Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

COMUNICADO DA CÂMARA MUNICIPAL DE GUIMARÃES SOBRE A TORRE DA ALFÂNDEGA ONDE ESTÁ A INSCRIÇÃO “AQUI NASCEU PORTUGAL”

Comunicado sobre a Torre de Alfândega onde está a inscrição “Aqui Nasceu Portugal”

Os edifícios por detrás da muralha, Monumento Nacional desde 1910, que foram transacionados entre os privados, terão de constituir servidão pública de acesso público ao cimo deste monumento da Torre de Alfândega, no processo de licenciamento obrigatório a submeter à aprovação da Câmara e da Direção Regional de Cultura do Norte para a sua reabilitação e regeneração.

Se assim não for, a Câmara de Guimarães iniciará o processo expropriativo desta servidão pública.

Também se iniciará o processo de identificação de todo o cadastro e estudo de propriedade de todo o pano da muralha e dos seus edifícios da cidade de Guimarães.

O Presidente da Câmara Municipal de Guimarães

Domingos Bragança

O Vereador da Cultura e do Centro Histórico

José Bastos

BRAGA DIVULGA PATRIMÓNIO MUSICAL DAS FREGUESIAS DO CONCELHO

Projecto é contributo para história da música em Braga

Preservar e divulgar o património musical do Concelho é o objectivo do projecto que o Município de Braga apresentou hoje, 17 de Março, na sede da União de Freguesia de S. Lázaro e S. João do Souto. O ‘Concelho de Braga e o seu Património Musical’, promovido em parceria com a Associação Cultural Suonart, pretende ser um contributo para a história da música em Braga.

CMB17032016SERGIOFREITAS0000001238

Trata-se de um “projecto ambicioso” que, segundo Lídia Dias, vereadora da Cultura, deverá concretizar-se em três anos. “Este é um trabalho importante para Braga porque é a forma de preservar e divulgar o nosso património, as nossas raízes e a nossa identidade”, referiu a vereadora, sublinhado o contributo fundamental que as Juntas e as Paróquias terão na concretização do projecto.

Lídia Dias lembrou que este é mais um trabalho que se realiza no âmbito da política de descentralização cultural encetada pelo Município e que levará a todas as freguesias do Concelho uma exposição sobre o seu património musical. As exposições documentais serão sempre complementadas com um concerto especialmente dirigido às populações de cada uma das freguesias.

“O objectivo final é a publicação de uma monografia e este será, porventura, um dos maiores legados que poderemos deixar às gerações futuras”, frisou.

O projecto resulta de um levantamento da história musical de cada freguesia realizado pela musicóloga Elisa Lessa. Os documentos recolhidos e estudados são constituídos por fotografias dos grupos musicais, folhetos sobre actuações, documentos da fundação e da vida das colectividades, festas locais, procissões, iconografia musical, apontamentos biográficos sobre músicos, instrumentos musicais, partituras musicais, notas de imprensa e história da actividade musical das Igrejas, conventos e outras instituições.

Para Elisa Lessa este é “um projecto que tem muito de memória e de história” que poderá contribuir para um maior conhecimento e divulgação da riqueza do património musical de Braga. 

Lázaro acolhe a primeira exposição documental relativa à freguesia e o primeiro concerto comentado. A mostra estará patente na sede da Junta, na Avenida da Liberdade, até dia 22 de Abril.

CMB17032016SERGIOFREITAS0000001243

CERVEIRA INICIA OBRAS DE REPARAÇÃO NA EN516

A Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira arrancou, esta quinta-feira, com os trabalhos de reparação na EM 516, ligação Sopo-Covas, com vista a restabelecer a circulação viária cortada após a derrocada provocada pelas intempéries de fevereiro.

IMG_2426

O mau tempo registado no fim-de-semana de 13 e 14 de fevereiro do corrente ano deixou algumas marcas no concelho de Vila Nova de Cerveira. O aluimento de terras na EM 516, entre as freguesias de Sopo (cruzamento para o lugar de Pardelhas) e de Covas (Lugar de Gandrachão), foi o mais grave e, após estudos de avaliação no terreno, a intervenção vai avançar para estar concluída dentro de aproximadamente 20 dias.

Para uma maior segurança e comodidade dos utilizadores daquele troço, a autarquia vai proceder a uma redefinição do traçado na zona da derrocada através do recurso à escavação e evitando a construção de um muro de grandes dimensões.

A Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira solicita, assim, a melhor compreensão das populações para os constrangimentos que possam advir do desenrolar dos trabalhos, de forma a solucionar problemas causados pela força da natureza e restabelecer a circulação naquele traçado.

VINHO ALVARINHO... É ALVARINHO!

Quinta do Tamariz lança dois novos vinhos resultantes da vindima de 2015: Quinta do Tamariz Arinto Reserva 2015 e Quinta do Tamariz Alvarinho Reserva 2015

Com uma larga tradição na produção de vinhos de qualidade, a Quinta do Tamariz, que conta já com 75 anos de existência, decidiu continuar a sua aposta nos vinhos monovarietais, juntando assim ao seu portfólio dois vinhos provenientes de castas autóctones, o Arinto e o Alvarinho.

Quinta do Tamariz Arinto Reserva 2015 é vinho de aroma intenso, com notas de fruta de pomar e nota cítrica de tangerina. Cheio na boca, fresco, frutado e com um final longo.
Medianamente alcoólico, com 11,5% vol, uma acidez equilibrada que lhe dá frescura. Um vinho que pode ser bebido já, mas que ganhará com algum tempo mais de garrafa.

Quinta do Tamariz Alvarinho Reserva 2015, de cor citrina clara, límpida e viva, é um vinho com inicio de nariz fresco e floral, notas de fruto subtropical, um vinho intenso com um final longo e expressivo. Um vinho que surpreende pela sua tropicalidade e frescura, com 12 % vol. Um vinho para se beber já mas que pode ser guardado por alguns anos para ser apreciado mais tarde.

Estes dois novos vinhos juntam-se assim ao Quinta do Tamariz Loureiro Escolha e ao  Quinta do Tamariz Grande Escolha, um blend das castas Arinto, Alvarinho e Loureiro. Do portfólio da quinta constam ainda três espumantes brutos (branco, rosé e tinto) e três Aguardentes Vínicas de Vinho Verde (DOC) envelhecidas em casco de carvalho.

Tal como o restante portfólio, estes novos vinhos são elaborados exclusivamente com uvas produzidas na própria quinta, em modo de produção integrada, sendo a vinificação feita na nossa adega.

ESCOLA PROFISSIONAL DE FAFE APRESENTA ESPETÁCULO SOBRE MULTICULTURALIDADE

Jornadas Literárias envolvem alunos de todas as escolas

Decorreu ontem, às 21h00, com início na Praça 25 de Abril, o espetáculo “A noite da Multiculturalidade – Portugal, a 1ª nação multicultural”, apresentado pela Escola Profissional de Fafe.

DCS_1256A

A iniciativa, que levou os fafenses ao centro da cidade, debruçou-se sobre a aventura portuguesa dos Descobrimentos e envolveu diferentes valências, entre teatro, filme, realização, música e apresentação.

Depois de apresentarem, na Praça 25 de Abril, através do teatro e da apresentação, a jornada dos Portugueses pelo mundo e seus Descobrimentos, os alunos da Escola Profissional de Fafe dirigiram-se para as instalações de ensino, onde receberam todos os que assistiam à iniciativa, brindando-os com uma peça de música.

DCS_1249A

Todo o espetáculo foi filmado pelos alunos da Escola e emitido numa tela gigante.

No final do evento, inserido nas Sétimas Jornadas Literárias, José Hernâni Costa agradeceu a presença de todos,“salientando o trabalho dos alunos e professores, que mostraram, com o espetáculo, as várias valências de ensino que a Escola oferece.”

Pompeu Martins, Vereador da Cultura, destacou, por sua vez, “a qualidade do espetáculo apresentado, o que já é tradição”.

“Portugal é efetivamente um país de Descobrimentos, que se abriu à multiculturalidade. Este é, de resto, um tema que ganha importância reforçada, numa altura em que nos preparamos para receber refugiados.”

DCS_1247A

Hoje, o dia contou com uma maratona de leitura, na Biblioteca da Escola Secundária, por onde passaram alunos dos vários Agrupamentos escolares do concelho. Na mesma escola, mas no anfiteatro, Presidentes de Junta e parte do executivo estiveram reunidos, para assistir a uma apresentação sobre as lendas e particularidades das várias freguesias de Fafe. A iniciativa, “Nossa Terra, Nossa Gente – Cancioneiros da Aldeia”, contou com a participação de vários alunos.

No Teatro Cinema, foram ainda apresentadas pela Bristol School Theatre Company duas peças de teatro em inglês, durante a manhã: “Robin Hood” e “Honest Ernest”. As duas sessões reuniram mais de 600 alunos do Agrupamento de Escolas Prof. Carlos Teixeira, Montelongo e Fafe.

DCS_1200A

PONTE DE LIMA ENTREGA PRÉMIOS AOS VENCEDORES DO CONCURSO "CARTA À RAINHA D. TERESA"

Entrega de Prémios do Concurso “Carta à Rainha D. Teresa” decorreu na Biblioteca Municipal de Ponte de Lima

Realizou-se no dia 15 de março, na Biblioteca Municipal de Ponte de Lima, a entrega de prémios do concurso “Carta à Rainha D. Teresa”.

DSCN6168 (Small)

Coube ao Vereador da Educação da Câmara Municipal de Ponte de Lima, Dr. Paulo Sousa, a entrega de prémios à aluna vencedora e aos participantes do Concurso ‘Carta à Rainha D. Teresa', na EB1 de Ponte de Lima, manifestando a sua satisfação pelo empenho, dedicação e participação nesta ação.

Recorde-se que esta iniciativa foi dinamizada pela Biblioteca Municipal de Ponte de Lima e pretendeu estimular o gosto pela escrita criativa, pelo património, pela história e cultura local, consolidando múltiplos conhecimentos.

Este ano a iniciativa teve como temática “Gastronomia Local”, colocando em relevo esta expressão de diferenciação cultural, cuja participação foi ativa e reveladora de grande criatividade e conhecimentos das nossas tradições gastronómicas.

A vencedora do Concurso, Beatriz Cerqueira de Oliveira, recebeu como prémio um conjunto de livros e oferta de bilhetes família para visitar os Museus de Ponte de Lima e os participantes foram brindados com um kit lúdico-pedagógico.

TERRAS DE BOURO PROMOVE HÁBITOS DE LEITURA

“A Biblioteca sai à rua, faça sol ou chuva” na Câmara Municipal de Terras de Bouro

No âmbito da atividade Semana Interconcelhia da Leitura/Elos de Leitura, uma turma do Agrupamento de Escolas de Terras de Bouro deslocou-se, dia 17 de março, aos Paços do Concelho onde, gentilmente proporcionou aos presentes e à senhora Vereadora da Educação e Ação Social do município terrabourense, Dr.ª Liliana Machado, um agradável momento de recitação literária.

Incluídas no périplo cultural realizado durante a manhã deste dia e denominado A Biblioteca sai à rua, faça sol ou chuva, obras poéticas de Fernando Pessoa, através de um dos seus mais conhecidos heterónimos, Álvaro de Campos e também de Miguel Torga, representado por excertos da sua coleção Diário, além da própria publicação do Municipio de Terras de Bouro, Encontro Nacional de Poetas (2001/2012), foram apresentadas para deleite de todos os que puderam apreciar in loco este agradável e singular momento.

ESCRITOR NARCISO MOREIRA CONVERSA COM OS MONÇANENSES

Autor de “O Senhor Empreendedorismo” esteve em Monção para falar aos alunos sobre a importância de “pensar com criatividade” para “agir com responsabilidade e empenho”. Iniciativa, englobada na Semana da Leitura, contou com a presença do Vereador das Atividades Socioculturais, Paulo Esteves.

Escritor 02 (Large)

A semana da leitura, em desenvolvimento nas várias escolas do concelho com coordenação dos professores bibliotecários Fernando Magalhães e Armandina Rodrigues e colaboração da Biblioteca Municipal de Monção, consta de atividades diversas de promoção da leitura, destacando-se, entre estas, exposições, feira do livro, feira de minerais, concurso de poesia e encontros com ilustradoras e escritores.

Nesta quinta-feira, o escritor Narciso Moreira deslocou-se à EB 2.3 de Monção, Centro Escolar José Pinheiro Gonçalves e EBI de Tangil para falar com os alunos, de diferentes níveis de ensino, sobre três livros dedicados ao empreendedorismo. Na primeira sessão, esteve presente o Vereador das Atividades Socioculturais, Paulo Esteves.

Escritor 03 (Large)

Numa linguagem descomprometida e bem-humorada, Narciso Moreira dividiu o seu encontro com os alunos em três fases: visualização de vídeo, leitura de história e aplicação de jogo interativo. O objetivo passou por incutir nos mais jovens a importância de “pensar com criatividade” para “agir com responsabilidade e empenho”. No fundo, empreender desde tenra idade.

Os presentes mostraram atenção e curiosidade, respondendo com prontidão e acerto às perguntas colocadas e revelando disposição para saber mais. Sobre o autor, sobre os livros, sobre a palavra empreendedorismo. A mensagem ficou a pairar na cabeça dos estudantes, passando algumas palavras, como resiliência, determinação e audácia, a fazer parte do seu vocabulário.

No final, o vereador Paulo Esteves deu os parabéns ao autor pela excelência da comunicação e ao professor Fernando Magalhães, extensivos à professora Armandina Rodrigues, pelo empreendedorismo colocado na realização das diferentes iniciativas da semana da leitura.

Às crianças, desejou que os seus sonhos se tornem realidade, lembrando-lhes, no entanto, que para tal acontecer é necessário responsabilidade e determinação: “Para as ideias tomarem forma é preciso paciência e ultrapassar alguns obstáculos. Transformem as adversidades em oportunidades. Não desistam à primeira, nem à segunda, nem à terceira. Continuem até chegar ao vosso objetivo”.

Escritor 05 (Large)

FAMALICÃO EVOCA CAMILO CASTELO BRANCO

Famalicão evoca Camilo Castelo Branco no 191.º aniversário do seu nascimento. Lançamento do Boletim da Casa de Camilo marcou comemorações

“Quando a Acácia do Jorge ainda outra vez inflore, chamai-me, que eu de Abril nas auras voltarei”. Jorge, o "filho louco" de Camilo Castelo Branco, plantou em 1871, tinha então 8 anos, uma árvore junto à escadaria de pedra no terreiro da casa de S. Miguel de Seide, a que Camilo se referia constantemente. A Acácia dificilmente voltará a florir, no entanto, o romancista de Seide continua a ser evocado, mantendo-se vivo e cada vez mais presente na literatura portuguesa.

Casa de Camilo apresentou Boletim

Nesta quarta-feira, 16 de março, dia em que se assinalou o 191.º aniversário do nascimento do escritor, Camilo foi mais uma vez chamado, para junto da sua Casa, em S. Miguel de Seide, e dos seus amigos. Evocou-se a sua presença e também a sua obra, em dois momentos de grande relevância cultural.

A apresentação do Boletim da Casa de Camilo, a mais antiga publicação da Câmara Municipal com continuidade, com 52 anos de existência, foi sem dúvida um dos momentos altos das comemorações.

Ao longo de mais de 370 páginas, a publicação apresenta a dinâmica da Casa Museu e do Centro de Estudos Camilianos nos últimos anos, com a descrição das várias iniciativas promovidas. Para além disso, o livro divulga textos científicos sobre temas relacionados com a vida e a obra de Camilo, apresenta uma entrevista com Maria de Loudes A. Ferraz, uma profunda conhecedora da obra camiliana e uma “sentida” homenagem a Aníbal Pinto de Castro, antigo diretor da Casa-Museu. As folhas vêm acompanhadas de um retrato avulso do professor catedrático de Coimbra.

Na apresentação do Boletim, José Manuel Oliveira, Diretor da Casa de Camilo, lembrou o romancista e o trabalho desenvolvido em prol da sua memória. “Uma das originalidades e singularidades da Casa de Camilo provém do facto de os seus responsáveis se terem apercebido, bem cedo, de que lhes competia diversificar as funções do Museu.” O responsável traçou um breve resumo sobre os conteúdos do Boletim, destacando o facto da Câmara Municipal assumir a herança camiliana como uma aposta estratégica da sua política cultural.

“Há mais de meio século que o Boletim acompanha o pulsar da instituição e contribui para manter acesa a griseta do culto camiliano. Sabemos que nem sempre se pôde cumprir a regularidade desejada por quem a dirigiu e satisfazer os prazos exigidos”, salientou José Manuel Oliveira, adiantando que “de futuro procuraremos, sem promessas harmonizar possibilidades e vontades”.

Por sua vez, o vereador da Educação e do Conhecimento da autarquia, Leonel Rocha realçou“o trabalho e o empenho de todos os camilianos na divulgação e valorização da obra de Camilo”.

Ainda antes da apresentação do Boletim, foi inaugurada uma exposição de homenagem ao Padre Benjamim Salgado, que foi diretor da Casa de Camilo, entre 1972 e 1978, ano da sua morte. A exposição reúne fotografias do Museu antes das obras de que foi objeto, em meados dos anos 70 do século XX, doações camilianas (livros, correspondência, iconografia…) no tempo em que Benjamim Salgado desempenhou o cargo de Presidente da Câmara Municipal e, posteriormente, as funções de Diretor do Museu, livros, de sua autoria ou da responsabilidade de outros autores, editados pela Casa de Camilo durante o seu mandato de Diretor do Museu, entre outros bens culturais.

ARCOS DE VALDEVEZ REÚNE EXECUTIVO MUNICIPAL

REUNIÃO ORDINÁRIA DE 14 DE MARÇO DE 2016

PERÍODO ANTES DA ORDEM DO DIA

No período Antes da Ordem do Dia, o Presidente da Câmara Municipal, João Manuel Esteves, informou o executivo que aquando da visita do sr. Primeiro-Ministro a Arcos de Valdevez lhe entregou uma missiva onde solicitou o apoio do Governo para promover a Competitividade da Economia e do Território, tendo apelado ao Governo para apoiar a concretização da ligação do Parque Empresarial das Mogueiras ao IC 28 e oreforço dos apoios à natalidade, à fixação das pessoas e à reabilitação urbana.

Neste período o autarca também se referiu à intensa atividade ocorrida no fim de semana com a realização do Arcos TT, evento organizado pelo Motoclube que trouxe até Arcos de Valdevez mais de 1200 motards; o Dia da Mulher que também teve grande impacto ao nível da restauração e animação na sede do concelho; e o Desfile dos Bois da Pascoa, o qual também foi causador de uma grande adesão de visitantes ao concelho.

O Sr. Presidente informou também que estão quase a começar as iniciativas integradas na programação da Páscoa, dando conta que para além de toda a programação religiosa, no dia 19 de março pelas 16h00 decorre a apresentação do Livro: “Terra de Valdevez e Montaria de Soajo” de Eugénio Castro Caldas, no Auditório do Paço de Giela, integrada nas Comemorações dos 500 Anos do Foral de Valdevez.

ATRIBUIÇÃO DE BOLSAS DE ESTUDO 2015/2016: foi deliberado aprovar a lista referente à proposta de atribuição das bolsas de estudo relativas ao ano de 2015/2016, na qual a comissão deliberou atribuir 21 bolsas de estudo, no valor de € 15 000,00.

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VALDEVEZ – a Câmara Municipal aprovou o apoio ao evento “Festa Distrital do Desporto Escolar 1º Ciclo a levar a efeito no dia 3 de Maio.

PROTOCOLO DE PARCERIA

Foi aprovado  o protocolo a celebrar entre este Município, o Agrupamento de Escolas de Valdevez e o Município de Cenon, com o objetivo de apoiar o intercâmbio de 45 alunos, de duas turmas da Secção Europeia de Língua Francesa (8º e 9º ano) do Agrupamento de Escolas de Valdevez, a realizar entre 28 de Março e 1 de Abril, na cidade Francesa de Cenon.

DGEST – a Câmara tomou conhecimento da nota de reembolso, no valor de € 83 645, 68, referente às refeições das crianças da educação do pré – escolar e dos alunos do 1º ciclo do ensino básico fornecidas pelas escolas de 2º e 3º ciclos e secundário, com gestão adjudicada pela DGEST, bem como da nota de débito, respeitante ao pagamento por conciliação do PGR no valor de € 1 241,40 da verba em divida pela autarquia, respeitante ao valor remanescente do pagamento de refeições das crianças da Educação pré-escolar e a aluna do 1º ciclo do ensino básico fornecidas às escolas de 2º e 3º ciclos e secundários, com gestão adjudicada, no valor de € 82 404,28.

REABILITAÇÃO DE PAVIMENTOS EM VIAS MUNICIPAIS – BLOCO I – ADJUDCIAÇÃO: foi deliberado adjudicar a obra à empresa Martins & Filhos, S.A., pelo valor de € 340.000,60, não incluindo o IVA.

EMPREITADA DE REABILITAÇÃO DE PAVIMENTOS EM VIAS MUNICIPAIS – BLOCO 2:   Foi aprovada a abertura de procedimento concursal  para a execução da empreitada de obra «REABILITAÇÃO DE PAVIMENTOS EM VIAS MUNICIPAIS - BLOCO 2», no valor de 185 mil euros +IVA.

AMPLIAÇÃO DA REDE DE SANEAMENTO BÁSICO – FREGUESIA DE PARADA AO LONGO DA E.N. 101”: foi deliberado adjudicar à empresa Esboço Direto – Construção, Ldª, pelo valor de € 34 576,98.

ABERTURA DE PROCEDIMENTO CONCURSAL PARA AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS PARA A ELABORAÇÃO DO PROJETO DE EXECUÇÃO DO “PARQUE EMPRESARIAL DE PAÇÔ – REABILITAÇÃO DE INFRAESTRUTURAS BASICAS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA E SANEAMENTO ELETRICAS E TELEFONICAS – ARRUAMENTO A:   foi deliberado conceder o parecer prévio relativo à obra em epígrafe, bem como autorizar a abertura procedimento concursal por AJUSTE DIRETO, estimando-se o valor dos honorários em 8.500,00€.

LEVANTAMENTO E CADASTRO DAS INFRAESTRUTURAS ASSOCIADAS AOS SISTEMAS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA E DRENAGEM DE ÁGUAS RESIDUAIS: foi deliberado adjudicar a aquisição de serviços à firma Vistraço, Ldª, pelo valor de €110 550,00.

PARQUE EMPRESARIAL DE PAÇÔ – EXPANSÃO DA POTENCIA INSTALADA / CONSTRUÇÃO DE POSTO DE TRANSFORMAÇÃO E INFRAESTRUTURAS DE DISTRIBUIÇÃO: foi deliberado adjudicar à empresa Eletro - Minho, Ldª, pelo valor de € 34 344,00.

AQUISIÇÃO E INSTALAÇÃO DE EQUIPAMENTO INFORMÁTICO PARA O POSTO DE INFORMAÇÃO E TURISMO DO SOAJO:  foi deliberado autorizar a abertura de um procedimento administrativo de Ajuste Direto, com consulta a 3 fornecedores, para a "AQUISIÇÃO E INSTALAÇÃO DE EQUIPAMENTO INFORMÁTICO PARA O POSTO DE INFORMAÇÃO E TURISMO DO SOAJO - EDIFÍCIO R/C", considerando o preço base no valor de 20.000 €, acrescido de IVA à taxa legal em vigor.

RECUPERAÇÃO DE PATRIMÓNIO E ESPAÇOS EXTERIORES DAS IGREJAS

Fábrica da Igreja Paroquial da freguesia do Couto – a Câmara aprovou a realização de um protocolo no valor de € 10 000,00 para apoiar financeiramente a execução da obra de “Arranjo do Espaço Envolvente à Capela de Santo António”, no lugar de Selim.

Paróquia de Arcos de Valdevez (Salvador) - a Câmara aprovou a realização de um protocolo no valor de € 40 000,00  para fazer face às obras da Igreja de São Bento, mais propriamente a cobertura da referida igreja.

Fábrica da Igreja de São Miguel de Loureda - a Câmara aprovou a realização de um protocolo no valor de € 20 000,00 para ajudar a fazer face a despesas com o alargamento do adro da Igreja, bem como das instalações sanitárias.

Fábrica da Igreja de Santa Eulália de Rio de Moinhos - a Câmara aprovou a realização de um protocolo no valor de € 3 000,00 para ajudar a fazer face a despesas com a pintura e lavagem da alvenaria da Igreja Paroquial de Rio de Moinhos.

Fábrica da Igreja Paroquial de Santa Maria da Miranda - a Câmara aprovou a realização de um protocolo no valor de € 10 000,00 para apoiar a conclusão da casa mortuária denominada de “Capela da Ressurreição”.

Fábrica da Igreja Paroquial de São Tomé de Aguiã - a Câmara aprovou a realização de um protocolo no valor de € 25.000 para a beneficiação do adro da igreja, construção de novas instalações sanitárias e a Fábrica da Igreja cederá gratuitamente, uma parcela de terreno, com a área de 280 m2, para a Junta de Freguesia ampliar o cemitério paroquial.

APOIOS AO ASSOCIATIVISMO

Associação Nacional de Caçadores de Galinholas – a Câmara aprovou um apoio de 300€ para a realização do Field Trial sobre galinholas sem abate.

Associação Recreativa e Cultural de Aguiã - a Câmara aprovou um apoio no valor de € 1 750,00 para ajudar na compra de instrumentos para RusgaTuna.

Confraria de Nossa Senhora do Vale -  a Câmara aprovou um apoio de€ 500,00  para ajudar a fazer face às despesas com a realização da festa Benção do Gado, a realizar no dia 26 de Março de 2016.

HASTA PÚBLICA POR LICITAÇÃO VERBAL PARA ARREMATAÇÃO DA INSTALAÇÃO DO BAR DA FEIRA QUINZENAL.foi aprovada a proposta de abertura de procedimento de hasta pública para adjudicação do espaço do Bar da feira quinzenal.

RECUPERAÇÃO HABITACIONAL DE ESTRATOS SOCIAIS DESFAVORECIDOS: no âmbito do Regulamento Municipal de Apoio à Recuperação Habitacional de Estratos Sociais Desfavorecidos”, foi deliberado apoiar em 10.000€ (dez mil euros)uma família do concelho para ajudar na realização dos trabalhos de recuperação da sua habitação.

FORNECIMENTO DE COMBUSTÍVEL

Foi aprovado o protocolo a celebrar entre o município e a BP Portugal – Comercio de Combustíveis e Lubrificantes, SA, que tem como objetivo assegurar o fornecimento de combustível através da sua divisão de aviação designada por AIR BP aos operadores e serviços do heliporto.

OBRAS MUNICIPAIS

EMPREITADA DA PONTE SOBRE O RIO VEZ A NORTE DO CONCELHO – ESTABILIZAÇÃO DE TALUDE:-  foi autorizada a liberação de 100% da caução total, por terem decorrido 5 anos completos desde a receção provisória, bem como homologado o auto.

REPARAÇÃO E BENEFICIAÇÃO DE ESPAÇOS DESPORTIVOS E DE LAZER – COMPLEXO DESPORTIVO DE GUILHADESES- REVISÃO DE PREÇOS:- foi aprovado o calculo da revisão de preços no valor de € - 5 611,02

- Idem, respeitante ao calculo da revisão definitiva da obra “REQUALIFICAÇÃO DO CAMPO DE RUGBY – CONSTRUÇÃO DE BALNEÁRIOS”,  o qual resulta num valor de - € 1 451,67, ou seja, valor a ser restituído ao município.

BLOCO XLIVI – CAMINHO DA GUIA – JOLDA SÃO PAIO: -  foi aprovado o cálculo definitivo da revisão de preços no valor de - €1 360,92.

REPARAÇÃO E MELHORAMENTO DE EDIFICIOS MUNICIPAIS: - foi aprovado o cancelamento da garantia bancária relativamente à obra em epígrafe.

BLOCO XLVI – CAMINHO DE SÃO TIAGO (ARCOS S.PAIO) A CASARES (VALE) – DO C.M. 1321 A SANTIAGO) – PRORROGAÇÃO DE PRAZO:-  foia provada a prorrogação de prazo da obra em epígrafe de 44 dias.          

REABILITAÇÃO CONSTRUÇÃO E BENEFICIAÇÃO DE VIAS MUNICIPAIS – CONSTRUÇÃO DE MURO DE SUPORTE – C. M. 1306 (LEIRADA):-  foi aprovado o auto de consignação respeitante à obra em epígrafe, adjudicada à firma Carlos Filipe Amorim Oliveira, pelo valor de € 4 970,00.

REABILITAÇÃO CONSTRUÇÃO E BENEFICIAÇÃO DE VIAS MUNICIPAIS – CONSTRUÇÃO DE MUROS DE SUPORTE – ARCOS S. PAIO, CABREIRO, GUILHADESES, JODA (MADALENA), SABADIM E SISTELOfoi aprovado o auto de consignação da obra em epígrafe, adjudicado à firma Carlos Filipe Amorim Oliveira, pelo valor de € 23 285,65.

PAVIMENTAÇÃO DO ACESSO À ZONA DESPORTIVA:-   foi aprovado o auto de receção provisória respeitante à obra em epígrafe, adjudicado à firma Construções Corte Reto, Ldª.

BLOCO XLVII – ACESSO A PARRAL – CABREIRO: foi aprovado o Plano de trabalhos, bem como o respetivo cronograma financeiro da obra em epígrafe.        

REPARAÇÃO E BENEFICIAÇÃO DO ESTADIO MUNICIPAL – SUBSTITUIÇÃO DO RELVADO SINTETICO – RATIFICAÇÃO:  foi deliberado ratificar a autorização do Senhor Presidente da lista de erros e omissões, assim como a aprovação do mapa de quantidades retificado para inclusão nas peças do procedimento e divulgação aos concorrentes de esclarecimentos adicionais.

REFORÇO DA REDE DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA – SISTEMA DO MEZIO – INSTALAÇÃO DE HIDROPRESSOR: foi aprovada a conta final respeitante à obra em epígrafe, no valor de € 14 971,45, fazendo ainda parte integrante desta conta, descontos de garantia no valor de € 748,57, retido durante a execução da empreitada com deduções em cada auto, a favor do município.

REFORÇO DE INFRAESTRUTURAS DE ELETRICIDADE NA ÁREA URBANA:-  foi aprovado o auto de receção provisória da obra em epígrafe, adjudicada à firma Elevolution – Engª, SA.  

EXECUÇÃO DE OBRAS DE MANUTENÇÃO /RECUPERAÇÃO DE PAVIMENTOS NA ECOVIA:-  foi aprovado o auto de consignação da obra em epígrafe, adjudicada à firma Machado & Cunha, Ldª, no valor de € 56 900,00.           

AMPLIAÇÃO DA REDE DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA – REPOSIÇÃO DE PAVIMENTOS EM VALAS:-  foi aprovado o auto de consignação da obra em epígrafe, adjudicado à firma Viavez Unipessoal, Ldª, pelo valor de € 39 920,00.

AMPLIAÇÃO DA REDE DE SANEAMENTO BÁSICO – PARDEJO – GUILHADESES:- foi aprovado o auto de consignação da obra em epígrafe, adjudicada à firma José Moreira Fernandes & Filhos, SA, pelo valor de € 10 512,45.

EXECUÇÃO DE PASSAGENS HIDRÁULICAS NO ALTO VEZ: foi aprovado o auto de consignação da obra em epígrafe, adjudicada à firma Coelho Torres & Filho – Serralharia, Ldª, no valor de € 16 500,00.

CAMINHO DE ACESSO À BRANDA DE GORBELAS – TRABALHOS DE MANUTENÇÃO:-  foi aprovado o auto de consignação da obra em epígrafe, adjudicada à firma Habimonção Construções, Ldª, pelo valor de € 34 999,96.         

EXPANSÃO DA REDE DE ECOVIAS DA CIM ALTO MINHO – REVISÃO DE PREÇOS:   foi aprovado o cálculo da revisão definitiva de preços referente aos autos nºs 1 a 8 cujo valor é - € 15 674,32.

ILUMINAÇÃO PUBLICA E DE EXTERIOR: foi deliberado adjudicar à firma SELM – Sistemas e Microelétrica Unipessoal, Ldª, pelo valor de € 7 750,00.

ALTERAÇÃO DA AFETAÇÃO DO LOTE – PARQUE EMPRESARIAL DAS MOGUEIRAS: a Câmara Municipal aprovou a reafectação de lotes, possibilitando assim a reconfiguração ou agregação de lotes contíguos e dar resposta a outras pretensões em curso.

PEDIDO DE ISENÇÃO DE LICENÇAS PARA O EVENTO ARCOS TT: A Câmara Municipal aprovou isentar do pagamento de licenças de ruído e de evento recreativo o ARCOS TT, organizado pelo Moto Clube de Arcos de Valdevez, por se tratar de um evento de interesse Municipal, que projeta em grande escala o nome de Arcos de Valdevez além-fronteiras e também pelo enorme retorno financeiro que proporciona à terra.

AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE LIMPEZA DOS EDIFICIOS MUNICIPAIS:-  foi deliberado autorizar a abertura de concurso publico, pelo prazo de um ano, com inicio de vigência em 01.04.2016, para a aquisição de serviços de limpeza dos edifícios municipais:

Lote 1 -  Paços do Concelho e Edifício da Antiga Biblioteca; Lote 2 – Mercado Municipal, Centro Coordenador de Transportes e Sanitários Públicos do Trasladário e Alameda – CRAV; Lote 3 – Piscina Municipal, Pavilhão Municipal, Estádio Municipal; Casa das Artes; Paço de Giela, Capela da Praça; CMIT e Arquivo Municipal, pelo valor estimado do procedimento de € 110 500,00, sendo € 1400,00/mês para o lote 1; € 1800,00/mês para o lote 2 e € 6 000,00/mês para o lote 3.

BRACARENSES PARTICIPAM NA GESTÃO ORÇAMENTAL DO MUNICÍPIO

Braga em destaque na III Conferência Nacional Portugal Participa. Iniciativas de Participação Bracarenses apresentadas aos participantes de todo o país

A Câmara Municipal de Braga marcou presença na ´III Conferência Nacional Portugal Participa´, realizada na cidade do Porto, subordinada ao tema “soluções técnicas para problemas de gestão dos orçamentos participativos”, uma organização da Rede de Autarquias Participativas, da qual Braga é fundadora.

OP.

Eduardo Jorge Madureira, coordenador geral do Orçamento Participativo, António Barroso e Eva Sousa, da Câmara Municipal de Braga, foram os oradores Bracarenses que apresentaram as experiências do ´Orçamento Participativo´, ´Orçamento Participativo Escolar´ e ´Tu Decides´.

O Município de Braga apresentou os seus exemplos nos painéis: “Estratégias de comunicação pública no âmbito dos processos” e “Sistemas de votação dos projecto finalistas”.

Quanto ao painel “Estratégias de comunicação pública no âmbito dos processos”, Eduardo Jorge Madureira falou sobre a estratégia e os meios utilizados pelo Município para mobilizar os cidadãos, na sua múltipla diversidade, para a participação dos processos participativos, nomeadamente nas fases de apresentação de proposta e de votação dos projectos finalistas, tendo abordado também os mecanismos utilizados para manter uma comunicação regular com os munícipes sobre os resultados alcançados e a execução dos projectos.

Relativamente ao painel “Sistemas de votação dos projectos finalistas”, António Barroso  e Eva Sousa apresentaram os sistemas de votação adoptados e os respectivos suportes tecnológicos e físicos do ´Orçamento Participativo´ e do ´Tu Decides´. Foram também descritos os mecanismos de monitorização e avaliação utilizados e os níveis de segurança implementados nestas iniciativas.

Para Eduardo Jorge Madureira, “a participação nesta iniciativa nacional permitiu apresentar estas acções de democracia participativa que o Município de Braga dinamiza, podendo-se também trocar, partilhar, confrontar ideias, modelos e tipos de iniciativas que outras autarquias dinamizam, sendo certo que apesar de abertos a alterações e evoluções nos nossos modelos, não podemos deixar de constatar que estamos ao melhor nível do que é executado no país.”

Orçamento Participativo de Braga candidato a Prémio de Boas Práticas

Até amanhã, dia 18 de Março, ainda é possível votar no Orçamento Participativo e no Orçamento Participativo Escolar do Município de Braga para o Prémio de Boas Práticas de Participação.

A votação está a decorrer através da Internet e todos os cidadãos são convidados a votar.

Para votar no Orçamento Participativo e Orçamento Participativo Escolar do Município de Braga, bastam três passos muito simples:

  1. Ir à plataforma do Prémio - www.d21.me- e fazer uma inscrição, validando o registo clicando no link enviado para o e-mail que indicar;
  2. Aceder ao boletim de voto - https://www.d21.me/vote/VkB4p5gtx
  3. Votar.

Os resultados finais serão divulgados na Conferência Internacional Portugal Participa que decorrerá nos dias 12 e 13 de Abril, em Lisboa. Serão entregues dois prémios, a classificação de melhor prática de democracia participativa em Portugal para o primeiro classificado e o segundo classificado receberá uma menção honrosa.

Este é um prémio de carácter anual que pretende valorizar e reconhecer os instrumentos que apelem ao envolvimento dos cidadãos em toda a esfera da vida pública, seja na elaboração, gestão, implementação e avaliação das políticas públicas.

QUEIMA DAS FITAS JÁ TEM CARTAZ EM FAMALICÃO

Famalicão já conhece cartaz da Queima das Fitas

HMB, David Carreira e o brasileiro Marcus Machado são apenas alguns dos nomes que vão agitar a edição deste ano da Queima das Fitas de Vila Nova de Famalicão. O evento, que decorrerá de 20 a 24 de abril, foi apresentado ontem, quarta-feira, na Casa da Juventude de Famalicão.

David Carreira

O espaço comercial Lago Discount é, mais uma vez, o local escolhido para receber a festa maior dos estudantes. Organizada pelas associações académicas da Escola Superior de Saúde do Vale do Ave e da Universidade Lusíada de Famalicão, a Queima das Fitas promete agitar a reta final do ano letivo nas duas instituições universitárias do concelho famalicense. 

Os concertos arrancam na noite do dia 20, quarta-feira, com os ritmos quentes do brasileiro Marcus Machado e do trio de dj’s Meninos do Rio. A segunda noite, quinta-feira, dia 21, tem como cabeça de cartaz os portugueses HMB. O Hip-Hop marca a terceira noite da Queima de Famalicão, no dia 22, com as atuações, entre outros, de Dillaz, Mundo Segundo e Dj Overule. Para o dia 23 de abril, sábado, está reservada a atuação de David Carreira, sendo que o último dia, dia 24, véspera de feriado, ficará marcado pela música eletrónica.

Entre os presentes na conferência de imprensa de ontem de apresentação do cartaz do evento estava o vereador da Juventude da autarquia, Mário Passos. Para o autarca, o cartaz deste ano da Queima das Fitas de Famalicão “vai mais uma vez ao encontro de todos os gostos”, fator que Mário Passos considera ser decisivo para que o evento capte ainda mais público. O responsável autárquico aproveitou ainda para lançar o convite a todos os famalicenses para que se envolvam e participem nas várias atividades da semana académica do concelho. “É um momento de encontro entre a comunidade estudantil e a comunidade local”, disse.

Este ano, e para além dos habituais autocarros gratuitos rumo ao recinto dos concertos, a organização avançou ainda com uma parceria com a CP – Comboios de Portugal, que permitirá que estudantes e público em geral possam vir até à Queima das Fitas de Famalicão pelo preço reduzido de dois euros, ida e volta. A promoção é válida para as linhas de Braga, Guimarães, Aveiro e Marco de Canaveses, mediante apresentação do ingresso.

Por fim, refira-se ainda que a Queima das Fitas de Famalicão fica também marcada pelas tradicionais atividades académicas. É o caso da Serenata, marcada para sábado à noite, dia 16, pelas 00h00, da Missa de Finalistas, no dia 17 e ainda do tão esperado Cortejo Académico que promete animar as ruas da cidade na tarde do dia 20 de abril. 

Scream of the Soul lançam álbum de estreia, esta sexta-feira, na Casa da Juventude

Os Scream of the Soul, uma jovem banda famalicense de hard rock, escolheram a Casa da Juventude de Famalicão para o lançamento do seu álbum de estreia – Children of Yesterday.

A apresentação do primeiro registo sonoro do grupo decorre já amanhã, sexta-feira, 18 de março, num evento aberto a toda a comunidade, com início marcado para as 22h00 e com entrada gratuita.

Criada em 2007, a banda de Famalicão composta por Cristiano Silva, André Silva, Rudi Silva, Alexandre Vale e Ana Silva, tem, desde então, apostado em reinventar o hard rock, desenvolvendo um estilo mais pessoal e único, com fortes influências musicais como os Deep Purple, The Doors, Black Sabbath e Scorpions. Este primeiro álbum de estúdio marca uma nova fase da banda famalicense, que o descreve como um marco na sua história.

BRAGA NAMORA PORTUGAL

Marca Namorar Portugal com novo ponto de venda em pleno coração de Braga!

A aproximação da marca territorial vilaverdense, Namorar Portugal, à capital do Minho tem criado laços cada vez mais fortes entre a cidade de Braga e os produtos inspirados nas mensagens de amor da tradição minhota e nos motivos dos Lenços de Namorados. Assim, a partir de amanhã (18 de março), o coração da cidade dos Arcebispos volta a palpitar com mais intensidade com a abertura do Quiosque Namorar Portugal. O espaço localiza-se numa zona de culto da cidade, nas imediações da (velha) Arcada, mesmo em frente ao secular Café A Brasileira, no Largo Barão S. Martinho.

O novo ponto de venda e divulgação da marca Namorar Portugal surge na senda da estratégia do Município de Vila Verde de promoção e valorização da junto ao grande público, valorizando assim a cultura vilaverdense e o legado cultural deixado pelos nossos antepassados, utilizando como alavanca de desenvolvimento económico, cultural e de diferenciação do território. Recorde-se que ao longo do Mês do Romance decorreram ações em Braga, Porto, Lisboa e Santiago de Compostela, além de ações com parceiros de relevo internacional como a TAP, a Delta e a SIC, entre outros.

O novo espaço temporário vem consolidar a presença de uma marca que tem no centro de Vila Verde a sua ‘loja-mãe’, no Espaço Namorar Portugal (localizado no Centro de dinamização Artesanal de Vila Verde), e que está a um clique de distância de todo mundo através do website e loja online www.namorarportugal.pt.Uma marca mágica, carregada de um simbolismo enorme, que se assume como veículo de sentimentos e ganha particular relevo numa altura em que o mundo precisa constante mente de ser lembrado do poder do afeto e do amor, da fraternidade e solidariedade, valores que ecoam pelos quatro cantos do mundo nos produtos que se inspiram nos motivos da tradição do Minho.

BRACARENSES SOBEM ESCADÓRIO DO BOM JESUS DO MONTE EM CORRIDA CONTRA-RELÓGIO

O contra relógio é um evento de corrida em escadas, com um percurso apenas ascendente.

Os atletas dão início à sua corrida separadamente entre si por segundos a estipular pela organização mediante o número total de inscritos não superior a 60 segundos.

A distância a percorrer é de 615 metros com um desnível positivo de 116 metros com 566 degraus para subir.

O conceito do circuito das 4 estações consiste na realização de 4 etapas uma por cada estação do ano.

Próximas etapas 9/4/2016; 02/07/2016 e 01/10/2016. (1 ª etapa já realizada a 09/01/2016)

As inscrições para o circuito estão sempre abertas bem como para cada prova individualmente sendo que para cada etapa o fim das inscrições para efeito de seguro, fecham sempre na 5ª Feira que antecede cada etapa.

As inscrições têm o valor de 2.5 € por etapa a serem feitas nos seguintes locais:
E-mail: ( adn.contrarelogio@gmail.com )
NOME COMPLETO,DATA DE NASCIMENTO, Nº BILHETE DE IDENTIDADE OU CARTÃO DE CIDADÃO E EQUIPA SE FOR O CASO.
Só serão consideradas devidamente acompanhadas com o respectivo comprovativo de pagamento (no caso de inscrições para o e-mail)
transferência para o NIB: 0018 0000 00731302001 29 Santander Totta - José Carlos Sousa

Ou ainda Directamente na Loja da RUNNING 7 em Braga, Av. Alfredo Barros nº13 Fraião, 4715-350 Braga
Nos seguintes horários:
Horário :Segunda a Sexta: 10h às 13h e das 14h às 20h
Sábado: 10h às 13h e das 14h às 19h

Página : https://www.facebook.com/Corrida-Contra-Rel%C3%B3gio-Escad%C3%B3rios-Bom-Jesus-do-Monte-926456104063894/

Regulamento : https://www.facebook.com/notes/corrida-contra-rel%C3%B3gio-escad%C3%B3rios-bom-jesus-do-monte/regulamento/1007115722664598

BRAGA RECEBE SEGUNDA LOJA IKEA DO NORTE DO PAÍS

IKEA é investimento estruturante para a Região – afirmou o Presidente do Município Bracarense

“Hoje é um dia muito especial para Braga, com a abertura de uma loja que é uma marca para a Cidade e uma referência para a Região e para o País”. As palavras são de Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, durante a cerimónia de abertura da loja IKEA em Braga, que se realizou esta Quinta-feira, 17 de Março, e que contou com a presença do Ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral.

CMB17032016SERGIOFREITAS0000001228

A nova loja IKEA, instalada no centro comercial Nova Arcada, é a quarta a nível nacional e a segunda do norte do País. Trata-se de um investimento estruturante para a Região, com impacto muito significativo na economia local e na criação de emprego, representando um investimento de 25 milhões de euros e a criação de 250 novos postos de trabalho directos.

CMB17032016SERGIOFREITAS0000001217

Na ocasião, o Autarca realçou o “apoio ao empreendedorismo” desenvolvido em Braga, mas também os “projectos marcantes a nível nacional” com a ligação do conhecimento académico ao tecido empresarial, sendo que este novo espaço vai “contribuir para uma maior atractividade da Cidade e para complementar as muitas ofertas que Braga já dispõe”.

Segundo Ricardo Rio, a administração do IKEA reconheceu o papel “verdadeiramente exemplar de Braga” em todo o processo de instalação da nova loja na Cidade, “não apenas pela celeridade”, mas também, pela “capacidade de articulação” entre todos os agentes. “O nosso desígnio sempre foi o de retirar todas as pedras do caminho de maneira a que este projecto se pudesse concretizar”, referiu o Edil.

Este é o primeiro espaço da marca fora dos grandes centros urbanos de Lisboa e Porto. O IKEA Portugal viu em Braga uma Região de grande potencial para dar continuidade ao seu projecto de expansão e levar a sua missão de criar um melhor dia-a-dia para a maioria das pessoas, não só para os residentes deste Concelho, mas também para todos da zona norte de Portugal.

Segundo António Machado, director de expansão da IKEA Portugal, esta nova loja “cumpre com o objectivo” da multinacional sueca, de estar “cada vez mais perto de mais famílias portuguesas, de uma forma inspiradora e acessível” para a maioria da população. “Esta loja passou pelo conceito de adaptação a um espaço comercial que já estava construído, no entanto, esse foi grande desafio para criarmos algo novo e surpreendente”, referiu o responsável, agradecendo o papel de Ricardo Rio em todo o processo que “sempre mostrou total empenho e disponibilidade para que este projecto fosse possível”.

CMB17032016SERGIOFREITAS0000001208

A cerimónia de abertura contou com a presença do Ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, que realçou a relação do grupo IKEA com Portugal. “Este é um modelo de negócio muito original e interessante, que representa uma inovação a vários níveis e um exemplo para as empresas nacionais”, referiu o governante.

Lembrando a história atribulada da nova superfície comercial, que “sofreu várias contrariedades”, Caldeira Cabral referiu que este projecto que agora renasce “demonstra a confiança dos agentes económicos na cidade de Braga, nos seus consumidores, mas também uma confiança no País”, deixando uma palavra de elogio à população Bracarense e dos Concelhos limítrofes “que têm dado muito dinamismo à Região, afirmando Braga como um pólo de comércio e de exportação a nível nacional”.

Esta nova loja vai também contribuir para atrair visitantes, não só das várias regiões de Portugal, como também de zonas estratégicas de Espanha como a Galiza ou Vigo, impulsionando, assim, a economia local e regional. Todo o modelo da loja, com mais 22 mil metros quadrados, distribuídos por dois pisos, foi desenhado tendo em conta as características da Região norte e moldado para ir ao encontro do mercado local e às necessidades dos residentes Bracarenses.

CABECEIRAS DE BASTO EVOCA PROFESSORA FILOMENA MESQUITA

Ciclo de Tertúlias lembra Professora Filomena Mesquita

No âmbito do Ciclo de Tertúlias que tem vindo a ser promovido pela Casa do Tempo, realiza-se amanhã, dia 18 de março, mais uma sessão, desta feita subjugada ao tema ‘Professora Filomena Mesquita - Quando se abraça a profissão como Vida e Missão’.

A tertúlia está agendada para as 21h30 no auditório da Casa do Tempo em Cabeceiras de Basto, cujos oradores convidados são Eugénia Jesus Basto (familiar), Francisco Fraga (antigo aluno), Francisco Campilho (antigo aluno) e Elvira Vieira (antiga aluna).

Com a realização desta iniciativa, o ciclo de tertúlias volta a lembrar uma figura de referência no panorama educativo do nosso concelho, personalidade esta que a Câmara Municipal homenageou em 2013 com a atribuição do seu nome a um dos Centros Escolares da vila de Cabeceiras de Basto.

Filomena Leite Machado Mesquita nasceu a 27 de fevereiro de 1912, no lugar de Chacim, freguesia de Refojos, deste concelho de Cabeceiras de Basto. Filha e neta de professores, Filomena Mesquita cedo começou a ensinar as primeiras letras e contas às crianças. Iniciou a docência, em 1931, com dezanove anos de idade, como regente escolar e terminou, em 1961, a sua carreira de trinta anos na escola pública, ingressando a partir deste ano no ensino privado.

A Prof. Filomena Mesquita trabalhou depois durante 36 anos no Colégio de S. Miguel de Refojos, tendo abandonado o ensino apenas em 1997, com 85 anos. Faleceu em fevereiro de 1998. Esta professora do ensino básico, personalidade simples de reconhecido valor, dedicou toda a sua vida a ensinar crianças, tendo contribuído para a educação e formação cívica de várias gerações de cabeceirenses.

A Câmara Municipal espera ter uma sala cheia de Cabeceirenses e outras personalidades.

FÉRTIL – ASSOCIAÇÃO CULTURAL APRESENTA EM PONTE DE LIMA O ESPETÁCULO TEATRAL “MORRO DE AMORES”

19 de Março – 22h00 – Teatro Diogo Bernardes – Ponte de Lima

Após uma digressão, integrada na política de descentralização cultural implementada no Município de Ponte de Lima, que percorreu as freguesias da Correlhã, Beiral de Lima, Sandiães, Ribeira e Refoios de Lima, o espectáculo de teatro “Morro de Amores”, uma criação da Fértil – Associação Cultural, em co-produção com o Teatro Diogo Bernardes e a Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão, será levado à cena no Teatro Diogo Bernardes, em Ponte de Lima, no próximo sábado, 19 de Março, às 22h00.

“Perto da aldeia há uma árvore com um pequeno banco, que de tão pequeno quando se sentam duas pessoas elas ficam muito juntas. Acredita-se que a árvore tem poderes. Essa árvore fica bem lá em cima, no Morro de Amores, como todos o chamam. Nesse morro sentem-se histórias de amor que se perpetuam no tempo e fazem crescer esse morro de dia para dia.

O espectáculo “Morro de Amores” surge inspirado por conversas com um grupo sénior com quem a Fértil desenvolveu um projecto artístico e comunitário sobre o tema amor.”

Ficha Artística: Texto Rui Alves Leitão | Encenação Neusa Fangueiro | Interpretação Alexandre Sá, Isabel Costa e Rui Alves Leitão | Cenografia Migvel Tepes | Música Rui Alves Leitão | Costureira Carmo Alves | Desenho de Luz Paulo Neto | Fotografia Margarida Ribeiro | Vídeo Rúben Marques.

Mesmo para os espectadores que tiveram oportunidade de apreciar o espectáculo nas freguesias, trata-se de uma oportunidade de excelência para assistir à representação num contexto espacial diferente e com condições técnicas que permitirão uma fruição com um nível mais elevado.

Bilhetes à venda (2,00€) e mais informações no Teatro Diogo Bernardes, pelo telefone 258 900 414 ou pelo email teatrodb@cm-pontedelima.pt

ARCOS DE VALDEVEZ PROMOVE SEMANA DA LEITURA, CIÊNCIA E TECNOLOGIA

Arrancou no passado dia 14 de março a Semana Concelhia da Leitura, Ciência e Tecnologia. Mais uma vez o Município de Arcos de Valdevez, através da sua Casa as Artes/Biblioteca Municipal Tomaz de Figueiredo, organiza o evento em colaboração com o Agrupamento de Escolas de Valdevez.

semana_leitura_2016 (7)

A componente da leitura tem características próprias, das quais se destaca a preparação, com bastante antecedência, das visitas de escritores, que são criteriosamente selecionadas pela equipa da Rede de Bibliotecas de Arcos de Valdevez, depois de ouvidas as sugestões dos professores. Nesta nova edição, à semelhança das edições anteriores,   vão ser levados a cabo encontros com escritores, contadores de histórias, ilustradores, realizadas sessões de leitura em voz alta, recitais e poesia, exposições, oficinas de expressão, workshops, laboratórios abertos e oficinas, jogos, teatro, cinema e exposições, bem como o já consolidado Concurso de Leitura Quintos Leitores, cuja experiencia e eficácia levou já a realização da final distrital em Arcos de Valdevez.

Outra característica destacada da Semana é o facto de ser uma parceria entre as entidades acima referidas e outras, como a Escola Profissional do Alto-Lima/EPRALIMA, daí advindo múltiplas vantagens e uma economia de esforços; qualquer autor, ator ou palestrante é convidado a fazer um périplo pelas diversas escolas, podendo permanecer mais do que um dia em Arcos de Valdevez, de modo a cumprir o programa pré-estabelecido.

semana_leitura_2016 (6)

A sessão de abertura teve início com a inauguração da exposição "Um olhar sobre o nosso planeta: A Terra", uma coleção particular de rochas e minerais de José Silva Ferreira e Taciano Rodrigues Lages, que estará patente na Casa das Artes/Biblioteca Municipal até ao dia 30 de junho.

A cerimónia prosseguiu com um espetáculo no Auditório da Casa, antecedido pelas intervenções do Presidente da Câmara Municipal arcuense João Manuel Esteves e do Diretor do Agrupamento Carlos Costa; nas palavras que proferiu, o edil teve oportunidade de referir a importância da Semana para a comunidade, sendo um exemplo concreto de articulação entre as várias entidades participantes, entre as quais o Município assume o papel de agente potenciador e facilitador, bem como de parceiro ativo no apoio e dinamização das atividades no concelho.

O evento teve início com o vídeo “Elos de Leitura”, onde os alunos das várias escolas do Agrupamento abordaram temas como a poesia, a etnografia arcuense, as lendas, a figura do Padre Himalaia, ou ainda a valorização de uma alimentação saudável; a intervenção da área das ciências deu-se através de uma performance que incluiu experiências laboratoriais realizadas por alunos do secundário, seguida de um pequeno momento musical acompanhado por leitura. O Centro Social e Paroquial de Grade também deu o seu contributo, através da projecção de um vídeo filmado numa cozinha tradicional, onde é mostrada a confeção do “bolo do tacho”. A poesia de Fernando Pessoa esteve igualmente presente, através da citação de poemas do autor e encenação de crianças do primeiro ciclo. A Universidade Sénior contribuiu com a leitura, em voz alta, de poemas alusivos ao tema da alimentação, gastronomia e epicurismo. A sessão de abertura terminou com uma adaptação dramatizada de crónicas extraídas do livro “Em Portugal não se come mal”, de Miguel Esteves Cardoso, a cargo de alunos da Escola profissional do Alto Lima (EPRALIMA).

CERVEIRA CELEBRA SEMANA SANTA

Semana Santa: Cerimónias religiosas e atividades culturais todos os dias

À semelhança dos anos anteriores, o Município de Vila Nova de Cerveira associa-se à Santa Casa da Misericórdia e ao Arciprestado do concelho na promoção da Semana Santa, com a realização de um programa cultural paralelo às cerimónias religiosas. Iniciativas para todas as idades arrancam este domingo com a Bênção de Ramos e a ‘Entrada Triunfal de Jesus Cristo’ e encerram com o Compasso Pascal e a ‘Queima de Judas’.

Em Vila Nova de Cerveira, a Semana Santa é uma das tradições mais enraizadas na história do concelho. Entre os Ramos e o Dia de Páscoa são várias as propostas que envolvem a população e atraem muitos visitantes.

Teatro, ateliers e doçaria tradicional preenchem vertente lúdica

Para dar início à comemoração da Semana Santa, o Município cerveirense apresenta, este domingo, a partir das 15h00, um teatro bíblico de rua sobre a Entrada Triunfal de Jesus Cristo em Jerusalém. Em colaboração com o Grupo S. Paulo da Cruz, cerca de 100 participantes recriarão cenas deste episódio bíblico em diversos pontos do Centro Histórico de Vila Nova de Cerveira.

De forma a envolver os mais pequenos, as tardes de terça a quinta-feira estão reservadas para os ateliers de construção de ‘judinhas’ a decorrer no Cineteatro ou no jardim. As crianças e jovens do concelho vão construir estes bonecos que, no Sábado de Aleluia, são oferecidos ao público que assiste à ‘Queima de Judas’. Este ano, o maior espetáculo comunitário do Vale do Minho comemora uma década, e por isso o tema será um ‘Remix 10 anos’. Através de uma revisita aos melhores momentos de sempre, a Comédias do Minho apresenta a ‘Queima de Judas’ através de um espetáculo musical e colorido que conta com algumas personagens surpresa que vão voltar a Vila Nova de Cerveira.

Para adoçar esta época, a Loja Interativa de Turismo de Vila Nova de Cerveira, em parceria com algumas pastelarias do concelho, convida a comunidade para a ‘Mesa da Páscoa’. No sábado 26 de março, entre as 10h00 e as 18h00, o difícil vai ser escolher entre tão deliciosa e diversa doçaria típica desta época.

Celebrações Religiosas

Promovidas pelas paróquias e pela Santa Casa da Misericórdia de Vila Nova de Cerveira, as celebrações religiosas da Semana Santa têm início este domingo com a Bênção de Ramos e terminam com o Compasso Pascal no Domingo e Segunda-Feira de Páscoa.

No entanto, ao longo da semana estão programados vários momentos eucarísticos: quarta-feira, Missa Vespertina celebrada por todos os irmãos da Sana Casa (Igreja da Misericórdia, 17h00), Via-Sacra (Igreja Matriz, 21h00), Exposição do Santíssimo Sacramento (Igreja da Misericórdia, 15h00); na quinta-feira, Procissão com a Imagem de Nossa Senhora da Soledade para a Igreja Matriz (Igreja da Misericórdia, 17h00), Missa Vespertina da Ceia do Senhor - Lava-pés (Igreja Matriz, 18h00), e à noite, 21h30, a secular Procissão dos Passos que percorre as ruas do Centro histórico da vila, numa Via-Sacra aos sete nichos da Paixão de Cristo, onde se fazem ouvir os cânticos da Verónica. Na Igreja Matriz será proclamado o sermão do Encontro. A procissão recolhe à Igreja da Misericórdia, terminando com a bênção do Santo Lenho. Na sexta-feira Santa, Celebração da Paixão do Senhor - Adoração da Cruz (Igreja Matriz,15h00 e restantes paróquias); no Sábado de Aleluia, Vigília Pascal (Igreja Matriz, 21h00 e restantes paróquias). No Domingo de Páscoa, Eucaristia (Igreja Matriz, 10h00), Visita Pascal na LIT (15h00) e Compasso Pascal pelas Freguesias do concelho (Domingo e Segunda-feira).

“MUNDO (DE)MENTE” DE SAMUEL PORTO VAI SER APRESENTADO SÁBADO EM CAMINHA

Na Biblioteca Municipal de Caminha, pelas 17 horas

A Biblioteca Municipal de Caminha vai acolher a apresentação do livro de poesia de Samuel Porto “Mundo (De)Mente”, no sábado, dia 19 de março, pelas 17 horas.

“Mundo (De)Mente”, publicado em setembro de 2015 pela Chiado Editora, é um livro de poesia, da coleção Prazeres Poéticos. A apresentação do livro conta com Ricardo Dantas como orador convidado.

Samuel Porto, a viver em Caminha desde os quatro meses de idade, começou a escrever poesia aos 15 anos. Segundo o poeta, “a poesia começou como uma forma de expressão dos problemas que teria na adolescência”.

Na sinopse do livro lê-se: “Temos sonhos, objetivos que esperamos alcançar. Alguns difíceis, outros simples, muitos não passam apenas de uma ilusão da nossa mente. Durante a nossa jornada podemos acabar nas ruas da amargura, afundar-nos no fundo do poço, deitarmo-nos numa cama cheia de mentiras e demência. Mas nunca poderemos desistir, pois seremos capazes de superar este Mundo (De)Mente”.

Trata-se de uma iniciativa organizada pela Câmara Municipal de Caminha.

PARTIDO PAN VISITA REGIÃO DO TÂMEGA PARA DEBATER LOCALMENTE PLANO NACIONAL DE BARRAGENS

  • Construção destas barragens estão envoltas em contradições, sendo necessário repensar seriamente os seus eventuais benefícios
  • O PNBEPH aumentará cerca de 8% a fatura elétrica das famílias portuguesas
  • Procura de alternativas que respeitem o património natural, que dinamizem a economia local e que criem empregos estáveis
  • Mesa redonda subordinada ao tema "Rios Livres - Repensar o Plano Nacional de Barragens" - 21 de Março na Casa da Juventude em Amarante

O deputado do PAN – Pessoas – Animais – Natureza, André Silva, visita nos próximos dias 20 e 21 de Março, início da Primavera e Dia Mundial das Florestas, vários locais na região do Alto Tâmega para uma observação concreta e diálogo com várias entidades sobre as barragens previstas para a Cascata do Tâmega: Alto Tâmega, Daivões, Gouvães e Fridão, no âmbito do Plano Nacional de Barragens.

A construção das Barragens da Cascata do Tâmega estão envoltas em inúmeras contradições, sendo necessário repensar seriamente os seus eventuais benefícios, contrapondo com soluções para o território que sejam mais congruentes com a riqueza e com o presente e futuro das populações locais.

De acordo com a apreciação do GEOTA (Grupo de Estudos de Ordenamento do Território e Ambiente) as novas barragens são inúteis para cumprir os objetivos oficiais definidos no Programa Nacional de Barragens com Elevado Potencial Hidroeléctrico (PNBEPH). Representam apenas 0,8 % do consumo de energia primária do País, 4,3 % do consumo de eletricidade e 3,2 % do potencial de poupança energética economicamente interessante.

BANDA SUECA “ABALONE DOTS” ATUA EM PONTE DE LIMA

18 de Março – 22h00 – Teatro Diogo Bernardes – Ponte de Lima

O próximo fim-de-semana, em termos de programação, no Teatro Diogo Bernardes em Ponte de Lima, inicia-se com a banda sueca Abalone Dots, que se afirma musicalmente no indie, no folk, no bluegrass e no country, permitindo aos espectadores apreciar um projecto internacional que se tem afirmado nos últimos anos um pouco por toda a Europa.

A banda é composta por Rebecka Hjukström, Sophia Hogman e Louise Holmer que, na presente tour europeia, só efectuarão três concertos em Portugal, pelo que se espera um momento único e memorável no Teatro Diogo Bernardes, na noite de sexta-feira.

Com mais de quinze anos de carreira, contam com quatro LP's editados, último dos quais Red em 2015.

Bilhetes à venda (2,00€) e mais informações no Teatro Diogo Bernardes, pelo telefone 258 900 414 ou pelo email teatrodb@cm-pontedelima.pt.

A vertente internacional é uma das componentes da programação em que o Teatro Diogo Bernardes pretende apostar, trazendo a Ponte de Lima projectos vanguardistas e distintos.

Na programação de Abril do Teatro Diogo Bernardes, com 12 espectáculos agendados até ao momento, poderão ser apreciados os concertos de Jacqui Naylor, dos Estados Unidos da América, a 29 de Abril e de Tracy Vandal, escocesa a residir em Portugal, que fará a primeira parte do concerto que incluirá também a banda portuguesa Pedro e os Lobos, a 30 de Abril.

No Festival Percursos da Música, a realizar entre 5 e 22 de Julho, estão previstos concertos com participação de projectos oriundos de Inglaterra, Espanha e Brasil.

RESERVATÓRIO DA SERNADELA EM AMARES VAI TER ACESSO FACILITADO

Município de Amares resolve impossibilidade de acesso a reservatório de Caldelas

O executivo municipal de Amares aprovou, por unanimidade, na última reunião de Câmara, a autorização para aquisição de um terreno na União das Freguesias de Caldelas, Sequeiros e Paranhos. Com esta aquisição, o Município de Amares pretende criar as condições necessárias para assegurar a reposição dos níveis de água no reservatório de Caldelas, que até à data estavam colocadas em causa pela impossibilidade de acesso ao local.

DSC00338

Nos meses de Verão os níveis de água descem por consequência da seca da nascente que abastece o reservatório e só podem ser repostos através do transporte de água por camiões cisterna.

O acesso ao reservatório de água, vulgarmente designado por reservatório de Sernadela, é bastante precário, quer pela sua configuração, quer pela sua dimensão, circunstâncias que impossibilitavam a circulação de veículos de maiores dimensões.

O novo acesso, que passará pelo terreno agora adquirido, irá garantir a prestação de um serviço ininterrupto de abastecimento de água a uma franja enorme da população e seus serviços, designadamente, aos alojamentos locais e empreendimentos turísticos.