Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

ESTADO QUE NÃO COMEMORA A RESTAURAÇÃO COMO FERIADO É “ESTADO BASTARDO”

O presidente da Assembleia-Geral da Sociedade Histórica da Independência de Portugal afirmou ontem que “um Estado que não comemora o 1 de Dezembro como o seu principal feriado é um Estado bastardo, sem valores ou dignidade”.

O general José Batista Pereira falava na cerimónia oficial de homenagem aos heróis da Restauração, em representação do presidente da Sociedade Histórica da Independência de Portugal, José Alarcão Troni.

No dia em que o dia da Restauração se comemora pela primeira vez desde que deixou de ser feriado, José Batista Pereira salientou que o 01 de Dezembro é o verdadeiro feriado da Portugalidade e que, se há feriados que deviam ser imutáveis, eles são o 10 de Junho e o 01 de Dezembro.

O dirigente da Sociedade Histórica da Independência de Portugal defendeu que, à semelhança do 01 de Dezembro, seja também restaurado o feriado de 05 de Outubro, dizendo que aquela sociedade não "desistirá de lutar para que ambos os feriados sejam repostos" pelo poder político.

Esta passagem do seu discurso motivou aplausos da assistência, cerca de duas centenas de pessoas, presente na Praça dos Restauradores, onde era visível um enorme cartaz a dizer "Olivença é terra portuguesa", algumas bandeiras monárquicas e outras do movimento de oposição nacional (MON).

José Batista Pereira falou ainda do passado histórico de Portugal e do legado deixado em 120 comunidades da diáspora que continuam "vivas e portuguesíssimas".

Na cerimónia foram ainda oradores o presidente da Cãmara Municipal de Lisboa, António Costa, e José Ribeiro e Castro, em representação da presidente da Assembleia da República, tendo o general Rocha Vieira estado presente em representação do Presidente da República, Aníbal cavaco Silva.

As celebrações do 1 de Dezembro prosseguem hoje á tarde com desfile de bandas filarmónicas e outras atividades culturais e históricas, enquanto no Museu do Oriente decorre uma visita orientada á exposição "Presença Portuguesa na Ásia".

Fonte: Agência LUSA