Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

PRESIDENTE DO MUNICÍPIO DE GUIMARÃES REÚNE COM MINISTRO DA ECONOMIA

ANTES DE VISITAREM DUAS EMPRESAS VIMARANENSES

Presidente da Câmara de Guimarães reúne esta quarta-feira com o Ministro da Economia

Secretário de Estado da Indústria também estará presente. De tarde, governantes visitam duas empresas vimaranenses, acompanhados pelo responsável do Município.

O Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, vai reunir-se com o Ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, durante a realização de um almoço agendado para esta quarta-feira, 20 de janeiro.

Ao início da tarde, pelas 15 horas, os governantes inauguram um novo espaço de logística da empresa têxtil “JF Almeida”, em Moreira de Cónegos, numa sessão onde marcará igualmente presença o Secretário de Estado da Indústria, João Vasconcelos.

Na visita dedicada a Guimarães, o Ministro da Economia vai ainda deslocar-se à empresa “Lameirinho - Indústria Têxtil”, em Pevidém, numa iniciativa que está programada para as 16:30 horas. De manhã, o dia será passado em Aveiro.

VILA DE BRITO RECEBE OITAVA REUNIÃO DESCENTRALIZADA DO EXECUTIVO MUNICIPAL VIMARANENSE

AGENDA DE TRABALHOS PARA O DIA 21 DE JANEIRO DE 2016

Nova edição da “Câmara Aberta” decorrerá nos “Espaços Criativos”, em Brito. De tarde, o Presidente do Município de Guimarães realiza um conjunto de visitas a instituições da vila.

Brito_Espacos_Criativos

A oitava reunião de Câmara descentralizada do Executivo Municipal de Guimarães realiza-se esta quinta-feira de manhã, 21 de janeiro, pelas 10 horas, na vila de Brito, nos Espaços Criativos, na antiga Carreira de Tiro. O encontro, agendado no âmbito da iniciativa “Câmara Aberta”, principiará com um momento musical protagonizado pela jovem Ana Dias, seguindo-se uma intervenção da Presidente de Junta de Freguesia de Brito, Fátima Saldanha.

Da ordem de trabalhos, constituída por 50 pontos, destaque para uma proposta de atribuição de subsídios às associações desportivas de Guimarães, tendo em vista a época 2015/2016. No conjunto, é atribuído um total de 580 mil euros de apoios municipais aos clubes e associações desportivas sedeadas no Município de Guimarães, acrescentado aos 200 mil euros já cabimentados, respeitante a contratos-programa anteriores para relvados sintéticos.

No final da reunião, o Presidente da Câmara Municipal de Guimarães visitará, durante a tarde, um conjunto de instituições, coletividades e associações da vila, iniciando o seu périplo pelas 14:30 horas, com uma deslocação à Escola EB1 e Jardim de Infância de Casais, seguindo-se às 15:15 horas uma visita ao Centro Social de Brito. Logo depois, às 16 horas, estará nas instalações do Brito Sport Clube e, pelas 16:45 horas, visitará a empresa “AMTROL – Alfa Metalomecânica SA”. 

Com o objetivo de descentralizar o poder e estar cada vez mais próximo dos vimaranenses, o Presidente do Município dedica, trimestralmente, um dia completo às vilas e freguesias do concelho para ouvir problemas e ideias das pessoas. As vilas de Ronfe (janeiro 2014), Caldas das Taipas (abril 2014), Pevidém (setembro 2014), São Torcato (dezembro 2014), Lordelo (março 2015) e Ponte (junho 2015) e Serzedelo (outubro 2015) receberam as primeiras sete edições desta medida de descentralização.

A Ordem de Trabalhos completa da reunião do Executivo Municipal desta quinta-feira é a seguinte:

01 - “Requalificação do Largo de Donães - Oliveira do Castelo” - Erros e Omissões

02 - Adaptação do Edifício “Casa de Donães” para sede do ACT - Adjudicação

03 - Listagem das aquisições de serviços celebradas ao abrigo da autorização genérica - 2015

04 - Informação do Diretor do DUPD relativa ao acordo de cedência celebrado entre a Câmara Municipal de Guimarães e Jorge da Silva Pinho, respeitante à área envolvente do "Moinho do Buraco", freguesias de Selho S. Jorge e Selho S. Cristóvão

05 - Aprovação da Ata da Reunião Ordinária de 7 de janeiro de 2016

06 - Freguesia de Briteiros Santa Leocádia - Alteração ao Protocolo de Atribuição de Subsídio – Ano de 2009 – Primeiro Aditamento

07 - União de Freguesias de Briteiros Santo Estêvão e Donim - Atribuição de Subsídio para obras de adaptação do antigo edifício da EB1 de Real (Briteiros Santo Estêvão)

08 - União de Freguesias de Selho S. Lourenço e Gominhães - Alteração ao Contrato de Atribuição de Subsídio – Ano de 2015 – Primeiro Aditamento

09 - Freguesia de Urgezes - Alteração ao Contrato de Atribuição de Subsídio – Segundo Aditamento - Ano de 2014 

10 - União de Freguesias de Sande Vila Nova e Sande S. Clemente - Alteração ao Contrato de Atribuição de Subsídio – Ano de 2015 – Primeiro Aditamento

11 - Freguesia de Serzedelo - Alteração ao Contrato de Atribuição de Subsídio – Ano de 2015 – Primeiro Aditamento

12 - Freguesia de Serzedelo - Alteração ao Contrato Interadministrativo de Delegação de Competências – Ano de 2015 – Primeiro Aditamento

13 - Freguesia de Prazins Santa Eufémia - Alteração ao Contrato de Atribuição de Subsídio – Ano de 2015 – Primeiro Aditamento

14 - Freguesia de Ponte - Alteração ao Contrato de Atribuição de Subsídio – Ano de 2015 – Primeiro Aditamento

15 - Freguesia de Pinheiro - Alteração ao Contrato de Atribuição de Subsídio – Ano de 2015 – Primeiro Aditamento

16 - Freguesia de Aldão - Alteração ao Contrato de Atribuição de Subsídio – Ano de – Primeiro Aditamento

17 - Freguesia de Selho S. Jorge - Alteração ao Contrato de Atribuição de Subsídio – Ano de 2015 – Primeiro Aditamento

18 - Freguesia de Selho S. Jorge - Alteração ao Contrato Interadministrativo de Delegação de Competências – Ano de 2015 – Primeiro Aditamento

19 - Freguesia de Infantas - Alteração ao Contrato Interadministrativo de Delegação de Competências – Ano de 2015 – Primeiro Aditamento

20 - Freguesia de Caldelas - Alteração ao Contrato Interadministrativo de Delegação de Competências – Ano de 2015 – Primeiro Aditamento

21 - União de Freguesias de Atães e Rendufe - Alteração ao Contrato Interadministrativo de Delegação de Competência – Ano de 2015 – Primeiro Aditamento

22 - União de Freguesias de Atães e Rendufe - Alteração ao Contrato de Atribuição de Subsídio – Ano de 2014 – Segundo Aditamento

23 - União de Freguesias de Atães e Rendufe - Alteração ao Contrato Interadministrativo de Delegação de Competências – Ano de 2014 – Segundo Aditamento

24 - Despesa plurianual no âmbito do protocolo com a Administração Regional de Saúde do Norte – Projeto Autoestima 2015 e 2016

25 - Protocolo de Colaboração entre a Câmara Municipal de Guimarães, Universidade do Minho e Expertissues (Agrupamento Europeu de Interesse Económico) 

26 - Acordo de Cooperação para o Plano de Ação do Município de Guimarães para o Acolhimento de Pessoas com Necessidade de Proteção Internacional – ‘Guimarães Acolhe’

27 - Autorização Genérica para Celebração de Contratos de Aquisição de Serviços

28 - Aquisição de serviços de segurança e vigilância nas instalações e equipamentos da portaria do Mercado Municipal - Ratificação

29 - Procedimento Disciplinar nº 4-2015

30 - Orçamento de despesas com pessoal. Repartição de encargos

31 - Procedimento concursal para recrutamento de um assistente operacional (jardineiro)

32 - Procedimento disciplinar nº 3/2015

33 - Cedência de transporte à Taipas Turitermas, C.I.P.R.L.

34 - Transferência de Verbas para o Ano 2016 - Associação de Municípios do Vale do Ave

35 - Águas do Norte SA - Opção de Venda de Participações Sociais

36 - Transferência de Verbas para o Ano 2016 - CIM do Ave

37 - Alteração de trânsito na Rua da Costa, na freguesia de Lordelo.

38 - Aprovação de candidatura para Concessão de Benefícios Tributários Municipais 

39 - Realização do 4º Fórum Anual de Graduados no Estrangeiro (GRAPE) - Concessão de apoio

40 - Cedência de transporte ao Infantário Nuno Simões.

41 - Proposta Parceria ABAE 2016 - Programa Eco-Escolas

42 - Atribuição de Apoios a Estratos Sociais Desfavorecidos - Ratificação dos Apoios Concedidos por Conta do Fundo de Maneio DEZEMBRO 2015 

43 - Cedência de transporte para a Santa Casa da Misericórdia de Guimarães.

44 - Cedência de transporte à CASFIG.

45 - Cedência de transporte ao Centro social Paroquial de Vila Nova de Sande.

46 - Centro Condense de Apoio Social – Subsídio para Comparticipação nas despesas com o projeto do edifício destinado a Centro Social, Centro de Dia, Lar e Apoio Domiciliário

47 - Atribuição de um troféu para o concurso de gado bovino das Festas de St.º Amaro.

48 - Subsídios às Associações Desportivas de Guimarães - época desportiva 2015/2016.

49 - Agrupamento de Escuteiros N. 884 de Nespereira – Subsídio para Reabilitação da Sede do Agrupamento 

50 - Aprovação da Ata em Minuta  

Ligação para transferência dos documentos que serão apreciados na Reunião de Câmara (21.01.2016): http://we.tl/kdTOeZDkLf(link disponível até 26 de janeiro 2016)

CABECEIRAS DE BASTO CELEBRA EM GONDIÃES FESTA DAS PAPAS EM HONRA DE S. SEBASTIÃO

A aldeia serrana de Gondiães, no concelho de Cabeceiras de Basto, prepara-se para acolher amanhã, dia 20 de janeiro, a afamada Festa das Papas em honra de S. Sebastião – ‘advogado da fome, da peste e da guerra’ – que é realizada de uma forma alternada ora em Gondiães, em anos pares, ora no Samão, em anos ímpares. Uma tradicional e peculiar romaria minhota que atrai milhares de visitantes à Serra da Cabreira.

Gondiães celebra Festa das Papas em honra de S. S

Neste dia de festa comem-se as papas, a broa, o toucinho e bebe-se o vinho, produtos que antes são benzidos na Casa do Santo, seguindo posteriormente em forma de procissão para o local do repasto, ao longo do qual se colocam toalhas de linho e sobre as quais se distribuem os alimentos. A distribuição das papas, do pão, da carne e do vinho é feita com uma vara de madeira, que vai marcando o espaço ao longo de dezenas de metros desta ‘mesa’ improvisada onde se vão colocando ao alimentos e se vão distribuindo os comensais.

Terminada a refeição, algumas das pessoas levam consigo os pedaços de broa que lhes coube para guardarem durante alguns dias, porque acreditam na afamada ‘mezinha’ que existe no pão que foi benzido. Até há quem acredite que a broa nunca ganhará bolor e que serve de remédio para as doenças que afetam as pessoas e os animais.

Gondiães celebra Festa das Papas em honra de S. S

Reza a lenda local que na Idade Média os povos daquelas serras foram assolados por uma grande peste que atingiu humanos e animais. Para se verem livres desta doença, os povos das montanhas recorreram a S. Sebastião. O que o povo tinha de melhor naquela época era o pão, o vinho e a carne de porco. Então, como forma de gratidão, as pessoas prometeram que daí em diante, todos os anos, se faria esta festa e se ofereceria o que de melhor o povo tinha, ou seja, o pão, o vinho e a carne, a todos quantos ali se deslocassem para honrar o santo.

Por isso, todos os anos, no dia 20 de janeiro – Dia de S. Sebastião – a promessa feita a este santo renova-se e a festa repete-se.

Os preparativos começam uma semana antes. O pão é confecionado e cozido pelas mulheres da aldeia para que no dia de S. Sebastião os produtos sejam benzidos e oferecidos a todos os que se deslocarem à aldeia para honrar o padroeiro.

As papas são feitas pelos homens e podem comer-se quentes ou frias. A carne de porco é servida em pratos de barro e o vinho verde da região bebe-se nas tradicionais malgas de barro.

Gondiães aguarda, assim, à semelhança dos anos anteriores, milhares de romeiros que sobem a serra para venerar S. Sebastião.

Gondiães celebra Festa das Papas em honra de S. S

MONÇÃO VALORIZA PÓLO EMPRESARIAL DA LAGOA

Pórtico garante mais visibilidade ao loteamento empresarial que conta com várias empresas portuguesas e espanholas, rede de fibra ótica e lotes a preços acessíveis. Outros fatores de atração junto dos investidores relacionam-se com a proximidade ao porto de mar de Vigo e a isenção de derrama (lucro tributável das empresas).

Com o propósito de garantir mais visibilidade e maior atratividade do Pólo Empresarial da Lagoa, a Câmara Municipal de Monção procedeu à colocação de um pórtico identificativo à entrada daquela zona empresarial. Adjudicado por 26.526,72 €, encontra-se praticamente concluído.

A estrutura, junto à rotunda de acesso, chama a atenção para quem circula na Estrada Nacional 101 e constitui uma referência para quem pretenda deslocar-se ao Pólo Empresarial da Lagoa. Além do logotipo da autarquia, o pórtico será preenchido com o nome das empresas situadas naquele loteamento empresarial.

A instalação do pórtico é parte integrante de uma estratégia global que a autarquia monçanense tem pensada para a dinamização do Pólo Empresarial da Lagoa e para toda a chamada zona mista que junta empresas, serviços, comércios e habitação.

Neste capítulo, engloba-se a instalação da rede de fibra ótica em toda a área empresarial, a qual potencia e otimiza a funcionalidade das empresas, bem como algumas intervenções físicas futuras que visam assegurar maior dinamismo e capacidade de atração junto dos empresários.

No Pólo Empresarial da Lagoa, localizado na freguesia urbana de Cortes, sensivelmente a três quilómetros do centro histórico de Monção e da ponte internacional que liga Monção a Salvaterra de Miño, estão instaladas várias empresas portuguesas e espanholas.

Entre as atividades desenvolvidas naquele espaço, contam-se a construção de embarcações de desporto e lazer, recuperadores de calor para uso doméstico e caldeiras para aquecimento central, fabricação de portas e janelas em PVC, componentes metálicos para automóveis e artigos de granito e de rochas.

A situação geográfica privilegiada do concelho, proximidade à fronteira e ao porto de mar de vigo, 35 quilómetros, é um motivo de atratividade empresarial. Outros relacionam-se com os incentivos fiscais do município, ausência de imposto sobre os lucros das empresas (derrama), e a comercialização de lotes a preços favoráveis.

VALENÇA MELHORA ESTRADAS DO CONCELHO

Valença Continua a Melhorar Estradas. 438 mil euros para melhorar segurança e qualidade

A Câmara Municipal de Valença vai avançar com mais 11 intervenções de repavimentação e saneamento, em oito freguesias do concelho, num investimento de 438 mil euros.

As intervenções, a avançar em breve, pretendem solucionar os problemas mais urgentes que, neste momento, afetam o sistema rodoviário de Valença. Estradas que se encontravam esburacadas e em mal estado de conservação, algumas já com mais de 20 anos de utilização, serão recuperadas e ganharão mais segurança.

As intervenções estão programadas para as freguesias da Silva, Arão, Cerdal, Verdoejo, Gandra, São Julião, São Pedro da Torre e Ganfei.

Na freguesia da Silva será intervencionada a estrada da Madorra ao Barreiro.

Em Arão serão alvo de intervenções a estrada do Arrequeixo ao Cemitério e a Travessa do Eido de Cima.

Em Cerdal está programada a requalificação da estrada municipal de Bogim a Tarouba.

Na freguesia de Verdoejo está programada uma intervenção na rua do Eido Novo.

Na freguesia de Gandra estão previstas intervenções na estrada do Tuido, na estrada do Alto Pinheiro e na estrada de ligação da EN 13 ao Largo dos Vianas.

Em São Julião programa-se uma intervenção no Caminho da Costa.

Na freguesia de São Pedro da Torre está programada a requalificação da estrada da Telheira, nas traseiras do campo de futebol.

Em Ganfei programa-se a requalificação da estrada da Tola Grande.

Para além das obras de repavimentação a Câmara Municipal vai aproveitar para ampliar a rede de saneamento, nomeadamente nas obras a realizar na estrada do Alto Pinheiro, em Gandra, na estrada da Telheira, nas traseiras do campo de futebol em São Pedro da Torre e na estrada da Tola Grande em Ganfei.

Este conjunto de intervenções enquadra-se no Plano Municipal de requalificação de estradas que nos últimos anos tem atuado, por todo o concelho, recuperando as vias que o tempo e o uso vão degradando.

VALENÇA CANDIDATA FORTALEZA A PATRIMÓNIO DA HUMANIDADE

Candidatura a Património Mundial da Fortaleza de Valença, Ganha Força

A Câmara Municipal de Valença apresentou a candidatura das “Fortalezas Abaluartadas da Raia” a Património da Humanidade, à Comissão Portuguesa da UNESCO, na segunda-feira, 18 de janeiro, em conjunto com Marvão, Almeida e Elvas.

A candidatura apresentada é em serie. Este novo modelo de candidatura, focado nos sistemas defensivos abaluartados de fronteira, único à escala mundial, segue as orientações sugeridas pela UNESCO, apresenta-se com um carácter de maior excecionalidade e vem dar mais força à candidatura da Fortaleza de Valença e dos restantes parceiros.

Este novo enquadramento, foca-se no Sistema Defensivo das Fortalezas Abaluartadas da Raia Luso-Espanhola, a cultura raiana e a localização num espaço que confina uma das linhas de fronteira mais antigas do mundo.

Foi com este argumento que os municípios proponentes solicitaram à Comissão Nacional da UNESCO a inclusão das Fortalezas Abaluartadas da Raia na Lista Indicativa de Portugal, passo obrigatório para a obtenção da classificação - Património Mundial da UNESCO.

Os representantes dos quatro municípios declararam o "alto interesse cultural que representa, para o País e para a Humanidade, o futuro reconhecimento internacional de um património ímpar no contexto da civilização europeia", como "exemplares únicos da arquitetura militar dos séculos XVII e XVIII, a par do valor intangível da Paz e do relacionamento entre os Povos".

Os municípios proponentes vão desenvolver, a partir de agora, o dossier conjunto de candidatura, tendo por base os trabalhos já realizados pelos municípios e com o aporte cientifico de várias entidades.

MUNICÍPIO ARCUENSE APRESENTA PLANO DE ANIMAÇÃO PARA 2016

O Vereador da Câmara Municipal Olegário Gonçalves reuniu recentemente com o setor da restauração, hotelaria e de animação turística do concelho para fazer a apresentação do plano de atividades anual, bem como sugerir contributos por parte dos mesmos no âmbito da sua organização e programação.

apresentacao_animacao_2016 (3)

Nesta reunião foram abordadas as datas dos ciclos gastronómicos, nomeadamente o dos rojões e das Papas de Sarrabulho, que decorre já no próximo fim de semana, dias 23 e 24 de janeiro, bem como apresentado o respetivo programa.

Foram também focadas as datas das feiras e de vários eventos desportivos, bem como apresentado o programa do Carnaval, o qual decorre de 5 a 9 de Fevereiro.

De realçar que no dia 5, sexta-feira, pelas 10h00, decorre o Cortejo carnavalesco dos Agrupamentos Escolares e Jardins de Infância; no dia 6, sábado, pelas 21h00, a atuação de rusgas do concelho, com porco no espeto e vinho verde, bem como a atuação do duo musical Carlos Rodrigues e Isaura às 23h00; o domingo será dedicado aos seniores com um baile na discoteca Azenha pelas 15h00. Na segunda, dia 8, terá lugar o baile de máscaras com o grupo Microsom, pelas 22h00, e na terça, pelas 15h30, sairá à rua o grande Cortejo Carnavalesco, com concentração no Parque de Estacionamento junto ao Pavilhão Desportivo Municipal. Após o desfile terá lugar o baile de Carnaval com o Conjunto Curtisom.

O Corso carnavalesco de Arcos de Valdevez é dos maiores do Norte e este ano a organização pretende atingir os 2000 figurantes. Para isso está a ser mobilizado o movimento associativo, as IPSS’s, as Escolas e o público em geral.

Neste encontro também foi apresentado pelo Motoclube de Arcos de Valdevez a XVIII edição do Arcos TT, a decorrer no próximo dia 12 de Março.

O Arcos TT surgiu por brincadeira em 2009 e é hoje o evento de maior referência nacional, e um dos mais importantes a nível internacional, no que diz respeito a passeios de motos de todo-o-terreno de 2 e 4 rodas, trazendo até Arcos de Valdevez participantes de 16 países.

No ano passado participaram cerca de mil amantes da modalidade que vieram pelos trilhos, pela beleza paisagística, pelo convívio e ainda pela gastronomia.

O evento gera uma grande movimentação na Vila e assume uma grande importância para o concelho tanto a nível turístico como económico, pois nos dias antes, durante e após a sua realização, há uma maior dinâmica ao nível da restauração, alojamento e comércio.

Neste sentido, a organização apelou à restauração e hotelaria para elaborar em conjunto uma brochura com os dados de todos os restaurantes e alojamento existente em Arcos de Valdevez para facultar aos participantes, aquando da realização da próxima prova, facilitando assim o fornecimento da informação às centenas de pessoas que por cá passarão.

Estas reuniões servem para gerar dinâmica em torno das iniciativas e ouvir contributos de forma a melhorá-las cada vez mais, indo ao encontro da perspetiva da população.

apresentacao_animacao_2016 (1)

FESTIVAL HOLANDÊS EUROSONIC’S CONVIDA GNRATION

Festival Eurosonic’16, em Groningen: gnration é exemplo europeu de boas práticas de programação cultural

O reputado festival holandês ´Eurosonic Noorderslag´ convidou o gnration para estar presente no evento por considerar a estrutura Bracarense um exemplo europeu em políticas de programação cultural.

O Festival, uma das maiores iniciativas em solo europeu na área da indústria musical, decorreu na passada semana em Groningen. A plataforma profissional de promoção europeia, que cumpriu este ano a sua trigésima edição, desafiou o gnration a integrar uma conferência sobre o impacto das cidades no desenvolvimento da indústria musical.

Luís Fernandes, actual director de programação do gnration, esteve no painel que contou com a participação do vice-presidente de Groningen, Paul de Rook, assim como de representantes das cidades de Nantes (França), Aarhus (Dinamarca) e Londres (Reino Unido). Entre as temáticas abordadas estiveram a capacidade das políticas culturais em influenciar o meio artístico envolvente e os factores de diferenciação das cidades periféricas em contextos de programação cultural.

O convite para estar presente no Festival é, assim, o reconhecimento do trabalho desenvolvido no último ano e meio pelo gnration na área cultural, com a aposta numa programação artística de elevada qualidade.

O gnration arrancou no último fim-de-semana com lotação esgotada a programação para este ano com uma homenagem ao cineasta japonês Hayao Miyazaki, que incluía a projecção de várias obras do realizador e um filme-concerto encomendado ao músico português Noiserv.

A programação deste espaço cultural para este trimestre contará, entre outras actividades, com nomes como os portugueses HHY & The Macumbas, o conceituado duo internacional jazz composto por Chris Corsano e Joe McPhee, a vanguarda de Ben Frost, um dos nomes maiores da electrónica contemporânea, o espectáculo de comunidade Flux, levado a cabo por jovens da Escola Básica de Palmeira, e a primeira gnration club night, que receberá o conceituado produtor britânico Kode 9, o produtor português Nigga Fox, um dos nomes maiores da editora Príncipe Discos, e Consórcio, projecto comissariado pelo gnration que engloba um conjunto de artistas bracarenses na área da música electrónica.

ALUNOS DE ARCOS DE VALDEVEZ VISITAM PAÇO DE GIELA

O Paço de Giela é um dos mais importantes Monumentos Nacionais e um local de visitação obrigatório no concelho e na região. Além de procurado por turistas, surte interesse também ao nível da comunidade escolar.

alunos_visitam_paço_giela (3)

Neste sentido, de forma a dar a conhecer o espaço e enquadra-lo a nível histórico aos alunos, foram agendas visitas com o Agrupamento de Escolas de Valdevez que se prolongarão até Março. Por lá, para além de algumas turmas do Agrupamento, também passarão da EPRALIMA e do CENFIM, perfazendo um total de cerca de 900 alunos.

Desde o dia de abertura oficial ao público o Paço já recebeu mais de 6500 visitantes, consolidando assim a sua vertente de verdadeiro ex-libris turístico e histórico.

alunos_visitam_paço_giela (2)

O Paço de Giela foi alvo de um projeto de valorização específico, sendo possível uma nova fruição do monumento e a descoberta da arqueologia do concelho, do próprio Paço e do Recontro de Valdevez, que em 1140 opôs Afonso Henriques e o imperador de Leão e Castela, através das novas tecnologias.

Este Monumento nacional atrai visitantes de diversas faixas etárias, nacionais e internacionais, com origens tão distintas como EUA, Espanha, França, Suíça, Canadá, Alemanha ou Reino Unido e a sua recuperação permitiu uma maior dinamização do turismo e comércio do concelho.

alunos_visitam_paço_giela (1)

alunos_visitam_paço_giela (4)

alunos_visitam_paço_giela (5)

PÓVOA DE LANHOSO REALIZA CONCURSO LITERÁRIO

Já está a decorrer o Concurso Literário António Celestino

Decorre até ao dia 29 de fevereiro, o prazo de entrega de trabalhos referentes ao Prémio Literário António Celestino, escritor da Póvoa de Lanhoso, autor de inúmeros escritos.

Criar e consolidar hábitos de leitura, fortalecer práticas de escrita criativa e valorizar a expressão literária nas camadas jovens e nos adultos, envolvendo a comunidade escolar e a população em geral, são os objetivos do Concurso Literário António Celestino, escritor nascido na Póvoa de Lanhoso (1917-2013).

Esta iniciativa é promovida pela Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, através da Biblioteca Municipal, e pela Rede de Bibliotecas Escolares da Póvoa de Lanhoso.

Os concorrentes deverão produzir um texto em prosa, original e inédito, em língua portuguesa, sobre o tema “O feminino…”, e os trabalhos deverão ser entregues junto de qualquer das Bibliotecas promotoras (Biblioteca Municipal, na Casa da Botica; Agrupamento de Escolas Gonçalo Sampaio; e Agrupamento de Escolas da Póvoa de Lanhoso).

Na edição de 2016, o Regulamento prevê algumas alterações, respeitantes, por exemplo, às categorias previstas.

Assim, este ano, são cinco os escalões: A – alunos do 3º e 4º anos de escolaridade – 1º ciclo; B – alunos do 5º e 6º anos de escolaridade – 2º ciclo; C – alunos do 7º, 8º e 9º anos de escolaridade – 3º ciclo; D – alunos do 10º, 11º e 12º anos de escolaridade – ensino secundário; E – público em geral (residentes no concelho da Póvoa de Lanhoso).

Os vencedores serão conhecidos durante a realização de duas cerimónias (uma para os escalões A, B e C e outra para os escalões D e E) a realizar no Dia Mundial do Livro, a 23 de abril de 2016, no Theatro Club.

Os trabalhos serão apreciados e seriados por um júri e os vencedores de cada escalão irão receber prémios pecuniários.

O “Concurso Literário António Celestino” tem um Regulamento próprio que deverá ser consultado.

António Celestino é autor de obras como “Gentes da Terra”, prefaciada por Jorge Amado, “Antigamente era san johan de rei”, “…às vezes fico pensando se isto será poesia”, “Contos (mal) falados”, “Poemas de cera perdida” e “Contos em forma de cereja”. Em 2006, publicou as suas memórias: “uma vida em si menor”. Muito jovem emigrou para o Brasil.

Comendador da Ordem do Infante Dom Henrique, Grande Oficial da Ordem de Benemerência, Medalha de Mérito Cultural Castro Alves, Cidadão Honorário da Cidade de Salvador, Curador da Fundação do Infante Dom Henrique, Conselheiro da União das Comunidades Portuguesas, Membro da Academia de Letras da Bahia e Sócio Honorário da Sociedade Santa Cruz e do Terreiro de Candomblé Axé Apó Afonjá.

Era de S. João de Rei, onde veio passar seus últimos anos, na companhia de sua esposa, Sãozinha.

Deu-nos o prazer da sua existência entre 24 de maio de 1917 e 21 de abril de 2013.

SUB-18 DO CRAV FRENTE A FRENTE COM O DIREITO

Os sub-18 do CRAV receberam, no dia 16 de janeiro, o GD Direito, que se encontra atualmente em primeiro lugar do grupo.

A equipa da casa estava preparada para um jogo muito difícil, mas iria fazer tudo o que estivesse ao alcance para contrariar o favoritismo dos visitantes. No entanto, o domínio por parte da equipa adversária foi total, tendo o CRAV se esforçado, e muito, para que o resultado não fosse avassalador.

O Direito viria a ganhar o encontro por 0-50, reforçando assim a liderança do grupo.

No final do jogo o diretor de equipa do CRAV, José Cerqueira, salientou que o resultado não é de todo significativo referente ao esforço e disputa de bola em campo. “Quando se joga contra uma equipa de um nível superior, com muita mais experiência que a nossa, somente temos que aprender e desenvolver o nosso rugby, para um dia podermos disputar de igual para igual, contra as equipas de topo e hoje demonstramos isso”, relatou o diretor arcuense.

No próximo fim-de-semana, os sub-18 deslocam-se a Lisboapara disputar mais uma jornada do campeonato nacional, contra o CDUL.

Sub-16 DO CRAV VENCEM 3º JOGO CONSECUTIVO

No passado sábado, dia 16 de janeiro, os sub-16 do CRAV receberam e venceramo Braga Rugby por uns claros 85-05, conseguindo assim a sua 3.ª vitória consecutiva, em outras tantas jornadas desta fase do campeonato sub-16 Norte/Centro. Com esta vitória o CRAV isola-se no 1.º lugar do grupo com 17 pontos, seguido pela Agrária de Coimbra com 15 pontos.

Pelo CRAV, jogaram e marcaram:Rui Alves; André Esteves; José Pedro Pereira; Raoul Gomes; Samuel Barros (15); Gil Machado; Sérgio Castro (5); Pedro Amorim (10); João Serôdio (5); Eduardo Fernandes (20); Gonçalo Barbosa; João Sousa (5); Henrique Calheiros (25); Mickael Canossa; Diogo Ferreira; André Soares; Alexandre Veloso; Miguel Sá; Nuno Rodrigues e Nuno Leitão.

Treinadores: Eduardo Gameiro; Miguel Azevedo e Sam Steventon.

CRAV FORMAÇÃO NO CONVÍVIO DE BRAGA

No dia 17 de janeiro, disputou-se em Braga, no campo da Caseta em Nogueira, mais uma jornada do torneio regional de sub-8, sub-10 e sub-12 da zona Norte, onde o CRAV se fez representar com uma equipa de cada escalão. Contrariamente ao que veio acontecendo no resto da época, desta vez as condições atmosféricas condicionaram fortemente o evento, por causa da chuva forte que inclusive chegou a interromper os jogos.

Contudo, e como vem sendo habitual, não foi isso que fez diminuir o entusiasmo dos atletas, treinadores e pais que até aí se deslocaram, que interpretaram da melhor forma o espírito do rugby. Foi num ambiente de são desportivismo que todos os jogos se desenrolaram, com vitórias e derrotas de toda a gente. Com efeito, e como é habitual neste tipo de convívio, não há classificações, o que relegou para segundo plano as questões competitivas. Aprender a ganhar e saber perder continuam a ser as divisas desta modalidade, que vem conquistando um público entusiástico e fiel.

Para a posteridade, ficam aqui os nomes dos jovens que vestiram a camisola do CRAV no convívio de Braga.

Sub-8 e sub-10: Leonor, Ana Catarina, Eva, André, Afonso, Rodrigo, Gabriel, Maria Emília, João Pedro, Francisco, Pedro, Afonso Gameiro, Hélder, Márcia, Diogo, Francisca e David.

Treinador: Luiz Carlos Brito.

Sub-12:João David, Jorge, Ricardo, Marine, Daniela, Diogo, Vasco, Tomás, Guilherme e Carine.

Treinador: Carlos Lobo

CRAV ACOLHE 1ª ELIMINATÓRIA DA TAÇA DE PORTUGAL FEMININA

Arcuenses Classificaram-se em 3º Lugar

No dia 16 de janeiro, o Estádio Municipal de Rugby foi palco da 1ª eliminatória inter-regional norte/centro da Taça de Portugal Feminina. O torneio contou com a participação de cinco equipas, nomeadamente CRAV, Braga, Porto, Tondela e Agrária de Coimbra.

No sistema de todos contra todos, a equipa feminina começou por enfrentar a congénere de Tondela. Neste desafio as arcuenses sentiram algumas dificuldades frente às adversárias que se mostraram mais fortes física e tecnicamente.

No segundo desafio da tarde, o CRAV venceu o Braga, conseguindo manter o domínio de jogo durante todo o encontro.

De seguida, as jogadoras da casa estiveram frente a frente com as equipas do Porto e Agrária de Coimbra, somando dois importantes empates.

Com estes desfechos, a equipa feminina do CRAV conquistou o 3º lugar nesta 1ª eliminatória da Taça de Portugal. A 2ª e última eliminatória terá lugar na Bairrada, no dia 7 de fevereiro.

PÓVOA DE LANHOSO REALIZA WORKSHOP "DA TRADIÇÃO À INOVAÇÃO"

Workshop "Da Tradição à Inovação", no dia 20, às 17h30, no Centro Interpretativo Maria da Fonte

"Da Tradição à Inovação" é como se designa o workshop que o projeto Social Angels - Comunidade Empreendedora promove na próxima quarta-feira, dia 20 de janeiro, pelas 17h30, no Centro Interpretativo Maria da Fonte, na Póvoa de Lanhoso.

Este momento contará com a presença de convidados das áreas da Cultura, Turismo, Património, Design e Marketing com o objetivo de, em conjunto, esta Comunidade identificar elementos identitários que contribuam para a criação de uma identidade e imagem de marca da Comunidade Empreendedora Social Angels, que ancore a sua futura projeção e dos empreendedores a ela associados.

Entre os convidados, marcarão presença o historiador José Abílio Coelho, o CEO e fundador da empresa H2com, Carlos Alberto Cardoso, e o designer Ricardo Magalhães.

O Social Angels – Comunidade Empreendedora pretende captar o espírito empreendedor e inovador do território através da criação de uma comunidade empreendedora com a participação de múltiplos agentes na construção de projetos facilitadores da empregabilidade jovem.

Trata-se de um projeto cofinanciado pelo Programa Cidadania Ativa - EEA Grants - Fundação Calouste Gulbenkian, que será desenvolvido até março de 2016, pela Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, enquanto entidade parceira, e pela Sol do Ave – Associação para o Desenvolvimento Integrado do Vale do Ave, enquanto entidade promotora.

BARCELOS REALIZA GALA DO GALO

III Gala do Galo promete encher Pavilhão Municipal realiza-se no Sábado, 23 de janeiro, às 21h, no Pavilhão Municipal de Barcelos

A 3ª edição da Gala do Galo realiza-se no próximo sábado, dia 23 de janeiro, às 21h, no Pavilhão Municipal de Barcelos. É um festival de patinagem artística que tem como objetivo dar a conhecer o trabalho do Clube Cávado Patinagem Artística e promover o convívio entre os vários clubes da modalidade para além da vertente competitiva.

São catorze os clubes convidados provenientes de várias zonas do país, num total de 250 atletas, numa iniciativa do Clube Cávado Patinagem Artística, com o apoio da Câmara Municipal de Barcelos.

O espetáculo contará com vinte e cinco atuações, entre esquemas de grupo, solo dance e livres e a participação de nomes consagrados da patinagem artística, com vitórias a nível nacional, europeu e mundial: Ricardo Pinto, Ana e Pedro Walgode, Diogo Silva e Beatriz Silva. Jovens com idades compreendidas entre os 4 e os 22 anos, irão rodopiar, deslizar e brilhar num Pavilhão que dispensa apresentações.

Mais uma vez, Barcelos mostra o que tem de melhor! A arte saída dos movimentos, dos patins, dos braços e dos pés dos patinadores.

PRESIDENTE DO MUNICÍPIO CAMINHENSE VAI PROPOR AO EXECUTIVOPROLONGAMENTO DA ISENÇÃO DE 50% DAS TARIFAS DA LIGAÇÃOÀ REDE DE SANEAMENTO

Esta medida abrange todas as freguesias do concelho

Na próxima reunião de Câmara, Miguel Alves vai propor ao executivo o prolongamento da isenção de 50% das tarifas decorrentes da ligação à rede pública de drenagem de águas residuais de habitações unifamiliares em todas as freguesias do concelho, até 30 de junho. A votação estará ainda a atribuição de um subsídio ao Agrupamento de Escolas Sidónio Pais no montante de 65.497 €. A reunião de Câmara vai decorrer quarta-feira, dia 20 de janeiro, às 15 horas, no edifício dos Paços do Concelho.

Tendo em conta que o concelho conta com novas redes de drenagem de águas residuais domésticas nas freguesias de Vila Praia de Âncora, Âncora, Vile e Riba de Âncora, e que muitas famílias enfrentam dificuldades na gestão do seu orçamento familiar, Miguel Alves vai propor ao executivo o prolongamento da redução de 50% com os encargos resultantes da ligação de saneamento, em todas as freguesias do concelho servidas por rede pública de drenagem de águas residuais, incluindo as áreas contempladas com as empreitadas em curso, e desde que não possuam uma extensão superior a 20 m, até 30 de junho.

Para além da redução dos 50% com os encargos decorrentes da ligação ao saneamento, esta deliberação ainda propõe que os restantes 50% do valor em causa possam ser pagos em doze prestações mensais anexadas na fatura da água.

Esta medida visa aumentar as taxas de adesão às redes públicas, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida dos munícipes e para um concelho melhor do ponto de vista ambiental.

A ordem de trabalhos integra a atribuição de um subsídio ao Agrupamento de Escolas Sidónio Pais no montante de 65.497 €.

O executivo vai apreciar, votar e submeter à Assembleia Municipal de Caminha a renomeação do Conselho Municipal de Educação e os membros do Conselho Geral do Agrupamento de Escolas Sidónio Pais.

ARCOS DE VALDEVEZ REALIZA CURSO DE CIDADANIA

CURSO BREVE DE CIDADANIA LOCAL. 29 DE JANEIRO. AUDITÓRIO DA CASA DAS ARTES

A Câmara Municipal de Arcos de Valdevez irá promover um Curso Breve de Cidadania Local, ministrado pela AEDRL (Associação de Estudos de Direito Regional e Local) e pelo NEDAL (Núcleo de Estudos de Direito das Autarquias Locais da Universidade do Minho).

Os orientadores serão os conceituados professores universitários Prof. Doutor António Cândido de Oliveirae Prof. Doutor Joaquim Freitas Rocha; e a Mestre Bárbara Barreiros, advogada e Investigadora do NEDAL.

 

É um curso livre de educação para a cidadania que tem por objeto dar a conhecer o que é a democracia local (poder local democrático), dando particular atenção aos municípios mas também às freguesias e ainda às entidades intermunicipais e às regiões administrativas previstas na Constituição.

Destina-se aos cidadãos em geral, com especial atenção aos eleitos locais, professores e jovens.

A inscrição é gratuita, mas obrigatória.

O Curso terá lugar no Auditório da Casa das Artes Concelhias, no dia 29 de janeiro de 2016, entre as 9h00 e as 17h00.

O Programa consta do seguinte:

  1. Caraterização do município de Arcos de Valdevez;
  2. Breve história da nossa administração pública em geral e da local em especial. A consagração do poder local democrático na Constituição de 1976 e na Carta Europeia da Autonomia Local;
  3. A noção de cidadania e de democracia local. As eleições e os referendos locais. Os eleitores e a população (demografia);
  4. O Estado de Direito Democrático (direitos fundamentais e separação dos poderes);
  5. As autarquias locais (a organização democrática do Estado compreende a existência de autarquias locais: freguesias, municípios e regiões administrativas;
  6. A organização das autarquias locais (órgão deliberativo e executivo);
  7. As atribuições e competências das autarquias locais;
  8. As finanças locais e o pessoal;
  9. O controlo pelos cidadãos, o papel da oposição, a tutela administrativa e a responsabilidade dos eleitos locais;
  10. Perspetiva de outros países europeus;
  11. Conclusões.

Participantes: Número máximo de 50, selecionados de entre eleitos locais, educadores e jovens. Os participantes receberão um certificado que atesta a efetiva participação no Curso.

Presenças: Para além dos participantes poderão acompanhar o curso munícipes interessados de acordo com a capacidade da sala mediante pré-inscrição junto da Câmara Municipal.

Material de apoio: Constituição da República Portuguesa (extratos) e textos elaborados para o efeito distribuídos na ocasião, fornecidos pela AEDRL.

As inscrições poderão ser efetuadas nesta Câmara Municipal, através dos seguintes contactos:

fgsoares@cmav.pt; ebfernandes@cmav.pt.

Para efeitos de inscrição deverão ser indicados os seguintes dados:

- Nome do participante;

- Data de nascimento;

- Endereço de email;

- Morada;

- Profissão;

- Instituição/Empresa.