Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

GUIMARÃES RECEBE SEMINÁRIO SOBRE ARTE E PAISAGEM

Entre 7 e 9 de abril, Guimarães recebe “Seminário Internacional de Arte e Paisagem” no Laboratório da Paisagem

Evento contará com alguns dos maiores especialistas nacionais e internacionais da área em debate. Inscrições estão abertas até ao dia 18 de março.

Laboratorio_Paisagem

O Laboratório da Paisagem de Guimarães vai acolher, entre 07 e 09 de abril, um Seminário Internacional de Arte e Paisagem, onde se pretende apresentar e discutir as abordagens emergentes entre as diversas formas de arte e paisagem. Em discussão estará a forma como a paisagem é hoje entendida, fruto da ação e interação dos recursos naturais, humanos e o seu entendimento na qualidade de vida dos cidadãos e nas mais variadas manifestações artísticas.

Para este seminário internacional, estarão presentes alguns dos maiores especialistas nacionais e internacionais na área, como é o caso da docente da Universidade do Minho, Ana Francisca de Azevedo, Doutorada em Geografia e autora de diversas publicações versadas sobre paisagem, ou de Frederico Meireles, Doutorado em Arquitetura Paisagista e docente na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro.

Estarão igualmente presentes Joan Nogué, professor catedrático de Geografia Humana da Universidade de Girona e Diretor do Observatori del Paisatge de Catalunha, e ainda Nuno Faria, Curador e Diretor Artístico do CIAJG - Centro Internacional das Artes José de Guimarães.

Os interessados em participar em formato poster ou por comunicação oral devem fazer chegar o resumo dos seus trabalhos até ao dia 18 de março, através da seguinte ligação: <http://www.labpaisagem.pt/index.php/seminar>. A Comissão Científica encarregue de avaliar os trabalhos inclui expertos de Universidades Portuguesas (UTAD e UMinho), bem como membros internacionais de Universidades do Brasil e de Espanha (UdG).

ROGÉRIO BRAGA REALIZA CONCERTO EM VILA VERDE

Fim-de-semana começou com concerto de Rogério Braga e workshop de Verónica Teixeira

À medida que caminhamos a passos largos para a reta final da programação ‘Fevereiro, Mês do Romance’ já não conseguimos contar pelos dedos das mãos o número de eventos culturais, dedicados às mais variadas artes que enriqueceram o programa de fim semana de vilaverdenses e visitantes. A música assume de facto lugar de destaque neste capítulo e o serão de ontem reservou-nos mais um espetáculo de grande qualidade, protagonizado pelo carismático Rogério Braga. Hoje, a tarde começou com o Workshop "Flores com Amor by Verónica Teixeira", dirigido pela criadora dos famosos Bouquets inspirados nos motivos dos Lenços de Namorados, Verónica Teixeira.

DSC_0077

O talentoso e multifacetado músico Rogério Braga já não é nenhum estreante nestas andanças e, apesar da tenra idade, conta com muitas horas de palco e inúmeros espetáculos ao vivo. Ontem, trouxe até ao Centro de Artes e Cultura de Vila Verde um espetáculo intimista de enorme qualidade, em que deambulou entre canções originais e alguns dos mais emblemáticos temas da música nacional. A solo ou em dueto, Rogério Braga apresentou um repertório que transmitiu amor e afeto, encarnando na perfeição o espírito da ´Terra onde o amor acontece!’ e o conceito subjacente à programação ‘Fevereiro, Mês do Romance’, do Município de Vila Verde. Um autêntico desfile de temas que puseram os corações vilaverdenses a palpitar mais forte e cativaram a plateia do primeiro ao último minuto.

DSC_0010

Hoje, 27 de fevereiro, a tarde foi dedicada aos mais pequenos. A criadora dos famosos Bouquets inspirados nos motivos dos Lenços de Namorados, Verónica Teixeira, esteve no Espaço Namorar Portugal a dirigir uma iniciativa que espicaçou a criatividade da pequenada, revelando ao mundo autênticos artistas de palmo e meio. Munidos de marcadores e tesouras, entre outros materiais, deram asas à imaginação e criaram belos trabalhos manuais com as cores, os motivos e os afetos da tradição minhota. O Workshop "Flores com Amor by Verónica Teixeira" levou os participantes numa autêntica pelo imaginário dos Lenços de Namorados, inspirando-se nesta prática ancestral para as suas criações.

F (1)

Mais logo, pelas 21h30, a elegância dos desfiles de moda volta dar brilho à programação alargada ‘Fevereiro, Mês do Romance’. Os jovens criadores têm nesta altura uma oportunidade soberana para apresentarem ao mundo o seu talento e um palco privilegiado para o alcançarem, o ‘VI Concurso Internacional de Acessórios de Moda’, que culmina numa noite de elegância e glamour. O Desfile de Acessórios de Moda Namorar Portugal é uma iniciativa do Município de Vila Verde, promovida pela Cooperativa Aliança Artesanal, que se realiza hoje, pelas 21h30, na Quinta de Sara, em Sabariz.

F (2)

F (3)

BARCELOS ATRIBUI BOLSAS DE ESTUDO AOS ESTUDANTES DO ENSINO SUPERIOR

"Encarem este gesto simbólico que o Município fez para vos apoiar e incentivar, criando responsabilidade. Este é o objetivo. Façam o vosso caminho!", foi o repto deixado hoje pelo Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes, na cerimónia de entrega das bolsas de estudo a 59 estudantes do ensino superior, admitidos à primeira fase das candidaturas.

DSC_8069

 O Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes, entregou hoje as bolsas de estudo a 59 estudantes do ensino superior, admitidos à primeira fase das candidaturas, numa cerimónia que decorreu na Sala de Reuniões do edifício dos Paços do Concelho.

O Presidente  abriu a sessão dizendo  que "O ensino é estruturante para qualquer sociedade. Traz-nos inovação, uma sociedade melhor e forma-nos enquanto cidadãos", e dirigindo-se aos estudantes presentes, disse-lhes "Vocês são o futuro. E é esse futuro que nós, Município, estamos a apostar." No final do discurso, lançou-lhes um repto "Encarem este gesto simbólico que o Município fez para vos apoiar e incentivar, criando responsabilidade. Este é o objetivo. Façam o vosso caminho!".

No presente ano letivo, foram admitidas 105 candidaturas, distribuídas pelos diferentes escalões, com base no seu rendimento per capita, segundo os critérios constantes do Regulamento de Atribuição de Bolsas de Estudo do Município de Barcelos.

Estas bolsas destinam-se a apoiar os estudantes residentes no concelho há mais de dois anos, matriculados em curso que confere grau académico de licenciatura, mestrado integrado ou curso técnico superior profissional com aproveitamento escolar no último ano letivo que frequentaram, com uma média igual ou superior a 13 valores, que solicitaram bolsa de estudo no Estabelecimento de Ensino Superior que frequentam, e que não possuam um rendimento mensal per capita superior a 85% do Indexante aos Apoios Sociais (IAS).

A atribuição de bolsas de estudo do ensino superior, por parte do Município de Barcelos, tem como objetivo suprimir as necessidades das famílias mais vulneráveis, minimizando o seu esforço na sua nobre e difícil missão de educar.

O valor da bolsa, é variável por escalões, tendo como montante máximo a atribuir 300,00€ mensais, sendo complementar com a bolsa de estudo do Estabelecimento de Ensino Superior que frequentam.

As listas dos candidatos à primeira fase das bolsas de estudo no ensino superior para o ano letivo 2015/2016 encontram publicadas e podem ser consultadas no site do Município, em http://cm-barcelos.pt/servicos/accao-social-qualidade-de-vida-e-saude-publica/bolsas-de-estudo-do-ensino-superior.

GRUPO DE DANÇAS E CANTARES BESCLORE HÁ 29 ANOS A DANÇAR EM LISBOA O FOLCLORE DO MINHO

O Grupo de Danças e Cantares Besclore assinala hoje mais um ano de existência a representar o folclore do Minho na região de Lisboa.

Fundado há vinte e nove anos e maioritariamente constituído por funcionários do grupo BES e seus familiares, o Grupo de Danças e Cantares Besclore representa as danças, os cantares e os trajes de várias regiões do Minho, com referência aos finais do século XIX e começos do século XX. Como ele próprio refere, a sua representação incide na “exibição da policromia dos trajes de Viana do Castelo, do requinte dos trajes de Braga, da elegância das modas dos vales dos rios Ave e Este, e da vivacidade e alegria contagiante das modas da Ribeira Lima e Serras d'Arga e Soajo”.

GUIMARÃES PROJETA SOLUÇÕES INOVADORAS NO MODELO DE GOVERNANÇA DAS CIDADES

“Smart Cities” visam territórios mais atrativos

Jornadas geraram partilha de experiências para o desenvolvimento de projetos ambientalmente sustentáveis e incorporação de novas tecnologias. Objetivo é consolidar a posição de Guimarães enquanto cidade inteligente.

As jornadas europeias sobre “Smart Cities” (Cidades Inteligentes), que decorreram no Palácio de Vila Flor, em Guimarães, esta sexta-feira, 26 de fevereiro, permitiram recolher novos contributos para a elaboração de candidaturas comunitárias que o consórcio europeu liderado pela Câmara Municipal de Guimarães está a preparar juntamente com mais duas cidades classificadas como Património Cultural da UNESCO, a croata Dubrovnik e a eslovena Koper, ambas com uma forte polarização universitária no contexto das cidades fundadoras, constituindo uma cooperação triangular entre comunidade, empresas e universidades.

A realização destas ações tem como objetivo fomentar a produção de soluções urbanas inovadoras, realçando temas como o desenvolvimento, a inovação, a sustentabilidade, o financiamento, a competitividade e o crescimento. O objetivo global é contribuir para melhorar a capacidade de projeção e integração europeia de projetos e iniciativas. A expansão internacional e a criação de novas ideias e parceiros são alguns dos fatores-chave para o “smart development”.

«Estamos a construir uma cidade de futuro, com um modelo de desenvolvimento que passa pela economia criativa, a fim de tornar o território mais atrativo», disse Ricardo Costa, Vereador do Município de Guimarães. «A candidatura tem que valorizar o passado e acrescentar uma nova camada de inteligência e atratividade que construa uma cidade que crie oportunidades para todos», acrescentou o responsável pela Divisão de Desenvolvimento Económico da Autarquia.

O evento, orientado para todos os interessados em alargar conhecimento e desenvolver capacidades nas áreas do desenvolvimento regional, criação de valor e programas internacionais, contou com a representação de Câmaras Municipais, agências de energia, Comunidades Intermunicipais, profissionais, empresas, investigadores e estudantes. «É fundamental criar pontes entre a forte identidade histórica e cultural e a dimensão da inovação, da comunicação e das novas tecnologias», considerou António M. Cunha, Reitor da Universidade do Minho.

Sustentabilidade urbana como desígnio

As oportunidades no período 2014-2020 são vastas e integram um diferente número de programas que pretendem fomentar novas oportunidades de negócio. O projeto “1000Smart”, em Guimarães, foi desenvolvido com o objetivo de «responder, identificar, desenvolver e replicar soluções integradas» nas áreas da energia, transportes e TIC, através de parcerias entre municípios e indústrias, como defendeu o diretor da Rede Europeia de Regiões Inovadoras (ERRIN), Richard Tuffs, especialista em política europeia, mais precisamente nas áreas da investigação, desenvolvimento e inovação, bem como na coesão territorial e estratégia EU2020.

As cidades participantes têm por objetivo demonstrar à escala real soluções inovadoras pré-comerciais de tecnologias de informação, otimização de infraestruturas, mobilidade e eficiência energética, de acordo com uma visão que alinha, simultaneamente, com as prioridades da Comissão Europeia, desenvolvidas através dos seus programas H2020, Interreg, Urbact, Erasmus Plus ou COSME, entre outros. «Têm de ser criados mecanismos que permitam às pessoas tomar iniciativas, desenvolver propostas ou ter novos negócios, criando novas áreas de atividades económicas que possam gerar oportunidades de emprego», referiu Marcos Nogueira, sócio-gerente da IrRADIARE, entidade organizadora do evento.

O consórcio liderado por Guimarães privilegia a partilha de conceitos, sistemas, modelos, métodos e processos de suporte à inovadora governança de cidades e regiões que incorporam a sustentabilidade urbana nos seus desígnios estratégicos, cumprindo um programa de partilha de ferramentas de gestão e planeamento, além de serem desenvolvidas candidaturas conjuntas a programas, iniciativas e projetos europeus.