Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

ATOR LUÍS LOURENÇO É MINHOTO DE CERVEIRA

Famoso pela sua participação em diversas séries televisivas, o ator Luís Martins Lourenço é minhoto. Nasceu em Covas, no Concelho de Vila Nova de Cerveira, em 2 de Fevereiro de 1984. E, a sua paixão e alma minhota levaram-no ao ponto de se tornar conhecido como o “ator da concertina”.

Luís Lourenço não dispensa a música tradicional da sua região e, sobretudo, o convívio que sempre que pode partilha com os seus amigos, os conterrâneos, os minhotos porque essa é a sua gente… aqueles que pertencem à terra que o viu nascer!

De acordo com a sua biografia oficial, o ator Luís Martins Lourenço iniciou a sua carreira artística em 2012, na famosa série juvenil “Morangos com Açúcar”, transmitida pela TVI, na qual interpretou a personagem com o nome de Tiago. Nesse mesmo ano participou também nalonga-metragem “Marcas Soltas”, um filme que, segundo a produtora, a Plateau 31, descreve “um quadro psicológico de uma rapariga presa à dor e aos traumas do passado. Um argumento provocante que retrata a obsessão de um romance conduzido ao limiar da loucura. Uma rapariga sem rosto. Um irmão presente e um amor diferente.”.

Depois da série estreou-se no teatro com a peça “O Beijo da Mulher Aranha” (Kiss of the Spider Woman), interpretando a personagem Luís Molina, peça esta considerada pela crítica uma das peças mais difíceis de interpretar do teatro contemporâneo. Após o sucesso deste espetáculo, Luís Lourenço, deu inicio a uma intensa formação, desde workshops a cursos de teatro, entre os quais, Curso Anual da Casa do Artista e Curso Anual de Formação Teatral Pequeno Palco de Lisboa (dir. Rui Luís Brás).

Nos últimos três anos passou por vários teatros de renome, tais como: Teatro Mundial, Teatro Villaret, Teatro Armando Cortez (Casa do Artista), Teatro Tivoli, Coliseu de Lisboa, Teatro-Circo de Braga, Exponor, e vários outros teatros espalhados pelo país com companhias de teatro itinerante.

Depois de muita formação e provas dadas começa a assumir novos cargos no teatro, como: direção cénica, cenografia, direção de atores, assistência de encenação, direção técnica, entre outros. Participou na novela da TVI “Deixa que te Leve” onde interpretou o duque italiano Tommaso.

Os seus mais recentes trabalhos como encenador foram: o espetáculo infantil "Rodolfo, O Inspetor Escoliano", "A Última Noite", a apresentação de um excerto de Ricardo III (W. Shakespeare) no Teatro São Luiz para o Dia Mundial do Teatro, a revista à portuguesa “Eles Andem Aí!” e a comédia “O Dote”, entre outros.

Foi professor de teatro no Colégio Maria Pia, em Lisboa, integrado no projecto internacional mus.e. Participou também no grande sucesso da TVI, o doc-reality “Perdidos na Tribo”.

Criador e coordenador-geral do Projecto Molière, que tinha como objetivo reabilitar espaços culturais pelo país, sendo o primeiro o Teatro Variedades, no Parque Mayer.

Estreou o espetáculo de comédia “O Dote”, no Senado da Assembleia da República, tendo discursado a favor dos direitos dos artistas.

É Diretor Artístico/Encenador no Teatro Gil Vicente, em Cascais, cargo que ocupa há três anos consecutivos. É Presidente da Direção da Palcobrigatório - Associação Cultural.

Neste momento protagoniza a novela da RTP1, “Os Nossos Dias, em exibição desde 2014, onde desempenha o papel de “Guilherme Castilho”, um jovem simpático oriundo de famílias ricas e criado na opulência.

Ao longo da sua carreira, o jovem ator Luís Lourenço recebeu a Distinção de mérito pela encenação do espetáculo "Aqui Há Revista!", no Teatro Gil Vicente, e o Prémio de Mérito pela encenação do espetáculo "ELes Andem Aí", também no Teatro Gil Vicente.

Apesar do seu sucesso profissional como ator e a sua paixão pelo palco, traz sempre consigo o Minho guardado no seu coração. E, sempre que pode, faz um regresso às origens, onde o rio Coura corre apressado em direção à foz, no rio Minho, e a paisagem é verde e tranquila. É a sina do minhoto!

PROJETO “À DESCOBERTA DE BRAGA” APROXIMA BRACARENSES DA SUA HISTÓRIA E PATRIMÓNIO

Projecto educativo e de intervenção cultural foi hoje apresentado

O Município de Braga apresentou hoje, 11 de Fevereiro, o projecto educativo e de intervenção cultural ‘À Descoberta de Braga’. Este é um projecto que pretende fomentar no público escolar e na população Bracarense o conhecimento e afecto pela história, património e identidade da Cidade, e que, entre outras iniciativas, levará à criação de um centro interpretativo da História de Braga na Torre de Menagem.

À Descoberta de Braga

Para o presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, este é um projecto que marca “um momento importante na vida da Cidade e do Concelho” e que servirá para criar “pontos de encontro dos Bracarenses com a sua História”. “Nas suas várias dimensões e com uma rede de colaborações alargada, ‘À Descoberta de Braga’ é um projecto que dá a conhecer aquilo que temos, o que somos e o que fomos”, referiu o Autarca, na sessão pública de apresentação realizada no Auditório José Sarmento, no Mercado Cultural do Carandá.

Ricardo Rio sublinhou a componente pedagógica do projecto, realçando a necessidade de sensibilizar o público escolar para a “salvaguarda e valorização do património”. O Edil reiterou a ambição do Executivo Municipal em criar uma actividade de enriquecimento curricular sobre a história e os protagonistas da Cidade para, de forma mais sustentada, levar o conhecimento aos jovens.

Por seu turno, a vereadora Lídia Dias, referiu que o projecto ‘À Descoberta de Braga’ une a “Cultura e a Educação num programa de intervenção que pretende congregar instituições de ensino, museus, universidades, Igreja, Juntas de Freguesia e outras instituições fazedoras de Cultura”.

Além da continuidade do programa de visitas guiadas e de sessões de história local, acções que estão na génese do projecto, ‘À Descoberta de Braga’ terá como epicentro a Torre de Menagem, reaberta em Março de 2014 e que, desde então, tem sido palco de inúmeras actividades culturais, registando cerca de dez milhares de visitantes.

Na Torre de Menagem será criado um centro interpretativo da história de Braga. Ali será instalada uma exposição permanente intitulada “Era uma vez uma cidade”, que contará os principais factos e protagonistas da história de Braga.

O projecto integra ainda a iniciativa “Braga vai ao Museu’ em que, pela primeira vez, “os museus e núcleos museológicos da Cidade vão estar unidos em torno de uma parceria cultural que pretende dar a conhecer estes espaços aos Bracarenses, particularmente à população sénior e ao público escolar”, explicou Lídia Dias.

Complementando esta oferta, o Município vai continuar a apoiar a edição de monografias sobre Braga e a criar cadernos pedagógicos que ajudem pais e professores a orientar a descoberta do património. “Este programa de intervenção cultural pretende ser também um projecto educativo, que crie rotinas e se enraíze nas dinâmicas pedagógicas de todos os estabelecimentos de ensino do Município”, realçou a vereadora.

O centro de recursos educativos vai proporcionar visitas guiadas ao Centro Histórico e oficinas temáticas centradas nos monumentos, nas personagens e tradições de Braga. “O fomento do conhecimento e do interesse pelas temáticas da história e património são outra das nossas preocupações. Por isso, vamos oferecer às EB 2,3 uma colecção bibliográfica destinada a cativar os alunos para a denominada Bracarografia”, acrescentou Lídia Dias, ressalvando que o programa conta com o contributo de todas as entidades parceiras.

INATEL EM VIANA DO CASTELO ENSINA TÉCNICAS DE ATOR

NOVAS DATAS de 19 de FEVEREIRO a 12 de MARÇO de 2016.

As INSCRIÇÕES mantêm-se ABERTAS até ao dia 17 de FEVEREIRO e “o corpo e a voz”, “perceção do espaço” e“perceção dos sentido são alguns dos conteúdos programáticos deste modulo.

Este módulo de 25 horas tem uma propina de 25 € para associados INATEL ou elementos de CCD’s filiados e de 45 € para não associados INATEL.

Caso pretenda inscrever-se, deverá preencher a ficha de inscrição em anexo e devolver para este endereço de email.

O pagamento poderá ser feito, presencialmente, na Delegação INATEL Viana do Castelo ou através de transferência bancária através do NIB - NIB: 0033 0000 00180680810 77.

Neste último caso, terá de nos enviar também o documento comprovativo da transferência.

BRAGA PROMOVE SESSÃO “FREI CIPRIANO DA CRUZ 300 ANOS: ORAÇÃO E ARTE”

A Sessão é integrada no programa ´À Descoberta de Braga´

Decorre amanhã, Sexta-feira, pelas 21h30, no Mosteiro de Tibães, mais uma Sessão de História Local, integrada no programa “À Descoberta de Braga”. O historiador Paulo Oliveira orientará a sessão que permitirá recordar os 300 anos da morte de Frei Cipriano da Cruz, um dos vultos do barroco Bracarense.

tibaes

Na comemoração dos 300 anos do falecimento de Frei Cipriano da Cruz será realizado no Mosteiro de Tibães - local onde professou e desenvolveu a sua arte aquele grande escultor beneditino - uma abordagem à relação entre o desenvolvimento do barroco nas suas diversas manifestações artísticas e a liturgia pós-tridentina.

Na nota biográfica que dele fez Frei Marceliano da Ascensão, escreveu então que nasceu em Braga, sem, no entanto, lhe assinalar data e local de nascimento. O seu nome era Manuel de Sousa, tendo recebido hábito de donato ou leigo do abade geral Frei Cipriano de Mendonça em 3 de Maio de 1676.

Nesta data era já “consumado immaginario” e pretendido por outras Ordens Religiosas, nomeadamente pelos cistercienses do mosteiro de Alcobaça. Preferiu o hábito beneditino, e sendo reconhecido como bom artista, deveria a sua idade andar então pelos 25 anos. Assim, o seu nascimento deverá ter ocorrido pelos anos de 1650.

Nos anos 90 do séc. XVII trabalhou em Coimbra, onde realizou diversas esculturas para o Mosteiro de São Bento. Viria a falecer em 11 de Fevereiro de 1716 no Mosteiro de Tibães, tendo sido sepultado no Claustro do Cemitério.

GUIMARÃES REALIZA FEIRA AFONSINA

Feira Afonsina 2016 com inscrições abertas para associações, comerciantes e voluntários. Evento decorre entre 23 e 26 de junho

Edição deste ano terá quatro dias, decorrendo entre quinta-feira e domingo, de 23 a 26 de junho. Além dos espaços para concessão no evento, voluntários também podem efetuar as suas candidaturas, através do portal da Autarquia, Palácio Vila Flor ou na Câmara Municipal.

Guimaraes_Feira_Afonsina2016

O Município de Guimarães tem aberto até à próxima segunda-feira, 15 de fevereiro, o período de inscrições para as instituições, associações, entidades culturais, artesãos, artífices, mercadores alimentares, comerciantes de doces e bebidas, entre outros, que pretendam participar na sexta edição da Feira Afonsina, que decorrerá este ano entre 23 e 26 de junho, tendo como tema principal o episódio da “Recontro de Valdevez”.

Já os cidadãos interessados em efetuar serviço de voluntariado poderão apresentar as suas candidaturas até ao próximo dia 15 de março, através da página de internet do Município <http://www.cm-guimaraes.pt/pages/628> ou, presencialmente, em dois locais do centro da cidade: Palácio Vila Flor (de terça a sexta-feira: 09h30-12h30 / 14h30-17h30) ou Banco Local de Voluntariado (segunda a sexta: 09h30-16h00), situado na Câmara Municipal de Guimarães.

Este ano, o evento retratará o episódio do “Recontro de Valdevez”, que se traduziu num combate entre os exércitos de D. Afonso Henriques e D. Afonso VII de Castela, seu primo. Na senda das edições anteriores, o Município de Guimarães pretende proporcionar a todos os visitantes uma experiência inesquecível no tempo, através da construção de espaços temáticos que caracterizarão os quatro dias do evento, tendo Guimarães como palco privilegiado para a realização da Feira Afonsina.

Entidades privadas, associações, bares e restaurantes

As candidaturas deverão ser instruídas com base nos documentos disponibilizados nas páginas web da Câmara Municipal e do Turismo de Guimarães cujo preenchimento e entrega constituem formalidade obrigatória para o candidato: ficha de inscrição; memória descritiva; descrição dos produtos expostos e/ou comercializados, acompanhado de fotografias recentes; materiais utilizados nas estruturas de apoio, acompanhado de fotografias recentes; declarações de compromisso. A entrega da candidatura ou a participação em edições anteriores não assegura a participação no evento.

A seleção dos participantes terá em conta a análise da memória descritiva apresentada na candidatura e respetiva adequação à época medieval retratada, além do cumprimento dos prazos estipulados, repetição de produtos e histórico de participação do candidato em edições anteriores. O Município irá oferecer um conjunto de normas orientadoras no domínio da higiene e segurança alimentar, previstas na legislação mencionada, tendo sempre em consideração o enquadramento histórico da época retratada no evento. A organização analisará o processo e comunicará por escrito a respetiva decisão até ao dia 15 de março.

Horários da Feira Afonsina 2016

O evento deste ano tem mais um dia, comparativamente com edições anteriores. Na quinta-feira, 23 de junho, a Feira Afonsina abre ao público às 18 horas e encerra às 01 horas. Na sexta-feira e no sábado, o horário de abertura será às 10:30 horas, mantendo-se o encerramento às 01 horas. No domingo, 26 de junho, no último dia, a feira volta a abrir portas de manhã no mesmo horário, enquanto o seu encerramento está agendado para as 22:30 horas. A continuidade deste projeto resulta do sucesso obtido nas edições anteriores e na vontade expressa do Município em recriar o ambiente social e económico da época do Condado Portucalense.

Durante os quatro dias, este evento proporcionará a todos os que visitam Guimarães um conjunto de experiências intensas e memórias inesquecíveis, nomeadamente, através da construção de espaços temáticos e de interação com as personagens que habitam esta recriação. Fruto de uma sólida memória cultural, instalada e refletida no imaginário coletivo da comunidade, Guimarães apresenta-se como palco privilegiado para a realização da Feira Afonsina.

ARCOS DE VALDEVEZ: SISTELO DESPERTA INTERESSE NACIONAL

Sistelo chama a atenção da comunicação social

O processo de classificação de Sistelo como Paisagem Cultural tem sido bastante mediatizado pelos meios de comunicação. Desde as rádios, passando pelos jornais e televisões, várias têm sido as intervenções do Presidente da Câmara Municipal, João Manuel Esteves, do Diretor Regional de Cultura do Norte, António Ponte e do Presidente da Junta de Sistelo, Sérgio Rodrigues, no âmbito deste procedimento que tanto vem enriquecer o património do concelho.

sistelo_antena_1

Todo este interesse por parte dos média veio despertar ainda mais a comunidade turística e científica para a localidade, gerando uma grande curiosidade pelo local e aumentando significativamente o movimento turístico.

Com esta classificação a Câmara Municipal pretende identificar, proteger, e valorizar um património múltiplo que inclui as formas de povoamento exclusivas desta zona de montanha e valo, denominadas “Brandas” e “Inverneiras”, os ecossistemas, a presença indissociável do Rio Vez, as formas de construção e os rituais tradicionais, bem como outras formas de atividades humana de potenciação dos recursos naturais e da sua adaptabilidade, que as populações desenvolveram durante seculos, e que tem nas estruturas de aproveitamento agrícola, conhecidas como “Socalcos, o seu exemplar mais conhecido, representando um esforço notável e eco sustentável de moldar a Natureza às necessidades de sobrevivência secular destas populações, elementos que fazem desta classificação um todo de inigualável singularidade e interesse.

A abertura deste processo é o reconhecimento de um esforço continuado da autarquia para a potenciação e preservação deste território, pretendendo-se a dinamização da agricultura, comércio e turismo, fixação de população, a criação de emprego e rendimento.

Espera-se a classificação definitiva desta Paisagem durante o corrente ano.

MONÇÃO SERVE LAMPREIA DO RIO MINHO

Em fevereiro e março, as margens do rio Minho e as pesqueiras, pequenas construções de pedra erguidas nas margens, enchem-se de pescadores à procura da melhor lampreia. Os restaurantes de Monção esmeram-se na sua confeção e apresentação para delícia dos comensais. Serve-se com arroz a correr mas há quem prefira à bordalesa, fumada ou assada. Gostos distintos para um produto único.

Arroz de lampreia

Nos meses frios de fevereiro e março, a agenda dos amantes da gastronomia tradicional assinala, de ano para ano, uma deslocação a Monção para degustar uma Lampreia do Rio Minho. Dizem que chega a estas bandas mais batidinha e gostosa. E que o brio e profissionalismo das cozinheiras locais colocam um toque especial. Há décadas que muita gente cumpre este ritual. Este ano, não será exceção.

Confeção lampreia

A “divina” será encontrada em muitas mesas familiares e em cerca de trinta restaurantes do concelho que participam na iniciativa “Lampreia do Rio Minho – Um Prato de Excelência”, promovida pela ADRIMINHO em parceria com os municípios do Vale do Minho. Habitualmente confecionada com arroz a correr, os cardápios mostram outras sugestões: bordalesa, assada ou fumada.

Se encontrar “roupagens” mais contemporâneas, deixe-se levar pela curiosidade e faça o favor de experimentar. A criativa arte da culinária tradicional com requintes de modernidade é uma verdadeira surpresa. Sempre agradável. Não se perca no acompanhamento. Os vinhos de Monção são uma garantia de qualidade em qualquer canto do mundo.

Empanada de lampreia

A melhor varanda do Alto Minho

Para descomprimir, um passeio dá sempre jeito. Em Monção, pode fazê-lo pelo muralhado fernandino e centro histórico, deambulando pelas ruas estreitas e asseadas e debruçando-se sobre o rio Minho e margem galega desde a melhor varanda do Alto Minho. Miradouro dos Néris. Imperdível.

Pode pegar no carro e seguir o rasto da descoberta pelos nossos lugares patrimoniais, fluviais e de montanha. Tanto para ver. Com sorte, talvez encontre alguém com a língua solta. Que lhe conte alguns episódios da identidade local e da hospitalidade que carateriza os monçanenses. Gente ciosa do passado e aberta ao futuro.

Rali

Aos fins de semana, há sempre alguma iniciativa agendada. Pela autarquia local ou movimento associativo. Na vila ou nas aldeias. Ponto alto será no dia 28 de fevereiro, domingo, com a realização do XXXIX Rali à Lampreia, prova de perícia automóvel na Praça Deu-la-Deu Martins, em pleno centro histórico. Quem gosta de automóveis e de lampreia tem o dia ganho. Dois em um. Não há alternativa possível.

“Curvas” na rua e no prato

Promovida pela Câmara Municipal de Monção e Sport Clube do Porto, a iniciativa automobilística compreende duas provas marcadas para as 11h00 e 16h00, prevendo-se a presença de meia centena de participantes do norte de Portugal e Galiza. Na hora do almoço, os restaurantes estão de portas abertas para receber visitantes e munícipes nesta jornada de promoção da Lampreia do Rio Minho.

Rali 01

No dia anterior, sábado, está prevista a iniciativa “Rali a Pedais”, provas de karts abertas ao público durante o dia (15h00/18h00) e à noite (21h30/24h00), na Praça Deu-la-Deu, e animação pelas principais ruas da localidade com desfile e concentração do grupo de cavaquinhos do Centro Desportivo, Recreativo e Cultural de Moreira e a Associação Recreativa e Cultural “Os Teimosos”.

Nos restantes fins de semana, estão previstas visitas orientadas ao centro histórico, provas no Museu do Alvarinho, percursos pedestres, rádio modelismo, demonstrações da pesca da lampreia, provas de BTT, espetáculos de teatro, concertos musicais, atividades desportivas, feira de artes e velharias e trial bike com a participação do campeão nacional João Sousa.

Com a iniciativa “Lampreia do Rio Minho – Um Prato de Excelência”, pretende-se a divulgação de um dos principais atrativos culinários da região que, em conjunto com a realização de um conjunto variado de atividades, transforma, nestes dois meses, o território constituído pelos seis municípios num espaço apelativo e convidativo para os visitantes.

Rali 02

Sushi de lampreia

VALENÇA APOIA ATLETA INÊS FERNANDES RUMO AOS JOGOS PARAOLÍMPICOS DO RIO DE JANEIRO

A Câmara Municipal de Valença promoveu uma sessão pública de apoios à atleta valenciana Inês Fernandes, na sua campanha rumo aos Jogos Paraolímpicos do Rio de Janeiro, hoje, 11 de fevereiro.

inesfernandes

As câmaras de Valença e Vila Nova de Cerveira, a Federação Portuguesa de Atletismo, o Comite Paraolímpico Português, o Instituto Politécnico de Viana do Castelo, juntas de freguesia e várias empresas de Valença reuniram-se para tornarem pública esta campanha de apoio.

Inês Fernandes é a grande especialista nacional no Lançamento do Martelo e no Lançamento do Disco e uma das grandes promessas à medalha da seleção nacional nos Jogos Paralímpicos de 2016 que se vão realizar entre 7 e 18 de setembro de 2016, na cidade do Rio de Janeiro, Brasil.

Inês Fernandes é a atleta valenciana mais medalhada de sempre e uma referência do atletismo paraolímpico nacional.

As excelentes prestações da Inês Fernandes são fruto de um longo trabalho, com treinos regulares, que conta com o apoio da Câmara Municipal de Valença. A autarquia valenciana mantém um protocolo com a Associação Desportiva de Lovelhe, para a Inês Fernandes poder fazer a sua preparação nas vertentes técnica e física de forma a criar todas as condições para que possa participar e ter êxito nos Jogos Paraolímpicos do Rio em 2016.

BRAGA CRIA REGULAMENTOS MUNICIPAIS MAIS SIMPLES E TRANSPARENTES

Proposta será analisada em Reunião do Executivo

O Município de Braga vai adoptar um novo Código Regulamentar. A proposta, que será analisada em Reunião de Executivo Municipal da próxima segunda-feira, 15 de Fevereiro, visa a compilação e adaptação, num único documento, de todos os regulamentos com eficácia externa em vigor no Município, excluindo-se, pela sua autonomia e especificidade, o Regulamento do Plano Director Municipal de Braga (PDM).

CMB07012014SERGIOFREITAS0000066

Desta forma, os cidadãos poderão identificar e aceder aos regulamentos de uma forma mais célere e simples, passando a existir maior transparência e segurança na relação com o Município de Braga que, por sua vez, passa a usufruir internamente de uma visão integrada do universo regulamentar.

“Este novo Código reúne as regras regulamentares num único documento e vai facilitar a consulta e análise das várias normas em vigor, quer para o munícipe, quer para os próprios colaboradores do universo municipal”, refere Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, adiantando que com a simplificação da informação, o Município “dá mais um passo para que a relação com os cidadãos seja mais próxima, rápida e transparente”.

Esta é uma iniciativa realizada em parceria com a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N) e resulta do ‘Projecto-piloto de Sistematização Regulamentar’ iniciado em Dezembro de 2014. O projecto, desenvolvido ao longo de ano transacto, envolveu um intenso e exaustivo trabalho com as diferentes unidades orgânicas, tendo em vista a melhoria das normas já existentes, a criação de novas normas para áreas onde foram assinaladas lacunas, assim como a eliminação de normas que se encontravam desadequadas ou obsoletas.

Após a aprovação em sede de reunião do Executivo, a proposta seguirá para apreciação da Assembleia Municipal. Posteriormente, o documento será submetido a consulta pública.

VALENÇA DESAFIA NAMORADOS

Venha namorar em Valença este fim-de-semana

Menus especiais nos restaurantes e noites românticas nos hotéis, vão transformar Valença, na Fortaleza dos Namorados, no fim-de-semana de 13 e 14 de fevereiro.

 A restauração apresentará menus especiais, com pratos elaborados especificamente para evocar esta data. As unidades hoteleiras de Valença preparam-se para proporcionar, aos seus clientes, noites românticas, a preços convidativos, com todos os detalhes que a data o merece.

Em Valença será possível degustar menus especiais dos namorados nas seguintes 17 unidades locais que aderiram à iniciativa: Coroa Verde (251 825 759); Cozinheiro (918104871); Delicias do Minho (251818227); Fonte D'Ouro (251 839 393); Fortaleza I (251823146); Fortaleza II (251818461); Marytone (251826713); Merendola (251 822 201); Nossa Senhora da Cabeça (962673444); O Brasão (251 837237); Pousada S. Teotónio (251 800 260); Prata do Minho (251 837346); Eleven Lounge (963960123); Rocha e Grill (251 826 455); Solar do Bacalhau (251 822 161); TrattoriaCasa di Mamma (251818145); Zé Maria (251 825364).

Devido às condições atmosféricas as atividades programadas, para este evento, na rua, foram canceladas.

A Fortaleza de Valença é o cenário ideal para um fim-de-semana romântico, numa cidade histórica repleta de estórias, memórias e recantos onde a magia do lugar proporciona locais únicos para namorar.

Valença é um destino de eleição para celebrar e viver o Dia de São Valentim de uma forma especial este ano.

Surpreenda a sua cara-metade e deixe-se apaixonar por e em Valença!

VIANA DO CASTELO EM DESTAQUE NO MUSEU BORDALO PINHEIRO EM LISBOA

O Museu Bordalo Pinheiro, em Lisboa, leva a efeito uma tertúlia, no próximo sábado, dia 13 de Fevereiro, às 17 horas, no âmbito da exposição Luís Filipe e a Farsa da Vida.

Luís Filipe (1887-1949) é um artista vianense surpreendente e pouco conhecido do primeiro Modernismo. Em Viana ficou conhecido principalmente pelos cartazes das festas de 1932, 34 e 48.

A tertúlia será sobre Modernismo e Folclore, com João Soeiro de Carvalho, Sub-diretor da Faculdade de Ciências e Humanidade da Universidade Nova de Lisboa, Ana Vasconcelos, Curadora no Centro de Arte Moderna da Fundação Gulbenkian e os professores no Instituto Politécnico de Viana do Castelo, Carlos Mendes, Liliana Aparo e Ermanno Aparo.

Vai ser também inaugurada uma mostra de trabalhos dos alunos de Design do Produto da ESTG /IPVC.

ARCOS DE VALDEVEZ REÚNE EXECUTIVO MUNICIPAL

REUNIÃO ORDINÁRIA DE 08 DE FEVEREIRO DE 2016

PERÍODO ANTES DA ORDEM DO DIA

No Período antes da Ordem do Dia o Sr. Presidente da Camara Municipal informou e convidou toda a vereação para marcar presença no encerramento do Ciclo de Conferências REENCONTROS DE VALDEVEZ: 500 anos de História com os olhos no futuro a decorrer no próximo dia 20 de Fevereiro pelas 21.00 horas, na Casa das Artes de Arcos de Valdevez. Deste momento farão parte as intervenções de Fernando Savater, um dos maiores vultos do Pensamento mundial. Filósofo, ensaísta e escritor, referência de muitas gerações, com mais de 50 livros publicados e traduzidos para mais de 20 Línguas. Por todo o mundo as suas conferências têm esgotado auditórios, e a de Alexandre Castro Caldas, um dos grandes neurocientistas com raízes em Arcos de Valdevez e Diretor do Instituto de Ciências da Saúde da Universidade Católica Portuguesa;

De igual modo deu conta que, derivado ao mau tempo, a Câmara Municipal e a Associação de Festas - Folia decidiram adiar a programação de Carnaval do dia 8 e 9 de Fevereiro para o próximo fim de semana, sendo o cortejo no DOMINGO, dia 14 Fevereiro às 15h30;

O Sr. Presidente informou ainda que decorrerá hoje, quarta-feira, pelas 21h00, no Centro Municipal de Informação e Turismo, a apresentação pública da 1ª Alteração ao Plano de Pormenor de Salvaguarda e Renovação Urbana de S. Paio;

Também informou que o IP – infraestruturas de Portugal irá proceder à consignação da obra referente ao deslizamento de terras na variante à EN 101 em Arcos de Valdevez, será feita em Abril.

aprovados PROTOCOLOS DE APOIO FINANCEIRO no valor total de 360 mil euros A CELEBRAR COM DIVERSAS FREGUESIAS:

União de Freguesias de Távora (Santa Maria) e Távora (S. Vicente)

Junta de Freguesia de Miranda     

Junta de Freguesia de Soajo

Junta de Freguesia de Rio de Moinhos,

União de Freguesias de Portela e Extremo          

União de Freguesias de Padreiro (Salvador) e Padreiro (Santa Cristina)

União de Freguesias de Arcos de Valdevez (Salvador), Vila Fonche e Parada           

Freguesia de Rio Frio

Junta de Freguesia de Monte Redondo    

União de Freguesias de Eiras e Mei          

Freguesia de Cendufe

Freguesia de Aguiã

PROTOCOLOS DE APOIO AO ASSOCIATIVISMO 2015: a Câmara aprovou

os seguintes apoios:

Associações Desportivas e Culturais

2015

Grupo de Estudos do Património Arcuense

1 500,00 €

Rancho Folclórico Danças e Cantares de S. Jorge

1 500,00 €

Associação Cultural e Desportiva de Grade

855,00 €

Clube de Caça e Pesca de Arcos de Valdevez

855,00 €

PAL - Associação Social e Desportiva de Portela, Álvora e Loureda

500,00 €

TOTAL

7 225,00 €

Foi deliberado apoiar a Associação de Pesca Desportiva do Vez no valor de € 2.500,00 para a realização de uma parceria com a camara municipal com o objetivo de promover a pesca no rio lima, vez e afluentes.

Eco – Escolas

Foi aprovada a minuta do protocolo de parceria com o Municipio e ABAE-Eco-Escolas para 2015/2016 relativamente ao projeto nacional Eco – Escolas. Através deste protocolo a Câmara Municipal irá apoiar as escolas inscritas no desenvolvimento de diversas iniciativas, entre as quais o pagamento do valor de inscrição de cada escola, que, entre outros, inclui a produção e distribuição e envio de materiais, possibilidade de participação nos subprojectos, formação creditada e não creditada, apoio técnico pedagógico e custos inerentes à atribuição do Galardão, nomeadamente produção de bandeiras e certificados, organização do Dia das bandeiras verdes, etc.

REPARAÇÃO E BENEFICIAÇÃO DO ESTÁDIO MUNICIPAL “SUBSTITUIÇÃO DO RELVADO SINTÉTICO”: foi aprovado o projeto de execução e as peças do procedimento concursal para a realização da empreitada de obra «REPARAÇÃO E BENEFICIAÇÃO DO ESTÁDIO MUNICIPAL “SUBSTITUIÇÃO DO RELVADO SINTÉTICO”, bem como autorizada a abertura de procedimento concursal tendente à sua adjudicação pelo preço base de 240.000,00 Euros;

ADESÃO DO MUNICIPIO À ASSOCIAÇÃO DE MUNICÍPIOS PORTUGUESES DO VINHO: foi deliberado autorizar a adesão do Município de Arcos de Valdevez à AMPV – Associação de Municípios Portugueses do Vinho, sendo o valor total anual da quota 1300.00 euros.

APOIO AO TURISMO

AGRO TURISMO SÃO JORGE: foi aprovado o projeto de arquitetura relativo ao empreendimento de agro-turismo em Pomarinho – Vila Chão, S. Jorge.

TURISMO: foi aprovado um projeto de Turismo Rural, Agro Turismo apresentado pela empresa Limasview, Ldª a levar a efeito na freguesia de Paçô.

PEDIDO DE DECLARAÇÃO DE RECONHECIMENTO DE INTERESSE MUNICIPAL - GSP UR-DIM 1/2016 :- foi reconhecido o interesse municipal do projeto de empreendimento de turismo rural - Hotel Rural – “Quinta da Veiga Hotel Rural”, no lugar de Morilhões, freguesia de Arcos de Valdevez (S.Paio).

O projeto em questão pretende criar uma oferta turística em Espaço Rural na modalidade Hotel Rural, com a disponibilização de 16 quartos, com infraestruturas de apoio, como uma área de lazer com piscina, área de leitura e contemplação da natureza envolvente, área de prática de desportos ao ar livre.

Foi também aprovado submeter a proposta a apreciação da Assembleia Municipal.

DECLARAÇÃO DE ACEITAÇÃO DE BENEFÍCIOS FISCAIS:- foi deliberado conceder a declaração para efeitos de benefícios fiscais de isenção ou redução de IMI, no âmbito de candidatura de um projeto de investimento produtivo, previstos no Código Fiscal de Investimentos à firma Poligal – Portugal – Unipessoal, Ldª.

ÁREA DE REABILITAÇÃO URBANA - PEDIDO DE ATRIBUIÇÃO DE NÍVEL DE CONSERVAÇÃO DE IMÓVEL : - Presente o relatório - ficha de avaliação do nível de conservação do imóvel, a que respeita o pedido de vistoria para efeitos de aplicação do art.º 71.º do EBF – GSE n.º 1057/2015, relativo à vistoria realizada ao edifício sito na Quelha das Hortas e Rua Félix Alves Pereira, pertencente a Manuel Lourenço Celeiro, no qual o técnico superior do Municio concluiu que o estado de conservação do imóvel é   “Péssimo”, a que corresponde o nível 1.           

RECONSTRUÇÃO DE MUROS NAS MARGENS DO LIMA EM JOLDA (SÃO PAIO): foi aprovado o auto de consignação respeitante à obra em epígrafe, adjudicado à firma Duque & Duque, Lda., pelo valor de € 7.500,00.

AMPLIAÇÃO E BENEFICIAÇÃO DA REDE DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA – FREGUESIA DE GONDORIZ (SEIXAL/VILA BOA) : foi aprovado o auto de consignação respeitante à obra em epígrafe, adjudicado à firma Plano Minho, Unipessoal, Lda, pelo valor de € 50.975,70.

AMPLIAÇÃO DA REDE DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA – UNIÃO DE FREGUESIAS DE EIRAS E MEI (PINHEIRO, EIRADO, ANDEVISO E BARCO), FREGUESIA DE RIO DE MOINHOS (CEM, NOGUEIRAS, VINHA NOVA E BREIA): foi aprovado o auto de consignação respeitante à obra em epígrafe, adjudicado à firma J. S. Gomes, Lda., pelo valor de € 110.100,00.

AMPLIAÇÃO DA REDE DE SANEAMENTO BÁSICO – PARDEJO/BACELO – GUILHADESES: foi deliberado adjudicar a obra ao concorrente José Moreira Fernandes & Filhos, pelo valor de € 10 512,45.

AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTO ELETROMECANICO – REMODELAÇÃO DE ESTAÇÃO ELEVATÓRIA DA PROVA – PAÇÔ - foi deliberado adjudicar a aquisição à firma Arcosvez, Eletromecãnica, Ldª, pelo valor de € 15 802,61.

AMPLIAÇÃO E BENEFICIAÇÃO DA REDE DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA NO CAMINHO DE PEDREGAIS A NOGUEIRA – CAMINHO DE CIMA DE VILABOA (GONDORIZ) E SANEAMENTO DO CAMINHO DA COSTEIRA (SÃO PAIO): Foi autorizada a liberação da caução no montante de € 1 130,66 equivalente a 75% da caução retida.

AMPLIAÇÃO E BENEFICIAÇÃO DE REDE – SISTEMAS DE VILAR, AVELAR E SÃO SEBASTIÃO EM CABREIRO E DE LOMBADINHA EM GONDORIZ – CONSTRUÇÃO DE RESERVATÓRIOS E REDES DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA: foi autorizada a liberação da caução no montante de € 37 428,54 equivalente a 75% da caução retida.

APOIOS

Foi deliberado apoiar a Paróquia de Santa Maria de Oliveira, no valor de 500,00 €, para a realização da Feira do Gado que vai realizar-se no dia 12 de março, integrada nas Festas de Nª. Srª. das Boas Novas, naquela freguesia.

Foi deliberado apoiar a Incubo – Incubadora de Iniciativas Empresariais Inovadoras em 39.996,22 € com o objetivo de saldar os compromissos financeiros que advém do empréstimo contratado para construir as instalações onde são prestados os serviços de incubação e acolhimento de empresas, à semelhança do ocorrido nos anos anteriores.

REQUALIFICAÇÃO DE ACESSO PÚBLICO EM VALVERDE: foi autorizada a abertura de procedimento de Ajuste Direto com vista à realização dos trabalhos pelo valor base de 13.845,00 euros (+IVA).

ABERTURA DE PROCEDIMENTO – DIAGNOSTICO ENERGÉTICO – ILUMINAÇÃO PUBLICA E DE EXTERIOR: foi deliberado autorizar a abertura de um procedimento, para o seu fornecimento pelo valor Base de 8.000,00 euros, sem iva.

ABERTURA DE PROCEDIMENTO CONCURSAL PARA AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS PARA ELABORAÇÃO DE PROJETO DE EXECUÇÃO DE AMPLIAÇÃO DA REDE DE SANEAMENTO BÁSICO A GIELA (SECAS - ROCHINA): foi deliberado autorizar a abertura de procedimento concursal por AJUSTE DIRETO com consulta a 3 empresas da especialidade, de acordo com o disposto no nº 1 e 4 do artigo 20º do Decreto-lei n.º 18/2008, de 29/01, que aprova o CCP, estimando-se o valor dos honorários em 8.500,00€.

Caminho de Ligação da Devesa à Capela – Vilafonche: foi autorizada a liberação de 100% da caução total, por terem decorrido 5 anos completos desde a receção provisória.

Rotunda na Rua Dr. Joaquim Carlos Cunha Cerqueira: Foi autorizada a liberação de 30% da caução total, por terem decorrido 1 ano completo desde a recção provisória.

Pedido de prorrogação de prazo da empreitada de "construção das instalações sanitárias de apoio ao campo da feira e cemitério do Soajo" – foi a prorrogação do prazo a título GRACIOSO por 45 dias, isto é, até 26 de fevereiro de 2016, sem direito a revisão de preços durante este período.

EXPANSÃO DA REDE DE ECOVIAS DA CIM ALTO MINHO – ARCOS DE VALDEVEZ: foi autorizada a liberação da caução no montante de € 7 132,02 equivalente a 30% da caução retida.

CONSTRUÇÃO DE MURO DE VEDAÇÃO - CAMINHO DOS PORTAIS – SOUTO – AUTO DE RECEÇÃO: foi aprovado o auto de receção provisória da empreitada em epígrafe, adjudicada à firma Habimonção Construções, Ldª, de Monção.

LISTA DE FORNECEDORES DE BENS E SERVIÇOS DO MUNICÍPIO:- foi aprovada a Lista de Fornecedores de Bens e Serviços do Município de Arcos de Valdevez para 2016.

INSTALAÇÃO E EXPLORAÇÃO DE UM QUIOSQUE:- foi deliberado autorizar a abertura de concurso público para o contrato de concessão de uso privativo para a instalação e exploração de um quiosque amovível destinado ao exercício da atividade de restauração e /ou de bebidas não sedentária, no Largo Augusto Cristina.

DIVISÃO ADMINISTRATIVA E FINANCEIRA - Autorização genérica da Câmara Municipal para a celebração de contratos de aquisição de serviços com dispensa de parecer prévio para o ano de 2016: foi aprovada a proposta para conceder autorização genérica para a celebração de contratos de aquisições de serviços necessários ao normal funcionamento dos serviços com dispensa do parecer prévio, nos casos seguintes:

  1. a) Contratos de aquisição de serviços cujo procedimento legalmente adoptado seja o do ajuste direto em regime simplificado, nos termos do artigo 128º do Código dos Contratos Públicos, isto é, até ao limite máximo de € 5000;
  2. b) Cujo objeto se enquadre numas das seguintes classificações económicas: 020202 - Limpeza e higiene; 020203 - Conservação de bens; 020209 - Comunicações; 020210 – Transportes; 020211 – Representação dos serviços; 020212 – Seguros; 020213 - Deslocações e estadas; 020214 – Estudos, pareceres, projetos e consultadoria; 020215 – Formação; 020216 - Seminários, exposições e similares; 020217 – Publicidade; 020218 - Vigilância e segurança; 020219 - Assistência técnica; 02022001 – Trabalhos especializados de cariz cultural; 02022099 - Outros trabalhos especializados; 02022599 – Outros serviços.

RENOVAÇÃO DO CONTRATO ADMINISTRATIVO DE “PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA EM MATÉRIA DE SEGUROS/CORRETAGEM” : foi deliberado emitir parecer favorável à renovação do contrato de prestação de serviços de consultoria em matéria de seguros/corretagem, celebrado em 5 de novembro de 2014, com a sociedade anónima “Sabseg – Mediação de Seguros, SA, de Braga.

VIZELA APRESENTA "MITOS E VERDADES SOBRE A ALIMENTAÇÃO"

Workshop “Mitos e verdades sobre a alimentação” registou casa cheia no Espaço Jovem de Vizela

Mais de duas dezenas de pessoas marcaram presença no Espaço Jovem na tarde do dia 10 de fevereiro para participar no Workshop “Mitos e verdades sobre a alimentação”.

whorkshop alimentação 1

A atividade, que teve como objetivo a desmistificação de alguns juízos sobre a alimentação, foi bastante participada e dinâmica, com um público interventivo que colocou questões pertinentes à nutricionista Diana Martins, dinamizadora do evento.

Pelo sucesso da iniciativa e pelo interesse suscitado na população, a Câmara Municipal de Vizela irá dar continuidade a este projeto com a realização de um ciclo de workshops sobre alimentação.

Em breve surgirão novidades.

AUTARQUIA MONÇANENSE APOIA ASSOCIAÇÕES NAS DESPESAS DE FUNCIONAMENTO, REALIZAÇÃO DE EVENTOS E TRANSPORTES

Dotações financeiras, que serão objeto de protocolo de colaboração, tiveram em conta o mérito e interesse público da atividade desenvolvida, bem como critérios de natureza quantitativa e qualitativa. As associações beneficiadas devem ter a sua situação tributária e contributiva regularizada e, após a realização de cada evento, a obrigatoriedade de entregar um relatório final que servirá como barómetro para apoios futuros. Valor global situa-se em 596.578,00 €.

Concertinas

O Executivo Municipal de Monção aprovou, na última reunião camarária, o relatório final para atribuição de comparticipações às coletividades e associações do concelho para despesas de funcionamento, transporte e eventos. Globalmente, foi aprovada uma verba de 596.578,00 €.  

banda Tangil

Priorizando a relevância de cada associação, com a proteção civil à cabeça seguida das IPSS`s, coletividades desportivas, bandas musicais, ranchos folclóricos e associações culturais, recreativas e cívicas, o Municipio criou algumas regras específicas relacionadas com o mérito e interesse público da atividade desenvolvida, bem como critérios de natureza quantitativa e qualitativa.

Desportivo (Large)

Para despesas de funcionamento, os deputados aprovaram uma verba global de 478.398,00 €. Para a respetiva contratualização, cada associação deverá ter a sua situação tributária e contributiva regularizada e celebrar um protocolo de colaboração com a autarquia.

Procurando manter a responsabilidade das associações na gestão dos transportes, consta no orçamento municipal uma dotação financeira de 31.580,00 €, a título de transferências correntes, destinada a comparticipar despesas de transporte com deslocações inerentes à sua atividade.

DSC_2559 (Large)

No tocante à realização de eventos, a verba aprovada é de 86.600,00 €. As candidaturas foram apresentadas, analisadas e decididas no último trimestre do ano. Ao todo, foram apresentados 53 eventos. Destes, foram comparticipados 40. No final de cada evento, as associações tem de entregar um relatório final que servirá como barómetro para avaliar as candidaturas deste ano.

Para o presidente da Câmara Municipal de Monção, Augusto de Oliveira Domingues, estes apoios constituem uma mais-valia para o forte movimento associativo local, revelando-se como “um grito a favor do mundo rural e contra a desertificação das aldeias”.

DSC_2943 (Large)

“As regras são apertadas e os critérios rigorosos. Não brincamos com os dinheiros públicos. Se a ideia é boa e tem sustentabilidade, podem contar connosco. De outra forma, não. Rejeitamos 25 por cento das candidaturas apresentadas para realização de eventos, o que revela o rigor que colocamos na escolha” adiantou.

A este montante, junta-se uma dotação financeira de 200.000,00 €, inscrita no orçamento deste ano, para despesas com projetos de investimento. Refira-se que as candidaturas referentes ao último ano, lançadas no mês de setembro com o valor global de 400.000,00 €, encontram-se em fase de formalização/execução, tendo aplicação prática no decorrer deste ano.

gado

Maratona BTT

MUNICÍPIO DE CAMINHA QUER AÇÃO SOCIAL MAIS CRITERIOSA E EQUITATIVA

A ação social nos mais diversos quadrantes é uma matéria que está na agenda diária do executivo caminhense. Submeter à próxima Assembleia Municipal de Caminha as alterações às propostas de regulamentos municipais de Emergência Social – Caminha Solidária e de Apoio à Recuperação de Habitação Degradada no Concelho de Caminha são os próximos passos do executivo nesta matéria. Os projetos de regulamentos em análise são, do ponto de vista social, documentos que permitem uma atribuição mais criteriosa e mais equitativa.

De acordo com o Serviço de Ação Social do Município, o Programa de Emergência Social - Caminha Solidária, a vigorar desde junho de 2013, não estava a ser implementado da forma mais adequada. Por um lado, estava a responsabilizar de forma excessiva a Câmara Municipal na atribuição de apoios económicos em detrimento dos Serviços da Segurança Social. E, por outro, concluiu-se que houve um número elevado de agregados familiares que acedeu ao Programa Caminha Solidária de forma reiterada, criando dependência ao Programa e desvirtuando o conceito de emergência social. Neste sentido, a Câmara considerou necessário rever o Programa e adaptá-lo para apoios de caráter pontual em situação de emergência social. É de salientar que as situações não abrangidas por este programa podem ser asseguradas pelas restantes respostas sociais existentes nos diferentes serviços do concelho.

As alterações mais significativas ao projeto de regulamento são: as condições de atribuição, isto é, o rendimento per capita do agregado familiar passa de 20 % para 10 % do salário mínimo nacional, de forma a abranger as famílias em maior situação de fragilidade económica e social; a tipologia dos apoios; o montante do apoio para pagamento de renda e os valores de referência das despesas com água, eletricidade e gás aumentam, tendo em conta as reais necessidades das famílias. É de referir ainda que não se registam alterações nos valores anuais atribuídos para a saúde e despesas domésticas.

Tendo em conta o número de solicitações que têm surgido na Câmara Municipal, no âmbito da recuperação de habitações desprovidas de condições de habitabilidade, tornou-se necessário alterar a forma de acesso aos apoios previstos no Regulamento Municipal de Apoio à Recuperação de Habitação Degradada no Concelho de Caminha designado por Programa Caminhabita a vigorar desde 2010. De acordo com o novo projeto de regulamento, as alterações mais significativas prendem-se com os prazos de candidatura ao Programa, sendo cada processo analisado individualmente aquando a receção do mesmo e com o montante de apoio económico máximo atribuído aos agregados familiares, ou seja, passa de 30 mil euros por cada intervenção, com um limite máximo anual de 15 mil euros, para 10 mil euros por cada intervenção, com limite máximo anual a fixar nas verbas inscritas nos documentos previsionais do município.

BRAGA É CAPITAL IBERO-AMERICANA DA JUVENTUDE 2016

Município de Braga apresenta programa à comunicação social

O Município de Braga realiza amanhã a cerimónia de abertura da Capital Ibero-Americana da Juventude 2016 que terá lugar na Colunata de Eventos do Bom Jesus, em Braga, destinada a apresentar o programa aos órgãos de comunicação social.

image003

A iniciativa contará com a presença de Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, de Max Trejo, secretário-geral da OIJ e do secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Meneses.

Braga tem-se posicionado como uma Cidade de referência na área da Juventude, com políticas que visam reforçar a empregabilidade, aumentar o acesso a actividades de âmbito cultural e desportivo, assim como estimular a participação cívica dos jovens na vida pública. Reconhecendo o vasto trabalho realizado ao longo dos últimos três anos ao nível das políticas de Juventude, o título ‘Braga 2016 - Capital Ibero-americana da Juventude’ surge como um reconhecimento do sucesso da gestão governativa Autárquica nesta área.

Programa:

  • 12h00 – Chegada e recepção dos Convidados (Colunata Eventos)
  • 12h15 – Animação (Danças Ibero-americanas)
  • 12h30 – Discursos

- Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga;

- Max Trejo, secretário-geral da OIJ;

- João Meneses, secretário de Estado da Juventude e do Desporto.

  • 13h00 – Almoço
  • 14h30 – Hastear das Bandeiras
  • 15h00 – Sessão de Abertura – Aula Magna Universidade Católica Portuguesa

- Exibição de filme

- Apresentação pública do programa – Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga 

  • 15h30 – Conferência “A Juventude no Contexto Ibero-americano”

- Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga;

- Max Trejo, secretário-geral da OIJ;

- João Meneses, secretário de Estado da Juventude e do Desporto.

  • 16h30 – Coffee Break
  • 17h00 – Tomada de Posse do Conselho Nacional da Juventude