Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

MUNICÍPIO DE BRAGA ADOTA NOVO CÓGIGO REGULAMENTAR

Novo Código Regulamentar permite maior aproximação aos cidadãos. Projecto-piloto da CCDR-N contou com a participação do Município de Braga

O presidente de Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, participou hoje, 15 de Abril, no seminário ‘Sistematização da Regulamentação Municipal’, que decorreu no Auditório da Fundação EDP, no Porto, e no qual foi analisado o projecto-piloto de codificação regulamentar implementado nos Municípios de Braga, Bragança e Vila Real.

CMB15042016SERGIOFREITAS0000001730

Para o Autarca, o projecto representa um primeiro passo para tornar a regulamentação municipal “mais acessível, mais eficiente e mais capaz” de cumprir os objectivos estratégicos do Município.

“Além de se constituir como um instrumento de aproximação entre os cidadãos e o Município e de conferir maior transparência às normas municipais, o Código Regulamentar é também fundamental para o apoio à própria gestão municipal”, referiu o Edil.

CMB15042016SERGIOFREITAS0000001731

Neste seminário, Ricardo Rio disse ser necessário dar flexibilidade ao Código Regulamentar para que se possa ajustar à evolução da legislação e a outras questões de âmbito local ou regional. O Autarca Bracarense alertou, contudo, para a necessidade de desburocratizar os serviços públicos. “É preciso olhar para as normas existentes e saber onde podemos flexibilizar ou suprimir esses normativos por forma a tornar os processos mais fáceis na lógica de interacção entre os cidadãos e as instituições, seja da Administração Pública Local ou Central”, defendeu.

Ricardo Rio lembrou que Braga tem feito o seu trabalho na criação de plataformas de interface com os cidadãos, dando conta do projecto do ‘Balcão Único Online’ que “está neste momento a ser desenvolvido e que irá possibilitar a tramitação de processos directamente com os serviços através de uma plataforma electrónica”.

Aproveitando a presença da Secretária de Estado da Modernização Administrativa, Graça Fonseca, o Edil referiu que é preciso dar continuidade ao projecto dos ‘Espaços do Cidadão’, pela “proximidade que estes potenciam do ponto de vista da acessibilidade da população aos serviços do Estado e das próprias autarquias”.

O projecto-piloto de sistematização regulamento, que resultou do desafio lançado pela CCRD-N aos Municípios de Braga, Bragança e Vila Real, visou a criação, em cada Autarquia envolvida, de um documento único que sistematiza a regulamentação municipal e que constitui um instrumento de aproximação entre o Município e os munícipes.

A experiência resultante do projecto-piloto permitiu avaliar as reais necessidades existentes no domínio em análise e, deste modo, reforçar a capacitação institucional dos Municípios da Região Norte, através da criação e aprofundamento de sinergias intermunicipais em cooperação com a CCDRN.

Em Braga e após a aprovação pelos respectivos órgãos municipais, o Código Regulamentar encontra-se em fase de discussão pública.

CMB15042016SERGIOFREITAS0000001737

BRAGA INAUGURA EXPOSIÇÃO SOBRE O ESTÁDIO 1º DE MAIO

Inauguração da Exposição ‘Estádio 1.º de Maio: Património Desportivo de Braga’ tem lugar na segunda-feira, dia 18 de Abril, pelas 17h00, na Fonte do Ídolo, Braga

O Município de Braga inaugura a exposição intitulada ‘Estádio 1.º de Maio: Património Desportivo de Braga’, que terá lugar Segunda-feira, dia 18 de Abril, pelas 17h00, na Fonte do Ídolo, em Braga.

A iniciativa contará com a presença de Lídia Dias, vereadora da Cultura do município de Braga e de Sameiro Araújo, vereadora do Desporto.

No âmbito das comemorações do Dia dos Monumentos e Sítios, que este ano propõe como temática “Desporto – Património Comum”, o Município de Braga decidiu realizar uma exposição documental e fotográfica sobre um dos mais relevantes exemplares do património desportivo edificado no nosso País ao longo do século XX. O Estádio 1.º de Maio, inaugurado em 1950, é um dos históricos recintos desportivos da cidade de Braga. Concebido pelo arquitecto João Simões, inspira-se nos anfiteatros greco-romanos, sendo uma referência arquitectónica dentro do seu género em Portugal. Foi classificado como Monumento de Interesse Público em 2013.

CERVEIRA E TOMIÑO (GALIZA) RECEBEM COMPETIÇÃO DA TAÇA IBÉRICA DE TRAIL

II Taça Ibérica deTrail faz-se com‘Running’ e ‘Sunset’

Meio milhar de atletas nacionais e estrangeiros já ‘correm’ para a II Taça Ibérica de Trail de 7 de maio. Classificado por muitos como um paraíso para a prática de trail, os concelhos de Vila Nova de Cerveira e Tomiño conferem um caráter festivo à prova com a organização do I Sunset Ibérico.

SUNSET

Desporto e animação vão marcar um dos eventosque une o Minho e a Galiza, a II Taça Ibérica de Trail. Dinamizadanuma parceria entre a Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, o Concello de Tomiño, a EDV-Viana Trail e a XlifeEvents, à corrida junta-se, este ano,a música e a ‘party’.

Após horas e quilómetros de esforço e de superação pessoal, nada melhor do que terminar o dia com diversão e convívio ao som das sugestões de algunsDj’s convidados.As centenas de participantes, acompanhantes e visitantes não vão querer perder o I Sunset Ibérico, marcado para o final da Taça Ibérica de Trail.

Entre as 16h00 e as 21h00, o centro histórico cerveirense vai transformar-se numa pista de dança única, com música e animação para toda a família, aguardando o pôr-do-sol entre a história do Castelo de Cerveira e a beleza do rio Minho.

Apesar de muito recente, esta prova de trailjá integra o calendário nacional e tem cativado o interesse de centenas de atletas amadores e profissionais, oriundos de vários pontos do país e de Espanha. Neste momento já há 500 inscritos, mas prevê-se que até ao dia da competição o número se fixe nos 750 participantes.A Taça Ibérica de Trail divide-se nos 50kms, 21kms (única prova de grau IV para a distância em Portugal, classificação ATRP) e 10km Mini-Trail e Caminhada, com a particularidade de qualquer uma das distâncias ter menos de 10% de percurso em estrada, pois a rainha é a natureza.

Dia 7 de Maio, todos os caminhos vão dar a Vila Nova de Cerveira!Desporto e música prometem um dia inesquecível.

CÂMARA MUNICIPAL DE PONTE DA BARCA APROVA DOCUMENTOS DE PRESTAÇÃO DE CONTAS

Os documentos mostram que os objetivos traçados foram, no geral, alcançados e que as contas de Ponte da Barca estão de boa saúde.

A Câmara Municipal aprovou, por maioria, na última reunião, os Documentos de Prestação de Contas relativo ao exercício de 2015 que será apresentado em Assembleia Municipal para aprovação final. Num documento que revela um bom padrão de equilíbrio, a redução da dívida municipal é um facto a realçar, apesar de alguns investimentos de elevado montante para o Município tais como a “Retificação e pavimentação da estrada Intermunicipal n.º 532” (Estrada de Grovelas) e da empreitada relativa ao “Loteamento empresarial do Rodo – Vila Nova de Muía”, não terem visto as suas candidaturas a fundos comunitários objeto de aprovação, o que faz com que todo a despesa tenha que ser suportada pelo orçamento municipal.

4a5WnRmfoHTMLzYSByLn

Quanto à receita, o grau de execução global em 2015 foi superior ao de 2014, tendo-se mantido a despesa praticamente inalterada em relação a 2014, correspondendo a uma taxa de execução da receita de 73,9% e de 73,6% para a despesa.

De realçar o aumento do RLE que no exercício económico de 2015 se situou em 404.240,38 euros.

Os documentos mostram ainda que este período ficou marcado por grande atividade cultural e turística, áreas que o executivo entende como prioridade para o desenvolvimento sustentável do concelho, não deixando de registar a continuidade do trabalho que vem sendo desenvolvido nas áreas da saúde, a ação social e a educação.

O presidente da Câmara Municipal, Vassalo Abreu referiu que 'o documento de Prestação de Contas é um documento particularmente técnico mas que reflete o que de facto foi concretizado ao nível das políticas municipais planeadas e implementadas', salientando que 'as contas do município evidenciam uma situação equilibrada e positiva.'

Da restante ordem de trabalhos, foi igualmente deliberado:

Aprovar o auto de receção definitiva da empreitada ‘Reabilitação da Estrada Municipal de Ligação a Nogueira – Boivães – Grovelas – 1º Troço da Estrada de Nogueira – Ponte da Barca’;

Aprovar os pedidos de emissão de certidão comprovativa do reconhecimento do interesse público municipal, relativo a regularização de atividade pecuária, sito na Veiga de Cima – lugar de Ermida, da União das freguesias de Entre Ambos-os-Rios, Ermida e Germil, e no lugar de Bebedouro, Freguesia de Lindoso, concelho de Ponte da Barca;

Aprovar o pagamento de quota à CIM Alto Minho;

Aprovar a proposta de alteração ao artº 11º do Projeto de Regulamento do Transporte Público de Aluguer em Veículos Automóveis Ligeiros de Passageiros – Transportes em Táxi;

Aprovar a abertura de fase de candidaturas para atribuição de subsídio ao arrendamento;

Aprovar a proposta relativa à comemoração do Dia Internacional da Juventude que prevê a gratuitidade no acesso durante o dia 12 de agosto de 2016 e 2017 ao Complexo de Piscinas Municipais, ao Parque Desportivo da Praia Fluvial e à Porta do Lindoso do Parque Nacional Peneda Gerês, aos jovens dos 12 aos 30 anos, equipamentos estes que pressupõem o pagamento de taxas de acordo com o Regulamento de Liquidação e Cobrança de Taxas Municipais do Município de Ponte da Barca;

Aprovar o programa de procedimento proposto para o processo de arrendamento do imóvel – café esplanada;

Aprovar a proposta lançada no âmbito da III edição do Barca Jovem que propõe a publicação de fotografias do concelho no mural da página de facebook do Barca Jovem, sendo a atribuição de prémios feita em função daquela que reunir mais gostos;

Aprovar a minuta de protocolo de colaboração com o Centro Social de Entre Ambos-os-Rios no sentido dos serviços municipais procederem ao apoio na execução e colocação de um portão exterior e gradeamento de muro;

Aprovar a 1ª Revisão às Grandes Opções do Plano e Orçamento para o exercício corrente, visando a introdução do saldo da gerência anterior do ano de 2015;

Durante o período antes da ordem do dia, o presidente da Câmara deu conta agenda de trabalhos dos últimos quinze dias, destacando as diversas reuniões em que esteve presente, designadamente com a Ministra da Justiça, para discutir a reversão das decisões que o anterior governo tomou relativas à reorganização do sistema judiciário que claramente dificultam à população o direito constitucional do acesso à justiça, nomeadamente por condicionar o privilégio da proximidade dos cidadãos; com a Diretora Regional do PO SEUR, no âmbito da Adere PG, relativa a uma candidatura direcionada para o PNPG - Parque Nacional da Peneda-Gerês que está a ser preparada; e no âmbito da Adere PG e da Cim Alto Minho, na assinatura do protocolo de constituição do consórcio Norte Natural- Turismo de Natureza da Região Norte, em Arouca.

Informou também que o Plano de Desenvolvimento Sustentável do Planalto da Mourela no Parque Nacional da Peneda-Gerês foi galardoado com o Prémio da União Europeia para o Património Cultural/Prémios Europa Nostra 2016.

“SPORTING CLUB CAMINHENSE, 90 ANOS DE CONQUISTAS” INAUGURA SEGUNDA-FEIRA

Exposição insere-se nas comemorações do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios

O Município de Caminha vai assinalar o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios com a exposição “Sporting Club Caminhense, 90 anos de conquistas”. A exposição estará patente na Sala de Exposições Temporárias do Museu Municipal de Caminha até ao dia 22 de maio. A inauguração está agendada para segunda-feira, dia 18 de abril, pelas 18h00.

Subordinado ao mote "Desporto, um Património Comum",o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios sublinha a importância social das associações, clubes, museus e autarquias na formação identitária das comunidades e ainda nas diferentes expressões arquitetónicas que abrigam os espaços urbanos de cada município. Assim, em Caminha vai destacar-se o Sporting Club Caminhense, um clube com 90 naos de história e de conquistas, representativo do concelho, que soma muitos títulos nas mais variadas categorias, e que já viu alguns dos seus atletas representarem Portugal nos Jogos Olímpicos e serem campões do mundo da modalidade.

A exposição estará patente na Sala de Exposições Temporárias do Museu Municipal de Caminha até ao dia 22 de maio e poderá ser visitada de terça a sexta-feira das 9h30 às 18h00; ao sábado das 9h30 às12h30 e das 14h00 às 18h00 e ao domingo das 10h00 às 12h30 e das 15h00 às 17h30.

PONTE DE LIMA ASSINALA DIA MUNDIAL DO LIVRO E DO DIREITO DE AUTOR

Tradutor de livros de Daniel Silva no Auditório Rio Lima. 22 de abril – 09h30

Vasco Teles de Menezes, tradutor responsável pela versão portuguesa de vários títulos de um dos mais conhecidos autores de literatura de espionagem da atualidade – Daniel Silva – estará na próxima sexta-feira, 22 de abril, pelas 09h30, no Auditório Rio Lima, para uma sessão informativa inserida nas comemorações do Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor, dinamizada pelo Município de Ponte de Lima, através da Biblioteca Municipal.

O encontro pretende enaltecer o trabalho fundamental dos tradutores no contexto literário universal - cuja divulgação e partilha de obras depende intrinsecamente destes profissionais da linguagem - e dar a conhecer, na primeira pessoa, os desafios decorrentes do exercício da atividade em Portugal.

Além do interesse informativo, a sessão permitirá aos apreciadores do escritor luso-americano satisfazer uma série de curiosidades sobre a tradução de obras como A rapariga inglesa, O anjo caído, O artista da morte e O assassino inglês, abordar questões relacionadas com as barreiras linguísticas e as diferenças culturais passíveis de dificultar a tarefa de rigor narrativo, e facilitar aos alunos que pretendam enveredar pela carreira da tradução o contacto direto com um profissional consagrado.

O encontro, dirigido às escolas do concelho de Ponte de Lima e à população em geral, obedecerá a um modelo de pergunta-resposta, de forma a torná-lo mais dinâmico e interativo, e terminará com uma sessão de autógrafos para os fãs dos romances policiais e de espionagem de Daniel Silva.

No local estarão também à venda alguns dos títulos mais conhecidos do escritor norte-americano traduzidos por Vasco Teles de Menezes.

Sobre o tradutor

Licenciado em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, Vasco Guimarães da Costa Teles de Menezes exerce a profissão de tradutor desde 2003. Verteu para Português dezenas de obras literárias de que se destacam O artista da morte, O assassino inglês, Regras de Moscovo, O desertor, A marcha, O caso Rembrandt, O espião improvável, O retrato de uma espia, A rapariga inglesa e O assalto, títulos do autor luso-americano, Daniel Silva, disponíveis na Biblioteca Municipal de Ponte de Lima. Além de romances de vários outros escritores, Vasco Teles de Menezes traduziu ensaios, livros de viagens e a biografia de Trotsky, bem como obras de caráter técnico.

A par da atividade de tradutor, Vasco Teles de Menezes foi crítico de cinema no suplemento Y do jornal Público, responsável pela série Y e posteriores coleções do mesmo periódico, de 2002 a 2004, e é atualmente colaborador externo para a área da cultura. É proprietário e gerente da Cinettà – loja online de cinema e cultura pop - e participa frequentemente em festivais e ciclos de cinema.

Nascido a 25 de Abril de 1978, Vasco Teles de Menezes é filho de Salvato Telles de Menezes, tradutor, ensaísta e antigo professor de literatura norte-americana na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e de Maria Dulce Guimarães da Costa, também tradutora. Já trabalhou com ambos nas versões portuguesas de Piada infinita, de David Foster Wallace (ao lado do pai), e de O alvo, de David Baldacci (em parceria com a mãe).

PRESIDENTE DO MUNICÍPIO BRACARENSE EM VISITA AOS EMIRATOS ÁRABES UNIDOS ABRE PORTAS NO MÉDIO ORIENTE

Deslocação ao Dubai abre várias perspectivas de colaboração. Investigação e Tecnologia na rota da cooperação com o Médio Oriente

O Presidente da Câmara Municipal de Braga concluiu a sua presença de três dias nos Emirados Árabes Unidos, com uma intervenção na última sessão plenária no AIM – Annual Investment Meeting, evidenciando as boas práticas de Braga na relação com investidores internacionais. Com um discurso todo ele virado para a promoção externa de Braga e da sua capacidade de atrair turismo e investimento, Ricardo Rio evidenciou as grandes oportunidades que o Município oferece, vincando alguns dos factores que fazem de Braga um território atractivo.

AIM

De entre estes, Ricardo Rio vincou a importância do eixo do conhecimento Universidade do Minho – Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia – Centros de Investigação e Empresas para a atracção de investimento, dando vários exemplos de parcerias profícuas entre estas Instituições e deixando um convite a todos os interessados a visitarem e conhecerem mais sobre a nossa cidade. Aos presentes foi oferecida uma imagem de modernidade e capacidade tecnológica, explicando as principais valências para atracção de investimento e a estratégia de promoção de Braga, nomeadamente através da InvestBraga e da acção directa do Município. O sector do Turismo foi também alvo desta intervenção, pois o concelho de Braga e a região oferecem condições únicas que podem fazer do Minho um território atractivo para captação de turistas desta região do Médio Oriente.

A intervenção de Ricardo Rio foi recebida com alguma surpresa face ao natural desconhecimento da esmagadora maioria dos presentes sobre a realidade de Portugal ao ponto de suscitar um particular interesse sobre a estratégia de promoção de Braga, havendo pedidos de mais informações e de estabelecimento de contactos posteriores, provenientes do Médio Oriente mas também de outras regiões como a Ásia e a América Latina. Nesta sessão final, o keynote speaker foi Carlos Lopes, Secretário Executivo da Comissão de Economia da ONU para África, contando também com representantes do Brasil, Uruguai, Arábia Saudita, Alemanha, Índia e Singapura.

Ricardo Rio enfatizou que a participação de Braga neste tipo de iniciativas é “uma oportunidade única para afirmar o potencial da cidade e reforçar a rede de colaboração internacional do Município e dos principais agentes de desenvolvimento locais, como as Universidades, os Centros de Investigação e as Empresas”. No caso do Médio Oriente em particular, identificaram-se já “diversas possibilidades de colaboração nas áreas agro-alimentar, ambiental (água e resíduos), IT e da saúde”.

Estes dias serviram também para diversos contactos com potenciais investidores dos Emirados Árabes Unidos, numa relação que se iniciou agora e que se espera profícua no futuro. De acordo com as conversas mantidas, estas são relações que não são de rápida concretização, pois é necessário primeiro estabelecer contactos e criar relações de confiança com os potenciais investidores árabes, para posteriormente ser possível avançar para a concretização de investimentos. Devido ao foco de instabilidade na região, houve também conversas sobre o desenvolvimento de parcerias na área do turismo, pois as condições que Braga oferece nesta área têm grande potencial nesta região e pode ser possível aumentar o número de visitantes Árabes, que neste momento é muito reduzido. Rio considerou que “Braga e toda esta Região do Minho, em articulação com o Porto, têm um potencial de atracção único, face à sua riqueza patrimonial, à vivência das cidades e à conjugação de realidades tão heterogéneas como a praia, as zonas rurais e o turismo de montanha num tão curto espaço de território”. “Além do reforço da promoção internacional destes destinos junto destes mercados, urge criar melhores acessibilidades e ligações mais directas para o Norte do País, ao nível do transporte aéreo”, considerou.

Nesta visita, Ricardo Rio participou também numa recepção na Residência Oficial do Embaixador de Portugal nos Emirados Árabes Unidos, Jaime Leitão, em Abu Dhabi na qual teve a oportunidade de estabelecer contactos com alguns empresários e representantes de empresas portuguesas no País, entre as quais a Bracarense Primavera - Business Software Solutions. Ricardo Rio demonstrou o pleno interesse de Braga em colaborar com os residentes portugueses, e de forma especial coma associação de amizade de base empresarial entre os dois países presentemente em fase de instalação, podendo este ser um motor para o desenvolvimento de mais relações de negócios entre Portugal e os Emirados Árabes Unidos.

BARCELOS PROMOVE PROJETO LITERÁRIO PARA FAMÍLIAS

"Acontece aos sábados" realiza-se quinzenalmente na Biblioteca Municipal

“Acontece aos sábados” é o título das novas atividades da Biblioteca Municipal de Barcelos, que acontece aos sábados, a partir das 10h30, na Sala Infantil e Juvenil. A iniciativa visa promover os hábitos de leitura, aproximando ao mesmo tempo pais e filhos através de dinâmicas didáticas, que podem assumir a forma de encontros com escritores, realização de ateliês, conversas ou clubes. A participação é gratuita mas a inscrição é obrigatória.

No próximo dia 23 de abril, Dia Mundial do Livro, o “Acontece aos sábados” contará com a presença de Jorge Serafim, um contador de estórias e escritor alentejano, com participações reconhecidas em programas como “Levanta-te e Ri”. Neste caso vem contar a estória do seu próprio livro, “Sonhar ao Longe...”.

A manhã prolongar-se-á com apresentações dos formadores Nuno Fadigas e João Figueiredo, responsáveis pelos projetos “Brincar com coisas sérias: Filosofia para crianças” e “Ler Doce Ler”, respetivamente, que vão decorrer quinzenalmente na biblioteca. Com esta atividade, Nuno Fadigas pretende ajudar as crianças a adquirir autonomia de pensamento, para perguntar melhor e, também, responder mais e melhor, dando-lhes, além das soluções, as ferramentas necessárias para lá chegar. Já João Figueiredo propõe um clube de leitura orgânico, no qual as crianças sejam convidadas a viajar, no real ou no imaginário, porque, afinal, “os livros levam-nos a todo o lado”.

Inscrições:

Participação gratuita, inscrição obrigatória | tel. 253 809 641;

email: aconteceaossabados@cm-barcelos.pt

Calendário: Quinzenalmente, aos sábados

abril – dias 16 e 30

maio – dias 14 e 28

junho – dias 11 e 25

BARCELOS EXPÕE “MEMÓRIAS DO DESPORTO BARCELENSE” NA CASA DO VINHO

Exposição abre segunda-feira, dia 18 de abril, Dia Internacional dos Monumentos e Sítios

A exposição «Memórias do Desporto Barcelense» abre no dia 18 de abril, às 18h00, na Casa do Vinho, no âmbito das comemorações do Dia Internacional dos Monumento e Sítios.

expsoição desporto barcelense

Este ano subordinado ao tema «Desporto, Património Comum» o Município de Barcelos promove uma exposição onde explora as primeiras manifestações desportivas em Barcelos, pretendendo-se, nesta exibição, colecionar fotografias, objetos e testemunhos do passado desportivo em Barcelos e Barcelinhos, até 1970, com destaque para os sítios do Desporto, as instituições desportivas e os seus intervenientes, atletas, dirigentes e aficionados.

Sensibilizados pelo fenómeno desportivo e com o intuito de sacudir a memória barcelense, mergulhamos nos registos do passado do património desportivo, na riqueza de acontecimentos dispersos por épocas sucessivas, com a gostosa tarefa de reavivar figuras e acontecimentos, com a certeza de estar ainda muito esquecidos nas entranhas dos nossos arquivos.

PONTE DE LIMA COMEMORA DIA MUNDIAL DO LIVRO

Município de Ponte de Lima assinala Dia Mundial do Livro com iniciativas para todos os públicos

O Município de Ponte de Lima, através da Biblioteca Municipal (BMPL) associa-se às comemorações do Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor - que todos os anos se assinala a 23 de abril - com um conjunto de iniciativas para diferentes públicos.

O Auditório Rio Lima é o palco inaugural do programa. Apresenta a 22 de abril, pelas 09h30, Vasco Teles de Menezes, tradutor responsável pela versão portuguesa dos romances policiais e de espionagem de Daniel Silva. Sob o tema Os desafios da tradução no universo literário, o encontro - dirigido às escolas do concelho de Ponte de Lima e ao público em geral - obedecerá a um modelo de pergunta-resposta e terminará com uma sessão de autógrafos e com a venda de alguns dos títulos mais conhecidos do escritor luso-americano traduzidos por Vasco Teles de Menezes.

Também a 22, o Largo de Camões recebe nova visita da Biblioteca Itinerante, das 10h00 às 17h00.

A iniciativa Livros sobre rodas – assim se chama o serviço prestado pela carrinha móvel da BMPL - permitirá a todos os transeuntes a consulta e a leitura de jornais, revistas e obras de literatura nacional e estrangeira. Para os mais novos haverá Roda de histórias - ação lúdico-didática destinada a crianças do pré-escolar e do 1.º ciclo do ensino básico – que prevê a dinamização do conto tradicional Corre, corre, cabacinha, extraído do livro Ler, ouvir e contar, de António Torrado, em duas sessões distintas - 10h00 e 14h00.

No mesmo horário decorrerá, na Sala Infanto-Juvenil da BMPL, Contos co(n)vida – atividade que evocará a Lenda da Fada dos Dentes – e, pelas 15h30, os três melhores leitores infantis receberão certificados de mérito - Diploma de Ouro, Diploma de Prata e Diploma de Bronze – naquela que será a segunda edição de Os Ases da Leitura.

Mas o Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor não ficaria completo sem um ranking demonstrativo das preferências literárias dos utilizadores da BMPL. Nesse sentido, a Sala de Adultos exibirá um painel com Os 10+ da Literatura, acompanhado das respetivas obras, apuradas numa escala de 1 a 10, e de um folheto com o resumo de cada título distinguido. Em simultâneo, na Sala de Audiovisuais, haverá um destaque semelhante, sustentado nos mesmos critérios de triagem, com os dez DVDs mais requisitados pelo público e uma brochura informativa com a sinopse dos filmes.

A 23 de abril – data exata da efeméride – o Auditório da Biblioteca Municipal de Ponte de Lima será palco do lançamento da obra Literatura & jogo: narrativas, discursos, representações e mitos, da autoria de Isabel N. Patim, Fernando Hilário, Daniel Seabra e Rui Estrada. O evento tem início marcado para as 15h00.

As ações descritas decorrem no âmbito do projeto Em abril, festa do livro e da leitura, iniciativa que encerra com duas outras rubricas de valor. A primeira – Poesia à sexta – prevê a apresentação da obra, Triângulo escaleno, do autor limiano Gustavo Pimenta, no dia 29, pelas 21h00, no Auditório da Biblioteca Municipal. A segunda – a Bebéteca – decorrerá, como habitualmente, no último sábado do mês. Rapunzel será a personagem da Disney em evidência na Hora de Conto, Caixinha de sonhos a música escolhida para a atividade, ficando a tarefa de fazer coroas dignas de príncipes e princesas para o atelier final.

ARQUITETO CAMPOS MATOS LEVA EÇA DE QUEIRÓS A PONTE DE LIMA

Novo livro de A. Campos Matos apresentado no Auditório da Biblioteca Municipal

A última obra do Arquiteto Campos Matos – Diário íntimo de Carlos da Maia (1890-1930) – foi apresentada no passado sábado, dia 09 de abril, no Auditório da Biblioteca Municipal de Ponte de Lima.

DSCN6686 (Small)

A sessão, que contou com a presença do Vereador do Município, Vasco Ferraz, teve casa cheia e foi orientada por José Cândido Oliveira Martins, responsável pela abordagem crítica do último livro de um dos maiores especialistas queirosianos da atualidade.

Inspirada no protagonista do romance maior de Eça de Queirós – Os Maias – a obra ficcional, em registo diarístico, de A. Campos Matos, traça o percurso imaginário daquela figura central da literatura portuguesa ao longo de 40 anos, espelhando, ao mesmo tempo, a realidade social e política da viragem do século XIX para o XX.

Durante o lançamento, o autor destacou algumas curiosidades inerentes à escrita e composição do livro, falou de Eça de Queirós para evidenciar a riqueza da escrita, a originalidade do estilo e o perfeccionismo do escritor, e passou em revista outros títulos seus dedicados à produção queirosiana.

COURENSES TROCAM SEMENTES

2ª Feira de Troca de Sementes de Paredes de Coura. sáb | 16 abril | Museu Regional

A Feira de Troca de Sementes de Paredes de Coura regressa amanhã, sábado, 16 de abril, ao Museu Regional. Entre as 14h30 e as 17h00 decorre a 2ª edição da Feira de Troca de Sementes, organizada pelo Município de Paredes de Coura e a Associação Quinta das Águias, precedida pela manhã, das 9h30 às 12h00, por um passeio na região da praia fluvial do Taboão, com a Rita Roquete da Bloom Sativum, que ajudará a identificar diferentes plantas silvestres.

Seeds 3

Neste passeio junto às margens do Taboão, Rita Roquete explicará as propriedades das diferentes plantas, bem como os seus usos na culinária e as suas propriedades medicinais destes tesouros de Paredes de Coura.

Recorde-se que a preservação das sementes autóctones assume uma importância vital, uma vez que são cada vez mais raras, sendo progressivamente substituídas por sementes comerciais, que são as mesmas em todo o mundo, enquanto as sementes locais se foram adaptando durante muitas gerações às condições de solo e clima específicas da sua região de origem. Uma vez que as sementes contêm o futuro da vida, é importante mantê-las vivas. A Troca de Sementes vai proporcionar às pessoas o acesso às sementes originais que as poderão cultivar para sua própria utilização e para as manter vivas. Todos os que quiserem participar poderão trazer as suas sementes ou plantas para partilhar e trocar.

A Feira de Troca de Sementes está inserida no Projeto Educar para o futuro – Terra, a decorrer no Museu Regional. Neste sentido estão a decorrer, com os alunos do 5º e 6º anos, a realização de várias atividades tais como: a apresentação do Banco de Germoplasma, o banco nacional de preservação de sementes; o projeto da bolota, com diferentes fases, desde a sua recolha, secagem e moagem de forma a transformá-las em farinha para preparação de pão, biscoitos, hamburguers e também o processo de germinação das bolotas na estufa do Município, dando origem a jovens carvalhos para sua posterior plantação na floresta, contribuindo desta forma para a reflorestação com árvores autóctones.

Ainda no âmbito deste projeto que envolve os alunos em todas as atividades, está em execução a horta biológica; um jardim de ervas e flores comestíveis e um pomar com árvores e arbustos de frutos, com os alunos envolvidos em todas as etapas, desde o semear e plantar, ao cuidar e finalmente o colher e preservar para futura utilização ao nível de alimentação e para no próximo ano "lançar à Terra".

Ainda no âmbito destas iniciativas, decorre a ação de recolha de sementes locais, sua preservação e organização de eventos de troca de sementes, criação de um banco de sementes locais, visitas à Quinta das Águias -- um projeto sustentável para a preservação da biodiversidade e de proteção animal --, da mesma forma que há a intenção de que estes projetos evoluam favoravelmente e tenham continuação nos anos futuros.

VIMARANENSES CAMINHAM PELA RIBEIRA DE COUROS

Caminhada pelo percurso do Rio de Couros termina este sábado com tertúlia no Laboratório da Paisagem

Evento mensal “Café com Ambiente” destaca em abril o tema “Rio de Couros: Património e Humanidade”. Inscrições abertas.

Guimaraes_Couros

A iniciativa “Café com Ambiente”, promovida pelo Laboratório da Paisagem, este sábado, 16 de abril, incluirá uma caminhada pelo percurso da Ribeira de Couros, cujo ponto de partida acontecerá na entrada do Parque da Cidade de Guimarães, às 09 horas, contando com paragens pelos principais locais da área urbana, terminando na Veiga de Creixomil.

Já no Laboratório da Paisagem, a partir das 11:30 horas, terá lugar uma tertúlia que contará com a presença de Fernando Capela Miguel e de Elisabete Pinto, dois vimaranenses conhecedores de toda a história da zona de Couros. À conversa, junta-se Carlos Mesquita, Presidente do Cineclube de Guimarães, que fará a apresentação do documentário “Rio de Couros”, realizado por Artur Azevedo em 1981.

Promovido pelo Laboratório da Paisagem, o “Café” de abril, subordinado ao tema “Rio de Couros: Património e Humanidade”, está inserido na comemoração do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, que este ano tem como principal temática "O Património do Desporto”.

Os interessados em participar no percurso incluído no programa poderão fazê-lo de forma pedonal ou com recurso a bicicleta elétrica ou convencional, num evento que tem a parceria da empresa Get Green. As inscrições deverão ser feitas através de um formulário online disponível em <www.labpaisagem.pt>.

FAMALICENSES CONVERSAM COM REGINA DUARTE

Atriz estará à conversa com a comunicação social na próxima terça-feira, 19, pelas 18h00

À conversa com…Regina Duarte

Regina Duarte está de regresso à Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão com o espetáculo “Bem-Vindo Estranho”, em cena no grande auditório do espaço cultural famalicense de quinta, 21 de abril, a domingo, dia 24.

A conceituada atriz brasileira estará disponível para apresentar pessoalmente aos jornalistas o seu novo espetáculo, numa conversa que decorrerá na próxima terça-feira, dia 19, pelas 18h00, na Casa das Artes de Famalicão.

MONÇÃO COMEMORA 25 DE ABRIL

Programa simbólico, que visa reforçar os valores da “Revolução dos Cravos” junto das gerações mais novas, engloba entrega de votos de louvor às empresas monçanenses distinguidas como PME Líder e PME Excelência e apresentação pública do Projeto de Requalificação Urbanística da Avenida D. Afonso III (área envolvente da antiga estação da CP).

O município de Monção celebra a passagem do 42º aniversário do 25 de abril com um programa simbólico que tem como finalidade comemorar esta importante data para todos os portugueses e reforçar os seus ideais junto das gerações mais novas.

O programa tem início às 9h30 com saudação da Banda Musical de Monção, no Largo da Alfândega, seguindo-se, meia hora mais tarde, uma sessão solene da Assembleia Municipal de Monção, no Cine Teatro João Verde, a qual engloba vários momentos.

A saber: discursos oficiais alusivos ao 25 de Abril dos partidos representados na Assembleia Municipal de Monção, entrega de votos de louvor às empresas monçanenses distinguidas como PME Líder e PME Excelência pelo IAPMEI e apresentação pública do Projeto de Requalificação Urbanística da Avenida D. Afonso III (área envolvente da antiga estação da CP).

Da parte de tarde, com início às 16h00, tem lugar uma sessão ordinária da Assembleia Municipal de Monção. Entre os pontos em apreciação e votação, consta a prestação de contas de 2015, documento aprovado, por maioria, com quatro votos a favor (PS e CDS/PP) e três abstenções (PSD) na reunião do Executivo Municipal, realizada na passada segunda-feira, 11 de abril.

As empresas distinguidas são: Adega Cooperativa Regional de Monção, CRL;Coca Hipermercados, Lda;Covas Transportes, Lda;Francisco Lourenço - Materiais de Construção e Decoração, Lda; Granitos Galrão Norte, Lda;Habimonção Construções, Lda; Heitor de Campos Amoedo, Lda;ImpactZero - Software Unipessoal, Lda;Irmãos Amorim, Lda; J. Oliveira & Domingues, Lda; Palmeira&Almeida, Lda;F.Gomes, SA;Serralharia Nova Era XXI, Lda;Sociedade Transportes Floridos, Lda; e Sociedade Artística - Manufacturas Químicas e Metálicas, Lda.

A Requalificação Urbanística da Avenida D. Afonso III compreende toda a área envolvente da antiga estação da CP. O objetivo é dignificar uma das principais entradas no centro histórico da vila que, nos últimos anos, tem crescido em termos comerciais. Naquele espaço, com grande afluência de pessoas, estão localizados vários organismos públicos.

Registe-se que, neste momento, decorre a empreitada de recuperação interior e exterior do edifício da antiga estação da CP. Assim que concluída, ficará à disposição da cultura enquanto espaço de fruição e aprendizagem musical sob a responsabilidade da Banda Musical de Monção, filarmónica com mais de dois séculos de existência.

ARCOS DE VALDEVEZ QUER SER UM CONCELHO MAIS SOLIDÁRIO

Em 2015, Arcos de Valdevez avançou na construção de um concelho mais sustentável, solidário, competitivo, atrativo e com mais oportunidades para viver, visitar e investir.

A Autarquia teve uma execução orçamental de cerca de 22 milhões de euros, mais de 1,1 milhões de euros do que em 2014. Arrecadou um total de receita superior a 23 milhões de euros, mais 1,5 milhões de euros do que em 2014 e reduziu a dívida orçamental em mais de 2,3 milhões de euros, situando-se atualmente nos 9 milhões de euros. Apresentando o Município um dos melhores Prazos Médios de Pagamento da Região.

De referir, ainda uma poupança corrente de 5,3 milhões de euros, canalizada para a realização de investimentos estruturantes no concelho. Houve reforço da politica de proximidade e parceria com as Juntas de Freguesia, Associações e Instituições Particulares tendo sido apoiada a sua atividade com 2,8 milhões de euros.

O Edil refere que” A Câmara Municipal promoveu uma governação assente nos valores da responsabilidade e da proximidade, assegurando uma gestão criteriosa e transparente. Este reconhecimento está patente na obtenção da 2ª posição no ranking Nacional do Índice de Transparência Municipal à escala dos 308 Municípios Portugueses.”

Ao nível do investimento, em 2015, a Autarquia concretizou um total de 12 milhões de euros, sendo mais de 7 milhões de euros investidos em Funções Sociais, mais de 2,6 milhões de euros em Funções Económicas, mais de 1,2 milhões de euros em transferências para as Juntas de Freguesia e cerca de 1 milhão de euros em Funções Gerais.

O ano 2015 ficou marcado por grandes intervenções. Foram requalificados os Pavilhões do Centro Escolar de Távora e de Sabadim e a EB1 de Soajo. Houve um reforço da ação social escolar e dos programas de apoio aos mais desfavorecidos. Foi apoiada a beneficiação da casa de auxílio à vitima de violência domestica em parceria com a Cruz Vermelha, o Centro de Apoio à Deficiência em parceria com a Santa Casa da Misericórdia e a ampliação do Centro Paroquial e Social de Rio Frio. Foi reforçado o apoio aos Bombeiros Voluntários e às Comissões de Compartes de Baldios tendo em vista prevenção e combate de fogos florestais e o socorro à população.

Houve ainda, uma clara aposta na promoção da cultura, desporto e lazer através do apoio a várias iniciativas desportivas, sociais, recreativas e culturais promovidas pela Casa das Artes e pelas Associações. Foram concluídas as obras de Requalificação do Paçô de Giela, do Estádio Municipal de Rugby, do Complexo Desportivo de Guilhadeses, da iluminação do Campo de Futebol do Távora, do Polidesportivo ao ar livre, da 2ª fase da Ecovia.

Foram realizadas obras de vários milhões de euros, com a melhoria das acessibilidades e segurança rodoviária nas freguesias, com a valorização de espaços urbanos e com o alargamento das redes de abastecimento de água e saneamento, de recolha de resíduos sólidos urbanos e de iluminação pública.

Procedeu-se ao alargamento dos parques empresariais e ao lançamento de um programa para a redução de burocracia e um conjunto de incentivos ao investimento.

Com a ACIAB, Cooperativa Agrícola, Incubo e Ardal dinamizámos iniciativas de promoção do investimento, desenvolvimento rural, turismo, comércio, gastronomia, artesanato e de produtos locais, como a Expovez.

Para o Presidente da Câmara, João Manuel Esteves, “estão reunidas condições para continuarmos a construir o Futuro para Arcos de Valdevez, focado na promoção e valorização das potencialidades do concelho e na melhoria da qualidade de vida dos arcuenses.”

FÓRUM DE EDUCAÇÃO REALIZA-SE EM BRAGA

2.º Fórum de Educação realiza-se amanhã, Sábado, dia 16 de Abril, no Auditório do Museu D. Diogo de Sousa, Braga

O Município de Braga promove o 2.º Fórum de Educação, que tem lugar Amanhã, Sábado, 16 de Abril, a partir das 10h00, no Auditório do Museu D. Diogo de Sousa, em Braga.

Promovido pelo Município de Braga em colaboração com o Conselho Municipal de Educação, o fórum irá abordar a temática dos ‘Municípios e a Educação: Que Paradigma?’.

RAID ENDURO CORRE EM AMARES

No dia 16 de abril, todos os caminhos apontam para Amares. O concelho, conhecido pelas suas laranjas e vinho verde, acolhe o Raid Enduro Amares, um dos mais importantes eventos amadores de enduro a nível nacional. Dar a conhecer o concelho de Amares, suas paisagens idílicas e gastronomia de eleição, e atrair mais adeptos para a modalidade são alguns dos objetivos da organização, que integra ex-elementos do Amares TT.

Com o anúncio do cancelamento, “em cima da hora”, do Raid Amares, e indo ao encontro dos anseios de muitos enduristas, um grupo de ex-elementos do Amares TT chamou a si a organização de um novo evento.

Recorde-se que o cancelamento do Raid Amares foi anunciado a 13 de março, numa ocasião em que vários participantes já tinham garantido as suas passagens de avião para participar na prova. Foi a pensar neles e nos adeptos da modalidade que o grupo, liderado por Dave Fernandes, que preside atualmente à Tributo Trilhos, uniu esforços na organização de um novo evento, num curto espaço de tempo.

Em Amares, está tudo a postos para receber os participantes do Raid Enduro Amares. Estão reunidos os ingredientes para um dia que ficará guardado na memória de todos. Às belas paisagens que caraterizam o concelho de Amares, juntam-se novos trilhos e trialeiras que prometem fazer as delícias dos participantes.

Dave Fernandes, da Tributo Trilhos, mostra-se confiante com o sucesso do evento e realça o apoio da autarquia de Amares, assim como das Juntas de Freguesia do concelho e patrocinadores. “Eventos como este, para além da divulgação da modalidade, são importantes para a promoção do concelho. Por Amares, neste dia, passam centenas de pessoas de vários pontos do país e não só, dado que já temos inscrições de pilotos espanhóis”, realça Dave Fernandes.

Inscrições abertas

Os interessados podem realizar, atempadamente, a sua inscrição, através da aplicação disponível na página de facebook do Raid Enduro Amares. No dia 16, pelas 07h30, no Campo do Amarense, na Rua da Cancela da Cruz, em Amares, têm início as inscrições, com o evento a ter o seu início pelas 9 horas.

CELORICO DE BASTO ADERE AO TRIBUNAL ARBITRAL DO VALE DO AVE

Município de Celorico de Basto adere a Centro de Arbitragem de Conflitos de Consumo do Vale do Ave/Tribunal Arbitral

O presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e silva, assinou hoje, 14 de abril, um acordo de financiamento com centro de arbitragem de conflitos de consumo do Vale do Ave/ Tribunal Arbitral.

_DSC8386

O protocolo agora assinado permitirá que os munícipes de Celorico de Basto possam ter a possibilidade de beneficiar, enquanto consumidores, de uma indiscutível justiça de proximidade da competência do Centro, passando este a tramitar os processos de reclamação que lhe sejam apresentados pelos consumidores/munícipes de Celorico de Basto.

“Com este protocolo daremos aos nossos munícipes a hipótese de mediar os seus conflitos com os agentes económicos rápida e eficazmente, diminuindo de forma concreta as burocracias associadas a um processo de reclamação” disse o presidente de Câmara Municipal de Celorico de Basto. O autarca salienta a necessidade deste centro de arbitragem sobretudo, quando estão em causa os direitos dos munícipes no que respeita aos serviços públicos. “Estes centros de arbitragem são fundamentais na resolução de conflitos de consumo muitas vezes causados com serviços públicos essenciais como a água, saneamento, recolha de lixo, gás, energia elétrica…” disse.

De facto, a instituição de arbitragem introduzida através da alteração operada pela Lei nº6/2011, de 10 de março, na Lei 23/96, de 26 de julho nos litígios de consumo respeitantes ao fornecimento de energia elétrica, gás e água assim como, na prestação de serviços de comunicações eletrónicas, postais, de saneamento e de recolha de lixo, tornou os centros de arbitragem fundamentais para o exercício dos direitos dos munícipes/consumidores nos chamados serviços públicos essenciais.

A admissão do município de Celorico de Basto a este Centro de Arbitragem acontece pelo facto de ficar abrangido pela competência territorial desta associação. Agora, com a inclusão do município os consumidores residentes e os agentes económicos localizados no município de Celorico de Basto passam igualmente a poder solicitar informações sobre o direito do consumidor ao Centro de Arbitragem de Conflitos de Consumo do Vale do Ave/Tribunal Arbitral.

O presente acordo dispõe de várias cláusulas que deverão ser respeitadas pelos dois outorgantes tendo o Município que apoiar o Tribunal Arbitral com o valor estipulado anualmente, decidido e aprovado em reunião de Câmara de 11 de janeiro de 2016, e em vigência pelo período de 3 anos.

PAN AGENDA LEI QUE CRIMINALIZA OS MAUS TRATOS A ANIMAIS E PS ACOMPANHA

  • Primeiro agendamento potestativo do PAN reforça o regime sancionatório aplicável aos animais, pede alteração do Código Penal – Debate 12 de Maio
  • Alteração do Estatuto Jurídico do Animal, reconhecendo os animais como seres sensíveis
  • Possibilidade de Permissão de Animais em Estabelecimentos Comerciais

O PAN – Pessoas-Animais-Natureza estreou-se esta semana no seu primeiro agendamento potestativo, ou seja, o momento em que pode determinar projetos de lei para discussão em plenário. Trata-se da proposta de alteração da lei que criminaliza os maus tratos a animais, que despoletou esta semana uma reflexão conjunta na Assembleia da Republica, na presença da Ministra da Justiça, Francisca Van Dunem.

IMG_3320

É permitido ao PAN avançar com apenas três agendamentos potestativos de iniciativas legislativas para debate em plenário, por sessão legislativa (ano), e esta proposta de alteração ao código penal, que pretende reforçar o quadro jurídico já existente, é o primeiro. Intenção partilhada pelo PS que efetuou um arrastamento à iniciativa agendada pelo PAN. Já a alteração do Estatuto Jurídico do Animal, agendada para debate pelo PS, deu origem a um arrastamento de iniciativa legislativa por parte do PAN. As duas iniciativas foram agendadas para debate em plenário dia 12 de Maio.

“Esta é uma semana muito importante para uma estrutura pequena como o PAN, sentimos a possibilidade real, mesmo com todas as restrições, de defender causas e valores, funcionando como braço político dos cidadãos, associações e organizações não-governamentais que desenvolvem há décadas um trabalho diário na defesa dos direitos dos animais”, sublinha André Silva, Deputado do PAN.

BRAGA COMEMORA DIA INTERNACIONAL DOS MONUMENTOS E SÍTIOS

Programa destaca património desportivo da Cidade

No âmbito da comemoração do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, o Município de Braga promove de 16 a 18 de Abril um programa de actividades que vão ao encontro da temática ‘Desporto: um património comum’. Pela primeira vez, será realizada uma visita conjunta aos dois núcleos monumentais de maior importância arquitectónica e desportiva existente na Cidade de Braga.

CMB09012014SERGIOFREITAS0000032

As visitas guiadas têm lugar Amanhã, 16 de Abril, a partir das 10h00. A primeira visita será ao Estádio 1.º de Maio, inaugurada a 28 de Maio de 1950 e considerado como uma das mais significativas edificações desportivas portuguesas. Segue-se, depois, a visita ao Estádio Municipal de Braga projectado pelo arquitecto Souto Moura e contemplado com o Prémio Secil em 2004 (Categoria Arquitectura), e em 2005 (Categoria Engenharia Civil).

Para as 15h00, no Arco da Porta Nova, está agendado o início do desafio ‘À Descoberta de Braga: 20 fotografias, 20 sítios’. Com este desafio propõe-se uma viagem pela história com base em fotografias de arquivo do Museu da Imagem. Esta actividade é destinada ao em geral, mas repete-se na Segunda-feira, dia 18, às 10h0, para os alunos dos 5.º ao 12.º anos.

No domingo, dia 17 de Abril, pelas 10h00, o Mosteiro de Tibães será palco de uma actividade de geocaching.

Na segunda-feira, Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, pelas 21h00, o grupo ‘Braga a Correr’ promove um ‘Especial Cidadela – percurso das antigas portas da cidade’.

O programa das comemorações inclui ainda de 18 de Abril a 1 de Maio, a exposição intitulada ‘Estádio 1.º de Maio – Património Desportivo de Braga’, que estará patente na Fonte do Ídolo.

Para informações e inscrições contactar municipe@cm-braga.pt.

CAMINHADAS CONCELHIAS DE FAMALICÃO ESTÃO DE REGRESSO

Primeira jornada decorre já no dia 30 de abril. Inscrições já estão a decorrer

É já no próximo dia 30 de abril, a partir das 14h30, que regressam as Caminhadas Concelhias de Vila Nova de Famalicão. A primeira jornada de 17 quilómetros vai percorrer as freguesias de Famalicão, Antas, Calendário e Brufe.

Caminhadas estão de regresso

Com um grau de dificuldade médio, a caminhada resulta numa atividade desportiva, onde a cultura, o convívio e a aventura também marcam presença.

O percurso local circular misto onde o urbano e o rural se fundem tem como ponto de partida e de chegada no Parque da Devesa, atinge uma altura de 244 metros alcançando o monte de Santa Catarina e desce até ao vale do rio Pelhe com uma cota altimétrica de 75m, junto ao lugar de Ribaínho.

Pelo Caminho visita-se então o Parque da Devesa, ex-libris natural do concelho, a Igreja de Antas, edifício de estilo românico tardio, classificado como Imóvel de Interesse Público, desde 1958, várias casas seculares, os Castro de S. Miguel do Ângelo e Santa Catarina, parque verdes e urbanos e edifícios públicos.

A concentração está agendada para o Parque da Devesa, do lado central de Camionagem. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas através do site do município em www.vilanovadefamalicao.org, na Casa da Cultura ou nas Piscinas Municipais.

Com estas caminhadas a Câmara Municipal pretende dar a conhecer o concelho e os pontos de interesse aos caminhantes, mas também homologar estes percursos pedestres pela Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal.

Refira-se que a primeira série de Caminhadas Concelhias decorreu entre 2010 e 2013, com oito percursos que atravessaram o concelho de lés a lés.

MUNICÍPIO DE CAMINHA PROMOVE REUNIÃO PARA PREPARAR A PRÓXIMA ÉPOCA BALNEAR

Nadadores salvadores são a maior preocupação dos concessionários das praias

O Município de Caminha promoveu ontem uma reunião sobre a época balnear, juntando o comandante da Capitania de Caminha, concessionários e responsáveis pelas juntas das freguesias onde existem praias. A grande preocupação é a segurança das praias este ano, uma vez que escasseiam os nadadores salvadores, mas também porque a lei obriga agora à aplicação das condições gerais do trabalho a estes trabalhadores e logo implica um aumento da despesa, porque os ordenados a pagar crescem significativamente.

Reunião época balnear

O vice-presidente da Câmara de Caminha dirigiu os trabalhos, começando desde logo por expor o objetivo da reunião, por um lado fazer o balanço da época balnear anterior e começar a preparar a próxima. Sobre a temporada de 2015 as opiniões foram praticamente unânimes: salvos aspetos quase de pormenor tudo decorreu bem no último Verão Azul, em que Caminha içou a Bandeira Azul da Europa nas quatro praias marítimas.

Guilherme Lagido deu também conta do diálogo que tem vindo a ser desenvolvido com a Agência Portuguesa do Ambiente (APA), designadamente das solicitações que a Câmara vem fazendo para melhorar algumas situações, assim como das respostas da entidade.

Em nome da Capitania, também o capitão Rodrigo Paços expôs várias questões técnicas, prometendo fazer chegar aos concessionários toda a documentação, e manifestando toda a abertura para os auxiliar em toda a parte burocrática.

Relativamente à próxima época balnear, a grande preocupação dos concessionários é a segurança e concretamente as novas exigências, uma vez que os nadadores salvadores vão passar a beneficiar das condições aplicadas aos restantes trabalhadores, designadamente descontos, subsídios, férias, mas também novo horário, o que obriga à contratação de mais pessoas e a um aumento da despesa.

O problema levantado tem assim uma dupla vertente, uma vez que são poucos os nadadores salvadores disponíveis, enquanto os concessionários se queixam dos custos, que dizem não conseguir suportar.

Uma nova reunião vai ser marcada dentro de dias, para equacionar sobretudo o problema dos nadadores salvadores. Os concessionários querem que a Câmara suporte pelo menos parte da despesa. De facto, a contratação dos nadadores salvadores e os respetivos custos são responsabilidade dos concessionários e isso mesmo está previsto no contrato que realizaram com a APA. É ainda da sua responsabilidade a limpeza das praias, no âmbito do mesmo contrato, mas essa é uma responsabilidade que a Câmara já assume.

Guilherme Lagido prometeu analisar a questão, auscultar outros municípios e a própria APA, até para perceber se, legalmente, o Município pode assumir despesas com nadadores salvadores.

MUNICÍPIO DE CAMINHA ENTREGA NO TRIBUNAL JUDICIAL DE CAMINHA CHAVES DO PRÉDIO ARRENDADO DESDE 1999 NA TRAVESSA DO TRIBUNAL

Sentença transitada em julgado obrigou a obras de mais de 100 mil euros e a indemnização superior ao meio milhão de euros

O Município entregou no Tribunal Judicial de Caminha, no final do mês de março, as chaves do edifício sito na Travessa do Tribunal, em Caminha, que tinha sido arrendado em 1999 para instalação provisória de serviços municipais. Ao não restituir o prédio, em 2005, nos termos fixados no contrato, o anterior Executivo envolveu a Câmara num longo litígio judicial que culminou com o Supremo Tribunal de Justiça, em 2012, a obrigar a Câmara a executar pesadas obras e ao pagamento de todas as rendas vencidas e respetivos juros, num total que vai além dos 600 mil euros.

Confrontado com uma sentença já transitada em julgado desde 2012 e portanto sem possibilidade de recurso há quase um ano, este Executivo contatou o proprietário do prédio, para encontrar uma solução e retirar o Município de uma situação de incumprimento da sentença confirmada pelo Supremo Tribunal de Justiça, atitude que constitui por si só crime.

Face à exigência do proprietário de que o determinado pela Justiça fosse cumprido tomaram-se as necessárias medidas para a reposição do edifício nas mesmas condições em que se encontrava antes da autarquia o ocupar. Fechado durante cerca de uma década, às alterações impostas somou-se a degradação natural do tempo e as novas exigências legais, nomeadamente em relação às infraestruturas elétricas comuns, que tiveram de ser adaptadas às novas exigências técnicas, sem as quais não seria possível obter o certificado da Certiel.

O valor total da intervenção, que ficou concluída em março último, foi de 102.199,31 € (mais IVA). As chaves do prédio foram já entregues ao Tribunal, enquanto se ultima o processo para pagamento da indemnização imposta pelo Tribunal, que vai além do meio milhão de euros.

As obras exe3cutadas consistiram na reposição do edifício, conforme estava antes da autarquia o ocupar e proceder às obras de adaptação que entendeu necessárias no momento da sua ocupação, mais concretamente, de acordo com o projeto de arquitetura licenciado ao abrigo do processo 84/94, e mediante as indicações que iam sendo fornecidas pelo arquiteto indicado pelo dono do edifício, que foi também o arquiteto subscritor do supracitado projeto de arquitetura, e que acompanhou as obras agora desenvolvidas.

O prédio tinha quatro unidades aquando do arrendamento, passando depois para uma única dependência, conforme com as necessidades de funcionamento dos serviços municipais. O Município repôs agora as condições originais, conforme se tinha comprometido no contrato de arrendamento e de acordo com o que foi exigido pelo Supremo Tribunal de Justiça.  

Devido à inexistência de fornecimento de energia elétrica aquando do início dos trabalhos (tendo ainda sido constatado posteriormente que mesmo a ligação anteriormente existente se encontrava em condições precárias, tratando-se de uma única ligação para todo o edifício com caráter provisório), foi também necessário reformular as infraestruturas elétricas comuns, de modo não só a adaptá-las às novas exigências técnicas com vista à obtenção do certificado da Certiel, para posteriormente ser possível celebrar contratos definitivos de fornecimento de energia, mas também para permitir que cada fração possua um contador autónomo, assim como outro para os serviços comuns.

As obras decorreram entre julho de 2015 e janeiro de 2016, tendo sido efetuada uma suspensão dos trabalhos de setembro de 2015 a janeiro de 2016, devido fundamentalmente à necessidade de articular com a empresa distribuidora de energia a execução dos ramais elétricos exteriores e a respetiva disponibilidade de energia no local e só posteriormente ser possível definir o quadro de entrada do edifício, e ainda por ser necessário proceder à adjudicação (com procedimento concursal e respetivos custos associados aos trabalhos) dos novos ramais a executar.

Os últimos trabalhos foram desenvolvidos durante o mês de janeiro deste ano, tendo sido seguidos das necessárias vistorias da EDP e receção desta infraestrutura, e consequentemente pela vistoria da Certiel a todas as frações do edifício, terminando o processo no final de março último.

BRACARENSES PRATICAM DESPORTO

Actividades do ‘Mexe-te Braga’ para este fim-de-semana, Sábado e Domingo na Avenida Central e na Rodovia

O projecto ‘Mexe-te Braga’ regressa este fim-de-semana com um programa repleto de actividades.

Amanhã, Sábado, 16 de Abril, a partir das 16h00, haverá râguebi na Avenida Central pelo Braga Rugby. No Domingo, 17 de Abril, pelas 10h00, o Complexo Desportivo da Rodovia será palco de actividades desportivas dinamizadas pelo Flexgym.

Promovido pelo Município, o ‘Mexe-te Braga’ é um projecto visa incentivar os Bracarenses à prática desportiva e promover hábitos de vida saudável. O projecto conta com a parceria de associações desportivas, clubes, ginásios e health clubs.

A participação nas actividades é gratuita. Mais informações sobre o programa ‘Mexe-te Braga’ podem ser obtidas em desporto.lazer@cm-braga.pt.

MUNICÍPIO DE PONTE DE LIMA LANÇA REPOSITÓRIO DE INFORMAÇÃO

Lançamento do Repositório de Informação do Município de Ponte de Lima (RIMPL)

O Município de Ponte de Lima é a primeira autarquia a nível nacional a apostar num Repositório de Informação Municipal, com a designação de RIMPL (Repositório de Informação do Município de Ponte de Lima). O projeto foi apresentado âmbito da jornada “A literacia digital nos serviços de informação: uma abordagem integrada”, que se realizou no dia 8 de abril, no Auditório Municipal.

RIMPL

O RIMPL é um projeto pioneiro na administração local em Portugal, que consiste na disponibilização de um ponto de acesso único a todos os recursos de informação de caráter patrimonial e cultural que constam nos catálogos do Arquivo, da Biblioteca e dos Museus Municipais, evitando, desta forma, a necessidade de aceder a cada um dos sistemas individualmente para obter a informação pretendida.

Através do RIMPL é possível aceder a diversas obras do fundo local (obras completas e/ou analíticos) em texto integral e, ainda, a arquivos públicos, a arquivos privados, à imprensa local, a material gráfico (postais, fotografias, etc.) e à coleção de artes sacra, num total de mais de 89 mil registos e cerca de 290 mil imagens.

O portal do RIMPL, disponível na Internet a partir do endereço http://rimpl.cm-pontedelima.pt, visa o acesso facilitado e integrado à informação disponibilizada pelo Arquivo, Biblioteca e Museus, e ambiciona constituir-se como um importante serviço na disponibilização de recursos informativos sobre a história local, contribuindo para a afirmação da cultura e da identidade locais enquanto fatores de integração, competitividade e desenvolvimento.