Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

CASA DO MINHO EM LISBOA RECEBE O COMPASSO EM DOMINGO DE PASCOELA

Realizou-se anteontem em Lisboa o tradicional compasso pascal tendo a cruz sido dada a beijar aos minhotos que afluíram à Casa do Minho.

18143002_1488212984543584_446377162_n.jpg

Em domingo de Pascoela, a zona de Telheiras despertou de uma forma diferente da habitual. Os mordomos, com as suas opas vermelhas, levavam consigo a cruz florida, a sineta e a caldeirinha, logo seguidos de uma pequena multidão que, na sua fé, não dispensaram também o acompanhamento dos bombos e das concertinas, à boa maneira minhota.

Já na sede daquela instituição regionalista, a cruz foi dada a beijar aos presentes, tendo as celebrações pascais sido presididas pelo Padre João Caniço, Pároco do Lumiar onde a Casa do Minho se encontra sediada.

18110667_1488213041210245_1609521163_n.jpg

18120378_1488213557876860_759216042_o.jpg

18136854_1488213034543579_1740521033_n.jpg

TERRABOURENSES PINTAM OVOS DA PÁSCOA

Inaugurada a exposição “PINTAR A PÁSCOA XI” em Terras de Bouro

O Município de Terras de Bouro e o Agrupamento de Escolas de Terras de Bouro, na presença da Vereadora da Educação e Ação Social do município, Dr.ª Liliana Machado e do Profº Álvaro Carneiro, inauguraram oficialmente a 13 de abril a décima primeira edição do projeto “Pintar a Páscoa”.

Os trabalhos, que primam pela qualidade e conceção, estarão disponíveis para visita até dia 26 de abril.

tbouvospasccc (1).JPG

tbouvospasccc (2).JPG

tbouvospasccc (3).JPG

tbouvospasccc (4).JPG

tbouvospasccc (5).JPG

tbouvospasccc (6).JPG

tbouvospasccc (7).JPG

tbouvospasccc (8).JPG

tbouvospasccc (9).JPG

tbouvospasccc (10).JPG

tbouvospasccc (11).JPG

tbouvospasccc (12).JPG

tbouvospasccc (13).JPG

tbouvospasccc (14).JPG

BRAGA MANTÉM A TRADIÇÃO DA MAIS GRANDIOSA SEMANA SANTA DE PORTUGAL

CONCERTOS E ESPETÁCULOS

13 abril — quinta-feira Santa

Animação de rua por um grupo de farricocos da Santa Casa da Misericórdia, com matracas.

Iniciativa da Santa Casa da Misericórdia de Braga

Na sua origem pagã, eram um grupo de mascarados que percorria as ruas, anunciando a passagem dos condenados e relatando os seus crimes. Já «cristianizados», em tempos antigos, conforme a mentalidade de então, percorriam as ruas chamando os pecadores públicos à sua reintegração na Igreja, depois de arrependidos e perdoados. Era a forma do tempo, de entender a misericórdia para com os pecadores, aos quais tinha sido aplicada a indulgência (ou «endoença»). Atualmente, atribuise- lhe um significado substitutivo e residual, de chamamento dos Irmãos da Misericórdia para a procissão da noite. O uso das ruidosas «matracas» para este efeito foi instituído em anos remotos para substituir o toque dos sinos, que nos dias maiores da Semana Santa ficavam silenciosos.

14 abril — sexta-feira Santa

18h30, adro da Igreja de Santa Cruz

Encenação “As dores nos passos dos nossos dias”

Pelo grupo Greculeme.

Organização da Irmandade de Santa Cruz

 

22 abril — Sábado de pascoela

21h30, Igreja de S. Victor

Concerto Pascal

"A festa Barroca", Dixit Dominios, HWV 232 de G. F. Haendel.

Coro e Orquestra Sinfonietta de Braga

Organização da C. O. da Procissão de Nossa Senhora da Burrinha (Paróquia e Junta de Freguesia de S. Victor).

VISITAS GUIADAS

8 a 15 abril

Local de encontro: Posto de Turismo, Av. Central

10h30

Visita guiada às sete igrejas que representam as sete estações de Roma

17h00

Visita guiada ao centro histórico, dedicada à história da cidade e da Semana Santa

Iniciativas do Free Walking Tour Braga, promovidas pela ACESAS - Grupo de Intervenção Cultural.

 

9 a 13 abril

Local de encontro: Largo da Sra-a-Branca

Visitas guiadas às Igrejas de S. Victor e Senhora-a-Branca, e à Capela de N.ª Sr.ª Guadalupe

Organização da Junta de Freguesia de S. Victor e Profitecla

Apoio: Paróquia de S. Victor, Irmandade da Senhora-a-Branca, Irmandade de N.ª Sr.ª Guadalupe

Continuam as

EXPOSIÇÕES

3 março a 16 abril

Museu Pio XII

“Uma Mãe junto à Cruz”

Organização do Museu Pio XII

 

4 março a 16 abril

Museu da Imagem

Exposição de fotografia “Lausperene”

Organização da Câmara Municipal de Braga

 

16 março a 17 abril

Casa dos Crivos

“As Catorze Obras da Misericórdia”

Organização da Câmara Municipal de Braga e da Santa Casa da Misericórdia de Braga

Patrocínio: Hospital de Braga

 

17 março a 16 abril

Tesouro-Museu da Sé de Braga (entrada pela rua D. Diogo de Sousa)

“Mater Dolorosa”

Organização do Tesouro-Museu da Sé de Braga

 

20 março a 16 abril

Salão Medieval da Reitoria da Universidade do Minho

“Os Terceiros na Quaresma Bracarense”

Uma iniciativa de: Venerável Ordem Terceira de S. Francisco de Braga, Conselho Cultural da Universidade do Minho e Câmara Municipal de Braga

 

31 março a 13 abril

Irmandade de Santa Cruz (Largo de Santa Cruz)

“Paixão e Glória – Num Tesouro-Museu de Amor”

Organização da Irmandade de Santa Cruz

 

31 março a 20 abril

Espaço Galeria da Junta de Freguesia de S. Victor

“Cristo… por amor a nós”, Artigos religiosos

Uma iniciativa da Comissão Organizadora da Procissão da Burrinha

 

3 a 17 abril

Braga Parque

Exposição de fotografia “Lausperene”

Organização do Braga Parque

 

3 a 18 abril

Fonte do Ídolo

Exposição de fotografia “A Semana Santa de Braga”

Fotos premiadas da 8ª edição do Concurso de Fotografia (2016)

Organização da Comissão da Semana Santa

CELEBRAÇÕES RELIGIOSAS

13 de abril — Quinta-feira Santa

10h00, Sé Catedral

Missa Crismal e Bênção dos Santos Óleos

Comemorando a instituição do sacerdócio, o Arcebispo Primaz faz-se acompanhar de todo o clero da Arquidiocese e com este, como presbitério participante do seu pleno sacerdócio, concelebra a Eucaristia. Durante a celebração, consagra os Santos Óleos, que serão levados pelos presbíteros para as suas paróquias a fim de servirem para ungir os batizandos e os doentes.

 

16h00, Sé Catedral

Lava-Pés e Missa da Ceia do Senhor

A anteceder a Missa da Ceia do Senhor, o Arcebispo que preside lava os pés a doze pessoas que representam os doze Apóstolos. Assim se comemora o que fez Jesus e se atualiza a sua eloquente lição: «Antes da festa da Páscoa, sabendo Jesus que chegara a hora de passar deste mundo para o Pai, tendo amado os seus que estavam no mundo, levou até ao extremo este seu amor. […] Levantou-se da mesa, depôs as vestes e tomando uma toalha pô-la à cinta. Depois de lhes lavar os pés […], disse-lhes: ‘Compreendestes o que vos fiz? Vós chamais-me Mestre e Senhor e dizeis bem porque Eu o sou. Ora, se Eu, sendo Mestre e Senhor, vos lavei os pés, também vós deveis lavar os pés uns aos outros. Dei-vos o exemplo, para que, assim como Eu fiz, vós façais também’» (Jo 13, 1-15).

Terminado este rito, segue-se a Missa da Ceia do Senhor. É uma celebração dominada pelo sentimento do amor de Cristo que, na véspera da sua Paixão, enquanto comia a Ceia com os discípulos, instituiu o Sacrifício-Sacramento da Eucaristia, como memorial da sua Morte e Ressurreição a celebrar, tornando-o sempre atual, no decurso dos tempos: «Durante a ceia, tomou o pão dizendo: — ‘Tomai e comei. Isto é o meu corpo, entregue por vós.’ Do mesmo modo, tomou o cálice e, dando graças, deu-o aos discípulos dizendo: — ‘Tomai e bebei todos. Este é o cálice do meu sangue, o sangue da nova e eterna Aliança, que será derramado por vós e por todos para remissão dos pecados. Fazei isto em memória de Mim’» (Lc 22, 19-20).

No momento próprio, o Presidente da celebração faz a homilia apropriada, com especial incidência na lição do lava-pés e no «mandamento novo» deixado por Jesus como testamento espiritual para os seus discípulos (Sermão do Mandato). «Dou-vos um mandamento novo: que vos ameis uns aos outros. […] É nisso que todos reconhecerão que sois meus discípulos: se vos amardes uns aos outros como Eu vos amei a vós» (Jo 13, 34-35).

Terminada a missa, a assembleia canta a hora de Vésperas, enquanto que o Cristo vivo presente na Hóstia consagrada é conduzido em procissão pelas naves da Catedral para um lugar de adoração (a representar o Horto das Oliveiras), onde permanecerá até ser dali retirado, também processionalmente, no dia seguinte, para o sepulcro. Os fiéis são convidados a velarem com Ele, na hora da sua Paixão. Em sinal de luto, o altar é desnudado.

 

Durante a tarde, os fiéis são convidados a visitarem as sete igrejas, que representam as Sete Estações de Roma (Sé Primaz, Misericórdia, Santa Cruz, Terceiros, Salvador, Penha e Conceição / Mons. Airosa).

 

14 abril — Sexta-feira Santa

10h00, na Sé Catedral

Ofício de Laudes, com alocução do Presidente aludindo às Sete Palavras de Jesus na Cruz.

Terminadas as Laudes, os Capitulares presentes acolhem os penitentes que desejarem receber o Sacramento da Reconciliação (confissão).

 

15h00, em doze locais da Cidade

Lançamento de morteiros, assinalando o momento da morte de Jesus.

Convidam a um minuto de silêncio em Sua memória.

 

15h00, na Sé Catedral

Celebração da Morte do Senhor

À mesma hora em que Cristo expirou, os cristãos celebram o mistério da sua Morte redentora.

Inclui a Procissão Teofórica do Enterro, costume trazido de Jerusalém pelo Convento de Vilar de Frades, no séc. XV ou XVI, daí passou a muitas catedrais. Abolido no séc. XVII, manteve-se na Catedral bracarense. Nesta impressionante procissão, o Santíssimo Sacramento, encerrado num esquife coberto de um manto preto, é levado pelas naves da Catedral — daí o nome de procissão teofórica (que transporta Deus) — e deposto em lugar próprio para a veneração dos fiéis. Os acompanhantes cobrem o rosto em sinal de luto. Dois meninos ou duas senhoras, alternando com responsórios do coro, cantam em latim e em tom de comovido lamento: «Heu! Heu! Domine! Heu! Heu! Salvator noster!» (Ai! Ai! Meu Senhor! Ai! Ai! Salvador nosso!).

 

15 de abril — Sábado santo

10h00, Sé Catedral

Ofício de Laudes, com alocução do Presidente

Terminadas as Laudes os Capitulares presentes acolhem os penitentes que desejarem receber o Sacramento da Reconciliação (confissão).

 

Durante o dia, visita ao Santo Sepulcro (na capela de Nª Sra. do Sameiro, Sé Catedral) onde permanece a Sagrada Eucaristia.

 

21h00, Sé Catedral

Vigília Pascal e Procissão da Ressurreição

Para a Vigília Pascal convergem todas as celebrações da Semana Santa e mesmo de todo o Ano Litúrgico. Lembrando a grande noite de vigília do povo hebreu no Egipto, aguardando a hora da libertação (Ex 12), nela celebram os cristãos a sua própria redenção pelo mistério da Ressurreição de Cristo. Por ela se realiza a grande Páscoa ou Passagem da morte para a vida ou do estado de perdição para o estado de salvação. É a vitória final de Deus, em Cristo, sobre o pecado, o mal e a própria morte. No plano espiritual, os cristãos apropriam-se da graça desta passagem pelo Batismo. Por isso, a liturgia batismal tem aqui um lugar de destaque.

A Vigília Pascal — chamada por Santo Agostinho «a mãe de todas as Vigílias» — é uma soleníssima celebração, muito rica de simbolismo global e de símbolos particulares: as trevas, a luz, a água, o círio pascal, a cor alegre dos paramentos, a explosão de som e luz.

Integra quatro partes e conclui com a Procissão da Ressurreição.

 

16 abril  — Domingo de Páscoa

11h30, Sé Catedral

Missa Solene do Domingo de Páscoa

Todo o Domingo é um dia pascal, porque simboliza e evoca, no ritmo cristão das semanas, o primeiro dia do mundo novo inaugurado com a Ressurreição de Cristo. O Domingo de Páscoa é, nesse sentido, o paradigma de todos os domingos. Por isso proclama a Liturgia: — «Este é o dia que o Senhor fez! Exultemos e cantemos de alegria!» Por isso também, nele, a Igreja celebra com especial solenidade a Eucaristia, memorial que recorda aquele mistério.

 

Visita Pascal

É um costume muito enraizado no norte de Portugal, este de, no Domingo de Páscoa, um grupo de pessoas («Compasso»), sempre que possível presidido por um sacerdote, com trajes festivos e partindo da respetiva igreja paroquial, se dirigir com a Cruz enfeitada aos lares cristãos a anunciar a Ressurreição de Cristo e a abençoar as suas casas. Soam campainhas em sinal de júbilo, fazem-se tapetes de flores pelas ruas e caminhos, estrelejam foguetes no ar. Entrando em cada casa, estabelece-se um pequeno diálogo celebrativo. Dá-se depois a Cruz a beijar a todos os presentes.

No âmbito da Cidade de Braga, reveste especial significado a Visita Pascal aos Paços do Concelho.

 

PROCISSÕES

 

22h00, sai da igreja da Misericórdia

Procissão do Senhor «Ecce Homo»

Organizada pela Irmandade da Misericórdia de Braga

Organizada desde tempos antigos pela Irmandade da Misericórdia, esta procissão evoca o julgamento de Jesus, ao mesmo tempo que celebra a misericórdia por Ele ensinada. Abre o cortejo o exótico grupo dos farricocos com grosseiras vestes de penitência, descalços e encapuçados, de cordas à cinta, como outrora os penitentes públicos, uns empunhando matracas e outros alçando fogaréus (taças com pinhas a arder). Daí chamar-se também «Procissão dos Fogaréus». Integrados na procissão, os fogaréus evocam os guardas que, munidos de archotes, foram, de noite, prender Jesus. A imagem do Senhor «Ecce Homo» (ou «Senhor da cana verde») representa o Cristo que se declarara rei e que o governador romano pôs a ridículo pondo-lhe na mão um simulacro de ceptro (uma cana verde). Foi assim que Pilatos o apresentou à multidão, dizendo: — «Eis aí o Homem!».

Além de muitas figuras alegóricas da Ceia e do julgamento de Jesus, desde 2004 incorporam-se na procissão alegorias das catorze obras de misericórdia, bem como figuras históricas ligadas à fundação e à história das Misericórdias, especialmente à de Braga. Desde há alguns anos incorporam-se também várias Irmandades da Misericórdia de diversos pontos do País.

ITINERÁRIO

A procissão percorre o seguinte itinerário: igreja da Misericórdia > Rua D. Diogo de Sousa > Arco da Porta Nova > Av. S. Miguel-o-Anjo > Rua D. Paio Mendes > Rua D. Gonçalo Pereira > Largo de S. Paulo > Largo de Paulo Orósio > Rua do Alcaide > Campo de Santiago > Rua do Anjo > Rua de S. Marcos > Largo Barão de S. Martinho > Rua do Souto > Largo do Paço > igreja da Misericórdia

Novidade: A Comissão destina um local reservado para pessoas com mobilidade reduzida, no Largo Paulo Orósio (em frente aos Bombeiros Voluntários).

 

22h00, sai da Sé Catedral

Procissão do Enterro do Senhor

Organizada pelo Cabido da Catedral, Comissão da Semana Santa, Irmandade da Misericórdia e Irmandade de Santa Cruz

Esta imponente procissão — de todas a mais solene e comovente — leva pelas ruas da Cidade o esquife do Senhor morto. É precedido por um andor com a cruz despida e seguido pelo da Senhora das Dores. Acompanham-no aquelas e outras irmandades, cavaleiros das Ordens Soberana de Malta e do Santo Sepulcro de Jerusalém, Capitulares da Sé, corporações diversas e autoridades. Em sinal de luto, os Capitulares e os membros das Confrarias vão de cabeça coberta. Para mostrar a sua dor, as figuras alegóricas ostentam um véu de luto. As matracas dos farricocos vão silenciosas. As bandeiras e estandartes, com tarja de luto, arrastam-se pelo chão.

ITINERÁRIO

A procissão percorre o seguinte itinerário: Sé > Rua D. Gonçalo Pereira > Largo de S. Paulo > Largo de Paulo Orósio > Rua do Alcaide > Campo de Santiago > Rua do Anjo > Rua de S. Marcos > Largo Barão de S. Martinho > Rua do Souto > Largo do Paço > Rua D. Diogo de Sousa > Arco da Porta Nova > Av. S. Miguel-o-Anjo > Rua D. Paio Mendes > Sé.

Novidade: A Comissão destina um local reservado para pessoas com mobilidade reduzida, no Largo Paulo Orósio (em frente aos Bombeiros Voluntários).

VILAVERDENSES COMEM OVOS COZIDOS NA PONTE DO PRADO SOBRE O RIO CÁVADO

Vila de Prado espera mar de gente para cumprir a tradição Pascal do Ovo na Ponte

A Vila de Prado prepara-se para cumprir uma das mais acarinhadas tradições desta bela freguesia plantada na margem direita do Cávado. Em noite de Páscoa, pelas 24h00, a Ponte de Prado volta a ser palco de uma tradição antiga que resiste ao desgaste do tempo e continua bem viva nos dias de hoje, atraindo inúmeros pradenses e visitantes. “Aquele que, à meia-noite do dia de Páscoa, sobre ela comer um ovo cozido, passará todo o ano sem ser acometido de dores de cabeça”, reza a lenda. Diz a voz do povo que as cascas do ovo devem ser lançadas sobre o leito do Rio Cávado para que se cumpra a profecia popular.

DSC_0792.JPG

Com ou sem superstição, a verdade é que os ovos cozidos já tomaram conta do tabuleiro da centenária ponte filipina, tradicionalmente acompanhados com champanhe. Um palco de excelência para o encontro de velhos amigos e longas conversas pela noite dentro. Uma ocasião de amizade, confraternização e muita alegria, que são os verdadeiros pilares da tradição.

O presidente da autarquia pradense, Paulo Gomes, não descura a importância da tradição e sublinha que estas atividades espelham a idiossincrasia a identidade das gentes de prado e se assumem, em simultâneo, como mais uma oportunidade soberana para fortalecer os laços entre a comunidade. O crescimento do evento e da fama que lhe está associada também vem transformando esta tradição num veículo de divulgação e promoção da freguesia e do concelho de Vila Verde, um elemento diferenciador que valoriza o território e o distingue pela positiva em relação aos demais.

BRAGA REALIZA CONCURSO DE FOTOGRAFIA

A Comissão da Semana Santa de Braga informa que as inscrições para o Concurso de Fotografia decorrem a bom ritmo, estando já completadas mais de 50% dos 250 concorrentes admitidos no Regulamento.

fotbtrag.jpg

Recordamos que a pré-inscrição no Concurso é OBRIGATÓRIA (não serão permitidos trabalhos de concorrentes que não se tenham inscrito previamente) e que o período de pré-inscrição decorre até às 23h59 do próximo dia 19 de abril. O formulário de pré-inscrição está disponível aqui.

Sobre a iniciativa

Esta é uma iniciativa que vai na sua 9ª edição, com lugar já cativo no programa cultural oficial de cada ano da Semana Santa de Braga, e que visa sensibilizar todos os amantes da fotografia para o tema em particular, e em geral para esta época tão especial da cidade de Braga, bem assim como estimular e difundir a criatividade na arte da fotografia.

PRÉMIOS

  • 1º Prémio: EOS 80D 18-55 IS STM (no valor de 1.369 €) + assinatura digital anual do Diário do Minho
  • 2º Prémio: EOS M3 18-55 STM Accessory kit (no valor de 699 €) + assinatura digital anual do Diário do Minho
  • 3º Prémio: PowerShot G9 X SL PACK (no valor de 429 €) + assinatura digital anual do Diário do Minho
  • Menções Honrosas: Assinatura digital anual do Diário do Minho + impressão gratuita de 50 fotos na FNAC *
  • Todos os concorrentes terão direito a vale de desconto de 10% em equipamentos Canon
  • Todos os premiados terão direito a Diploma de Participação

* exclusivamente para impressões em papel fotográfico até ao formato 20x30

PRINCIPAIS DATAS

  • Pré-inscrição: entre as 00h01 de 3 de abril e as 23h59 de 19 de abril de 2017
  • Submissão de trabalhos: entre as 00h01 de 21 de abril e as 23h59 de 26 de abril de 2017
  • Conferência de imprensa do anúncio de resultados: 10 de maio, 21h30, loja FNAC de Braga

Mais informações e Regulamento disponível no sítio oficial da Semana Santa de Braga.

MERCADO DA PÁSCOA EM BRAGA PROMOVE TRADIÇÕES E SABORES DA REGIÃO

Certame decorre até Sábado no Campo da Vinha

Até ao próximo Sábado, dia 15 de Abril, o Mercado da Páscoa está instalado no Campo da Vinha para acolher os milhares de visitantes que por estes dias escolhem Braga para viverem de perto as solenidades da Semana Santa. Trata-se de uma iniciativa conjunta do Município de Braga e da Associação de Artesãos do Minho, que pretende promover os valores patrimoniais e turísticos da Região, bem como, valorizar o artesanato e o comércio local, recriando um ambiente de mercado através do comércio, das artes e ofícios, gastronomia e doçaria tradicional.

CMB12042017SERGIOFREITAS0000006321 (1).jpg

Mais de 40 expositores colocam os seus produtos à disposição dos visitantes e, para além da vertente comercial, o Mercado da Páscoa conta com encenações dos quadros bíblicos alusivos à época pascal. “Esta iniciativa é uma oportunidade para os produtores exporem os seus produtos num momento em que a Cidade recebe milhares de turistas para acompanhar as solenidades da Semana Santa”, referiu Atino Bessa, vereador do Desenvolvimento Rural do Município de Braga, durante a abertura do certame, que se realizou esta Quarta-feira, 12 de Abril.

Desde licores, queijos, enchidos, compotas ou doces regionais, passando pelos produtos artesanais, esta edição do Mercado da Páscoa promete não deixar indiferente todos os que durante estes dias passarem pelo Campo da Vinha.

“Este certame oferece algo mais a quem passa pelo Centro Histórico e, com toda esta atractividade, estou certo que os visitantes vão acrescentar valor económico a estes artesãos e a quem vive desta actividade”, acrescentou Altino Bessa, sublinhando que o Município de Braga “tem procurado criar todas as condições para que estas iniciativas de apoio aos produtores nacionais e ao artesanato possam continuar a acontecer e a crescer”.

O Marcado da Páscoa funciona das 10h00 às 24h00 e a iniciativa assume, ainda, um carácter solidário, contando com a presença dos projectos IRIS e ‘Hodi Kibera’.

CMB12042017SERGIOFREITAS0000006322.jpg

CMB12042017SERGIOFREITAS0000006325.jpg

PÁSCOA LUSO-GALAICA EM VALENÇA: CRUZ PASCAL ATRAVESSA O RIO MINHO DE BARCO

O tradicional compasso pascal transfronteiriço vai atravessar o rio Minho, com o emblemático Lanço da Cruz. Segunda-feira de Páscoa, 17 de Abril, às 17h, o rio Minho recebe esta tradição popular e religiosa, no Parque Natural da Senhora da Cabeça, na freguesia valenciana de Cristelo Côvo.

pascoavalengali.jpg

Uma autêntica romaria galaico-minhota que decorre sempre na segunda-feira imediata ao fim de semana da Páscoa e é ponto de encontro de milhares de peregrinos de todo o Noroeste Peninsular.

Lanço da Cruz

Ao entardecer, depois da visita pascal, à freguesia de Cristelo-Côvo (Valença), o pároco, devidamente paramentado e com uma cruz ornamentada, entra num barco de pesca e dirige-se até à margem espanhola onde dá a cruz a beijar aos paroquianos da outra margem. Durante esse período são lançadas, pelos pescadores as redes benzidas ao rio. Todo o peixe que sair no lance é para o pároco. Entretanto com o pároco português regressa, no barco, o pároco de Sobrado – Torron, concelho de Tomiño (Galiza), dando a cruz a beijar aos peregrinos que aguardam junto ao rio, na margem portuguesa. Várias embarcações portuguesas e galegas acompanham este compasso pascal, numa castiça e autêntica procissão fluvial, nas águas do Minho.

Romaria Galaico Minhota

Até à noite os sons das gaitas de foles misturam-se com os das concertinas, das castanholas, o rufar dos bombos e tambores numa autêntica romaria galaico-minhota.

Na terça-feira, 18 de Abril, merece especial referência a missa para os peregrinos da Galiza, celebrada em galego, por um padre galego. Neste dia também, por tradição, os peregrinos desfrutam dos seus merendeiros nas sombras do parque comendo, sobretudo, o que sobrou do carneiro ou cabrito da Páscoa.

A tradição do Lanço da Cruz é uma manifestação religiosa e popular muito acarinhada pelas populações da raia minhota que ano após ano atrai um maior número de populares e turistas.

BARCELOS MOSTRA FOLAR DA PÁSCOA

Mostra do Folar da Páscoa está de regresso ao Posto de Turismo

De 13 a 15 de abril, o Posto de Turismo recebe a mostra do Folar e Doces da Páscoa, e o Largo do Porta Nova será o palco do Feirão da Páscoa que conta com a presença de artesãos do concelho a trabalhar ao vivo.

No âmbito das celebrações da Páscoa, o Município de Barcelos irá realizar, de 13 a 15 de abril, mais uma edição da Mostra do Folar e Doces da Páscoa, no Posto de Turismo de Barcelos. Dinamizar e promover o comércio local, impulsionar a Marca Barcelos e dar a conhecer aos turistas os doces tradicionais desta região nesta época festiva, são o mote desta iniciativa que conta, este ano, com uma forte adesão por parte das pastelarias do concelho: Pastelaria Colonial, Pastelaria Arantes, Pastelaria Chá e Nata, Pastelaria Rosa Cintilante, Pastelaria Doce da Bá, Padaria Pacheco, Padaria Flor de Durrães, Pastelaria S. Bento, Pastelaria Santa Eugénia e Padaria Lina.

Nos dias 13 e 14 de abril, no Largo da Porta Nova, realizar-se-á também o Feirão da Páscoa que contará com a presença de alguns artesãos a trabalhar ao vivo (Elsa Machado, Carlos Dias, Lourdes Ferreira, Fernando Soares, Irene Salgueiro, João Rego, Luís Gonzaga Coelho, João Veiga, Ermelinda Rodrigues e João Ferreira) e produtores de produtos biológicos (APACI e a Horta da Lola).

Durante estes dias, os barcelenses e turistas que passarem por Barcelos têm a oportunidade de degustar um pouco das iguarias realizadas a nível da doçaria local e ainda a oportunidade de apreciar o trabalho ao vivo dos artesão do concelho.

CERVEIRENSES REALIZAM VISITA PASCAL

Convívio Pascal: IPSS’s com visita guiada a Viana do Castelo

Cerca de 120 utentes das seis Instituições Particulares de Solidariedade Social de Vila Nova de Cerveira viveram, esta terça-feira, um dia diferente. Integrado nas comemorações da Semana Santa, a Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira proporcionou uma visita à capital de distrito, na qual a boa disposição foi uma constante.

IMG_2428.JPG

Uma vez mais, a autarquia cerveirense optou por dinamizar o convívio pascal dos idosos no habitual convívio interinstitucional. O dia iniciou-se com a Eucaristia na Capela de Santa Luzia, celebrada pelo Senhor Padre Jorge Esteves. Imbuídos pelo espírito pascal, os utentes participaram ativamente na celebração religiosa dando-lhe um cariz mais acolhedor e familiar.

Aproveitando o bom tempo, e depois do almoço-convívio, o grupo fez uma visita guiada por técnicos do Viana Welcome Centre, nomeadamente à Igreja da Misericórdia, ao centro histórico e aos jardins da cidade, acompanhada por uma saborosa e doce Bola de Berlim da Pastelaria Natário.

A acompanhar a iniciativa esteve a vereadora da Ação Social que evidenciou o excelente trabalho desenvolvido pelas IPSS’s em prol dos munícipes, e que contribuiu para o sucesso desta atividade. “O convívio entre os idosos é extremamente saudável e fundamental para manter presente o contacto com os conterrâneos. Ao mesmo tempo, a autarquia consegue com estas dinâmicas oferecer experiências novas e visitas únicas para muitos dos utentes, o que nos deixa com um sentimento de dever cumprido”, refere Aurora Viães.

As instituições participantes foram a Associação de Desenvolvimento Social e Local de Vila Nova de Cerveira, o Centro Social e Paroquial de Campos, Centro Paroquial e Social de Covas, Centro Social e Paroquial de Gondarém, Centro Paroquial de Promoção Social e Cultural de Reboreda e o Lar Maria Luísa e Centro de Dia de Loivo da Santa Casa da Misericórdia.

VILA PRAIA DE ÂNCORA RECEBE A MAIOR MESA DE PÁSCOA DO PAÍS

Mostra inédita de fotografias sobre Compasso Pascal no concelho, sessão especial de cinema a ‘Bela e o Monstro’ e Concerto Solidário animam Vila Praia de Âncora no próximo sábado

Maior mesa de páscoa (1).jpg

Sábado, dia 15 de abril, no concelho de Caminha todos os caminhos vão dar à Maior Mesa de Páscoa do País em Vila Praia de Âncora. A partir das 10H00, esta mesa, com centenas de metros de comprimento, estará recheada com os melhores produtos tradicionais, desde os doces aos salgados, passando pelos vinhos e até o artesanato. Uma das novidades desta edição é o lançamento dos biscoitos de “Farinha de Pau”, um produto que resultou da parceria do Patronato Nossa Senhora da Bonança e o grupo de pastelarias Petinga Doce.  A animação também está garantida, com destaque para a sessão especial de cinema ‘A Bela e o Monstro’, o Concerto de Páscoa Solidário, com a Banda Musical Lanhelense, a exposição inédita de fotografia “Visita Pascal no Concelho de Caminha”, música tradicional e clássica, aula de zumba e ginástica kid’s.

A Maior Mesa de Páscoa do País está de regresso às Ruas 31 de Janeiro e 5 de Outubro em Vila Praia de Âncora. Dos doces aos salgados, passando pelos vinhos e artesanato, são muitas as iguarias que compõem esta grande mesa. Esta edição conta com várias novidades na programação: vai ser palco do lançamento dos novos Biscoitos de “Farinha de Pau”, um produto que resultou da parceria do Patronato Nossa Senhora da Bonança, IPSS com Creche e Jardim de Infância, e o grupo de pastelarias Petinga Doce. Os biscoitos vão estar disponíveis para degustação na mesa de abertura da Maior Mesa de Páscoa do País e estarão à venda no espaço que o Patronato ocupará neste evento. Outra das novidades é a sessão especial de cinema ‘A Bela e o Monstro’, com ingresso gratuito para as crianças até aos 12 anos. Esta edição termina com o Concerto de Páscoa Solidário, com a Banda Musical Lanhelense, no Cineteatro dos Bombeiros, cuja receita reverte a favor do Patronato de Nossa Senhora da Bonança de Vila Praia de Âncora. Nesse dia, estará patente a exposição inédita de fotografia “Visita Pascal no Concelho de Caminha”, na Igreja Nossa Senhora da Bonança. Pelo palco da Maior Mesa de Páscoa vão ainda passar o Grupo de Bombos de Vila Praia de Âncora, o Rancho das Lavradeiras de Orbacém, o Grupo de Danças e Cantares Regionais do Orfeão de Vila Praia de Âncora, o Grupo Etnográfico de Vila Praia de Âncora, a Academia de Música Fernandes Fão e os Cavaquinhos do ARA.

A Maior Mesa de Páscoa do País é organizada pelo Movimento de Empresários do Concelho de Caminha, Câmara Municipal de Caminha e Junta de Freguesia de Vila Praia de Âncora.

Para complementar a Maior Mesa de Páscoa do País, a Câmara Municipal organizou a mostra “Visita Pascal no Concelho de Caminha”, uma exposição inédita de fotografia, que dá a conhecer o Compasso Pascal em todas as freguesias do Concelho. Esta mostra vai estar patente na Igreja Nossa Senhora da Bonança.

Na tarde do dia 15, pelas 15H00, está em exibição no Cineteatro dos Bombeiros de Vila Praia de Âncora o filme ‘A Bela e o Monstro’. O Município vai oferecer os bilhetes às crianças até aos 12 anos de idades. Este filme “é uma adaptação em imagem real do clássico de animação. Esta versão moderniza as personagens clássicas para um público contemporâneo, mantendo-se fiel à música original e atualizando a banda sonora com novas canções. A ‘Bela e o Monstro’ é sobre a fantástica história de Bela, uma jovem brilhante, bonita e independente, que é aprisionada por um Monstro no seu castelo. Apesar dos seus receios, torna-se amiga dos empregados encantados do castelo e consegue ver para além do terrível exterior do Monstro quando começa a conhecer a alma e o coração do verdadeiro Príncipe que vive no seu interior”. 

Nesse dia, pelas 18H30, a Banda de Lanhelas vai promover mais um grande momento cultural com a realização do Concerto de Páscoa Solidário, cuja receita da bilheteira reverte a favor do Patronato de Nossa Senhora da Bonança de Vila Praia de Âncora.

Os bilhetes custam 3€ e podem ser adquiridos nos Postos de Turismo de Caminha e de Vila Praia de Âncora, no Patronato de Nossa Senhora da Bonança e no dia do espetáculo no Cineteatro. Esta concerto é uma organização da Banda Musical Lanhelense e conta com o apoio do Município de Caminha.

VIA SACRA LEVA CENTENAS DE FIÉIS A CELORICO DE BASTO

A Via Sacra ao vivo, em Celorico de Basto, teve lugar no Parque Urbano do Freixieiro, no dia 9 de abril, em pleno Domingo de Ramos, e contou com a presença de muitos fiéis a participar e assistir a este momento religioso.

_DSC3656.jpg

“Bem-haja o arciprestado e a Câmara Amiga pela dedicação e empenho na organização desta via Sacra, e bem hajam todos os figurantes que expressam o amor que têm em participar em iniciativas tão importantes como esta. É já uma tradição realizar a via Sacra em Celorico de Basto, um momento de fé que nos comove, que nos faz pensar, que nos faz refletir na vida” disse o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva no final das cerimónias. O autarca aproveitou o momento para desejar uma Santa Páscoa a todos os presentes depois deste tempo de preparação e de reflexão.

A ação foi dirigida pelo arcipreste de Celorico de Basto, Padre Albano Costa estando também presentes outros párocos do arciprestado que quiseram participar nestas cerimónias “tão bonitas”. Os serviços de ação social e Saúde da Câmara Municipal de Celorico de Basto trataram de todos os pormenores para que a Via Sacra decorresse em conformidade. “A Via Sacra é uma iniciativa muito específica que exige muito pormenor. Os nossos técnicos articularam para que o percurso retrata-se minimamente o percurso feito por Jesus desde a condenação até ao monte calvário” disse Helena Martinho, coordenadora dos Serviços. “É também importante referir que a maioria dos figurantes que participaram na encenação são idosos que integram o programa Celorico a Mexer que vêm esta ação com muita fé e muita devoção tendo em conta as personagens bíblicas que interpretam” referiu.

De facto, em Celorico de Basto a Via Sacra ao vivo conta sobretudo, na interpretação das personagens, com os idosos e os animadores que integram o programa Celorico a Mexer. O percurso escolhido tem-se mantido igual aos anos transatos, pela beleza e pelas características próprias, o Parque Urbano do Freixieiro.

A Via Sacra integra a Quaresma, Período do ano litúrgico que antecede a Páscoa Cristã, e que representa o tempo da penitência, de oração e de conversão.

_DSC3665.jpg

_DSC3762.jpg

_DSC3796.jpg

_DSC3801 (2).jpg

BRAGA DIVULGA RESULTADOS DO ENCONTRO DE FUTEBOL DA PÁSCOA

Publicam-se os resultados da 1.ª jornada do Encontro de Futebol da Páscoa 2017 organizado pelo Município de Braga, a decorrer no Complexo Desportivo da Rodovia até ao próximo dia 13 de Abril.

A edição deste ano disputa-se na modalidade de Futebol de 7 e destina-se ao Escalão de Infantis (jogadores nascidos em 2004/2005), contando com a presença de uma equipa de cada um dos seguintes clubes:

  • Escola de Formação Desportiva em Futebol "Fintas";
  • Lomarense Ginásio Clube;
  • Arsenal Clube da Devesa;
  • Grupo Desportivo de Figueiredo.

Arsenal Clube da Devesa.jpg

Esc. Fut. Fintas.jpg

G. D. Figueiredo.jpg

Lomarense G. C..jpg

PÁSCOA: CORDEIRO À MODA DE MONÇÃO NOS RESTAURANTES E LARES DO CONCELHO

Os monçanenses são maioritariamente religiosos e participam ativamente nas celebrações da Semana Santa, envolvendo-se nas eucaristias e procissões que acontecem um pouco por todo o concelho e abrindo as suas portas ao compasso pascal que leva a figura de Jesus Cristo ao aconchego familiar.

carneiromonº.jpg

Esta devoção, que se manifesta nos atos e nas palavras, é acompanhada pela paixão que os monçanenses “emprestam” à gastronomia com pergaminhos e tradição. Neste período religioso e festivo, poucos dispensam um dos pratos mais característicos do concelho: O Cordeiro à Moda de Monção, localmente conhecido como “Foda à Monção”.

Depois de banhado com vinagre, pimenta, alho e salsa bem picada, o cordeiro vai inteiro ao forno de lenha num alguidar de barro juntamente com o arroz, cuja calda é feita com água de cozer as carnes e algumas pitadas de açafrão. A confeção é demorada e minuciosa. O sabor, genuíno e único, revela-se agradável aos palatos mais exigentes.

O nome brejeiro ou artístico, digamos assim, como é conhecido o Cordeiro à Moda de Monção, reflete o caráter afável, folião e bem-disposto da população monçanense. E porquê “Foda à Monção?” A história é tão antiga que perde-se no tempo, não sendo possível datá-la com exatidão.

Assim, conta-se que:

“Os habitantes do burgo, que não possuíam rebanhos, dirigiam-se às feiras para comprar o animal. E, como em todas as feiras, havia de tudo, bons e maus. A verdade é que os produtores de gado, quando os levavam para a feira queriam vendê-los pelo melhor preço e, para que parecessem gordos, punham-lhes sal na forragem, o que os obrigava a beber muita água.

Na feira, apareciam com uma barriga cheia de água e pesados, parecendo realmente gordos. Os incautos que não sabiam da manha compravam aqueles autênticos “sacos de água” e, quando se apercebiam do logro, exclamavam à boa maneira do Minho: “que grande foda!”

O termo tanto se vulgarizou que o prato passou a designar-se localmente como “Foda à Monção”. De tal modo que é frequente, em alturas festivas com particular destaque para a quadra pascal, ouvir o povo exclamar em jeito brincalhão: “Ó Maria, já meteste a foda?”

PONTE DA BARCA RECRIA PAIXÃO DE CRISTO

Ponte da Barca recria “A Mui Dolorosa Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo'

Cerca de uma centena de pessoas contracenam nos cinco palcos onde se desenrola a ação

A Mui Dolorosa Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo vai ser recriada no próximo dia 13 de abril, Quinta-feira Santa, pelas 21h30, junto ao Mosteiro da Freguesia de Bravães, onde durante cerca de duas horas, decorre a representação do último dia de Jesus na Terra. O texto será entrosado do Auto da Paixão, da edição de 1820, o Poema de Guerra Junqueiro 'A Caridade e a Justiça'. Para além de ser teatro de cariz religioso, destaca-se o espetáculo de luz e som e o riquíssimo guarda-roupa.

Entre atores e figurantes, subirão ao palco cerca de uma centena de pessoas, que vivendo já, pelo coração, a paixão da Paixão, tornarão mágica a noite que Bravães oferecerá a todos os visitantes e espetadores.

17814582_993849290716054_6076472061640660847_o.jpg

BRAGA ENCERRA SERVIÇOS MUNICIPAIS NA PÁSCOA

Encerramento dos Serviços Municipais

O Município de Braga informa que os serviços municipais se encontrarão encerrados na Segunda-feira, dia 17 de Abril, por motivo de tolerância de ponto, inerente às celebrações da Páscoa.

CMB07012014SERGIOFREITAS0000066 (1).jpg

Tal decisão teve em consideração a longa tradição no Município de Braga dos festejos inerentes às solenidades da Páscoa. A dinamização económica inerente à data e a previsibilidade de um diminuto afluxo de utentes aos serviços municipais, foram factores tidos em conta para a tolerância da Segunda-feira de Páscoa.

Mais se informa que, não obstante a este facto, e por motivos de interesse público, se encontram abertos serviços essenciais, nomeadamente: o Cemitério, o Aeródromo, os Bombeiros Municipais, o Posto de Turismo e o Parque de Campismo os quais estarão a laborar na Sexta-Feira Santa e Segunda-feira de Páscoa, respectivamente dias 14 e 17 de Abril.

O Mercado Municipal da Praça do Comércio estará em funcionamento na Sexta-Feira Santa, no horário habitual, encerrando na Segunda-feira de Páscoa.

A Polícia Municipal estará de serviço na Sexta-Feira Santa, usufruindo de tolerância de ponto na Segunda-feira de Páscoa, tal como a Fonte do Ídolo e as Termas da Cividade.

Já o Parque de Estacionamento do Rechicho estará em funcionamento na Sexta-Feira Santa e encerrará no Domingo e Segunda-feira de Páscoa.

De referir que o Museu da Imagem e a Casa dos Crivos estarão em pleno funcionamento na Sexta-Feira Santa, Sábado, Domingo e Segunda-feira de Páscoa.

MUNICÍPIO DE PONTE DE LIMA APELA AOS RESTAURANTES PARA QUE SE MANTENHAM ABERTOS DURANTE A PÁSCOA

O Presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima lança um apelo “aos comerciantes da Vila para que mantenham abertos os estabelecimentos de restauração e similares no Domingo e Segunda-feira de Páscoa”.

Ponte de Lima é de há vários anos a esta parte um destino privilegiado de procura por visitantes das mais variadas proveniências, que aqui acorrem na certeza de encontrarem agradável fruição do seu tempo livre, tanto pela beleza natural e património histórico, construído e imaterial, como pelas infraestruturas e propostas culturais e de lazer disponibilizadas aos mais diversos níveis, a que se junta a apelativa e inigualável gastronomia e as sui generis festas e tradições como é o caso da Páscoa, que se aproxima.

É preocupação contínua do Município manter e incentivar uma cada vez maior oferta de qualidade, por forma a que todos quantos chegam a Ponte de Lima lhes apeteça cá voltar, fruto de toda a referida atractividade mas também e não menos importante do nosso saber “bem receber”.

BRAGA DESFILA GUIÕES DOS PASSOS

Arranque da 'Semana Maior' em Braga, com o "V Cortejo de Guiões de Passos"

"Este imponente cortejo, realizado pela primeira vez em 2013, sai da igreja de S. Vicente, percorrendo as ruas de S. Vicente, ..., recolhendo à Sé Catedral, onde ficarão expostos...", (recém falecido, Cónego Jorge Coutinho, Presidente da Comissão da Quaresma e Solenidades da Semana Santa de Braga)

Cortejo de Guiões de Passos-BRG(3) (1).jpg

Hoje, sábado, pelas 16:00h, A Irmandade do Mártir São Vicente de Braga, respetiva Paróquia e demais comunidade Vicentina, abrem a 'Semana Maior' em Braga, com a realização da 5ª edição do "Cortejo de Guiões de Passos do arciprestado de Braga (concelho).

Com saída da Igreja Paroquial de São Vicente, o "Cortejo de Guiões" percorre as principais artérias da cidade, a saber: rua de São Vicente; largo dos Penedos; rua dos Chãos; largo São Francisco; rua dos Capelistas; rua Justino Cruz; rua dio Souto; rua Dom Diogo de Sousa; rua do Cabido e rua Dom Paio Mendes, tendo o seu términus, na Sé Catedral.

Iº Cortejo de Guiões de Passos-BRG (1).jpg

Convirá recordar que, No âmbito do programa cultural/religioso paralelo desta 'Semana Maior', foram já levadas a efeito nas passadas quarta e quinta-feira respetivamente, uma 'Reflexão Quaresmal', que teve por convidado o padre Jesuíta, Manuel Morujão, da Companhia de Jesuítas, sediada na freguesia, para refletir de forma partilhada sobre o tema: "FÁTIMA: 100 anos de Graças - confirmadas pela vinda do Papa Francisco", que contou com a sentida animação, do CAB - Centro Académico de Braga, e, na noite do dia seguinte, a "Puxada do Guião" - uma tradição/ritual, que se perde no tempo -, da responsabilidade dos pegadores da procissão dos Passos da freguesia de Cabreiros, do nosso concelho.

Cortejo de Guiões de Passos-BRG (2) (1).jpg

CRIANÇAS DE CELORICO DE BASTO GOZAM FÉRIAS COM "ARTE NA VIDA"

Celorico de Basto com Férias “Arte na Vida” durante o interregno escolar da Páscoa

De 5 a 13 de abril, o programa CLDS 3G Geração Eco, em parceria com a Câmara Municipal de Celorico de Basto e as juntas de freguesia de Agilde, Borba da Montanha, Fervença, Moreira do Castelo e a União de Freguesias de Carvalho e Basto S. Tecla e o Agrupamento de Escolas, está a promover a atividade férias “Arte na Vida” que contempla cerca de 81 crianças.

_DSC2618.jpg

O objetivo desta ação centra-se na promoção da salvaguarda das crianças durante o período de férias da Páscoa. 

“A iniciativa não é nova e procura apoiar as famílias durante o período de férias escolares das crianças e jovens muitas vezes, não coincidentes com as férias dos pais ou encarregados de educação. O objetivo é criar mecanismos que os salvaguardem com atividades lúdicas e de conhecimento que lhes proporcionam momentos divertidos sempre orientados por técnicos devidamente credenciados” disse o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva. O autarca referiu ainda que “a iniciativa cobre sobretudo a parte alta do concelho pela falta, neste momento, de outras opções neste sentido, que salvaguardem as crianças durante o período de férias”.

A ação “Férias “arte na vida” iniciou ontem, com jogos tradicionais no campo de jogos de Agilde e um passeio pela Rota dos Moinhos em Moreira do Castelo.

“A ação estende-se até ao dia 13 de abril e contempla múltiplas atividades sobretudo no concelho de Celorico de Basto. De facto, procuramos com este programa facultar às crianças e jovens inscritos, umas férias de Páscoa divertidas com muitas ações direcionas para o desporto, para o conhecimento onde não falte a interação intergeracional e um conhecimento mais extenso do próprio concelho” referiu o Coordenador do Programa CLDS 3G, Manuel Maria Afonso.

Hoje, as crianças estão participar na tradicional cozedura do pão, uma atividade intergeracional. Ao longo da atividade será destaque a Visita ao Castelo de Arnoia, uma caminhada pela Ecopista, passeios a cavalo no hipódromo Municipal, visita ao centro Histórico de Braga e muito mais.

_DSC2638.jpg

_DSC2752.jpg

MONÇÃO: PIAS ASSINALA DOMINGO DE RAMOS COM REALIZAÇÃO DE PROCISSÃO COM MAIS DE 300 ANOS

A Função do Senhor dos Passos, procissão que se realiza na freguesia de Pias, em Monção, há mais de 300 anos, decorre na tarde do dia 9 de abril, domingo de ramos. Todos os anos, centenas de figurados e milhares de pessoas participam nesta cerimónia religiosa única no concelho.

Senhor dos Passos.jpg

A procissão, com início às 15h30, é precedida, na madrugada desse dia, pelo “andar dos passos”. Marcada para as 5h30, consiste numa caminhada penitencial pelas capelinhas, onde se reza uma oração apropriada e se cantam os Martírios até à Senhora do Encontro. A partir daqui, começa-se o cântico à Senhora das Dores.

Pelas 9h30, grandes e pequenos reúnem-se na Capela da Senhora do Encontro para benzer os ramos de palma e oliveira, De seguida, todos se encaminham para a Igreja Paroquial, onde terá lugar a missa. Neste dia, a igreja está ornamentada de escuro em sinal de luto.

Por volta das 15h30, com centenas de figurados prontos, iniciam-se as cerimónias na Igreja Paroquial. Após uma demorada pregação, o figurado começa o “desfile” pela igreja, enquanto o pregador explica o significado de cada uma das figuras na vida de Jesus Cristo.

De seguida, cantam-se os “Misereres” e sai a procissão que irá percorrer as capelinhas da Paixão de Cristo até à Lapa (Calvário). Além do figurado, integra a cruz do penitente, o andor e as bandeiras do Senhor dos Passos, senates e misericórdia (tôla), o pálio, as personalidades representativas da freguesia e do concelho, o grupo coral e a banda de música.

Um dos pontos mais emocionantes da procissão ocorre na Senhora do Encontro com dois momentos de acentuada carga religiosa: o beijo de Nossa Senhora a Jesus Cristo e o cântico de Verónica. A partir daqui, também segue em procissão o andor de Nossa Senhora do Encontro.

Quando a procissão chega à Lapa (Calvário) há um sermão final e ouve-se, de novo, o cântico da Verónica. Depois de um pequeno descanso, regressa-se. Em sinal de luto, as bandeiras já não vêm hasteadas e as pessoas cantam, invocando misericórdia ao senhor. Chegados à Igreja Paroquial, as crianças despem os vestidos, as velas das promessas apagam-se e o sino deixa de tocar. É o fim da procissão. 

BRAGA DÁ A CONHECER CERIMONIAIS DA SEMANA SANTA

‘À Descoberta de Braga’ dá a conhecer a Semana Santa

No âmbito do programa ‘À Descoberta de Braga’, o Município de Braga realiza no próximo dia 8 de Abril, às 10h00, uma visita guiada que pretende dar a conhecer a história dos principais cerimoniais públicos da Semana Santa de Braga.

Ecce Homo.jpg

Com início marcado para a igreja do Pópulo (ponto de encontro), o percurso conta com algumas etapas nos templos vinculados às Irmandades de Santa Cruz e da Misericórdia.

A visita conta ainda com passagens pelos Congregados, onde se desenvolveu a devoção às Dores de Nossa Senhora, e pela igreja de S. Victor, local onde nasceu a procissão da Senhora das Angústias. Serão igualmente recordados alguns factos e personagens relevantes naquele que é um dos mais celebrados momentos dos Bracarenses.

As inscrições são limitadas, devendo ser efectuadas através do e-mail cultura@cm-braga.pt

BRAGA DIVULGA PROGRAMA DA SEMANA SANTA

CONCERTOS E ESPETÁCULOS

7 abril — sexta-feira

21h30, Igreja do Hospital de São Marcos

Coro e Orquestra da Santa Casa da Misericórdia de Braga

Organização da Santa Casa da Misericórdia de Braga

10 abril — segunda-feira Santa

21h30, Igreja de Santa Cruz

Coro e Orquestra da Universidade do Minho

The armed man. A mass for peace, de Karl Jenkins

Organização da Irmandade de Santa Cruz

11 abril — terça-feira Santa

21h30, Sé Catedral

Coro da Sé do Porto e Filarmonia das Beiras

Stabat Mater Dolorosa, de Shubert

Requiem, de Mozart

Maestro: Tiago Ferreira

Organização da Comissão da Semana Santa

12 abril — quarta-feira Santa, durante a tarde

Animação de rua por um grupo de farricocos de alunos do Agrupamento de Escolas Sá de Miranda, com matracas e instrumentos de percussão tradicionais. Percorrerá as principais ruas do centro histórico de Braga.

Continuam as

EXPOSIÇÕES

3 março a 16 abril

Museu Pio XII

“Uma Mãe junto à Cruz”

Organização do Museu Pio XII

4 março a 16 abril

Museu da Imagem

Exposição de fotografia “Lausperene”

Organização da Câmara Municipal de Braga

16 março a 17 abril

Casa dos Crivos

“As Catorze Obras da Misericórdia”

Organização da Câmara Municipal de Braga e da Santa Casa da Misericórdia de Braga

Patrocínio: Hospital de Braga

17 março a 16 abril

Tesouro-Museu da Sé de Braga (entrada pela rua D. Diogo de Sousa)

“Mater Dolorosa”

Organização do Tesouro-Museu da Sé de Braga

20 março a 16 abril

Salão Medieval da Reitoria da Universidade do Minho

“Os Terceiros na Quaresma Bracarense”

Uma iniciativa de: Venerável Ordem Terceira de S. Francisco de Braga, Conselho Cultural da Universidade do Minho e Câmara Municipal de Braga

31 março a 13 abril

Irmandade de Santa Cruz (Largo de Santa Cruz)

“Paixão e Glória – Num Tesouro-Museu de Amor”

Organização da Irmandade de Santa Cruz

31 março a 20 abril

Espaço Galeria da Junta de Freguesia de S. Victor

“Cristo… por amor a nós”, Artigos religiosos

Uma iniciativa da Comissão Organizadora da Procissão da Burrinha

3 a 17 abril

Braga Parque

Exposição de fotografia “Lausperene”

Organização do Braga Parque

3 a 18 abril

Fonte do Ídolo

Exposição de fotografia “A Semana Santa de Braga”

Fotos premiadas da 8ª edição do Concurso de Fotografia (2016)

Organização da Comissão da Semana Santa

CELEBRAÇÕES RELIGIOSAS

7 abril, sexta-feira

19h00, Basílica dos Congregados

Festa de Nossa Senhora das Dores

8 abril, sábado

21h30

Procissão em que se faz a trasladação da imagem do Senhor dos Passos, da Igreja de Santa Cruz para a Igreja do Seminário, percorrendo a Rua do Anjo, Largo de Santiago (onde serão cantados o Miserere e outros motetes), e Largo de S. Paulo.

22h00

Recolhida a procissão, segue-se a Via Sacra, com o povo cantando os «Martírios» e percorrendo, pela sua ordem, as seguintes «estações» ou «calvários», em que estão representados oito dos «passos» de Cristo no seu caminho para o Calvário.

9 abril, domingo de Ramos

11h00, Igreja do Seminário (Largo de S. Paulo)

Bênção e Procissão dos Ramos

Nesta igreja, o Arcebispo procede à solene bênção dos ramos. Em seguida, desfila a Procissão dos Ramos em direção à Catedral, percorrendo a Rua D. Gonçalo Pereira. Qual o seu significado? Cinco dias antes da morte, Jesus, manso e humilde, montado num jumentinho, desceu do Monte das Oliveiras em direção a Jerusalém. O povo saiu-lhe ao encontro, atapetando o caminho com os seus mantos e com ramos de árvores. As crianças e todo o povo aplaudiam-no com entusiasmo: «Hossana ao Filho de David! Bendito o que vem em nome do Senhor! Hossana nas alturas!».

11h30, Sé Catedral

Missa do Domingo de Ramos

As leituras desta Missa, sobretudo a narração da Paixão segundo S. Mateus, colocam diante da assembleia o quadro dos acontecimentos dolorosos de Jesus que irão ser comemorados ao longo da Semana Santa. Convidados a seguir os seus passos, os cristãos sabem que «se sofremos com Ele, também com Ele seremos glorificados» (Rm 8, 17).

17h00, saída da igreja do Seminário

Procissão dos Passos

Organizada pela Irmandade de Santa Cruz.

A solene Procissão dos Passos oferece aos espetadores, em quadros alegóricos e encenação dramática, o mesmo que, na Missa de Ramos foi lido no evangelho da Paixão e recorda-nos que Jesus «sofreu por nós, deixando-nos o exemplo, para que sigamos os seus passos» (1 Pd 2, 21). Nela desfilam as figuras que intervieram no julgamento, condenação e morte de Jesus: soldados, algozes e inimigos; mas também Cireneus amigos, Madalenas arrependidas e piedosas mulheres. O próprio Jesus, o «Senhor dos Passos», levando a cruz às costas, atravessa as ruas da Cidade, como outrora percorreu as de Jerusalém.

Sermão do Encontro, junto à igreja de Santa Cruz

No decurso deste, os ouvintes assistem ao comovente encontro de Jesus com sua Mãe Dolorosa, a «Senhora das Dores».

Integram-se na frente da procissão os guiões das Irmandades dos Passos do Arciprestado de Braga.

ITINERÁRIO

Segue o itinerário dos «Passos» ou «Calvários»: igreja do Seminário > Largo de Paulo Orósio > Rua do Alcaide, Campo de Santiago > Rua do Anjo > Largo Carlos Amarante (contornando-o) > Largo de S. João do Souto > Ruas D. Afonso Henriques > D. Gonçalo Pereira > D. Paio Mendes > Av. S. Miguel-o-Anjo > Arco da Porta Nova > Rua D. Diogo de Sousa > Largo do Paço > Rua do Souto > Largo do Barão de S. Martinho > Rua de S. Marcos > igreja de Santa Cruz

21h00, Basílica dos Congregados

Leitura e comentário das 7 últimas palavras de Jesus

Quarteto de cordas interpreta excerto da oratória de Haydn.

Com tradução em Língua Gestual Portuguesa.

PROCISSÃO

12 abril — Quarta-feira Santa

21h30, sai da igreja de S. Victor

Cortejo bíblico «Vós sereis o meu povo»

(Procissão de Nossa Senhora da «burrinha»)

Organizada pela Paróquia e pela Junta de Freguesia de S. Victor

Organizado, desde 1998, pela Paróquia e pela Junta de Freguesia de S. Victor, este eloquente cortejo apresenta a pré-história do Mistério Pascal de Jesus que a Igreja celebra nos dias seguintes. Desde o chamamento de Abraão, passando pela era dos Patriarcas, pela escravidão no Egipto e gesta libertadora de Moisés (prefiguração de Cristo), até à infância de Jesus, incluindo a sua fuga para aquele país com José e Maria com o Menino montada numa burrinha, desfilam, em sucessão cronológica e em verdadeira catequese viva, profetas, reis, figuras eminentes, símbolos e quadros bíblicos do Antigo Testamento. No essencial, assim é figurada a Aliança de Deus com o seu povo — «Vós sereis o meu povo» — e prefigurada a Nova Aliança que será selada com o sangue de Cristo.

ITINERÁRIO

Segue o itinerário dos «Passos» ou «Calvários»: igreja de S. Victor > Largo da Senhora-a-Branca > Avenida Central (lado norte) > Largo de S. Francisco > Rua dos Capelistas > Jardim de Santa Bárbara > Rua do Souto > Largo do Barão de S. Martinho > Avenida Central (lado sul) > Largo da Senhora-a-Branca > igreja de S. Victor

Mais informação e sempre atualizada no sítio oficial www.semanasantabraga.com.

FÉRIAS DA PÁSCOA TÊM OFICINAS CRIATIVAS EM PONTE DE LIMA

Biblioteca Municipal de Ponte de Lima dinamiza oficinas criativas nas férias da Páscoa

Em período de interrupção letiva, a Biblioteca Municipal de Ponte de Lima (BMPL) promove a oficina “Férias divertidas da Páscoa”, iniciativa pensada para o público infantil e dinamizada de 5 a 12 de abril, entre as 14h30 e as 16h30. Este ano, as surpresas são muitas. Além das habituais horas do conto e dos ateliers de expressão criativa, os mais pequenos serão convidados a realizarem visitas culturais.

oficina_ferias_pascoa.jpg

Na edição de 2017 das oficinas de Páscoa os livros dinamizados serão “O coelhinho branco” (5 de abril) e “O pinto careca” (6 de abril), estando também agendado um “Piquenique com histórias” e uma competitiva “Caça aos ovos da Páscoa” (11 de abril). As atividades encerram a 12 de abril com uma sessão especial de cinema. Ao sabor de umas doces pipocas, os mais pequenos poderão deliciar-se com o filme de animação “Upsss! Lá se foi a arca…”.

Consulte o programa da oficina “Férias divertidas da Páscoa” e inscreva-se nas iniciativas em cartaz. Esperamos por si!

Obs.- Atividades destinadas a crianças dos 6 aos 12 anos.

PRESIDENTE DO MUNICÍPIO FAMALICENSE REALIZA VISITA PASCAL AO HOSPITAL DE FAMALICÃO

Paulo Cunha em visita Pascal ao Hospital de Famalicão

O Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, realizou esta terça-feira, 4 de abril, uma visita Pascal ao Hospital de Famalicão, acompanhado pela direção, equipa médica, pessoal administrativo e auxiliar desta unidade de saúde.

AFS_4416.jpg

O edil e a restante comitiva percorreram as várias enfermarias, visitando os utentes e deixando uma palavra de conforto a todos.

A visita Pascal no Hospital é já uma tradição da Câmara Municipal, por altura da Páscoa, mas também do Natal, com o autarca a visitar os utentes entregando uma lembrança simbólica e conversando com todos eles.

“Tal como o Natal, também a Páscoa representa uma quadra festiva importante para as nossas famílias e, como vem sendo hábito, faço sempre questão de deixar uma palavra de conforto a todos aqueles que nesta altura, pelas mais diversas razões, atravessam um momento menos positivo”, disse Paulo Cunha.

PONTE DA BARCA RECRIA "A MUI DOLOROSA PAIXÃO DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO"

Cerca de uma centena de pessoas contracenam nos cinco palcos onde se desenrola a ação

A Mui Dolorosa Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo vai ser recriada no próximo dia 13 de abril, Quinta-feira Santa, pelas 21h30, junto ao Mosteiro da Freguesia de Bravães, onde durante cerca de duas horas, decorre a representação do último dia de Jesus na Terra. O texto será entrosado do Auto da Paixão, da edição de 1820, o Poema de Guerra Junqueiro 'A Caridade e a Justiça'. Para além de ser teatro de cariz religioso, destaca-se o espectáculo de luz e som e o riquíssimo guarda-roupa.

Entre atores e figurantes, subirão ao palco cerca de uma centena de pessoas, que vivendo já, pelo coração, a paixão da Paixão, tornarão mágica a noite que Bravães oferecerá a todos os visitantes e espectadores.

17814582_993849290716054_6076472061640660847_o.jpg

CASA DE ARCOS DE VALDEVEZ EM LISBOA CELEBRA A PASCOELA

Quebrando uma tradição de longos anos, este ano não haverá a visita Pascal no Domingo, na Sede Social da Casa do Concelho de Arcos de Valdevez.

14366.JPG

A comunidade arcuense radicada na região de Lisboa celebrará a Pascoela, no dia 23 de Abril, nas suas instalações em Marvila.

A cerimónia ocorrerá às 15 horas, mantendo a tradição das nossas aldeias onde será dada a cruz a beijar e não vão faltar os doces e o vinho fino após a saída da Cruz. E, como não podia deixar de acontecer, as concertinas vão alegrar a Festa de Cristo Ressuscitado.

Foto: Notícias dos Arcos

FÉRIAS DA PÁSCOA ANIMADAS PARA MAIS DE UM MILHAR DE CRIANÇAS FAMALICENSES

“Férias Desportivas” e “Férias da Páscoa na Devesa” animam pausa letiva dos mais pequenos

Há muito que em Vila Nova de Famalicão as férias da Páscoa são sinónimo de descanso para os pais e de animação para os filhos.

AFS_9610.jpg

Nesta nova pausa letiva, a Câmara Municipal volta a proporcionar um programa repleto de atividades para os mais pequenos, com muita alegria, brincadeira e aprendizagem à mistura.

As Férias Desportivas, promovidas através do pelouro do Desporto da autarquia, são o programa municipal mais conhecido entre pais e filhos famalicenses.

A iniciativa decorrerá de 10 a 13 de abril com a participação de 500 crianças entre os 6 e os 12 anos e entre os vários momentos previstos no programa, destaque para a realização de atividades desportivas, cinema, workshops e de um passeio até ao Rates Park Campo Aventura e ao parque de diversões Magikland.

Mas nos próximos dias também o Parque da Devesa promete ser palco de várias atividades educativas para a pequenada.

Uma oficina sobre as diversas fontes de energia e um jogo sobre a biodiversidade do Parque são apenas duas das dez atividades agendadas que vão ter lugar de 5 a 18 de abril na Devesa, onde são esperadas mais de 1000 crianças.

Para o Presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, “com estas iniciativas a autarquia volta a proporcionar umas férias diferentes para as crianças do concelho, promovendo o desporto e o conhecimento, mas também o divertimento e a partilha de experiências”.

E acrescenta: “são vários dias repletos de atividades desportivas, culturais, muito passeio, brincadeira e alegria, e com as crianças a divertirem-se, de forma segura e saudável, os pais podem trabalhar sem preocupações”.

Férias da Páscoa.jpg

MAIOR MESA DE PÁSCOA DO PAÍS REGRESSA A VILA PRAIA DE ÂNCORA A 15 DE ABRIL

Mostra inédita de fotografias sobre Compasso Pascal no concelho complementa Maior Mesa de Páscoa

Vila Praia de Âncora vai estar em festa no dia 15 de abril, com a promoção de mais uma edição da Maior Mesa de Páscoa do País, a sessão especial de cinema a ‘Bela e o Monstro’ e o Concerto de Páscoa Solidário, com a Banda Musical Lanhelense, no Cineteatro dos Bombeiros, cuja receita reverte a favor do Patronato de Nossa Senhora da Bonança de Vila Praia de Âncora. Nesse dia, ainda estará patente, a exposição inédita de fotografia “Visita Pascal no Concelho de Caminha”, na Igreja Nossa Senhora da Bonança. Estas atividades pretendem fazer do Concelho de Caminha na Páscoa uma referência turística.

Capturarexpovpa.PNG

Faltam poucos dias para mais uma edição da Maior Mesa de Páscoa do País. A organização está a ultimar os preparativos para que esta edição ultrapasse as expectativas. Esta mesa, com centenas de metros de comprimento, recheada com os melhores produtos tradicionais vai ocupar as Ruas 31 de Janeiro e 5 de Outubro em Vila Praia de Âncora. Dos doces aos salgados, passando pelos vinhos e artesanato, são muitas as iguarias que compõem esta grande mesa. A animação com destaque para o folclore, concertinas, bombos e cantares tradicionais dão o mote para que esta seja a Maior Mesa de Páscoa do País. Os interessados em participar ainda podem efetuar a inscrição até ao dia 7 de abril, nos Postos de Turismo de Caminha e de Vila Praia de Âncora. A Maior Mesa de Páscoa do País é organizada pelo Movimento de Empresários do Concelho de Caminha, Câmara Municipal de Caminha e Junta de Freguesia de Vila Praia de Âncora.

Maior mesa de páscoa.jpg

Para complementar a Maior Mesa de Páscoa do País, a Câmara Municipal está a organizar a mostra “Visita Pascal no Concelho de Caminha”, uma exposição inédita de fotografia, que dá a conhecer o Compasso Pascal em todas as freguesias do Concelho. Esta mostra vai estar patente na Igreja Nossa Senhora da Bonança. Uma tradição que vale a pena ver.

A BELA E O MONSTRO_cine.jpg

Na tarde do dia 15, pelas 15H00, está em exibição no Cineteatro dos Bombeiros de Vila Praia de Âncora o filme ‘A Bela e o Monstro’. Este filme “é uma adaptação em imagem real do clássico de animação. Esta versão moderniza as personagens clássicas para um público contemporâneo, mantendo-se fiel à música original e atualizando a banda sonora com novas canções. A ‘Bela e o Monstro’ é sobre a fantástica história de Bela, uma jovem brilhante, bonita e independente, que é aprisionada por um Monstro no seu castelo. Apesar dos seus receios, torna-se amiga dos empregados encantados do castelo e consegue ver para além do terrível exterior do Monstro quando começa a conhecer a alma e o coração do verdadeiro Príncipe que vive no seu interior”.  Os bilhetes já estão disponíveis e podem ser adquiridos na Sede dos Bombeiros de Vila Praia de Âncora e nos dias da exibição no Cineteatro. Ainda podem ser reservados através do número 913928313.

Banda de lanhelas.jpg

Nesse dia, pelas 18H30, a Banda de Lanhelas vai promover mais um grande momento cultural com a realização do Concerto de Páscoa Solidário, cuja receita da bilheteira reverte a favor do Patronato de Nossa Senhora da Bonança de Vila Praia de Âncora.

Os bilhetes custam 3€ e podem ser adquiridos nos Postos de Turismo de Caminha e de Vila Praia de Âncora, no Patronato de Nossa Senhora da Bonança e no dia do espetáculo no Cineteatro. Este concerto é uma organização da Banda Musical Lanhelense e conta com o apoio do Município de Caminha.

VALENÇA RECRIA ENTRADA TRIUNFAL DE JESUS EM JERUSALÉM

Recriação Histórica da Páscoa em Valença. Entrada Triunfal de Jesus na Fortaleza

A Fortaleza de Valença recebe a recriação histórica “Entrada Triunfal de Jesus em Jerusalém”, domingo 9 de abril, às 15h30, com mais de 200 figurantes, no âmbito das celebrações da Semana Santa.

unnamedrecrvalen.jpg

A representação alusiva ao Domingo de Ramos, com cinco quadros retrata a chegada do Messias à cidade de Jerusalém onde foi aclamado e depois crucificado. Mais de 100 figurantes do Grupo de Teatro São Paulo dos Passionistas de Barroselas e das paroquias do concelho darão corpo à recriação.

A recriação começa na Capela Militar do Bom Jesus e constará de cinco momentos que decorrerão, também, no Campo de Marte, na Praça da República, na Rua da Oliveira, junto às Portas Afonsinas e terminará no largo da Igreja Matriz de Santa Maria dos Anjos.

A recriação histórica estará a cargo do Grupo de Teatro São Paulo dos Passionistas de Barroselas, numa organização da Câmara Municipal, Arciprestado de Valença e colaboração da Santa Casa da Misericórdia de Valença, dos Escuteiros de Valença e da Guarda Nacional Republicana.

BOIS DA PÁSCOA DESFILAM EM ARCOS DE VALDEVEZ

Milhares de pessoas no desfile dos Bois da Páscoa em Arcos de Valdevez. Tradição Pascal conta já com mais de 7 décadas.

O passado domingo foi de festa em Arcos de Valdevez com o tradicional desfile dos Bois da Páscoa, o qual deu o arranque às comemorações da época Pascal no concelho.

bois_pascoa_2017_11.jpg

Milhares de pessoas juntaram-se ao longo da Avenida Recontro de Valdevez para assistir a este cortejo, composto por 34 bois das raças minhota e barrosã, alguns também cachenos e ainda 20 vacas cachenas cangadas à moda antiga, num desfile que contou também com a participação de figurantes vestidos à época, com os trajes regionais.

Os animais que este ano desfilaram estiveram em exposição, no parque da Ponte Nova, sendo que depois foram engalanados a preceito para participarem no desfile, que também foi acompanhado por vários ranchos folclóricos do concelho, trajados a rigor, recriando um ambiente de festa.

De referir, que manda a tradição que os animais que desfilam, comprados pelos talhos do concelho, sejam abatidos antes da Páscoa para que a sua carne seja consumida durante os festejos da época Pascal.

O presidente da Câmara Municipal, João Esteves adiantou que este desfile é de grande importância na promoção do concelho. Ele repesca uma tradição antiga e cria dinâmica económica em volta da restauração, hotelaria e comércio.

Por outro lado, através deste evento “mostramos aquilo que temos no mundo rural, o qual está vivo e dinâmico, onde a agricultura tem um papel relevante nos rendimentos de muitas famílias, e mostramos às gerações mais novas que a agricultura é um setor onde poderão encontrar oportunidades”, referiu.

Com mais de sete décadas, esta tradição pascal nasceu por iniciativa dos proprietários de talhos estabelecidos na sede do concelho, para darem a conhecer os bovinos que seriam abatidos por altura da Páscoa.

A iniciativa foi organizada pela Câmara de Arcos de Valdevez, em parceria com a Associação Comercial e Industrial de Arcos de Valdevez e Ponte da Barca, a Cooperativa Agrícola de Arcos de Valdevez e Ponte da Barca, a ARDAL e vários talhos e produtores do concelho.

bois_pascoa_2017_13.jpg

bois_pascoa_2017_30.jpg

bois_pascoa_2017_45.jpg

bois_pascoa_2017_certificado.jpg

BARCELOS RECHEIA COM ATIVIDADES FÉRIAS DA PÁSCOA

Durante a interrupção letiva das Férias da Páscoa, o Município de Barcelos vai promover múltiplas atividades lúdicas para o tempo livre dos mais novos, entre a Casa da Juventude, a Galeria de Arte, o Museu de Olaria, a Biblioteca Municipal e o Pavilhão Municipal.

A Casa da Juventude apresenta um programa de oficinas dedicado às expressões plásticas e que decorrerá entre 5 e 13 de abril, das 10h às 12h00, para inscrições de grupos, e das 15h00 às 17h30, para inscrições individuais. A participação é gratuita, mas as inscrições são obrigatórias e limitadas, devendo todos os interessados proceder à inscrição até ao dia 3 de abril através do e-mailcasadajuventude@cm-barcelos.pt.

No mesmo período, a Galeria Municipal de Arte propõe atividades dirigidas a crianças entre os 8 e os 14 anos e que se realizarão durante a parte da tarde, entre as 14h30 e as 17h. Entre as propostas didáticas, encontram-se a criação de cestinhas de ovos, de máscaras, de coelhinhos reciclados e ainda de um jogo do galo. As incrições são gratuitas, embora limitadas, e deverão ser submetidas para o e-mail galeriamunicipalarte@cm-barcelos.pt.

Já a parte da manhã, entre as 10h e as 12h, ficará reservada ao Museu de Olaria e a vários ateliês direcionados para crianças entre os 6 e os 12 anos. Além de moldagens de figuras pascais em barro (5 e 11 de abril), serão também realizadas oficinas de pintura de azulejo e peças (7 e 13 de abril), coloração de sinos de ventos (6 de abril) e confeção de pão de ló (12 de abril). A participação custa 1,10 € por atividade. As inscrições são limitadas e deverão ser enviadas para o e-mail museuolaria@cm-barcelos.pt.

Fora de portas, as crianças poderão inscrever-se ainda nas Férias Desportivas, promovidas pelo Pelouro do Desporto, que incluem várias modalidades. A participação é gratuita e as inscrições efetuam-se no Pavilhão Municipal, onde decorrerão as atividades.

Numa divertida aventura ao mundo dos livros, a Biblioteca Municipal de Barcelos preparou também um programa especial, destinado a crianças e jovens dos 6 aos 14 anos de idade, que procura motivar aprendizagens que valorizam a curiosidade e a criatividade, tendo como ponto de partida o contacto com o livro. Entre histórias, ateliês, cinema, teatro e jogos, os participantes poderão aprender e divertir-se, atrevendo-se a imaginar histórias de sonho, cortar, colar, reaproveitar e inventar. Para grupos e instituições, prepararam-se sessões de cinema, teatro, horas do conto e viagens à Biblioteca. As inscrições são gratuitas, mas obrigatórias. Poderão ser efetuadas pessoalmente, na Biblioteca Municipal, pelo telefone (253809641) ou por email (biblioteca@cm-barcelos.pt).

TERRABOURENSES PINTAM OVOS DA PÁSCOA

PINTAR A PÁSCOA XI - Exposição de ovos

O Município de Terras de Bouro, como entidade organizadora, promove, mais uma vez, a divulgação da décima primeira edição do projeto “Pintar a Páscoa” junto das diversas entidades públicas e privadas do concelho, no intuito de estas manifestarem o seu interesse em participar neste evento cultural.

O regulamento e a respetiva ficha de inscrição estão disponíveis na página eletrónica do município em:

http://www.cm-terrasdebouro.pt/index.php/2015-02-03-11-24-56/noticias/1193-pintar-a-pascoa-xi-exposicao-de-ovos

CAPApasco.jpg

BOIS DA PÁSCOA DESFILAM EM ARCOS DE VALDEVEZ

Arcos de Valdevez. Desfile dos Bois da Páscoa – 2 de Abril às 15h00

O desfile dos Bois da Páscoa sai à rua no próximo dia 2 de Abril. Neste cortejo, 20 vacas cachenas cangadas à moda antiga irão juntar-se a 34 bois das raças minhota e barrosã e alguns também cachenos, num desfile que atravessará a principal artéria da Vila numa tradição pascal com mais de sete décadas.

Flyer A5.jpg

O desfile conta ainda com a participação de figurantes, vestidos à moda antiga, com os trajes regionais.

Com mais de sete décadas, a tradição nasceu por iniciativa dos proprietários de talhos estabelecidos na sede do concelho, para darem a conhecer os bovinos que seriam abatidos por altura da Páscoa.

Os animais que este ano vão desfilar vão estar em exposição, a partir das 10h30, no parque da Ponte Nova, sendo que depois são engalanados a preceito para participar no desfile dos bois da Páscoa que começa às 15h00 e que será acompanhado por vários ranchos folclóricos do concelho, trajados a rigor, recriando um ambiente de festa.

Todos os anos milhares de pessoas distribuem-se pela avenida principal da vila para assistir ao desfile, e, manda a tradição que os animais que desfilam, comprados pelos talhos do concelho, sejam abatidos antes da Páscoa para que a sua carne seja consumida durante os festejos da época Pascal.

A animação também faz parte do programa e irá ser garantida com a atuação de rusgas, a tradicional roda da concertina e no fim, há boi de raça cachena, assado no espeto, para todos quantos se queiram deliciar com esta carne.

Esta é mais uma forma de divulgar o património cultural e de dinamizar a economia local, desde os produtores, ao comércio, à restauração e hotelaria.

A iniciativa é organizada pela Câmara de Arcos de Valdevez, em parceria com a Associação Comercial e Industrial de Arcos de Valdevez e Ponte da Barca, a Cooperativa Agrícola de Arcos de Valdevez e Ponte da Barca, a ARDAL e vários talhos e produtores do concelho.

Estamos perto! A uma hora do Porto e Vigo e meia hora de Braga.

Venha a Arcos de Valdevez conhecer as nossas tradições, a nossa gastronomia e apreciar as belas paisagens de um concelho situado em pleno Parque Nacional da Peneda Gerês, Reserva Mundial da Biosfera, declarada pela UNESCO.

BOIS DA PÁSCOA DESFILAM EM ARCOS DE VALDEVEZ

O Município de Arcos de Valdevez vai realizar em parceria com a Associação Comercial e Industrial de Arcos de Valdevez e Ponte da Barca, Ardal e Cooperativa Agrícola de Arcos de Valdevez e Ponte da Barca, o “Desfile de Bois da Páscoa” - Edição 2017, a decorrer no próximo dia 02 de Abril, Domingo, entre o Parque de Estacionamento da Ponte Nova e o Campo do Trasladário.

Flyer A5.jpg

BRAGA FESTEJA PÁSCOA COM “FÉRIAS EM GRANDE”

Inscrições no Balcão Único a partir de hoje, 22 de Março

Durante as férias escolares da Páscoa, o Município de Braga volta a disponibilizar um serviço de ocupação dos tempos livres a crianças e jovens Bracarenses, com idades compreendidas entre os 10 anos e os 15 anos.

ferias em grande pascoa 2017.jpg

As inscrições para o programa ‘Férias em Grande – Páscoa’ iniciam-se hoje, 22 de Março, podendo ser efectuadas no Balcão Único, situado no edifício do Pópulo, até 3 de Abril.

O programa ´Férias em Grande’, desenvolvido em parceria com a Academia Synergia, terá lugar de 5 a 7 de Abril e de 10 a 13 de Abril. Durante este período, os jovens inscritos participarão em workshops de ciências ou de trabalhos manuais, em actividades desportivas e culturais, idas ao cinema e visitas a diversos equipamentos do Concelho. Estas actividades decorrerão das 09h00 às 17h30, tendo sempre como local de partida e chegada o edifício gnration, no Campo da Vinha.

O custo do programa varia entre os 10 e os 30 euros, mediante o escalão do jovem, sendo que a inscrição deverá ser efectuada no Balcão Único no horário de atendimento do mesmo. De referir que as inscrições são limitadas e serão aceites por ondem de chegada. O Município de Braga fornecerá o almoço, assim como um reforço nos lanches da manhã e da tarde.

O regulamento do programa pode ser consultado em https://goo.gl/3WWoBE

A ficha de inscrição está disponível através do link https://goo.gl/fzvCIY

BOIS DA PÁSCOA DESFILAM EM ARCOS DE VALDEVEZ

Desfile dos bois da Páscoa sai à rua a 2 de Abril

A Câmara Municipal de Arcos de Valdevez, em parceria com a ARDAL, a Cooperativa Agrícola de Arcos de Valdevez e Ponte da Barca e a ACIAB, irá realizar no dia 2 de abril, domingo, pelas 15h00, o Desfile dos Bois da Páscoa.

Novo-Cartaz-bois-da-pscoa_2017.jpg

Este evento trata-se de uma tradição secular com o intuito de dar a conhecer e promover os usos e costumes enraizados no concelho de Arcos de Valdevez há longos anos.

Durante a tarde, dezenas de exemplares bovinos desfilarão, enfeitados, pela avenida principal de Arcos de Valdevez onde serão apresentados os melhores exemplares da raça, propriedade dos talhos aderentes.

O Desfile dos Bois da Páscoa é uma velha tradição à qual o Município de Arcos de Valdevez e os parceiros dão continuidade. Esta iniciativa vem no seguimento da política adotada para dinamizar o movimento associativo do concelho, assim como o tecido empresarial e a economia local, recuperando antigos costumes.

A concentração inicia-se pelas 10h30, onde será possível apreciar estes belos exemplares bovinos, e o desfile realizar-se-á, pelas principais artérias da vila de Arcos de Valdevez, às 15h00.

Com esta iniciativa, pretende-se atrair visitantes a Arcos de Valdevez, dando-lhes a conhecer um vasto e característico património cultural e permitir também a dinamização do tecido empresarial local ao nível do alojamento, restauração e comércio.

JOVENS CERVEIRENSES FAZEM FÉRIAS DA PÁSCOA NO AQUAMUSEU DO RIO MINHO

Vem divertir-te nas Férias da Páscoa no Aquamuseu!

De 10 a 13 de abril, entre as 14h00 e as 17h00, o Aquamuseu do rio Minho volta a convidar crianças dos 7 aos 13 anos de idade para participar numa série de atividades lúdico-pedagógicas relacionadas com as aves e a primavera. São as Férias da Páscoa que estão a chegar ao Aquamuseu e prometem surpreender.

Cartaz férias da páscoa Aquamuseu 2017.jpg

No decorrer dos quatro dias, as crianças inscritas vão ter a oportunidade de desenvolver experiências relacionadas com as caraterísticas especiais das aves, o seu ciclo de vida e ameaças, formas de as ajudar a reproduzirem-se, abrigarem-se e alimentarem-se e a importância da primavera para a reprodução de uma grande parte delas.

Assim sendo, as atividades estão distribuídas entre a teoria e a prática. Num dos dias fala-se das caraterísticas gerais das aves e das ameaças que elas enfrentam, criando um livro de registo que será utilizado ao longo das atividades para registar tudo o que for relevante; noutro dia, aborda-se o ciclo de vida das aves e da primavera, tendo como vertente prática a construção de uma espécie de ninhos em forma de caixa usando embalagens; haverá ainda um dia dedicado apenas à parte prática que consiste em criar ninhos usando fios para colocar dentro das caixas ninho; e por último, serão desenvolvidos comedouros através de garrafas de plástico para alimentar os pássaros.

A pausa letiva da Páscoa pode ser bem dinâmica, conciliando diversão e aprendizagem ao nível das suas competências sociais e cognitivas. Para mais informações e inscrições deverá ser contactado o Aquamuseu do Rio Minho, através do telefone 251 708 026 ou do endereço de e-mail aquamuseu@cm-vncerveira.pt

CONCURSO DE FOTOGRAFIA DA SEMANA SANTA DE BRAGA JÁ TEM VENCEDORES

Ocorreu ontem, dia 15 de abril, pelas 21:30h, na loja FNAC do shopping Braga Parque, de Braga, o anúncio dos premiados e entrega de prémios nesta que foi a 8ª edição do Concurso de Fotografia subordinado ao tema “A Semana Santa de Braga”, iniciativa da Comissão da Semana Santa de Braga, com o apoio à divulgação da entidade regional de turismo do Porto e Norte de Portugal e da loja FNAC de Braga, como media partner o jornal “Diário do Minho”, e com o patrocínio da prestigiada marca Canon.

1premio_BrunoMartins_01

O júri atribuiu os principais prémios aos seguintes concorrentes:

1º prémio: Bruno Martins, 34 anos, de Braga

2º prémio: João Miguel Gomes Silva, 24 anos, de Braga

3º prémio: Luis Filipe Gomes Silva, 25 anos, de Braga

Também todas as 10 Menções Honrosas previstas no Regulamento foram atribuídas a:

Alexandre Ribeiro, 22 anos, de Braga

Bruno Gabriel Ferreira Silva, 28 anos, de Braga

Carlos Manuel Cunha Ferreira, 43 anos, de Braga

João Paulo Morais Caldas Moreira da Costa, 49 anos, de Braga

Jorge Manuel Rocha Pimenta, 47 anos, de Braga

José Carvalho, 24 anos, de Braga

José Rodrigo de Carvalho Faria Lima, 42 anos, de Braga

Luís Filipe Gomes Vilaça, 25 anos, de Braga

Silvino Jorge Rodrigues, 47 anos, de Braga

Tiago Araújo, 26 anos, de Braga

Recordamos os prémios que estavam a concurso:

1º Prémio:

Canon EOS 70D C/ 18-135 IS Pack (no valor de 1.299 €) + assinatura digital anual do Diário do Minho

2º Prémio:

Canon EOS M3 + 18-55 STM Accessory kit (no valor de 699 €) + assinatura digital anual do Diário do Minho

3º Prémio:

Canon PowerShot S120 Pack (no valor de 299 €) + assinatura digital anual do Diário do Minho

Para todas as Menções HonrosasAssinatura digital anual do Diário do Minho + impressão gratuita de 50 fotos na FNAC *

* Exclusivamente para impressões em papel fotográfico até ao formato 20x30

Todos os concorrentes têm direito ainda a um vale de 10% de desconto em equipamentos Canon e recebem um Diploma de Participação.

1premio_BrunoMartins_02

Para quem não esteve presente na cerimonia de ontem, os vales de impressão de fotos FNAC, o vale de 10% de desconto Canon e os Certificados de Participação podem ser levantados na secção de fotografia da loja FNAC de Braga, mediante apresentação do BI ou Cartão de Cidadão.

Esta edição foi, sem dúvida, a maior e mais participada de sempre: 231 das 250 pré-inscrições foram preenchidas (um aumento de 14% relativamente à edição anterior) tendo submetido trabalhos a concurso 133 concorrentes, um aumento de 32% relativamente ao ano anterior.

Alguns dados estatísticos:

um total de 757 fotos a concurso

um total de 21 fotos premiadas

média de idades: 38 anos

mais novo: 18 anos

mais velho: 70 anos

participantes masculinos: 96 = 72% dos concorrentes

participantes femininos: 37 = 28% dos concorrentes

O júri foi composto pelas seguintes personalidades:

Presidente: Hugo Delgado

Representante da Comissão: José Alberto de Sousa Ribeiro

Representante da Canon: Domingos Araújo

Representante do Diário do Minho: Luis Carlos Fonseca

Sérgio Freitas, convidado

Todos os trabalhos serão alvo de exposição, esta no âmbito do programa cultural da Semana Santa de Braga de 2017.

2premio_JoaoMiguelGomesSilva_01

2premio_JoaoMiguelGomesSilva_02

3premio_LuisVilaca

CONCERTO MUSICAL ABRILHANTA A PÁSCOA EM AMARES

Fabuloso Momento musical marcou o arranque da agenda de Abril em Amares

O Auditório Conde Ferreira, em Amares, serviu de palco a um concerto de Páscoa protagonizado pela AECARTES na noite do passado sábado. Um espetáculo memorável que contou com a participação dos “The Classic”, que se juntaram à orquestra para abrilhantar a noite interpretando temas bem conhecidos do público.

DSC00692

“The phantom of the opera”, “Nessun Dorma”, “Halleluya” e, em jeito de homenagem, “Estou Além” do amarense António Variações, foram alguns dos temas interpretados, sob a direção do maestro João Ferreira Júnior, e que mereceram os calorosos aplausos do público. Para o jovem maestro “a música faz parte do ADN de Amares” e a qualidade dos jovens talentos está a vista.

Antes do espetáculo, o presidente da Câmara Municipal de Amares, Manuel Moreira, congratulou-se por “mais um momento cultural vivido no concelho”, sublinhando que em “Amares se faz muita coisa com qualidade e que deve ser valorizada”.

DSC00677

Fazendo juz às palavras de Manuel Moreira, o presidente da AECA - Associação Educação Cultura e Artes, João Ferreira felicitou a dedicação dos jovens músicos e agradeceuo apoio de todos aqueles que ajudaram a concretizar o evento.

Promovido pela AECA - Associação Educação Cultura e Artes, o concerto contou com o apoio do Município de Amares, da Junta de Freguesia de Amares e Figueiredo, do CDRCAmarense e da Know food bem como com o patrocínio do Intermarché de Amares.

DSC00688

DSC00671

DSC00666

MINHOTOS EM LISBOA REALIZAM COMPASSO PASCAL EM DOMINGO DE PASCOELA

Os minhotos, onde quer que se encontrem, mantêm vivas as suas tradições. Esta tarde, a Casa do Minho recebeu a visita pascal nos moldes em que a mesma se realiza na sua região.

12439352_1074323872611281_1003642511291996421_n

Em domingo de Pascoela, a cruz saiu da Igreja do Lumiar e, pelas artérias de Telheiras, lá seguiu o Padre João Caniço e, com ele, os mordomos com as suas opas vermelhas, levando consigo a cruz florida, a sineta e a caldeirinha. Atrás, seguia um número apreciável de minhotos, familiares e amigos que não dispensam esta celebração.

À entrada, o tapete feito de alecrim, funcho e rosmaninho conferia um aroma primaveril característico da quadra natalícia.

Como manda a tradição, a cruz foi dada a beijar a todos os presentes, começando pelos dirigentes da Casa do Minho que se encontravam presentes. E, não faltou a mesa farta com o vinho generoso e as guloseimas que adoçaram o paladar a todos quantos participaram nesta cerimónia religiosa que constitui uma das marcas da identidade do minhoto. E, uma vez mais, a capital do país engalanou-se com as cores e a alegria da festa minhota!

Estiveram presentes, várias instituições entre elas, o Presidente da Junta de Freguesia do Lumiar e deputado da Assembleia de República, Dr. Pedro Delgado Alves e a Secretaria da Junta de Freguesia, Drª Patrocino César.

No próximo ano, a Casa do Minho, juntamente com a Comissão de Moradores e a Paróquia, vai alargar esta celebração a toda a comunidade local, levando o compasso pascal a todos os paroquianos.

Fotos: Manuel Santos

12592277_1074323915944610_948787942526152895_n

1916255_1074313482612320_2986859991725534491_n

CELORICO DE BASTO CUMPRE TRADIÇÃO DA VISITA PASCAL

Paços do Concelho em Celorico de Basto recebe visita Pascal

O presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, família e colaboradores do município receberam a visita Pascal, no dia 27 de março, em pleno Município. Uma tradição deste executivo municipal.

_DSC6615

“Temos a tradição de abrir as portas do município no dia de páscoa para receber a visita pascal. Os colaboradores que podem passam no município e beijam a Cruz como em suas casas, afinal nós passamos muito tempo neste edifício, somos como uma família que recebe jesus em dia de ressurreição” disse o presidente da Câmara Municipal, Joaquim Mota e Silva.

A mesa “apruma-se” com iguarias tradicionais para receber bem o compasso presidido pelo padre Carlos Macedo, da paróquia de Britelo onde pertence os Paços do Concelho.

Terminada a tradicional cerimónia, os membros do compasso são convidados a degustar as iguarias colocadas sobre a mesa.

_DSC6569

Em Celorico de Basto a tradição do compasso mantém-se inalterada. Todas as freguesias têm visita Pascal organizada por cada paróquia. Uma festa que reúne em volta da mesa, familiares e amigos para receber a visita de Cristo Ressuscitado.

CELORICO DE BASTO RECONSTITUI VIA-SACRA

Momentos de emoção na Via-Sacra ao Vivo em Celorico de Basto

Na Sexta-feira Santa, 25 de março, Celorico de Basto recebeu um dos momentos religiosos mais marcantes da Quaresma, a Via-Sacra ao vivo. A encenação foi da responsabilidade dos idosos e animadores que integram o programa Celorico a Mexer em parceria com o Arciprestado. Uma cerimónia que antecipou as celebrações próprias da Páscoa.

_DSC6395

“Foi uma cerimónia muito bonita feita com muita devoção que nos fez reviver um dos momentos mais significativos da vida de Cristo, o percurso desde a condenação à morte na cruz e ressurreição” disse o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva. “Estes momentos devem ser preservados porque fazem parte da nossa história, das nossas vivências enquanto católicos. Temos toda a comunidade envolvida”.

_DSC6299

A Via-Sacra ao vivo decorreu no Parque Urbano do Freixieiro, por um percurso ligeiramente alterado relativamente aos anos anteriores, que contemplou as 15 estações que retrataram a vida de cristo desde a condenação, à morte na cruz e ressurreição. Presidida pelo arcipreste de Celorico de Basto, padre Albano Costa, conjuntamente com alguns párocos das freguesias do concelho, a cerimónia arrastou centenas de pessoas, muitos fiéis, que se juntaram, em romaria, a este acontecimento religioso.

Helena Martinho, Coordenadora da Ação Social e Saúde do Município de Celorico de Basto salientou que “é notório o empenho dos nossos idosos e dos nossos técnicos na interpretação dos papéis que lhes foram atribuídos. Criaram-se momentos verdadeiramente mágicos e cheios de significado que emocionaram todos os presentes ” disse.

_DSC6257

Antes da cerimónia Manuel Oliveira, o ator que interpretou Jesus Cristo, disse tratar-se de um momento verdadeiramente único, onde a concentração é primordial para conseguir ser o mais fiel possível à personagem que interpreta. “É uma função muito exigente e de muita responsabilidade, a concentração é fundamental para conseguir entrar na personagem. Apesar de não ter que dizer nada sinto que o meu corpo ganha vida e adquire todos os comportamentos que Jesus teve na altura em que fez o caminho até ao calvário. É verdadeiramente emocionante. Não é a primeira vez que faço de Cristo e sinto-me sempre muito nervoso”.

A via Sacra ao vivo decorreu por um percurso devidamente decorado a recordar o verdadeiro caminho que Jesus percorreu, com todos os intervenientes trajados em conformidade com roupas da época. Um momento vivido com muita devoção por todos os intervenientes e pelo público que assistia.

_DSC6198

MUNICÍPIO DE AMARES ACOLHE TRADIÇÃO PASCAL

Cumprindo a tradição, a Câmara Municipal de Amares recebeu, ontem, dia 28 de março, a Visita Pascal, conduzida pelo Arcipreste Avelino dos Santos Mendes, num ato carregado de simbolismo que marca uma das mais importantes datas do calendário católico.

DSC00548

A cerimónia contou com a presença do vice-presidente da Câmara Municipal de Amares, Isidro Araújo, que, em representação do executivo municipal, abriu as portas da Autarquia. A ocasião contou, ainda, com outros responsáveis do poder local, colaboradores do Município e alguns munícipes.

DSC00538

DSC00553

GUIMARÃES INFORMA SOBRE FUNCIONAMENTO DOS SERVIÇOS NO PERÍODO DA PÁSCOA

Informações úteis de horários de serviços municipais na quadra pascal em Guimarães

Recolha de resíduos no concelho mantém-se, apesar dos feriados. Mercado, feira semanal e cemitérios municipais estarão abertos.

Guimaraes_Viatura_Residuos_Urbanos

A Câmara Municipal de Guimarães informa que irá manter os horários habituais de recolha de lixo durante o período da quadra pascal. Ao contrário do que acontece nos dias de feriado, o serviço de recolha de resíduos não será condicionado, dada a previsível afluência de visitantes no decurso deste período.

Em relação a outros serviços municipais, o Mercado e a Feira Semanal estão abertos esta Sexta-Feira Santa nos horários habituais, o mesmo acontecendo em relação aos cemitérios municipais. No domingo de Páscoa, os cemitérios encontram-se igualmente abertos até às 13 horas. Na segunda-feira, 28 de março, os serviços municipais reabrem nos horários habituais.  

CABECEIRAS DE BASTO REALIZA CONCERTO DA PÁSCOA

Concerto de Páscoa – Órgão de Tubos no Mosteiro de S. Miguel de Refojos em Cabeceiras de Basto

A Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, em colaboração com a Paróquia de S. Miguel de Refojos, a exemplo do que tem acontecido em anos anteriores, vai realizar no próximo dia 2 de abril (sábado), às 21h30, o Concerto de Órgão de Páscoa na Igreja do Mosteiro de S. Miguel de Refojos.

Esta iniciativa tem como objetivo contribuir para o conhecimento e valorização do nosso património, proporcionando ao mesmo tempo um programa cultural capaz de satisfazer aqueles que gostam de música sacra e clássica.

Para este concerto está convidado o organista Fernando Miguel Jalôto, mestre em música pela Universidade de Aveiro e presentemente a frequentar o programa de doutoramento em musicologia histórica da Universidade Nova de Lisboa. É membro da Orquestra Barroca da Casa da Música do Porto, e colabora com grupos especializados internacionais, tais como Capilla Flamenca, Oltremontano, La Galanía e La Colombina. Foi durante vários anos membro da Orquestra Barroca Divino Sospiro com quem se apresentou em inúmeros concertos em Portugal e no estrangeiro. Toca regularmente com a Orquestra Gulbenkian (Lisboa). Apresentou-se em vários festivais e concertos em Portugal, Espanha, França, Bélgica, Holanda, Reino Unido, Áustria, Polónia, Bulgária e Japão.

Fernando Jalôto será acompanhado pela violinista Lilia Slavny (violino barroco). Lilia nasceu em Moscovo onde frequentou o Conservatório Tchaikovsky. Prosseguiu os seus estudos na Rubin Academy of Music and Dance em Jerusalém (Israel), onde obteve os seus Diplomas em Violino Moderno e Violino Barroco Cum Laude na classe dos professores M. Kugel e D. Fradkin. Em Israel, Lilia é membro do Jerusalém Consort, do Binyamin Quartet, e é primeiro violino da Jerusalem Baroque Orchestra, dirigida por David Shemer. Em 2004, Lilia ganhou o Primeiro Prémio na Segunda Competição Internacional para Solistas em Instrumentos Antigos, em Schärding (Áustria).

CERVEIRA APRESENTA MESA DA PÁSCOA

Loja Interativa de Turismo apresenta ‘Mesa da Páscoa’ recheada

Ao longo deste sábado, vai ser difícil resistir a uma visita à Loja Interativa de Turismo (LIT) de Vila Nova de Cerveira. Uma mostra/venda de doçaria típica da Páscoa, confecionada por algumas pastelarias do concelho, compõe uma deliciosa e atrativa ‘Mesa da Páscoa’.

Vila Nova de Cerveira presenteia residentes e visitantes com uma variada seleção das melhores iguarias gastronómicas que marcam esta época festiva, onde a doçaria é, sem dúvida, a rainha.

A ‘Mesa da Páscoa’ da LIT dá a conhecer o que o concelho tem de melhor para oferecer, com destaque para a diversidade e qualidade dos produtos: pão-de-ló, biscoitos de milho, cerveirenses, amêndoas, muitos e deliciosos doces de fazer crescer água na boca, acompanhados pelo vinho cerveirense Casal Videira.

Além de promover a forte tradição pascal existente no concelho cerveirense, a iniciativa visa ainda dinamizar a economia local, proporcionando aos empresários das pastelarias um espaço de promoção das confeções de fabrico próprio. A ‘Mesa da Páscoa’ decorre entre as 10h00 e as 18h00, deste sábado, nas instalações da Loja Interativa de Turismo de Vila Nova de Cerveira.

No Domingo de Páscoa, a LIT abre as portas à visita pascal, pelas 15h00, convidando a população para um momento de confraternização e partilha com familiares e amigos da tradição de beijar a Cruz.

A MAIOR MESA DE PÁSCOA DO PAÍS VAI REALIZAR-SE NAS PISCINAS MUNICIPAIS DE VILA PRAIA DE ÂNCORA CASO AS CONDIÇÕES ATMOSFÉRICAS NÃO PERMITAM FAZER O EVENTO AO AR LIVRE

Vila Praia de Âncora vai acolher a Maior Mesa de Páscoa do País no sábado, dia 26 de março. Em caso de chuva, o evento será transferido para as Piscinas Municipais – Vila Praia de Âncora. Esta mesa vai ser recheada com os melhores produtos tradicionais, desde os doces aos salgados, passando pelos vinhos e até o artesanato. A animação também está garantida, com destaque para o folclore, zumba, música clássica, bombos e cantares tradicionais.

Maior Mesa de Páscoa

Este certame é organizado pelo Movimento de Empresários do Concelho e conta com o apoio do Município de Caminha e da Junta de Freguesia de Vila Praia de Âncora.

No sábado, as escolhas em Vila Praia de Âncora são muitas. Dos doces aos salgados, passando pelos produtos do campo e até pelo artesanato, são várias as escolhas. Além dos produtos gastronómicos e do artesanato a animação está também garantida. O Grupo de Bombos de Gondar, o Grupo Etnográfico de Vila Praia de Âncora, o Grupo de Cantares de Orbacém, a Academia de Música Fernandes Fão, o Grupo de Danças e Cantares do Orfeão de Vila Praia de Âncora e Ivone Correia e o Grupo de Zumba, são os grupos que vão animar esta edição.

CELORICO DE BASTO RECEBE A VIA-SACRA AO VIVO

Na próxima Sexta-Feira Santa, pelas 15h00, no Parque Urbano do Freixieiro, irá decorrer um dos momentos bíblicos mais marcantes da quaresma, a Via-Sacra ao Vivo. A encenação é feita pelo programa Celorico a Mexer que coloca a contracenar jovens e idosos que interpretam a vida de cristo desde a condenação à morte na cruz e ressurreição.

“É de facto um momento que nos emociona, que retrata um dos acontecimentos mais importantes da vida de Cristo e que nos inclui no seu sofrimento” disse o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva. “Será por certo uma iniciativa marcante, sempre muito bem desenvolvida pelos nossos jovens e pelos nossos idosos, que conta com um envolvimento mais abrangente da comunidade e do Arciprestado”, disse.

A iniciativa acontece pelo 5º ano consecutivo e desta vez contará com um elenco de atores ainda mais abrangente. Serão 15 estações encenadas num espaço belíssimo, o parque Urbano do Freixieiro, bem decorado e preparado para receber os visitantes. “A Via-Sacra ao Vivo é, de facto, um acontecimento marcante para todos os idosos e técnicos que pertencem ao Celorico a Mexer. A devoção que o momento acarreta não permite descurar pormenores e dá-nos um sentido de responsabilidade ainda maior” disse Helena Martinho, Coordenadora da Ação Social e Saúde do município.

Esta cerimónia será dirigida ao longo de cada estação por um padre do arciprestado de Celorico de Basto e cantada pelos animadores do Celorico a Mexer. Os “atores” vestidos em conformidade para o momento interpretarão, ao longo do percurso, cada estação, com a devoção que o momento implica.

VILA DE PRADO CUMPRE TRADIÇÃO DO "OVO DA PONTE"

Vila de Prado espera banho de multidão para cumprir a tradição Pascal do Ovo na Ponte

A centenária Ponte de Prado prepara-se para ser para ser invadida por um mar de gente que, ano após ano, se desloca à Vila de Prado para cumprir a tradição do Ovo na Ponte. Uma tradição que tem resistido ao desgaste do tempo e faz parte do imaginário dos habitantes da vila que se ergue na margem do Cávado, bem como de freguesias e concelhos limítrofes. “Aquele que, à meia-noite do dia de Páscoa, sobre ela comer um ovo cozido, passará todo o ano sem ser acometido de dores de cabeça”, reza a lenda. Diz a voz do povo que as cascas do ovo devem ser lançadas sobre o leito do Rio Cávado para que se cumpra a profecia popular.

10355847_807503219304434_5840257293014579657_n

Com ou sem superstição, a verdade é que os ovos cozidos tomaram conta do tabuleiro da ponte, tradicionalmente acompanhados com champagne. A ocasião é de festa e celebração, uma tradição suis generis que dá o mote para momentos de alegria e confraternização, encontros de velhos amigos e conversas que se estendem pela noite dentro. Apesar de a mitologia dar um encanto especial ao momento, a tradição ganhou verdadeiros alicerces nos momentos de partilha e convívio que se vivem entre os presentes. A Junta de Freguesia da Vila de Prado assegura este ano a melhoria da iluminação geral da ponte, uma medida que pretende fomentar o convívio e melhor receber todos os que neste dia nos brindarem com a sua presença.

O presidente da autarquia pradense, Paulo Gomes, sublinhou que é fundamental manter bem vivas estas tradições, que representam a idiossincrasia e a identidade do povo pradense, assumindo-se, em simultâneo, como um momento por excelência para estreitar laços e fomentar o espírito de união entre a comunidade. Por outro lado, afigura-se também como um veículo de divulgação e promoção da freguesia e do concelho de Vila Verde, um elemento diferenciador que valoriza o território e o distingue pela positiva em relação aos demais.

11133674_807503222637767_157219370956075552_n

VIEIRA DO MINHO REALIZA VIA SACRA

O Município de Vieira do Minho organizou, no dia 22 de março, a celebração da Via Sacra na Igreja Paroquial de Vieira do Minho.

visasacra

A iniciativa, inserida no plano anual de intervenção com a população idosa, reuniu mais de 300 participantes, provenientes dos Centros de Convívio e Lazer, das Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS´s) e ainda elementos do projeto Jovens ao Leme e do CLDS 3g.

A cerimónia religiosa foi presidida pelo Arcipreste Padre Alcino Xavier, cabendo aos técnicos do Município e das várias IPSS´s a tarefa de recriar e interpretar a “A Via Sacra”.

António Cardoso, Presidente da Câmara Municipal, associou-se à celebração e mostrou-se muito satisfeito com a participação ativa dos idosos nesta atividade, reconhecendo o bom trabalho que o Município tem desenvolvido junto da população sénior.

A atividade terminou com um lanche de confraternização entre os idosos e os jovens que participaram na atividade.

PRESIDENTE DO MUNICÍPIO DE FAMALICÃO VISITA HOSPITAL EM DIA DE COMUNHÃO PASCAL

Paulo Cunha leva votos de feliz Páscoa ao Hospital de Famalicão

O Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, marcou esta tarde presença na tradicional Comunhão Pascal do Hospital de Famalicão.

Visita Pascal

Acompanhado pela equipa médica e responsáveis dos vários serviços da unidade de saúde, o autarca famalicense fez questão de levar, pessoalmente, os votos de uma feliz Páscoa aos doentes internados nas várias enfermarias hospitalares, deixando uma palavra de conforto a todos os utentes e entregando uma lembrança simbólica.

Refira-se que a Comunhão Pascal no Hospital de Famalicão é já uma tradição de longa data, à qual se associa o Presidente da Câmara Municipal.

BRAGA PROMOVE SABORES E TRADIÇÕES DA PÁSCOA

Iniciativa decorre até Sábado no Campo da Vinha

Até ao próximo Sábado, dia 26 de Março, o Campo da Vinha acolhe mais uma edição do Mercado da Páscoa. Uma iniciativa conjunta do Município de Braga e da Associação de Artesãos do Minho, que pretende promover os valores patrimoniais e turísticos do Concelho, bem como, valorizar o artesanato e o comércio local, recriando um ambiente de mercado através do comércio, das artes e ofícios, gastronomia e doçaria tradicional.

CMB23032016SERGIOFREITAS0000001286

No total são 57 expositores que colocam os seus produtos à disposição dos Bracarenses e dos milhares de turistas que por esta altura visitam a Cidade para assistir às solenidades da Santa de Braga. Para além da vertente comercial, o Mercado da Páscoa conta com dois palcos onde serão efectuadas encenações ao vivo dos quadros bíblicos alusivos à época pascal, assim como uma área equipada com insufláveis para os mais pequenos.

CMB23032016SERGIOFREITAS0000001291

Para o vereador do Desenvolvimento Rural do Município de Braga, esta iniciativa tem por objectivo a “valorização económica da actividade desenvolvida pelos artesãos do Minho e todos os outros sectores nela representados”, referiu Atino Bessa, durante a abertura do certame, que se realizou esta Quarta-feira, 23 de Março.

Desde licores, queijos, enchidos, compotas ou doces regionais, passando pelos produtos artesanais, esta décima segunda edição do Mercado da Páscoa promete não deixar indiferente todos os que durante estes dias passarem pelo Campo da Vinha.

CMB23032016SERGIOFREITAS0000001292

“Este Mercado vem dar outra atractividade à Cidade e, numa altura em que as ruas estão cheias de turistas, é ainda uma forma de mostrar uma grande dinâmica económica e turística durante uma época muito especial para Braga”, destacou Altino Bessa, sublinhando que o Município de Braga “tem criado todas as condições para que estas iniciativas de apoio aos produtores nacionais e ao artesanato possam continuar a acontecer e a crescer”.

O Marcado da Páscoa funciona das 10h00 às 22h00 e, este ano, a iniciativa assume um carácter solidário, com a cedência gratuita de um stand ao projecto ‘Hodi Kibera’ e outro ao projecto IRIS.

CMB23032016SERGIOFREITAS0000001293

BRAGA PROMOVE SEMANA SANTA NO AEROPORTO SÁ CARNEIRO

Acção promocional da Semana Santa de Braga no Aeroporto Sá Carneiro

A Câmara Municipal de Braga está a realizar uma acção promocional da Semana Santa, um dos maiores ícones do turismo religioso do País, na loja do Turismo do Porto e Norte de Portugal localizada no Aeroporto Francisco Sá Carneiro. A exposição foi inaugurada ontem, dia 21 de Março, e estará patente até à próxima Segunda-feira, dia 28 de Março.

20160321_184325

Programas do evento em várias línguas, mapas de Braga, roteiros do Barroco e uma prova gastronómica com iguarias do Concelho estão à disposição de todos os turistas que se desloquem à loja, decorada com uma exposição que contém diversos elementos relacionados com a Semana Santa.

Com esta acção pretende-se chamar a atenção de todos os turistas que, por estes dias, passam no Aeroporto Sá Carneiro, uma porta de entrada de milhares de visitantes na região, sobretudo através da presença de um farricoco e tendo em consideração a visibilidade e curiosidade que este elemento, integrante nas cerimónias religiosas de Braga, gera entre as pessoas.

20160321_183709

Os farricocos com grosseiras vestes de penitência, descalços e encapuçados, de cordas à cinta, como outrora os penitentes públicos, empunham matracas e fogaréus (taças com pinhas a arder), abrem as procissões e representam uma memória simbólica. Desde o séc. XV, a Misericórdia de Braga manteve a tradição dos farricocos através da Procissão nocturna do Senhor ´Ecce Homo´.

O Aeroporto Sá Carneiro é um local privilegiado para dar a conhecer a Semana Santa aos visitantes, sendo que no local os interessados podem obter um conjunto de informações muito completo relativo às celebrações que decorrem neste período em Braga. A iniciativa é um momento importante para a divulgação do evento e pretende, acima de tudo, atrair turistas que se deixem encantar com a magnitude e beleza da Semana Santa de Braga.

BRAGA REALIZA MERCADO DA PÁSCOA

Abertura do Mercado da Páscoa. Amanhã, Quarta-feira, dia 23 de Março, pelas 11h30, no Campo da Vinha, Braga

O Município de Braga procede à abertura do Mercado da Páscoa que terá lugar amanhã, Quarta-feira, dia 23 de Março, pelas 11h30, no Campo da Vinha, em Braga.

A iniciativa contará com a presença de Altino Bessa, vereador do Desenvolvimento Rural do Município de Braga.

O Mercado da Páscoa, realizado em colaboração com a Associação dos Artesãos da Região do Minho, decorre de 23 e 26 de Março, com o intuito de valorizar o mundo rural, o artesanato e promover os valores patrimoniais culturais e turísticos do Concelho de Braga. O evento recria um ambiente de mercado através do comércio, das artes e ofícios, gastronomia e doçaria tradicional.

AMARES COMEMORA SEMANA SANTA

Igreja Paroquial de Ferreiros acolheu concerto da Semana Santa

A dar inicio à Semana Santa em Amares, a Igreja Paroquial de Ferreiros serviu de palco, na noite de ontem, a um concerto do quarteto "Natália".

IMG_7555

Num evento promovido em parceria pelo Município, pelo Arciprestado de Amares e pelo Politécnico do Porto – ESMAE,o grupo musical, constituído pelos músicos Natália Ribeiro e Rui Barrocas, nos violinos, Mariana Morais, na viola d’arco, e Dinis Lecomte, deu vida a temas de W. A. Mozart e J. Brahms.

O concerto contou com a presença do presidente da Câmara Municipal da Amares, Manuel Moreira, que, acompanhado pelo vice-presidente,Isidro Araújo, se congratulou pela iniciativa, dando “os parabéns pelo concerto”. O autarca reiterou a importância da continuidade na aposta deste tipo de iniciativas de cariz cultural já que considera queo concelho de Amares “merece assistir e ter acesso a todas as formas de cultura”

PONTE DE LIMA REALIZA CONCERTO DE PÁSCOA

CARLOS GUILHERME (TENOR), FILIPA LOPES (SOPRANO) E PEDRO VIEIRA DE ALMEIDA (PIANO)

24 de Março – 22h00 – Igreja Matriz – Ponte de Lima

Na próxima Quinta-feira Santa, na Igreja Matriz de Ponte de Lima, às 22h00, terá lugar o Concerto de Páscoa organizado pelo Município de Ponte de Lima com o apoio da Paróquia de Santa Maria dos Anjos (Ponte de Lima), que apresentará Carlos Guilherme (tenor), Filipa Lopes (soprano) e Pedro Vieira de Almeida (piano) num espectáculo que se espera memorável a todos os níveis.

Carlos Guilherme – Tenor

Nasceu em Lourenço Marques, Moçambique. Estudou com John Labarge no Conservatório Regional do Algarve e foi cantor residente do Teatro Nacional de S. Carlos de 1980 a 1992. O seu repertório inclui 40 papéis principais em 75 óperas, recitais e concertos por todo o país sendo de realçar a sua assídua colaboração com o Círculo Portuense de Ópera. A partir de 1987 foi convidado a cantar noutros países tais como os Estados Unidos, Brasil, Moçambique, Bélgica, França e Israel. Gravou em CD “A Canção Portuguesa”, com Armando Vidal e um CD com árias de ópera acompanhado pela Orquestra do Norte. Além das principais orquestras portuguesas, colaborou com a O. de Câmara de Pádua, do Comunal de Bolonha, Filarmónica de Moscovo e Sinfónicas de Budapeste, de S. Francisco, de Israel de Pequim e de Shangai. Em Abril de 2001 estreou-se em Itália no Teatro Rossini. Voltou a Itália em 2005 para cantar nos Teatros Comunais de Ferrara e de Módena Em 2003 actuou em Coimbra com o tenor José Carreras. Melhorou a sua técnica vocal com Marimi del Pozo, Gino Becchi, Campogalliano, Claude Thiolass e Regina Resnik.

Filipa Lopes – Soprano

Estudou Canto com Amador Cortés Medina, Lia Altavila, Isabel Biu, Elsa Saque e Filomena Amaro, com quem finalizou o Curso de Canto na Escola de Música do Conservatório Nacional de Lisboa com elevada classificação.

Efectuou aulas de aperfeiçoamento com Helmut Lips, Liliana Bizineche, Mercè Obiol, Montserrat Caballé, Elena Dumitrescu Nentwig, Susan McCulloch, Enza Ferrari e Elizabete Matos.

Cantou nas peças teatrais “As Suplicantes” (música de A.C. Medina, Teatro Municipal de Almada), “As Troianas” (música de Eduardo Paes Mamede, Teatro Nacional D. Maria II), na cantata cénica “Sobre o Vulcão” (música de Luis Bragança Gil nos Encontros Acarte da Fundação Calouste Gulbenkian) em eventos, gravações de discos e publicidade.

Pedro Vieira de Almeida – Piano

Natural de Coimbra (1979), inicia os estudos musicais em Setúbal. Aos 10 anos, ingressa na Academia de Música e Belas Artes Luísa Todi. Nesta instituição terminará o curso complementar de piano em 1997. No mesmo ano inicia a frequência da Escola Superior de Música de Lisboa. Nesta escola recebe orientação dos Profs. Jorge Moyano, José João Gomes dos Santos, Fernando Fontes e Olga Prats. Terminará em 2002 a Licenciatura em Piano na referida instituição. Paralelamente frequenta Cursos de Piano e Master Classes com Adriano Jordão, Sequeira Costa e Dimitri Bashkirov e Tsiala Kvernadze. É de realçar o seu trabalho desde 2002 como Professor Acompanhador na Escola de Música do Conservatório Nacional colaborando com canto, saxofone, cordas e piano. Desde 2003 trabalhou também com as mesmas funções no Conservatório Regional de Setúbal e na Escola Superior de Música de Lisboa.

As entradas são gratuitas e todas as informações podem ser obtidas pelo telefone 258 900 414 ou pelo email teatrodb@cm-pontedelima.pt.

PONTE DA BARCA VIVE PAIXÃO DE CRISTO

A Mui Dolorosa Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo. Encenação pascal secular de Ponte da Barca passa a teatro de rua

A Mui Dolorosa Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo vai ser recriada no próximo dia 24 de março, Quinta-feira Santa, pelas 21h45, junto ao Mosteiro da Freguesia de Bravães, onde durante cerca de duas horas, decorre a representação do último dia de Jesus na Terra, da inveja dos Judeus, à traição de Judas, ao lava-mãos de Pilatos, à morte na cruz depois do milagre que tornou possível a conversão de Longuinhos, o soldado romano e a contrição de Dimas o bom ladrão.

Mais de uma centena de intervenientes em palco, entre atores e figurantes dão corpo a uma das mais fortes manifestações de força da nossa cultura popular.

É uma produção da Associação Cultural " Os Canários de Bravães " em parceria com o Município de Ponte da Barca, e apoio da Junta de Freguesia de Bravães. Jaime Ferreri é o responsável pela encenação.

BARCELOS É ALDEIA DA PÁSCOA

Aldeia de Páscoa anima Centro da Cidade. Centro Comercial a Céu aberto percorridos por  3,5 Km de passadeira

Foi aberta pelo Presidente da ACIB,  João Albuquerque, e pelo  Vereador da Câmara Municipal de Barcelos,  Domingos Pereira, a campanha de Páscoa que actua em todo o centro da cidade.

Páscoa2016-Inauguração 022

Com o objetivo de dinamizar e impulsionar o Comércio Local nesta quadra festiva, e num momento tão crucial dada a conjuntura económica atual, a ACIB - Associação Comercial e Industrial de Barcelos realizará entre o dia 19 e 26 de Março, mais uma campanha de Páscoa, que se estenderá a diferentes pontos da cidade de Barcelos, em estreita parceria com a Câmara Municipal de Barcelos.

Apresenta-se um programa bastante diversificado de atividades para esta época pascal. Os insufláveis e a Aldeia de Páscoa proporcionarão alegria aos mais novos que poderão na "Aldeia de Páscoa" divertir-se a realizar e personalizar trabalhos com chocolate e deliciar-se com eles. Fazem parte do rol de atividades da ACIB para apoiar o Comércio Local nesta quadra festiva as atividades de Rua. Á semelhança do ano transato as principais ruas da cidade serão embelezadas com arranjos florais que as tornarão mais atrativas. Serão ainda promovidas atividades de animação nas ruas e no interior dos estabelecimentos, participadas pelos comerciantes, sendo oferecidos aos consumidores pequenos brindes. Tudo isto complementado com a colocação de cartazes incentivando os consumidores do concelho e de concelhos limítrofes  a comprarem  no Comércio Local.

Páscoa2016-Inauguração 049

Com a Rua Direita convertida num espaço único em termos de decoração, o céu será de flores multicoloridas, o Centro da Cidade ganha nova atratividade.

Este ano, é enriquecida a intervenção com a realização da “Feira das Associações” entre o dia 23 e 26 de Março, na  Praça Pontevedra e Campo 5 de Outubro,  e que conta com a participação  de 14 associações do concelho. Nestes espaços a animação será uma constante.

Dado o sucesso obtido nas campanhas de anos transatos, são  desenvolvidas um conjunto de atividades de animação recreativas e lúdicas no Centro da Cidade de forma a estreitar a relação entre o comércio e os consumidores, aproveitando esta quadra de grande atividade comercial.

Este trabalho de parceria entre a ACIB e a CMB  tem tido uma forte dinâmica local e regional  e pretende com estas  e outras iniciativas demostrar que o Comércio Local existe, está vivo, tem qualidade, pratica preços competitivos. Pretende ainda projetar uma imagem positiva, de dinamismo do comércio de Barcelos para o exterior.

O Programa da "Feira das Associações" contempla:

Praça Pontevedra

Campo  5 de Outubro

Dia 24 de Março

11,30 Perelhal Solidário - "Classe e Movimento"

15,00 Centro Social de Aguiar - Demonstração de IPOP

15,30 Barcelos Sénior - Oficina de Cavaquinhos

16,30 C.S.P.I Coração de  Maria - Vila Cova - Aula de Zumba

 

Dia 25 de Março

Música Ambiente

 

Dia 26 de Março

09,00 Centro de Bem Estar Social de Alheira "Asas do Crescer" - Ioga em Família

10,00 Rancho Folclórico de Aguiar

15,00 Rancho Folclórico de Rio Côvo  (Sta Eugénia)

16,30 Barcelos Sénior - Oficina de Cavaquinhos

Dia 24 de Março

10,00 Perelhal Solidário - "Classe e Movimento"

15,30 C.S.P.I Coração de  Maria - Vila Cova - Aula de Zumba

16,30 Centro Social de Aguiar - Demonstração de IPOP

 

Dia 25 de Março

Música Ambiente

 

Dia 26 de Março

09,00  Centro de Bem Estar Social de Alheira  "Art' e Vida" - Inglês e Música

11,00 Barcelos Sénior - Tuna

15,00 Barcelos Sénior - Oficina de Cavaquinhos

16,30 Centro de Bem Estar Social - Alheira - "Art' e Vida" - Dança e Música

 

Páscoa2016-Inauguração 032

AMARES REALIZA CONCERTO DA SEMANA SANTA

DIA 21 DE MARÇO, ÀS 21H30,NA IGREJA PAROQUIAL DE FERREIROS, PELO QUARTETO "NATÁLIA"

O Quarteto "Natália" foi fundado em 2015, na ESMAE, no âmbito da disciplina de Música de Câmara, leccionada pelo Professor Radu Ungureanu. É constituído por Natália Ribeiro e Rui Barrocas, nos violinos, Mariana Morais, na viola d’arco, e Dinis Lecomte, no violoncelo. O quarteto já se apresentou na ESMAE em várias audições de classe de cordas, no Festival ESMAE, em outras Universidades do Politécnico do Porto e também gravou para a ESMAE TV.

Programa:

  1. A. Mozart (1756-1791)

Quarteto n° 19 k465 "das dissonâncias" 1° andamento - Adágio -Allegro 2° andamento - Andante Cantabile

  1. Brahms (1833-1897)

Quarteto n°1 op. 51 3° andamento - Allegretto molto moderato e comodo 4° andamento - Allegro

VIVER A PÁSCOA EM ARCOS DE VALDEVEZ É UMA EXPERIÊNCIA QUE JAMAIS SE ESQUECE

Para celebrar as festividades da Páscoa, o Municipio arcuense preparou, em articulação com outras entidades, uma vasta programação que inclui as celebrações religiosas, o lazer, o desporto e a cultura.

A Vila transforma-se por esta altura com a decoração das ruas com motivos alusivos à Páscoa, como os ramos de palmeira e carpetes alusivas à celebração, embelezando as várias artérias da Vila e enfatizando a época que se vive. Estes motivos decorativos fazem as delícias dos visitantes e arcuenses que nesta altura participam nas celebrações da Semana Santa e aproveitam para visitar a bela paisagem e o Parque Nacional da Peneda Geres, visitar o Paço de Giela e, “Arcos de Valdevez onde Portugal se Fez”. De igual modo aproveitam para degustar as iguarias arcuenses, como os capitosos vinhos verdes, os doces regionais e os pratos típicos da região.

A par da gastronomia e do ambiente que se vive, em Arcos de Valdevez também se destaca a atividade religiosa, sendo de referir no dia 24 de Março a partir das 19h00, a Missa Vespertina da Ceia do Senhor Lava-Pés e pelas 21h30 a realização da Procissão Ecce Homo, organizada desde tempos antigos pela Irmandade da Misericórdia. No dia 25 decorre a celebração da Via-Sacra.

Os eventos culturais também marcam presença nestas festividades. Decorrerão apresentação de livros, Concertos de Música Sacra e moderna, bem como eventos desportivos como o jogo das Seleções Sub-20 de Futebol de Portugal x Holanda e o Torneio Internacional ARCOS RUGBY CELTA . Para as crianças estão planeadas diversas atividades nos Campos de férias da Porta do Mezio e do Paço de Giela.

Convidamo-lo a visitar Arcos de Valdevez, um destino turístico acolhedor de excelência e a fazer um itinerário pelos sabores da nossa gastronomia, pelas nossas tradições, pela nossa cultura e pela beleza natural deste concelho

PROGRAMA

19 de Março

16h00 - Apresentação do Livro: “Terra de Valdevez e Montaria de Soajo” de Eugénio Castro Caldas - Paço de Giela

21h30 - “Orfeão de Guimarães” Concerto de Música Sacra (Igreja da Misericórdia)

23h00 – “Ladrões do Tempo + Tuff Gum” Concerto de Música - Auditório da Casa das Artes)

19 e 20 de Março

ARCOS RUGBY CELTA (Torneio Internacional de RUGBY

20 de Março

10h30 - Domingo de Ramos - Bênção dos Ramos (Igreja de S. Paio)

11h00 - Eucaristia (Igreja Matriz)

24 de Março

15h00 - Seleções Sub-20 de Futebol

Portugal x Holanda

Local: Estádio Municipal da Coutada

19h00 - Eucaristia Vespertina Ceia do Senhor Lava-Pés (Igreja Matriz)

21h30 - Procissão Ecce Homo (Igreja da Misericórdia)

25 de Março

19h00 - Celebração da Paixão do Senhor (Igreja Matriz)

21h00 - “A poesia existe porque a vida não chega” –Biblioteca Municipal/Casa das Artes

21h30 - Via-sacra (Igreja de S. Paio - Igreja Matriz)

26 de Março

22h00 – Celebração da Vigília Pascal (Igreja Matriz)

27 de Março

12h00 - Eucaristia da Ressurreição do Senhor (Igreja Matriz)

CINEMA

27 de Março

21h30 - Filme “O Jovem Messias” (Auditório da Casa das Artes)

CAMPOS DE FÉRIAS

21 de Março a 1 Abril

10h00-18h00 - PORTA DO MEZIO,

22 e 23 de Março/29 e 30 de Março 14h00-17h30 - PAÇO DE GIELA - Inscrições até 20 de março

Mais info: www.cmav.pt

CERVEIRA CELEBRA SEMANA SANTA

Semana Santa: Cerimónias religiosas e atividades culturais todos os dias

À semelhança dos anos anteriores, o Município de Vila Nova de Cerveira associa-se à Santa Casa da Misericórdia e ao Arciprestado do concelho na promoção da Semana Santa, com a realização de um programa cultural paralelo às cerimónias religiosas. Iniciativas para todas as idades arrancam este domingo com a Bênção de Ramos e a ‘Entrada Triunfal de Jesus Cristo’ e encerram com o Compasso Pascal e a ‘Queima de Judas’.

Em Vila Nova de Cerveira, a Semana Santa é uma das tradições mais enraizadas na história do concelho. Entre os Ramos e o Dia de Páscoa são várias as propostas que envolvem a população e atraem muitos visitantes.

Teatro, ateliers e doçaria tradicional preenchem vertente lúdica

Para dar início à comemoração da Semana Santa, o Município cerveirense apresenta, este domingo, a partir das 15h00, um teatro bíblico de rua sobre a Entrada Triunfal de Jesus Cristo em Jerusalém. Em colaboração com o Grupo S. Paulo da Cruz, cerca de 100 participantes recriarão cenas deste episódio bíblico em diversos pontos do Centro Histórico de Vila Nova de Cerveira.

De forma a envolver os mais pequenos, as tardes de terça a quinta-feira estão reservadas para os ateliers de construção de ‘judinhas’ a decorrer no Cineteatro ou no jardim. As crianças e jovens do concelho vão construir estes bonecos que, no Sábado de Aleluia, são oferecidos ao público que assiste à ‘Queima de Judas’. Este ano, o maior espetáculo comunitário do Vale do Minho comemora uma década, e por isso o tema será um ‘Remix 10 anos’. Através de uma revisita aos melhores momentos de sempre, a Comédias do Minho apresenta a ‘Queima de Judas’ através de um espetáculo musical e colorido que conta com algumas personagens surpresa que vão voltar a Vila Nova de Cerveira.

Para adoçar esta época, a Loja Interativa de Turismo de Vila Nova de Cerveira, em parceria com algumas pastelarias do concelho, convida a comunidade para a ‘Mesa da Páscoa’. No sábado 26 de março, entre as 10h00 e as 18h00, o difícil vai ser escolher entre tão deliciosa e diversa doçaria típica desta época.

Celebrações Religiosas

Promovidas pelas paróquias e pela Santa Casa da Misericórdia de Vila Nova de Cerveira, as celebrações religiosas da Semana Santa têm início este domingo com a Bênção de Ramos e terminam com o Compasso Pascal no Domingo e Segunda-Feira de Páscoa.

No entanto, ao longo da semana estão programados vários momentos eucarísticos: quarta-feira, Missa Vespertina celebrada por todos os irmãos da Sana Casa (Igreja da Misericórdia, 17h00), Via-Sacra (Igreja Matriz, 21h00), Exposição do Santíssimo Sacramento (Igreja da Misericórdia, 15h00); na quinta-feira, Procissão com a Imagem de Nossa Senhora da Soledade para a Igreja Matriz (Igreja da Misericórdia, 17h00), Missa Vespertina da Ceia do Senhor - Lava-pés (Igreja Matriz, 18h00), e à noite, 21h30, a secular Procissão dos Passos que percorre as ruas do Centro histórico da vila, numa Via-Sacra aos sete nichos da Paixão de Cristo, onde se fazem ouvir os cânticos da Verónica. Na Igreja Matriz será proclamado o sermão do Encontro. A procissão recolhe à Igreja da Misericórdia, terminando com a bênção do Santo Lenho. Na sexta-feira Santa, Celebração da Paixão do Senhor - Adoração da Cruz (Igreja Matriz,15h00 e restantes paróquias); no Sábado de Aleluia, Vigília Pascal (Igreja Matriz, 21h00 e restantes paróquias). No Domingo de Páscoa, Eucaristia (Igreja Matriz, 10h00), Visita Pascal na LIT (15h00) e Compasso Pascal pelas Freguesias do concelho (Domingo e Segunda-feira).

COMPASSO PASCAL EM AMARES É UM DOS MAIS BELOS CARTAZES TURÍSTICOS DE PORTUGAL

Dia 28 de março, pelas 10h30, venha conhecer a tradicional Travessia de Barcos na freguesia de Fiscal.

10431548_467935680078944_5236763425921170267_n

Uma das tradições de Páscoa mais bonitas e mais antigas de Portugal.

A travessia sobre o Rio Homem de barco tem como propósito levar a cruz a beijar às 20 casas existentes na outra margem do rio. Nos barcos seguem os mordomos com a cruz, o pároco e a banda de música.

Aproveite para desfrutar da melhor gastronomia e descansar nos alojamentos do concelho de Amares.

11234053_467935670078945_5535728492131627687_n

1929440_467935676745611_7693214116437203091_n

CERVEIRA BENEFICIA NICHOS DE CRISTO NA SEMANA SANTA

O Município de Vila Nova de Cerveira está a realizar alguns trabalhos de manutenção nos nichos santificados que se encontram espalhados pelo centro histórico. Pequenos altares contam os “Passos de Cristo” e são visitados durante a secular Procissão do Senhor Ecce-Homo, na Quinta-Feira Santa.

nicho1

Considerados pontos de interesse turístico-religiosos, os sete Nichos santificados de Vila Nova de Cerveira integram as celebrações religiosas da Semana Santa organizadas pela Santa Casa da Misericórdia, com o apoio da Câmara Municipal.

Com o objetivo de contribuir para a preservação de património e preservação de tradições, retribuindo a dedicação e o carinho das zeladoras no embelezamento floral, a Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira está a intervir em todos os nichos consoante as necessidades apresentadas. Os colaboradores municipais estão a proceder a trabalhos de pintura interior e exterior, substituição de telhado e de vidros partidos, retificação de portas, entre outros.

Vila Nova de Cerveira tem, na noite de Quinta-Feira Santa, um dos pontos altos da celebração da Semana Santa: a Procissão dos Passos de Cristo a percorrer as ruas do centro histórico que, ao som do cântico d’ “A Verónica”, percorre os sete nichos propriedade da Santa Casa da Misericórdia: Senhor do Horto, do Pretório, da Prisão, da Cana Verde, Quando lhe entregam a Cruz, dos Passos e dos Martírios.

Um nicho é mais do que uma cavidade aberta numa parede para colocação de uma imagem, é um pequeno monumento piedoso que geralmente se ergue à beira de caminhos e ruelas, em preito às almas que penam no purgatório, que os devotos se detêm a rezar. Os sete nichos de Vila Nova de Cerveira têm imagens do sofrimento de Cristo, “Via Sacra”, que antecedem a sua morte.

A Procissão do Senhor Ecce-Homo é uma devoção secular no concelho de Vila Nova de Cerveira, podendo ler-se no Acordão de 10 de fevereiro de 1636, que a imagem do Senhor Ecce-Homo já ia na procissão de Quinta-Feira Santa, e com uma grande participação de cerveirenses mas também de devotos oriundos da vizinha Galiza.

MONÇÃO ASSINALA EM PIAS DOMINGO DE RAMOS COM REALIZAÇÃO DE PROCISSÃO COM MAIS DE 300 ANOS

Função do Senhor dos Passos, com início às 15h30, junta centenas de figurados e milhares de pessoas. Antes, a partir das 5h30 da madrugada, realiza-se o “andar dos passos”, caminhada penitencial pelas capelinhas, onde se reza uma oração apropriada e se cantam os Martírios até à Senhora do Encontro.

Senhor dos Passos 02

A Função do Senhor dos Passos, procissão que se realiza na freguesia de Pias, em Monção, há mais de 300 anos, decorre na tarde do dia 20 de março, domingo de ramos. Todos os anos, centenas de figurados e milhares de pessoas participam nesta cerimónia religiosa única no concelho.

A procissão, com início às 15h30, é precedida, na madrugada desse dia, pelo “andar dos passos”. Marcada para as 5h30, consiste numa caminhada penitencial pelas capelinhas, onde se reza uma oração apropriada e se cantam os Martíriosaté à Senhora do Encontro. A partir daqui, começa-se o cânticoà Senhora das Dores.

Senhor dos passos 03

Pelas 9h30, grandes e pequenos reúnem-se na Capela da Senhora do Encontro para benzer os ramos de palma e oliveira, De seguida, todos se encaminham para a Igreja Paroquial, onde terá lugar a missa. Neste dia, a igreja está ornamentada de escuro em sinal de luto.

Por volta das 15h30, com centenas de figurados prontos, iniciam-se as cerimónias na Igreja Paroquial. Após uma demorada pregação, o figurado começa o “desfile” pela igreja, enquanto o pregador explica o significado de cada uma das figuras na vida de Jesus Cristo.

Senhor dos passos 04

De seguida, cantam-se os “Misereres” e sai a procissão que irá percorrer as capelinhas da Paixão de Cristo até à Lapa (Calvário). Além do figurado, integra a cruz do penitente, o andor e as bandeiras do Senhor dos Passos, senates e misericórdia (tôla), o pálio, as personalidades representativas da freguesia e do concelho, o grupo coral e a banda de música.

Um dos pontos mais emocionantes da procissão ocorre na Senhora do Encontro com dois momentos de acentuada carga religiosa: o beijo de Nossa Senhora a Jesus Cristo e o cântico de Verónica. A partir daqui, também segue em procissão o andor de Nossa Senhora do Encontro.

Quando aprocissão chega à Lapa (Calvário) há um sermão final e ouve-se, de novo, o cântico da Verónica. Depois de um pequeno descanso, regressa-se. Em sinal de luto, as bandeiras já não vêm hasteadas e as pessoas cantam, invocando misericórdia ao senhor. Chegados à Igreja Paroquial, as crianças despem os vestidos, as velas das promessas apagam-se e o sino deixa de tocar. É o fim da procissão.

Senhor dos Passos

VIZELA REALIZA FEIRA DA PÁSCOA

18 a 27 de março

Feira da Páscoa de Vizela 2016

A Câmara Municipal vai apoiar a organização da Feira da Páscoa de Vizela, que se realiza na Loja do Artesão, entre os dias 18 e 27 de março.

A organização é da Associação de Artesãos de Vizela e conta com o apoio da Câmara Municipal de Vizela.

DESFILE DOS “BOIS DA PÁSCOA” É CARTAZ TURÍSTICO DE ARCOS DE VALDEVEZ

Desfile dos “Bois da Páscoa” atrai visitantes a Arcos de Valdevez

No dia 13 de março, Arcos de Valdevez recebeu uma tradição secular, o Desfile dos Bois da Páscoa. A iniciativa, organizada pela ACIAB, em parceria com o município de Arcos de Valdevez, a Cooperativa Agrícola e vários talhos e produtores do concelho, atraiu centenas de visitantes à vila.

Desfile2016

A concentração dos bois começou pelas 10h30, tendo sido vários os visitantes que se deslocaram para apreciar os exemplares bovinos. Posteriormente, foram devidamente enfeitados e desfilaram pela avenida principal de Arcos de Valdevez, acompanhados por elementos de vários ranchos e rusgas do concelho, recriando um ambiente de festa com música típica da região.

BoisPascoaDesfile

A tradição tem como objetivo mostrar ao público os animais que depois de desfilarem são abatidos e a sua carne, saborosa e de qualidade, comercializada e consumida durante os festejos da Páscoa. Desfilaram cerca de 30 animais das raças barrosã, cachena e minhota, propriedade do Talho de Távora, Talho de Soajo, Talho das Choças, Talho da Lapa, Talho Bom Gosto e Salsicharia S. Vicente. A carne dos bovinos é extremamente apreciada pela população local mas também por visitantes que se deslocam propositadamente a Arcos de Valdevez para adquirir a carne.

BoisPascoa2016

No final do desfile, na Ínsua do Vez, promoveu-se a carne cachena e os vinhos verdes, de vários produtores da região, através de um lanche oferecido ao público e aos participantes do evento para assim se dar a provar esta carne de denominação de origem protegida. Tem havido uma aposta por parte dos agricultores da região para divulgar a raça cachena e, desta forma, atrair visitantes à região para descobrir a nossa deliciosa gastronomia.

Esta iniciativa é uma forma de divulgar o vasto e rico património do concelho, promovendo a sua cultura, o comércio, a restauração e a hotelaria, dinamizando, assim, a economia local. A ACIAB pretende continuar a promover iniciativas que deem a conhecer as riquezas da região, contribuindo para o desenvolvimento das empresas e dos seus negócios.

Bois 2016

PONTE DA BARCA RECRIA A PAIXÃO DE CRISTO

Na Quinta-feira Santa, Ponte da Barca recria “A Mui Dolorosa Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo"

A Mui Dolorosa Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo vai ser recriada no próximo dia 24 de março, Quinta-feira Santa, pelas 22h00, junto ao Mosteiro da Freguesia de Bravães, onde durante cerca de duas horas, decorre a representação do último dia de Jesus na Terra, da inveja dos Judeus, à traição de Judas, ao lava-mãos de Pilatos, à morte na cruz depois do milagre que tornou possível a conversão de Longuinhos, o soldado romano e a contrição de Dimas o bom ladrão.

4371

Mais de uma centena de intervenientes em palco, entre atores e figurantes dão corpo a uma das mais fortes manifestações de força da nossa cultura popular.

É uma produção da Associação Cultural " Os Canários de Bravães " em parceria com o Município de Ponte da Barca, e apoio da Junta de Freguesia de Bravães. Jaime Ferreri é o responsável pela encenação.

PONTE DE LIMA TEM PROGRAMA DE LEITURA PARA OS MAIS JOVENS NAS FÉRIAS DA PÁSCOA

Biblioteca Municipal com atividades para os mais novos nas Férias da Páscoa

Durante as interrupções letivas da Páscoa, a Biblioteca Municipal de Ponte de Lima vai desenvolver um conjunto de atividades de promoção do livro e da leitura para os mais novos, contribuindo para uma ocupação saudável dos tempos livres, com um programa de caráter educativo e lúdico, organizado de forma a fomentar a socialização, a partilha e o gosto pelo livro.

Esta é uma iniciativa gratuita que vai decorrer em dois períodos distintos: a primeira oficina será realizada de 21 a 24 e a segunda de 29 a 31 de março, dinamizada das 14h30 às 16h30.  

As ações destinam-se a crianças com idades compreendidas entre os 6 e os 12 anos, com inscrição prévia e limitada a 15 participantes.

Hora do conto, trabalhos manuais, jogos, cinema, pinturas faciais, caça ao ovo da Páscoa e música são as principais atividades a desenvolver.

As inscrições decorrem até ao dia 17 de março e poderão ser efetuadas presencialmente no balcão de atendimento da Biblioteca Municipal ou através de email (biblioteca@cm-pontedelima.pt) ou via telefone (258900411).

Inscrevam-se e venham divertir-se connosco!

PONTE DE LIMA REALIZA OFICINA DA PÁSCOA

Oficina de Páscoa | Jovem Ativo 2016. Serviço Área Protegida

A promoção de um conjunto de Oficinas, em férias escolares, é uma aposta do Serviço Área Protegida no sentido de serem criadas as condições para a ocupação lúdico/pedagógica dos tempos livres dos participantes.

Com efeito, serão realizadas, de 21 de março a 01 de abril, em dias úteis, as Oficinas da Páscoa. Estas oficinas, como vem sendo habitual, contemplam diversas atividades que pretendem consciencializar os participantes para a importância do Ambiente e do Mundo Rural mas, também, neste caso concreto, dar conhecer as tradições associadas a esta efeméride.

Assim, estão agendadas as seguintes Oficinas:

- 21 a 23 de março (3 dias) - Oficina da Natureza e Ciência

- 24, 29 e 30 de março (3 dias) - Oficina do Mundo Rural

- 31 de março e 01 de abril (2 dias) - Oficina do Desporto Aventura e Natureza

Destinatários: 5 - 10 anos | Inscrições limitadas a 20 participantes (mínimo 10)

Horário de realização: 09h00 às 17h30

Local de inscrição: Quinta de Pentieiros das 08h00 às 21h00

Dirigida para jovens dos 11 aos 16 anos realiza-se:

- 21 a 23 de março (3 dias) - Oficina da Natureza e Ciência

- 24, 29 e 30 de março (3 dias) - Oficina do Mundo Rural

- 31 de março e 01 de abril (2 dias) - Oficina do Desporto Aventura e Natureza

Horário de realização: 09h00 às 17h30

Local de inscrição: Quinta de Pentieiros das 08h00 às 21h00

Com almoço incluído (pagamento no ato de inscrição). Valores sujeitos a descontos de 50%, no caso de participantes que possuam Cartão Municipal de Famílias Numerosas.

Para mais informações contate através do telef: 258 240202 ou pelo email: lagoas@cm-pontedelima.pt

JOVENS DE AMARES TÊM ATIVIDADES NAS FÉRIAS DA PÁSCOA

Atividades educativas para o período de férias escolares da Páscoa

Com a colaboração da Câmara Municipal de Amares, o centro de estudos EducativaMente tem preparado um conjunto de atividades para o período das férias escolares da Páscoa, dirigido às crianças amarenses. De 21 de março a 1 de abril, estas crianças e as suas famílias podem contar com esta resposta de apoio no âmbito educativo, que promove experiências de aprendizagem a partir de uma perspetiva lúdica.

img divulg páscoa 2016

Este projeto caracteriza-se, essencialmente, pela aposta na realização de atividades que fomentam a aquisição de aprendizagens, competências e valores, favorecendo uma educação integral dos participantes. Para além disso, dedicando algum tempo ao trabalho escolar, garante também o acompanhamento e a guarda das crianças participantes, conforme indicam os responsáveis pelas das atividades educativas.

Para além da parceria com o Município amarense, o EducativaMente desenvolve, neste projeto, atividades em rede com outras entidades locais e regionais, sempre com o intuito da promoção da educação das crianças participantes, da divulgação e dinamização do património, a prática da cidadania e a valorização da natureza.

ATL FÉRIAS DA PÁSCOA EM CAMINHA PÁSCOA TRAZ MUITAS NOVIDADES NA PROGRAMAÇÃO

Inscrições terminam sexta-feira

Na pausa letiva das férias da Páscoa, as crianças do pré-escolar e do 1º ciclo do Ensino Básico do Agrupamento de Escolas Sidónio Pais podem usufruir do ATL “Férias da Páscoa”. Zumba kids jr, ateliê de culinária e ciências experimentais, são algumas das novidades na programação desta edição do ATL. As inscrições terminam sexta-feira.

O ATL pretende proporcionar um conjunto de atividades diversas, enriquecedoras do ponto de vista educativo, afetivo, cultural, desportivo, ambiental e lúdico. Mas é também uma resposta para as famílias caminhenses que trabalham e não têm com quem deixar os filhos nas pausas letivas.

O ATL “Férias da Páscoa” vai decorrer de 21 de março a 1 de abril e traz algumas novidades na programação, nomeadamente a zumba kids jr, ateliê de culinária, ciências experimentais. Para além das novidades, ainda integram o programa de atividades a gincana de karts a pedais e bicicletas, o batismo de kayak/Sup, a natação e as sessões de cinema.

Tal como os anteriores, o ATL "Férias da Páscoa" dirige-se às crianças do Ensino Pré-escolar e 1º Ciclo do Ensino Básico do Agrupamento de Escolas Sidónio Pais em diferentes núcleos de funcionamento, das 8 horas às 19 horas. É de salientar que no caso das crianças do pré-escolar a comparticipação é a aplicada durante o ano letivo. No caso dos alunos do 1º ciclo, para os meninos com Escalão A, a comparticipação diária é de 2,5 euros; com Escalão B é de 4 euros e para os meninos sem Escalão é de 6 euros.

As inscrições já estão a decorrer e devem realizar-se nos Estabelecimentos de Ensino do Agrupamento de Escolas Sidónio Pais ou através do e-mail: geral@cm-caminha.pt até à próxima sexta-feira, dia 11 de março.

Esta edição é organizada pela Câmara Municipal de Caminha em parceria com o Agrupamento de Escolas Sidónio Pais e conta com o apoio dos Ginásios da Educação Da Vinci e da MinhAventura.

CERVEIRA PREPARA FÉRIAS DA PÁSCOA

Aquamuseu propõe Férias da Páscoa dedicadas ao aquecimento global

As férias escolares da Páscoa estão à porta e com elas, como já vem sendo hábito, chegam as sugestões lúdico-pedagógicas do Aquamuseu do rio Minho!Aatividade proposta para os quatro dias versao tema do aquecimento global. Inscrições abertas.

O que é o efeito estufa, quais as causas e as consequências para o planeta e seres vivos? Estas são algumas das questões abordadas no programa de Férias da Páscoa do Aquamuseu do rio Minho, em Vila Nova de Cerveira.

De 29 de Março a 1 de Abril, entre as 14h00 e as 17h00, as crianças entre os 7 e os 13 anos são desafiadas a viver uma nova experiência e aprendizagem através da aventuraexploratória doaquecimento global da Terra.

Procurando intercalar atividades de entretenimento com novas aprendizagens e períodos de trabalho e estudo, o Aquamuseu do rio Minho disponibiliza uma programação apostada em proporcionar umas férias divertidas, cheias de sorrisos e descobertas, sem nunca esquecer as atividades para incentivar o estudo e o sucesso escolar!

Já tens programa para as tuas férias da Páscoa? Não deixes escapar esta atividade, inscreve-te previamenteno Aquamuseu do rio Minho pelo telefone 251708026 ou viaemail paraaquamuseu@cm-vncerveira.pt

BRAGA CELEBRA PÁSCOA COM “FÉRIAS EM GRANDE”

Inscrições até 17 de Março

Durante as férias escolares no período da Páscoa, o Município de Braga disponibiliza um serviço de ocupação dos tempos livres a crianças e jovens Bracarenses, com idades compreendidas entre os 10 anos e os 15 anos.

A iniciativa decorre de 21 a 24 de Março e de 29 de Março a 1 de Abril, e irá proporcionar tempos livres de qualidade aos jovens, dando a conhecer as várias instalações desportivas e culturais do Concelho de Braga, assim como, a participação em diversas actividades de lazer.

Trata-se de uma parceria entre o Município e a Academia Synergia, sendo que todas as actividades serão realizadas por técnicos especializados do Município e da Academia, ou através de parcerias com as instituições desportivas e culturais.

Ao longo do período das férias os jovens terão a oportunidade de realizar várias iniciativas distintas desde workshops diversos, visitas a instalações desportivas, peddy papper, cinema, dança e actividades desportivas, como jogos aquáticos ou Geocaching.

As inscrições são limitadas e apenas poderão ser efectuadas presencialmente no Balcão Único, localizado no Edifício do Pópulo, até ao dia 17 de Março.

Os participantes deverão apresentar-se no edifício GNRation, pelas 09h00, e os encarregados de educação deverão recolher os respectivos educandos no mesmo local, pelas 17h30. O transporte para o local da actividade e o regresso encontra-se assegurado pela Autarquia, em autocarro, ou a pé para os locais mais próximos.

O programa apresenta um custo de 40 euros. Os participantes que possuam escalão escolar de nível A, os valores passam a ser de 20 euros, e 30 euros para os que possuam escalão escolar de nível B. Os portadores de cartões Braga Kid, Família Numerosa e Jovem Municipal, terão um desconto de 10% do valor total, desconto apenas aplicado aos utentes sem escalão.

O Município de Braga fornecerá o almoço, assim como um reforço nos lanches da manhã e da tarde, sendo que todos os participantes do programa ficarão abrangidos por um seguro de responsabilidade civil.

ATLANTIC COAST ORCHESTRA REALIZA CONCERTO EM ESPOSENDE

Atlantic Coast Orchestra apresenta-se em concerto na Semana Santa de Esposende. Dia 20 de março, 16h30 – Igreja Matriz de Esposende

Integrado na programação cultural da Semana Santa, a Câmara Municipal de Esposende vai promover um concerto com a Atlantic Coast Orchestra (ACO), no próximo dia 20 de março, às 16h30, na Igreja Matriz de Esposende.

Sob o mote "Lucce et Umbra" (Luz e sombra), este concerto apresenta-se como uma experiência única de sentidos, onde a morte e a ressurreição de Jesus Cristo inspiram uma viagem musical introspetiva.

A Atlantic Coast Orchestra é uma orquestra sinfónica, sediada em Esposende, que reúne jovens músicos profissionais de grande talento num grupo com uma extraordinária musicalidade, energia, irreverência, paixão e inovação, desenvolvendo uma atividade com elevados padrões artísticos. A direção artística está a cargo de Luis Miguel Clemente (maestro titular) e de Ana Carolina Capitão (maestrina assistente) e conta ainda com a valiosa colaboração ativa do maestro inglês Colin Metters enquanto maestro emérito e mentor.

Com uma orientação cosmopolita, a ACO recebeu imediato reconhecimento na cena musical nacional e internacional desde a sua apresentação em março de 2015. Os seus objetivos passam por continuar a desenvolver uma programação musical concertística regular que traga valor cultural acrescentado, contribuindo, desta forma, para o desenvolvimento e criação de oportunidades artísticas e também para a formação de públicos.

Programa

  1. Borodin - Nas Estepes da Ásia Central
  2. Butterworth - Os bancos dos verdes prados
  3. Fauré - Suite Pélleas e Mélisande, op. 80
  4. Schubert - Sinfonia nº8, a Incompleta

Direção musical: Ana Carolina Capitão e Luís Miguel Clemente 

BRAGA MOSTRA FARRICOCOS E FOGARÉUS

‘Farricocos e Fogaréus’ para ver até 3 de Abril. Exposição no Museu da Imagem mostra ícone da Semana Santa de Braga

‘Farricocos e Fogaréus’ é o tema da exposição inaugurada hoje, 4 de Março, no Museu da Imagem. A mostra, organizada pelo Município de Braga e pela Comissão das Solenidades da Semana Santa, é composta por cerca de 50 fotografias que retratam um dos maiores símbolos da Semana Santa, o farricoco.

CMB04032016SERGIOFREITAS000000913

Na cerimónia de abertura da mostra, Lídia Dias, vereadora da Cultura do Município de Braga, lembrou que a Semana Santa, sendo um dos momentos mais marcantes do nosso calendário anual, é “portadora de elementos iconográficos pertencentes ao imaginário colectivo Bracarense”, com especial destaque para o farricoco. “Decidimos patentear e explicar o seu fundamento e as diferentes matrizes da sua representação, partindo não apenas dos registos fotográficos presentes nos arquivos históricos, mas focando-nos nos reflexos prestados pela contemporaneidade”, referiu.

Lídia Dias aproveitou para agradecer à Fototeca do Museu Nogueira da Silva e à ASPA pela cedência de fotografias do Arquivo Arcelino, ao Arquivo Municipal de Lisboa pela cedência de fotografias de Artur Pastor, e também à WAPA Photo e à Comissão da Quaresma e Solenidades da Semana Santa, detentora de uma parte significativa das fotografias expostas no Museu da Imagem. A vereadora estendeu ainda o agradecimento à Santa Casa da Misericórdia de Braga pela colaboração dada no enriquecimento da exposição com outros elementos visuais.

Por seu turno, o presidente da Comissão da Semana Santa, Cónego Luís Miguel Rodrigues falou da importância pedagógica da exposição que “ajuda a cimentar e a consolidar o farricoco como figura emblemática da Semana Santa e da Cidade de Braga”.

A exposição ‘Farricocos e Fogaréus’ vai estar patente ao público até 3 de Abril, podendo ser visitada de Terça a Sexta-feira, das 11h00 às 19h00, e aos Sábados das 14h30 às 18h30.

CMB04032016SERGIOFREITAS000000917

ARCOS DE VALDEVEZ PROMOVE ATIVIDADES DA PÁSCOA NO PAÇO DA GIELA

Nos dias 22, 23, 29 e 30 de Março há atividades de Páscoa para os mais novos, dos 6 aos 14 anos de idades, no Paço de Giela.

Os participantes terão a oportunidades, de forma lúdica, de construir jóias do passado para o presente, aprender a desenvolver técnicas de lavagem e colagem de cerâmicas, identificar artefactos arqueológicos e ainda "invadir" o Paço de Giela, vestidos a rigor.

Não vão faltar coelhinhos e ovos mágicos!!

As inscrições estão a decorrer até dia 20 de Março (inclusive).

BRACARENSES REALIZAM VIA SACRA EM MAXIMINOS

Via Sacra de Maximinos é exemplo de compromisso e união da comunidade. Evento envolve cerca de 300 pessoas

A Via Sacra de Maximinos assume, este ano, uma nova dinâmica que lhe confere uma identidade própria. O evento, que terá lugar a 20 de Março, tem vindo a afirmar-se como uma iniciativa de relevo e ambiciona integrar o programa das Solenidades da Semana Santa de Braga.

CMB18022016SERGIOFREITAS000000739

Sob o tema ‘Misericórdia’, a XII edição da Via Sacra de Maximinos representa o esforço e o envolvimento de toda a comunidade. “Para lá do programa oficial das Solenidades, há mais Semana Santa em Braga. Existe um esforço de várias freguesias e de vários voluntários que dão corpo a projectos como a Via Sacra de Maximinos”, referiu Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, durante a apresentação do evento, que decorreu esta Quinta-feira, 18 de Fevereiro, na sede da União de Freguesias de Maximinos, Sé e Cividade.

O evento conta com a participação de cerca de 300 pessoas que farão a recriação ao vivo das 15 estações da Paixão de Cristo, com início no lugar do Penedo até ao Monte de S. Gregório. A encenação terá o máximo de rigor e precisão possíveis, de forma a envolver e fomentar sentimentos e emoções. Para Ricardo Rio, o envolvimento da população neste evento “é um facto assinalável e sinónimo de compromisso entre toda a comunidade e instituições”, convidando os Bracarenses a “disfrutarem de mais um momento marcante na vida da Cidade”.

CMB18022016SERGIOFREITAS000000736

A Via Sacra de Maximinos tem vindo a valorizar-se ano após ano e a organização acredita que este seja o ano da confirmação. Como explicou Francisco Mota, coordenador geral do evento, ao objectivo é “transformar a Via Sacra de Maximinos numa referência da Semana Santa de Braga”. Para isso, a organização tem vindo a trabalhar “arduamente na valorização do evento, sem nunca deixar para trás o conceito original de Via Sacra, onde o papel preponderante se fixa nos momentos de devoção e oração”.

“Este é o ano da confirmação da Via Sacra de Maximinos. Esta edição pretende ver consolidados os patamares base de qualidade, para que seja reconhecida na Cidade como um evento com potencial para consagrar o turismo religioso em Braga, fazendo parte integrante do roteiro da Semana Santa”, referiu Francisco Mota, considerando prioritário abrir a participação a toda a comunidade, uma vez que “a paixão de cristo deve ser um momento vivido e preparado por todos”.

Esta foi uma opinião partilhada por Luís Pedroso, presidente da União de Freguesias de Maximinos, Sé e Cividade, para quem o envolvimento de toda comunidade é um factor distintivo e importante para a valorização e confirmação deste evento. “A Via Sacra de Maximinos será maior e melhor se a comunidade de Maximinos, da Sé e da Cividade aderir em massa, para que possamos enriquecer o evento quer em qualidade, quer em número de figurantes”.

A agregação das três freguesias fez com que os eventos ganhassem outra dimensão e uma nova identidade. “No Natal o Agrupamento de Escuteiros de Maximinos e a Artystika foram às Parretas para ajudar na realização de um evento. Agora é a vez da Associação de Moradores das Parretas a querer dar o seu contributo na dramatização da Via Sacra”, afirmou Luís Pedroso, acreditando que estão “reunidos todos os ingredientes para que este seja um evento de sucesso”.

CMB18022016SERGIOFREITAS000000735

TERRAS DE BOURO EXPÕE "PINTAR A PÁSCOA"

Exposição “ PINTAR A PÁSCOA” em Terras de Bouro – 10ªEdição

A décima edição do projeto e exposição “Pintar a Páscoa” irá decorrer em Terras de Bouro entre os dias 17 de março e 5 de abril.

A atividade destina-se às diversas entidades públicas e privadas do concelho, nomeadamente, instituições particulares de solidariedade social, associações e estabelecimentos de ensino público de Terras de Bouro, que mediante o preenchimento de uma ficha de inscrição poderão manifestar o seu interesse em participar neste evento cultural. Para o efeito, devem consultar, na página eletrónica do município, o Regulamento da exposição, assim como proceder ao preenchimento da respetiva Ficha de Inscrição e remetê-la aos serviços da Cultura, conforme as instruções, até ao dia 24 de fevereiro.

A apresentação do evento “Pintar a Páscoa”, levada a cabo pelo Município de Terras de Bouro, tem como parceira institucional, como tem vindo também a ser usual, a Escola Profissional “Amar Terra Verde”.

BRAGA QUER CERIMÓNIAS DA SEMANA SANTA RECONHECIDAS COMO PATRIMÓNIO IMATERIAL DA HUMANIDADE

Município de Braga avança com candidatura da Semana Santa a Património Imaterial da Humanidade. Autarquia presta homenagem ao Cónego Jorge Coutinho

O Município de Braga vai avançar com o processo de candidatura da Semana Santa a Património Imaterial da Humanidade. A notícia foi divulgada hoje, 26 de Janeiro, pelo presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, durante a apresentação do programa da Semana Santa de Braga 2016.

Para Ricardo Rio, a classificação das Solenidades da Semana Santa é “um acto de justiça” para com um evento que possui uma “extraordinária capacidade de mobilização da comunidade e de preservação das tradições culturais e religiosas da Cidade. “Garantir a sua classificação como Património Imaterial é afirmar que em Braga há algo que merece ser preservado, valorizado e reconhecido por todos”, sustentou o Edil.

O processo de candidatura começa já na próxima Segunda-feira, dia 1 de Fevereiro, em sede de reunião do Executivo, com o reconhecimento da Semana Santa como Património Imaterial Municipal. Depois de aprovado pela Assembleia Municipal, a Autarquia irá proceder com o registo no Inventário Nacional do Património Cultural e Imaterial, num processo que conta já com o apoio do ministro da Cultura, João Soares.

“Avançaremos depois com a candidatura que colocará a Semana Santa de Braga no patamar que ela merece e que todos ambicionamos. Queremos que este seja um evento de referência não apenas para Braga, para a Região e para o país, mas um evento único a nível internacional neste período da Quaresma”, acrescentou Ricardo Rio.

A Semana Santa de Braga deste ano ficará também marcada pela inauguração, na Sexta-feira Santa, dia 25 de Março, da Avenida Cónego Jorge Coutinho, localizada no troço da variante que liga a Estação de Braga à Rotunda do E.Leclerc. Para Ricardo Rio, este é um gesto de “homenagem e gratidão pelo empenho e entrega” que o cónego Jorge Coutinho, ex-presidente da Comissão da Semana Santa falecido no final do ano passado, colocou na qualificação da Semana Santa ao longo dos anos.

Evento gerador de sinergias na Cidade e na Região

Por seu turno, o cónego Luís Miguel Rodrigues, presidente da Comissão Organizadora, sublinhou que a Semana Santa de Braga é um “acontecimento religioso que gera inúmeras sinergias na Cidade e na região”. Para o responsável, o programa hoje apresentado “procura ser um contributo para que a Quaresma e a Semana Santa sejam melhor vividos pelos Bracarenses e por aqueles que nos visitam”.

Neste âmbito, o cónego Luís Miguel destacou não apenas as celebrações religiosas, como também os concertos e espectáculos, que “procuram ser um contributo para a promoção cultural e artística da região”, as exposições, “que ajudam a redescobrir aspectos e pormenores das tradições”.

A identidade visual da Semana Santa 2016 tem como foco central a figura do farricoco. As imagens dos farricocos utilizadas na composição das peças gráficas são uma adaptação de fotografias de 1964, proveniente da Fototeca do Museu Nogueira da Silva.

O roxo e o preto são as cores dominantes e que remetem para o imaginário das Semanas Santas em todo o mundo, sendo também as cores das Irmandades de Santa Cruz (roxo) e da Misericórdia de Braga (preto).

O cónego Luís Miguel sublinhou ainda o “empenho e o papel que as Instituições têm de promover e congregar pessoas, de promover a organização dos eventos, sobretudo aqueles que, por serem tradicionais, não seriam possíveis sem o saber-fazer dos cidadãos da nossa Cidade, que se organizam de forma voluntariosa em torno de Instituições de reconhecida relevância”.

A Semana Santa de Braga é uma iniciativa do Cabido da Sé de Braga, Irmandade da Misericórdia, Irmandade de Santa Cruz, Câmara Municipal de Braga, Turismo do Porto e Norte de Portugal e Associação Comercial de Braga, contando ainda com a colaboração da Paróquia e Junta de Freguesia de S. Victor e da Irmandade de S. Vicente.

Todo o programa da Semana Santa de Braga 2016 pode ser consultado em www.semanasantabraga.com.

GUIMARÃES REALIZA MOSTRA DE LICORES E DOÇARIA CONVENTUAL

CERTAME DECORRERÁ NA SEMANA ANTES DA PÁSCOA

Guimarães tem inscrições abertas para a “Doçaria no Convento 2016” até sexta-feira, 15 de janeiro

Evento realiza-se na quadra pascal, no edifício da Câmara Municipal, antigo Convento de Santa Clara. Estabelecimentos e comerciantes de doces e bebidas conventuais com inscrições gratuitas.

Guimaraes_Docaria_Convento

O Município de Guimarães encerra na próxima sexta-feira, 15 de janeiro, o período de inscrições para a participação na edição de 2016 da “Doçaria no Convento”, mostra de doces de origem conventual que decorrerá de 18 a 20 de março, no último fim de semana antes da Páscoa, nos Claustros da Câmara Municipal. A iniciativa, cujas inscrições são gratuitas, pretende reavivar a memória de outros tempos, procurando contribuir para que se mantenha viva a tradição da doçaria conventual em terras vimaranenses.

Atual sede dos Paços do Concelho, o antigo Convento de Santa Clara, onde as freiras, além dos seus afazeres religiosos, se dedicavam outrora à confeção de doces, acolherá a realização de uma iniciativa durante o período da Páscoa, destinada a diferentes entidades que promovam a venda e/ou demonstração de doces ou licores de origem conventual característicos da região que representam, sendo gratuita a concessão dos espaços e das tendas.

As inscrições deverão ser efetuadas até ao final desta semana e enviadas para a Câmara Municipal por correio com registo e aviso de receção ou para o seguinte endereço de email: <info@guimaraesturismo.com>. Podem também ser entregues em mão no Palácio Vila Flor, de terça a sexta-feira, das 09h30 às 12h30 e das 14h30 às 17h30. A organização analisará a candidatura e comunicará por escrito a respetiva decisão, até ao dia 12 de fevereiro.

Três dias (muito) doces

Tendo em conta o enquadramento do evento, todos os participantes deverão utilizar vestuário adequado ao ambiente conventual. Na eventualidade de não possuírem guarda-roupa próprio, deverão indicar as respetivas necessidades na ficha de inscrição, sendo que a organização apenas assegura a cedência de dois trajes por espaço atribuído.

A primeira edição da “Doçaria no Convento” decorreu em 2004, realizando-se autonomamente durante seis anos, altura em que foi integrada na Feira Afonsina, em setembro de 2010. Em 2015, cinco anos volvidos, regressou ao período pascal, estando aberta ao público no dia 18 de março, entre as 21 e as 23:30 horas. No dia seguinte, o horário de encerramento é o mesmo, enquanto a abertura acontecerá pelas 10:30 horas da manhã (sábado e domingo). A mostra termina às 19 horas do dia 20 de março.

COMISSÃO DA QUARESMA E SOLENIDADES DA SEMANA SANTA DE BRAGA ANUNCIA VENCEDORES DO CONCURSO FOTOGRÁFICO

Anúncio dos premiados da 7ª edição do Concurso de Fotografia “A Semana Santa de Braga”.

De acordo com o previsto, realizou-se ontem, dia 17 de abril, pelas 21h30, na FNAC BRAGA (Braga Parque), a conferência de imprensa relativa ao anúncio dos premiados na 7ª edição do Concurso de Fotografia subordinado ao tema “A Semana Santa de Braga”.

image001

Composição da mesa de apresentação do evento: cónego Dr. Jorge Coutinho, presidente da Comissão da Semana Santa de Braga; pelo Dr. Domingos Araújo, da loja FNAC de Braga (pelo apoio ao evento) e em representação do patrocinador, a Canon; pelo Dr. Luís Carlos Fonseca, diretor comercial do Diário do Minho (pelo apoio à divulgação); pelo Dr. Marco Sousa, administrador-delegado (com o pelouro do turismo religioso da Porto e Norte de Portugal); e ainda pelo representante da Comissão e organizador do Concurso, Abel Rocha.

Abel Rocha começou por partilhar com os presentes algumas informações relevantes sobre esta edição do Concurso:

  • Número de pré-inscrições: 203 (com limite de 250) / Concorrentes: 101 (um aumento de 24% relativamente ao ano anterior);
  • A qualidade global dos trabalhos foi elevada, o que se torna um hábito e um aspecto muito significativo deste Concurso;
  • 522 fotografias a concurso;
  • A média de idades total foi de aprox. 40 anos, num intervalo do 18 aos 76 anos;
  • Aprox. 60% do sexo feminino / 40% do sexo masculino (uma autêntica inversão relativamente ao ano anterior);
  • Aprox. 75 % do Concelho de Braga. Outras localidades: Caminha, Viana do Castelo, Ponte de Lima, Vila Verde, Póvoa do Lanhoso, Guimarães, Famalicão, Ermesinde, Rio Tinto, Valongo, Maia, Porto, Vila Nova de Gaia, Matosinhos, Torres Novas, Lisboa e ainda de Cuernavaca Morelos (México);
  • 1º, 2º e 3º prémios atribuídos e ainda todas as 10 menções honrosas previstas no Regulamento.

Em seguida, Abel Rocha congratulou os vários participantes, o júri, a própria Comissão da Semana Santa e as marcas envolvidas: o patrocinador, a reputada marca Canon; a Fnac; e o apoio à divulgação por parte da Porto e Norte de Portugal e do jornal Dário do Minho.

Recordam-se os prémios a concurso:

1º Prémio
Canon EOS 700D C/ 18-135 IS Pack (no valor de 799 €) + assinatura digital anual do Diário do Minho

2º Prémio
Canon EOS 100D C/ 18-135 IS Pack (no valor de 649 €) + assinatura digital anual do Diário do Minho

3º Prémio
Canon Pixma MG7550 BLK WIFI/NFC (no valor de 179 €) + assinatura digital anual do Diário do Minho

Para todas as Menções Honrosas: Assinatura digital anual do Diário do Minho + impressão gratuita de 50 fotos na FNAC *

Todos os premiados receberam um Diploma de Participação.

* Exclusivamente para impressões em papel fotográfico até ao formato 20x30

Seguiu-se o anúncio dos premiados e entrega de prémios:

1º Prémio
Carlos Elísio Teixeira Vasconcelos Silva, 49 anos, de Braga 

2º Prémio
Luís Filipe Gomes Vilaça, 23 anos, de Braga  

3º Prémio
José Alves, 26 anos, de Braga

                                                                                        

Menções Honrosas

Luis Filipe Ascenso, 64 anos, de Lisboa

Mário da Cruz Rocha, 55 anos, de Vile, Caminha

Teresa Ricca, 54 anos, de Braga

Luis Braga Simões, 51 anos, de Braga

Vítor Nuno Gomes Pinto Ferreira, 45 anos, de Caminha

Nuno Sousa, 42 anos, de Barcelos

José Rodrigo de Carvalho Faria Lima, 41 anos, de Braga

Nuno Mendes, 41 anos, da Senhora-da-Hora, Matosinhos

Carlos Ferreira, 42 anos, de Braga

Renato Cruz, 44 anos, de Braga

Foi recordado que os trabalhos premiados serão alvo de exposição, evento que integrará o programa oficial da Semana Santa de Braga 2016.

Todos os trabalhos fotográficos premiados nesta 7ª edição estão já patentes no sítio oficial da Semana Santa de Braga. (As fotos podem ser usadas para fins de divulgação. Creditar da seguinte forma: “Comissão da Semana Santa / Nome do concorrente”).

No final, foi ainda sorteada uma assinatura digital anual do Diário do Minho entre todos os visitantes da exposição de fotografia que esteve patente este ano no Museu da Imagem, mostra dos trabalhos premiados do Concurso de Fotografia da edição 2014. O premiado foi o sr. David Fernandes Gomes Oliveira, de Gualtar, Braga.

Fotos

http://downloads.paletadeideias.com/Fotos_Entregadepremios_ConcFoto2015_SemanaSantaBraga.zip

Legenda da foto “AbelRocha_nousodapalavra”: da esquerda para a direita: Marco Sousa, Cónego Jorge Coutinho, Alberto Sousa Ribeiro, Abel Rocha, Domingos Araújo, Luis Carlos Fonseca.

Créditos das fotos: Hugo Azevedo, Fnac

MOSTEIRO DE S. MIGUEL DE REFOJOS ACOLHE CONCERTO DE PÁSCOA DE ÓRGÃO DE TUBOS

A Igreja do Mosteiro de S. Miguel de Refojos acolhe no próximo sábado, dia 11 de abril, o Concerto de Páscoa de Órgão de Tubos organizado pela Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto com o apoio da Paróquia de Refojos de Basto.

O espetáculo agendado para as 21h30 tem como protagonistas o organista Tiago Ferreira e o Coro do Mosteiro de S. Miguel de Refojos, coordenado pelo Prof. Paulo Almeida.

No total, serão interpretadas 13 peças de órgão e coro quer a solo, quer em conjunto.

Esta iniciativa tem como objetivos contribuir para o conhecimento e valorização do nosso património, proporcionando em simultâneo um programa cultural capaz de satisfazer os apreciadores de música sacra e clássica.

Os protagonistas

Tiago Emanuel Moreira Ferreira nasceu no Porto (1985) e iniciou os seus estudos musicais aos sete anos na Escola de Música da Igreja da Lapa. Em 2001 ingressou na Escola Diocesana de Ministérios Litúrgicos do Porto, concluindo o III Curso Nacional de Música Litúrgica nos anos 2003-2006.

Realizou master-classes de órgão, tendo criado diversas composições para coro solo, orquestra, órgão, obras para a liturgia, entre outras, apresentando-se em concertos a solo em várias cidades de Portugal, Espanha, Alemanha e Itália.

Foi professor de órgão, frequentando os mestrados em Órgão-performance e em Música Sacra Católica na Escola Superior de Música de Colónia – Alemanha, na classe do Prof. Winfried Bonig. É desde 2001 organista da Igreja da Lapa – Porto.

O Coro do Mosteiro de S. Miguel de Refojos surgiu há cerca de 35 anos fruto da necessidade de um grupo que animasse a liturgia dominical. Os seus membros, de todas as faixas etárias e com atividades profissionais muito variadas, integram o grupo porque gostam de cantar e numa lógica de colaboração na ação pastoral/paroquial.

Construído no ano de 1771, o Órgão de Tubos do Mosteiro de S. Miguel de Refojos voltou a tocar no dia 25 de Julho de 2009, depois de uma importante intervenção de restauro e após 80 anos de silêncio absoluto.

De salientar que a recuperação do órgão de tubos – que resultou da apresentação de uma candidatura a fundos comunitários e de várias diligências efetuadas pela Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto – veio fomentar a oferta musical e cultural concelhia, ao mesmo tempo que valoriza, promove e divulga o património local desta terra de Basto.

GUIMARÃES DEDICA PÁSCOA À GASTRONOMIA

Evento promove a cultura e divulga a tradição gastronómica de Guimarães. Durante o fim-de-semana, haverá também visitas-guiadas ao Centro Histórico, Património Mundial.

Bacalhau_Broa_Guimaraes

Cerca de duas dezenas de restaurantes aderiram à iniciativa “Fins de Semana Gastronómicos”, que decorre em Guimarães entre esta sexta-feira e domingo, 03 e 05 de abril, no âmbito do programa “Sons e Sabores”, promovido pela Câmara Municipal. Durante três dias, o público é convidado a conhecer a excelência dos estabelecimentos de restauração e os sabores da mesa vimaranense, sugerindo-se este ano as especialidades do Bacalhau com Broa, prato característico da região, e do Toucinho do Céu, um doce tradicional de origem conventual.

Nos restaurantes aderentes, o público poderá usufruir de 10% de desconto a efetuar no jantar desta sexta-feira, que pode ser substituído pela oferta da sobremesa nos pratos selecionados para o fim-de-semana gastronómico. Os quatro empreendimentos turísticos que aderiram a esta iniciativa (Casa dos Pombais, Hotel de Guimarães, Hotel Vila Marita e Quinta Pedras de Baixo) efetuarão um desconto de 15% nas noites desta sexta-feira e sábado.

Concelho de pergaminhos gastronómicos, Guimarães convida os seus visitantes a conhecer os pratos fundamentais da cozinha do Minho, num significativo conjunto de restaurantes conhecidos por oferecer o que de melhor foi criado ao longo dos séculos na cozinha local. A oferta gastronómica da mesa vimaranense é diversificada e vai desde a gastronomia regional – os pratos quentes e substanciais do Minho – aos petiscos. Os estabelecimentos de Guimarães guardam bons cozinheiros, possuem um ambiente acolhedor e muitas histórias para contar.

Os restaurantes vimaranenses que aderiram ao Fim de Semana Gastronómico são os seguintes: Antigo Nora do Zé da Curva (Viela Rua Santo António), Buxa (Largo da Oliveira), Café Rio (Polvoreira), Casa Amarela (Largo da Oliveira), Chello's (Rua Bom Viver), Clave dos Sabores (Rua João Lopes Faria), Cor de Tangerina (Largo Martins Sarmento), Dona Maria (Hotel de Guimarães), Dan José (Penha), Fentelhas (S. Torcato), Histórico by Papaboa (Rua Valdonas), Hool (Largo da Oliveira), Típico Batista (Cruz d' Argola), Vila Flor (CCVF) e Xisko (Largo dos Laranjais).

TRADIÇÃO PASCAL UNE EM VALENÇA MINHOTOS E GALEGOS

Páscoa Sem Fronteiras em Valença Cruz Atravessa o Rio Minho de Barco

A Valença celebra o tradicional Lanço da Cruz, em 6 de Abril, Segunda-Feira de Páscoa, às 17h, no Parque Natural da Senhora da Cabeça, em Cristelo Côvo, junto ao rio Minho.

lançodacruzvalenca

Esta tradicional romaria galaico-minhota decorre sempre na segunda-feira imediata ao fim de semana da Páscoa e é ponto de confluência de milhares de peregrinos de todo o Noroeste Peninsular.

Ao entardecer, depois da visita pascal, à freguesia de Cristelo-Côvo (Valença), o pároco, devidamente paramentado e com uma cruz ornamentada, entra num barco de pesca e dirige-se até à margem espanhola onde dá a cruz a beijar aos paroquianos da outra margem. Durante esse período são lançadas, pelos pescadores as redes benzidas ao rio. Todo o peixe que sair no lance é para o pároco. Entretanto com o pároco português regressa, no barco, o pároco de Sobrado – Torron, concelho de Tomiño (Galiza), dando a cruz a beijar aos peregrinos que aguardam junto ao rio, na margem portuguesa. Várias embarcações portuguesas e galegas acompanham este compasso pascal, numa castiça e autêntica procissão fluvial, nas águas do Minho.

Até à noite os sons das gaitas de foles misturam-se com os das concertinas, das castanholas, o rufar dos bombos e tambores numa autêntica romaria galaico-minhota.

Na terça-feira, 7 de Abril, merece especial referência a missa para os peregrinos da Galiza, celebrada em galego, por um padre galego. Neste dia também, por tradição, os peregrinos desfrutam dos seus merendeiros nas sombras do parque comendo, sobretudo, o que sobrou do carneiro ou cabrito da Páscoa.

A tradição do Lanço da Cruz é uma manifestação religiosa e popular muito acarinhada pelas populações da raia minhota que ano após ano atrai um maior número de populares e turistas.