Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

“MEIAS CASAS” DOS PESCADORES DE CAMINHA SÃO TEMA DA TESE DE MESTRADO DA ARQUITETA CAMINHENSE RENATA MONTEIRO

Dada a importância do assunto, Miguel Alves anunciou que, no próximo ano, a propósito do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, as “meias casas” serão um tema em destaque

“A Rua e as Meias Casas de Pescadores de Caminha” foi o tema escolhido pela jovem arquiteta Renata Sousa Monteiro para a sua tese de mestrado, recentemente apresentada aos caminhenses. Com este trabalho, a autora pretende divulgar e consciencializar para a salvaguarda deste tipo de património. Miguel Alves considerou o trabalho da jovem caminhense como um grande contributo para o conhecimento e valorização do património do concelho e anunciou que, no próximo ano, a propósito do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, as “meias casas” serão um tema em evidência.

Rua Atualidade 2

Com um futuro promissor, Renata Monteiro viu o seu trabalho aprovado com 19 valores pelo júri da Escola Superior Gallaecia, onde se formou em Arquitetura e Urbanismo. Agora vai mostrar a sua investigação nas Jornadas de Património da Catalunha, em Barcelona, já no próximo mês de dezembro. Esta semana, a arquiteta apresentou o seu trabalho aos alunos de Artes Visuais, da Escola Básica e Secundária Sidónio Pais.

A Rua 1910

“A Rua e as Meias Casas de Pescadores de Caminha” sobre o património caminhense foi inicialmente apresentada, fora do meio académico, na Capela de Santa Clara, e contou com a presença de Miguel Alves, presidente da Câmara Municipal de Caminha, Miguel Gonçalves, presidente da União de Freguesias de Caminha e Vilarelho e Paulo Bento, antigo professor da autora, e de dezenas de caminhenses que quiseram ficar a conhecer um pouco mais da história e do património da sua vila.

O presidente da Câmara felicitou a jovem arquiteta pela escolha do tema da sua tese, que imortaliza um pedaço da história da comunidade piscatória da sede do concelho, patente numa arquitetura muito própria, que é ao mesmo tempo um testemunho da vivência das famílias.

Esta dissertação sobre a Rua de Pescadores da vila de Caminha baseia-se numa “investigação documental e de sete estudos de caso”. A tese é composta por sete capítulos: “fundamentação teórica (cap.2), evolução histórica e espacial da vila piscatória (cap.3), evolução histórica e análise espacial da rua de pescadores caminhense como um conjunto (cap. 4), fichas de observação e análise dos dados do estudo dos sete casos selecionados (cap.5); o cruzamento de dados entre a revisão bibliográfica e os resultados da análise permite uma sistematização dos conteúdos (cap. 6) e conclusão (cap. 7)”.

Rua Atualidade

Segundo a autora: “urge o restauro desse lado marítimo e da expressão construída que ele possui, em parte representada pelos bairros. As ruas ou bairros de pescadores são importantes exemplos de conjuntos patrimoniais que urgem ser identificados, valorizados e preservados. As casas de pescadores possuem elementos muito característicos e próprios que contribuem para a imagem do conjunto e são, individualmente, um tipo de construção vernácula ou rural com valor patrimonial, estando igualmente inseridas no tipo de património marítimo”.

Para Miguel Alves a memória dos sítios e das gentes passa também por este tipo de trabalhos de investigação, que permitem partilhar o que nos rodeia, preservando a identidade local e a ligação às comunidades, face a um mundo cada vez mais globalizado.

A Rua 1920

CELORICO DE BASTO DIVULGA PRODUTOS ESTRATÉGICOS NA AGROBASTO

A aposta no turismo por parte da Câmara Municipal de Celorico de Basto assenta também, na promoção intensiva das características únicas que demarcam Celorico de Basto dos outros concelhos. Desta vez participou na Agrobasto como habitualmente, com um stand decorado com algumas das atrações turísticas do concelho, com enfoque para a Villa de Basto e o Castelo de Arnoia.

IMG_5248

“Temos um concelho com características únicas ao nível do património e da natureza e estamos a apostar acerrimamente na sua promoção como destino turístico de eleição. As condições estão a ser criadas, passo a passo, para albergar quem nos procura. Ainda esta semana assinamos um protocolo de concessão da Pousada da Juventude que será, por certo, muito requisitada pelos jovens que nos visitam anualmente. A nossa Villa de Basto e o seu Castelo de Arnoia são candidatos a Património da Unesco, uma candidatura que muito nos enobrece. Temos espaços naturais soberbos e ideais para a prática desportiva. Na verdade, não faltam razões para conhecer este concelho, e são essas razões que nos levam a participar neste género de certames para dar a conhecer um território único e cheio de potencialidades” afirmou o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva.

Importa referir que esta divulgação é, agora, da responsabilidade da Loja Interativa de Turismo de Celorico de Basto em funcionamento desde janeiro último. Um espaço ao serviço dos turistas que pretendam informações de várias índoles sobre o concelho e da região norte com apoio de um conjunto de valência tecnológicas existentes.

_DSC0170

TEATRO DIOGO BERNARDES EM PONTE DE LIMA INICIA NOVA TEMPORADA COM DANÇA CONTEMPORÂNEA

Eros e Psiquê – Companhia de Dança Contemporânea de Évora. 3 de Outubro – 22h00 – Teatro Diogo Bernardes / Ponte de Lima

Sábado, 3 de Outubro, o Teatro Diogo Bernardes, em Ponte de Lima, reabre as suas portas para a nova temporada com o espectáculo de dança contemporânea “Eros e Psiquê”, pela Companhia de Dança Contemporânea de Évora, que promete deliciar o público com uma das mais aclamadas produções dos últimos tempos em termos de dança contemporânea, com reconhecimentos a nível nacional e internacional, pelo que se trata de uma oportunidade única para assistir ao que de melhor se faz em Portugal na área artística em causa.

Divulgação 1

"Num Universo do subconsciente, num ambiente onírico desenvolve-se a história de amor de Eros e Psiquê.

Duas personagens etéreas.

Uma história de paixão, entrega confiança, força e fidelidade.

Um caminho para o autoconhecimento e amor verdadeiro...

Uma dupla personalidade que gera opressão de sentimentos e uma essência que procura constantemente evidenciar-se.

A luta entre as duas personalidades e o abandono e o despojar de um ego, que leva ao verdadeiro encontro entre o amor e a alma.

O sonho como realidade, o pensamento suspenso e a liberdade de escolha, o poder voltar a esse momento...

Divulgação 2

Um poema...

Eros é representado na mitologia grega como o deus do amor e Psiquê representa a alma. A história tem tido recorrente atualização ao longo da História e tem sido utilizada pelos estudiosos para simbolizar o desenvolvimento da alma, um percurso para o autoconhecimento e descoberta do verdadeiro amor.

Nenhum herói se faz sem provar a sua coragem e convicção.

Eros e Psiquê é história de uma heroína que demonstra ao longo de toda a ação que através do esforço e perseverança consegue atingir os seus objetivos

Os corpos rasgam o espaço através da projeção do gesto, o toque entre os corpos geram viagens sensoriais que elevam o pensamento.

A imagem plástica e cromática é ampliada pelo desenho de luz de Paulo Graça remetem-nos para uma dimensão superior, um lugar onírico onde só as almas se tocam. Os figurinos de José António Tenente inscrevem os personagens numa atmosfera teatral, num ambiente marcado pela linguagem do contemporâneo, preenchida musicalmente pelas sonoridades de Dobrinka Tabakova, Eugene Ysaÿe e César Viana.

Os bailarinos através da sua interpretação tornam o sonho da lenda de Eros e Psiquê, numa realidade mitológica, numa realidade contemporânea.

A postura do corpo em movimento, a estrutura dramatúrgica experimenta uma linguagem cénica próxima da Tragédia Grega."

Divulgação 3

Direcção | Coreografia NÉLIA PINHEIRO / Bailarinos GONÇALO ANDRADE, FÁBIO BLANCO, NÉLIA PINHEIRO / Consultora Artística MARIA PALMEIRIM / Música e sons adicionais DOBRINkA TABAKOVA / Música Adicional EUGÈNE YSAŸE / Figurinos JOSÉ ANTÓNIO TENENTE / Desenho de Luz PAULO GRAÇA / Elementos Cenográficos INÊS TELES / Vídeo FERNANDO DIAS | CDCE / Fotografias de Cena TELMO ROCHA / Construção

elementos cenográficos JOAQUIM CAMPANIÇO / Direcção de Produção RAFAEL LEITÃO / Produção CDCE.

Bilhetes à venda (2,00€) e mais informações no Teatro Diogo Bernardes, pelo telefone 258 900 414 ou pelo email teatrodb@cm-pontedelima.pt.

Divulgação 4

ARCOS DE VALDEVEZ INVESTE NO ENSINO

Regresso às aulas. Município investe anualmente mais de 1 milhão de euros

A Educação e o apoio às famílias são uma prioridade do Município, por isso são implementadas anualmente medidas por parte da autarquia que visam a plena inserção da criança na sociedade como ser autónomo, livre e solidário.

sabadim

O Municipio tem apoiado financeiramente a aquisição de livros e material didático, os transportes e as refeições escolares, o desenvolvimento de atividades de apoio à família e de enriquecimento curricular, a aquisição de equipamento básico e a conservação e manutenção dos vários equipamentos e edifícios escolares distribuídos pelo concelho.

No âmbito do Apoio Social Escolar a Câmara Municipal apoia os alunos das EB1 na compra de livros escolares e material escolar, e o conjunto total das crianças ao nível das refeições, mediante os escalões em que estão inseridos.

centro_escolar_sede3

As Refeições Escolares têm um valor de 248 145,05€ anuais e todos os dias são servidas cerca de 800, de forma a garantir que todos os alunos têm acesso à sua.

Ao nível dos Transportes Escolares foram adjudicados 64 circuitos no valor de 693 770,32 € para transportar diariamente 1279 alunos. Estes transportes escolares englobam carreiras públicas, circuitos especiais e jardins- de infância. De realçar que foram desenvolvidos esforços para que todos os Jardins-de-infância fossem abrangidos por esta rede de transportes.

O Município também continua a apoiar a realização das Atividades de Enriquecimento Curricular no 1º ciclo do ensino básico, mantendo as aulas de Inglês, com a oferta do respetivo manual, as aulas de música e desporto, bem como o transporte das crianças para as instalações desportivas municipais.

Centro Escolar Sabadim

A Câmara Municipal, em articulação com a comunidade educativa, também desenvolveu um Plano de Atividades dirigido aos alunos do pré-escolar, 1º,2º e 3º ciclo e secundário no âmbito de temáticas como Educação Ambiental; Promoção da leitura; Educação para as Artes; História e Património arcuense.

Para além disso estão previstas atividades no âmbito da celebração do Natal, Carnaval e dias comemorativos.

Reforço da Componente de apoio à Família ao Nível do Pré-Escolar Dando resposta a uma necessidade manifestada pelos pais e encarregados de educação, o Município de Arcos de Valdevez, numa conjugação de esforços com o Agrupamento de Escolas de Valdevez, deu início à abertura e alargamento, a todos os Jardins de Infância da rede pública (JI Sabadim, JI Távora, JI de Vilafonche, JI Giela e a JI de Paçô), da Componente de Apoio à Família, a qual decorre anualmente desde setembro.

centro escolar

A criação de melhores instalações e equipamento também é uma prioridade, como tal foram concluídas as obras no Centro Escolar Dr. Manuel Costa Brandão em Sabadim, no valor de cerca de 165 mil euros.

Estão a ser realizadas obras na EB1 de Soajo, a qual integrará o Jardim de Infância, no valor de cerca de 60 mil euros.

Irão ser realizadas obras no Pavilhão desportivo do Centro Escolar de Távora.

Por último, no que concerne às Bolsas de Estudo para o Ensino Superior, o Municipio tem um regulamento de atribuição de bolsas de estudo a jovens universitários arcuenses, em estabelecimentos públicos ou privados, com o objetivo de os estimular e motivar a estudarem, contribuir para a construção individual dos seus percursos formativos e ajudar à sua formação qualificada.

Com esta política de proximidade e através de uma oferta educativa, equitativa e de qualidade para todos os alunos do Concelho, a Câmara Municipal de Arcos de Valdevez pretende contribuir para a redução do abandono e aumento do sucesso escolar.

Buffet_Centro_Escolar_Sabadim - Cópia

79 VIMARANNSES JÁ VOTARAM ANTECIPADAMENE

Impossibilitados de se deslocarem domingo à Assembleia de Voto, 79 eleitores com voto antecipado em Guimarães nas Eleições Legislativas 2015

Eleitores que não se podem deslocar à assembleia de voto no dia das eleições já votaram. Ato decorreu na Câmara Municipal de Guimarães.

Eleicoes_Legislativas_2015

Um total de 79 eleitores inscritos nos cadernos eleitorais das freguesias do concelho de Guimarães já exerceu o seu direito de voto nas Eleições Legislativas 2015, por não poderem participar no ato eleitoral agendado para o próximo domingo, 04 de outubro. Trata-se de um direito consignado por lei a todos os eleitores que, entre 14 e 29 de setembro, justificaram a impossibilidade de se deslocar à assembleia de voto.

Dos 79 eleitores que requereram o voto antecipado em Guimarães, 33 são reclusos não privados de direitos políticos que se encontram recenseados no concelho e 2 são estudantes, a residirem temporariamente em Coimbra e em Faro. Do conjunto dos restantes 43 eleitores, 8 são profissionais do Vitória Sport Clube, que votaram esta terça-feira, último dia para a votação antecipada, uma vez que no domingo se encontram em Lisboa para disputar a 7ª jornada da Liga de Futebol, diante do Sporting Clube de Portugal.

Incluem-se neste grupo os jogadores de futebol, equipas técnicas e árbitros, além de militares, forças de segurança, bombeiros e elementos da Proteção Civil. A medida engloba ainda trabalhadores marítimos, aeronáuticos, ferroviários e rodoviários, que se encontrem deslocados no dia 4 de outubro.

Acompanhados do cartão, certidão ou ficha de eleitor, bem como do respetivo documento de identificação, os eleitores que requereram o voto antecipado, devido a incompatibilidades com a sua atividade profissional, por se encontrarem detidos em estabelecimentos prisionais ou a estudar em estabelecimentos de ensino fora do distrito, tiveram de apresentar um documento comprovativo do impedimento, emitido pelo superior hierárquico ou entidade patronal.

ESPOSENDENSES DESTACAM-SE NA CANOAGEM

K4 do G.C.D.R. de Gemeses em destaque no Douro e no Cávado

No fim-de-semana passado, o rio Douro e o rio Cávado encheram-se de canoas.

No sábado realizou-se a II Descida Internacional D`Ouro, que iniciou-se em Crestuma e terminou na Ribeira no Porto. Nesta competição, o G.C.D.R. de Gemeses participou com duas embarcações.

Resultados:

K4 júnior - André Azevedo/Pedro Silva/Daniel Fernando/Emanuel Silva - 2º lugar

K4 sénior - Alfredo Faria/Miguel Rodrigues/José Maciel/João Figueiredo - 3º lugar

No domingo decorreu na Barca do Lago, em Gemeses a Regata Barca do Lago em K4, prova inserida na comemoração do Dia Mundial do Turismo.

O G.C.D.R. de Gemeses participou nesta competição com quatro embarcações.

Resultados:

K4 sénior - Alfredo Faria/Miguel Rodrigues/José Maciel/João Figueiredo - 1º lugar

K4 júnior - André Azevedo/Pedro Silva/Daniel Fernando/Emanuel Silva - 1º lugar

K4 júnior Fem. - Andreia Azevedo/Filipa Santos/Alice Alves/Beatriz Santos - 2º lugar

K4 sénior - Bruno Silva/Vitor Ferreira/João Penetra/André Santos - 6º lugar

PONTE DE LIMA REALIZA JORNADAS DA SAÚDE EM MOVIMENTO

V Jornadas da Saúde em Movimento em Ponte de Lima realizam-se no dia 3 de outubro

As V Jornadas da Saúde em Movimento, iniciativa do Município de Ponte de Lima em parceria com a Fundação Portuguesa de Cardiologia, realizam-se no próximo dia 3 de outubro de 2015, no Passeio 25 de Abril.

A iniciativa que conta com a colaboração de um conjunto de parceiros, desde ginásios a instituições ligadas às áreas do Desporto, Saúde e Bem-Estar, visa promover um conjunto de atividades com o objetivo de alertar a população para um estilo de vida mais saudável.

Relativamente ao dia 3 de outubro durante o período da manhã, entre as 10H00 e as 12H30 o programa inclui aulas de fitness, desde Cross trainning, Sh’bam, RPM, Combat, Karate Kids, Zumba, Bokwa, TRX, Treino Funcional, Power Jump, Body Pump e Balance. Em simultâneo, realiza-se um conjunto de ações de divulgação de informação para seniores, peso, IMC e saúde visual. No final da manhã, será realizado um coração humano em volta do chafariz do Largo de Camões.

O Município de Ponte de Lima, através do pelouro da Saúde, dinamiza esta ação no sentido de criar hábitos de vida saudáveis para uma melhor qualidade de vida, e convida toda a população a participar nesta Jornada de Saúde

CABECEIRAS DE BASTO MOSTRA DEVOÇÃO A S. MIGUEL

Grandiosa Procissão em honra de S. Miguel traz à rua 37 andores

Trinta e sete andores e centenas de figurantes percorreram esta tarde, 29 de Setembro, Dia de Feriado Municipal e Dia de S. Miguel, as principais ruas da vila de Cabeceiras de Basto, dando corpo à majestosa procissão em honra do Arcanjo, cortejo religioso que é uma referência nas Terras de Basto e no norte do país.

Bombeiros carregam andor de S. Miguel (1)

Milhares de devotos associaram-se à manifestação religiosa, ponto alto das Festas do Concelho, que decorrem desde o dia 19 de setembro e que terminam amanhã, dia 30.

A procissão foi abrilhantada pela Fanfarra dos Bombeiros Voluntários Cabeceirenses, a abrir o cortejo, e, a fechar, pela Banda de Arcos de Valdevez e pela Banda Cabeceirense.

Bombeiros carregam andor de S. Miguel (2)

O presidente da Câmara Municipal, Francisco Alves, participou nesta majestosa procissão. Acompanharam-no o presidente da Assembleia Municipal, Eng. Joaquim Barreto, a presidente de Câmara de Neuville-Sur-Saöne, Valerie Glatard, o antigo presidente da Câmara de Sury-le-Comtal, Roger Damas, bem como os vereadores da Câmara Municipal, o presidente da União de Freguesias de Refojos, Outeiro e Painzela e o comandante do Posto da GNR de Cabeceiras de Basto.

Presidente da Câmara na procissão em honra de S.

Esta manhã, pelas 11h00, na Igreja do Mosteiro de S. Miguel de Refojos, celebrou-se a Missa Solene em Honra do Padroeiro, presidida pelo Arcebispo Primaz de Braga, D. Jorge Ortiga, que atraiu àquele templo largas centenas de fiéis.

Procissão em honra de S. Miguel  (1)

Procissão em honra de S. Miguel  (2)

Procissão em honra de S. Miguel  (3)

Procissão em honra de S. Miguel  (4)

THEATRO CIRCO ACOLHE DEBATE QUE SERÁ O “PONTO ALTO” DO MÊS DA CIÊNCIA EM BRAGA

Apresentação decorreu no Museu Nacional da História Natural e Ciência, em Lisboa

O Museu Nacional da História Natural e Ciência, em Lisboa, foi hoje, dia 29 de Setembro, palco da apresentação do ´Mês da Ciência´, iniciativa desenvolvida pela Fundação Francisco Manuel dos Santos (FFMS). O evento terá o seu ponto alto em Braga, dia 19 de Novembro, com a realização do 5º Encontro Nacional da FFMS, no Theatro Circo, sob o mote ´A Ciência em Três Actos: Sociedade, Prosperidade e Política´.

CMB29092015SERGIOFREITAS0000001065

No Encontro vão participar diversos especialistas de reputação mundial na área, que irão debruçar-se sobre a sociedade do conhecimento científico. São três os painéis de debate onde serão discutidos o significado da ´literacia científica´, a relação entre investigação científica e prosperidade social e económica e a relação entre investigação e políticas públicas. Após o encerramento dos painéis de debate, o palco da centenária casa de espectáculos recebe o programa ´Governo Sombra´, pelas 19h00.

De acordo com Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, a escolha de Braga como anfitriã deste Encontro é mais um reconhecimento de que ´algo de diferente´ se está a passar na cidade que merece uma atenção especial por parte dos agentes nacionais e internacionais.

CMB29092015SERGIOFREITAS0000001063

“Braga é hoje sede de centros de investigação em áreas muito diferenciadas, com o INL a assumir-se como principal cartão-de-visita nessa matéria, e é também uma cidade onde as novas gerações podem ter consciência que não precisam de ir para fora para serem cientistas, já que encontram no território infra-estruturas, equipamentos e projectos de qualidade onde podem desenvolver o seu trabalho”, garantiu, acrescentando que, ponto de vista económico, Braga acolhe diversas empresas reconhecidas internacionalmente que assentam no conhecimento e na ciência o seu factor de competitividade.

O autarca referiu ainda a conjugação de esforços entre os diversos agentes da região como factor que tem marcado a diferença no desenvolvimento da cidade. “A ligação entre os centros de investigação, as Universidades, o tecido económico e as associações industriais e comerciais têm feito de Braga um polo de atracção cada vez maior de investimento ”, referiu, enfatizando que se está a criar um ´ecossistema´ que permite o surgimento de projectos diferenciadores.

O encontro realiza-se em plena Semana Nacional da Ciência e Tecnologia de 2015, sendo que, de acordo com Nuno Garoupa, presidente da FFMS, um dos principais motivos que levou à escolha de Braga para acolher o evento relaciona-se com a presença na cidade da Universidade do Minho, uma das instituições académicas mais dinâmicas e reputadas do país.

Segundo Nuno Garoupa esta será uma ´oportunidade rara de ouvir oradores estimulantes, reunidos pela primeira vez em torno destes temas´. “O Encontro prossegue a política de descentralização que temos posto em prática e estamos certos de que em Braga teremos uma resposta muito positiva por parte da sociedade civil, da Academia, dos estudantes e dos entusiastas da Ciência”, afirmou.

Durante todo o mês de Novembro decorrerão outras actividades no âmbito do ´Mês da Ciência´. Coimbra recebe, dia 11 de Novembro, a Conferência ´Matemática, Cultura e Criação´. Dia 23 de Novembro, em Lisboa, está previsto o lançamento do estudo ´Cultura Científica em Portugal: Ferramentas Para Perceber o Mundo e Aprender a Mudá-lo´. Por fim, dia 24 de Novembro, no Centro da Ciência Viva de Coimbra, será inaugurada a Exposição Pordata Viva.

 CMB29092015SERGIOFREITAS0000001061

PONTE DE LIMA OPÕE-SE À CRIAÇÃO DE TURMAS MISTAS NAS ESCOLAS

Criação de Turmas Mistas: Câmara Municipal de Ponte de Lima demonstra o seu descontentamento

A Câmara Municipal de Ponte de Lima vem por este meio expressar publicamente o seu descontentamento face à tutela no que respeita à criação de turmas mistas em várias escolas do concelho de Ponte de Lima.

foto_engenho_f_piqueiro

Até ao momento, a autarquia tudo tem feito no sentido de evitar esta situação, quer na solicitação conjunta com os Agrupamentos de Escolas da abertura de novas salas face às necessidades, quer na execução, ao longo do tempo, de um conjunto de políticas que se centram na criança e na sua educação, desde o ensino pré-escolar ao ensino básico do primeiro ciclo, assumindo também todas as competências presentes na legislação portuguesa. Algumas dessas políticas, fomentadas pelo Município limiano, são hoje uma referência a nível nacional, nomeadamente através da execução do plano definido da Carta Educativa - Reordenamento da Rede Educativa de Ponte de Lima. No total, foram construídos 12 Centros Educativos, representando um investimento de 27.150.516,51€ em obras, equipamento e terrenos, obtendo uma comparticipação de fundos comunitários no valor de 16.341.321,76€. Paralelamente, tem sido efetuado um grande esforço na melhoria contínua da qualidade dos Serviços Educativos e no apoio aos projetos educativos.

Face a esta grande aposta do Município na Educação, consideramos que esta decisão do Ministério da Educação é um retrocesso sem paralelo, uma vez que a constituição de turmas mistas nos vários Centros Educativos prejudica a aprendizagem da generalidade dos alunos, tanto em qualidade como em diversidade.

Neste contexto e sendo a Educação um pilar fundamental para o desenvolvimento do concelho e para a formação dos jovens limianos, a autarquia demonstra o apoio a toda a comunidade escolar, que tem protestado contra esta opção do Ministério da Educação.

Ponte de Lima, 29 de setembro de 2015

Município de Ponte de Lima

GUIMARÃES REÚNE EXECUTIVO MUNICIPAL

AGENDA DE TRABALHOS PARA O DIA 01 DE OUTUBRO DE 2015 

Reunião descentralizada do Executivo Municipal esta quinta-feira na Igreja Românica de Serzedelo

Nova edição da “Câmara Aberta” decorrerá no interior de um Monumento Nacional. De tarde, o Presidente do Município realiza conjunto de visitas a instituições da vila.

Igreja_Serzedelo

A sétima reunião de Câmara descentralizada do Executivo Municipal de Guimarães realiza-se esta quinta-feira de manhã, 01 de outubro, pelas 10 horas, na Igreja Românica de Serzedelo. O encontro, agendado no âmbito da iniciativa “Câmara Aberta”, principiará com um momento musical protagonizado pela jovem Sandra Azevedo, seguindo-se uma intervenção do Presidente da Junta de Freguesia de Serzedelo, Raul Peixoto.

Da ordem de trabalhos, constituída por 18 pontos, destaque para a adjudicação de uma nova requalificação e beneficiação de arruamentos da rede viária municipal, no valor superior a um milhão de euros. Será também apreciada a repartição de encargos para a instalação da Cantina Económica em edifício municipal, atribuição de apoio à Junta de Freguesia de Aldão para aquisição de projetos de especialidades para o Campo de Jogos e balneários no clube, proposta de adesão à Carta Europeia para a Igualdade das Mulheres e dos Homens na Vida Local, publicitação de início de procedimento para a definição do regulamento de atribuição de Habitação Social, entre outros assuntos.

No final da reunião, o Presidente da Câmara Municipal de Guimarães visitará, durante a tarde, um conjunto de instituições, coletividades e associações da vila, iniciando o seu périplo pelas 14:30 horas, com uma deslocação à Escola EB1 e Jardim de Infância da Eirinha, seguindo-se às 15:15 horas uma visita ao Grupo Desportivo de Serzedelo. Logo depois, estará no Centro Social Paroquial de Santa Cristina de Serzedelo e, pelas 16:45 horas, na Casa do Povo de Serzedelo. O périplo termina com uma visita às instalações da empresa “Crispim Abreu & Companhia, Lda”, agendada para as 17:30 horas. 

Com o objetivo de descentralizar o poder e estar cada vez mais próximo dos vimaranenses, o Presidente do Município está a dedicar, trimestralmente, um dia completo às vilas e freguesias do concelho para ouvir problemas e ideias das pessoas. As vilas de Ronfe (janeiro 2014), Caldas das Taipas (abril 2014), Pevidém (setembro 2014), São Torcato (dezembro 2014), Lordelo (março 2015) e Ponte (junho 2015) receberam as primeiras seis edições desta medida de descentralização.

A Ordem de Trabalhos completa da reunião do Executivo Municipal desta quinta-feira é a seguinte:

01 - Instalação de Cantina Económica em Edifício Municipal - S. Paio - Repartição de Encargos

02 - “Instalação da Cantina Económica em Edifício Municipal - S. Paio” - Adjudicação

03 - Aprovação da Ata da Reunião Ordinária de 17 de setembro de 2015

04 - Requalificação e beneficiação de arruamentos da rede viária municipal - Repartição de Encargos

05 - Requalificação e Beneficiação de Arruamentos da Rede Viária Municipal - Adjudicação

06 - Reperfilamento e beneficiação da rua S. Torcato e implantação de placa giratória da volta do Pedroso - Azurém - Supressão de trabalhos

07 - Freguesia de Aldão - Aquisição de Projetos de Especialidades para o Campo de Jogos e Balneários na Freguesia de Aldão – Apoio à Junta de Freguesia de Aldão

08 - Proposta de Adesão à Carta Europeia para a Igualdade das Mulheres e dos Homens na Vida Local

09 - Regulamento de Atribuição de Habitação Social - Publicitação de Início de Procedimento

10 - Comodato - EB1 de Real, freguesia de Briteiros Santo Estêvão

11 - Doação do serviço de restauro de dois documentos da Irmandade de São Pedro, nomeadamente o livro de “Estatutos Antigos da Irmandade de São Pedro da Vila de Guimarães” e o livro de “Aceitação de Irmãos da Irmandade de São Pedro”.

12 - Doação de Mobiliário à Fraterna 

13 - Doação de Mobiliário - Centro de Cultura e Desporto “O Desportivo de Ronfe”

14 - Material escolar - Ação Social Escolar do 1º CEB - Ano letivo 2015/2016

15 - Associação dos Antigos Estudantes do Liceu de Guimarães – atribuição de subsídio para utilização da BlackBox da Plataforma das Artes e da Criatividade

16 - Centro Hospitalar do Alto Ave, EPE – atribuição de subsídio para utilização do Pequeno Auditório do Centro Cultural Vila Flor

17 - Grupo Folclórico da Corredoura - atribuição de subsídio

18 - Aprovação da Ata em Minuta

CABECEIRAS DE BASTO HOMENAGEIA INSTITUIÇÕES E CABECEIRENSES ILUSTRES

Município homenageia seis cidadãos e duas instituições cabeceirenses

Seis cidadãos e duas instituições cabeceirenses foram esta manhã, dia 29 de setembro, homenageados durante a sessão solene do Dia do Município, uma cerimónia pública de grande simbolismo que decorreu no Salão Nobre dos Paços do Concelho, que teve lotação esgotada.

Medalha de Ouro - Mário Campilho

A homenagem da Câmara Municipal às individualidades/instituições que prestigiaram e continuam a prestigiar o Município de Cabeceiras de Basto traduziu-se na entrega de duas Medalhas de Ouro a Mário Campilho e Adriana Ferreira, duas Medalhas de Prata à Cruz Vermelha do Arco de Baúlhe e a José Manuel Borges e ainda quatro Votos de Louvor, Congratulação e Agradecimento a Armindo Nunes, Carlos Eugénio Leite, Paulo Mucha e Escola Básica da Ferreirinha.

À cerimónia evocativa da efeméride associaram-se o presidente da Câmara Municipal, Francisco Alves, o presidente da Assembleia Municipal, Eng. Joaquim Barreto, a presidente de Câmara de Neuville-Sur-Saöne, Valerie Glatard, o antigo presidente da Câmara de Sury-le-Comtal, Roger Damas, bem como os vereadores e presidentes das Juntas de Freguesia, o comandante do RC6, Coronel Rui Ferreira, entre outros autarcas e demais convidados, familiares e amigos dos homenageados.

A cerimónia do Hastear da Bandeira contou com a guarda de honra dos Bombeiros Voluntários Cabeceirenses.

Presidente da Câmara Municipal no uso da palavra

O início desta sessão solene ficou marcado pela atuação dos jovens músicos Adriana Ferreira e Carlos Eugénio Leite e pela entrega das medalhas e votos aos homenageados. Na oportunidade, todos eles preferiram palavras sentidas e emocionadas de agradecimento à Câmara Municipal.

O presidente da Câmara, na sua alocução lembrou que “comemorar o Dia do Município é antes de tudo lembrar o que somos como Concelho. Terra a quem D. Manuel I concedeu Foral há 501 anos. Comemorar o Dia do Município é lembrar os valores da nossa identidade comum de Cabeceirenses”.

E continuou: “une-nos o nosso Mosteiro, que queremos ver como Património Cultural da Humanidade. Une-nos o amor a esta terra onde vivemos e convivemos. Une-nos o Município a que nos honramos de pertencer e de servir”.

De acordo com as palavras de Francisco Alves, “comemorar o Dia do Município é também lembrar e homenagear aqueles que, de entre nós, se distinguem pelo que são e pelo que fazem e fizeram. E ser Presidente de Câmara, no Dia do Município, e poder homenagear pessoas e instituições pelo que são e pelo que fazem, é um privilégio muito motivador”, disse.

Medalha de Ouro - Adriana Ferreira

Por decisão unânime do Executivo Municipal prestou-se hoje homenagem “a pessoas e instituições de que a nossa terra muito se orgulha”, afirmou o presidente da Câmara.

E concluiu: “nas pessoas dos nossos homenageados de honra do Dia do Município prestamos também homenagem a todos os que de forma abnegada e muitas vezes anónima desenvolvem atividades de grande mérito nas áreas do associativismo, da cultura, da educação, do desporto, da saúde, das autarquias. Cabeceiras de Basto tem um grande futuro à sua frente. Cabeceiras e Basto conta com todos”.

Por sua vez, o presidente da Assembleia Municipal, Eng. Joaquim Barreto, disse tratar-se de “um dia no qual os Cabeceirenses se reveem já que o Município é uma entidade concreta com território, história, cultura e símbolos próprios de um povo antigo e determinado”.

E prosseguiu: “é, sem dúvida, um momento ideal para exaltar os valores da terra, nomeadamente cidadãos, instituições ou entidades que, ao longo do tempo, se vão notabilizando pelo trabalho que desenvolvem e através do qual contribuíram para a promoção do concelho aquém e além-fronteiras”.

Joaquim Barreto felicitou todos os homenageados pelo que fizeram em prol da sua terra.

Homenageados

Ainda, no seu discurso, o presidente da Câmara referiu-se, desta forma, aos homenageados: “foi Presidente de Câmara durante 14 anos. Distinguiu-se também pela sua ação em Instituições Cabeceirenses como os Bombeiros Voluntários, a Banda e a Misericórdia. Militante e dirigente do PSD defendeu os ideais democráticos deste Partido. A sua obra fala por si.

Não seria preciso dizer o seu nome porque é conhecido e reconhecido por todos. Foi, como disse, o presidente da Câmara. É hoje o Cidadão Mário Campilho.

O Executivo Municipal decidiu, por unanimidade, atribuir-lhe a Medalha de Ouro pela ação meritória, notável e exemplar ao serviço de Cabeceiras de Basto, enquanto cidadão e autarca, e pelos relevantes serviços de caráter cívico e político que prestou ao concelho.

Muito Obrigado Senhor Mário Campilho”.

“É ainda muito jovem. Pouco passa dos vinte anos. Começou aqui onde se distinguiu pela sua inteligência e apetência para a música. Mas é, sem dúvida, uma referência de destaque no panorama dos músicos portugueses, europeus e mundiais. Chegou onde nenhum português tinha chegado antes. Apenas com 17 anos foi admitida no Conservatório Superior de Dança e Música de Paris. Já atuou nos principais palcos do mundo e foi premiada em Itália, Dinamarca, Japão, França, Suíça e Portugal. É solista como flautista da Orquestra Nacional de França. Esta jovem, perdoem-me a comparação, se em vez da música estivesse no futebol estaria acima do Cristiano Ronaldo.

O seu nome é Adriana. Adriana Ferreira. Adriana José Morais Ferreira.

Em 2010 a Câmara Municipal aprovou um voto de louvor, congratulação e regozijo pelo primeiro prémio obtido na Dinamarca num famoso concurso internacional. Cinco anos depois, atribui-lhe a Medalha de Ouro do Município. No futuro teremos com certeza que criar um galardão especial para continuar a homenagear a obra e os feitos da nossa Adriana Ferreira.

Parabéns Adriana”.

“O Executivo Municipal decidiu atribuir a Medalha de Mérito Público – Grau Prata à Cruz Vermelha de Arco de Baúlhe, pelo trabalho desenvolvido ao longo de 25 anos na promoção de socorro às populações e de bem-estar e qualidade de vida dos utentes que serviu e serve.

Muito Obrigado à Cruz Vermelha do Arco de Baúlhe e a todos os que lá trabalham sejam os seus diretores ou os seus funcionários. Continuem a contribuir para a projeção do nome e da imagem de Cabeceiras de Basto”.

“O Professor José Manuel Borges Machado leva mais de trinta anos de dirigente associativo empenhado e dedicado como poucos.

É justo reconhecer a sua dedicação a Cavez, em particular, e ao concelho, em geral, não só como dirigente mas também enquanto responsável pelo Boletim Informativo de Cavez que transporta bem longe as notícias da nossa terra.

A Câmara Municipal em sinal de reconhecimento pelo importante contributo que tem dado, de uma forma voluntária, para a projeção do concelho deliberou atribuir-lhe a Medalha de Mérito Público – Grau Prata.

Bem-haja Prof. José Borges”.

“E voltamos à música. É ainda mais jovem que a Adriana. Tem apenas 21 anos. Distingue-se no trompete, instrumento com o qual já obteve vários prémios. A sua internacionalização iniciou-se em Barcelona e Berlim. Tem um futuro promissor.

O seu nome é Carlos Eugénio Leite.

O Executivo Municipal aprovou por unanimidade um Voto de Congratulação pelo já marcante percurso musical do Carlos Eugénio Aguiar Leite. Acredito que em breve a Câmara Municipal estará de novo a homenagear este jovem músico Cabeceirense.

Força caro amigo. Continua assim. Irás longe. Parabéns”.

“Homenageamos hoje também aquele que poderá ter sido o primeiro responsável pela brilhante carreira destes extraordinários músicos. Dirigiu a Banda Cabeceirense e a sua Escola de Música que tão bons resultados tem conseguido atraindo tantos e tantos jovens para esta arte.

Estamos-lhe gratos Sr. Armindo Nunes pela dedicação e empenho que sempre colocou no seu trabalho e que contribuiu para o aumento do prestígio e para a promoção de Cabeceiras de Basto.

A Banda Cabeceirense, Cabeceiras de Basto e os Cabeceirenses orgulham-se do seu trabalho.

Muito Obrigado”.

“Uma Aventura no Mosteiro de Refojos é o título de um trabalho literário coletivo elaborado pelos alunos da Turma C 2 dos 3º e 4º anos da Escola Básica da Ferreirinha, em Cavez. Entre dez mil trabalhos no concurso nacional da Editora Caminho o júri classificou em primeiro lugar o texto original Uma Aventura no Mosteiro de Refojos.

O Executivo Municipal decidiu por unanimidade aprovar um Voto de Congratulação por este feito à Escola Básica da Ferreirinha extensivo à professora responsável e aos seus alunos.

Parabéns a todos”.

“O Campeão Europeu de Tiro ao Voo é Cabeceirense. Já conquistou diversos prémios. Agora é o título máximo à escala da Europa.

O Executivo Municipal decidiu por unanimidade aprovar um Voto de Louvor, Congratulação e Regozijo ao Paulo Mucha pelos seus inúmeros êxitos e particularmente pelo título de Campeão da Europa de Tiro ao Voo.

Parabéns. Muito provavelmente iremos falar deste campeão mais vezes”.

Hastear da Bandeira

CELORICO DE BASTO HOMENAGEIA PADRE ANTÓNIO GONÇALVES

Câmara Municipal de Celorico de Basto homenageia pároco com medalha de Mérito Grau Prata

O presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, entregou ao Padre António Gonçalves, em dia de comemorações do seu jubileu de Prata, a medalha de mérito Grau Prata pelo reconhecimento e a dedicação tida, durante 25 anos, à comunidade local. A cerimónia decorreu no dia 27 de setembro, na paróquia de Molares.

DSC_9926

“Este Homem ficará na história do concelho de Celorico de Basto e toda a comunidade celoricense reconhece todo o trabalho desenvolvido ao longo destes anos. Este é um ato simbólico, oferecemos uma medalha de prata mas o sentimento é de ouro, e que daqui a 25 anos estejamos a celebrar a bodas de ouro com melhores condições para continuar a desenvolver o seu trabalho com o brio que fez até hoje. Não é só o padre António, é um bom homem, um amigo que persiste, insiste e alcança”, disse o edil Celoricense.

_DSC0107

As celebrações dos 25 anos de sacerdócio do padre Antonio Gonçalves contaram com a presença de toda a comunidade paroquial que preside e outros convidados que não quiseram faltar a um momento tão marcante na vida de um sacerdote.

Em jeito de agradecimento às palavras do presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto o Padre António Gonçalves realçou “nunca fiz nada mais que a minha obrigação. Eu sou, não um escravo, mas um servo que está ao serviço de Deus, da Igreja e do bem público”.

_DSC0031

ARCOS DE VALDEVEZ REÚNE EXECUTIVO MUNICIPAL

REUNIÃO ORDINÁRIA DE 28 DE SETEMBRO DE 2015

PERÍODO ANTES DA ORDEM DO DIA:

- No período antes da Ordem do Dia a Câmara congratulou-se com a decisão por parte da Secretaria de Estado do Ambiente em reprovar a construção da mini hídrica em Sistelo e felicitou todas as entidades que garantiram esta decisão, bem como realçou o trabalho da Câmara Municipal neste processo que fez questão de chamar a população arcuense a debater e a acompanha-lo;

- Também foi referida a iniciativa levada a cabo em Arcos de Valdevez pela Ordem dos Engenheiros, por ocasião do Dia Regional dos Engenheiros. Uma iniciativa que deu um grande reconhecimento ao concelho e trouxe no passado sábado até Arcos de Valdevez uma parte importante dos engenheiros de portugueses e homenageou os engenheiros da Região Norte Gerardo José Sampaio Silva Saraiva de Menezes, natural deste concelho, bem como Luís Garcia Braga da Cruz e António Carlos Andrade Figueiredo Vasconcelos.

- Também informou que a Câmara Municipal se encontra a visitar as freguesias do concelho para preparar o Plano de Atividades para o ano 2016, o qual deverá ser apresentado em reunião de Câmara em meados de outubro para depois ser submetido à Assembleia Municipal para aprovação.

- O Sr. Presidente informou de igual modo que houve uma reunião com as Águas do Norte no sentido de se programarem as obras que se deverão levar a cabo.

- Por último informou que irá decorrer esta terça-feira, dia 29 de setembro, nos Paços do Concelho, pelas 18h30, a assinatura dos Protocolos com as Associações.

PROTOCOLOS DE APOIO AO ASSOCIATIVISMO 2015

Foi aprovado celebrar protocolo de apoio à atividade com associação recreativa e cultural de Aguiã no valor de € 2000,00, igual ao apoio do ano transato.

ABASTECIMENTO DE ÁGUA E SANEAMENTO

AMPLIAÇÃO DA REDE DE SANEAMENTO BÁSICO – ARCOS DE VALDEVEZ (SAO PAIO) – TRAMO 4 E 5: Foi aprovado o PROJETO para a execução da empreitada de “Ampliação da Rede de Saneamento Básico - Arcos de Valdevez (S. Paio) - Tramo 4 e 5”, com o intuito de se dar início ao procedimento concursal tendente à sua adjudicação, pelo valor base de 382.000,00 Euros e prazo contratual de 180 dias;          

AMPLIAÇÃO DA REDE DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA – FREGUESIA DE CABREIRO – IGREJA: Foi aprovado o PROJETO para a execução da empreitada “AMPLIAÇÃO DA REDE DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA - Freguesia de Cabreiro (Igreja)”, com o intuito de se dar início ao procedimento concursal tendente à sua adjudicação, pelo valor base de 84.000,00 Euros e prazo contratual de 120 dias;

AMPLIAÇÃO DA REDE DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA - Freguesia de Gondoriz (Seixal/Vila Boa): foia provado o PROJETO para a execução da empreitada “AMPLIAÇÃO DA REDE DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA - Freguesia de Gondoriz (Seixal/Vila Boa)”, com o intuito de se dar início ao procedimento concursal tendente à sua adjudicação, pelo valor base de 60.000,00 Euros e prazo contratual de 120 dias.

Com o projeto de execução em referência, pretende-se a ampliação da rede de distribuição de água aos lugares de Seixal e Vila Boa, em Gondoriz. Parte dos lugares

ainda não se encontra servido de rede e existem inúmeros pedidos dos habitantes para ligação à rede, dada a dificuldade de obter água por furos artesianos nesta zona.

A intervenção proposta permitirá aumentar a cobertura local, prevendo-se a instalação de condutas de distribuição numa extensão de cerca de 1,8 km, com instalação

de 22 ramais domiciliários, uma redutora de pressão e hidrantes.

“PROJETO DE EXECUÇÃO PARA ABASTECIMENTO DE ÁGUA À FREGUESIA DA MIRANDA: foi deliberado autorizar a abertura de procedimento concursal para elaboração de “projeto de execução para abastecimento de água à freguesia da Miranda”, pelo valor de € 8700,00, mais IVA e o prazo de execução de 30 dias.

DESENVOLVIMENTO

Associação do Desenvolvimento das Regiões do Parque Nacional Peneda-Gerês – ADERE: foi deliberado proceder ao pagamento dos valores em dívida referentes às comparticipações em projetos e às quotas de 2014 e 2015 no valor de e 27 980,96.

PATRIMÓNIO GEOLÓGICO E GEOMORFOLÓGICO: foi aprovada a proposta de trabalhos e orçamento no valor de 4955€+IVA para inventariação e caraterização de património geológico e geomorfológico deste concelho.

CULTURA

PROCEDIMENTO PARA AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTO INFORMATICO PARA ARQUIVO DIGITAL DA MEMÓRIA ARCUENSE: foi deliberado conceder, no âmbito da Operação 0607_ARPAD_1_E - ARPAD, financiada pelo POCTEP, no que concerne à sua acção do Arquivo Digital da Memória Arcuense, a emissão de pedido de parecer prévio vinculativo por parte do Executivo nos termos dos nos 5, 6, e 12, do art.º 75º, da Lei nº 82-B/2014, de 31 de Dezembro e art.º. 3, da Portaria nº 149/2015, de 2 de Maio.

De igual modo foi autorizada a abertura de um procedimento administrativo de Ajuste Direto, com a designação “Aquisição de equipamento informático para Arquivo Digital da Memória Arcuense", nos termos do art. 20, nº 1, al. a), do Código de Contratação Pública, aprovado pelo Decreto-Lei nº 18/2008, de 29 de janeiro, com consulta a 3 fornecedores, considerando o preço base no valor de 34.269,00 euros, acrescido de IVA à taxa legal em vigor.

CORTEJO ETNOGRAFICO – FESTAS DE Nª Sª DA LAPA – EDIÇÃO 2015foram aprovados os custos respeitantes ao Cortejo Etnográfico, integrado nas Festas de Nª Sª da Lapa, sendo o custo total no valor de € 6 000,00.

OBRAS MUNICIPAIS

EMPREITADA DE REABILITAÇÃO, CONSERVAÇÃO E BENEFICIAÇÃO DE VIAS MUNICIPAIS – LIGAÇÃO DA COSTA DO MOURO – GRADE – ÁZERE”: foi deliberado proceder à homologação do auto, bem como autorizar o cancelamento ou extinção das garantias bancárias.

“BLOCO XXXII – CAMINHO DA LAMEIRA – BOUÇAS DONAS – CABANA MAIOR: foi deliberado proceder à homologação do auto, bem como autorizar o cancelamento ou extinção das garantias bancárias.

“REABILITAÇÃO CONSERVAÇÃO E BENEFICIAÇÃO DE VIAS MUNICIPAIS – CAMINHO DE LIGAÇÃO DO LUGAR DA CHA DA CABANA AO C. M. 1323 - VALE”: foi deliberado proceder à homologação do auto, bem como autorizar o cancelamento ou extinção das garantias bancárias.

“CONSTRUÇÃO DO CENTRO ESCOLAR DA EB1/j1 DA SEDE DO CONCELHO DE ARCOS DE VALDEVEZ” : foi deliberado proceder à homologação do auto, bem como autorizar o cancelamento ou extinção das garantias bancárias.

BLOCO XLIV – CAMINHO DE ACESSO Á VARZEA A PARTIR DA BARRAGEM SOAJO”: foi deliberado proceder à homologação do auto, bem como autorizar o cancelamento ou extinção das garantias bancárias.

BLOCO “ XLIV-CAMINHO DE LIGAÇÃO DE CASARES Á FREITA – VALE”: foi deliberado proceder à homologação do auto, bem como autorizar o cancelamento ou extinção das garantias bancárias.

AMPLIAÇÃO DO PARQUE EMPRESARIAL DE PAÇÕ – CONTA FINAL

Foi deliberado aprovar a conta final respeitante à obra em epígrafe, no valor de € 142 133,48.

CONSTRUÇÃO DE INSTALAÇÕES SANITÁRIAS PÚBLICAS DE APOIO AO CAMPO DA FEIRA E CEMITÉRIO NA FREGUESIA DE SOAJO: foi aprovado o auto de consignação da obra em epígrafe, adjudicado à firma Inovlima – Engª e Construção, Ldª, de Ponte de Lima.

“PARQUE EMPRESARIAL DAS MOGUEIRAS – SANEAMENTO DE SOLOS”, foi aprovado o auto de consignação da obra em epígrafe, adjudicado à firma Boaventura & Boaventura, Ldª, de Barroselas.

EMPREITADA DE CAMINHO DE ACESSO A COTO MOINHO (GONDORIZ) E CAMINHO DE BARBEITOS (ÁLVORA) RAMAIS, B, C ,D E”: foi aprovado o auto de receção provisória respeitante à obra em epígrafe, adjudicado à firma Sebastião da Rocha Barbosa, Ldª, de Ponte da Barca.  

ILUMINAÇÃO PÚBLICA

Foram aprovadas duas propostas de prestação de serviços, apresentadas pela Área Alto Minho para a “gestão de iluminação pública e dos consumos de energia elétrica em equipamentos municipais”

GESTÃO DA ILUMINAÇÃO PÚBLICA – foi deliberado adjudicar o serviço " Monitorização de Consumos de Iluminação Pública", por 1 ano e pelo valor mensal de 120,00 euros, acrescido de iva.

GESTÃO DOS CONSUMOS DE ENERGIA ELÉTRICA EM EQUIPAMENTOS MUNICIPAIS: foi deliberado adjudicar pelo período de 1 ano, o serviço de "Monitorização de Consumos de Equipamentos Municipais", incluindo relatórios sínteses semestrais e relatórios anuais pormenorizados, com a identificação das cargas de cada uma das instalações elétricas e a respetiva distribuição dos consumos, pelo valor mensal de 100,00 euros, acrescido de iva.

ACADEMIA DE MÚSICA FERNANDES FÃO REALIZA CONCERTO NO VALADARES, TEATRO MUNICIPAL DE CAMINHA

O concerto Dia da Música terá lugar sábado, dia 3 de outubro, pelas 22 horas

A Academia de Música Fernandes Fão vai assinalar o Dia Mundial da Música que se comemora amanhã, com o concerto “Dia da Música” no Valadares, Teatro Municipal de Caminha, que terá lugar no próximo sábado, dia 3, pelas 22 horas. A entrada é livre.

A música tem levado o nome de Caminha além-fronteiras. São muitos os músicos do concelho com carreiras reconhecidas no panorama musical português e até mesmo internacional.

O concerto Dia da Música está a cargo da Academia de Música Fernandes Fão, que se associou ao Município de Caminha, para juntos celebrarem a música.

Recorde-se que o Valadares, Teatro Municipal de Caminha tem sido palco de grandes concertos e de grandes espetáculos. Este ano, foram muitos os artistas que por lá passaram: Lula Pena, Tó Trips, Sociedade Musical Banda Lanhelense, The Wheatherman, Norberto Lobo, B Fachada, Academia de Musica Fernandes Fão, JP Simões, Samuel Úria, Radio

BRAGA CECE CONVENTO DE S. FRANCISCO À UNIVERSIDADE DO MINHO

Proposta de cedência à UMinho aprovada por unanimidade. Convento de S. Francisco será atracção patrimonial da Cidade

Foi ontem aprovada, por unanimidade, a proposta de cedência do edifício do Convento de S. Francisco, em Real, à Universidade do Minho (UMinho). Em sede de reunião descentralizada do Executivo Municipal que, desta feita, teve como palco a Junta de Freguesia de Navarra, foi assim dado um “importante passo” para a requalificação do edifício, onde será instalada a Unidade de Arqueologia da UMinho, actualmente sediada no centro da Cidade.

CMB28092015SERGIOFREITAS000000363

Para Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, este é o destino certo para um edifício classificado como ‘um dos grandes testemunhos do património colectivo’. “Depois de uma opção que sempre consideramos errada de instalação da Pousada da Juventude no Convento de S. Francisco, finalmente foi encontrada uma solução que agrada a todas as partes envolvidas”, referiu.

O imóvel, que actualmente se encontra em estado de degradação e sem utilização há vários anos, vai ser alvo de um projecto de requalificação que o tornará num “importante polo de atracção patrimonial da Cidade”. A UMinho ficará responsável pela execução e concretização do projecto de reabilitação, assim como pela criação de um espaço museológico com circuitos de visita abertos ao público no Convento de S. Francisco.

CMB28092015SERGIOFREITAS000000362

Segundo o Autarca, este acordo vai permitir que a Unidade de Arqueologia da UMinho “tenha finalmente um espaço para desenvolver o seu trabalho em condições condignas e a freguesia de Real vê um activo a ser valorizado como uma fonte de atracção turística pois o Convento de S. Francisco irá complementar a oferta do Mosteiro de S. Martinho de Tibães e do Núcleo Museológico de Dume”. Já para o Município de Braga, Ricardo Rio lembrou que “é positivo que uma entidade assuma o ónus de desenvolver este investimento e que tenha condições materiais para o fazer, visto que o Município não teria disponibilidade financeira para o fazer num futuro próximo”.

Uma das pretensões da União de Freguesias de Real, Dume e Semelhe, prende-se com a inclusão de uma escola de artes e ofícios. Sobre esta matéria, Ricardo Rio adiantou que “haverá agora um diálogo entre a União de Freguesias e a Universidade do Minho, de forma a estudarem as possibilidades de inclusão dessa escola no projecto”.

CMB28092015SERGIOFREITAS000000364

VIZELA COMEMORA DIA DO ANIMAL

Sábados na Biblioteca: Comemoração do Dia Mundial do Animal

No âmbito da atividade Sábados na Biblioteca, a Biblioteca Municipal Fundação Jorge Antunes promove, no próximo dia 3 de outubro, às 15.30h, a atividade hora do conto, com a comemoração do Dia Mundial do Animal em parceria com Associação Coração Azul.

De lembrar que a Biblioteca Municipal Fundação Jorge Antunes está aberta todos os sábados, a partir do mês de outubro: No primeiro sábado de cada mês realiza-se a atividade Sábados na Biblioteca (Hora do conto + oficina), das 15h30 às 17h30.

Sábados na biblioteca

Comemoração do Dia Mundial do Animal

em parceria com a Coração Azul

Sábado, 3 outubro, 15h30

Hora do conto + atelier expressão plástica + surpresa Coração Azul

Atividade gratuita para crianças e famílias.

ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE MONÇÃO APROVA VALOR MINIMO DO IMI PARA PRÉDIOS URBANOS

A aplicação da taxa, variável entre 0,3% e 0,5%, é uma escolha dos municípios. Monção optou pela taxa mínima, autorizando ainda a sua redução, numa percentagem entre 10 e 20%, mediante o número de dependentes. Exemplificando: para um imóvel avaliado em 80 mil euros, o imposto é de 240,00 €, descendo para 216,00 € (1 filho), 204,00 € (2 filhos) e 192,00 € (3 ou mais filhos).

A Assembleia Municipal de Monção, reunida na passada sexta-feira, no Cine Teatro João Verde, aprovou, por unanimidade, as taxas do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) para o próximo ano, optando pelo valor mínimo de 0,3 por cento para os prédios urbanos acrescido da autorização de redução da mesma taxa mediante o número de dependentes a cargo.

Desta forma, quem tiver um filho beneficia de uma redução de 10% sobre a taxa aprovada (0,3%), quem tiver dois filhos beneficia de uma redução de 15% e quem tiver três ou mais filhos a redução sobe para 20%. Exemplificando: para um imóvel avaliado em 80 mil euros, o imposto é de 240,00 €, descendo para 216,00 € (1 filho), 204,00 € (2 filhos) e 192,00 € (3 ou mais filhos).

Aquela deliberação, aprovada no executivo municipal em reunião extraordinária do dia 21 de setembro, estabelece ainda que, nos termos do nº 8 do artº 112 do CIMI, a taxa fixada seja majorada em 30% para os prédios urbanos degradados, visando, com isto, promover a requalificação de imóveis em adiantado estado de deterioração.    

A taxa mínima aprovada e as reduções para os agregados familiares com dependentes colocam Monção no mapa dos concelhos portugueses com o IMI mais barato, revelando, segundo o autarca local, Augusto de Oliveira Domingues, a preocupação e sensibilidade social do Município face à atual conjuntura económica.

Acrescentou: “Apesar da acentuada queda na receita dos municípios e do agravamento dos encargos a nível da educação e da ação social, esta decisão teve em consideração as grandes dificuldades que atravessam muitas famílias monçanenses, diminuindo os seus encargos financeiros com a habitação”.

Esta decisão surge no seguimento de outras medidas que fazem de Monção um concelho bom para viver e investir. A derrama, imposto municipal sobre o lucro tributável das empresas, continua fora das opções fiscais do município, protegendo as empresas instaladas, incentivando a empregabilidade, criando maior dinamismo empresarial e captando novos investidores.

No apoio às famílias, a autarquia tem taxas, tarifas e licenças em valores reduzidos, apresenta tarifários especiais para famílias numerosas na cobrança de água ao domicílio, comparticipa a compra de medicamentos a idosos carenciados, oferece serviços de arqueologia nos centros históricos, devolve aos munícipes 0,5 % da participação do município no IRS e isenta de taxas a reconstrução de imóveis degradados.