Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

CONSELHO EXECUTIVO DO QUADRILÁTERO REÚNE EM GUIMARÃES

Nova imagem do “Cartão Quadrilátero Cultural” apresentada esta 3ª feira em Guimarães. Sessão pública realiza-se no Palácio Vila Flor

Além do novo layout, serão apresentados dados estatísticos sobre o cartão. Conselho Executivo do Quadrilátero reúne antes do encontro com os jornalistas.

Palacio_Vila_Flor

A Associação do Quadrilátero, da qual fazem parte os Municípios de Barcelos, Braga, Famalicão e Guimarães, realiza esta terça-feira, 04 de novembro, pelas 11:30 horas, no Palácio Vila Flor, em Guimarães, uma sessão pública para promover o lançamento do novo layout do Cartão Quadrilátero Cultural.

Ao mesmo tempo, será formalizada a renovação do Protocolo de Cooperação no âmbito da “Bilheteira Eletrónica em Rede”. Antes destes atos públicos, o Conselho Executivo da Associação do Quadrilátero irá realizar uma reunião ordinária, também nas instalações do Palácio Vila Flor.

O Cartão Quadrilátero Cultural é um cartão de fidelização, pessoal e intransmissível, para o acesso, com benefícios e em condições vantajosas, a equipamentos e eventos culturais nas quatro cidades do Quadrilátero: Theatro Gil Vicente (Barcelos), Theatro Circo (Braga), Casa das Artes (Famalicão) e Centro Cultural Vila Flor (Guimarães).

O cartão é válido por um ano a partir do momento da sua emissão e é renovável mediante a intenção do portador, por pagamento de nova anuidade. O valor da anuidade do cartão é fixado por ano civil, podendo ser revisto por acordo entre as entidades parceiras locais.

ADRAVE APRESENTA TEXCLUSTERS, PROJETO COSME

Uma parceria para a excelência têxtil

A ADRAVE- Agência de Desenvolvimento Regional do Vale do Ave, em parceria com a ATP - ASSOCIACAO TEXTIL E VESTUARIO DE PORTUGAL, a COINTEGA-CLUSTER GALLEGO TEXTIL MODA (Espanha) e LATIA-Lithuanian Apparel and Textile Industry Association (Lituânia), acabam de submeter uma candidatura ao Programa Europeu COSME “Cluster Excellence Programme”, que visa desenvolver a excelência na gestão de clusters, que tem como denominador comum a mudança de paradigma que tem lugar hoje no setor têxtil.

Foto-texteis

Trata-se de uma parceria que vai ajudar as organizações de clusters, redes de empresas e seus gestores a fornecer serviços de alta qualidade para as PME em diferentes áreas, incluindo o acesso aos mercados estrangeiros.

A ADRAVE reforça assim as competências estratégicas que detém, tornou-se na única entidade portuguesa qualificada para disseminar junto das organizações de clusters os materiais de formação criados pela Cluster-Excellence.eu, iniciativa da Comissão Europeia no âmbito do programa de Competitividade e Inovação. Por outro lado, é uma entidade qualificada para realizar exercícios de Benchmarking junto dos clusters nacionais e europeus, recolhendo uma série de informações estatísticas e sobre o respetivo modelo organizacional, permitindo avançar com um processo de Certificação de Bronze Label ou Gold Label.

A candidatura TEXClusters apresentada ao programa COSME procura promover a excelência nos clusters envolvidos, através da disponibilização de um conjunto de serviços e ações nomeadamente a participação em ações de Benchmarking, de formação avançada, de partilha de serviços oferecidos às PME´S, nomeadamente o acesso a mercados internacionais e a melhoria das práticas de gestão.

O projeto agora apresentado à Comissão Europeia tem como denominador comum o Setor têxtil e vestuário, que vive atualmente uma mudança de paradigma que em termos europeus procura afirmar-se a partir da inovação em novos materiais e tecnologias, processos industriais e modelos de negócio. O setor Têxtil e Vestuário representava em 2008 cerca de 4,3 % do comércio mundial de mercadorias em 2008, sendo a U.E. o maior produtor, mas também o maior mercado internacional para o setor, com um volume de negócio cerca dos 172.000 M€ e empregando 1,8 milhões de pessoas em 127.000 empresas.

Em Portugal, a Indústria Têxtil e de Vestuário é uma das mais importantes indústrias para a economia portuguesa.

Representa 9% do total das Exportações portuguesas, 20% do Emprego da Indústria Transformadora, 8% do Volume de Negócios da Indústria Transformadora, sendo constituído por cerca de 5 mil sociedades que laborando em todos os subsetores da indústria têxtil e do vestuário, na sua maioria sejam pequenas e médias empresas, todas bem conhecidas pela sua flexibilidade e resposta rápida, know-how e inovação.

GUIMARÃES RECORDA POETA GUILHERME DE FARIA

Conferência no Arquivo Municipal recorda sexta-feira o poeta Guilherme de Faria

Escritor vimaranense relacionou-se com as principais figuras das letras e das artes do seu tempo. Iniciativa do Arquivo Municipal pretende devolver nome do poeta à história da literatura portuguesa. 

O Arquivo Municipal Alfredo Pimenta, em Guimarães, recebe na próxima sexta-feira, 07 de novembro, pelas 18 horas, a conferência “O regresso do poeta Guilherme de Faria a Guimarães”, cujo orador será o Professor Doutor José Rui Teixeira, da Universidade Católica do Porto, que irá doar brevemente o seu espólio literário de Guilherme de Faria.

No âmbito desse processo de doação ao Arquivo Municipal Alfredo Pimenta, serão apresentadas na sexta-feira as obras “O Livro de Guilherme de Faria I — Saudade Minha (poesias escolhidas)” e “Vida e Obra de Guilherme de Faria — Os versos de luz por escrever”, cujos livros estarão igualmente à venda para o público interessado em adquirir um exemplar.

Guilherme de Faria nasceu em Guimarães, em 1907. Em 1919, mudou-se com a família para Lisboa e, uma década depois, com apenas 21 anos, pôs fim à sua vida, na Boca do Inferno, em Cascais. Foi poeta e assumiu-o tão fatalisticamente que negou a si próprio a possibilidade de ter sido outra coisa.

Apesar de efémera, a sua vida foi muito intensa. Entre 1922 e 1929, Guilherme de Faria publicou Poemas e Mais Poemas (1922), Sombra (1924), Saudade Minha e a plaquete Oração a Santo António de Lisboa (1926), Destino e Manhã de Nevoeiro (1927). Postumamente, em 1929, foram editados Desencanto e Saudade Minha (poesias escolhidas). Organizou uma Antologia de Poesias Religiosas, que só seria publicada em 1947, foi editor de Teixeira de Pascoaes e relacionou-se, com maior ou menor proximidade, com as principais figuras das letras e das artes do seu tempo.

Tudo o que na biografia de Guilherme de Faria é suscetível de ser relacionado com a sua idade resulta na evidência de uma precocidade perturbadora: com apenas 11 anos, ainda em Guimarães, dirigiu o “5 de Dezembro”, um pequeno jornal quinzenário, defensor da causa sidonista. Com 17 anos, editou a Elegia do Amor de Teixeira de Pascoaes e dois anos depois foi retratado por Almada Negreiros.

Com 21 anos, deixou uma obra poética singular que, no contexto do Neorromantismo lusitanista, o integra na melhor tradição lírica e elegíaca da poesia portuguesa. Contudo, Guilherme de Faria acabou por ser esquecido, particularmente devido à sua morte «tão prematura, às especificidades quase anacrónicas da sua poesia e à proximidade ideológica ao Integralismo Lusitano», refere José Rui Teixeira, da Universidade Católica do Porto.

«É a sua vida e a sua obra que pretendemos resgatar dos escombros de oito décadas em que o esquecimento se impôs impiedosamente. É a sua vida e obra que pretendemos devolver à história da literatura portuguesa», acrescentou ainda o orador da conferência, que irá doar ao Arquivo Municipal Alfredo Pimenta o espólio literário que possui sobre Guilherme de Faria.

MUNICÍPIO DE CAMINHA REUNE COM O ICNF PARA FAZER O PONTO DA SITUAÇÃO DA INTERVENÇÃO NA MATA NACIONAL DO CAMARIDO

A intervenção que está a ser levada a cabo na Mata Nacional do Camarido está a decorrer a bom ritmo. A garantia foi dada esta manhã, pelo engenheiro Rui Batista, do Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), durante uma reunião técnica que decorreu no local. A retirada da madeira está a ser concluída, os trabalhos de limpeza dos caminhos, corta fogos e das faixas estão executados. Falta concluir a retancha.

Mata Nacional 1 (1)

Hoje de manhã, Guilherme Lagido, vice-presidente da Câmara Municipal de Caminha, Jorge Fão, deputado da Assembleia da República e Joaquim Guardão, presidente da União de Freguesias de Cristelo e Moledo reuniram com Rui Batista, do ICNF, entidade responsável pela gestão florestal da Mata Nacional do Camarido. O objetivo foi fazer o ponto da situação da intervenção que está a ser levada a cabo na Mata. Para além de uma explicação técnica, do encontro ainda fez parte uma visita pela Mata para verificar o que está a ser executado.

A intervenção na Mata Nacional do Camarido está a ser executada de acordo com o que foi definido no Plano de Gestão Florestal e envolve duas situações, explicou Rui Batista. A primeira diz respeito ao corte e retirada da madeira vendida que se encontrava derrubada e tombada, e que está em fase de conclusão. Aquele responsável esclareceu que esta intervenção teve em vista evitar que as árvores caíssem para a linha férrea e para a estrada nacional. A segunda situação engloba os trabalhos de limpeza de faixas, caminhos e corta-fogos. Está ainda prevista uma intervenção mais estruturante, que se prende com a plantação de faixas ainda livres. Ficou assegurado que a plantação será realizada no período de repouso vegetativo.

Durante a reunião Guilherme Lagido e Jorge Fão ainda questionaram o ICNF sobre o futuro do edificado pertencente à Mata Nacional do Camarido, que se encontra devoluto e degradado. O ICNF mostrou total abertura para que os imóveis possam ser colocados à disposição da comunidade.

O investimento na recuperação da Mata Nacional do Camarido ronda os 35 mil euros.

Jorge Fão realçou ainda que seria interessante dar a conhecer a intervenção que está ser realizada através da dinamização de atividades ambientais. Sobre este assunto, também Guilherme Lagido equacionou preparar atividades nesse sentido.

A Mata Nacional da Gelfa foi outro dos assuntos colocados ao ICNF por Guilherme Lagido e Jorge Fão. Rui Batista explicou que o processo foi submetido ao mesmo tempo que o da Mata Nacional do Camarido, mas por questões orçamentais não avança provavelmente este ano. No entanto, realçou: “está tudo pronto para que saia no início do próximo ano”, disse.

Mata Nacional 1 (2)

ARCOS DE VALDEVEZ REÚNE CÂMARA MUNICIPAL

REUNIÃO ORDINÁRIA DE 24 DE OUTUBRO DE 2014

            PERÍODO ANTES DA ORDEM DO DIA:

  • O Sr. Presidente informou, que no âmbito das comemorações dos 500 anos do Foral de Soajo iria decorrer no próximo sábado, dia 25, o encerramento do programa de comemorações. Este acontecimento terá início às 21:00, com oo descerramento de uma placa comemorativa dos 500 anos do Foral, no edifício da antiga Câmara Municipal do Concelho de Soajo seguida, às 21h30 na Casa do Povo local, pela apresentação do volume fac-símile do Foral de Soajo, com estudo histórico e documental, da autoria do Prof. Doutora Paula Pinto Costa.
  • Informou também, que iria estar presente na apresentação e demonstração de um projeto que está a ser desenvolvido pela GNR envolvendo RPAS - Remotely Piloted Aircraft Systems Multi-Missão, vulgo “drones”, tendo em vista a preservação florestal, que terá lugar nas instalações do Centro de Meios Aéreos de Arcos de Valdevez.
  • Foram abordados diversos assuntos relativos a vias municipais, acesso a documentação e publicitação dos documentos da reunião de câmara.

OPÇÕES DO PLANO E ORÇAMENTO MUNICIPAL PARA 2015:

Para o ano económico de 2015, o Município perspetiva um orçamento global 26.954.700 €, o que representa um aumento de 8,6% relativamente ao ano transato. Este aumento resulta de um incremento ao nível do investimento e das transferências para as Instituições. Este orçamento preconiza um conjunto de medidas e projetos onde se pretende promover a coesão social e a qualidade de vida, o emprego, o desenvolvimento económico, a atratividade do Concelho e a coesão territorial.

No âmbito de uma política de proximidade e uma crescente preocupação com as pessoas, a Autarquia com este orçamento procurou minimizar os impactos da austeridade e contemplar uma solidariedade mais efetiva, reforçando um conjunto de medidas de apoio social.

O Plano Plurianual de Investimentos do Município prevê ao nível das funções sociais um valor de 6,9 milhões de euros, para as funções económicas 3,6 milhões de euros e para as funções gerais 896 mil euros. Conforme se pode verificar as funções socias têm afeta mais de metade das verbas do PPI, este facto ilustra a preocupação da Autarquia com as questões sociais. As preocupações com as questões económicas também são evidentes nos montantes previstos para as funções económicas, perspetivando a promoção do emprego e a geração de rendimento, através da atração de investimento e melhoria de espaços para o acolhimento empresarial. Ao nível das funções gerais está prevista uma melhoria dos edifícios municipais e de segurança pública.

As parcerias com as diversas instituições do concelho, Juntas de Freguesia, Instituições de solidariedade social e movimento associativo, são um dos pilares fundamentais para a execução das grandes opções do plano. Também a parceria com a CIM do Alto Minho assume um papel importante de concertação de políticas de promoção do desenvolvimento da região.

PROTOCOLOS DE APOIO FINANCEIRO AO ASSOCIATIVISMO:

Foram aprovadas as minutas dos protocolos a celebrar com as Associações:

  • Moto Clube de Arcos de Valdevez, no valor de 5000,00 €;
  • Rancho Folclórico Danças e Cantares de São Jorge, no valor de 1 300,00 €;
  • Associação Recreativa e Cultural de Arcos (S. Paio), no valor de 500,00 €;
  • PAL – Associação Social e Desportiva de Portela, Álvora e Loureda, no valor de 500,00 €;
  • Rancho Folclórico Danças e Cantares de Paçô, no valor de 500,00 €;

OBRAS MUNICIPAIS:

  • REQUALIFICAÇÃO URBANA DA ENVOLVENTE AO CENTRO DE SAUDE: Foi deliberado aprovar auto de consignação da obra em epígrafe, adjudicada à firma JRVEZ – Unipessoal, Ldª, pelo preço contratual de 147.350,00 €, sem IVA.
  • REQUALIFICAÇÃO DO CAMPO DE RUGBY - CONSTRUÇÃO DE BALNEÁRIOS - AUTO DE CONSIGNAÇÃO: Foi deliberado aprovar o auto de consignação da empreitada em epígrafe, adjudicada à empresa Construções Corte Recto, Ldª, da Póvoa de Varzim, pelo preço contratual de 499,20 €, sem IVA, e cuja consignação teve lugar no dia 20 de Outubro de 2014.
  • DIVISÃO DE DESENVOLVIMENTO SOCIO CULTURAL – VI EDIÇÃO DA FEIRA MOSTRA DE PRODUTOS PORTUGUESES – CERGY PONTOISE – PARIS: Foi deliberado aprovar os custos totais relativos à VI Edição da Feira Mostra de Produtos Portugueses, que decorreu nos dias 25 e 26 de Outubro de 2014, em Paris, no valor de 2 327,50 €.
  • DIVISÃO DE OBRAS MUNICIPAIS – REABILITAÇÃO, CONSERVAÇÃO E BENEFICIAÇÃO DE VIAS MUNICIPIS – LIGAÇÃO DA COSTA DO MOURO – GRADE – ÁZERE: Foi deliberado aprovar a homologação do auto e a liberação da caução à empresa Habimonção Construções, Ldª. adjudicatária da empreitada da obra em epígrafe.
  • CONSTRUÇÃO DE ABRIGOS DE PASSAGEIROS EM SALZEDAS – VILAFONCHE: Foi deliberado aprovar a homologação do auto de receção definitiva e autorizar o cancelamento ou extinção das garantias bancárias à firma Martins & Filhos, SA, adjudicatária da empreitada em epígrafe.
  • REABILITAÇÃO, CONSERVAÇÃO DE VIAS MUNICIPAIS – EXECUÇÃO DE VALETAS NA E.N. 303 – VILAFONCHE: Foi deliberado aprovar a homologação do auto de receção definitiva e autorizar o cancelamento ou extinção das garantias bancárias, à firma Martins & Filhos, SA, adjudicatária da empreitada em epígrafe.
  • AMPLIAÇÃO E BENEFICIAÇÃO DA REDE DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA – REDE DE DISTRIBUIÇÃO EM DIVERSAS FREGUESIAS – MONTE REDONDO, PADREIRO, PARADA, RIO CABRÃO, TÁVORA E VILAFONCHE – SISTEMA SUDOESTE: Foi deliberado aprovar a homologação do auto de receção definitiva e autorizar restituição dos depósitos de garantia da obra e cancelamento das garantias bancárias para garantia do contrato à firma J. S. Gomes, Ldª, adjudicatária da empreitada em epígrafe.
  • ABASTECIMENTO DE ÁGUA AO SECTOR NORTE DO CONCELHO – REDE DE DISTRIBUIÇÃO EM DIVERSAS FREGUESIAS (AGUIÃ, COUTO, GONDORIZ, PADROSO, PORTELA, SABADIM E EIRAS): Foi deliberado aprovar a libertação da caução à firma J. S. Gomes, Ldª, adjudicatária da empreitada em epígrafe.
  • REPAVIMENTAÇÃO DO CAMINHO DE LIGAÇÃO ENTRE A AVENIDA DR. OSVALDO GOMES E O CAMINHO DA ROTA EM PAÇÔ – CAMINHO DA ARREMESSA: Foi deliberado aprovar prorrogação do prazo solicitada a título GRACIOSO por 46 dias, isto é, até 30 de novembro de 2014, sem direito a revisão de preços durante este período, à Firma Construções Artur Alves de Freitas II, SA, da empreitada em epígrafe.
  • REABILITAÇÃO DE PAVIMENTOS NAS ESTRADAS MUNICIPAIS 202-2, 518, 530 E 530-2: Foi deliberado aprovar a prorrogação do prazo solicitada a título gracioso por 20 dias, isto é, até 8 de novembro de 2014, sem direito a revisão de preços durante este período, à firma Duque & Duque, Lda, da empreitada em epígrafe.
  • LOJA INTERACTIVA DE TURISMO DE ARCOS DE VALDEVEZ – CONTA FINAL: Foi deliberado homologar da conta final da empreitada em epígrafe.
  • ALTERAÇÃO AO PROJECTO DO CAMPO DE GUILHADESES: Foi deliberado aprovar os trabalhos a menos no valor de 3 663,42 €, os trabalhos em espécie previstos no contrato no valor de 2 482,73 € e aprovação de trabalhos de espécie não previstos no contrato no valor de 6 979,97 €.
  • PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA EM MATÉRIA DE SEGUROS/CORRETAGEM: Foi deliberado aprovar o relatório final de adjudicação relativamente à referida prestação de serviços, para a qual foi presente a única proposta apresentada pela firma Sabseg – Mediação de Seguros, SA, com o valor global do benefício económico da proposta de 24 510,00 €, para um período de 3 anos.

Pedido de Parecer Prévio Vinculativo para AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS PARA ELABORAÇÃO DE PROPOSTA DE INTERVENÇÃO NA PAREDE NORDESTE DO PAÇO DE GIELA: Foi deliberado emitir parecer prévio vinculativo à abertura de um procedimento por ajustes direto relativo à proposta em epígrafe.

VALENÇA APROVA ORÇAMENTO COM VISÃO ESTRATÉGICA PARA O FUTURO

17,7 milhões de euros em Valença

A Câmara de Valença aprovou o Orçamento de 17,7 milhões de euros para 2015, a submeter à próxima Assembleia Municipal, que decorrerá no mês de novembro. Este é um Orçamento que pretende ser fator de dinamização e projeção de Valença, no contexto da euro-região, e dar resposta às necessidades da população, de modo a garantir o bem estar da comunidade.

A educação é uma das grandes apostas para 2015, onde se destaca a conclusão do Centro de Inovação e Logística e os vários programas deste setor, no sentido de preparar e qualificar os jovens valencianos para o futuro.

A conclusão da requalificação da Fortaleza, a requalificação da Cidade Nova – IIª Fase, a requalificação da Piscina Municipal, a intervenção na Quinta de Sanfins, a conservação da rede viária das freguesias e o projeto de ligação da Cidade ao Rio Minho, são algumas das grandes intervenções que se programam para o próximo ano. Investimentos que pretendem proporcionar mais qualidade urbana e atrair o turismo

Para 2015 Valença continua a aposta na sua afirmação regional, projetando a dinâmica da Eurocidade e a candidatura a Património da Humanidade. Fatores reforçados com uma crescente aproximação ao rio Minho e a aposta no turismo verde / sustentável, com o objetivo de atrair novos nichos turísticos e mais residentes.

A gestão rigorosa dos últimos anos e atual equilíbrio das contas públicas municipais, permite a Valença apresentar um Orçamento focado nas pessoas e nas famílias, com elevada responsabilidade social. A Câmara Municipal vai abdicar de metade dos 5% do I.R.S. respeitante ao Município de Valença, a favor das famílias, manter as taxas mais baixas do I.M.I. e avançar na redução do I.M.I. nos prédios requalificados e para habitação dentro da Fortaleza. Fatores a que acresce a oferta de manuais escolares até ao 6º ano, bem como o aumento das bolsas de estudo e os vários programas de emergência social.

Para o Presidente da Câmara, Jorge Mendes,”Queremos ser um concelho com qualidade de vida, feito por todos, onde o bem-estar comum seja uma realidade objetiva. Pretendemos uma Câmara e motor do desenvolvimento social, cultural e económico. Queremos a Fortaleza reconhecida como Património da Humanidade. Queremos atrair empresas e investidores para o nosso território, por forma a criarmos mais empregos, fixar novos residentes e atrair mais turistas e visitantes”.

BARCELOS DEBATE A IMPORTÂNCIA DO VINHO ENQUANTO PATRIMÓNIO CULTURAL

Município de Barcelos promove debate sobre “Vinho, Património Cultural e Enoturismo” no Auditório municipal nos dias 7 e 8 de Novembro

No âmbito da programação de Barcelos Cidade do Vinho 2014, realiza-se nos dias 7 e 8 de novembro, no Auditório da Câmara Municipal de Barcelos, o Simpósio “Vinho, Património Cultural e Enoturismo”, organizado pelo Município de Barcelos em parceria com a Confraria do Vinho Verde e o ISMAI (Instituto Universitário da Maia).

O Simpósio “Vinho, Património Cultural e Enoturismo” marca também o Dia Internacional do Enoturismo e reúne investigadores de distintas academias nacionais e internacionais, com o objetivo de discutir a importância da Vinha e do Vinho na Região de Barcelos e Norte do País, tendo em especial atenção o contributo do concelho de Barcelos na definição da atual Região Demarcada. “Património Cultural da Vinha e do Vinho em Barcelos e no Minho” será o tema central em debate no primeiro dia, e no dia 8, debate-se o “Enoturismo no Minho e em Barcelos”.

As inscrições para participação no Simpósio “Vinho, Património Cultural e Enoturismo” devem ser efetuadas através do link: http://www.cm-barcelos.pt/inscricoes/vinho-patrimonio-cultural-e-enoturismo, onde pode também consultar o programa completo e a comissão cientifica que integra os painéis de debate.

SECRETÁRIO DE ESTADO DO DESENVOLVIMENTO REGIONAL INAUGURAM EM PONTE DE LIMA PAVILHÃO GIMNODESPORTIVO DA FEITOSA

Dotar o concelho de mais e melhores infraestruturas para a prática desportiva, promover a igualdade de oportunidades e permitir a concretização de projetos desportivos/educativos que respondam à comunidade é a aposta do Município de Ponte de Lima, que no próximo dia 7 de novembro inaugura o Pavilhão Gimnodesportivo da Feitosa.

pavilhao_feitosa_convite-1

O novo equipamento desportivo, situa-se junto ao Centro Educativo da Feitosa e enquadra-se na estratégia de ordenamento da rede de oferta desportiva do Município de Ponte de Lima. Contemplado de diversas valências, como balneários, instalações sanitárias, zona para arrumos e campo de jogos, resulta num investimento do Município de Ponte de Lima no valor de 620.159,84+Iva.

A cerimónia oficial de inauguração está agendada para as 10h30 e será presidida pelo Secretário de Estado do Desenvolvimento Regional, Manuel Castro Almeida.

Neste contexto convidamos o V/ órgão de comunicação a acompanhar a visita do Secretário de Estado do Desenvolvimento Regional, no Centro Educativo da Feitosa, na próxima sexta-feira, 7 de novembro, a partir das 10h30.

ARCOS DE VALDEVEZ PROMOVE “CIRCUITO BIO SAUDÁVEL”

As vantagens naturais de um concelho integrado no Parque Nacional da Peneda-Gerês, declarado pela UNESCO como Reserva Mundial da Biosfera, fazem de Arcos de Valdevez um destino turístico, que oferece uma riqueza ambiental, paisagística e a biodiversidade de um território de excelência no contexto nacional e internacional.

CIRCUITO BIO-SAUDAVEL

Tem sido política do Município a beneficiação do espaço público em infra-estruturas, equipamentos e espaços de utilização coletiva. Nesse sentido, teve lugar na passada segunda-feira, dia 26 de Outubro, a consignação da empreitada "Beneficiação de Parques e Jardins", adjudicada à empresa Bricantel Instalações Elétricas de Bragança, Lda., por 54.965,00 € (s/ IVA), com um prazo contratual de 120 dias. De igual modo, na passada quinta-feira, dia 30 de Outubro, a consignação da empreitada “Construção do Polidesportivo ao ar livre na Toural”, adjudicada à empresa “Espaço Genial Promoção Imobiliária, S.A., por 84.000,00 € (s/ IVA), com um prazo contratual de 120 dias. Neste momento, encontram-se adjudicadas as intervenções necessárias à construção de um “Circuito Bio Saudável”, nas margens do Rio Vez, constituído por um circuito de manutenção, um parque infantil e um polidesportivo ao ar livre.

Foto_Polidesportivo

Este “Circuito Bio Saudável” foi pensado para toda a família com a colocação de vários equipamentos de manutenção que permitem a prática de exercícios específicos nos vários aparelhos dispostos ao longo das margens do Rio Vez, de modo a praticar ginástica localizada mas, em simultâneo com a prática de outras atividades desportivas ao ar livre como sejam, as caminhadas, as corridas ao ar livre, os passeios de bicicleta, a prática futebolística, entre outras.

Este circuito visa acrescentar valor às margens do rio vez, promovendo a atividade física e lazer de toda a família num ambiente saudável, bem como atrair mais e novos visitantes, que cada vez mais procuram o contato com a natureza e a descoberta das riquezas da região.

Equipamentos_Manutenção

TERRAS DE BOURO REALIZA FEIRA DE S. MARTINHO

O Município de Terras de Bouro e a ATAHCA (Associação de Desenvolvimento das Terras Altas do Homem, Cávado e Ave) irão organizar nos dias 7, 8 e 9 de novembro, a décima quarta edição da Feira-Mostra de S. Martinho nas Terras do Gerês.

Durante três dias, a vila de Terras de Bouro irá acolher inúmeras atividades alusivas ao evento, onde destacamos o Festival Folclórico, a Caminhada de S. Martinho (organizada pela Associação Gerês Viver Turismo), a atuação do cantor Hélder Baptista e a já afamada corrida de cavalos.

Este ano, a XIV Feira-Mostra de S. Martinho conta com uma participação extra de enorme importância para a divulgação de Terras de Bouro e do Gerês, já que terá a presença da TVI - Televisão Independente que, durante toda a tarde de domingo, transmitirá em direto do certame o programa "Somos Portugal".

z

BIBLIOTECA DE VIZELA PROMOVE ATIVIDADES AOS SÁBADOS

Sábados na Biblioteca ‘Orelhas de Borboleta’, de Luísa Aguilar

No âmbito da atividade Sábados na Biblioteca, a Biblioteca Municipal Fundação Jorge Antunes promove, no próximo dia 4 de outubro, às 15.30h, a atividade ‘Orelhas de Borboleta’, de Luísa Aguilar.

orelhas-de-borboleta-Pt-6

De lembrar que a Biblioteca Municipal Fundação Jorge Antunes apenas está aberta no primeiro sábado de cada mês, com a atividade Sábados na Biblioteca (Hora do conto + oficina de expressão plástica), das 15h30 às 17h30, estando encerrada nos restantes sábados do mês.

Sábados na biblioteca

8 de novembro, 15h30‘Orelhas de Borboleta’, de Luísa Aguilar- A Mara é orelhuda!- Mãe, tu achas que eu sou orelhuda?- Não, filha. Tens é orelhas de borboleta.- E como são as orelhas de borboleta?- São orelhas que revoluteiam na cabeça e pintam as coisas feias de mil cores.

Ter as orelhas grandes, o cabelo rebelde, ser alto ou baixo, magro ou rechonchudo... até a mais insignificante característica pode ser motivo de troça entre as crianças. Por isso é necessário um livro que demonstre a todas elas, não só àquelas que fazem como também àquelas que recebem algum comentário depreciativo, que esse tipo de comportamento é reprovável.

Atividade gratuita

QUINTINHA D’ARGA ACOLHE JANTAR SOLIDÁRIO

Jantares Solidários ' na Quintinha D' Arga (Dem) com cardiologista apoiam GAF de Viana do Castelo

No próximo sábado, pelas 20 horas, vai realizar-se o segundo JANTAR SOLIDÁRIO ‘ na TASCA DA QUINTINHA D’ ARGA (Dém, Caminha) e que, desta vez, terá a participação de outra figura pública como Cozinheiro convidado, o conhecido cardiologista Dr. Preza Fernandes que apresentará e confeccionará um prato da sua autoria. Haverá, ainda, música karaok animada pelo anfitrião.

JS - 5

O preço dos Jantares - que se prolongarão até meados de Dezembro - será de 12.50 € / pessoa (bebidas não incluídas) e, no final, será efectuado o leilão do chapéu autografado pelo cozinheiro com a receita a reverter a favor de uma Instituição do Distrito escolhida pelo convidado. O ‘ Chef ‘ que desta vez aceitou o desafio, escolheu o GAF (Gabinete de Apoio à Família) que foi criado a 24 de Maio de 1994 pela Ordem dos Padres Carmelitas de Viana do Castelo, no âmbito das comemorações do Ano Internacional da Família. Esta Instituição tem por objetivo potenciar a "família" nas suas diferentes dimensões e proporcionar uma resposta global e integrada às problemáticas mais prementes e geradoras de exclusão. Adota uma estratégia de intervenção multidisciplinar, individualizada e multidimensional, pautando a sua ação/intervenção de modo a contribuir para a [re]inserção social e consequentemente a melhoria da qualidade de vida de grupos socialmente desinseridos e/ou economicamente desfavorecidos ( os sem abrigo, toxicodependentes e ex-toxicodependentes e mulheres vítimas de violência doméstica ), numa tentativa de contrariar e minimizar o impacto de fatores geradores de exclusão, promovendo a igualdade de oportunidades.

JS - 4

Estas preocupações de intervenção social, patentes no objetivo que orientou a criação do GAF aliam-se, desde a sua génese, a um trabalho em parceria com diversas entidades que, direta ou indiretamente, prestam serviços de cariz social. No anterior jantar, a IPSS beneficiada foi a IRIS INCLUSIVA que trata do apoio a cegos e pessoas com dificuldades de visão. A animação musical esteve a cargo de Né Basto e do seu acordeão. De referir que, independentemente da receita obtida através dos presentes, a empresa GERMACAR de Caminha patrocina todos os jantares com um donativo para a instituição convidada pelo ‘ Chef ‘.

NOTA IMPORTANTE:

Para a eventual recolha de mais informação, tomamos a liberdade de enviar a V. Exa os seguintes contactos:

DRA. LEANDRA RODRIGUES (GAF – Gabinete de Apoio à Família)

Tlm: 925 402 048coordenacao@gaf.pt

Junto seguem fotos do ‘ Jantar Solidário ‘ a favor da IRIS INCLUSIVA

Brevemente divulgaremos os restantes ‘ Chefs ‘convidados.

Faça já a sua reserva ( lotação limitada )através de:

Telefone fixo: 258 958 397

Tlm: 966 275 591

E-mail: geral@quintinhadarga.pt

www.quintinhadarga.pt

www.facebook.com/quintinhadarga

www.facebook.com/atascadeancora

JS - 3

JS - 2

ADRAVE DEBATE INOVAÇÃO E COMPETITIVIDADE DAS EMPRESAS

A ADRAVE - Agência de Desenvolvimento Regional  e  o Município de Vila Nova de Famalicão organizam o Seminário “Inovação e Competitividade das Empresas: desafios de uma estratégia de eficiência coletiva ", que se realiza no próximo dia 10 de novembro, pelas 14h30, em Vila Nova de Famalicão, no Auditório da Casa do Território no Parque da Devesa, integrado no Projeto "Minho Empreende - Competitividade e Empreendedorismo em Baixa Densidade" e tem como principal objetivo, entre outros, debater as estratégias de inovação e mobilizar as Micro e PME’s do Ave para a necessidade de apostar na inovação, enquanto fator de competitividade.

Do programa deste seminário destacam-se as intervenções do Prof. José Mendes, Vice-Reitor da Universidade do Minho, com o tema “A Inovação na Tradição: constrangimentos e potencialidades”, as intervenções da Portugalfoods e da CCDRN, respetivamente sobre as tendências de mercado no setor agro-alimentar e as Políticas Públicas e de Financiamentos à Inovação no âmbito da Estratégia Norte 2020, bem como os testemunhos que nos serão apresentados pelas empresas famalicenses Meia Dúzia, premiada a nível nacional e internacional pela Inovação das Compotas em Bisnagas; e Semente Vertical, premiada a nível nacional, com o conceito Life In a bag - Hortas em Casa.

A Participação é gratuita, mediante inscrição prévia, limitada à capacidade do Auditório, até 08 de novembro de 2014, através de:

- Ficha de inscrição em pdf (envio por fax: 252302609 ou por e-mail: minhoempreende@adrave.pt

ou

inscrição on -line

Local do Evento:

Parque da Devesa

Rua Fernando Mesquita-Antas, nº 2453 – Vila Nova de Famalicão

Mapa de Localização

Este Seminário marca o início de um Ciclo de Workshops na área da Inovação e Competitividade das Empresas, a decorrer na ADRAVE, no mês de novembro:

Workshop 1 – Inovação do Produto – 13 novembro – das 14h30 às 17h30;

Workshop 2 - Inovação em Marketing – 18 novembro – das 14h30 às 17h30;

Workshop 3 - Inovação Organizacional – 20 novembro – das 14h30 às 17h30.

O Programa e Inscrição estarão disponíveis nos próximos dias nos meios de Comunicação da ADRAVE (Site e facebook da ADRAVE…)

A ADRAVE e o  Município de Vila Nova de Famalicão,

Pág. 17/17