Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

RUSGA DE SÃO VICENTE DE BRAGA REALIZA TERTÚLIA SOBRE ATLETISMO EM BRAGA

A Rusga de São Vicente de Braga - Grupo Etnográfico do Baixo Minho leva a efeito a 86ª edição dos "Serões no Burgo/Tertúlias Rusgueiras", no próximo dia 30, terça-feira, pelas 21h:30, na sede social da Rusga, sita na Av. Artur Soares (Palhotas), nº 73, Braga, tendo por convidados José Gusmão (organização do 'Braga a Correr'), José Ribeiro 'Cabeça Negra' (atleta e, ex-professor de Educação Física) e Arnaldo Pires(médico Internista e atleta), com a moderação de José Pinto, presidente da associação.

Os momentos artísticos que os "Serões/Tertúlias" contemplam, serão da responsabilidade do Grupo de Cavaquinhos os'Augustanus' e da Rusga de S. Vicente - GEBM.

Convite_86_30maio2017

PONTE DE LIMA APRESENTA "MEMÓRIAS DE GUERRA" DE GUSTAVO PIMENTA

Memórias de guerra de Gustavo Pimenta apresentadas em noite literária

O romance “A sorte de ter medo”, da autoria de Gustavo Pimenta, foi apresentado na passada sexta-feira, 19 de maio, no Auditório da Biblioteca Municipal de Ponte de Lima (BMPL). O encontro informal em torno da sexta obra literária do autor ponte-limense centrou-se em momentos de evocação biográfica, a cargo de José Cândido Rodrigues, que sublinhou o inconformismo do escritor e a predisposição natural para a mudança e para o consciente aproveitamento das circunstâncias que a vida lhe proporciona.

Memórias da guerra de Gustavo Pimenta (Medium)

Mas a noite literária ficou sobretudo marcada por um participado debate em torno da descodificação de dois conceitos que trespassam o romance de Gustavo Pimenta – o medo e a guerra – elementos cuja significação, nem sempre concordante, revigorou a sessão.

Sobre o título e a temática da obra, Gustavo Pimenta aclarou que o livro esteve para se chamar “Sem orgulho, nem remorso” – exatamente por traduzir o sentimento do autor em relação à sua participação na Guerra Colonial na Guiné-Bissau nos anos de 1967 a 1969 -, sublinhando que, a despeito da veracidade dos factos narrados e da cronologia adotada, caberá à subjetividade do leitor a interpretação e o juízo da obra. 

A apresentação de “A sorte de ter medo” – brevemente disponível para leitura e/ou empréstimo na BMPL – contou com as presenças do Eng.º Vítor Mendes, Presidente do Município de Ponte de Lima, e do Dr. Paulo Barreiro de Sousa, Vereador com o pelouro da Educação do Município de Ponte de Lima.

Sobre o autor:

Gustavo Pimenta nasceu a 29 de janeiro de 1944 em Crasto, no concelho de Ponte de Lima. A obra que agora lança sucede o livro "Triângulo escaleno", apresentado em 2016 no Auditório da Biblioteca Municipal de Ponte de Lima.

EMPRESA DE PEÚGAS DE FAMALICÃO PRODUZ MEIAS DE VALOR ACRESCENTADO AOS MILHÕES

Visita do Presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, às Peúgas Carlos Maia, segunda-feira, 30 de maio, pelas 10h30, no lugar do Fojo,  4765-076 Carreira, em Vila Nova de Famalicão.

Não se pode dizer que seja uma grande empresa em dimensão mas pode-se com toda a propriedade afirmar que é uma grande empresa em ambição, inovação e em produção. Todos os meses saem das instalações da “Peúgas Carlos Maia” cerca de 2,5 milhões de meias, à volta de 26 milhões ao ano, que são distribuídas por mais de 20 mercados diferentes e que levam a chancela de grandes marcas como, entre outras, a CAT, JCB, Coca-Cola, Dickies, Lotto, Dunlop, Umbro, Joma, Stanley, Lundsberg, TOG24, Hello Kitty, New Balance e Donnay.

AFS_9433

Os pormenores do trabalho das “Peúgas Carlos Maia” vão estar em cima da mesa na próxima jornada do roteiro Famalicão Made IN, segunda-feira, 30 de maio, pelas 10h30, no lugar do Fojo,  4765-076 Carreira, em Vila Nova de Famalicão.

Conhecida internacionalmente pelas marcas CM Socks ou Pureco, a empresa faz meias há 23 anos, mas não sempre da mesma maneira.  Fundada pelo empresário Carlos Maia, iniciou o seu percurso com o fabrico de meias básicas mas ao longo dos anos foi aperfeiçoando a técnica e lançando novos produtos, mais técnicos e de valor acrescentado que têm tido elevada aceitação no mercado.

As meias desportivas Pureco, com aplicação de tratamento antibacteriano, já chegaram aos cinco continentes e a inovação valeu à empresa o selo “Famalicão Visão 25” com que a Câmara Municipal distingue as boas práticas, inovadores e inspiradoras produzidas no território. O projeto mereceu também o reconhecimento da União Europeia, através da aprovação de uma candidatura a fundos comunitários em 2016, e a declaração de Interesse Público Municipal com a classificação de “Projeto Made 2IN”.

Neste momento a empresa trabalha numa nova candidatura no âmbito da inovação produtiva, destinada ao arranque da produção de meias que reduzem o risco de entorse do tornozelo e potenciam a performance desportiva. O conceito, resultado de uma parceria  entre a empresa, o Hospital de Santo António e a Escola Superior de Saúde do Porto, passa por incorporar nas meias suportes de tornozelo e Ligaduras Funcionais).

AFS_9434

AMARES, TERRAS DE BOURO E VILA VERDE VÃO CRIAR A ASSOCIAÇÃO EMPRESARIAL DO VALE DO HOMEM

AEVIVER vai formalizar alargamento a todo o Vale do Homem

Já estão feitos os primeiros contactos oficiais tendentes ao alargamento do âmbito de acção da AEViVer aos restantes Municípios do Vale do Homem, Amares e Terras de Bouro. O Conselho de Administração da Associação Empresarial de Vila Verde acaba de concluir a ronda de contactos com as duas autarquias, agora aliadas de Vila Verde neste processo, e junto do tecido empresarial dos dois concelhos.

20170523_095004

Estão lançados os “alicerces” para a “fundação” da futura Associação Empresarial do Vale do Homem, devendo a formalização oficial acontecer a 10 de Julho, por altura da revisão estatutária e dos procedimentos legais que permitirão dar consequência à decisão da estrutura liderada pelo arquitecto Jorge Pereira.

Esta formalização acontece depois de reuniões com os Municípios de Amares e de Terras de Bouro, assim como com o tecido empresarial de ambos os concelhos. A associação empresarial vai, por isso, avançar com a alteração dos Estatutos já na próxima Assembleia Geral, que decorrerá no dia 10 de Julho.

CONSELHO CONSULTIVO

Nessa altura, reunirá pela primeira vez o novel Conselho Consultivo da futura Associação Empresarial do Vale do Homem, que será presidido pelo presidente da ATAHCA, Prof. José da Mota Alves. O órgão de consulta do Conselho de Administração deverá integrar as Misericórdias de Vila Verde e Amares, uma IPSS de cada concelho, os três arciprestes e dez empresas representativas do território do Vale do Homem, entre outros organismos e instituições com papel de relevo no território.

«UNIR E TORNAR MAIS FORTE O VALE DO HOMEM»

Nos contactos mantidos, o presidente do Conselho de Administração da AEViVer, Jorge Pereira, tem assinalado que este alargamento da esfera de acção da associação empresarial visa «unir e tornar mais forte o Vale do Homem, dando um impulso às dinâmicas empresariais desta região».

Vinca que «o objectivo é contribuir para a atracção de investimento e melhoria das condições das zonas industriais, áreas de comércio e serviços, quer no domínio da agricultura e florestas, mesmo da designada economia social, uma área emergente e com grande relevância neste território».

Jorge Pereira pretende ainda que a associação «seja um importante apoio aos seus associados», disponibilizando serviços de assessoria jurídica e fiscal e apoio à instalação de empresas e ao aproveitamento de fundos destinados ao desenvolvimento e inovação nas áreas da indústria, comércio, agricultura, desenvolvimento rural, economia social, entre outras».

Em simultâneo, vinca «alguns compromissos e sugestões já assumidos junto dos interlocutores dos últimos dias, como o apoio à realização de eventos comuns ao Vale do Homem associados às áreas da indústria, comércio, serviços, agricultura e florestas e economia social, entre outros».

O responsável da associação mostra-se satisfeito pela «abertura demonstrada pelos dois Municípios», no sentido de permitir uma «promoção externa comum do Vale do Homem».

SONY DSC

PONTE DE LIMA CONSTRÓI PAVILHÃO DE FEIRAS E EXPOSIÇÕES

Construção do Pavilhão de Feiras e Exposições – Ponte de Lima

O Executivo Municipal de Ponte de Lima visitou ontem quinta-feira a Construção do Pavilhão de Feiras e Exposições na Expolima.

Direcionado para apoiar a realização dos inúmeros eventos que preenchem o programa anual de animação cultural, nomeadamente, festivais gastronómicos, feiras e exposições, o futuro Pavilhão de Feiras e Exposições de Ponte de Lima, na Expolima tem uma capacidade para a instalação de 88 stands.

O Presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima, Eng.º Victor Mendes, considerou que se “trata de um equipamento que visa dar mais qualidade aos nossos projetos temáticos, que vai servir todo o concelho, acolhendo um conjunto diversificado de eventos que Ponte de Lima dinamiza regularmente.” O autarca salientou ainda a qualidade arquitetónica do edifício, e o seu enquadramento paisagístico, apresentando-se como um espaço funcional, situado próximo do Centro Histórico e com parque de estacionamento próprio.”

Com uma área total de 2.850m2, dos quais cerca de 2300m2 para zona de exposição, o edifício está assente sobre uma estacaria com uma extensão de 2.360 metros de linha, equipado com um sistema de climatização com quatro UTAS - Unidade de Tratamento de Ar exteriores de tubagens e plenos, reservatório para rede de água de combate a incêndio com a capacidade superior a 200m3, instalado na zona de entrada do edifício. Das suas características referência ainda para o espaço exterior que permitirá a colocação de seis cozinhas amovíveis, com ligação à rede de gás natural, energia elétrica, saneamento e abastecimento de água.

O Presidente da autarquia sustentou que esta é “uma obra de referência para o concelho e para a região, cujo custo da empreitada ascende aos 3.104.585,67€”. Acompanhado pelos Vereadores, Ana Machado, Vasco Ferraz e Paulo Sousa, o Presidente do Executivo realçou a mais-valia deste equipamento, no sentido de “acolher uma quantidade significativa de eventos que são pro­gramados como projeto próprio ou integrados em feiras temáticas que, por sua vez, são uma importante forma de ala­vancar a economia local.”

A zona envolvente vai ser alvo também de uma profunda remodelação, como forma de se transformar numa área polivalente, prevendo-se a conclusão final dos trabalhos no mês de agosto.

BRAGA COMEMORA DIA DA CRIANÇA E DO AMBIENTE

3ª Edição da iniciativa: “Dar vida ao Picoto” para comemorar o dia da Criança e do Ambiente

O Município de Braga assinala o Dia Mundial da Criança e do Ambiente com a realização da iniciativa “Dar Vida ao Picoto”, que terá lugar no Monte Picoto.

DiverLanhoso_DMC_v3

Actividades Radicais, Corrida de Carrinhos de Rolamentos, observação Solar, demonstração de Trial Bike completam um programa para miúdos, graúdos e famílias. As Inscrições para a corrida de carrinhos de rolamentos devem ser feitas através do email Jose.m.l.pinheiro@gmail.com ou do telefone 919132003.

Estará disponível transporte gratuito entre a Avenida Central, o evento ´Dias de Festa' a decorrer no Parque da Ponte e o Monte Picoto.

Será um fim-de-semana em que o Município proporciona um novo mundo de magia e em que a natureza está presente com toda a sua energia no Monte Picoto e no Parque da Ponte.

A entrada é livre.

Venha celebrar em Família e viver a criança que há em si!

MUSEU DOS TERCEIROS EM PONTE DE LIMA PROMOVE VIAGEM CULTURAL

Ponte de Lima - Museu dos Terceiros em Viagem Cultural

Cumpriu-se no passado fim-de-semana de 20 e 21 de maio mais uma Viagem Cultural promovida pelo Museu dos Terceiros e comissariada pelo Prof. Carlos Brochado de Almeida. Um extenso grupo de 56 elementos rumou à Beira Baixa e ao Alto Alentejo para conhecer a história e o património de algumas das mais emblemáticas vilas e aldeias daquele território.

O sábado foi passado a norte do Tejo. O itinerário começou por Idanha-a-Velha, a antiga Egitania, percorrendo o recinto amuralhado e as ruas desta antiga localidade, notável sítio arqueológico declarado Monumento Nacional. Neste admirável conjunto histórico foram apreciadas com mais demora a vetusta Basílica, a velha ponte de origem romana sobre o rio Pônsul e, junto ao Posto de Turismo, o bem preservado Lagar de Varas.

A visita continuou com a subida à aldeia de Monsanto, cujos habitantes souberam ao longo dos tempos levantar pequenas construções harmoniosamente associadas à penedia natural. Quase todos os limianos venceram as alturas do castelo, situado ainda bem acima da aldeia. Já ao fechar do dia seguiu-se uma romagem ao Santuário de Nossa Senhora do Almortão, um dos mais importantes e conhecidos locais de peregrinação da Beira Baixa.

No domingo a viagem continuou para o sul do Tejo com uma visita à vila de Marvão, com o seu casario e o imponente castelo assentes numa poderosa escarpa. Ao descer dos novecentos metros de altitude houve ainda oportunidade para conhecer o Convento de Nossa Senhora da Estrela, uma fundação franciscana do século XV hoje ao cuidado da Santa Casa da Misericórdia de Marvão.

O périplo por aquelas terras terminou com uma passagem por Castelo de Vide, onde Carolino Tapadejo, antigo Presidente da Câmara e apaixonado investigador, nos levou pelo antigo Bairro da Judiaria e pela sinagoga, mostrando diversos recantos e peculiaridades associadas à vivência judaica naquela Terra. Foi exibida uma chave com cinco séculos, levada por uma família de judeus que residia em Castelo de Vide aquando da sua expulsão. Recentemente, volvido meio milénio, uma descendente na diáspora fez questão de dirigir-se à terra dos seus antepassados para deixá-la a Castelo de Vide. Esta chave, única e plena de simbologia, podemos também dizer que encerrou a Viagem Cultural do Museu dos Terceiros.

MUNICÍPIO DE AMARES PASSA A SER ABRAÇADO PELA AEVIVER

O presidente da Câmara Municipal de Amares, Manuel Moreira, esteve reunido, ontem, com a AEVIVER – Associação Empresarial de Vila Verde, dirigida por Jorge Pereira, que alargará a sua área de intervenção a todo o Vale do Homem, nomeadamente ao concelho de Amares, passando a adotar a designação de Associação Empresarial do Vale do Homem.

DSC06715

Para o presidente da Câmara Municipal de Amares, o alargamento da área de ação da associação empresarial é uma atitude que corrobora uma ideia desde sempre por si defendida e que se prende com o facto de “desenvolver sinergias entre os municípios e as diversas entidades que atuam no terreno para criar dinâmicas de crescimento e desenvolvimento do tecido empresarial e da economia local”.

O autarca acredita, por isso, que “esta será mais uma força impulsionadora das dinâmicas empresariais existentes no concelho e um incentivo ao investimento económico de novas ideias e novos negócios”.

A mesma ideia é comungada pelo presidente da AEVIVER, Jorge Pereira, que considera que este alargamento da esfera de acção da associação empresarial visa “unir e tornar mais forte o Vale do Homem, dando um impulso às dinâmicas empresariais desta região”.

“O objetivo é contribuir para atracção de investimento e melhoria das condições das zonas industriais, áreas de comércio e serviços, agricultura-florestas, alargando a acção à economia social”, frisa.

Jorge Pereira pretende ainda que a associação colabore com os associados no sentido da assessoria jurídica e fiscal e no apoio à instalação de empresas e ao aproveitamento de apoios à indústria e comércio.

Projeta a realização de eventos comuns ao Vale do Homem associados às áreas da indústria, comércio, serviços, agricultura e florestas e economia social, entre outras.

O alargamento vai ser formalizado no próximo dia 10 de julho e abrange, ainda, o Município vizinho de Terras de Bouro.  Esta formalização acontece depois de reuniões com os Municípios de Amares e de Terras de Bouro, assim como com o tecido empresarial de ambos os concelhos.

A associação empresarial vai, por isso, avançar com a alteração dos Estatutos já na próxima Assembleia Geral, que decorrerá no dia 10 de Julho, em Amares.

Nessa ocasião, reunirá pela primeira vez o Conselho Consultivo, que será presidido pelo líder da ATAHCA, José Mota Alves, e integrará as Misericórdias de Vila Verde e Amares, uma IPSS de cada concelho, os três arciprestes e dez empresas representativas do território do Vale do Homem, entre outros organismos representativos dos concelhos.

DSC06719

DSC06723

CDT ESTÁ NA PRIMEIRA LIGA DOS EQUIPAMENTOS DESPORTIVOS

Empresa famalicense inaugura amanhã, sábado, pelas 17h30, novas instalações em Oliveira S. Mateus. Paulo Cunha marca presença.

O Moreirense e o Tondela, da I Liga de Futebol, são dois dos clubes desportivos com equipamentos assinados pela CDT. Mas esta marca famalicense veste muitos outros clubes que disputam os campeonatos nacionais de futebol, bem como de outras modalidades, como sejam o andebol, o futsal e o hóquei em patins. Na natação e no voleibol, o Grupo Desportivo de Natação e o Famalicense Atlético Clube, de Vila Nova de Famalicão, também já não dispensam a qualidade e o conforto que a CDT confere aos seus atletas, contribuindo para a conquista de bons resultados desportivos.

Criada em 2012, a CDT desenha e desenvolve equipamentos ou linhas de vestuário exclusivos para cada clube, apostando na produção nacional e recorrendo a matérias-primas também elas portuguesas.

Assente numa estratégia de expansão para vir a ser uma marca desportiva de referência em Portugal, a CDT inaugura amanhã, sábado, 27 de maio, pelas 17h30, novas instalações industriais em Oliveira S. Mateus, Avenida Dr. Ângelo Vidal Pinheiro, nº 775. A cerimónia conta com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Famalicão, Paulo Cunha, bem como de representantes da Federação Portuguesa de Futebol, da Associação de Futebol de Braga, da Associação de Futebol de Vila Real, entre outras entidades.

ALUNOS DE TERRAS DE BOURO VISITAM O GERÊS

Alunos do 1.º ciclo do Agrupamento de Escolas de Terras de Bouro visitaram a aldeia da Ermida (Gerês)

O Centro Municipal de Valências de Terras de Bouro organizou diversas atividades para um grupo de alunos do 1.º ciclo do Agrupamento de Escolas de Terras de Bouro na Ermida (Gerês). Além de conhecerem o ciclo do pão, realizaram dois trilhos e passearam a cavalo.

IMG_0099_Copy

Na primeira atividade realizada, a Sr.ª Maria Príncipe, residente no lugar da Ermida proporcionou às crianças uma fantástica "viagem" pelo ciclo do pão, dando-lhes a conhecer um processo que faz parte das memórias do passado quando ainda não eram utilizadas máquinas para o seu fabrico. 

Enquanto o pão cozeu, percorreram-se dois trilhos, o de Cilhas e o da Vela, onde as crianças puderam contactar com a natureza e vislumbrar paisagens ímpares num território paradisíaco.

Já no período da tarde a empresa "Selvagem Aventura", com sede na Ermida, que está ligada aos desportos de natureza proporcionou às crianças a oportunidade de efetuar um batismo e passeio a cavalo.

IMG_0107_Copy

IMG_0114_Copy

IMG_0148_Copy

IMG_0159_Copy

IMG_0176_Copy

IMG_0183_Copy

IMG_0228_Copy

IMG_0247_Copy

IMG_0339_Copy

IMG_0343_Copy

IMG_0397_Copy

IMG_0417_Copy

DEPUTADO PAULO OLIVEIRA PARTICIPA NO FÓRUM PARLAMENTAR LUSO-ESPANHOL

O deputado famalicense Jorge Paulo Oliveira integrou a Delegação da Assembleia da República ao Fórum Parlamentar Luso-Espanhol, que se realizou esta semana em Vila Real, nos dias 21 e 22 de maio.

paulooliv

O Fórum Parlamentar Luso-Espanhol, encontro que se realiza desde 2008, tem como objetivo contribuir, de forma útil, para o conteúdo substantivo das Cimeiras Governamentais, procedendo simultaneamente ao balanço e à avaliação anual das relações bilaterais entre Portugal e Espanha. A edição de 2017 teve como temas principais "Portugal e Espanha na Europa – Desafios Comuns” e “Cooperação Transfronteiriça: Ambiente, Energia e Infraestruturas". Destaque para a presença do Presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues e da Presidente do Congresso dos Deputados de Espanha, Ana Pastor.

A Delegação da Assembleia da República, assegurando a representatividade dos principais Grupos Parlamentares, integrou 12 deputados. Jorge Paulo Oliveira, tal como afiançara no parlamento português, levou a debate a Central Nuclear de Almaraz, manifestando aos deputados espanhóis a apreensão com que Portugal vê a extensão de vida útil daquela Central, que deveria ter terminado em 2010, mas que foi prorrogada até 2020, falando-se agora da possibilidade de uma nova extensão até 2040.

O social democrata afirmou que pela “proximidade e pela partilha das águas do rio Tejo, comporta riscos para as populações e para os territórios dos dois lados da fronteira”,recordando que nos últimos 35 anos, aquela central “registou um significativo numero de avarias e incidentes, alguns dos quais obrigaram mesmo à paragem sobretudo por falhas nos motores das bombas do sistema de refrigeração. Perante este quadro são fundados e justificados os receios das populações deste lado da fronteira”.

Jorge Paulo Oliveira deu também conta que o parlamento aprovou, por unanimidade, uma recomendação ao governo português para que desenvolva todos os esforços junto do Estado Espanhol para o encerramento da Central Nuclear de Almaraz.

Com interesse para o Minho, as duas delegações, reafirmaram a importância da cooperação entre os dois Estados na área das infraestruturas rodoviárias e ferroviárias, e concretamente, na necessidade de continuar a avançar com a modernização da linha ferroviária de passageiros entre o Porto e Vigo que permita reduzir os tempos de viagem.

PAIS DE CRIANÇAS COM DEFICIÊNCIA PROTESTAM EM VIANA DO CASTELO

Pais, encarregados de educação, professores e técnicos que trabalham com crianças com deficiência marcaram para amanhã, dia 27 de Maio das 11:00 às 15:00 horas, uma acção de protesto junto ao Lar de Santa Teresa situado no Largo das Carmelitas, nº. 505, em Viana do Castelo. Pretendem dessa forma aproveitar a visita que o ministro do Trabalho Solidariedade e Segurança Social, Dr. Vieira da Silva, vai efectuar àquele espaço para lhe dar a conhecer as razões que lhes assistem e apelar para que o governante intervenha urgentemente na protecção dos direitos da crianças com deficiência do distrito de Viana de Castelo, a quem estarão a ser negados o acesso a terapias.

APELO 27 MAIO VIANA

A iniciativa conta com o apoio da CNIPE. Confederação Independente de Pais e Encarregados de Educação, da AACH-Associação de Apoio à Criança Hiperativa e da ANEAE - Associação Nacional de Empresas de Apoio Especializado.

Segundo os organizadores, a discriminação que as crianças,do distrito de Viana do Castelo,que possuem comprovada redução permanente de capacidade e carência económica, em relação aos outros distritos dos país é gritante. Esta discrepância é comprovada pelos números nacionais, divulgados pelo próprio Instituto da Segurança Social, recentemente através da agência LUSA, publicada também no jornal Oúblico em https://www.publico.pt/2017/05/17/sociedade/noticia/subsidio-de-educacao-especial-estara-a-ser-retido-em-viana-do-castelo-1772508

Crianças com a mesma deficiência tem o Subsídio de Educação Especial deferido no resto do país, e no distrito de Viana do Castelo são indeferidos de forma massiva.

O Ministro do Trabalho Solidariedade e Segurança Social, Dr. Vieira da Silva, visita o Lar de Santa Teresa por volta das 12 horas. Os organizadores da iniciativa estão confiantes que o ministro estará disponível para conversar e ajudar estas famílias, terapeutas e professores.

LIMIANO PEDRO LAGO VIEIRA JÁ SE PREPARA PARA 2018

A próxima prova do Campeonato Regional de Ralis - Norte vai marcar o regresso de Pedro Lago Vieira às competições. Parado desde Setembro do ano passado, o jovem piloto irá alinhar no Rali de Santo Tirso apresentando para esta temporada algumas novidades.

PLV Racing 2017

Depois de ter conquistado em 2016 o título de Campeão Nacional de Iniciados ao volante de um Renault Twingo, Lago Vieira aposta agora num mais performante e competitivo Peugeot 208 R2 para esta que será uma temporada onde os objetivos do piloto se centram sobretudo em readquirir ritmo, conhecer o novo carro e a nova equipa e acumular quilómetros para conhecer ralis.

 “Nesta fase não vamos pensar muito em resultados porque temos consciência que a falta de ritmo e sobretudo a falta de experiência, especialmente nos ralis de terra, nos irá condicionar. Além disso, a constante procura de patrocinadores levou a que o projecto de 2017 se iniciasse já um pouco tarde e também por isso preferimos direcionar a nossa época para um programa parcial onde tomaremos parte em diversos ralis como forma de preparação para o ano de 2018”, refere o piloto natural de Ponte de Lima.

Para Lago Vieira, cuja época não está ainda totalmente definida, a presença no Rali de Santo Tirso será encarada com natural cautela mas ao mesmo tempo com grande motivação:

“Vamos fazer uma tripla estreia no Rali de Santo Tirso: será a primeira vez que disputo esta prova, será a primeira vez que vou competir com o Peugeot 208 e será também a minha estreia com o novo navegador, o Alberto Silva”, aponta Pedro Lago Vieira.

“Estou bastante entusiasmado com este projeto e espero aprender muito nesta nova etapa da minha carreira. Sei que irei contar com a preciosa ajuda do Alberto, mas também terei ao meu dispor todo o profissionalismo e experiência de uma equipa como a PT Racing, a quem será entregue a preparação e assistência do Peugeot.

Espero conseguir realizar um bom rali, sem cometer excessos e conseguir uma boa adaptação ao carro. Sabemos que este novo carro será bastante mais exigente e competitivo que o anterior Twingo, mas esse vai ser também um fator motivante para evoluir rapidamente e tentar aproximar-me o mais possível da melhor forma.”, afirma o piloto.

Além do Rali de Santo Tirso, Pedro Lago Vieira espera este ano ainda alinhar em mais algumas provas repartidas entre o Campeonato Nacional de Ralis, Taça Nacional e ainda Regional Norte.

“Quero desde já agradecer a todos os patrocinadores que me têm acompanhado ao longo da minha carreira e que um ano mais voltaram a acreditar neste projecto, bem como aos novos parceiros que se juntaram a nós nesta época e que nos deixam cheios de orgulho por defendermos as suas cores”, conclui Lago Vieira.

O Rali de Santo Tirso disputa-se nos dias 26 e 27 de Maio sendo composto pela dupla passagem nocturna na Super Especial de Santo Tirso e pelas triplas passagens pelos troços de Mourinha / Hortal e Assunção.

APRESENTAÇÃO DA LOGOMARCA GERÊS

Decorreu a 25 de Maio, no Porto Welcome Center a acção de apresentação da logomarca Gerês, contando com a presença de várias individualidades, em representação de diversas entidades, relevantes na dinâmica turística e económica da região Norte, bem com a presença de associados da associação empresarial Gerês Viver Turismo. 

Logomarca Gerês

Logomarca Gerês, uma representação gráfica, simbólica, da paixão pela montanha e pela Natureza, criada com o objectivo de ser facilitadora na comunicação de tão conhecido destino turístico, destinando-se também a identificar as actividades desenvolvidas pela associação, bem como a dos seus associados, numa relação próxima e cordial com outras entidades e horizontes territoriais. Encerrando em si vários elementos significativos do Gerês, esta logomarca pretende ser relevante a nível local, regional, nacional e internacional. 

A utilização desta logomarca carece de autorização por parte da associação Gerês Viver Turismo, pelo que as empresas e outras entidades interessadas na sua utilização, devem enviar solicitação para vivergeres@gmail.com. Em breve será publicado em www.geres.pt o regulamento para utilização desta logomarca.

SAM_5780

TVI RODA NOVA TELENOVELA EM VIANA DO CASTELO

A TVI já está a trabalhar na sua próxima novela para estrear em setembro. Escrita por Maria João Mira, autora de sucessos como “A Única Mulher” ou “Ilha dos Amores”, “A Herdeira” é a nova aposta de José Eduardo Moniz.

Kelly-Bailey

“A Herdeira”, avança a TV7 Dias, conta a história de uma rapariga que foi adotada por um grupo de ciganos quando criança. Esta trama é baseada em fatos reais.

Kelly Bailey vai ser a protagonista desta trama que conta no elenco com nomes como Pedro Barroso, Sofia Ribeiro ou Pedro Granger.

As gravações arrancam em junho em Viana do Castelo.

Destaque em “A Única Mulher”, Kelly Bailey é a atriz escolhida por José Eduardo Moniz para protagonizar a próxima novela da TVI.

Kelly Bailey que tem estado fora do País a estudar, vai regressar às novelas em junho, para a próxima ficção escrita por Maria João Mira.

Segundo a TV7 Dias, no elenco estão ainda nomes como Pedro Barroso, Pedro Granger e Sofia Ribeiro.

CONFRARIA DOS GASTRÓNOMOS DO MINHO REÚNE CAPÍTULO DE ENTRONIZAÇÃO NO PRÓXIMO DIA 27 DE MAIO

A Confraria dos Gastrónomos do Minho, já longa na sua existência, muito tem contribuído para a preservação/promoção da identidade gastronómica minhota, salvaguardando a sua história, autenticidade e genuinidade.

14563575_341464592868679_7137034691296949503_n

Dando continuidade ao nosso trabalho convida-mo-lo a acompanhar, no próximo dia 27 de Maio (Sábado) no Museu dos Biscainhos em Braga, a mais uma Entronização da Confraria dos Gastrónomos do Minho, de acordo com o seguinte programa:

PROGRAMA

CAPÍTULO  DE ENTRONIZAÇÃO DA CONFRARIA DOS GASTRÓNOMOS DO MINHO

27 de Maio de 2017, Braga

10:00-   Receção dos Confrades e Convidados no Museu dos Biscainhos

Capítulo de Entronização no Salão Nobre do Museu do Biscaínhos

10:30 - Abertura do Capitulo pelo Exmº Senhor Juiz da Confraria

10:40 - Palestra do Exmo. Senhor Professor Dr. Aurélio Pires de Oliveira com o tema "Comer e beber - uma arte."

11:00-  Intervenção do Exmo. Senhor Presidente do Município de Braga (a aguardar confirmação)

11:20-  Imposição das insígnias aos novos Confrades pelos respetivos padrinhos.

11:40 - Juramento conjunto pelos novos Confrades.

11:45 - Brinde aos novos Confrades e à Confraria conduzido pelo Exmº Senhor Mordomo-mor.

12:00 - Missa na Igreja do Convento do Pópulo (próxima do Museu)

Na expetativa da vossa presença apresentamos os nossos melhores cumprimentos,

A Confraria dos Gastrónomos do Minho.

Francisco Ayres d' Abreu (Vice-Presidente)

GUIMARÃES REÚNE EXECUTIVO MUNICIPAL

A PARTIR DAS 21 HORAS

Sessão extraordinária da Assembleia Municipal de Guimarães esta sexta-feira, 26 de maio

Reunião tem 43 pontos na Ordem de Trabalhos. Sessão decorrerá no Polo de Azurém da Universidade do Minho.

A Assembleia Municipal de Guimarães, nos termos do nº 3 do artigo 49º da Lei nº 75/2013, de 12 de setembro, vai realizar uma sessão extraordinária esta sexta-feira, 26 de maio de 2017, pelas 21 horas, no Auditório da Universidade do Minho, em Azurém.

A candidatura de Guimarães Capital Verde Europeia 2020, a análise do estado do processo e dos respetivos indicadores ambientais, com a presença dos responsáveis pela Estrutura de Missão, nos termos da Declaração de Consenso Político assinada em 22 de fevereiro de 2017, é um dos assuntos agendados.

Entre os 43 pontos da ordem de trabalhos, constam deliberações relativas ao concurso público para a concessão da conceção, construção e exploração do Crematório de Guimarães, Regulamento Municipal de Concessão de Direitos e Benefícios aos Bombeiros Voluntários do Concelho de Guimarães, bem como regulamentos da Incubadora de Base Rural de Guimarães, da Bolsa e do Banco de Terras de Guimarães e Regulamento de Atribuição de Apoios às Associações Desportivas de Guimarães.

Os deputados da Assembleia Municipal vão deliberar, ainda, sobre assuntos relacionados com freguesias, designadamente, concessão de apoios municipais às freguesias para o ano de 2017, pavimentação de arruamentos, atribuição de subsídios para a requalificação de ruas, construção de Casa Mortuária em Prazins Santa Eufémia, centralidade de S. Faustino, entre outras intervenções.

ORDEM DO DIA | ASSEMBLEIA

1 - Aprovação da ata da sessão da Assembleia Municipal de Guimarães.

AMBIENTE

2 - Guimarães Capital Verde Europeia 2020 - Análise do estado do processo e dos respetivos indicadores ambientais, com a presença dos responsáveis pela Estrutura de Missão, nos termos da Declaração de Consenso Político assinada em 22 de fevereiro de 2017.

OBRAS PÚBLICAS

3 - Concurso Público para Concessão da Conceção, Construção e Exploração do Crematório de Guimarães.

URBANISMO

4 - União de Freguesias de Leitões, Oleiros e Figueiredo – Pedido de Parecer Urbanístico.

5 - União de Freguesias de Sande Vila Nova e Sande S. Clemente – Parecer Urbanístico – Emissão de Declaração de Interesse Público.

REGULAMENTOS

6 - Regulamento Municipal de Concessão de Direitos e Benefícios aos Bombeiros Voluntários do Concelho de Guimarães.

7 - Regulamento da Incubadora de Base Rural de Guimarães.

8 - Regulamento da Bolsa e do Banco de Terras de Guimarães.

9 - Regulamento de Atribuição de Apoios às Associações Desportivas de Guimarães.

RECURSOS HUMANOS

10 - Alteração do Mapa de Pessoal.

ATIVIDADES ECONÓMICAS

11 - Pedido de renegociação do Contrato de Concessão de Benefícios Tributários Municipais celebrado em 13 de fevereiro de 2015 com a Auto Sande – Reparação de Automóveis, Lda.

FREGUESIAS

12 - Concessão de Apoios Municipais às Freguesias – Ano de 2017.

13 - Delegação de Competências nas Freguesias (Contratos Interadministrativos – Ano de 2017).

14 - Atribuição de Verbas para o desenvolvimento da Componente de Apoio à Família – 1.º Ciclo - Ano de 2017.

15 - Freguesia de Barco - Pedido de cedência de autocarro.

16 - Freguesia de Moreira de Cónegos - Pedido de cedência de autocarro.

17 - Freguesia de Moreira de Cónegos – Atribuição de subsídio para aquisição de moinhos.

18 - Freguesia de Moreira de Cónegos – Requalificação da Rua Laurinda Ferreira Magalhães.

19 - Freguesias de Lordelo e Selho S. Cristóvão - Contrato Interadministrativo de Delegação de Competências para Gestão de Instalações Desportivas.

20 - Freguesia de Selho S. Cristóvão - Pavimentação da rua Senhora dos Montes.

21 - Freguesia de Candoso S. Martinho – Continuidade de Projetos Sociais do Orçamento Participativo – Projeto “Candoso Ativo”.

22 - Freguesia de Ronfe – Cantar dos Reis 2017.

23 - Freguesia de Lordelo – Cantar dos Reis 2017.

24 - União de Freguesias de Souto Santa Maria, Souto S. Salvador e Gondomar - Alargamento e construção de muro de vedação na Travessa de Navelhos.

25 - União de Freguesias de Tabuadelo e S. Faustino – Atribuição de subsídio – reabilitação do edifício ocupado pelo Rancho Folclórico S. Cipriano de Tabuadelo.

26 - União de Freguesias de Tabuadelo e S. Faustino – Atribuição de subsídio – Aquisição de equipamentos de ar condicionado e diversos equipamentos para a cozinha do Salão Paroquial.

27 - União das Freguesias de Serzedo e Calvos – Atribuição de um apoio para o XXIV Grande Prémio de Atletismo de Serzedo e 8.ª Prova de Cicloturismo de Calvos.

28 - União de Freguesias de Atães e Rendufe - Pavimentação da Travessa do Valinho, em Atães.

29 - União de Freguesias de Abação e Gémeos – Conclusão da Casa Mortuária de Gémeos.

30 - Freguesia de Ponte - Requalificação da zona envolvente da escola E.B.2,3 Arqueólogo Mário Cardoso, novo acesso ao Centro Escolar e recuo de um muro junto do Largo da Igreja (Quinta dos Cascos).

31 - Freguesia de Nespereira – Atribuição de subsídio para recuperação e revitalização dos tanques públicos.

32 - Freguesia de Nespereira – Construção de passeios e rede de drenagem de águas pluviais na Rua Visconde do Paço.

33 - Freguesia de Lordelo – Pavimentação de vários arruamentos.

34 - Freguesia de Brito – Atribuição de subsídio para pavimentação e construção de rede de drenagem de águas pluviais na rua 10 de Junho.

35 - Freguesia de Creixomil – Alteração ao Contrato Interadministrativo de Delegação de Competências – Ano de 2016 – Primeiro Aditamento.

36 - Freguesia da Costa - Alteração ao Contrato Interadministrativo de Delegação de Competências – Ano de 2016 – Primeiro Aditamento.

37 - Freguesia da Costa - Alteração ao Contrato Interadministrativo de Delegação de Competências – Ano de 2015 – Primeiro Aditamento.

38 - União de Freguesias de Airão Santa Maria, Airão S. João e Vermil – Pavimentação de vários arruamentos.

39 - Freguesia de Prazins Santa Eufémia – Atribuição de Subsídio para a construção da Casa Mortuária.

40 - Freguesia de S. Torcato – Atribuição de subsídio para a requalificação da Rua de Segade.

41 - União das Freguesias de Tabuadelo e S. Faustino – Atribuição de Subsídio – Centralidade de S. Faustino.

TRÂNSITO

42 - Alteração de Trânsito na Freguesia de Mesão Frio.

TERRABOURENSES PRATICAM FITNESS

Mega Aulas de Fitness para assinalar a 5.ª Edição do Mês do Coração em Terras de Bouro

O Centro Municipal de Valências de Terras de Bouro, em parceria com a Unidade de Cuidados na Comunidade local, promoveu este ano a 5.ª edição do Mês do Coração.

CAPA1teboooou

 Para o efeito desenvolveram durante este mês de maio ações de sensibilização junto da população concelhia com o objetivo de a alertar para as doenças cardiovasculares que continuam a ser a principal causa de morte em Portugal.

Conscientes de que a prevenção das doenças cardiovasculares se deve iniciar precocemente e de forma a chamar a atenção das pessoas para a importância que a atividade física tem na prevenção destas doenças realizaram-se duas Megas Aulas de Fitness, nos dias 10 e 24 de maio, no Vale do Cávado e Vale do Homem, respetivamente, que contaram com a participação das crianças do Agrupamento de Escolas de Terras de Bouro e também do CAO de Souto.

Todas as atividades desenvolvidas no âmbito da prevenção das doenças cardiovasculares que decorreram ao longo deste mês registaram uma forte adesão da população concelhia, o que permitiu alertar um grande número de pessoas para esta problemática.

IMG_0616_Copy

IMG_0628_Copy

IMG_0632_Copy

IMG_0644_Copy

IMG_0656_Copy

IMG_0667_Copy

IMG_0678_Copy

IMG_9662_Copy

IMG_9671_Copy

IMG_9679_Copy

IMG_9693_Copy

MUNICÍPIO DE PÓVOA DE LANHOSO PROMOVE FEIRA SOCIAL

Nos dias 27 e 28 de maio, ou seja, no próximo fim de semana, a Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, em colaboração com IPSS’s e entidades com intervenção na área social, promove a Feira Social.

O objetivo é dar a conhecer o trabalho que é desenvolvido no terreno pelos diferentes parceiros sociais, em que se inclui a Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, as IPSS’s do concelho e outras entidades, com a mesma área de atuação. Outro dos propósitos é dar a conhecer à comunidade em geral as próprias entidades e instituições participantes assim como as suas ofertas de respostas.

(Arquivo - Naturalanhoso apoia a natalidade e o comercio)

Respostas como o NaturaLanhoso, o HabitaLanhoso, os Centros de Convívio, o Banco de Voluntariado e a Loja Social, as hortas sociais, os diferentes cartões municipais, etc., são algumas das medidas implementadas que serão relembradas à população.

O primeiro dia será dedicado ao tema “Saúde e Bem-estar” e o segundo dia será dedicado às IPSS’s, designando-se “Nós em rede”. Para além dos stands dedicados às diferentes entidades, o certame vai englobar ainda um programa paralelo de animação, proporcionado, sobretudo, pelas instituições presentes neste evento. As propostas envolvem música (bombos, cavaquinhos, um mini concerto), teatro de fantoches, rastreios de saúde gratuitos, pintura inclusiva, um desfile de filigrana, atividades físicas e dança, um showcooking de bolachas e outras atividades a cargo das instituições, como a apresentação de um cartão de saúde e de um projeto que coloca em interação seniores e animais. Haverá ainda a atuação de um rancho folclórico, de entre outros momentos.

Para além da própria Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, irão participar com stands as seguintes entidades: A Par da Idade, ASSIS - Associação de Solidariedade SocialIntegração e Saúde do Norte, Associação de Apoio aos Deficientes Visuais do Distrito de Braga, Associação Em Diálogo, Casa de Trabalho de Fontarcada, Centro Social de Calvos, Centro Social de Garfe, Centro Social de Serzedelo, Centro Social de Taíde, Comissão de Melhoramentos de Santo Emilião, Comissão de Proteção de Crianças e Jovens da Póvoa de Lanhoso, Santa Casa da Misericórdia da Póvoa de Lanhoso e Sol do Ave.

Este evento vai realizar-se na Praça Eng. Armando Rodrigues, na Vila da Póvoa de Lanhoso. A entrada é gratuita.

Programa:

27 MAIO (SÁBADO)

SAÚDE E BEM-ESTAR

10h30

ABERTURA DA FEIRA SOCIAL

com animação do grupo de bombos Bombadela e visita ao certame

10h50

Rastreios de Saúde

Pintura Inclusiva I ASSIS - Associação de Solidariedade Social Integração e Saúde Norte

Apresentação do cartão de saúde das Misericórdias para os diretores das IPSS’s I Santa Casa da Misericórdia da Póvoa de Lanhoso

Sessão de atividade física para a comunidade I A Par da Idade

15h00

Atuação do Grupo de Cavaquinhos e demonstração de dança I Universidade Sénior

16h00

Aula Geriátrica I Santa Casa da Misericórdia da Póvoa de Lanhoso

18h00

Mini Concerto I Ricardo e Margarida

19h00

ENCERRAMENTO

28 MAIO (DOMINGO)

NÓS EM REDE – DIA DAS IPSS’S

11h00

ABERTURA DA FEIRA SOCIAL 

11h15

Teatro de Fantoches - “António Lopes: um coração de filigrana” I Santa Casa da Misericórdia da Póvoa de Lanhoso

11h30

Showcooking de Bolachas e Pintura Inclusiva I ASSIS - Associação de Solidariedade Social Integração e Saúde Norte

14h00

Jogos dos 8 aos 80 e demonstração de projeto de parceria entre o CAPA – Clube de Adoção e Proteção de Animais e a Santa Casa da Misericórdia da Póvoa de Lanhoso

14h30

Desfile de Filigrana I Casa de Trabalho de Fontarcada

15h00

Atuação de Grupo de Cavaquinhos I Associação Em Diálogo

16h00

Atuação do Rancho Folclórico da Póvoa de Lanhoso

18h00

SESSÃO DE ENCERRAMENTO DA FEIRA SOCIAL

Entrega de certificados às instituições participantes I Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso

Organização:

Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso

Colaboração:

IPSS’s e outras entidades de âmbito social do concelho da Póvoa de Lanhoso

FÓRUM DA EDUCAÇÃO EM ESPOSENDE PROJECTA O FUTURO

Fórum da Educação 2017 vai “Desenhar o Presente, Projetar o Futuro”

O Município de Esposende vai promover, entre os próximos dias 26 de maio e 3 de junho, o Fórum da Educação 2017, sob o lema “Desenhar o Presente, Projetar o Futuro”.

forum Educacao 2017

Numa altura em que se desenham políticas educativas estruturantes, a nível local, regional e nacional, esta edição pretende promover a reflexão em torno de alguns dos projetos e propostas em curso, explorando o seu potencial contributo para uma progressiva melhoria da Educação e da qualidade de vida das comunidades. Tal como em edições anteriores, o Fórum da Educação vai proporcionar também a partilha de experiências educativas e culturais, essencialmente de base local.

O Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, será um dos intervenientes do painel “O Perfil do Aluno para o Séc. XXI – reflexões e desafios”, que vai marcar a abertura do evento, amanhã, às 21h00, no Auditório Municipal de Esposende. Sob a moderação do Presidente da Câmara Municipal de Esposende, Benjamim Pereira, participarão também neste debate José Eduardo Lemos, Presidente do Conselho das Escolas, Jorge Manuel Ascenção, Presidente da Confederação Nacional das Associações de Pais, e José Matias Alves, da Universidade Católica – Centro Regional do Porto.

No parque junto às Piscinas Foz do Cávado, vai decorrer, no dia 28 de maio, entre as 10h00 e as 18h00, a Mostra Educativa do concelho de Esposende. Durante o período da tarde, a partir das 14h30, serão realizadas diversas oficinas, a cargo dos Agrupamentos de Escolas António Rodrigues Sampaio e António Correia de Oliveira, Escola Secundária com 3.º Ciclo Henrique Medina, Escola Sementes de Liberdade e Escola Profissional de Esposende.

No dia 29 de maio, às 21h30, no Fórum Municipal Rodrigues Sampaio, terá lugar um painel dedicado à apresentação de projetos pelas escolas. Assim, Sandra Amorim e João Jaques, da Escola Profissional de Esposende, vão apresentar “A partilha de experiências como fator de aprendizagem”, Dina Zão e Laura Alves, do Agrupamento de Escolas António Correia de Oliveira, vão dar a conhecer o Projeto "Ciências Experimentais - Cientistas Turistas", Paula Cepa, Diretora do Agrupamento de Escolas António Rodrigues Sampaio, falará sobre “Cultura e Quotidiano de uma Escola Inclusiva”, Manuela Ferreira, da Escola Secundária com 3.º Ciclo Henrique Medina, abordará a temática “Escrita e Leitura Orientadas para o Sucesso: ELOS - um exemplo de Gestão Curricular Integrada na ESHM”, e Hugo Direito Dias, da Escola Sementes de Liberdade, intervirá sobre “A Ciência como mote do sentido interpretativo do ser humano”. A moderação estará a cargo da Vereadora da Educação da Câmara Municipal de Esposende, Jaqueline Areias.

A Festa da Criança, a ter lugar nos dias 29 e 30 de maio, nos Estádios de Forjães, Marinhas, Esposende e Fão, vai proporcionar atividades lúdicas e de animação às crianças da Educação Pré-Escolar e alunos do 1.º Ciclo do Ensino Básico.

No dia 31 de maio, às 14h30, no Auditório Municipal, realiza-se o Seminário “Centro Qualifica Litoral Cávado, o hub de Intervenção Territorial Local - o RVCC escolar ao profissional: impactos nas atividades económicas sectoriais locais”. A presidir à sessão de abertura estará Benjamim Pereira, Presidente da Câmara Municipal de Esposende, estando também presentes João Couvaneiro, da Agência Nacional para a Qualificação e o Ensino Profissional, João Furtado, da Escola Secundária com 3.º Ciclo Henrique Medina, Sérgio Mano, da Associação Comercial e Industrial do Concelho de Esposende, José Ferreira, da Escola Profissional de Esposende – Zendensino, e Armando Loureiro, do Centro Qualifica Litoral Cávado

Num primeiro painel, João Queirós, investigador do Instituto Politécnico do Porto falará sobre a “Participação em processos de RVCC e reforço da coesão social: notas de uma investigação do noroeste português”, José Manuel Castro, do Instituto do Emprego e Formação Profissional, Universidade do Porto e Associação Portuguesa de Educação e Formação de Adultos, abordará “O RVCC Profissional e a economia no território”, Olívia Santos Silva, da Associação Portuguesa de Educação e Formação de Adultos, intervirá sobre “As sinergias dos atores em rede no Território”, Jorge Silva, Formador CQ Litoral Cávado dissertará sobre “O ERASMUS+ e os Centros QUALIFICA” e Tiago Fernandes, Chefe de Cozinha do Hotel Premium Porto apresentará “RVCC Profissional: testemunho de vida”. A moderação será de António Leite, Delegado Regional do Norte do Instituto do Emprego e Formação Profissional

Segue-se a mesa redonda “O Papel da Qualificação e os territórios com vocação turística”, sob a moderação de Rui Pereira, Vereador do Turismo, Desporto e Juventude da Câmara Municipal de Esposende, e na qual intervirão Nuno Ferreira, Administrador do Hotel São Félix, José Faria, Presidente da Associação Comercial e Industrial Concelho de Esposende, José Gomes Alves, Presidente da Associação Empresarial da Póvoa de Varzim, 

A marcar o encerramento desta edição do Fórum da educação, no dia 3 de junho, às 22h00, na Marina sul de Esposende, terá lugar a apresentação do Espetáculo “Quando o Mar é mais”, uma criação coletiva do Projeto AMAReMAR, que contará também com a participação do Coro Ars Vocalis e Clube Náutico de Fão.

Paralelamente ao programa do Fórum da Educação, decorrerão diversas atividades com apoio do Município. Assim, no âmbito do MusiCórdia MMXVII, de 26 a 28 maio, decorrerá em Esposende uma Masterclasse de Trompa, orientada pelo ensemble Trompas Lusas, formação que apresentará, no dia 28, às 17h00, na Igreja da Misericórdia de Esposende, o concerto “Música Britânica para Quarteto de Trompas”.

A Escola Secundária com 3.º Ciclo Henrique Medina organiza a 2 de junho, o Dia da Escola, com entrega de prémios aos alunos do Quadro de Excelência, às 18h30, e arraial aberto a toda a comunidade educativa a partir das 20h00. O Dia do Agrupamento de Escolas António Rodrigues Sampaio está previsto para 3 de junho, a partir das 16h00, na Escola Básica António Rodrigues Sampaio. No dia 9 de junho, às 21h30, no Auditório Municipal de Esposende, a Escola Básica de Apúlia apresenta a Opereta "Em busca de Santo António", e no dia 14, às 19h30 realiza a festa final de ano, nas suas instalações. Por sua vez, a Escola Básica António Correia de Oliveira, realiza no dia 16 de junho, pelas 19h00, a Festa-convívio da Comunidade Educativa 2017.

VIANENSES DEBATEM INDÚSTRIA NAVAL

Comemorações do Cinquentenário do GDCTENVC. A Indústria Naval esteve em debate

E debateu-se, no Centro de Mar, a bordo do navio Gil Eannes, com gente suficientemente esclarecida, não só na mesa, com os comunicadores Engenheiros Óscar Mota, Carlos Pimpão e Gonçalves de Brito, como igualmente na plateia, esta bem servida, em grande medida, por ex-quadros técnicos dos ex-ENVC. Pode bem dizer-se que se tratou de um debate rico em conteúdo, que só pecou por se limitado no tempo. Uma conferência sobre temática tão sentida, especialmente em Viana do Castelo, carecia de mais tempo, como alguém no fim chamou a atenção.

18716624_1291735320940908_1845435983_n

Os comunicadores em presença são, de facto, técnicos de craveira, com largas responsabilidades de gestão em empresa de Indústria Naval (todos eles foram administradores, com provas dadas, nos ex-ENVC). Isso notou-se bem pelas ideias apresentadas, especialmente entre os Engenheiros Gonçalves de Brito e Óscar Mota, já que o Eng. Carlos Pimpão focou muito a sua intervenção nos ex-ENVC, chegando a notar-se mesmo uma certa nostalgia pela empresa que o acolheu (1976/1981) quando ele era ainda muito novo, um período muito difícil na vida desta unidade industrial, que felizmente foi bem ultrapassado.

Com o debate a ser moderado por Gonçalo Fagundes, ex-trabalhador dos Estaleiros de Viana, também ele suficientemente conhecedor dos males desta indústria, para o debate foram sendo lançados dados que ilustram bem o quanto tem sido maltratadas as indústrias ligadas ao mar, esse mar de que os nossos políticos tanto falam mas que o mantêm inexplorado. Falta de investimentos, falta de apoios, falta de ideias e de estratégia, no fundo, falta de tudo. A Indústria naval, que contribui para o PIB com apenas 0,13% e que no contexto do valor acrescentado da economia do mar pesa apenas 2,5%, é uma indústria doente.

Foram-se encerrando estaleiros, sacrificaram-se mais de 20.000 postos de trabalha (aproximadamente 25.000 em 1874, para cerca de 3000 presentemente), abateram-se navios que não foram substituídos, descuidaram-se os transportes marítimos, com opção suicida pelas vias terrestres, sacrificou-se a pesca (importamos mais de 60% das nossas necessidades), não acompanhamos o desenvolvimento da aquacultura, tal como se pratica nos outros países, dando assim a ideia mais evidente de que o mar, paradoxalmente, não é a nossa vocação.

Algumas conclusões a reter: o país tem que voltar rapidamente ao mar, as auto-estradas marítimas são uma necessidade imperiosa para retirar o tráfego pesado das vias terrestres; sendo a Indústria naval uma indústria de risco e por isso pouco apetecida, há necessidade de um forte incentivo financeiro e logístico àqueles que queiram abraçar a construção de navios; formação intensiva a futuros trabalhadores da Indústria naval, não só básica, como, especialmente, técnica (a Alemanha é um bom exemplo nesta matéria). Com o encerramento dos ENVC e o seu serviço de formação, que preparava largas dezenas de trabalhadores para a metalurgia, criou-se uma forte lacuna neste campo (os trabalhadores made-ENVC estão um pouco por toda a parte, em Portugal e no mundo); apetrechamento das indústrias navais de tecnologia de ponta, para que se consiga um significativo aumento da produtividade, estratégias bem articuladas para o sector para o médio e longo prazo, reapetrechamento ao nível de navios das nossas marinhas mercantes, pesca e de guerra; associativismo das indústrias navais, tal como tem vindo a acontecer noutros sectores, como é o caso concreto do calçado, e muito mais.

Está de parabéns o GDCTENVC por ter promovido tão interessante debate, conseguindo trazer a Viana do Castelo três notáveis da Indústria Naval sem qualquer custo, já que estes, considerando-se como família da Colectividade, fizeram questão de assumir todos os custos de deslocação. Uma postura que deve ser bem relevada, dado que neste país casos destes são raros.

Só se lamenta, é pena, que não tenham sido saudados sequer por quem na cidade tem responsabilidades.

No mesmo Centro de Mar, a par desta conferência, foi também inaugurada, na Casa da Máquina do Leme, uma exposição de cartoons, subordinada ao tema “Humor no Trabalho”, da autoria de Rui Alpuim e Juvenal Ramos, que foram publicados na revista Roda do Leme, ex-órgão de comunicação dos trabalhadores dos ENVC, que irá funcionar durante tempo avantajado. É de visita aconselhada, até pela forma criativa como foi montada. 

18718446_1291735317607575_1368943696_n

ARCOS DE VALDEVEZ DIVULGA-SE NA CIDADE FRANCESA DE CENON

Feira de Cenon voltou a atrair milhares de visitantes

Entre os dias 19 e 21 Maio, o Município arcuense, representado pelo Presidente da Câmara, João Manuel Esteves, e a Ardal voltaram a participar na 8ª edição da Feira Anual de Artesanato e Gastronomia Portuguesa de Cenon, organizada pela Associação Alegria Portuguesa de Gironde e pelo município de Cenon, e que este ano contou com a presença do Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro.

João Manuel Esteves realçou a importância da realização deste certame, que anualmente envolve milhares de portugueses e luso-descentes, no reforço dos laços culturais, na realização de negócios pelos produtores e empresas arcuenses, na promoção do turismo e na atração de investimento.

Ao nível empresarial é de referir ainda o encontro com o diretor Geral da Câmara do Comércio de Bordéus, onde se abordaram questões relativas à promoção empresarial nesta região de França.

Para a comunidade emigrante também é especial, visto ter a oportunidade de matar as saudades da sua terra natal através das rusgas da Associação da Miranda e da de Sta. Eulália de Gondoriz, dos ranchos folclóricos e grupos musicais, das nossas delícias gastronómicas e dos bons vinhos verdes, bem como de adquirir produtos e serviços expostos.

No decorrer do certame ocorreu um convivo com várias associações portuguesas, na área de Bordéus, que também contou com a presença do Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro. Aqui foi possível estreitar laços e debater questões relativas às associações e comunidade portuguesa no estrangeiro.

De destacar são também os contactos realizados com o Presidente da Câmara de Cenon, Alain David, no âmbito de uma receção à comitiva na Câmara Municipal.

Dirigindo-se aos milhares de visitantes da feira, o presidente da Câmara Municipal começou por endereçar as mais vivas felicitações à Associação Alegria Portuguesa de Gironde e ao Municipio de Cenon pela organização do certame.

O autarca adiantou também que através deste envolvimento, troca de experiencias e conhecimento,  todos contribuem para que o nome de Arcos de Valdevez vá mais longe.

“A feira é uma oportunidade de valorização e divulgação da nossa cultura, dos nossos produtos e das nossas empresas. È uma mostra das potencialidades do nosso concelho, contribuindo para o aumento da atração de Arcos de Valdevez como um concelho para viver, investir e visitar.”, referiu.

CABECEIRAS DE BASTO PREVINE FALHAS NO ABASTECIMENTO DE ÁGUA

Câmara Municipal comprou camião cisterna para transporte de água potável

O presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Francisco Alves, esteve ontem, dia 24 de maio, nas Oficinas Municipais aquando da chegada do novo camião cisterna que permitirá o transporte de água potável, um investimento financeiro do Município que rondou os 50 mil euros e que permitirá, desta forma, colmatar no imediato eventuais falhas de água que possam ocorrer.

Câmara Municipal comprou camião cisterna para transporte de água potável

A cisterna tem uma capacidade de 10 mil litros está em processo de certificação por uma entidade credenciada para o efeito.

Com a aquisição desta viatura, o Município de Cabeceiras de Basto torna-se pioneiro nesta região, podendo a partir de agora suprir autonomamente dificuldades pontuais de abastecimento público.

Para além do transporte de água para os depósitos quando necessário, o camião cisterna possibilitará também a prestação de outros serviços como lavagens de pavimentos, rega de espaços verdes, entre outros fins.

O presidente da Câmara fez-se acompanhar no local pelo vereador Alfredo Magalhães, bem como por técnicos do Município.

A Câmara Municipal continua, assim, a apostar forte na melhoria do serviço de abastecimento público de água com vista a levar até aos consumidores mais e melhor água, sem falhas e nas melhores condições.

CELORICO DE BASTO HOMENAGEIA LUÍS CARVALHO

Homenagem a Luís Carvalho em Celorico de Basto

No próximo dia 27 de maio, sábado, será apresentado o livro “O Meu Coração é Celorico” –“Carvalhinho, o Homem do Povo e da Cidadania”, um livro desenvolvido com o intuito de homenagear postumamente um homem que dedicou grande parte da vida ao serviço do CD Celoricense e ao desporto concelhio. A ação terá lugar no Cineteatro dos Bombeiros Voluntários Celoricenses.

foto em jovem

O livro foi desenvolvido pela filha de Luís Carvalho, Perpétua Carvalho, que sentiu a necessidade de transcrever testemunhos e momentos marcantes da vida do pai. “O meu Pai sempre desejou que eu escrevesse um livro que retratasse os momentos mais marcantes da sua vida. Eu fui adiando porque achei que teria muito tempo para escrever o tão ambicionado livro. Entretanto, a vida pregou-nos uma partida e eu percebi que não tinha feito o que ele tinha pedido, por isso dediquei-me, durante aproximadamente 6 anos, à recolha de imagens, testemunhos, memórias, histórias. E há tantos momentos, tantas memórias, tantos testemunhos que farão parte deste livro, um livro que irá homenagear o meu Pai pela sua dedicação, todo esse lavor em prol do Clube Desportivo Celoricense, dos Bombeiros Voluntários Celoricenses e outras instituições públicas ou privadas. Fecundou e fertilizou as mentalidades, os hábitos, os usos e costumes da sociedade concelhia e regional”. 

A edição desta obra conta com o apoio do Município que procura ajudar a homenagear quem se dedicou de corpo e alma ao concelho, ao associativismo, ao desporto. “É uma bonita homenagem à qual não poderíamos deixar de nos associar” disse o Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva. “Luís Carvalho, conhecido como Carvalhinho, foi um homem do desporto e da cultura” disse.

 É importante recordar que o município de Celorico de Basto já homenageou Luís Carvalho tendo, em 1998, deliberado, por unanimidade, atribuir a Medalha de Valor Desportivo - Grau Ouro, pelos 53 anos ao serviço do CD Celoricense e do desporto concelhio. No mesmo sentido, foi homenageado com atribuição do seu nome à rua onde viveu na sede do concelho.

VIZELENSES TREINAM ESTRATÉGIAS DE AUTOCONHECIMENTO

Workshop “Prazer em conhecer-me” treinou estratégias de autoconhecimento e comunicação assertiva

Realizou-se ontem, no Espaço Jovem de Vizela, num ambiente informal e dinâmico, o Workshop “Prazer em conhecer-me: o começo para o sucesso profissional”, organizado pelo Gabinete de Apoio ao Desenvolvimento Jovem para a Empregabilidade Total (GADJET) da Câmara Municipal de Vizela, em parceria com o GAAS da Santa Casa da Misericórdia de Vizela. 

Workshop Prazer em Conhecer

A formadora Raquel Pinheiro, psicóloga na Santa Casa das Misericórdia de Vizela, abordou e treinou junto dos/as 12 jovens participantes, estratégias de autoconhecimento, comunicação assertiva e ainda, técnicas para controlar a ansiedade e o stress. 

Investir em autoconhecimento é descobrir as nossas qualidades, capacidades, bem como, os defeitos e pontos que devem ser melhorados, é perceber e conhecer o mundo à nossa volta. Além disso, é também saber lidar com tudo isso e encontrar as oportunidades que promovam o crescimento individual.

É verdade que falar sobre nós mesmos, em algumas ocasiões, pode ser difícil. Podemos sentir que nos conhecemos e que sabemos a respeito de nós próprios, mas poucas vezes paramos para pensar, refletir e escrever as nossas metas e objetivos profissionais. Não paramos para analisar e ter consciência das características que facilitarão ou dificultarão atingir as metas.

Os participantes, avaliaram este workshop com nota bastante positiva quer pela pertinência do tema e tarefas propostas quer pela clareza na exposição e apresentação dos assuntos e a capacidade da formadora em motivar e despertar o interesse dos mesmos.

A segunda edição deste Workshop está marcada para o próximo dia 30 de maio, pelas 14h30, encontrando-se abertas as inscrições.

MONÇÃO: NÚCLEO MUSEOLÓGICO TORRE DE LAPELA RECEBEU QUATRO MIL VISITANTES NUM ANO

Conhecida como a melhor varanda sobre o rio Minho, torre de menagem eleva-se a 35 metros do solo, proporcionando uma paisagem deslumbrante sobre aquele curso de água internacional, casario tradicional e margem galega. 

Torre da L3 - apela 3 (Large)

O Núcleo Museológico Torre de Lapela assinala no próximo sábado, 27 de maio, um ano de abertura ao público. Até ao último fim de semana, recebeu um total de 3947 visitantes, repartidos por 1424 estrangeiros e 2523 nacionais, constatando-se uma maior procura nos meses de verão e nos fins de semana prolongados.

A requalificação desta valência turística do concelho de Monção englobou a restauração interior e exterior da torre de menagem, a beneficiação do pavimento envolvente e a valorização dos canastros existentes, em execução, proporcionando uma paisagem deslumbrante sobre o rio Minho, casario tradicional e margem galega. 

Neste edifício carregado de histórias e memórias, pretendeu-se, através desta intervenção, a criação de uma imagem renovada de todo o interior, criando-se um espaço funcional para os visitantes e mais um elemento de promoção cultural do concelho, desta vez, debruçado sobre o troço internacional do rio Minho.

Conhecida como a melhor varanda sobre o rio Minho, a Torre de Menagem de Lapela mantem a sua postura imponente e mostra uma silhueta mais atraente para receber munícipes e visitantes, garantindo um maior contacto com a história do concelho de Monção.

Horário de verão:

Sexta-feira: 14h00 às 19h00

Sábados e domingos: 10h00 às 12h30 e 14h00 às 19h00

Entradas gratuitas

VIMARANENSES CURTEM CIÊNCIA NO VERÃO

Curtir Ciência no verão 2017

CIÊNCIA, IMAGINAÇÃO, AVENTURA E MISTÉRIO EM DUAS SEMANAS DE ATIVIDADES PARA CRIANÇAS DOS SEIS AOS 12 ANOS. NO CENTRO CIÊNCIA VIVA DE GUIMARÃES.

Vestir a pele de um astronauta, confecionar pratos imaginativos num laboratório de cozinha molecular, construir um robô futebolista (e jogar uma partida de futebol robótico), atirar ovos do varandim do Curtir Ciência para explorar a lei de Newton e resolver um mistério digno de detetive - são algumas das atividades da edição deste ano do programa Curtir Ciência no verão 2017. Ciência, imaginação e criatividade reunidas em duas semanas de atividades (de 4 a 7 de julho e de 11 a 14 de julho, sempre entre as 14:30 e as 17:00 horas) dirigidas a crianças com idades entre os seis e os 12 anos.

image001

O programa começa da melhor forma: “Viver como um Astronauta” (4 de Julho) explora as áreas da Física, da Biologia e da exploração espacial, permitindo ainda aos participantes uma viagem à descoberta da sala de Comunicação e do Túnel do Sistema Solar do Curtir Ciência.

Na atividade de 5 de julho (“Mini-Chefs”) o cenário é uma cozinha laboratorial. Os “Mini-Chefs” exploram a gastronomia molecular através de “receitas científicas”. No final, sentam-se todos à mesa e provam os pratos que foram confecionados. 

“H2O: a Ciência da Água” (6 de julho) centra-se nas áreas da Sustentabilidade e da Química, sendo realizada em parceria com a Vimágua. Esta atividade visa explorar as propriedades químicas e os processos de tratamento da água, bem como os testes de avaliação da sua qualidade.  

7 de julho o Curtir Ciência propõe “Um Olhar Microscópico”, atividade centrada na Biologia, na qual os participantes exploram o funcionamento e as partes que constituem o microscópio ótico composto e aprendem a montar preparações para observar células e microrganismos. 

A segunda semana inclui quatro atividades em que a Ciência está presente de forma divertida. A 11 de julho, na oficina “1, 2, 3… Aqui Vai Ovo”, os participantes exploram a área da Física e a Lei de Newton. O desafio implica lançar ovos do varandim do Curtir Ciência devidamente acondicionados em cápsulas criadas pelos participantes.

A 12 julho, o atelier “Há Química nos Alimentos” promete divertidas atividades práticas da área da Química, incluindo a identificação dos nutrientes presentes nos alimentos através de testes laboratoriais.

A proposta para o dia 13 julho é o atelier “Curtir Robótica”. Uma forma de descobrir a área da robótica através da construção de robôs futebolistas em Lego e que termina com uma partida de futebol robótico.

O programa fecha com uma aventura - “Mistério na Fábrica” - repleta de ingredientes científicos e mensagens ocultas. Os participantes vestem a pele de detetives e, com uso de equipamentos de laboratório, tentam desvendar um mistério a partir de pistas e desafios científicos. A base desta aventura é uma história que conduz a um objetivo final, passando pela exploração dos vários módulos do Curtir Ciência e da história da Antiga Fábrica de Curtumes Âncora.

As inscrições são limitadas e podem ser feitas (até 48 horas antes das atividades) no Curtir Ciência, na Rua da Ramada, 166, em Couros, pelo telefone 253510830 e por email geral@ccvguimaraes.pt.

Duração de 4 a 7 de julho e de 11 a 14 de julho

Horário 14:30 - 17:00

Preço 6€/dia (20€/semana)

Público-alvo Crianças dos 6 aos 12 anos

Lotação Máximo 15 crianças. As atividades só se realizam caso haja, no mínimo, três inscrições.

BARQUENSES CAMINHAM PELA SOLIDARIEDADE

Caminhada Solidária em Ponte da Barca

Promovida pela Câmara Municipal e o Núcleo Regional do Norte com o objetivo de angariar fundos para a Liga Portuguesa Contra o Cancro

Tendo como objetivo a angariação de fundos para a Liga Portuguesa Contra o Cancro, a Câmara Municipal de Ponte da Barca e o Núcleo Regional do Norte promovem uma Caminhada Solidária de 5 quilómetros, no domingo, dia 4 de junho, pelas 10h00, com partida do átrio do edifício dos Paços do Concelho.

Para participar é necessário inscrição, a efetuar nas instalações do serviço de Saúde Ação Social e Juventude (3€), cujo valor reverte na totalidade a favor da Liga Portuguesa Contra o Cancro.

Ponte da Barca2 - caminhada solidária-page-001

EM BRAGA SÊ ROMANO!

Projecto desenvolvido em parceria com o IEFP: ‘Villa Rustica’ proporciona ‘viagem no tempo’ a quem passa pelas Termas do Alto da Cividade

As Termas do Alto da Cividade engalanaram-se para receber mais uma edição da Braga Romana. ‘Villa Rustica’ é o nome do projecto que proporciona uma viagem no tempo a todos os visitantes daquele legado romano, numa parceria com o IEFP - Instituto de Emprego e Formação Profissional, através do Centro de Formação de Mazagão, que, através da recriação de vários ofícios, se propõe dinamizar o núcleo museológico do Alto da Cividade.

CMB25052017SERGIOFREITAS0000007248

As oficinas representativas dos ofícios romanos são pontos de atracção onde não falta a cozinha e padaria, os cuidados corporais, os tratamentos medicinais, o cultivo de ervas aromáticas ou as artes decorativas. “Este projecto apresenta um cunho pedagógico muito importante e cumpre com o desiderato de envolver cada vez mais instituições públicas na Braga Romana”, referiu Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, durante a visita às Termas do Alto da Cividade que decorreu esta Quinta-feira, 25 de Maio.

Uma das curiosidades deste projecto reside no facto de os visitantes terem de utilizar a moeda da ‘Caetra’, uma das primeiras moedas cunhada pelos povos ibéricos e que contém elementos chave para compreender a conquista romana do norte e noroeste da Península Ibérica. Dessa forma, os visitantes são convidados a trocarem o Euro pela ‘Caetra’, para assim usufruírem das várias ofertas da ‘Villa Rustica’.

Na ocasião Ricardo Rio lembrou que este projecto “enquadra-se no âmbito da intervenção do IEFP que, com a ajuda dos seus formandos, proporciona uma viagem no tempo até às profissões de há dois mil anos atrás”.

A programação cultural também faz parte da dinamização deste espaço que acolhe Danças Orientais, a peças teatrais ‘Ao Encontro do Tempo Perdido nas Termas da Cividade’ e ‘Poesia Épica’ ou visitas guiadas pelas Termas.

Numa colaboração com a Quinta Pedagógica de Braga, na ‘Villa Rustica’ é ainda possível apreciar uma exposição de animais de quinta e interagir com cavalos, burros, galinhas, patos, coelhos, cabritos ovelhas e gansos.

CMB25052017SERGIOFREITAS0000007245

CMB25052017SERGIOFREITAS0000007247

CMB25052017SERGIOFREITAS0000007249

CMB25052017SERGIOFREITAS0000007252

CMB25052017SERGIOFREITAS0000007254

MONÇÃO EVOCA POETA JOÃO VERDE

JOÃO VERDE, 150 - VIDA E OBRA

Dia 3 de junho, sábado, pelas 22h00, no Cine Teatro João Verde, com entrada a 3,00 €. Uma peça de teatro da Associação Filarmónica Milagrense e da comunidade monçanense para assinalar o nascimento dos 150 anos do nascimento do poeta maior das letras monçanenses. Um espetáculo genuíno e genial. Como João Verde.

João verde

Com estreia no 7º Festival Itinerante de Teatro de Amadores do Vale do Minho (FITAVALE), que decorreu nos dias 19, 20 e 21 deste mês, a peça de teatro “João Verde,150 - Vida e Obra”, protagonizada pela Associação Filarmónica Milagrense, sobe ao palco do Cine Teatro João Verde no dia 3 de junho, sábado, pelas 22h00. A entrada tem o valor de 3,00 €.

Com encenação e dramaturgia de Rui Mendonça, da Comédias do Minho, espetáculo teatral conta com a colaboração da comunidade monçanense, visando assinalar os 150 anos do nascimento do poeta e jornalista monçanense João Verde, pseudónimo de José Rodrigues Vale (1866 – 1934).

Na sinopse, pode lê-se: “construímos um espetáculo sobre a vida e obra de João Verde. Porque ambas estão interligadas, ambas se complementam, explicam e se valorizam. A obra de João Verde ganha dimensão ao conhecer-se o autor, ao perceber-se de quanto transborda de genuinidade e genialidade, de feitio e convicções, de ideias e ideais. Duma vida e duma época e para além delas”.

E como ainda há muito a dizer do poeta maior das letras monçanense, ficam mais algumas palavras de Gentil de Valadares: “O nome de João Verde – nome que consubstancia o português de lei, o regionalista fervoroso, o poeta da Galiza mail`o Minho, o funcionário por excelência serviçal, o cidadão amigo do semelhante -, brilhará em letras de oiro, com incontestável direito, legitimamente, no pergaminho monçanense. Quanto dariam outras terras por ter o amor de tal filho”.

Com pesquisa, assistência dramaturgia, desenho de luz e voz off de Paulo Lobato Costa e coreografias e apoio ao movimento de Ana Silva (All Styles), as interpretações estão a cargo de Ana Silva, Beatriz Felgueiras, Cíntia Guimarães, Cláudia Afonso, Eduarda Pereira, Fernanda Luz, Fernanda Salgado, Gina Mendes, Isabel Nóvoas, José Luis Dias, Lurdes Alegre, Mané Frasco, Maria de Lurdes Gonçalves, Maria Inácia, Marina Sousa, Matilde Oliveira, Paula Gomes, Piedade Coelho, Polycarpo Aperta, Regina Além, Renato Pereira, Rosário Antunes, Sara Além e Tiago Viana.

COURENSES FESTEJAM O LIVRO, A LEITURA E PROMOVEM A FEIRA SOCIAL

Até domingo | Biblioteca Municipal Aquilino Ribeiro : Largo Hintze Ribeiro

Fátima Araújo, Catarina Resende, Carlos Subtil, Luzia Gomes, Márcia Fernandes e Xosé Monteagudu são alguns dos autores intervenientes na Feira do Livro de Paredes de Coura, que até domingo decorre na Biblioteca Municipal Aquilino Ribeiro, paredes-meias com o Largo Hintze Ribeiro que também neste sábado acolhe a Feira Social.

0001 (1)courapared

A Feira do Livro não se limita ao espaço expositivo, promovendo também encontros com os escritores, apresentação de obras literárias e sessões de autógrafos, bem como a hora do conto, mas também música, espetáculos infantis e pinturas faciais, entre muitas outras atividades envolvendo a comunidade educativa.

À semelhança de anos anteriores, a edição deste ano da Feira do Livro contempla também o encontro luso-galaico, sendo convidado o escritor Xosé Monteagudu, cuja obra de 2016, “Todo canto fomos” foi contemplada com o Prémio Melhor Obra Narrativa na II Gala do Libro Galego 2017.

Já a VII Feira Social, no sábado, é uma mostra / venda dedicada aos trabalhos das Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) com sede em Paredes de Coura, fazendo acorrer graúdos e miúdos ao Largo Hintze Ribeiro, onde também não faltam insufláveis e concertinas para todos os gostos. A animação não fica por aqui, com a organização este ano a apostar no desfile e apresentação do movimento alegre ‘folclore regional’, com início às 14h30 de sábado.

0001 (2)courapared

0001 (3)courapared

MUNICÍPIO DE GUIMARÃES LANÇA CONCURSO DE IDEIAS PARA IMAGEM GRÁFICA

INSCRIÇÕES ABERTAS

Guimarães lança concurso para criar imagem gráfica de incubadoras municipais

Propostas podem ser entregues até 19 de junho, na Câmara Municipal. Versão vencedora será utilizada em documentos oficiais, materiais de divulgação, produtos multimédia, entre outros.

A Câmara Municipal de Guimarães, através da Divisão de Desenvolvimento Económico, está a promover um concurso para a criação de uma imagem gráfica destinada às Incubadoras Municipais, que constitua o símbolo representativo da incubadora de base tecnológica, criativa e industrial. Os concorrentes poderão apresentar, no máximo, três propostas diferentes e pretende-se que a imagem seja graficamente expressiva e distintiva da natureza e identidade própria das incubadoras, tendo em atenção a sua função, que está diretamente ligada ao apoio a empresas start ups.

Na seleção das três propostas finalistas, o júri terá em consideração a criatividade e qualidade estética, a adequação às características das Incubadoras Municipais, boa visibilidade e legibilidade em qualquer ambiente, designadamente em ambientes digitais, boa capacidade de reprodução gráfica, facilidade na redução/ampliação de formatos, entre outros critérios. As propostas podem ser entregues pessoalmente até às 16:45 horas do dia 19 de junho de 2017, no Balcão Único de Atendimento da Câmara Municipal de Guimarães, em envelope fechado dirigido à Divisão de Desenvolvimento Económico.

Durante este período, podem ser obtidos pedidos de esclarecimento até ao dia 29 de maio, enquanto as respostas a eventuais dúvidas serão dadas até 05 de junho. A fase de avaliação e seleção das propostas decorre entre 19 e 29 de junho e a submissão a votação das propostas finalistas, no caso de haver mais do que uma, será a 30 de junho. Os resultados do concurso serão publicados no website da Câmara Municipal até ao dia 03 de julho de 2017. Ao projeto vencedor, que será objeto de registo no Instituto Nacional da Propriedade Industrial, vai ser atribuído um iPad Pro 32GB (ecrã 12,9 polegadas).

FAMALICENSES DEBATEM SAÚDE NO DESPORTO

“A Saúde da Atleta” em debate na Casa das Artes de Famalicão

A Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão recebe no próximo dia 7 de junho, quarta-feira, a palestra “A Saúde da Atleta”.

Conferência decorrerá na Casa das Artes

A iniciativa, inserida no Ciclo de Conferências de Saúde Pública promovido pela Câmara Municipal, decorrerá entre as 21h00 e as 23h00 e é de entrada gratuita.

Tríade e nutrição da atleta são alguns dos temas que merecerão destaque nesta palestra, que contará com as presenças de Marta Massada, Ortopedista do Hospital Santa Maria, António Pedro Mendes, Nutricionista do F.C. Paços de Ferreira e de Carlos Pereira, Psicólogo do Sporting Clube de Braga.

A participação na conferência necessita de inscrição, que pode ser efetuada até à próxima quarta-feira, dia 31 de maio, através do email gav.spmf@vilanovadefamalicao.org.

FAMALICENSES DEBATEM "OS PARTIDOS POLÍTICOS E A QUESTÃO OPERÁRIA"

“Os partidos políticos e a questão operária” na próxima conferência do Museu Bernardino Machado

“Os partidos políticos e a questão operária (1910-1926)” é o tema da quinta sessão do ciclo de conferências de 2017 do Museu Bernardino Machado, que terá lugar amanhã, sexta-feira, dia 26 de maio, neste museu do concelho famalicense.

Museu Bernardino Machado

Presente para falar sobre o tema estará Paulo Guimarães, doutorado em História Contemporânea e atual Professor Auxiliar na Universidade Évora.

O colóquio decorrerá na Sala Júlio Machado Vaz, a partir das 21h30 e é de entrada livre.

Recorde-se que “Os partidos e as grandes questões da I República” é o tema da edição deste ano do ciclo de conferências do Museu Bernardino Machado.

VIANENSES CONVERSAM COM O ESCRITOR ONÉSIMO TEOTÓNIO DE ALMEIDA

AMANHÃ - À Conversa com ... Onésimo Teotónio Almeida, sexta dia 26 de maio | 21H30 | Biblioteca Municipal de Viana do Castelo

A Obra

Enquanto meio mundo se consome na busca de uma identidade - deficitária, perdida, indefinida -, Portugal tem demasiada identidade, e cuida-a com excessivos desvelos sentimentais e saudosistas. Uma manifestação superficial disso será, por exemplo, a paroxística paixão recente pelo fado e seus novos intérpretes, que brotam do chão a cada hora que passa. Onésimo vai mais fundo e, no tom (certo) que lhe é próprio, com a clareza que a distância lhe permite, e a sua mistura habitual de humor e erudição, analisa e disseca os nossos meandros identitários.

O Autor

Estudou no Seminário de Angra do Heroísmo, bacharelou-se na Universidade Católica de Lisboa. Desde 1972 nos Estados Unidos, fez mestrado e doutoramento em Filosofia na Brown University, onde é catedrático no Departamento de Estudos Portugueses e Brasileiros (foi seu director durante doze anos), no Wayland Collegium for Liberal Learning Renaissance and Early Modern Studies da mesma universidade, leccionando cursos interdisciplinares sobre valores e história cultural e das ideias.
Além de vários livros de ensaios, tem centenas de artigos dispersos que ultimamente tem reunido em volumes temáticos: De Marx a Darwin – a desconfiança das ideologias (2009, Prémio Seeds of Science 2010 para Ciências Sociais e Humanidades), O Peso do HífenEnsaios sobre a experiência luso-americana (2010) e Pessoa, Portugal e o Futuro (2014). Publicou ainda Utopias em Dói Menor – Conversas transatlânticas com Onésimo, conduzidas por João Maurício Brás (Gradiva, 2012).

No género de crónica e conto, as suas mais recentes colectâneas são Quando os Bobos Uivam (Clube do Autor, 2013), Aventuras de um Nabogador – Estórias em Sanduíche (Bertrand, 2007) e Livro-me do Desassossego (Temas e Debates, 2006). Onésimo. Português Sem Filtro (Clube do Autor, 2011) é uma antologia de cinco livros esgotados.

Colaborador permanente do Jornal de Letras, é membro da Academia Internacional de Cultura Portuguesa e da Academia da Marinha e Doutor Honoris Causa pela Universidade de Aveiro.

image005v

BRAGA ERGUE ESTÁTUA AO IMPERADOR CÉSAR AUGUSTO

Inauguração da Estátua do Imperador César Augusto

Sexta-feira, 26 de Maio, pelas 15h00, no Largo Paulo Orósio (frente aos Bombeiros Voluntários), em Braga

O Município de Braga procede à cerimónia de inauguração da Estátua do Imperador César Augusto, responsável pela fundação da Cidade de Braga Augusta, amanhã, Sexta-feira, dia 26 de Maio, pelas 15h00, no Largo Paulo Orósio, em Braga.

A cerimónia, integrada na programação da ‘Braga Romana 2017’, vai contar com a presença do presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio.

Statue-Augustus

TERRABOURENSES DEBATEM EFEITOS DA POLUIÇÃO NA VIDA DOS OCEANOS

Sessão sobre a “A vida nos Oceanos, Rios, Ribeiros e Lagoas – Causas e Consequências da Poluição”

O Centro Municipal de Valências de Terras de Bouro promoveu, no dia 24 de maio, uma atividade sobre “A vida nos Oceanos, Rios, Ribeiros e Lagoas – Causas e Consequências da Poluição” para alunos do Pré-Escolar do Agrupamento de Escolas de Terras de Bouro.

CAPAocean

Os alunos dos Jardins de Infância de Moimenta, Carvalheira e Chorense tiveram assim oportunidade de participar num workshop que teve por objetivo demostrar que a água é fundamental para a vida no planeta e que por isso, manter uma boa qualidade da água (água potável) deve ser uma das principais preocupações da sociedade. O uso irracional e a poluição de rios, oceanos, mares e lagos, podem ocasionar, muito em breve, a falta de água potável, caso não ocorra uma mudança drástica na forma como o ser humano usa e trata este bem tão precioso.

Durante a atividade as crianças foram sensibilizadas para os principais fatores de poluição dos rios, mares, lagos e oceanos, designadamente a poluição e contaminação por produtos químicos, esgotos, lixo, etc.

Por último, explicou-se e frisou-se o facto de milhões de pessoas no mundo não terem acesso a água potável, ficando por isso, expostas a diversas epidemias e doenças como a diarreia, leptospirose, esquistossomose, hepatite e febre tifoide, que matam mais de 5 milhões de pessoas por ano.

IMG_0572_Copy

IMG_0578_Copy

IMG_0581_Copy

IMG_0584_Copy

IMG_0598_Copy

ARTE E NATUREZA DIALOGAM EM CERVEIRA

‘Vila das Artes’ integra‘Percurso Lusitano’ de Robert Schad

É sob o conceito de perfeito diálogo arte/natureza e, em particular, com o rio Minho, que o reconhecido escultor alemão Robert Schadescolheu três espaços simbólicos de Vila Nova de Cerveira para expor três esculturas da sua autoria. A iniciativa integra a exposição nacional ‘Percurso Lusitano’ apresentada em 15 concelhos do Norte a Sul do país, e que vai estar patente na ‘Vila das Artes’ até abril de 2018.

20170522_115702

Robert Schad regressa ao país, onde no início da década de 1980, iniciou a sua carreira artística, para apresentar uma vasta exposição de esculturas.‘Percurso Lusitano’ revela-se como um momento único, tanto no número de esculturas expostas, como também na própria distribuição espacial, já que estão espalhadas em zonas de cariz histórico e ambiental de Portugal. As linhas que determinam as suas esculturas constituem um fio condutor que atravessa o país, permitindo novos pontos de vista sobre os locais em que as esculturas se encontram.

Aproveitando a especificidade de cada concelho, em Vila Nova de Cerveira, o escultor expõe, a partir de hoje, três esculturas em ferro em três locais distintos, mas com a natureza e o rio Minho como o elemento consensual. Assim, no Parque de Lazer do Castelinho foi colocada a escultura “HAN”,no Parque de Merendas de Montorrosé possível apreciar a escultura “Enfime” e no Monte do Espirito Santo a escultura intitulada “Volok”.

Segundo Robert Schad, “o ferro vem da natureza e o objetivo desta exposição é reintegrar este material no seu local de origem, através de formas que se prendem com a natureza, transmitindo a energia interior existente nas árvores e plantas”. Trabalhadas em ferro maciço e partilhando o mesmo diâmetro, as esculturas de Robert Schad caraterizam-se por uma contradição muito interessante, isto é, uma leveza visual que não pressupõe o peso físico de 1,5 tonelada. “É o sonho da leveza, em que sobressai o jogo da construção e do crescimento da escultura conjugado com a natureza”, explica o escultor alemão.

A exposição ‘Percurso Lusitano’ em Vila Nova de Cerveira decorre entre esta quarta-feira, prolongando-se até abril de 2018. A inauguração formalestá agendada para o dia 25 de agosto, pelas 18h00, no Fórum Cultural de Cerveira, integrando o programa da XIX Bienal Internacional de Arte de Cerveira.

Com uma carreira artística amplamente reconhecida, Robert Schad tem vários prémios nacionais e internacionais, entre os quais, em 1982, o Prémio de Desenho da IIIBienal de Arte Contemporânea de Vila Nova de Cerveira.No ano de 2007, Robert Schad realizou no novo complexo da Santíssima Trindade, do Santuário de Fátima, a Cruz Alta, peça com 34 metros, e que ocupa um lugar central na obra de Robert Schad,

Robert Schad reside e trabalha em Larians (França) e em Chamosinhos (Portugal), onde desde 1988 tem a sua segunda residência.

20170522_161142

20170523_182831

SECRETÁRIO DE ESTADO DA INDÚSTRIA VISITA BRAGA

InvestBraga apoiou e acompanhou 548 ME de investimento

Braga compreendeu há muito que a inovação é a prioridade fundamental, diz Secretário de Estado da Indústria

O secretário de Estado da Indústria, João Vasconcelos, defendeu ontem que “a prioridade fundamental é a inovação (…), porque a chave do sucesso da nossa indústria está na preparação para a era digital” e que “Braga compreendeu esse facto há muito”. João Vasconcelos participou no Fórum Económico, organizado pela InvestBraga no âmbito da Semana da Economia, que assinala o 3.º aniversário da agência para a dinamização económica de Braga.

O Fórum Económico, que contou ainda com as participações do presidente do Millennium BCP, Nuno Amado, do administrador Executivo da CGD, Francisco Ravara Cary, de Vítor Fernandes, membro da Comissão Executiva do Novo Banco, de Pedro Reis, presidente do BCP Capital, do ex-ministro da Economia, Carlos Tavares da Silva, e do secretário de Estado do Desenvolvimento e Coesão, Nelson de Souza, trouxe a debate temas relevantes para o financiamento do investimento das empresas.

Durante o evento, a InvestBraga apresentou um balanço de toda a atividade e os resultados alcançados nas diversas áreas de atuação – Dinamização Económica, Startup Braga e Parque de Exposições de Braga.

Ao longo dos três anos de atividade, a InvestBraga apoiou e acompanhou 548 milhões de euros de investimento, resultantes de mais de 300 projetos, dos quais 37 são de origem internacional e 21 de multinacionais em Portugal.

“Só no último ano, conseguimos captar três grandes investimentos para Braga. A Fujitsu, que inaugurou há um ano o seu centro de competências, já disse que vai superar as expetativas e criar 350 postos de trabalho até ao final deste semestre; a Bosch Car Multimédia vai criar mil postos de trabalho, através da expansão da sua unidade em Braga, num investimento de 38 milhões de euros; e a Accenture vai inaugurar, muito brevemente, o novo centro de aplicações de tecnologias de informação, criando 100 postos de trabalho”, afirma Carlos Oliveira, presidente da InvestBraga.

Desde 2014, o número de desempregados em Braga diminuiu em um terço, o equivalente a cerca de 5.000 postos de trabalho. Em 2016, Braga registou o maior aumento real de exportações do país (176 milhões de euros, mais 19% do que em 2015) e é já o 10º maior concelho exportador do país - à frente de Oeiras e do Porto.

Na sua intervenção na sessão de encerramento do Fórum Económico, Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, afirmou que Braga vai “continuar a trabalhar para captar novos projetos nas áreas da saúde, da biotecnologia e na área da nanotecnologia”.

Recorde-se que a Startup Braga já apoia uma percentagem significativa de projetos nas áreas das tecnologias médicas e da saúde e da nanotecnologia, tendo parcerias com o Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia, o Hospital de Braga, a Escola de Medicina da Universidade do Minho, o CeNTI - Centro Nanotecnologia Materiais Técnicos, Funcionais e Inteligentes, entre outras instituições.

A Semana da Economia é organizada pela InvestBraga, de 22 a 26 de maio, e tem como grandes objetivos constituir uma mostra do potencial económico de Braga, que é já um dos principais motores da economia nacional, assinalar o crescimento económico registado no concelho e debater temas relevantes da área económica. A InvestBraga pretende, também, prestar contas do trabalho efetuado nas suas diversas áreas de atuação, Dinamização Económica, Startup Braga e Parque de Exposições de Braga, por ocasião do seu terceiro aniversário.

GALIZA: CORUNHA COMEMORA DIA DA MUINHEIRA

A Asociación Folclórica y Cultural Orballo que congrega diversas associações e agrupamentos culturais, leva a efeito no próximo dia 28 de Maio, a 34ª edição do Dia da Muinheira. A iniciativa tem lugar na Praça do Conde de Pontedeume, na província da Corunha, com início às 18 horas.

xxxiv-día-da-muiñeira-pontedeume_img2333n1t0

A muinheira é uma dança do folclore galego e tem a sua origem nos momentos de diversão, junto aos moinhos. Enquanto aguardavam pelo fim da moagem, as mulheres cantavam e bailavam ao som da pandeireta e da gaita-de-foles, até que o moleiro lhes fizesse a entrega da farinha.

A pandeiretada, assim era designada a muinheira velha, é a dança genuína das gentes galegas que tem na muinheira nova a sua versão mais erudita, com autor identificado. A dança é executada por pares mistos que, com elevado ritmo e rapidez, fazem o “passeio” de braços erguidos, numa coreografia e vistosa que anima as mais alegres festas e romarias da Galiza.

xxxiv-día-da-muiñeira-pontedeume_img2333n2t0

xxxiv-día-da-muiñeira-pontedeume_img2333n3t0

xxxiv-día-da-muiñeira-pontedeume_img2333n4t0

GALIZA: VIGO REALIZA FESTA DA CEREJA

Nueva edición de la Festa - Feira da Cereixa que tendrá lugar desde el 2 al 4 de Junio en la parroquia viguesa de Beade. Los asistentes a esta fiesta, que se celebra al aire libre, podrán degustar, un año más, las primeras cerezas de temporada y disfrutar con las actividades lúdicas programadas para público de todas las edades.

xxxii-festa-feira-da-cereixa-de-beade-vigo_img1636n1t0

COMINHOS | DUPLAFACE COMPANHIA DAS ARTES / GACEL / PEQUENOS ACTORES DO LIMA / TEATRO AMADOR DA FACHA – DIRECÇÃO: FÉRTIL CULTURAL

EXERCÍCIO/ESPECTÁCULO DO CURSO DE TEATRO PARA AMADORES PROMOVIDO PELOS SERVIÇOS EDUCATIVOS DO TEATRO DIOGO BERNARDES

28 de Maio – 18h00 – Teatro Diogo Bernardes – Ponte de Lima

Após o desafio lançado a todos os grupos de teatro amador do concelho, em Novembro passado, deu-se início à acção inserida nos Serviços Educativos do Teatro Diogo Bernardes com a denominação de Curso de Teatro para Amadores, tendo respondido à chamada membros dos Grupos Duplaface Companhia das Artes, Gacel, Pequenos Actores do Lima e Teatro Amador da Facha, a que se juntaram duas funcionárias do Município que laboram em áreas em que os ensinamentos podem ser devidamente aplicados.

cominhos_mupi_

Sob a direcção da Fértil Cultural, estrutura profissional de teatro, desde então realizaram-se mais de duas dezenas de sessões de trabalho, em horário pós-laboral, numa primeira fase com a periodicidade quinzenal, a qual passou a semanal na recta final da acção.

Extremamente motivados e dedicados, todos os elementos encararam os trabalhos e exercícios com extrema responsabilidade, criando-se um verdadeiro espírito de grupo, com partilhas contínuas de saberes e de conhecimentos.

Atendendo aos excelentes resultados obtidos, o exercício/espectáculo final de apresentação do Curso de Teatro para Amadores, obrigatoriamente, teria que ser apresentado ao público no local que o acolheu e viu nascer – o Teatro Diogo Bernardes, que abre as suas portas no dia 28 de Maio, a partir das 18h00, para apresentar Cominhos, título escolhido para o referido exercício/espectáculo de teatro.

Nas Comemorações dos 120 Anos do Teatro Diogo Bernardes, este equipamento municipal lançou, durante a temporada 2016-2017 que praticamente coincidiu com o ano lectivo escolar, os seus Serviços Educativos, com formadores profissionais de teatro, através deste Curso de Teatro para Amadores e do Curso de Longa Duração de Teatro, desenvolvido com a turma 12 do 4.º ano da Escola Básica de Ponte de Lima ao longo de cerca de duas dezenas de sessões de trabalho, na escola e no Teatro Diogo Bernardes, em horário escolar, também com excelentes resultados que serão apresentados no dia 21 de Junho no Teatro Diogo Bernardes, às 17h30, com o espectáculo denominado A Flôr n.º 12, o qual divulgaremos oportunamente.

Para o espectáculo Cominhos, bilhetes à venda (2,00€) e mais informações no Teatro Diogo Bernardes, pelo telefone 258 900 414 ou pelo email teatrodb@cm-pontedelima.pt

TERRABOURENSES DEBATERAM FORNECIMENTO DE ENERGIA

Terras de Bouro recebeu Seminário sobre “O que é importante os consumidores saberem sobre o fornecimento de energia”

A Câmara Municipal de Terras de Bouro, em colaboração com a ERSE (Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos) e o CIAB-Tribunal Arbitral de Consumo, promoveram, no dia 24 de maio, um seminário sobre a temática: “O que é importante os consumidores saberem sobre o fornecimento de energia”.

.

O Presidente da Câmara Municipal de Terras de Bouro, Dr. Joaquim Cracel, procedeu à introdução dos trabalhos e respetiva sessão de boas vindas, com um especial agradecimento dirigido à direção do CIAB pela seleção de Terras de Bouro para a realização deste encontro e aproveitou igualmente a ocasião para formular o convite de, numa futura ocasião, se realizar um périplo pelo concelho no intuito de divulgar junto das entidades convidadas as potencialidades de Terras de Bouro.

No que diz respeito à sessão suscitou o maior interesse, já que o Salão Nobre da Câmara Municipal registou uma assinalável presença de público, que pôde assim, ao longo do dia, inteirar-se das principais atribuições e competências da ERSE, assim como adquirir conhecimento e formação sobrea qualidade do serviço comercial no fornecimento de eletricidade e gás natural, o relacionamento comercial com os consumidores, a liberalização do mercado energético e ainda os apoios sociais ao consumidor de energia (Tarifa social).

.

.

.

.

EX-CHEFES DE ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO DE FRANÇA, DA ALEMANHA E DE PORTUGAL VISITAM PONTE DE LIMA

O Centro de Interpretação de História Militar e o CIPVV - Centro de Interpretação do Vinho Verde são os locais a visitar

O encontro que traz a solo nacional os Generais “EX-CEME” de França e da Alemanha tem paragem obrigatória na vila mais antiga de Portugal, a 27 de maio.

Ponte de Lima, que desde o período romano se assume como ponto de grande importância geoestratégica, inaugurou, em setembro passado, um Centro De Interpretação De História Militar (CIHM).

O recente núcleo museológico surgiu na sequência de um protocolo de colaboração, firmado a 25 de maio de 2011, entre o Município de Ponte de Lima e o Exército Português, representado pela Direção de História e Cultura Militar. Este mereceu já o elogio da Presidência da República, na pessoa de Marcelo Rebelo de Sousa, que inaugurou a exposição permanente.

O Executivo Municipal de Ponte de Lima vai acompanhar o General Elrick Irastorza, o General Hans-Otto Budde, e o General José Luís Pinto Ramalho, respetivamente ex-Chefes de Estado-Maior do Exército de França, Alemanha e Portugal, numa visita ao espaço museológico supra mencionado. A visita está sob a coordenação do Coronel António Feijó e terá início pelas 10h30.

Seguir-se-á uma passagem pelo Centro de Interpretação e Promoção do Vinho Verde, espaço que tem como principal missão contribuir para a promoção Vinho Verde através da investigação e divulgação do seu lastro patrimonial. A visita terminará com um percurso pelo Centro Histórico de Ponte de Lima, de fortes influências romanas e medievais.

Ponte de Lima foi um dos três locais escolhidos a nível nacional para esta visita, pela qualidade e pelo potencial das suas infraestruturas, naturais, históricas e humanas. O incentivo a este tipo de projetos, visitas e iniciativas constitui uma aposta contínua do Município de Ponte de Lima.

CAMINHA PROMOVE XI SEMANA DOS DIREITOS DA CRIANÇA DE 29 DE MAIO A 2 DE JUNHO COM MÚLTIPLAS ATIVIDADES

A Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Caminha em parceria com a Câmara Municipal está a organizar a Semana dos Direitos da Criança. Exposição de fotografia, ‘GNR por um dia’, tertúlia, conferência com o Juiz Joaquim Manuel Silva, Dia Mundial da Criança e Assembleia Municipal de Crianças e Jovens vão marcar esta XI edição certame. O objetivo desta semana é chamar à atenção para o direito da audição da criança.

XI Semana dos Direitos da Criança

De 29 de maio a 2 de junho, a criança e os seus direitos vão estar em destaque no concelho de Caminha com a realização da XI Semana dos Direitos da Criança.  Esta semana tem uma mensagem associada e que se prende com o direito à audição da criança, ou seja, toda a criança tem direito a ser ouvida, a participar nos projetos e as suas ideias devem ser respeitadas.

A semana arranca a 29 de maio, com a inauguração da exposição de fotografia ‘Ser Feliz”, no Museu Municipal de Caminha. Esta mostra é constituída por 18 fotografias, que resultam do concurso “Ser Feliz”. A inauguração está agendada para as 14H30. Aqui, vão ser conhecidos os vencedores do concurso. Esta exposição vai estar patente ao público até 30 de junho.

No dia 30, os alunos do 4º ano da Escola Básica de Caminha vão ser ‘GNR por um dia”. Esta atividade conta com o apoio da Guarda Nacional Republicana.

Ainda, no dia 30 vai decorrer a tertúlia “Direito de audição da criança”. Para este momento foram convidadas várias pessoas da comunidade,nomeadamente o presidente da Câmara Municipal de Caminha, um dirigente desportivo, um médico, um educador de infância, um professor e pais, para partilharem a sua experiência no que respeita ao contacto com as crianças.

No dia 31, terá lugar a conferência “Direito de audição da criança” dinamizada pelo juiz Joaquim Manuel Silva, um defensor acérrimo da escuta ativa das crianças nos processos em que estão integradas, nomeadamente no divórcio dos pais. Para este momento, a CPCJ de Caminha convida a população em geral.

No dia 1 de junho, dia em que se comemora o Dia Mundial da Criança, o dia vai ser preenchido com múltiplas atividades relacionadas com a arte circense, na Quinta da Barrosa, em Vila Praia de Âncora.

A XI Semana dos Direitos da Criança encerra com a Assembleia Municipal de Crianças e Jovens, durante a qual a comunidade escolar vai opinar e dar o seu contributo para um concelho melhor ou até mesmo questionaros presidentes da Câmara e da Assembleia Municipal, ou até mesmo os presidentes das respetivas Juntas de Freguesia, sobre as matérias que consideram pertinentes.

Programa:

SEG 29 | 14H30

EXPOSIÇÃO DE FOTOGRAFIA “SER FELIZ”

INAUGURAÇÃO

Local: Museu Municipal de Caminha

TER 30

GNR POR UM DIA

Organização: CPCJ – Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Caminha e Guarda Nacional Republicana

TER 30 | 21H30

“DIREITO DE AUDIÇÃO DA CRIANÇA”

TERTÚLIA

Local: Museu Municipal de Caminha

QUA 31 | 09H30

“DIREITO DE AUDIÇÃO DA CRIANÇA”

CONFERÊNCIA DINAMIZADA PELO JUIZ JOAQUIM MANUEL SILVA

Local: Auditório do Museu Municipal de Caminha

QUI 01

COMEMORAÇÃO DO DIA MUNDIAL DA CRIANÇA

Local: Quinta da Barrosa-Dólmen da Barrosa, Vila Praia de Âncora

SEX 02 | 14H30

ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE CRIANÇAS E JOVENS

Local: Valadares, Teatro Municipal de Caminha

HOJE É DIA DA ESPIGA NAS TERRAS DO SUL!

Hoje é Quinta-feira da Ascensão. Assim se denomina este dia em virtude de no calendário litúrgico se comemorar a ascensão de Jesus Cristo ao Céu, encerrando um ciclo de quarenta dias que se seguem à Páscoa. Mas, este dia tem a particularidade de se celebrar também o "dia da espiga" ou "quinta-feira da espiga". Manhã cedo, rapazes e raparigas vão para o campo apanhar a espiga e flores campestres. Formam um ramo com espigas de trigo, rosmaninho, malmequeres e folhagem de oliveira que pode incluir centeio, cevada, aveia, margaridas, pampilhos e papoilas. Depois, o ramo é guardado ao longo de um ano, pendurado algures dentro de casa.

dia da espiga

Crê-se que este costume, com mais incidência nas regiões a sul de Portugal, tenha as suas raízes num antigo ritual cristão que consistia na bênção dos primeiros frutos, mas as suas características fazem-nos adivinhar origens bem mais remotas, muito provavelmente em antigas tradições pagãs naturalmente associadas às festas consagradas à deusa Flora que ocorriam por esta altura e a que a tradição dos maios e das maias também não é alheia.

É crença do povo que a espiga apanhada na quinta-feira da Ascensão proporciona felicidade e abundância no lar. Aliás, a espiga de trigo propriamente dita representa a abundância de pão, o ramo de oliveira simboliza a paz, as flores amarelas e brancas respetivamente o ouro e a prata que significam a fartura e a prosperidade.

Noutros tempos, era costume na cidade, as moças que estavam de criadas de servir, ainda arreigadas a antigas usanças das suas terras de origem, pedirem às patroas para que lhes concedessem licença nesse dia para irem apanhar a espiga... Não raras as vezes, um bom pretexto para irem ao encontro do namorico, pois quase sempre apenas tinham permissão de folga ao domingo. Aliás, devido em grande medida à liberdade que a festa proporcionava aos jovens nesse dia, a apanha da espiga adquiriu bem depressa um sentido mais malicioso sempre que as pessoas a ela se referem.

Atualmente, algumas ruas de Lisboa enchem-se de vendedeiras de ramos de espigas, as quais são cada vez mais solicitadas inclusivamente por pessoas cujas raízes culturais já nada tem a ver com tais costumes mais próprios do meio rural. Provavelmente, atraídas pela beleza com que se apresentam os ramos. Em todo o caso, procurando cumprir um ritual que ajuda a preservar uma tradição!

ENCONTRO TEAM DE REGRESSO APÓS LONGA PARAGEM

O próximo fim de semana vai marcar o regresso da "Encontro Team" de Cláudio Ornelas à competição. Depois de uma paragem de quase 3 meses, o piloto de Vila Praia de Ancora voltará aos comandos do Subaru Impreza no Rali de Santo Tirso partindo com o número 23 nas portas, sendo esta a 4ª prova pontuável para o Campeonato Regional de Ralis - Norte e terceira ronda do Troféu Inter Municípios 2017.

Como habitualmente navegado por Miguel Castro, Cláudio Ornelas encara este Rali de Santo Tirso com natural entusiasmo: "Estivemos parados desde o Rali de Mondim de Basto que disputamos no início de Março e por isso este regresso há muito que era mais que esperado", afirma o piloto adiantando que "o principal objectivo será sempre o de terminar o rali continuando na nossa aprendizagem com este carro que exige muita habituação. Claro está que vamos dar o nosso melhor sempre olhando à classificação final e aos pontos para os campeonatos em disputa.

Este é um rali do qual gostamos muito, quer pela imensa 'aficion' que normalmente acompanha a prova criando um extraordinário ambiente de festa, quer pela parte organizativa do CAST, a quem desde já damos os parabéns pelo trabalho feito e que merece o nosso aplauso."

RN01Mondim17052

Cláudio Ornelas e Miguel Castro vão neste Rali de Santo Tirso estrear as novas cores do Subaru Impreza que os irão acompanhar ao longo da restante temporada e esperam contribuir para o grande espetáculo que se adivinha: "Queremos uma vez mais agradecer a todos os nossos patrocinadores por acreditarem em nós e tudo faremos para dignificar a sua aposta neste projecto", conclui o piloto.

Press00002

A Encontro Team conta para a presente temporada com os apoios de Assistransvi, Pneus Gama, Encontro de Margens, Gym Valença, Lara Inspeções, Luziauto, Cashback Card, Sá Cunha Alumínios, MonçãoTir, Aluxport, Encontro Auto, Talina Publicidade, Glassdrive, Mobilub, NatConta, Rodiauto, Multipreço Brindes Publicitários, Recirosa Lda e Chemistry Bar.

O Rali de Santo Tirso arranca na noite de sexta feira com dupla passagem pela Super Especial realizada na zona ribeirinha da cidade enquanto no dia seguinte as classificativas de Mourinha / Hortal e Assunção serão percorridas por 3 vezes pelos mais de 80 inscritos neste rali.

Press00001

MOLDÁVIA CANTA E DANÇA NO FOLKLOURES’17

O Grupo de Folclore da Associatia Miorita Portugalia vai no próximo dia 1 de Julho participar no FolkLoures’17 – Encontro de Culturas, uma grandiosa iniciativa de cariz tradicional organizada pelo Grupo Folclórico Verde Minho em colaboração com a Câmara Municipal de Loures, a ter lugar por ocasião das festas do concelho de Loures. Trata-se de um evento que privilegia o folclore da região saloia e ainda de todo o país e das comunidades que constituem actualmente o mosaico social e cultural da região, contribuindo para a inclusão e a promoção da paz entre os povos através do encontro das suas culturas tradicionais.

18700059_419210881788284_2864025486841518766_n

Formado por moldavos e seus descendentes imigrados no nosso país, a Associatia Miorita Portugalia está sediada no Barreiro e representa os usos e costumes tradicionais das gentes da Moldávia.

Situada na Europa oriental, a Moldávia possui fronteiras com a Ucrânia e a Roménia. No século XV, a Moldávia – oficialmente República Moldova – ocupou toda a região da Bessarabia, Moldávia Ocidental e Bucovina, constituindo à época uma importante potência regional.

Em consequência da sua história atribulada que incluiu o período feudal, o Tratado de Bucareste em 1812 que retalhou o seu território, submetendo a Bessarabia à Rússia e, mais tarde, a independência da Roménia e a sua unificação com a Moldávia Ocidental, é actualmente controversa a definição de identidade étnica e linguística entre moldavos e romenos.

Além do grupo de folclore da Associatia Miorita Portugalia em representação da comunidade moldava radicada no nosso país, a edição deste ano do FolkLoures vai contar com a participação do Grupo de Danças e Cantares da Madeira, Grupo Coral Os Ceifeiros de Cuba – Alentejo, do Grupo Folclórico O Cancioneiro de Ovar – Beira Litoral e ainda com representações da Estremadura e Brasil que divulgaremos oportunamente, para além do anfitrião Grupo Folclórico Verde Minho.

Mais do que qualquer outra manifestação de índole cultural e desportiva, é o Folclore a forma de expressão cultural que melhor contribui para a paz entre os povos, no respeito das suas diferenças e identidade.

18582552_419211248454914_2119400223560042035_n

18622415_419211478454891_3370637211286566065_n

18670753_419211081788264_3529647880802839024_n

18670895_419210921788280_7126892578996939302_n

18671073_419211601788212_9112914614278618041_n

18698185_419210431788329_7662472454484004270_n

Cartaz2017Novo.jpg

‘DESENCAMINHARTE’ A DESCOBRIR O ALTO MINHO

10 municípios, 10 lugares únicos, 10 intervenções de arte pública e mais de meia centena de experiências e tentações prometem desencaminhar, este mês de junho, visitantes e turistas para redescobrir valores e paisagens do Alto Minho natural e rural.

Capturarmellllg1

Do nascer-do-sol do dia 1 de junho ao pôr-do-sol do dia 4, quem visitar o Alto Minho é ‘desencaminhado’ a descobrir a arte e a natureza. A proposta é da Comunidade Intermunicipal (CIM) do Alto Minho que organiza o primeiro festival de arte pública do país em espaço natural e rural, entre serras, rios e mar. Desencaminharte é o nome do evento ao qual o Município de Melgaço se associou, juntamente com os restantes municípios do Alto Minho, e que propõe experiências artísticas, culturais, turísticas e lúdicas de mãos dadas com a natureza e tradições seculares, em lugares de características únicas dos concelhos do Alto Minho.

Situados fora das sedes dos concelhos e de áreas urbanas, os lugares propostos propõem um roteiro alternativo aos lugares comuns da região, contribuindo para a diversificação dos tópicos de interesse num destino que vê crescer os seus indicadores turísticos acima da média nacional, mas também para a educação para o património ambiental e cultural. Lamas de Mouro foi o local desencaminhado em Melgaço, com o artista Dário Cannatá. Sistelo (Arcos de Valdevez), Lugar dos Poços (Caminha), Penha da Rainha (Monção), Praia de Taboão (Paredes de Coura), Espigueiros do Lindoso (Ponte da Barca), Quinta de Pentieiros (Ponte de Lima), Mosteiro de Sanfins (Valença), Monte de Santo António (Viana do Castelo) e a Casa do Artista Jaime Isidoro (Vila Nova de Cerveira) são os restantes locais do festival, nesta primeira edição, para onde se desencaminharam, respetivamente, os artistas ou coletivos Pascal Ferreira, Carlos Pinheiro, Dário Cannatá, Sofia Leitão, João Pais Filipe, Mariana Barrote, Meroficina, Oficina Arara, Iva Viana e Ana Torrie. Virgínia Valente é a curadora artística do Festival, com a organização executiva da EMERGE.

O Alto Minho é a única sub-região de Portugal integralmente certificada com a Carta Europeia de Turismo Sustentável, marca que se pretende consolidar através deste festival. Segundo a organização, ‘as práticas e criações artísticas respeitam a identidade dos lugares e serão um modo de revitalizar valores, imaginários e tradições’. Do programa constam oficinas, concertos e performances, atividades de ar livre, desporto e turismo ativo, concursos, mercados e jogos tradicionais. Programa disponível em www.desencaminharte.altominho.pt.

No dia de apresentação pública, 1 de junho, a iniciativa lança um concurso dirigido aos artesãos do Alto Minho que os desafia a criarem propostas de uma mascote do Desencaminharte, entre cobras & lagartos, com recurso a ofícios de cerâmica, madeira, têxtil, couro, estuque ou cestaria, entre outros. Neste dia, Dia Mundial da Criança, o festival promove ainda oficinas educativas, em diversas expressões artísticas, que colocarão alunos de escolas da região em contacto com os artistas convidados e as suas intervenções.

Desencaminharte aposta ainda na organização de uma exposição coletiva dos dez artistas convidados, na Casa do Artista Jaime Isidoro, em Vila Nova de Cerveira, dedicada aos ‘ovos de serpente’. A exposição dará origem a uma experiência de geocaching, sendo as peças criadas escondidas em cada um dos dez locais de intervenção. Saiba-se que o Desencaminharte elege a serpente por signo e o serpentear por prática: ‘haverá muito mais para fazer nos locais de intervenção do que acompanhar e visitar as criações artísticas’, considera a organização. O contacto com a natureza e as tradições ganha destaque nas propostas de desencaminhar. Estão disponíveis caminhadas por trilhos diversos que desencaminham ao encontro dos artistas, passeios de bicicleta e de barco, uma oficina de pão castrejo ou o espreitar da tradição do estuque em Afife.

Para o Presidente da CIM do Alto Minho, José Maria Costa, ‘o projeto Desencaminharte representa um desvio no sentido de uma descentralização da criação artística nacional, mas também no sentido de uma descentralização cultural e turística para as nossas periferias naturais e rurais’, afirmando que ao juntar dez municípios, ‘esta iniciativa é fruto de uma maturidade de cooperação intermunicipal’.

O festival Desencaminharte insere-se no projeto da CIM Alto Minho “COOLTIV’ART – Programação Cultural em Rede”, aprovado no âmbito do PO “Norte 2020”/FEDER.

PROGRAMA EM LAMAS DE MOURO

INTERVENÇÕES DE ARTE PÚBLICA

  • Pintura aos deuses II // Dário Cannatá // PORTA DE LAMAS DE MOURO

OFICINAS

  • 1 de junho: CAL É COISA… // 15h00 – 17h00 // Dário Cannatá // PORTA DE LAMAS DE MOURO

«A oficina será parte integrante da intervenção. Com base na transmissão de conhecimento relativamente à tinta de cal, as suas propriedades e benefícios relativamente a outras tintas, os participantes serão convidados a participar na primeira fase do projeto marcando o trilho e um muro de pedra pré-existente na base da serra.

Cada participante deverá receber 2L de tinta de cal, suficiente para pintar 1m cúbico de pedra, um par de luvas de pano e uma trincha para caiar.»

  • 2 de junho: OFICINA PÃO CASTREJO // 10h00 – 13h00 // PORTA DE LAMAS DE MOURO // MONTES DE LABOREIRO

«Em Castro Laboreiro existe um grande número de fornos e moinhos comunitários que guardam uma das tradições mais emblemáticas da região: o Pão Castrejo.

Terá oportunidade de aprender como moer a farinha num moinho a água, amassar a farinha e cozer o pão num forno comunitário. Conheça a tradição do pão castrejo na primeira pessoa e passe um dia único.

No final provará o pão acompanhado pelo fumeiro regional e vinho Alvarinho.»

Mais informações aqui!

NATUREZA E TRILHOS

  • 1 de junho: Trilhos para passar na intervenção de pedra e cal do Dário, em Melgaço. // PORTA DE LAMAS DE MOURO

Mais informações aqui!

  • 1 de junho: SAUDAÇÃO AO SOL // 06h13 – 06h30 // PORTA DE LAMAS DE MOURO

«O festival desencaminharte nasce com o sol em Lamas de Mouro, no dia 1 e acaba com o pôr do sol de dia 4 de Junho, em Caminha.»

ANIMAÇÃO CULTURAL

  • JOGOS TRADICIONAIS – MALHA E PETANCA // 04 de junho // 09h30 – 19h00 // PARQUE CAMPISMO DE LAMAS DE MOURO // MONTES DE LABOREIRO

«O Jogo da malha é um desporto onde se lançam discos de ferro em direcção a um pino com a intenção de derrubá-lo ou deixar a malha o mais próximo possível deste pino. No jogo da Petanca o objectivo é jogar as bolas de metal tão perto quanto possível de uma pequena bola de madeira chamado de bouchon.

Ambos os jogos, normalmente, são praticados em terra batida ou cascalho, mas também pode ser jogado na relva ou areia.

Dispomos de ambos os jogos para crianças e adultos.»

Mais informações aqui!

MERCADOS

  • Em cinco dos dez Municípios vão decorrer mercados com produtos locais. Não se faz arte nem caminhadas sem farnel ou recordação. Este ano, sábado e domingo, são dias de mercado em Porta de Lamas de Mouro, Espigueiros do Lindoso, Penha da Rainha, Monte de Sto. António e Lugar dos Poços.

Melgaço, Ponte da Barca, Monção, Viana do Castelo e Caminha aguardam por mercados animados.

Mais informações aqui!

Capturarmellllg2

PORTA DE LAMAS DE MOURO

A Porta de Lamas de Mouro é uma estrutura do Município de Melgaço, vocacionada para a receção, recreio e informação dos visitantes do Parque Nacional da Peneda-Gerês (PNPG). As portas são estruturas de receção ao visitante, localizadas nas principais entradas da área protegida, em relação com a rede viária.

Inaugurada em maio de 2004, esta foi a primeira das cinco ‘Portas’ previstas para o PNPG. Correspondente a uma área com cerca de dez hectares, esta Porta, cujo tema é ‘Ordenamento do território’, é composta por três edifícios construídos e diversos espaços ao ar livre.

O visitante pode visitar uma exposição onde são apresentados aspetos genéricos da região, bem como informação sobre percursos pedestres e valores naturais e culturais do PNPG. Pode ainda visitar a exposição temática ‘Ordenamento do Território’, onde se abordam as especificidades naturais e culturais do território de Melgaço, com especial incidência para a história, organização e ocupação dos solos na emblemática freguesia de Castro Laboreiro.

O espaço exterior presta-se a descanso e a passeios onde é possível deslumbrar magníficas paisagens e estar em perfeito contacto com a natureza. Ao longo do percurso poderá ser possível encontrar garranos e cães Castro Laboreiro que circulam livremente pela zona.

MUNICÍPIO ARCUENSE OFERECE JOGO ÀS CRIANÇAS PARA CONHECEREM A BIODIVERSIDADE DO RIO VEZ

Município arcuense oferece Jogo da Memória “Biodiversidade do Rio Vez

No âmbito de uma atividade inserida no plano de atividades extra curriculares proporcionadas pelo Município nos jardins-de-infância, foi criado o Jogo da memória da Biodiversidade do rio Vez.

jogo_memoria (1)

Este jogo é uma  ferramenta pedagógica que permite a aprendizagem de alguns nomes de plantas e animais do rio Vez, direcionado para crianças a partir dos 3 anos. Através dele é permitido o contacto com imagens de 20 exemplares da biodiversidade do rio Vez, facilitando a sua memorização. A Câmara Municipal acolheu a iniciativa e, com o envolvimento de Bernardete Amorim (fotógrafa), Sara Simões (responsável pela conceção) e Sónia Pinto (ilustradora do jogo), foi oferecido um exemplar a todas as crianças do ensino pré-escolar (cerca de 400), esperando com esta iniciativa levar a um maior reconhecimento da conservação do rio Vez.

jogo_memoria (2)

jogo_memoria3

ESTUDANTES CERVEIRENSES COMBATEM POLUIÇÃO DO RIO MINHO

Estudantes do 8º ano avaliaram qualidade da água e do lixo das margens

É mais um projeto escolar que contou com uma colaboração muito próxima do Aquamuseu do rio Minho. No passado dia 18 de maio, os alunos do 8ºano do Agrupamento de Escolas de Vila Nova de Cerveira procederam a uma avaliação da qualidade da água, complementada com uma recolha de lixo das margens do rio Minho.

20170518_162311

Esta ação integra o trabalho que estão a desenvolver no âmbito do Projeto Rios, no qual o Ribeiro de São Gonçalo é o principal objeto de estudo. Desta forma, e em estreita colaboração com os técnicos do Aquamuseu, foi efetuada uma qualidade da água em diferentes pontos do ribeiro analisando os macroinvertebrados, bem como se procedeu a um registo do perfil das margens, nomeadamente tipo de vegetação, caudal, construções e problemas que possam ter relevância para o estado do ribeiro.

Aproveitando esse estudo foi ainda dinamizada uma recolha de lixo encontrado nas margens do ribeiro junto das zonas em estudo. Desta intervenção, foi retirado um total de 24 kgs de lixo entre plásticos, metal e um pneu.

Com este estudo, e consequentes resultados, consegue-se demonstrar que ainda existem comportamentos que podem ser melhorados por parte das pessoas, de forma a não destruir/contaminar o meio ambiente.

MUNICÍPIO DE VIZELA ATRIBUI BOLSAS DE ESTUDO A ALUNOS DO ENSINO SUPERIOR

NÃO PERCAS A OPORTUNIDADE!

A Câmara Municipal de Vizela  vai iniciar brevemente o período de candidaturas para e acesso a Bolsas de Estudo a Alunos do Ensino Superior.

Para te candidatares vai precisar dos seguintes documentos:

ü  Fotocópia do certificado de matrícula no ano letivo 2016/2017;

ü  Fotocópia do cartão de cidadão ou Bilhete de Identidade e Número de Identificação Fiscal;

ü  Atestado da Junta de Freguesia com data do ano corrente, a comprovar a respetiva morada e a residência na freguesia há três ou mais anos (deverão ser descriminados os nomes, idades, parentesco e situação profissional) de cada elemento do agregado familiar;

ü  Certidão ou outro documento comprovativo da matrícula no corrente ano letivo, no curso ministrado pelo estabelecimento de ensino superior, especificando o curso;

ü  Documento comprovativo da titularidade do curso do ensino secundário e da respetiva média final, para os alunos que ingressam pela primeira vez num estabelecimento do ensino superior;

ü  Plano do curso que frequenta, autenticado pelo estabelecimento de ensino superior, com discriminação das cadeiras por ano letivo;

ü  Documento discriminando as disciplinas concluídas por ano, com menção da respetiva nota e créditos obtidos, autenticado pelo estabelecimento de ensino;

ü  Documentos comprovativos de todos os rendimentos auferidos pelo agregado familiar (declaração de IRS e IRC, com a respetiva nota de liquidação referente ao ano fiscal 2016; no caso de a declaração de IRS/IRC não descriminar as despesas com educação, saúde e habitação do agregado familiar deverá ser apresentado o(s) documento(s) comprovativo(s) obtido(s) nos serviços das Finanças;

ü  Declaração comprovativa da situação de desemprego dos elementos do agregado familiar, emitido pelos serviços da Segurança Social, se for o caso, e de inscrição atualizada no Instituto de Emprego e Formação Profissional.

NÃO PERCAS A OPORTUNIDADE!

Prepara a tua candidatura. Em breve terás mais novidades.

MUNICÍPIO DE PONTE DA BARCA APOIA INSTITUIÇÕES PARTICULARES DE SOLIDARIEDADE SOCIAL

Protocolos de colaboração: Autarquia de Ponte da Barca disponibiliza verbas para apoio a IPSS's locais

O presidente da Câmara Municipal de Ponte da Barca rubricou, na semana passada, protocolos de colaboração financeira com duasInstituições Particulares de Solidariedade Social locais, designadamente o Centro Social e Paroquial de Lavradas e a Associação Social e Cultural Os Amigos da Barca. A finalidade destes acordos de colaboração prendem-se com o apoio à execução de obras de conservação do património, bem como substituição de equipamentos fundamentais que se encontram num estado obsoleto. O apoio agora concedido e a repartir até 2018, reflete-se financeiramente no montante total de 178 mil euros.

P1500136

Importa referir que as duas Ipss's têm desenvolvido, ao longo dos últimos anos, uma série de atividades dirigidas à população idosa e respetivas famílias, desenvolvendo atualmente várias respostas sociais importantes no concelho, designadamente ao nível de Centro de Dia, Serviço de Apoio Domiciliário e, no caso da Associação Social e Cultural Os Amigos da Barca, também creche.

Os termos protocolados foram subscritos em sessão que decorreu no edifício dos Paços do Concelho pelo Presidente da Câmara Municipal, Vassalo Abreu e pelos Presidentes das referidas Instituições, nomeadamente, o Padre Filipe Sá, do Centro Social e Paroquial de Lavradas, e José Amorim, da Associação Social e Cultural Os Amigos da Barca.

P1500147

PONTE DE LIMA INAUGURA OBRAS DE REQUALIFICAÇÃO NO FREIXO

Obras de Requalificação do Largo Domingos Pereira de Araújo e Centro Cívico de Freixo – Ponte de Lima. Inauguração, 28 de maio, 11 horas no Largo da Feira

O Município de Ponte de Lima inaugura no próximo domingo, 28 de maio, as obras de Requalificação do Largo Domingos Pereira de Araújo e o Centro Cívico de Freixo, uma intervenção que se enquadra na política de Reabilitação Urbana em zonas centrais das freguesias com espaços de cariz coletivo e social que se encontrem degradadas e urbanisticamente mal definidas, que o Município de Ponte de Lima está a dinamizar.

Largo_Freixo

A obra cujo investimento ascendeu aproximadamente aos 800.000,00€, contemplou a construção e conservação de passeios e outros espaços públicos, no centro da freguesia, ponto de encontro da população e palco de eventos festivos, bem como a requalificação de passeios na EN 306, via de acesso importante entre o centro da freguesia de Freixo e o centro da Vila de Ponte de Lima.

Desta forma, aumentou-se o espaço destinado às pessoas, totalmente acessível e livre de barreiras arquitetónicas, favorecendo-se a circulação, através da redefinição das faixas de circulação automóvel e pedonal, o ordenamento dos lugares de estacionamento e a beneficiação da iluminação pública e do mobiliário urbano.

MONÇÃO REALIZA 9ª CAMINHADA SOLIDÁRIA “PASSO A PASSO PELA VIDA”

Este domingo, 28 de maio, pelas 17h30, com saída da Ecopista do Rio Minho, na Lodeira, e chegada à Senhora da Cabeça, em Cortes. Aberta à população, a iniciativa procura sensibilizar a comunidade local para a problemática do cancro e doenças cardiovasculares, alertando-a para a importância da componente preventiva.

image002monçaaa (2)

Com organização conjunta do Centro de Saúde de Monção e Grupo de Auto-Ajuda Deu-la-Deu Vida e colaboração da Rede Social de Monção, realiza-se, este domingo, 28 de maio, pelas 17h30, a 9ª Caminhada Solidária “Passo a Passo pela Vida”,

A iniciativa, cujo objetivo consiste em sensibilizar a comunidade local para a problemática do cancro e doenças cardiovasculares, consta de um passeio pela Ecopista do Rio Minho desde o Parque da Lodeira, junto à Ponte Internacional entre Monção e Salvaterra, até à Senhora da Cabeça, em Cortes.

Aberta a quem pretender participar, a 9ª Caminhada Solidária “Passo a Passo pela Vida”, não implica pagamento obrigatório, contudo, quem pretender uma t-shirt alusiva à iniciativa e água terá de pagar 3,00 € que reverterão a favor da Liga Portuguesa Contra o Cancro (Núcleo Regional do Norte).

De acordo com a organização, a caminhada deverá aproximar-se de meio milhar de pessoas de todas as idades. O objetivo geral passa por estimular a atividade física e sensibilizar a comunidade local para estas problemáticas, alertando-a para a importância da componente preventiva.

PONTE DE LIMA INAUGURA FESTIVAL INTERNACIONAL DE JARDINS

Festival Internacional de Jardins de Ponte de Lima inaugura na próxima sexta-feira. Certificado com a EFFE Label 2017-2018 o FIJ comemora o seu 13º aniversário

Passados 13 anos desde a sua estreia como projeto pioneiro em toda a Península Ibérica, o Festival Internacional de Jardins de Ponte de Lima, é nos dias de hoje, referência a nível mundial.

fij2017_cartaz (Large)

Das suas mais de cinco centenas de candidaturas, registadas ao longo da última década, estiveram patentes no espaço do Festival, quase duas dezenas de nacionalidades.

Este ano, sob o tema “Jardim das Descobertas”, o FIJ acolhe jardins de três continentes, estando em exposição permanente, projetos da Argentina, do Brasil, da Áustria, da Itália, da Holanda e ainda do Japão, apresentando-se Portugal e Espanha com duas propostas cada.

Na vanguarda internacional no tópico do Ecoturismo, e da Sustentabilidade, o Festival Internacional de Jardins de Ponte de Lima, continua a dar frutos. Galardoado no presente ano, com a distinção “Europe for Festivals, Festivals for Europe” - EFFE Label 2017-2018, o FIJ foi, mais uma vez, alvo do elogio internacional.

Este é "Um evento bastante singular que tem desempenhado um papel significativo na educação ambiental e na consciencialização, sustentabilidade e planeamento paisagístico”, considerou o Júri Internacional, ao integrar o FIJ na comunidade do Festival EFFE que, promovida pela Associação Europeia de Festivais, distingue espetáculos com grande qualidade artística, de impacto significativo a nível local, nacional e internacional.

Esta não é a primeira distinção do Festival, que anualmente recebe mais de 105 mil visitantes, e que foi já galardoado também com o Prémio Garden Tourism Awards, integrado no evento internacional “2013 North American Garden Tourism Conference”, em Toronto, Canadá.

A edição deste ano, “Jardim das Descobertas”, inaugura a 26 de maio, numa cerimónia presidida por Célia Ramos, Secretária de Estado do Território e da Conservação da Natureza, pelas 16h00, no recinto próprio do FIJ.

O Município de Ponte de Lima convida o V. órgão de comunicação social a assistir à supra dita inauguração.

Como chegar ao Recinto do FIJ

GUIMARÃES REÚNE EXECUTIVO MUNICIPAL

SESSÃO ÀS 10 HORAS 

Agenda do Executivo para a reunião de Câmara desta quinta-feira, 25 de maio de 2017

30 pontos fazem parte da Ordem de Trabalhos da reunião programada para a manhã desta quinta-feira, com início às 10 horas, na Sala de Reuniões da Câmara Municipal.

A adjudicação da empreitada de construção do Parque de estacionamento de Camões é um dos assuntos que serão apreciados pelo Executivo Municipal de Guimarães esta quinta-feira, 25 de maio, em reunião ordinária de Câmara com início agendado para as 10 horas, na Sala de Reuniões dos Paços do Concelho.

Com uma ordem de trabalhos preenchida por 30 pontos, será também apreciada a proposta de adjudicação para a requalificação e beneficiação de arruamentos da rede viária municipal, uma atribuição de subsídio à União de Freguesias de Tabuadelo e S. Faustino para a centralidade de S. Faustino e, entre outros assuntos, uma proposta para o início de procedimento tendo em vista a aprovação do Regulamento de Sistema de Incentivos da Incubadora de Base Rural de Guimarães.  

A ordem de trabalhos completa da reunião do Executivo Municipal é a seguinte:

01 - Expropriação do direito ao arrendamento do prédio situado na Rua da Ramada – Requalificação Urbanística da Zona de Couros

02 - Ecovia-Ciclovia de Guimarães - aquisição de terrenos - Parcelas A71, F30, G11, G11A e G10

03 - Aquisição de prédio necessário à reabilitação da Torre da Alfândega

04 - Aprovação da ata da reunião ordinária de 11 de maio

05 - "Requalificação e beneficiação de arruamentos da rede viária municipal 2017" - Repartição de Encargos - Ratificação

06 - Requalificação e beneficiação de arruamentos da rede viária municipal - 2017 - Adjudicação

07 - Parque Estacionamento de Camões - Repartição de Encargos - Ratificação

08 - Parque de estacionamento de Camões - Adjudicação

09 - Alteração da menção das obras no mapa de repartição de apoios a conceder às freguesias para o ano de 2017 - União de Freguesias de Arosa e Castelões 

10 - União de Freguesias de Tabuadelo e S. Faustino – Atribuição de Subsídio – Centralidade de S. Faustino

11 - União de Freguesias de Serzedo e Calvos - Oferta de bandeira.

12 - Processo de Licenciamento de Unidade Industrial Nº 534/14 - Ecoibéria Reciclados Ibéricos SA - Freguesia de Pencelo

13 - Regulamento Municipal - Início de Procedimento para Aprovação do Regulamento de Sistema de Incentivos da Incubadora de Base Rural de Guimarães

14 - Aquisição de serviços de fornecimento continuado de gás natural - Triénio 2018/2020

15 - Aquisição de serviços de fornecimento contínuo de gás propano a granel - Triénio 2018/2020

16 - Aprovação de Candidatura para Concessão de Benefícios Tributários Municipais – Aprovação da Minuta do Contrato a celebrar - SOCOROMA – SOCIEDADE COMERCIAL DE PRODUTOS ALIMENTARES, LDA

17 - Aprovação de Candidatura para Concessão de Benefícios Tributários Municipais – Aprovação da Minuta do Contrato a Celebrar - J.P.Z. – CARTONAGEM S.A 

18 - Aprovação de Candidatura para Concessão de Benefícios Tributários Municipais – Aprovação da Minuta do Contrato a celebrar - MENDES DE MACEDO & MACEDO, LDA - : MARCANDE – PRODUTOS QUÍMICOS, LDA - F. MODA – INDÚSTRIA TÊXTIL, S.A - CLOTHE - UP 

19 - Pedido cedência autocarro-Agrup.Escolas Briteiros-Dias 8 e 15 maio

20 - Pedido cedência autocarro-Escola Sec. Martins Sarmento-23 maio

21 - Realização de Sarau Cultural do Agrupamento de Escolas Gil Vicente - atribuição de subsídio

22 - Pedido cedência autocarro-Irmandade Santa Casa Misericórdia

23 - Pedido cedência autocarro-Aces Alto Ave-Agrup. Centro Saúde

24 - Convívio Associação Cultural - realização de concertos em colaboração com a Embaixada da Áustria - atribuição de subsídio

25 - Sociedade Musical de Guimarães - apoio ao GUIMARAMUS 2017

26 - Casa de Sarmento - Centro de Estudos do Património - Revisão do Protocolo de Colaboração com a Universidade do Minho e a Sociedade Martins Sarmento; pagamento da subvenção municipal

27 - Lions Clube de Guimarães - Oferta de bandeiras. 

28 - Pedido cedência autocarro-Centro At.Rec.Taipense-12,13,14 maio

29 - Pedido cedência autocarro-Ass.Futebol Popular Guimarães-20 maio

30 - Aprovação da ata em minuta        

FAMALICENSES CORREM PARA O GRANDE PRÉMIO DE ATLETISMO BERNARDINO MACHADO

Inscrições abertas para o Grande Prémio de Atletismo Bernardino Machado. Prova realiza-se a 11 de junho, pelas 10h00, inserida nas Festas Antoninas

É já no próximo dia 11 de junho, domingo, a partir das 10h00, que irá realizar-se uma das provas mais aguardadas do calendário concelhio de atletismo de Vila Nova de Famalicão – o Grande Prémio de Atletismo Bernardino Machado. A competição, que está inserida na programação das Festas Antoninas, tem inscrições abertas até dia 8 de junho.

Inscrições abertas para o Grande Prémio de Atletismo Bernardino Machado....

Organizado pela autarquia famalicense, com os apoios da Associação de Atletismo de Braga e da Associação Comercial e Industrial de Famalicão, o Grande Prémio de Atletismo Bernardino Machado é de participação livre e terá uma extensão de 10km com partida e chegada do Parque da Juventude, na Rua Padre Benjamim Salgado.

A prova será disputada nos escalões de juniores, seniores e veteranos (mais de 35 anos), em masculinos e femininos. As inscrições podem ser feitas gratuitamente até ao dia 8 de junho no portal do Município de Famalicão, em www.vilanovadefamalicao.org, ou presencialmente na Casa da Cultura, até às 18h00 do dia 7. Às inscrições de última hora será aplicada uma taxa de 5 euros por cada atleta e só poderão efetuar-se no secretariado da prova que funcionará no Parque da Juventude.

No final, serão entregues prémios de presença a todos os participantes, troféus para os três melhores classificados de cada escalão e género e ainda prémios por equipas às três primeiras equipas da geral.

Recorde-se que a prova está inserida no projecto “Corre Famalicão”, um calendário concelhio de atletismo, cujo objetivo é organizar no tempo e no espaço as provas promovidas anualmente no concelho, através das diversas associações e clubes desportivos.

Festas Antoninas com forte vertente desportiva

Para além dos habituais momentos culturais e de animação popular, o programa deste ano das Festas Antoninas é novamente marcado pela realização de vários eventos desportivos.

É o caso do Grande Prémio de Atletismo Bernardino Machado, mas de tantas outras iniciativas organizadas pelas associações do concelho famalicense.

A famosa “Descida Mais Louca” é um desses exemplos. Organizada pela ARCA – Associação Recreativa e Cultural de Antas, a quinta edição da iniciativa está agendada para o dia 10 de junho, trazendo mais uma vez a loucura e adrenalina de uma corrida de carros artesanais à Alameda Caminhos de Santiago.

Destaque também para a XII Caminhada Camiliana, que no dia 10 de junho convida os famalicenses a percorrerem o caminho habitualmente feito por Camilo Castelo Branco, entre Famalicão e a sua casa na freguesia de Seide S. Miguel. A tradicional Corrida de Galgos, no dia 10, o Raid Todo-o-Terreno, nos dias 9 e 10, e o Grande Prémio “Tiro aos Pratos Antoninas 2017”, no domingo, dia 11, são outros dos eventos desportivos que marcam o programas deste ano das Festas Antoninas.

Programa completo em www.vilanovadefamalicao.org/_festas_antoninas_17.  

FAMALICÃO ADERE AO PROGRAMA DA UNICEF “CIDADE AMIGA DAS CRIANÇAS”

Proposta é debatida esta quinta-feira, em reunião do executivo municipal

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão acaba de ver aprovada a candidatura de adesão ao programa Cidades Amigas das Crianças, promovida pela UNICEF. A celebração do respetivo protocolo será apresentada na reunião do executivo municipal, agendada para esta quinta-feira, 25 de maio, a partir das 10h00, no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

AFS_6116

O programa Cidades Amigas das Crianças, relançado pelo Comité Português para a Unicef em 2015, tem como propósito promover a aplicação dos direitos das crianças nas cidades portuguesas. O programa insere-se na iniciativa internacional Cidades Amigas das Crianças, liderada pela Unicef, na qual colaboram governos nacionais, administrações locais, organizações não-governamentais e outras entidades.

Para o presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, “o processo de construção de uma Cidade Amiga das Crianças baseia-se na aplicação dos direitos da criança nas decisões políticas e programas do município, como já sucede, por exemplo, com a elaboração dos projetos educativos, construídos de forma participada por todos os agentes e numa perspetiva de educação ao longo da vida, com a oferta gratuita dos manuais escolares a todas as crianças do 1.º ciclo ou ainda com a promoção das Férias Desportivas e Recreativas, entre muitas outras medidas”.

O autarca lembra mesmo o sábio provérbio que diz que para educar uma criança é preciso toda uma aldeia, para salientar que a autarquia trabalha diariamente “no sentido de motivar e mobilizar todos os agentes educativos para o empenho na tarefa de tornar, cada vez mais, Vila Nova de Famalicão num “Município Educador”. Neste sentido, o programa Cidades Amigas das Crianças constitui “uma oportunidade para os municípios desenvolverem estratégias para pôr em prática os direitos dos cidadãos mais jovens no território de uma forma articulada e concertada”.

Refira-se que após a aprovação da candidatura, a autarquia deve apresentar nos próximos seis meses um Plano de Ação Local, enviando depois um relatório de progresso à Comissão Coordenadora do Programa. Os municípios que demonstrarem cumprir os requisitos do programa receberão então o reconhecimento, através da atribuição de Selo de Cidade Amiga das Crianças, conferido por um período de quatro anos renovável.

A Unicef é a principal organização mundial que tem como missão defender e proteger os direitos e o bem-estar das crianças e adolescentes. A sua ação rege-se pela Convenção sobre os Direitos da Criança, o tratado do direito internacional mais amplamente ratificado de sempre, pois a ele aderiram quase todos os Estados do mundo.

Criada em 1946 por decisão da Assembleia Geral das Nações Unidas, a UNICEF trabalha atualmente em mais de 150 países em desenvolvimento através das suas representações permanentes no terreno e em 34 países industrializados, mediante a sua rede de Comités Nacionais. Os fundamentos para construir uma “Cidade Amiga das Crianças” assentam em quatro princípios base da Convenção: não discriminação, interesse superior da criança, sobrevivência e desenvolvimento e respeito pelas decisões das crianças.

ARCOS DE VALDEVEZ REÚNE EXECUTIVO MUNICIPAL

REUNIÃO ORDINÁRIA DE 24 DE MAIO DE 2017

PERÍODO ANTES DA ORDEM DO DIA:

  • No período antes da ordem do Dia o Sr. Presidente informou que no dia 25 de maio, pelas 10h, seria assinado um protocolo de colaboração entre a Incubo e a Tec Minho;
  • Também informou que no sábado, dia 27 de maio, decorrerá na Casa das Artes o Ciclo de conferencias CENFIPE - Centro de Formação e Inovação dos profissionais de Educação/Escolas Associadas do Alto Lima e Paredes de Coura, com a temática “Pais e Professores À Beira de Um Ataque de Nervos : Porque o Melhor do Mundo – NEM SEMPRE – são as Crianças II MOMENTO. A sessão de abertura está marcada para as 9h e contará com a presença do Secretário  de Estado da Educação, Dr. João Costa
  • Também deu conta que no próximo dia 3 de Junho será feita a inauguração oficial do certame Festa da Montanha, na Porta do Mezio, com a presença da Secretária de Estado da Natureza e do Ordenamento do território, Dra. Célia Ramos e que no domingo estará lá presente o programa Somos Portugal da TVI;

MUSEU DA ÁGUA AO AR LIVRE

  • Museu da Água ao Ar Livre do Rio Vez: considerando a aprovação da candidatura “Museu da Água ao Ar Livre do Rio Vez” foi aprovado dar início ao procedimento concursal para execução do respetivo projeto de execução, designadamente Vias, acessos, instalações de apoio, sinalética, Zonas fluviais de lazer e recuperação de açudes, pelo valor base de 333.000,00 euros;
  • Produção de conteúdos e elaboração de estratégia de comunicação, identidade gráfica e sinalética - Museu da Água ao Ar Livre do Rio Vez: tendo em consideração a aprovação da candidatura "Museu da Água ao Ar Livre do rio Vez" foi aprovado proceder à abertura de procedimento concursal tendente à adjudicação da prestação de serviços com a designação de " Produção de conteúdos e elaboração de estratégia de comunicação, identidade gráfica e sinalética - Museu da Água ao Ar Livre do Rio Vez" , pelo valor base de 33.000,00 euros;

Oficinas de Criatividade Himalaya

  • Oficinas de Criatividade Himalaya. Projetos de Arquitetura e Especialidades: foram aprovados os Projetos de Arquitetura e Especialidades do referido processo para efeito de candidatura ao programa Norte 2020 - Reabilitação Urbana
  • Oficinas de Criatividade Himalaya: foram aprovados os Termos de Referencia das seguintes Ações, inclusas neste processo, para efeito de candidatura ao programa Norte 2020:

 - Oficinas de Criatividade Himalaya - Fornecimento de Conteúdos, Equipamentos, Material Didático/Pedagógico e de Comunicação para o Núcleo Interpretativo Himalaya (Salas 1 a 3);

            - Oficinas de Criatividade Himalaya- Fornecimento e colocação de equipamento de projeção e som no espaço Himalaya 360;

            - Oficinas de Criatividade Himalaya- Fornecimento e conceção do Labirinto Himalaya.

  • Himalaya o Eco Cidadão. Termos de Referencia: - Do Chefe de Divisão a informar que, considerando a obrigatoriedade definida pelo Programa POSEUR - Plano de Valorização do PNPG e as necessidades do projeto “Himalaya o Eco Cidadão”, vem solicitar a submissão à digníssima Câmara, para aprovação, dos Termos de Referência da seguinte Ação, inclusa neste processo:

- Himalaya o Eco Cidadão - Fornecimento de Conteúdos e Equipamentos para o Núcleo Interpretativo Himalaya (Sala 4).

PROMOÇÃO E SENSIBILIZAÇÃO AMBIENTAL DE SISTELO E DO RIO VEZ: foi deliberado aprovar os termos de referência para o procedimento concursal “PROMOÇÃO E SENSIBILIZAÇÃO AMBIENTAL DE SISTELO E DO RIO VEZ”, para feitos de candidatura ao POSEUR.

ROCHAS QUE CONTAM HISTÓRIAS - ARCOS DE VALDEVEZ: foi deliberado aprovar os termos de referência referentes ao processo concursal “ROCHAS QUE CONTAM HISTÓRIAS - ARCOS DE VALDEVEZ”, para feitos de candidatura ao POSEUR.

EDUCAÇÃO

PLANO DE TRANSPORTES ESCOLARES 2017/2018: foi deliberado aprovar o Plano de Transportes Escolares 2017/2018.

APOIOS

  • Foi deliberado apoiar a AVVEZ – Associação dos Vinhos de Arcos de Valdevez, em 10,000 €. A referida Associação tem por objetivo promover, desenvolver e defender a produção vitivinícola e os produtos artesanais locais.
  • Foi aprovado o pagamento à ADRIL – Associação de Desenvolvimento Rural Integrado do Lima, no valor de 10.000,00 euros, correspondente a quotas suplementares.
  • Foi aprovado o protocolo de colaboração, no valor de 20.000,00€, a celebrar com a Fábrica da Igreja Paroquial de S. Paio de Jolda, para apoiar a construção da Casa Mortuária.

SANEAMENTO E ABASTECIMENTO DE ÁGUA

  • AMPLIAÇÃO DA REDE DE SANEAMENTO A VILA FONCHE (TOURIM/OUTEIRO/IGREJA) E PAÇÔ (PAÇO VELHO): foi aprovada a abertura de procedimento concursal pelo valor base de 244.000,00 euros.

Com o projeto de execução em referência, pretende-se a ampliação da rede de saneamento nas referidas freguesias, nomeadamente aos lugares de Tourim, Outeiro e Igreja, em Vila Fonche, e a Poente da EN303, bem como ao lugar de Paço Velho, em Paçô, drenando para a rede existente, e daí ao coletor em alta das Aguas do Norte.

            Assim, o projeto preconiza a instalação de coletores gravíticos, numa extensão global de cerca de 3,0 km e 115 ramais domiciliários.

  • Ampliação da rede de saneamento a Guilhadeses (Mó da Lomba / Fontão Covo): foi deliberado adjudicar a obra à empresa Martins & Filhos, S.A., pelo valor de 204.792,44 €, não incluindo o imposto sobre o valor acrescentado (IVA).
  • Ampliação da Rede de Abastecimento de Água - Freguesia de Extremo (Castanheira/Pereira): foi aprovada a prorrogação do prazo até 14.06.2017, isto é, de 35 dias, a fim de o empreiteiro concluir a execução dos trabalhos.
  • AMPLIAÇÃO DA REDE DE SANEAMENTO BÁSICO - FREGUESIAS DE PROZELO E AGUIÃ AO LONGO DA EN 101: foi aprovado homologar o auto de vistoria para efeitos de receção provisória, respeitante à empreitada em epígrafe, adjudicada à empresa Terra & Pedra – Terraplanagens, Lda

FLORESTA

  • REDE DE DEFESA DA FLORESTA CONTRA INCÊNDIOS DE ARCOS DE VALDEVEZ - ABERTURA DE REDE PRIMÁRIA e SECUNDÁRIA DE FAIXAS DE GESTÃO DE COMBUSTÍVEL (Senharei, Sabadim, União de Freguesias de Eiras e Mei, Padroso, União de Freguesias de Portela e Extremo, União de Freguesias de Álvora e Loureda e Sistelo: foi aprovada a abertura de concurso publico para a aquisição de serviços pelo valor base de 302.000,00 euros.
  • Rede viária florestal de acesso a pontos de água de 1.ª ordem: - foi deliberado adjudicar a intervenção ao concorrente AMBIFLORA, Lda., pelo valor de 180.203,00 €, não incluindo o imposto sobre o valor acrescentado (IVA

REABILITAÇÃO de espaços urbanos no Centro HistÓrico -1ªfase – Rua Dr.AntÓnio José Pimenta Ribeiro: Foi aprovado adjudicar a obra à empresa Plano Minho Lda. pelo valor de 209 164,98€.

Renovação do relvado natural e do sistema de rega do Estádio Municipal DA COUTADA: foi deliberado adjudicar a obra ao concorrente SPORTRELVA – Construção e Manutenção de Relvados de Obras Públicas, Lda., pelo valor de 142.189,40 €, não incluindo o imposto sobre o valor acrescentado (IVA)

Construção de Passeio e Redimensionamento de Caldeiras – Parque de Estacionamento da Ponte Nova: foi aprovado o PROJETO para a execução da empreitada referida em epígrafe, com o intuito de se dar início ao procedimento concursal tendente à sua adjudicação, pelo valor base de 15.750,00 euros.

Reconstrução de muro na Rua Henrique Oliveira Codeço: foi aprovado abrir procedimento concursal pelo valor base de 11.500,00 Euros;

BENEFICIAÇÃO DO PAVIMENTO DA E.N. 101 ENTRE O KM 45+700 E O KM 50+400: foi homologado o auto de consignação da empreitada referida em epígrafe, adjudicada à empresa DST – Domingos da Silva Teixeira, S.A., pelo valor de 204.268,65 euros, com prazo de execução de 60 dias.

RENOVAÇÃO DE PAVIMENTOS BETUMINOSOS EM CAMINHOS MUNICIPAIS: - foi homologado o auto de consignação da empreitada referida em epígrafe, adjudicada à empresa PREDILETHES – Construções, Lda., pelo valor de 489.027,08 euros, com prazo de execução de 90 dias.

Parque da vila - requalificação do parque infantil: foram aprovados trabalhos não executados do contrato inicial no valor de 30.734,00 euros; a execução de trabalhos de quantidades não previstas no contrato inicial no valor de 4.102,00 euros; a execução de trabalhos de espécie não prevista no contrato inicial no valor de 15.154,10 euros.

Remodelação do Mercado Municipal: foi aprovada a substituição das retenções efetuadas na obra supracitada para reforço da garantia prestada no valor total de 26.020,63 euros por garantia bancária de igual valor, bem como a libertação das retenções já realizadas nos autos já faturados, no valor de 16.405,79€.

Aquisição de serviços para projeto expositivo e museológico do Espaço Valdevez: foi deliberado adjudicar os serviços à firma Evk Experiences Unipessoal, Unipessoal, Lda., pelo valor de 26.450,00 €, a que acresce o IVA à taxa legal em vigor.

LICENC. INSTALAÇÃO COMBUSTÍVEIS: foi aprovado o licenciamento de um posto de abastecimento de combustíveis, sito no lugar de Ataúde, da freguesia de Paçô, deste concelho.

Aquisição de serviços de limpeza - edifÍcios DAF - ano 2017/2018: foi aprovada a abertura de um procedimento concursal do tipo Concurso Público, sem publicidade internacional, com um prazo de execução de um (1) ano, com o preço base de € 16.000,00;

AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE AUDITORIA DE RENOVAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO E TRANSIÇÃO PARA A NORMA ISO 9001:2015: a Câmara aprovou a celebração do contrato de "AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE AUDITORIA DE RENOVAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO E TRANSIÇÃO PARA A NORMA ISO 9001:2015", bem como a sua publicitação no BaseGov.

Caminho de Acesso à Branda de Gorbelas - Trabalhos de Manutenção: foi aprovada a homologação do auto e liberação da caução.

reabilitação do Complexo das Piscinas Municipais: foi aprovada a prorrogação do prazo até 21.06.2017, isto é, de 60 dias, a fim de o empreiteiro concluir a execução dos trabalhos.

DECLARAÇÃO DE UTILIDADE PÚBLICA PARA EFEITOS DE EXPROPRIAÇÃO DE PARCELAS NECESSÁRIAS À EXECUÇÃO DO “CAMINHO QUE INTERLIGA O CM 1311-1 DE ACESSO AO LUGAR DE NOVAIS E PAÇO DA GLÓRIA E O CM 1311-1 VALINHA – UNIÃO DE FREGUESIAS DE JOLDA (MADALENA) E RIO CABRÃO” - RETIFICAÇÃO: foi aprovada a retificação da deliberação de 12-12-2016, que aprovou a Resolução de requerer a declaração de utilidade pública da expropriação.

PONTE DO MOURO MEDIEVAL - RECRIAÇÃO HISTÓRICA DO ENCONTRO E DA CEIA DE D. JOÃO I E O DUQUE DE LENCASTRE EM 1386

Dias 2, 3 e 4 de junho. A recriação histórica daquele encontro, o qual definiu as condições de cooperação militar entre os dois países e estabeleceu os pormenores do casamento entre o monarca português e D. Filipa de Lencastre, filha do Duque, compreende animações e recriações do tempo medieval e a degustação de iguarias típicas daquela época.

Outdoor2_7900_2900 (Large)

Do programa, diverso, apelativo e fiel à época medieval, destaque para a ceia medieval, sábado à noite, 21h00, e para o encontro do Rei D. João I com o Duque de Lencastre, onde definiram a parceria militar e os pormenores do casamento, domingo à tarde, 15h00. A abertura oficial, com a presença de D. Duarte Pio, Duque de Bragança, realiza-se na sexta-feira, pelas 18h00.

Recriação, feita por empresa especializada na realização de eventos medievais, conta com meia centena de pessoas das duas freguesias e elementos da Associação “Buraca da Moura”. Oportunidade única para “viajar” até à época medieval, revivendo um dos episódios históricos daquele período.

Nos dias2, 3 e 4 de junho, realiza-se em Ponte do Mouro, Barbeita/Ceivães, Monção, a Recriação Histórica do Encontro e da Ceia de D. João l e o Duque de Lencastre em 1386. Denominada Ponte do Mouro Medieval, a iniciativa consta de um conjunto de atividades alusivas à época promovidas por uma empresa especializada com a colaboração de meia centena de pessoas das duas freguesias e elementos da Associação “Buraca da Moura”.

Em Ponte do Mouro, estabeleceram-se as condições de cooperação militar entre os dois países, acertando-se os pormenores do casamento entre o Rei D. João I e D. Filipa de Lencastre, filha do Duque.Os visitantes poderão apreciar e viver todo o contexto histórico da época, participando nasanimações e recriações do tempo medieval e a degustação de iguarias típicas daquela época.

Nestes três dias, Ponte do Mouro, lugar das freguesias de Barbeita e Ceivães,recebevárias recriações medievais alusivas àquele período histórico: música e danças da época, torneios, animadores de rua, espetáculos de fogo, falcoaria, cânticos à capela, demonstrações de ofícios e mercado medieval.

Desta forma, será frequente a presença de mercadores, músicos, artesãos, malabaristas, jograis, almocreves, cavaleiros, bailarinas, mendigos, bem como diversos pontos de entretimento como teatro com bobos, dançarinos medievais e equilibrismos de saltimbancos e acrobatas.

Do programa, diverso, apelativo e fiel à época medieval, destaque para a ceia medieval, sábado à noite, 21h00, e para o encontro do Rei D. João I com o Duque de Lencastre, onde definiram a parceria militar e os pormenores do casamento, domingo à tarde, 15h00.

No primeiro dia, sexta-feira, pelas 21h00, está prevista a conferência “D. Filipa de Lencastre, a noiva escolhida por D. João I”, da autoria de Manuela Santos Silva, especialista da época. Antes, pelas 18h00, ao som de rufos de tambores em arruadas pelo recinto, realiza-se o auto de abertura do mercado com a presença de D. Duarte Pio, Duque de Bragança. 

Conforme relatam documentos históricos, este encontro entre D. João l e o Duque de Lencastre possui caraterísticas únicas, sabendo-se que se tratou de um acampamento militar e que o monarca português trazia consigo uma comitiva superior a 2000 homens.

No momento do encontro, na ponte sobre o rio mouro, cumprimentaram-se com delicadeza e cortesia, conversaram durante alguns momentos e, de seguida, dirigiram-se para o pavilhão de D. João I, onde conversaram amigavelmente e estabeleceram compromissos, A tradição acrescenta que comeram iguarias saborosas e beberam o maravilhoso néctar, fruto das vinhas desta terra.

Vídeo: https://www.facebook.com/PontedoMouroMedieval/videos/961286617346423/

FAFE COMEMORA DIA DA CRIANÇA

Atividades vão decorrer no Parque da Cidade

Fafe celebra, na próxima quinta-feira (1 de Junho), o Dia Mundial das Criança, com um conjunto de atividades, centradas no Parque da Cidade.

DCS_6933A

Música, Jogos Tradicionais, cerca de 10 insufláveis, Oficinas de Arte e Ciência, Karaoke e Palhaços vão animar os mais novos que, durante várias horas, vão celebrar o seu dia.

São esperadas cerca de 3000 crianças das várias escolas e instituições do concelho que vão, desta forma, passar uma manhã diferente e especial.

DCS_6939A

DCS_6954A

DCS_6992A

DCS_7041A

DCS_7048A

DSA_3192A

PARQUE NATURAL DA PORTELA EM FAMALICÃO ESTÁ AO ABANDONO

Nuno Sá lamenta não poder celebrar o Dia Europeu dos Parques Naturais em Vila Nova de Famalicão

O Parque Natural da Portela, no concelho de Vila Nova de Famalicão, onde nasce o rio Pelhe, um afluente do rio Ave, está completamente ao abandono, sendo visíveis mesas e bancos partidos ou muito degradados no parque de merendas que o antigo presidente da autarquia, Armindo Costa, criou no local, há mais de 10 anos.

Famalicão_Parque Natural da Portela ao abandono

Localizado junto à estrada de ligação entre os concelhos de Vila Nova de Famalicão e Braga, a centenas de metros do conhecido Restaurante Ferrugem, na Portela, o parque natural é muito solicitado por pessoas que vão lá diariamente recolher água da fonte, tanto moradores como camionistas, mas a Câmara Municipal não disponibiliza no local qualquer informação sobre os parâmetros de qualidade da água. Também não existe classificação botânica da flora autóctone existente no parque.

“Neste dia 24 de maio celebramos o Dia Europeu dos Parques Naturais, mas, infelizmente, não podemos celebrar a existência de um parque natural na nossa terra, porque a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão tem o Parque Natural da Portela ao abandono”, afirma Nuno Sá, candidato à presidência da Câmara Municipal nas eleições do próximo dia 1 de outubro.

Nuno Sá lembra ainda que “o Parque de Merendas, criado no tempo do presidente Armindo Costa, está absolutamente degradado, com bancos e mesas partidas”, pelo que, observa o candidato socialista, “está tudo abandonado, o que, mais do que uma vergonha ambiental para Famalicão, é sintoma de um ambiente muito mal tratado”.

Nuno Sá tem uma explicação para o que está a acontecer na Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão: “Já são muitos anos de maioria de direita no poder em Famalicão e os vereadores estão acomodados, estão cansados e já perderam o gás. E isso transmite-se aos funcionários municipais, que, embora sejam zelosos, acabam por ser ‘contaminados’ com a preguiça e o laxismo de quem está por cima. É o chamado desgaste político. É triste, mas é a realidade.”

O candidato do PS afirma, por isso, que Vila Nova de Famalicão “precisa de uma nova Câmara para trabalhar com entusiasmo por Famalicão e pelos famalicenses”. E quanto ao Parque Natural da Portela, deixa a sua expectativa: “Daqui a um ano, espero poder celebrar o Dia Europeu dos Parques Naturais em Vila Nova de Famalicão.”

Parque Natural da Portela ao abandono

ARCOS DE VALDEVEZ É CAPITAL DO VINHÃO

FESTIVINHÃO – Festival Enoturístico de Arcos de Valdevez

Depois do sucesso alcançado em 2016, regressa o FESTIVINHÃO – Festival Enoturístico de Arcos de Valdevez, nos dias 16, 17 e 18 de Junho, numa organização Associação dos Vinhos de Arcos de Valdevez e do Município de Arcos de Valdevez. São ainda parceiros na organização a Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes, a Escola Superior Agrária de Ponte de Lima, a EPRALIMA – Escola Profissional do Alto Lima, a Associação Comercial e Industrial de Arcos de Valdevez e Ponte da Barca, a Cooperativa Agrícola de Arcos de Valdevez e Ponte da Barca e a AMPV – Associação de Municípios Portugueses do Vinho.

festivinhao_2017_2

Como na edição anterior, o evento terá lugar nas ruas do centro histórico da Vila de Arcos de Valdevez, contando com espaço de exposição de vinhos e produtos locais, espaço provas, tasquinhas de petiscos, espetáculos de palco, animação de rua, workshops técnicos, curso de iniciação à prova de vinhos, percursos turístico-gastronómicos pela Vila, visitas a Quintas/Adegas para além de uma de programação musical forte.

Antecedendo o evento propriamente dito, está já em curso a seleção do ‘FESTIVINHÃO’17 Vinho do Ano’, com um Grande Prémio para o Vinho da Casta Vinhão e a Seleção do Ano para as categorias de Vinhos Verdes Tintos, Brancos, Rosé, Espumantes Tintos e Espumantes Brancos. Haverá ainda uma Seleção para os Vinhos de Arcos de Valdevez nas mesmas categorias (exceção dos espumantes, que apenas tem uma categoria genérica).

É na relação entre a gastronomia tradicional e a diversidade dos vinhos que melhor se potencia a riqueza da atividade turística na Região Norte de Portugal, em particular na região dos Vinhos Verdes. A harmonização entre o património natural, construído e imaterial, o alojamento e as atividades de animação turística, potenciam a criação de valor económico para a região e para os agentes envolvidos. Será sob esta temática de fundo, que dia 16 de Junho decorrerá um seminário, coordenado pela Escola Superior Agrária do IPVC, com dois painéis: na parte da manhã dedicado à vinha e ao vinho; na parte da tarde dedicado ao marketing, ao turismo, gastronomia e vinhos. Este segundo painel decorrerá no ambiente especial do café mais antigo de Arcos de Valdevez, o “Café Arcuense”.

Este festival enoturístico pretende celebrar a Casta Vinhão e a sua fabulosa evolução em termos técnicos e produtivos. Agora, a casta vinhão é a rainha. É ela que melhor se relaciona com as iguarias gordas como a lampreia, o sarrabulho, o cozido à portuguesa, o arroz de cabidela, o cabrito mamão da serra, etc.. Arcos de Valdevez, com o seu “terroir”, soube manter uma reserva de qualidade e tradição na produção de Vinhão e também inovar sem nunca descurar a relação harmónica com a gastronomia.

Mas o Festival apresenta outros vinhos verdes, com destaque para os brancos Loureiros e Alvarinhos, rosados e espumantes. 

Arcos de Valdevez teve o primeiro produtor com uma marca dedicada exclusivamente ao vinhão. Aqui existe a Estação Vitinícola Amândio Galhano, da Comissão de Viticultura dos Vinhos Verdes, onde está o repositório de castas regionais e onde se faz a investigação e experimentação fundamental.

Arcos de Valdevez afirma-se como a capital do vinhão.

JOVENS DE BRAGA PARTICIPAM EM DEBATE NACIONAL

Iniciativas Bracarenses vistas como exemplo a seguir. Experiências Participativas Jovens de Braga em debate Nacional

A Rede de Autarquias Participativas (RAP) realizou mais uma acção de formação de âmbito nacional descentralizada que se realizou em Águeda. O Município de Braga foi convidado a participar no painel subordinado ao tema: “Orçamentos Participativos Jovens”, onde além de apresentar o Orçamento Jovem “Tu Decides!” foram abordadas todas as iniciativas de dinamização da participação com especial enfoque nas direccionadas e dinamizadas para e com os Bracarenses mais jovens.

Águeda

Em representação do Município de Braga, António Barroso demonstrou o dinamismo, a diversidade Bracarense e, sobretudo, o empenho do Executivo Municipal, em estimular a participação cívica dos cidadãos desde tenra idade. Iniciativas como o Orçamento Jovem “Tu decides”, o “Nós Propomos”, o Orçamento Participativo Escolar, o “Parlamento Concelhio Jovem”, a auscultação de diversos “conselhos consultivos”, com destaque para o Conselho Municipal da Juventude, um dos poucos a nível nacional com actividade e dinâmica. Mas esta foi também uma oportunidade para abordar outras acções como o Orçamento Participativo, o lançamento de “concursos de ideias”, a realização de diversas “sessões públicas de esclarecimento”, a disponibilização da “Provedoria do Munícipe”, e a realização de sessões da Assembleia Municipal e de reuniões de Câmara Municipal descentralizadas pelo Concelho.

“Uma vez mais as iniciativas dinamizadas pela Câmara Municipal de Braga recebem o reconhecimento do seu valor e são vistas como exemplo para partilharmos com as demais autarquias. Estas são também excelentes oportunidades para afinarmos o nosso trabalho bebendo das experiências das nossas congéneres sobretudo as metodologias, formas de promoção e o modo de agilização e mobilização” afirmou António Barroso, acrescentando que “a Democracia Participativa é uma das marcas distintivas desta nova gestão municipal e apraz-nos registar que o Governo replique estas iniciativas dinamizando um Orçamento Participativo Nacional e agora um Orçamento Participativo Jovem”.

Orçamento Participativo 2018 está a decorrer

A edição de 2018 do Orçamento Participativo de Braga está a decorrer e “é importante que os Bracarenses demonstrem a sua vontade e expressem os seus desejos em contribuírem para um concelho melhor e mais desenvolvido onde todos têm voz e da forma mais directa podem decidir o destino de 650.000 euros”, referiu António Barroso, apelando à participação de todos nesta nova edição do Orçamento Participativo de Braga com o seguinte calendário:

2 a 28 de Maio – Apresentação de propostas

Os cidadãos são convidados a apresentar propostas sobre o que pretendem ver promovido ou executado pela Câmara Municipal.

29 de Maio a 5 de Junho – Análise técnica pelos serviços municipais

As propostas serão objecto de análise técnica fundamentada pelos serviços municipais, que verificarão se são ou não elegíveis. Se o forem, adaptam-nas a projectos que serão sujeitos a votação no portal do Orçamento Participativo.

6 a 9 de Junho – Período de reclamações

Os cidadãos podem reclamar no momento em que for publicada a lista provisória de projectos.

12 a 16 de Junho – Decisão sobre as reclamações

Durante este período os serviços municipais analisam e respondem às reclamações apresentadas.

20 de Junho a 18 de Julho – Votação dos projectos

Os projectos serão submetidos à votação dos cidadãos do município.

20 de Junho a 3 de Julho – 1.ª Fase de votação dos projectos

Na primeira fase da votação, cada cidadão vota em seis projectos, escolhendo o projecto considerado mais importante em cada uma das seis áreas em que as propostas podem ser apresentadas.

4 a 18 de Julho – 2.ª Fase de votação dos projectos

Na segunda fase, cada cidadão escolhe um projecto entre os trinta apurados na primeira fase.

Entre 19 e 21 de Julho - Apresentação pública dos projectos vencedores

VILA VERDE: VILELA QUER VALORIZAR PATRIMÓNIO HISTÓRICO, RELIGIOSO E NATURAL ASSOCIADO AO TURISMO

«Vila Verde é, seguramente, uma terra de tradições e de património histórico, religioso e etnográfico com potencial turístico enorme e o Vale do Homem é um bom exemplo a explorar ainda mais»

A aposta no desenvolvimento turístico, assente no potencial de algumas áreas e zonas do Concelho, é uma das linhas fortes do programa de acção do (re)candidato do PSD à câmara de Vila Verde, António Vilela. Neste domínio, ganham destaque os roteiros turísticos do património, a valorização do património natural e paisagístico (praias e zonas fluviais, espaços de lazer, rota dos miradouros, entre outros), a construção da ecovia do Cávado-Homem, a instalação das ciclovias urbanas de Vila Verde e Vila de Prado, a expansão das zonas de lazer e praias fluviais, «associadas ao inigualável património gastronómico, histórico-etnográfico e promoção dos produtos locais». 

Valdreu 1

«Vila Verde é, seguramente, uma terra de tradições e de património histórico e etnográfico com potencial turístico enorme», destacou o candidato António Vilela, nas suas incursões pelo Vale do Homem. «O potencial turístico das paisagens, locais e património religioso do Vale do Homem, alargado a outras ofertas do Concelho e com a enorme mais-valia de ter o Gerês mesmo à porta deste vale, têm que ser ainda mais valorizados», referiu António Vilela, que ainda foca «o potencial agrícola, dos produtos locais, das tradições ligadas ao campo e à fundação religiosa de muitos espaços».

Entende que «é importante promover e enriquecer a região em gentes e vivências».

ECOVIA CÁVADO-HOMEM

VALORIZAÇÃO DAS ZONAS FLUVIAIS E PATRIMÓNIO NATURAL E RELIGIOSO

E aponta projectos âncora que «ajudarão a consolidar estes destinos, a gerar oportunidades e riqueza e, por inerência, a fixar a sua população».

Dá como exemplo mais recente, a construção da Ecovia do Cávado-Homem, uma ligação entre o litoral e o interior do Vale do Homem, pelos rios Cávado e Homem, entre Esposende-Vila Verde-Braga-Amares-Terras de Bouro-Gerês-Espanha. «Daremos projecção à zona norte, que tem vindo a apostar na componente turística cada vez mais. A biodiversidade existente por terras minhotas, mais concretamente o Gerês, é também um factor de enorme importância para o desenvolvimento da região, pois possui todo um potencial localizado, capaz de satisfazer as exigências e experiências que o turismo comporta».

Vilela assinala ainda a importância de valorizar e projectar ainda mais o potencial do património histórico e religioso, dando como exemplo o lançamento da “Rotas dos Patrimónios Natural e dos Miradouros”.

As requalificações executadas em S. Frutuoso (Sande), Sra da Conceição (Oriz Sta Marinha), Santa Ana (Passô) e Mixões da Serra (Valdreu/Aboim), a juntar ao Santuário do Alívio (Soutelo), S. Miguel-o-Anjo (Prado S. Miguel), Bom-Despacho (Cervães), entre outras, vieram dar «qualidade aos espaços e torná-los em referências para quem visita o Concelho e a própria Região». 

«O Município quer avançar com a criação da Rota dos Miradouros, espaços de observação da paisagem e desfrute do ambiente e património natural e histórico edificado em zonas altas do concelho».

A aposta no turismo de natureza, «que coloca já Vila Verde no 6º lugar nacional dos concelhos emergentes nesta área», já está a dar os primeiros passos.

Valdreu 3

PRAIAS E ZONAS FLUVIAIS (Homem, Cávado e Neiva)

Os recursos hidrográficos, «de excelência e com potencial enorme de desenvolvimento para aproveitamento turístico», servem de base à «expansão e criação» de novas zonas de lazer fluvial».

«Depois das intervenções na Ponte Nova (Loureira), Malheira (Sabariz), rio Homem (Oriz Sta Marinha)  e Faial (Vila de Prado), que «trouxeram um importante incremento à qualidade dos espaços», o candidato manterá a aposta na valorização das zonas ribeirinhas. «Estão em programa a requalificação das zonas  fluviais e de lazer do Gaião (Cabanelas), Porto Carrero (Soutelo) e  interiores do rio Homem (Oriz) e Neiva (Azões-Goães)», revela.

«Em muitos casos, basta apenas ajustar os espaços naturalizados, com algumas infra-estruturas de apoio», assinala. «E encaminhar para esses locais, que valem pela qualidade do património natural envolvente», remata.  

Não obstante o que já foi realizado, o candidato espera também «obter bandeira azul da Praia Fluvial do Faial, em 2018, aquando da realização do campeonato do mundo de canoagem. De acordo com a APA (Agência Portuguesa do Ambiente) é uma das praias fluviais mais frequentadas do País».

ALOJAMENTO TURÍSTICO E GASTRONOMIA

Todas estas vertentes, «que obedecem a um plano estruturado de turismo que o município tem vindo a desenvolver nos últimos anos», entroncam no apoio ao desenvolvimento de projectos de alojamento turístico, um bom meio de entrada de capital e valorização da região. Bem como a organização de eventos «que trazem forasteiros e projectam o nome do concelho para o exterior, como a Rota das Colheitas, Namorar Portugal, Festa das Colheitas e as próprias Festas Concelhias.

A gastronomia vilaverdense, «cujo cardápio preenche os requisitos dos mais exigentes comensais», é outro factor de atracção e valorização do território. «Traz visitantes e carrega consigo uma importante mais-valia económica, para além de ser complemento indispensável ao desenvolvimento da componente turística», refere António Vilela.

«Completam o cardápio os produtos locais, o artesanato e as aldeias históricas e da saudade», remata.

Valdreu

MUNICÍPIO DE BRAGA PROMOVE ALFABETIZAÇÃO PARA IMIGRANTES

No âmbito da candidatura efectuada ao Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração (FAMI), o Município de Braga está a promover uma acção de formação de alfabetização para imigrantes.

FOTO ALFABETIZAÇÃO

Segundo o vice-presidente da Câmara Municipal de Braga, Firmino Marques, a iniciativa “é uma forma de promover a integração plena destes cidadãos na comunidade portuguesa, uma vez que a língua é um dos principais veículos de comunicação entre povos”.

Firmino Marques realça ainda o facto de os portugueses perceberem o que é ser emigrante e enfrentar desafios como cultura e línguas diferentes nos países de acolhimento.

Na ocasião, este responsável sublinhou igualmente a importância do Gabinete de Apoio ao Imigrante, criado pelo Município, que todos os dias acolhe e promove estratégias de integração na nossa sociedade e cultura.

FAFE RECEBE FINAL FOUR DA TAÇA DE PORTUGAL DE ANDEBOL

Fafe recebe Final Four de Andebol no primeiro fim-de-semana de Junho

Fafe vai acolher, no fim-de-semana de 3 e 4 de Junho, a Final Four da Taça de Portugal de Andebol, competição que terá lugar, no Pavilhão Multiusos de Fafe.

Capturarfinal4

O sorteio da Final Four Feminina ditou que, a primeira meia final será disputada entre a a Madeira SAD e o Alavarium Love Tiles, às 11h00 de Sábado; o segundo jogo irá opôr o Colégio de Gaia à Assomada, a partir das 13h15.

No campeonato masculino, o primeiro jogo das meias finais disputar-se-á entre o AA Avanca e o Sporting CP, no Sábado, às 15h45, sendo que a outra meia final será entre FC Porto e o ABC Uminho, com início marcado para as 18h00.

Os jogos das meias finais realizam-se no Sábado, apurando aqui as equipas para a final que decorrerá no Domingo.

Pompeu Martins, Vereador do Desporto da Câmara Municipal de Fafe, revelou “o orgulho e alegria com que Fafe recebe esta Final Four. Fafe tem já uma tradição vincada no que ao andebol diz respeito, não só porque o ACF está, neste momento, na mais alta divisão, mas também por todo o esforço e trabalho demonstrados.”

Esperamos que nos dias 3 e 4 de Junho possamos estar todos juntos a assistir a mais uma fantástica competição de andebol e que, quem não é de cá, aproveite para conhecer esta terra maravilhosa”, rematou.

O bilhete para cada dia tem o custo de cinco euros e já estão à venda na Loja Intercativa de Turismo, sendo que podem também ser adquiridos no Pavilhão Multiusos, antes dos jogos.

BARQUENSES DEBATEM PATRIMÓNIO IMATERIAL

01 de junho | 21h30 | Casa da Cultura

Última sessão das “Quintas na Barca” debaterá o 'Património Imaterial – A Romaria de S. Bartolomeu'

'Património Imaterial – A Romaria de S. Bartolomeu' é a temática que vai dar por encerrada na próxima quinta-feira, 01 de junho, a VIII edição das “Quintas na Barca”, sessão que contará com a presença de António Ponte, Diretor Regional de Cultura Norte, Álvaro Campelo, Docente da Universidade Fernando Pessoa, e Hugo Morango, Antropólogo.

18620942_1036344949799821_5725421721199067901_o

Como salienta a Vereadora da Cultura, Sílvia Torres, 'as gentes de Ponte da Barca têm muito orgulho nas suas tradições e nesta Romaria em particular. E como estamos em fase de preparação de candidatura ao Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial, motivo pelo qual lançámos o projeto de recolha de memórias e registo dos elementos distintivos da Romaria 'Ó Meu S. Bartolomeu', faz todo o sentido dedicar-lhe uma sessão de debate e reunir um leque de convidados em torno do mesmo. O património imaterial é um bem a ser promovido mas sobretudo a ser preservado para a posteridade.'

Recorde-se que, com três sessões distribuídas pelos meses de maio e junho, a iniciativa visa promover ciclos de debate informais, contando com a participação de conceituados especialistas em vários domínios.

RANCHO DA BOBADELA REPRESENTA A REGIÃO SALOIA NO FOLKLOURES’17

O Rancho da União Cultural e Folclórica da Bobadela – Loures vai no próximo dia 1 de Julho participar no FolkLoures’17 – Encontro de Culturas, uma grandiosa iniciativa de cariz tradicional organizada pelo Grupo Folclórico Verde Minho em colaboração com a Câmara Municipal de Loures, a ter lugar por ocasião das festas do concelho de Loures. Trata-se de um evento que privilegia o folclore da região saloia e ainda de todo o país e das comunidades que constituem actualmente o mosaico social e cultural da região, contribuindo para a inclusão e a promoção da paz entre os povos através do encontro das suas culturas tradicionais.

48156_158805134273898_1093445292_n.png

Como não podia deixar de suceder, os usos e costumes das gentes da região saloia em geral e do concelho de Loures em particular não poderiam deixar de estar presentes. As tradições saloias constituem a matriz etnográfica de um concelho que acolheu de braços abertos os minhotos, beirões, transmontanos, alentejanos e as mais variadas gentes de todo o país, dos países de expressão portuguesa e de todo o mundo. Por essa via, Loures tornou-se porventura um dos concelhos mais cosmopolitas do nosso país. Eis a razão pela qual o FolkLoures – Encontro de Culturas adquiriu um novo formato, mais abrangente e inclusivo, inédito no domínio do folclore e da cultura tradicional cujo modelo em breve inspirará outras organizações de eventos semelhantes. Por conseguinte, o Rancho da Bobadela representará na edição deste ano os usos e costumes da região saloia e do concelho de Loures.

969870_209986322489112_234369670_n.jpg

O Rancho da União Cultural e Folclórica da Bobadela iniciou a sua actividade etnográfica com as marchas dos santos populares em Junho de 1983.

Nos primeiros anos, este rancho foi uma secção de uma outra colectividade da freguesia até que, a 26 de Fevereiro de 1987, se celebrou a escritura pública que deu corpo à União Cultural e Folclórica da Bobadela, o que o torna mais antigo do que a colectividade a que actualmente pertence.

Localizada na zona oriental do concelho de Loures, a freguesia da Bobadela era banhada pelos rios Tejo (a leste) e Trancão (a sul e a oeste), sendo que este último a separava das freguesias de Unhos (a oeste) e de Sacavém (a sul e sudoeste); a norte e noroeste fazia fronteira com a freguesia de São João da Talha, da qual se desmembrou. Pelo facto da Vila da Bobadela pertencer ao Concelho de Loures, o qual se encontra inserido na zona Saloia, e ainda junto ao Ribatejo e às “portas” de Lisboa, as danças e cantares são o espelho do cruzamento das três zonas acima descritas, bem como das actividades económicas que se viveram por aquelas bandas.

Sendo a etnografia desta zona bastante rica e diversificada, o rancho da Bobadela tem no seu repertório musical bailaricos, fadinhos, viras, valsas e os famosos verde-gaios.

Quanto aos trajes, inicialmente no Rancho da União Cultural e Folclórica da Bobadela, os homens usavam trajes Saloios Domingueiros e as mulheres o traje Usual no Ribatejo. Ou seja, as raparigas usavam saias e lenços vermelhos, camisa e meias brancas, chapéu e cesto de palha. E os rapazes vestiam camisa branca e calças, colete, cinta e barrete preto.

No entanto, no princípio do ano de 1997, a Direcção decidiu iniciar a mudança dos trajes para a representação da etnografia saloia. Esta representação é mantida até hoje e dela se destacam os Trajes de Abastados, Trabalho de Cocheiro, de Lavadeira, de Ceifeira, de Carroceiro, de Aguadeira, de Leiteira e de Campino das Lezírias Saloias.

“O folclore é a tradição e usos populares, constituído pelos costumes e tradições transmitidos de geração em geração. O rancho da Bobadela procura viver e transmitir sempre melhor e de forma feliz essa cultura tão sua.

Além do Rancho da União Cultural e Folclórica da Bobadela – Loures, a edição deste ano do FolkLoures vai contar com a participação do grupo de folclore da Associatia Miorita Portugalia em representação da comunidade moldava radicada no nosso país, a Associação Tira-me da Rua (ATR) – Brasil que apresentará a tradicional dança da capoeira, o Grupo de Danças e Cantares da Madeira, Grupo Coral Os Ceifeiros de Cuba – Alentejo, do Grupo Folclórico O Cancioneiro de Ovar – Beira Litoral e ainda mais uma representação da Estremadura que divulgaremos oportunamente, para além do anfitrião Grupo Folclórico Verde Minho.

Mais do que qualquer outra manifestação de índole cultural e desportiva, é o Folclore a forma de expressão cultural que melhor contribui para a paz entre os povos, no respeito das suas diferenças e identidade.

Cartaz2017Novo.jpg

CERVEIRA ACOLHE ENCONTRO EMPRESARIAL DO VALE DO MINHO

Autarcas, empresários, formadores, técnicos, entidades e associações reúnem, esta sexta-feira, no Centro de Apoio às Empresas de Vila Nova de Cerveira, numa jornada de trabalho que visa analisar o desenvolvimento empresarial do Vale do Minho, aprofundar parcerias estratégicas futuras e definir um plano de ações concertado para o território.

Este Encontro Empresarial do Vale do Minho apresenta-se como um espaço de debate entre os diversos intervenientes com responsabilidades diretas na dinamização empresarial. O objetivo é auscultar a visão política, institucional e associativa sobre oestado atual do setor, procurando projetar e alavancar o futuro da região do Vale do Minho.

“Além de dispormos das condições ideais para receber uma iniciativa desta natureza, o Município de Vila Nova de Cerveira tem dado uma especial atenção ao setor empresarial, motor do recente desenvolvimento concelhio, procurando consolidar a posição de Cerveira nas principais rotas de projetos e redes internacionais, sem descurar a hipótese de colaboração com os concelhos vizinhos”, explica o autarca cerveirense, Fernando Nogueira. E assegura: “Estão a ser dados passos muito incisivos em prol de uma atuação mais integrada, eficiente e eficaz, numa lógica de proximidade com os empreendedores e empresários, para a qual a aliança estratégica protocolada em fevereiro já está a dar resultados”.

Do programa consta a sessão de abertura a cargo dos presidentes das Câmaras municipais de Vila Nova de Cerveira, Arcos deValdevez, Paredes de Coura, Valença e de Monção. Segue-se um conjunto de painéis mais técnico e associativo, nomeadamente “Caraterização da região, em ternos de indústria metalúrgica e metalomecânica, condições para o investimento” pela CIM Alto Minho; “Apoio ao Empreendedorismo e ao desenvolvimento empresarial no Alto Minho“ pela ACIBTM/In.Cubo, “A importância do associativismo no desenvolvimento económico e o apoio associativo ao tecido empresarial” pela AIMMAP, “Oferta formativa para a região, visando cobrir as necessidades das empresas” pelo CENFIM e “Apoio Tecnológico disponível” pelo CATIM. A sessão de trabalhos é encerrada com um espaço de debate e o estabelecimento de um plano de ações.

Numa organização do Município de Vila Nova de Cerveira, em parceria com a CIM Alto Minho, a In.Cubo, o CENFIM, a AIMMAP e o CATIM, o Encontro Empresarial do Vale do Minho decorre esta sexta-feira, 26 de maio, entre as 09h00 e as 13h00, no Centro de apoio às Empresas de Vila Nova de Cerveira.

CERVEIRA REALIZA EXPO CASA, JARDINS E LAZER

II Expo Casa, Jardins e Lazer apresenta últimas tendências num ambiente animado

O Pavilhão Multiusos de Cerveira volta a ser palco de um evento que conjuga a vertente empresarial ao cariz familiar. Depois do sucesso do ano passado, a AncorEventos com o apoio do Município de Vila Nova de Cerveira, reforça a aposta na II Expo Casa, Jardins e Lazer para este fim-de-semana. Com entrada e estacionamento livre, a Exposição Internacional de Orquídeas e o Mercadito Encantado são dois atrativos que convidam a uma visita conciliada de pais e filhos.

0001 (88)cervvv

Cerca de 50 expositores afetos à construção/renovação de casas, decoração de interiores e jardins vão apresentar, ao longo de três dias, as últimas tendências, através de um ambiente interativo e de contato direto com os fabricantes e representantes de empresas fornecedoras de produtos, além de receber orientações de consultores em diversas áreas para montar ambientes com beleza, conforto e modernidade.

Para quem pensa em comprar ou remodelar a sua casa, ao longo de uma área de 1.350m2, este evento expõe uma ampla oferta de materiais de construção e acabamentos, complementada com um conjunto diversificado de serviços e produtos na área de jardins.

Este ano, a entidade organizadora - AncorEventos- conferiu uma maior aposta na vertente lúdica, de forma a criar um ambiente ainda mais familiar, com o alargamento da Exposição Internacional de Orquídeas que atrai centenas de visitantes e a diversidade das atividades propostas pelo Mercadito Encantado, nomeadamente workshops para grávidas e pais com filhos pequenos, e animação desde a chegada do Panda, insufláveis gratuitos, música e dança.

A II Expo Casa, Jardins e Lazer arranca esta sexta-feira, 26 de maio, entre as 18h00 e as 23h00, no sábado das 10h00 às 23h00 e no domingo das 10h00 às 18h00.A entrada e estacionamento é gratuito.

INVESTIMENTO EM TRANSPORTES ESCOLARES AUMENTA 23% NO PRÓXIMO ANO LETIVO

Agrupamento Sidónio Pais poderá receber mais 160 alunos no próximo ano

Para o ano letivo de 2017/2018, a Câmara Municipal prevê investir 402.500 euros em transportes escolares, o que corresponde a um aumento de 23% em relação ao ano letivo em curso. Tendo em conta o ano de 2013, o apoio duplicou, mas esta é apenas uma parte da aposta do Município na Educação. Nos próximos dias, por exemplo, serão entregues às escolas novos computadores e, antes do novo período escolar, serão realizadas importantes obras na Escola EBS de Vila Praia de Âncora, de ampliação, por forma a responder ao aumento da procura, prevendo-se um acréscimo de alunos no Agrupamento superior à centena e meia.

fotografia 2017

O trabalho conjunto que tem vindo a ser desenvolvido pelo Agrupamento de Escolas Sidónio Pais e pelo Município de Caminha, com forte apoio do Ministério da Educação, traduz-se em excelentes resultados e na previsão do crescimento da procura das escolas públicas do concelho.   

Para o próximo ano letivo, há uma perspetiva de crescimento de 160 alunos novos no Agrupamento que terão que ser transportados e, para acautelar essa situação, o presidente da Câmara propôs ao Executivo o aumento do investimento nos transportes escolares, que ficarão num valor superior aos 400 mil euros. Como referimos, para o ano letivo 2017/18 a Câmara prevê investir 402.500 euros, sendo que, em 2016/2017. a Câmara investiu 310.298,16 euros, ou seja, o aumento é de 23%. Desde a tomada de posse deste Executivo, foi sempre incrementado o apoio no transporte dos estudantes. Há quatro anos atrás, em 2012/2013, a Câmara investiu 197.210,06 euros – agora investe o dobro

Recorde-se que a Câmara alargou este apoio, assegurando transporte escolar também aos alunos do ensino secundário,a partir do ano letivo de 2015/2016, escalão que antes não era abrangido.

O trabalho excecional do Agrupamento na componente pedagógica deverá levar também a um previsível acréscimo de estudantes. Para o próximo ano letivo, a perspetiva é de um crescimento da ordem dos 160 alunos novos.

Entretanto, já nos próximos dias, deverá ser entregue às escolas novo material informático, tendo a Câmara adquirido computadores, num investimento de 12 mil euros. 

Entretanto, a Câmara garantiu já junto do Governo a ampliação da EBS de Vila Praia de Âncora,com mais três salas, num investimento de cerca de 120 mil euros. Recorde-se que esta escola foi alvo de obras de beneficiação ainda antes do início deste ano letivo, num investimento próximo dos 200 mil euros.

O forte investimento na Educação por parte do Executivo desta Câmara materializou-se em muitas outras obras, como a da ampliação da Escola Básica e JI de Venade (que impediu que os meninos fossem para Moledo), as obras que decorreram em várias escolas básicas do concelho, e o financiamento já garantido para a Escola Básica e Secundária Sidónio Pais, na ordem dos três milhões de euros. A requalificação da escola prevê a ampliação de todo o complexo escolar, sem prejuízo dos espaços ao ar livre, dotando-o de mais 15 salas de aula, sendo que duas delas serão laboratórios.

MOLEDO É DESTINO COCA-COLA NA NOVA CAMPANHA DE VERÃO

A Coca-Cola acaba de lançar uma nova campanha de Verão através da qual promovem 30 destinos de eleição em Portugal e no estrangeiro. Entre eles encontra-se a praia de Modelo, no concelho de Caminha, que desse modo passa a beneficiar da promoção nas imagens das suas latas e garrafas.

A campanha, designada por “Partilha uma Coca-Cola bem Gelada em”, de corre até ao próximo mês de Agosto e vai oferecer férias de verão nestes destinos, além de ingressos em festivais de música e muitos outros prémios.

Campanha-d-Coca-Cola

18519907_1334757723227401_1331582444821428844_n 

JOSÉ CARVALHIDO NO RALI DE SANTO TIRSO: “TENTAR ACABAR COM OS AZARES”

Sendo este um dos seus ralis preferidos, o piloto José Carvalhido vai este ano alinhar uma vez mais à partida do Rali de Santo Tirso. Vindo de uma série de sucessivos pequenos azares mecânicos, os objetivos do piloto de Viana do Castelo passam por tentar terminar o rali sem que desta vez surjam contratempos permitindo que a equipa consiga explorar ao máximo as potencialidades do competitivo Peugeot 106, depois das melhorias técnicas introduzidas.

Carvalhido_Noia_2017

“Infelizmente, nos últimos ralis que fizemos temos vindo a ser traídos por pequenos problemas mecânicos que, embora sem gravidade, têm conseguido deitar por terra as nossas aspirações a um bom resultado”, começa por referir José Carvalhido.

“Em Noia desistimos mesmo a terminar o rali com uma transmissão partida e no Rali Rota do Folar apenas conseguimos efectuar a primeira classificativa depois de um pequeno tubo plástico da agua ter cedido, por isso estamos com muita vontade de enfrentar este rali para nos redimirmos e testarmos a nossa capacidade e a capacidade do carro depois das melhorias que introduzimos. Este é um rali que me dá imenso gozo disputar, muito bem organizado e onde somos sempre bem acolhidos quer pela organização, quer pelo muito público que nunca se cansa de nos apoiar por isso, um ano mais, iremos marcar presença”, afirma.

Para Santo Tirso, José Carvalhido vai ainda contar com uma novidade na equipa: Leandro Parreira, afastado das lides da competição há alguns meses devido a problemas de saúde, voltará às funções de navegador agora ao lado do piloto vianense: “Fiquei bastante lisonjeado com o convite feito pelo Carvalhido e obviamente que para mim será um prazer navegar este grande amigo.

Será também uma experiência nova já que, apesar de já ter disputado por uma vez esta prova, acabei por abandonar ainda numa fase inicial e por isso tudo vai ser novidade para mim. Estou bastante expectante por voltar à competição e muito motivado para dar o meu melhor e ajudar o piloto a conseguir atingir os objetivos. Quero desde já agradecer ao Carvalhido pela oportunidade de regresso nesta que será uma nova experiência para ambos, uma vez que nunca fizemos qualquer rali juntos”, resume Leandro Parreira.

O Rali de Santo Tirso decorre nos dias 26 e 27 de Maio, sendo que na noite de sexta feira se disputará a habitual super especial, este ano em dupla passagem, enquanto no sábado as classificativas de Mourinha / Hortal e Assunção vão ser percorridas por 3 vezes.

DSC_0080

MINISTRO DA CIÊNCIA E ENSINO SUPERIOR LANÇA EM GUIMARÃES O THE DISCOVERIES CENTRE

Projeto tem condições únicas para atrair talento científico internacional. Pode tornar-se rapidamente no maior e mais produtivo centro de investigação baseado em Portugal.

Guimaraes_AvePark

O The Discoveries Centre for Regenerative and Precision Medicine, um megacentro de investigação europeu liderado pela Universidade do Minho, foi lançado esta terça-feira no auditório do AvePark, em Guimarães. A aprovação pela Comissão Europeia de uma candidatura para o financiamento da sua criação vai permitir a instalação no Parque de Ciência e Tecnologia de um novo edifício denominado Instituto Cidade de Guimarães, numa parceria com a Câmara Municipal de Guimarães.

A sessão desta terça-feira reuniu o ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, o diretor-adjunto para a Investigação e Inovação da Comissão Europeia (CE), Patrick Child, a embaixadora do Reino Unido, Kirsty Hayes, o Presidente do Município de Guimarães, Domingos Bragança, o reitor da UMinho, António M. Cunha, o Secretário de Estado Adjunto e do Comércio, Paulo Ferreira, o presidente da CCDR-N, Fernando Freire de Sousa, e o coordenador do The Discoveries Centre, vice-reitor da UMinho e diretor do Grupo 3B’s, Rui L. Reis, entre outros reitores e responsáveis.

O The Discoveries Centre reúne cinco universidades nacionais – Minho, Porto, Aveiro, Lisboa, Nova de Lisboa – e a University College London (UCL, Reino Unido), uma das líderes mundiais na área da saúde. Terá sede no AvePark, polos em Aveiro, Porto e Lisboa e um campus de suporte em Londres. A sede será instalada num novo edifício da UMinho, a construir ligado ao atual do Grupo 3B’s, num investimento de 10.8 milhões de euros no âmbito do Roteiro Nacional de Infraestruturas de Investigação de interesse estratégico, constituindo assim uma “TERM Research Hub” (hub de investigação em engenharia de tecidos e medicina regenerativa) com características únicas na Europa.

Este centro multidisciplinar, que tem como fundadores alguns dos principais institutos de investigação portugueses e a UCL, deverá ter um efeito estruturante na ciência portuguesa, desenvolvendo métodos inovadores na prevenção e no tratamento de doenças músculo-esqueléticas, neuro-degenerativas e cardiovasculares, com abordagens personalizadas para cada paciente. O projeto conta com 15 milhões de euros da CE, recentemente aprovados no âmbito do exigente programa europeu Teaming, e deve ter apoio adicional da FCT e das Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regionais do Norte, do Centro e de Lisboa e Vale do Tejo.

JOAQUIM TENREIRA MARTINS APRESENTA EM GUIMARÃES LIVRO SOBRE A EMIGRAÇÃO PORTUGUESA

Guimarães recebe apresentação de livro dedicado à emigração portuguesa

No próximo dia 27 de maio (sábado), é apresentado em Guimarães o livro “Rostos da Emigração”, da autoria do escritor e antigo responsável do serviço social da Embaixada de Portugal em Bruxelas, Joaquim Tenreira Martins.

18447560_1369636533129893_5145006417157779300_n

A obra, um relato comovente de experiências de vida de mulheres e homens marcados pelo percurso migratório, é apresentada às 18h00 na Galeria de Arte 9 Séculos, em pelo centro histórico da cidade que viu nascer Portugal.

A apresentação do livro com chancela da Editora Orfeu, e que conta com prefácio da reputada investigadora Maria Manuela Aguiar, estará a cargo do historiador Daniel Bastos, cujo percurso literário tem sido alicerçado junto das comunidades portuguesas.

Segundo Daniel Bastos, o livro “Rostos da Emigração” mergulha no fenómeno migratório português desvendando no seio da dignidade humana a experiência da emigração e a forma como se reflete na vida das famílias.

Capa do livrotenreira

RAMOS HORTA PROFERE CONFERÊNCIA EM GUIMARÃES

DIA 31 DE MAIO (21H30)

Arquivo Municipal Alfredo Pimenta recebe conferência de Ramos-Horta no final deste mês

“A construção de uma democracia” é o nome da sessão promovida pelo Núcleo de Estudos 25 de Abril. Entrada livre.

Guimaraes_Ramos_Horta

José Ramos-Horta, Prémio Nobel da Paz em 1996 e um dos protagonistas da independência de Timor-Leste, vai estar em Guimarães no próximo dia 31 de maio para participar na conferência “A construção de uma democracia”, que decorrerá no Arquivo Municipal Alfredo Pimenta, a partir das 21:30 horas. O segundo Chefe de Estado do seu país, entre 2007 e 2012, é o convidado de uma iniciativa promovida em parceria com o Núcleo de Estudos 25 de Abril (NE25A).

Em 2017, 43 anos volvidos sobre a Revolução dos Cravos, o NE25A continua a comemorar a data e os valores do «dia inicial e límpido». A conferência, possível num país que viu a Liberdade recuperada em Abril de 1974, terá como orador um dos símbolos maiores da luta de um povo pela sua autonomia, pela sua liberdade e pela construção de um “novo” país inclusivo, tolerante e democrático.

TEATRO EXPERIMENTAL DO PORTO VAI A VIANA DO CASTELO REPRESENTAR A PEÇA "NÃO DÁ TRABALHO NENHUM"

TEATRO | "Não Dá Trabalho Nenhum" - TEP Teatro Experimental do Porto | 26 e 27 maio | 21h30 | Teatro Municipal Sá de Miranda | Viana do Castelo

image002teatrvia

CICLO A 4 MÃOS | “Não Dá Trabalho Nenhum”

26 e 27 de maio | 21h30

Teatro Municipal Sá de Miranda

Ingresso: 5€

Bilhetes à venda: Teatro Municipal Sá de Miranda - tlf.:258 809 382 | tmsm@cm-viana-castelo.pt

            Horários habituais da bilheteira - segunda a sexta-feira, das 9h00 às 19h00;

     Dias de espetáculo: das 9h00 às 13h00 e das 14h00 às 22h00;

     Sábado e domingos em dias de espetáculos, (2 horas antes).

Produção: TEP – Teatro Experimental do Porto

Organização: Teatro do Noroeste – CDV / Câmara Municipal de Viana do Castelo

Apoio: Câmara Municipal de Viana do Castelo