Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

JOSÉ DE GUIMARÃES PINTA “PRIMAVERA” EM PRÉDIO SOCIAL AMIGO DO AMBIENTE EM GUIMARÃES

MESTRE ASSOCIA-SE À CÂMARA DE GUIMARÃES NA REABILITAÇÃO DE EDIFÍCIO EM URGEZES

Estilo inconfundível do prestigiado pintor decora renovação das fachadas do Bloco Habitacional de Urgezes, a futura “Casa Primavera”. Câmara de Guimarães está a transformar habitação social num edifício com eficiência energética.

Guimaraes_Jose_Predio_Social

O Mestre José de Guimarães, considerado um dos principais artistas plásticos portugueses de Arte Contemporânea, associou-se à reabilitação do Bloco Habitacional de Urgezes, sendo o autor das imagens que vão embelezar a fachada da nova “Casa Primavera”, prédio social que a Câmara de Guimarães está a transformar num edifício ambientalmente sustentável, através da implementação de fontes de energia renováveis, num abrangente processo de recuperação estrutural, arquitetónica e energética desta habitação social gerida pela CASFIG.

«Um conjunto de flores coloridas espalha-se pelas duas fachadas da casa, como se de um jardim se tratasse. Nos alçados laterais, duas árvores floridas decoram as paredes da Casa Primavera», pormenoriza José de Guimarães, explicando a imagem de sua autoria que, em regime de mecenato, irá conceder um novo enquadramento urbanístico a um prédio, cuja intervenção está a ser submetida a uma profunda reabilitação por parte da Autarquia.

A obra cumpre o primeiro de três meses de execução e contempla a instalação de um sistema solar térmico que permitirá o aquecimento das águas sanitárias, bem como um modelo de autoconsumo com baterias recorrendo a painéis fotovoltaicos para a produção de energia elétrica, destinada ao abastecimento das áreas comuns do prédio, ou seja, às zonas de condomínio.

Os moradores passarão a ter um edifício social energeticamente eficiente, o que representará, como consequência direta, uma redução no custo da fatura energética. O Presidente do Município de Guimarães pretende que a realização da obra resulte num edifício «estruturalmente estável e visualmente reabilitado com evidentes benefícios para os seus condóminos, designadamente através das poupanças nas faturas de energia que esta intervenção irá proporcionar».

Entre outras mais-valias, a obra exterior compreende o reforço da resistência térmica da fachada e da cobertura do edifício e o tratamento das pontes térmicas, com aplicação de isolamento térmico nas caixas de estore e caixilharias. Na cobertura, proceder-se-á à substituição integral da telha e, ao nível da cave, o projeto definiu a criação de um acesso automóvel, a poente do edifício, em cubo de granito, garantindo assim uma mais-valia para os utilizadores do edifício. O teto da cave será também melhorado com a colocação de placas rígidas de isolamento térmico e acústico.

ESCRITOR CLÁUDIO LIMA PUBLICA UM LIVRO DE ENSAIOS: “LUZES DE MUITO BRILHO – FIGURAS E TEMAS LIMIANOS”

“Luzes de muito brilho – Figuras e Temas Limianos” é a mais recente obra publicada do escritor ponte-limense Cláudio Lima, pseudónimo literário de Manuel da Silva Alves. Trata-se de uma coletânea de ensaios publicados ou proferidos pelo autor, abordando invariavelmente personalidades de relevo da vida literária ou artística de Ponte de Lima ou ainda a temas considerados relevantes na vida local.

Esta obra surge no seguimento de outra obra que publicou – “Um rio de muitas luzes” – a qual coligia diversos trabalhos já anteriormente publicados pelo autor.

Numa “Breve Nota”, o autor explica a escolha do título nos seguintes termos: “Título que, se não pelos intrínsecos méritos de quem aviva tais luzes, tem perfeito cabimento quando nos reportamos a personalidades que em Ponte de Lima – e por extensão na nossa Ribeira Lima – rebrilham em artes e saberes, numa constelação que, se nos é motivo de orgulho, também nos é herança responsabilizante”.

Nesta obra, Cláudio Lima evoca luzes tão brilhantes como as de António Feijó e Domingos Tarrozo, Manuel Queiroz e António Manuel Couto Viana, Queiroz Ribeiro e Luís de Sousa Dantas, José Cândido Martins e Rosário Sá Coutinho entre outros. São muitas as luzes que, como a do próprio autor desta obra, brilham nas margens do rio Lima. E, brilha já tão intensamente que não podemos deixar de citar a seu respeito o poeta António Manuel Couto Viana: “Um autor alto-minhoto de nomeada é, sem dúvida, o poeta, contista e crítico literário Cláudio Lima (…) escritor de muitas obras notáveis do lirismo português.”

Com excelente aspeto gráfico, impresso em papel couché, o livro é uma edição da Câmara Municipal de Ponte de Lima, com design gráfico de Moodystudio e apresentando uma fotografia de capa da autoria do prestigiado fotógrafo limiano Amândio de Sousa Vieira.

Como já foi referido, Cláudio Lima é o pseudónimo literário de Manuel da Silva Alves. Nasceu em Calvelo, no Concelho de Ponte de Lima, estudou nos Seminários Franciscanos onde se licenciou em Filosofia. Possui vasta colaboração literária dispersa em periódicos portugueses, galegos, angolanos e brasileiros, entre ensaio, poesia e conto, crónica e crítica literária.

Para além das numerosas obras coletivas em que está representado, publicou “A Foz das Palavras” (poesia, 1970); “Por aqui não é passagem” (contos, 1993); “Itinerarium (poesia, 1994); “João Marcos – 50 anos de vida literária” (ensaio, 1997); Itinerarium II (poesia, 1998); “Maçã para dois” (poesia, 2001); “Vate do Reino (poesia, 2003); “Arte de Amar Ponte de Lima” (poesia, 2004); “Os Morros de Nóqui” (contos, 2004); “Um rio de muitas luzes – Limianos ilustres” (ensaios, 2005); “Itinerarium III (poesia, 2006); “Contos Baldios (contos, 2007); “Outrora Dezembro” (poesia e prosa, 2007); Itinerâncias (poesia, 2010); “Os Meus Autores – Letras do Minho” (ensaio, 2011) e “João Marcos – Biografia e Bibliografia” (Ponte de Lima, 2014).

CAMINHA ORGANIZA ENCONTRO DE TOCADORES DE CONCERTINA E CANTADORES AO DESAFIO

Realizado em co-organização com o Município de Caminha, DESAFIOS – Encontro Nacional de Tocadores de Concertina e Cantadores ao Desafio propõe, na sua edição de 2016, voltar a assumir-se como a manifestação cultural maior no que diz respeito à divulgação da concertina e dos cantares ao desafio.

image004

Com uma componente performativa de rua e de palco, a vila de Caminha receberá tocadores de concertina e cantadores ao desafio de todo o país num verdadeiro espírito de Romaria Alto Minhota e comemorando os 20 anos volvidos desde o I Encontro de Tocadores de Concertina e Cantadores ao Desafio promovido pela INATEL, em Viana do Castelo.

Nas festas, romarias, rusgas e bailaricos dominava a música gravada e não só… Nos grupos de folclore, o protagonista era o acordeão… A concertina, instrumento de cariz eminentemente popular, resistia ao esquecimento graças a um número restrito de farristas e de alguns ranchos que a conservavam nas suas tocatas.

Com o objetivo de reabilitar esta prática e de recentrar o papel da concertina e dos cantares ao desafio nas manifestações populares, a INATEL promoveu em 1996, no Castelo de Santiago da Barra (Viana do Castelo), um primeiro convívio que contou com a participação de cerca 40 tocadores e cantadores.

Este primeiro encontro deu o impulso definitivo a um movimento de redescoberta da concertina e à difusão por todo o país de encontros regionais de tocadores que se caracterizam, atualmente, pela participação e envolvimento de milhares as pessoas de diferentes escalões etários e sociais.

PROGRAMA DESAFIOS

09h30 – Abertura do Secretariado DESAFIOS 2016

Edifício dos Paços do Concelho (Terreiro de Caminha)

10h30 – Rusgas pelas ruas da vila e atuações no Palco DESAFIOS

Terreiro de Caminha

12h30 – Almoço Volante (apenas para os tocadores / cantadores inscritos)

Salão dos Bombeiros Voluntários de Caminha

14h30 – Continuação das atuações no Palco DESAFIOS

Terreiro de Caminha

Inscrições até dia 23 de MAIO (através de ficha de inscrição própria, em anexo)

Foto: Isabel Henriques

ESCRITOR FAFENSE DANIEL BASTOS VAI A MONTALEGRE APRESENTAR O LIVRO "GÉRALD BLONCOURT - O OLHAR DE COMPROMISSO COM OS FILHOS DOS GRANDES DESCOBRIDORES"

Apresentação do livro “Gérald Bloncourt – O olhar de compromisso com os filhos dos Grandes Descobridores” nas Terras de Barroso

No próximo dia 8 de maio (domingo), é apresentado nas Terras de Barroso a obra Gérald Bloncourt – O olhar de compromisso com os filhos dos Grandes Descobridores”.

O livro, concebido pelo escritor e historiador Daniel Bastos a partir do espólio do conhecido fotógrafo que imortalizou a história da emigração portuguesa para França nos anos de 1960, é apresentada às 15h00 no Centro Interpretativo das Minas da Borralha, em Salto, concelho de Montalegre.

A apresentação do livro com chancela da Editora Converso, uma edição bilingue traduzida para português e francês pelo docente Paulo Teixeira, que conta com prefácio do ensaísta Eduardo Lourenço, estará a cargo do antropólogo João Azenha, coordenador Centro Interpretativo das Minas da Borralha, um polo temático do Ecomuseu do Barroso.

Além das fotografias históricas que Gérald Bloncourt captou sobre a vida dos emigrantes portugueses nos bidonvilles dos arredores de Paris, a obra reúne igualmente memórias, testemunhos e imagens originais que o fotógrafo francês de origem haitiana realizou durante a sua primeira viagem a Portugal na década de 1960, onde retratou o quotidiano das cidades de Lisboa, Porto e Chaves, assim como as da viagem a “salto” que fez com emigrantes portugueses além Pirenéus, e as das comemorações do 1.º de Maio de 1974 em Lisboa.

Refira-se que o Centro Interpretativo das Minas da Borralha, insere-se num projeto cultural que visa recuperar e divulgar o património mineiro desta antiga localidade mineira que é fortemente marcada pela emigração.

SÉNIORES DE TERRAS DE BOURO VISITAM BARCELOS

Em Terras de Bouro Projeto Bem Envelhecer proporcionou visita a Barcelos

Com o apoio do Município de Terras de Bouro e com a participação usual das instituições locais, cerca de 80 pessoas de 15 instituições da região foram acolhidas pela Santa Casa da Misericórdia de Barcelos que facultou a todos os idosos presentes uma gratificante jornada de atividades.

IMG_6029

O dia em causa, 27 de abril, teve início com a receção no Lar Rainha Dª Leonor e com uma aula de ginástica “Sénior Ativo” organizada em parceria com a Câmara Municipal de Barcelos sendo que, logo de seguida, decorreu a atuação do cantor popular Carlos Verde, mais conhecido por “Verdinho”, culminando o dia com uma entusiasmante visita à “Festa das Cruzes”.

IMG_6053

Entidades participantes na ação: ADCL, Fundação Bomfim, Centro Social e Paroquial de S. Victor, SC Misericórdia Vieira do Minho, SCM Barcelos, Centro Social Paroquial de Cervães, Centro Social e Paroquial de Cibões, Centro de Solidariedade Social de Chorense, Centro Social de Vilar,Centro Social e Paroquial de Souto, Centro Social deMoimenta, Centro Social e Paroquial de Covide, Município de Terras de Bouro e EAPN Portugal.

IMG_6066

IMG_6062

IMG_6027

fg

Capa

CELORICO DE BASTO CELEBRA “MAIO, MÊS DO CORAÇÃO”

A Unidade Móvel de Saúde de Celorico de Basto vai desenvolver, durante o mês de maio, associada à Fundação Portuguesa de Cardiologia, várias iniciativas que promovem o bem-estar do “coração”, com rastreios, campanhas de sensibilização e atividades desportivas.

_DSC1761

As ações são desenvolvidas pelo Município de Celorico de Basto, em parceria com a UCC Mãos Amigas, e procuram agir antecipadamente, a prevenção como “melhor remédio”.

“A nossa Unidade Móvel de saúde tem um papel preponderante na prevenção. É fundamental que estas campanhas se realizem, que a população tenha noção dos problemas que podem advir de uma alimentação incorreta e de comportamento sedentários. É preciso que estejam esclarecidos para evitar situações de risco” disse o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva.

Ao longo do mês de maio várias ações serão destaque. A sensibilização incidirá na insuficiência cardíaca e na questão “Já tomou o pequeno-almoço hoje?” com a distribuição de materiais informativos nas pastelarias do concelho. As crianças dos Centros Escolares, a partir dos três anos, serão também visadas “de pequenino se cuida co coração” com avaliação das TA e Pulso. Na UMS ao longo de todo o mês serão feitos rastreios das TA, Triglicerídeos, Perímetro Abdominal e Colesterol.

“É preciso, cada vez mais, incidir na prevenção para problemas cardiovasculares. Só conseguimos que os comportamentos mudem se formos incisivos, se trabalharmos diariamente para prevenção, a educação para a saúde é crucial para a prevenção. Muitos utentes desconhecem os comportamentos de risco e praticam-nos assiduamente. Este ano, o tema da campanha incide sobretudo no pequeno-almoço, um comportamento que muitos descuram e que pode por em causa o bem-estar do seu coração” realçou Cristina Moreira, Técnica da UMS de Celorico de Basto.  

A UMS de Celorico de Basto não descorou o desporto mantendo a iniciativa dos anos transatos, a Heart Run. Uma ação que decorre pelo terceiro ano consecutivo e que se pretende recorrente. Trata-se de uma corrida/ Caminhada pelo coração dirigida a toda a comunidade.

“É facto que em Celorico de Basto, a prática da atividade desportiva é cada vez mais recorrente mas ainda não é o suficiente. Apesar de sentirmos que as pessoas estão cada vez mais conscientes dos problemas cardiovasculares é necessário e pertinente incidir nestas ações de sensibilização, sobretudo em ações lúdicas, que fiquem na memória e que incitem a comportamentos saudáveis” disse Helena Martinho, Coordenadora da Ação Social e Saúde do Município de Celorico de Basto.

A heart Run decorre no dia 28 de maio, mediante inscrição.

FAMALICENSES TRAVAM BATALHA DAS FLORES

Famalicenses vão esperar mais uma semana pelas Flores & Trocas. Iniciativa de fortes tradições populares adiada uma semana devido às previsões de mau tempo

As Flores & Trocas animam Famalicão mas só no fim-de-semana de 13 a 15 de maio. A previsão de mau tempo para o fim-de-semana próximo obrigou a organização da festa a adiar desde já a realização da iniciativa por uma semana, dada a necessidade de montagem antecipada das infraestruturas de apoio ao evento.

Batalha das flores é ponto alto da festa de maio

Os famalicenses e os visitantes terão assim que aguardar mais uns dias para desfrutarem de um evento mágico, que celebra uma tradição secular do concelho - a Feira Franca de Maio, coroando-a com toda a beleza, perfume e esplendor das flores.

A Praça D. Maria II, bem no coração da cidade, é o palco desta festa que vai reunir no total perto de uma centena de expositores. Com um programa de animação popular intenso, onde não vão faltar as concertinas e os cantares ao desafio, a festa de maio culmina com o desfile-batalha das flores.

A festa de maio é, no fundo, uma viagem no tempo para recordar costumes de outrora à boleia do artesanato, doçaria, licores e dos produtos da terra, mas também das flores que marcam a identidade e a memória coletiva de Famalicão.

Para o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, “o convívio entre as flores e as trocas é acertado porque proporciona uma imagem inteira da história e das tradições do nosso concelho”.

Refira-se que a Feira das Trocas, ordenada pelo Rei D. Sancho I, em 1205, também conhecida como Feira do Burro recria algumas das maiores tradições históricas do concelho como a exposição de gado bovino, o mercado dos enchidos, com as populares tabernas e o vinho verde na malga, entre outros momentos, animados pelo ambiente festivo próprio das feiras do início do século XX. Por sua vez, a Festa da Flor tem como expoente máximo a Batalha das Flores.

PROGRAMA

13 DE MAIO (SEXTA-FEIRA)

09h00 Abertura

15h00 Oficina de Trabalhos Manuais “As Flores e a Primavera”

Local Praceta Cupertino de Miranda

Monitora: Alcina Gonçalves. N.º limite: Até 30 crianças . Público-alvo: Crianças do1.º CEB

16h00 Atelier de Olaria “Flores de Cerâmica”

Local Praceta Cupertino de Miranda

Monitorização: Escola de Cerâmica Artística da Fundação Castro Alves . N.º limite: 30 pessoas

17h00 Workshop de Arte Floral

Local Praceta Cupertino de Miranda . Monitorização: Estrelícia Flores . N.º limite: 30 pessoas

20h00 Cantares ao Desafio

Colaboração: Associação de Tocadores e Cantadores ao Desafio Famalicense

22h00 Exibição “Grupo Musical 4 Claves”

Local Praceta Cupertino de Miranda

14 DE MAIO (SÁBADO)

10h00 às 18h00 Exposição de Orquídeas

Local Fundação Cupertino de Miranda

Colaboração: Associação Portuguesa de Orquidofilia (Lusorquídeas)

14h30 Atelier de Pintura “Flores sobre Azulejo”

Local Praceta Cupertino de Miranda

Monitorização: Associação Cultural Nozes de Prata . N.º limite: 40 pessoas

15h00 Workshop “O Cultivo do Dendrobium e a sua montagem em árvores”

Local Fundação Cupertino de Miranda

Graziela Meister, da Associação Portuguesa de Orquidofilia (Lusorquídeas)

16h00 Arruada de Concertinas e Cantares ao Desafio

Colaboração: Associação de Tocadores e Cantadores ao Desafio Famalicense

17h00 Atelier de bordados “Ponto Margarida”

Local Praceta Cupertino de Miranda

Monitorização: Isaura Matias . N.º limite: 15 pessoas

18h00 Workshop: Flores de Papel

Local Praceta Cupertino de Miranda

Monitorização: Cátia Cruz e Andreia Cruz . N.º limite: 30 pessoas

21h30 Exibição “FOLK 5 - Associação Cultural Sons do Mundo”

Local Praceta Cupertino de Miranda

24h00 Animação Noturna

Local Alameda D. Maria II (topo sul)

15 DE MAIO (DOMINGO)

10h00 às 18h00 Exposição de Orquídeas

Local Fundação Cupertino de Miranda

Colaboração: Associação Portuguesa de Orquidofilia (Lusorquídeas)

14h00 Animação de Rua por Grupos Folclóricos

15h00 Workshop O Cultivo de Cymbidium

Local Fundação Cupertino de Miranda

José Costa, da Associação Portuguesa de Orquidofilia (Lusorquídeas)

15h30 Desfile-Batalha de Flores

Percurso Rua Manuel Pinto de Sousa, Rua Adriano Pinto Basto; Alameda D. Maria II; Rua Lourenço da Silva Oliveira até ao Topo Norte da Praça D. Maria II

PARTICIPANTES NO DESFILE

Abertura: Zés P'reiras “Os Divertidos” Associação Musical e Recreativa

Grupo Infantil e Juvenil Danças e Cantares de Joane

Grupo Infantil e Juvenil Santiago de Gavião

Associação Cultural S. Pedro de Riba D'Ave

Confraria de Bicicletas Antigas de Seide S. Paio

CNE de Landim, Agrupamento n.º 261

Clube de Bicicletas Antigas de Cavalões

Associação Recreativa e Cultural de Antas

Associação Cultural São Salvador da Lagoa

Associação Desportiva e Cultural S. Martinho de Brufe

Instituto São José de Oliveira S. Mateus

Grutaca, Grupo Teatro Amador Camiliano (Seide S. Miguel)

Associação Amigos dos Cavalos (Vila Nova de Famalicão)

Encerramento: Banda Marcial de Arnoso Santa Maria

17h30 Exibição Musical da Banda Marcial de Arnoso Santa Maria

Local Praceta Cupertino de Miranda

18h30 Arruada de Concertinas e Cantares ao Desafio

Colaboração: Associação de Tocadores e Cantadores ao Desafio Famalicense

21h00 Encerramento com a Exibição Musical da TUSEFA - Tuna Sénior de Vila Nova de Famalicão

Local Praceta Cupertino de Miranda

CAVALEIRO BRASILEIRO CENCE PRÉMIO DO CONCURSO DE SALTOS INTERNACIONAL EM PONTE DE LIMA

Concurso de Saltos Internacional - CSI PONTE DE LIMA 2016

O Concurso de Saltos Internacional de Ponte de Lima, 9º edição, que este fim-de-semana reuniu várias dezenas de cavaleiros, na Expolima, revelou-se como um evento equestre internacional de características únicas.

Felipe Guinato

O Grande Prémio, que contou com o patrocínio do Município de Ponte de Lima teve como vencedor o brasileiro Felipe Ramos Guinato, ao fazer 31,45segundos com Quidam´s Grey Lady, seguido do Português João Pedro Gomes, em 32,65segundos com o cavalo Ame Moi o Sandor e em 3º lugar o Espanhol Francisco de Assis Arango Lasaosa, com Camblin Arizona, em 34,58segundos

Na prova de 1,30m, que recebeu o apoio do BPI, o primeiro lugar foi para o Espanhol Francisco de Assis Arango Lasaosa, com Desdecasa Gilda de Sauco percorreu o percurso em 63,65segundos. Em segundo lugar ficou o cavaleiro português Joel Pedro Monteiro com Anna e em terceiro o Espanhol Jesus Bamonde com Clindo.

O recinto da EXPOLIMA esteve cheio de espectadores durante os três dias do concurso.

csi

BRAGA REÚNE EMBAIXADORES EMPRESARIAIS DO CONCELHO

Braga afirma-se como território atractivo para o investimento

“Um exemplo de cooperação com vista à dinamização económica e à atracção de investimento para o Concelho”. Foi desta forma que Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, se referiu à segunda Cimeira dos Embaixadores Empresarias Bracarenses, que decorreu esta Terça-feira, 3 de Maio, no âmbito da Semana da Economia promovida pela InvestBraga para assinalar os dois anos de actividade.

CMB04052016SERGIOFREITAS0000001975

O encontro, que se realizou no Palácio do Raio, serviu de base para a discussão das acções que compõem o Plano Estratégico para o Desenvolvimento Económico de Braga e revelou-se como “mais uma oportunidade para os empresários estabelecerem parcerias e identificar oportunidades de negócio”.

CMB04052016SERGIOFREITAS0000001969

Segundo Ricardo Rio, a InvestBraga instituiu uma “nova cultura de relacionamento entre os agentes públicos e privados” e graças a esse trabalho, “está a ser possível qualificar o nosso tecido económico e criar as bases para que Braga se afirme como um território competitivo e atractivo para o investimento”, referiu o Autarca, destacando o “papel preponderante” de cada uma das empresas na criação de riqueza e postos de trabalho.

Até à próxima Sexta-feira, Braga será palco de diversas iniciativas que assinalam a Semana da Economia. O evento envolve o tecido empresarial e industrial, o comércio local, startups e várias entidades parceiras que, ao longo destes dias, irão mostrar todo o potencial económico do Concelho, assim como os atractivos da Região para a captação de investimento.

CMB04052016SERGIOFREITAS0000001968

“Braga está a destacar-se como um território verdadeiramente inovador, fruto da qualidade e diversidade das empresas que já estão instaladas. Por isso, todos temos a obrigação de trabalharmos em conjunto e sermos os primeiros promotores da marca Braga”, concluiu Ricardo Rio.

ARTISTA BELMIRA GUIMARÃES EXPÔE NA BIBLIOTECA MUNICIPAL DE FAFE

A artista plástica Belmira Guimarães vai expor um conjunto de obras da sua autoria, na Biblioteca Municipal de Fafe, entre os dias 6 e 21 de Maio, numa iniciativa que conta com o apoio do Núcleo de Artes e Letras de Fafe.

BELMIRA GUIMARÃES 2

A inauguração está prevista para as 21h30 de sexta-feira.

Belmira Guimarães é uma das fundadoras do Núcleo de Artes e Letras de Fafe (1990) e associada nos últimos 25 anos, tendo já desempenhado cargos directivos.

A pintora, nascida em Lamego em 16 de Março de 1937, casou em 1960 com o fotógrafo Victor Guimarães (“Foto Victor”, recentemente falecido) e veio viver para Fafe.

carnaval de Veneza

A sua verdadeira paixão, no que respeita às artes, foi sempre a pintura e desenho. Assim, quando aconteceu a 1ª Mostra de Artes Plásticas de Fafe (1986), organizada pela Câmara Municipal, não hesitou e inscreveu-se, cheia de entusiasmo. A partir daí não mais parou de expor. Fez algumas exposições no estrangeiro e imensas em Portugal.

Expôs ao longo de três décadas em Lisboa, Porto, Lamego, Fafe, Guimarães, Póvoa de Varzim, Felgueiras, Barcelona e Montgenon, entre outras localidades.

Recebeu várias Menções Honrosas e prémios de arte: 1º Prémio EDP e Microfone de Ouro da Rádio Clube de Fafe.

A mostra vai manter-se patente até 21 de Maio, no horário de funcionamento da Biblioteca.

EMPREENDEDORISMO BRACARENSE TEM “AMBIÇÃO INTERTNACIONAL

Startup Braga assinala dois anos de actividade

Com o intuito de assinalar o 2º aniversário da Startup Braga, realizou-se hoje, dia 3 de Maio, no edifício gnration, a sessão “Talks and Awards”, uma iniciativa inserida na Semana da Economia que contou com a presença de empreendedores de sucesso, como Ricardo Costa, da empresa Loqr e representante da internacional UpHold, e Ana Pimentel, jornalista económica do Observador.

CMB04052016SERGIOFREITAS0000001982

Criada em Maio de 2014, a Startup Braga é um hub de inovação desenhado para apoiar Startups e empreendedores na criação e no desenvolvimento de projectos com elevado potencial de crescimento e internacionalização, disponibilizando para o efeito programas de aceleração e incubação com ambição internacional.

Na ocasião, Carlos Oliveira, presidente da InvestBraga, salientou que, nestes dois anos, já passaram pela Startup Braga 250 empreendedores de 72 empresas que, no total, receberam aproximadamente 7,5 milhões de euros de investimento, tendo 25 dessas empresas criado ligações com programas internacionais. “A própria Startup Braga é uma Startup. Estamos constantemente a experimentar e a afinar a nossa abordagem quando consideramos necessário. Para já, conseguimos algo de muito significativo e com resultados bem palpáveis, sendo esses resultados a nossa métrica de sucesso”, disse, garantindo que é ´inequívoco´ que existem em Braga boas ideias e empresas com enorme potencial de crescimento.

CMB04052016SERGIOFREITAS0000001981

O presidente da Agência de Desenvolvimento Económico realçou que a Startup Braga, que começou com uma parceria com a Microsoft Ventures, tem tido sucesso no desenvolvimento de dezenas de outras alianças e parcerias com entidades financeiras e de gestão, bem como com instituições como a FLAD, a UMinho ou o INL. “Pretendemos, desta forma, encontrar vantagens competitivas na região para pôr ao serviço do país e do mundo”, disse, adiantando ainda que a Startup Braga está a reforçar a equipa na área da nanotecnologia e medical technologies.

Por fim, Carlos Oliveira garantiu que é essencial desenvolver o ecossistema de empreendedorismo, adequando-o às necessidades futuras. “É criando esta dinâmica que incentivamos o surgimento das grandes empresas do futuro, que criam emprego e aumentam as exportações”, concluiu.

Dia 31 de Maio realiza-se mais um Demo Day, onde as Startups do programa de aceleração irão demonstrar o trabalho dos últimos 5 meses e mostrar que estão preparadas para a próxima fase de evolução.

CMB04052016SERGIOFREITAS0000001983

BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE CERVEIRA JÁ PODEM ACEDER ÀS REGALIAS SOCIAIS

Já entrou em vigor a atribuição de um vasto conjunto de regalias sociais à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários, após proposta do presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira e aprovação, por unanimidade, quer em reunião de executivo de setembro 2015, quer na Assembleia Municipal da passada sexta-feira. Regulamento tem sido muito bem acolhido e considerado como “um dos melhores do país”.

IMG_6018

A Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira decidiu criar um Regulamento de Concessão de Regalias Sociais à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários, com o objetivo de reconhecer o meritório trabalho desempenhado pelos ‘soldados da paz’, bem como incentivar o voluntariado.

O Regulamento de Concessão de Regalias Sociais aos Bombeiros do Município consiste num instrumento de carácter social instituído como forma de reconhecer, acarinhar, valorizar, proteger e fomentar o exercício de uma atividade com especial relevância para a comunidade, em regime de voluntariado.

O presidente da Câmara Municipal considera que o novo regulamento representa a concretização de uma política social municipal de reconhecimento do estatuto do bombeiro voluntário. “Orgulhamo-nos de possuir uma corporação muito bem organizada em voluntariado e consideramos que é altura de avançar com uma medida que traga vantagens e benefícios em favor destes homens e mulheres que se colocam ao serviço das populações e na defesa do património, muitas vezes arriscando a vida, tanto em caso de incêndios como em todo o tipo de catástrofes ou calamidades bem como nos diversos tipos de acidentes”, explica Fernando Nogueira.

Os beneficiários do presente regime serão titulares de Cartão de Identificação, emitido pela Câmara Municipal, cuja emissão será requerida junto dos Serviços Municipais, passando a usufruir de:

- isenção no pagamento de taxa das licenças de construção, beneficiação e ampliação de casa para habitação própria e permanente, incluindo anexos e garagens (exceto construção de piscinas);

- aplicação de um desconto, de 30% na tarifa de água, saneamento e recolha de resíduos sólidos, em habitação permanente (própria ou arrendada);

- acesso gratuito, pelo período de uma hora, três vezes por semana, à Piscina Municipal, uma medida extensiva aos filhos de Bombeiros.

- acesso gratuito ao Pavilhão Municipal e aos espetáculos culturais;

- prioridade, em igualdade de condições profissionais e sociais e de candidatura com outros candidatos, ao emprego na Câmara Municipal e na atribuição de habitação social promovida pela Câmara Municipal.

Igualmente relevante é o facto de a Câmara Municipal poder atribuir anualmente, três bolsas de estudo, no valor de 75 euros mensais, sendo uma para os Bombeiros, outra para os filhos de bombeiros no corpo ativo e uma terceira para os filhos de falecidos em serviço ou por facto de doença contraída no desempenho das suas funções. Não obstante, o agregado familiar dos bombeiros terá ainda direito a apoio inicial para o encaminhamento jurídico em processos motivados por factos ocorridos no exercício das suas funções, bem como apoio jurídico e administrativo gratuito ao agregado familiar dos bombeiros em processos de carácter social, decorrentes da morte do bombeiro.

Paralelamente, os bombeiros voluntários do concelho passam ainda a ter o direito de serem agraciados com distinções honoríficas por serviços relevantes e extraordinários prestados à causa Humanitária, no Concelho, nomeadamente: Medalha de Honra do Município; Medalha municipal de Coragem e Abnegação; Medalha municipal de Serviços Distintos; Medalha municipal de Dedicação à Causa Pública.

Após aprovação em reunião de câmara, o presente regulamento foi sujeito a discussão pública, período durante o qual não recebeu qualquer sugestão. Com deliberação da Assembleia Municipal, a atribuição das regalias sociais já entrou em vigor, aplicando-se a todos os elementos pertencentes ao corpo de Bombeiros da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vila Nova de Cerveira que preencham, cumulativamente, os seguintes requisitos: ter mais de 16 anos; possuir a categoria igual ou superior a cadete; constar dos quadros homologados pela Autoridade Nacional de Proteção Civil; ter mais de dois anos de bons e efetivos serviços de bombeiro; estar na situação de atividade no quadro, ou de inatividade em consequência de acidente ocorrido no exercício das suas missões ou de doença contraída ou agravada em serviço.

FAMALICÃO VIVE FESTA DO FUTEBOL

Taça Coca-Cola trouxe a festa do futebol para Famalicão

Mais de mil jovens atletas passaram este domingo, dia 1 de maio, por Vila Nova de Famalicão para a disputa da segunda etapa nacional da Taça Coca-Cola.

Taça Coca-Cola

Após várias eliminatórias sagraram-se como vencedoras desta etapa regional as equipas “Gondomar Seleção D’Ouro”, em masculinos, e “Boavista F.C.”, em femininos.

Os melhores talentos selecionados pelos “olheiros” da prova poderão agora vir a marcar presença na final da Taça Coca-Cola, agendada para 18 e 19 de junho, em Setúbal, a Cidade Europeia do Desporto 2016.

O ex-jogador do F.C. Porto, João Pinto, o atleta olímpico Luís Vaz e os atletas paraolímpicos Filipe Carneiro e Luís Silva estiveram presentes no Estádio Municipal de Famalicão, encorajando os jovens com o seu exemplo de superação e incentivando para a prática de valores como o fairplay e o desportivismo, que voltaram a estar evidência em mais uma edição daquele que é o maior torneio de futebol juvenil não-federado do país.

Depois desta segunda etapa, o torneio segue para Oeiras, Viseu, Ribeira Grande e Silves.

JOVENS DE FAMALICÃO DEBATEM IMPORTÂNCIA DO ASSOCIATIVISMO

O futuro e a importância das associações numa comunidade deram o mote para uma tarde de conversa na Casa da Juventude de Vila Nova de Famalicão. O espaço jovem do concelho famalicense assinalou no passado sábado à tarde o Dia do Associativismo, num encontro com jovens onde não faltou também o presidente da autarquia, Paulo Cunha. 

Jovens famalicenses discutem a importância do ass

Na sua intervenção, dedicada ao tema “O Movimento Associativo e o 25 de Abril”, o edil famalicense lembrou que “o surgimento das associações e dos grupos informais foi um dos grandes ganhos da conquista da liberdade em 1974”.

Salientando a força e dimensão do movimento associativo concelhio, Paulo Cunha disse ainda esperar que os jovens famalicenses sintam cada vez mais vontade de fazer parte de uma coletividade e, com isso, de trabalhar em prol da comunidade em que se inserem. “Ser cidadão é isso mesmo”, rematou Paulo Cunha. 

FAMALICENSES CAMINHAM À DESBOBERTA DAS MARAVILHAS DE FAMALICÃO

Caminhada concelhia mostrou encantos de Famalicão

O desporto, a cultura e o convívio estiveram em harmonia com a natureza na caminhada concelhia que se realizou no passado sábado, 30 de abril, em Famalicão. Trezentos participantes aceitaram o repto da Câmara Municipal e inscreveram-se nesta que foi a jornada de estreia de uma iniciativa que a autarquia volta a promover, depois da primeira edição que terminou em 2013.

Caminhada Concelhia

A caminhada passou pelas freguesias de Famalicão, Antas, Calendário e Brufe, num percurso de 17 quilómetros de grau médio de dificuldade, e possibilitou também a descoberta de recantos únicos e de grande beleza.

O percurso onde o urbano e o rural se fundiram teve como ponto de partida e chegada o Parque da Devesa, ex-libris natural do concelho, tendo atingido os 244 metros de altura no Monte de Santa Catarina, descendo depois até ao vale do Rio Pelhe com uma cota altimétrica de 75 metros, junto ao lugar de Ribaínho.

A Igreja de Antas, classificada como Imóvel de Interesse Público, e os Castros de S. Miguel-o-Anjo e de Santa Catarina foram alguns dos locais que os caminhantes puderam apreciar.

Com estas caminhadas a Câmara Municipal pretende dar a conhecer os pontos de interesse do concelho, mas também homologar estes percursos pedestres junto da Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal.

BRAGA APRESENTA PROGRAMA "SKILLS LAB"

Lançamento oficial do programa ´Skills Lab´tem lugar quinta-feira, dia 4 de Maio, pelas 16h00, no gnration, Braga

O Município de Braga efectua o lançamento oficial do programa ´Skills Lab, que terá lugar amanhã, quarta-feira, dia 4 de Maio, pelas 16h00, no gnration, em Braga.

Neste evento será assinado o protocolo entre as entidades envolvidas e o IEFP, contando a iniciativa com a presença de Ricardo Rio, Presidente da Câmara Municipal de Braga, e António Leite, Director-Regional do IEFP.

O programa será activo a intervir na promoção da empregabilidade de jovens licenciados, apoiando a criação de ideias de negócio e estimulando o desenvolvimento de competências. O ´Skills Lab´ procura, deste modo, colmatar a elevada taxa de desemprego jovem e a dificuldade que esta geração – a mais qualificada de sempre – encontra na entrada efectiva no mercado de trabalho.

Mais informações em www.skillslab.me.

BRAGA VAI LIMITAR RUÍDO DOS CONCERTOS DO ENTERRO DA GATA

Limitadores acústicos reduzem ruído dos concertos do Enterro da Gata. Medida resulta da cooperação entre Município e Associação Académica

As monumentais festas do Enterro da Gata terão este ano limitadores acústicos para reduzir o impacto do som proveniente dos concertos que irão decorrer entre os dias 6 e 13 de Maio, na Alameda do Estádio Municipal de Braga.

CMB04052016SERGIOFREITAS0000001964

Segundo Altino Bessa, vereador do Ambiente da Câmara Municipal de Braga, a instalação dos limitadores de som no recinto da Semana Académica resulta da colaboração entre a Autarquia e a Associação Académica da Universidade do Minho (AAUM) e pretende dar resposta às solicitações dos moradores da zona que, ao longo dos últimos anos, têm apresentado diversas queixas relativamente ao ruído proveniente do Enterro da Gata.

“Numa perspectiva de cooperação e diálogo com a AAUM tentámos alterar este cenário por forma a aceder às preocupações dos cidadãos que, apesar de compreenderem o interesse que o evento tem para a Cidade e para a Academia, não querem ser incomodados durante uma semana”, referiu Altino Bessa numa conferência de imprensa realizada hoje, 3 de Maio, na Alameda do Estádio.

Segundo o vereador do Ambiente, outra das novidades deste ano será a existência de uma unidade dos Bombeiros Municipais que estarão de forma permanente no recinto da festa.

Também o presidente da AAUM, Bruno Alcaide, deu conta da introdução de melhorias nos planos de segurança do Enterro da Gata. Além dos limitadores de som que serão colocados no palco principal e nas tendas electrónica e RUM, haverá uma maior intervenção e colaboração entre a segurança privada, a polícia e a protecção civil e vão passar a existir áreas de segurança devidamente sinalizadas.

“Estas são pequenas melhorias que se vão introduzindo no sentido de dar mais qualidade ao evento de modo e torná-lo numa das festas de marca da Cidade”, sustentou Bruno Alcaide.

CMB04052016SERGIOFREITAS0000001962

ARCOS DE VALDEVEZ PROMOVE VINHOS NO ALGARVE

Vinhos de Arcos de Valdevez no maior salão de vinhos do sul do País

Os Vinhos de Arcos de Valdevez marcaram presença no Lagoa Wine Show, no Centro de Congressos do Arade, nos dias 22, 23 e 24 de Abril.

lagoa_wine_show2

Este foi um evento aberto ao público - consumidores e profissionais - que integrou um espaço de exposição - o elemento central do evento complementado e dinamizado por um conjunto de iniciativas e atividades paralelas, dedicado ao segmento dos vinhos e gastronomia. Multifacetado, disponibilizou aos visitantes uma experiência completa no quadro do universo vinícola e gastronómico.

lagoa_wine_show3

O Lagoa Wine Show contou com a participação de mais de 40 expositores, representantes de várias regiões vitivinícolas do país, sendo que os Vinhos de Arcos de Valdevez foram os únicos representantes da Região dos Vinhos Verdes.

Com a participação nesta e noutras iniciativas, o Municipio pretende promover os vinhos arcuenses e o enoturismo.

lagoa_wine_show4

PÓVOA DE LANHOSO PROMOVE EMPREGO

Geração Lanhoso vai apoiar individualmente na procura de emprego

O Projeto Geração Lanhoso promoveu mais uma sessão de informação sobre medidas ativas de emprego e oportunidades de inserção em instituições do território. Para além de informação relativa a apoios à contratação e estágios, foi também apresentada alguma informação relativa a apoios existentes para a criação do próprio emprego.

Medidas ativas emprego

Destinou-se a indivíduos adultos desempregados, residentes no concelho da Póvoa de Lanhoso, que compareceram em grande número e que manifestaram interesse pela informação transmitida. Aos presentes será agora disponibilizado, por parte do projeto, apoio individual na procura de emprego.

Esta atividade decorreu no auditório da Casa da Botica, no dia 21 de abril, e foi dinamizada por dois elementos da equipa técnica do Projeto Geração Lanhoso e pela animadora do Gabinete de Inserção Profissional do Município, inserindo-se no âmbito do Eixo 1 – Emprego, Formação e Qualificação do Projeto.

De lembrar que o projeto Geração Lanhoso tem a Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso como parceiro local e a Sol do Ave como entidade promotora e coordenadora, sendo financiado no âmbito do Programa Operacional Inclusão Social e Emprego (POISE), Tipologia de operação, Contratos Locais de Desenvolvimento Social (CLDS 3G).

Medidas ativas emprego 1

EXECUTIVO CAMINHENSE REÚNE AMANHÃ

O executivo caminhense vai reunir amanhã, dia 4 de maio, em sessão ordinária. Da ordem de trabalhos fazem parte vários pontos entre os quais a atribuição de um subsídio à Paróquia de Caminha, para apoio à realização das festividades do Corpo de Deus, que decorrerão no dia 26 de maio. A solenidade do Corpo de Deus engloba os Tapetes Floridos, um dos bilhetes-postais do concelho. Nesse, as ruas de Caminha de Vilarelho “acordam” engalanadas com extraordinários tapetes floridos e coloridos elaborados pelos caminhenses durante a noite. A reunião terá lugar pelas 15 horas, no Salão Nobre do edifício Paços do Concelho.

O executivo vai pronunciar-se sobre o protocolo a estabelecer entre o Município de Caminha e a Associação MÃOS - Associação de Pais e Amigos do Cidadão com Deficiência, para cedência gratuita de instalações para a referida associação poder atender os cidadãos com deficiência ou incapacidade – Gabinete do Cuidador. Esta associação é importante na medida em que presta apoio ao cidadão com deficiência ou incapacidade, nomeadamente no que respeita a fornecer informação sobre os seus direitos, benefícios e recursos existentes, bem como ao correto encaminhamento na resolução dos seus problemas junto de serviços públicos e/ou entidades privadas. A Associação Mãos irá dispor de uma sala na Biblioteca/Ludoteca de Vila Praia de Âncora.

Da ordem de trabalho faz ainda parte a aprovação de um subsídio à Paróquia de Caminha, no montante de 2500 euros, para apoio à realização das festividades do Corpo de Deus.

O executivo vai também aprovar a atribuição de um subsídio à AMIR – Associação Moledense de Instrução e Recreio, no valor de 3 mil euros, para apoio na realização de atividades e participação em provas nacionais e internacionais do Clube de Pesca.

Será ainda fixado o preço de livro “A Fábrica de Louça de Vilar de Mouros”, uma edição com a chancela do Município de Caminha e coedição do Centro de Instrução e Recreio Vilarmourense – Grupo de Estudo e Preservação do Património Vilarmourense.

FAMALICÃO HOMENAGEIA ATLÉTICO VOLEIBOL CLUBE

Executivo municipal homenageou ontem o campeão nacional feminino de voleibol. Atlético Voleibol Clube enche Famalicão de orgulho

“Um ato único, notável e exemplar”. Foi desta forma que o presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, classificou ontem o mais recente título do Atlético Voleibol Clube (AVC), que no passado mês de abril se sagrou campeão nacional feminino de voleibol.

AVC (2)

O plantel, equipa técnica e dirigentes da formação famalicense foram recebidos, esta segunda-feira, pelo executivo municipal, numa cerimónia que teve lugar no Salão Nobre do edifício dos Paços do Concelho.

Um reconhecimento público em nome de todos os famalicenses, pelo “exemplo e dedicação” das atletas, referiu Paulo Cunha, que não escondeu que viveu um dos melhores momentos enquanto presidente com a conquista deste título.

Uma homenagem, refira-se, mais do que justa, até porque ao título de campeão nacional o AVC soma ainda a conquista da Supertaça 2015 e a Taça de Portugal 2016, fazendo o pleno nesta época.

O presidente do AVC, Rui Martins, agradeceu o reconhecimento e apoio incondicional da autarquia famalicense e lembrou que os feitos conquistados nesta época resultam de um trabalho que o clube tem realizado de há uns anos para cá. “É fruto de um trabalho que é progressivo, de estabilidade”, disse.

O dirigente aproveitou ainda para deixar uma palavra de incentivo à sua equipa, dizendo que o AVC vai continuar a lutar por mais títulos nacionais.

Fundado em 1998 e com mais de duas dezenas de títulos nacionais e regionais conquistados entre escalões de formação e seniores, recorde-se que esta foi a primeira vez que o Atlético Voleibol Clube se sagrou campeão nacional, ao vencer por 3-0, a formação do Porto Vólei no quarto jogo do ‘playoff’ da I Divisão Elite, disputado no passado dia 24 de abril, no Pavilhão das Lameiras, em Vila Nova de Famalicão.

AVC (1)

ARCOS DE VALDEVEZ REÚNE EXECUTIVO MUNICIPAL

Camara_municipal (2) - Cópia

REUNIÃO ORDINÁRIA DE 28 DE ABRIL DE 2016

PERÍODO ANTES DA ORDEM DO DIA

No período antes da Ordem do Dia, o Sr.Presidente informou da realização da Assembleia Municipal no dia 29 de Abril, na Casa das Artes;

De igual modo deu conta que numa iniciativa da Câmara Municipal de Arcos de Valdevez foi realizado um vídeo promocional de suporte à divulgação da classificação de Sistelo como Paisagem Cultural, que contou com o envolvimento da Junta de Freguesia de Sistelo e da ONG Loving the Planet, bem como com a voz inconfundível do Locutor Eduardo Rêgo, voz dos documentários BBC Vida Selvagem sobre animais, plantas e natureza, no geral, que começou a ser exibido na RTP e passou para a SIC no seu arranque, há mais de 20 anos.

Neste âmbito informou que no próximo dia 7 de Maio virá a Sistelo o Sr. Diretor Regional da Cultura do Norte.

O Sr. Presidente também adiantou que no sábado, dia 30 de Abril, se iria realizar o fórum do Associativismo;

Também informou que no dia 1 de Maio iria a Lisboa ao aniversário da Casa dos Arcos e que no dia 2 iria reunir com o ICNF;

Por último adiantou que na próxima quarta-feira, dia 4 de maio, pelas 11h00, virá à Câmara Municipal o Presidente da Câmara Municipal de S.Miguel, Cabo Verde.

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO: a Câmara aprovou a minuta do protocolo de colaboração a celebrar com a Casa do Concelho de Arcos de Valdevez, com sede na Rua Augusto Rosa, 58, 1º, em Lisboa, prevendo um apoio financeiro de € 3.500,00, que tem por objetivo comparticipar nos encargos daquela Associação com as atividades correntes do presente ano de 2016.

APOIOS

A Câmara Municipal deliberou apoiar em € 780,00 o Corpo Nacional de Escutas para conseguirem fazer face às despesas com o transporte à “Atividade Nacional de Pioneiros, na Base Naval do Alfeite em Setúbal.

De igual modo foi deliberado apoiar a Associação Cultural e Desportiva dos Amigos de Vilarinho das Quartas, em 15 000,00€ para a conclusão da ampliação da sede da respetiva associação.

Idem as Rusgas dos Amigos de Sá em € 500,00 para fazerem face a despesas com a gravação do CD com letras originais.

DESPORTO

REPARAÇÃO E BENEFICIAÇÃO DO ESTÁDIO MUNICIPAL - SUBSTITUIÇÃO DO RELVADO SINTÉTICO: foi deliberado adjudicar a empreitada ao concorrente RED – RELAVADOS E EQUIPAMENTOS, LDª, pelo valor de € 229.128,00, não incluindo o IVA.

Estádio Municipal de Rugby – Drenagens: foi deliberado aprovar a abertura de procedimento concursal para a execução da empreitada de obra «ESTÁDIO MUNICIPAL DE RUGBY – DRENAGENS», pelo valor base de 42.000,00 Euros;

Oficinas de Expressão Dramática: foi deliberado aprovar a despesa respeitante à Associação Movimento Incriativo – Oficinas de Expressão Dramática relativo ao dia mundial da dança e dois espetáculos, nomeadamente, a Produção das Oficinas de Expressão Dramática até 31 de Dezembro de 2016, no valor de € 2 660,00; o Dia Mundial da Dança na EB 1, € 800,00; dois espetáculos “Capuchinho Vermelho no auditório da Casa das Artes”, € 1 500,00

AMPLIAÇÃO DA REDE DE SANEAMENTO BÁSICO A TABAÇÔ – NÚCLEO CENTRAL: foi deliberado aprovar a execução da empreitada “AMPLIAÇÃO DA REDE DE SANEAMENTO BÁSICO A TABAÇÔ - (NÚCLEO CENTRAL)”, pelo valor base 146.200,00 Euros.

Com o projeto de execução em referência, pretende-se a ampliação da rede de saneamento no caminho municipal 1308 e transversais, numa extensão de cerca de 1.9 km, de coletores gravíticos e que drenam para câmaras de visita da rede existente. Prevê-se ainda a instalação de 65 ramais domiciliários.

AÇÃO SOCIAL: foi deliberado apoiar uma família carenciada do concelho no valor de 600€ (seiscentos euros), para pagar as rendas relativas aos meses de maio, junho e julho, de uma habitação arrendada, pelo menos, enquanto não se efetiva o realojamento numa casa de habitação social.

ATUALIZAÇÃO DAS RENDAS DE HABITAÇÃO SOCIAL: foi deliberado aprovar proposta de atualização das rendas de habitação social para o ano de 2016.

OBRAS MUNICIPAIS

PEDIDO DE ABERTURA DE PROCEDIMENTO - EMPREITADA: Alargamento e beneficiação do C.M. 1306 (Santo Amaro à E.M. 523-4) - Freguesia de Monte Redondo: foi deliberado aprovar a abertura de procedimento concursal para a execução da empreitada de obra «ALARGAMENTO E BENEFICIAÇÃO DO C.M. 1306 (SANTO AMARO À E.M. 523-4) - FREGUESIA DE MONTE REDONDO», pelo preço base de 240.000,00 Euros;

REABILITAÇÃO DE PAVIMENTOS EM CAMINHOS MUNICIPAIS (BLOCO 3): foi deliberado aprovar a abertura de procedimento para a execução da empreitada de obra «REABILITAÇÃO DE PAVIMENTOS EM CAMINHOS MUNICIPAIS (BLOCO 3)», pelo valor base de 374.000,00 Euros;

REABILITAÇÃO CONSTRUÇÃO E BENEFICIAÇÃO DE VIAS MUNICIPAIS – CONSTRUÇÃO DE MUROS DE SUPORTE – ARCOS SÃO PAIO, CABREIRO, GUILHADESES, JOLDA (MADALENA), SABADIM E SISTELO: foi deliberado aprovar o plano de trabalhos e plano de pagamentos relativo à obra em epígrafe.

CAMINHO DE LIGAÇÃO DO PARDEJO AO BACELO – UNIÃO DE FREGUESIAS DE GUILHADESES E SANTAR: foi deliberado autorizar a alteração das cotas previstas no projeto do caminho em execução, nomeadamente ao nível da concordância deste com caminho vicinal existente, criando uma nova plataforma no caminho vicinal e diminuindo assim a inclinação prevista no caminho do projeto de execução

CAMINHO DE ACESSO À BRANDA DE GORBELAS – TRABALHOS DE MANUTENÇÃO: foi deliberado aprovar o auto de receção provisória da obra em epígrafe, adjudicado à firma Habimonção Construções, Ldª.

CAMINHO DA VEIGA – LIGAÇÃO DE EIRÓS A COUCEIRO – PROZELO – PRORROGAÇÃO DE PRAZO: foi deliberado aprovar a prorrogação do prazo por mais 30 dias a título gracioso da obra em epígrafe, em virtude das condições meteorológicas que tem dificultado a conclusão da obra.

REPAVIMENTAÇÃO DO CAMINHO DE LIGAÇÃO ENTRE A AVENIDA DR. OSVALDO GOMES E O CAMINHO DA ROTA EM PAÇÔ – CAMINHO DA ARREMESSA: foi deliberado aprovar a conta final respeitante à empreitada em epígrafe, no valor de € 150 555,90, fazendo parte além dos elementos mencionados descontos de garantia no valor de € 7 225,00 retidos durante a execução da empreitada com dedução nos pagamentos a favor do município.

BLOCO XLVI – CAMINHO DA GUIA JOLDA (SÃO PAIO): - Idem, relativamente à obra em epígrafe, no valor de € 76 735,86, fazendo ainda parte descontos de garantia no valor de € 3 904,84 retidos durante a execução da empreitada com dedução nos pagamentos a favor do Município.

MEDIDAS DE SEGURANÇA RODOVIÁRIA – GUARDAS DE SEGURANÇA METÁLICAS: – Idem, relativamente à obra em epígrafe, no valor de € 57 749,24, para além dos elementos mencionados, fazem ainda parte descontos de garantia no valor de € 5 774,92 retidos durante a execução com dedução nos pagamentos a favor do município.

REPARAÇÃO E BENEFICIAÇÃO DE ESPAÇOS DESPORTIVOS E DE LAZER – COMPLEXO DESPORTIVO DE GUILHADESES: foi deliberado aprovar a conta final da empreitada no valor de € 536515,87, fazendo ainda parte as garantias bancárias € 27 197,07 e € 25 421,83 e descontos de garantia no valor de € 14 395,43 retidos durante a execução da empreitada com dedução nos pagamentos a favor do município.

REQUALIFICAÇÃO DO CAMPO DE RUGBY – CONSTRUÇÃO DE BALNEÁRIOS:- Idem, relativamente à obra em epígrafe, no valor de € 328 047,53, fazendo ainda parte garantias bancárias no valor de € 16 474,96 e de € 16 474,96.

REQUALIFICAÇÃO URBANA E REORGANIZAÇÃO FUNCIONAL DO MIOLO DO QUARTEIRÃO JUNTO À IGREJA DA MISERICÓRDIA – REPARAÇÃO DE ANOMALIAS: foi deliberado aprovar auto de receção provisória respeitante à empreitada em epígrafe, adjudicada à firma Granitoamares, Ldª.

BLOCO XXXVI – LIGAÇÃO ENTRE A PRACETA DE VIRAGEM E A E.M. 505 – CIMO DE VILA – PORTELA: foi deliberado aprovar auto de receção provisória da obra em epígrafe, adjudicada à firma JRVEZ – Unipessoal, Ldª.

REABILITAÇÃO DE PAVIMENTOS EXTERIORES DO PAVILHÃO DESPORTIVO DA E.B. DE TÁVORA: foi deliberado aprovar auto de receção provisória provisório da obra em epígrafe, adjudicado à firma Carlos Florêncio – Estuques Projeto Unipessoal, Ldª.

BENEFICIAÇÃO DAS ETARS DO CENTRO ESCOLAR DR. MANUEL BRANDÃO (SABADIM) E DA ESCOLA BÁSICA DE TÁVORA (MONTE AVAL) – CONTA FINAL: foi deliberado aprovar a conta final respeitante à obra em epígrafe, no valor de € 38 265,00, e para além dos elementos mencionados fazem ainda parte integrante desta conta descontos de garantia no valor de € 3 826,50 retido durante a execução da empreitada com dedução em cada auto, a favor do município.

REABILITAÇÃO E PAVIMENTOS EM VIAS MUNICIPAIS – BLOCO 2 – LISTAS DE ERROS E OMISSÕES: foi deliberado aprovar o acolhimento da lista de erros e omissões admitidos pelo autor do projeto, nos termos do artº 61º do Código dos Contratos Públicos.

A aprovação do mapa de quantidades retificado e dos pormenores construtivos para inclusão das peças do procedimento e divulgação aos concorrentes, assim como dos esclarecimentos adicionais prestados pelo autor do projeto.

DESENVOLVIMENTO ECONOMICO

RELATORIO FINAL PARQUE EMPRESARIAL DE PAÇÔ – REABILITAÇÃO DE INFRAESTRUTURAS BÁSICAS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA E SANEAMENTO ELETRICAS E TELEFONICAS – ARRUAMENTO A: foi deliberado adjudicar a empreitada ao concorrente Gabinov – Contabilidade e Engenharia, Ldª, pelo valor de € 8 400,00.

LICENCIAMENTO DE POSTO DE ABASTECIMENTO: foi deliberado aprovar o projeto de arquitetura da instalação do posto de abastecimento de combustíveis no lote n.º 1, a que respeita a alteração ao alvará de loteamento n.º 7/2008, emitido em 19 de janeiro de 2016.

LICENCIAMENTOS

4.ª ALTERAÇÃO AO 3.º LOTEAMENTO DO PARQUE EMPRESARIAL DAS MOGUEIRAS: foi deliberado aprovar o projeto relativo à operação urbanística relativo à 4.ª alteração ao 3.º loteamento do Parque Empresarial das Mogueiras

LIMPEZA E DESINFEÇÃO DE EDIFICIOS MUNICIPAIS – CADUCIDADE DE ADJUDICAÇÃO: Foi deliberado aprovar a caducidade da adjudicação efetuada em 24 de Março de 2016 ao concorrente Cond-Alert, Unipessoal, Lda da “aquisição de serviços de - Limpeza e desinfeção de vários edifícios municipais”, pelo valor de € 1.125,72/lote 1 e € 5.084,94/lote 2, acrescido de I.V.A. e ao abrigo do disposto no n.º 4 do art.º 86.º do já citado Código dos Contratos Públicos a adjudicação à proposta ordenada em lugar subsequente B.B. Facility Serviçes, Unipessoal, Lda pelo valor de € 1.252,16/lote 1 e € 5.366,40/lote 2, acrescido de I.V.A.

Desta adjudicação resulta um acréscimo à despesa de lote 1/€ 126,44 e lote 2/€ 281,46 cuja soma é de € 407,90/mês

COMPARTICIPAÇÃO DO MUNICIPIOS NOS EMPRESTIMOS PARA REMODELAÇÃO DO EDIFICIO E AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTO DE COZINHA: a Câmara aprovou o compromisso relativo à comparticipação do Município nos encargos dos meses de Abril, Maio e Junho de 2016, com os empréstimos contraídos pela EPRALIMA para remodelação do seu edifício sede e para aquisição do equipamento de cozinha, no montante de, respetivamente,€ 10 000,00, € 1650,00 , mensais.

AMARES EMBELEZA ESCOLAS

Município de Amares embeleza centros escolares do concelho com trabalhos dos utentes do CAO – Ser Igual

Os centros escolares de Amares começaram a receber a visita especial dos utentes do CAO – Centro de Atividades Ocupacionais – Ser Igual que se deslocaram aos equipamentos educativos, juntamente com o presidente da Câmara Municipal de Amares, Manuel Moreira e a vereadora da Educação Social e Educação, Cidália Abreu, para oferecer umas gaiolas para pássaros, encomendadas pelo Município, feitas pelas mãos dos próprios utentes desta importante resposta social existente no concelho.

DSC01366

Amares e Bouro Santa Maria foram as primeiras freguesias a acolher esta iniciativa que vai abranger todos os centros escolares do concelho e que, de acordo com o executivo municipal, tem como objetivo “valorizar as competências dos utentes do CAO, contribuindo para uma vida o mais integrada quanto possível dos mesmos”.

DSC01342

“A Câmara Municipal de Amares numa visita ao CAO teve oportunidade de apreciar o trabalho excelente que os seus utentes estavam a realizar, nomeadamente umas gaiolas para pássaros que eram lindíssimas, e lançou este desafio de construírem 100 casinhas para podermos distribuir pelos centros escolares de Amares”, explicou a vereadora, Cidália Abreu, sublinhando “a motivação e o empenho” com que estes jovens se dedicaram a este projeto.

DSC01325

O presidente da Câmara Municipal de Amares, Manuel Moreira, destacou a importância deste intercâmbio entre os alunos dos centros escolares e os utentes o CAO. “Entendemos que esta é uma forma de criar alguma atividade no CAO e de fazer com que estas pessoas percebam que ao construírem estes objetos eles podem ser úteis nos centros educativos e, paralelamente, consideramos importante que os alunos tomem contacto com estes jovens e percebam que eles são capazes de fazer coisas muito boas”.

DSC01314

“Todos fazemos parte da mesma sociedade e é fundamental aprender desde tenra idade a respeitar e valorizar as diferenças”, frisou o autarca, após a entrega dos primeiros exemplares, que contou também com a presença da coordenadora do CAO, Elisabete Teixeira, e dos professores que se dedicam a trabalhar com estes utentes.

Nos próximos dias, será a vez de Lago, Caldelas, Rendufe e Ferreiros receberem as gaiolas de pássaros que passarão a ornamentar as árvores do recreio dos respetivos equipamentos escolares.

BARQUENSES DEBATEM "APARIÇÕES DO BARRAL"

05 de maio | 21h30 | Casa da Cultura

Última sessão das “Quintas na Barca” debaterá '99 anos das aparições do Barral'

As aparições de Nossa Senhora a 10 e 11 de maio de 1917 em análise pelo professor Luís Arezes e presença do Bispo de Viana do castelo, D. Anacleto Oliveira

'99 anos das aparições do Barral' é a temática que vai dar por encerrada já na próxima quinta-feira, 05 de maio, a VII edição das “Quintas na Barca”, sessão que contará com a presença do Bispo de Viana do castelo, D. Anacleto Oliveira, e terá como orador convidado o professor Luís Arezes, que vai debater esta manifestação religiosa que refere que Nossa Senhora aqui terá feito duas aparições a um pastorinho, a 10 e 11 de maio de 1917.

No mesmo local, anos mais tarde, no cinquentenário das aparições, em 1967, a Confraria de Santa Ana decidiu construir uma capela a Nossa Senhora da Paz. O templo foi inaugurado, a 15 de setembro de 1969. Seguiu-se a construção de uma cripta, cujo altar é formado por um grande bloco de quartzo cristalizado, o maior existente em Portugal, com cerca de três toneladas. São também erigidos monumentos ao Sagrado Coração de Jesus, ao Anjo da Guarda de Portugal e à Paz, todos constituídos por um pedestal de quartzo cristalizado.

O Cónego Professor Doutor Avelino de Jesus da Costa, também nascido no Barral e contemporâneo do pastorinho, foi o grande mentor de todo este projeto que integra ainda o Santuário de Nossa Senhora da Paz, edifício mais recente. Em 1982, foram inaugurados a Biblioteca e o Museu do Quartzo que apresenta uma rica coleção de belos cristais de quartzo, quase todos extraídos na própria freguesia. Hoje, este é um centro religioso e turístico com algum movimento, tal a beleza do cenário que se pode contemplar.

'Preservar a nossa história foi, essencialmente, o que nos levou a trazer à discussão este importante tema, numa altura em que estamos quase a comemorar o seu centenário', salienta a Vereadora da Cultura, Sílvia Torres. 'Estou em crer também que este será apenas o princípio, o levantar do véu sobre este assunto que queremos, obviamente, levar mais além de Ponte da Barca e até de Portugal', concluiu.

Recorde-se que, com três sessões distribuídas pelos meses de março, abril e maio, a iniciativa visa promover ciclos de debate informais, este ano com a particularidade de versar sobre temas como Cultura, Religião e Sociedade mas numa ótica de património material e imaterial local, contando com a participação de conceituados especialistas em vários domínios.

MUNICÍPIO DE PÓVOA DE LANHOSO ESCLARECE SITUAÇÃO SOBRE CONTAMINAÇÃO DE ÁGUAS PRIVADAS

COMUNICADO

Na sequência de notícias divulgadas na imprensa de hoje, dia 3 de maio de 2016, a respeito da contaminação de águas privadas na freguesia de Covelas e reiterando o que já transmitiu anteriormente, a Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso informa o seguinte:

- A Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso foi informada pelo Sr. Presidente da Junta de Freguesia de Covelas, Manuel Fernandes, sobre a existência de anomalias respeitantes à contaminação de captações privadas de água (poços).

De imediato, o Sr. Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, Manuel Baptista, deslocou-se ao local com o Sr. Presidente da Junta, tendo verificado pessoalmente no terreno as queixas que a população lhe transmitiu.

- Neste seguimento, indagou a Braval, no sentido de lhe serem prestados esclarecimentos, tendo sido informado de que o sucedido resultou de um problema no sistema de aviso de ocorrências, que não terá dado sinal devido a um problema informático, nos tanques de reserva e armazenamento de lixiviados.

Prontamente, o Sr. Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso fez sentir junto do Diretor Executivo da Braval um total descontentamento e preocupação pelo sucedido, exigindo que a Braval assegurasse uma solução de recurso em caso de nova avaria.

- De modo a assegurar que a solução entretanto comunicada pela Braval é eficaz e que não existem perigos para a saúde da população, a Câmara Municipal e a Junta de Freguesia encontram-se a realizar semanalmente análises à água para atestar a qualidade da mesma.

De referir que se trata aqui de uma contaminação de captações privadas de água, as quais nada têm que ver com a rede pública de abastecimento.

Câmara Municipal de Póvoa de Lanhoso

GALIZA: IRMANDADES DA FALA COMEMORAM 100 ANOS DE EXISTÊNCIA

Passam no próximo dia 18 de Maio precisamente 100 anos desde a constituição na Galiza da Irmandade dos Amigos da Fala. A decisão teve lugar numa reunião realizada na Real Academia Galega, na Corunha, e foi nomeado o jornalista António Vilar Ponte como seu Primeiro Conselheiro. Seguiu-se a formação de Irmandades da Fala noutras regiões da Galiza como Ourense, Pontevedra e Santiago de Compostela. Ainda nesse ano, começou a ser editado o jornal “A Nosa Terra”, órgão oficial das Irmandades da Fala e inteiramente redigido em galego.

O surgimento das Irmandades da Fala foi antecedido de uma campanha levada a cabo por este jornalista galego, nas páginas do jornal “La Voz de Galiza”, com vista à criação de uma Liga de Amigos do Idioma Galego com vista à defesa, dignificação e cultivo do idioma galego.

Passando por diversas vicissitudes ideológicas, as Irmandades da Fala vieram a extinguir-se por altura do começo da guerra civil espanhola em 1936. Porém, os seus ideais prosseguem através do Reintegracionismo, movimento linguístico que preconiza a reintegração do galego no contexto da Língua portuguesa, incluindo a adaptação da ortografia galega.

FESTIVAL INTERNACIONAL DA MÁSCARA IBÉRICA ARRANCA EM LISBOA NA PRÓXIMA QUINTA-FEIRA

XI Festival Internacional da Máscara Ibérica (FIMI) realiza-se de 5 a 8 de Maio | Lisboa, 2016

Começa já no próximo dia 5 de Maio o Festival Internacional da Máscara Ibérica. O BLOGUE DO MINHO entrevistou o Dr. Hélder Ferreira, Presidente da Progestur, entidade organizadora do evento.

A Progestur é uma associação cultural sem fins lucrativos, cujo lema se baseia na “afirmação da identidade cultural Portuguesa”. Fundada em 2003, tem desde então dedicado o trabalho ao que de mais genuíno e autêntico existe na cultura portuguesa, operando no seu registo, promoção e divulgação. Esta entidade tem como objetivos Preservar o património cultural português, promover a cultura, artes e tradições nacionais e dinamizar o turismo cultural no país e no estrangeiro, nomeadamente através do desenvolvimento de projetos de turismo cultural, consultoria e estruturação da oferta turística e cultural, preservação e promoção do património imaterial e turismo cultural, organização de eventos, atividades lúdicas, científicas e pedagógicas como workshops, exposições, debates e congressos, produção de conteúdos e edição de livros.

Considerado um dos maiores eventos de cultura ibérica em Portugal e com forte contribuição para a promoção turística, o FIMI é reconhecido como um evento de interesse turístico internacional.

Nos quatro dias do festival mais de 500.000 visitantes de várias nacionalidades visitam o recinto, num evento que desperta forte cobertura mediática, onde se destacam transmissões ao vivo de televisões portuguesas e espanholas.

Este ano o Desfile da Máscara Ibérica está marcado para o dia 7 de Maio às 16h30 e vai contar com 27 grupos e 500 participantes.

O FIMI tem muitas mais atrações e atividades que convidam o público a visitar a Praça do Rossio, podendo ainda assistir a concertos de bandas vindas de Portugal e Espanha, que vão atuar no Palco Ibérico.

BLOGUE DO MINHO – Como surgiu a ideia do FIMI e quais os principais objectivos a que então se propuseram?

Hélder Ferreira (Progestur) – O Festival Internacional da Máscara Ibérica, FIMI, acontece pela primeira vez em Lisboa a convite da CML após o lançamento do I volume de “Máscara Ibérica”, no Teatro D. Maria II. Hoje, podemos dizer, que foi após esse dia que se estabeleceu uma parceria entre a CM de Lisboa e a Progestur, que levou a que viéssemos a preparar no ano seguinte, o primeiro desfile e uma grande exposição, sobre o tema da Máscara, que decorreu na estação do Rossio, quando esta se encontrava em obras, e assim disponibilizou o piso térreo para várias exposições, entre elas, a da "Máscara Ibérica" que teve mais de 250.000 visitantes. Depois foi crescendo ano após ano, até atingirmos a dimensão que o FIMI alcançou nos dias de hoje.  

BM – Apesar de se tratar de um Festival da Máscara Ibérica o que pressupõe uma abrangência limitada aos países que fazem parte da Península Ibérica, têm participado nas várias edições representações de outros países europeus. Pretendem com isso alargar a área de representação a tradições semelhantes em toda a Europa?

Hélder Ferreira (Progestur) – Temos convidados em algumas edições alguns (poucos) grupos de fora da Península Ibérica, porque pensamos que veem acrescentar mais valor ao desfile e na maior parte das vezes tratam-se de grupos com quem estamos a desenvolver projetos internacionais. E possível que no futuro o festival, e o desfile em particular, possa vir a apresentar mais grupos de outras proveniências que não só a Península Ibérica, mas para já pensamos em manter este figurino, sendo que estamos nesta altura a debater com a EGEAC o futuro do FIMI. Queremos continuar a crescer, continuar a surpreender mas também cada vez mais a ser uma referência internacional na divulgação do tema "rituais com máscara" e das regiões envolvidas.

 

BM – Existe um claro predomínio da região de Trás-os-Montes no que à divulgação destas tradições diz respeito no nosso país. Não existirão vestígios de costumes semelhantes noutras regiões do país, mormente no Minho?

Hélder Ferreira (Progestur) – Vestígios sim, mesmo noutras zonas do País, contudo atualmente no Minho não temos conhecimento de rituais que ainda hoje aconteçam, com exceção do "Pai Velho" no Lindoso, que tem características distintas dos rituais presentes no nosso projeto, mas não deixa de ser uma encenação baseada numa máscara. Claro que num enquadramento mais antropológico, podíamos ir bastante mais longe quanto as festividades que nas suas encenações fazem uso da máscara, e nesse caso iriamos falar por exemplo dos farricocos da semana santa de Braga, mas são contextos muito diferentes daqueles que estão na origem dos rituais que trabalhamos que estão mais ligados a cultos agrários, de fertilidade, etc.

   

BM – Tem vindo a ser realizados estudos ou pesquisas etnográficas a este respeito?

Hélder Ferreira (Progestur) – A Progestur está mais centrada nesta altura nos estudos e pesquisa que dizem respeito aos rituais que referi anteriormente. É natural que após a conclusão e apresentação dos próximos dois livros sobre a Máscara Ibérica, em parceria com entidades académicas, possamos começar a desenvolver projetos que alarguem todo este campo dos rituais com máscara que há mais de 12 anos temos vindo a trabalhar.

BM – Como encaram as tradições dos cabeçudos e gigantones comparativamente à máscara ibérica?

Hélder Ferreira (Progestur) – Antes de convidarmos os "cabeçudos e gigantones" para participarem no FIMI, tivemos o cuidado de fazer uma análise sobre a origem destas personagens e tive ainda a oportunidade de falar com alguns investigadores, pedindo-lhes mesmo a opinião sobre como viam a participação dos "cabeçudos e gigantones" no desfile da máscara ibérica. De uma forma quase unanime todos estamos de acordo, que apesar de origens distintas, ambas as tradições tem muito em comum, sendo representações que partilham no seu mundo simbólico muitos dos objetivos a que se propõem alcançar.

E um tema que certamente a Progestur irá brevemente debater, se possível inserindo na programação do novo Centro Interpretativo da Máscara Ibérica, recentemente inaugurado em Lazarim, Lamego.

BM – Quais as principais novidades que esperam apresentar este ano?

Hélder Ferreira (Progestur) – Tentamos sempre surpreender na programação, tanto no desfile como no palco ibérico e nas atividades que acontecem ao longo dos quatro dias na Praça do Rossio. O FIMI este ano alargou a sua presença ao Teatro da Garagem, onde poderemos ver duas exposições, uma com 30 imagens selecionadas do concurso de fotografia do FIMI16 e outra sobre máscaras originais de artesãos portugueses e que pertencem ao Carlos J. Pessoa. Também no Museu da Marioneta teremos atividades ligadas a máscara. Claro que a força do FIMI continua concentrada na Praça do Rossio, e aqui como disse anteriormente, temos uma forte e variada programação que estou certo vai fazer com que quem venha disfrutar do evento, dê o tempo por bem empregue.

Hélder Ferreira

Progestur

BRAGA REALIZA JORNADAS SOBRE PROTEÇÃO À INFÂNCIA E JUVENTUDE

Apresentação II Jornadas sobre Protecção à Infância e Juventude tem lugar amanhã, Quarta-feira, 4 de Maio, às 15h00, Museu D. Diogo de Sousa, Braga

O Município de Braga apresenta as II Jornadas sobre Protecção à Infância e Juventude, amanhã, Quarta-feira, 4 de Maio, às 15h00, no Museu D. Diogo de Sousa, em Braga.

A iniciativa contará com a presença do vice-presidente da Câmara Municipal de Braga, Firmino Marques, e do presidente da CPCJ de Braga, Paulo Ferreirinha.

As jornadas, que se realizam nos dias 6 e 7 de Maio no âmbito das comemorações do 15.º aniversário da CPCJ de Braga, terão por tema ‘Conhecer, Sinalizar e Intervir’.

Através da abordagem de problemáticas que quotidianamente afectam crianças e jovens e suas famílias, as jornadas pretendem habilitar educadores, professores e técnicos, encarregados de os acompanhar, a prestar-lhes um cada vez mais qualificado serviço, que vá ao encontro das suas necessidades e anseios.