Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

CERVEIRENSES PARTILHAM ALIMENTOS POR ROUPA

“Partilhe Solidariedade: Alimentos por Roupa” no Terreiro

Pelo segundo ano consecutivo, a Loja Social de Vila Nova de Cerveira desafia residentes e visitantes a ser solidários, promovendo a angariação de produtos enlatados em troca do excedente de vestuário existente. A novidade deste ano é que a campanha “Partilhe Solidariedade: Alimentos por Roupa” vai estar em pleno centro histórico, nos próximos dois fins-de-semana.

ALIMENTOS POR ROUPA 2 (003)

A iniciativa visa levar a Loja Social para a rua, potenciando uma maior proximidade e interação com a população, de forma a dar a conhecer o serviço prestado e a expor as necessidades identificadas.

Tendo como objetivo final minimizar as carências socioeconómicas dos conterrâneos, a presente campanha pretende transmitir a mensagem de que o gesto de cada um pode fazer a diferença. Assim, e durante os dois últimos fins-de-semana de novembro, 18/19 e 25/26, a Loja Social cerveirense vai estar no Terreiro para angariar bens alimentares, preferencialmente enlatados, de modo a evitar possíveis roturas de stock.

Não obstante, e porque o stock do Banco de Roupa afeto à Loja Social encontra-se lotado, as pessoas que aderirem à campanha “Partilhe Solidariedade: Alimentos por Roupa” podem levantar vestuário que seja útil aos próprios ou a alguém mais próximo. Nesta vertente, a loja dispõe de inúmeras peças de roupa para criança, homem e/ou senhora, em perfeito estado de utilização.

A Loja Social de Vila Nova de Cerveira fica localizada junto ao Pavilhão Municipal de Desportos e da Segurança Social (por detrás da Rádio Cultural de Cerveira), com o horário normal de funcionamento, de segunda a sexta-feira, das 09h00 às 12h30 e das 13h30 às 17h00.

"AMARES SOLIDÁRIO" APELA AO CONTRIBUTO DOS AMARENSES PARA REALIZAR SONHOS

O Ginásio Best Fitness Place acolhe no dia 17 de dezembro, a partir das 14h00, o evento "Amares Solidário". Sob o mote “Todos juntos realizamos sonhos”, a iniciativa é organizada por um grupo de cidadãos amarenses com o intuito de ajudar os pequenos Dérick, Leonor, Núria, Vera, Duarte, Diogo (o xuxu), Dianinha, Fábio, Diogo e Mariana, assim como as respetivas famílias, a passarem um Natal melhor.

As pulseiras, que dão acesso à entrada, tem o custo de três sorrisos, sendo que os amarenses são convidados pela organização a levar também um bem alimentar que depois será distribuído pelas famílias juntamente com o valor angariado.

Jorge Amado, Hélder Batista, 4 Mens, Angela Ferreira, Lenita Jacinto, Só P´ra Pular, Zé Laustibia, Ângela Ferreira, Lenita Jacinto, AFA – Estudos Musicais e Paty Nunes são os convidados que prometem animar esta tarde solidária, que vai contar, em simultâneo, com uma Feirinha de Natal e sorteios.

Para os mais novos está reservada uma tarde de diversão com pinturas faciais, insuflável e balões.

23319012_806641882840692_1065005915192996025_n

COMUNICADO DA FEDERAÇÃO DO FOLCLORE PORTUGUÊS

Solidariedade com o movimento associativo folclórico nacional

No ano em curso, mas especialmente nos meses de junho e de outubro, Portugal foi assolado por uma autêntica catástrofe a nível de incêndios florestais e urbanos, designadamente nas regiões centro e norte do país.

17264251_1218838471499107_8825647950037523563_n.jpg

Pelas mais diversas razões, não conseguiram as instituições envolvidas na proteção civil e no ataque aos incêndios proceder à sua extinção a tempo de impedir a perda de mais de cem vidas humanas e de tão elevado património natural e urbano. Perante tal catástrofe, o país ficou mais pobre e mais vulnerável.

A memória das pessoas que perderam a sua vida nestes incêndios, ou em sua consequência, impõe à sociedade portuguesa e, sobretudo, às entidades oficiais que têm entre as suas principais atribuições a defesa e a salvaguarda de vidas e bens, que no futuro não possam repetir-se tragédias de tal dimensão. Se não se tivesse “poupado” na prevenção, certamente que não se teria assistido à impotência de meios e de recursos para debelar tão vasta calamidade, e nem seria agora necessário despender verbas tão avultadas como as que serão mobilizadas para apoiar as vítimas desta tragédia.

Que, ao menos, saibamos aprender a lição, posto que o preço, sobretudo a nível humano, foi tão elevado!

Entre as vítimas e os lesados desta incomensurável catástrofe encontram-se alguns folcloristas e até alguns grupos de folclore, cujo património, adquirido com tanto empenho e com tanto esforço, foi pasto das chamas. Por isso, a Federação do Folclore Português entende dever expressar aos Grupos e Ranchos de Folclore prejudicados por estes incêndios uma palavra de muita solidariedade e de muito carinho, pugnando para que, qual Fénix renascida das cinzas, possam encontrar força e ânimo para prosseguir no seu tão notável labor em prol da salvaguarda e valorização da cultura tradicional portuguesa.

Os nossos respeitosos cumprimentos.

A Direção da Federação do Folclore Português

FESTA DE HALLOWEEN ESTÁ DE REGRESSO A SEIXASPELA MÃO DO GRUPO DE JOVENS

Evento tem cariz solidário

Depois de um interregno de alguns meses que coincidiu com o período de férias, o Grupo de Jovens de Seixas está de regresso às suas atividades regulares com a realizaçãode mais um grande evento.

22308710_120665068614735_5265607351186980279_n

Trata-se da segunda edição da festa de Halloween, evento que no ano passadoreuniu na Residência Paroquial em Seixas, cerca de 500 pessoas.

Este ano a festa regressa com o mesmo propósito, por um lado proporcionar à comunidade uma noite diferente num encontro de gerações, e por outro angariar fundos para que o Grupo possa continuar a ajudar, como tem feito até aqui, os que mais precisam. E foram várias as ações em que o grupo já deu o seu contributo como avança o Padre Ricardo Esteves, dinamizador do grupo.

“Sempre que nos chega um pedido de ajuda nós tentamos dar resposta dentro daquilo que são os nossos recursos. Temos ajudado na compra de medicamentos de pessoas carenciadas, consultas médicas, aquisição de óculos e mais recentemente contribuímos com uma verba para ajudar a reconstruir uma casa que foi consumida por incêndio e cuja proprietária não dispõe de recursos. Ajudamos como pudemos mas para o fazermos também contamos com a ajuda de todos. Para isso basta que as pessoas participem nas nossas iniciativas porque se o fizerem já estão a ajudar”, sublinha.

A Festa Halloween 2017 vai ter lugar no próximo dia 31 de outubro, na Residência Paroquial de Seixas a partir das 22 horas.

O evento é, como já referimos, organizado pelo Grupo de Jovens de Seixas e conta com o apoio da Câmara de Caminha e da Junta de Freguesia.

E para que a noite seja ainda mais divertida e especial, a organização desafia todas as pessoas a usarem um disfarce bem assustador.

A edição 2017 da Festa de Halloween tem reservadas muitas surpresas que vão tornar esta noite num momento inesquecível para todos. Para além das habituais decorações alusivas ao Halloween, este ano os visitantes vão poder contar com animação e projeção 3D que a todos vão transportar para um mundo de fantasia e terror.

O evento conta ainda com a colaboração da Krisálida, uma associação para a promoção e divulgaçãoo do teatro que irá apresentar uma performance relacionada com o Halloween.

“Uma festa que ninguém vai querer perder”, garante a organização.

Todas as informações a cerca do evento podem ser obtidas através da página do facebook em: https://www.facebook.com/festahalloweenseixas/

22308942_120665571948018_1070688981598573404_n

AMARES DOA CERCA DE 25 TONELADAS DE ALIMENTOS PARA ANIMAIS DE ZONAS AFETADAS PELOS INCÊNDIOS

Os amarenses demonstraram, uma vez mais, o seu espirito solidário. Dois camiões carregadoscom cerca de 25 toneladas de alimentos, essencialmente feno, para colmatar as necessidades de algumas das explorações de animais mais necessitadas, após terem sido fustigadas pelos incêndios que assolaram um pouco todo o país, vão sair de Amares, entre o dia de hoje e amanhã, rumo aos concelhos de Lousã (Serpins) e Paredes de Coura.

DSC08165

A doação surge na sequência de um repto lançado pela Junta de Freguesia de Carrazedo, em articulação estreita com o Conselho Regional do Norte da Ordem dos Médicos Veterinários, ao qual atenderam alguns particulares/produtores do concelho.

“Tinha cerca de 150 fardos de palha e ao aperceber-me que os fogos que ocorreram pelo país destruíram milhares de hectares de floresta e de terrenos de pasto, deixando os produtores sem meios para responder às necessidades básicas dos seus animais,decidi doá-los, dando o meu contributo para responder às emergências de alguns dos produtores que enfrentam este flagelo”, referiu o presidente da Junta de Freguesia de Carrazedo, João Soares.

“Depois disso, alguns amigos da Freguesia de Carrazedo associaram-se generosamente também a esta iniciativa que se estendeu a outras freguesias do concelho, nomeadamente, Rendufe, Dornelas e Seramil”.

João Araújo, membro do Conselho Regional do Norte da Ordem dos Médicos Veterinários, tem feito a ponte entre os Municípios de Amares, Lousã e Paredes de Coura, agilizando o processo de envio dos alimentos angariados.“Estes pedidos de ajuda foram chegando através doConselho Regional do Norte da Ordem dos Médicos Veterinários e conseguimos reunir esforços para atender com a maior brevidade possível às situações reportadas”, mencionou, adiantando que o material vai ser enviado para os bombeiros locais para que procedam à respetiva distribuição.

Reconhecendo o importante contributo deste gesto para com os concelhos afetados pelos fogos, o Município de Amares enaltece o altruísmo dos amarenses que nesta, como em outras iniciativas, demonstram um espirito solidário, deixando um agradecimento especial a todos os envolvidos nas açõessolidárias que têm ocorrido na sequência desta calamidade que assolou o país.

A logística de carregamento e transporte do material (que inclui ainda alguns brinquedos, roupa e milho) está a ser assegurada pela empresa amarense Brunotir e pela Câmara Municipal de Amares, que se encarregarão de fazer chegar os produtos angariados aos municípios referenciados.

DSC08168

DSC08175

DSC08178

ESPOSENDENSES SOLIDÁRIOS COM VÍTIMAS DOS INCÊNDIOS FLORESTAIS

Município de Esposende associa-se à campanha de solidariedade a favor das vítimas dos incêndios

O Município de Esposende associa-se ao grupo "Esposende com Pedrogão no Coração" na campanha de angariação de bens para as vítimas dos incêndios do passado dia

campanha incendios

Criado com o objetivo de ajudar diretamente as vítimas dos trágicos acontecimentos de Pedrógão Grande, o grupo de cidadãos "Esposende com Pedrogão no Coração ", liderado pela esposendense Sílvia Cruz, lança uma nova campanha de apoio a vítimas de incêndios, nomeadamente de Vouzela, Oliveira do Hospital, Arganil e Tábua. Solidária com aqueles que viram a sua vida devastada pelo fogo, a Câmara Municipal de Esposende disponibilizou-se para ajudar na divulgação da recolha de bens e na logística desta ação, juntando-se, assim, aos empresários que também abraçam esta causa. Refira-se que, na reunião do passado dia 19, o Município aprovou, por unanimidade um voto de pesar pelas vítimas que faleceram nos incêndios do dia 15.

Neste sentido, apela-se à solidariedade de todos os esposendenses no sentido de devolver a esperança às populações mais afetadas. Quem pretender contribuir poderá fazê-lo ainda até à próxima sexta-feira, dia 27 de outubro, entregando os donativos no armazém da Dfbcaleiras, sito na Av. Visconde S. Januário n.º 200, em Fão, junto ao Lidl, ou nas sedes das Juntas de Freguesia que se associarem a esta campanha.

Podem ser doados bens alimentares não perecíveis, água, produtos de higiene pessoal e de limpeza, têxteis lar, equipamentos de cozinha, pequenos eletrodomésticos, mobiliário de sala e quarto, material escolar e de escritório, palha e rações para animais.

Os bens angariados serão entregues às populações afetadas pelos incêndios no próximo 29 de outubro.

CERVEIRA SOLIDÁRIA COM VÍTIMAS DOS FOGOS

Município associa-se a campanha de recolha de alimentos para animais afetados pelos incêndios

A Associação de Médicos Veterinários dos Municípios (ANVETEM), em estreita parceria com o Município de Vila Nova de Cerveira e a Ordem dos Médicos Veterinários (OMV), angariaram 9 toneladas de alimentação animal, entre fenossilagem de aveia e azevém e silagem de milho, para colmatar as necessidades das zonas mais fustigadas pelos incêndios do passado fim-de-semana a Norte do Tejo.

Alimentação OVM

O grande volume de produtos angariados seguiu, esta quinta-feira, tendo como destino a ANCOSE em Oliveira do Hospital, onde equipas destacadas no terreno a farão chegar às explorações de animais mais necessitadas, após a fustigação de milhares de hectares de floresta e de terrenos de pasto.

Tal como é sublinhado pela Associação de Médicos Veterinários dos Municípios, uma palavra especial de agradecimento ao produtor Rosamel Pires Venade que doou grande parte desta carga e assegurou a logística de carregamento do camião.

De sublinhar que se encontra aberta uma conta solidária da Ordem dos Médicos Veterinários (IBAN PT50 0033 0000 00132948492 05) cujos donativos destinam-se exclusivamente para ajudar os animais das zonas afetadas.

CINETEATRO DOS BOMBEIROS DE VILA PRAIA DE ÂNCORA ACOLHE ESPETÁCULO SOLIDÁRIO“JUNTOS PELA CARLA”

Iniciativa decorre no dia 28 de outubro, pelas 22H00

O Cineteatro dos Bombeiros de Vila Praia de Âncora vai acolher o espetáculo solidário “Juntos pela Carla”, com a participação de Jorge Amado, Sons do Minho, Carla Maria, Carlos Ribeiro, Coração Minhoto, Costinha e Hugo Torres. O objetivo é angariar fundos para a reconstrução da casa da Carla,que ficou destruída pelas chamas no passado dia 9 de junho. O espetáculo vai decorrer no dia 28 de outubro, pelas 22H00. O bilhete custa 5€ e reverte na totalidade para a Carla.

“A Carla ficou sem a mãe há 6 meses. A Carla sofre de demência e a sua mãe era a pessoa em quem confiava, era o seu apoio, o seu conforto...

No dia 9 de junho, aconteceu o inesperado, um curto circuito e a sua casa ficou em cinzas. A Carla não tem onde ficar, estando de momento a viver numa casa alugada com o apoio da Câmara Municipal de Caminha.

Este evento, assim como a venda de rifas, tem como objetivo angariar fundos para a reconstrução da casa que ficou destruída pelas chamas”.

O bilhete para o espetáculo “Juntos pela Carla” tem o valor de 5€ e pode ser adquirido nos Postos de Turismo de Caminha e de Vila Praia de Âncora e no dia do espetáculo no próprio Cineteatro.

“Juntos pela Carla” conta com o apoio da Câmara Municipal de Caminha.

22382203_1996557843945437_8405705006151144947_o

SOLIDARIEDADE É PALAVRA FAFENSE

Inscrições para o “Ser Solidário” abrem no próximo mês

O Município de Fafe promove, por mais ano, o programa ‘Ser Solidário’. Trata-se de um programa específico para jovens que não concluíram o 12.º ano, deixando no máximo três disciplinas em atraso, ou para jovens que não tenham conseguido ingressar no ensino superior, dando especial ênfase aos agregados carenciados.

CARTAZ_AF_WEB

O programa visa ocupar os jovens com actividades de carácter ocupacional e didáctico, possibilitando ainda um primeiro contacto com a realidade profissional, uma valorização da responsabilização e compromisso com a sociedade e o fomento do espírito de equipa e organização. Assim, todos os anos, de Outubro a Maio, os jovens do concelho de Fafe, exercem em Associações, IPSS’s, Escolas, Centro de Saúde, Juntas de Freguesia e Câmara Municipal, durante 20 horas semanais, diversas tarefas e actividades de apoio social.

As inscrições para o Programa Ser Solidário 2017/2018 decorrem de 1 a 15 de Setembro e devem ser feitas no Serviço Social da Câmara Municipal de Fafe.

Pode consultar os documentos necessários no site do Município.

VENHA CORRER ENTRE AS VINHAS DA QUINTA DE SOALHEIRO EM MELGAÇO E DESCUBRA…

Sabe o que tem em comum as vindimas, o desporto e a solidariedade?

A convite do Soalheiro, a “Running for a better life” corre em Melgaço, no dia 24 de setembro...

um excelente final para a vindima 2017, que arranca já em agosto, e se revela a vindima mais precoce dos últimos 35 anos...

No ano em que assinala 35 anos, a Quinta de Soalheiro prepara umas vindimas especiais que aliam a solidariedade, a tradição, a cultura e o desporto. O momento alto, será na manhã do domingo, 24 de setembro, ondem vão ter a oportunidade de correr entre as vinhas e apoiar uma causa social.  João Vila Maior, mentor do projeto “Running for a Better Life”, vai encabeçar esta corrida e convidamos todos a juntarem-se a ele. É uma corrida espontânea e solidária, com partida da Adega da Quinta de Soalheiro, às 10h30. Por cada participante, a Quinta de Soalheiro vai doar 2 euros para uma causa social coordenada pela Make-a-Wish Portugal (uma associação que realiza desejos a crianças e jovens, dos 3 aos 18 anos que sofram de uma doença que coloque em risco a sua vida, levando-lhes um momento de força, alegria e esperança!). As inscrições são gratuitas e podem ser efetuadas até às 10h, do dia 24 de setembro, através do email enoturismo@soalheiro.com.

vindimas soalheiro

E como é fundamental passar a paixão pelo nosso terroir aos mais jovens, no dia 14 de setembro, um grupo de Escuteiros do Agrupamento 449 - Santíssimo Sacramento, do Porto, juntam-se ao Soalheiro Team para passar um dia diferente. Trata-se do grupo de Pioneiros, um grupo de jovens com idades entre os 14 e os 18 anos, que vão por as “mãos na terra” e ajudar na Vindima.

A Vindima mais precoce dos últimos 35 anos:

DESEJAMOS A TODOS OS VITICULTORES UMA EXCELENTE VINDIMA 2017

Será a vindima mais precoce que já alguma vez se realizou no Soalheiro. Iniciada no final de agosto, já demonstra um equilíbrio excecional entre a fruta e a acidez dos nossos Alvarinhos do terroir único de Monção e Melgaço. Continuamos a explorar o enorme potencial do Loureiro, produzido em áreas mais atlânticas, e do Vinhão, para os tintos. A Touriga Nacional tem já lugar cativo na base do espumante rosé. Este ano descobrimos, ainda, o potencial da casta Pinot Noir e da casta Sauvignon Blanc na região. Mas sempre centrados na nossa especialidade - o Alvarinho de Monção de Melgaço - cuja descoberta continua quer na versão Nature, Clássica, Granit, Reserva ou Primeiras Vinhas.

Desejamos a todos os viticultores uma excelente vindima 2017 e mãos à obra ...  e como até ao “lavar dos cestos” é vindima vamos "meter" as mãos na massa para, com muita concentração e método, respeitar a enorme qualidade das uvas desta colheita ... vamos dando noticias!

Assim é “Fácil ser Feliz”:

35 ANOS DE HISTÓRIAS PARA PARTILHAR

Até ao final de 2017, a Quinta de Soalheiro convida todos a juntarem-se às comemorações do seu aniversário, divulgando um conjunto de eventos abertos aos amantes do vinho. O primeiro já está em marcha… trata-se da exposição de fotografias do concurso ‘Terroir único, terroir soalheiro’, na Sala de provas do Soalheiro. A exposição valoriza a fotografia como forma de expressão do terroir da sub-região de Monção e Melgaço (DO Vinho Verde), dos pormenores desta terra mãe que faz do alvarinho que ali nasce algo único. O concurso destinava-se a todos os fotógrafos amadores e profissionais, bem como alunos de escolas da especialidade e afins.

Lançamos ainda a Solheiro Tribo, uma forma de reconhecer todos os que se identificam connosco e que gostam do nosso trabalho. Através do registo disponível na página www.soalheiro.pt passam a fazer parte da tribo e recebem um conjunto de novidades em primeira mão e podem participar em alguns eventos especiais. Outra novidade é o lançamento da música “Fácil ser Feliz”, um estado de alma que assinala as comemorações dos 35 anos. Criar um projeto inovador foi o grande desafio lançado ao músico Francisco Pereira ("KIKO"). Aliar a cultura, a música, as boas energias e o vinho é o principal objetivo: “Uma boa conversa uma brincadeira… um copo de vinho em frente à lareira” porque “Todos nós gostamos da felicidade e não vemos como é fácil na verdade”.

Será ainda lançado o prémio “Soalheiro Arte e Design: 35 anos de Alvarinho”, destinado a todos quantos valorizem as artes ou alunos de escolas de artes e design. Novidades em breve.

NUNICÍPIO DE BARCELOS CRIA BANCO DE LIVROS ESCOLARES

Medida vai permitir o empréstimo de manuais escolares a alunos do 5º e 6º ano 

Depois do Governo ter assegurado o empréstimo de manuais escolares a todos os alunos do 1.º ciclo que frequentem escolas públicas, a Câmara Municipal de Barcelos, em parceria com os Agrupamentos de Escolas do concelho, vai implementar um Banco de Livros Escolares que, no ano letivo 2017/2018, vai permitir o empréstimo de manuais escolares aos alunos do 2.º ciclo do Ensino Básico.

ManuaisEscolares5e6ano_2017.jpg

A medida implica um investimento municipal a rondar os 100 mil euros, que vão ser destinados à aquisição de cerca de 4000 manuais escolares de disciplinas nucleares como Português, Matemática, História, Inglês e Ciências da Natureza.

Ao todo, serão beneficiados mais de 1000 alunos que vão agora frequentar o 5.º e o 6.º ano no concelho. Esta medida, em complemento com a do Ministério da Educação, vai permitir a cobertura total de livros gratuitos até ao 6.º ano. Recorde-se que a Câmara Municipal de Barcelos já oferecia gratuitamente os manuais escolares aos alunos do 1.º ciclo.

O Banco de Livros trata-se de uma iniciativa de disponibilização gratuita de manuais escolares e funcionará a título de empréstimo. Cada Agrupamento de Escolas ficará responsável pela constituição e gestão do seu Banco de Livros Escolares, com normas e procedimentos definidos por regulamento próprio, coordenando assim os empréstimos de manuais, sem custos para as famílias.

Os encarregados de educação que pretendam ter acesso aos manuais escolares deverão oficializar o pedido junto do seu Agrupamento, sendo que, quem beneficia dos livros durante um ano letivo deve garantir uma prudente utilização dos manuais para que voltem a ser emprestados no ano letivo seguinte.

“O Município de Barcelos assumiu o compromisso do desenvolvimento de uma Cidade Educadora, pelo que faz todo o sentido que se criem iniciativas que apoiem e valorizem o percurso escolar dos nossos jovens. Este é um investimento da autarquia na Educação e nas Famílias de Barcelos. Numa altura em que se aproxima o arranque de um novo ano letivo, esta é uma medida que terá um grande impacto no orçamento das famílias mais carenciadas”, explica Armandina Saleiro, Vice-Presidente da autarquia.

A promoção da reutilização dos manuais escolares, a diminuição dos custos de aquisição de livros por parte das famílias e incentivar boas práticas de proteção e educação ambiental junto das gerações mais novas são os principais objetivos do Banco de Livros Escolares.

ESPOSENDENSES ANGARIAM BENS ALIMENTARES

Campanha da Rede Social de Esposende angariou 4,5 toneladas de bens alimentares

A Rede Social de Esposende levou, recentemente, a efeito mais uma Campanha de Recolha de Bens Alimentares, sob o mote “Porque há boas causas, Seja Solidário!”.

loja social 1.jpg

A ação decorreu nos dias 28, 29 e 30 de julho em três hipermercados do concelho, nomeadamente JAJU, Mercatlas e Continente, e possibilitou a angariação de cerca de 4,5 toneladas de alimentos.

Uma vez mais, a população contribuiu generosamente para esta causa solidária, realizada com a colaboração de entidades e voluntários. No total, foram doados cerca de 4,5 toneladas de alimentos, correspondendo a 7 193 bens doados, o que denota que a comunidade continua sensível à situação das famílias mais vulneráveis. Os bens alimentares foram canalizados para a Loja Social de Esposende e serão posteriormente entregues às famílias carenciadas do concelho, previamente identificadas através dos técnicos de intervenção social, no âmbito do trabalho desenvolvido pela Rede Social

Estiveram envolvidos nesta campanha 46 voluntários, provenientes do Banco Local de Voluntariado, do Grupo de Jovens de Palmeira de Faro, da Liga dos Amigos do Hospital Valentim Ribeiro, do Rotary Clube de Esposende, do Lions Clube de Esposende, da Delegação de Esposende da Cruz Vermelha Portuguesa, do GTI, dos bolseiros da Câmara Municipal de Esposende e da comunidade em geral, que prestaram um total de 494 horas

A Rede Social, e em particular a Câmara Municipal, agradecem o contributo de toda a população, bem como a colaboração das superfícies comerciais, assim como todo o trabalho prestado pelos voluntários.

loja social.jpg

SOLIDARIEDADE JUNTA CELORICENSES

Banco Local de Voluntariado de Celorico de Basto desenvolveu campanha de angariação de bens alimentares

Nos dias 29 e 30 de julho, os estabelecimentos comerciais do concelho receberam os voluntários do BLV que desenvolveram a campanha de angariação de bens alimentares para reforçar o stock. Um fim-de-semana que contou com maior afluência aos estabelecimentos comerciais devido à chegada de centenas de emigrantes.

_DSC5872.jpg

“Estas campanhas são uma forma de solidariedade onde toda a comunidade participa no apoio a quem mais precisa. Uma forma de reforçar o stock de alimentos existentes no BLV e assim poder dar uma resposta mais célere e com as melhores condições aos utentes que se dirigem ao BLV. Felizmente, e por força deste impulso industrial que o concelho tem vindo a sentir, nota-se uma diminuição considerável de pessoas a dirigirem-se ao BLV para solicitar este tipo de apoio” disse o Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva.

A campanha contou com a colaboração de 16 voluntários, maioritariamente estudantes, que durante dois dias trabalharam para angariar o maior número de bens alimentares possível, uma missão que acataram com agrado. “Ficamos sempre agradados com a forma como a população recebe esta campanha, sempre colaborante, e pela forma como os voluntários se disponibilizam desde a primeira hora para ajudar quem mais precisa” disse Pedro Moura, técnico do BLV. “Esta campanha e a do Natal servem para reforçar a dispensa social de bens alimentares, que adquirimos, anualmente, no mês de março” concluiu.

Ao BLV chegam indivíduos e famílias encaminhadas pelas diferentes instituições sociais do Concelho que, mediante os cálculos das despesas fixas e rendimentos não têm capacidade para adquirir produtos suficientes para as necessidades essenciais, como a alimentação.

_DSC5880.jpg

SOLIDARIEDADE LEVA MELGACENSES A DESCEREM O RIO MINHO

"Melgaço Radical... É Radical é solidário!", é o lema para ajudar o Centro de Apoio ao Doente Oncológico (CADO).

No próximo dia 30 de Julho o Melgaço Radical organiza uma Descida do Rio Minho, com o preço de inscrição de 20 euros para apoiar o Centro de Apoio ao Doente Oncológico. Inscreva-se nesta iniciativa que irá apoiar uma instituição que apoia uma causa tão nobre como é a Luta Contra o Cancro.

Melgaço Radical.jpg

O Centro de Apoio ao Doente Oncológico está a organizar ainda uma ação de crowdfunding para angariar fundos para adquirir um carro para ajudar ainda mais a população alto minhota. O CADO cuida de doentes oncológicos, familiares e cuidadores. Com aldeias remotas no Alto Minho, e uma população mais envelhecida e isolada, é preciso o uso de um veículo para transportar doentes para as consultas e tratamentos oncológicos.

O Centro de Apoio ao Doente Oncológico surge com o principal objectivo de dar apoio aos doentes oncológicos, seus cuidadores e familiares. Esta estrutura pretende ser uma entidade de referência na região do Alto Minho, na promoção e proteção da saúde, da educação e do apoio social ao doente oncológico, contribuindo para o seu bem-estar e consequentemente qualidade de vida.

CASA DO MINHO PARTICIPA EM ACÇÃO DE SOLIDARIEDADE MULTICULTURAL

O mundo é cada vez mais global e inclusivo. Portugal também. Acolhemos, de braços genuinamente abertos, várias comunidades que, em troca, nos enriquecem com a sua diversidade. Vivemos juntos num mesmo território. Partilhamos uma nação habitada por quem entende a diferença e a aplaude.

CapturarHindu.PNG

Quando acontece algo tão trágico como os incêndios que afetaram tantas famílias em Pedrógão Grande, estamos, mais uma vez, juntos. As ações de solidariedade e ajuda às vítimas têm, felizmente, sido muitas e fundamentais.

Comunidade Hindu de Portugal, presente no nosso país desde 1975 (devido à descolonização de Moçambique) leva a cabo iniciativas de âmbito religioso, cultural, social e educativo que contam com a participação dos seus cerca de 9000 membros e que, além de celebrarem as tradições da cultura hindu, fazem também uma ponte com a cultura portuguesa. 

É nesse âmbito de partilha de culturas, tradições e, sim, preocupações que a Comunidade Hindu  de Portugal, juntamente com a Câmara Municipal de Lisboa, organiza um espetáculo solidário no próximo dia 28 de Julho, às 21 horas com o objetivo de angariar fundos que ajudem as vítimas dos incêndios de Pedrógrão Grande, Figueiró dos Vinhos e Castanheira de Pera. O donativo de entrada custa 10 euros e, além de ser um contributo precioso para quem tanto precisa, é a oportunidade de ver um espetáculo que aproxima a cultura portuguesa da hindu: atuações culturais indianas, o rancho folclórico Casa do Minho, o coral orquestral Omkara e Paco Bandeira. Um alinhamento que reflete a proximidade entre duas culturas historicamente irmãs e que prova a total integração da comunidade hindu no nosso país.

Porque, assim com as tragédias não escolhem credo nem geografia, a solidariedade não pode, nunca, limitar-se por nenhum tipo de fronteiras. 

Bilhetes à venda na Secretaria da Comunidade Hindu de Portugal. Para mais informações:

Telefone: 217 576 524

Site: www.comunidadehindu.org  

5863213649_b7a7175c10_b (1).jpg

MUNICÍPIO DE MONÇÃO COMPARTICIPA EM MEDICAMENTOS

Destinada a minorar as dificuldades sentidas pelos idosos do concelho com rendimentos e pensões baixas, medida solidária irá abranger 50 idosos com idade igual ou superior a 66 anos ou ser portador de doença crónica ou outras doenças similares. As candidaturas tiveram início hoje, 18 de julho, terminando no dia 1 de agosto.

A comparticipação municipal em medicamentos é um projeto solidário que tem como finalidade atenuar as dificuldades sentidas pelos idosos do concelho com rendimentos e pensões baixas, tratando-se, dessa forma, de um apoio destinado a minorar situações de fragilidade social.

Destinando-se a um número máximo de 50 idosos do concelho com comprovada carência económica, esta medida solidária traduz-se na comparticipação de 75% por cento do encargo do utente na compra de medicamentos com receita médica do Serviço Nacional de Saúde (SNS).

As candidaturas tiveram início hoje, 18 de julho, terminando no dia 1 de agosto. Posteriormente, decorre um período de apreciação e apresentação do relatório final. Para a concretização da medida, foi aprovada, em reunião do executivo municipal, alteração ao regulamento e despacho para abertura do respetivo concurso.

Os idosos abrangidos vão receber um cartão específico para utilização numa das seis farmácias existentes no concelho, parceiras do município neste projeto. O valor anual por pessoa não poderá ultrapassar 160 euros, correspondendo ao montante de 8 mil euros inscrito no orçamento deste ano.

Quem pode concorrer?

Todas as pessoas que preencham os seguintes requisitos:

- Idade igual ou superior a 66 anos ou ser portador de doença crónica ou outras doenças similares;

- Ser pensionista, reformado ou carenciado com insuficientes meios de subsistência;

- Residir em alojamento familiar, há pelo menos dois anos, no concelho de Monção;

- Possuir um rendimento per capita do agregado familiar inferior a 90% do valor do Indexante de Apoios Sociais (IAS).

De que forma?

Mediante preenchimento de requerimento próprio fornecido pelo Serviço de Ação Social do Município de Monção, devendo ser entregue presencialmente no Balcão de Atendimento Único, Edifício do Loreto. O requerimento (editável) e o regulamento estão disponíveis no portal municipal em: http://www.cm-moncao.pt/portal/page/moncao/portal_municipal/social

Informações:

Serviço de Ação Social

Largo de Camões

4950 – 440 Monção

T 251 649 000 F 251 649 010

servicossociais@cm-moncao.pt

medicamentos.png

LIMIANOS TROCAM MANUAIS ESCOLARES

Município de Ponte de Lima retoma campanha de troca de manuais escolares

Pelo terceiro ano consecutivo, o Município de Ponte de Lima promove o projeto solidário de recolha e empréstimo de manuais escolares – iniciativa de beneficiação social, financeira e ambiental que decorre até meados de setembro nas sedes das Bibliotecas Escolares dos agrupamentos de escolas do concelho e na Biblioteca Municipal. Nesse sentido, apelamos à adesão generalizada da comunidade à campanha em curso para o ano letivo de 2017/2018, gesto que permitirá a diversas famílias uma maior racionalização orçamental no momento do arranque das aulas.

cartaz_banc manuais escolares.jpg

Lembramos que os livros destinados ao Banco de Manuais Escolares (BME) deverão estar atualizados e em bom estado de conservação, requisitos que determinarão o empréstimo dos documentos cedidos a novos alunos ou o encaminhamento dos títulos para campanhas de solidariedade social em vigor.

Associe-se ao projeto, doe um livro e ajude quem precisa.

O sucesso do BME depende de cada um de nós!

MUNICÍPIO DE FAFE PROMOVE PROGRAMA “SER SOLIDÁRIO”

Inscrições abrem em Setembro

O Município de Fafe promove, por mais ano, o programa ‘Ser Solidário’. Trata-se de um programa específico para jovens que não concluíram o 12.º ano, deixando no máximo três disciplinas em atraso, ou para jovens que não tenham conseguido ingressar no ensino superior, dando especial ênfase aos agregados carenciados.

CARTAZ_AF_WEB.png

O programa visa ocupar os jovens com actividades de carácter ocupacional e didáctico, possibilitando ainda um primeiro contacto com a realidade profissional, uma valorização da responsabilização e compromisso com a sociedade e o fomento do espírito de equipa e organização. Assim, todos os anos, de Outubro a Maio, os jovens do concelho de Fafe, exercem em Associações, IPSS’s, Escolas, Centro de Saúde, Juntas de Freguesia e Câmara Municipal, durante 20 horas semanais, diversas tarefas e actividades de apoio social.

As inscrições para o Programa Ser Solidário 2017/2018 decorrem de 1 a 15 de Setembro e devem ser feitas no Serviço Social da Câmara Municipal de Fafe.

Pode consultar os documentos necessários no site do Município.