Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

PLATAFORMA DAS ARTES EM GUIMARÃES TEM ATELIÊS EM HASTA PÚBLICA

ATELIÊS EMERGENTES EM HASTA PÚBLICA 

Candidaturas para três espaços comerciais na Plataforma das Artes até esta sexta-feira

Prazo para entrega de candidaturas encerra amanhã. Cada um dos ateliês tem uma área útil próxima dos 70 metros quadrados. Hasta pública realiza-se no final de maio.

Plataforma_Artes_Ateliês

Termina esta sexta-feira, 15 de abril, o prazo de apresentação de candidaturas para o procedimento de hasta pública por prévia-qualificação, destinado ao arrendamento de três espaços comerciais, designados por “Ateliês Emergentes”, com uma área útil individual de 69,75 metros quadrados, no edifício da Plataforma das Artes e da Criatividade (PAC), na Avenida Conde Margaride, em Guimarães.

As candidaturas devem especificar o ramo de comércio que pretendem desenvolver e ser acompanhadas de um estudo de negócio que inclua um estudo de viabilidade económica, número de postos a criar, estudo prévio de instalação do espaço comercial, prazo de abertura do estabelecimento, programa de promoção do espaço que tenha em conta o contexto socioeconómico de Guimarães, entre outros requisitos.

O ato público do procedimento realiza-se no dia 30 de maio de 2016, pelas 14:30 horas, no auditório da Biblioteca Municipal Raul Brandão, iniciando-se com a licitação a partir da proposta escrita mais elevada, sendo que o valor base de licitação para cada espaço comercial não poderá ser igual ou inferior a 500 euros. O montante mínimo de cada lanço é de 100 euros.

As candidaturas podem ser enviadas por correspondência postal ou entregues pessoalmente até às 17:30 horas desta sexta-feira, na Câmara Municipal de Guimarães. As propostas têm de ser apresentadas em sobrescrito opaco e fechado, identificando-se no exterior a palavra “candidatura” e o nome do proponente. O regulamento e o edital podem ser consultados na página de internet do Município, através do seguinte diretório: Publicações – Câmara Municipal – Editais – Hasta Pública.

DELEGAÇÃO DE ESPOSENDE DA CRUZ VERMELHA PORTUGUESA RELAIZA CHÁ DAS CINCO

A Cruz Vermelha Portuguesa – Delegação de Esposende e Extensão de Apúlia em parceira com o Centro João Paulo II e o Centro 100% Excelente, no âmbito da atuação social, vai realizar, no próximo dia 18 de Abril, uma atividade designada “CHÁ DAS CINCO”, envolvida no Programa de Envelhecimento Ativo desenvolvido pela Rede Social da Câmara Municipal de Esposende.

O evento será realizado nas instalações cedidas pelo Centro João Paulo II e tem como objetivo, melhorar a qualidade de vida da pessoa idosa, promovendo o seu bem-estar, a inclusão social e o seu reconhecimento na comunidade, assim como, contribuir para a promoção de um envelhecimento mais integral da mesma.

MELGAÇO COMEMORA DIA INTERNACIONAL DOS MONUMENTOS E SÍTIOS

18 de abril, Escola Superior de Desporto e Lazer, Melgaço

O Município de Melgaço assinala no dia 18 de abril o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, com a abertura ao público da Exposição fotográfica ‘Eu e a ESDL’, um projeto da Escola Superior de Desporto e Lazer (ESDL) para comemorar este dia. A iniciativa acontece pelas 14h00 nesta escola e conta com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Melgaço, Manoel Batista, e do Prof. Luís Paulo Rodrigues, da ESDL.

Criado há 14 anos, num esforço de preservação da cultura e da história patrimonial, sensibilizando os cidadãos para a diversidade do património, a celebração do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios decorre este ano sob o mote ‘Desporto, um Património Comum’, procurando enaltecer a importância cultural e social do desporto e destacando o papel das associações, clubes, museus e autarquias na formação identitária das comunidades e ainda nas diferentes expressões arquitetónicas que abrigam os espaços urbanos de cada município.

Assim, durante esta tarde, decorrerão palestras subordinadas ao tema ‘Desporto, um Património Comum’, tendo como oradores o diretor de Serviços de Bens Culturais (DRCN), Dr. Miguel Rodrigues, e o Professor José Luís Santos, ex-docente na Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC). Segue-se depois um debate sobre o tema.

A iniciativa é aberta ao público em geral.

Concurso Fotográfico “Eu e a ESDL” – até 15 de abril

Para participar neste concurso cada pessoa poderá enviar até 4 fotografias em formato digital, as quais deverão ser tiradas no espaço da ESDL e/ou envolvente, podendo os autores dar largas à sua inspiração e à sua forma de olhar para a ESDL e o desporto como Património Comum. Não é obrigatória a presença do autor na foto.

A qualidade artística e simbólica serão julgadas por um júri que incluirá todos os elementos da academia ESDL, bem como um elemento exterior convidado.

As 30 melhores fotografias serão selecionadas para serem expostas na ESDL no dia 18 de abril.

A fotografia que obtiver o primeiro lugar será contemplada com um prémio em livros técnicos desportivos.

Os interessados em participar deverão enviar as fotos para geral@esdl.ipvc.pt, até ao dia 15 de abril, com indicação no assunto de ‘Concurso fotográfico’. As fotos deverão estar identificadas com o nome do autor e com um título.

PONTE DE LIMA COMBATE EXCLUSÃO SOCIAL

Município de Ponte de Lima apoia protocolo de cooperação celebrado entre a Misericórdia de Ponte de Lima e Juntas de Freguesia no âmbito da RLIS – Rede Local de Intervenção Social

Informar, apoiar e prevenir situações de vulnerabilidade, pobreza e exclusão social, é o objetivo principal de um protocolo de cooperação celebrado entre a Santa Casa da Misericórdia de Ponte de Lima e seis Juntas de Freguesia do concelho, no âmbito do projeto RLIS – Rede Local de Intervenção Social.

RLIS1 (Small)

O Município de Ponte de Lima, como entidade que promove políticas sociais com o objetivo de minimizar as condições vulneráveis em que algumas pessoas vivem, mediou a celebração desta parceria, tendo decorrido, ontem, 13 de abril no Salão Nobre da Câmara Municipal a assinatura do referido protocolo, com a presença da Vereadora da Ação Social, Ana Machado, acompanhada pelos Vereadores Vasco Ferraz, Paulo Sousa e Manuel Barros. Da parte das entidades envolvidas, marcaram presença, o Diretor da Segurança Social do Distrito de Viana do Castelo, Paulo Órfão; o Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Ponte de Lima, Alípio Matos, o coordenador Concelhio do RLIS – Mário Ferreira; a coordenadora Distrital, Manuela Coutinho; Glória Freitas - Técnica da Segurança Social; bem como os presidentes de junta de freguesia, de Bárrio e Cepões; Fontão; Ardegão, Freixo e Mato; Gandra; Navió e Vitorino dos Piães e Refoios e a equipa técnica do RLIS.

O RLIS é o projeto responsável pelo Serviço de Atendimento e Acompanhamento Social (SAAS), atua em rede, com o envolvimento das diversas entidades e instituições, na busca de respostas mais adequadas às necessidades das famílias, funcionando o atendimento em seis freguesias, mais a sede em Ponte de Lima como referiu a Vereadora da Ação Municipal Dra. Ana Machado, “esta seleção foi organizada para que o projeto seja abrangente a todo o concelho, selecionando pontos estratégicos que representam o concelho na sua diversidade geográfica”.

Com visitas semanais a cada Junta, as equipas do RLIS, para além de informar, apoiar e prevenir, poderão intervir em casos de emergência social. Por outro lado, comprometem-se a assegurar apoio técnico, tendo em vista a prevenção e resolução de problemas sociais; prestar informação detalhada sobre a forma de acesso a recursos, equipamentos e serviços sociais que permitam o exercício dos direitos de cidadania e de participação social.

RLIS6 (Small)

De acordo com este protocolo, as Juntas de Freguesia comprometem-se a disponibilizar o espaço necessário e adequado, com condições que garantam a confidencialidade que o SAAS requer, tendo a Vereadora Ana Machado realçado a “importância de se manter uma política de sigilo e privacidade no atendimento.”

O Provedor da Santa Casa de Misericórdia de Ponte de Lima, Alípio Matos, agradeceu o empenho do Município e das juntas de freguesia na promoção desta parceria, mostrando-se confiante na ação deste projeto e nas respostas que se pretendem alcançar face às necessidades da população”.

O Diretor da Segurança Social do Distrito de Viana do Castelo, Paulo Órfão, realçou a “atitude pró-ativa da Santa Casa da Misericórdia de Ponte de Lima por acolher este projeto, bem como as juntas de freguesia parceiros essenciais no êxito do mesmo”. Paulo Órfão reconheceu ainda o papel do Município, aposta na área social, promovendo politicas que garantem a melhoria da qualidade de vida de quem precisa.”

Atualmente o RLIS de Ponte de Lima tem em fase de acompanhamento 281 processos e já atendeu 600 pessoas.

RLIS_equipa (Small)

CELORICO DE BASTO PREVINE INCÊNDIOS FLORESTAIS

Comissão Municipal de Defesa da Floresta contra Incêndios de Celorico de Basto aprovou Plano Operacional Municipal para 2016

As entidades que integram a CMDFCI reuniram ontem, 12 de abril, no salão nobre dos Paços do Concelho, para aprovar e verificar a operacionalidade do plano municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios.

_DSC8200

“Temos que verificar a operacionalidade deste plano sempre na ótica de prevenção. De facto, Celorico de Basto tem sido fustigado por incêndios que derivam de vários fatores, a nossa intervenção deve ser sempre proactiva, temos que agir em antecipação” disse o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto e da Comissão Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios, Joaquim Mota e Silva. “Temos as entidades que integram esta comissão bem apetrechadas e prontas a intervir na salvaguardar das populações e das florestas mas reforço que a nossa intervenção será sempre, no âmbito da prevenção”, realçou.

De facto este plano incide nas ações de vigilância, deteção, fiscalização, 1ª intervenção, combate, rescaldo e vigilância pós-rescaldo. Ações que contam com a intervenção de várias entidades, cada qual nas funções que lhe estão confiadas, refira-se os Sapadores Florestais, a Equipa do Município de Celorico de Basto, a Afocelca, e os Bombeiros Voluntários Celoricenses. Paralelamente a estas entidades existem freguesias com equipamentos complementares de apoio ao combate. Neste plano está discriminado o esquema de comunicação de alertas, os setores territoriais de defesa da Floresta contra incêndios e os locais estratégicos de estacionamento na 1ª intervenção, rescaldo e vigilância pós-rescaldo, a rede de vigilância e deteção de incêndios.

Como apoio na execução deste plano a CMDFCI utilizou a cartografia do concelho.

PAREDES DE COURA REALIZA POESIA

image

REALIZAR:poesia

PAREDES DE COURA

21 – 25 abril

“Mil anos me separam de amanhã”, uma viagem ao universo de Mário de Sá-Carneiro no centenário da sua morte, bem como conversas, teatro, lançamento de livros, cinema, circo contemporâneo, concertos e dança – performance completam o REALIZAR :poesia, que de 21 a 25 de abril traz por estes dias uma outra animação a Paredes de Coura como epicentro das artes e cultura.

As propostas, apresentadas por dezenas de prestigiados convidados nacionais e internacionais, versarão campos tão vastos quanto aqueles que vão da conversa à performance, da preleção ao teatro, do lançamento de obra literária à conferência, da leitura de poesia à música, do cinema à exposição de acervo bibliográfico, et cetera.

“Mil anos me separam de amanhã” integra o espólio de uma coleção privada, do qual fazem parte exemplares das edições originais dos livros de Mário de Sá-Carneiro, publicados em edição de autor, assim como a sua incontornável correspondência com, entre outros, Fernando Pessoa.

Fazem ainda parte do acervo fotografias da infância de Sá-Carneiro até à sua idade adulta, e outros itens de relevante interesse. A peça central da exposição será a nota de suicídio deixada a Fernando Pessoa, não só pela efeméride da sua morte, mas acima de tudo pelo seu valor histórico e simbólico únicos.

REALIZAR:poesia

Espaços Para o Real

A primeira edição do REALIZAR:poesia irá abordar vários espaços da vila e concelho de Paredes de Coura. O Centro Cultural será o palco privilegiado de várias iniciativas, no entanto terá lugar em outros espaços como o Parque de Estacionamento Subterrâneo de Paredes de Coura, a Reserva Natural de Corno de Bico, o Centro de Estudos Mário Cláudio e intervenções em bares e outros estabelecimentos comerciais da vila.

Tema

Neste ano de 2016 evoca-se o centenário da morte do poeta Mário de Sá-Carneiro, o elo de ligação e fonte inspiradora do REALIZAR:poesia que agora se edifica.

MÁRIO DE SÁ-CARNEIRO (1890 1916)

Atque in perpetuum, frater, ave atque vale!

                               CAT .

Exposição do Centenário da morte de Mário de Sá-Carneiro

Neste ano de 2016 evoca-se o centenário da morte do poeta Mário de Sá-Carneiro, o elo de ligação e fonte inspiradora do REALIZAR:poesia que agora se edifica.

Integrada na programação do REALIZAR:poesia, irá decorrer a exposição “mil
anos me separam de amanhã – percurso ao universo de Mário de Sá-Carneiro no centenário da sua morte”, a inaugurar no dia de abertura do evento, dia 21 de Abril, e que estará patente durante 30 dias, até 22 de Maio.

A exposição localizar-se-á no Parque de Estacionamento Subterrâneo Central de Paredes de Coura, no Largo Hintze Ribeiro, e integrará o espólio de uma colecção privada, do qual fazem parte exemplares das edições originais dos livros de Mário de Sá-Carneiro, publicados em edição de autor, assim como a sua incontornável correspondência com, entre outros, Fernando Pessoa. Fazem ainda parte do acervo fotografias da infância de Sá-Carneiro até à sua idade adulta, e outros itens de relevante interesse. A peça central da exposição será a nota de suicídio deixada a Fernando Pessoa, não só pela efeméride da sua morte, mas acima de tudo pelo seu valor histórico e simbólicos únicos.

Mais do que uma exposição explicativa da biografia e bibliografia de Mário de Sá-Carneiro, o que se pretende é um percurso pelo seu universo identitário, real e onírico. As peças serão valorizadas e elevadas a uma leitura completa que englobará o seu sentido tangível e metafórico.

Programação

21 Abril

Inauguração da exposição MIL ANOS ME SEPARAM DE AMANHÃ

viagem ao universo de Mário de Sá-Carneiro no centenário da sua morte

18H30 | Parque de estacionamento subterrâneo de Paredes de Coura

Projeção do filme ADAPTAÇÃO de Olivier Crouzel

22H00 | Centro de Educação e Interpretação Ambiental

da Paisagem Protegida de Corno de Bico

Concerto SOPA DE PEDRA

23H00 | Centro de Educação e Interpretação Ambiental

da Paisagem Protegida de Corno de Bico
22 Abril

LISBOA EM VÔO DE PEIXE* | Poesia para crianças

por Joana Bagulho e Nuno Moura

10H00 | Centro Cultural de Paredes de Coura

*exclusivo para estudantes do 1.º ciclo de Paredes de Coura previamente inscritos

Para que serve a poesia

Adolfo Luxúria Canibal e Maria Bochicchio à conversa

19H00 | Salão Nobre da Câmara Municipal de Paredes de Coura

Exibição do filme CONVERSA ACABADA de João Botelho

apresentado por João Botelho

22H00 | Centro Cultural de Paredes de Coura
23 Abril

Apresentação da Coleção Mário de Sá-Carneiro

por Ricardo Vasconcelos

10H30 | Biblioteca Municipal de Paredes de Coura

Se não houver piano em cena

incursão pela peça Amizade de Mário de Sá-Carneiro, pelo Teatro Amador Courense

11H30 | Centro Cultural de Paredes de Coura
Sem poesia não há realidade

Artur Cruzeiro Seixas à conversa com Miguel Ribeiro

15H00 | Centro Cultural de Paredes de Coura
Espectáculo Punto y Coma

por El Cruce, companhia de circo contemporâneo e teatro físico

17H00 | Largo Visconde de Mozelos, Paredes de Coura
Lançamento do livro Como Eles Costumavam Dizer de Hal Sirowitz

apresentado por Fernando Alvim e Maria Sousa

18H30 | Centro Cultural de Paredes de Coura
Lançamento do livro auto-retratos de Paulo José Miranda

apresentado por João Paulo Cotrim

21H45 | Centro Cultural de Paredes de Coura

Tradução conferência-concerto

por João Paulo Esteves da Silva e Nuno Moura

22H45 | Centro Cultural de Paredes de Coura

Concerto BRUTA

Ana Deus e Nicolas Tricot

00H00 | Leira de Cima - Tasca Regional, Paredes de Coura
24 Abril

COURA PELA MANHÃ, passeio pela vila

com Vítor Paulo Pereira, Presidente da Câmara de Paredes de Coura

10H30 | Paredes de Coura

Morrer em literatura

António Barbedo, Carlos Quiroga e Nicolau Santos à conversa

15H00 | Centro Cultural de Paredes de Coura

Dança-Performance

Assentar Sobre a Subida das Águas

Conferência-Performance por Sónia Baptista

16H45 | Centro Cultural de Paredes de Coura

Outro Sá-Carneiro

Palestra por Giorgio de Marchis

17H45 | Centro Cultural de Paredes de Coura

Cartas da Dispersão

Teatro por Pedro Lamares e Rui Spranger

19H00 | Restaurante Abrigo do Taboão, Paredes de Coura
Lugares de Poesia

Cláudia R. Sampaio, Daniel Jonas, João Rios e Rosa Azevedo à conversa

22H00 | Centro Cultural de Paredes de Coura

Letras para Dance Music

por Nuno Moura

00H00 | Leira de Cima - Tasca Regional, Paredes de Coura
25 Abril

SESSÃO DE ENCERRAMENTO

com a presença de Mário Cláudio

16H00 | Centro de Estudos Mário Cláudio, Paredes de Coura
Acção, Joana Bagulho

em cravo a partir de Carlos Paredes

16H30 | Centro de Estudos Mário Cláudio, Paredes de Coura

EXPOSIÇÕES

CRUZEIRO SEIXAS | OBRA GRÁFICA

Exposição

De 23 Abril a 7 de Maio

De terça a domingo das 14:00 às 18:00

Centro Cultural de Paredes de Coura

[ visita disponível durante a programação nocturna no Centro Cultural de Paredes de Coura ]

Entrada gratuita

FAZER PASSAR

Exposição Fotográfica

Pescada nº 5

De 23 Abril a 13 de Maio

De 23 a 25 de Abril das 10:00 às 12:00 e das 14:30 às 18:00

Restantes dias das 10:00 ás 18:00 de segunda a sábado

Biblioteca Municipal de Paredes de Coura

Entrada gratuita

https://www.youtube.com/watch?v=z5zIZedQ8XE

MERCADO DA CAMÉLIA "TRANSFERIDO" PARA A CASA MUSEU DE MONÇÃO/UM

Devido às condições atmosféricas adversas previstas para o fim-de-semana, o Mercado da Camélia, inicialmente marcado para o Mercado Municipal, realizar-se-á na Casa Museu de Monção/UM. Abertura oficial no sábado, pelas 15h00. Na tarde de domingo, a animação estará a cargo do Grupo Popular “Os Teimosos”. Presença de uma trintena de expositores, maioritariamente da Galiza.

À semelhança do ano passado, o Mercado Municipal de Monção volta a receber quatro mercados temáticos ao longo do ano. O objetivo é criar maior dinamismo comercial naquele espaço, de forma a contribuir para a diversificação e promoção dos produtos locais, envolvimento do público e rentabilização económica dos comerciantes.

A iniciativa, denominada “Dar Vida ao Mercado”, tem início este fim-de-semana, 16 e 17 de abril, com o Mercado da Camélia, prosseguindo, no dia 1 de maio, com o Mercado da Flor e, em junho (data a definir), com o Mercado “Festejar os Santos Populares”. O Mercado do Artesanato, Antiguidades e Velharias decorre em novembro, coincidindo com o Magusto de S. Martinho, promovido pela autarquia monçanense.

Devido às condições atmosféricas adversas previstas para o fim de semana, o Mercado da Camélia, inicialmente marcado para o Mercado Municipal, realizar-se-á na Casa Museu de Monção/UM. A abertura oficial decorre no sábado, pelas 15h00. Na tarde de domingo, a animação estará a cargo do Grupo Popular “Os Teimosos”.

Neste mercado, serão “mostrados” diversos trabalhos feitos com camélias e realçada a importância do cultivo desta planta tanto a nível ornamental como terapêutico. A iniciativa, apoiada pela Associação Comercial e Industrial dos Concelhos de Monção e Melgaço e Associação de Artesãos de Monção Post`Arte, conta com uma trintena de floristas e viveiristas, maioritariamente da Galiza.

MUNICÍPIO DE BRAGA REDUZ DÍVIDA DA AUTARQUIA

Em dois anos Braga regista uma redução superior a 20 milhões de euros. Diminuição da dívida reflecte gestão financeira ‘rigorosa e exemplar’

Entre 2013 e 2015, a Câmara Municipal de Braga reduziu em 20,6 milhões de euros o volume da sua dívida total. Só no ano passado, a dívida desceu cerca de 17 por cento num montante global de 10,5 milhões de euros. Os dados constam do Relatório de Gestão de 2015, documento que será submetido à apreciação do Executivo Municipal na próxima reunião de Câmara agendada para próxima Segunda-feira, dia 18 de Abril.

camara hdr2

Para o presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, o presente relatório “atesta de forma clara os resultados de uma política de rigor, de um Executivo que quer uma Autarquia com uma gestão financeira exemplar, cumpridora dos seus compromissos para com terceiros e capaz de se libertar do colete que restringe a sua capacidade investimento”.

Ainda no capítulo da dívida, o relatório mostra a redução em mais de 10 por cento da dívida bancária do Município, enquanto a dívida consolidada referente a todo o Universo Municipal regista uma diminuição de 107 milhões euros em 2013, para 64 milhões de euros em 2015, o equivalente a 40 por cento no conjunto dos últimos dois anos. Na base destes resultados está a “clara melhoria do desempenho” das Empresas Municipais que, deste modo, ficam excluídas da definição dos limites da dívida.

Estes indicadores relevam que o Município de Braga tem aumentado, de forma consistente, a sua folga para com o limite legal à dívida e, inclusive, o aumento da margem de endividamento. Ainda assim, a Autarquia considera “prioritário garantir esta folga, quer por conta da desejável resolução do processo da SGEB, quer para viabilizar o resgate da concessão do estacionamento de superfície à ESSE, quer até para acautelar a necessidade de adoptar medidas de recurso no contexto dos processos judiciais em curso (que nos termos da Auditoria realizada em 2013 podem acarretar encargos na ordem dos 20 milhões de euros).”

No plano estritamente financeiro, outra questão pertinente é a do volume de compromissos por pagar transitados. De acordo com o relatório, em 2013 transitaram cerca de 15,4 milhões de euros, contra 5,8 milhões de euros em 2014. Já em 2015, esta verba desceu para 3,9 milhões de euros, números que representaram um “alívio para a gestão de tesouraria, permitindo que o Prazo Médio de Pagamento a Fornecedores descesse para 16 dias úteis”.

Plano Plurianual de Investimentos com taxa de execução de 80 por cento

Pela primeira vez nos últimos anos, as taxas de execução do orçamento da receita e da despesa cifram-se acima dos 90 por cento, enquanto a taxa de execução do Plano Plurianual de Investimentos (PPI) ronda os 80 por cento, “mais do dobro da registada no mandato anterior em anos não eleitorais”.

Neste capítulo, as Funções Sociais têm um montante executado de 5,1 milhões de euros, encontrando-se aqui concentrada a maior fatia dos investimentos do Município, já que representam 65% do PPI. Na Educação, com um total de 501 mil euros investidos, destacam-se as requalificações das EB 2/3 André Soares (200 mil €) e Francisco Sanches (70 mil €) e intervenções de melhoria noutros edifícios escolares (186 mil €).

No objectivo “Habitação e Serviços Colectivos”, responsável por 31% do valor do PPI, foram executados 2,5 milhões de euros, onde se incluem projectos como o Balcão Único (274 mil €), o Arranjo Paisagístico do Parque do Picoto (382 mil €), o Plano de Reabilitação do Rio Este (644 mil €) ou o projecto de Eficiência Energética na Iluminação Pública (817 mil €).

Já os Serviços Culturais, Recreativos e Religiosos representam 27% da execução deste plano, com 2,1 milhões de euros executados, dos quais 1,6 milhões de euros respeitantes à construção do Campo de Tiro de Braga. A rubrica dos Transportes Rodoviários apresenta um montante de 756 mil euros investidos em renovação e conservação da rede viária do Município.

As Funções Gerais representam 26% do PPI, com um total executado de 2 milhões de euros e uma taxa de execução de 86%. Este agregado funcional cresceu 173% em relação a 2014. A causa deste crescimento encontra-se na rubrica Protecção Civil e Luta Contra Incêndios, onde está registada a despesa paga referente à construção do Quartel da Companhia de Bombeiros Sapadores de Braga, no valor de 1,2 milhões de euros.

REGINA DUARTE REGRESSA A FAMALICÃO COM “BEM-VINDO ESTRANHO”

Novo espetáculo da atriz brasileira estará em cena na Casa das Artes de 21 a 24 de abril

Uma peça de contrastes, em que o humor e o riso se misturam com o drama e o suspense. Assim é “Bem-Vindo Estranho”, o espetáculo que traz Regina Duarte de regresso a Portugal e que na próxima semana vai instalar-se na Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão, de 21 a 24 de abril.

Esta é já a segunda vez que a conceituada atriz brasileira pisa o palco do grande auditório do espaço cultural famalicense, depois de aqui se ter estreado corria o ano de 2004.

Baseado na obra “Be Mine”, da britânica Angela Clerkin, “Bem-Vindo Estranho” leva-nos numa viagem até à capital londrina para conhecer a conturbada relação de Jaki e Elaine, mãe e filha de classe trabalhadora, interpretadas por Regina Duarte e Mariana Loureiro. Uma relação alternada entre o afeto e a manipulação, que “entra em erupção” com a chegada de Joseph (Kiko Bertholini), o misterioso namorado de Elaine.

Numa entrevista concedida recentemente à RTP, Regina Duarte desvendou alguns pormenores daquilo que o público famalicense pode esperar deste seu novo espetáculo. “Há uma fase lua-de-mel da peça em que o público diverte-se, mas que a partir de um certo ponto se transforma num ambiente de grandes tensões, em que o público se apercebe que um crime está para acontecer”, disse.

Dirigido pelo brasileiro Murilo Pasta, “Bem-Vindo Estranho” vai estar em cena no grande auditório de quinta, 21, a domingo, 24. As sessões de quinta, sexta e sábado estão marcadas para as 21h30, enquanto a sessão de domingo está agendada para as 17h00.

O espetáculo tem o custo de 22 euros, reduzindo para metade para os portadores do Cartão Quadrilátero Cultural. Mais informações no site oficial do espaço cultural famalicense, emwww.casadasartes.org

BEM-VINDO ESTRANHO | FICHA TÉCNICA

21, 22, 23 e 24 de abril

Quinta, Sexta e Sábado: 21h30 | Domingo: 17h00

Grande Auditório

Entrada: 22 euros

Cartão Quadrilátero Cultural: 11 euros

M/12 Anos

Duração: 90 minutos

PONTE DE LIMA ESTABELECE PARCERIA COM A FUNDACIÓN VIVANCO DE ESPANHA PARA PROMOVER O VINHO VERDE

CIPVV – Centro de Interpretação e Promoção do Vinho Verde e Fundación Vivanco

Investigar, difundir e partilhar a Cultura do Vinho são as principais linhas orientadoras de um memorando celebrado entre o Município de Ponte de Lima e a Fundación Vivanco de Espanha.

IMG_7386 (Small)

A assinatura realizou-se no dia 12 de abril no Salão Nobre da Câmara Municipal de Ponte de Lima. e traduz-se nas intenções que a Fundación Vivanco para la Cultura Del Vino e o Município de Ponte de Lima têm em comum, representados por Santiago Vivanco Sáenz e pelo Presidente do Município, Victor Mendes, respetivamente.

IMG_7388 (Small)

A Fundación Vivanco para la Cultura Del Vino, possui o maior museu de Vinhos de Espanha, tem cerca de 4 000 m2 e conta com cinco salas de exposição permanente, incluindo a maior exposição do mundo de saca-rolhas.

Sobre a Fundación Vivanco, Santiago Vivanco afirmou que se trata de uma empresa familiar, que preserva a tradição da produção de vinho “tudo o que somos [família Vivanco], devemos ao vinho”, “queremos devolver ao vinho, o que ele nos deu” complementou, Rafael Vivanco.

IMG_7397 (Small)

Por outro lado, o Município Limiano em parceria com a Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes, promoveram a abertura do CIPVV - Centro de Interpretação e Promoção do Vinho Verde, importante estrutura para a investigação, promoção e partilha da Cultura do Vinho Verde.

O Presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima recorda que o CIPVV é “uma estrutura muito importante e única para a região”. “Pretendemos estabelecer contactos e parcerias com instituições semelhantes, com o objetivo de promover a nossa região, o nosso vinho”, sustentou.

IMG_7406 (Small)

Santiago Vivanco, por sua vez, agradece a possibilidade de formalizar o memorando supracitado, esperando encontrar inúmeras formas de colaboração mutua no sentido de promover e divulgar este património vinícola na Península Ibérica.

Este encontro não poderia finalizar de outra maneira, a visitar o CIPVV com a assinatura do Livro de Honra por Santiago Vivanco e um brinde com o magnífico Vinho Verde Loureiro de Ponte de Lima.

IMG_7412 (Small)

MUNICÍPIO DE FAMALICÃO DISTRIBUI LANCHES ESCOLARES SAUDÁVEIS

Lanches saudáveis chegam a duas mil crianças em Famalicão. Autarquia investe mais de 90 mil euros

Cerca de dois mil alunos do pré-escolar e do primeiro ciclo do concelho de Vila Nova de Famalicão estão a beneficiar de lanches escolares saudáveis, com a inclusão de pão fresco com recheio variado (que pode ser manteiga, queijo, marmelada, etc.). A medida que tem como principais objetivos incutir hábitos de alimentação saudáveis nas crianças – evitando o consumo dos bolos, bolachas e outros doces – e promover a equidade social, surge de um desafio lançado no ano letivo anterior pela autarquia famalicense a todas as Juntas de Freguesia do concelho.

AFS_0322

“Depois do lançamento do projeto piloto, no ano letivo anterior, este ano dezasseis freguesias responderam positivamente ao nosso desafio, procedendo à distribuição de lanches saudáveis pelos estabelecimentos de ensino numa medida de grande relevância e equidade social, já que não existe diferenciação nos lanches, combatendo ainda a obesidade infantil”, refere a propósito o vereador da Educação da Câmara Municipal, Leonel Rocha. De acordo com o responsável, “o objetivo é chegar a todas as crianças”.

Neste âmbito, foi aprovada uma proposta na última reunião do executivo municipal para a atribuição de um apoio financeiro no valor de 32.641, 50 euros para comparticipar os lanches escolares para o presente ano letivo. A autarquia atribui o valor de 10 cêntimos diários por aluno, destinado à comparticipação dos bens alimentares (pão e recheio). O pão de um tamanho apropriado aos mais novos tem um custo de 5 cêntimos, sendo que a autarquia atribuiu mais cinco cêntimos para o recheio.

Recorde-se que além disso, a autarquia financia também a distribuição de fruta em todas as escolas do pré-escolar e 1.º ciclo do concelho, num investimento que chega muito perto dos 60 mil euros por ano. Por sua vez, o leite escolar é suportado pelo Ministério da Educação.

AFS_0311

MINHOTOS PASSEIAM CÃES DE ESTIMAÇÃO EM PONTE DE LIMA

Canil Intermunicipal do Alto Minho organiza “VI CÃOminhada” no dia 28 de maio - Ponte de Lima

O Canil Intermunicipal do Alto Minho promove mais uma edição da “CÃOminhada” (caminhada de cães) pela vila de Ponte de Lima. A iniciativa que tem alcançado um sucesso significativo está marcada para o sábado, 28 de maio.

O percurso (Canil, Ponte de Lima, Canil) terá cerca de 6 quilómetros, com paragem no centro da vila. Todas as pessoas podem participar gratuitamente com os seus animais de estimação, desde que estes sejam saudáveis e estejam devidamente vacinados e licenciados pela junta de freguesia da sua área de residência. Os animais deverão ser portadores de coleira e guiados por trela durante todo o percurso e açaimados no caso de se tratarem de raças perigosas ou potencialmente perigosas. Caso o participante não tenha um animal de estimação pode levar um cão do Canil Intermunicipal.

Esta iniciativa pretende sensibilizar as pessoas para a problemática do abandono e incentivar a adoção, para que cada vez mais o canil seja um local de breve passagem para todos os animais. Pretende-se também alertar para os cuidados a ter com os animais de estimação quando os passeamos em jardins, via pública, etc…

As inscrições são obrigatórias e devem ser feitas até ao dia 25 de maio, através do site do Canil, em www.canil.cim-altominho.pt, ou dos números 961 578 031 e 258 931 133.

O Canil é uma estrutura que está a ser gerida pela Comunidade Intermunicipal do Minho-Lima (CIM Alto Minho) e que serve os dez municípios do Alto Minho e os municípios de Esposende, Barcelos, Amares e Terras de Bouro.

Venha passear pelo Centro Histórico de Ponte de Lima e praticar uma atividade saudável para si e para o seu fiel amigo!

PONTE DA BARCA REALIZA TERTÚLIAS ÀS QUINTAS-FEIRAS

21 de abril | 21h30 | Casa da Cultura | Ponte da Barca. VII Edição das tertúlias 'Quintas na Barca'

Segundo encontro traz à discussão o tema 'Pais e Filhos: Educar pelos afetos'

É já no próximo dia 21 de abril, às 21h30, na Casa da Cultura de Ponte da Barca que terá lugar a segunda sessão da edição deste ano das tertúlias Quintas na Barca. A temática em discussão será 'Pais e Filhos: Educar pelos afetos', sessão que terá como oradora convidada Magda Gomes Dias.

Mais conhecida pelo blogue Mum’s the boss, Magda Gomes Dias é formadora nas áreas comportamentais e comunicacionais hávários anos, tendo certificação internacional em Inteligência Emocional, Educação Positiva e Coaching. É também especialista parental no programa semanal da RTP – A Praça e autora dos livros 'Crianças Felizes' e 'Berra-me baixo'.

'Com estes ciclos de debate pretendemos trazer para a discussão pública temas de interesse para a comunidade barquense'salienta o autarca de Ponte da Barca Vassalo Abreuconcorrendo para 'uma discussão ampla, conjunta e participada sobre e para o desenvolvimento do concelho'.

A última sessão decorre a 5 de Maio, sob o tema '99 anos – As Aparições do Barral'.

CABECEIRAS DE BASTO APOIA O INVESTIMENTO NA AGRICULTURA, PECUÁRIA E NA FLORESTA

Executivo Cabeceirense aprovou Regulamento Municipal de Apoio à Iniciativa Empresarial e Económica nas Áreas Agrícola, Pecuária ou Florestal

O Executivo Municipal de Cabeceiras de Basto, sob a presidência de Francisco Alves, aprovou por unanimidade, na sua última reunião, no dia 8 de abril, o Regulamento Municipal de Apoio à Iniciativa Empresarial e Económica nas Áreas Agrícola, Pecuária ou Florestal, documento que será agora remetido à Assembleia Municipal para deliberação.

Cabeceiras de Basto - paisagem rural

Note-se que o Município de Cabeceiras de Basto pretende criar condições que contribuam para a concretização de investimentos e iniciativas económicas e empresariais nas áreas agrícola, pecuária ou florestal no concelho, como forma de potenciar o seu desenvolvimento económico e social e contribuir para a criação de emprego e fixação da população.

O apoio a conceder pelo início ou reinício de atividade, no montante pecuniário de 1.000 euros, visa promover o empreendedorismo, melhorando a competitividade local e regional, travando a tendência para o despovoamento e a desertificação, e para a fragilização, o estreitamento e a dependência de base económica.

Os destinatários deste apoio são aqueles que tenham iniciado ou reiniciado uma atividade principal nas áreas agrícola, pecuária ou florestal, com investimento e/ou exploração no concelho de Cabeceiras de Basto. Podem ser promotores destas atividades as sociedades comerciais e os empresários em nome individual.

As comparticipações financeiras a atribuir pelo Município de Cabeceiras de Basto resultantes da aplicação deste Regulamento são financiadas através de verbas inscritas anualmente no orçamento municipal, podendo as mesmas serem revistas pelo Executivo Municipal face às candidaturas apresentadas.

As candidaturas ao apoio a conceder nos termos do presente Regulamento serão apresentadas no Serviço de Atendimento Único, mediante o preenchimento de formulário próprio.

Os beneficiários dos apoios comprometem-se a manter a atividade no concelho por um prazo não inferior a 5 anos, a contar da data do pagamento do apoio; e a fornecer ao Município de Cabeceiras de Basto, sempre que este o solicite, os documentos e as informações necessárias ao acompanhamento, controlo e fiscalização, dos termos do presente regulamento.

De salientar que fica vedado o apoio a candidaturas que, embora apresentadas por promotor diferente, se destinem a investimentos ou explorações que já tenham sido beneficiadas de igual apoio, nos termos do presente regulamento.

No decorrer desta última reunião camarária, o executivo municipal aprovou por unanimidade vários apoios às associações no que se refere à cedência de transporte gratuito e ainda um apoio financeiro, no valor de 1.000 euros, a atribuir à Banda Cabeceirense para a sua participação no Concurso de Bandas Filarmónicas a decorrer em Vila Verde.

A Câmara Municipal aprovou também, por unanimidade, uma proposta, a remeter à Assembleia Municipal, que visa isentar, no corrente ano, a instalação até 20 metros quadrados de ocupação de espaço público de esplanadas anexas aos estabelecimentos e respetivo funcionamento, bem como uma redução de 50% das taxas a pagar relativas à animação a desenvolver naquelas esplanadas.

Foram, ainda, renovados os protocolos com a União de Freguesias de Refojos, Outeiro e Painzela para a cedência da EB1 de Painzela e com a Associação Cultural e Desportiva de S. Nicolau para a cedência temporária das instalações da Praia Fluvial de S. Nicolau.

O Executivo Cabeceirense aprovou, ainda, diversos ajustes diretos para prestação de serviços vários, entre outros assuntos.

"DUPLA FACE COMPANHIA DAS ARTES" E BANDA DE MÚSICA DE MOREIRA DO LIMA ATUAM NO TEATRO DIOGO BERNARDES EM PONTE DE LIMA

RESTAURANTE EUROPA – DUPLAFACE COMPANHIA DAS ARTES – 16 de Abril – 22h00

BANDA DE MÚSICA DE MOREIRA DO LIMA – 17 de Abril – 16h00

Teatro Diogo Bernardes – Ponte de Lima

No próximo fim-de-semana, no sábado e domingo, dias 16 e 17 de Abril, dando continuidade à programação do Teatro Diogo Bernardes, as produções da responsabilidade de instituições concelhias serão mais uma vez evidenciadas, num contexto de envolvimento artístico que se pretende desenvolver no sentido da captação e fixação de públicos diferenciados.

Após a apresentação do espectáculo de dança contemporânea Solos, com Leonor Keil, na sexta-feira, dia 15 às 22h00, o grupo Duplaface Companhia das Artes irá apresentar a sua mais recente produção na área do teatro amador, “Restaurante Europa”, no sábado, 17, também às 22h00.

«“Restaurante Europa” é uma criação a partir das peças de Teatro de Cordel “A Casa de Pasto” e “O Galego Lorpa”. Esta comédia, denuncia a torpeza de quem quer viver à custa dos outros, alardeando falsas grandezas ou prostituindo-se encapotadamente. Como pano de fundo, temos uma sociedade pindérica, pouco asseada e muito pretensiosa, que chega até nós peça descrição das assembleias ou partidas que se realizavam na Lisboa de outros tempos. Por seu turno, temos o dono do Restaurante que, sem conseguir coletar as dívidas dos seus fregueses e sem conseguir ter sucesso no seu negócio arruinado devido aos caloteiros, tem por objectivo casar a sua filha com um velho rico para se poder associar à sua fortuna.

No fundo, “Restaurante Europa” é uma sátira ao mundo das aparências onde a preocupação é mostrar mais do que se é e ter mais do que se tem.»

Informações adicionais em https://www.facebook.com/events/196884717350631/.

No domingo, 17 de Abril às 16h00,na sequência dos concertos pelas bandas filarmónicas concelhias, cada vez mais destacadas na programação do Teatro Diogo Bernardes, a Banda de Música da Casa do Povo de Moreira do Lima irá apresentar-se em concerto, com um alinhamento que certamente irá surpreender todos os assíduos espectadores deste tipo de eventos.

Bilhetes à venda (2,00€) e mais informações no Teatro Diogo Bernardes, pelo telefone 258 900 414 ou pelo email teatrodb@cm-pontedelima.pt

ARCOS DE VALDEVEZ REÚNE EXECUTIVO MUNICIPAL

REUNIÃO ORDINÁRIA DE 11 DE ABRIL DE 2016

PERÍODO ANTES DA ORDEM DO DIA

No período antes da Ordem do Dia o Sr. Presidente informou que no próximo fim-de-semana terá lugar a II edição do Auto Salão do Vez no Centro de Exposições de Arcos de Valdevez.

Pelo espaço de exposição passam este ano diversos veículos de total excentricidade e raridade, com destaque para os altos de gama de marcas referenciais e de luxo como Ferrari, Lamborghini ou Aston Martin. O certame incluirá igualmente uma área dedicada aos Clássicos de sonho com mais de 50 anos, bem como uma extensa área expositiva de veículos transformados e de automóveis de competição. Será também dada atenção especial ao sector empresarial automóvel, com diversos expositores de acessórios e de tecnologias dedicadas aos veículos de quatro rodas.

De igual modo informou que no dia 25 de Abril realizar-se-á pelas 10h00 a cerimónia habitual com o hastear das bandeiras nos Paços do Concelho, bem como um pequeno momento musical.

PROTOCOLOS DE APOIO FINANCEIRO A CELEBRAR COM AS FREGUESIAS NO VALOR GLOBAL DE 270 MIL EUROS:

Foi aprovada a celebração de um protocolo com a Junta de Freguesia do Vale no valor de 30.000,00 €.         

Idem com a Junta de Freguesia de Padroso, no valor de 30.000,00 €

Idem com a Junta de Freguesia de Sabadim, no valor de 30.000,00 €.

Idem com a União de Freguesias de S. Jorge e Ermelo, no valor de 30.000,00 €,

Idem com a Junta de freguesia de Ázere, no valor de 30.000,00 €,

Idem com a União de Freguesias de Vilela, São Cosme e São Damião e Sá, no valor de 30.000,00 €,

Idem com a Junta de Freguesia de Sistelo, no valor de 30.000,00 €,

Idem com a Junta de Freguesia de Oliveira no valor de 30.000,00€

Idem com a Junta de Freguesia de Cabana Maior no valor de 30.000,00€

DOCUMENTOS DE PRESTAÇÃO DE CONTAS DO ANO DE 2015: foi deliberado aprovar os documentos relativos à prestação de contas do ano de 2015.

A Autarquia apresentou uma execução orçamental de 21.885.440,92 euros, a qual representa uma concretização de 81,2% do orçamento aprovado, mais de 1,1 milhões de euros do que em 2014.

A par desta execução, a Autarquia arrecadou um total de receita superior a 23 milhões de euros, mais 1,5 milhões de euros do que em 2014.

A dívida orçamental foi reduzida em mais de 2,3 milhões de euros, situando-se atualmente nos 9 milhões de euros. Reduziu-se a dívida à banca em 1 milhão de euros e dívida a fornecedores e outros credores em 1,2 milhões de euros, passando de 3 milhões de euros para 1,8 milhões de euros. De referir, ainda uma poupança corrente de 5,3 milhões de euros, canalizada para a realização de investimentos estruturantes no concelho.

Foi reforçada a política de proximidade e parceria com as Juntas de Freguesia, Associações e Instituições Particulares tendo sido apoiada a sua atividade com 2,8 milhões de euros, valor superior a 2014.

Ao nível do investimento nas Grandes Opções do Plano, em 2015, a Autarquia concretizou um total de 12 milhões de euros, dos quais mais de 7 milhões de euros foram investidos em Funções Sociais, mais de 2,6 milhões de euros em Funções Económicas, mais de 1,2 milhões de euros em transferências para as Juntas de Freguesia e cerca de 950 mil euros em Funções Gerais.

De relevar o investimento levado a cabo no concelho em 2015, orientado para a construção de um concelho com mais oportunidades, mais coeso, solidário, empreendedor e atrativo e uma gestão estratégica e de rigor que permitiu reduzir a dívida municipal e prosseguir com a dinâmica de investimentos necessários à melhoria da qualidade de vida dos arcuenses.

APOIOS

Foi deliberado apoiar a Paróquia de Santa Maria de Oliveira em € 500,00, no âmbito da realização da Feira do Gado, realizada no dia 12 de Março, passado.

Idem a Associação de Danças e Cantares de São Jorge, no valor de € 1500,00 para fazer face a despesas na aquisição de trajes etnográficos e na deslocação a Vila Real no valor de € 350,00.

DESPORTO

ARCOS RUGBY CELTA 2016: foi deliberado autorizar a aquisição dos serviços no valor de 4 672,65 euros c/ IVA incluído, assim como, o apoio logístico necessário para o desenvolvimento daquela atividade.

Foi deliberado aprovar a proposta apresentada pelos Serviços do Desporto, bem como o orçamento relativamente ao evento “Peneda _ Gerês Trail Adventure 2016, apresentada pela firma Carlos Sá Nature Events, no valor de € 15 444,00, com o IVA incluído.

AÇÃO SOCIAL

COMEMORAÇÕES DO MÊS DE PREVENÇÃO DOS MAUS TRATOS NA INFANCIA: foi deliberado aprovar a despesa relativamente às comemorações do mês de prevenção dos maus tratos a crianças, no valor de € 1815,00, mais IVA.

PEDIDO DE APOIO PARA RECUPERAÇÃO HABITACIONAL: foi deliberado aprovar, ao abrigo do regulamento de apoio à recuperação habitacional de estratos sociais desfavorecidos, a atribuição de um apoio económico no valor de 7853,55€ (sete mil oitocentos e cinquenta e três euros e cinquenta cinco cêntimos), a uma família viver em Souto, para a realização das seguintes obras na sua habitação: rebocar todas as paredes interiores; forrar todos os tetos; executar pichelarias na casa de banho e cozinha; construir fossa; colocação de ladrilhos na casa de banho e cozinha; e, pintura das paredes interiores.

Idem, uma outra família do concelho, no valor de 4.625,65€ (quatro mil seiscentos e vinte e cinco euros e sessenta e cinco cêntimos), para realização das seguintes obras na sua habitação: Colocação de telhado novo; Colocação de ripados e cumes; Abertura e colocação de porta interior.

EXPEDIENTE

A Câmara Municipal tomou conhecimento da disponibilidade da Santa Casa da Misericórdia de Arcos de Valdevez, para efetuar o transporte diário de deficientes para o CAO, e para o Lar Residencial dos utentes que ao fim de semana vão a casa da sua família no concelho, tendo deliberado aprovar um valor de 60 € diários para realizar este serviço de transporte.

CULTURA

FESTIVINHÃO – FESTIVAL ENOTURÍSTICO DE ARCOS DE VALDEVEZ E CICLO GASTRONOMICO DO CABRITO – EDIÇÃO 2016: foram aprovados os custos totais relativos ao evento “Festivinhão – Festival Enoturístico de Arcos de Valdevez – Ciclo Gastronómico do Cabrito”, a levar a efeito no próximo dia 15,16 e 17 de Abril, os quais ascende a € 29 900,87 , mais IVA.

RECRIAÇÃO HISTORICA RECONTRO DE VALDEVEZ E MERCADO MEDIEVAL: no âmbito da realização da Recriação Histórica do Recontro de Valdevez e Mercado Medieval 2016, que terá lugar no Paço de Giela nos dias 8,9 e 10 de Julho, foi deliberado autorizar a abertura de um procedimento administrativo de Ajuste Direto.

ALUGUER DE SOM E LUZ PROFISSIONAL PARA EVENTOS DE CULTURA E TURISMO:- no âmbito das necessidades de desenvolvimento do procedimento de Ajuste Direto para Aluguer de equipamento e recursos técnicos de Som e Luz profissional para eventos dos Serviços de Cultura e Turismo da DDSC até 31 de Dezembro de 2016, pelo que solicitam as diligências necessárias ao respetivo procedimento, foi deliberado autorizar a abertura de um procedimento concursal de Ajuste Direto.

OBRAS MUNICIPAIS

EMPREITADA DE RECONSTRUÇÃO DE MURO DE SUPORTE NO C. M. 1312 EM TÁVORA SÃO VICENTE: foi deliberado autorizar a abertura do procedimento pelo valor base de 16.450,00 Euros, a aprovação do projeto de execução e das peças do procedimento

EMPREITADA ALARGAMENTO E BENEFICIAÇÃO DO CAMINHO DA CAPELA E DO CAMINHO DA CANEJA DE BAIXO – FREGUESIA DA GAVIEIRA: foi deliberado autorizar a abertura do procedimento pelo valor base de 85.000,00 Euros, a aprovação do projeto de execução e das peças do procedimento

CAMINHO DE ACESSO AO FUNDO DO LUGAR E ARRANJO DO LARGO DO CRUZEIRO – LOMBADINHA – GONDORIZ: foi deliberado Homologar o auto de receção definitiva; autorizar a restituição ao empreiteiro dos depósitos de garantia e quantias retidas como garantia da obra; bem como autorizar o cancelamento ou extinção das garantias bancária.

Idem, respeitante à obra de “ REABILITAÇÃO, CONSERVAÇÃO E BENEFICIAÇÃO DE VIAS MUNICIPAIS – REABILITAÇÃO DO PAVIMENTO DA E. M. 518 DA E. N. 101 Á IGREJA – AGUIÔ

DIVISÃO DE AMBIENTE E SERVIÇOS DE GESTÃO – PO 137/2015 – RECONSTRUÇÃO DE MUROS NAS MARGENS DO LIMA EM JOLDA (S. PAIO): foi deliberado aprovar o auto de vistoria para efeitos de receção provisória, respeitante à obra em epígrafe, adjudicada à firma Duque & Duque – Terraplanagens, Lda.

Ampliação da Rede de Abastecimento de Água - UF de Álvora e Loureda (Fontes) e Freguesia de Aboim das Choças (Lavandeira/Aboim): foi deliberado aprovar o plano de trabalhos definitivo e respetivo plano de pagamentos.

MINUTA DO CONTRATO – EMPREITADA DE REABILITAÇÃO DE PAVIMENTOS EM VIAS MUNICIAPAIS: foi deliberado aprovar a minuta do contrato respeitante à empreitada em epígrafe.

CONSTITUCIONALISTA JORGE MIRANDA PARTICIPA EM CAMINHA NAS COMEMORAÇÕES DE 25 DE ABRIL A CONVITE DO MUNICÍPIO

Programa variado e de elevada qualidade para celebrar os 42 anos da Revolução dos Cravos

O Município de Caminha preparou um conjunto de iniciativas e eventos de elevada qualidade para celebrar os 42 anos de Abril.

Variedade e excelência marcam a programação dos quatro dias, de 22 a 25 de abril, durante os quais o concelho vai receber personalidades da Democracia, como é o caso do professor e constitucionalista Jorge Miranda, mas vai também viver momentos de exceção a nível cultural, como será certamente o espetáculo de apresentação do Cancioneiro do Concelho de Caminha. Estes são apenas dois exemplos, mas há propostas para todos e todos são convidados a participar na Festa da Democracia, que recorda não apenas a Revolução, mas também celebra os 40 anos da Constituição da República Portuguesa.

O professor Jorge Miranda aceitou o convite do Município de Caminha e vai estar nos Paços do Concelho no próximo sábado, dia 23, para uma conferência sobre os “40 Anos da Constituição da República Portuguesa”, ao lado do antigo deputado Roleira Marinho.

O “pai” da Constituição, como é por vezes chamado, tem um curriculum excecional, sendo autor de mais de duas centenas e meia de publicações, entre monografias, manuais, lições policopiadas e artigos científicos. Mas foi enquanto deputado à Assembleia Constituinte (1975-1976), quando Jorge Miranda teve um papel importante na construção da Lei Fundamental, a Constituição da República Portuguesa de 1976. Considerado especialista na área do Direito Constitucional, colaborou também na elaboração das Constituições de São Tomé e Príncipe (1990), de Moçambique (1990), da Guiné-Bissau (1991) e de Timor-Leste (2001).

Uma estreia absoluta, ainda no sábado, dia 23, marcará também as comemorações deste ano - um grande espetáculo, totalmente original e envolvendo dezenas de músicos e artistas caminhenses. O Cancioneiro de Caminha foi construído ao longo do último ano e inclui 14 músicas, criadas para cada uma das freguesias do concelho.

O programa, porém, tem início no dia anterior, sexta-feira, com um Curso Breve de Cidadania Local, onde será abordado o tema “Poder Local Democrático - Educação para a Cidadania Democrática e os Direitos Humanos”.

Na programação de domingo, dia 24 de abril, destaca-se a inauguração da exposição “Livros Proibidos”, sobre os livros proibidos pela Ditadura, realizada em colaboração com a Associação de Jornalistas e Homens de Letras do Porto.

Ao final da tarde, um colóquio abordará a questão “Liberdade de Expressão na Literatura”, com a participação de Henrique Barreto Nunes, Francisco Duarte Mangas e César Príncipe.

Segunda-feira, dia 25 de abril, o programa é mais institucional, salientando-se a Cerimónia Protocolar da Assembleia Municipal, que terá lugar a partir das 11h00, no Valadares, Teatro Municipal.

PROGRAMA

SEX - 22 ABRIL 

10H00

CURSO BREVE DE CIDADANIA LOCAL

Poder Local Democrático - Educação para a Cidadania Democrática e os Direitos Humanos

Destinatários: Eleitos Locais, Professores, Jovens e Cidadãos em geral

Gratuito

Local: Edifício Paços do Concelho

SÁB - 23 ABRIL

16H00

Conferência

40 ANOS DA CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA PORTUGUESA

Convidados: Jorge Miranda, Constitucionalista, e Roleira Marinho, Deputado Constituinte Honorário

Moderador: Luís Mourão, Presidente da Assembleia Municipal de Caminha

Local: Salão Nobre do Edifício Paços do Concelho

22H00

CANCIONEIRO DO CONCELHO DE CAMINHA

Concerto

Projeto original de César Magalhães

Local: Pavilhão Desportivo Municipal de Caminha

DOM 24 ABRIL

17H00

INAUGURAÇÃO DA EXPOSIÇÃO  “LIVROS PROIBIDOS”

Livros Proibidos pela Ditadura

Associação de Jornalistas e Homens de Letras do Porto

Local: Edifício Paços do Concelho

17H30

A LIBERDADE DE EXPRESSÃO NA LITERATURA

Colóquio

Com Henrique Barreto Nunes, Francisco Duarte Mangas e César Príncipe

Local: Salão Nobre do Edifício Paços do Concelho

SEG 25 ABRIL 

42 ANOS DE ABRIL

Comemorações do 25 de Abril

09H30 

HASTEAR SOLENE DA BANDEIRA NACIONAL

Local: Praça da República, Vila Praia de Âncora

10H30

HASTEAR SOLENE DA BANDEIRA NACIONAL

Local: Praça Conselheiro Silva Torres, Caminha

11H00

CERIMÓNIA PROTOCOLAR DA ASSEMBLEIA MUNICIPAL 

Local: Valadares, Teatro Municipal