Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

VIZELA RECEBE FORMAÇÃO EM OPERAÇÕES DE SOCORRO

Durante o ano de 2016 a ANAFS celebra o seu 25º Aniversário com a realização de pequenas cerimónias em cada dia 7 de todos os meses.

 

Assim vem sucedendo, estando previstas para o mês de Maio, não um, mas uma série de eventos, todos realizados em VIZELA, sede do nosso último Sócio Colectivo, a REAL ASSOCIAÇÃO HUMANITÁRIA DOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE VIZELA.

Nos dias 30ABR16 e 01MAI16 organiza-se o Curso de Contenção Táctica em Emergência Pré-hospitalar ministrado pela CITTE SWAT. Nos dias 06 e 07MAI16 realizar-se-á em horário dividido por aqueles dois dias, o 29º CEUSAR, preferencialmente frequentado por elementos do CBV Vizela. Finalmente, a 14MAI16 a partir das 09:00 H  desenvolver-se-á a 6ª JORNADA TÉCNICA DE OPERAÇÕES DE SOCORRO. 

Horas

Descrição

Tempo

 

06MAI16

 

18.00

Recepção, apresentação dos monitores e apresentação do curso

15’

18.15

Apresentação dos formandos

15’

18.30

A Busca e Salvamento Urbano

60’

19.30

O desenvolvimento e a organização de uma operação de Busca e Salvamento Urbano

30’

20.00

Construção Civil

30’

20.30

Intervalo (Bag-meal)

30’

21.00

Causas e tipos de colapsos de edifícios e estruturas

30’

21.30

Riscos e segurança em Busca e Salvamento Urbano

30’

22.00

A avaliação estrutural em Busca e Salvamento Urbano

30’

22.30

A sinalização utilizada em Busca e Salvamento Urbano

30’

23.00

A busca e localização de vítimas, incluindo os meios cinotécnicos

60’

24.00

Encerramento da teoria

 

 

07MAI16

 

08.30

Escoramentos

120’

10.30

A remoção de destroços superficiais

120’

12.30

Remoção e escoramentos em espaços confinados

30’

13.00

Avaliação da sessão e encerramento

15’

13.15

Encerramento

-

 

Total de formação

09H55´

 

CENTRO DE ESTUDOS REGIONAIS DE VIANA DO CASTELO PROMOVE CONFERÊNCIA COBRE CRIATIVIDADE E DESIGN

No próximo dia 13 de Abril (quarta-feira), na Sala Couto Viana da Biblioteca Municipal de Viana do Castelo, às 17.00 horas, Ermanno Aparo apresenta a comunicação com o título “A criatividade da cultura no contexto: O design e a(s) Identidade(s)”, no âmbito do Ciclo de Estudos “Arte, da criação à fruição”, promovido pelo Centro de Estudos Regionais e sua Academia Sénior.

Ermanno Aparo, nascido em Agrigento (Itália), e licenciado em Arquitetura, com especialização em Design de Equipamento, pela Universitá di Palermo (Itália). Em 2001 obteve com distinção o Master em Design da Domus Academy de Milão (Itália). Doutorado em Design pela Universidade de Aveiro, encontra-se atualmente a desenvolver o seu Pós-Doutoramento em Design na Faculdade de Arquitetura da Universidade de Lisboa, sendo Professor Adjunto e coordenador do curso de Mestrado em Design Integrado da Escola Superior Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico de Viana do Castelo. Coautor do livro (com a Liliana Soares) “Sei progetti in cerca d’autore”, publica periodicamente diversos artigos em revistas internacionais da especialidade e participa regularmente em conferências nacionais e internacionais. É membro do Centro de Investigação em Arquitetura Urbanismo e Design da Faculdade de Arquitetura, da Universidade Técnica de Lisboa, e do GLODSUN - Global Design Survey Network (Dinamarca). Já foi membro de comissões científicas em congressos internacionais em Twente (Holanda), Kalmar (Suécia) e Dublin (Irlanda) e de revistas científicas como: Journal of Literature and Art Studies, The International Journal of Design Education, The International Journal of Designed Objects, Design Principles and Practices e Maqueda 175.

Ermanno Aparo desenvolveu, igualmente, projetos nos âmbitos do espaço de interiores, arquitetura e design do produto, colaborando com empresas portuguesas e internacionais. Ao longo destes anos tem também desenvolvido projetos de investigação e desenvolvimento principalmente na área do design do produto relacionados com as temáticas da sustentabilidade e do design estratégico.

A sessão é pública.

PINTOR ARCUENSE MUTES EXPÕE EM LONDRES

A convite da THE BRICK LANE GALLERY situada em 196 Brick Ln, London E1 6SA, Mutes vai estar presente numa exposição colectiva de pintura a decorrer no próximo dia 13 de Abril do corrente ano com obras suas.

Juntamente com Mutes, os artistas Arte by Sih Jemal Gugunava, Laurence Cammas, Marc Némorin, Nevzat Zeylan, Nina Greenwood, Op Freuler, René Moini, Taner Yilmaz, Terry Belinsky, compõem o coletivo da exposição de pintura de nome Portraits (Retratos).

Retratos convida-nos a descobrir a reinterpretação do gênero clássico através das peças notáveis de artistas locais e internacionais. Exploramos a aparência física, individual e personalidade no seu papel na sociedade e até mesmo é a sua conceptualização, encontrando muitos exemplos que imortalizam uma variedade de assuntos em formas fascinantes e complexos. A diversidade da expressão não só é reflectida na abordagem do retrato, mas também é evidente nos meios variados apresentados na exposição, que vão desde desenhos e pinturas a fotografias.

ARCOS DE VALDEVEZ REALIZA EXPOSIÇÃO DE PINTURA

ARCOZ´ARTE (Exposição coletiva de pintura) realiza-se na Casa das Artes de Arcos de Valdevez, inauguração 16/04/2016 22:00h

Um grupo de amigos que se expõe colectivamente na parede e senta-se á mesa para falar de Arte. Arte sentida, com uma mensagem, onde cada um dos pintores tem a sua forma de expressão artística. Não apenas colocar tinta nas telas, mas sim fazer arte por amor, necessidade, e desejo.

e7169cc4-5b1f-45d8-8eeb-2c227d8ce5c1

De norte a Sul do Pais, 25 pintores a convite de Mutes, expõem no Foyer da Casa das Artes de Arcos de Valdevez a 16 de Abril, até 31 de Maio de 2016. Os 25 nomes que integram esta exposição colectiva de nome ARCOZ ´ARTE, acusam-se através da tela. A necessidade de reproduzirem as suas ideias, mostrando as suas diferentes abordagens, nesta forma de estar na vida de cada indivíduo, é o mote para a criação de um processo construtivo de manifestações de ordem estética.

È feita por Artistas a partir de percepções,  emoções e ideias, com o objectivo de estimular esse interesse de consciência em um ou mais espectadores, onde cada obra de arte por eles apresentada possui um significado próprio, uma expressão para com o mundo material ou imaterial que os inspira.

Pintores:

Alberto Assumpção
Alexandre Magno
Alua Pólen
Ana Margarida Cordeiro
Ana Teresa
António Aguiar
António Porto
Carlos Saramago
Cristina Troufa
Cristina Vouga
David Bastos
Domingos Silva
Doroteia Pinto
Jorge Marques 
Leonor Trindade Sousa
Liliana Oliveira
Luiz Morgadinho
Marco Santos
Mutes 
Paula Rosa 
Paulo Sanches
Pedro Prata
Ricardo Campus
Sílvia Marieta
Vítor Zapa

“OPEN DAY” DEU A CONHECER ESPAÇOS E SERVIÇOS DA AUTARQUIA AOS FILHOS DOS COLABORADORES DO MUNICÍPIO DE AMARES

Os filhos dos colaboradores do Município de Amares viveram na passada sexta-feira um dia diferente e especial. Aproveitando o período de interrupção letiva da Páscoa, a Câmara Municipal de Amares abriu as suas portas para que os mais novos pudessem acompanhar de perto os pais durante um dia de trabalho.

DSC00605

O convite foi feito pelo próprio presidente da Câmara, Manuel Moreira, que pretendeu com este gesto proporcionar “uma experiência diferente aos filhos dos colaboradores, dando-lhes a conhecer aquelas que são as tarefas habituais dos pais e as rotinas do dia-a-dia da Autarquia e, ao mesmo tempo, a importância e o impacto do trabalho dos pais na vida dos amarenses”.

A tarde começou com uma visita ao gabinete do presidente da Câmara Municipal, na qual os miúdos tiveram oportunidade de satisfaz algumas curiosidades no que diz respeito ao trabalho desempenhado por Manuel Moreira, e pela sua equipa, no decurso das suas funções.

Seguiu-se um momento dedicado à leitura e uma visita pelos diversos serviços da Câmara Municipal, com algumas surpresas pelo meio, que culminou com um pequeno lanche.

BIBLIOTECAS ESCOLARES DE PONTE DE LIMA DINAMIZAM ESPETÁCULO INFANTIL

No âmbito das comemorações do Dia Internacional do Livro Infantil e do Dia Mundial do Livro o Município de Ponte de Lima, através da Biblioteca Municipal, vai promover um conjunto de ações significativas de incentivo ao livro e à leitura nos estabelecimentos de ensino do concelho.

Trata-se da dinamização de um espetáculo infantil intitulado “As coisas que o saco diz”, impulsionado pela contadora de histórias Mariana Machado, que no dia 07 de abril se irá deslocar às Bibliotecas Escolares de Refoios, Poiares, Feitosa e Rebordões de Souto, e desenvolverá uma iniciativa lúdico-cultural que contribuirá para o desenvolvimento integral dos alunos.

“As Coisas que o saco diz”

Contos fantásticos que só o saco sabichão, sabe!

E só os desvenda depois de todos os meninos dizerem as palavras secretas.

Dentro do saco existem várias surpresas: livros, bonecos, objetos, pistas que se transformam em histórias de princesas, bruxas, meninos traquinas e aventureiros...

Se queres descobrir que histórias são, prepara‐te com toda a energia, estica os braços e diz: "Esfrega, esfrega com as mãos, estica estica o dedão, abro..."

TERRAS DE BOURO REÚNE ASSEMBLEIA MUNICIPAL

Assembleia Municipal de Terras de Bouro reunirá a 8 de abril

A próxima sessão ordinária da Assembleia Municipal de Terras de Bouro está marcada para o dia 8 de abril, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, pelas 20:30 horas.

Da ordem dos trabalhos da referida sessão constam: a apreciação da atividade do Município, bem como da situação financeira do mesmo, nos termos definidos na alínea c) do n.º 2, do art.º 25, do Decreto - Lei nº75/2013 de Setembro; a análise e votação de pedido de autorização para contratação de empréstimo de médio e longo prazo no valor de 500.000,00 euros; a análise e votação dos Documentos de Prestação de Contas relativos a 2015 e ainda a apresentação do Relatório Semestral do Revisor Oficial de Contas.

VALENÇA DÁ INCENTIVOS FISCAIS AOS SEUS HABITANTES

Valença Dá Desconto nos Impostos em 2016. Viver em Valença tem Vantagens para as Famílias

Viver em Valença proporciona vantagens às famílias com descontos diretos na fatura do I.R.S. e do I.M.I., aliviando a cargo fiscal.

Valença devolve 50% do I.R.S., do Município, aos valencianos, residentes no concelho, respeitante aos rendimentos coletados em 2015. A Câmara Municipal de Valença abdica de metade do valor correspondente ao Município (5%) a favor das famílias.

Quando receberem o reembolso do I.R.S., as famílias valencianas, contarão com este desconto, na coleta líquida, pelo segundo ano consecutivo. No I.R.S., do último ano, a Câmara Municipal abdicou, a favor das famílias, de 158 mil euros.

O concelho permite às famílias, também, descontos sobre a taxa do I.M.I., entre 10% e 20%, em função do número de filhos.

 Quando receberem a nota de liquidação do I.M.I., este ano, as famílias valencianas, abrangidas por este benefício, cerca de 1000, vão notar já o desconto proporcionado pelo Município.

Estes benefícios são automáticos, não requerendo qualquer intervenção do contribuinte, sendo calculados automaticamente pela Autoridade Tributária e Aduaneira. O valor dos descontos virá explicado nas notas de liquidação dos impostos.

Valença reafirma-se como um concelho de impostos baixos, reforçando-se como terra atrativa para viver e investir.

O objetivo destas medidas é aliviar a carga fiscal sobre as famílias, incentivando a sua fixação no concelho, tentando atrair novos moradores e promover a coesão social. A aplicação destas medidas só é possível graças ao trabalho desenvolvido pelo Executivo Municipal, nos últimos anos, de consolidação das finanças municipais. Uma gestão rigorosa e equilibrada tem permitido aliviar as contas municipais e transferir para as famílias valencianas esse benefício.

QUADRILÁTERO BRAGA-BARCELOS-GUIMARÃES-FAMALICÃO APRESENTA PLATAFORMA DIGITAL PARA PÚBLICO ESCOLAR

‘+Cidadania’ reforça ligação entre Municípios e Cidadãos

Desenvolver competências e valores que ajudem as crianças a desempenhar um papel activo na comunidade é o objectivo da Plataforma +Cidadania apresentada hoje, 5 de Abril, no Instituto de Educação da Universidade do Minho, em Braga. Esta plataforma, que resulta da parceria entre a Universidade do Minho e o Quadrilátero, encontra-se actualmente numa fase piloto na qual participam mais de dez mil alunos e 639 docentes de 187 escolas dos Municípios de Braga, Barcelos, Guimarães e Famalicão.

2

Para o presidente do Conselho Executivo do Quadrilátero, Ricardo Rio, este é um projecto que “tem tudo para crescer e para ser, cada vez mais, uma plataforma de ligação entre os municípios e os seus cidadãos”.

“Com esta qualidade, o projecto +Cidadania poderá ser até disponibilizado fora do contexto escolar. Temos aqui matéria para ir ao encontro de todo o tipo de públicos, nomeadamente das famílias, ajudando-as a conhecer melhor a realidade dos seus Concelhos”, referiu o Autarca Bracarense numa cerimónia que, além dos alunos da EB1 do Fujacal, contou ainda com as presenças do presidente da Câmara Municipal de Barcelos e dos vereadores da Educação dos Municípios de Famalicão e Guimarães.

5

Na ocasião, Ricardo Rio sublinhou a mais-valia projecto para a “criação de uma cidadania mais saudável, mais participada e interessada”, destacando o envolvimento que os municípios do Quadrilátero tiveram no desenvolvimento da plataforma, sem esquecer os professores, “elementos cruciais para o sucesso da iniciativa”. O Edil salientou igualmente o papel da Universidade do Minho que, uma vez mais, “mostra oportunidades de colaboração que servem o interesse de todos”.

Com recurso às tecnologias, a plataforma promove o desenvolvimento dos níveis de cidadania participativa em crianças, mobilizando a rede social e comunitária para a construção de uma sociedade mais solidária, mais responsável e interdependente.

Uma das áreas diferenciadoras do projecto “+Cidadania” consiste na criação de um currículo de base local. Com base no património material e imaterial de cada Concelho, foram criadas diversas actividades que permitem aos alunos, de uma forma divertida e lúdica, conhecer o seu Concelho, a sua história e as suas instituições.

4

ARCOS DE VALDEVEZ REALIZA SEMANA CONCELHIA DA LEITURA, CIÊNCIA E TECNOLOGIA 2016

A Semana Concelhia da Leitura, Ciência e Tecnologia, ocorrida entre os dias 14 e 19 de março, foi produzida pelo Município de Arcos de Valdevez e pelo Agrupamento de Escolas de Valdevez, contando ainda com a parceria da Escola Profissional Epralima e com a intervenção de outras instituições (Santa Casa da Misericórdia  -  Universidade do Saber e Centro Social e Paroquial de Grade).  Elos de Leitura e Alimentação foram os temas desta edição, que contou com atividades variadas, desde palestras e workshops, encontros com escritores, laboratórios abertos e oficinas, jogos e concursos, teatro e cinema, exposições e feiras, e ainda visitas guiadas ao Arquivo Municipal. Dando cumprimento a este vasto programa, todas as atividades foram conciliadas de modo a que o maior número de participantes pudesse desfrutar e aprender em simultâneo.

image005

No âmbito da Ciência, realizaram-se sessões de Laboratório Aberto/Oficinas, subordinados ao tema Alimentação, e promovidos pelos grupos disciplinares de Física e Química, Biologia e Geologia, e Matemática, nas quais os alunos dos vários ciclos tiveram acesso a cerca de duas dezenas de experiências, como por exemplo “Cozinha molecular”.

No âmbito da Tecnologia, salientou-se a mostra de projetos profissionais: Mostra de Projetos de Design de Moda, de Energias Renováveis, de Mecatrónica Automóvel, de Informática, de Análises Laboratoriais e de Turismo Ambiental e Rural. Todos estes projetos foram dinamizados pelos alunos dos diversos cursos técnicos do Agrupamento. 

No âmbito da Leitura e da promoção cultural, o programa contou com inúmeras rubricas. Na categoria Escritores e Livros, realizaram-se feiras do livro e múltiplos encontros com escritores nas bibliotecas escolares e noutros espaços. João Manuel Ribeiro animou sessões com alunos no 1º. Ciclo, Raquel Ramos encontrou-se com alunos do 2º. Ciclo, de todas as escolas do Agrupamento,  Marlene Ferraz apresentou um interessante livro cujo tema era o incentivo à proteção dos animais abandonados a alunos do 3º. Ciclo; Albertina Fernandes, que exerceu a docência e se dedica agora, entre outras atividades, a escrever e a publicar para públicos de várias idades, animou uma conversa com os alunos da Epralima e Fátima Torres, jovem autora arcuense, apresentou o seu novíssimo romance “Mão na Mão, Lado a Lado” a alunos do secundário e da Universidade Sénior.

Dedicada ao tema da Alimentação a semana foi farta em propostas: Materchef na Eb23/S; jantar vegetariano literário organizado pelos alunos e professores da Epralima, palestras sobre alimentação saudável e até um peddy paper para ensinar (a brincar) os princípios da roda dos alimentos aos alunos do 6º ano.

Durante a semana houve ainda espaço para sessões de cinema francês, encenações, sessões de poesia, e para visitas guiadas ao Arquivo Municipal José Terra ao Paço de Giela e à Biblioteca Municipal Tomaz de Figueiredo, onde os alunos puderam apreciar a exposição Rochas e Minerais.

Mais uma vez em destaque, a edição deste ano (sétima) do Concurso Concelhio de Leitura “Quintos Leitores” realizou-se na quinta-feira, dia 17 de março, no auditório da Casa das Artes.  A assistência contou com a presença de todos os alunos que frequentam o 5º. ano de escolaridade nas escolas do concelho (Escola Básica de Távora, Eb2,3/S e Centro Escolar Dr. Manuel Brandão em Sabadim).  Dos trinta e dois alunos em concurso, saíram vencedores João Gonçalves, em 1º. lugar, aluno do 5º.D da EB2,3/S (identificado com o número 15); em 2º. lugar Luna Carvalho, aluna do 5º.F do Centro Escolar Dr. Manuel Brandão em Sabadim (identificada com o número 21); e em 3º. lugar Valéria Coelho Amorim, aluna do 5º.G da Escola Básica de Távora (identificada com o número 31).

CASA DA MOEDA EMITE MOEDA COMEMORATIVA DEDICADA AO GALO DE BARCELOS

Galo e Figurado de Barcelos são tema nas moedas comemorativas da Casa da Moeda

A INCM (Imprensa Nacional Casa da Moeda) apresentou no dia 31 de março, numa cerimónia que teve lugar na fábrica da Casa da Moeda, nove novas moedas com temas contemporâneos e trabalhados por artistas da nova geração, que contribuem para promover valores da cultura portuguesa e universal. Esta edição de moedas comemorativas de 2016 inclui, na série denominada “Etnografia Portuguesa”, o Galo e o Figurado de Barcelos.

As moedas onde figuram o Galo de Barcelos e os Diabos da celebre artesã Júlia Côta, estarão disponíveis em novembro e a sua apresentação será realizada numa cerimónia em Barcelos com a presença dos representantes da INCM e da escultora de nacionalidade Letónia, Baiba Šime, que criou a imagem sobre o Figurado de Barcelos.

Contrariando uma visão elitista e erudita da cultura geralmente associada às emissões de moeda, tendo em atenção que a história de um povo e de um país não se escreve apenas com estadistas, guerreiros e escritores, a INCM procurou que os temas das moedas comemorativas de 2016 espelhassem uma abrangência e diversidade cultural ajustada aos tempos modernos.

Figurado de Barcelos

Moeda de Coleção Comemorativa

Emissão prevista: 75 000 moedas em cuproníquel, 3000 moedas em prata proof e 2500 moedas em ouro proof

Autora: Baiba Šime

Nascida em Riga, na Letónia, em 1984, e a viver atualmente em Lisboa. Licenciada em Escultura pela Academia de Artes da Letónia (2008), trabalhou no Banco Central da Letónia entre 2006 e 2007, tendo-lhe sido atribuída uma bolsa para estudar no Instituto Poligrafico e Zecca Stato S.P.A., Sezione Zecca – Scuola dell’ Arte Della Medagila (a emissora de moedas do Estado italiano, sediada em Roma). Em 2009-2010, foi aluna de ERASMUS na Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa e, em 2010-2011, realizou um estágio profissional na Imprensa Nacional-Casa da Moeda, fazendo atualmente parte dos quadros desta empresa. Conta com vários prémios internacionais no âmbito da medalhística e, no que respeita à numismática, conquistou o Prémio Especial do Júri como Designer do Futuro, pela Casa da Moeda Japonesa em 2009, com uma criação comemorativa relativa às energias renováveis. Na área da Escultura, participou em diversas exposições coletivas, tanto na Letónia como em Portugal.

Entre as novidades deste ano, destacam-se a participação portuguesa nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro de 2016 e o 50.º aniversário da Ponte 25 de Abril. Já as moedas de coleção comemorativas são dedicadas ao Modernismo, à inauguração do Museu do Dinheiro, a D. Catarina de Bragança (série Rainhas da Europa), ao Cante Alentejano – Património Imaterial da Humanidade, a Eusébio (série Heróis do Desporto), ao Lince Ibérico (série Espécies de Animais Ameaçadas) e ao Figurado de Barcelos (série Etnografia Portuguesa).

“COLÓQUIOS DA EUROCIDADE MONÇÃO – SALVATERRA DE MIÑO” DEBATEM A CIDADANIA NO FEMININO NA REGIÃO LUSO-GALAICA

Primeira edição realiza-se esta sexta-feira e sábado, 8 e 9 de abril, em vários espaços públicos e privados das duas localidades raianas. Sessão de encerramento, sábado, pelas 17h00, no auditório da Escola Profissional de Monção, contará com a presença do Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro, e do Secretário Xeral de Emigracion de Galicia, António Rodriguez Miranda.

banner

A primeira edição dos “Colóquios da Eurocidade Monção - Salvaterra de Miño” realiza-se esta sexta-feira e sábado, dias 8 e 9 de abril. Decorrendo em vários espaços das duas localidades raianas, tem como temática geral “ Expressões de Cidadania no Feminino na Região Luso-Galaica”.

Inserido nos Projetos Eurocidade Monção – Salvaterra de Miño e Igualdade do Género, a presente iniciativa, que envolve exposições, música e conferências, visa reforçar identidades locais e solidificar a ligação cultural entre as duas regiões, cujo objetivo comum, entre outros, é partilhar potencialidades e minimizar fragilidades relacionadas com a cidadania no feminino.

A abertura está marcada para as 17h00 com inauguração de três exposições, patentes na Casa Museu de Monção/UM, Adega da Quinta de Santiago e Castillo de Dona Urraca, contendo criações artísticas de pintura, escultura e fotografia de cerca de meia centena de artistas do norte de Portugal, Galiza e diáspora.

Pelas 21h30, o Cine Teatro João Verde recebe o concerto/conferência “A música de expressão ibérica” com atuação dos maestros António Victorino D`Almeida e Miguel Leite e co-criação performativa de Ricardo de Campos (pintura) e Patricia Oliveira (escultura).

O espetáculo, com entrada a 10,00 €, mescla música e arte num palco envolvente e cativante que abordará junto do público, em rasgos de criatividade e pedaços de improviso, as relações ibéricas de fronteira nas diferentes variantes de criação artística como música, escultura e pintura.  

O sábado é dedicado ao colóquio “Expressões de Cidadania no Feminino” que decorrerá, durante todo o dia, no auditório José Emílio Moreira, na Escola Profissional de Monção, com a realização de dois painéis. O primeiro relaciona-se com a “Interação entre géneros – na literatura, na história e na arte” e o segundo aborda “Eurocidades – por uma cultura de igualdade”.

A sessão de abertura, pelas 9h30, contará com os autarcas de Monção, Augusto de Oliveira Domingues, de Salvaterra de Miño, Arturo Grandal, e a presidente da Associação de Estudo, Cooperação e Solidariedade – Mulher Migrante, Rita Gomes. O encerramento, pelas 17h00, com o Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro, e o Secretário Xeral de Emigracion de Galicia, António Rodriguez Miranda.

VILA VERDE: AUTOMÓVEIS CLÁSSICOS DESFILAM CHARME NA VILA DE PRADO

O centro urbano da Vila de Prado acordou, no passado domingo (3 de abril), para um autêntico de desfile de charme e classe. Mais de uma centena de automóveis clássicos preencheram e abrilhantaram o requalificado Largo de S. Sebastião, que, apesar de ainda se encontrar em fase de obra, aparece de cara lavada para receber iniciativas diversas e apresenta-se como um excelente cartão-de-visita da freguesia, tal como comentavam no local participantes e transeuntes. A concentração de clássicos promovida pelo CLAC (Clube Limiano de Automóveis Clássicos) já vai na XI edição, realiza-se todos os anos no Domingo mais próximo do aniversário do clube, fundado há 11 primaveras, e contou este ano com 120 participantes.

DSC_1419

A Junta de Freguesia garantiu apoio de logística para um evento que contribuiu para a promoção e divulgação da Vila de Prado e do concelho de Vila Verde, atraindo largas dezenas de visitantes de toda a região. O facto de existirem por estas bandas vários sócios e amantes das quatro rodas levou o CLAC a escolher este ano a Vila de Prado para o arranque das comemorações. “Temos vários associados na zona de Prado e de Braga, daí termos vindo cá este ano”, afirmou o presidente do CLAC, Fernando Leite, recordando que a abrangência do clube extravasa amplamente as fronteiras do concelho de Ponte de Lima: “Temos associados em toda a região, do Porto até à Galiza”.

DSC_1391

Visita lúdica durante a tarde

Os clássicos haveriam de arrancar em cortejo por volta da hora de almoço para dar continuidade ao evento com um almoço em Alvito, a que se seguiu a parte lúdica da iniciativa. Durante o período vespertino, os convivas deslocaram-se à cidade de Barcelos para “uma visita ao Museu de Olaria e à Torre, que foi possível graças à colaboração da Câmara Municipal de Barcelos”, referiu o presidente do CLAC. Fernando Leite não terminou sem deixar “uma palavra de agradecimento à Junta de Freguesia da Vila de Prado, na pessoa do presidente Paulo Gomes, pela disponibilidade e empenho demonstrados”.

DSC_1383

Aumentar a dinâmica na Vila de Prado

Por sua vez, o presidente da autarquia pradense sublinhou que a Junta está sempre a aberta a receber e apoiar, dentro das suas possibilidades, todas as iniciativas que contribuam, de forma direta ou indireta, para a promoção e divulgação da freguesia, encetando esforços contínuos para continuar a trazer cada vez mais visitantes à nossa vila e procurar potenciar a atividade económica. Paulo Gomes prosseguiu afirmando que esta atitude surge na senda da estratégia delineada pelo executivo que lidera, no sentido de catalisar as dinâmicas locais e tornar a Vila de Prado um destino cada vez mais atrativo, que encontra nos ritmos do progresso o ímpeto necessário para incrementar a qualidade de vida da população.

DSC_1219

FAFE INAUGURA JARDIM MARIA BARROSO

Terra Justa abre com inauguração de Jardim de Maria Barroso no Parque da Cidade. Raúl Cunha fala em privilégio para Fafe

“Acreditamos que as pessoas só desaparecem quando ninguém se lembra delas e como a Maria de Jesus Barroso é alguém querido e acarinhado por nós, não desapareceu”. Foi desta forma que o presidente da Câmara Municipal de Fafe, Raúl Cunha, inaugurou, esta tarde, o Jardim Maria Barroso, no Parque da Cidade.

DCS_1682A

Na presença da filha de Maria de Jesus Barroso Soares, Isabel Soares, Presidente da Fundação Pro Dignitate, e de António Pacheco, Diretor da mesma Fundação, Raúl Cunha, visivelmente emocionado, falou de uma figura importante para Fafe e para o evento que hoje começou. Na cerimónia, o autarca falou de Maria Barroso como um símbolo do Terra Justa e destacou ser um privilégio ter associado à iniciativa alguém que sempre defendeu os direitos humanos.

“Na primeira edição do “Terra Justa” tivemos o privilégio e a honra de ter homenageado Maria Barroso Soares e de poder contar com a presença dela aqui em Fafe, num evento de causas e valores da humanidade”, frisou.

Na inauguração do Jardim Maria Barroso, marcou presença também Isabel Soares, filha da homenageada e Presidente da Fundação Pro Dignitate, que se mostrou satisfeita com o gesto da autarquia fafense.

“Para mim é uma honra estar aqui, hoje, a participar neste gesto de perpetuar a memória da minha mãe em Fafe. Ter a minha mãe ligada a Fafe é muito bom, é sinal que ela marcou pela positiva”.

OTerra Justa começou esta tarde, com a inauguração do Jardim Maria Barroso, seguido da inauguração da exposição de arte pública “Caminho das Causas” e da exposição de rua “Luz ao fundo do túnel”.

Às 17h30, a Sala Manoel de Oliveira recebe a conferência Fundação Pro-Dignitate “A paz como Missão”, que contará com a presença de Isabel Soares, Raquel Abecassis, Celso Filipe e Sónia Patacão.

Às 19Hh0, será feita a atribuição do prémio “Jornalismo pela paz – Maria de Jesus Barroso Soares” à rádio Sol Mansi, da Guiné-bissau.

O dia termina com a apresentação do livro “Terra Justa, Encontro de Causas e Valores da Humanidade, 2015”, por António Pacheco e David Pontes.

DCS_1641A

MUNICÍPIO VIMARANENSE ESTABELECE PARCERIA COM O CENTRO CIÊNCIA VIVA

Câmara de Guimarães coloca centenas de alunos do 1º ciclo em contacto com a ciência

Parceria entre o Ciência Viva e o Município de Guimarães visa estimular a curiosidade científica e o desejo de aprender entre os mais novos. Alunos do 3º ano também vão assistir ao Teatro BUS.

Guimaraes_Ciencia_Viva

1.364 alunos do terceiro ano de escolaridade de escolas do primeiro ciclo do concelho de Guimarães vão descobrir, nas próximas semanas, os segredos e encantos do Curtir Ciência – Centro Ciência Viva de Guimarães.

A parceria com a Câmara Municipal de Guimarães visa levar a Ciência aos mais novos, cumprindo assim um dos objetivos fundamentais do “Curtir Ciência”: estimular a curiosidade científica e o desejo de aprender. Durante o terceiro período letivo, os alunos do 3º ano das escolas de Guimarães vão assistir, em Couros, à peça ambiental que decorre no interior do Teatro BUS, entretanto já exibida aos alunos do 4º ano.

O Município de Guimarães considera o Ciência Viva como um espaço vital no novo paradigma de ensino que contempla mais interatividade e estimulação nos alunos. Nesse sentido, entende como fundamental a passagem de jovens vimaranenses pela Antiga Fábrica Âncora, onde agora está instalado um polo de conhecimento de inovação.

Recorde-se que o Curtir Ciência registou, no mês de março, 1.100 visitantes oriundos de vários pontos do país, na sua maioria escolas e centros de estudos que aproveitaram as potencialidades do Centro para ocupação dos alunos nas férias escolares da Páscoa.

MONÇÃO EXPÕE "EXPRESSÕES DE CIDADANIA NO FEMININO"

Inserido no “Colóquios Eurocidades Monção e Salvaterra del Miño - expressões de cidadania no feminino na região luso galaica “, a Sala de Exposições Temporárias da Casa Museu de Monção da Universidade do Minho, acolhe a partir do dia 8 de abril, pelas 17 horas a inauguração da exposição intitulada Expressões de cidadania no feminino.

Nesta exposição estão patentes ao público obras de pintura, escultura e fotografia de artistas das duas margens do Norte de Portugal e da Galiza e ainda da diáspora.

A exposição estará patente ao público até ao dia 28 de abril.

A exposição Expressões de cidadania no feminino, estará também patente ao público na adega da Quinta de Santiago e no Castillo de Doña Urraca.

Artistas “anfitriões” das Exposições:

Rosa Porto, Ricardo de Campos, Patrícia Oliveira, Puskas e Joana Degues.

Expressões de Cidadania no Feminino, é o tema do Iº Colóquio Eurocidades inserido nos Projetos Eurocidade Salvaterra/ Monção e Igualdade de Género, que visa reforçar identidades e solidificar relações culturais e de cidadania entre duas regiões que têm muito a partilhar problemáticas que envolvem a diáspora, a igualdade, e as mulheres na literatura, na arte, na história...

COMÉDIA REGRESSA AO TEATRO DIOGO BERNARDES EM PONTE DE LIMA

A CANTORA CARECA – 8 de Abril – 22h00 / OS IRMÃOS MACHADO – 9 de Abril – 22h00 / Teatro Diogo Bernardes – Ponte de Lima

No próximo fim-de-semana, de novo, a comédia, através do teatro do absurdo ou teatro do insólito e da comédia musical, sobe ao palco do Teatro Diogo Bernardes, em Ponte de Lima.

a_cantora_careca4x3_

No dia 8, sexta-feira, às 22h00, "A Cantora Careca", de Eugène Ionesco, que o próprio autor denominou de anti-peça e que é considerada uma das maiores referências no designado teatro do absurdo (Ionesco preferiu sempre chamar-lhe teatro insólito), assumida por um colectivo de actores que inclui os nomes de Alexandra Sargento, Andresa Soares e João Cabral. Os criadores – aos já referidos juntam-se Fernando Rodrigues, Sofia Brito e Rogério Jacques – sublinharam o lado cómico do texto optando por interpretá-lo com a maior seriedade.

Quando os diálogos se começam a dessincronizar (como se as personagens fossem bonecos que subitamente se tivessem avariado), os actores mantêm o ar sério e compenetrado de burgueses bem-educados.

E quanto mais esta tensão entre o sério e o disparate se acentua, mais o espectador ri. Ao longo de pouco mais de uma hora somos convidados a perceber o ridículo de certas convenções mas também quão perto podemos estar, todos, da anarquia.

No sábado, 9 de Abril, também às 22h00, caberá aos "Irmãos Machado" não permitir um único minuto sem gargalhadas.

"Os Irmãos Machado" (Hugo Osga, João Sousa e Ricardo Peres) são um espectáculo que mistura comédia, malabarismo "radical" com pedras da calçada, martelos e machados.

As moto-serras chegam para a semana.

"Os Irmãos Machado" & "A Orquestra De Um Homem Só" assumem-se como entertainers e também fazem cobranças difíceis ao domicílio ou a países que precisem de cobrar avultadas somas de dinheiro a políticos e banqueiros corruptos.

Vão exibindo as suas requintadas formas de cobrança com muito humor e Rock And Roll ao vivo e à bruta.

Com muita interacção com o público, transformam-se num espectáculo de culto e continuidade por renovarem sempre o seu reportório musical e humorístico conforme as actualidades mundiais o forem permitindo.

Bilhetes à venda (2,00€) e mais informações no Teatro Diogo Bernardes, pelo telefone 258 900 414 ou pelo email teatrodb@cm-pontedelima.pt

irmaos4x3_

APRESENTAÇÃO DO CANCIONEIRO DO CONCELHO DE CAMINHA NO VALADARES, TEATRO MUNICIPAL, QUINTA-FEIRA, ÀS 11H00

A apresentação do Cancioneiro do Concelho de Caminha vai decorrer no Valadares, Teatro Municipal, na próxima quinta-feira, dia 7 de abril, pelas 11h00, com a presença de vários músicos e outros parceiros do Município neste projeto, que marcará as comemorações dos 42 anos de Abril.

O Cancioneiro do Concelho de Caminha é um projeto original que inclui a criação de 14 músicas, criadas para cada uma das freguesias do concelho de Caminha por César Magalhães, músico e compositor de Vila Praia de Âncora.  

O projeto foi desenvolvido pelo Município em parceria com instituições como o Orfeão de Vila Praia de Âncora, Academia de Música Fernandes Fão, SIRA – Sociedade de Instrução e Recreio Ancorense, Grupo de Cantares Tradicionais de Orbacém e Banda de Lanhelas. Os músicos participantes foram selecionados pelo compositor César Magalhães e pela maestrina Liliana Quesado. Participam ainda na iniciativa a associação Krisálida e o artista plástico Mário Garrido.

Este projeto será a base de um grande espetáculo, a realizar no sábado, dia 23 de abril, pelas 22h00, no Pavilhão Municipal de Caminha, com o qual o Município dará início ao programa de comemoração dos 42 anos de Abril.

Nessa noite, artistas e instituições do concelho vão juntar-se num espetáculo único que celebrará a cultura e as tradições das nossas freguesias.

EXECUTIVO DE MELGAÇO INICIA PÉRIPLO PELAS FREGUESIAS VISITA DE TRABALHO À UNIÃO DE FREGUESIAS DE CHAVIÃES E PAÇOS

No próximo dia 7 de abril, a partir das 10h00, o Presidente da Câmara Municipal, Manoel Batista, inicia um périplo de visitas de trabalho às freguesias. Acompanhado pelo executivo e técnicos municipais, o autarca visitará já na próxima quinta-feira a União de Freguesias de Chaviães e Paços.

CASA MORTUÁRIA DE CHAVIÃES 1

O presidente da Câmara Municipal aproveitará para se inteirar do andamento de algumas obras e para proceder à inventariação e análise das que são consideradas prioritárias para o atual executivo da freguesia.

INAUGURAÇÃO DA CASA MORTUÁRIA DE CHAVIÃES, sábado, 15h00

Cumprindo uma necessidade da população, a Junta de Freguesia da União de Freguesias de Chaviães e Paços, concelho de Melgaço, inaugura no próximo sábado, 9 de abril, pelas 15h00, a Casa Mortuária desta freguesia. Um investimento que dignifica a freguesia e que teve o contributo do Município de Melgaço.

A construção da Casa Mortuária ocorreu no antigo edifício onde ‘lecionou’ o infantário de Chaviães. Requalificado e adaptado, pretendeu-se criar condições de utilização com o objetivo do espaço possuir o conforto necessário ao uso pretendido. ‘Era muito incómodo para as pessoas não terem um espaço assim. Os velórios aconteciam na Igreja e em casa das pessoas. Este edifício é uma mais-valia para freguesia’, considera o Presidente de Junta de Chaviães, Amadeu Esteves.

Para o efeito foi criado um espaço único de câmara-ardente, podendo ser adaptado para dois compartimentos autónomos caso se justifique. Também ao nível dos sanitários, foram criadas as condições necessárias à utilização por pessoas com mobilidade reduzida, assim como instalações simples. Também foi instalado um sistema de climatização quer de ar quente quer de ar frio de forma a dar melhores condições de bem-estar aos utilizadores. O espaço exterior foi intervencionado procurando dotar o recinto com acessibilidades confortáveis e funcionais, quer para as pessoas quer para os veículos fúnebres.

CASA MORTUÁRIA DE CHAVIÃES

FAMALICÃO PROMOVE SOLIDARIEDADE

HZ Events entrega bens alimentares à Loja Social de Famalicão

Perto de quinhentas unidades de géneros alimentares desde arroz, massa, azeite, leite, enlatados, entre outros, foram entregues nesta terça-feira, 5 de abril, à Loja Social de Vila Nova de Famalicão pela empresa HZ Events.

Donativos resultaram de parte da receita do _Fama

Os donativos resultaram de parte da receita do “Fama Zumba Event”, uma mega aula de Zumba que decorreu no final do passado mês de janeiro, no Pavilhão Municipal.

“Poder aliar ao sucesso de um evento o apoio a uma causa é sempre bom”, disse André Alves, um dos promotores da iniciativa. No horizonte está agora a realização de mais eventos do género. “Ficamos muito contentes com o resultado e queremos continuar a ajudar, fazendo aquilo que mais gostamos - dançar”.

O adjunto do Presidente da Câmara Municipal para a área da Ação Social, Ademar Carvalho, agradeceu os donativos entregues e espera que a atitude da HZ Events se replique às demais instituições e empresas do concelho.

Refira-se ainda que, atualmente, a Loja Social de Famalicão apoia em média cerca de 100 famílias por mês.

LARGO DE DONÃES DEVOLVIDO À CIDADE DE GUIMARÃES

Demolição de edifício dá lugar a uma nova praça no Centro Histórico de Guimarães

Uma escultura em ferro e uma plantação de laranjeiras vão embelezar Largo de Donães, que voltará a ter o seu traçado original em julho deste ano. Serviços sociais da Cantina Económica já foram transferidos para um renovado imóvel reabilitado pelo Município.

Guimaraes_Centro_Historico_Largo_Donaes

A Câmara Municipal de Guimarães inicia esta quarta-feira, 06 de abril, a reabilitação do Largo de Donães, devolvendo à fruição pública um quarteirão situado entre a Rua da Rainha e a Rua Egas Moniz, atualmente ocupado por um edifício que albergou, entre outras valências, a cantina social e cujo processo de demolição principiará na quinta-feira. A regeneração do espaço, com um custo aproximado de 152 mil euros, montante ao qual acresce a taxa de IVA em vigor, será executada num prazo de três meses, podendo ser já frequentado no próximo verão.

O renovado Largo de Donães, enquadrado por muros e laranjeiras, acolherá na zona central uma escultura em ferro, que será colocada numa segunda fase, em homenagem às artes e ofícios vimaranenses. O pavimento da praça será em lajeado de granito e a viela em calçada à portuguesa, conforme planta do século XVI e de 1863. Com a demolição do edifício, construído há cerca de duas décadas, Guimarães consolida o processo de regeneração do seu Centro Histórico, classificado com o título da UNESCO e ganha uma nova praça, recuperando a centralidade que teve outrora.

Além da área onde se encontra atualmente um edifício de rés-do-chão, conhecido por “Casa dos Pobres”, a empreitada engloba igualmente a Rua de Donães e a Rua e Travessa João de Melo. O novo largo do Centro Histórico privilegiará a circulação pedonal, no âmbito da filosofia de intervenção adotada na política de reabilitação de locais públicos, propondo-se um desenho urbano cuja pavimentação surge na continuidade dos materiais utilizados anteriormente nos restantes espaços públicos do Centro Histórico de Guimarães.

Cantina Económica já ocupa novas instalações

As valências do Lar de Santo António existentes no Largo de Donães foram entretanto instaladas esta semana num edifício, propriedade da Autarquia, situado no limite superior do recinto da feira semanal, continuando a cumprir o desígnio de assistência humanitária que presidiu à sua criação, com a disponibilização de refeições, banhos públicos e tratamento de roupas a pessoas mais carenciadas. A Câmara Municipal de Guimarães, em articulação institucional com o Lar de Santo António, procedeu à transferência dos serviços de carestia alimentar e higiénica para um local com condições mais dignas, o que permitiu iniciar a reabilitação urbanística do largo.

A 1 de maio de 1934, foi fundada oficialmente a Casa dos Pobres de Guimarães, na rua de S. Dâmaso, em edifício pertencente à Câmara Municipal. Um refeitório para o fornecimento de refeições grátis, uma cozinha económica, um albergue para abrigo temporário, um balneário público e um lactário para fornecer leite grátis a mães necessitadas foram os primeiros serviços desenvolvidos pela instituição. Com a demolição da sede, as instalações passaram para o Largo de Donães onde ficou a funcionar até esta semana o refeitório, que serve atualmente cerca de 120 refeições, depois de já ter partilhado o espaço físico com um Centro de Dia e um Centro de Convívio.

FAMALICÃO ENSINA A TOCAR GUITARRA PORTUGUESA

Inscrições gratuitas para Master Class de Guitarra Portuguesa

Estão abertas as inscrições para a Master Class de Guitarra Portuguesa, com o guitarrista Miguel Amaral, que vai decorrer no sábado, dia 16 de abril, das 10h00 às 22h00, na Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco. As inscrições são gratuitas, mas estão limitadas à capacidade de 15 pessoas e são obrigatórias através do email animacaocultural@vilanovadefamalicao.org

A iniciativa insere-se no âmbito das Oficinas de Experimentação, promovidas pela autarquia famalicense mensalmente há mais de um ano e que têm abarcado diferentes instrumentos musicais e atividades culturais.

A recente mediatização do Fado, no contexto da sua classificação como Património Imaterial da Humanidade pela UNESCO, mas sobretudo aquando do surgimento de uma difundida "renovação" deste estilo musical (desde finais dos anos 90 do séc. XX), trouxe para esta música de raiz tradicional muitos ouvintes, intérpretes e guitarristas que, maioritariamente, são influenciados pelos artistas surgidos nestes anos. Tem-se vindo a notar um crescente interesse pela aprendizagem musical do Fado, mais precisamente da Guitarra Portuguesa.

Propõe-se com esta Master Class de Guitarra Portuguesa e alicerçada à experiência e formação do guitarrista Miguel Amaral, ajudar todos os que estão genuinamente interessados na experimentação e exploração deste instrumento musical tão português.

GUIMARÃES APRESENTA OFERTA EDUCATIVA

Guimarães recebe feira com oferta educativa da região para orientar futuro profissional de alunos de quinta-feira a sábado no Multiusos

65 expositores, vários palcos, espaço tedtalk, formações, performances e atividades paralelas fazem parte da “4U Minho”. Certame vai disponibilizar informação alargada sobre diversas áreas de formação e requalificação profissional.

4U Minho

A 2ª edição da “4U Minho - Feira Educativa e Formativa da Universidade do Minho” decorre no Multiusos de Guimarães entre esta quinta-feira e sábado, 07 e 09 de abril. O evento, destinado a alunos do ensino básico e secundário, encarregados de educação, professores, orientadores escolares, bem como ao público universitário e pós-universitário, permite às famílias e aos potenciais estudantes aceder a informação alargada sobre possíveis percursos escolares.

Com entrada livre, a feira, que espera receber cerca de 10 mil visitantes ao longo dos três dias, está aberta ao público na quinta-feira, das 14 às 18 horas, e na sexta-feira e sábado, das 09:30 às 18 horas. O certame conta com 65 expositores, que estarão distribuídos por cerca de 6 mil metros quadrados de área, onde estão várias atrações, como o simulador de condução Bosch, além de palestras, workshops e apresentações científicas, culturais e desportivas.

A iniciativa dá a conhecer a oferta educativa de dez instituições de ensino superior, nomeadamente, Universidade do Minho, Universidade Católica Portuguesa (Braga), Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA), Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC), Universidade Fernando Pessoa, Universidade Lusíada, CESPU, ISAVE, Instituto de Estudos Superiores de Fafe e CENFIM.

Na exposição, estarão presentes todos os estabelecimentos de ensino vimaranenses, com o nível secundário e profissional. O Município de Guimarães assegura o transporte dos alunos do 9º e 12º ano para visita à feira. Além dos Municípios que integram a CIM do Ave, estarão igualmente presentes Braga e Viana do Castelo. Entre as seis dezenas de expositores, estão ainda a ACIG – Associação Comercial e Industrial de Guimarães e IEFP – Instituto de Emprego e Formação Profissional (Médio Ave).

Feira formativa com programação diversificada

No palco principal da “4U Minho”, estão previstos concertos, peças de teatro, danças orientais, desfiles de moda, zumba, entre outros. Na área de demonstração pode ver-se robótica, maquetas de desenho e ilustração, mobiliário, karts, show cooking, domótica, speed dating e patinagem. Já o espaço TedTalk acolhe, por exemplo, sessões sobre voluntariado europeu, candidaturas ao ensino superior, o que é ser cientista, a importância de estudar certas áreas e ainda um guia para a empregabilidade.

Com periodicidade anual, realizando-se alternadamente entre Guimarães e Braga, a realização deste evento fortalece a relação com as escolas e os agrupamentos dos distritos de Braga, Viana do Castelo e Porto, municípios do Minho, comunidades intermunicipais (CIM) do Ave e do Cávado, além de disponibilizar a todos os visitantes informação detalhada sobre os serviços e facilidades que a Universidade do Minho, entidade organizadora, oferece à comunidade académica.

PAREDES DE COURA REALIZA POESIA

image

ÍNDICE

PROJECTO    3

Apresentação  3

REALIZAR:poesia    5

Data e Local   5

Datas do Evento        5

Local do Evento         5

Espaços Para o Real   5

Tema   5

MÁRIO DE SÁ-CARNEIRO (1890 1916) 5

Exposição do Centenário da morte de Mário de Sá-Carneiro          7

Programação   8

PROJECTO

Apresentação

Conciliando vontades, em todo o amplexo do lugar, o REALIZAR:poesia propõe uma panóplia de atitudes e linguagens poéticas, que objectivam na proposta contida nos versos finais do poema AGORA ESCREVO de Alexandre O'Neill, que aqui se plasmam:

"...

Tratava-se de realizar.

 

«Realizar»: fazer passar

Para a realidade,

Pôr em prática sonhos,

Ideias, teorias.

Por exemplo: a indústria,

A agricultura realizam

Certas teorias

Químicas, físicas,

Biológicas.

Por exemplo: hoje

Estão a ser realizados

Os mais velhos

Sonhos do homem.

Por exemplo – mais pessoal

Mas não menos importante:

Em ti

Via realizados os meus sonhos!".

 

Este manifesto imperativo do poeta de "No Reino da Dinamarca", que convoca a poesia ao desiderato  novo de participação na realidade, anima os diversos momentos deste primeiro evento, que terá o privilegiado âmbito de Paredes de Coura como cenário. As propostas, apresentadas por dezenas de prestigiados convidados nacionais e internacionais, versarão campos tão vastos quanto aqueles que vão da conversa à performance, da prelecção ao teatro, do lançamento de obra literária à conferência, da leitura de poesia à musica, do cinema à exposição de acervo bibliográfico, et cetera.

Um programa tão amplo transporta a intenção de atingir, favoravelmente, um público tão indistinto quanto abrangente, desde o cidadão instigado pela curiosidade até ao cultor das matérias apresentadas. Pretende-se, no REALIZAR: poesia, acima de tudo, a divulgação e partilha da experiência poética, entre os seus artífices e todos aqueles que se fizerem presentes, a 21 de Abril e dias seguintes, nesta mítica localidade.

De referir que, precisamente no dia de arranque do REALIZAR: poesia, será inaugurada “mil anos me separam de amanhã”, iniciativa que supera o designativo exposição, mostrando-se, peremptoriamente, uma viagem emocional ao universo de Mário de Sá-Carneiro. No âmbito do centenário da sua morte, o nome maior da literatura portuguesa, Mário de Sá-Carneiro, é assunto de destaque neste REALIZAR:poesia inaugural. Trata-se o exemplo superior da decisão fundadora de experimentar o ideal poético, colocando, não só a condição da sua obra, a própria vida ao serviço dessa premissa.

REALIZAR:poesia

Data e Local

Datas do Evento

de 21 a 25 de Abril de 2016

Local do Evento

Concelho de Paredes de Coura

Espaços Para o Real

A primeira edição do REALIZAR:poesia irá abordar vários espaços da vila e concelho de Paredes de Coura. O Centro Cultural será o palco privilegiado de várias iniciativas, no entanto terá lugar em outros espaços como o Parque de Estacionamento Subterrâneo de Paredes de Coura, a Reserva Natural de Corno de Bico, o Centro de Estudos Mário Cláudio e intervenções em bares e outros estabelecimentos comerciais da vila.

Tema

Neste ano de 2016 evoca-se o centenário da morte do poeta Mário de Sá-Carneiro, o elo de ligação e fonte inspiradora do REALIZAR:poesia que agora se edifica.

MÁRIO DE SÁ-CARNEIRO (1890 1916)

Atque in perpetuum, frater, ave atque vale!

                               CAT .

Morre jovem o que os Deuses amam, é um preceito da sabedoria antiga. E porcerto a imaginação, que figura novos mundos, e a arte, que em obras os finge, são os signaes notaveis d’esse amor divino. Não concedem os Deuses esses dons para que sejamos felizes, senão para que sejamos seus pares. Quem ama ama só a egual, porque o faz egual com amal-o. Como porém o homem não pode ser egual dos Deuses, pois o Destino os separou, não corre homem nem se alteia deus pelo amor divino : estagna só deus fingido, doente da sua ficção.

Não morrem jovens todos a que os Deuses amam, senão entendendo-se per morte o acabamento do que constitue a vida. E como á vida, além da mesma vida, a constitue o instincto natural com que se a vive, os Deuses, aos que amam, matam jovens ou na vida, ou no instincto natural com que vivel-a. Uns morrem ; aos outros, tirado o instincto com que vivam, pesa a vida como morte, vivem morte, morrem a vida em ella mesma. E é na juventude, quando nelles desabrocha a flor fatal e unica, que começam a sua morte vivida.

No heroe, no sancto e no genio os Deuses se lembram dos homens. O heroe é um homem como todos, a quem coube por sorte o auxilio divino ; não está nelle a luz que lhe astreia a fronte, sol da gloria ou luar da morte, e lhe separa o rosto dos de seus pares. O sancto é um homem bom a que os Deuses, por misericordia, cegaram, para que não soffresse; cego, pode crer no bem, em si, e em deuses melhores, pois não vê, na alma que cuida propria e nas cousas incertas que o cercam, a operação irremediavel do capricho dos Deuses, o jugo superior do Destino. Os Deuses são amigos do heroe, compadecem-se do sancto; só ao génio, porém, é que verdadeiramente amam. Mas o amor dos Deuses, como por destino não é humano, revela-se em aquillo em que humanamente se não revelára amor. Se só ao genio, amando-o, tornam seu egual, só ao genio dão, sem que queiram, a maldição fatal do abraço de fogo com que tal o affagam. Se a quem deram a belleza, só seu attributo, castigam com a consciencia da mortalidade d’ella ; se a quem deram a sciencia, seu attributo tambem, punem com o conhecimento do que nella ha de eterna limitação ; que angústias não farão pesar sobre aquelles, genios do pensamento ou da arte, a quem, tornando-os creadores, deram a sua mesma essencia ? Assim ao genio caberá, além da dor da morte da belleza alheia, e da magoa de conhecer a universal ignorancia, o soffrimento proprio, de se sentir par dos Deuses sendo homem, par dos homens sendo deus, exul ao mesmo tempo em duas terras.

Genio na arte, não teve Sá-Carneiro nem alegria nem felicidade nesta vida. Só a arte, que fez ou que sentiu, por instantes o turbou de consolação. São assim os que os Deuses fadaram seus. Nem o amor os quer, nem a esperança os busca, nem a gloria os acolhe. Ou morrem jovens, ou a si mesmos sobrevivem, incolas da incomprehensão ou da indifferença. Este morreu jovem, porque os Deuses lhe tiveram muito amor.

Mas para Sá-Carneiro, genio não só da arte mas da innovação nella, junctou-se, à indifferença que circumda os genios, o escarneo que persegue os innovadores, prophetas, como Cassandra, de verdades que todos teem por mentira. In quâ scribebat, barbara terra fuit. Mas, se a terra fôra outra, não variára o destino. Hoje, mais que em outro tempo, qualquer privilegio é um castigo. Hoje, mais que nunca, se soffre a propria grandeza. As plebes de todas as classes cobrem, como uma maré morta, as ruinas do que foi grande e os alicerces desertos do que poderia sel-o. O circo, mais que em Roma que morria, é hoje a vida de todos ; porém alargou os seus muros até os confins da terra. A gloria é dos gladiadores e dos mimos. Decide supremo qualquer soldado barbaro, que a guarda impoz imperador. Nada nasce de grande que não nasça maldicto, nem cresce de nobre que se não definhe, crescendo. Se assim é, assim seja ! Os Deuses o quizeram assim.

Fernando Pessoa

in ATHENA, n.º 2, Lisboa, 1924

Exposição do Centenário da morte de Mário de Sá-Carneiro

Neste ano de 2016 evoca-se o centenário da morte do poeta Mário de Sá-Carneiro, o elo de ligação e fonte inspiradora do REALIZAR:poesia que agora se edifica.

Integrada na programação do REALIZAR:poesia, irá decorrer a exposição “mil
anos me separam de amanhã – percurso ao universo de Mário de Sá-Carneiro no centenário da sua morte”, a inaugurar no dia de abertura do evento, dia 21 de Abril, e que estará patente durante 30 dias, até 22 de Maio.

A exposição localizar-se-á no Parque de Estacionamento Subterrâneo Central de Paredes de Coura, no Largo Hintze Ribeiro, e integrará o espólio de uma colecção privada, do qual fazem parte exemplares das edições originais dos livros de Mário de Sá-Carneiro, publicados em edição de autor, assim como a sua incontornável correspondência com, entre outros, Fernando Pessoa. Fazem ainda parte do acervo fotografias da infância de Sá-Carneiro até à sua idade adulta, e outros itens de relevante interesse. A peça central da exposição será a nota de suicídio deixada a Fernando Pessoa, não só pela efeméride da sua morte, mas acima de tudo pelo seu valor histórico e simbólico únicos.

Mais do que uma exposição explicativa da biografia e bibliografia de Mário de Sá-Carneiro, o que se pretende é um percurso pelo seu universo identitário, real e onírico. As peças serão valorizadas e elevadas a uma leitura completa que englobará o seu sentido tangível e metafórico.

Programação

21 Abril

Inauguração da exposição MIL ANOS ME SEPARAM DE AMANHÃ

viagem ao universo de Mário de Sá-Carneiro no centenário da sua morte

18H30 | Parque de estacionamento subterrâneo de Paredes de Coura

Projeção do filme ADAPTAÇÃO de Olivier Crouzel

22H00 | Centro de Educação e Interpretação Ambiental

da Paisagem Protegida de Corno de Bico

Concerto SOPA DE PEDRA

23H00 | Centro de Educação e Interpretação Ambiental

da Paisagem Protegida de Corno de Bico
22 Abril

LISBOA EM VÔO DE PEIXE* | Poesia para crianças

por Joana Bagulho e Nuno Moura

10H00 | Centro Cultural de Paredes de Coura

*exclusivo para estudantes do 1.º ciclo de Paredes de Coura previamente inscritos

Para que serve a poesia

Adolfo Luxúria Canibal e Maria Bochicchio à conversa

19H00 | Salão Nobre da Câmara Municipal de Paredes de Coura

Exibição do filme CONVERSA ACABADA de João Botelho

apresentado por João Botelho

22H00 | Centro Cultural de Paredes de Coura
23 Abril

Apresentação da Coleção Mário de Sá-Carneiro

por Ricardo Vasconcelos

10H30 | Biblioteca Municipal de Paredes de Coura

Se não houver piano em cena

incursão pela peça Amizade de Mário de Sá-Carneiro, pelo Teatro Amador Courense

11H30 | Centro Cultural de Paredes de Coura
Sem poesia não há realidade

Artur Cruzeiro Seixas à conversa com Miguel Ribeiro

15H00 | Centro Cultural de Paredes de Coura
Espectáculo Punto y Coma

por El Cruce, companhia de circo contemporâneo e teatro físico

17H00 | Largo Visconde de Mozelos, Paredes de Coura
Lançamento do livro Como Eles Costumavam Dizer de Hal Sirowitz

apresentado por Fernando Alvim e Maria Sousa

18H30 | Centro Cultural de Paredes de Coura
Lançamento do livro auto-retratos de Paulo José Miranda

apresentado por João Paulo Cotrim

21H45 | Centro Cultural de Paredes de Coura

Tradução conferência-concerto

por João Paulo Esteves da Silva e Nuno Moura

22H45 | Centro Cultural de Paredes de Coura

Concerto BRUTA

Ana Deus e Nicolas Tricot

00H00 | Leira de Cima - Tasca Regional, Paredes de Coura
24 Abril

COURA PELA MANHÃ, passeio pela vila

com Vítor Paulo Pereira, Presidente da Câmara de Paredes de Coura

10H30 | Paredes de Coura

Morrer em literatura

António Barbedo, Carlos Quiroga e Nicolau Santos à conversa

15H00 | Centro Cultural de Paredes de Coura

Dança-Performance

Assentar Sobre a Subida das Águas

Conferência-Performance por Sónia Baptista

16H45 | Centro Cultural de Paredes de Coura

Outro Sá-Carneiro

Palestra por Giorgio de Marchis

17H45 | Centro Cultural de Paredes de Coura

Cartas da Dispersão

Teatro por Pedro Lamares e Rui Spranger

19H00 | Restaurante Abrigo do Taboão, Paredes de Coura
Lugares de Poesia

Cláudia R. Sampaio, Daniel Jonas, João Rios e Rosa Azevedo à conversa

22H00 | Centro Cultural de Paredes de Coura

Letras para Dance Music

por Nuno Moura

00H00 | Leira de Cima - Tasca Regional, Paredes de Coura
25 Abril

SESSÃO DE ENCERRAMENTO

com a presença de Mário Cláudio

16H00 | Centro de Estudos Mário Cláudio, Paredes de Coura
Acção, Joana Bagulho

em cravo a partir de Carlos Paredes

16H30 | Centro de Estudos Mário Cláudio, Paredes de Coura

EXPOSIÇÕES

CRUZEIRO SEIXAS | OBRA GRÁFICA

Exposição

De 23 Abril a 7 de Maio

De terça a domingo das 14:00 às 18:00

Centro Cultural de Paredes de Coura

[ visita disponível durante a programação nocturna no Centro Cultural de Paredes de Coura ]

Entrada gratuita

FAZER PASSAR

Exposição Fotográfica

Pescada nº 5

De 23 Abril a 13 de Maio

De 23 a 25 de Abril das 10:00 às 12:00 e das 14:30 às 18:00

Restantes dias das 10:00 ás 18:00 de segunda a sábado

Biblioteca Municipal de Paredes de Coura

Entrada gratuita

FICHA TÉCNICA

Coordenador e programador

Isaque Ferreira

Arquitectura e Organização da Exposição

Susana Vassalo

Margarida Botelho

Design e comunicação da exposição

Margarida Botelho

Fotografia

Nelson D’Aires

Vídeo

Paulo Pinto

Filipe Pereira

Direcção de Produção

Rui Alves Leitão

Produção Executiva

Dores Carvalho

Apoio à Produção 

Sandra Cruz

esign de Comunicação

António Pinto

Redes Sociais (Facebook, Twitter, Instagram)

Sandra Cruz

Organização

Câmara Municipal de Paredes de Coura

Produção

Fértil Cultural

BRAGA LEVA CIÊNCIA AOS MAIS JOVENS

‘Sábados h(á) Ciência’ regressa ao gnration. Próxima sessão realiza-se a 16 de Abril

A Ciência está de volta ao gnration com mais um conjunto de sessões do projecto que conquistou as famílias Bracarenses. ‘Em Abril, explosões mil!’ é o tema da próxima edição do projecto ‘Sábados h(á) Ciência’, uma iniciativa promovida pelo Município de Braga em colaboração com a Fundação Bracara Augusta e com ‘O Laboratório da Li’, e está agendada o dia 16 de Abril, às 15h00.

A iniciativa é dirigida a crianças e jovens com idades entre os 6 e os 14 anos, que devem fazer-se acompanhar por um adulto. As inscrições devem ser feitas até dia 14 de Abril, presencialmente no gnration, sendo que as mesmas são limitadas e aceites por ordem de chegada. Cada inscrição (criança + adulto) tem um custo de 15 euros. Por cada elemento extra haverá um acréscimo de 5 euros. 

Recorde-se que o projecto ‘Sábados h(á) Ciência’ tem como objectivo estimular o gosto das crianças e jovens pela ciência, através da realização de actividades e experiências científicas acompanhadas por muita diversão.

Com este projecto, o Município de Braga alarga a oferta lúdico-educativa, ao mesmo tempo que promove a ciência e o convívio inter-geracional. O projecto tem proporcionado às crianças uma verdadeira viagem pelo mundo da Ciência através da realização de diversas experiências científicas com actividades totalmente práticas, onde os jovens podem ficar a conhecer várias ciências.

MUSEU DA OLARIA EM BARCELOS APRESENTA EXPOSIÇÕES “GERAÇÃO RAMALHO” E “JÚLIA RAMALHO 60/70”

Centenas de obras da coleção particular da família Ramalho marcam o início de um ciclo dedicado às famílias mais carismáticas do figurado de Barcelos

Exposições dedicadas ao trabalho de olaria da família Ramalho inauguram no próximo dia 9 de abril, às 18h30, no Museu de Olaria, em Barcelos. “Geração Ramalho”, patente até ao final do ano na Sala de Exposições Temporárias, reúne os trabalhos mais representativos de cada protagonista dos Ramalhos, inclusive Rosa Ramalho.  A neta e discípula de Rosa Ramalho apresenta na Sala da Capela do Museu da Olaria a exposição “Júlia Ramalho 60/70”, uma mostra comemorativa dos 60 anos de carreira e 70 de idade da barrista, que estará patente até ao dia 3 de Julho.

Mais de um século após o nascimento de Rosa Ramalho, matriarca da geração, exibe-se  uma seleção dos trabalhos mais representativos de cada um dos protagonistas da família de oleiros. Traçar a história de uma linguagem familiar e compreender diferenças e  aproximações entre obras e artistas é o objetivo desta iniciativa marcando o início de um ciclo dedicado às famílias mais carismáticas do figurado de Barcelos.

“Geração Ramalho” é o título da exposição a inaugurar no próximo dia 9 de de Abril, e que estará patente até 31 de Dezembro, na Sala de de Exposições Temporárias do Museu de Olaria. Esta mostra marca o início de um ciclo dedicado às famílias mais carismáticas do figurado de Barcelos.

A neta e discípula de Rosa Ramalho apresenta na Sala da Capela do Museu da Olaria a exposição “Júlia Ramalho 60/70”, uma mostra comemorativa dos 60 anos de carreira e 70 de idade da barrista, que estará patente até ao dia 3 de Julho.

O figurado é uma arte popular de dimensão simbólica que exorciza mitos, lendas e medos mas fortemente ancorada nos símbolos do tradicionalismo religioso, evocando assim para uma constante tensão entre o divino e o mundano. A família Ramalho, mas também tantos outros homens e mulheres incógnitos a quem a História não reconheceu, contribuiu de forma indelével para a construção da identidade da olaria local e nacional e, subsequentemente, fixou-se no imaginário e na memória coletiva do povo português.

Ernesto de Sousa, crítico de arte e um dos principais divulgadores do trabalho de Rosa Ramalho no meio 'culto', reconhecia na arte popular (e no figurado) um começo do homem, um regresso à origem, onde o criador (artista) é alheio a todo e qualquer cânone ou formalismo e, portanto, dotado de um olhar ingénuo e livre. Para Ernesto de Sousa “o figurado posiciona-se nas fronteiras entre a arte popular e a arte erudita, entre sagrado e profano, entre tradição e vanguarda, entre o real e o imaginário”.

VALADARES, TEATRO MUNICIPAL VAI RECEBER UBICULT: VISUAL ART & MUSICAL PERFORMERS II

Sábado, dia 30 abril, pelas 22h00

O Valadares, Teatro Municipal vai receber o espetáculo “Ubicult: Visual Art & Musical Performers II, no próximo dia 30 de abril, pelas 22h00. A organização é de Hertz Control e o evento tem o apoio da Câmara Municipal de Caminha. Os bilhetes estão à venda nos postos de Turismo de Caminha e de Vila Praia de Âncora.

 

“Ubicult: Visual Art & Musical Performers II” será composto por duas performances, onde o som e a imagem serão os principais ingredientes, no o que é descrito como “uma experiência sensorial única no concelho de Caminha”.

A Ubicult: Visual Art & Musical Performers (UBC) consiste num espetáculo de performances multidisciplinares no âmbito dos novos media. Recorde-se que na edição anterior foram apresentadas duas performances: “Filament”, por Vítor Joaquim e Laetitia Morais, performance constituída por som e vídeo, e “Behind the Walls”, por Joseph Chain, performance constituída por som e luz.

O novo espetáculo terá uma duração aproximada de 180 minutos e será composto por duas performances, a primeira com som e vídeo mapping de X-AM e a segunda, THE MISSING LINK, concerto e performances visuais.

Segundo a organização, “este projeto tem como principal finalidade apresentar novas linguagens artísticas e, incluir Caminha no circuito musical e performativo”.

O preço do bilhete é de cinco euros.

VALENÇA PROMOVE CONCURSO DE IDEIAS DE NEGÓCIOS

O projeto CLDS Valença 3G, está a promover a primeira edição do Concurso Ideias de Negócio, para os os estudantes do 12.º ano, do ensino regular e profissional.

Cartaz Empreendedorismo finalnet

O objetivo é despertar os jovens para o empreendedorismo, estimulando-os para o desenvolvimento de ideias criativas que possam traduzir-se em projetos inovadores no futuro.

Os alunos que pretendam concorrer devem organizar-se em grupos de dois ou três elementos para, em conjunto, definirem uma ideia de negócio criativa e original.

A candidatura tem de ser apresentada ao diretor de turma até 16 de maio.

O Iº Concurso de Ideias de Negócio foi lançado num workshop de empreendedorismo realizado no passado 16 de Março, no referido agrupamento de escolas.

Se és jovem e frequentas o 12.º ano no Agrupamento de Escolas Muralhas do Minho, não percas esta oportunidade! Os prémios são apelativos, 100€ para cada elemento do grupo vencedor, mas o maior benefício é a reflexão que podes fazer sobre as tuas competências e o teu futuro.

A iniciativa conta com a parceria com o Agrupamento de Escolas Muralhas do Minho.

VIZELA REALIZA WORKSHOP “DOENÇAS DO COMPORTAMENTO ALIMENTAR”

A Câmara Municipal de Vizela promove o Workshop “Doenças do Comportamento Alimentar ”, no próximo dia 13 de abril, pelas 14h30, nas instalações do Espaço Jovem de Vizela.

Este Workshop encontra-se inserido nas atividades do mês de abril, mês da prevenção dos maus tratos na infância, em parceria com a CPCJ de Vizela.

Em consequência de uma multiplicidade de fatores, nomeadamente, fatores psicológicos, socioculturais e determinantes biológicos, podem ocorrer alterações nos padrões alimentares dos indivíduos, que podem evoluir para Doenças do Comportamento Alimentar, sendo as mais conhecidas a Anorexia Nervosa e Bulimia Nervosa. Estas são caracterizadas por uma perturbação persistente na alimentação ou no comportamento relacionado à alimentação, que resulta no consumo ou na absorção alterada de alimentos e que compromete significativamente a saúde física ou o funcionamento psicossocial. O atual padrão de beleza instituído pela sociedade, que nos incute um ideal corporal magro e que aumenta o risco de desenvolver preocupações com o peso, constitui um exemplo de fatores que podem ser responsáveis pelo desenvolvimento destas doenças.

Assim,  com o objetivo de dotar a comunidade de conhecimentos acerca das Doenças do Comportamento Alimentar, bem como sensibilizá-la para os efeitos adversos destas doenças na saúde, a Câmara Municipal de Vizela convida toda a comunidade vizelense a participar neste workshop.

BRACARENSES ANALISAM EM SEMINÁRIO DIREITOS DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

A Associação Pais-em-Rede e a Delegação de Braga da Ordem dos Advogados promovem no próximo dia 8 de Abril, na Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva, pelas 14h30, o seminário ‘A Deficiência: Que Direitos?’

CMB16022016SERGIOFREITAS000000673

Organizado em parceria com o Município de Braga, no âmbito da Braga 2016: Capital Ibero-Americana da Juventude, com o Instituto da Segurança Social e com o Centro de Emprego e Formação Profissional de Braga, o seminário tem como principal objectivo dar a conhecer os direitos das pessoas com deficiência/incapacidade, nomeadamente os que se referem às questões laborais e às medidas de apoio à qualificação e formação profissional.

O seminário tem como público-alvo pessoas com deficiência, pais, professores, técnicos, organizações ligadas a esta problemática e empresas públicas e privadas. 

Mais informações sobre a Associação Pais-em-Rede e sobre o seminário podem ser consultadas em www.paisemrede.pt

PONTE DA BARCA PROMOVE POSTA BARROSÃ À MESA DOS RESTAURANTES DO CONCELHO

De 08 a 10 de abril | Fim-de-semana Gastronómico de Ponte da Barca

O município de Ponte da Barca promove a posta barrosã ao longo do fim de semana que se avizinha, numa iniciativa lançada em cooperação com os restaurantes locais e com a Entidade de Turismo do Porto e Norte de Portugal e que a autarquia barquense está associada há alguns anos. O programa que acompanha todo este fim de semana que promete colocar "água na boca" nos muitos visitantes que, por certo, por aqui irão passar foi hoje apresentado em Conferência de Imprensa pela Vereadora da Cultura, Sílvia Torres, pelo Vice-presidente, José Pontes, e pelo Vice-presidente da Entidade de Turismo do Porto e Norte de Portugal, Jorge Magalhães.

1

A decorrer de 08 a 10 de Abril, nos 9 restaurantes aderentes: Adega do Arthur, Churrasqueira Barquense, Jaime Gomes, O Churrasco, O Emigrante, O Moinho, Santana, S. Martinho e no restaurante do Tempus Hotel & Spa, a iguaria é um ex-libris da gastronomia alto-minhota e do concelho de Ponte da Barca devido às caraterísticas únicas conferidas pelas pastagens da Serra Amarela, referência emblemática da raça barrosã. A especialidade é servida com 'Arroz Malandro' ou 'batata a murro', sugerindo-se o famoso vinhão da Adega Cooperativa de Ponte da Barca para acompanhar e as tradicionais Rabanadas de Mel como sobremesa.

'Promover a gastronomia tradicional como um importante sector da nossa oferta turística' é, para a Vereadora Sílvia Torres o objetivo deste evento que tem atraído ao concelho inúmeros visitantes. 'É um fim de semana todo ele pensado naqueles que nos visitam, aliando a gastronomia à excelente oferta de alojamento local e às inúmeras atividades paralelas que vão decorrer', concluiu.

Ainda durante o fim-de-semana e para além da degustação da gastronomia barquense, a autarquia sugere que vá à descoberta deste belo território participando no trilho das duas paróquias – Vila Nova de Muía, no sábado, a partir das 09h30, integrado na iniciativa 12xponte da barca e, à noite (21h30), na Casa da Cultura, o concerto de Música dos Malaboos, projeto de música alternativa nascido e criado em Ponte da Barca. Os bilhetes custam 2€ ou 6€ caso pretenda adquirir também o EP 'Plântula', trabalho de estreia que aqui vai ser apresentado. No domingo de manhã tem lugar uma caminhada saudável pelo magnifico percurso da ecovia, organizada para assinalar o Dia Mundial da Saúde.

FAMALICÃO APOIA O ASSOCIATIVISMO

Autarquia famalicense cedeu, em regime de comodato, as salas das antigas instalações da APPACDM a nove associações do concelho

A casa do presidente da Associação de Xadrez do Distrito de Braga vai deixar de receber as reuniões semanais desta coletividade famalicense. A partir de hoje, esta e outras oito associações do concelho passam a ter sede própria, cedida pela Câmara Municipal.

image47363

As várias salas das antigas instalações da APPACDM, localizadas na Rua da Estação, vão agora dar lugar àquilo que o Presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, apelidou de uma verdadeira“incubadora social”, onde para além da Associação de Xadrez está também sediada a Federação Concelhia das Associações de Pais de Vila Nova de Famalicão, a Vento Norte - Associação de Defesa do Ambiente e Ocupação de Tempos Livres, a Refood de Vila Nova de Famalicão, a TUSEFA – Associação Recreativa e Cultural; a associação desportiva Sport Kratchabal Clube,  os Free Hugs – Abraços Grátis, o Núcleo de Árbitros de Futebol de Vila Nova de Famalicão e ainda a PSI-ON - Associação para a Educação, Desenvolvimento e Intervenção nas Comunidades.

Na cerimónia de assinatura do protocolo de cedência do espaço, que decorreu esta terça-feira à tarde, o edil famalicense referiu que mais do que representar um momento marcante na atividade de cada uma destas associações, o dia de hoje é sobretudo importante para o concelho de Vila Nova de Famalicão e para o sucesso da sua comunidade.

Haver associações com atividade é muito importante para a coesão social e o papel da autarquia é o de criar condições para que as nossas coletividades possam continuar a desenvolver os seus projetos”, referiu.  

Como estas oito associações, Paulo Cunha lembrou também que foram já vários os movimentos formais e informais do concelho que contaram com o apoio da Câmara Municipal para a criação da sua sede.

Para o edil esta é apenas uma das várias facetas do apoio que a autarquia tem dado às associações famalicenses. Paulo Cunha deu o exemplo do périplo pelas freguesias que o leva a reunir, todas as semanas, com o tecido associativo do concelho e também as mostras associativas, que têm dado a conhecer a força e dinâmica das associações.

image47360

CX BRAGA SEGUE PARA OS 1/8 DE FINAL DA TAÇA DE PORTUGAL POR EQUIPAS DE XADREZ

Foi no passado sábado, 02 de abril, que se realizaram mais de uma centena de jogos de xadrez de Norte a Sul do país a um ritmo de jogo de 90 minutos + 30 seg por lance a contar para os 16 avos da 38ª edição da Taça de Portugal por equipas de xadrez.

logo

Depois dos 1/32 de Final em fevereiro, os 1/16 de Final já juntou as equipas da 1ª Divisão e algumas das 2ª Divisão que estiveram isentas na eliminatória anterior. Foram 16 jogos para se procurar as 16 equipas que se mantêm na disputa pelo acesso à Final Four.

Facebook-16avos-2

O Clube de Xadrez de Braga depois de vencer na eliminatória anterior a AX Barcelos por 0 a 4, recebeu em casa a equipa B do GX Porto num confronto extremamente difícil de superar. Após mais de 4 intensas horas de jogo no 4º tabuleiro onde tudo se decidia, estando o resultado parcial igualado a 1,5 pontos, só a vitória nesse tabuleiro fazia levar o CX Braga aos 1/8 final da prova e foi o que veio a acontecer pelas mãos do experiente jogador José Espírito Santo a jogar de negras, ficando o resultado final em 2,5 a 1,5.

A composição da equipa do CX Braga e GX Porto por tabuleiro foi a seguinte:

                       CX Braga                 e                             GX Porto

Mesa 1 - Sergey Demyanchuk    vs Mário Massena Machado Vaz: 0,5 - 0,5

Mesa 2 – Yaroslav Minakov        vs  Luís Leão: 0 – 1

Mesa 3 – Álvaro Guimarães        vs  Fernando Nunes: 1 – 0

Mesa 4 – José Espírito Santo    vs  José Veríssimo Araújo: 1 - 0.

As próximas eliminatórias, os 1/8 e 1/4 de Final realizam-se de forma concentrada em 2 locais diferentes, a 30 de abril e 1 de maio. O sorteio será realizado no próximo dia 6 de abril, às 19:00 na sede da FPX.

As equipas apuradas para os 1/8 de Final são:

Zona 1:

  • CX BRAGA 'A'
  • CX A2D 'A'
  • CX A2D 'B'
  • GD DIAS FERREIRA
  • GX PORTO 'A'
  • AEJ S. JOÃO DA MADEIRA
  • CLUBE DOS GALITOS 'A'

Zona 2:

  • CLUBE DOS GALITOS 'B' *
  • AA COIMBRA 'A'
  • CP BOMBARRAL
  • AXPORTUGAL / ATLANTIDIA. 'A'
  • AMADORA XADREZ
  • SPORTING CLUBE PORTUGAL
  • CLUBE EDP – LISBOA
  • NSSM

Mais informações em: http://www.fpx.pt/web/nacional/historico/2015-2016/taca-de-portugal-equipas

Facebook-16avos

COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA INICIA EM GUIMARÃES COMEMORAÇÃO DOS 20 ANOS DE EXISTÊNCIA

DURANTE ESTA QUINTA-FEIRA, 07 DE ABRIL

Seminário tem por objetivo destacar a relevância da língua portuguesa como pilar da identidade da CPLP, a par da concertação político-diplomática e da cooperação multilateral entre os nove Estados-membros. Programa reúne oradores de vários países.

Guimaraes_Plataforma_Artes

Guimarães acolhe esta quinta-feira, 07 de abril, no Centro Internacional das Artes José de Guimarães, entre as 09:30 e as 18:30 horas, o seminário “A CPLP e a Projeção Internacional da Língua Portuguesa”, que assinala o início das comemorações do 20º aniversário da CPLP - Comunidade dos Países de Língua Portuguesa e cuja organização está a cargo da Comissão Temática de Promoção e Difusão da Língua Portuguesa, Município de Guimarães e Universidade do Minho.

De manhã, a sessão de abertura junta Anacoreta Correia, coordenador da comissão temática do Observatório da Língua Portuguesa, Antonito de Araújo, representante permanente de Timor-Leste junto da CPLP, Domingos Bragança, Presidente do Município de Guimarães, Adelina Pinto, Vereadora da Autarquia, e Rui Vieira de Castro, Vice-Reitor da UMinho. Segue-se às 10:30 horas a conferência inaugural, por Murade Murargy, secretário executivo da CPLP e, às 11, um painel com Micaela Ramon e José Almeida Pinto, respetivamente, professora da UMinho e representante permanente do Brasil junto da CPLP.

De tarde, a partir das 14:30 horas, intervêm Fernando Luís Machado, vice-reitor do ISCTE-IUL, Paulo Aparício, do Grupo MCA, Simone Silva, do Grupo 3B’s da UMinho, Isabel Domingues, Presidente da Câmara de Mé-Zochi (São Tomé e Príncipe), Maria Araújo, Vereadora da Câmara de Compiègne (França), e Paula Oliveira, Vereadora do Município de Guimarães. Antes da sessão de encerramento, prevista para as 18:30 horas, decorrerá um momento musical.

Influência da língua portuguesa no mundo

A Comissão de Honra é liderada por Domingos Bragança, Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, fazendo ainda parte representantes permanentes junto da CPLP de países que partilham a língua portuguesa: Brasil, Angola, Timor-Leste, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Portugal. A Comissão de Honra integra ainda o Cônsul Geral de Angola, Cônsul Geral do Brasil, Cônsul Geral de Moçambique e o Reitor da Universidade do Minho.

Diplomatas, académicos, autarcas, empresários e responsáveis de organizações das sociedades civis de Angola, Brasil, Galiza, Moçambique, Portugal, S. Tomé e Príncipe e Timor-Leste apresentarão as suas perspetivas sobre a presença e influência da língua portuguesa no mundo e a sua crescente relevância em domínios tão diversos como são a economia, a cultura ou a ciência. O acesso ao seminário é gratuito, mas sujeito a inscrição prévia no seguinte endereço eletrónico: http://observalinguaportuguesa.org/seminario-cplp-e-projecao-internacional-da-lingua-portuguesa