Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

MINHOTOS E GALEGOS VOTAM ORÇAMENTO PARTICIPATIVO TRANSFRONTEIRIÇO CERVEIRA-TOMIÑO

Últimos dias de votação no OPT Cerveira-Tomiño

Termina já na próxima terça-feira, 20 de fevereiro, o prazo para votação na edição 2018 do Orçamento Participativo Transfronteiriço (OPT) Cerveira-Tomiño. Em seleção encontram-se três projetos entre asoito propostas apresentadas, cuja informação está disponível no website www.participacerveiratomino.eu

banner OP2018 votaçao

Restam quatro dias para cerveirenses e tomiñenses recenseados nos respetivos concelhos elegerem as ideias vencedoras do OPT, projeto pioneiro na Euroregião Galiza-Norte de Portugal que vai na segunda edição, mantendo a essência deenvolver as duas populações vizinhas na definição de soluções para necessidades comuns.

Desta forma, as propostas da edição 2018 do OPT que se encontram em fase de votação são:

Área Educação e Cultura

  1. Oferta de atividades artísticas dirigidas à população escolar de Cerveira e Tomiño

Promotores: Escola Superior Gallaecia, Mesa de Anpas dos Centros educativos de Tomiño

  1. Intercâmbio Musical Transfronteiriço

Promotores: Academia de Música Fernandes Fão (Polo de Vila Nova de Cerveira), Agrupación Sociocultural de Goián

  1. Sabores da Aldeia e Sons das Trovoadas Transfronteiriças

Promotores: Associação Cultural e Recreativa Bombos S. Tiago de Sopo, AsociacionTreboada Baixo Miño

  1. Jornadas Acessibilidade para Todos

Promotores: Escola Superior Gallaecia, ACAPO, Asociación de PersoasconDiscapacidade Vontade

Área Desporto e Lazer

  1. BTT &TrailRunning em Ceveira e Goián

Promotores: Gilberto Fagundes Coutinho, Isaac da CuñaFernandez

  1. Desporto Náutico Para Todos

Promotores: Associação Desportiva e Cultural da Juventude de Cerveira, Associación de Personas conDiscapacidade Vontade

Área Território e Ambiente

  1. Felizes nas compras’: Resolução de problemas dos consumidores

Promotores: Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor (DECO), Unión de Consumidores de Galicia (UCGAL)

  1. App Turismo Acessível

Promotores: ACAPO, VONTADE, Escola Superior Gallaecia

A votação decorre através do website participacerveiratomino.eu, sendo limitado a maiores de 18 anos de idade que estejam recenseados em Vila Nova de Cerveira ou Tomiño.O orçamento total disponibilizado é de 20 mil euros, repartido em partes iguais entre os doismunicípios.

De relembrar que o OPT Cerveira-Tomiño integra a Agenda Estratégica de Amizade de Cooperação Transfronteiriça Cerveira- Tomiño, cofinanciado a 75% pelo Programa INTERREG V-A POCTEP, fundos do FEDER da União Europeia.

CARTAZ OPT VOTAÇÃO 2018

CERVEIRA RECEBE PARCEIROS DO PROJETO INTERNACIONAL "IN COMMON SPORTS"

‘In CommonSports’ arranca com 1º ReuniãoTransnacional

Vila Nova de Cerveira acolheu, esta semana, uma comitiva dos parceiros do projeto internacional ‘In Common Sports’ para uma primeira reunião de trabalho de definição da estratégia e de conhecimento in loco do impacto das Olimpíadas Intergeracionais. Autarca Fernando Nogueira deu as boas-vindas aos representantes da Bulgária, Grécia, Hungria e Itália, reiterando o contributo pioneiro em prol da saúde e bem-estar da população sénior através do desporto.

_D6C6365

Com o período de execução entre janeiro de 2018 e dezembro de 2020, o ‘In Common Sports’ está já a dar os primeiros passos. Depois da apresentação pública em cada um dos países envolvidos, o Município de Vila Nova de Cerveira - enquanto líder do projeto -e o Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC) - na qualidade de parceiro estratégico - organizaram, entre esta quarta e sexta-feira, uma reunião de trabalhocom a presença do consórcio de parceiros.

À equipa de técnicos da autarquia cerveirense e do IPVC destacada para a articulação e desenvolvimento do projeto, juntaram-se os representantes do Município de Cesena (Itália), Valeria Rossi e FedericaCuni, do Município de Trikala (Grécia),GiannisGiakas, do Município de Aksakovo (Bulgária),NeliPetrova eStefaniYordanova, e da Associação Zoldpont (Hungria),PéterCziráki e MártonDvorák.

Dando as boas-vindas aos presentes numa sessão de trabalho nos Paços do Concelho, o presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira realçou a importância desta iniciativa “para a partilha de conhecimentos e de realidades de outros países no âmbito da melhoria das condições de vida e potenciação de estilos de vida saudáveis junto da população sénior”.Fazendo votos de sucesso para o trabalho proposto, Fernando Nogueira agradeceu a presença ea interação de todos “num projeto pioneiro que prima pelo envolvimento das populações”.

O programa de três dias incluiu um conjunto de reuniões preparatórias de forma a articular e agilizar a implementação do projeto. Para além da formalização de alguns acordos internos, foram igualmenteauscultadas dificuldades, potenciados pontos convergentes, delineadas regras, apresentado o website e elaborada a calendarização para os três anos.

Tendo como principal objetivo aprofundar o conhecimento dos fatores motivacionais para a prática continuada de exercício físico na população idosa através de um estudo que envolverá 350 participantes, a comitiva teve ainda a oportunidade de participar numa sessão de formação ministrada pela equipa líder da investigação da Escola Superior de Desporto e Lazer do IPVC, nas próprias instalações em Melgaço, de forma a coordenar a metodologia no âmbito do estudo científico proposto no projeto.Esta sessão contou ainda com a presença dos técnicos de todas as autarquias do Alto Minho envolvidos nas Olimpíadas Intergeracionais.

Pelos resultados positivos alcançados em três anos (2015-2017), o projeto das Olimpíadas Intergeracionais será replicado em mais quatro países da Europa, fruto da aprovação da candidatura ‘In CommonSports - IntergenerationalCompetition as Motivation for Sport andHealthyLifestyleofSeniorCitizens, submetida pelo Município cerveirense ao programa Erasmus + Sport, num financiamento superior a 300 mil euros.

_DSC1034

CERVEIRA REÚNES COROS DOS ESCUTEIROS DO DISTRITO DE VIANA DO CASTELO

Encontro Regional de Coros Escutistas no Pavilhão Multiusos

Oito Agrupamentos de Escuteiros do distrito de Viana do Castelo vão reunir-se, a 3 de março, no Pavilhão Multiusos de Vila Nova de Cerveira, para um Encontro Regional de Coros Escutistas. Bilhetes já à venda no Posto de Turismo de Cerveira por 2,50 euros.

Encontro_Regional_Coros_2018_Cartaz

Promovida pela Junta Regional do Corpo Nacional de Escutas de Viana do Castelo e pelo Agrupamento 981 de Campos, com o apoio da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, esta iniciativa visa divulgar parte dos repertórios musicais que os grupos corais dos Agrupamentos da Região entoam nas suas atuações e no acompanhamento das diversas cerimónias que integram.

O Encontro Regional de Coros Escutistas conta com a presença de oito coros, a saber: Agrupamento de escuteiros 423 S. Romão do Neiva; Agrupamento de escuteiros 85 Barroselas; Agrupamento de escuteiros 348 Meadela; Agrupamento de escuteiros 452 Vila Nova de Anha; Agrupamento de escuteiros 787 Vitorino de Piães; Agrupamento de escuteiros 1379 Correlhã; Agrupamento de escuteiros 1028 Reboreda; e Agrupamento de escuteiros 981 Campos.

Os bilhetes estão à venda no Posto de Turismo de Cerveira pelo valor de 2.50€, cuja receita reverte a favor da construção do Centro de Formação Escutista do Distrito de Viana do Castelo.

O evento decorre a 3 de março, a partir das 21h30, no Pavilhão Multiusos de Vila Nova de Cerveira. Todas as informações podem ser consultadas na página da Junta Regional em www.vianadocastelo.cne-escutismo.pt

AQUAMUSEU DO RIO MINHO DÁ A CONHECER A RÃ VERDE

É um anfíbio muito comum junto das linhas de água da Península Ibérica. Seguramente já o viu nalgum charco, rio ou ribeiro, mas será que conhece todas as suas características? De 3 de fevereiro a 31 de março, a rã-verde vai estar em destaque no Aquamuseu do rio Minho.

Rã-verde

Trata-se de uma pequena exposição bimestral em painéis, onde se aborda as caraterísticas morfológicas e descrição da espécie, habitat, reprodução e ameaças à rã-verde.

Sabia que geralmente não ultrapassa os 7 cm de comprimento? E já reparou nos olhos proeminentes, próximos entre si, com pupila horizontal? Estas são algumas das curiosidades que pode conhecer com este trabalho de investigação colocado à entrada do Aquamuseu.

As visitas decorrem entre terça-feira a domingo, das 10h00 às 12h30 e das 14h00 às 18h00.

CERVEIRA APRESENTA PROJETO IN COMMON SPORTS

Apresentação Pública do projeto internacional IN COMMON SPORTS

Está agendada para o próximo sábado, 3 de fevereiro, pelas 16h00, na Biblioteca Municipal de Vila Nova de Cerveira, a apresentação pública do projeto internacional liderado pelo Município de Vila Nova de Cerveira, IN COMMON SPORTS – IntergenerationalCompetition As Motivation For Sport AndHealthyLifestyleofSeniorCitizens. Enquanto embaixador do projeto, o Preparador Físico da Seleção Nacional de Futebol, João Carlos Costa, vai deixar testemunho.

Pelos resultados positivos alcançados ao longo de três edições (2015-2017), o projeto das Olimpíadas Intergeracionais vai ser replicado em mais países da Europa, fruto da aprovação de uma candidatura submetida pelo Município cerveirense ao programa Erasmus + Sport. Até 2020, Vila Nova de Cerveira vai liderar uma parceria internacional que agrega o Instituto Politécnico de Viana do Castelo (Portugal), a Associação Zoldpont (Hungria) e os Municípios de Cesena (Itália), de Trikala (Grécia) e de Aksakovo (Bulgária), com o objetivo de aprofundar o conhecimento dos fatores motivacionais para a prática continuada de exercício físico na população idosa e o impacto da competição “Olimpíadas Intergeracionais” no estado de aptidão física e mental do idoso.

A sessão pública de apresentação é dirigida à comunidade em geral, dando a conhecer as linhas orientadoras da iniciativa e procurando o envolvimento da população com 60 ou mais anos de idade no estudo internacional que será desenvolvido nos próximos três anos no âmbito do desporto.

A apresentação será conduzida pelo Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, Fernando Nogueira, e por um representante do IPVC, contando ainda com a presença do embaixador do projeto, o Preparador Físico da Seleção Nacional de futebol, João Carlos Costa.

Com um financiamento superior a 300 mil euros, o projeto IN COMMON SPORTSfoi aprovado pelo Programa Erasmus+ Sport, enquadrado na medida CollaborativePartnerships – GroupofPriorities 1 (HEPA &EuropeanWeekof Sport).

CERVEIRA HOMENAGEIA OS QUEEN

III Intercâmbio Cultural de Dança com homenagem aos Queen

Pelo terceiro ano consecutivo, o Fórum Cultural de Vila Nova de Cerveira recebe a arte da dança. A ADEIXA – Associação de Dança do Eixo Atlântico, com o apoio do Município de Vila Nova de Cerveira, promove o III Intercâmbio Cultural de Dança, com dois espetáculos de coreografia, um dos quais dedicadoaos Queen. De entrada gratuita, o evento decorre de 10 a 13 de fevereiro.

Adeixa

Com uma programação intensa, os cerca de 60 participantesdas quatro escolas envolvidas têm oportunidade de aperfeiçoar técnicas de dança, assim como potenciar o convívio e a troca de experiências.

Do programa constam dois espetáculos de entrada livre, com início às 21h00. No sábado, 10 de fevereiro, com o repertório das escolas participantes e na terça-feira, 13 de fevereiro, um espetáculo coreográfico de homenagem aos Queen, com o envolvimento conjunto das quatro escolas.

A edição deste ano conta com a participação da Escola de DançaFernanda Canossa, da Escola de Dança Pedro Sousa, da Associação Recreativa e Cultural de Serzedo, e da escola anfitriã ADEIXA. Há ainda a realçar a presença de dois professores convidados para liderar ensaios e workshops formativos, desde logo oriunda do Brasil, a professora Luciana Rocha, e Cátia Nicolau, de Espanha.

MINHO E GALIZA PREPARAM LANÇAMENTO DE PONTE PEDONAL ENTRE CERVEIRA E TOMIÑO

Cerveira-Tomiño recebe visita técnica para conhecer envolvente da futura ponte pedonal

Antes de proceder à seleção dos três projetos finalistas, o Júri e a Comissão de Acompanhamento do Concurso Internacional de Ideias para a futura ponte pedonal e ciclável que ligará as margens de Vila Nova de Cerveira e de Tomiño, realizaram, esta sexta-feira, uma visita técnica aos dois concelhos para conhecer o espaço natural e patrimonial no qual se perspetiva a travessia sobre o rio Minho. Dia 1 de fevereiro são conhecidas as três ideias que passam à fase seguinte.

IMG_0815

Após um primeiro encontro, realizado a 21 de dezembro, no qual foram analisados os prós e contras das 26 propostas apresentadas, mediante o cumprimento de critérios de mobilidade, meio ambiente, património e navegabilidade, o Júri e a Comissão de Acompanhamento do Concurso Internacional admitiram 24 projetos que serão alvo de uma análise individual mais específica.

No entanto, e de modo a ter uma visão mais completa da integração paisagística das propostas, os Municípios de Vila Nova de Cerveira e de Tomiño organizaram uma reunião de trabalho no terreno, possibilitando aos técnicos perceber in loco todas as perspetivas possíveis para cada uma das propostas em cima da mesa.

Os autarcas Fernando Nogueira e Sandra Gonzalez promoveram uma visita guiada ao Espaço Fortaleza, em Tomiño, e ao Parque de Lazer do Castelinho, em Vila Nova de Cerveira, culminando com uma deslocação pelo canal do rio Minho a bordo do NPR Rio Minho. Entre as entidades presentes estiveram a Capitania do Porto de Caminha, a Ordem dos Engenheiros (secção Norte), a Ordem dos Arquitetos (secção Norte), a Diretora Geral de Ordenamento do Território e Urbanismo da Galiza, a Deputación de Pontevedra, o Comandante Naval do Miño, o Coléxio Oficial de Enxeneiros de Camiños, Canais e Portos de Galicia, para além de técnicos afetos às duas autarquias.

No dia 1 de fevereiro serão reveladas as três ideias que passam à segunda fase, mais duas de reserva. Segundo as etapas do processo, os autores dos três projetos finalistas serão convidados a participar na segunda fase de seleção para a elaboração do anteprojeto da ponte, cujo contrato será adjudicado ao vencedor desta fase. O processo avançará com as autorizações necessárias e pareceres dos organismos competentes para poder desenvolver a obra. Na terceira fase, e após obtidas as autorizações, a Deputação de Pontevedra encarregará o vencedor de elaborar o projeto definitivo de construção, com um orçamento máximo de 121.880,00 euros.

De sublinhar que a elaboração do projeto da travessia pedonal sobre o rio Minho enquadra-se numa das atividades do projeto VISIT_RIO_MINHO apresentado à primeira convocatória do Programa Operativo España-Portugal (POCTEP) 2014-2020 Interreg V-A, com um orçamento total aprovado de dois milhões de euros, e uma comparticipação da União Europeia na ordem dos 75%.

A candidatura resulta de um esforço conjunto da Deputação de Pontevedra com a CIM Alto Minho, os concelhos do Norte de Portugal, a Fundación CEER, o Centro Tecnológico do Mar e a Universidade de Vigo.

IMG_0888

LAMPREIA DO RIO MINHO JÁ CHEGOU AOS RESTAURANTES DE CERVEIRA

Já chegou a tão desejada lampreia à mesa de 15 restaurantes cerveirenses!

A lampreia é um dos pratos mais aguardados do calendário gastronómico. Mas se falarmos da lampreia do rio Minho, reconhecida pela excelência de sabores associada à vivência de experiências, torna-se uma sugestão irresistível.A reserva já pode ser feita, até 15 de abril, em 15 restaurantes do concelho de Vila Nova de Cerveira aderentes à iniciativa intermunicipal ‘Lampreia do Rio Minho – Um Prato de Excelência’.

outdoor_lampreia2014-d.cdr

A gastronomia em Vila Nova de Cerveira tem verdadeiramente sabor a rio, reveladora dos usos e costumes e da forte relação que a população ribeirinha aindamantém com o rio Minho.E é nas águas gélidas do rio Minho, num percurso de correntes e obstáculos que a carne da lampreia se torna tenra para saciar o desejo e manter atradição de viver um festival de sabores cuja paixão e mestria das cozinheiras a transformaram num prato de excelência.

Até 15 de abril, Vila Nova de Cerveira integra mais uma edição da ‘Lampreia do Rio Minho – Um Prato de Excelência’, iniciativa de promoção gastronómica e de animação dinamizada pela Adriminho, em parceria com os seis municípios do Vale do Minho. À mesa dos 15 restaurantes cerveirenses aderentes serve-se a lampreia da forma mais tradicional, convidando a saborear oarroz de lampreia e o arroz à bordalesa.

Lista de restaurantes aderentes à ‘Lampreia do Rio Minho – Um Prato de Excelência’:Abrigo das Andorinhas - 251 795 335; Boega – O Peregrino - 251 700 500;Braseirão do Minho - 251 700 240; Cantinho dos Amigos - 251 795 725; Casa das Velhas - 251 708 482; Casa Lau -251 795 162; Casebre - 251 795 522; Central - 251 794 898; Costa Verde - 251 795 430; D. Maria - 251 797 229; Glutão - 251 795 654; Lavrador - 251 796 604; Luso Galaico - 251 795 225; Sol Nascente - 251 941 233; Telheiro - 251 794 495.

CERVEIRA RECEBE TEATRO DE SOMBRAS

Biblioteca Municipal recebe espetáculo de teatro de sombras dirigido a escolas e famílias

O Projeto Pedagógico das Comédias do Minho apresenta, esta semana, em Vila Nova de Cerveira, ‘No Risco da Sombra em 365 dias’, um espetáculo de teatro de sombras criado pela A TARUMBA – Teatro de Marionetas e cocriado e implementado pela Rede de Colaboradores Locais. Destinada a alunos do ensino pré-escolar e famílias, as sessões decorrem na Biblioteca Municipal.

No risco da sombra em 365 dias

De acordo com Luís Vieira e Rute Ribeiro (A TARUMBA), o mote para este trabalho de criação coletiva com os colaboradores locais dos cinco Municípios do Vale do Minho iniciou-se, a partir das estações do ano, em interligação com a ideia de passagem, de transformação, de memória, de corpo, de imagem e paisagem...

Na sinopse lê-se: “Após um trabalho intenso de formação em torno do teatro de sombras, as experiências de cada um, o seu meio e comunidade envolvente, os acontecimentos mais relevantes marcam este trabalho criativo de cariz experimental e remetem o espectador para um universo de múltiplas possibilidades, surreais e intemporais, onde os lugares habitam a construção poética das sombras e das imagens”.

De entrada livre, a sessão para o público escolar acontece nos dias 18, 18 e 22 de janeiro, às 10h00 e às 14h00, e para as famílias está agendada para o próximo sábado, 20 de janeiro, à 11h00.

AQUAMUSEU DO RIO MINHO DÁ A CONHECER A LAMPREIA

E o peixe do trimestre no Aquamuseu ou melhor, o ciclóstomo, é… “A Lampreia”

Em cada início de novo ano, já é uma tradição do Aquamuseu do rio Minho promover e abordar mais profundamente o conhecimento sobre a lampreia, dado ser uma espécie de excelência cultural e económica para os concelhos da raia minhota. Assim, até 31 de março, está patente a exposição “A Pesca da Lampreia Marinha no Rio Minho”.

lampreia

O objetivo da presente mostra é dar a conhecer as caraterísticas gerais, períodos e artes de pesca, a pesca ao longo dos tempos, histórias e ditos. Neste caso, a captura da lampreia.

De sublinhar que, este ano, a safra da lampreia começou a 03 de janeiro e prolonga-se até meados de abril, período durante o qual a espécie volta a entrar nos rios, na direção da nascente, para cumprir a fase de reprodução.

A atividade decorre ao longo dos 35 quilómetros do rio Minho, variando em função da arte utilizada, já que pode ser feita com "lampreeiras", a bordo de embarcações artesanais, ou com pesqueiras armadas arte denominada botirão e cabaceira. Uma lampreia pode medir mais de um metro e pesar cerca de dois quilogramas, sendo considerada uma verdadeira iguaria da região do Minho,

O Aquamuseu do rio Minho encontra-se aberto de terça-feira a domingo das 10h00 às 12h30 e das 14h00 às 18h00.

CERVEIRA CRIA REDE DE TRILHOS PEDESTRES

‘Grande Rota do Cervo’ é o projeto vencedor do OP 2017

A criação de uma Rede Municipal de Trilhos Pedestres foi a proposta mais votadanaIII edição do Orçamento Participativo (OP) de Vila Nova de Cerveira. O projeto visa a sinalização de nove percursos circulares das freguesias mais do interior do concelho que, interligados fisicamente e numa futura aplicação móvel, constituem a ‘Grande Rota do Cervo’ com cerca de 90kms.

Cervo José Rodrigues_Monte Encarnação (2)

Uma vez mais, a adesão ao Orçamento Participativo foi muito significativa, com um total de 1570 registos, correspondente a cerca de 17% da população do concelho (Censos 2011).O Município de Vila Nova de Cerveira pretende, desta forma, adequar as políticas públicas municipais às necessidades e expectativas da comunidade, favorecendo a participação como instrumento de modernização da administração.

Terminado o prazo para votação este sábado, e entre as cinco ideias apresentadas, a “Grande Rota do Cervo”foi a proposta que suscitou um maior interessepor parte dos cerveirenses (54,14%). Com uma dotação orçamental de 90 mil euros, o objetivo do projeto é dotar osnove trilhos pedestres existentes nas freguesias mais de interior – totalizando cerca de 90kms - de um conjunto de equipamentos de apoio ao pedestrianista permitindo, por um lado, uma maior segurança e orientação, e por outro lado, constituindo-se como uma mais-valia para o turismo cultural, ambiental, histórico e religioso, mas sobretudo para o turismodenatureza,assumindouma importante função de promoção e de animação rural.

Para além de ser devidamente marcada e sinalizada para ser usufruída com ou sem guia, esta Rede Municipal de Percursos Pedestres vai estar disponibilizada numa aplicação para smartphones e equipamentos informáticos, que permitirá ao utilizador recolher informação sobre os traçados, percorrer de forma orientada, partilhar nas redes sociais, ter acesso a informação histórica sobre os vários pontos de interesse e contactos úteis.

A III edição do OP contou com cinco projetos apresentados, tendo ficado em segundo lugar, com 29,56%, a proposta ‘Associações em Movimento’; seguiu-se a criação de um Circuito Autocrossque acolheu 11,29% dos votos; em quarto lugar, ficou a construção de um Parque Infantil para Todoscom 2,56%; e ainda a construção de um parque lúdico para contacto entre a população e a Associação Patas e Patas quearrecadou 2,42%.

O projeto vencedor do III OP será integrado no Orçamento Municipal para 2018, de forma a ser concretizado, ao longo do ano, mediante os pressupostos apresentados.

CERVEIRENSES CANTAM AS JANEIRAS

Associações e grupos do concelhocumprem tradição de ‘Cantar as Janeiras’

De vozes e instrumentos afinados, cerca de 200 cerveirenses afetos a 12 associações e grupos do concelho vão participar, este domingo, na 9ª edição do ‘Cantar as Janeiras’.Enquanto promotor do evento, o Município de Vila Nova de Cerveira convida a comunidade a assistir a mais um encontro de tradições num ambiente de boa disposição e alegria.

Print

O 9º“Cantar as Janeiras” conta com a participação de 11 grupos do concelho de Vila Nova de Cerveira e um da vizinha Galiza que atuarão pela seguinte ordem de inscrição: Associação de Pais do Centro Escolar da Vila; Rancho Etnográfico de Reboreda; Amigos da Misericórdia de Cerveira; Orballo às Nove Alí; Centro Paroquial de Reboreda; Rancho Folclórico de Sopo; Tuna da Universidade Sénior de Cerveira; Agrupamento de escuteiros 981 – Campos; Rancho Folclórico Infantil e Juvenil de Gondarém; Associação Cultural e Recreativa Divino Salvador de Covas; Coral Polifónico de Vila Nova de Cerveira e Associação Humanitária Bombeiros de V. N. de Cerveira.

O ‘Cantar as Janeiras’incorpora e transmite uma mensagem muito importante de valorização e preservaçãodas tradições, mantendo vivo o movimento associativo. O evento está agendado para este domingo, 14 de janeiro, a partir das 15h00, no Cineteatro de Cerveira, com entrada livre.

CERVEIRENSES VOTAM ORÇAMENTO PARTICIPATIVO

Últimos dias de votação no III Orçamento Participativo de Cerveira

Termina este sábado, 13 de janeiro, às 23h59, o período de votação na 3ª edição do Orçamento Participativo promovido pelo Município de Vila Nova de Cerveira. No total, os cerveirenses podem escolher entre cinco propostas para investimentos a concretizar em 2018, nas áreas Social, Equipamentos Culturais/Lúdicos e Espaços Verdes. O(s) vencedor(es) é anunciado(s) publicamente este domingo, durante o evento ‘Cantar as Janeiras’.

OP Votação 2018

Mais uma vez, este mecanismo de participação pública e cidadania ativa está a despertar um grande interesse junto da população. De relembrar que podem votar todos os cidadãos com idade a partir dos 15 anos, residentes, naturais, trabalhadores ou estudantes no concelho (estes últimos três casos mediante apresentação de comprovativo/declaração).

O processo de participação é fácil e rápido. Os interessados têm que aceder à plataforma eletrónica do OP (op.cm-vncerveira.pt), fazer o registo com o preenchimento dos dados solicitados, e votar numa só proposta.

Com um orçamento de 90 mil euros, em votação encontram-se os seguintes projetos: “Associações em Movimento” que visa a aquisição de uma viatura ligeira de passageiros (9L) para o Centro Social de Campos que, através de celebração de protocolo, será colocada à disposição de outras entidades das freguesias em causa; a criação de um Circuito Autocross com respetiva instalação desportiva devidamente legalizada conforme entidade reguladora (FPAK); a construção de um parque lúdico para beneficiação e contacto entre a população e a Associação Patas e Patas; a “Grande Rota do Cervo” que propõe a criação de uma rede de nove percursos pedestres circulares que, interligados, fazem uma grande rota pelas freguesias interiores e montanhosas do concelho; e a concretização do “Parque Infantil para Todos” para disponibilizar às crianças que frequentam o Parque de Lazer do Castelinho um espaço divertido e adequado a diferentes idades.

A votação termina às 23h59 deste sábado, 13 de janeiro. O anúncio do(s) projetos(s) vencedor(es) decorre no domingo, durante o evento cantar as Janeiras, a partir das 15h00, no Cineteatro de Cerveira que cativa uma grande adesão de cerveirenses.

CERVEIRA FOI A CASTRO DAIRE PROMOVER OS SEUS PRODUTOS

Cerveira promoveu programação 2018 no 1º Meeting Vefa Group and Partners

Tendo como prioridade a potenciação turística dos elementos diferenciadores, o Município de Vila Nova de Cerveira participou, no passado fim-de-semana, 6 e 7 de janeiro, em Castro D’Aire, no 1º Meeting Vefa Group and Partners. A XX Bienal Internacional de Arte de Cerveira e a 3ª edição de “O Crochet Sai à Rua” foram os dois eventos destacados, além da promoção de alguns produtos endógenos.

bdr

Reunindo mais de 200 colaboradores e parceiros de todo o país, e de representantes de Itália e Marrocos, a Agência de Viagens - VEFA convidou o Município cerveirense para marcar presença nesta ação inovadora, como forma de partilhar a programação cultural para 2018 a um vasto grupo de profissionais do setor.

Para além dar a conhecer as diversas potencialidades turísticas do concelho ao nível da arte e beleza natural, o encontro serviu para destacar dois dos eventos que vão marcar culturalmente o próximo Verão de Vila Nova de Cerveira: a XX Bienal Internacional de Arte de Cerveira e a 3ª edição de “O Crochet sai à Rua”.

O espaço reservado para Vila Nova de Cerveira foi ornamentado a preceito com elementos em crochet e com algumas obras de arte, complementado com a projeção de vídeos promocionais do concelho e dos dois eventos em destaque. Paralelamente, aproveitou-se a oportunidade para oferecer aos presentes uma experiência gastronómica, com a degustação de vinho verde e de biscoitos de milho.

“À semelhança dos anos anteriores, o verão 2018 promete cativar milhares de turistas, com um cartaz cultural de excelência. Vamos assinalar os 40 anos daquele que é ‘O Evento’, a nossa Bienal, e teremos as ruas e espaços públicos a ostentar”, sublinha o autarca Fernando Nogueira, acrescentando que: “O investimento neste momento é a valorização e potenciação do que melhor temos para oferecer, e acima de tudo a sua promoção externa. E esse trabalho não pode ser realizado isoladamente, pois se queremos alcançar mais público e novos mercados, a estratégia tem de ser concertada entre os municípios alto-minhotos, cada um valorizando os seus elementos diferenciadores”.

A próxima ação de promoção do concelho será na 30ª edição da Bolsa de Turismo de Lisboa -  agendada de 28 de fevereiro a 3 de março na FIL, Parque das Nações, sendo o maior evento de Turismo realizado em Portugal.

CERVEIRA REQUALIFICA ESTÁDIO 1º DE JANEIRO

Requalificação do Estádio 1º de Janeiro inaugurada oficialmente em dia de aniversário

O primeiro dia deste novo ano foi de celebração a triplicar para a Associação Desportiva de Campos. Às boas-vindas a 2018 juntou-se a comemoração do 43º aniversário da coletividade e a inauguração oficial da requalificação do Estádio 1º de Janeiro (novos balneários e relvado sintético) executadas pela Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira. O ambiente foi de festa desportiva e em comunidade.

26167872_1950964264931006_6726272496542039339_n

As renovadas instalações já estavam a ser utilizadas pela AD Campos, desde o início de novembro, de forma a usufruir no imediato das excelentes condições resultantes da requalificação encetada em 2015. Contudo, pela dimensão da obra e pela sua importância na ação desportiva, tornava-se imperiosa a marcação de um ato inaugural simbólico.

Para reunir a ‘família’ da AD Campos e amigos, nada melhor do que fazer coincidir a inauguração com a celebração do 43º aniversário da sua constituição – 1 de janeiro de 1975 – que ditou também o nome atribuído ao estádio - 1º de janeiro.

Com uma grande presença da comunidade de Campos, o descerramento da placa que perpetuará esta ação contou com o Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, Fernando Nogueira, do Vice-presidente Vitor Costa, da Vereadora Aurora Viães, do Presidente da AD Campos, Miguel Malheiro, do Presidente da União de Freguesias de Campos e Vila Meã, Joaquim Hilário, do Presidente da Associação de Futebol de Viana do Castelo, Jorge Sárria, do Presidente do Clube Desportivo de Cerveira, Júlio Dantas e do Presidente do Centro de Cultura de Campos, Roleira Marinho. De seguida, o pároco Eugénio de Araújo procedeu à cerimónia da bênção das obras de requalificação.

O edil cerveirense, Fernando Nogueira, agradeceu a colaboração e compreensão das entidades envolvidas, e sublinhou que está agora disponível para toda a comunidade o que era “um sonho com décadas” e “um compromisso assumido e concretizado por este executivo logo no primeiro mandato”.

Com um investimento de 650 mil euros, totalmente suportado pela Câmara Municipal, a intervenção foi executada em duas fases entre 2015 e 2017. Durante a 1ª fase foi construída a estrutura em betão do edifício do Estádio 1º de Janeiro, seguiu-se a 2ª etapa que consistiu no acabamento e apetrechamento da estrutura onde funcionam os balneários/vestiários para as equipas e árbitros, assim como a criação de um posto de primeiros socorros e de apoio médico, culminando com a colocação do relvado sintético.

26168437_1950964284931004_251894579924298870_n

GOVERNO CLASSIFICA ATALAIA EM VILA NOVA DE CERVEIRA CMO MONUMENTO DE INTERESSE PÚBLICO

Atalaia classificada como Monumento de Interesse Público ao fim de 40 anos

Foi hoje publicada, em Diário da República, a portaria emitida pela Ministério da Cultura que classifica a Atalaia, em Vila Nova de Cerveira, como Monumento de Interesse Público. Iniciado há quase 40 anos, o processo fica assim concluído, com o reconhecimento nacional do enorme valor patrimonial daquela estrutura localizada no Alto de Lourido.

010

Para o autarca cerveirense, esta é uma valiosa notícia para Cerveira e para os Cerveirenses. “Foi um percurso longo e difícil mas, consciente da sua importância, a Câmara Municipal, em estreita colaboração com a União de Freguesias de Vila Nova de Cerveira e Lovelhe, nunca desistiu”, assegura Fernando Nogueira, acrescentando: “Esta é uma das formas de conseguir avançar com uma preservação e valorizarão digna e efetiva da Atalaia como merece. Para além de ficar legalmente protegida, abrem-se janelas de oportunidade para recorrer a fontes de financiamento para sua reabilitação”.

Assinado pelo Ministro da Cultura, Luís Filipe Carrilho de Castro Mendes, o documento refere que o Fortim da Atalaia “possui uma grande relevância histórica e patrimonial, destacando-se a originalidade da sua estrutura, a sua importância no âmbito da arquitetura militar e da defesa da raia minhota, e a cronologia da sua fundação”.

A classificação como Monumento de Interesse Público reflete os critérios constantes do artigo 17.º da Lei n.º 107/2001, de 8 de setembro, relativos ao caráter matricial do bem, ao seu interesse como testemunho notável de vivências ou factos históricos, ao seu valor estético, técnico e material intrínseco, à sua conceção arquitetónica e paisagística, à sua extensão e ao que nela se reflete do ponto de vista da memória coletiva, e à sua importância do ponto de vista da investigação histórica ou científica.

Localizada no Alto do Lourido, em posição elevada, a meia encosta, e detendo um amplo sistema de vistas, funcionaria como complemento da defesa de Vila Nova de Cerveira e do Forte de Lovelhe. Em conjunto com este forte e com o Castelo medieval de Cerveira, esta atalaia constituiu o sistema defensivo da vila e da fronteira do rio Minho ao longo do período da Guerra da Restauração.

Embora se atribua a construção ao esforço militar de meados do século XVII, a sua tipologia denuncia ainda os modelos renascentistas, de influência italiana, que caracterizaram a primeira metade do século XVII, sendo mesmo possível que a intervenção setecentista tenha reformulado uma estrutura de origem medieval. A estes modelos corresponde o torreão cilíndrico de pouca altura, rematado em cordão e parapeito preparado para peças de artilharia, levantado sobre plataforma quadrangular rodeada por fosso, centrado por uma cisterna e envolvido por bateria vazada por porta em arco apontado.

CERVEIRA ENSINA ÀS CRIANÇAS BOAS MANEIRAS NO TRATAMENTO DO LIXO

“Questão de Educação” promove “boas maneiras” para tratar do lixo no concelho de Cerveira. Campanha terá lugar junto dos estabelecimentos de ensino do 1º ciclo e pré-escolar

O Município de Cerveira vai desenvolver, em parceria com a SUMA, entre os dias 8 e 10 de janeiro, a campanha de sensibilização ambiental “Questão de Educação”, junto dos alunos do 1º ciclo do ensino básico e educação pré-escolar.

LIXO NÃO É SENÃO

Tendo em vista a transmissão das rotinas corretas de acondicionamento e deposição do lixo – quer no domínio doméstico, quer no que diz respeito ao encaminhamento de resíduos (urbanos e especiais) na via pública e em viagem -, bem como a manutenção das melhores condições de salubridade e urbanidade dos espaços de pertença, esta ação procura implicar diretamente o público-alvo, através da explanação de uma metáfora que coloca em evidência as semelhanças entre respeitar regras de comportamento e de tratamento dos demais e respeitar regras de tratamento do lixo.

De forma a consolidar e prolongar a mensagem veiculada, as crianças vão receber suportes de sensibilização, neste caso, jogos didáticos que se suporta na exploração de um jogo de computador protagonizado por duas vizinhas.

CERVEIRENSES BRINDAM À CHEGADA DO ANO NOVO

Cerveira brinda a 2018 com animação dentro e fora de portas

Vila Nova de Cerveira volta a sugerir uma festa de Réveillon com um ambiente propício para famílias e grupos de amigos! O sucesso do ano passado leva a autarquia a repetir a proposta: atuação do Conjunto Show Band no Terreiro e 12 DJ’s animam a noite no Castelo. De entrada livre, a garantia é receber 2018 com diversão até de madrugada.

noite velha 2017

A ‘Noite Velha no Castelo’ já faz parte do roteiro das Passagens de Ano da região. A 4ª edição desta festa volta a ter animação dentro e fora de portas, atraindo um vasto público que escolhe Vila Nova de Cerveira para dar as boas-vindas ao novo ano.

A concentração faz-se pelas 22h30, no Terreiro, para presenciar a atuação do Conjunto Show Band. Para a contagem das 12 badaladas, a autarquia oferece champanhe e uvas passas para vislumbrar um colorido espetáculo de fogo-de-artificio com um merecido brinde e os habituais desejos e resoluções para 2018.

Da rua para o Castelo! A festa continua pela noite dentro e só termina de madrugada. A ‘Noite Velha no Castelo’ apresenta três espaços musicais diferentes, com um vasto e rico conjunto de 12 DJ’s: no Glass Room, as presenças de Michael Klein, Fauvrelle, Ruuar e Urze; no Dance Room, Warn Up, Diego Morales, Nuno Rodrigues e Cheky Drums; e no Disco Room, Pedro Pagodes, Pedro Lima, Paulo Ribeiro e Marco Pires.

Receba 2018 com animação e glamour, venha a Vila Nova de Cerveira!