Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

PÓVOA DE LANHOSO DIVULGA AS SUAS POTENCIALIDADES

A Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso preparou um programa específico para assinalar o Dia Mundial do Turismo (a 27 de Setembro) e as Jornadas Europeias do Património (de 28 a 30 de setembro). As propostas, que apresentaram como elo de ligação o elemento “água”, envolveram a limpeza de elementos do património local e de interesse histórico e turístico, entradas gratuitas em espaços museológicos e a apresentação de uma prova Carp Fishing, no próximo fim-de-semana, na Barragem das Andorinhas.

Limpeza do Aqueduto dos Caleiros

Os serviços municipalizados procedem à limpeza do aqueduto dos Caleiros

O programa procurou valorizar a energia humana, que torna o turismo sustentável, uma vez que não só as pessoas (locais) recebem outras  pessoas (turistas) como unem esforços para valorizar as riquezas comuns de modo a que possam receber melhor esses visitantes. As ações de limpeza do Aqueduto dos Caleiros e da Poça de Esperança são disso exemplo.

Colaboraram com a Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso na organização deste programa entidades como a Associação de Turismo da Póvoa de Lanhoso, parceiros do consórcio “Alma da Terra” e a Confraria de Nossa Senhora de Porto D’Ave.

Desta forma, o programa começou no dia 27 de setembro, com a apresentação de uma prova de divulgação do Carp Fishing, no Parque de Lazer do Pontão, em Sobradelo da Goma. Esta iniciativa vai decorrer entre 5 e 7 de outubro, prometendo atrair até ao nosso concelho pessoas de todo o país. No mesmo dia, jovens voluntários da turma de Turismo da Escola Secundária da Póvoa de Lanhoso, participaram numa ação de limpeza do Aqueduto dos Caleiros, na freguesia de Brunhais, Classificado como Monumento de Interesse Municipal. A 29 de setembro, de manhã, a proposta foi a limpeza da Poça de Esperança, que contou novamente com a participação voluntária de algumas pessoas. O Passeio Noturno Panorâmico pela Vila foi cancelado.

Para além destas sugestões, de 27 a 30 de setembro, as pessoas interessadas em conhecer mais sobre a história do nosso concelho puderam aproveitar as entradas gratuitas no Núcleo Museológico do Castelo de Lanhoso e no Museu de Arte Sacra (no Santuário de Nossa Senhora de Porto D’Ave, em Taíde).

Refira-se que o Dia Mundial do Turismo realizou-se a 27 de setembro com o tema “Turismo e Energia Sustentável”. As Jornadas Europeias do Património aconteceram de 28 a 30 de setembro, subordinadas ao tema “O Futuro da Memória”.

Articular parcerias com objetivos comuns.

Estas comemorações também resultam do consórcio “Alma da Terra”, que junta Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, Juntas de Freguesia, a Associação Portuguesa de Carp Fishing, o Clube de Caça - Os Bravos, os empreendimentos turísticos, os artesãos associados à filigrana e à ourivesaria, grupos de escuteiros, a Associação de Turismo, a ATAHCA e a CIM do Ave.

“O consórcio “Alma da Terra” não é mais do que uma união e uma cooperação dos diferentes agentes que estão aqui nesta área territorial [Alto Concelho] e também no concelho e fora do concelho e que tentam de forma articulada e planeada conceber um plano ações que visam salvaguardar, valorizar e promover os potenciais desta área do concelho”, explica a Vereadora do Turismo da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, Fátima Moreira.

COMUNIDADE INTERMUNICIPAL DO AVE E GNR CELEBRAM PROTOCOLO PARA SEGURANÇA DOS SENIORES

Os Paços do Concelho da Póvoa de Lanhoso foram o local escolhido para a assinatura de um protocolo de cooperação entre a CIM do Ave - Comunidade Intermunicipal do Ave e o Destacamento da GNR da Póvoa de Lanhoso com vista à sensibilização para a segurança na idade sénior.

CIM E GNR ASSINARAM PROTOCOLO 1

O momento contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso e Vice-Presidente do Conselho Executivo da CIM do Ave, Manuel Baptista, e do Secretário Executivo da CIM do Ave, Manuel Sousa, bem como do Comandante do Destacamento da Póvoa de Lanhoso da Guarda Nacional Republicana, Gonçalo Amado, de entre outras pessoas, como a Vereadora da Ação Social, Fátima Moreira.

Referindo que todos os dias somos confrontados com burlões, num problema comum a todos os concelhos, Manuel Baptista salientou a importância desta parceria para a população a que se destina. “Os idosos são pessoas muito frágeis, que se deixam muitas vezes iludir e enganar, porque a pressão é muita”, afirmou.

Porque o problema é transversal aos vários territórios, a possível extensão do projeto a outros concelhos, para além da Póvoa de Lanhoso e de Vieira do Minho, foi avançada pelo Secretário Executivo da CIM. “A Comunidade Intermunicipal tem vários municípios e ficou definido que, se houvesse outros municípios que quisessem vir a colaborar com a CIM, a porta ficaria aberta”, destacou Manuel Sousa.

Da parte da GNR, o comandante do Destacamento Territorial da Póvoa de Lanhoso, Gonçalo Amado, sublinhou a importância desta colaboração. “Para nós isto é um marco, porque em parceria trabalhamos melhor e vamos tentar e vamos conseguir dar mais segurança aos idosos que são uma faixa populacional que a nós nos diz muito, porque já fizeram muito pela sociedade e estão numa fase da vida mais frágil. Precisam que nós todos em conjunto lhes demos mais apoio”, considerou, revelando que são cada vez mais as formas de atuar dos meliantes neste tipo de crimes, como burlas.

A assinatura aconteceu no dia 1 de outubro, no âmbito das comemorações do Dia Internacional da Pessoa Idosa. Trata-se de uma iniciativa pioneira, cujo objetivo passa por alertar e aconselhar a população idosa para os cuidados a ter em casa e na rua, bem como dar a conhecer o modo de atuação dos burlões, as suas principais características e alvos.

Para ajudar a estes propósitos, a GNR vai poder contar com uma viatura de apoio, apresentada na mesma oportunidade, e que foi adaptada e cedida pela CIM do Ave para as campanhas itinerantes de sensibilização sobre aquele tipo de crimes. Este recurso foi equipado com quadro interativo, com roll ups e posters alusivos à prevenção de crimes contra as pessoas mais velhas. Está também preparado para permitir a visualização de um documentário audiovisual sobre burlas e segurança rodoviária concebido especificamente no âmbito deste projeto.

As cerca de 200 pessoas idosas de IPSS’s e Centros de Convívio da Póvoa de Lanhoso que participaram nas comemorações do Dia Internacional da Pessoa Idosa promovidas, desta vez, pela Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso em conjunto com a GNR, no auditório de Fontarcada, foram as primeiras a visualizar o referido filme, numa sessão de sensibilização orientada por Nuno Cruz da Secção de Programas Especiais do Destacamento da GNR da Póvoa de Lanhoso.

Na mesma ocasião, as pessoas participantes foram sensibilizadas para comportamentos a adotar para sua maior segurança em casa ou no exterior e ainda puderam partilhar as suas próprias histórias bem como receber folhetos informativos. Duas atrizes do Centro de Criatividade recriaram as personagens de burlonas, interagindo com a plateia.

Já no final da sessão, foram distribuídas fatias de bolo, destinado a assinalar o Dia Internacional da Pessoa Idosa. A próxima atividade prevista no âmbito do calendário anual de propostas para a população sénior da Póvoa de Lanhoso é a comemoração do São Martinho em colaboração com a Santa Casa da Misericórdia da Póvoa de Lanhoso.

CIM E GNR ASSINARAM PROTOCOLO 2

PÓVOA DE LANHOSO: ESPAÇO JOVEM ASSINALA DIA MUNDIAL DO ANIMAL

A próxima proposta do Espaço Jovem da Póvoa de Lanhoso acontece já na quinta-feira, dia 4 de outubro, pelas 14h30, com as comemorações do Dia Mundial do Animal, no Parque do Pontido.

Neste âmbito, a Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, em conjunto com a GNR (Secção de Programas Especiais do Destacamento da GNR da Póvoa de Lanhoso, no âmbito da operação “GERAÇÕES MÃOS DADAS”) e o Clube de Adoção e Proteção de Animais (CAPA), promovem um conjunto de atividades lúdico pedagógicas destinadas às crianças dos Jardins de Infância e a seniores do concelho.

Assim, será realizada uma demonstração da equipa cinotécnica K-9 da GNR, com o objetivo de sensibilizar para as boas práticas e comportamentos cívicos alusivos à temática dos animais. As pessoas poderão ainda adotar um animal de estimação do Clube de Adoção e Proteção de Animais.

ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE TERRAS DE BOURO REUNIU-SE NA FREGUESIA DA BALANÇA E APROVOU POR MAIORIA A NOVA REORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA DAS FREGUESIAS DO CONCELHO

No passado dia 28 de setembro, a Assembleia Municipal de Terras de Bouro realizou a sua quarta sessão ordinária de 2012, sendo que, desta vez, a referida sessão realizou-se no salão da junta de freguesia da Balança.

AM%20B~1

Ainda antes do período da ordem do dia registaram-se intervenções sobre variados assuntos da vida do concelho, nomeadamente: a aprovação definitiva da construção do Parque da Vila (Gordairas), o início do ano letivo em Terras de Bouro e mais concretamente a situação escolar e financeira da Escola Profissional “Amar Terra Verde” no concelho, assim como pedidos de informação e sugestões às juntas de freguesia para inclusão nas Grandes Opções do Plano para 2013. Foram ainda abordados: a questão da informação turística no e sobre o concelho, ao nível do funcionamento dos postos de turismo e ainda a sugestão de criação de uma comissão para assegurar as celebrações dos 500 anos do estatuto de concelho, efeméride a assinalar em 2014.

Como é norma, todas as questões foram, posteriormente, esclarecidas pelo senhor Presidente da Câmara Municipal, Dr. Joaquim Cracel Viana.

De seguida e já na Ordem de Trabalhos, além da apresentação usual da actividade do Município, por parte do senhor Presidente da Câmara Municipal, foram aprovados, por unanimidade, os pontos da ordem de trabalhos relacionados com a entrada em vigor de três novos regulamentos, nomeadamente, o Regulamento da Utilização da Via Pública do Município de Terras de Bouro (Estradas, Caminhos Municipais e Vicinais); o Regulamento de Funcionamento da Piscina Municipal de Terras de Bouro e o Regulamento Municipal de Estabelecimentos de Alojamento Local. Foi ainda aprovada, também por unanimidade, uma proposta de alteração ao anexo da Tabela de Taxas - Taxa Referente à Licença Especial de Ruído.

Na parte final da sessão e por maioria, com vinte e nove votos a favor, quatro contra, (das juntas de freguesia de Brufe, Monte, Vilar e do deputado do PCP, senhor Alexandre Pereira) e ainda duas abstenções, (da junta de freguesia de Chorense e do deputado do CDS-PP, senhor Dr. Agostinho Moura), foi aprovada e subscrita uma proposta da mesa da assembleia relativamente à nova organização administrativa territorial autárquica do concelho de Terras de Bouro, imposta pela Lei n.º 22/2012, (que aprova o novo regime jurídico da reorganização administrativa territorial autárquica) e que dará origem à fusão de freguesias do concelho, criando desta forma a União de Freguesias Cibões/Brufe; a União de Freguesias Vilar/Chamoim e a União de Freguesias Chorense/Monte e ainda à permanência da junta de freguesia do Campo do Gerês. A confirmar-se este cenário, Terras de Bouro verá o seu número de freguesias reduzido para catorze e não para treze com estaria previsto, face à posição agora tomada em Assembleia Municipal.

PÓVOA DE LANHOSO: ESPAÇO JOVEM ENSINA A FAZER ARRANJOS FLORAIS

O Espaço Jovem promoveu mais um Workshop, desta vez de Arranjos Florais, orientado por Andrea Fernandes. Esta proposta contou com a presença de oito pessoas interessadas pela temática.

Arranjos Florais no EJ 1

Durante a referida sessão, com a duração de aproximadamente três horas, foram partilhadas com os participantes as várias técnicas usadas para a realização de arranjos florais assim como os vários tipos de materiais que se podem usar para fazer um arranjo floral, quer natural quer artificial ou com materiais reciclados. Esta iniciativa do Espaço Jovem decorreu na tarde do dia 29 de setembro.

Ambas as iniciativas referidas inserem-se no âmbito da estratégia da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso para a área da Juventude e que assenta sobretudo na continuidade e melhoria da oferta dos vários programas destinados a toda a população em geral, bem como na disponibilização de uma programação regular e diversificada ao nível do Espaço Jovem.

PONTE DE LIMA ACOLHE CONGRESSO INTERNACIONAL DE ANIMAÇÃO SOCIOCULTURAL

A Intervenção – Associação para a Promoção e Divulgação Cultural, com o NIF 507 408 039, vai organizar em Ponte de Lima, no Teatro Diogo Bernardes, nos dias 25, 26 e 27 de Outubro de 2012, o Congresso Internacional de Animação Sociocultural - Intervenção e Educação Comunitária: Democracia, Cidadania e Participação.

Este evento tem por objetivos:

- Analisar o papel da Animação Sociocultural na atual conjuntura de crise;

- Estudar a função da Animação Sociocultural como metodologia de intervenção comunitária;

- Promover a Animação Sociocultural como uma resposta participativa na construção comunitária;

- Refletir sobre a Animação Sociocultural e a sua ligação às redes sociais;

- Impulsionar o pluralismo social, a partilha de projetos, a educação intergeracional

- e a inserção de metodologias participativas promotoras de uma sociedade solidária para o século XXI;

- Estimular uma participação comprometida com o desenvolvimento social, cultural e educativo e plasmada numa plena cidadania;

- Dissecar o papel da comunidade, da educação comunitária, do desenvolvimento comunitário como alicerces de construção de um futuro a construir pela participação coletiva.

Para mais informações pode consultar o site www.geralintervencao.com.pt

PROGRAMA

Quinta-feira | 25 de Outubro

15h00 Receção aos congressistas

16h00 Sessão de Abertura

16h30 Conferência Inaugural

Professor Doutor Marco Marchioni – Instituto Marco Marchioni

A Participação e a autonomia individual e coletiva, eixos da animação sociocultural e das sociedades democraticamente avançadas

17H30 I Painel

As Artes como meio de educação, desenvolvimento e intervenção comunitária

Coordenação: Dr.ª Cátia Cebolo - Gabinete de Atendimento à Família de Viana do Castelo

Oradores:

1. Professor Doutor Agostinho Diniz Gomes - Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro

Intervenção Comunitária: um olhar através da música

2. Dr. José Dantas Lima Pereira – Teatro Diogo Bernardes

A parateatralidade ao serviço da Animação Sociocultural e da Intervenção comunitária.

3. Dr. Rui Mateus - INATEL

O CCD - Centro de Cultura e Desporto como ponto de cultura local para uma política cultural global da Fundação INATEL

4. Encenador José Carretas - PANMIXIA

“A Tituria” - Notas sobre um espectáculo

5. Dr. Domingos Morais - Escola Superior de Teatro e Cinema de Lisboa

Descobrindo a vida, o amor e o sentido através do gesto musical (vocal e instrumental)

21H30 Desequilíbrio

Espetáculo a realizar por alunos de teatro da Escola de Artes da SIRC. Texto e encenação de Linda Rodrigues

Sexta-feira | 26 de Outubro

09H00 II Painel

Educação Comunitária, Democracia e Direitos Humanos

Coordenação: Prof. Doutor Marcelino de Sousa Lopes - Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro

Oradores:

1. Professor Doutor Américo Nunes Peres – Universidade de Trás - os - Montes e Alto Douro

Direitos humanos, democracia, participação e boas práticas de cidadania nas escolas

2. Professor Doutor José António Caride - Universidade de Santiago de Compostela

Educar na cidadania: o que fazer no quotidiano para a construção democrática das comunidades

3. Dr. José Carlos Fernandes - Diretor do CENFIPE - Centro de Formação e inovação dos Profissionais de Educação /Escolas do Alto Lima e Paredes de Coura

O Associativismo dos Pais no contexto da Escola Democrática: paradoxos; constrangimentos e potencialidades

4. Professor Doutor José Vicente Merino Fernández – Universidade Complutense de Madrid

A animação social comunitária como forma de educação: Princípios, funções e processos

11h00 III Painel

Movimentos Sociais e Participação

Coordenação: Professor Doutor Fernando Ilídio Ferreira - Universidade do Minho

1. Professor Doutor Marcelino de Sousa Lopes – Universidade de trás - os - Montes e Alto Douro

A Animação Sociocultural: democracia, cidadania, participação e o dédalo do real com o virtual

2. Professora Doutora Maria José Casa-Nova – Universidade do Minho

Movimentos Sociais e Participação: da importância e da (im)possibilidade de aprofundamento do sistema democrático

3. Professor Doutor Avelino Bento - Instituto Politécnico de Portalegre

Consciência Cidadã: novas práticas de participação e de envolvimento social tendo como itinerários e territórios as Artes e a Animação Sociocultural

14h00 I Mesa Redonda

Partilha de Projetos e Experiencias de Vida

Coordenação: Prof. Altino Rio - Centro de Formação da Associação de Escolas do Alto Tâmega e Barroso

Oradores:

1. Mestre Rui Fonte – Doutorando em Ciências da Educação na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro

O Animador Sociocultural: agente de democracia participativa

2. Mestre Júlio Serapicos - Camara Municipal de Chaves

A Animação Musical como Âmbito da Animação Sociocultural: A Importância dos “Encontros de Concertinas e Cantares ao Desafio das Feiras Novas de Ponte de Lima” para a Participação.

Dr. Luís Delgado - ACEP- Associação Cultural e de Educação Popular

ACEP, um projeto em construção

3. Dra. Alexandra Carneiro e Prof Jorge Curto – E.S. Rocha Peixoto e Dr. Manuel Costa – Biblioteca Municipal da Póvoa de Varzim

Histórias do Mar. Da ideia ao filme, um percurso de Animação Sociocultural

4. Dra. Ana Fontes e Dra. Margarete Arcanjo- Nodo da RIA de Leiria

Rostos: as pessoas e a cidade - o papel da RIA na promoção do desenvolvimento comunitário da cidade de Leiria

5. Rita Fernandes, Técnica Superiora de Animação Sociocultural – Projeto ILG@Gir@

Como integrar a comunidade LGBT - Lésbica, Gay, Bissexual e Trasgénero, através da Animação Sociocultural - Projeto ILG@Gir@

17h00 II Mesa Redonda

Educação Comunitária e o Diálogo Intergeracional

Coordenação: Mestre Tânia Rodrigues - Junta de Freguesia de Remalde

Oradores:

1. Dr. Luís Gomez Garcia

A cooperação Intergeracional como desafio de futuro para a ASC

2. Prof. Doutor Joaquim Parra Marujo - Escola Superior de Educação João de Deus

Perdas e medos no Idoso. O poder das palavras para a cidadania?

3. Dra. Jenny Sousa - Instituto Politécnico de Leiria

A relação com a comunidade e as atividades intergeracionais como estratégias de combate à solidão em contextos da Terceira Idade

4. Professor Doutor Xosé Manuel Cid Fernández – Universidade de Vigo

Na procura de uma educação social favorecedora da convivência intergeracional

5. Dr.ª Rita Maria Bastos Wengorovius – Escola Superior de Teatro e Cinema de Lisboa

Teatro social e desenvolvimento comunitário- Projecto Cais 14 Teatro Umano

6. Dr.ª Cláudia Moura – Professora no Curso de Pós-Graduação em Novas Práticas na Intervenção Social

O idoso e a comunidade: Respostas Sociais

21.00h Espetáculo pelo GRUPO DE INTERVENÇÃO SOCIAL PELA UNIDADE NA DIVERSIDADE - Viana do Castelo

GERAÇÃO VIVA!

PAZ SIM! GUERRA NÃO!

– A Terra é um só País e a Humanidade os seus cidadãos! –

Sábado | 27 de Outubro

09h00 IV Painel

Intervenção e Desenvolvimento Comunitário

Coordenação: Dr. Dantas Lima - Teatro Diogo Bernardes

Oradores:

1. Professora Doutora Maria Dapia – Universidade de Vigo

Educação social e Desenvolvimento Comunitário

2. Professor Doutor Artur Cristóvão e Prof. Doutora Hermínia Gonçalves – Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro

Empoderamento de comunidades rurais e ação coletiva nas políticas locais

3. Professor Doutor Manuel Cuenca - Universidade de Deusto

Pautas de melhoria e desenvolvimento do Ócio Comunitário

4. Prof. Doutor Armando Loureiro – Universidade de Trás - os - Montes e Alto Douro

Existem comunidades? Das comunidades de prática à educação comunitária

11h00 V Painel

ASC e Redes Sociais

Coordenação: Professor Doutor Manuel Vieites - Universidade de Vigo / Escola Superior de Arte Dramática da Galiza

Oradores:

1. Professor Doutor Victor Ventosa Perez – Universidade Pontifícia de Salamanca

A ASC e o Trabalho em Rede através da Rede Iberoamericana de ASC

2. Professor Doutor Fernando Ilídio Ferreira - Universidade do Minho

O Tempo das Redes: redes que aprisionam e redes que libertam

3. Professor Doutor Mário Viché – UNED

Conetividade e redes sociais. A construção de representações identitárias para a mudança social.

4 Professor Doutor Carlos Fragateiro – Universidade de Aveiro

Animação Sócio Cultural e Redes Sociais - Plataforma/Interface de excelência para a produção de narrativas capazes de integrar os diferentes olhares e perspetivas que hoje atravessam o nosso mundo e de serem o espaço de emergência da 3ª Cultura, a Cultura do Futuro.

14h00 III Mesa Redonda

Cidadania: modernidade e pós-modernidade

Coordenação: Dr. António Sousa e Silva - Investigador

Oradores:

1. António Sousa e Silva - Investigador

Espaço público e cidadania

2. Professor Doutor Manuel Vieites - Universidade de Vigo / Escola Superior de Arte Dramática da Galiza

O lazer do ciborgue

3. Professor Doutor - Mário Viché - UNED

Cidadania global e participação. As representações solidárias da pós-modernidade

4. Professor Doutor Joaquim Escola - Universidade de Trás - os - Montes e Alto Douro

* Título da comunicação a designar

16h00 Conversa Aberta

Sobre a intervenção Social, Cultural, educativa, comunitária...neste tempo de crise

Coordenação: (***)

Oradores:

**Prof.ª Doutora Felisbela Lopes - Universidade do Minho

Professor Doutor José António Caride Gomez – Universidade de Santiago de Compostela

Professor Doutor Manuel Cuenca – Universidade de Deusto

Professor Doutor Marco Marchionni – Instituto Marco Marchioni

**Prof. Doutor Manuel Carvalho da Silva - Universidade Lusófona

18h00 Conclusões do Congresso pela Mestre Tânia Rodrigues

18h15 Sessão de Encerramento

**Presenças ainda não confirmadas

*** Foi convidada uma relevante individualidade do meio cultural

Português para coordenar esta conversa aberta

FAFE COMEMORA ANIVERSÁRIO DA REPÚBLICA

COMEMORAÇÕES DO 102º ANIVERSÁRIO DA IMPLANTAÇÃO DA REPÚBLICA PORTUGUESA

PROGRAMA

Dia 04 de Outubro (Quinta-feira):

21h30 – Pavilhão Multiusos

- Festa do Desporto, com a entrega do Prémio Desportivo Câmara Municipal de Fafe e Troféu Não à Violência - Viva o Desporto, relativos à época 2011/2012

Dia 05 de Outubro (Sexta-feira):

09h00 – Alvorada de Morteiros

10h00 – Hastear da Bandeira no edifício dos Paços do Concelho com o desfile da Fanfarra dos Escuteiros de Fornelos

- Salão Nobre dos Paços do Concelho – Sessão solene evocativa da efeméride que inclui:

   * Intervenção do Presidente da Assembleia Municipal, Dr. Laurentino Dias

   * Entrega da Medalha de Prata de Mérito Concelhio ao Padre João Baptista Alves da Mota

   * Intervenção do constitucionalista Dr. Pedro Bacelar Vasconcelos

   * Intervenção do Presidente da Câmara, Dr. José Ribeiro

   * Execução do Hino Nacional pela Academia de Música José Atalaya

A ALGIBEIRA NO TRAJE DA LAVRADEIRA MINHOTA

A ALGIBEIRA

Um bello assumpto de compendio de estudo para… ministro da fazenda. A algibeira symbolisa, até certo ponto, a economia ou a ordem económica. E como a questão financeira é essencial, como se impõe á nossa observação, não é assim supérfluo que indiquemos a algibeira minhota como documento imprescindível no muzeu d’uma aula de economia politica. 

Antes de ser um elemento de composição ethnographica, no sentio decorativo, a algibeira que ahi está foi e é (na maioria dos seus modelos) uma bolsa de uso popular. N’ella – cinco réis por cinco réis, economicamente – orçam-se sempre grandes reservas de capital. E isso ao mesmo costume com que em tempos idos as caixas de castanho do bragal provinciano tiveram escaminho ou “falso”; e se fabricaram os mealheiros de barro, em Prado, para os garotos reservarem as esmolas das suas cascatas ao S. João e ao S. Pedro; e, ainda, como os lavradores do norte (desconfiados) mettem á saca de linho as moedas de compra e venda da feira.

Algibeiras simples – sem lantejoulas e sem bordados – houve-as sempre em todas as províncias d’este paíz, da Hespanha e da Itália, entre os povos ruraes. Entre velhos (ou melhor, entre velhas) o uso é grande, com grande principio e enraizamento tradicionalista. Velhas há, mesmo, que as usam diariamente, isto é, sempre, mesmo que o seu destino, aos dias santificados, não seja o do mercado, para comprar. E mais que o povo de qualquer outra província usa-as o povo, a mulher minhota – creatura a quem furtar-lhe e desenraizá-la d’um costume é menos fácil que vê-la tentar uma “Maria da Fonte”. 

Todos os filhos do mundo, ainda mesmo os filhos das hervas, teem um tronco natural; como todos os povos teem a sua tradição; e como todas as aguas – ainda as mais obscuras e perdidas – tiveram sua mãe d’água, em sitio de rocha amorável, que já lhes fica distante. Estas algibeiras também possuem família – ou melhor, genealogia artística.

É pena, realmente, que poucos reconheçam n’este bibelot regionalista essa outra algibeira das mulheres romanas já do tempo de Lucilio, e que o implacável satyrico com tanta ousadia ridicularisou. Lá viveram, as algibeiras femininas, á maneira do tempo. Creio mesmo, que já então eram importadas, como objecto de luxo. E com seus foros de commodismo e civilisação, d’ali correram mundo, correndo edades, transitando sempre (mais ou menos algibeiras) através de seculos nos torcicolos engenhosos da moda. O seu fim utilitário e quasi o seu desenho mantiveram-se mais ou menos puros. Até que – da sua usual exibição exterior – pelos fins do seculo XVII – passaram quasi em absoluto do costume fidalgo, e vieram recolher-se, d’um modo typico, entre as saias brancas e o saiote d’essa curiosa e constante mulher pobre das províncias do sul da Europa.

Como costume regionalista, poucos se conhecem tão delicados – quando a algibeira, a rigor, é facturada como objecto de adorno. O talho quasi em coração, debruado de fita de lã verde ou amarela, as applicações de vidrilhos e lantejoulas e o desenho incorrecto, mas característico, das flores e folhagens – tudo isso (que é pouco como perfeição, mas muito como perspicácia) marca no adorno da algibeira minhota uma certa graça rude, bravia e maravilhosa de effeitos chromographicos. A algibeira do “costume” de Vianna do Castelo, que lhe cabe dentro em peso e medida? Quasi nada! Um lenço rendado e de bordados cor de rosa; um espelho redondo de estanho, para rever o concerto dos cabellos e das rendas do collarete; um franquinho de agua de cheiro, ordinário e ingenuo, vaidoso e de poucas gottas; ou, ainda, o maço dos ganchos, uma medalha de santuário, um rosario da Senhora do Carmo e um ramalhete de mangerico. D’isso tudo alguma coisa apenas. Que a algibeira – seja dito em abono da verdade – é só para ser vista tal qual ella é – quer dizer: para ser, sobre uma anca forte, um bibelot de gosto!

Outras há, como disse, que são algibeiras de dinheiro.

A.G.

Fonte: “Ilustração Portugueza” de 16 de maio de 1910 

FAFE LEVA SENIORES À QUINTA DA MALAFAIA

A Câmara Municipal de Fafe levou 1400 seniores a divertir-se na Quinta da Malafaia, em Esposende. Como vem acontecendo ininterruptamente desde 2005, a Câmara de Fafe organizou, na Quinta da Malafaia, um mega-almoço dedicado aos seniores da área do município, como forma de comemorar da melhor maneira o Dia Internacional do Idoso.

DSC_6558

De Fafe, manhã cedo, partiram mais de duas dezenas de autocarros com cerca de 1400 seniores provenientes de todas as freguesias do concelho, com o apoio das respectivas juntas de freguesia e de todas as instituições particulares de solidariedade social.

A ação foi acompanhada pelo presidente da edilidade José Ribeiro, pelo vice-presidente, Antero Barbosa e pelos vereadores Vitor Moreira e Helena Lemos, além de outros elementos do gabinete da autarquia.

Os participantes começaram por assistir à tradicional missa concelebrada pelos párocos Abel Maia, Pedro Daniel Marques, José Peixoto Lopes e José Marques.

O padre Abel Maia aproveitou a oportunidade para se apresentar, porquanto tomou posse da paróquia de Fafe apenas no domingo passado, e louvou o Presidente da Câmara por esta “feliz iniciativa” de proporcionar aos idosos um dia diferente.

O Presidente José Ribeiro usou da palavra a seguir para agradecer aos diversos intervenientes e organizadores do evento, deixando a sua gratidão ao Padre Maia pelas palavras amáveis que lhe dirigiu e desejou-lhe os maiores êxitos na sua nova missão.

Agradeceu ainda às instituições e Juntas de Freguesia do concelho, que deram o seu melhor contributo para o êxito da iniciativa e a todos e a cada um dos presentes que manifestaram, assim, “mente aberta para conviver com os amigos, o que não acontece com todos, pois muitos mais poderiam vir e ficam em casa”.

O autarca considerou que a festa é um reconhecimento “por tudo o que os idosos fizeram pela sociedade fafense” e engloba-se num conjunto de atividades que ao longo do ano a autarquia dedica aos seniores e que incluem ginástica semanal, frequência da piscina municipal, espetáculos de teatro e intercâmbio de lares.

“Estas festas e convívios são melhores que muitos xaropes e comprimidos. No dia de hoje não há doenças” – afirmou o Presidente da Câmara, num discurso pontuado por imensos aplausos.

José Ribeiro afiançou que “nem a crise nos faz desviar deste imperativo: é minha obrigação preocupar-me convosco”.

Tal como havia afirmado no ano anterior, “não vamos cortar neste sector, porque traz felicidade às pessoas. Não haverá crise, nem dificuldades que nos impeçam de vos proporcionar estes momentos de felicidade”.

Estes momentos servem para reforçar os laços de amizade, de solidariedade e de convívio entre os idosos, ajudando a combater a solidão e os problemas do quotidiano.

DCS_9278

AUTARQUIA FAFENSE NÃO DEVE UM CÊNTIMO AOS FORNECEDORES

O Presidente da Câmara aproveitou para comunicar aos presentes que “desde a passada sexta-feira a autarquia não deve nada aos fornecedores”, uma afirmação que foi vivamente aplaudida.

Afirmando não nadar em dinheiro, assegurou que a Câmara “tem princípios e rigor que nos orgulha”. “Na gestão dos dinheiros públicos, temos de repartir bem os recursos, a começar pelos dedicados aos idosos” – considerou.

José Ribeiro reafirmou que, no próximo ano, a iniciativa será repetida, o mesmo acontecendo com o município de Fornos de Algodres, também presente na Malafaia e com quem Fafe vai estabelecer um intercâmbio, segundo anunciou o autarca.

“Para o ano cá estaremos!” – conclui o presidente da Câmara.

A tarde foi, assim, de festa, de animação, de dança, de confraternização entre todos, como se a juventude regressasse às pernas e ao coração dos seniores fafenses, ao menos durante um dia!

DSC_6387

INICIATIVAS DIVERSIFICADAS ASSINALAM SEMANA DO IDOSO 

A festa da Malafaia culminou uma semana de atividades organizadas para os idosos fafenses.

A Semana Sénior de Fafe decorreu entre 24 e 28 de setembro, com atividades desportivas, recreativas e culturais, em diversos espaços da cidade e que tiveram a participação de utentes das diferentes instituições da cidade e das freguesias mas também de outros cidadãos que nelas quiseram participar.

A semana arrancou com a realização de uma aula de Hidroginástica, na Piscina Municipal e continuou na terça-feira com uma aula de ginástica, no Pavilhão. Devido ao mau tempo, foi cancelado o piquenique intergeracional, previsto para o parque de merendas de Santo Ovídio.

Na tarde de quarta-feira, foi exibido o filme “Aldeia da Roupa Branca”, na Sala Manoel de Oliveira, para algumas dezenas de idosos e na quinta-feira o Teatro-Cinema encheu para os idosos assistirem à peça “O Espelho”, pela Jangada teatro.

Finalmente, no dia 28, uma aula de Ginástica intergeracional, na Praça 25 de Abril, concluiu as atividades previstas para esta semana.

Nas atividades participaram algumas centenas de seniores locais.

DCS_9107

DSC_6438

DSC_6533

FAFE COMEMORA 102º ANIVERSÁRIO DA PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA

A Câmara Municipal de Fafe volta a evocar a data histórica da Proclamação da República em Portugal, o que vem fazendo desde há mais de três décadas, com um programa comemorativo que se estende pelos dias 4 e 5 de outubro.

DCS_1990

No próximo dia 4 de Outubro, a partir das 21h30, no Pavilhão Multiusos, realiza-se a tradicional Festa do Desporto, que compreende a entrega do Prémio Desportivo Câmara Municipal de Fafe e do Troféu “Não à Violência-Viva o Desporto”, relativos à época 2011/2012 e que junta habitualmente centenas de desportistas locais.

Dia simbólico, contudo, é o 5 de outubro, este ano apenas circunscrito à sessão solene.

Após o hastear da bandeira no edifício dos Paços do Concelho com o desfile da Fanfarra dos Escuteiros de Fornelos, pelas 10h00, realiza-se no Salão Nobre a habitual sessão solene evocativa da efeméride.

A sessão é aberta pelo Presidente da Assembleia Municipal, Laurentino Dias, seguindo-se a entrega da medalha de prata de mérito concelhio ao Padre João Baptista Alves da Mota.

A sessão prossegue com a intervenção do constitucionalista Pedro Bacelar de Vasconcelos.

A sessão solene comemorativa é encerrada pelo Presidente da Câmara, José Ribeiro, finalizando com a execução do Hino Nacional pela Academia de Música José Atalaya.

REGIÃO DOS VINHOS VERDES PROMOVE SAFARI FOTOGRÁFICO

A Região dos Vinhos Verdes promove um Safari fotográfico vindimas nos Vinhos Verdes de 20 de Setembro a 30 de Outubro. Esta iniciativa tem como objetivo promover o contacto com a paisagem vinícola da Região Demarcada dos Vinhos Verdes, que celebrou no passado dia 18 de Setembro o seu 104.º aniversário.

Pretende-se motivar o público para a descoberta de uma área de grande interesse paisagístico, cultural, social e económico.

A iniciativa é da Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes (CVRVV).

VIANA DO CASTELO RECLAMA VIABILIZAÇÃO DOS ESTALEIROS NAVAIS

Os trabalhadores dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo saíram ontem à rua para exigir a viabilização da empresa e protestar contra os despedimentos. Mais de duas mil pessoas desfilaram ao longo da cidade em direção à Praça da República onde manifestaram o seu desagrado pela forma como tem sido conduzido o processo de reprivatização dos estaleiros.

250191_464693246904243_1351078691_n

Entre as críticas feitas ao governo salienta-se a suspensão dos contratos com a Marinha Portuguesa, os quais mantinham a empresa em laboração.

Para além da importância que esta empresa representa para a região, o desmantelamento dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo constitui uma medida incompreensível particularmente numa altura em que se aponta o regresso ao mar como um desígnio nacional.

Foto: Joca Fotógrafos

WORKSHOPES “RECICLAGEM CRIATIVA” DA DESIGNER SÍLVIA ABREU ESTÃO DE REGRESSO À BIBLIOTECA DE VILA VERDE

Os novos Workshops de Reciclagem Criativa regressão com o tema “Regresso às Aulas”. Com o apoio do município de Vila Verde, foi realizado na manha de 29 de Setembro, na Biblioteca Municipal.

IMG_2917

Nos tempos que correm temos que ser criativos e repensar em formas de poupar uns trocos, na atual crise que o país atravessa, tudo é bom para “poupar”, diz Sílvia Abreu.

Assim começou por idealizar peças para as crianças e também para adultos. Sacos para as crianças levarem o lanche de uma embalem de leite, base para o rato e suporte para o computador, porta lápis e porta-moedas, capas de arquivo, separadores de livros de pauzinhos de gelado, bases para anotações com molas e tampinhas e muitos outros objetos.

Pretendo com estes workshops que as crianças e adultos possam ir para casa com outra ideia e imaginação ao “deitar” fora o “lixo” que pode não ser lixo! Refere a designer Sílvia Abreu.

Este workshop teve a participação de crianças e adultos, em particular duas das participantes, deslocaram-se da sua residência em Vila Real para participar no workshop.

“... Vi o cartaz do workshop no facebook e logo resolvemos participar, achamos a ideias encantadoras. Refere Maria Pereira...”

Próximos workshops na Biblioteca Municipal de Vila Verde:

27 Outubro de 2012 - RECICLAGEM CRIATIVA “O MEU FANTOCHE”

24 Novembro de 2012 - RECICLAGEM CRIATIVA “DECORAÇÕES DE NATAL”

IMG_2910

IMG_2915

IMG_2864

IMG_2893

IMG_2880

IMG_2872

IMG_2868

IMG_2863

IMG_2845

IMG_2831

IMG_2829

IMG_2795

IMG_2771

IMG_2770

IMG_2765

IMG_2763

IMG_2759

IMG_2753

PAREDES DE COURA REALIZA WORKSHOP SOBRE A DOENÇA DE ALZHEIMER

III Edição - WORKSHOP: DOENÇA DE ALZHEIMER: COMO GERIR? O PAPEL DO CUIDADOR

DIA: 26 de Outubro – 18h. – 21:30h.

PREÇO: 10€ (inclui certificado de presença, material de apoio e recibo de pagamento)

Formadora: Maria Faria (Pós-graduada em Psicogerontologia, cuidadora informal da mãe Doente de Alzheimer)

Conteúdos a ministrar:

-O cérebro: uma viagem interativa;

-Sintomas da Doença de Alzheimer;

-As diversas fases da Doença de Alzheimer;

-Como lidar? O cuidador informal;

-O impaCto na família;

-Um testemunho vivido na primeira pessoa;

- Gestão do luto.

Faça a sua inscrição para lardebico@mail.telepac.pt com os dados: nome, morada, telefone e profissão.

O pagamento pode ser realizado no respetivo dia.

Pág. 10/10