC_7425 (Large).JPG

DSC_7439 (Large).JPG

PONTE DE LIMA PROPORCIONA FÉRIAS DIVERTIDAS

Oficina criativa “Férias Divertidas” a decorrer na Biblioteca Municipal de Ponte de Lima - 4 a 8 de julho

A Biblioteca Municipal de Ponte de Lima vai dinamizar de 04 a 08 de julho a Oficina Férias Divertidas de Verão, destinada a crianças dos 06 aos 12 anos, no período temporal das 14h30m às 16h30m.

Trata-se de uma iniciativa que visa ocupar os tempos livres das crianças de forma divertida e lúdica, aliando a brincadeira à aprendizagem, através de várias atividades em torno do livro e da leitura, nomeadamente ateliês de expressão artística e sessões de cinema infantil.

A participação é gratuita, mas com inscrição prévia e limitada até 15 participantes.

Inscrevam-se e apareçam!

Férias Divertidas Verão 16.jpg

GUIMARÃES REQUALIFICA RUA PADRE GASPAR RORIZ

REQUALIFICAÇÃO DA RUA PADRE GASPAR RORIZ

Rua que liga o Campo da Feira à Igreja de São Francisco em obras até agosto

Programa de trabalhos terá duas fases. Intervenção atende às características da rua, natureza e duração da empreitada.

Guimaraes_Rua_Padre_Gaspar_Roriz.JPG

A Câmara Municipal de Guimarães iniciou esta segunda-feira, 13 de junho, a requalificação da Rua Padre Gaspar Roriz, via de sentido único que liga o Largo República do Brasil à Igreja de São Francisco e que terá o trânsito condicionado até ao próximo dia 16 de agosto para a realização de uma intervenção cujos trabalhos serão divididos em duas fases ao longo dos dois meses.

A obra, integrada no âmbito da requalificação do Parque das Hortas e da área envolvente, inclui a reformulação das redes de drenagem de águas pluviais, saneamento, eletricidade e telecomunicações, bem como a melhoria das condições de circulação pedonal naquela artéria paralela ao Edifício S. Francisco Centro, na cidade de Guimarães.

A 1ª fase de intervenção na Rua Padre Gaspar Roriz decorrerá até ao dia 11 de julho e consiste na interrupção do trânsito entre o Largo da República Brasil e o Lar de São Francisco. Durante este período, o acesso à Rua Padre Gaspar Roriz será efetuado pela Alameda São Dâmaso, invertendo o sentido atual da rua, uma vez que serão executados trabalhos entre o Campo da Feira e a Ordem de São Francisco.

Já a 2ª fase da empreitada entra em vigor no dia 12 de julho e prolonga-se até 16 de agosto, sendo interrompido o tráfego rodoviário na outra metade da rua, ou seja, entre a Alameda de São Dâmaso (Sul) e a Ordem São Francisco. A postura de trânsito, por sua vez, será igualmente invertida e o acesso passará a ser feito pelo Campo da Feira, tal como sucedia antes do início das obras.

Durante a execução da intervenção, será também proibido o estacionamento em toda a extensão da via. O trânsito pedonal, onde os trabalhos interferem e condicionam as vias, será garantido. No decurso da obra, será constituída uma rua sem saída apenas para utilização dos moradores, estando também assegurado o acesso a garagens, infantário e lar da Ordem de São Francisco.

BRAGA RECEBE FESTA DO ANDEBOL INFANTIL

Encontro Nacional de Infantis decorre de 16 a 19 de Junho

A Cidade de Braga recebe, entre os dias 16 e 19 de Junho, o Encontro Nacional de Andebol Infantil. Organizada pelo Município de Braga, Federação de Andebol de Portugal e Associação de Andebol de Braga, com o apoio do ABC, esta é uma das mais importantes provas do calendário nacional do andebol para os escalões de formação em masculinos e femininos.

2.jpg

O encontro conta com a participação de 56 equipas, sendo 32 do sector masculino e 24 do sector feminino, no total de 1.200 participantes entre atletas, técnicos e dirigentes. A prova prevê a realização de 156 jogos que irão decorrer nos pavilhões Flávio Sá Leite, Universidade do Minho, Dume, André Soares, Maximinos, Lamaçães, Francisco Sanches, D. Maria II e Ferreiros.

Na apresentação da prova, que decorreu hoje, 13 de Junho, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, a vereadora do Desporto, Sameiro Araújo, salientou que este é um evento que se enquadra na perfeição na política desportiva do Município. “Queremos uma Cidade cada vez mais ecléctica, quer ao nível da prática desportiva, quer ao nível da organização de grandes eventos desportivos”, referiu, notando que “Braga está no radar do desporto nacional pelos resultados ímpares alcançados nos últimos tempos”.

Do programa do evento consta, no primeiro dia (16 de Junho), a transmissão em ecrã gigante do jogo de andebol entre selecções seniores masculinas de Portugal e Islândia, a contar para o apuramento do Mundial de França 2017. Esta transmissão irá acontecer no Pavilhão Flávio Sá Leite, pelas 21h00, sendo aberta a toda a população.

Na Sexta-feira, dia 17, na Praça Municipal, às 21h00, realizar-se-á a cerimónia de abertura da prova com a presença de todas as equipas participantes.

As finais da competição serão disputadas no Domingo de manhã, no pavilhão Flávio Sá Leite. A cerimónia de encerramento está agendada para as 13h00 com a entrega de prémios a todas as equipas e árbitros.

4.jpg

VILA VERDE FESTEJA A SANTO ANTÓNIO

Etnografia e cerimónias religiosas atraíram milhares a Vila Verde

O quarto dia Festas Concelhias de Vila Verde, 12 de junho, domingo e véspera de feriado, ficou marcado pelas cerimónias religiosas e pela etnografia, que atraíram largos milhares de pessoas à sede de concelho, afirmando Vila Verde como uma terra de tradição, que tem orgulho no seu passado e nele consolida e projeta os rumos de desenvolvimento e progresso. Uma vez mais, as iniciativas das Antoninas revelaram-se uma plataforma de excelência para a divulgação do que de mais genuíno e tradicional existe na cultura minhota. Por outro lado, a forte adesão popular e a aposta em espetáculos de qualidade garantiram a promoção do território e a dinamização da economia local.

DSC_0002.JPG

Com um programa de festas extremamente eclético, o dia começou com um evento desportivo, a Prova de Cicloturismo de Santo António, organizada pelo Cicloclube de Vila Verde, que levou os participantes numa viagem à descoberta de algumas das mais belas paisagens naturais do concelho. Um pouco mais tarde, pelas 11h00, teve lugar a Missa Solene em honra a Santo António, animada pelo Grupo Coral de VV e pela Academia de Música de VV, que deram um brilho especial a uma Eucaristia em que a Igreja Paroquial de Vila Verde esteve de lotação totalmente esgotada.

Milhares de pessoas na procissão em honra de Sto António

A tarde começou com um hino à música popular da nossa região, com o Festival folclórico que levou 11 grupos vilaverdenses ao palco colocado na Praça de Santo António. A iniciativa, organizada pela Associação de Folclore do Concelho de Vila Verde, colocou em posição de destaque a etnografia local, permitindo aos grupos participantes divulgarem todo o seu talento perante largas centenas de espectadores.

Um pouco mais tarde, pelas 17h00, teve lugar um dos momentos mais esperados das festividades, a Majestosa Procissão em Honra de Santo António, que atestou de forma categórica a importância das cerimónias religiosas nas Antoninas vilaverdenses. O cortejo foi recebido por um autêntico mar de gente, com milhares de pessoas distribuídas pelas principais artérias da vila, para acompanhar as centenas de figurantes e andores que deram renovado encanto ao coração de Vila Verde. Pelo meio houve ainda tempo para o Desfile Filarmónico, a Prova de Destreza Canina e a Campanha de Adoção de Animais.

Hino à etnografia com mais de trinta de rusgas de toda a região

A toada da tarde foi mantida durante o serão, em que a etnografia local voltou a ser rainha. A noite começou com um Concerto Filarmónico, em jeito de despique, com as Bandas de Vila Verde e Aboim da Nóbrega a ocuparem os respetivos coretos. Em véspera do Dia Santo António não faltaram também as tradicionais fogueiras, que aqueceram uma noite em que mais de trinta rusgas, vindas de toda a região Norte, garantiram animação musical pela noite dentro, perante uma densa plateia que não arredou pé enquanto o som das concertinas e dos cavaquinhos (entre outros instrumentos típicos) acompanhava os cantares minhotos que ecoavam no recinto.

Hoje, 13 de junho, a manhã arrancou com uma Missa Solene em Honra a Santo António. No período vespertino, o destaque vai para o espetáculo musical extremamente animado protagonizado pelos Amigos da Paródia de Parada de Gatim. Mais tarde, pelas 20h00, o centro de vila verde enche-se de ritmo, cor e alegria com as tradicionais marchas populares. Um dos momentos mais esperados de todo o programa de festas acontece ao início do serão, às 22h00, com o espetáculo eletrizante dos D.A.M.A. As festividades encerram pelas 24h00 com a grande sessão de fogo-de-artifício.

DSC_0172.JPG

DSC_0197.JPG

DSC_0220.JPG

DSC_0228.JPG

DSC_0274 (5).JPG

DSC_0625.JPG

DSC_0666.JPG

FAMALICÃO PROMOVE AGRICULTURA

Assinatura de protocolo entre o Município, a Caixa de Crédito Agrícola, a Fagricoop e a Frutivinhos, amanhã, 14 de junho, pelas 14h30, na Fagricoop, em Antas

O Município de Vila Nova de Famalicão, a Caixa de Crédito Agrícola Mútuo do Médio Ave, a Fagricoop - Cooperativa Agrícola e dos Produtores de Leite de Vila Nova de Famalicão, e a Frutivinhos - Cooperativa Agrícola de Vila Nova de Famalicão, assinam amanhã, terça-feira, 14 de junho, pelas 14:30, na Fagricoop (Rua Senhor da Agonia, 372, Antas), um protocolo de cooperação que tem como objetivo estratégico a promoção do desenvolvimento do setor agrícola baseado na promoção de um contexto municipal facilitador da iniciativa agrícola empresarial.

Através do acordo que vai ser firmado, os subscritores acordam colaborar no domínio da promoção e acompanhamento das empresas do setor instaladas, bem como no fomento à instalação de novas empresas agrícolas no concelho famalicense.

A promoção e capacitação da prática agrícola, a criação de parcerias com escolas, universidades e centros de investigação para a valorização das atividades e o incentivo à utilização das novas tecnologias e promoção de sistemas de exploração sustentáveis, são alguns dos objetivos concretos que as partes envolvidas nesta parceria se propõem a prosseguir.

VIZELA PROMOVE FÓRUM DE DESPORTO

Fórum do Desporto de Vizela 2016

Com o objetivo de divulgar e fomentar o desporto concelhio, a Câmara Municipal de Vizela e a Federação Portuguesa de Desporto para Pessoas com Deficiência, vão promover o Fórum do Desporto de Vizela 2016, no próximo dia 17 de junho, a partir das 10.00h, no Centro Escolar de S. Miguel.

cartaz forum desporto 2016 (1).jpg

A temática a abordar neste Fórum do Desporto será o Desporto Adaptado e de Inclusão.

Painel do Fórum do Desporto de Vizela

Mário Lopes - Presidente da FPDD -Federação Portuguesa de Desporto para Pessoas com Deficiência

Vasco Ferreira - Selecionador Nacional e Treinador do Futebol Clube do Porto na modalidade de Futebol de 7 para a Deficiência Intelectual

Vitor Vilarinho - Capitão da Seleção Nacional de Futebol de 7 para a Deficiência Intelectual e atleta do Futebol Clube do Porto
Joana Teixeira - Responsável pela seção de Desporto Adaptado do Futebol Clube do Porto

Rafaela Oliveira - Psicóloga da AIREV

Ivo Cardoso - Mestre de Kickboxing da AIREV

Paulo Oliveira/Pedro Pereira - Atletas de Kickboxing adaptado da AIREV

Armando Silva - Piloto de BTT Downhill adaptado do Desportivo Jorge Antunes

KARATEKAS DE VIANA DO CASTELO DISPUTAM EM LOUSADA

Resultados da participação no 1.º Torneio Juvenil Nacional de Kyokushin Karate Full Contact

Decorreu em Lousada o 1.º Torneio Nacional Juvenil de Karate Kyokushin (Full Contact) que teve lugar no passado dia 12 de Maio.

P1100302.JPG

A equipa Seishin Kyokushin Karate de Viana do Castelo estava constituída pelos Karatekas que obtiveram os seguintes resultados:

Jorge Castro - Campeão Nacional júnior

Duarte Ribeiro, 3.º lugar juvenil

Tomás Brito 3.º lugar benjamim

Os outros Karatekas que participaram foram: Pedro Rocha, José Marinho, Tiago Correia e Lourenço Carvalho.

A equipa vianense foi acompanhada pelo Sensei Luís Pinto e pela Senpai Maria do Céu Vítor.

P1100317.JPG

P1100322.JPG

P1100325.JPG