Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

VIMARANENSES VÃO PLANTAR 15 MIL ÁRVORES ATÉ MARÇO DO PRÓXIMO ANO

ESTA QUARTA-FEIRA, NA HORTA PEDAGÓGICA

Projeto “Guimarães Mais Floresta” iniciou plantação de 15 mil árvores até março de 2017

Quatro carvalhos e dois amieiros foram plantados no Dia Mundial da Criança. Ato simbólico decorreu na Horta Pedagógica de Guimarães. Seguem-se novas espécies até à primavera do próximo ano.

Guimaraes_Mais_Floresta_Arvores

A plantação simbólica de uma árvore por cada instituição que abraçou o programa “Guimarães Mais Floresta”, projeto conjunto lançado pelo Município de Guimarães, Laboratório da Paisagem e Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Guimarães, deu início à fase de plantação de 15 mil árvores, processo que será concluído a 21 de março de 2017, Dia da Árvore, data escolhida para a plantação efetiva das espécies angariadas junto das instituições do concelho.

Esta quarta-feira, no Dia Mundial da Criança, durante a sessão de plantação, que decorreu na Horta Pedagógica, foram igualmente plantadas outras três árvores em nome do Infantário Nuno Simões, Infantário da Ordem S. Francisco e em representação do PEGADAS - Programa Ecológico de Guimarães para a Aprendizagem do Desenvolvimento Ambiental Sustentável, simbolizando o envolvimento das escolas.

«Ao plantarmos árvores com as crianças, significa que estamos a cuidar do dia de amanhã na construção de um mundo melhor, vivendo em harmonia com a natureza, tratando de todos os recursos naturais. Reflorestar e privilegiar a biodiversidade, na defesa do ambiente e da natureza, é despertar a consciência de cada um, envolvendo a sociedade na construção de uma cultura ambiental. Contamos com todos, porque cada um tem um papel ativo a realizar», considerou Domingos Bragança, Presidente da Autarquia. 

Inspirado no conceito do programa PEGADAS, que visa o desenvolvimento sustentável do concelho e a promoção de políticas para o ambiente, ecológicas e inclusivas, o Município e a CPCJ de Guimarães propuseram o estabelecimento do paralelismo entre a promoção e proteção ambiental com a promoção e proteção infantojuvenil, também eles garante do nosso futuro próximo.

Assim, nasceu o projeto “Guimarães Mais Floresta”, através do qual cada criança/jovem do concelho foi convidada, através do seu estabelecimento de ensino, a semear e plantar uma árvore, batizando-a com o seu próprio nome. A árvore, que cada um se apropriará e chamará de sua, é um exemplar único que deverá ser protegido durante todas as suas fases de crescimento, tal como acontece com cada criança, garantindo-se um crescimento saudável e harmonioso.

Ideia ambiental para público de todas as idades

O projeto, integrado no movimento Guimarães Mais Verde, vai de encontro a duas dimensões fundamentais: a reflorestação de zonas verdes do concelho, o que permite contribuir para o movimento cívico Plantar Portugal, o qual estabelece metas para cada município para a reflorestação com árvores autóctones (20 mil até 2025), e por outro lado, a valorização dos indicadores relacionados com os espaços verdes, natureza, biodiversidade e qualidade do ar, no âmbito da candidatura a Capital Verde Europeia 2020.

Com o projeto “Guimarães mais Floresta”, pretende-se plantar mais de 15 mil novas árvores autóctones, que beneficiarão o território e toda a comunidade vimaranense, numa ação que se renovará anualmente. O convite para participar foi endereçado a todos os escalões etários, assumindo assim um carácter transgeracional, envolvendo a população sénior através dos centros de dia, lares ou outras estruturas a eles dedicadas, bem como entidades e instituições de solidariedade e responsabilidade social.

MUNICÍPIO DE GUIMARÃES PROMOVE FESTA NO DIA MUNDIAL DA CRIANÇA

Festa infantil animou Multiusos de Guimarães no Dia Mundial da Criança 2016

Diversificado programa incluiu atividades formativas, culturais, desportivas e recreativas. Animação infantil decorreu ao longo de todo o dia.

Guimaraes_Dia_Crianca_2016

Mais de um milhar de crianças participaram, no Multiusos de Guimarães, esta quarta-feira, 01 de junho, nas comemorações do Dia Mundial da Criança, numa festa promovida pela Câmara Municipal de Guimarães, através da Divisão de Ação Social, em parceria com 22 instituições de âmbito social do concelho.

«Esta é uma receção calorosa, com muitas crianças! O sorriso delas dá-nos força, bem-estar e garantia de termos um mundo melhor no dia de amanhã», afirmou Domingos Bragança, Presidente do Município, realçando que Guimarães é um «território amigo» das crianças e que «isso significa ter boas escolas, espaços de recreio amplos e cuidados, espaços verdes bem tratados. Crianças felizes, com afetos, preparadas e com competências fazem um mundo melhor», acrescentou.

Depois da sessão de abertura, a primeira parte da festa foi preenchida com um concerto musical do Tio Óscar. No horário consagrado ao período do almoço, as crianças dos infantários, creches e jardins de infância participaram num piquenique coletivo, sendo retomada ao início da tarde a animação infantil.

A partir das 14 horas, houve uma sessão de zumba, uma visita à Horta Pedagógica de Guimarães, jogos de educação alimentar, construção da Pirâmide da Dieta Mediterrânica, a realização de um Mercadinho Saudável e jogos tradicionais e intergeracionais, ao estilo dos Jogos da Comunidade. As comemorações do Dia Mundial da Criança contaram com o apoio da Rede Social de Guimarães, Tempo Livre e da Casa da Juventude de Guimarães.

As 22 instituições participantes foram as seguintes: Casa do Povo de Creixomil; Casa do Povo de Fermentões; Centro de Solidariedade Social Cultural Desp. Somelos; Centro Infantil de Pevidém; Centro Paroquial de Moreira de Cónegos; Centro Paroquial S. Romão Mesão Frio; Centro Social Cultural Desportiva e Recreativa de Vila Nova de Sande; Centro Social D. Manuel Monteiro de Castro; Centro Social da Paróquia de Fermentões; Centro Social da Paróquia de Penselo; Centro Social da Paróquia de Polvoreira; Centro Social de Brito; Centro Social e Paroquial de Mascotelos-Santiago; Centro Social Paróquia de Stª. Eulália de Nespereira; Centro Social Paroquial de Ronfe; Centro Social Paroquial S. Martinho de Candoso; Fraterna; Infantário Nuno Simões; Obra Social Sagrado Coração de Maria (Vila Pouca); Salgueiral SARC; Venerável Ordem Terceira de S. Francisco.

CRUZ VERMELHA TEM JUVENTUDE EM ESPOSENDE

No âmbito do desenvolvimento do voluntariado e da equipa de voluntários da Delegação de Esposende e da Extensão de Apúlia, esta entidade apresenta o setor juvenil: a Juventude Cruz Vermelha.

Esta é uma estrutura local de voluntariado onde aquele grupo de jovens é envolvido a três níveis:

-enquanto voluntários, podendo ser envolvidos no planeamento, implementação e avaliação de projetos no terreno;

- enquanto beneficiários; e enquanto líderes, onde podem assumir o seu papel de mudança positiva e de liderança enquanto voluntários ou profissionais.

-enquanto cidadãos pretendem envolver os jovens na nossa comunidade local e contribuir no desenvolvimento de competências cívicas e empreendedoras.

Estes jovens integram a Juventude local da Cruz Vermelha que é uma estrutura especializada de participação e integração, dirigida a crianças (entre os 5 e 12 anos), adolescentes (entre os 12 e os 17 anos) e jovens adultos (entre os 18 e os 35 anos) e desenvolve os projetos estruturados em quatro áreas de intervenção:

(1) Promoção e Educação para a Saúde;

(2) Intervenção para a Inclusão e Igualdade de Género;

(3) Educação para o Desenvolvimento e Cooperação Internacional;

(4) Empregabilidade, Empreendedorismo e Cidadania Ativa. 

Neste sentido, promove o evento "Põe o Nariz Por Esta Causa", promovido pelo segundo ano por aquela Instituição e coordenado este ano pela Juventude CVP, a realizar no dia 5 de Junho, no Parque Radical de Esposende.

Esta atividade tem como principal objetivo sensibilizar toda a comunidade para as ações desenvolvidas pelos Doutores Palhaços junto das crianças hospitalizadas e promover a angariação de fundos para a causa.

Pretendem ainda motivar os jovens para o voluntariado no concelho de Esposende e sensibiliza-los para as causas solidárias, humanitárias e ação da sua Instituição e parceiros sociais.

TERRAS DE BOURO FESTEJA DIA MUNDIAL DA CRIANÇA E DO AMBIENTE

O Município de Terras de Bouro em parceria com o Agrupamento de Escolas de Terras de Bouro, a Comissão de Protecção de Crianças e Jovens, a Unidade de Cuidados Continuados na Comunidade de Terras de Bouro, os Bombeiros Voluntários de Terras de Bouro, a GNR, o Núcleo Rio Homem e contando ainda com o apoio das empresas BRAVAL, SUMA e Águas do Fastio, assinalou Dia Mundial da Criança (1 de Junho) e, simultaneamente, o Dia Mundial do Ambiente (5 de Junho).

CAPA

No recinto localizado junto à Piscina Municipal decorreram, ao longo de todo o dia, ateliers pedagógicos e dramáticos, ações de sensibilização, das quais se destacou uma explicação sobre a vida das aves de rapina da área e para a qual o município, simultaneamente, agradece a presença de um representante do Centro de Recuperação de Fauna Selvagem do PNPG/ICNF, destacando-se ainda os insufláveis e a “hora do conto”. No final, aconteceu uma fantástica largada de cerca de 500 balões biodegradáveis que continham no seu interior uma semente lá colocada pelas crianças, dando assim um especial colorido ao céu envolvente.

DSC04321

DSC04322

DSC04331

DSC04338

DSC04354

MONÇÃO E MELGAÇO APOSTAM EM LISBOA PARA PROMOVER O ALVARINHO

O Alvarinho Wine Fest volta a concentrar as atenções na capital portuguesa. Cerca de trinta produtores de Monção e Melgaço apresentam, este fim de semana, no Pátio da Galé, Terreiro do Paço, a tipicidade, modernidade e versatilidade do Alvarinho numa estratégia conjunta de promoção de um vinho com enorme potencial e garantia de qualidade.

AlvarinhoWineFest_04

Pelo segundo ano consecutivo, os produtores da Sub-Região de Monção e Melgaço marcam presença no Alvarinho Wine Fest. Promovido pela Cofina Eventos em parceria com os dois municípios, realiza-se este fim de semana, 3, 4 e 5 de junho, no Pátio da Gale, Terreiro do Paço, em Lisboa.

Subordinado à temática “A origem do Alvarinho”, o evento conta com cerca de 30 produtores de vinho Alvarinho dos dois concelhos e vários produtos típicos da região, estando previstas provas comentadas, sessões de showcooking, workshops, harmonizações e momentos de animação.

A abertura das portas está marcada para as 17h00. A entrada é gratuita mediante a compra de copo de prova no valor de 3 euros. Referência para as sessões de showcooking do Restaurante Solar dos Presuntos, propriedade do nosso conterrâneo Evaristo Cardoso, no sábado, pelas 19h00, e do Chef Rui Ribeiro, nascido na terra de Deu-la-Deu, no domingo, pelas 16h00.

Fernando Melo, crítico de vinhos e gastronomia, será o anfitrião das conversas e mesas redondas em torno do vinho Alvarinho, partilhando, como bem sabe fazer, a paixão pelos aromas e sabores da Sub-Região de Monção e Melgaço e o vasto conhecimento da identidade e potencial do Alvarinho, junto de empresários, produtores, enólogos e chefes de cozinha.

Para a promoção do evento e da qualidade do vinho Alvarinho, o autarca de Monção, Augusto de Oliveira Domingues, e o autarca de Melgaço, Manoel Baptista, estiveram em Lisboa, no passado dia 16 de maio, para um encontro com os jornalistas e críticos de vinhos e gastronomia.

Neste encontro, os dois autarcas realçaram as caraterísticas e potencialidades do vinho Alvarinho, a mais nobre casta dos brancos, assinalando que o Alvarinho Wine Fest, realizado entre as duas feiras efetuadas na região, assume um papel relevante para a afirmação desta casta valiosa junto dos consumidores da capital do país.

CAUSA ANIMAL UNE-SE À ARTE CERVEIRENSE

"Os Animais de Todos e de Ninguém" é o mote da Exposição de Obras de Artistas Plásticos e Escolas, cuja inauguração acontece este sábado, na Loja Interativa de Turismo de Vila Nova de Cerveira. Mostra visa sensibilizar para os princípios do bem-estar animal e angariar verbas para a atuação da Associação Patas e Patas.

Lançado o desafio pela Associação Patas e Patas, os vários estabelecimentos de ensino de Vila Nova de Cerveira prontamente assumiram o compromisso. Ao longo do presente ano letivo, crianças e jovens do Agrupamento de Escolas, da Creche do Centro de Apoio Social às Empresas, da Escola Superior Gallaecia, da ETAP, do Colégio de Campos e da Santa Casa da Misericórdia transformaram-se em pequenos artistas, cuja musa inspiradora eram os ‘amiguinhos de estimação’.

Por si só, e como seria de esperar, o tema já suscitou muita recetividade. A adesão superou todas as expetativas e a criatividade e imaginação deram lugar a verdadeiras obras de arte. E assim surgiu o projeto "Os Animais de Todos e de Ninguém" promovido pela Associação Patas e Patas, em colaboração com as escolas do concelho, a Câmara Municipal e o Conselho Local de Ação Social, mas também a participação de alguns artistas de renome como Henrique do Vale, Cabral Pinto, Fernanda Araújo, Henrique Silva e Margarida Leão.

Com esta ação, a Associação Patas e Patas pretende transmitir a mensagem de que os animais considerados de rua e/ou sem dono são na realidade uma responsabilidade de todos, no sentido em que, se cada um agir de acordo com os princípios do bem-estar animal, essencialmente esterilizando e vacinando, a problemática teria uma outra dimensão.

De realçar que os presentes trabalhos que integram a Exposição de Obras de Artistas Plásticos e Escolas já foram expostos durante o VII Educarte que decorreu no final de abril, no Fórum Cultural, acolhendo um feedback extremamente positivo. A partir deste sábado, as obras vão estar expostas na Loja Interativa de Turismo e no Salão Multiusos do Cineteatro de Cerveira, até ao dia 25 de junho.

O projeto "Os Animais de Todos e de Ninguém" terminará com um Jantar Solidário no dia 16 de julho, no INATEL Cerveira, com o objetivo de leiloar as obras de arte e para o qual estão todos convidados!

CERVEIRENSES DEBATEM ORÇAMENTO PARTICIPATIVO

Orçamento Participativo 2016 quase a arrancar

Junho marca o início da edição 2016 do Orçamento Participativo (OP) de Vila Nova de Cerveira, com a realização das Assembleias Participativas em todas as freguesias do concelho. Mecanismo desenrola-se nos moldes do ano anterior, mas com uma alteração no processo de distribuição da verba relativa ao OP Geral.

Sem Título2

O desafio de participação da população nas decisões do concelho volta a ser colocado em cima da mesa. À semelhança do ano transato, o OP de Vila Nova de Cerveira divide-se em duas vertentes – OP Geral e OP Jovem -, com propostas para quatro áreas de intervenção: Inovação e Modernização, Reabilitação do Património, Área Social e Associativismo Jovem. O montante global é de 100 mil euros, sendo que 10 mil euros é para o OP Jovem.

Nesta edição, e após a aprovação na última reunião de câmara das normas de participação a aplicar, a metodologia para distribuição da componente orçamental sofre uma ligeira alteração no que diz respeito ao OP Geral, ou seja, a verba de 90 mil euros será partida em três propostas que poderão ter um limite máximo de 30 mil euros. O OP Jovem segue os procedimentos e metodologias praticados em 2015.

A autarquia já estabeleceu a calendarização para o célere desenrolar do processo: de 06 de junho a 19 de julho estão agendadas as Assembleias Participativas para esclarecer dúvidas e discutir propostas, assim como para dinamizar o debate público e recolher sugestões. De 19 de julho a 19 de agosto tem lugar a análise das propostas pela equipa técnica da autarquia; o período de reclamações está reservado de 22 a 26 de agosto para a 29 de agosto ser apresentada a lista definitiva. De 01 a 30 de setembro, as propostas serão colocadas à votação e a 01 de outubro, Dia do Município, serão divulgados publicamente os projetos vencedores.

O Regulamento encontra-se disponível online no Portal do OP Vila Nova de Cerveira, e o esclarecimento de dúvidas ou pedido de informações adicionais pode ser feito através dos seguintes contactos: geral@cm-vncerveira.pt ou 251 70 80 20.

Contamos com a participação ativa e a dinâmica de todos por Vila Nova de Cerveira!

LUÍS FERREIRA EXPÕE EM MONÇÃO "O FASCÍNIO DA COR"

Exposição de pintura "O fascínio pela cor" de Luís Ferreira, na Casa Museu de Monção da Universidade do Minho até ao próximo dia 30 de junho

Está patente na Sala de Exposições Temporárias da Casa Museu de Monção da Universidade do Minho, sita na vila de Monção, até ao próximo dia 30 de junho, a exposição de pintura do artista Luís Ferreira intitulada "O fascínio pela cor".

Esta exposição é constituída por: abstratos e paisagens (com motivos de várias localidades de Portugal e Galiza, assim como de barcos do Algarve com lagos como pano de fundo).

divulgacao.JPG

BRAGA PROMOVE CAMPOS DE FÉRIAS

Apresentação das “Férias Fantásticas” e “Sol e Mar, sonhar e viver mais de Braga a Cascais”. Campos de Férias promovidos pelo Município contribuem para a inclusão social dos jovens

Decorreu hoje, dia 01 de Junho, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, a apresentação dos programas “Férias Fantásticas” e “Sol e Mar, sonhar e viver mais de Braga a Cascais”.

1.jpg

As “Férias Fantásticas” visam atender às necessidades das famílias em situação de vulnerabilidade social e suas crianças, promovendo a ocupação saudável e feliz dos tempos livres. A iniciativa, constituída por um conjunto de actividades de carácter educativo, cultural, desportivo e recreativo destinadas a jovens com idades compreendidas entre os 6 e os 18 anos, possibilita aos mais de 150 participantes a aquisição e aprofundamento de saberes, capacidades e competências, garantindo a ocupação de tempos livres durante parte do mês de Julho e do mês de Agosto, nomeadamente de 18 a 29 de Julho e de 01 a 31 Agosto.

As inscrições são feitas através dos estabelecimentos de ensino identificados para o efeito, sendo a participação gratuita, bem como a frequência nas actividades e os almoços.

Na mesma linha de acção, o programa “Sol e Mar, Sonhar e viver mais de Braga a Cascais”, destina-se a crianças e jovens sinalizadas na Comissão de Crianças e Jovens em risco de Braga (CPCJ) e instituições de acolhimento residencial do Concelho de Braga. Este campo de férias realiza-se durante uma semana, no mês de Agosto (16 a 21 Agosto), no Município de Cascais. Este campo de férias realiza-se na Fundação o Século – FOS, em S. Pedro do Estoril, Cascais. Para muitos dos cerca de 20 participantes esta será a primeira vez que saem da sua Cidade de origem em férias, que viajam no intercidades, e que têm a oportunidade de frequentarem a praia.

Como sublinhou Firmino Marques, vice-presidente da Câmara Municipal de Braga, a Autarquia pretende continuar, com estes projectos, a ´distribuir sorrisos´ pelos mais novos, enriquecendo as suas experiencias de uma forma humanista e saudável. “É com muito orgulho que imprimimos estas dinâmicas e promovemos iniciativas lúdico-culturais destinadas aos jovens do nosso Concelho, contribuído para a protecção e melhoria da qualidade de vida e bem-estar da população mais vulnerável e promovendo a coesão e o desenvolvimento social”, referiu.

O Município de Braga agradece às seguintes entidades que possibilitam a realização destas iniciativas: Câmara Municipal de Cascais, FOS - Fundação o Século; CP – Comboios de Portugal, IPDJ – Instituto Português Desporto e Juventude, CPCJ- Comissão de Protecção de Crianças e Jovens em risco de Braga, Colégio S. Caetano, Oficinas S. José, Banco Alimentar contra a fome, Bosch, Centro Escolar Maximinos, Banco Local de Voluntariado, Centro Cultural e Social de St. Adrião, Agrupamento de escolas: Maximinos, André Soares, Francisco Sanches, D. Maria II (EB, 23 Lamaçães).

2.jpg

3.jpg

BIBLIOTECA MUNICIPAL DE MONÇÃO APRESENTA “CURIOSIDADES DO VATICANO”

Da autoria de Luís Miguel Rocha, falecido em Fevereiro do ano passado, publicação será apresentada por Porfírio Silva, escritor e admirador da obra de Luís Miguel Rocha, Rute Marinho, jornalista da Radio Nova, e Nuno Rocha, irmão do autor, cujas obras estão traduzidas em mais de 30 países.

CV FR.jpg

Na próxima sexta-feira, 3 de junho, a Biblioteca Municipal de Monção prossegue o ciclo de encontros com escritores. Neste dia, com início às 21h30, será apresentada a obra literária “Curiosidades do Vaticano”, da autoria de Luís Miguel Rocha.

Luís Miguel Rocha nasceu no Porto em 1976 e faleceu em Viana do Castelo em 2015. A título póstumo, em fevereiro deste ano, foi publicado o seu livro “Curiosidades do Vaticano”. Antes de se dedicar em exclusivo à escrita, trabalhou como técnico de imagem, tradutor, editor e guionista.

A apresentação aos leitores monçanenses está a cargo de Porfírio Silva, escritor e admirador da obra de Luís Miguel Rocha, Rute Marinho, Jornalista da Radio Nova, e Nuno Rocha, irmão do autor, cujas obras estão traduzidas em mais de 30 países.

Além de Curiosidades do Vaticano, Luís Miguel Rocha editou Um País EncantadoO Último PapaBala SantaA VirgemA Mentira Sagrada A Filha do Papa. Refira-se que O Último Papamarcou presença no top do The New York Times e vendeu meio milhão de exemplares em todo o mundo.

CELORICO DE BASTO COMEMORA DIA MUNDIAL DA CRIANÇA

Um milhar de crianças celebrou Dia Mundial em Cabeceiras de Basto

A Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto promoveu hoje, dia 1 de junho, no Auditório da Casa da Juventude, o espetáculo de teatro ‘A Revolta dos Micróbios’ para celebrar o Dia Mundial da Criança. A peça incluída no Plano Nacional de Leitura e adaptada a partir de um conto de Thorbjorn Egner, foi apresentada pelo Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto (CTCMCB), em quatro sessões, duas no período da manhã e duas no período da tarde.

Dia da Criança - teatro ‘A Revolta dos Micróbi

O presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Francisco Alves, e a vereadora da Educação, Dra. Isabel Coutinho, estiveram presentes na iniciativa que teve como objetivo proporcionar às crianças a fruição de um dia da criança bem animado, com momentos de magia e fantasia, recheado de muita alegria.

A Cariolina e o Tartarino são os personagens principais desta peça de teatro, onde os micróbios destroem a “casa” onde vivem, neste caso, a boca de uma criança gulosa, contando com a ajuda de outros amigos. Um espetáculo muito divertido com preocupações pedagógicas evidentes, demonstrando às crianças que a higiene oral é uma atitude quotidiana indispensável que deve estar presente nos hábitos de todos os jovens portugueses.

De salientar que nesta comemoração do Dia Mundial da Criança em Cabeceiras de Basto participaram 1.007 crianças, 913 provenientes dos jardins de infância e escolas básicas do Agrupamento de Escolas de Cabeceiras de Basto e ainda 94 do Centro Social de Cabeceiras de Basto.

No final de cada sessão foi oferecido a cada criança uma lembrança composta por um mini puzzle alusivo à temática da peça – sobre higiene oral – como forma de assinalar a data.

Dia da Criança - teatro ‘A Revolta dos Micróbi

Dia da Criança - teatro ‘A Revolta dos Micróbi

Dia da Criança - teatro ‘A Revolta dos Micróbi

PAREDES DE COURA REALIZA FESTA DA TRUTA

Teresa Tapadas | Capitão Fausto | The Happy Mess. 3,4 e 5 junho || Paredes de Coura

O fim-de-semana de 3, 4 e 5 de junho está dedicado à Festa da Truta e a esta deliciosa iguaria do Alto Minho, que Aquilino Ribeiro, em ‘A Casa Grande de Romarigães”, ilustrou de forma inegualável: “(…) em Paredes de Coura, e à hora do almoço vêm para a mesa as trutas do rio Coura, o rio mais truteiro do universo, azeitonas e bogas de escabeche, pão de milho e as demoradas conversas dos amigos que se encontram outra vez”.

IMG-20160531-WA0002.jpg

 

Quase 60 anos depois de ser lançada esta sublime obra de Aquilino Ribeiro, descubra ou redescubra os prazeres de uma boa mesa tendo por referência um dos ícones gastronómicos desta bonita vila do Alto Minho, onde a truta continua a ser elemento incontornável na riquíssima e farta gastronomia courense.

É a partir desta referência que o Município de Paredes de Coura dedica o fim de semana de 3, 4 e 5 de junho à Festa da Truta, com sessões de ‘showcooking’ com o chef Ilídio Barbosa, chefe executivo de cozinha do Sheraton Porto Hotel & Spa, e as novas abordagens à confeção de singulares pratos com recurso a este peixe de rio – inclusive vai apresentar uma proposta de como cozinhar truta para menu infantil --, mas também os já habituais convívios de pesca, concertos e animação infantil para um fim de semana que se quer preenchido.

Na edição deste ano da Festa da Truta o fado tem espaço de eleição com Teresa Tapadas. A cantora de Riachos, no Ribatejo, vem até ao Alto Minho partilhar os seus ‘Traços de Fado’ num espetáculo que se antevê cativante, tal como as participações dos ‘Capitão Fausto’ e ‘The Happy Mess’, duas bandas com fortes ligações a Parede de Coura.

Os ‘Capitão Fausto’ trazem no alinhamento o último álbum "Os Capitão Fausto têm os Dias Contados" sublinhado com significativo airplay nas rádios nacionais, mas também o tema ‘Célebre Batalha de Formariz’ e as peripécias vividas pela grupo de Tomás Wallestein, Manuel Palha, Francisco Ferreira, Domingos Coimbra e Salvador Seabra nesta freguesia courense. Também os ‘The Happy Mess’ são já habitués desta vila do Alto Minho, dado que o último álbum da banda de Miguel Ribeiro, ‘Half Fiction’, foi criado na densa floresta da paisagem protegida de Corno do Bico, em Paredes de Coura.

BRAGA ASSINALA DIA MUNDIAL DA CRIANÇA

Município de Braga assinala Dia Mundial da Criança com actividades para toda a Família. Iniciativa decorre no Mosteiro de Tibães até Domingo

Até ao próximo Domingo, dia 5 de Junho, o Mosteiro de Tibães, em Braga, está a viver ‘Dias de Festa’, assinalando o Dia Mundial da Criança. São cinco dias repletos de iniciativas que prometem fazer as delícias dos mais novos e atrair muito público ao emblemático Mosteiro Bracarense.

2016_0601_22074500.jpg

Os primeiros três dias estão reservados às escolas e jardins-de-infância do Concelho, sendo esperadas cerca de 7.500 crianças que terão a oportunidade de viver momentos únicos. No fim-de-semana, o Mosteiro de Tibães abre as portas a toda a comunidade e será o momento ideal para pais e filhos desfrutarem deste evento.

Em suma, serão cinco dias de cultura, animação e divertimento com teatros, duendes e fadas, espectáculos musicais, contos, exposições, jogos, cinema e até um acampamento nocturno.

“Todos os anos procuramos reforçar a programação do Dia Mundial da Criança através de iniciativas diferenciadoras. Este ano quisemos incutir um cunho especial ao evento, dando-lhe uma dimensão lúdica e cultural juntando a promoção do Mosteiro de Tibães junto do público infanto-juvenil”, referiu Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, esta Quarta-feira, 1 de Junho, no arranque das actividades.

Segundo o Autarca, a ligação do Mosteiro de Tibães à Cidade de Braga é uma forma de “dar a conhecer o enorme potencial” que este equipamento possui em todas as suas dimensões. “O património deve servir para usufruto da população e não apenas para ser contemplado. Esta é uma tónica que temos procurado cultivar e desde a vertente cultural que está intrínseca a este espaço, passando pela dimensão desportiva, ambiental e pedagógica, estamos a desenvolver inúmeras iniciativas que têm atraído muitos visitantes ao Mosteiro integrando-o na vida da Cidade”, concluiu Ricardo Rio.

Por seu turno, Lurdes Rufino, directora do Mosteiro de Tibães, considerou que este evento faz “convergir actividades lúdicas e pedagógicas com um espaço fortemente marcado pela vertente patrimonial e cultural” e vem diversificar a programação do Mosteiro.

“Ao longo do ano trabalhamos em iniciativas que promovem directamente o património, a arquitectura e a história do Mosteiro de Tibães. Com este evento, tivemos a preocupação de desenvolver um programa alternativo e diferenciado, com o intuito de criar uma ligação afectiva com o público mais jovem”, explicou Lurdes Rufino, destacando a “profícua parceria” existente entre o Mosteiro e a Autarquia Bracarense que tem “contribuído para atrair cada vez mais público a Tibães”.

2016_0601_23234300.jpg

2016_0602_02160400.jpg

20160601_153807.jpg

PRESIDENTE DO MUNICÍPIO FAMALICENSE QUER ANTECIPAÇÃO DO DIREITO DE VOTO PARA OS 16 ANOS

Presidente da Câmara vai colocar em marcha em Famalicão um conjunto de medidas de estímulo à participação cívica dos jovens e quer que o país olhe para o exemplo

O Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, defende a antecipação da participação eleitoral dos jovens dos 18 para os 16 anos e vai colocar em ação no município um conjunto de medidas de incentivo à participação cívica dos jovens para que se sintam cada vez mais cedo capacitados e motivados a exercerem uma cidadania ativa e responsável. Depois, Paulo Cunha espera que este contributo local ajude a despertar o país para a justiça e necessidade de envolver mais cedo a juventude portuguesa na escolha dos seus governantes.

Paulo Cunha aproveitou reunião do Conselho Munici

A posição do autarca famalicense foi transmitida em primeira mão e na primeira pessoa aos jovens membros do Conselho Municipal da Juventude, na reunião do órgão que se realizou na segunda-feira, 30 de junho, e que reúne os representantes do tecido associativo e partidário juvenil famalicense, que acolheram bem a ideia avançada pelo presidente da Câmara Municipal.

“É minha convicção que a sociedade portuguesa ganhava com este processo, porque estaríamos a dar um sinal claro aos nossos jovens de que contamos com eles e queremos que se envolvam e que participem ativamente na construção da sociedade tão cedo quanto possível”, diz Paulo Cunha que não encontra razões para que isso não aconteça. “Faz algum sentido que o país considere que um jovem com 16 anos tenha maturidade suficiente para contrair matrimónio - um dos vínculos mais responsabilizantes na vida de uma pessoa -, para celebrar um vínculo contratual de trabalho e para escolher um curso superior e não reconheça maturidade suficiente a esse mesmo jovem para participar no processo eleitoral de escolha dos seus governantes?”, questiona.

Paulo Cunha entende “que os jovens com 16 anos têm todas as capacidades e o discernimento necessário para votarem”. Mas, acrescenta para quem tenha opinião contrária, “se chegarmos à conclusão que não é assim, compete-nos a nós sociedade, governantes, partidos e dirigentes associativos criar condições para que estejam cada vez mais capacitados ao nível da informação e formação para o fazerem”. E avisa: “não podemos passar o resto das nossas vidas a pensar que eles são os culpados por estarem desligados. É nossa responsabilidade dar contributos líquidos claros para ajudar a resolver o problema. Não podemos ficar à espera de que os jovens venham ter connosco, temos que ir ter com eles.”

É esse o grande desafio que a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão quer assumir perante os jovens: convocar os jovens e, em concertação com todos os movimentos juvenis, procurar criar condições para a sua crescente participação e formação cívica. “Estes são objetivos concretos que vamos prosseguir, com o único propósito de os estimular e capacitar com mais e melhores condições para que possam participar ativamente na definição do futuro da comunidade, que a eles pertence”, refere o edil.

Para isso, a autarquia vai lançar um amplo plano de auscultação e de recolha de contributos junto da juventude famalicense e das suas associações representativas, procurando perceber quais as suas expetativas e anseios em relação à comunidade que os envolve para, posteriormente, definir, anunciar e colocar em ação “um conjunto de medidas estimuladoras da participação cívica dos jovens” que os aproxime da comunidade e os torne agentes ativos do desenvolvimento do território.

Paulo Cunha aproveitou reunião do Conselho Munici

BRAGA E MANAUS ASSINAM ACORDO DE GEMINAÇÃO

Braga e Manaus reforçam cooperação estratégica

O Município de Braga assinou hoje, 1 de Junho, um acordo de geminação com a cidade brasileira de Manaus, numa cerimónia que contou com a presença do presidente da Câmara Municipal de Manaus, Wilker Barreto, e de Marco Calvacanti em representação da Prefeitura de Manaus.

4.jpg

Segundo Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, a geminação enquadra-se na estratégia de afirmação internacional da Cidade e visa aumentar a cooperação e as relações entre os dois Municípios. “Nos últimos três anos, Braga tem procurado projectar-se internacionalmente, dando a conhecer os enormes recursos da Cidade não apenas no plano social e económico, com uma dinâmica intensa nos diversos sectores de actividade, mas também em termos de políticas de Juventude”, referiu, dando conta do título de Capital Ibero-Americana da Juventude que Braga ostenta este ano.

O Edil Bracarense salientou que as duas Cidades “têm muito a ganhar com a geminação”, desde logo pela “partilha de experiências e pela oportunidade de avançar com projectos conjuntos no plano científico, social, ambiental, cultural, desportivo e económico”.

O intercâmbio com a cidade de Manaus nasceu das relações que se estabeleceram entre os dois Municípios, com especial enfoque na comunidade luso-brasileira de Manaus, através da Câmara de Comércio e Indústria Luso-Brasileira do Amazonas e do Conselho da Comunidade Portuguesa e Luso Brasileira do Amazonas.

Em Agosto, será a vez de Manaus receber uma comitiva Bracarense liderada por Ricardo Rio e da qual deverão fazer parte diversos empresários e representantes de associações empresariais. Aproveitando a presença naquele país irmão, o Autarca Bracarense irá também estabelecer contactos com a cidade do Rio de Janeiro, outra cidade estratégica para a afirmação do potencial de Braga.

6.jpg

8.jpg

11.jpg

FAFE RECEBE FINAL INTERMUNICIPAL DO CONCURSO DE ESCOLAS EMPREENDEDORAS IN.AVE

3.ª edição conta com participação da Escola Profissional de Fafe

Fafe recebe, amanhã, às 14h30, no Teatro Cinema, a final intermunicipal da 3ª edição do Concurso de Escolas Empreendedoras IN.AVE, promovida pela Comunidade Intermunicipal do Ave e que conta com a participação da Escola Profissional de Fafe.

O projeto que os alunos levam à final intermunicipal, Life Path, é o vencedor de um total de quatro, que foram apresentados na final municipal. Da autoria de Daniel Teixeira, Miguel Alves e Rui Gonçalves, LifePath diz respeito a uma inovação relativa às placas de saída de emergência, com recurso a lasers e sensores, que indicam a saída mais segura aos utilizadores de um edifício, em caso de incêndio. O sistema pensado projeta setas nas paredes que substituem as tradicionais placas de saída de emergência.

Amanhã, no Teatro Cinema de Fafe, estarão a concurso projetos dos oito municípios que constituem a Comunidade Intermunicipal do Ave.

BRAGA ASSINALA DIA DO AMBIENTE

‘Dar Vida ao Picoto’ assinala Dia Mundial do Ambiente. Iniciativa decorre no próximo Domingo, 5 de Junho

Actividades desportivas e ambientais, dança e música são algumas das iniciativas que integram o programa ‘Dar Vida ao Picoto’ que o Município de Braga promove no próximo Domingo, dia 5 de Junho, no Monte Picoto. A acção, a decorrer entre as 09h00 e as 18h00, pretende assinalar o Dia Mundial do Ambiente, bem como o Dia da Criança, numa jornada que desafia as famílias a desfrutarem do Monte Picoto.

Cartaz - Dar Vida ao Picoto 2016.jpg

O programa ‘Dar Vida ao Picoto’ tem como objectivo central valorizar o Monte Picoto e sensibilizar os Bracarenses a usufruir deste espaço de excelência. Para o vereador do Ambiente, Altino Bessa, o Picoto “é o melhor espaço da Cidade para as pessoas praticarem desporto, passearem em lazer e estarem em contacto com a natureza, apreciando de uma perspectiva global da Cidade”.

À iniciativa associam-se 30 entidades que irão dinamizar actividades diversas para toda a família, desde música a um conjunto de oficinas de trabalhos manuais, passando pela realização de jogos tradicionais, oficinas, geocaching, acções de sensibilização, entre muitas outras iniciativas.

O programa completo do evento pode ser consultado em https://goo.gl/kaTiIH

FAMALICÃO LANÇA PEQUENOS ESCRITORES NO DIA DA CRIANÇA

Livro é fruto do atelier de escrita criativa promovido pelo Serviço Educativo da Casa de Camilo e orientado por Pedro Chagas Freitas

 “És um Anjo” é o título do livro escrito e ilustrado por cerca de 100 crianças das turmas do 4.º ano de diversas escolas do concelho de Vila Nova de Famalicão. Esta verdadeira pérola literária, composta por quatro contos, foi lançada esta quarta-feira, Dia Mundial da Criança, na Casa de Camilo Castelo Branco, em S. Miguel de Seide, na presença do Presidente da Câmara Municipal de Famalicão, Paulo Cunha, do escritor Pedro Chagas Freitas, de professores e familiares das crianças.

1 (2).jpg

Inspirado na obra camiliana “A queda dum anjo”, que está a celebrar 150 anos da sua primeira publicação, o livro surge no seguimento do atelier de escrita criativa promovido pelo Serviço Educativo da Casa de Camilo e orientado por Pedro Chagas Freitas. São 58 páginas de aventura, suspense e muito romance a cargo dos alunos das escolas EB Conde S. Cosme de Vila Nova de Famalicão, EB de Cruz, EB de Louro / Mouquim e EB de Requião.

O projeto decorre há já dez anos e envolveu no total cerca de mil crianças. “É um projeto que vingou. Hoje são mil cidadãos que passaram por esta iniciativa muito meritória do ponto de vista da capacitação, da formação e da aquisição de bons hábitos de leitura e de escrita”, afirmou a propósito Paulo Cunha, salientando que se trata de “um projeto que deve continuar a ser acarinhado e estimulado pelo responsáveis educativos”, sendo também “uma forma de sedimentarmos a presença de Camilo e da sua obra no contexto do concelho de Famalicão”.

Por sua vez, Pedro Chagas Freitas salientou que “todas as crianças têm a capacidade de inventar histórias e de escrever”. E deixou um desafio a todos os presentes: “Sejam escritores!”.

De resto, o orgulho, a alegria e a satisfação pela obra lançada estavam bem estampados no rosto das crianças e dos seus professores. No dia em que tudo lhes é permitido, as crianças não deixaram os créditos pelas mãos alheias e demonstraram bem o seu entusiasmo e animação.

Para a professora da Escola Básica do Louro, Carla Oliveira, trata-se “de um projeto muito interessante, com uma forma de abordar a escrita muito criativa e original, até porque as crianças vão escrevendo a partir de jogos e desafios”. Além disso, este projeto permite “o desenvolvimento de muitas competências, dando a conhecer Camilo Castelo Branco e um património do concelho que é muito valioso”.

Entretanto, coube ao diretor da Casa de Camilo, José Manuel Oliveira anunciar a obra camiliana que será explorada na próxima edição do atelier: “A Bruxa do Monte Córdova”.

1 (4).jpg

TERRAS DE BOURO REALIZA MARCHAS POPULARES

A Câmara Municipal de Terras de Bouro vai promover, em conjunto com o Agrupamento de Escolas de Terras de Bouro, as “Marchas Populares 2016”.

A atividade irá reunir na tarde da próxima sexta-feira, dia 3 de junho, pelas 14.15 horas, na Avenida Dr. Paulo Marcelino, vila de Terras de Bouro, cerca de 500 crianças que frequentam os Jardins de Infância e as Escolas de 1.º Ciclo e que irão encher de cor e de alegria todo o espaço central da sede do concelho, além da presença dos idosos dos Centros Sociais de Terras de Bouro.

CAPA.JPG

MONÇÃO: LONGOS VALES “LEVANTA O PAU” NO PRÓXIMO DOMINGO

Esta tradição, uma das mais castiças e peculiares do concelho, junta muitos curiosos no lugar do Mosteiro, assinalando o arranque das festividades em honra de S. João Baptista. Realiza-se este domingo, 5 de junho, com início às 16h00.

Longos Vales  .JPG

A freguesia de Longos Vales, situada sensivelmente a seis quilómetros da sede do concelho, revive este domingo, 5 de junho, pelas 16h00, no lugar do Mosteiro, espaço central da localidade, uma das tradições mais castiças do concelho: o levantamento do pau.

Esta iniciativa secular, muito acarinhada e participada pela população local, assinala o arranque das festividades em honra de S. João Baptista, entre 23 e 25 de junho, constando do levantamento de um pau de eucalipto com uma altura variável entre 30 e 40 metros.

Para tal, os elementos da comissão, entre quatro e seis pessoas, retiram o pau de uma carrinha de caixa aberta e, com a ajuda de quatro cordas entrelaçadas e muitos populares, procedem à sua colocação vertical num trabalho de equipa, onde é necessário habilidade, força e estratégia coletiva.

A rivalidade entre comissões, que representam os lugares da freguesia, é bastante grande, havendo sempre a curiosidade em saber-se qual o comprimento do pau e como correu o respetivo “enterramento”. Não há registo de “desastres” mas sustos não faltaram ao longo destes anos.

Esta circunstância encaminha muitas pessoas para o lugar do Mosteiro que aproveitam o nome desta tradição para lançar algumas “farpas” e animar algumas conversas mais ousadas. No fundo, conta o convívio e a animação numa tarde marcada pela diferença e originalidade.

Como Longos Vales é um concelho com forte emigração, em Agosto realiza-se um arraial minhoto, recuperando, de alguma forma, a essência da festa que decorre este domingo. A última tarefa da comissão está marcada para 31 de dezembro, dia em que o pau é deitado abaixo e cortado, entrando ao serviço, no dia seguinte, uma nova comissão.

FAFE COMEMORA DIA MUNDIAL DA CRIANÇA

Parque da Cidade de Fafe foi o local escolhido para comemorar o Dia Mundial da Criança. Mais de 2500 crianças participaram nas atividades

Fafe celebrou, hoje, o Dia Mundial da Criança, com um conjunto de atividades programadas para o Parque da Cidade, incluindo espetáculos de magia e de palhaços, ações de educação ambiental e muita música e animação.

DCS_6947A.jpg

Inaugurou-se também, desta forma, o IV Encontro de Palhaços do Mundo, promovido pela plataforma artística do Município, Fafe Cidade das Artes, que apresentou, durante a manhã, para as mais de 2500 crianças de instituições de ensino de todo o concelho, o espetáculo “As Levianinas”.

As crianças puderam aproveitar as diversões instaladas no espaço, nomeadamente os insufláveis, que manter-se-ão no local durante a tarde de hoje, com a abertura das atividades à comunidade infanto-juvenil em geral.

Raul Cunha, Presidente da Câmara Municipal de Fafe, sublinha precisamente a decisão de “abrir, durante a tarde de hoje, as comemorações do Dia Mundial da Criança a toda comunidade, com o intuito de promover um contacto entre diferentes gerações, nomeadamente entre as crianças e os seus avós e pais.

O Parque da Cidade é um espaço cada vez mais utilizado pelos fafenses, onde temos investido, tornando-o progressivamente mais apelativo.”

DCS_7041A.jpg

DSA_3192A.jpg

DSA_3220A.jpg

PONTE DA BARCA VAI GERIR CENTRAL HIDROELÉTRICA DE PARADAMONTE

Reunião de Câmara de 19 de Maio: Gestão da Central Hidroelétrica de Paradamonte vai ser entregue à Câmara Municipal de Ponte da Barca

Objetivo passa por valorizar o equipamento de modo a convertê-lo também numa ponto estratégico da aposta turística que a autarquia tem vindo a dinamizar no concelho

Imagem1

 

O executivo municipal aprovou, na última reunião de Câmara, a minuta do protocolo que vai ser celebrado com a Agência Portuguesa do Ambiente (APA) e a EDP, de cedência do edifício da Central Hidroelétrica de Paradamonte à Câmara Municipal de Ponte da Barca. De acordo com o autarca barquense, Vassalo Abreu, é intenção da Câmara valorizar o equipamento de modo a convertê-lo também numa ponto estratégico da aposta turística que a autarquia tem vindo a dinamizar no concelho.

A Central de Paradamonte é um ícone da arqueologia industrial de Portugal e com esta cedência, é desejo da população e da autarquia que possa renascer enquanto unidade interpretativa do antigo ciclo produtivo, a par das iniciativas já desenvolvidas no âmbito do Percurso da Hidroelectricidade e das visitas guiadas à Barragem de Alto Lindoso, numa parceria entre a EDP e o Município. Pretende-se enfatizar a exploração da água e as suas marcas no território com elevado potencial turístico, explicando ao visitante como decorria todo o processo de produção eléctrica (desde a captação da água, à sua condução e posterior aproveitamento energético), levando-o a percorrer não só a Central mas as suas estruturas complementares industriais (poços, levadas, linhas) e ainda percorrer o lugar de Paradamonte e conhecer as infra-estruturas de apoio social e cultural da aldeia.

Com a criação desta unidade interpretativa a autarquia pretende ainda inseri-la na Rede Interpretativa do Património de Ponte da Barca, consolidada nos anos de 2014-2015 e que agrega, em sistema de complementaridade, o Centro Interpretativo do Património "Fernão de Magalhães" e o Núcleo Expositivo da Torre de Menagem do Castelo de Lindoso, numa simbiose de estratégias de índole patrimonial, ambiental e turística.

Durante a reunião procedeu-se, ainda, às seguintes deliberações:

- Aprovação da proposta de execução da rede de distribuição de gás na EM 532;

- Aprovação da proposta referente a uma mobilidade e afetação à equipa multidisiciplinar;
- Aprovação do pagamento do condomínio referente à fração EX, do edifício 'Urbanização das Fontaínhas';

- Aprovação do pagamento à CIM Alto Minho, referente à comparticipação nas despesas do Canil Intermunicipal – 1º trimestre de 2016;

- Aprovação do pagamento de quotas ao CIAB – Centro de Informação, Mediação e Arbitragem de Consumo, à Área Alto Minho e Porto e Norte – Turismo do Porto e Norte de Portugal;

- Aprovação da minuta de protocolo de colaboração com o Rancho Folclórico e Etnográfico de Ponte da Barca de apoio aos encargos relativos ao transporte de quatro deslocações, de modo a que se realizem as permutas necessárias à realização do Festival Folclórico de Ponte da Barca durante a Romaria de S. Bartolomeu;

- Aprovação das adendas aos protocolos com a Associação Social, Cultural, Recreativa e Desportiva de Crasto e Centro Social de Entre Ambos-os-Rios;

- Ratificação do despacho do presidente da Câmara, em que aprova a celebração de protocolo com a Associação Desportiva de Ponte da Barca, no sentido de apoiar financeiramente a a realização da IV edição do Torneio de Páscoa;

-Aprovação da proposta de apoio à realização de campanhas do Banco Alimentar Contra a Fome de Viana do Castelo, no concelho de Ponte da Barca.

No período antes da ordem do dia, o presidente da Câmara apresentou um voto de pesar pelo falecimento de Manuel Taveira Barbosa, funcionário da autarquia, que foi subscrito por todos os vereadores. Deu conta de que o Diretor Regional da Cultura esteve de visita ao concelho, e que o Ministro da Economia vai estar em Ponte da Barca na última quinzena de junho. Fez saber que se procedeu à apresentação pública da iniciativa 'Barca Jovem' e que Ponte da Barca aderiu ao projeto Eco-escolas, tendo já decorrido a cerimónia de receção dos testemunhos do Município de Ponte de Lima. Informou, ainda, da realização da XXIII edição da Feira do Livro com o êxito a que já nos habituou, e que esteve presente no aniversário da APPACDM - Associação portuguesa de pais e amigos do cidadão deficiente mental

Por último, deu conta da sessão de apresentação da proposta de revisão do Plano estratégico Municipal que decorreu nos Paços do Concelho.

PONTE DE LIMA REALIZA CONCURSO DE LEITURA

Alunos do 1.º ciclo da EB de Ponte de Lima e do Centro Educativo de Arcozelo premiados no Concurso Concelhio de Leitura

No âmbito da realização do Concurso Concelhio de Leitura dinamizado pelo Município de Ponte de Lima, o Vereador da Educação da Câmara Municipal de Ponte de Lima, Paulo Barreiro de Sousa, procedeu à entrega de prémios aos vencedores do 1.º ciclo do Ensino Básico.

Entrega Prémios (Small).JPG

Assim, no dia 24 de maio de 2016 entregou-se o prémio ao aluno Tomás Barbosa do Centro Educativo de Arcozelo que arrecadou o 3.º lugar deste concurso.

O 25 de maio foi o dia escolhido para se entregar os prémios ao 1.º e 2.º lugar, tendo sido os premiados os alunos Nelson Antunes - vencedor desta edição do 1.º ciclo - e o aluno Afonso Meneses que alcanço o 2.º lugar da iniciativa, ambos estudantes da EB1 de Ponte de Lima.

Relembramos que este concurso foi direcionado para o 3.º e 4.º anos do 1.º ciclo e para o 2.º ciclo do Ensino Básico, tendo o 2.º ciclo já recebido os prémios na Biblioteca Municipal.

Premios _ Entrega _Biblioteca (Small).JPG

PONTE DE LIMA PROMOVE POESIA

A “Luz” de Fernando Hilário em noite de poesia. Biblioteca Municipal de Ponte de Lima

A exposição da luz, título da mais recente produção literária do escritor, pedagogo e artista Fernando Hilário, foi lançada na passada sexta-feira, 27 de maio, no Auditório da Biblioteca Municipal de Ponte de Lima no âmbito do projeto Poesia à sexta.

Fernando Hilário_Biblioteca (Small).JPG

Depois da leitura de um texto explicativo do surrealismo, que pretendeu introduzir a plateia no tema e no estilo das composições poéticas que integram a obra de Fernando Hilário, José Cândido Rodrigues – responsável pela apresentação do livro – teceu considerações várias acerca dos traços distintivos da escrita do autor, dos elementos inspiradores das suas narrativas e da necessidade de cada poema, de uma forma geral, traduzir diversas polissemias, sob pena de se transformar num “recado banal”.

Fernando Hilário, que ao longo da sessão foi sendo interpelado pelos presentes, explicou que os 61 textos poéticos da obra, estruturalmente distribuídos por duas partes distintas, abordam o retorno à infância, expressam desejos e inquietações, falam do mundo e do tempo futuro, sempre com uma dimensão autobiográfica pois, segundo o autor, não é possível ignorá-la. Em relação ao estilo que o caracteriza e ao modo de se fazer poesia, Fernando Hilário asseverou que “um poema demasiado referencial e normativo” se distancia do texto poético – género para o qual não pode haver cartilhas – e que, muito embora atente para a estrutura linguística da narrativa, no seu caso particular, o pensamento é sempre o elemento condicionador da forma.

No final da sessão de apresentação de A exposição da luz, que contou com a presença de Paulo Barreiro de Sousa, Vereador da Educação do Município de Ponte de Lima, seguiu-se a habitual tertúlia com troca de impressões sobre poesia e poetas.

O próximo Poesia à Sexta – projeto dinamizado pelo Município de Ponte de Lima - realiza-se a 17 de junho com duas sessões evocativas: a primeira em tributo a António Feijó, ministrada por David Rodrigues e a segunda a Álvaro Feijó revisitado por Cláudio Lima.

VIZELENSES QUEREM DESPOLUIR RIO VIZELA

Presidente da Câmara reuniu entidades para definir estratégia de despoluição do Rio Vizela

Na sequência do trabalho que tem sido desenvolvido nos últimos anos, o município de Vizela reuniu ontem nas instalações da Câmara Municipal de Vizela com diversas entidades, onde foi abordada a problemática da poluição do Rio Vizela e definida uma estratégia conjunta de atuação.

reunião 31.05.16.jpg

Esta reunião contou com a presença de várias instituições a saber: Vimágua - Empresa de Água e Saneamento de Guimarães e Vizela – E.I.M., S.A, Águas do Norte, S.A., Agência Portuguesa do Ambiente (APA), Câmara Municipal de Felgueiras, Câmara Municipal de Fafe, GNR/SEPNA, associações locais como a Associação de Mergulho e Atividades Subaquáticas de Vizela – AMAS e a Liga dos Amigos das Termas, GNR de Vizela, bem como uma associação do Município de Fafe - a Associação Amigos do Ambiente de Cepães e Fareja.

Nesta reunião, para além da poluição industrial, muito associada ao Rio Vizela, foram abordadas outras matérias entre as quais destacamos: a resistência da população em geral em efetuar ligações ao sistema de drenagem de águas residuais domésticas, as ligações de águas pluviais à rede de saneamento e vice-versa, bem como o funcionamento das ETAR’s enquanto solução para a poluição industrial e urbana.

Para todos os presentes é clara a localização dos principais focos poluidores do rio Vizela, bem como das dificuldades de atuação após o levantamento dos autos pela GNR uma vez que, e conforme foi explicado pela APA, existe a dificuldade em comprovar a origem da descarga e em assegurar a celeridade dos processos de contraordenação e/ou processos judiciais.

Também é claro para todos os presentes que, fruto do trabalho desenvolvido nos últimos anos, a poluição do rio Vizela é menor do que em anos passados, fruto da massiva industrialização junto das zonas ribeirinhas.

É nesse sentido que a Câmara Municipal de Vizela vai continuar a trabalhar, tendo sido delineada uma estratégia, que em tempo oportuno será divulgada, e assumida por todos os presentes.

MONÇÃO COMEMORA DIA MUNDIAL DA CRIANÇA

Parque das Caldas recebe amanhã, 2 de junho, durante todo o dia, dois espetáculos do Avô Cantigas, um de manhã e outro à tarde, e criação artística coordenada por Patricia Oliveira. Um dia diferente para cerca de mil crianças. Neste dia, os livros ficam na sala de aula e a aprendizagem faz-se ao ar livre.  

AvôCantigas (Large).jpg

Cerca de um milhar de crianças das creches, ensino pré-escolar e 1º ciclo do ensino básico do concelho de Monção vão viver amanhã, 2 de junho, um dia diferente do habitual com a realização de diversas atividades que pretendem assinalar o Dia Mundial da Criança.

Com organização da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Monção, está prevista muita animação, dois espetáculos com o Avô Cantigas e um ateliê de arte coordenado por Patricia Oliveira. Neste dia, o Parque das Caldas transforma-se num “recreio” repleto de crianças entretidas e sorridentes.

O Avô Cantigas, figura sobejamente conhecido entre a pequenada, apresenta-se com um espetáculo muito divertido, cheio de notas musicais e de grande interação com o público. A animar gerações de portugueses há mais de 30 anos, promete espalhar simpatia e muita animação.

A oficina de trabalho proposta por Patricia Oliveira consiste na criação de uma instalação artística para colocar na escadaria que dá acesso ao parque radical e infantil. Para o efeito, serão utilizados materiais recicláveis recolhidos no estaleiro municipal. O resultado final promete ser surpreendente. 

A celebração deste dia é uma prática habitual no Município de Monção, proporcionando às crianças e jovens do concelho um conjunto diversificado de atividades que visam cimentar valores de camaradagem, amizade e partilha. Um dia diferente onde os livros ficam na sala de aula e a aprendizagem faz-se ao ar livre.

 

AvôCantigas2 (Large).jpg

CapaAvoCantigas_04 (Large).jpg

MUNICÍPIO DE CELORICO DE BASTO ENTREGA MATERIAL DA ROTA DO ROMÂNICO

Foi entregue no dia 24 de maio, no Auditório do Prado, material informativo e didático referente à Rota do Românico. Este material destinou-se às instituições de ensino, espaços públicos, e juntas de freguesia que contemplam monumentos inseridos na Rota do Românico.

_DSC4782.jpg

A entregar este material esteve o Vereador da Cultura do Município, Fernando Peixoto, que destacou a necessidade de um conhecimento mais alargado deste estilo arquitetónico, pela população. “Temos 4 monumentos inseridos na Rota do Românico e muitos munícipes desconhecem esse facto. É importante que exista material didático apelativo que incite ao conhecimento de um estilo arquitetónico que também nos caracteriza. Ao mesmo tempo é importante reforçar o crescente nº de visitantes a este concelho, “apaixonados” pelo património”.

Também o diretor de departamento do Município, José Peixoto Lima, marcou presença neste evento sendo o interlocutor entre o município e a Rota.“ A Rota do Românico tem feito um trabalho, em parceria com o município e outras entidades, exemplar na salvaguarda deste estilo arquitetónico, atuando a favor da conservação e do conhecimento. A entrega deste material, é indicativo da necessidade de dar a conhecer cada vez mais a nossa história, a nossa identidade” disse.

_DSC4789.jpg

TRABALHADORES DA AUTARQUIA MONÇANENSE EMBELEZAM RUA DE PONTEAREAS

Respondendo à amabilidade de uma associação daquela localidade galega, que embelezou o Largo de Camões na Festa da Senhora da Rosa, vários funcionários da autarquia decoraram, na noite do último sábado, uma rua de Ponteareas na Festa do Corpus Christi.

Ponteareas 01.jpg

 O embelezamento das ruas dos centros históricos é uma iniciativa comum aos municípios de Monção e Ponteareas, localidade galega que dista sensivelmente 15 quilómetros da Ponte Internacional sobre o Rio Minho. Em Monção, decorreu no início de maio na Festa da Senhora da Rosa. Em Ponteareas, na Festa do Corpus Christi que teve lugar no passado fim de semana.

Esta iniciativa, que acontece também em outras localidades dos dois países, tem a particularidade de contar com o apoio efetivo de pessoas de ambos os municípios. Em Monção, o Largo de Camões é “trabalhado” por elementos de uma associação galega e, em Ponteareas, vários trabalhadores da autarquia decoraram uma das artérias daquela localidade, fazendo alusão ao Corpo de Deus/Festa da Coca.

Esta parceria, que já acontece há vários anos, potencia o relacionamento entre os municípios mas também o fluxo de pessoas para apreciarem os respetivos trabalhos. Não é por acaso que muitos monçanenses se deslocaram a Ponteareas no passado fim de semana para visualizarem as ruas embelezadas. Tal como acontece no domingo da Senhora da Rosa com muitos galegos a visitarem o nosso concelho.

MONÇÃO APRESENTA A MAGIA DE MÁRIO DANIEL NO CINE TEATRO JOÃO VERDE

Apresentador e mágico do “Minutos Mágicos”, programa de sucesso da SIC, percorre o país com o espetáculo “Fora do Baralho”. No dia 18 de junho, sábado, pelas 22h00, está em Monção para brindar o público com a criativa arte da ilusão.

Mário Daniel.jpg

Mário Daniel apresenta no dia 18 de junho, sábado, pelas 22h00, no Cine Teatro João Verde, o espetáculo de magia “Fora do Baralho”. As entradas, no valor de 10,00 € cada, podem ser adquiridas ou reservadas, até cinco dias antes do espetáculo, na Loja Interativa de Turismo (T. 251 649 013).

Trata-se do maior e mais original espetáculo de magia que alguma vez percorreu o país, entusiasmando mesmo aqueles que não gostam de “truques”, uma vez que mistura a arte de ilusão com a componente cénica e teatral, criando uma atmosfera mágica que não passa despercebida a ninguém.

Conta a história de um mágico que está na sua “oficina de trabalho” a tentar idealizar o seu próximo espetáculo. Nesse mundo, circulam outras personagens como a empregada que detesta ver tudo desarrumado ou o artesão das ilusões do Mário Daniel.

Numa relação muito divertida e invocando os valores da amizade, cooperação e família, os três fazem com que os “truques” surjam de forma natural e se transformem em verdadeira magia. Em suma, revela-se aos olhos do público como uma nova forma de encarar esta arte.

MONÇANENSES FAZEM FÉRIAS DIVERTIDAS VERÃO 2016

Iniciativa, promovida pela Comissão de Protecção de Crianças e Jovens de Monção, em colaboração com a autarquia local, decorre entre 13 de junho e 8 de julho, das 9h00 às 12h00 e das 14h00 às 17h00. Inscrições abrem amanhã, 1 de junho, e terminam no dia 8, podendo ser efetuadas no Balcão Único de Atendimento, Casa do Loreto. 

Ferias divertidas 01.jpg

A Comissão de Protecção de Crianças e Jovens de Monção, em colaboração com a autarquia local, leva a efeito,entre 13 de junho e 8 de julho,das 9h00 às 12h00 e das 14h00 às 17h00,as“Férias DivertidasVerão 2016”, cujos destinatários são crianças com idades compreendidas entre 6 e 12 anos.

As inscrições, entre 1 e 8 de junho, podem ser efetuadas no Balcão Único de Atendimento, Casa do Loreto, encontrando-se limitadas a 50 crianças, 25 por cada grupo. O valor por criança é 25,00 €, sendo que, no caso de irmãos, desce para 20,00 €.

Durante as “Férias Divertidas Verão 2016”, com duração de dez dias úteis para cada grupo, estão previstasdiversas atividades lúdicas no Parque das Caldas, Zona de Lazer de Pinheiros, e Piscina Municipal de Monção, bem como deslocação ao Centro de Estágios de Melgaço ou Lamas de Mouro.

Os ateliês de construção de marionetas e personalização de “T-shirt by me”, os ensaios teatrais e preparação de figurinos, e os jogos de expressão corporal decorrem no Pavilhão da EB 2.3 de Monção. A Escola Profissional de Monção recebe o ensaio final e apresentação da peça de teatro que os jovens participantes “trabalharam“ nestes dias.

Esta iniciativa, inscrita no plano de ação da Comissão de Protecção de Crianças e Jovens de Monção, tem como objetivo assegurar o preenchimento dos tempos livres das crianças de uma forma entretida, pedagógica e segura, oferecendo aos participantes dias preenchidos e saudáveis e aos pais um espaço ideal para deixar os seus filhos durante o período laboral

MONÇÃO ORGANIZA 8ª CAMINHADA SOLIDÁRIA“PASSO A PASSO PELA VIDA”

Este domingo, 5 de junho, pelas 17h30, com saída da Ecopista do Rio Minho, na Lodeira, e chegada à Senhora da Cabeça, em Cortes. Aberta à população, a iniciativaprocura sensibilizar a comunidade local para a problemática do cancro e doenças cardiovasculares, alertando-a para a importância da componente preventiva.

Passo a passo.tif

 

Com organização conjunta do Centro de Saúde de Monçãoe Grupo de Auto-Ajuda Deu-la-Deu Vida e colaboração da Rede Social de Monção, realiza-se, este domingo, dia 5 de junho, pelas 17h30, a 8ª Caminhada Solidária “Passo a Passo pela Vida”,

A iniciativa, cujo objetivo consiste em sensibilizar a comunidade local para a problemática do cancro e doenças cardiovasculares, consta de um passeio pela Ecopista do Rio Minho desde o Parque da Lodeira, junto à Ponte Internacional entre Monção e Salvaterra, até à Senhora da Cabeça, em Cortes.

Aberta a quem pretender participar, a 8ª Caminhada Solidária “Passo a Passo pela Vida”, não implica pagamento obrigatório, contudo, quem pretender uma t-shirt alusiva à iniciativa e água terá de pagar 3,00 € que reverterão a favor da Liga Portuguesa Contra o Cancro (Núcleo Regional do Norte).

De acordo com a organização, a caminhada deverá ultrapassar a presença de meio milhar de pessoas de todas as idades. O objetivo geral passa por estimular a atividade física e sensibilizar a comunidade local para estas problemáticas, alertando-a para a importância da componente preventiva.

PONTE DE LIMA PROMOVE WORKSHOP PRÁTICO “MISE-EN-PLACE E TÉCNICAS DE SERVIÇO”

Workshop Prático – Clara Penha – Casa dos Sabores em Ponte de Lima. Dia 15 de junho | 15 horas

O Município de Ponte de Lima promove a 15 de junho, uma 2ª edição do workshop prático Mise–En–Place face à elevada participação da 1ª edição.

banner_formacao3Rs-04 (Small).jpg

Esta ação insere-se no conjunto de workshops de formação sobre o setor da Hotelaria e da Restauração, que o Município de Ponte de Lima está a dinamizar em parceria com a Associação Empresarial de Ponte de Lima.

Pretende-se com este projeto reforçar a melhoria contínua da qualidade gastronómica e a prestação de serviços de excelência como fator de atratividade turística.

As formações decorrem no edifício Clara Penha – Casa dos Sabores, centro de formação na área gastronómica, sendo um local de referência no que se refere à valorização de ações de promoção da enogastronomia limiana.

Com a duração de três horas, esta iniciativa dirige-se para os empresários e profissionais das áreas de restauração e hotelaria, e terá como tema as Técnicas de Serviço. Para mais informações contate através do email: terra-formar@cm-pontedelima.pt.

A 2ª sessão da formação sobre Mise–En–Place - Técnicas de Serviço, está agendada para o dia 15 de junho, na Clara Penha – Casa dos Sabores, entre as 15h00 e as 18h00.

MUNICÍPIO DE CAMINHA DISPONIBILIZA NOVOS SERVIÇOS ONLINE A PARTIR DE HOJE

Mais facilidade e rapidez para os cidadãos

O Município de Caminha vai disponibilizar novos serviços online, permitindo aos munícipes e restantes utentes resolver várias questões sem terem necessidade de se deslocar aos serviços. As novas funcionalidades estão disponíveis a partir de hoje, dia 1 de junho, funcionando a título experimental durante o período de um mês.

O wsAutarquia, implementado em Caminha, permite criar um balcão de atendimento online para os munícipes, sejam individuais ou empresas, facilitando o relacionamento bilateral. Deste modo, “a transparência do estado do processo, circulação interna ou necessidade de dados adicionais pelo munícipe é transformada em cultura institucional”.

Exemplos do serviço são, entre outros, a submissão de leituras de água ea informação sobre o estado de tramitação de requerimentos.

Para poder utilizar estas novas funcionalidades há dois caminhos: o registo através do site, em https://online.cm-caminha.pt; ou nos serviços de frontOffice do Município.

O eGovernment externo (G2C - Government2Citizen) é potenciado pela integração com o cartão de cidadão, na autenticação e na assinatura, e com pagamentos online, permitindo à autarquia alcançar o nível 4 de maturidade segundo o modelo eEurope.

CABECEIRAS DE BASTO ELIMINA PONTAS DE CIGARRO E PASTILHAS ELÁSTICAS

Executivo Municipal aprova proposta para a eliminação de pontas de cigarro e pastilhas elásticas

O Executivo Municipal de Cabeceiras de Basto, sob a presidência de Francisco Alves, aprovou, por unanimidade, na sua última reunião do passado dia 25 de maio, uma proposta para a eliminação das pontas de cigarro e pastilhas elásticas.

A Câmara Municipal irá agora estudar e avaliar quais as melhores soluções para a redução deste tipo de resíduos dos principais centros urbanos do nosso concelho, encaminhando o material recolhido para o processo de reciclagem, se tal for possível.

Note-se que as pastilhas elásticas e as pontas de cigarro são dois tipos de resíduos mais encontrados nos nossos centros urbanos e com maior dificuldade em recolher, pelo que importa alterar os hábitos da população, sobretudo os jovens, e mitigar ou resolver esta situação.

Numa altura em que tanto se faz pelo asseio das vilas e dos principais pontos de interesse turístico, de que é expoente máximo o Mosteiro de S. Miguel de Refojos, terá toda a relevância a instalação de mobiliário urbano que incentive o público a colocar as pastilhas elásticas bem como as pontas de cigarro em estruturas próprias, evitando a conspurcação do espaço público, dando assim uma imagem mais abonatória às nossas ruas e praças, imagem essa muito importante não só para quem nos visita mas também para quem cá vive.

Para implementar esta medida, a Câmara Municipal espera poder contar com a colaboração da população em geral e, em especial, dos proprietários dos setores da restauração e hotelaria, principais focos de produção deste tipo de resíduos.

A esta medida está intrinsecamente ligada a sensibilização para a educação ambiental dos Cabeceirenses que conduzirá a um melhor relacionamento das pessoas com o meio ambiente.

BRAGA RECEBE FESTIVAL VAUDEVILLE RENDEZ-VOUS

Apresentação da 3ª edição do Festival Vaudeville Rendez-Vous. Quinta-feira, dia 2 de Junho, pelas 15h00, na Casa do Território, em Famalicão

O Município de Braga apresenta a 3ª edição do Festival Internacional Vaudeville Rendez-Vous, amanhã, Quinta-feira, dia 2 de Junho, pelas 15h00, na Casa do Território (Rua Fernando Mesquita), em Vila Nova de Famalicão.

Festival Internacional Vaudeville Rendez-Vous.jpg

 

O maior e mais importante festival de artes de rua e de circo contemporâneo da região norte conta, este ano, com o envolvimento dos municípios de Braga, Vila Nova de Famalicão e Guimarães.

A cerimónia de apresentação contará com as presenças de Firmino Marques, vice-presidente da Câmara Municipal de Braga, Paulo Cunha, Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Domingos Bragança, Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, e Bruno Martins, director artístico do Festival

O Festival Internacional Vaudeville Rendez-Vous tem como objectivo promover a valorização da criação nacional nas áreas do circo contemporâneo, teatro físico e formas transdisciplinares.

ARCOS DE VALDEVEZ VIVE O CARNASOL NO PRÓXIMO DOMINGO

O Carnasol, Carnaval de Verão de Arcos de Valdevez, volta a realizar-se no dia 5 de Junho, depois de um interregno de alguns anos.

Este espetáculo contará com a participação de escolas de Samba e centenas de foliões que desfilarão alegria e charme em representação das belezas e atrativos da nossa Vila.

Venha a terras de Valdevez, e não só terá a oportunidade de vivenciar um Car­naval único no País e na Região, como também de ficar a conhecer um destino turístico de excelência.

As festividades são organizadas pela Associação Folia em colaboração com a Câmara Municipal de Arcos de Valdevez e contam com a participação das várias associações concelhias.

carnasol.jpg

 

VIANA DO CASTELO RECEBE CONCERTO DO AGIR

Os bilhetes para o Concerto do AGIR, a realizar no próximo dia 25 junho, no Centro Cultural de Viana do Castelo estarão disponíveis para venda, a partir do próximo dia 2 de junho, às 9h00.

  Local de venda: Teatro Municipal Sá de Miranda, nos horários habituais da bilheteira (segunda a sexta-feira, das 9h00 às 19h00); sábado e domingo (em dias de espetáculo), duas horas antes.

  • Classificação etáriaM/6 anos
  • Custo do bilhete: 10€ (plateia) | 10€ (bancada)
  • Aceitam-se reservas de bilhetes, unicamente, por  email:tmsm@cm-viana-castelo.pt, enviado a partir das 9h00 do dia 2 de junho,  com um prazo de levantamento de 24 horas, caso contrário a reserva ficará sem efeito. Todas as reservas efetuadas antes das 9h00 não serão válidas. As reservas serão consideradas por ordem de hora de chegada e deverão estar devidamente identificadas.
  • Há bilhetes de plateia e bancada, pelo que deverão mencionar na reserva o desejado.
  • No dia do espetáculo, se a lotação não estiver esgotada,poderão adquirir bilhetes na bilheteira do Centro Cultural entre as 18h00 e as 22h00.

.  Não há lugares marcados

image002.png