Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

CAMINHA ESTÁ DESCONTENTE COM NOVAS LIGAÇÕES PORTO/VIGO

Município de Caminha considera que as novas ligações Porto/Vigo vão prejudicar gravemente os concelhos do Vale do Minho

A Câmara de Caminha demonstrou o seu descontentamento junto da CP e do Ministério da Economia e do Emprego, que detém a tutela dos transportes, face às novas ligações Porto-Vigo, que não contemplam qualquer paragem no concelho de Caminha.

VPAncora-11Agosto2011 033

As novas ligações Porto-Vigo entraram em vigor no dia 1 de julho e fazem o percurso sem qualquer paragem nas estações intermédias. No entanto, como se trata de uma linha única, este comboio terá de esperar em algumas estações para efetuar o cruzamento com outros, mas não é permitida a entrada ou a saída de passageiros, o que é incompreensível.

O Município de Caminha lamenta profundamente esta decisão, que entende prejudicar gravemente os munícipes do Vale do Minho, que se veem privados de um transporte ao serviço de estudantes, trabalhadores e turistas.

A Câmara vê nesta política de transportes uma discriminação para concelhos que se encontram cada vez mais isolados e ilhados, sobretudo depois da instituição de portagens nas ex-Scuts.

O Município não se revê nestas alterações apadrinhadas pelos membros do Governo e foi com grande surpresa que as conheceu, já que não foram previamente discutidas com as entidades responsáveis e nem tão pouco foram comunicadas.

As alterações, que para além das novas ligações Porto-Vigo, contemplam mudanças nos horários em vigor e supressão de algumas ligações, prejudicam gravemente o concelho, tanto em termos económicos como turísticos, uma vez que se torna mais complicado para quem vem de Espanha, visitar Caminha. Pois, para isso, deve viajar de Vigo até Valença e lá apanhar um outro comboio para Caminha e vice-versa.

Desta forma, a Câmara de Caminha vai pedir uma audiência à tutela responsável pelos transportes de forma a sensibilizar os membros do governo para esta situação e demonstrar o seu descontentamento.