Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

ACIAB PROMOVE SEMINÁRIO SOBRE GESTÃO OPERACIONAL

No âmbito do Programa Dinamizar, a ACIAB organizou mais um seminário dirigido aos empresários que participam neste programa, tendo como pano de fundo a gestão organizacional. A ação decorreu no dia 31 de março, no Auditório do Turismo, em Arcos de Valdevez.

Mesa

Esta ação apresentou de uma forma simples os vários vetores que devem ser trabalhados numa empresa para que se alcance um ambiente dinâmico e próspero, pois a gestão organizacional visa programar melhorias, implementar ações objetivas e avaliar e controlar a performance criando uma envolvente motivada e rentável para a empresa.

Os objetivos deste seminário assentaram em dotar os participantes das competências necessárias para tratar situações-tipo das empresas como o acompanhamento da evolução do negócio obtendo informação de forma mais fiável, eficaz e eficiente; a melhoraria da gestão financeira do seu negócio e avaliar de que forma a empresa pode aproveitar a economia digital para aumentar o negócio.

Toda esta ação foi conduzida tendo por base uma grande interação com a plateia que foi ao longo da sessão tirando dúvidas e levantando questões práticas com as quais os empresários se deparam no seu quotidiano.

O Programa Dinamizar é promovido pela ACIAB, em parceria com Confederação do Comércio e Serviços de Portugal, e estão envolvidas empresas do comércio e serviços da região que são apoiadas segundo uma metodologia que consiste em formação e consultoria, adaptadas à natureza de cada empresa.

A ACIAB continuará a promover mais seminários abertos ao público e os interessados que queiram participar poderão fazê-lo contactando a ACIAB pelos telefones 258 521 473, 258 454 524 ou pelo telemóvel 962 140 714.

INATEL DÁ AULAS DE INGLÊS EM VIANA DO CASTELO

Continuam abertas as inscrições para um novo curso de Iniciação ao Inglês, promovido pela INATEL Viana do Castelo.

Este curso, que decorrerá nas instalações da INATEL Viana do Castelo, será realizado às terças e quintas-feiras, das 18h00 às 20h00.

Sendo que todos os cursos da INATEL necessitam de um número mínimo de formandos inscritos, informa-se que as inscrições se manterão abertas até conseguirmos angariar esse mesmo número mínimo de formandos. Assim que tiver satisfeita essa condição, o curso terá início.

ARCOS DE VALDEVEZ REALIZA CAMPO DE FÉRIAS DA PASCOA DA PORTA DO MEZIO

Encontra-se a decorrer até ao próximo dia 3 de Abril, com muita alegria e alguma adrenalina o “Campo de Férias da Páscoa da Porta do Mezio, entrada do Parque Nacional Peneda Gerês (PNPG), situada no concelho de Arcos de Valdevez.

6 - P3243159 - Cópia

Os jovens com idades compreendidas entre os 6 e 14 anos beneficiam do “Parque Aventura”, um equipamento que foi muito recentemente colocado em funcionamento, no qual é possível praticar com emoção o Arborismo, transpondo obstáculos entre plataformas estrategicamente colocadas nas copas de imponentes árvores, com recurso a escalada, cordas em escada pontes suspensas, redes e um veloz slide com mais de 100 metros, que cumpre todas as regras de segurança.

Para além da emoção, aventura e diversão, também é proposto aos jovens um programa educativo recheado e aliciante que inclui trilhos a percorrer nas frondosas matas do Parque Nacional, jogos tradicionais e de orientação na natureza, equitação, procura de gravuras rupestres, observação de aves, entre muitas outras actividades colocadas ao seu alcance.

8 - P3243150 - Cópia

BICS ESTIMULA O EMPREENDEDORISMO NOS MAIS NOVOS

Candidaturas até 30 de abril

O projeto “+ biotec” é dirigido a candidatos a partir dos 16 anos e vai selecionar 30 ideias de negócio.

Os mais novos têm agora uma oportunidade de se tornarem empresários e contribuírem para o desenvolvimento económico do país. Estão abertas as candidaturas de ideias de negócio “+ biotec”, um projeto que surgiu da identificação de um problema comum: a necessidade de sensibilizar para o potencial da área da biotecnologia e de criar condições para o aparecimento de mais bioempreendedores em Portugal. Serão selecionados 60 projetos e as candidaturas podem ser submetidas até ao dia 30 de abril do corrente ano.

image001

Promovido pela BICS – Associação de Centros de Empresa e Inovação,  o Ideias “+ biotec” pressupõe a criação de uma metodologia de intervenção territorial (abrangência das 3 regiões de convergência NUTS II do Norte, Centro e Alentejo), focalizado no setor da biotecnologia que permita a dinamização do empreendedorismo, do espírito empresarial e da inovação no público jovem, potenciando o aparecimento de jovens portugueses com interesse e conhecimento especializado na biotecnologia, capazes de virem a implementar projetos empresariais.

BICS acredita que esta iniciativa vai incentivar a capacidade de iniciativa e criatividade dos aspirantes a empreendedores, com vista à identificação de ideias inovadoras para a criação de empresas em Portugal na área da Biotecnologia, promovendo assim a importância da competitividade e da inovação nos projetos empresariais, contribuindo para o desenvolvimento regional.

Serão admitidas Ideias que visem a criação de PME inovadoras que por sua vez venham a desenvolver atividades, direta ou indiretamente, no setor da Biotecnologia. Podem concorrer pessoas singulares, com mais de 16 anos (à data de entrega da candidatura), residentes nas Regiões Norte, Centro ou Alentejo, cujo projeto se enquadre nestas mesmas regiões. Os interessados em participar deverão formalizar a sua candidatura através da apresentação do dossier de candidatura que deverá incluir a Ficha de Inscrição, devendo ser acompanhada pelo Curriculum Vitae e por um documento onde conste a descrição da ideia. Caso o candidato pretenda poderá ainda anexar um dossier onde desenvolva de forma mais detalhada a sua ideia. As candidaturas apresentadas serão avaliadas por local de implementação.

As candidaturas serão analisadas por um júri composto por três membros, representantes de Instituições com alta credibilidade, ligados ao tema da biotecnologia e inovação, e deverão ser efetuadas até ao dia 30 de abril de 2015, através de uma das seguintes opções: nas instalações da BICS, remetido pelo correio, por fax, ou até mesmo através do endereço maisbiotec@bics.pt .

Empenhado em apoiar o desenvolvimento de novos negócios e em contribuir para o desenvolvimento do empreendedorismo do país, a BICS está disponível para auxiliar os interessados na elaboração da sua candidatura: dar suporte à criação, ao desenvolvimento e consolidação de empreendimentos inovadores, projetando assim novos negócios!

Para tal os interessados deverão contactar a BICS através do 253 204 040 ou do e-mail: geral@bics.pt

BICS

A BICS - Associação dos Centros de Empresa e Inovação Portugueses, é a Associação Nacional dos Business Innovation Centres de Portugal, uma instituição sem fins lucrativos, representativa dos BIC Portugueses, quer a nível nacional, quer a nível internacional.

A BICS tem por fim congregar todos os European Business Innovation Centres, certificados como tal pela União Europeia, que possuam sede em território nacional. Nasce com o objetivo de potenciar a atividade de todos os seus membros, através de uma estrutura comum de partilha de recursos, metodologias, meios, atividades e experiências, que permita a realização concertada de ações conjuntas.

Juntos, os EU | BIC constituem a maior rede pan-Europeia de Empreendedorismo e Inovação, constituída por mais de 200 EU-BIC e organizações similares localizados em todo o mundo. Em Portugal, existem oito BICS: NET (Porto), BICMINHO (Braga), CIEBI (Covilhã), CEIM (Madeira), Tagusvalley (Abrantes), Sines Tecnopolo, IPN (Coimbra) e DNA Cascais.

A aposta no empreendedorismo é uma referência destas entidades. Em 2013 e 2014 os BIC Portugueses apoiaram a criação de 225 novas empresas, com uma taxa média de sobrevivência de 92%, responsáveis pela criação de cerca de 450 novos empregos. Estima-se que no ano de 2014 o volume de negócios global destas empresas tenha ultrapassado os 15 milhões de euros.

INATEL APOIA O ASSOCIATIVISMO

O INATEL inicia hoje o período de aceitação de candidaturas de pedidos de apoio ao programa de Apoio ao Associativismo 2015

A organização associativa constitui uma das formas primordiais de coesão social e de expressão da sociedade civil que, através da multiplicidade de práticas e de tipos de intervenção, espelha um movimento heterogéneo e dinâmico, com características inovadoras pelo potencial de experimentação, qualificação e de resposta efetiva a problemas sociais em contextos de ambiente não formal e solidário.

unnamed

Como entidade estruturada a nível nacional vocacionada para valorizar as intervenções de âmbito associativo, a Fundação INATEL presta um serviço público de apoio, incentivo e estímulo às atividades dos agentes culturais, artísticos e sociais que voluntariamente desenvolvem um trabalho de proximidade com as comunidades em estreita articulação com as diferentes realidades locais.

Reconhecendo o contributo destas estruturas para a afirmação das identidades locais e para o desenvolvimento cultural, social e educativo dos territórios onde se inserem torna-se necessário regularizar as áreas de apoio, através de um instrumento que confira rigor, transparência e responsabilidade nessa atribuição e gestão, com base em critérios de análise explícitos.

Tendo esse objetivo em mente, torna-se público o Regulamento do Programa de Apoio ao Associativismo (em anexo), aprovado pelo Conselho de Administração da Fundação INATEL, elaborado numa perspetiva de comparticipação de atividades, projetos e eventos de reconhecido interesse cultural, organizados e promovidos pelas instituições sem fins lucrativos associadas da INATEL, os CCD – Centros de Cultura e Desporto.

Assim sendo, dever-se-á ter em atenção os seguintes pontos do Regulamento:

  • As candidaturas deverão ser apresentadas em formulário próprio (em anexo), em suporte digital ou impresso em papel, devidamente preenchido e autenticado pelo Presidente ou representante do órgão diretivo, e entregues nas Delegações distritais da Fundação INATEL, entre 3 de Novembro e 3 de Dezembro de 2014 (1ª Fase) e entre 1 de Abril e 1 de Maio de 2015 (2ª Fase), obedecendo à seguinte calendarização:
  • De 3 de Novembro a 3 de Dezembro de 2014 – atividades, projetos e eventos a realizar no primeiro semestre de 2015 (entre Janeiro e Junho);
  • De 1 de Abril a 1 de Maio de 2015 – atividades, projetos e eventos a realizar no segundo semestre de 2015 (entre Julho e Dezembro).
  • Os CCD que pretendam candidatar-se aos apoios financeiros e não financeiros da Fundação INATEL poderão submeter três tipologias de atividade, projeto e evento nas áreas de cinema e audiovisualetnografia e folcloreartes e culturas tradicionais, e música e teatro:
  • Atividade educativa e formativa – desde que pontual e aberta à comunidade, não ultrapassando trinta horas letivas ou trinta dias seguidos de formação;
  • Atividade performativa ou festival;
  • Atividade editorial, compreendendo edições bibliográficas, discográficas, videográficas e mistas.
  • As candidaturas são apreciadas, tendo por base os seguintes critérios de ponderação:
  • Justificação do objeto da candidatura;
  • Valor cultural, utilidade e impacto nas comunidades locais, nomeadamente o número de participantes e de espectadores e o envolvimento da sociedade civil;
  • Natureza da atividade, atendendo à pertinência para o território considerado bem como a sua consonância com a missão da Fundação INATEL no âmbito da salvaguarda do património cultural imaterial;
  • Parcerias estabelecidas (facilidade de meios e de condições de execução; diversidade de parcerias);
  • Sustentabilidade financeira, sobretudo a consistência do projeto de gestão e capacidade de angariação de outras fontes de financiamento.

As candidaturas dos CCD’s do distrito de Viana do Castelo poderão ser entregues diretamente na Agência INATEL de Viana do Castelo, sita na Rua de São Pedro, 10, 4900 – 538 Viana do Castelo ou enviados para jcruz@inatel.pt e/ou ag.vcastelo@inatel.pt.

CPCJ DE CAMINHA ASSOCIA-SE À COMEMORAÇÃO DO MÊS DA PREVENÇÃO DOS MAUS TRATOS NA INFÂNCIA

Campanha Laço Azul arrancou hoje com a distribuição de laços azuis nos estabelecimentos comerciais, instituições particulares de solidariedade social e serviços públicos do concelho

A Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Caminha associa-se à comemoração do mês da prevenção dos maus tratos na infância que iniciou hoje, com a distribuição de laços azuis e flyers informativos nos estabelecimentos comerciais, instituições particulares de solidariedade social (IPSS) e serviços públicos do concelho. O objetivo é consciencializar a comunidade para a problemática dos maus tratos na infância. A Câmara Municipal também se juntou à iniciativa e Miguel Alves marcou presença no início desta campanha, esta manhã, no Terreiro, em Caminha.

Para além do presidente da Câmara e dos elementos da CPCJ, também as crianças que estão a frequentar os ATL “Férias da Páscoa 2015” se juntaram a esta causa e esta manhã distribuíram laços azuis e flyers pelos comerciantes e edifícios públicos do concelho.

Durante o mês de abril, em Caminha assinala-se o mês da prevenção dos maus tratos na infância com a realização de várias iniciativas entre as quais a Campanha Laço Azul, com a distribuição de laços azuis nos estabelecimentos comerciais e serviços públicos; a divulgação do flyer sobre o Mês dos Maus Tratos na Infância e da História do Laço Azul; a distribuição de cartões pintados por nove artistas do concelho e a pintura de telas por vários artistas do concelho. Caminha encerra este mês da prevenção dos maus tratos na infância com a apresentação de uma peça de teatro subordinada ao tema que vai juntar várias coletividades concelhias.

1

Os artistas que se associaram a esta causa foram: Mário Garrido, Guilherme Sarmento Garrido, Mário Rebelo de Sousa, Alexandra Torres, Isabel Soares, Hugo Danin Torres, João Marrocos, Ricardo Dantas e António Nunes.

É de referir que a Campanha do Laço Azul (Blue Ribbon) iniciou-se em 1989, na Virgínia, E.U.A. quando uma avó, Bonnie W. Finney, amarrou uma fita azul à antena do seu carro para fazer com que as pessoas se questionassem. A história que Bonnie Finney contou aos elementos da comunidade que a interpelaram foi trágica, contando os episódios de maus-tratos à sua neta. O seu neto já tinha sido morto por maus tratos, de forma brutal. E porquê azul? Porque apesar do azul ser uma cor bonita, Bonnie Finney não queria esquecer os corpos batidos e cheios de nódoas negras dos seus dois netos. O azul servir-lhe-ia como um lembrete constante para a sua luta na proteção das crianças contra os maus tratos.

2

A história de Bonnie Finney demonstra-nos como o efeito da preocupação de um único cidadão pode ter no despertar das consciências do público, em geral, relativamente aos maus tratos contra as crianças, na sua prevenção e na promoção e proteção dos seus direitos.

Na verdade, Bonnie Finney fez com que um pouco por todo mundo, tenha sido designado o mês de abril, como o mês dedicado à Prevenção dos Maus Tratos Infligidos a crianças e Jovens.

A CPCJ de Caminha pretende com esta ação envolver e responsabilizar toda a comunidade na prevenção dos maus tratos, chamando à atenção para o papel ativo que se espera de cada cidadão.

4

JÁ COMEÇARAM OS TRABALHOS DE DRAGAGEM DA DOCA DE ESPOSENDE

Numa iniciativa do Município e satisfazendo uma reivindicação antiga da comunidade piscatória de Esposende, iniciaram, hoje, os trabalhos de dragagem da Doca de Pesca.

doca2

A draga que está a proceder à intervenção, pertencente a uma empresa holandesa, chegou ontem a Esposende, tendo começado esta manhã a operar. Os trabalhos, que serão executados através de um sistema inovador, deverão estar concluídos no prazo de duas semanas.

doca3

Ultrapassando, uma vez mais, as suas competências, dado que não é a entidade responsável por aquele espaço, a Câmara Municipal resolveu assumir a intervenção, num investimento próximo dos 120 mil euros, atendendo a que estava em causa a subsistência dos pescadores locais. Com efeito, o assoreamento da Doca de Pesca inviabilizava a saída das embarcações para a faina, impedindo os pescadores de saírem em busca do seu ganha-pão.

doca4

Sensível aos argumentos dos pescadores, a Autarquia desenvolveu, ao longo de vários anos, diligências com vista à resolução do problema, tendo decidido assumir o encargo da intervenção, depois de obter o aval das várias entidades responsáveis. O Município vai assim dar resposta a uma situação que vinha a arrastar-se ao longo do tempo, sem que qualquer uma das instituições com jurisdição na zona ribeirinha tenha dado solução ao problema.

O Presidente da Câmara Municipal, Benjamim Pereira, sublinha que “mesmo não sendo da sua competência, o Município assume os encargos da dragagem, o que representa um investimento financeiro assinalável, atendendo a que estava em causa a subsistência económica da comunidade piscatória”. O Autarca salienta, ainda, o empenho e a determinação que o Município colocou na resolução deste problema, que se traduziu num processo de negociações difícil.

doca_

O Município está, entretanto, a avaliar com as entidades oficiais, nomeadamente com a Doca de Pesca e o IPTM (Instituto Portuário e dos Transportes Marítimos), a possibilidade de alargar o âmbito desta intervenção a outros espaços da Zona Ribeirinha de Esposende, nomeadamente através da requalificação das infraestruturas existentes, no sentido de rentabilizar e colocar ao serviço da população estes equipamentos. Neste sentido, o Presidente Benjamim Pereira tem já agendada uma reunião com o Secretário de Estado do Mar, Manuel Pinto de Abreu.

doca1

VALENÇA LANÇA MÊS DA PREVENÇÃO DOS MALTRATOS NA INFÂNCIA

A Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Valença (CPCJ- Valença) lançou, hoje, a campanha do Mês da Prevenção dos Maus – Tratos na Infância, promovendo uma cerimónia de abertura na Praça da República.

A iniciativa, de âmbito nacional e internacional, integra-se na campanha distrital do Alto Minho e conta com o apoio da Câmara Municipal de Valença e da Comissão Nacional da Proteção de Crianças e Jovens em Risco.

Valença une-se a esta campanha pela erradicação dos maus-tratos a crianças, propondo um programa repleto de atividades, durante o mês de abril.

A cerimónia de abertura contou com um laço humano e uma largada de balões, realizados pelos alunos do Infantário da Santa Casa da Misericórdia e pelo Centro de Atividades Ocupacionais da APPACDM de Valença. Um laço gigante foi descerrado nos Paços do Concelho e aí permanecerá todo o mês a relembrar os objetivos desta causa e a convidar moradores e visitantes a deixarem a sua mensagem de apoio no quadro dos testemunhos. Um ato enriquecido, também, com a atuação da Academia de Música Fortaleza de Valença e com assinatura da Carta Municipal de Proclamação de Adesão à Campanha do Mês da Prevenção dos Maus – Tratos na Infância, por Jorge Mendes, Presidente da Câmara Municipal de Valença e pela Presidente da CPCJ-Valença Aurélia Torres Correia.

Ao longo deste mês a CPCJ-Valença irá dinamizar um conjunto de ações juntos dos vários agentes educativos e da comunidade local, designadamente a distribuição de informação, a afixação de outdoors e cartazes de sensibilização, a publicação de imagens/mensagens de sensibilização nos meios de comunicação locais, a utilização de laços de lapela azuis, nos estabelecimentos públicos e IPSS's, a distribuição do calendário dos afetos e história do laço azul nos estabelecimentos de ensino do pré-escolar e 1º ciclo.

 Todos nós, enquanto cidadãos, somos chamados a intervir na promoção e proteção dos direitos da criança...Bem haja os valencianos que contribuem para tal!

CERVEIRA E TOMIÑO (GALIZA) ADEREM À REDE DE CIDADES E VILAS DE EXCELÊNCIA

Vila Nova de Cerveira e Tomiño vão avançar com a adesão simultânea à Rede de Cidades e Vilas de Excelência, tendo como objetivo a apresentação futura de projetos comuns. Iniciativa do Instituto de Cidades e Vilas com Mobilidade visa o desenvolvimento integrado e sustentável do território e das pessoas que nele habitam ou visitam. Hastear da Bandeira de Vila de Excelência está agendada para dia 10 de abril, pelas 11h00, em Cerveira.

rede de vilas e cidades de excelencia

Ser uma cidade ou vila de excelência é um compromisso prático de qualificação dos territórios e das suas dinâmicas socioculturais e económicas, de forma a estimular a regeneração dos tecidos urbanos ou periurbanos, do ambiente urbano, da empregabilidade local e do turismo. Ao integrarem esta Rede, Vila Nova de Cerveira e Tomiño posicionam-se como Concelhos preocupados com as questões sócio-urbanas, adequando uma política inclusiva ao seu território, tal como é preconizado pela estratégia Europa 2020.

O autarca cerveirense explica que esta adesão individual, mas com caráter transfronteiriço, é interessante para o reforço do conceito ‘um destino, dois países’, no sentido de alcançar apoios para a concretização futura de alguns projetos comuns já definidos no âmbito da Agenda Estratégica para a Cooperação Transfronteiriça Cerveira-Tomiño, designadamente nas dimensões turístico-ambiental do rio Minho; na mobilidade transfronteiriça e desenvolvimento territorial sustentável; na gestão partilhada de serviços e equipamentos públicos; e no desenvolvimento económico.

Não obstante, Fernando Nogueira ressalva que, no caso concreto do município cerveirense, há uma forte aposta na afirmação do concelho como destino “acessível e de excelência para viver, trabalhar ou visitar", através de uma regeneração urbana baseada na acessibilidade e na inclusão, com uma dinâmica turístico-comercial importante e desenvolvimento de espaços verdes na política ambiental.

A adesão de Vila Nova de Cerveira à Rede de Cidades e Vilas de Excelência será formalmente oficializada no próximo dia 10 de abril, pelas 11h00, com o Hastear da Bandeira de Vila de Excelência, nos eixos ‘Cidade ou Vila Ciclável e de Mobilidade Amigável’ e ‘Cidade ou Vila de Regeneração e Vitalidade Urbana’.

Ser reconhecido como Cidade ou Vila de Excelência é ser reconhecido pelo mérito, pelo trabalho e pela proposta e estímulo a nela habitar, trabalhar ou visitar. Em cada ano, e após a concretização das metas estabelecidas no plano de ação, é atribuído o título de excelência e a respetiva bandeira ao Município.

IMG_9787

INATEL ENSINA A UTILIZAR ERVAS AROMÁTICAS E ESPECIARIAS

Estão abertas as inscrições para duas das atividades que irão decorrer durante o mês de Abril, referentes ao projecto “Sintonia de Saberes 2015”.

Caso se queiram inscrever para o Workshop ou Conversa Aberta, queiram por favor enviar:

Nome Individual ou da Instituição

Morada

Nº de telefone

Email

Nº Socio ( se for o caso)

Numero de pessoas a inscrever

WORKSHOP sobre “ Ervas aromáticas e especiarias: como e onde utilizar “, com a Dra. Hélia Barros

18.04.2015 | 15h00 às 17h00

15€ | Sócios

25€ | Não sócios

CONVERSA ABERTA, com o Dr. Ernesto Costa, sobre “Benefícios Saudáveis” GRATUITA para toda a população.

27.04.2015 | 17H00 às 18h30

PONTE DE LIMA CELEBRA SEMANA SANTA

Páscoa 2015 – Ponte de Lima: Quaresma e Solenidades da Semana Santa

A Semana Santa em Ponte de Lima apresenta um programa cultural, com exposições e concertos musicais.

No Museu dos Terceiros estão patentes duas exposições temporárias. Até 6 de abril, no âmbito desta quadra pascal pode ver a exposição “Invocar a Paixão”, com imagens de Jesus Cristo no momento da Paixão.

Patente ao público também no Museu dos Terceiros está a exposição “Convento de Vale de Pereiras - 500 anos de Clarissas em Ponte de Lima”, até 30 de junho.

Símbolo de uma era finda, o Convento de S. Francisco de Vale de Pereiras afirmou-se em território limiano desde a Idade Média até à extinção das ordens religiosas no século XIX, ecoando a espiritualidade e a arte franciscana, primeiro através da presença dos frades claustrais e depois por intermédio das clarissas.

Este ano, em que se cumprem cinco séculos sobre a sua passagem de convento de frades para convento de freiras, o Museu dos Terceiros evoca o prestigiado e infelizmente desaparecido cenóbio com uma pequena exposição iconográfica e documental em torno dos seus vestígios.

Na Quinta-feira Santa, 2 de abril, realiza-se o Concerto de Páscoa “STABAT MATER” de G. PERGOLESI e “CONCERTO GROSSO” de P. LOCATELLI OP 1 Nº 11 DÓ MENOR pelo ALTO MINHO ENSEMBLE, na Igreja Matriz, a partir das 22 horas.

O Roteiro da 7 Dores / Veneração da Santa Cruz, acontece na Sexta-feira Santa, 3 de abril, entre as 14h30 e as 17h30, nas Igrejas e Capelas do Centro Histórico, iniciando-se o roteiro na Igreja de Nossa Senhora da Guia; Igreja do Convento de Santo António; Igreja da Ordem Terceira de São Francisco; Igreja da Misericórdia; Capela de Nossa Senhora da Penha de França; Capela de S. João e Igreja Matriz.

Referência ainda para a tradicional Via Sacra, pelas ruas do Centro Histórico, com saída da Capela de Nossa Senhora da Lapa, às 21h30 do dia 3 de abril.

A quadra pascal termina no dia 5 de abril com o Compasso Pascal, das 8h00 às 20h00, nas freguesias do concelho.

ESPOSENDE PROMOVE MAIS UMA EDIÇÃO DE SUCESSO DO “MARÇO COM SABORES DO MAR”

“Senhora Peliteiro” venceu Concurso Gastronómico

Decorreu, ontem, no Fórum Municipal Rodrigues Sampaio, a sessão de entrega dos Diplomas, Lembranças e Prémios aos participantes na 16.ª edição da iniciativa “Março com Sabores do Mar”, organizada pela Câmara Municipal de Esposende, em colaboração com as unidades de restauração do concelho e diversos parceiros.

MSM_

O Restaurante & Atelier Gastronómico "Senhora Peliteiro", de Fão, que concorreu com o prato “Sopa da Senhora”, foi o vencedor do 12.º Concurso Gastronómico “Março com Sabores do Mar”. A ACICE (Associação Comercial e Industrial do Concelho de Esposende) ofereceu ao vencedor do Concurso Gastronómico “Março com Sabores do Mar” uma consulta gratuita para implementação do processo HACCP, bem como um ano de acompanhamento gratuito no processo de implementação do sistema de higiene e segurança alimentar.

Vencedor_cantinas

O 2.º classificado foi o Restaurante "Tio Pepe", de Fão, com a “Lampreia à Bordaleza”, tendo recebido também a menção honrosa “Acompanhamento Vinhos”. Em 3.º lugar classificou-se o Restaurante "Varandas do Cávado", do Hotel Suave Mar, de Esposende, que concorreu com “Robalo ao vapor com Legumes da Horta”, recebendo a menção honrosa “Qualidade do Serviço”.

O Restaurante e Pizzeria "Siamo In Due" foi distinguido com as menções honrosas “Promoção Própria” e “Inovação”, o "Buraco" conquistou a referente a “Preço/qualidade”, o Restaurante "Bar da Praia" a menção honrosa “Ambiente” e o Restaurante “Água Pé” a de “Mérito Qualidade”.

Na edição deste ano participaram no concurso gastronómico 11 dos 26 restaurantes aderentes, cujas sugestões foram avaliadas por uma Comissão gourmet, presidida pelo Enófilo José Silva e pelos Chefes Marco Gomes e Mário Rodrigues, e por Paulo Russel Pinto e Agostinho Peixoto, responsável do produto Gastronomia e Vinhos da TPNP.

No que respeita ao Concurso “Jovem Cozinheiro dos Sabores do Mar”, promovido em parceria com a Escola Profissional de Esposende e direcionado para os alunos da área da restauração e cozinha, o 1.º lugar foi alcançado por Sara Raquel Tavares, o 2.º classificado foi Patrícia Isabel Barreto e o 3.º foi José Ilídio Carvalho.

Esta edição integrou mais uma edição do Concurso “Cantinas Escolares com Sabores do Mar”, com o intuito de desafiar a criatividade na confeção de pratos de peixe e aumentar o consumo de pescado. Participaram 11 cantinas de escolas e de instituições do concelho que confecionam refeições escolares, sendo que o júri que avaliou os pratos era constituído por Rita Pinheiro, Chefe Ivo Loureiro e Sara Correia. O 1.º classificado foi a Cantina da Escola Básica de Criaz, que concorreu com “Quiche de Bacalhau com saladas coloridas”. Quanto a menções honrosas o Centro Social de Curvos conquistou a de “Qualidade Nutricional”, o Centro Comunitário de Vila Chã e de “Educação Alimentar”, o Centro Social da Juventude Unida de Marinhas a de “Qualidade da Matéria Prima” e a Escola Básica de Fonte Boa a de “Criatividade e Inovação”.

Inserido também no “Março com Sabores do Mar” decorreu o Festival das Sopas, uma iniciativa da Escola Básica de Apúlia e da sua Associação de Pais, na qual participaram 12 concorrentes, nomeadamente 4 associações e 8 restaurantes locais. Em termos de associações, o 1.º lugar coube à Associação de Pais da Escola do Facho, de Apúlia, pela “Sopa de dorminhoco com massinhas”, e, ao nível da restauração, venceu o Restaurante “A Salgueira”, que concorreu com “Canja de Ameijoa”. O objetivo do festival foi dar a conhecer o valor tradicional cultural e culinário do concelho, sendo o júri formado pelo Enófilo José Silva, António Moura e Marc Barros.

vencedor_concurso_Jovem_Cozinheiro

Em jeito de balanço, o Presidente da Câmara Municipal, Benjamim Pereira, fez avaliação positiva da iniciativa, destacando a grande envolvência, e reafirmou o empenho do Município em promover e dinamizar a gastronomia local, nomeadamente através do “Março com Sabores do Mar” e dos “Sabores do Campo”, evento que decorre ao longo de todo o mês de novembro, ambos com o mesmo intuito de combater a sazonalidade e promover a gastronomia e os produtos locais.

Considerando que Esposende é um concelho com “vocação turística”, o Município, num “projeto muito bem alicerçado”, frisou o Autarca, tem vindo a apostar na sua promoção e valorização, nas suas diversas vertentes, desde a qualificação do território ao apoio às atividades económicas, passando pela realização dos mais variados eventos. A título de exemplo, citou vários investimentos em curso no concelho, entre os quais a execução de mais uma fase de requalificação da Zona Ribeirinha de Esposende e das intervenções do Programa Polis Litoral Norte. Benjamim Pereira deixou claro de que existe uma “estratégia bem delineada” e afirmou que “o futuro é risonho para Esposende”.

A terminar a sua intervenção, deixou um conjunto de agradecimentos a todos quantos contribuíram para o sucesso desta edição do “Março com Sabores do Mar”.

O Vice-Presidente da Entidade Regional Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP), Jorge Magalhães, elogiou a estratégia turística de Esposende, apontando-o como exemplo para os outros 85 municípios que integram a TPNP. Salientou a aposta no produto estratégico Gastronomia e Vinhos, quer através do “Março com Sabores do Mar” quer do evento “Sabores do Campo”, considerando que são iniciativas que trazem riqueza ao concelho. Sobre o “Março com Sabores do Mar” destacou a abrangência da iniciativa e elogiou a envolvência das escolas, felicitando todos pelo empenho e participação.

Terminou, reiterando, uma vez mais, a total disponibilidade da Entidade Regional TPNP para colaborar com o Município na promoção de Esposende. “Só com envolvência mútua podemos potenciar o crescimento do Turismo e, também, do emprego”, afirmou Jorge Magalhães.

O Presidente do júri do Concurso Gastronómico “Março com Sabores do Mar”, o Enófilo José Silva agradeceu a participação dos restaurantes concorrentes e deixou o desafio para uma adesão maior na próxima edição. Destacou a qualidade dos produtos do concelho e anunciou de que está praticamente definida a escolha do novo prato de Esposende, que terá com base o polvo na pedra, receita que será depois certificada e divulgada pelo Município. José Silva felicitou ainda a Câmara Municipal pela trabalho que tem vindo a desenvolver no plano da promoção da Gastronomia e Vinhos.

Vencedor_restaurantes_Senhora_Peliteiro

PÁSCOA ENFEITA ARCOS DE VALDEVEZ

Câmara Municipal promove decoração de ruas em época Pascal

A Páscoa  é a celebração mais importante da Igreja Cristã, onde se comemora a ressurreição de Jesus Cristo, e, foi a pensar nisso que o Municipio decidiu decorar vários espaços da sede do concelho com esculturas de coelhos e ovos da Páscoa, símbolos da época Pascal, bem como colocar ramos de palmeira e carpetes alusivas à celebração, embelezando as várias artérias da Vila e enfatizando a época que se vive.

Pascoa2015 (2)

Estes motivos decorativos fazem as delícias dos visitantes e arcuenses que nesta altura participam nas celebrações da Semana Santa e aproveitam para degustar as iguarias arcuenses, como os vinhos, os doces regionais e os pratos típicos da região.

Pascoa2015 (1)

A par da gastronomia e do ambiente que se vive, em Arcos de Valdevez também é possível assistir a concertos de música, como o que se irá realizar na próxima sexta-feira, dia 3 de abril, às 22h00, pelo grupo Alto-Minho Ensemble na Igreja do Espírito Santo, e assistir a eventos desportivos realizados no âmbito da programação da época, como torneios de futebol.

De realçar que o Municipio, em colaboração com a ACIAB-Associação Comercial de Arcos de Valdevez e Ponte da Barca e a Associação Regional de Desenvolvimento do Alto Minho (ARDAL), repescou o tradicional desfile dos Bois da Páscoa que este ano voltou a trazer milhares de forasteiros ao concelho.

Esta tradição, retomada recentemente no cartaz turístico desta vila alto-minhota, fez descer à sede do Concelho os melhores bovinos dos produtores locais, devidamente cuidados e enfeitados, a fim de dar a conhecer a proveniência da carne que irá ser consumida nesta época festiva de Páscoa.

Estas são iniciativas que a Câmara Municipal promove a pensar no desenvolvimento económico do concelho e na atratividade ao nível do Turismo.

JOVENS DE CERVEIRA FAZEM CAMPANHA DE RECICLAGEM

Campanha pela reciclagem em Cerveira pelas mãos de jovens estudantes

Um grupo de jovens do programa Eco-Escolas do Agrupamento de Escolas de Vila Nova de Cerveira foi desafiado pela autarquia para promover, porta a porta, uma mudança de atitudes para com a separação de resíduos. A campanha de sensibilização ambiental “Divida por todos e seja Feliz”, dinamizada pela Valorminho em parceria com a Câmara Municipal, decorreu, pela primeira vez, esta segunda e terça-feira, numa área piloto de 250 habitações. Vereadora Aurora Viães acompanhou primeiro dia de “uma ação enriquecedora para todos”.

De espírito motivado, cerca de 10 jovens cerveirenses tornaram-se, durante dois dias, ‘agentes especiais da reciclagem’ - assim se auto-intitularam –, tendo como missão espalhar uma mensagem de educação ambiental que também eles já incorporaram desde a primária. O alvo são 250 residências.

Toca-se à campainha, abrem a porta e a conversa surge naturalmente: ‘Andamos a pedir uma coisa. Já recicla?’. Na sua maioria, a resposta é positiva, agradando aos jovens que, de seguida, prestam uma pequena informação alusiva à separação multimaterial e oferecem um ecoponto (3ecobags), um funil para deposição de óleos alimentares, uma sinalética de apoio e um saco reutilizável. O objetivo da campanha é a separação de resíduos tendo como horizonte a maximização das quantidades de reciclagem, com enfoque na deposição em locais adequados.

Acompanhados por um monitor da Valorminho, estes jovens contaram ainda, no arranque desta ação inédita, com a companhia da vereadora da educação, Aurora Viães. “É enriquecedor assistir ao empenho e participação ativa na resolução de problemas ambientais por aqueles que constituirão a futura geração de cerveirenses. Não obstante, é fundamental passar essa mensagem aos pais, avós, amigos, vizinhos, população em geral de que um mundo ambientalmente saudável é responsabilidade de cada um de nós, e com um pequeno gesto se faz a diferença”, assegurou.

De acordo com a Valorminho, a Sensibilização Ambiental pretende atingir uma predisposição da população para uma mudança de atitudes, algo que só se pode verificar se a população for educada, ou seja, se depois de sensibilizada lhe forem apresentados os meios que a conduzam a uma atitude mais correta para com o ambiente.

Os resíduos colocados nos ecopontos e ecocentros permitem contribuir para a reciclagem evitando a deposição em aterro sanitário. Desta forma, é possível prolongar o ciclo de vida dos materiais valorizáveis, sendo da responsabilidade de cada cidadão promover correta deposição dos seus resíduos.

A separação multimaterial tem inúmeras vantagens, desde a economia de energia; a redução dos resíduos depositados em aterro, reduzindo assim a tarifa de deposição em aterro e a taxa de gestão de resíduos (TGR) paga pelo Município, e consequentemente implicará uma diminuição da taxa paga pelo munícipe; a economia de matérias-primas; a proteção dos recursos naturais e valorização de resíduos para concepção de novos produtos; e a redução da poluição do ar, solo e água.

VIZELA EXPÕE PINTURA DE ANTÓNIO RODRIGUES “VALENÇA”

30 de março a 27 de abril: Exposição de António Rodrigues - “Valença” na Loja Interativa de Turismo

Está patente na Loja Interativa de Turismo de Vizela uma exposição de pintura de António Rodrigues - “Valença”.

exp. Valença

A exposição pode ser visitada até ao próximo dia 27 de abril.

‘António José Mendes Rodrigues, mais conhecido na cidade como “Valença”, é um vizelense de 49 anos, que assume com grande entusiasmo a sua paixão pela pintura.

Este gosto não será de estranhar, uma vez que esta arte tem vindo a ser desenvolvida pelos seus antepassados.

Desde os 16 de idade que trabalha como pintor, particularmente no restauro de igrejas e capelas.

Decidido a expandir as suas ideias, iniciou a sua atividade artística, enquanto autodidata, há cerca de oito anos, onde a influência e incentivo de um amigo foram cruciais.

Tem desenvolvido e aprofundado as suas capacidades artísticas, ao longo destes últimos anos, tendo inclusivamente já realizado exposições no concelho.’

 

CERVEIRA DÁ A CONHECER A HISTÓRIA DA SANTA CASA DA MISERICÓRDIA

Arquivo Municipal de Vila Nova de Cerveira expõe antiguidade e atualidade da Misericórdia de Cerveira

“Misericórdia de Cerveira: Religião, Caridade e Hospital”, este é o nome da exposição que o Arquivo Municipal, com o apoio da Santa Casa da Misericórdia de Vila Nova de Cerveira, inaugura amanhã, quinta-feira, 02 de abril, às 18h30. Integrada nas comemorações da Semana Santa, esta mostra visa divulgar a história da Santa Casa e a sua ligação secular a esta efeméride. Exposição estará patente até final do mês de setembro e com portas abertas na sexta-feira Santa e sábado de Aleluia.

Dada a importância dos arquivos das Misericórdias, não apenas para a história nacional enquanto entidade promotora de assistência social, religiosa e económica, mas também para a história local, o objetivo desta exposição é continuar a defender, preservar e desenvolver o interesse destes conjuntos documentais na consciência da comunidade.

Nesta perspetiva, e através da apresentação de um vasto espólio documental à guarda do Arquivo Municipal de Vila Nova de Cerveira e de alguns elementos patrimoniais cedidos pela Santa Casa para esta mostra, será possível conhecer e contactar com a história e o trabalho desenvolvido por esta instituição secular.

Nos vários expositores espalhados pelo hall de entrada e corredor do Arquivo Municipal estão disponíveis quadros e painéis com fotografias de beneméritos; o registo fotográfico da evolução da construção do Hospital, desde o lançamento da 1ª pedra em 8 de dezembro de 1926 a 1940; dois missais romanos, um de 1703 e outro de 1924; diversas publicações, nomeadamente um livro com a entrada dos irmãos da Irmandade da Santa Casa (1856 a 1877) e os estatutos da Santa e Real Casa da Misericórdia de 1897; um livro que serviu para o registo das contas da receita que os tesoureiros recebiam (1787 a 1852); o livro Mestre nº 1 (1779 a 1846) onde se registavam as escrituras a juro que a Santa Casa tinha; um livro de assentos de óbitos das pessoas falecidas no Hospital (1911 a 1941) e um livro de registo de nascimentos realizados no Hospital de Vila Nova de Cerveira (1936 a 1942), entre outro material enriquecedor para a preservação da história da Santa Casa.

Com muita antiguidade, vários autores apontam a data da fundação da Santa Casa da Misericórdia de Vila Nova de Cerveira para os finais do século XVI. Sabe-se que foi governada pelo compromisso da Misericórdia de Lisboa, datado ao ano de 1618, quase até ao final do século XIX (1897), altura em que se fizeram novos estatutos. A Misericórdia de Cerveira foi criada no interior do Castelo e numa casa contígua à Câmara Municipal, onde ainda hoje se mantém a Igreja da Misericórdia e, à semelhança de muitas outras localidades, esta confraria também anexou o hospital medieval existente.

A exposição “Misericórdia de Cerveira: Religião, Caridade e Hospital” estará patente até final do mês de setembro durante o horário de funcionamento do Arquivo Municipal, encontrando-se de com portas abertas na sexta-feira Santa e sábado de Aleluia.

GUIÕES DOS PASSOS DE BRAGA VOLTAM ÀS RUAS DA CIDADE

O Cortejo de Guiões dos Passos do Concelho de Braga, voltou a encher as ruas do centro histórico da cidade dos arcebispos. Muitos dos que assistiram, vieram das freguesias de onde provem os Guiões, contudo, na sua grande maioria, foram os bracarenses citadinos e turistas que demonstraram o seu interesse e curiosidade. Esta iniciativa que foi levada a efeito pelo terceiro ano consecutivo, pela Irmandade do Mártir São Vicente de Braga e respectiva Comunidade Paroquial, contou com a participação das freguesias de Cabreiros, Celeirós, Crespos, Figueiredo, Real e da Irmandade de Santa Cruz de Braga.

III_Cort_Guiões_06

Levado a efeito pela primeira vez em 2013, consta desde o ano transacto, no programa oficial da Quaresma e Solenidades da Semana Santa de Braga. Assim, este Cortejo processional, dá início ao ciclo de procissões, constantes na programação da ‘Semana Santa’ ou ‘Semana Maior’ bracarense. 

III_Cort_Guiões_05

Com esta iniciativa, pretende a Irmandade do Mártir São Vicente, congregar e rematar na cidade, através deste Cortejo de Guiões, o ciclo de procissões de Passos, levado a efeito pelas paróquias do arciprestado/concelho de Braga, durante o período quaresmal. Reunindo assim, num só cortejo processional, todos os Guiões que abrem as Procissões dos Passos que se realizam no Concelho de Braga. Outro dos objectivos, não menos importante é, divulgar e promover  junto dos bracarenses (citadinos e não só), turistas e demais visitantes que, por ocasião da Semana Santa ocorrem a Braga, todo um vasto património - material e imaterial -, inerente a estas manifestações de fé e religiosidade.

III_Cort_Guiões_04

Além dos Guiões (estandarte que abre as Procissões) e demais bandeiras alusivas à quadra, cada Irmandade/Paróquia fez-se também representar no Cortejo, com um ou mais quadros bíblicos mais significativos das suas Procissões e ainda, dos respectivos agrupamentos escutistas com as suas fanfarras.

Os Passos e a simbologia das Três cruzes

Este ano, pela primeira vez, o ‘Cortejo de Guiões’ integrou ainda, um conjunto de três cruzes - no início, a meio e no fim -, que pretendem significar a Paixão a Morte e a Redenção de Cristo, ou seja, do martírio da Paixão à glória da Redenção. Em termos de ‘quadros bíblicos’, o Cortejo fechou precisamente com a figura de ‘Cristo Redentor’.

III_Cort_Guiões_01

Exposição dos Guiões no Claustro da Sé Catedral

Depois de terem estado expostos na Igreja paroquial de São Vicente, os Guiões de Passos e demais bandeiras procissionais, encontram-se expostos no claustro da Sé Catedral - epicentro da programação da Semana Santa bracarense -, onde ficarão até ao ‘Domingo de Pascoela’, dia 12 de abril. 

III_Cort_Guiões_02

CAMINHA RESTABELECE LIGAÇÃO FLUVIAL COM A GALIZA

Ferry boat Santa rita de cássia retoma a atividade sexta-feira

O ferry boat Santa Rita de Cássia, que faz as travessias entre Caminha e A Guarda, vai retomar a atividade esta sexta-feira, dia 3 de abril, às 16 horas, de forma condicionada. As travessias, durante o mês de abril, serão gratuitas. Tal como foi assegurado por Miguel Alves, a embarcação volta a operar na semana da Páscoa graças ao empenhamento do Município.

Parado há cerca de um ano, o ferry boat de Caminha regressa ao ativo de forma condicionada, isto é, a embarcação vai fazer as travessias durante o fim de semana mas durante os dias da próxima semana continuarão os trabalhos de limpeza do cais de atracação. Todos os esforços estão a ser desenvolvidos para que, a partir do segundo fim de semana de abril, o ferry boat Santa Rita de Cássia retome o normal funcionamento.

Recorde-se que os trabalhos de limpeza, imprescindíveis para que o canal de navegação seja operacional, estão a decorrer a bom ritmo. Esta obra, orçada em 72.064 €, prevê a retirada de mais de 19 mil metros cúbicos de areia do cais de atracação da embarcação.

VIZELA APRESENTA LITERATURA INFANTIL

Sábados na Biblioteca ‘Jaime e as bolotas’, de Tim Bowley

No âmbito da atividade Sábados na Biblioteca, a Biblioteca Municipal Fundação Jorge Antunes promove, no próximo dia 11 de abril, às 15.30h, a atividade ‘Jaime e as bolotas’, de Tim Bowley.

jaime_e_as_bolotas_Pt_01

De lembrar que a Biblioteca Municipal Fundação Jorge Antunes apenas está aberta no primeiro sábado de cada mês, com a atividade Sábados na Biblioteca (Hora do conto + oficina), das 15h30 às 17h30, estando encerrada nos restantes sábados do mês.

Excecionalmente, devido ao feriado da Páscoa, a atividade Sábados na biblioteca realiza-se a 11 e não a 4 de abril.

Sábados na biblioteca11 de Abril, 15h30‘Jaime e as bolotas’, de Tim Bowley

O Jaime plantou uma bolota, mas antes que pudesse crescer, um esquilo desenterrou-a e escondeu-a.

O Jaime plantou uma bolota. Germinou e saiu um rebento da terra, mas ...

Queres saber como continua? Esperamos por ti na biblioteca.

Atividade gratuita para crianças e famílias.

TRAJES TRADICONAIS DO MINHO

A imagem mostra duas minhotas com trajes caraterísticos. Calcula-se que a foto tenha sido produzida entre 1870 a 1880. Foi adquirida pela Secretaria de Estado da Cultura há cerca de 25 anos e pertence ao Centro Português de Fotografia.

Pág. 21/21