Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

MUNICÍPIO DE GUIMARÃES REABILITA ENTRADA NASCENTE DA CIDADE

ACESSO AO CASTELO, POR AZURÉM

Câmara Municipal inaugurou obra que reabilitou entrada nascente de Guimarães

Descerramento de placa alusiva assinalou a resolução de uma importante acessibilidade à cidade, mais concretamente na Rua São Torcato e Rua Nossa Senhora Madre Deus.

Guimaraes_Entrada_Nascente_Inauguracao_

O Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, inaugurou este sábado, 16 de abril, a obra de reabilitação da entrada nascente na cidade, em Azurém, que permite um acesso mais rápido e fluído ao Castelo de Guimarães, Campo de São Mamede e Universidade do Minho, através do PIEP – Polo de Inovação em Engenharia de Polímeros. A intervenção, orçada em 1 milhão e 300 mil euros, valor já com a taxa de IVA incluída, decorreu ao longo de cinco meses e permitiu o reperfilamento e beneficiação do acesso junto às residências universitárias do Campus de Azurém da UMinho.

O Município de Guimarães procedeu a uma profunda intervenção, que incluiu uma alteração da rede viária, através do reperfilamento da Rua São Torcato, entre o Campo São Mamede e a Circular Urbana, a travessa da Rua S. Torcato e a ligação viária existente entre elas, na continuação da Rua de Francos, que brevemente será igualmente reabilitada, perto da antiga Escola Secundária da Veiga, terminando com a construção de uma rotunda na popularmente denominada “Volta do Pedroso”.

«Esta obra tem em conta a segurança dos cidadãos e dos automobilistas, tem qualidade estrutural, mas também tem estética e reforça o sentido de pertença dos habitantes de Azurém, bem como aumenta a qualidade de vida das pessoas e do território construído», afirmou Domingos Bragança, que anunciou a realização de um projeto para requalificar a Rua de Francos, que liga a zona do “Cano” à Rua 24 de Junho. «Queremos uma obra desta qualidade e não apenas algo para retocar», fez questão de ressalvar o responsável da autarquia.

Nos dois discursos da sessão protocolar, o nome de José Carneiro, antigo Presidente de Junta de Freguesia de Azurém, presente na cerimónia de inauguração, foi evocado pela sua importância no processo inicial desta intervenção. «O sonho tornou-se realidade!», sintetizou Domingos Bragança, cuja opinião foi partilhada por José Castro Antunes, atual edil da freguesia. «O povo de Azurém é persistente, ambicioso e nunca desiste de lutar por aquilo que julga merecer por direito próprio. Esta magnífica obra agora inaugurada tem tanto de útil como de necessária», acrescentou.

Os trabalhos contemplaram uma intervenção num troço viário existente na continuação da EN 207-4, estrangulado por construções antigas implantadas à face da Rua São Torcato. A empreitada teve por objetivo eliminar o problema viário existente, dotando a Rua São Torcato com apenas um sentido de trânsito, encontrando um percurso alternativo para o sentido oposto. O reordenamento urbano, com a beneficiação de acessos já existentes, valorizou todo o espaço público, requalificando-se percursos pedestres, além de terem sido criadas novas baías de estacionamento, bem como zonas de lazer.

DESCENTRALIZAÇÃO DA EDUCAÇÃO NÃO ACONTECE POR DECRETO

- Afirmou o Presidente da edilidade bracarense, Dr. Ricardo Rio, no II Fórum da Educação que se realizou em Braga

O presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, defende que a descentralização da educação tem de ser feita em ligação com toda a comunidade educativa, não devendo ser uma imposição ou uma resposta a alguma reivindicação. Durante a sua intervenção no II Fórum da Educação, que decorreu este Sábado, 16 de Abril, no Museu D. Diogo de Sousa, o Autarca destacou o papel dos Municípios em todo o processo educativo.

4

“A descentralização da educação não pode ser efectuada por decreto. É preciso trabalhar em articulação com todos os agentes que compõem a comunidade educativa”, referiu Ricardo Rio, salientando a importância de se “definir um modelo para que seja testado e ajustado ao longo da sua implementação.

Este II Fórum da Educação teve como objectivo debater a educação, nomeadamente as vantagens e desvantagens da descentralização da educação e da sua municipalização, bem como a importância da autonomia das escolas.

1

Segundo o Edil, “não é com uma educação absolutamente centralizada que conseguimos servir melhor as nossas comunidades e formar melhor os nossos alunos”. Nesse sentido, “é importante definir um modelo que seja diferente do actual, mas que seja construído com a participação de todos”, sublinhou Ricardo Rio.

Nesse sentido, o Autarca destacou “a capacidade de inovação do Município de Braga em assumir cada vez mais responsabilidades na área da educação”. As actividades de enriquecimento curricular, assim como todo o projecto educativo municipal que está em prática tem sido efectuado através de uma vasta “rede de parceiros educativos que resultam em diferentes projectos que valorizam a escola e as suas práticas pedagógicas, numa perspectiva de educação formal e não formal, em diversos domínios e que vão ao encontro dos desafios da educação do futuro”, sustentou Ricardo Rio.

Por seu turno, Lídia Dias, vereadora da Educação do Município de Braga, referiu que este Fórum revelou-se “esclarecedor em relação aos temas que foram abordados e, certamente, vai ajudar a nortear a actuação de toda a comunidade escolar em prol dos alunos”.

5

7

CARDEAL SARAIVA: UM LIMIANO NA TOPONÍMIA DE LISBOA

798_2

Rua Cardeal Saraiva

Patriarca de Lisboa e Regente do Reino 1766 - 1845

Freguesia(s): Campolide

Início do Arruamento: Avenida Calouste Gulbenkian

Fim do Arruamento: Avenida José Malhoa

Data de Deliberação Camarária: 29/12/1993

Data do Edital: 29/12/1993

Data do Edital do Governo Civil:

Data do Edital do Governo Civil:

Designação(ões) Anterior(es): Rua A, à Avenida José Malhoa ou Rua I à Avenida Calouste Gulbenkian.

Historial: A partir de uma sugestão do Professor Catedrático da Universidade do Porto, Luís A. Oliveira Ramos atribuiu a CML, por Edital de 29/12/1993, o nome do Cardeal Saraiva à Rua A à Avenida José Malhoa ou Rua I à Avenida Calouste Gulbenkian.

Frei Francisco de São Luís Saraiva (Ponte de Lima/26.01.1766 – 07.05.1845/Lisboa), o mais famoso benedito português onde professou aos 14 anos em Tibães, tendo-se também doutorado em Teologia na Universidade de Coimbra, foi Patriarca de Lisboa, Regente e Par do Reino e um

dos fundadores do regime liberal já que a partir da invasão francesa de 1808 começou a participar na vida política e foi um dos pais da Constituição liberal de 1820. Após o triunfo do liberalismo foi guarda-mor da Torre do Tombo, conselheiro de Estado, presidente das Cortes, ministro e secretário de estado. Também como escritor e investigador foi um autor de referência durante mais de um século, sobretudo no sector da Filologia e da História deixando-nos 10 volumes das suas «Obras Completas» (1856-1878).

[PM] 

Fonte: http://www.cm-lisboa.pt/

SECRETÁRIO DE ESTADO DAS AUTARQUIAS LOCAIS INAUGURA VARIANTE À EN205 EM CABECEIRAS DE BASTO

Estrada entre a rotunda de Lameiros e a rotunda de Barbeito permite ligação rápida à autoestrada

O Secretário de Estado das Autarquias Locais, Dr. Carlos Miguel, presidiu hoje, dia 16 de abril, à cerimónia de inauguração da Variante à EN 205, entre a rotunda de Lameiros e a rotunda de Barbeito, em Cabeceiras de Basto. Nesta cerimónia marcaram presença o presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Francisco Alves, todos os vereadores, o representante do presidente da Assembleia Municipal, Dr. Mário Machado, bem como os presidentes das Juntas de Freguesia, entre outros autarcas. Marcaram também presença neste evento o secretário executivo da CIM do Ave, Eng. Gabriel Pontes, bem como o representante do Comandante do Destacamento Territorial de Braga da GNR, Capitão Rui Cardona, entre outros convidados.

Dezenas de cabeceirenses concentraram-se na rotunda de Barbeito onde foi descerrada a placa alusiva à inauguração da estrada e rotunda, momento abrilhantado pela atuação do Jogo do Pau de Abadim. Já no edifício dos Paços do Concelho, a comitiva foi recebida pelos Zés Pereiras de Basto.

De salientar que devido às más condições climatéricas que impossibilitaram os discursos ao ar livre, as alocuções do presidente da Câmara e do Secretário de Estado ocorreram no Salão Nobre da Câmara Municipal.

Na oportunidade, o presidente da Câmara Municipal destacou a importância do troço agora inaugurado que “atravessa o eixo mais populoso do nosso território, permitindo assim encurtar distâncias, aumentar a segurança rodoviária e o conforto dos seus utilizadores”.

Referindo-se ao importante trabalho dos seus antecessores, o qual enalteceu e agradeceu, o presidente da Câmara disse: “a mim coube-me, quase e apenas, concluí-la e pô-la ao serviço das pessoas”. Francisco Alves realçou ainda a postura de todo o executivo camarário que permitiu resolver alguns problemas que surgiram no decurso da obra.

“Investimos nesta estrada 2,4 milhões de euros, tendo beneficiado de um apoio comunitário no montante aproximado de 850 mil euros. Portanto, um esforço do orçamento municipal muito significativo de mais de um milhão e meio de euros”, sublinhou o edil.

Francisco Alves disse que “ser autarca e estar ao serviço das pessoas é um privilégio, que exige muito trabalho e dedicação e que por mais preocupações e problemas que surjam, o momento em que vemos a obra concluída e a inauguramos é um momento de enorme satisfação que nos faz esquecer as adversidades”.

A propósito da rotunda, cujo elemento decorativo alude ao Mosteiro de S. Miguel de Refojos, o presidente da Câmara evidenciou a importância da Candidatura do Nosso Mosteiro à Lista Indicativa a Património da UNESCO - uma candidatura dos 16.700 Cabeceirenses que foi abraçada por todos.

Na sua intervenção, o Secretário de Estado das Autarquias Locais, Dr. Carlos Miguel, elogiou a obra levada a efeito pela Câmara Municipal, destacando este investimento como um sinal de “ousadia” por parte dos autarcas de um Município que apresenta “uma boa saúde financeira”.

Sublinhou, também, o relevante papel das autarquias e dos seus autarcas, desde há muitos anos, no apoio às empresas e aos empresários, seja na concretização de feiras de promoção dos produtos e dos territórios, seja na melhoria das acessibilidades e outras infraestruturas, trabalho que não tem sido valorizado como tal.

Referindo-se à Candidatura do Mosteiro a Património Cultural da Humanidade, o governante desejou “uma boa caminhada” para este projeto que assenta num princípio de que “os territórios se constroem e se afirmam pela diferenciação”.

A variante à EN 205, entre a rotunda de Lameiros e a rotunda de Barbeito, na União de Freguesias de Refojos de Basto, Outeiro e Painzela, investimento hoje inaugurado, beneficiou de apoio comunitário através do Programa ON.2 – O Novo Norte.

Trata-se de uma estrada que se encontra já ao serviço das populações, com 1,450 Km, que completa a ligação rápida entre o Nó da Autoestrada (A7), localizado no Arco de Baúlhe e a vila de Cabeceiras de Basto, atravessando o eixo mais populoso e desenvolvido do concelho e fazendo também a ligação das duas maiores zonas industriais à autoestrada e aos aglomerados populacionais mais importantes.

No final da cerimónia, o Secretário de Estado das Autarquias Locais visitou o Mosteiro de S. Miguel de Refojos.

CONCURSO DE FOTOGRAFIA DA SEMANA SANTA DE BRAGA JÁ TEM VENCEDORES

Ocorreu ontem, dia 15 de abril, pelas 21:30h, na loja FNAC do shopping Braga Parque, de Braga, o anúncio dos premiados e entrega de prémios nesta que foi a 8ª edição do Concurso de Fotografia subordinado ao tema “A Semana Santa de Braga”, iniciativa da Comissão da Semana Santa de Braga, com o apoio à divulgação da entidade regional de turismo do Porto e Norte de Portugal e da loja FNAC de Braga, como media partner o jornal “Diário do Minho”, e com o patrocínio da prestigiada marca Canon.

1premio_BrunoMartins_01

O júri atribuiu os principais prémios aos seguintes concorrentes:

1º prémio: Bruno Martins, 34 anos, de Braga

2º prémio: João Miguel Gomes Silva, 24 anos, de Braga

3º prémio: Luis Filipe Gomes Silva, 25 anos, de Braga

Também todas as 10 Menções Honrosas previstas no Regulamento foram atribuídas a:

Alexandre Ribeiro, 22 anos, de Braga

Bruno Gabriel Ferreira Silva, 28 anos, de Braga

Carlos Manuel Cunha Ferreira, 43 anos, de Braga

João Paulo Morais Caldas Moreira da Costa, 49 anos, de Braga

Jorge Manuel Rocha Pimenta, 47 anos, de Braga

José Carvalho, 24 anos, de Braga

José Rodrigo de Carvalho Faria Lima, 42 anos, de Braga

Luís Filipe Gomes Vilaça, 25 anos, de Braga

Silvino Jorge Rodrigues, 47 anos, de Braga

Tiago Araújo, 26 anos, de Braga

Recordamos os prémios que estavam a concurso:

1º Prémio:

Canon EOS 70D C/ 18-135 IS Pack (no valor de 1.299 €) + assinatura digital anual do Diário do Minho

2º Prémio:

Canon EOS M3 + 18-55 STM Accessory kit (no valor de 699 €) + assinatura digital anual do Diário do Minho

3º Prémio:

Canon PowerShot S120 Pack (no valor de 299 €) + assinatura digital anual do Diário do Minho

Para todas as Menções HonrosasAssinatura digital anual do Diário do Minho + impressão gratuita de 50 fotos na FNAC *

* Exclusivamente para impressões em papel fotográfico até ao formato 20x30

Todos os concorrentes têm direito ainda a um vale de 10% de desconto em equipamentos Canon e recebem um Diploma de Participação.

1premio_BrunoMartins_02

Para quem não esteve presente na cerimonia de ontem, os vales de impressão de fotos FNAC, o vale de 10% de desconto Canon e os Certificados de Participação podem ser levantados na secção de fotografia da loja FNAC de Braga, mediante apresentação do BI ou Cartão de Cidadão.

Esta edição foi, sem dúvida, a maior e mais participada de sempre: 231 das 250 pré-inscrições foram preenchidas (um aumento de 14% relativamente à edição anterior) tendo submetido trabalhos a concurso 133 concorrentes, um aumento de 32% relativamente ao ano anterior.

Alguns dados estatísticos:

um total de 757 fotos a concurso

um total de 21 fotos premiadas

média de idades: 38 anos

mais novo: 18 anos

mais velho: 70 anos

participantes masculinos: 96 = 72% dos concorrentes

participantes femininos: 37 = 28% dos concorrentes

O júri foi composto pelas seguintes personalidades:

Presidente: Hugo Delgado

Representante da Comissão: José Alberto de Sousa Ribeiro

Representante da Canon: Domingos Araújo

Representante do Diário do Minho: Luis Carlos Fonseca

Sérgio Freitas, convidado

Todos os trabalhos serão alvo de exposição, esta no âmbito do programa cultural da Semana Santa de Braga de 2017.

2premio_JoaoMiguelGomesSilva_01

2premio_JoaoMiguelGomesSilva_02

3premio_LuisVilaca

MUNICÍPIO DE BRAGA TRANSFERE VERBAS PARA AS FREGUESIAS

Câmara de Braga transfere cerca de 300 mil euros para as Freguesias do Concelho. Proposta será analisada na próxima Reunião do Executivo

O Município de Braga volta a transferir cerca de 300 mil euros para diversas Freguesias do Concelho para financiar a execução de várias obras. As propostas, em forma de contratos Interadministrativos de Delegação de Competências e de Apoios Financeiros, atingem os 281.584,09 euros, e serão apreciadas na próxima reunião de Executivo Municipal, a realizar Segunda-feira, dia 18 de Abril.

Cidade de Braga0746

A maior fatia vai para a Freguesia de Adaúfe, cujo valor cifra-se em 110.542,74 euros para a execução da segunda fase da Rua dos Emigrantes. Para a União de Freguesias de Real, Dume e Semelhe será votada a transferência de 84.088,30 euros destinados à construção de uma cobertura no Campo de Jogos de Real.

Já a União de Freguesias de Celeirós, Aveleda e Vimieiro irá receber 25.941,81 euros para a requalificação do ‘Beco da Garapôa’, em Celeirós, e 13.108,00 euros para a construção de um muro de suporte na Rua Professor António Ferreira Gomes, em Aveleda.

Para a Freguesia de Lamas está previsto a transferência de 16.781,92 euros com vista à requalificação do Polidesportivo de Lamas. Também a Freguesia de Tadim irá receber 8.509,89 euros para a requalificação do denominado ‘Espelho de Água’ de Tadim e para a Freguesia de Esporões será transferido 7.206,68 euros para a reconstrução do muro das Boucinhas. Todas estas obras têm um prazo de execução de 90 dias a contar da data do início dos trabalhos, à excepção da cobertura do Campo de Jogos de Real, cujo prazo de execução é de 30 dias.

Nesta Reunião do Executivo serão, também, votadas as propostas de atribuição de Apoios Financeiros. Nesse sentido, a União de Freguesias de Real Dume e Semelhe irá receber 13.404,75 euros para apoio aos trabalhos de manutenção da Piscina de Dume.

Para Palmeira está previsto 1000 euros para apoio à organização do 14.º Circuito de Ciclismo de Palmeira – Premio Peixoto Alves e 500 euros para apoio ao evento cultural “Fest’Arte” – Festival de Teatro Amador de Braga.

Também a União de Freguesias de Cabreiros e Passos (S. Julião) irá receber um apoio de 500 euros para comparticipação das despesas decorrentes da Procissão dos Senhores dos Passos.

Município reconhece o papel dinamizador das Associações Culturais de Braga

Para além destas transferências para as Freguesias do Concelho, o Executivo Bracarense irá apreciar a atribuição de apoios financeiros a associações culturais de Braga. Nesse sentido, será proposto a atribuição de 750 euros à CEA – Cooperativa de Ensino Artístico, destinados a apoiar a iniciativa cultural ‘Pintar a Primavera’.

Também a União de Sindicatos de Braga irá receber 500 euros destinados à realização de um programa de iniciativas públicas com o objectivo de assinalar os 42 anos da revolução do 25 de Abril de 1974.

A associação cultural Rodellus será atribuído um apoio de 7.500 euros para a realização do ‘Rodellus Music Fest’. Nesta reunião será submetido, ainda, o contrato de dinamização cultural a celebrar entre o Município e associação cultural SUONART no valor de 9 mil euros, para implementação do projecto ‘O Concelho de Braga e o seu Património Musical’.