Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

COMUNIDADE GALEGA EVOCA ALFREDO GUISADO

O Prof. Doutor Carlos Pazos Justo, da Universidade do Minho, proferiu hoje na Xuventude de Galiza – Centro Galego de Lisboa uma palestra subordinada ao tema “Alfredo Guisado e a colónia galega de Lisboa”. A ocasião serviu também para apresentar o seu último trabalho intitulado “Traxectoria de Alfredo Guisado e a sua relacion com a Galiza” (1910 – 1921) ”.

A iniciativa teve lugar na Biblioteca Manuel Cordo Boull e contou ainda com a participação do Prof. Doutor Emilio Cambeiro, da Uiversidade Nova de Lisboa e de Antonio Guisado, familiar de Alfredo Guisado, poeta e jornalista português de ascendência galega.

PAREDES DE COURA CELEBRA BEATO REDENTO DA CRUZ

O Concelho de Paredes de Coura celebra hoje um dos seus filhos mais célebres, o Beato Redento da Cruz, que foi mártir em terras que pertencem actualmente à Indonésia, numa altura em que o domínio filipino atraía sobre os domínios portugueses a cobiça dos inimigos de Espanha, mormente dos holandeses que procuraram apoderar-se da região.

Com a devida vénia, reproduzimos o artigo publicado no blog “Paredes de Coura – Terra com Alma” em http://paredesdecoura.blogs.sapo.pt/43464.html

MEMÓRIA DO BEATO REDENTO DA CRUZ

2589244_JHEEc

A 29 de Novembro celebra-se a memória do Beato Redento da Cruz, courense, religioso e mártir. Lembrado na Diocese de Viana do Castelo, na Ordem Carmelita e na Ordem dos Carmelitas Descalços.

O Beato Redento da Cruz, nasceu no lugar de Lizouros, freguesia de Cunha, com o nome de Tomás Rodrigues da Cunha, sendo filho de Baltazar Pereira e de Maria da Cunha.

Faleceu, sofrendo martírio, a 29 de Novembro de 1638, em Achém, na ilha de Samatra, na Indonésia.

Beatificado pelo Papa Leão XIII a 10 de Junho de 1900.

G8AslikyDaPktkl4GpiH

Monumento em honra do Beato Redento da Cruz, inaugurado em 1998 no lugar de Abróteas, freguesia de Cunha, aquando as comemorações do IV Centenário do seu nascimento.

8vc99HlMRYrWpULzepld

Da pagela publicada pela Igreja:

“Vida do Beato Redento da Cruz

Redento da Cruz, no século Tomaz Rodrigues da Cunha, português, nobre por ascendência, nascido em 1598, era filho de Baltazar Pereira e D. Maria da Cunha, e natural da povoação de Lizouros, freguesia de Santa Maria da Cunha, concelho de Paredes de Coura.

Ainda adolescente partiu para as Índias orientais e, seguindo a carreira das armas, foi Capitão da guarda da cidade de Meliapor; porém depois tomou o hábito dos irmãos conversos na Ordem dos Carmelitas Descalços.

Como se fosse insigne na piedade e suavidade de costumes, foi destinado aos lugares de porteiro e sacristão em vários conventos.

Tendo desempenhado estes cargos com a maior perfeição, foi finalmente, por ordem dos superiores, dado como companheiro ao Beato Dionísio, que partia para a Ilha de Samatra, missão que recebeu de ânimo tanto mais alegre que, por uma inspiração quase divina, pressentira que lhe era seguro caminho para o martírio.

Chegando porém á ilha, foi carregado de ferros com o Beato Dionísio e todos os companheiros, e reduzido à escravidão. Coube-lhe em sorte um senhor feroz que depois de o ter atormentado com todas as espécies de vexames e tormentos, rapada a cabeça, barba e sobrancelhas, o expôs ao ludíbrio dos infiéis; ligou-lhe os pés com ferros de arestas vivas e pôs-lhe a vida em grande risco com acerbíssima fome.

Tudo isto, Redento sofreu intrepidamente, e não temeu resistir ao próprio rei que pretendia abalar a sua constância.

Levado finalmente à praia do mar com os restantes confessores da fé, foi o primeiro de todos que, alvejado com setas e trespassado com espadas e lanças envenenadas, morreu mártir.

Sobre os corpos dele e dos restantes mártires, que conjuntamente pereceram, enquanto estiveram insepultos, várias vezes durante a noite, com grande admiração dos infiéis e hereges, foram vistos brilhar esplendores de luz e ouvidos celestes concertos.

O que tudo devidamente provado, o Sumo Pontífice Leão XIII, no ano do jubileu de 1900, inscreveu Dionísio da Natividade e Redento da Cruz no catálogo dos Bem-aventurados Mártires.

(Do antigo Breviário Bracarense)

Oração

Ó Deus, que por admirável disposição conduziste os bem-aventurados Dionísio e Redento, através dos perigos do mar, à palma do martírio, concedei-nos, pela sua intercessão, que entre as dissipações e desejos deste mundo, permaneçamos fiéis até á morte na confissão do vosso nome. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Amén

2543088_JjQVS

Painel de azulejos existente na Casa Grande de Paredes de Coura

CENTRO DE MONITORIZAÇÃO E INTERPRETAÇÃO AMBIENTAL DE VIANA DO CASTELO PROGRAMA ACTIVIDADES PARA DEZEMBRO

image002

“PODA DE ÁRVORES ORNAMENTAIS”OFICINA DE APRENDIZAGEM para o público em geral.

Local: Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental (Antigas Azenhas de D. Prior)

Data: 10 de Dezembro de 2011 (Sábado)

Horário: 09H00 - 12H00

Se chover, a actividade não se realizará | participação gratuita | inscrição obrigatória.

Iniciativa integrada nas comemorações do “Ano Internacional das Florestas 2011”

image009

“UM OLHAR NAS FLORESTAS DE PORTUGAL

”EXPOSIÇÃO DE FOTOGRAFIA DE LUIS QUINTA

Local: Antigos Paços do Concelho (Praça da República)

Iniciativa integrada nas comemorações do “Ano Internacional das Florestas 2011”

Até 12 de Dezembro de 2011 | Entrada livre

image014

“O VINHO E A VINHA EM VIANA DO CASTELO”

EXPOSIÇÃO TEMPORÁRIA

Local: Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental (Antigas Azenhas de D. Prior)

Iniciativa integrada nas comemorações da “Cidade do Vinho 2011”

Até 31 de Dezembro de 2011 | Entrada livre

image016

“A FLORESTA AUTÓCTONE”

EXPOSIÇÃO DE TRABALHOS DAS ESCOLAS DO CONCELHO

Local: Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental (Antigas Azenhas de D. Prior)

Iniciativa integrada nas comemorações do “Dia Nacional da Floresta Autóctone” (23 de Novembro)

Até 31 de Dezembro de 2011 | Entrada livre

CONJURADOS DO ALTO MINHO REUNEM-SE EM PONTE DE LIMA

R_A_Viana do Castelo

A Real Associação de Viana do Castelo leva a efeito, no próximo dia 30 de Novembro, o tradicional Jantar dos Conjurados com vista a assinalar o 371º Aniversário da Restauração da Independência de Portugal. O encontro dos conjurados do Alto Minho realiza-se em Ponte de Lima.

As inscrições podem ser feitas através do e-mail real.associacao.viana@gmail.com ou pelo telemóvel 961 623 905.

PROFESSORES DO CONCELHO DE VILA VERDE: CONTAGEM DO TEMPO DE SERVIÇO PARA EFEITOS DE APOSENTAÇÃO DEBATIDO NO PARLAMENTO

Ao tempo da Primeira República, quase tudo era decidido na Câmara dos Deputados que era como então se designava o parlamento. Os aspectos relacionados com a contagem do tempo de serviço de um grupo de professores do Concelho de Vila Verde para efeitos de aposentação subiram então a plenário na sessão realizada em 22 de Maio de 1913, sob a Presidência de José Augusto Simas Machado. Tratou-se de uma sessão nocturna que teve o seu início às 21h55, prática usual à época.

Pelo carácter bizarro que a situação se apresenta decorrido quase um século e pela curiosidade que a mesma possui nomeadamente para quantos exercem a profissão de professor e, de um modo geral, fazem os seus descontos para a Caixa Geral de Aposentações, transcreve-se do Diário da Câmara dos Deputados as passagens que dizem respeito ao problema levantado.

Parecer n.º 187

Senhores Deputados - A vossa comissão de instrução primária e secundária, apreciando o projecto de lei n.º 153-A, da iniciativa do Sr. Deputado Joaquim José de Oliveira, é de parecer que deveis aprová-lo com a seguinte redacção:

Artigo 1.° É contado, para os efeitos de aposentação, o tempo de serviço prestado por professores diplomados em escolas primárias não oficiais, que hajam sido depois convertidas em escolas oficiais, contanto que êsses professores contribuam para a Caixa de Aposentações com as cotas correspondentes ao período em que fizeram serviço naquelas escolas.

Lisboa e sala da comissão de instrução primária e secundária, em 8 de Maio de 1913. = António José Lourinho = José Vale de Matos Cid = Vitorino Godinho = Tomás da Fonseca, relator.

Projecto de lei n.° 153-A

Senhores Deputados. - Abel Augusto de Almeida e sua mulher, Rosa de Sousa Ribeiro Araújo, são professores das Escolas Leonardo, situadas no lugar de Palmas, freguesia de Parada de Gatim, concelho de Vila Verde.

Estas escolas foram criadas pelo falecido conselheiro Leonardo Caetano de Araújo, e, por decreto de 11 de Julho de 1905 (Diário do Govêrno n.º 105), rectificado no Diário do Govêrno n.º 261, de 15 de Novembro do mesmo ano, foram convertidas em escolas oficiais, tendo aqueles professores, que então exerciam nelas o magistério, sido nomeados pelo mesmo decreto, para o magistério oficial.

O professor exercia as funções desde 18 de Julho de 1892 e a professora exercia-as desde l de Agosto de 1890, tendo prestado ambos excelentes serviços á instrução.

Pretendem aqueles professores, e isto é extremamente justo, que o tempo decorrido desde a data em que começaram a prestar serviço naquelas escolas oficiais lhes seja contado para os efeitos de aposentação, logo que contribuam para a Caixa de Aposentações com as cotas correspondentes àqueles períodos, e por isso apresento á vossa apreciação o seguinte

Projecto de lei

Artigo 1.° É contado, para os efeitos de aposentação, o tempo de serviço prestado pelos professores das escolas Leonardo, situadas no lugar das Palmas, freguesia de Parada de Gatim, concelho deVila Verde, Abel Augusto de Almeida e Rosa de Sousa Ribeiro de Araújo, anteriormente a terem aquelas escolas sido consideradas oficiais, respectivamente desde 18 de Julho de 1892 e de l de Agosto de 1890, logo que os mesmos contribuam para a Caixa de Aposentações com as cotas correspondentes a êsses períodos.

Art. 2.° É revogada a legislação em contrário.

Palácio do Congresso, em 14 de Abril de 1913. = O Deputado, Joaquim José de Oliveira.

Foi lido na mesa, assim como uma proposta de substituição da comissão de instrução primária e secundária.

Foi aprovado, sem discussão, na generalidade, entrando em discussão na especialidade.

O Sr. Germano Martins: - Como me parece que os professores de instrução primária só foram obrigados a concorrer para a Caixa das Aposentações duma certa época em diante, desejava que alguém me informasse a êsse respeito, para que êsses professores não fiquem em condições de desigualdade para com os seus colegas.

Neste sentido, vou mandar para a mesa uma proposta.

Aditamento

Proponho o seguinte aditamento ao artigo 1.°:

"...e desde que, por lei, foram obrigados a concorrer os professores primários para a referida Caixa" = Germano Martins.

O orador não reviu.

O Sr. Joaquim de Oliveira: - Concorda com a substituição da comissão, mas é preciso que os professores, que exerciam as suas funções em escolas não oficiais, não fiquem em melhores condições do que os seus colegas que já eram considerados oficiais. Por isso concorda tambêm com a proposta que vai mandar para a mesa o Sr. Germano Martins.

O discurso será publicado na íntegra quando o orador restituir as notas taquigráficas.

Foi lido na mesa e admitido o aditamento do Sr. Germano Martins.

O Sr. Vitorino Godinho (por parte da comissão de instrução pública): - É para dizer a V. Exa. e à Câmara que a comissão aceita a proposta apresentada pelo Sr. Germano Martins. Efectivamente podiam alguns professores encontrarem-se em exercício desde 1892 ou mesmo anteriormente, e só terem sido obrigados a descontar para a Caixa de Aposentações desde 1895, e não era justo que ficassem em desigualdade de circunstâncias.

O orador não reviu.

Foi aprovada a emenda do Sr. Germano Martins.

Foi aprovado o artigo 1.º com a emenda.

Foi aprovado o artigo 2.° sem discussão.

BRAGATT PASSEIA NO ALTO MINHO

O Clube BRAGATT vai realizar o 5º Passeio de Natal que será um passeio de carácter turístico e gastronómico a pensar na família. Os participantes vão poder desfrutar das mais belas paisagens do Alto Minho.

A ideia é aproveitar esta quadra festiva para juntar mais uma vez os amigos de modo a que possam transmitir pessoalmente os habituais votos de Feliz Natal e Bom Ano Novo e, ao mesmo tempo, proporcionar um agradável convívio e tirar partido das máquinas com que habitualmente participam nas provas.