Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

ALTO MINHO É MÚSICA E PATRIMÓNIO

O “Alto Minho Ensemble – Música & Património” é uma iniciativa promovida pela Comunidade Intermunicipal do Alto Minho (CIM Alto Minho), que engloba a realização de dez concertos entre março e maio de 2015, em espaços históricos ou classificados dos concelhos do Alto Minho.

Todos os concertos têm início às 22h00 e são de entrada livre

VALENÇA VESTE-SE DE FLORES CAMPESTRES

Valença celebra a entrada em Maio com a maior Mostra de Maias de Portugal, distribuídas pelas portas, janelas e fachadas da cidade, entre 30 de abril e 3 de Maio. Durante 4 dias Valença vai-se apresentar colorida, de flores campestres, revivendo uma tradição secular.

Nos comércios, edifícios públicos, rotundas, jardins e portas da Fortaleza as maias (coroas de flores) com os mais diversos tamanhos e arranjos artísticos vão dar um colorido especial à cidade, completado pelos tapetes floridos, com flores campestres, na Praça da República, na Fortaleza.

 Quem visitar Valença pode, também participar na campanha “Compras com Maias” que habilita a vales de compras no comércio tradicional, com prémios de 250, 150 e 50 euros, para que quem fizer compras, superiores a 20 euros, entre 30 de Abril e 31 de maio, nos estabelecimentos aderentes.

As giestas, os verdes, as flores campestres e alguns materiais recicláveis vão dar uma cor primaveril às principais ruas de Valença. Por todo o concelho muitas outras Maias e raminhos de giesta vão enfeitar as varandas, os portões e as viaturas.

Valença revive há já alguns anos, assim, a mais antiga festa de celebração da Primavera e do novo ano agrícola, com as “Maias”. Uma expressão viva da tradição e cultura popular que Valença tem vindo a recuperar nos últimos anos.

A par da mostra de Maias decorrerá a Feira de Artesanato Urbano, na Praça da República, em 3 de maio, a exposição Reptigália, no Museu do Bombeiro, entre 1 e 18 de maio, a Feira de Antiguidades e Velharias, no Mercado Municipal, em 3 de maio, entre outras atividades desportivas e recreativas.

PÓVOA DE LANHOSO REQUALIFICA AVENIDA DE VÁRZEAS EM SOBRADELO DA GOMA

Avenida de Várzeas em Sobradelo da Goma requalificada

O Presidente da Câmara Municipal de Póvoa de Lanhoso, Manuel Baptista e o Presidente da Junta Abílio Rodrigues visitaram as obras de requalificação da avenida de Várzeas, na freguesia de Sobradelo da Goma.

Avenida de Várzeas em Sobradelo da Goma requalifi

Correspondendo a uma ambição da população, a Câmara Municipal delegou na Junta de Freguesia a competência de realizar esta obra no montante de aproximado de 140.000€.

A intervenção prevê o alargamento parcial desta acessibilidade, construção de muros e pavimentação em betuminoso de toda a sua extensão.

Manuel Baptista reforçou a “importância desta intervenção, pois era uma necessidade e um compromisso que tinha assumido com a população e com o Presidente da Junta.

Esta obra vai melhorar os acessos internos desta freguesia contribuindo para o seu desenvolvimento”. Estima-se que a requalificação esteja concluída em meados do mês de Maio.

GUIMARÃES REÚNE CÂMARA MUNICIPAL

Agenda do Executivo Municipal para a reunião do dia 30 de abril de 2015

15 pontos fazem parte da Ordem de Trabalhos da reunião do Executivo Municipal de Guimarães, agendada para a manhã desta quinta-feira, com início às 10 horas, na Sala de Reuniões dos Paços do Concelho.

Uma proposta para a criação de duas áreas de intervenção prioritária ao nível da reabilitação urbana no centro da vila das Taipas e no centro da cidade de Guimarães é um dos quinze pontos que serão apreciados esta quinta-feira, 30 de abril, em reunião do Executivo Municipal, programada para as 10 horas, no edifício da Câmara de Guimarães.

A área de regeneração urbana do centro das Taipas foi definida entre a Avenida da República e a rua da Charneca, enquanto o perímetro de reabilitação no centro da cidade está delimitado da rua D. João I à Zona de Couros. A memória descritiva e justificativa global, incluindo os critérios subjacentes à delimitação e planta da área abrangida, os objetivos estratégicos a prosseguir e o quadro com os benefícios fiscais associados a impostos municipais fazem parte do conteúdo da proposta a ser analisada durante a reunião.

Da ordem de trabalhos consta igualmente uma proposta no âmbito do regulamento de atribuição de subsídios às atividades das entidades que prossigam fins culturais, artísticos, recreativos ou humanitários do Município de Guimarães, relativamente a eventos a decorrer no segundo semestre de 2015.

Entre outros assuntos, a Vereação irá ainda apreciar uma proposta de aquisição de serviços destinados à Feira Afonsina para a conceção do projeto de ambientação cenográfica, performance artística e apoio ao envolvimento comercial e comunitário. A Ordem de Trabalhos completa da reunião do Executivo Municipal desta quinta-feira é a seguinte:

01 - VITRUS - Execução Orçamental 4.º Trimestre 2014

02 - VITRUS - Relatório e Contas 2014

03 - VITRUS - Execução Orçamental 1.º Trimestre 2015

04 - Turipenha - Prestação de Contas Exercício 2014

05 - Tempo Livre - Relatório e Contas 2014

06 - Aprovação da Ata da Reunião Ordinária de 16 de abril de 2015

07 - Freguesia de Gonça - Alteração ao Contrato de Atribuição de Subsídio – Primeiro Aditamento - Ano de 2014

08 - Delimitação de áreas de reabilitação urbana para duas áreas urbanas localizadas no centro da cidade e vila das Taipas

09 - Ajuste direto nº 14-15: Fornecimento de refeições em refeitórios escolares, abril a julho de 2015.

10 - Contratação de serviços – Pedido de parecer prévio – Feira Afonsina 2015 - Aquisição de serviços para a conceção do projeto de ambientação cenográfica, aquisição de performance artística e apoio ao envolvimento comercial e comunitário.

11 - Atribuição de subsídio à Associação Pais de Serzedo

12 - Subsídios no âmbito do Regulamento de Atribuição de Subsídios às Atividades das Entidades que Prossigam Fins Culturais, Artísticos, Recreativos ou Humanitários do Município de Guimarães – atividades a decorrer no 2º semestre de 2015

13 - Constituição de Fundo de Maneio para a Divisão de Cultura e Turismo

14 - Contratação de um empréstimo de longo prazo no montante de €7.000.000,00

15 - Aprovação da Ata em Minuta 

GUIMARÃES SENSIBILIZA PARA O RUÍDO URBANO

Monitorizações em Guimarães evocam Dia Internacional de Sensibilização para o Ruído

Ação de sensibilização decorre na Alameda de São Dâmaso. Iniciativa envolve escalões etários mais jovens e destina-se a sensibilizar comunidade escolar para o ruído em ambiente urbano.

Alameda_Sao_Damaso

A Câmara Municipal de Guimarães vai proceder a um conjunto de monitorizações de ruído em alguns locais da cidade, esta quarta-feira, 29 de abril, no âmbito do Dia Internacional de Sensibilização para o Ruído.

O objetivo é sensibilizar a população para os efeitos do ruído na sua saúde e bem-estar, numa iniciativa organizada em parceria com a Unidade Operacional Acústica Ambiental da Universidade do Minho, Laboratório da Paisagem e com a empresa de estudo e controlo ambiental “Ambergo” e “MRA”, empresa de medição e testes em Portugal. 

Durante o dia desta terça-feira, estará instalado um expositor na Alameda de São Dâmaso, com vários equipamentos de cálculo que vão medir, em tempo real, variáveis do ruído. Além das medições no espaço público, foram organizadas ações de sensibilização junto dos mais novos, mais precisamente, estudantes do ensino básico.

As ações incluem medições de ruído nas escolas, palestras temáticas, além de ter sido lançado um desafio aos alunos para o desenvolvimento de um poster alusivo ao tema. Os trabalhos serão afixados no stand onde decorrerão as medições.

FAFE REQUALIFICA IGREJA PAROQUIAL DE CEPÃES

Cepães em peso na inauguração das obras de requalificação da Igreja Paroquial de S. Mamede

No passado domingo (26 de Abril), foram inauguradas as obras de requalificação da Igreja Paroquial de S. Mamede de Cepães, do arciprestado de Fafe, que contaram com a presença na cerimónia inaugural com a presença das forças vivas da União de Freguesias de Cepães e Fareja, e do concelho de Fafe.

1

A cerimónia de inauguração das obras de requalificação da Igreja Paroquial de S. Mamede de Cepães, na qual a comunidade local compareceu em peso, foi presidida pelo Arcipreste do concelho de Fafe, Pe. Pedro Daniel, e contou com a presença do presidente do Município de Fafe, Raul Cunha, e do anterior presidente da edilidade, José Ribeiro, antigo autarca natural de Cepães.

2

No decurso da eucaristia dominical, o Pe. José Marques Domingues, pároco de Cepães, enalteceu o contributo da comunidade local na conclusão dos arranjos de melhoramento do templo católico, sendo que o Pe. Pedro Daniel, Arcipreste do concelho de Fafe, exortou os presentes a serem pedras vivas da Igreja.

3

Refira-se que no final da cerimónia de inauguração, o escritor e historiador Daniel Bastos, em conjunto com o mestre – pintor Orlando Pompeu, ambos naturais de Cepães, apresentaram no Salão Paroquial o seu mais recente livro de poesia “Terra”. A sessão de apresentação, a cargo do investigador José Emídio Lopes, computou ainda uma cerimónia de homenagem da Paróquia de Cepães à realização do evento “Terra Justa” que decorreu entre os dias 8 e 11 de Abril no concelho de Fafe, e ao empresário Casimiro Pereira, ao longo dos últimos anos um dos principais responsáveis pela manutenção dos espaços verdes locais.

4

5

6

7

ARCOS DE VALDEVEZ COMEMORA O 25 DE ABRIL

Apesar do mau tempo que se fez sentir, a população aderiu em força às iniciativas que compuseram o programa

Arcos de Valdevez não deixou passar em branco as comemorações do Dia da Liberdade, e, tal como em anos transatos a Câmara Municipal preparou uma programação especial para assinalar a data.

25_abril_2015

No sábado, dia 25, decorreu a Cerimónia Oficial do hastear das Bandeiras na Praça Municipal, após a Salva de Morteiros, que contou com guarda de honra efetuada pelos Bombeiros Voluntários de Arcos de Valdevez, o Corpo Nacional de Escutas – Agrupº214 e a Banda da Sociedade Musical Arcuense.

Após este momento decorreu na Câmara Municipal a atuação do grupo coral Meninos do Vez, que brindou todos os presentes com temas ligados à Revolução e à mística vivida em Abril de 1974.

Apesar do tempo chuvoso que se fez sentir, foram muitos os arcuenses que se deslocaram para testemunharem o assinalar do Dia da Liberdade.

À noite teve lugar o concerto musical de António Chainho. A Casa das Artes arcuense encheu para acolher a digressão nacional do músico, conhecido como "Mestre da Guitarra Portuguesa", com a apresentação do disco "Cumplicidades", o qual inclui a colaboração, entre outros, de Rão Kyao e Filipa Pais, que o acompanharam neste concerto de Arcos de Valdevez, numa verdadeira homenagem à cultura e à música portuguesa.

Já no domingo teve lugar o Trail Solidário do Vez. Uma iniciativa organizada pela Carlos Sá Nature Events®, com o apoio e colaboração do município dos Arcos de Valdevez e da Associação Viver Peneda-Gerês que juntou mais de 1200 inscritos. Este trail contou com duas provas (uma com cerca de 16 km's e outra com cerca de 28 km's), e ainda uma caminhada (com cerca de 8 km's). O valor da totalidade das inscrições reverteu a favor da Cáritas.

FAFE INSTALA COBERTURA JUNTO À ESCOLA DO SANTO E ABRIGO NA ESCOLA MONTELONGO

Município de Fafe avança com melhorias em pequenas obras fundamentais para alunos

A escola do Santo tem, desde há cerca de duas semanas, uma cobertura metálica de acesso dos alunos às salas de aula, protegendo os alunos em dias de chuva.

DCS_9570

A necessidade de construção da cobertura ficou a dever-se a uma alteração solicitada pela câmara municipal à escola, no que respeita à entrada dos alunos no estabelecimento da parte da manhã, de forma a libertar o trânsito na Avenida das Forças Armadas.

Refira-se que a entrada para a escola era feita pela Avenida das Forças Armadas, uma das principais vias de acesso à cidade e que, diariamente, na hora de receção das crianças, se tornava praticamente intransitável.

No sentido de eliminar um dos pontos negros da cidade, em termos de trânsito, depois do pedido de um grupo de pais daquela escola, a autarquia tentou encontrar, juntamente com a mesma, uma solução que passou pelo encaminhamento das crianças, no horário da manhã, para a parte de trás da escola, ou seja, pela Praceta 1º de Maio.

Para possibilitar melhores condições, principalmente em dias de chuva, a autarquia construiu uma cobertura metálica, desde a entrada até às salas de aula.

Abrigo de passageiros junto à escola Montelongo

A construção de um abrigo de passageiros era uma necessidade junto à escola de Montelongo que foi agora executada.

DCS_9517

Trata-se de uma infraestrutura há muito reclamada quer pelos alunos, quer pelos encarregados de educação, pelo facto de grande parte dos alunos que frequentam aquele estabelecimento utilizarem o autocarro como meio de transporte.

“Fazia todo o sentido existir uma estrutura destas junto àquela escola. Grande parte dos alunos que a frequentam são de fora da cidade, fazendo-se transportar de autocarro. Por isso, o abrigo era mais que necessário, assim como o coberto na escola do Santo.”, explicou o vereador José Baptista.

Para o Vereador da Educação, Pompeu Martins, estas duas pequenas obras são importantes e refletem a política de proximidade do executivo.

“O cuidado com o parque escolar tem sido uma das nossas prioridades. Um trabalho em colaboração com as escolas que tem permitido que haja, em Fafe, boas condições para estudar, ensinar e conviver.

Estas obras estão associadas à segurança rodoviária e são um sinal de que o executivo continua  interveniente e atento às várias solicitações que nos chegam”.

CELORICO DE BASTO FAZ-SE REPRESENTAR NA APRESENTAÇÃO DO PAPE

O I fórum da Comunidade Intermunicipal Tâmega e Sousa decorreu no dia 22 de abril, em Lousada, e teve como tema principal a apresentação do Plano de Ação para a Promoção da Empregabilidade.

PAPE

Celorico de Basto fez-se representar pelo vereador da Cultura, Fernando Peixoto, numa ação que engloba os 11 municípios integrados na Comunidade Intermunicipal. “Tendo em conta a diversidade do território estou certo que este plano de ação irá atuar por forma a evidenciar as potencialidades de cada município. Nós, em Celorico de Basto, estamos a trabalhar no sentido de resolver o problema do desemprego potenciando os setores que mais influenciam a nossa economia. Este plano deriva de um trabalho de concertação entre diversas entidades no sentido de atingir os melhores resultados para o território”, disse.

Com este plano pretende-se diagnosticar em profundidade as necessidades de formação das empresas, melhorar a qualidade da aprendizagem, apostar na valorização social das profissões, apostar em estratégias de reconversão e requalificação de ativos e por fim investir na consolidação de uma marca territorial da CIM, valendo-se de uma estratégia que engloba os jovens, a capacidade operacional instalada e os setores de atividades fortes.

Segundo Gonçalo Rocha, presidente do Conselho Intermunicipal da Comunidade do Tâmega e Sousa, é preciso “ter confiança neste Tâmega Empreendedor”.

Após a apresentação do PAPE, vários intervenientes dissertaram sobre vários temas como o Capital Humano onde foi referido o papel da escola, de nível médio e superior, na preparação dos jovens para a vida ativa. Qual a importância da formação ao longo da vida e como preparar a população adulta sem qualificações. O Emprego que destacou o papel das organizações, públicas e privadas, na oferta do emprego. E o Capital Inclusivo com enfase para os caminhos a seguir para o combate à pobreza e exclusão social.

“INFÂNCIA ADIADA” ENCERRA CAMPANHA LAÇO AZUL EM CAMINHA

Espetáculo “Infância Adiada” vai decorrer no dia 30 de abril, pelas 22 horas, no Valadares, Teatro Municipal de Caminha

Infância Adiada é o espetáculo que vai encerrar a Campanha Laço Azul em Caminha, no dia 30 de abril. Este mês, a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Caminha está a assinalar com várias atividades o mês da prevenção dos maus tratos na infância. O objetivo é consciencializar a comunidade para a problemática dos maus tratos na infância. A Campanha termina no Valadares, Teatro Municipal de Caminha, pelas 22 horas.

Coordenado por Carla Magalhães, Infância Adiada, “é um espetáculo que mostra histórias e situações que comprometem a estrutura familiar e a vida de crianças e jovens que vêm os seus direitos violados e a sua infância perdida. No culminar de um conjunto de iniciativas que a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Caminha desenvolveu, no âmbito das comemoração do mês da prevenção dos maus tratos na infância, o espetáculo Infância Adiada pretende alertar para uma realidade que é dura, mas que definitivamente todos devemos saber enfrentar, promovendo um maior envolvimento na denúncia destas situações e no reconhecimento da proteção dos Direitos da Criança”.

A direção de atores está a cargo de Jéssica Moreira. Do elenco fazem parte: Andreia Filipa, Avelina Fernandes, Carolina Pereira, Cristiana Geraldes Lima, Fábio Araújo, Gabriela Oliveira, Graça Meira, Hermínio Freitas, Joana Oliveira, João Moreira, Maria Meixeiro, Marisa Silva, Miguel Amorim, Paula Geraldes Lima e Paulo Gonçalves. O espetáculo conta ainda com a participação da Banda Brantner e do pianista Alex Costa.

Para além deste espetáculo, a Campanha Laço Azul englobou a distribuição de laços azuis e flyers informativos nos estabelecimentos comerciais, instituições particulares de solidariedade social (IPSS) e serviços públicos do concelho e a pintura de painéis alusivos à prevenção dos maus tratos na infância por artistas do concelho.

A CPCJ de Caminha pretende com esta ação envolver e responsabilizar toda a comunidade na prevenção dos maus tratos, chamando à atenção para o papel ativo que se espera de cada cidadão.

ARCOS DE VALDEVEZ REÚNE CÂMARA MUNICIPAL

REUNIÃO ORDINÁRIA DE 27 DE ABRIL DE 2015

PERÍODO ANTES DA ORDEM DO DIA

  • O Sr. Presidente da Câmara Municipal, João Manuel Esteves, informou que decorrerá no próximo dia 10 de maio, o almoço de aniversário da Casa do Concelho de Arcos de Valdevez em Lisboa;
  • Também deu conta que terá lugar nos próximos dias 22,23 e 24 de maio a Expovez;
  • Por último, informou a Câmara que irá estar presente na VI Feira de Artesanato e Gastronomia Portuguesa de Cenon, Bordéus, a qual decorrerá nos próximos dias 1, 2 e 3 de maio.

EDUCAÇÃO

BOLSAS DE ESTUDO 2014/2015 – PROPOSTA DE ATRIBUIÇÃO: foi deliberado aprovar a atribuição de 13 bolsas de estudo aos alunos do ensino superior, no valor global de €8650.

DESPORTO E ASSOCIATIVISMO

Foi aprovado o protocolo a celebrar com a Casa do Concelho de Arcos de Valdevez, prevendo a transferência da verba de € 3 500,00, destinada às atividades correntes da mesma.

Foi deliberado apoiar o Rancho Folclórico de S. Paio de Arcos de Valdevez em € 1750 para fazer face às despesas com as deslocações do mesmo ao Mónaco no próximo mês de Junho.

Foi deliberado apoiar o Clube de Rugby de Arcos de Valdevez na realização de dois Torneios Internacionais no Complexo Desportivo Municipal, no valor de € 1 855,00.

VI FEIRA DE ARTESANATO E GASTRONOMIA PORTUGUESA – CENON – FRANÇA – A Autarquia irá participar na próxima Feira de Artesanato e Gastronomia portuguesa de Cenon que se realiza nos próximos dias 1,3 e 3 de maio. Neste sentido, a Câmara Municipal aprovou os custos com a participação no valor de €7 800,00.

AÇÃO SOCIAL

ATUALIZAÇÃO DAS RENDAS DE HABITAÇÃO SOCIAL PARA 2015:

Foi deliberado proceder à atualização das rendas em regime de arrendamento apoiado para vigorar durante o ano de 2015.

Bombeiros Voluntários de Arcos de Valdevez – foi aprovada a celebração de um protocolo no valor de 25 mil euros para fazer face às despesas com a constituição da EIP - Equipas de Intervenção Permanente. A implementação e o funcionamento das EIP passa pela congregação de esforços entre a ANPC, Camaras Municipais e as Associações Humanitárias de Bombeiros.

A EIP visa assegurar, em permanência, o socorro às populações, designadamente nos seguintes casos:

  1. a) Combate a incêndios;
  2. b) Socorro às populações em caso de incêndios, inundações, desabamentos, abalroamentos e em todos os acidentes ou catástrofes;
  3. c) Socorro a náufragos;
  4. d) Socorro complementar, em segunda intervenção, desencarceramento ou apoio a sinistrados no âmbito da urgência pré -hospitalar, não podendo substituir -se aos acordos com a autoridade nacional de emergência médica;
  5. e) Minimização de riscos em situações de previsão ou ocorrência de acidente grave;
  6. f) Colaboração em outras atividades de proteção civil, no âmbito do exercício das funções específicas que são cometidas aos corpos de bombeiros.

Os elementos que constituem as EIP desempenham, ainda, outras tarefas de âmbito operacional, incluindo planeamento, formação, reconhecimento dos locais de risco e das zonas críticas, preparação física e desportos, limpeza e manutenção de equipamento, viaturas e instalações, sem prejuízo da prontidão e socorro.

OBRAS MUNICIPAIS

RECONSTRUÇÃO E ADAPTAÇÃO DE EDIFICIO NA RUA DO ESPIRITO SANTO/ RUA CARLOS CUNHA (VALETA) – TRABALHOS DE DEMOLIÇÃO E CONTENÇÃO PERIFERICA: foi aprovado o relatório final respeitante à análise das propostas da obra em epígrafe e decidido manter a adjudicação à empresa Capta Formas, Ldª pelo valor de € 19 000,00.

BLOCO XLVII – CAMINHO DA VEIGA – LIGAÇÃO DE EIRÓS A COUCIEIRO – PROZELO: foi aprovado o auto de consignação da obra em epígrafe, adjudicado à firma Dinâmica Secreta, Ldª, no valor de € 99 903,21.

REABILITAÇÃO ENERGÉTICA DA PISCINA MUNICIPALfoi deliberado aprovar a conta final no valor de €57 055,65.

REQUALIFICAÇÃO DO CAMPO DE RUGBY – CONSTRUÇÃO DE BALNEÁRIOS: foi autorizada a liberação dos depósitos retidos, bem como a sua substituição por garantia bancária.

EXPEDIENTE

CIM ALTO MINHO – foi deliberado aprovar o pagamento de €9 896,64 relativo à comparticipação de projetos da CIM no período de 31 de julho a 31 de Dezembro de 2014.

PONTE DE LIMA REALIZA MARATONA

II Maratona Limiana. 3ª Etapa do Campeonato do Minho de BTT/XCM. 7 de junho 2015

Realiza-se em Ponte de Lima, no dia 7 de junho a II Maratona Limiana.

Com o apoio do Município de Ponte de Lima, a organização é do Batotas, Clube de Desportos Radicais de Ponte de Lima, em parceria com a Associação de Ciclismo do Minho, sendo disputada em trilhos da vila mais antiga de Portugal, começando e terminando junto à Ponte Medieval de Ponte de Lima.

As inscrições já estão abertas. A prova destina-se à participação de todos os interessados, independentemente de serem ou não atletas federados, prevendo esta Maratona Limiana a inscrição nas habituais categorias de competição, de lazer e paraciclismo, estando contemplados percursos de Meia-Maratona e de Maratona.

A pontuar para a terceira etapa do Campeonato do Minho de BTT XCM - Arrecadações da Quintã, a iniciativa dirige-se ainda a praticantes desportivos informais que participam em atividades numa perspetiva de lazer.

A participação na Maratona e na Meia-Maratona tem o custo de 10 euros (gratuita para atletas de paracilismo), havendo também a possibilidade de inscrição com jersey oficial (acresce 15 euros).

As inscrições podem ser formalizadas através do site www.classificacoes.net.

Maratona 2015

Maratona Limiana 2015

TROMPETISTA CABECEIRENSE SELECIONADO PARA INTEGRAR ORQUESTRA DE JOVENS DA UNIÃO EUROPEIA

A Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto congratula-se com a escolha do jovem cabeceirense Carlos Leite para integrar a Orquestra de Jovens da União Europeia.

O trompetista Carlos Leite foi um dos cinco jovens músicos portugueses selecionados para integrar aquela Orquestra como membro efetivo, sendo este o segundo ano consecutivo em que é chamado.

Carlos Leite, 21 anos, natural da freguesia de Refojos de Basto, iniciou o seu percurso musical na Banda Cabeceirense tinha apenas 11 anos de idade, altura em que ingressou na Escola Profissional Artística do Vale do Ave, na classe de trompete. Em 2011 completou o 12º ano na ARTAVE com a classificação de 19 valores, encontrando-se hoje a concluir a Licenciatura em Música na Escola Superior de Música, Artes e Espectáculo (ESMAE) do Porto. Neste momento encontra-se em Espanha, a estudar na Escola Superior de Música da Catalunha, em Barcelona, ao abrigo do Programa ERASMUS.

O jovem trompetista já participou em diversos concursos nacionais e internacionais, tendo obtido, em 2013, o 1º prémio no IV Concurso de Trompete na Póvoa de Varzim e ganho a bolsa para a ‘38Th Annual Conference of the International Trumpet Guild’.

Desenvolve atividades com a Banda Sinfónica Portuguesa e com Orquestra Sinfónica de Barcelona e Nacional da Catalunha.

É com “enorme satisfação” que o jovem músico regressa à Orquestra de Jovens da União Europeia, uma experiência que considera muito positiva e, acima de tudo, “uma oportunidade de contactar com pessoas muito influentes do meio da Música”, realçou Carlos Leite.

Refira-se que a Orquestra de Jovens da União Europeia foi fundada há 31 anos e tem como objetivo juntar os talentos instrumentistas dos diferentes Estados-Membros. Portugal faz parte desta Orquestra desde 1986, ano em que se tornou membro da EU.

De salientar, ainda, que as audições foram organizadas pela Direção-Geral das Artes e tiveram como júri o professor Rieu de Deede, representantes da OUJE, a musicóloga Dulce Brito, presidente do júri e responsável da DGArtes pela coordenação das audições em Portugal, o maestro Vasco Pearce de Azevedo, e ainda os antigos membros da orquestra Paulo Barros e António Figueiredo.

ALUNOS DE CELORICO DE BASTO VISITAM CITEVE

CLDS+, Celorico + Social, promoveu visita de Alunos do Agrupamento de Escolas ao CITEVE

Os alunos do 11º ano do Agrupamento de Escolas de Celorico de Basto visitaram, na semana transata, as instalações do CITEVE - Centro Tecnológico Têxtil e Vestuário de Famalicão. Uma ação inserida no plano de atividades do Eixo 1- Emprego, Formação e Qualificação, do CLDS+, Celorico+Social, e enquadrado nas ações de Apresentação e Orientação Vocacional e Workshop do Mundo do Trabalho.

visita ao citeve (2)

Joaquim Mota e Silva, Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, assegura a necessidade de formação, com experiências novas e apelativas, que visem de forma concreta, cativar para profissões, muitas vezes, declinadas por fatores vários. “Dar aos alunos do nosso agrupamento a hipótese de conhecer realidades diferentes e profissões emergentes, é uma forma de os ajudar a encontrar o caminho para a vida ativa. Este Centro Tecnológico é a prova de que o mundo têxtil e do vestuário está cada vez mais inovador. É urgente desmistificar a ideia de que este mercado de trabalho é precário, com profissões pouco valorizadas socialmente, pelo contrário, é um mercado repleto de potencialidades, com profissões bem remuneradas. O CLDS+ tem aqui um papel preponderante na orientação e apresentação vocacional”, disse.

No mesmo sentido, a coordenadora da Ação Social e Saúde da Câmara Municipal, Helena Martinho Costa, reforçou a importância de orientar os jovens para o futuro. “Estas oportunidades são muito importantes e fulcrais para a formação e posterior integração no mercado de trabalho. É preciso criar mecanismos contínuos que valorizem a formação fora da sala de aula. Ter experiências concretas pode fazer a diferença na hora de escolher qual o ciclo de estudos a seguir”, referiu.

Os 40 alunos do agrupamento visitaram uma organização de referência no panorama nacional e europeu, em matéria de promoção da inovação e desenvolvimento da indústria Têxtil e do Vestuário, a missão do CITEVE é apoiar o desenvolvimento das capacidades técnicas e tecnológicas das indústrias têxtil e do vestuário, através do fomento e da difusão da inovação, da promoção da melhoria da qualidade e do suporte instrumental à definição de politicas industriais para o sector.

visita ao citeve (1)

MUNICÍPIO DE FAFE APOIA A COOPFAFE

Banco Alimentar e Loja Social vão ter mais um espaço

A Câmara Municipal de Fafe cedeu mais um espaço, no Bairro da Cumieira, à Coopefafe, Cooperativa de Solidariedade Social de Fafe. Com mais esta sala, a cooperativa vai conseguir alargar a Loja Social e o Banco Alimentar.

Consciente das necessidades, cada vez maiores, dos munícipes, a câmara municipal de Fafe procura apoiar as instituições de solidariedade social do concelho. Nesse sentido, a autarquia fez obras numa das salas ao lado da de onde funciona atualmente a Loja Social da Coopfafe, no Bairro da Cumieira e cedeu o espaço à instituição para que possa alargar os seus serviços.

Com esta nova sala, a instituição terá melhores condições para acondicionar, quer os bens alimentares para distribuição, quer os materiais da loja social.

Para o presidente da câmara municipal de Fafe, Raul Cunha, que entregou, esta quinta-feira, as chaves do novo espaço ao presidente da instituição, Parcidio Summavielle, é necessário apoiar as estruturas existentes de apoio social. O importante é a causa pública devendo-se sempre distinguir as questões politicas. O interesse comum é o mais importante,

“A área social, como é do conhecimento de todos, é uma das prioridades deste executivo. Nesse sentido, tentamos criar todas as condições para ajudar. Se temos uma instituição disponível e que tem feito um bom trabalho nesta área, temos de apoiar. Tínhamos um espaço, ao lado do já cedido à instituição, decidimos disponibilizá-lo para mais pessoas possam encontrar apoio.”

“A atual crise, a atual conjuntura levou a que as dificuldades das pessoas aumentassem e, neste momento, sabemos que a procura por estes serviços, é cada vez maior. A autarquia está atenta e tenta ajudar de todas as formas, mas é impossível chegar a todos. Por isso, criamos condições para que as instituições de solidariedade possam também dar uma ajuda e esta, em particular tem-no feito”, disse o autarca.

GUIMARÃES REÚNE ASSEMBLEIA MUNICIPAL

Assembleia Municipal de Guimarães reúne quinta-feira à noite no Auditório da UMinho

Sessão volta a realizar-se no polo de Azurém da Universidade do Minho. Principia esta quinta-feira e deverá continuar no início da próxima semana.

Auditorio UM_Azurem

Os deputados da Assembleia Municipal de Guimarães, nos termos do nº 1 do artigo 27º da Lei nº 75/2013, de 12 de setembro, vão reunir em sessão ordinária esta quinta-feira, 30 de abril de 2015, pelas 21 horas, com possível continuação na segunda-feira, 04 de maio, no Auditório da Universidade do Minho. 

Composta por 21 pontos, a Ordem de Trabalhos, além da análise da atividade da Câmara Municipal, inclui deliberações sobre o Relatório e Contas 2014, Revisão do Plano Diretor Municipal, acordo de execução de delegação de competências nas freguesias em matéria de limpeza das vias e espaços públicos, sarjetas e sumidouros e da realização de pequenas reparações nos estabelecimentos de educação pré-escolar e do 1º ciclo do ensino básico.

Entre outros pontos, será ainda deliberada uma proposta para transferência das oficinas gerais da Câmara Municipal. A sessão ordinária da Assembleia Municipal de Guimarães, a principiar nesta última quinta-feira de abril, tem a seguinte Ordem de Trabalhos:

DIVERSOS

– Aprovação da Ata da sessão ordinária de 28 de fevereiro de 2015.

DOCUMENTOS PREVISIONAIS

– Relatório e Contas 2014.

– Análise da Certificação legal das contas.

– Análise do relatório e parecer do Auditor Externo.

– Análise da atividade da Câmara Municipal de Guimarães.

CÂMARA

– Revisão Orçamental.

ESTATUTO DO DIREITO DE OPOSIÇÃO

– Análise do relatório de avaliação do cumprimento do Estatuto do Direito de Oposição – Ano 2014.

REGULAMENTOS

– Alteração ao Regulamento de Antiguidades e da Segunda Mão.         

CULTURA

– Cedência da Black Box da Plataforma das Artes e da Criatividade ao Centro Juvenil de S. José – Isenção de taxas.

FREGUESIAS

– Apoio às freguesias através da formação de eleitos.

– Alteração ao contrato interadministrativo de delegação de competências – Freguesia de Barco – Ano de 2014 – Primeiro aditamento.

– Acordo de execução de delegação de competências nas freguesias em matéria de limpeza das vias e espaços públicos, sarjetas e sumidouros e da realização de pequenas reparações nos estabelecimentos de educação pré-escolar e do 1º ciclo do ensino básico.

– Atribuição de subsídio à freguesia de Ponte – Ampliação do cemitério.

CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS

– Seguro de acidentes de trabalho – Agosto a dezembro de 2015, 2016 e 2017.

– Transporte escolar aos alunos do 1º ciclo do Ensino Básico – Ano letivo 2015/2016 – Aprovação do pedido de parecer prévio e repartição de encargos.

– Transporte escolar em carreira pública – Ano letivo 2015/2016.

PATRIMÓNIO

– Afetação de domínio público de terreno destinado à ampliação do cemitério de Gondar.

– Arrendamento de prédio sito em Polvoreira – Transferência das oficinas gerais da Câmara Municipal.

URBANISMO

– Revisão do Plano Diretor Municipal.

TRÂNSITO

– Alteração de trânsito na freguesia de Arosa.

APROVAÇÃO DA ATA EM MINUTA

– Aprovação da Ata em Minuta da sessão

MUNICÍPIO DE FAFE RECEBE VOTO DE LOUVOR

Câmara Municipal de Fafe recebe voto de louvor. Coordenadoras de Educação felicitam Município pelas medidas implementadas

As coordenadoras do departamento da educação Pré-escolar do Agrupamento de Escolas de Fafe, Agrupamento de Escolas Professor Carlos Teixeira e Agrupamento de Escolas Montelongo apresentaram um voto de louvor à Câmara Municipal de Fafe pelas medidas implementadas no início do presente ano letivo, em prol da educação Pré-escolar pública no nosso concelho.

A educação é uma das grandes apostas deste executivo que implementou já, este ano, novas medidas de apoio que passam pela atribuição de subsídios, transportes e refeições.

Recordar que cerca de quinhentos alunos do pré-escolar beneficiam, este ano letivo, dos lanches escolares, uma medida da câmara municipal, inserida no pacote de investimento de três milhões de euros, feito na área da educação.

Os mais pequenos, do pré-escolar para além do lanche grátis, vão ter ainda acesso ao prolongamento de horário gratuito e atividades no período de interrupção letiva, destinadas a crianças cujo agregado familiar não tenha possibilidade de acompanhar os seus educandos.

No que se refere ao transporte escolar, as comparticipações foram alargadas ao ensino secundário, com transporte gratuito para os alunos que pertençam ao escalão A, da Segurança Social.

Ao todo beneficiam de transporte escolar 620 alunos do secundário, adolescentes que vivem a uma distância de 4 km ou mais do estabelecimento de ensino.

Destes, 97 pertencem ao escalão A, tendo transporte gratuito, 142 ao escalão B, com comparticipação de 75% do passe escolar e 381 sem escalão, que beneficiam de 50% de desconto no transporte.

Ainda no que respeita ao transporte, este é gratuito para os alunos do pré-escolar.

 Refira-se ainda que no pacote de investimento em educação, no que se refere ao primeiro ciclo, a câmara aprovou a proposta de Auxílios Económicos para aquisição de livros e material escolar, através de um protocolo com os agrupamentos de escolas.

À semelhança do que vem acontecendo em anos anteriores, os alunos mais carenciados, em que os escalões da segurança social o comprovem, têm ainda refeições gratuitas.

Recorde-se que todas estas medidas se vão prolongar ao longo deste ano letivo, estando contempladas no investimento de três milhões de euros, feito pela Câmara Municipal, na área da Educação.

PARTIDO “OS VERDES” QUER PROIBIR PESTICIDA GLIFOSATO

“Os Verdes” querem interdição do uso de pesticida glifosato – iniciativa em discussão no Parlamento a 30 de Abril

“Os Verdes” entregaram na Assembleia da República um Projeto de Resolução que recomenda ao Governo a interdição do uso do glifosato, o pesticida mais usado em Portugal e, de acordo com a OMS, «Carcinogéneo provável para o ser humano». O PEV pretende ainda que se promovam, junto de agricultores e autarquias, esclarecimentos sobre os efeitos do glifosato na saúde humana.

1003141_139756409564853_38033895_n

Assim que foi tornada pública a classificação do glifosato como «carcinogéneo provável para o ser humano», “Os Verdes” questionaram o Primeiro-ministro, num debate no Parlamento, sobre as medidas a tomar pelo Governo perante a evidência de ameaça à saúde pública e ao ambiente. Em resposta ao PEV, num debate posterior, Passos Coelho afirmou não haver evidência de que possa haver contaminação e que se iniciaria uma investigação sobre esta matéria. Para o PEV, é evidente a existência de contaminação do glifosato e é a própria existência de legislação que lhe impõe limites de presença nos alimentos. Para além disso, a investigação anunciada pelo Primeiro-ministro já está feita pela Organização Mundial de Saúde: resultados preocupantes que relacionam o glifosato com tipos de cancro tornam urgente a implementação de medidas que salvaguardem a saúde pública e o ambiente.

É com esse propósito que o PEV apresenta o Projeto de Resolução em causa que recomenda a promoção urgente de formas de esclarecimento sobre os resultados relativos aos efeitos do glifosato sobre a saúde humana e que se tome como objetivo urgente a interdição do uso do glifosato. “Os Verdes” recomendam ainda o alargamento da interdição à escala da União Europeia e que se apoiem, fundamentalmente os agricultores na fase de transição para o uso de outros meios alternativos livres de glifosato.

O Projeto de Resolução do PEV vai ser discutido na Assembleia da República na próxima quinta-feira, dia 30 de Abril, a partir das 15.00h.

PROJETO DE RESOLUÇÃO N.º1450/XII/4ª

SOBRE A INTERDIÇÃO DO USO DO GLIFOSATO

Nota justificativa

«Carcinogéneo provável para o ser humano» - é esta a classificação que a Organização Mundial de Saúde, por intermédio da sua Agência Internacional para a Investigação sobre o Cancro, faz do glifosato, o pesticida mais usado em Portugal, tendo aqui sido vendidas, só no ano de 2012, mais de 1400 toneladas e assistindo-se a uma tendência crescente do seu uso, nos últimos anos.

Está, assim, declarado um efeito perigoso do glifosato para a saúde humana, estabelecendo-se designadamente uma relação entre este herbicida e um cancro do sangue - o Linfoma não Hodgkin. Esta relação não se faz de ânimo leve, mas sim com base na existência e no reconhecimento de provas científicas credíveis e suficientes. Curiosamente, ou não, em Portugal todos os anos surgem cerca de 1700 novos casos deste tipo de cancro, apresentando uma taxa de mortalidade superior à média da União Europeia.

O glifosato apresenta uma ligação próxima aos organismos geneticamente modificados (OGM), na medida em que estes são resistentes ao herbicida em causa. Não por acaso, a Monsanto comercializa quer o glifosato (sob a marca comercial Roundup) quer as variedades transgénicas. Eis um, para além de outros, dos grandes problemas dos OGM - mais de 80% das plantas transgénicas no mundo foram modificadas no sentido de resistir às aplicações do herbicida.

Para além disso o glifosato tem utilização muito alargada na agricultura em geral (e.g. produção de arroz e muitas outras); pode também ser encontrado à venda em grandes superfícies abertas ao público, para usos mais domésticos; é também amplamente usado na limpeza de vias públicas e também em linhas de água para controlo de infestantes.

Para obtenção de informação relevante sobre esta questão do glifosato, recomenda-se a consulta do sítio da internet da Plataforma Transgénicos Fora (www.stopogm.net)

Assim, que foi tornada pública a classificação do glifosato como «carcinogéneo provável para o ser humano», os Verdes colocaram na Assembleia da República, num debate quinzenal com o Primeiro Ministro (de 1 de abril de 2015), a questão de saber o que pensaria o Governo fazer perante tal evidência de ameaça à saúde pública e ao ambiente.

Já sem tempo para intervenção nesse debate, o Primeiro Ministro guardou, contudo, resposta para o debate quinzenal seguinte (realizado em 17 de Abril de 2015), referindo o seguinte: Não existe evidência de que possa haver contaminação, embora haja sido sinalizado, por parte da Organização Mundial de Saúde, o risco provável de que isso possa acontecer. A Comissão Europeia ainda não tomou nenhuma posição, mas vamos iniciar uma investigação sobre esta matéria e, se concluirmos que é caso disso, não deixaremos de tomar medidas que protejam a saúde pública, nesta matéria

Face a esta resposta importa referir a evidência de que existe contaminação do glifosato é a da própria existência de legislação que lhe impõe limites de presença nos alimentos, havendo contudo muitos aspetos onde nem sequer é analisada a sua presença (como na água). Isto para já não falar da pulverização a céu aberto e em grandes quantidades. Partir do pressuposto de que pode não haver contaminação é, no mínimo, estranho.

Para além disso, a investigação anunciada pelo primeiro-ministro está feita pela Organização Mundial de Saúde. Agora, a partir desses resultados preocupantes, que relacionam o glifosato com tipos de cancro o passo responsável é tomar medidas que salvaguardem a saúde pública e o ambiente.

Com essa convicção e com esse propósito, o Grupo Parlamentar Os Verdes apresenta o seguinte Projeto de Resolução:

Ao abrigo das disposições constitucionais e regimentais aplicáveis, a Assembleia da República delibera recomendar ao Governo que:

1.Promova urgentemente formas de esclarecimento, designadamente a agricultores e a autarquias, sobre os resultados relativos aos efeitos do glifosato sobre a saúde humana, apontados pela Agência Internacional para a Investigação sobre o Cancro.

2.Tome como objetivo urgente a interdição do uso do glifosato.

3.Assuma a proposta urgente e a defesa intransigente para que essa interdição se dê à escala da União Europeia.

4. Apoie, fundamentalmente os pequenos e médios agricultores, na fase de transição para o uso de outros meios alternativos livres de glifosato.

Assembleia da República, Palácio de S. Bento, 24 de abril de 2015

Os Deputados,

Heloísa Apolónia                                                                  José Luís Ferreira

CERVEIRENSES PROMOVEM GALO DE CABIDELA

Galo de Cabidela para degustar à mesa cerveirense

Dez restaurantes do concelho apresentam, entre 01 e 03 de maio, a excelência dos seus serviços e os sabores irresistíveis do Galo de Cabidela e do Biscoito de Milho. O ‘Fim de Semana Gastronómico’ de Vila Nova de Cerveira combina a gastronomia genuína a um programa de animação diversificado e… primaveril.

Durante o mês de maio, Vila Nova de Cerveira celebra a gastronomia, convidando residentes e turistas para uma degustação de produtos ricos em identidade e história com forte ligação ao cultivo da terra e ao rio. O Galo de Cabidela pela contínua criação de animais e aves em casa, e o sável como peixe símbolo do rio Minho.

Associando-se uma vez mais ao Turismo do Porto e Norte de Portugal E.R. na promoção de um evento enogastronómico com o objetivo comum de consolidar o produto “Gastronomia e Vinhos” como uma realidade da região, dez estabelecimentos de restauração cerveirenses apresentam, durante o primeiro fim de semana de maio, o tradicional Galo de Cabidela, acompanhado pelo bom vinho da região e, no final, um delicioso café harmonizado pelo biscoito de milho.

Para tornar o fim-de-semana mais convidativo, os restaurantes aderentes - Abrigo das Andorinhas, Braseirão do Minho, Casa Lau, Central, Costa Verde, Glutão, Lavrador, Luso-Galaico, Sol Nascente, Casa das velhas - vão fazer um desconto de 10% no jantar de sexta-feira, e as unidades hoteleiras oferecem 15% de desconto nas dormidas de sexta e sábado: Hotel Turismo do Minho, Boega Hotel, Hotel Minho Belo, Hotel Rural Quinta da Malaposta, Quinta de S. Roque e Costa Verde.

Depois de experimentar a gastronomia local, não pode perder a oportunidade de vivenciar um ambiente primaveril contagiante com a II edição do PRIMAVERAEMCERVEIRA.COME. O Centro Histórico apresenta-se ornamentado a rigor com as cores primaveris, transformado num mercado repleto de doçaria tradicional, de licores, de flores e com jardins artísticos. O vasto programa dirigido para famílias é complementado com workshops de doçaria, ateliers de pintura para os mais novos, concertos de música, animadores de rua e muita dança, tudo aliado à ímpar beleza natural de Vila Nova de Cerveira.

Maio é o mês da gastronomia na ‘Vila das Artes’. Venha visitar-nos e deliciar-se.

TRAIL ADVENTURE ANIMA VILA DO GERÊS

De 30 de abril a 03 de maio, tem lugar, na Vila do Gerês, o II Gerês Trail Adventure.

Na sua segunda edição, este evento de Trail Running é composto por várias provas, em várias etapas e com diferentes distâncias, percorrendo aquele que é o único Parque Nacional de Portugal -  o Parque Nacional da Peneda Gerês, levando os participantes a calcorrear os mais belos e inóspitos recantos do Parque, sempre emoldurados por uma fauna e flora únicas!

Os seus trilhos, repletos de apontamentos históricos, preenchidos por uma moldura humana formada por gente local acolhedora e ávida de partilhar os seus usos e costumes, vão proporcionar uma experiência cultural inesquecível!

A prova Gerês Trail Adventure® poderá ser realizada por equipas (de 2 ou 3 elementos) e a solo**. A prova Gerês Trail Adventure® Starter pode ser realizada a solo.

Gerês Trail Adventure® - 4 dias - 4 etapas - 130 km's. É possível realizar uma versão com 105 km's em 4 dias, 4 etapas (prova sem prémios, para os atletas que não queiram ou, por qualquer motivo, não consigam terminar a etapa longa do 3º dia - estes atletas terão direito a prémio de finalista).

Limite de inscrições - 200 equipas.

Gerês Trail Aventure® Starter - 4 dias - 4 etapas - 70 km's.

Limite de inscrições - 200 atletas.

Escolhe o teu desafio ... e supera-te, no único Parque Nacional de Portugal (Peneda-Gerês)!

Vídeo promocional da prova

http://www.youtube.com/embed/GCq7SNSob7Y