Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

GUIMARÃES PREPARA CANDIDATURA NA UNICEF A “CIDADE AMIGA DAS CRIANÇAS”

Programa incentiva à participação efetiva das crianças na vida em sociedade. Jovens convidados a expressar os seus pontos de vista e a dar o seu contributo para o desenvolvimento e bem-estar da comunidade. 

Guimaraes_Criancas

O Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, demonstrou interesse junto da UNICEF em apresentar uma candidatura ao programa “Cidade Amiga das Crianças”. O projeto, que incentiva a participação dos cidadãos mais jovens na vida da comunidade, prevê a adoção de políticas administrativas e de gestão territorial que promovam o bem-estar de todos os cidadãos, em particular das crianças, bem como a criação de condições favoráveis a um desenvolvimento saudável.

O processo de construção de uma Cidade Amiga das Crianças baseia-se na aplicação dos direitos da criança nas decisões, políticas e programas do município, recolhendo a sua opinião sobre o concelho que deseja, como sucede já, por exemplo, com a implementação do Orçamento Participativo de Guimarães dedicado à comunidade escolar. O objetivo é melhorar a qualidade de vida das crianças no momento presente, contribuindo para o progresso das comunidades, tanto na atualidade como no futuro.

«A nossa demonstração de interesse dá continuidade à Carta da Cidadania Infantojuvenil que está a ser preparada juntamente com a ADCL», referiu Paula Oliveira, Vereadora do Município de Guimarães, no decorrer da apresentação pública do “Colóquio Internacional Crianças, Cidade e Cidadania”, que decorrerá nos dias 17 e 18 de março, no Centro Cultural Vila Flor, em Guimarães. Este encontro é uma iniciativa promovida pela Associação para o Desenvolvimento das Comunidades Locais, em parceria com a Autarquia e a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens.

A implementação do programa “Cidades Amigas das Crianças”, lançado em 1996, no quadro de uma resolução da II Conferência das Nações Unidas sobre Assentamentos Humanos, tem quatro fases. A manifestação de interesse e caracterização do Município e a posterior adesão ao programa fazem parte do procedimento inicial. Seguem-se a implementação da candidatura com o desenvolvimento de um plano de ação, o reconhecimento através do relatório de progresso e discussão presencial e, por fim, a fase de acompanhamento e avaliação.

Fundamentos da candidatura

A UNICEF é a principal organização mundial que tem como missão defender e proteger os direitos e o bem-estar das crianças e adolescentes. A sua ação rege-se pela Convenção sobre os Direitos da Criança, o tratado do direito internacional mais amplamente ratificado de sempre, pois a ele aderiram quase todos os Estados do mundo.

Criada em 1946 por decisão da Assembleia Geral das Nações Unidas, a UNICEF trabalha atualmente em mais de 150 países em desenvolvimento através das suas representações permanentes no terreno e em 34 países industrializados, mediante a sua rede de Comités Nacionais. Os fundamentos para construir uma “Cidade Amiga das Crianças” assentam em quatro princípios base da Convenção: não discriminação, interesse superior da criança, sobrevivência e desenvolvimento e respeito pelas decisões das crianças.

GUIMARÃES: CENTRO PASTORAL DAS TAIPAS RECEBE SESSÃO PÚBLICA PARA APRESENTAR PROJETO DE REQUALIFICAÇÃO DO CENTRO CÍVICO

Projeto inicial para requalificar centro das Taipas será apresentado no dia 18 de março

Habitantes vão conhecer estudo preliminar da UMinho. Sessão pública foi agendada para o Centro Pastoral das Taipas.

A apresentação dos primeiros estudos relativos ao projeto de requalificação do Centro Cívico das Taipas foi marcada para o dia 18 de março (sexta-feira), pelas 21:30 horas, no Centro Pastoral das Taipas. A sessão vai contar com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, e da equipa do Centro de Estudos da Escola de Arquitetura da Universidade do Minho, que está a elaborar o projeto de requalificação. 

Nessa noite, os habitantes da vila das Taipas vão conhecer o primeiro esboço do Centro Cívico das Taipas. A definição do programa base será objeto de um debate público, com o objetivo de recolher diferentes contributos, tornando-o o mais abrangente possível com a envolvência da população e das entidades taipenses.

A sessão pública contará também com a apresentação de estudos de mobilidade e paisagístico, que serão igualmente objeto de apreciação por parte dos habitantes, tal como referiu o Presidente do Município de Guimarães, Domingos Bragança, nos diferentes atos públicos em que abordou o tema, designadamente, na reunião de Câmara descentralizada, realizada naquela vila.

Durante a sessão, a equipa de arquitetura da Universidade Minho vai apresentar, ainda, documentos informativos sobre a evolução do centro das Taipas ao longo dos tempos, bem como o historial arquitetónico da vila até à presente data, indicando soluções que o vão transformar num moderno e contemporâneo centro cívico, preservando a sua coerência histórica.

VIANA DO CASTELO: PRAÇA DE TOUROS TRANSFORMADA EM PAVILHÃO DESPORTIVO ATÉ AO FINAL DE 2017

Os trabalhos de reconversão da antiga praça de touros de Viana do Castelo em pavilhão desportivo deverão estar concluídos até ao final de 2017, de acordo com o presidente do município, José Maria Costa.

praca-touros_SAPO

Segundo o responsável, os trabalhos da responsabilidade do Instituto da Construção da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto – e referentes à resistência da estrutura – estão concluídos e em breve estará encontrada solução para o projecto de arquitectura. A intervenção está integrada no Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU), candidatado ao programa comunitário do Portugal 2020.

“A nossa intenção é ter a reconversão da praça concluída até final de 2017, para que o novo espaço possa ser cedido, em regime de comodato, à Escola Desportiva de Viana (EDV)”, afirmou o autarca, citado pelo Construir. José Maria Costa avançou ainda que, após a reconversão, a antiga praça de touros será rebaptizada com o nome “Praça Viana”.

O projecto previsto para a antiga arena, com uma área de 3.800 metros quadrados e cerca de 65 metros de diâmetro, pretende dar resposta à “falta de condições físicas com que se debate a EDV”, clube que completa em maio 40 anos de existência e tem cerca de 1.300 atletas.

A praça foi construída em 1948 e teve uma intensa actividade inicial mas, nos últimos anos, ficou reduzida a apenas um espectáculo anual, por altura da Romaria da Senhora d’Agonia, o que aconteceu pela última vez em Agosto de 2008. Está encerrada desde 2009, quando Viana do Castelo se declarou cidade anti-touradas.

Fonte: http://greensavers.sapo.pt/

GUIMARÃES REQUALIFICA CENTRO CÍVICO DE PONTE

SESSÃO NO CENTRO PAROQUIAL PAULO VI

Requalificação do Centro Cívico de Ponte apresentada no dia 12 de março

Sessão pública dá a conhecer projeto de execução aos habitantes de Ponte. Intervenção do Município de Guimarães vai devolver centro da vila às pessoas.

Ponte_Centro_Cívico

A Câmara Municipal de Guimarães vai proceder à apresentação pública do projeto de requalificação do Centro Cívico de Ponte no próximo dia 12 de março, às 10:30 horas, no Centro Paroquial Paulo VI, perto da Igreja de Ponte. A sessão, que contará com a presença de Domingos Bragança, Presidente do Município de Guimarães, tem como objetivo dar a conhecer aos habitantes da vila a versão final do projeto de execução.

A intervenção, cuja articulação está a ser efetuada com a Junta de Freguesia, incide na requalificação do Largo da Igreja, criação de um parque de estacionamento e reperfilamento da Rua Reitor Francisco José Ribeiro, que liga a Estrada Nacional 101 ao Largo da Igreja.

O projeto contempla a criação de uma ampla praça pedonal, cuja quota será inferior comparativamente com o projeto inicial. O objetivo é harmonizar o atual espaço físico, garantindo ao mesmo tempo trajetos inclusivos e acessíveis a todos, afirmando o edifício da Igreja como preponderante e de referência no tecido urbano existente.

Acessibilidade para todos

Com o centro da vila a ser devolvido às pessoas, as árvores existentes serão ajustadas às novas definições programáticas do espaço público, prevendo-se que sejam substituídas por oliveiras, havendo igualmente uma reformulação ao nível da iluminação pública.

Além do reperfilamento da Rua Reitor Francisco José Ribeiro, o projeto contempla a construção de passeios nesse arruamento, garantindo-se aqui, à semelhança da área central, um corredor acessível a pessoas com mobilidade condicionada, a inclusão de órgãos de drenagem (condutas) de águas pluviais e a sua repavimentação, onde estarão assegurados sistemas redutores de velocidade de tráfego que indicarão a entrada numa zona mais nobre e central da vila de Ponte.

O parque de estacionamento a reabilitar é o situado nas traseiras do edifício da antiga sede da Junta de Freguesia, terá uma capacidade para cerca de 80 lugares. A intervenção incidirá na colocação de grelhas de enrelvamento e gravilha, cubos de granito (paralelos), gravilha compactada (em substituição do alcatrão) e plantação de árvores.

VILA VERDE NAMORA CAUSAS SOCIAIS

Marca Namorar Portugal apoia causas sociais com o projeto “Namoradeiro”

A marca territorial vilaverdense Namorar Portugal vai apoiar instituições de solidariedade social através do projeto solidário “Namoradeiro”. A iniciativa, promovida pelo jovem Joaquim Ribeiro, começou com a conceção de um produto, uma mascote, que será agora colocada à disposição de várias IPSSs para que a possam produzir e comercializar. O projeto visa munir as instituições de solidariedade de meios financeiros que promovam a sua sustentabilidade e contribuam, por conseguinte, para uma ação de apoio social cada vez mais efetiva e abrangente nas comunidades em que se inserem. A apresentação decorreu ao público do “Namoradeiro” decorreu durante a manhã de hoje, no Espaço Namorar Portugal, em Vila Verde.

DSC_0829

A sessão arrancou com a presença de uma bonita moldura humana que deu um encanto especial à ocasião, que ouviu a vereadora da Cultura que começou por tecer rasgados elogios ao trabalho desenvolvido pelas IPSSs vilaverdenses. Júlia Fernandes prosseguiu deixando uma palavra de apreço pelo altruísmo demonstrado por este “vilaverdense de gema”. “Este é um produto que nos diz muito, porque oi criado pelo nosso Joaquim Ribeiro, com o intuito exclusivo de apoiar e ajudar o próximo. Criou este coração namoradeiro sempre a pensar nas nossas IPSSs e naqueles que mais precisam de nós. A pensar também na sustentabilidade das próprias instituições, para que cada um, até na perspetiva do envelhecimento ativo e saudável, possa desenvolver o seu projeto devidamente validado pelo seu mentor”, afirmou.

Construir uma sociedade melhor

Joaquim Ribeiro é um jovem vilaverdense que se prontifica a abraçar causas que visam contribuir para a construção de uma sociedade melhor. As dificuldades de sustentabilidade financeira das instituições de solidariedade cativaram-lhe a atenção numa das ações de voluntariado que realizou. A sensibilidade para a problemática somada com o fascínio pelo conceito subjacente à marca Namorar Portugal culminou com a criação da mascote que quer conquistar corações em todo o país, o coração “Namoradeiro”. “É uma mascote que simboliza o amor, que simboliza a marca Namorar Portugal e o Mês do Romance em Vila Verde. É um produto que será totalmente desenvolvido pelas nossas instituições, para quem reverterá também a totalidade dos fundos angariados. É um projeto sem fins lucrativos e que conta com o apoio do Sr. Arménio do Artesanato Joana”, revelou, acrescentando “foi para as instituições e para os utentes que criei este projeto, para ajudar quem mais precisa, sozinho não conseguirei nada, mas penso que de mãos dadas poderemos chegar muito longe”.

DSC_0745

Joaquim Ribeiro prosseguiu mantendo a toada sobre as problemáticas sociais. “Quero criar aqui uma micro rede social, que tentará envolver também as escolas do Concelho, com cada estabelecimento de ensino a apadrinhar uma instituição realizando alguma atividade no âmbito do “Namoradeiro”, para começar a fomentar nas crianças e nos nossos jovens este tipo de sensibilidade social, tão rara numa sociedade que está cada vez mais a perder valores. Vamos tentar criar aqui um elo social entre as escolas e as instituições”, referiu, acrescentando que “é necessário criar um elo entre as instituições, a economia e as tradições e os costumes de Vila Verde, sempre com o tema dos Lenços de Namorados, o produto terá sempre sempre um bordado ou uma pintura associada”.

“É extremamente importante fazermos esta ponte entre a marca Namorar Portugal e as causas sociais”

Por sua vez, o presidente do Município de Vila Verde começou por saudar o projeto que junta a solidariedade ao romance, numa vertente de “apoio social que as nossas instituições merecem”. “É extremamente importante fazermos esta ponte entre a marca Namorar Portugal e as causas sociais, reunindo condições para que outros também possam beneficiar deste projeto. O Joaquim Ribeiro apresenta um conceito mito interessante ao colocar a marca Namorar Portugal e os motivos dos Lenços de Namorados, este nosso património, ao serviço das instituições. Deixou aqui o desafio às instituições para que possam em conjunto definir o caminho a trilhar para o sucesso de um projeto que visa ajudar a garantir a sustentabilidade financeira dessas instituições”, afirmou António Vilela.

O edil louvou o facto de o promotor já ter conseguido aliar vários parceiros a este projeto mostrando confiança que muitos mais se seguirão na jornada que está ainda no começo. António Vilela vincou que em termos de questões sociais a responsabilidade toca a todos e todos devem ser chamados a intervir, dentro das suas possibilidades, para a criação de uma sociedade mais justa. “Um projeto desenvolvido a pensar nos outros, que pretende incluir todos e ser desenvolvido por todas as pessoas, daí que eu considere que ele encaixa no espírito da marca Namorar Portugal. Uma marca que cresce todos os dias e que vai contar a partir de sábado (5 de março) com 51 parceiros, com produtos e com produtos espalhados por todo o país e que começam também a ser comercializados por todo o mundo”, disse.

DSC_0705

PORTUGAL X HOLANDA DISPUTA-SE EM ARCOS DE VALDEVEZ

No dia 24 de março, pelas 15h00, disputa-se no Estádio Municipal da Coutada em Arcos de Valdevez, um jogo entre as seleções sub-20 de Portugal e Holanda. Encontro a realizar no âmbito da participação da seleção portuguesa de futebol no Torneio Internacional de Toulon, França, a decorrer entre 18 e 29 de maio.

Nesta deslocação da Seleção Nacional estão fortemente envolvidas a Câmara Municipal de Arcos de Valdevez e a Associação de futebol de Viana do Castelo.

A escolha de Arcos de Valdevez para a disputa deste encontro deixa os arcuenses cheios de orgulho e atesta a qualidade das instalações desportivas disponíveis no concelho.

De referir ainda que a Seleção ficará instalada em Arcos de Valdevez.

BARCELOS APRESENTA "A DOENÇA DO ENGRAXADOR"

A DOENÇA DO ENGRAXADOR

O auditório da Junta de Freguesia de Balugães, recebe este sábado, dia 5 de fevereiro, às 21 horas, a peça de teatro «A Doença do Engraxador». A nova comédia do Grupo de Teatro da Casa do Povo de Freixo (Ponte de Lima) abre o Ciclo de Teatro de Balugães, uma organização conjunta do Teatro de Balugas e da Junta de Freguesia de Balugães. A entrada é livre e a iniciativa continua em junho com mais um grupo convidado.

VERDES EUROPEUS VISITAM PORTUGAL

2 e 3 de Março - Verdes Europeus em Lisboa - Encontros e iniciativas

A Eurodeputada Verde Ska Keller, a Secretária Geral do Partido Verde Europeu, Mar Garcia, e Gwendolina Delbos-Corfield, membro do Comité Executivo dos Verdes Europeus, visitarão Portugal, a convite do Partido Ecologista Os Verdes, nos próximos dias 2 e 3 de Março, para várias iniciativas, encontros e reuniões. Os Verdes destacam a conferência de imprensa do dia 3 de março, às 12.00h, na Assembleia da República, onde se dará conta das conclusões desta visita.

Programa – 2 e 3 de Março

2 de março (tarde)

Reunião com a Sra. Secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade, Dra. Catarina Marcelino, onde se abordará a questão dos refugiados

Encontro com o Grupo Parlamentar do Partido Socialista

Reunião de trabalho com Associações de defesa do Ambiente Nacionais, na sede nacional do PEV

3 de março (manhã)

Encontro com os Grupos Parlamentares do PCP, Bloco de Esquerda e Verdes

12:00h – declarações aos órgãos de comunicação social à saída da Sala 2 das Comissões, na Assembleia da República

Almoço/encontro com o Vice-presidente da Câmara Municipal de Setúbal, o Vereador Ecologista André Martins, em Setúbal.

MINHO E GALIZA ESTÃO CADA VEZ MAIS UNIDAS

Cerveira e Tomiño apresentaram candidatura ao POCTEP à comunidade local

Após uma participação ativa da população na elaboração da Agenda Estratégica, os concelhos de Vila Nova de Cerveira e Tomiño deram a conhecer em pormenor a candidatura conjunta recentemente submetida ao INTERREG V-A. Numa apresentação pública que decorreu esta manhã, no requalificado Mercado de Tomiño, os dois autarcas realçaram “mais um passo firme na cooperação transfronteiriça”.

IMG_1910

Com um investimento total de cerca de 600 mil euros, financiado a 75%, o principal desafio desta candidatura – Agenda Estratégica para a Cooperação Transfronteiriça Amizade Cerveira-Tomiño - é caminhar para uma efetiva ‘desfronteirização’. Para além de aprofundar e consolidar as relações institucionais através de uma programação e gestão compartilhada dos distintos serviços públicos, o projeto visa ainda promover o conceito de ‘eurocidadania’, implicando os cidadãos de Cerveira e Tomiño na formulação de soluções para necessidades comuns.

A apresentação pública surgiu no seguimento da fase preparatória do projeto ter despertado o interesse e participação de duas centenas de representantes de 70 entidades, associações e empresas portuguesas e galegas, na realização de um conjunto de sessões temáticas e culminando com a organização das Ias Jornadas da Amizade em 2015. Os autarcas dos dois concelhos consideram que se o projeto é para a população, o primeiro compromisso tem de ser nesse sentido.

O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira afirmou que esta candidatura testemunha a vontade de trabalhar num caminho comum, consolidando uma amizade secular. Fernando Nogueira explicou que este projeto visa “progressos efetivos na eliminação real de algumas barreiras físicas e psicológicas, aprofundando e dando visibilidade às relações existentes”. E acrescentou metaforicamente: “Lançamos a semente à terra e o fruto vai crescendo e desenvolvendo-se”.

Por sua vez a alcaldesa do Concello de Tomiño, Sandra González, sublinhou “a vocação permanente de uma candidatura própria em prol da melhoria contínua de um território comum, e cujo principal objetivo é acabar com a fronteira e aproximar os povos vizinhos”. “É um dia histórico nas relações da Amizade Cerveira-Tomiño”, disse.

Com grandes expetativas na aprovação da candidatura, as ações específicas, de âmbito material e imaterial distribuídas em quatro atividades complementares, terão uma implementação entre os últimos trimestres de 2016 e 2019.

JOVENS DE CABECEIRAS DE BASTO COMEMORAM DIA MUNDIAL DA PROTEÇÃO CIVIL

Mais de duas mil crianças e jovens no Dia Mundial da Proteção Civil em Cabeceiras de Basto

A Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto associou-se à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários Cabeceirenses, à Guarda Nacional Republicana, à Autoridade Nacional de Proteção Civil e ao INEM na organização do Dia Mundial da Proteção Civil que juntou hoje, dia 1 de março, mais de dois milhares de crianças e jovens no Campo do Seco, em Cabeceiras de Basto.

Dia Mundial da Proteção Civil em Cabeceiras de B

O presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras Basto, Francisco Alves, marcou presença nesta iniciativa fazendo-se acompanhar pelos vereadores, Dra. Isabel Coutinho e Alfredo Magalhães, assim como o presidente da Junta da União de Freguesias de Refojos, Outeiro e Painzela, Leandro Campos.

Dia Mundial da Proteção Civil em Cabeceiras de B

A iniciativa que contou com uma exposição de meios e demonstração de atividades juntou no mesmo recinto os Bombeiros Voluntários Cabeceirenses; a Polícia Municipal; a Proteção Civil Municipal; os Sapadores Florestais; a delegação do Arco de Baúlhe da Cruz Vermelha Portuguesa; o veículo móvel do Centro de Comunicações do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Braga; o INEM – Instituto Nacional de Emergência Médica que fez demonstrações de Suporte Básico e Vida e divulgou o Centro de Informação Antiveneno; a GNR, designadamente o Grupo de Intervenção, Proteção e Socorro (GIPS) e a Secção de Programas Especiais, bem como demonstrações de dois binómios cinotécnicos e da unidade de minas e armadilhas. Os Bombeiros Voluntários Cabeceirenses, para além da divulgação do projeto ‘Aprender a Salvar’, trouxeram a esta exposição de meios várias viaturas, entre as quais o carro de desencarceramento, o carro de combate a incêndios urbanos, uma ambulância de socorro e diverso equipamento individual de socorro e combate a incêndios e, ainda, uma exposição de brinquedos da coleção do jovem bombeiro João Leite.

Dia Mundial da Proteção Civil em Cabeceiras de B

Durante a visita, as crianças e jovens mostraram-se muito agradados e entusiasmados com a exposição de meios dos diferentes agentes de proteção e socorro que participaram na comemoração do Dia Mundial da Proteção Civil em Cabeceiras de Basto.

Sob o lema ‘A Proteção Civil Somos Todos’, a ação teve como principal objetivo sensibilizar a comunidade escolar e a população em geral para as questões da segurança e da importância da Proteção Civil enquanto estrutura vocacionada para responder com eficácia nas situações de emergência de uma forma articulada com todas as forças de intervenção.

Dia Mundial da Proteção Civil em Cabeceiras de B

BARCELOS DIVULGA PROGRAMAÇÃO DE MARÇO NO TEATRO GIL VICENTE

A programação do Teatro Gil Vicente durante o mês de março traz a palco música, teatro, cinema e stand-up comedy.

A Associação Zoom volta a trazer cinema ao Teatro, com os filmes “Portugal – Um dia de cada vez” no dia 3 de março; “Raparigas de Fogo” no dia 17; e “Marguerite”, no dia 31, todos com início às 21h30 e entrada paga. No dia 24 de março, traz “Filminhos infantis à solta”, às 15h, com entrada gratuita.

O teatro regressa ao palco do Gil Vicente com as peças “Auto dos Físicos”, pela Escola da Noite, em 4 de março, às 15h e às 21h30; “Auto da Feira de Barcelos”, pela Barcelos Sénior, em 11 de março, às 21h00; “A Cinderela” pela Rituais Dell Arte, no dia 19 de março, às 16h00 e às 21h30; e “O Diário de um Palhaço”, em 20 de março, às 16h, por A capoeira – Companhia de Teatro de Barcelos. Todos os espetáculos com entrada gratuita. Já no dia 22 de março, é a vez da Companhia de Teatro Nacional de Kershon trazer a cena “Não chorem nunca por mim”, às 21h30, com entrada paga.

O mês de março também traz música ao espaço vicentino, no dia 8, Dia Internacional da Mulher, com Simone de Oliveira, às 21h30; e o Festival Harmos Classical nos dias 10 e 12 de março. Os espetáculos têm entrada gratuita, com início às 21h30.

No dia 5 de março, às 21h30, é a vez da Associação Motogalos apresentar as equipas desportivas 2016, num espetáculo que conta com momentos de stand-up comedy a cargo do comediante Paulo Baldaia, com entrada gratuita.

Já o dia 21 de março é dedicado às comemorações do Dia Mundial da Poesia.

Os bilhetes para assistir aos espetáculos no Teatro podem ser adquiridos no local, ou através de reserva por e-mail (tgv@cm-barcelos.pt) ou telefone (253 809 694).

ATLETA CERVEIRENSE ANA LÚCIA GOMES CONQUISTA TROFÉU "O MINHOTO"

Município de Cerveira felicita Ana Lúcia Gomes pela conquista do troféu ‘O Minhoto’

A Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira congratula-se com o prémio e reconhecimento alcançados, esta segunda-feira, pela atleta de Vila Nova de Cerveira, Ana Lúcia Gomes, na XIX Gala dos Troféus Desportivos ‘O Minhoto’ – categoria de remo.

trofeus minhoto

“Pelo desempenho e pelos excelentes resultados alcançados ao longo da sua carreira desportiva, o Município de Vila Nova de Cerveira felicita publicamente a cerveirense Ana Lúcia Gomes por esta distinção que confere prestigio e orgulho à modalidade do remo e a toda a região”, refere o autarca.

Vencedora na modalidade do remo, Ana Lúcia Gomes, a representar o Sporting Clube Caminhense, recorreu à sua página no Facebook para emitir uma mensagem de carinho a todos os que acompanham o seu percurso de atleta: “Por uma vida dedicada ao desporto... Pelas pessoas que sempre acreditaram em mim, à minha família, pelos clubes onde passei, por todos os treinadores que me acompanharam, por todas as que remaram comigo e contra mim... (pelo remo feminino). Obrigada”.

A XIX Gala dos Troféus Desportivos “O Minhoto” realizou-se, esta segunda-feira à noite, em Vieira do Minho, premiando o desempenho de todos os envolvidos no fenómeno desportivo da região do Minho, desde dirigentes, treinadores, árbitros a atletas, durante o ano de 2015. Das 29 categorias em jogo, 13 foram conquistadas pelo distrito de Viana do Castelo.

CERVEIRA REALIZA ENCONTROS DE TEATRO

Humor marca 5ª edição dos ETC… Encontros de Teatro de Cerveira

Está de regresso ao palco do Cineteatro o evento que promete fazer rir do início ao fim. A 5.ª edição do ETC… Encontros de Teatro de Cerveira volta a surpreender os presentes com três espetáculos onde a multifacetada comédia é o género de eleição. Entrada livre.

Em Cerveira, ‘Vila das Artes’, o mês de março é dedicado à promoção e divulgação do teatro como forma de assinalar o Dia Mundial do Teatro (27 de março). Pelo sucesso e recetividade do público em edições anteriores, os próximos três serões de sábado vão ser, como diz o provérbio, «de rir e chorar por mais».

O ETC… entra em cena, este sábado, 05 de março, com um espetáculo diferente do habitual: “American Way”, da Jangada Teatro, é uma comédia musical e multidisciplinar assente numa narrativa cujo tema central é a emigração. Os personagens da peça escalpelizam virtudes e defeitos de ser português, com os atores a lançar perguntas e os espetadores a encontrar as respostas.

No dia 12, o Teatro Amador do Circulo Católico de Operários de Vila do Conde apresenta a comédia “A Herança de Faustino Miséria”, onde um estabelecimento comercial é o ponto de encontro da comunidade e a porta aberta para o mundo. “A notícia de uma herança, que supostamente beneficia um dos seus habitantes, aguça a cobiça dos habitantes da Bajouca, num ingénuo menosprezo à inteligência de um simples, mas astuto homem do campo”.

Para encerrar a 5ª edição dos ETC…, a sugestão vai para “A Entrada do Rei”, numa interpretação da Estação Teatral da Beira Interior. “Aqui o rei viaja. Já todos zombavam desta pretensa travessia, quando se aperceberam que, desta feita, era mesmo intenção consumada. Desde a sua coroação, duas décadas antes, não passara da promessa. Mas agora ei-lo às portas de Lisboa, aguardando a sua triunfal entrada”.

Os espetáculos dos ETC… Encontros de Teatro de Cerveira têm a particularidade de proporcionar o contacto e o usufruto com espetáculos teatrais irreverentes e que contagiam pelo humor e boa disposição. Nos sábados 5, 12 e 19 de março, a partir das 21h30, deixe as tristezas em casa e venha rir às gargalhadas no Cineteatro de Cerveira.

ARCOS DE VALDEVEZ APOIA O DESPORTO

Câmara Municipal investe 240 mil euros em relvado sintético novo

O Desporto é uma área que tem vindo a ganhar um maior impulso em Arcos de Valdevez. No último ano decorreu a construção do novo Estádio de Rugby e do Complexo desportivo de Guilhadeses, dois grandes investimentos que vieram complementar as excelentes condições para o pleno exercício da prática desportiva.

estadio_municipal

A pensar no desporto e nas boas condições da sua prática, a Câmara Municipal aprovou recentemente a abertura de procedimento para a realização da empreitada de obra «REPARAÇÃO E BENEFICIAÇÃO DO ESTÁDIO MUNICIPAL “SUBSTITUIÇÃO DO RELVADO SINTÉTICO”. Um investimento municipal com um preço base de 240.000,00 Euros, que irá permitir renovar o tapete atual, já com cerca de 11 anos e bastante uso.

De referir que o Estádio Municipal recebe imensas iniciativas, sendo de destacar a realização de Torneios Nacionais e Regionais de Futebol e Rugby, iniciativas ligadas ao desporto escolar, provas de atletismo, entre outras.

estadiomunicipal2

IMPACTO ECONÓMICO DO ARTBEERFEST DEMONSTRA A IMPORTÂNCIA DOS EVENTOS NA ECONOMIA DO CONCELHO DE CAMINHA

Estudo da Escola de Ciências Empresariais de Valença apresentado em Caminha

O Artbeerfest tem um forte impacto económico no concelho de Caminha, com elevado retorno na economia em geral, sobretudo nas áreas mais ligadas à restauração e hotelaria. A conclusão resulta de um estudo realizado pela Escola de Ciências Empresariais de Valença, apresentado ontem nos Paços do Concelho. Este evento, como outros, “num concelho como o nosso, têm de ser olhados como as nossas fábricas, as nossas indústrias”, disse a propósito o presidente da Câmara, revelando que o Festival Internacional de Cerveja Artesanal e dos Mestres Cervejeiros é o segundo evento mais apoiado, em termos diretos e indiretos, pelo Município de Caminha.

3M1A3825

O estudo em questão avaliou o evento em termos da dimensão económica e do branding, debruçando-se sobre a edição de 2015. O trabalho da Escola de Ciências Empresariais de Valença, um organismo do IPVC,tem caráter exploratório e vai ser agora aprofundado, através de um protocolo assinado ontem mesmo com a Universidade Católica de Braga. Na sessão participaram os professores António Amaral, Álvaro Cairrão e Luís Barreto, todos da Escola de Valença, e Octávio Costa, um dos promotores do evento.

Para Miguel Alves, este estudo é bastante útil e mostra a importância da sintonia entre a visão empresarial e a visão autárquica: “às vezes é mais fácil usar a demagogia do que ser inteligente”, comentou, exemplificando com casos de certos críticos que falam em “festas e festinhas” ignorando a valia da oferta cultural e de lazer num concelho com vocação iminentemente turística.

3M1A3724

PRESIDENTE DO MUNICÍPIO BRACARENSE DEFENDE DIREITO DE VOTO AOS 16 ANOS DE IDADE

Ricardo Rio defende direito de voto aos 16 anos. Medida permitirá envolver activamente os jovens nas decisões políticas

Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, defendeu hoje, dia 1 de Março, a redução da idade legal de voto para os 16 anos. Esta medida, segundo o Autarca, permitiria aumentar significativamente a importância da voz dos jovens na sociedade.

CMB01032016SERGIOFREITAS000000888

“Os jovens devem ter uma voz activa na comunidade e na definição das políticas que vão influenciar o seu futuro. O contributo de todos é fundamental para a construção de uma sociedade mais justa e equilibrada, de uma cidade, um país e um mundo melhores”, afirmou o Edil durante a sessão distrital do ‘Parlamento dos Jovens – Ensino Secundário, que teve lugar no Auditório do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ).

Como explicou Ricardo Rio, hoje em dia, com o acesso mais generalizado à informação e ao conhecimento que as novas tecnologias permitem, juntamente com as melhorias ao nível do sistema de ensino em Portugal, os jovens estão preparados aos 16 anos para tomarem decisões conscientes e adultas sobre os destinos da sociedade. “É ao mesmo tempo um direito e uma responsabilidade que deveriam ser consagrados aos jovens. Porque se lhes permite usufruir do voto, também é verdade que lhes incute um maior sentido de comprometimento relativamente às escolhas que fazem”, disse.

Por outro lado, realçou o Autarca, é preciso fazer um esforço no sentido de incutir nos mais novos os princípios da participação e da cidadania activa. “Só com o envolvimento dos jovens podemos começar a construir um amanhã melhor para as próximas gerações. O alheamento a que demasiadas vezes assistimos entre a juventude e o poder político não beneficia o desenvolvimento do país e leva a que, por vezes, se tomem decisões desfasadas das ambições desse público-alvo. Está na altura de os jovens terem o seu espaço e a sua palavra firme na sociedade, expressos no boletim de voto”, sublinhou.

A iniciativa ‘Parlamento dos Jovens’, que celebra os 20 anos de existência, juntou cerca de nove mil jovens de 33 escolas do Distrito de Braga. Trata-se de uma iniciativa da Assembleia da República, dirigida aos jovens do 2.º e 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário, que culmina com a realização de duas sessões nacionais no Parlamento.

BARCELOS DEDICA SEMANA GASTRONÓMICA AO GALO E ÀS PAPAS DE SARRABULHO

O melhor da gastronomia barcelense vai estar nas mesas dos restaurantes do concelho com o Galo e as tradicionais Papas de Sarrabulho, uma iniciativa do Pelouro do Turismo da Câmara Municipal de Barcelos que se realiza nos fins de semana de 4 a 6 e 12 e 13 de março, em 35 restaurantes aderentes.

A Semana Gastronómica do Galo é um evento promocional, que contempla dois dos “7 Prazeres da Gastronomia”: o Galo e as tradicionais Papas de Sarrabulho. É o grande palco de divulgação do receituário e cardápio tradicional do território barcelense. Contudo, a atividade é também um palco de promoção do artesanato local, com várias atividades programadas.

No dia 4 de março, às 14h30, tem lugar, na Avenida da Liberdade, o “Concurso de Cocktail de Barcelos”; no dia 5, às 11h, decorre, na Torre Medieval, o passatempo “Barcelos com sabor a Galo”; a animação está na rua, no dia 6, às 15h, com Folclore de Rua no Centro Histórico. Já no dia 12 de março, às 8h30, tem lugar o “Trilho da Olaria Popular”, um circuito de touring ao mundo do artesanato, potenciando as experiências ligadas à modelação do barro e, acima de tudo, de promoção das oficinas tradicionais de artesanato de Barcelos, com a visita às freguesias da Lama, Oliveira e Galegos Sta. Maria, na senda das olarias e dos oleiros da cerâmica tradicional de Barcelos. No mesmo dia, às 10h30, tem lugar um workshop dedicado às Papas de Sarrabulho, no restaurante Vera Cruz. O último dia, 13 de março, é dedicado também à animação de rua, no Centro Histórico, logo pela manhã, às 11h, e, às 14h300, na Avenida da Liberdade, há Música na Avenida.

MONÇÃO ALARGA E BENEFICIA RUA DE RODAS

Com os trabalhos concluídos, o caminho estreito de acesso às residências transformou-se numa via larga servida por passeios de um lado e pavimentação nova em toda a extensão. Ligação mais facilitada às freguesias de Mazedo e Cambeses.

Rodas 02

Com a colocação do tapete betuminoso, na semana passada, a empreitada de alargamento e beneficiação da Rua de Rodas, ficou concluída, garantindo umaligação facilitada às freguesias de Mazedo e Cambeses e acesso mais cómodo e seguro dos munícipes às suas residências.

A empreitada, no valor de 170 mil euros acrescido de imposto, tem uma extensão de 880 metros, estando prevista uma segunda fase que terá sensivelmente metade da distância. Neste momento, decorrem conversações com os proprietários de terrenos tendo em vista o seu alargamento.

Os benefícios desta intervenção sãorelevantes. De um caminho estreito, onde apenas podia circular um veículo em cada direção, passou-se para uma via larga servida por passeios de um lado e pavimentação nova em toda a extensão. A cedência de terreno dos proprietários da Quinta de Rodas foi fundamental para o alargamento do traçado.

A satisfação do presidente da União de Freguesias de Monção e Troviscoso, João Luis Domingues, é notória:“Esta obra era uma aspiração antiga dos moradores e, agora que olhamos para ela, sentimos emoção e orgulho. Agradeço a paciência e disponibilidade de todos para a concretização desta obra estruturante”.

Para o autarca local, Augusto de Oliveira Domingues, trata-se de um investimento na rede viária que abre com chave de ouro um ano importante em termos de inaugurações, continuação de obras já lançadas e arranque de novos projetos no território concelhio.

“Apesar das dificuldades motivadas pela demora na abertura de avisos para candidaturas ao novo quadro comunitário de apoio, estamos no bom caminho, lançando várias empreitadas e preparando o futuro com elaboração de planos e projetos relevantes para “agarrar” as novas candidaturas” salientou.

Rodas 01

BRAGA: BOMBEIROS SAPADORES TÊM EQUIPA DE MERGULHADORES

Equipa de mergulhadores reforça Bombeiros Sapadores de Braga: Unidade entra em funcionamento a partir de Maio

A Companhia de Bombeiros Sapadores de Braga passará a dispor de uma equipa de mergulhadores. O anúncio foi feito durante as comemorações do Dia Mundial da Protecção Civil que decorreram hoje, 1 de Março, na Praça da República, com uma exposição de meios de protecção e socorro que teve como objectivo sensibilizar os cidadãos para a importância das questões associadas à temática.

CMB01032016SERGIOFREITAS000000873

A equipa de mergulhadores dos bombeiros municipais estará operacional no início do mês de Maio, a tempo da próxima época balnear, e representará mais uma resposta disponível no quadro da Protecção Civil. O barco adstrito à equipa já se encontra devidamente legalizado, estando neste momento a decorrer a formação de mergulhadores.

Na cerimónia realizada na Praça da República, o presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, referiu que 2016 será um “ano muito importante” para a protecção civil em Braga. Além da criação da equipa de mergulhadores, o edil adiantou que haverá um reforço na estrutura dos Bombeiros Sapadores, com a abertura de um concurso para adjunto do comando e com a contratação de mais 15 novos bombeiros. Sobre o novo quartel da corporação, situado junto ano Estádio Municipal, o Autarca revelou que a obra está na fase final e que o processo de mudança está previsto para o mês de Junho.

CMB01032016SERGIOFREITAS000000870

Também com os Bombeiros Voluntários de Braga será estabelecido um novo quadro de colaboração há muito ambicionado. “Os Bombeiros Voluntários desempenham um papel importante na comunidade e, por isso, vamos celebrar uma parceria inovadora no sentido de dar um apoio mais estável do ponto de vista financeiro, situação que não se verificava há cerca de 25 anos”, explicou Ricardo Rio.

O Autarca referiu-se ainda à “colaboração estreita e profícua” que o Município tem mantido com todos os agentes de protecção civil e que tem sido “determinante para que os Bracarenses se sintam seguros numa Cidade que tem na protecção civil um dos seus factores de orgulho e de afirmação”.

A mostra de meios contou com a participação da Protecção Civil Municipal, dos Bombeiros Sapadores e Voluntários, da Polícia Municipal, PSP, GNR, GIPS/GNR, Regimento de Cavalaria N.º 6, INEM, AGERE, Cruz Vermelha e Associação de Rádio Amadores do Minho que, durante toda a manhã, prestaram informações sobre os meios expostos e as suas finalidades.

CMB01032016SERGIOFREITAS000000876

“OS DOZE PARES DE FRANÇA NAS ALDEIAS” DE RIBA DE MOURO, LONGOS VALES E MOREIRA

Peça de teatro, coprodução da “Comédias do Minho” e Teatro Nacional D. Maria II, sobe ao palco nos dias 3 (Riba de Mouro), 4 (Longos Vales) e 5 (Moreira). As entradas são gratuitas, estando sujeitas à lotação dos espaços.

Os doze pares de frança 01

A companhia de teatro residente do vale do Minho“Comédias do Minho” apresenta, nos cinco municípios da região, a peça “Os Doze Pares de França nas Aldeias”, coprodução com o Teatro Nacional D. Maria II com encenação de João Pedro Vaz.

Depois de passar por Vila Nova de Cerveira, a peça sobe a palco, entre 3 e 5 deste mês, no concelho de Monção. No dia 3, pelas 21h00, na sede da Junta de Freguesia de Riba de Mouro, no dia 4, à mesma hora, na Associação de Jovens de Longos Vales e, no dia 5, pelas 21h30, no Salão Paroquial de Moreira.

Depois da estreia na arena do Teatro Nacional D. Maria II, Os Doze Pares de França vêm agora para as aldeias numa versão intimista, em que o auto-popular profano é o centro de um serão de teatro, memória de todas as noites de teatro (e dança e música) nas freguesias do Vale do Minho.

A máquina de paisagem encontra nos rostos e corpos dos espectadores, cúmplices ativos para contar a história de como o imperador Carlos Magno, cristão patrono dos doze pares do reino, enfrenta as hostes do mouro Almirante Balão, pai da superstar Floripes. 

Com encenaçãode João Pedro Vaz e cenografia/figurinos de Sara Vieira Marques, a peça é interpretada por Ana Água, Ana Valente, Filipe Caldeira, Gonçalo Fonseca, João Esteves, João Grosso, José Neves, Luis Filipe Silva, Manuel Coelho, Marco Mendonça, Mónica Tavares, Paula Mora, Rui Mendonça, Silvia Barbosa, Tânia Almeida e Vasco Ferreira. A música original e interpretação ao vivo está a cargo de Samuel Coelho e Vasco Ferreira.

Os Doze pares de França - 04

PÓVOA DE LANHOSO JÁ É “CIDADE EDUCADORA”

A Póvoa de Lanhoso já é uma Cidade Educadora após a apresentação da sua candidatura à AICE - Asociación Internacional de Cidades Educadoras. A intenção de adesão do Município de Póvoa de Lanhoso à Associação Internacional das Cidades Educadoras tem na sua base a tomada de consciência de que “o direito a uma cidade educadora deve ser uma garantia relevante dos princípios de igualdade entre todas as pessoas, de justiça social e de equilíbrio territorial. Esta acentua a responsabilidade dos governos locais no sentido do desenvolvimento de todas as potencialidades educativas que a cidade contém, incorporando no seu projeto político os princípios da cidade educadora”, refere a Vereadora da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, Gabriela Fonseca.

Paços do Concelho (maio de 2014)

Esta responsável municipal lembra ainda que a Educação não se limita apenas à resolução de problemas de comunidades escolares concretas, mas envolve toda a sociedade civil, nos vários estádios da sua vivência social e pessoal, com carências e vivências necessariamente diferentes, sendo que, nesta aceção de Educação, a ação municipal deve centrar-se numa estratégia integradora que passa inevitavelmente pela realização de um trabalho colaborativo e em rede, quer a nível interno quer na sua ação externa, considerando a sociedade civil em todas as esferas da vida pública, divulgando, em simultâneo, a sua intervenção com os seus contributos e práticas.

Na passada sexta-feira, dia 19 de fevereiro, a Póvoa de Lanhoso já participou no primeiro Encontro Nacional da Rede Territorial Portuguesa das Cidades Educadoras de 2016, em Gondomar. São já sete as “Cidades Educadoras” do distrito de Braga, num total de 54 que compõem a Rede Territorial Nacional.

“Segue-se agora um trabalho mais apurado, envolvendo toda a comunidade e instituições concelhias, no sentido de tornar a Póvoa de Lanhoso cada vez mais uma ‘Cidade Educadora’”, explica igualmente a Vereadora para a Educação da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, Gabriela Fonseca.

As cidades representadas no 1º Congresso Internacional das Cidades Educadoras, que teve lugar em 1990, reuniram na Carta inicial os princípios essenciais ao impulso educador da cidade. Esta Carta foi revista no III Congresso Internacional (Bolonha, 1994) e no de Génova (2004), a fim de adaptar as suas abordagens aos novos desafios e necessidades sociais. A presente Carta baseia-se na Declaração Universal dos Direitos do Homem (1948), no Pacto Internacional dos Direitos Económicos, Sociais e Culturais (1966), na Declaração Mundial da Educação para Todos (1990), na Convenção nascida da Cimeira Mundial para a Infância (1990) e na Declaração Universal sobre Diversidade Cultural (2001).

De acordo com a Carta das Cidades Educadoras, o objetivo permanente destas será o de aprender, trocar, partilhar e, por consequência, enriquecer a vida dos seus habitantes. No seu preâmbulo, parte-se do princípio de que atualmente, mais do que nunca, as cidades dispõem de inúmeras possibilidades educadoras, mas podem ser igualmente sujeitas a forças e inércias deseducadoras. De uma maneira ou de outra, a cidade oferece importantes elementos para uma formação integral: é um sistema complexo e ao mesmo tempo um agente educativo permanente, plural e poliédrico, capaz de contrariar os fatores deseducativos.

De entre outros aspetos, esta Carta refere que a cidade educadora tem personalidade própria, integrada no país onde se situa é, por consequência, interdependente da do território do qual faz parte. É igualmente uma cidade que se relaciona com o seu meio envolvente, outros centros urbanos do seu território e cidades de outros países. A cidade educadora deve exercer e desenvolver esta função paralelamente às suas funções tradicionais (económica, social, política de prestação de serviços), tendo em vista a formação, promoção e o desenvolvimento de todos os seus habitantes. Deve ocupar-se prioritariamente com as crianças e jovens, mas com a vontade decidida de incorporar pessoas de todas as idades, numa formação ao longo da vida. As razões que justificam esta função são de ordem social, económica e política, sobretudo orientadas por um projeto cultural e formativo eficaz e coexistencial.

O referido documento aponta como grandes desafios do século XXI: “investir” na educação de cada pessoa, de maneira a que esta seja cada vez mais capaz de exprimir, afirmar e desenvolver o seu potencial humano, assim como a sua singularidade, a sua criatividade e a sua responsabilidade; promover as condições de plena igualdade para que todos possam sentir-se respeitados e serem respeitadores, capazes de diálogo; e conjugar todos os fatores possíveis para que se possa construir, cidade a cidade, uma verdadeira sociedade do conhecimento sem exclusões, para a qual é preciso providenciar, entre outros, o acesso fácil de toda a população às tecnologias da informação e das comunicações que permitam o seu desenvolvimento.

CLUB DA MEMÓRIA DE PÓVOA DE LANHOSO HOMENAGEIA AS MULHERES

Composto por mulheres com idades entre os 56 anos e 81 anos, o Club da Memória, criado pela Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, tem por objetivos a partilha de memórias, de conhecimentos e de ideias, que contribuem para o desenvolvimento da Cultura, no nosso concelho.

Club da Memória 1

Por isso, o Club da Memória contribui para renovar amizades, permitir o convívio, salvaguardar e garantir a transmissão de conhecimentos e de tradições para as gerações mais novas. As reuniões são todas as segundas-feiras, das 21h00 às 23h00, na Casa da Botica.

Aproximando-se o Dia Internacional da Mulher (8 de março), estas senhoras elaboraram um poema, que visa homenagear todas as Mulheres, nesta que é a terra da Maria da Fonte. Este texto dará origem a um postal e estará disponível na Câmara Municipal, no Posto de Turismo, na Biblioteca Municipal, no Centro Interpretativo Maria da Fonte e no Theatro Club para assinalar o Dia da Mulher.

Mulher é…

Mulher é linda, bela, mas também é sofredora e lutadora.

Mulher é um ser completo.

Mulher é a luz que dá a vida.

Mulher é um ser maravilhoso.

Sem mulher não há vida.

Mulher é o sol que brilha.

Mulher é a razão da nossa existência.

Mulher é uma conselheira.

Mulher tem o sexto sentido.

Viver sem a mulher é viver no deserto.

Mulher é forte.

Feliz de quem possa dizer que tem ainda quem lhe deu o ser, esse ser é a mulher.

A mulher é sol que brilha e nuvem que aparece. É o nome que fica gravado e nunca mais se esquece.

Mulher, companheira, mãe e avó, tudo o que de bom o elemento feminino contém.

Mulher, a bela essência que este mundo contem.

Sendo eu uma mulher, sou detentora de toda a beleza que Deus nos destinou, se não é beleza no exterior é dentro no coração.

GALO DE BARCELOS GIGANTE RECEBE OS VISITANTES NA FEIRA INTERNACIONAL DE TURISMO EM LISBOA

Símbolo único da portugalidade vai estar na entrada do pavilhão 1 para bater o recorde de selfies entre os dias 2 e 6 de março na BTL

“Barcelos, cidade viva, intensa e criativa” quer, este ano, ser muito mais do que um slogan identificativo.

A Terra do Galo e a Capital do Artesanato vai participar mais uma vez na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), com stand próprio, no âmbito do espaço do Porto e Norte de Portugal, com o intuito de promover a marca Barcelos no mercado emissor da grande Lisboa e chamar a atenção dos operadores para as particularidades e argumentos diferenciadores do território no âmbito da região Norte. Barcelos tem passadeira vermelha em todos os corredores da BTL, com a presença de um galo gigante na entrada do pavilhão 1, onde se encontram os destinos nacionais. Não há quem resista ao charme e encanto do Galo “falante e divertido”, que brinca e “empurra” multidões para o stand do Município de Barcelos. Este ano, a mascote tem alguns truques na manga e promete surpreender quem por lá passar de 2 a 6 de março.

A Câmara Municipal de Barcelos aposta mais uma vez na imagem do Galo de Barcelos como argumento de notoriedade e de visibilidade do território, utilizando para o efeito uma forte dinamização com a mascote, com a presença de um galo gigante na entrada do pavilhão 1, onde se encontram os destinos nacionais. Esta ação é extensiva à totalidade da feira.

Por outro lado, aposta na promoção da Festa das Cruzes, potenciando o excursionismo e a visitação a esta que é uma das principais romarias de Portugal. Promove-se ainda a gastronomia e os vinhos, corporizados na semana gastronómica do Galo e das Papas, que terá lugar de 4 a 13 de março, apostando fortemente no posicionamento do território como espaço de exceção gastronómica no contexto do programa Minho, Capital Europeia da Gastronomia. Barcelos promove ainda o Turismo de Natureza, através do Programa Touring Barcelos, fazendo sobressair a excelência e dinamismo do território neste registo.

Para além destas mensagens centrais em sede de promoção turística, a Câmara Municipal de Barcelos visa naturalmente chamar atenção para as rotas de Artesanato, Turismo de experiências e riqueza do território em termos de eventos, tradição e património, com o intuito de captar fluxo de touring ao Norte para Barcelos e chamar a atenção dos buyers do Porto e Norte para as particularidades e fatores de diferenciação do território, elencados no slogan “Barcelos, cidade viva, intensa e criativa”.

Depois da presença na feira de Turismo de Antuérpia, na Bélgica, o Município de Barcelos aposta na participação mais uma vez na Bolsa de Turismo de Lisboa, numa ação que resulta da concertação com os agentes locais do setor, nomeadamente no registo do turismo no espaço rural, estabelecimentos hoteleiros e alojamento local, para além dos restaurantes e produtores de vinho.

Alguns destes agentes marcarão presença no stand na promoção das suas unidades e alguns do setor dos vinhos irão desenvolver ações de prova e experimentação do produto no certame. Oferecerão ainda vouchers de experimentação do produto, desde a gastronomia, vinhos e alojamento, numa ação concertada com o Município. Estes vouchers serão sorteados no espaço do Minho, no âmbito da participação concertada da Comunidade Interurbana do Minho.

O Município adota assim uma estratégia de trabalho em rede, envolvendo os agentes do território e estabelecendo pontes com as instituições da região na promoção integrada do território minhoto. Estratégia esta que tem, como é reconhecido, obtido resultados importantes na dinamização do turismo no território.

MELGAÇO ASSINALA DIA INTERNACIONAL DA MULHER COM INICIATIVA «CULTURA + MULHER»

5 a 8 de março: todas as mulheres são convidadas a desfrutar de uma visita gratuita a espaços museológicos inseridos na Rede Melgaço Museus

A Câmara Municipal de Melgaço associa-se à comemoração do Dia Internacional da Mulher através da iniciativa «Cultura + Mulher». Assim, de 5 a 8 de março, todas as mulheres são convidadas a desfrutar de uma visita gratuita aos espaços museológicos inseridos na Rede Melgaço Museus, nomeadamente o Núcleo Museológico da Torre de Menagem, o Núcleo Museológico de Castro Laboreiro, o Museu de Cinema e o Espaço Memória e Fronteira.

Às mulheres que visitarem os espaços museológicos referidos e também a Porta de Lamas, a Casa da Cultura e o Solar do Alvarinho, será oferecida uma lembrança surpresa. As visitas poderão ser realizadas livremente dentro dos horários de funcionamento dos espaços (Casa da Cultura 9h00–13h00/14h00–18h00; restantes espaços 9h30–13h00/14h00–17h00).

Desta forma, o município presta homenagem a todas as mulheres.

FADO À LA CARTE

Espetáculo dedicado ao fado, entrada livre, 21h30, 5 de março, Casa da Cultura

Mas há mais: a Casa da Cultura leva a palco para todas as mulheres, e não só, o espetáculo: Fado à La Carte, com o Trio no Escuro e a finalista do The Voice Portugal, Patrícia Teixeira.

A Gala, de entrada livre, decorre pelas 21h30 do dia 5 de março, sábado.

 

BRAGA RECONHECE COMO UTILIDADE PÚBLICA 4 ENTIDADES DO CONCELO

Município bracarense “acelera” projectos de 48 milhões de euros que pretendem criar 300 postos de trabalho

O Executivo Municipal aprovou ontem, dia 29 de Fevereiro, em sede de Reunião descentralizada que se realizou na sede da União de Freguesias de Merelim S. Pedro e Frossos, uma proposta de reconhecimento de Interesse Público Estratégico às seguintes entidades: ´O Feliz - Imobiliária´, ´Kwadrum´, Ferpainel e Sporting Clube de Braga.

CMB29022016SERGIOFREITAS000000482

O reconhecimento de interesse público, nos termos e para os efeitos previstos na segunda Revisão do Plano Director Municipal de Braga, implica a dispensa de avaliação ambiental estratégica, de acordo com as informações técnicas da Divisão de Planeamento que antecederam este pedido.

Como sublinhou Miguel Bandeira, Vereador da Câmara Municipal de Braga, esta medida visa permitir às entidades referidas cumprirem os prazos de licenciamentos e efectuarem as necessárias candidaturas a fundos comunitários dentro dos limites temporais. “Referimo-nos a investimentos globais na ordem dos 48 milhões de euros e de 300 postos de trabalho, o que são números extremamente importantes para a economia do Concelho e para as populações.

O vereador do Urbanismo especificou os investimentos e seus montantes: ´O Feliz - Imobiliária´ irá investir 12 milhões de euros numa unidade de produção de painel frigorífico; a ´Kwadrum´ dez milhões de euros num investimento que irá criar 200 empregos; a ´Ferpainel´ seis milhões de euros num projecto com previsão de criação de 69 postos de trabalho e o Sporting Clube de Braga 20,6 milhões de euros, divididos entre a Academia (6,6 milhões de euros) e o Pavilhão Gimnodesportivo (14 milhões de euros).

A dispensa de avaliação ambiental estratégica implica que a proposta de reconhecimento de interesse público estratégico seja submetida a um procedimento de discussão pública em moldes idênticos aos legalmente estabelecidos para os planos de pormenor, ou seja, por um período de 20 dias.

PONTE DA BARCA PÕE A MESA AOS APRECIADORES DA LAMPREIA

“Domingos Gastronómicos”: Mesa posta em Ponte da Barca para os apreciadores de Lampreia do Rio Lima

O concelho de Ponte da Barca vai ser palco, no dia 06 de março, de mais um Domingo Gastronómico, iniciativa que a autarquia barquense, em parceria com os restaurantes do concelho, leva a cabo há já vários anos.

Depois do Cozido à portuguesa, é a famosa Lampreia do Rio Lima que vai estar em destaque na mesa dos seis restaurantes aderentes, a saber: O Emigrante, O Moinho, O Nappoli, Santana, S. Martinho (Crasto) e Tempus Hotel & Spa, e será confecionada nas duas receitas tradicionais – o arroz de lampreia e a lampreia à Bordalesa. A acompanhar esta iguaria sugere-se o Vinhão da Adega Cooperativa de Ponte da Barca. Esta iniciativa, que atraí inúmeros apreciadores da boa mesa, visa promover a gastronomia e os vinhos desta região como produtos de excelência.

Para Vassalo Abreu, presidente do Município 'esta é uma das mais tradicionais iguarias do nosso concelho e uma das mais apreciadas pelos visitantes, sendo por isso dever do município promove-la', dando assim oportunidade aos comensais amantes da boa mesa a degustação da divina lampreia, preparada na sua forma mais genuína.

Mercado Amor à Segunda Vista

Ainda no domingo, tem lugar no Jardim dos Poetas, das 09h às 19h, o Mercado “Amor à 2ª vista”. A iniciativa decorre no primeiro domingo de cada mês e assume-se como um espaço para compra, venda e troca de artigos em segunda mão. O Mercado conta também com venda de artesanato.

EXECUTIVO CAMINHENSE REÚNE AMANHÃ

Executivo vai atribuir subsídio à Sociedade Musical Banda Lanhelense para apoio da escola de música

O executivo caminhense vai reunir amanhã, dia 2 de março, pelas 15 horas, no Salão Nobre do Edifício Paços do Concelho. Da ordem de trabalhos fazem parte várias propostas entre as quais a proposta de Regulamento Municipal do Horário de Funcionamento dos Estabelecimentos Comerciais e de Prestação de Serviços do Município de Caminha, a atribuição de um subsídio à Sociedade Musical Banda Lanhelense e a alteração às normas de funcionamento do evento “Mãos de Arte – Feira de Artesanato do Concelho de Caminha”.

O executivo vai apreciar e votar a proposta de Regulamento Municipal do Horário de Funcionamento dos Estabelecimentos Comerciais e de Prestação de Serviços do Município de Caminha e ainda propor que o mesmo seja submetido a discussão pública e posterior aprovação da Assembleia Municipal.

Da ordem do dia faz parte atribuição de um subsídio à Sociedade Musical Banda Lanhelense no valor de dez mil euros, para apoio ao funcionamento da escola de música que conta com mais de 50 alunos e 12 formadores, distribuídos pelos vários instrumentos e pela formação musical. Recorda-se que a Sociedade Musical Banda Lanhelense tem mais de 160 anos de existência, e é uma das bandas mais antigas do país com atividade continuada. É objetivo desta sociedade musical continuar a elevar ao mais alto nível o seu desempenho para levar o mais longe possível o nome de Lanhelas e do concelho de Caminha.

O executivo vai ainda pronunciar-se sobre a alteração das normas de funcionamento do evento “Mãos de Arte – Feira de Artesanato do Concelho de Caminha”.

ASSOCIAÇÃO BOCCIA LUÍS SILVA ESTREIA-SE FRENTE AO FUTEBOL CLUBE DO PORTO

Campeonato Nacional de Futebol de 7 adaptado

A Associação Boccia Luís Silva (ABLS) realiza este Domingo, dia 6 de Março, pelas 15H30, o seu primeiro jogo oficial em 2016 contra a estreante equipa do Futebol Clube do Porto (FCP). O jogo será realizado no Campo do Grupo Desportivo de Cavalões, em Vila Nova de Famalicão.

Em 2015, a ABLS sagrou-se Vice- campeã Nacional de Futebol de 7 adaptado, na sua primeira época de participação no campeonato da PCAND (Paralisia Cerebral Associação Nacional de Desporto).

De acordo com Bruno Gonçalves, técnico da ABLS, apesar de esta ser uma partida contra uma equipa a estrear-se na competição, adivinha-se um ´jogo equilibrado, já que alguns jogadores da equipa visitante (FCP) sagraram-se campeões o ano passado ao serviço de outro clube´.

O treinador mostra-se confiante para este desafio, referindo que, apesar de o adversário ser uma equipa com uma boa estrutura e organização, com vários jogadores de qualidade e que representam a selecção nacional, a ABLS está ´totalmente preparada para disputar e vencer este duelo´.

“Ao longo da pré-época a equipa trabalhou muito bem e assimilou com sucesso todas as ideias e comportamentos a ter em cada momento do jogo. Saliento a evolução mental, técnica e táctica de todos os jogadores, que revelam mais experiência e agressividade. E destaco acima de tudo o forte espirito de grupo, a solidariedade e a entrega nos treinos e jogos por parte de todos os atletas. Acredito que o grupo está preparado para este desafio e para enfrentar a temporada, onde temos como objectivo lutar pelo título nacional”, afirmou Bruno Gonçalves.

A ABLS convida todos a assistiram a este encontro e a apoiarem atletas que fazem das limitações a sua maior força e que proporcionam espectáculos de enorme qualidade, com jogos disputados e competitivos.

TRÂNSITO CONDICIONADO NOS ACESSOS AO NOVO HOSPITAL DE BRAGA

CONDICIONAMENTOS À NORMAL CIRCULAÇÃO DE TRÂNSITO

O Município de Braga informa que, no âmbito dos trabalhos da empreitada “EN103 – Acessos ao Novo Hospital de Braga”, a via será alvo de um condicionamento de tráfego que irá ocorrer amanhã, Quarta-feira, dia 2 de Março, no período entre as 14h00 e as 18h00.

O condicionamento consistirá na redução de velocidade de circulação na respectiva via.

VIZELA PARTICIPA NA FEIRA INTERNACIONAL DE TURISMO

Vizela na BTL 2016 – Feira Internacional de Turismo

No próximo dia 4 de março, Vizela voltará a estar presente na Bolsa de Turismo de Lisboa, se realizará de 2 a 6 de março, no Parque das Nações, em Lisboa.

Assim, Vizela terá o seu destaque no dia 4 de março, sexta-feira, com a apresentação do “Frango Merendeiro”- prato típico de Vizela.

Em representação dos restaurantes de Vizela que aderiram ao projeto, estarão a Adega Avelino e Termas, que ficarão responsáveis pela degustação deste prato, que irá ser servido no stand promocional da Turismo da Porto e Norte de Portugal, E.R..

Com o apoio da Associação Comercial e Industrial de Vizela, entidade também envolvida no projeto, irá ser feita uma oferta simbólica de uma caçarola típica, onde o frango é servido, ao Presidente da TPNP.

A acompanhar esta iniciativa, será também lançado um novo flyer promocional sobre este prato, que posteriormente virá a ser oferecido a todos os clientes da Loja Interativa de Vizela, bem como distribuído em locais estratégicos do Concelho e concelhos vizinhos.

VIZELA PROMOVE LITERATURA INFANTIL

Sábados na biblioteca

‘O meu papá é grande e forte mas ...’, de Coralie Saudo´

No âmbito da atividade Sábados na Biblioteca, a Biblioteca Municipal Fundação Jorge Antunes promove, no próximo dia 5 de março, às 15.30h, a atividade ‘O meu papá é grande e forte mas ...’, de Coralie Saudo.

De lembrar que a Biblioteca Municipal Fundação Jorge Antunes está aberta todos os sábados, sendo que no primeiro sábado de cada mês realiza-se a atividade Sábados na Biblioteca (Hora do conto + oficina), das 15h30 às 17h00.

Sábados na biblioteca

História e yoga do riso para famílias (com Arminda Teixeira)

‘O meu papá é grande e forte mas ...’, de Coralie Saudo

5 de março, 15h30

Todas as noites é sempre a mesma coisa. Este papá de gravata e com um ar exausto não quer ir para a cama e faz uma grande birra antes de se ir deitar. Por fim, depois de muitas negociações e de voltas e mais voltas pela casa toda, lá se consegue levá-lo. Mas ainda é preciso ler-lhe um livrinho antes da fatídica pergunta do costume: «Alexandre, meu filho, posso dormir na tua cama?»

Atividade gratuita para famílias. Inscrição obrigatória para Yoga do riso.

Galeria Sábados na biblioteca:

https://www.facebook.com/media/set/?set=a.337648579591398.79509.256857874337136&type=3

FAMALICÃO REALIZA SEMANA DA CAMÉLIA

Semana da Camélia decorre de 7 a 13 de março com muitas e variadas iniciativas. Chocolates, compotas, chás e até vinho com travo a camélia destacam-se em Famalicão

Dos irresistíveis chocolates da Casa Grande com travo a camélia, às saborosas compotas caseiras Camellia Collection da Casa do Marquês, passando pelos chás ricos e variados da Meia Dúzia, até ao vinho camélia proveniente do ancestral Mosteiro de Landim. Estes são apenas alguns dos inovadores produtos que vão estar presentes no Mercado Made In Camélia, um dos pontos altos da II edição da Semana da Camélia que decorre entre 7 e 13 de março, em Vila Nova de Famalicão.

Na próxima segunda-feira, dia 7, Vila Nova de Famalicão vai despertar com toda a beleza desta flor frágil e única que floresce ao sol de inverno. Nos jardins da Praça D. Maria II serão “plantadas” durante a madrugada cerca de 3.500 “camélias” criadas pelas crianças e utentes das escolas e instituições do concelho. Depois de receberem da organização um molde de uma camélia, as instituições foram desafiadas a criarem a sua própria flor com materiais recicláveis. O resultado é verdadeiramente deslumbrante, prova da criatividade e imaginação dos mais novos, e marca o arranque do evento, que acontece pelas 16h00, com as presenças das crianças e do presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha.

As atividades em torno desta flor, originária do sudeste asiático e também conhecida por Japoneira prolongam-se por toda a semana com cerca de duas dezenas de eventos. “São sete dias de muitas e diversificadas iniciativas onde a literatura, a pintura, a música, o canto, as artes performativas, os trabalhos manuais e até a culinária marcam presença. Sete dias dedicados à camélia, considerada já um ex-libris do nosso território”, como afirma a propósito o presidente da autarquia, Paulo Cunha.

Um dos grandes momentos da programação é a II Exposição de Camélias de Vila Nova de Famalicão que se realiza durante o fim-de-semana no mercado municipal, com a presença de cerca de uma dezena de casas e quintas do concelho que prometem surpreender pela beleza das suas camélias antigas portuguesas.

Do programa destaca-se ainda as visitas às Quintas de Tarrio e de Penso, que abrem os portões dos seus jardins aos apaixonados por camélias para apreciarem os muitos exemplares que florescem nestes lugares com séculos de história. A iniciativa decorre no sábado, dia 12 e os interessados devem efetuar as suas inscrições através do mail semanadacamelia@vilanovadefamalicao.org.

No sábado, a cidade será também invadida pelo grupo dos Urban Sketchers que vão percorrer vários espaços munidos de lápis, canetas e aguarelas pintando nos seus cadernos as camélias que vão encontrando pelo caminho.

Referência também para o espetáculo musical “A Dama das Camélias”, no sábado, pelas 21h00, no Mercado Municipal. Segue-se o Flower Power Camellia e Gin com Chá, com os bares da cidade Classe Bar e Caffé Caffé a juntarem-se à iniciativa.

Uma caminhada, workshops, oficinas, exposições e leituras são outras das atividade que completam o programa.

Consulte o programa completo em http://www.vilanovadefamalicao.org/_semana_da_camelia

MUNICÍPIO CAMINHENSE VAI ADQUIRIR UM AUTOCARRO DE PASSAGEIROS E DOIS MINI-AUTOCARROS

Executivo obrigado a substituir frota velha e degradada

O Município vai adquirir um autocarro de passageiros e dois mini-autocarros, viaturas que serão utilizadas sobretudo nos transportes escolares e no apoio às instituições do concelho. Este Executivo encontrou uma frota automóvel muito envelhecida e degradada e a substituição, no caso do autocarro, torna-se mesmo obrigatória a partir do final de março, altura em que o veículo deixará de poder transportar crianças, por imposição legal.    

Neste momento, o Município de Caminha possui um único autocarro de passageiros, adquirido há cerca de quinze anos, ainda por decisão do então presidente Valdemar Patrício e durante o seu mandato. Nos anos subsequentes não foi comprado qualquer outro meio de transporte do género. O autocarro degradou-se e a vida útil aproxima-se do final.

A frota automóvel é, aliás, um dos problemas enfrentados por este Executivo. De uma forma geral os veículos encontram-se em mau estado, a que não será alheia a opção por diversas vezes, nos mandatos anteriores, de comprar veículos usados para os mais diversos serviços.

Conforme explicou o vereador Rui Fernandes na reunião do Executivo em que foi analisada e aprovada a proposta, a decisão “surge da dificuldade que existe nos transportes escolares, porque se trata de uma lacuna que a Câmara Municipal tem”. Referiu ainda que desde que tomou posse apercebeu-se que o parque automóvel escolar está muito degradado, o que pode provocar problemas no futuro.

Rui Fernandes explicou também que o atual autocarro está a obrigar a Câmara a uma despesa mensal muito grande, sendo também certo que, a partir do dia 30 de março, não poderá transportar mais crianças por força da Lei. O vereador da Educação disse que a aquisição destes veículos irá servir para o bem-estar das crianças e apoio a diversas associações do Concelho.

Além disso, como completou o presidente, Miguel Alves, os três veículos trarão benefícios não apenas no apoio à educação, mas também às associações do concelho, permitindo abrir uma panóplia de oferta que não existia internamente e colmatar alguma despesa que se vem verificando com o aluguer de autocarros.

A compra dos veículos foi já autorizada pela Assembleia Municipal.

ELÍSIO SUMMAVIELLE TEM RAÍZES MINHOTAS

O novo Presidente do Centro Cultural de Belém, Dr. Elísio Summavielle, possui origens no Minho, mais concretamente em Fafe, terra onde muitos dos seus familiares se destacaram.

Elísio Summavielle foi Secretário de Estado da Cultura e Diretor-geral do Património Cultural. Começou a trabalhar na área do património desde que, em meados da década de 1980, se tornou técnico superior do Instituto Português do Património Cultural, o IPPC, organismo que antecedeu a actual Direcção-Geral do Património Cultural (DGPC).

Foi assessor do Dr. João Soares, actual Ministro da Cultura, quando este era vereador da Cultura da Câmara Municipal de Lisboa, tendo assumido também as funções de Chefe de Divisão do Património Cultural do município lisboeta.

Entre 1996 e 1999, foi Subdirector da Direcção-Geral de Edifícios e Monumentos Nacionais (DGEMN), e dirigiu o Instituto Português do Património Arquitectónico, em 2005, o Instituto de Gestão do Património Arquitectónico e Arqueológico (IGESPAR) em 2007 e, por fim, a Direcção-Geral do Património Cultural (DGPC) de onde transita para o Centro Cultural de Belém.

Livro Fafe 2014-05-24

Elísio Summavielle numa recente apresentação em Lisboa de um livro da autoria do escritor fafense Daniel Bastos