Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

MONÇÃO: “TRAGA AS SUAS IDEIAS, CONHEÇA AS NOSSAS”

O título diz tudo. A reunião entre a autarquia monçanense e os comerciantes e empresários tendo como ponto de trabalho a preparação da programação de Natal resultou numa iniciativa de partilha de opiniões e objetivos na procura de um período festivo e religioso do agrado de todos.

DSC_0406 (Large)

Com o auditório da Biblioteca Municipal de Monção a rebentar pelas costuras, frase feita e completamente verdadeira, o presidente do município, António Barbosa, mostrou-se “surpreendido e satisfeito com o número de comerciantes e empresários presentes”, revelando que “este encontro é um sinal claro que é possível reverter o ciclo negativo e fortalecer o comércio tradicional junto da população local e visitantes”.

A seu lado, o Vereador da Ação Social, Cultura e Turismo, João Oliveira, apresentou as linhas orientadoras, ainda em construção, do que será a programação deste ano, solicitando opiniões e sugestões aos presentes para que esta época tenha os ingredientes certos: animação, público e rentabilização económica.

Partindo do pressuposto que “este é o ano zero e não é possível fazer tudo o que queríamos”, João Oliveira adiantou que a iluminação de Natal será alargada e que a animação será reforçada com a presença de figuras ligadas ao Natal e grupos musicais. Em horas específicas, principio e final da tarde, percorrerão as ruas do centro histórico e avenidas/urbanizações envolventes.

Está igualmente prevista a disponibilização de tapetes vermelhos aos comerciantes/empresários e a criação de uma rede de presépios, em tamanho real, dispersa por toda a vila. Trata-se de uma parceria com as coletividades locais, contando ainda com o apoio da Associação de Artesãos Post`Arte que, ao lado de cada presépio, colocará dois expositores com artigos alusivos à época.

Na Praça Deu-la-Deu Martins, vai situar-se a “Casa do Pai Natal”, com oficina de manualidades/ateliês infantis, e quatro expositores para venda de chocolate quente, crepes e bolanhas, iniciativa da Comissão de Festas em Honra à Virgem das Dores.

A grande novidade é uma pista de gelo que, com toda a certeza, fará a delícia dos mais pequenos. Funcionará entre as 14h00 e as 20h00 e terá como “chamariz” o facto de poder ser utilizada gratuitamente, durante um tempo determinado, pelos clientes do comércio tradicional.

Exemplificando: uma pessoa compra um artigo ou produto em qualquer comércio tradicional e recebe um voucher (distribuído pela autarquia pelos comerciantes) que lhe permitirá usufruir da pista de gelo. O acesso ao voucher depende do valor da compra, o qual fica a critério do comerciante. O tempo gratuito na pista de gelo, em análise, não deverá exceder os quinze minutos.

Falta dizer que toda esta animação decorre entre 16 de dezembro e 7 de janeiro, contudo, o ponto de partida acontece no dia 30 de novembro, quinta-feira, pelas 18h00, quando tiver lugar a ligação da iluminação de Natal e dos estabelecimentos comerciais. “Juntos, vamos iluminar Monção” é o lema deste ato simbólico que marca o inicio da festividade.

Concluída a apresentação, seguiram-se várias intervenções, com opiniões e sugestões dos comerciantes, que irão contribuir para o sucesso religioso, festivo e económico da quadra natalícia. Muitas serão englobadas no programa, na logística e na promoção.

De ressalvar, a forma positiva como foram recebidas as iniciativas anunciadas pela autarquia e a disponibilidade manifestada pelos comerciantes na iluminação e decoração das montras e no prolongamento de abertura ao público na semana anterior ao Natal.

No final, com o auditório vazio, saltava à vista o número pouco habitual de cadeiras. Mais que o normal. Para tantas pessoas foi necessário recorrer à sala multimédia e à sala infanto-juvenil. Mais que uma constatação é uma mensagem de esperança no futuro do comércio tradicional. Vamos acreditar. Com força.

Fernando Silva

DSC_0408 (Large)

DSC_0412 (Large)

DSC_0413 (Large)

DSC_0417 (Large)

ANIMAÇÃO DE NATAL: MONÇÃO PROMOVE REUNIÃO DE TRABALHO COM COMERCIANTES E EMPRESÁRIOS LOCAIS

Partindo do objectivo de promover e dinamizar o comércio tradicional, a Câmara Municipal de Monção pretende, nesta época natalícia, proporcionar a residentes e visitantes um programa apelativo e atractivo aos olhos de todos os públicos. Crianças, adultos e idosos. Preparem-se!

0001

Nesse sentido, realiza-se esta QUINTA-FEIRA, 16 DE NOVEMBRO, PELAS 19H00, NA BIBLIOTECA MUNICIPAL DE MONÇÃO, uma reunião de trabalho com comerciantes e empresários locais. Para o efeito, foram distribuídos flyers/convites pelos estabelecimentos de comércio tradicional.

Este encontro servirá para recolher propostas de animação para o período religioso e festivo que se avizinha, tendo ainda como finalidade encontrar soluções capazes de ultrapassar as adversidades do presente e alavancar o comércio tradicional no futuro.

ARTESÃOS BARCELENSES EXPÕEM PRESÉPIOS

Exposição coletiva “Presépio - Uma Tradição, Várias Interpretações”

São mais de duzentos os presépios de artesãos barcelenses que estarão expostos de 17 de novembro a 6 de janeiro, na Torre Medieval e no Posto de Turismo, e de 6 de dezembro a 6 de janeiro, na Sala Gótica dos Paços do Concelho, numa iniciativa da Câmara Municipal de Barcelos que visa mostrar a riqueza do artesanato local e a preponderância desta temática religiosa no imaginário sociocultural da região. Esta exposição coletiva “Presépio - Uma Tradição, Várias Interpretações” abrange todas as artes e ofícios do concelho de Barcelos.

O presépio é um dos temas mais trabalhados no figurado de Barcelos e é, também, dos mais procurados, não só pela variedade e tipologia das representações, mas também pelo valor simbólico que tem para as comunidades locais, onde o Natal continua a ser uma das celebrações mais importantes do calendário religioso e cultural anual.

Artesãos como Rosa Ramalho, Rosa Côta, Mistério, Ana Baraça, Maria Sineta, e tantos outros, notabilizaram esta produção no contexto da arte popular, abrindo novos caminhos para uma perceção mais alargada do figurado barcelense, que é um dos poucos produtos artesanais certificados em Portugal.

Num contexto de Cidade Criativa da UNESCO, esta exposição espelha o manancial cultural e criativo dos artesãos barcelenses.

VALENÇA VAI TER NATAL DE SONHO

Valença Prepara-se Para um Natal de Sonho. Fortaleza de Chocolate e Pista de Gelo

Valença está a preparar um programa mágico este Natal recheado de atividades para pequenos e graúdos, entre 1 de dezembro e 7 de janeiro. Valença transforma-se na Cidade Presépio, marcada pelos tons, sons e sabores natalícios, durante 38 dias.

unnamed

Fortaleza de Chocolate, Pista de Gelo, Duendelândia, Cidade Presépio, Mercado de Natal, Comboio Turístico, concertos, recriação da Natividade, iluminação artística e Cavalgata de Reis, são 10 motivos para viver experiências únicas, este Natal em Valença.

38 Dias de Animação Constante

A carismática Fortaleza de Valença e a cidade preparam um recheado programada de pormenores, para marcar os visitantes, com momentos de espírito natalício memoráveis. Um programa doce e único, com 38 dias de animação constante, que envolve a Câmara Municipal, as associações, a hotelaria, a restauração e o comércio em geral.

Um pouco por todo a cidade as decorações de Natal vão começar a tomar conta das ruas e a surpreender os visitantes.

50 Formas de Saborear o Chocolate em Valença

Gosta de Chocolate? Valença é o seu destino este Natal! A cidade vai proporcionar mais de 50 formas de saborear e sentir os aromas do chocolate, na Fortaleza de Chocolate, entre 6 e 10 de dezembro. Esta é uma feira mostra dedicada, em exclusivo, à degustação e compra de produtos à base de chocolate.

Pista de Gelo em Valença

Uma pista de gelo, este Natal, em Valença, vai apaixonar os entusiastas da patinagem no gelo, para as primeiras patinadelas ou desfrute desta atividade.

Em Valença, a pista de gelo terá recinto coberto, no Jardim Municipal, abre a 1 de dezembro e prolonga-se até 6 de janeiro.

Esta é uma oportunidade para todas as gerações, de Valença e região, praticarem uma modalidade apaixonante e divertida numa pista de gelo.

CERVEIRA CONSTRÓI PRESÉPIO AO VIVO

Abertura de inscrições para Mercado Natalício e Presépio Vivo 2017

Apresentando-se anualmente comuma programação natalícia atrativa, o Município de Vila Nova de Cerveira está a ultimar a edição 2017 do Na’Tal Cerveira. De forma a envolver o maior número de mercadores e de figurantes, as inscrições para o Mercado Natalício e o Presépio Vivo, respetivamente,vão decorrer já entre 1 e 14 de novembro.

PRESEPIO VIVO - DEZEMBRO

Em Vila Nova de Cerveira, o fim-de-semana que antecede a quadra natalícia é por tradição muito atrativo e interativo.Além da criativa e original ornamentação e iluminação das ruas, dos edifícios públicos e do comércio tradicional, as pessoas são convidadas a desfrutar de um peculiar mercado de rua e de uma animação associada com o Presépio Vivo, o Concerto de Natal e a Chegada dos Reis Magos.

Agendado para o fim-de-semana de 16 e 17 de dezembro, os interessados em participar neste típico mercado de rua ou como figurantes no Presépio Vivo devem efetuar inscriçãojunto da Câmara Municipal, com recurso ao preenchimento do formulário próprio, bem como da entrega de outros documentos necessários, junto dos serviços da cultura da autarquia, presencialmente, via correio postal ou eletrónico (com o limite máximo e capacidade de receção de 7 MB).

O período de inscrições decorre entre os dias 1 e 14 deste mês de novembro, mediante o estipulado nas Normas de Participação.

“Na’tal Cerveira”,a quadra natalícia é comemorada com a magia que lhe é tão caraterística.

mercado natalicio

CRIANÇAS E JOVENS VISITAM “GARFE, ALDEIA DOS PRESÉPIOS” EM PÓVOA DE LANHOSO

Um grupo de crianças e jovens da Póvoa de Lanhoso visitou a iniciativa “Garfe, Aldeia dos Presépios”, no âmbito do Projeto Geração Lanhoso.

Geracao Lanhoso visita presepios Garfe 1.jpg

Participaram ainda pessoas do Projeto Jovens ao Leme, inserido no Programa Escolhas, implementado no concelho de Vieira do Minho.

Aliando a prática de atividades ao ar livre e tradições natalícias, este grupo pôde apreciar de perto o empenho, esforço, dedicação e união da população de Garfe na construção dos 19 presépios que constituíram esta edição. Foi visível no rosto dos participantes o entusiasmo e fascínio por cada exemplar visitado.

No decorrer deste percurso pedestre, foi possível contar com a presença de um Técnico de Turismo da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, que cedeu informações e esclareceu algumas curiosidades sobre os diferentes presépios.

As crianças e jovens participantes ficaram a conhecer melhor aquela freguesia do Concelho da Póvoa de Lanhoso e também um evento que vem ganhando notoriedade de ano para ano, concentrando em Garfe um crescente número de visitantes.

Feitos pela população, os presépios de Garfe são, sem dúvida, um ponto de interesse, diferenciação e inovação do presépio tradicional.

De referir ainda que o Projeto Geração Lanhoso tem a Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso como Parceiro Local e a Sol do Ave - Associação para o Desenvolvimento Integrado do Vale do Ave como entidade promotora e coordenadora, sendo financiado no âmbito do Programa Operacional Inclusão Social e Emprego (POISE), Tipologia de operação, Contratos Locais de Desenvolvimento Social (CLDS|3G).

CONCURSOS DE NATAL EM BRAGA PREMEIAM CRIATIVIDADE DA COMUNIDADE ESCOLAR

Entrega de prémios decorreu no Salão Nobre dos Paços do Concelho

Em pleno Dia de Reis, o Município de Braga procedeu à entrega de prémios dos vários concursos de Natal destinados à comunidade educativa e às famílias, tendo por base a época natalícia.

CMB06012017SERGIOFREITAS0000004606.jpg

Nesta cerimónia, que decorreu no Salão Nobre dos Paços do Concelho, foram premiados os participantes dos concursos ‘Liga-te’, ‘[re]Nascer’ e Eco-Natal, tendo-se procedido igualmente à atribuição dos diplomas de participação nos presépios solidários ‘Sagrada Família’.

O concurso “Liga-te” contou com a participação de 1.640 alunos de 23 escolas do Concelho que, através de um processo de criação artística, elaboraram 23 velas, sendo este um dos símbolos de Natal que representa a luz e a esperança num mundo melhor. A iniciativa teve como objectivo a dinamização do espaço público, bem como a envolvência dos mais jovens no espírito desta quadra com a realização de um projecto de criação artística.

Neste concurso, o primeiro prémio coube à Escola Básica (EB1) e Jardim de Infância (JI) da Garapôa, ficando a EB1 das Enguardas e a EB1 e JI do Coucinheiro na segunda e terceira posição, respectivamente. O júri atribui, ainda, uma Menção Honrosa ao Centro Escolar do Fujacal.

Para o ‘[re]Nascer’, foram realizados 19 presépios através de uma intervenção livre e criativa pela comunidade escolar e movimento associativo do Município de Braga. Nesta 25ª edição, o primeiro prémio foi atribuído à EB 2,3 de Palmeira. O segundo lugar, em igualdade pontual, foi atribuído à Associação de Pais do Agrupamento de Escolas de Palmeira e à Associação Nacional para o Estudo e Intervenção na Sobredotação (ANEIS Braga). A terceira posição também foi ocupada por duas instituições, designadamente, a EB 2,3 André Soares e o Centro Social e Paroquial de S. Victor.

Já a acção solidária, ‘Sagrada Família’, resultou numa exposição de presépios realizados por 32 famílias do concelho. Estes presépios expostos no Hospital de Braga encontravam-se à venda com o intuito de apoiar o Serviço de Voluntariado do Hospital de Braga, tendo sido angariados 460€.

Lídia Dias, vereadora da Cultura e Educação do Município de Braga, realçou a qualidade dos projectos apresentados e o envolvimento de toda a comunidade. “Estas iniciativas tiveram uma adesão muito interessante e foram apresentados trabalhos artísticos de grande beleza. Tivemos uma comunidade muito participativa e esse facto deixa-nos extremamente satisfeitos”, referiu a Vereadora, dando os parabéns a todos os participantes “pela criatividade apresentada nos trabalhos desenvolvidos”.

Este foi também o momento para a entrega dos prémios referentes à XIII edição do Concurso Eco-Natal, uma iniciativa desenvolvida com o intuito de estimular a criatividade e a consciência ambiental das crianças e jovens do Concelho em idade escolar.

O concurso teve como público-alvo as escolas do 1.º, 2.º e 3.º ciclos e instituições com Actividades de Tempos Livres (ATL). Foram submetidos a concurso 25 trabalhos de 21 instituições.

Os prémios dividiram-se por três categorias. Na categoria EB1, a escola de Real ficou em primeiro lugar com um centro de mesa natalício, seguindo-se o Jardim-Escola João de Deus que elaborou uma árvore de Natal e, em terceiro lugar, com um Pai Natal com trenó e rena, novamente a EB1 de Real.

Já na categoria EB 2,3, a escola de Cabreiros ficou em primeiro lugar com a apresentação de uma árvore de Natal. Em segundo lugar ficou a EB 2,3 de Celeirós, com um sapatinho e em terceiro lugar o Externato Infante D. Henrique, com uma árvore de Natal.

Por fim, na categoria ATL, o Centro Social e Paroquial de Sobreposta alcançou o primeiro lugar com uma árvore de Natal com caixas de madeira. Já o segundo prémio foi atribuído ao Patronato de Nossa Senhora da Luz, que desenvolveu uma árvore de Natal e o terceiro prémio foi atribuído à Casa do Povo de Este S. Pedro, também com uma árvore de Natal.

Altino Bessa, vereador do Ambiente, sublinhou que está a ser feito, junto dos jovens, um esforço de sensibilização para as questões ambientais, sendo este o intuito principal do Concurso Eco-Natal. “Comparativamente com o ano anterior, não só tivemos um aumento de trabalhos e de participantes, mas, também, um aumento em termos de qualidade dos trabalhos apresentados”. Segundo o Vereador, este concurso “incute preocupações ambientais nos alunos, nomeadamente em termos de reciclagem e reaproveitamento de diversos materiais que podem ser utilizados para ornamentação nesta quadra natalícia”, concluiu.

CMB06012017SERGIOFREITAS0000004591.jpg

CMB06012017SERGIOFREITAS0000004596.jpg

CMB06012017SERGIOFREITAS0000004598.jpg

CRIANÇAS DE TERRAS DE BOURO OCUPAM TEMPOS LIVRES NO NATAL

Município de Terras de Bouro proporcionou Atividades de Tempos Livres de Natal às crianças do concelho

O Centro Municipal de Valências de Terras de Bouro proporcionou ATL`s nas férias de Natal, de 19 a 29 de dezembro de 2016. Estas atividades foram dinamizadas na sede do Centro Municipal de Valências, em Moimenta, no Pólo do Gerês e em Rio Caldo.

tbouactitemliv (1).jpg

Foram desenvolvidas variadíssimas atividades que preencheram em pleno as férias destas crianças e de entre as quais se destacaram:

- Ateliers de “Artes Plásticas”;

- Ateliers de “Jardinagem”;

- Ateliers de “Ciência Divertida”;

- Workshops de “Culinária Natalícia”;

- Aula de natação;

- Danças e ginástica;

- Expressão musical;

- Expressão dramática;

- Cinema;

- Hora do conto;

- Jogos lúdicos;

- Artes decorativas (decoração de árvores de natal e elaboração do presépio);

- Momentos dedicados ao estudo.

tbouactitemliv (2).jpg

tbouactitemliv (3).jpg

tbouactitemliv (4).jpg

tbouactitemliv (5).jpg

tbouactitemliv (6).jpg

tbouactitemliv (7).jpg

tbouactitemliv (8).jpg

CRIANÇAS DA SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE MONÇÃO REALIZAM CANTATA DOS REIS

5 de janeiro, quinta-feira, 10h00, centro histórico

Vestidas a rigor e acompanhadas pelas educadoras/auxiliares da instituição e tocadores de concertina, as crianças da Santa Casa da Misericórdia de Monção celebram a chegada dos Reis Magos com uma cantata pelas principais ruas do centro histórico da vila, estando previstas paragens nos Paços do Concelho e no lar de idosos da Santa Casa da Misericórdia de Monção.

Cantata 05.JPG

CPCJ/MONÇÃO ASSINALOU NATAL COM ESPETACULO “A BELA E O MONSTRO NO GELO” E ENTREGA DE PRESENTES

Um dia com vários momentos de confraternização e muitos sorrisos das crianças e jovens acompanhadas pela comissão. CPCJ/Monção agradece à EPRAMI pelo transporte, ao BPI pelos presentes e às empresas monçanenses Panificadores Reunidos de Monção, Pastelaria Esteves e Supermercados Belita pelo apoio prestado ao longo da jornada.

espetmionça.jpg

 

A semelhança de anos anteriores, a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Monção, organismo vocacionado para a promoção dos direitos eprevenção de situações suscetíveis de afetarem a segurança, saúde, formação, educação ou desenvolvimento integral dos mais novos, voltou a comemorar a época natalícia com momentos divertidos e solidários.

Este ano, a atividade programada pela CPCJ/Monção constou de uma deslocação à cidade do Porto para assistir ao espetáculo “A Bela e o Monstro no Gelo”, musical para público infantil e juvenil baseado no conto original de Gabrielle-Suzanne Barbot com interpretações de Ricardo Trepa, Carolina Torres e Anabela.

Cerca de meia centena de crianças e jovens acompanhados pelos comissário(a)s da CPCJ/Monção deliciaram-se com a magia e o fascínio desta história encantada ficcionada pela Disney e, no final, passaram pelo McDonald para um merecido e apaziguador almoço.

Para o pequeno-almoço e lanche, a comissão contou com o apoio das empresas monçanenses Panificadores Reunidos de Monção, Pastelaria Esteves e Supermercados Belita. Transportados pela EPRAMI, as crianças tinham à sua espera os presentes de Natal oferecidos pelo Banco BPI.

A CPCJ/Monção testemunha os momentos de confraternização e os sorrisos das crianças ao longo de toda a jornada, agradecendo a colaboração das empresas mencionadas pela concretização desta jornada inesquecível que permanecerá na memória destas crianças e jovens.

espetmionça.png

PAI NATAL CHEGOU DE BARCO AO CAIS DA LODEIRA E EMBARCADOURO DE SALVATERRA DE MIÑO

Iniciativa, realizada no dia 24 de dezembro pelo terceiro ano consecutivo, contou com muitas crianças nos dois lados da fronteira. Elementos da Subzone transportaram o velhinho simpático e bonacheirão entre o Parque das Caldas e o Cais da Lodeira.

Pai Natal 02 (Large).JPG

Depois de no dia 18, dezenas de Pais Natal terem “desfilado” pelo centro histórico da localidade em bicicleta e mota, trazendo animação à Praça Deu-la-Deu, no dia 24, sábado de consoada, o Pai Natal “atracou” no Cais da Lodeira e no Embarcadouro de Salvaterra de Miño.

À sua espera, estavam muitas crianças desejosas de “desembrulhar” alguma surpresa. Em terra, o velhinho simpático e bonacheirão foi literalmente cercado pelos mais novos, tendo recebido muitos abraços e beijinhos e distribuído guloseimas e entradas para os insufláveis situados no centro da vila.

Pai Natal 01 (Large).JPG

 

Presente no local, a vice-presidente da autarquia, Conceição Soares, confirmou a alegria da pequenada e a importância desta iniciativa para manter vivo o espirito natalício: “Esta atividade, como outras que temos realizado ao longo do mês de dezembro, fortalece o sentimento da época e o imaginário das crianças”.

A chegada de barco do Pai Natal ao Cais da Lodeira e ao Embarcadouro de Salvaterra de Miño inseriu-se na programação natalícia preparada pela autarquia monçanense em conjunto com a Associação Comercial e Industrial dos Concelhos de Monção e Melgaço, bem como várias instituições e coletividades locais.

Focando-se na dinamização comercial com o lema “Seja Tradicional. Compre no Comércio Local”, realizaram-se várias atividades alusivas à época como Mercado de Natal, música tradicional, exposições, ateliês, concertos da Banda Musical de Monção e Banda Musical da Casa do Povo de Tangile a S. Silvestre Solidária entre Monção e Salvaterra de Miño.

Pai Natal 03 (Large).JPG

Pai Natal 04 (Large).JPG

pai natal 05 (Large).JPG

AMARES VIVE MAGIA DO NATAL

Banda Filarmónica de Bouro brilhou em Concerto de Natal

Na noite de hoje, os amarenses puderam, novamente, encantar-se com a magia do Natal, num bonito e surpreendente momento musical proporcionado pela Banda Filarmónica de Santa Maria de Bouro, sob a direção do novo maestro Fábio Oliveira.

DSC00749.jpg

“Um Grande Natal”, “A Swinkling Christmas” e “Jingle Bells Goes Rio” foram algumas das melodias interpretadas pela Banda Filarmónica, à qual se juntou o Grupo de Teatro de Bouro para apresentar aos presentes a peça “Uma noite de Natal”.

O espetáculo, que teve casa cheia, contou com a presença do presidente da Câmara Municipal de Amares, Manuel Moreira.

DSC00754.jpg

DSC00786.jpg

AMARES FOI NATAL PARA TODAS AS IDADES

Para que todos comemorassem esta época de alegria e convívio – o Natal, a Câmara Municipal de Amares, em parceria com a Farmácia e comerciantes do Mercado, proporcionou dois momentos de partilha dedicados a duas gerações distintas mas, de igual modo, especiais.

DSC00476.JPG

Anteontem, a tarde foi inteiramente dedicado aos mais novos, com a “Festa da Criança” a proporcionar aos pequenos uma matiné muito animada, com insufláveis, dança, pinturas faciais e animação musical. Ontem, foi a vez de os seniores fazerem a festa, num bonito momento de convívio que juntou cerca de 200 pessoas de várias IPSS´s do concelho de Amares e de zonas limítrofes para uma grande festa, que culminou com um lanche partilhado.

“O Natal é uma época mágica carregada de simbolismo especialmente para as crianças e para a população sénior e momentos como estes têm como missão única tornar esta celebração especial, proporcionando a todos um espaço de convívio, alegria, harmonia e paz, promovendo, simultaneamente, laços de afeto entre a população”, sublinha o executivo municipal de Amares, destacando o seu “cuidado em realizar atividades que cheguem a toda a população”.

A festa das crianças e dos idosos foram duas iniciativas inseridas no programa “Animação do Comércio Amarense”, promovido pelo Município de Amares durante a época natalícia. O programa termina com a Festa de Ano Novo agendada para este sábado, na Praça do Comércio, aberta a toda a população.

DSC00514.JPG

DSC00565.JPG

DSC00640.JPG

DSC00658.JPG

ESTRELAS DA BANDA CABECEIRENSE BRILHAM EM CONCERTO DE NATAL

Igreja de S. Miguel de Refojos foi palco de memorável espetáculo

O presidente da Câmara e o presidente da Assembleia Municipal de Cabeceiras de Basto, Francisco Alves e Eng. Joaquim Barreto, respetivamente, marcaram presença no Concerto ‘Estrelas de Natal’ que decorreu na passada sexta-feira, dia 23 de dezembro, um espetáculo promovido pela Banda Cabeceirense com o apoio da Câmara Municipal e da Paróquia de S. Miguel de Refojos.

Estrelas da Banda Cabeceirense brilharam em Concerto de Natal (1).JPG

O magnífico concerto da Banda Cabeceirense que contou com as atuações de excelentes músicos, de renome internacional, lotou a Igreja do Mosteiro de S. Miguel de Refojos, onde estiveram também presentes o vereador Prof. Mário Leite, os presidentes das Juntas de Freguesia de Refojos, Outeiro e Painzela e também de Abadim, Leandro Campos e Fernando Basto, o pároco de Refojos de Basto, padre Manuel Baptista, o tenente-coronel José Miguel Pimenta, em representação do comandante do RC6, entre outros convidados, familiares e amigos das estrelas da noite, bem como população em geral.

Na Igreja do Mosteiro atuaram com a Banda Cabeceirense Adriana Ferreira (flautista), André Gomes (trompista), Carlos Leite (trompetista), Hélder Gonçalves (clarinetista), João Casimiro (pianista) e Pedro Teixeira (saxofonista), todos naturais de Cabeceiras de Basto. No final do sublime espetáculo atuou o Coro da Escola de Música daquela Banda que deliciou o numeroso público com a sua fantástica atuação no Mosteiro de S. Miguel de Refojos que Cabeceiras de Basto quer ver elevado a Património Cultural da Humanidade da UNESCO.

 

Adriana Ferreira obteve o 1º Prémio – o Prémio da Orquestra e o Prémio do Jovem Júri – no Concurso Internacional de Flauta Carl Nielsen na Dinamarca, o 1º Prémio no Concurso Internacional de Flauta em Itália, o 1º Prémio no Concurso Internacional do Jovem Flautista em França, entre outros, tendo também obtido um prémio de mérito do Ministério da Educação. É licenciada em Musicologia pela Universidade Paris-Sorbonne, tendo sido agraciada pela Câmara Municipal com a Medalha de Mérito Público - Grau Ouro, em dezembro de 2015.

André Gomes frequenta o último ano de licenciatura na ESMAE. É chefe de Naipe e professor de Trompa na Banda União Musical Paramense e músico estagiário da Orquestra Gulbenkian.

Carlos Leite concluiu os estudos na ARTAVE com a classificação de 19 valores. Em 2013 obteve o 1º Prémio no IV Concurso de Trompete na Póvoa de Varzim. É membro efetivo da Orquestra Jovens da União Europeia há três anos, lecionando a disciplina de Trompete na Escola Superior de Música, Artes e Espetáculo e na Academia de Música Costa Cabral.

Hélder Gonçalves é músico honorífico dos quadros efetivos da Banda Sinfónica da Guarda Nacional Republicana, onde é solista, assim como da Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras. Licenciado pela Escola Superior de Música de Lisboa, foi professor de Clarinete no Conservatório Regional de Música de Coimbra, integrando atualmente as principais orquestras nacionais. Depois do Mestrado em Clarinete, concluiu o Curso de Direção de Orquestra.

João Casimiro é licenciado em Performance de Piano pela ESMAE – Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo, contando com uma vasta experiência como solista. João Casimiro conta com vários prémios nacionais e internacionais, tendo-lhe sido atribuído neste ano de 2016 o 1º Prémio da Melhor Interpretação da Peça Portuguesa no 17º Concurso Internacional ‘Cidade do Fundão’. Frequenta o 2º ciclo superior de Piano – Mestrado – no Conservatório Nacional Superior de Música e Dança de Paris.

Pedro Teixeira tem 22 anos e um percurso de sucesso na área da música. Foi laureado em diversos concursos nacionais e internacionais, frequentando atualmente a classe de Saxofone do professor Jérôme Laran no Conservatoire à Rayonnement Régional de Paris, em França.

Cabeceiras de Basto viveu uma noite cultural única com a brilhante participação de jovens músicos de grande categoria e que têm espalhado pelo mundo o extraordinário talento musical mas também a imagem e prestígio desta terra de Basto.

Estrelas da Banda Cabeceirense brilharam em Concerto de Natal (2).JPG

MUNICÍPIO DE BRAGA PROMOVE PRESÉPIO VIVO DE PRISCOS JUNTO DOS AGENTES TURÍSTICOS LOCAIS

O Município de Braga realizou mais uma sessão do programa ‘Conhecer para melhor promover", uma iniciativa dirigida aos profissionais e empresários de Turismo do Concelho com o objectivo de reforçar o conhecimento da Cidade, do seu património e demais activos de interesse turístico.

1bragnat (1).jpg

O programa desafiou os profissionais e empresários de Turismo a conhecer melhor o Presépio Vivo de Priscos, um dos maiores do mundo. “O Presépio Vivo de Priscos é uma importante âncora de atractividade a Braga, nesta época mais baixa de turismo e queremos que os nossos operadores conheçam não só o que ele apresenta como representação e animação, mas também o seu horário, espaços de estacionamento e formas de chegar e aceder ao presépio”, referiu António Barroso, do Gabinete de Apoio à Presidência da Câmara Municipal.

Esta iniciativa contou com a participação de cerca de três dezenas de interessados das mais variadas áreas de actuação, desde hotelaria, transportes, guias turísticos e restauração. A visita visou “aprofundar o conhecimento sobre espaços de interesse de Braga, mas também proporcionar networking entre os vários empresários e colaboradores, passando também por um estreitar do relacionamento com os responsáveis pelos espaços visitáveis no sentido de posteriormente articularem visitas e pacotes a oferecer a quem nos visita”, referiu António Barroso.

Até dia 22 de Janeiro o Presépio de Priscos estará aberto nos seguintes horários: 29 DEZ - das 15h00 às 18h00, 01 JAN - das 16h00 às 19h00, 07 JAN - das 20h00 às 23h00, 08 JAN - das 15h00 às 18h30, 14 JAN - das 20h00 às 23h00, 15 JAN - das 15h00 às 18h30, 21 JAN - das 20h00 às 23h00, 22 JAN - das 15h00 às 18h30

Entrada gratuita ou entrada solidária - 5,00 (sem tempos de espera. Crianças até aos 12 anos não pagam)

António Barroso enfatizou que a iniciativa “conhecer para melhor promover” vai continuar a ser dinamizada, considerando-a “muito importante para o reforço da notoriedade e promoção das riquezas que Braga oferece, mas sobretudo para que os vários agentes ligados ao turismo se conheçam, estabeleçam e reforcem ligações entre si, originando maior promoção do Concelho, poupança de recursos, incremento de turistas e de impacto económico em Braga e em toda a região envolvente”.

1bragnat (2).jpg

BLOGUE DO MINHO DESEJA-LHE BOAS FESTAS

O BLOGUE DO MINHO deseja a todas as entidades da nossa região, colaboradores, amigos e leitores um Feliz Natal e Próspero Ano Novo, com saúde, paz e alegria.

presepiomachadocastro (1).jpg

Pormenor do presépio de Natal, de Machado de Castro, existente na Sé Catedral de Lisboa

ALMOÇO DE NATAL EM BRAGA LEVA ESPERANÇA A CIDADÃOS SEM ABRIGO

O presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, fez questão de marcar hoje presença, dia 24 de Dezembro, no almoço de Natal dos cidadãos sem-abrigo do Concelho de Braga, que teve lugar no Centro de Alojamento Temporário (CAT) da Cruz Vermelha Portuguesa, que juntou mais de meia centena de pessoas.

0304.jpg

O Autarca considera ser uma responsabilidade de toda a comunidade acorrer de forma continuada aos que mais precisam e sobrevivem com grandes dificuldades económicas e sociais. “É essencial dar condições para que as instituições possam atingir os seus principais objectivos, que devem passar por conseguir a inclusão, em pleno, destes cidadãos na sociedade”, salientou, destacando que é de todo importante transmitir uma mensagem de esperança a estas pessoas. “O facto de estes cidadãos estarem hoje, aqui no Centro de Acolhimento Temporário da Cruz Vermelha Portuguesa, deve ser encarado como uma etapa evolutiva no caminho pessoal de cada um. Se existiram momentos menos bons, este é já um passo muito significativo nas suas vidas e no processo de reestruturação pessoal e social de cada um”, referiu.

Ricardo Rio explicou ainda que o apoio a estes cidadãos deve ser cada vez mais potenciado, através da sua inserção profissional, sendo que a Autarquia de Braga assume-se como um parceiro incontornável das instituições que actuam neste âmbito social. 

Ricardo Rio reconheceu ser este um tema em que entidades como a Câmara Municipal, a Diocese ou a Cruz Vermelha têm “o dever” de se envolver e potenciar cada vez mais. “Há muitas formas de apoiar os cidadãos sem-abrigo, desde logo do ponto de vista financeiro. Mas mais importante do que isto, é fundamental articular a rede social na procura de soluções, para que todos possam ter direito a um lar que os acolha nestes períodos difíceis das suas vidas”, afirmou, destacando que este almoço de Natal, que se tem vindo a repetir anualmente, é mais um momento de “convívio e de esperança” propiciado aos participantes.

À luz deste tema Ricardo Rio recordou os números recentemente divulgados sobre os índices de desemprego e que revelam que Braga foi o concelho da região Norte do País onde o desemprego mais desceu.

“Este é o resultado de um esforço que temos vindo a fazer em articulação com muitas entidades, organismos e empresas, de maneira a criar mais riqueza e a criar mais condições de acesso a emprego, para que todos aqueles que se encontram num momento difícil das suas vidas possam ter novas oportunidades no mercado de trabalho, uma habitação condigna e desenvolver as sua vida num contexto mais feliz do que o que tiveram no passado”.

Na ocasião, Armando Osório, presidente da Delegação de Braga da Cruz Vermelha, garantiu que a presença de representantes de várias instituições nesta iniciativa é uma forma de aumentar a auto-estima dos sem-abrigo. “É importante para estas pessoas sentirem que não estão sozinhas”, lembrou, sublinhando ainda que a parceria com a BragaHabit, que cede habitações aos utentes que saem do CAT, tem sido “excelente”. Como explicou Armando Osório, o CAT tem capacidade para receber cerca de 50 pessoas, sendo que mais cem utentes usufruem diariamente da cantina social.

Por fim, o Arcebispo de Braga, D. Jorge Ortiga, assegurou que a Igreja tem lutado para que todos possam ter direito à habitação e alimentação. “Estes são actos que nos devem responsabilizar. Muitas destas pessoas são sem abrigo com o apoio da CVP, mas existem muitos outros que hoje não estão cá, precisando igualmente de apoio”, explicou, acrescentando que é quase incompreensível à maioria da sociedade a existência de cidadãos sem-abrigo e isso não deve ser desconsiderado.

Para o Arcebispo Primaz de Braga “é muito importante tentar recuperar estas pessoas, integrando-as na sociedade. Estes momentos de confraternização são importantes, mas tornam-se incompletos sem o interesse quotidiano por estes cidadãos, tentando de forma mais aprofundada, realizar um trabalho sobre as causas que levam a que as pessoas cheguem a esta situação”, concluiu D. Jorge Ortiga.

0316.jpg

0341.jpg