Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

AMARES TEM MÚSICA NA MALHEIRA

A zona de lazer da Malheira, na freguesia do Bico, em Amares, vai ser palco de um sunset. André Sousa, Juan Paris, Lady Van e Susana Cardoso são os nomes que vão animar este evento que decorre já este sábado, a partir das 18h00. Organizada pela Comissão de festas "Festas do emigrante 2017", esta iniciativa conta com o apoio do Município de Amares.

Sunset Malheira 2017.JPG

TOCADORES DE CONCERTINA LEVARAM ALEGRIA MINHOTA A ENCONTRO NA AMADORA

A cidade da Amadora recebeu ontem mais um encontro de tocadores de concertina organizado pelo Rancho Folclórico Alegria do Minho, sediado naquele concelho dos arredores de Lisboa.

20429744_1506105122766485_6474007934103680384_n.jpg

A festa realizou-se na Sede daquele agrupamento folclórico minhoto, no antigo edifício da EPAL, Jardim das Águas Livres, localizado na Freguesia da Mina de Água, e juntou vários grupos de tocadores de concertina. E, assim, à boa maneira minhota, cantaram e dançaram ao ritmo das mais belas rapsódias do nosso folclore porque onde há minhotos há festa: há Alegria do Minho!

Fotos: Manuel Santos

20245646_1506104866099844_710614139313012121_n.jpg

20245654_1506131029430561_4545399552898726905_n.jpg

20246522_1506105729433091_7432844893758991190_n.jpg

20264751_1506131296097201_480561063171464805_n.jpg

20294281_1506131159430548_5741982713520354491_n.jpg

20294314_1506105746099756_4706926607868359652_n.jpg

VALENÇA PROMOVE FESTIVAL ROCK E BÓIAS NO RIO MINHO

Fim de Semana de Festival e Adrenalina em Verdoejo

Valença promove o Verdoejo Art Rock Fest - Festival de Música Rock e Arte na Paisagem, no fim de semana de 28 a 30 de Julho. Domingo é a vez da original Descida do Rio Minho em Bóia trazer a adrenalina ao rio.

unnamed (1) (1).jpg

Verdoejo Art Rock Fest

13 bandas portuguesas e espanholas, artistas de landart, 3 djs noite dentro, camping e entrada gratuita, uma paisagem única e um ambiente festiivaleiro, na pura natureza, prometem um festival que ficará na memória. Um festival que prima pela diferença, não comercial, com bandas revelação, pretende-se afirmar, cada vez mais, como uma referência dos festivais de verão no norte de Portugal e na Galiza.

Um convite para três dias onde o Parque de Merendas de Verdoejo será uma referência para os amantes dos festivais de verão e da boa música.

Bóias com Embarcações Originais

Aventureiros vão dar asas à criatividade e transformar o Rio Minho numa grande festa, na tarde de domingo, 30 de julho. Bicicletas, aviões, jangadas, esplanadas, cobras e monstros marinhos, capelas e cabanas e tantos mais motivos surspresa prometem surpreender a assistência.

Há prémios para as embarcações mais originais, espírito Eurocidade, boia mais amiga do ambiente, grupo mais animado, boia mais criativa e boia seguidora do espírito do rio.

10 Anos da Descida das Bóias

Esta décima edição terá como ponto de partida o Parque Fluvial de Friestas (Valença), junto ao Rio Minho e a Área de Lazer de Caldelas (Tui), às 14h00 (PT) e terminará no Parque de Merendas de Verdoejo.

Desde 1994 que a Descida do Rio Minho em Boias é um dos mais singulares cartazes dos eventos de verão que, ano após ano, tem atraído mais aventureiros e curiosos.

“RODELLUS” DÁ PALCO AOS “MAIS INTERESSANTES” PROJECTOS MUSICAIS DO PAÍS

Evento decorre nos dias 27, 28 e 29 de Julho em Ruílhe

O ‘Rodellus’ volta a fazer parte dos festivais de Verão. Este evento de música urbana, que se realiza nos dias 27, 28 e 29 de Julho, em Ruílhe, mantém a sua matriz e, mais uma vez, dará palco a alguns dos ‘mais interessantes’ projectos musicais do panorama nacional.

CMB24072017SERGIOFREITAS0000008390.jpg

Na conferência de imprensa de apresentação do evento, Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, referiu que este é um festival que marca pela diferença. “O Rodellus diferencia-se pelo local em que se realiza e por valorizar a questão da sustentabilidade”, salientou Ricardo Rio, elogiando o “espírito de iniciativa dos jovens organizadores que mostram que fora dos grandes centros também existem oportunidades para se realizarem manifestações culturais”.

CMB24072017SERGIOFREITAS0000008394.jpg

A terceira edição do festival vai reunir 22 bandas distribuídas por três palcos por onde vão passar nomes como ‘Fai Baba’, ‘Stone Dead’, ‘Go!zilla’, ‘Conjunto Corona’ ou ‘First Breath After Coma’.

A par da arrojada programação musical, Ruílhe abre as suas portas às culturas e tendências urbanas contando com exposições, residências artísticas, showcases, street food e arte urbana. Este ano o campismo é gratuito e será totalmente auto-sustentável do ponto de vista do consumo energético.

Segundo Jorge Dias, da organização do evento, o Rodellus é um festival que celebra a música e as tradições. “Este é um festival com sérias preocupações ambientais e que dá o seu contributo através de iniciativas de consciencialização ambiental. Uma das mais relevantes é o facto de o seu recinto ser criado de raiz através do aproveitamento de materiais, num trabalho que envolve toda a comunidade”, adiantou, agradecendo o apoio do Município e da União de Freguesias de Arentim e Cunha.

Foi esta abordagem “green e eco friendly” que fez com que o Rodellus fosse nomeado para o prémio ‘Contribute to Sustainability’ por um painel de júris internacionais, no âmbito do Iberian Festival Awards. O festival foi ainda premiado pelo Fundo Ambiental com o ‘Sê-lo Verde’, distinção que destaca as boas práticas ambientais em festivais de Verão.

O Festival é uma iniciativa da Associação Rodellus - que nasceu da primeira edição do evento - e conta com o apoio de vários agentes locais.

Todos os pormenores do evento podem ser consultados em facebook.com/rodellusmusicfest

CMB24072017SERGIOFREITAS0000008395.jpg

VIZELA SELECCIONA BANDAS PARA FINAL DO CONCURSO

Sexta, 28 de julho

The Gypsies, Paradigma e What if disputam final do Concurso de Bandas de Vizela

O júri do Concurso de Bandas de Vizela anunciou as bandas finalistas para a final do Concurso que terá lugar no dia 28 de julho.

Final_28Julho_BandaConvidada.jpg

A decisão do júri foi consensual na escolha dos The Gypsies, Paradigma e What if.

A final realiza-se sexta-feira, dia 28 de julho, às 21h30, na Praça da República.

Na final do Concurso de Bandas de Vizela 2017 sobem ao palco, como banda convidada, os Paraguaii.

Paraguaii  é o projecto formado por Giliano Boucinha (guitarra e voz), Igor Gonçalves (bateria) e Zé Pedro Correia (synths e baixo) a partir da procura da música na amizade e vice-versa. Após o primeiro EP, editado em 2015, chegou Scope, o disco de estreia da banda, considerado um dos 30 melhores albuns de 2016 pela Antena 3. Lançado em 2017, Dream About The Things you never do, é o último trabalho do grupo.

GABI BUARQUE ATUA EM VIANA DO CASTELO

20246472_10207451289079233_8585297393635389506_n.jpg

Nascida na cidade do Rio de Janeiro, Gabi Buarque, cantora, compositora e instrumentista, mostrou-se geminiana desde cedo. Herdou de sua mãe o dom de desenhar e improvisar soluções com pouco material. Ganhou aos 11 anos uma poesia de seu pai, engenheiro e professor, que lhe ensinou a batalhar pelos seus sonhos com perseverança e cautela.

12961560_1189765687710853_439605870102908032_n.jpg

arte sempre esteve presente na sua vida. Os passeios culturais em família, teatro, dança, folclore, pintura e as férias no sítio dos avós serviriam mais tarde de inspiração para suas canções. E foi no coral do colégio que Gabi entoou suas primeiras notas, desde então a música caminha a seu lado.

Aos 17 anos Gabi Buarque começa a cantar profissionalmente, inicia a faculdade de Desenho Industrial e o Curso Técnico de Canto Popular. Não faltou muito pra que a música falasse mais alto. No entanto, concluiu ambos os cursos e desde esta época só vive de música: gravações, shows, eventos e aulas de canto.

“A minha música é um espelho do que ouço, vejo, sinto, penso e vivo.” O processo de composição surge por influência de amigos da Escola Portátil de Música, um ambiente com profusão de encontros musicais. Ali também desenvolve seu violão e cavaquinho, além do canto de samba-choro. A escrita veio depois, através do livro “Água Viva” de Clarice Lispector que lhe apontou a poesia em prosa, o fluxo de ideias e o nome do seu primeiro cd.

Em 2011, Gabi lança o cd autoral “Deixo-me acontecer”, produzido em parceria com Mig Martins. A diversidade de ritmos O cd recebe crítica favorável do jornal O Globo e Tribuna de Minas. Os shows de lançamento contaram com as participações de Hermínio Bello de Carvalho, Marcos Sacramento, Alfredo Del Penho e Pedro Miranda.

Em turnê internacional com o segundo cd “Fiandeira”, a cantora e compositora carioca apresentou-se nas cidades de Tóquio, Saitama, Shin-Yurigaoka e Yokohama (Japão, 2016). Citado na Lista de Melhores CDs de 2015 pelas revistas japonesas LATINA e FÍGARO, “Fiandeira” foi lançado no Rio de Janeiro, Manaus e Belém, com participações de Jaques Morelenbaum, Marcos Sacramento e Socorro Lira, em novembro de 2014. Com crítica favorável do Jornal O Globo e participação no Programa “Sr. Brasil” – TV Cultura SP.

Prêmio Grão de Música pela canção “Roda de Coco” (2014), Prêmio de 2º lugar no Festival Samba e Petiscos em Miraí-MG pelas canções “Alguidar”(2013) e “Gafieiríssima”(2014), Troféu de Melhor Intérprete no Festival das Rádios Públicas do Brasil pela canção ”Sofro, Sim” (2010). A canção “Lea” é trilha sonora do filme “Ibiti, o que?” (2015).

Além do seu trabalho autoral, a cantora também participa de projetos que integram música e poesia. Em 2015, Gabi Buarque foi convidada a prestar uma homenagem aos 50 anos de carreira de Maria Bethânia, ao lado do pianista Tomás Improta. No repertório, canções consagradas na voz da intérprete, além de poemas de Hilda Hilst, Florbela Espanca, Maria Rezende, Alice Ruiz. Apresentações no Sesc Tijuca, Centro de Referência da Música Carioca, Iate Clube, Livraria Arlequim e Espaço Roda D’Água (Cabo Frio).

Criadora do espetáculo “Gabi Buarque canta Chico, versos de Fernando Pessoa”, apresentado em São Luis do Maranhão, no Teatro da Cidade, Manaus (AM) no projeto Tacacá na Bossa, no SESC Engenho de Dentro, SESI de Jacarepaguá, Vicente de Carvalho, Macaé, Forte de Copacabana, Livraria Arlequim e Rádio MEC.

Idealizadora e roteirista, juntamente com Carla Vergara, do projeto baseado na obra de Manoel de Barros, “Música para Manoel” – poesia, música, dança e teatro em manoelês – com apresentações no Espaço Nirvana, Clark Art Center, Livraria Arlequim e Teatro SESI – Centro.

Como integrante do Bloco Mulheres de Chico por 3 anos, se apresentou para mais de 100 mil pessoas no desfile de carnaval nas Praias do Leblon e Leme, Viradão Carioca, Circo Voador, Teatro Rival, Bar do Tom, além de fazer turnês pelo país.

Fonte: http://gabibuarque.com.br/

JIMMY P REGRESSA A FAMALICÃO PARA ATUAR NO FESTIVAL CALÇA FERROS

Rapper atua no segundo dia do festival, que decorre de 11 a 13 de agosto no Parque de Lazer de Pedome

É uma figura central da nova geração da música portuguesa e vai estar em agosto em Vila Nova de Famalicão. Falamos do rapper Jimmy P, um dos nomes que compõe o cartaz da segunda edição do Festival Calça Ferros, que decorre de 11 a 13 de agosto, na freguesia de Pedome.

Jimmy P.JPG

A iniciativa, organizada pela Câmara Municipal, no âmbito do projeto Ave Cultural, em parceria com a Junta de Freguesia local, vai decorrer no Parque de Lazer de Pedome, com muita música, animação, gastronomia e artesanato.

Para além de Jimmy P, que representa o que de melhor se faz na música urbana atual, na área do Rap e do R&B, a edição deste ano do Festival Calça Ferros vai também contar com as atuações dos Lokapala, A Kind of Queen, Via Sacra, Elle Heaven Fifth e Hot Pink Abuse e com a realização de um sunset e de uma corrida noturna.

A entrada no festival tem o custo de dois euros e é válida para os três dias do evento, sendo gratuita para menores de 12 anos. Refira-se que na sua primeira edição o Festival Calça Ferros contou com perto de cinco mil visitantes.

Dar a conhecer o trabalho dos artistas do concelho e da região do Vale do Ave, promovendo as artes de palco, a música, o teatro e a dança é, recorde-se, o grande objetivo deste certame.

Mais informações no site oficial do Calça Ferros, em www.festivalcalcaferros.com/.   

PROGRAMA

Sexta | 11 de agosto

18h00 Abertura do Festival

18h10 Animação de Rua

18h30 Artesanato e Fumeiro

19h30 Tasquinhas

21h30 Lokapala

22h30 A Kind of Queen

23h30 Via Sacra

Sábado | 12 de agosto

14h30 Artesanato e Fumeiro

15h00 Animação Infantil

15h30 Concursos e Ateliers

16h00 Torneios e jogos tradicionais

19h30 Tasquinhas

21h30 Elle Heaven V

22h30 Hot Pink Abuse

23h30 Jimmy P

Domingo | 13 de agosto

14h30 Artesanato e Fumeiro

15h00 Tarde de Folclore

19h30 Tasquinhas

19h45 Sunset

21h30 Glow Run: Corrida e Animação Noturna

00h00 Encerramento

ESPOSENDE: BARCA DO LAGO ACOLHE SONS DO CAMINHO DE SANTIAGO

A Barca do Lago em Gemeses vai acolher a 25 de julho, dia de São Tiago, pelas 22h00, um concerto pelo Coro de Pequenos Cantores de Esposende, integrado na programação “Sons do Caminho”, uma das ações que integra a candidatura intermunicipal do “Caminho Português da Costa a Santiago”, que envolve os municípios de Esposende, Valença, Caminha, Vila Nova de Cerveira, Viana do Castelo, Póvoa de Varzim, Vila do Conde, Maia, Matosinhos e Porto.

coro pequenos cantores 1.jpg

O espetáculo intitulado "Caminho e Luz", pretende proporcionar uma noite espiritual, enriquecida pelos sons da esperança, saudade e misericórdia. Contemplando uma sonoridade contemporânea, procurando refletir os pensamentos de quem hoje percorre o Caminho de Santiago, o Coro de Pequenos Cantores dá voz aos pensamentos de alento para uma vivência musical em pleno. Um concerto introspetivo que procura promover junto do seu público o vínculo pleno da Humanidade.

O Coro de Pequenos Cantores de Esposende, acompanhados por Diogo Zão (piano), André Silva (percussão), Jaime Alvarez (contrabaixo) e a direção de Helena Venda Lima propõe o espetáculo “Caminho e Luz”, com o seguinte alinhamento:

For the beauty – John Rutter

The Lord Bless you and keep you – John Rutter

Whenever you are – Paul Mealor

Remember Me – Bob Chilcott

Missa Jazz – Bob Chilcott

  1. Kyrie
  2. Gloria
  3. Sanctus; Benedictus
  4. Agnus Dei

5 songs for upper voices – Bob Chilcott

  1. All for love of one
  2. The Truth is great
  3. All Things pass
  4. Circle Motion
  5. Red Boots onon

Rejoice, clap your hands – Bob Chilcott

Comandados pelo sonho levamos a nossa voz até aos que hoje nos ouvem e connosco partilham as sonoridades corais. Mergulhados na esperança, lembramos que é possível partilhar os ecos da voz, interpretando as sonoridades que remetem para a esperança e saudade.

VIZELA REALIZA 3ª ELIMINATÓRIA DO CONCURSO DE BANDAS

Sexta-feira, 21 de julho, 21:00h, no Jardim Manuel Faria Vizela

Dia 21 de julho, sobem ao palco as bandas REGIUS, Boca do Povo, What if, Hard N’Fast e Dominó para disputar a 3ª Eliminatória do Concurso de Bandas de Vizela.

banner concurso bandas 2017 (2).jpg

REGIUS são uma banda de Vila do Conde, formada em 2016 e composta por 4 elementos. REGIUS procuram afirmar as suas teses pelos meandros do rock.

Os Boca do Povo são uma banda bracarense formada em 2015 e composta por 6 elementos. Apresentam uma sonoridade pop/rock, cantada na língua de Camões.

What if, são uma banda de Vizela formada em 2016, numa garagem velha e com uma bateria mas com o objetivo constante de fazer música e poesia. É uma banda composta por 4 elementos com influências na cultura musical europeia.

Hard N’Fast, formados em 2012 em Guimarães promovem em todos os concertos em espírito de energia e rock. Composto por 5 elementos, prometem ao longo da sua carreira promover o bom nome do rock and rol sempre com a língua portuguesa como âncora.

Dominó é uma banda de Rock, de originais cantados em português, formada em 2009 e oriunda de Reguenga, Concelho de Sto. Tirso. De momento, encontram-se a gravar o primeiro EP com o nome "4uatro pontos cardeais".

banner 3ª elim. concurso bandas 2017.jpg

PONTE DE LIMA COMEMORA 120 ANOS DO TEATRO DIOGO BERNARDES COM GRANDES CONCERTOS MUSICAIS

Ana Moura, Rui Veloso, Gabriel O Pensador e Pedro Abrunhosa & Comité Caviar nos Concertos Comemorativos dos 120 Anos do Teatro Diogo Bernardes. 4-5 e 11-12 de agosto

Os Concertos Comemorativos integrados na celebração dos 120 Anos do Teatro Diogo Bernardes arranca no primeiro fim-de-semana de agosto, com a fadista Ana Moura.

tdb_concertos_2017 (Medium).jpg

A fadista que já vendeu mais de um milhão de discos por todo o mundo, actuará na noite de sábado, 4 de agosto, em Ponte de Lima.

A lista de nomes sonantes a passar pela vila mais antiga de Portugal não pode ser contida pelas paredes do Teatro que motiva esta série de espetáculos e, precisamente por essa razão, todos decorrem em regime gratuito, no recinto da Expolima.

Ana Moura abre um ciclo que não é exclusivamente protagonizado por artistas nacionais.

Pelo palco da Expolima, passa, no mesmo fim-de-semana, Rui Veloso. O artista, que celebra já 37 anos de carreira, traz a Ponte de Lima matizes de um repertório gravado numa dezena de álbuns de estúdio, na noite de domingo, 5 de agosto.

A programação não se fica por aqui e o segundo fim-de-semana de espetáculos é aberto pelo cantor e compositor brasileiro Gabriel O Pensador, que atua na noite de sábado, dia 11 de agosto.

Donos de muitos dos temas mais rodados nas rádios e sobejamente conhecidos do público, Pedro Abrunhosa & Comité Caviar estarão em concerto a 12 de agosto, na Expolima, a partir das 22h00.

São várias as dezenas de ações culturais a realizar no Município de Ponte de Lima durante o presente ano, mas a série de “Concertos Comemorativos dos 120 Anos do Teatro Diogo Bernardes” merece especial atenção pelo conjunto que apresenta.

ALENTEJO LEVA O CANTE A CELORICO DE BASTO

“Os Lagóias” mostraram o “Cante Alentejano” em Celorico de Basto

O grupo de Cante Alentejano “Os Lagóias”, que nasceu sob a égide do Orfeão de Portalegre, em 2014, fez um concerto em Celorico de Basto, no dia 15 de julho, na praça Albino Alves Pereira, para uma plateia rendida ao Cante Alentejano.

_DSC0039.jpg

“Damos a conhecer tradições que não são nossas mas que ao mesmo tempo são de todos, o Cante Alentejano, Património Imaterial da Unesco, esteve em Celorico de Basto pela voz do grupo de Cante “Os Lagóias” e fez um concerto muito agradável” disse o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva. O edil celoricense disse ainda que “o enriquecimento cultural é muito importante para a evolução de uma comunidade e temos vindo a trabalhar para dar o melhor à nossa população também a nível cultural”.

Com uma noite agradável para assistir a um concerto, os Lagóias mostraram algum do seu repertório a todos os presentes que aplaudiram efusivamente. Sem descurar grandes clássicos, este grupo interpretou a “Canção de Portalegre”, uma adaptação do poema de José Régio e “não quero que vás prá monda”, dois dos temas mais acarinhados pelo grupo.

A atuação deste grupo insere-se no plano cultural projetado para os meses de Verão no Concelho, pelo Município de Celorico de Basto.

_DSC0042.jpg

VALENÇA REALIZA FESTIVAL DE PIANO NA PONTE INTERNACIONAL

Dez Pianos na Ponte Valença Tui. Festival Internacional de Piano Arranca a 21 de Julho

O Festival Internacional de Piano da Eurocidade – IKFEM arranca a 21 de Julho, com 10 pianos a tocar em simultâneo, na ponte internacional Valença Tui.

Capturarvaleponte.PNG

Concerto na Ponte Valença Tui

Um espetáculo inédito vai marcar o arranque do IKFEM, a meio da ponte internacional, com três horas de espetáculo em dois cenários. O festival abre com um concerto dos Best Boy, percorrendo os estilos pop, indie e folk, a partir das 20h. Às 21h será a vez de Abe Rábade & Javier Otero, com o espetáculo duas visões, dois pianos. A noite encerra com um momento único, 10 pianos a tocar em simultâneo ao longo da ponte Valença Tui. Pianistas dos dois lados da fronteira entre eles artistas e professores do IKFEM, professores dos principais conservatórios de música do Norte de Portugal e da Galiza e Andrea González, a diretora do Festival serão os protagonistas. O atop contará, também, com foodtrucks e animação infantil.

O espetáculo de luz e som obrigará ao corte do tabuleiro rodoviário da ponte internacional, a partir das 15h da próxima sexta-feira, 21 de julho.

IKFEM – 21 a 25 de Julho

O festival prolonga-se até 25 de julho com um amplo e rico programa de concertos, masterclasses e workshops, tudo de acesso gratuito. A Praça da República na Fortaleza de Valença e a Igreja de Santo Domingo em Tuio serão alguns dos palcos privilegiados. Este festival tem como fio condutor os instrumentos da família das teclas como o piano, o fortepiano, o órgão, a concertina, o cravo, o acordeão, a sanfona e o piano eletrónico.

FAFE RECEBE ECO-FESTIVAL

Terra Mãe sensibiliza para causas ambientais. Mais de 15 concertos e diversas actividades num fim de semana dedicado à sustentabilidade ambiental

Este fim de semana, de 21 a 23 de Julho, a freguesia de Fornelos, em Fafe, recebe a segunda edição do Festival “Terra Mãe”. Organizado pela Associação Cultural e Recreativa “Movimento Amigos de St.ª Comba de Fornelos”, Comunidade “Gomos da Tangerina”, a Junta de Freguesia de Fornelos e o Município de Fafe, este Eco Festival pretende ser uma grande sala de exposição das artes tradicionais, ligado a grandes causas ambientais e com uma forte componente social.

13717456_1381058688588292_5689450123509493127_o.jpg

Sob o mote “Três dias para mudar o mundo, três dias para mudar de vida”, o festival Terra Mãe alia-se às causas ambientais e traz a Fafe um conjunto de concertos e workshops que promovem a sensibilização ecológica e alertam para a necessidade de proteger o ambiente, numa freguesia – Fornelos – considerada a sétima mais ecológica do país.

Durante o dia, as actividades são direccionadas para os mais novos e para as famílias, com caminhadas, jogos tradicionais, oficinas de nutrição, showcooking, eco construção, yoga, conversas em círculo, teatro, palestras de sensibilização e sustentabilidade, entre muitas outras actividades.

À noite, as actividades de cariz pedagógico dão lugar a diversos concertos. Cerca de 18 artistas nacionais e internacionais vão marcar presença neste festival que vai decorrer nos terrenos contínuos à Quinta do Minhoto, com cerca de dois hectares.

O grande destaque do Festival é a banda Olive Tree Dance a atuar no sábado, 22, seguindo-se Terrakota, Progeto Aparte, Yawal, Allantantou e Teresa Gabriel.

Na sexta, o grupo Terra Livre dá as boas vindas aos festivaleiros, a partir das 20h00. Noite dentro, podem contar ainda com a atuação de Criatura, Cabra Çega, Bob Figurante, Selecta Jahbruzzy and Guests e Bugalhos.

O festival termina no Domingo, com os concertos de Samba sem Fronteiras, Krioll’Art, Grupo de Danças do Mundo e Elisabete Almeida.

A boa comida também não vai faltar, com várias tasquinhas de comes e bebes e comida vegetariana. Quem passar pelo festival, poderá também apreciar o artesanato regional e assistir a momentos de animação e artes circenses.

13724075_1248611391838603_7196247102359253264_o.jpg

13730819_1248344661865276_575364898480453646_o.jpg

13737658_1380578758636285_8272051294607667481_o.jpg

JÁ ARRANCOU A IV EDIÇÃO DO BARCA JOVEM

Capitão Fausto e o humorista Fernando Rocha são nomes que vão estar nesta edição que contempla ainda o II Trail Terras da Nóbrega, para além de concursos, peddy paper, workshops e atividades desportivas

CapturarbARCAjOVEM.PNG

Foi com apresentação dos vencedores do Concurso de Fotografia e de criação do Hino do Barca Jovem que arrancou ontem a IV edição do Barca Jovem, iniciativa da Câmara Municipal que aposta na mobilização da população jovem em torno de um programa diversificado de atividades. Como explicou na sessão de abertura o Vereador da Juventude, Ricardo Armada, “a programação deste evento pretende promover a participação ativa dos jovens e proporcionar momentos de grande diversão aliados a estratégias de expressão artística, desporto e aventura. O Barca Jovem tem subjacente o objetivo de estimular o conhecimento, o associativismo, o sentido de cidadania e a reflexão sobre os desafios que se colocam aos jovens procurando fazê-lo de forma divertida e apelativa.” A sessão contou, ainda, com um apontamento teatral a cargo da Associação Movimento Incriativo.

A edição de 2017 do Barca Jovem contempla diversas atividades de carácter cultural, artístico, lúdico e desportivo que procuram ir de encontro aos interesses dos jovens. Destaca-se, para hoje, dia 14 de julho, o Concurso de Jovens Talentos e, no dia 15 de julho, o concerto “Barca Jovem Music Fest” que conta com a presença dos Capitão Fausto que prometem grande animação num concerto cantado em português. Esta banda portuguesa afirmou-se como uma das maiores revelações do ano ao ganhar o Globo de Ouro na categoria de Melhor Grupo Música de 2016. Abrem o concerto os Malaboos, banda de Rock alternativo e fusão, e os Lado Esquerdo, novo Pop, Rock e Acústico em Portugal que prometem aquecer Ponte da Barca.

Destaque ainda, no dia 16 de julho, para o II Trail Terras da Nóbrega que tem como objetivo a promoção da corrida pedestre na natureza, englobando uma caminhada de 10 Km, um Trail Curto de 15 Km e um Trail Longo de 25Km. As paisagens idílicas do concelho de Ponte da Barca prometem encantar os amantes da modalidade, numa organização conjunta do Município e da EcoBarcAventura Associação, com o apoio da Caixa de Crédito Agrícola do Noroeste.

A encerrar a IV edição do Barca Jovem, o humorista Fernando Rocha, que dispensa apresentações, promete encerrar a IV edição do Barca Jovem com grande alegria, num espetáculo recheado de momentos divertidos e hilariantes.

A programação do evento conta ainda com os Concursos de Fotografia e do “Hino do Barca Jovem”, que pretendem premiar a criatividade dos jovens, e com um Peddy Paper, desportos radicais, workshops e espetáculos de teatro e de artes circences.

Até 16 de julho, o evento Barca Jovem prevê ainda um espaço de concentração de stands, Em(Power) Stands, onde associações e serviços ligados à juventude prometem guiar os jovens na descoberta de novas oportunidades e convidá-los a desfrutar de momentos únicos de convívio. Este espaço será um palco constante de interação preenchido com stands, jogos, desportos radicais, workshops, Karaoke, teatro e muito mais.

A IV edição do Barca Jovem acontece num único local, no Choupal em Ponte da Barca, sob o cenário idílico do rio Lima. Spot Barca Jovem – Onde Tudo Acontece!

Mais informações em www.cmpb.pt

CERVEIRENSES PRESTAM TRIBUTO AOS BEATLES

“Tributo aos Beatles” sobe ao placo da ‘Vila das Artes’

Esta sexta-feira, cerca de 30 crianças e jovens do Coro Infantojuvenil de Vila Nova de Cerveira vão protagonizar um espetáculo musical contagiante de “Tributo aos Beatles”. Concerto tem início às 21h30, no Auditório Municipal, com entrada livre.

Cartaz Tributo aos Beatles.jpg

 ‘Yesterday’, ‘Hey Jude’ ou ‘Let It Be’ são algumas das músicas da emblemática banda de Liverpool da década de 60 – os Beatles -, que vão ser interpretadas pelas doces vozes do Coro Infantojuvenil, sob direção musical de Cíntia Pereira. No total, o repertório conta com nove músicas, ao som de piano, saxofone, guitarra, baixo e bateria.

Criado em março de 2013, o Coro Infantojuvenil de Vila Nova de Cerveira tem dinamizado várias apresentações em público, das quais se destacam o “Tributo a Carlos Paião”, em julho de 2013, o “Tributo aos ABBA” em junho de 2015, o “Disney em Concerto”, em junho de 2014, o “25 de Abril a Cantar”, em abril de 2016 e “Portugal no Festival Eurovisão da Canção”, em julho de 2016.

Tendo como intuito fomentar o gosto pela música, sobretudo, pela música coral/vocal em crianças e jovens da comunidade escolar cerveirense, este grupo iniciou o seu percurso com meses de trabalho ao nível das técnicas de respiração, de ressonância e de projeção vocal, para depois ter um repertório diversificado que, anualmente, é partilhado com o público.

Com organização da Associação Musical de Vila Nova de Cerveira – Pauta de Caprichos, e apoio do Município de Vila Nova de Cerveira, o “Tributo aos Beatles” decorre já esta sexta-feira, pelas 21h30, no Auditório Municipal, com entrada livre.

FAMALICÃO ENSINA JOVENS A TOCAR INSTRUMENTOS MUSICAIS

Inscrições abertas na Escola de Instrumentos Musicais Portugueses

Estão abertas as inscrições na Escola de Instrumentos Musicais Portugueses, projeto do Pelouro da Juventude da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, destinado aos jovens dos 12 aos 35 anos de idade.

Guitarra portuguesa, guitarra clássica, viola braguesa, cavaquinho, bandolim, bombos, adufe, pandeireta e concertina. Estes são alguns dos instrumentos musicais que os jovens famalicenses podem aprender.

A Escola de Instrumentos Musicais Portugueses reabre em outubro para um terceiro ano de atividade, na Casa da Juventude de Famalicão, com aulas às sextas-feiras, das 18h00 às 20h00, e visa dar a conhecer os instrumentos musicais portugueses, assim preservando o legado cultural do país e levando a sonoridade e a tradição a outros estilos e ritmos contemporâneos.

As inscrições decorrem até 29 de setembro em www.juventudefamalicao.org. Mais informações através do e-mail: casadajuventude@vilanovadefamalicao.org e do telefone: 252 314 582/3 (Casa da Juventude).

CELTAS ESTÃO DE VOLTA A PONTE DA BARCA

Festival Folk/Celta de 27 a 29 de julho

De 27 a 29 de julho, o Festival Folk Celta comemora o seu 10º aniversário, com artistas de Portugal, Espanha, Costa Rica, México e Escócia.

folk celta.png

A decorrer de 27 a 29 de julho na Praça Terras da Nóbrega, em Ponte da Barca, o Festival Folk Celta está inserido em plena Reserva Mundial da Biosfera, com as margens do Rio Lima e do seu afluente Vade como cenário.

No dia de abertura, o Palco Terras da Nóbrega fica entregue ao musical Keltia, uma produção de Andrea Pousa e Queiman, que conta a história do nascimento da Cultura Atlântica em terras galegas quando a Europa ainda estava sobre uma capa de gelo. Logo de seguida, os The Oafs, que repetem a participação no festival agora para apresentarem o seu disco de estreia, inauguram o Palco Bricelta. A noite fecha ao som dos estreantes Peregrino Gris que chegam da Costa Rica e partem da música tradicional folk aportando a visão e ritmos da América Central.

O segundo dia do festival começa cedo com o mexicano Quique Escamilla, a partir das 20h30. Meia hora depois arranca o Palco Terras da Nóbrega com o concerto dos portugueses Diabo a Sete, que trazem um repertório baseado em temas originais e outros inspirados na música tradicional portuguesa. Seguem-se Xavier Diaz & Adufeiras de Salitre e também os galegos Kalakan, grupo de três cantores e percussionistas, que se fazem acompanhar neste espetáculo de Luís Peixoto. Neste mesmo dia, o Palco Bricelta recebe os Chulada da Ponte Velha que se dedicam a retomar as práticas musicais do Douro e do Minho, e os Enraizarte compostos por 8 músicos quase todos vindos dos campos da música erudita.

O terceiro e último dia do festival abre com os Mac Mardigans de Toledo (Espanha) à qual se seguem os Les Saint Armand, considerados pela Time Out Porto como um dos nomes a ouvir este ano, e os The Town Bar que percorrem os caminhos da folk, country e rock. Já o Palco Terras da Nóbrega recebe os Virandeira, e os Rura que chegam da Escócia e que são sem dúvida uma das atuações mais esperadas deste ano.

O festival encerra a sua 10ª edição ao som dos foliões e bem dispostos Kumpania Algazarra.

As portas abrem a partir das 20 horas e os ingressos custam 10 euros para cada um dos dias, podendo ser adquirido um bilhete especial de dois dias por 15 euros ou o passe completo por um preço promocional de 20 euros na Loja Interativa de Turismo de Ponte da Barca ou através de pré-reserva na página oficial de Facebook do festival.

ALMIR CHIARATTI ATUA EM BRAGA

Depois de meses a explorar a obra e a antecipar a visita a Portugal, é por fim chegada a altura de recebermos Almir Chiaratti de braços abertos! O autor de “É o Fim” dará início à sua digressão lusitana com apresentações ao vivo nas FNAC portuguesas, rumando depois para espaços em Lisboa, Braga, Évora e Vila Pouca de Aguiar.

Almir Chiaratti_Flyer Tour Portugal (1).png

Na bagagem o músico do Rio de Janeiro trará as canções de “Bastidores do Sorriso”, mas também do seu sucessor ainda sem título, do qual já foi extraído o intrigante “Triz”. Mais datas serão anunciadas brevemente.

Conheçam os locais e as datas:

07.07 | FNAC Alfragide, Lisboa, 21h30

08.07 | FNAC Vasco da Gama, Lisboa, 17h

12.07 | B.leza, Lisboa, 19h30

13.07 | TOCA, Braga, 22h

14.07 | Club 11, Vila Pouca de Aguiar, 22h

15.07 | Mói-te Bar, Évora, 22h

Almir Chiaratti é um cantor, compositor e multi-instrumentista radicado no Rio de Janeiro nascido no distinto ano de 1988 no Rio Grande do Sul. Desde que se conhece que a música faz parte da sua vida, tendo crescido ao som dos clássicos do rock da década de 70 e do movimento cultural brasileiro que ficou para sempre conhecido como Tropicália.

A sua estreia no exigente mundo da música deu-se em 2015, quando editou o álbum “Bastidores do Sorriso”. Com influências da Música Popular Brasileira (MPB), mas também do rock psicadélico tão característico dos Mutantes, este trabalho registou a sua entrada no mundo adulto e os desafios, dúvidas, problemas e escolhas inerentes a esta fase tão importante da nossa existência.

Em parceria com o cineasta Pedro Freitas concebeu, realizou e filmou o videoclip do primeiro single do disco, “Teu Caminho”. Posteriormente participou em inúmeros festivais e competições, brasileiras e internacionais, tendo inclusivamente vencido o prémio de Melhor Videoclip Internacional no Urban Media Makers Film Festival, em Atlanta (EUA) e sendo escolhido como Melhor Videoclip pelo site DailyMotion no festival Rio Web Fest. Nota ainda para a presença do disco na lista Melhores Discos Brasileiros de 2015, do reputado site brasileiro Tenho Mais Discos Que Amigos.

Almir define este seu primeiro registo discográfico, onde as referências e influências musicais pululam de tema em tema, de forma simples: “As canções transitam por esses sentimentos, por trás do sorriso que envergamos para tocar a vida todos os dias. Acho que isso fica claro no título do disco: o que se passa nos bastidores do sorriso, nos bastidores da dor? Há músicas mais intimistas com temas existencialistas. Mas também há temas sobre amor, seja ele correspondido ou não. Tudo isto se encontra embebido em poesia, ironia e algumas gotas de sarcasmo.”

Almir Chiaratti pode ter a profundidade dos grandes músicos de outrora mas tem na alma a modernidade do presente. Conhecedor da capacidade agregadora da internet, e das comunidades online, recorreu a uma campanha de financiamento colectivo. O objectivo foi alcançado e assim aconteceu o concerto de lançamento do álbum. Seis meses depois Almir surpreende tudo e todos e graças a uma parceria com Luiz Felipe Netto e Luiz Tornaghi é lançado digitalmente o EP “Bastidores ao Vivo”. Este registo sonoro do concerto de apresentação foi mixado por Netto e masterizado por Tornaghi, dando origem a um produto final arrebatador. Este álbum conheceria ainda um segundo single, “Navegantes de Noé”, também ele com direito a videoclip, neste caso realizado pelo próprio em parceria com a Jaé Filmes.

Mas o percurso artístico de Almir não se fica por aqui! Aventurou-se na função de produtor ao acompanhar todo o processo do EP de estreia do cantor, e compositor, Diego Marques, com quem já havia trabalhado anteriormente. E passou também pelos palcos, ao assinar a produção do musical do espectáculo de dança “Cheiro de Manga”, em parceria com a bailarina Laura de Castro, composto por Eduardo Rezende.

A recta final de 2016, e a conturbada realidade política do Brasil, motivou e influenciou Almir, surgindo assim o tema “Terceiro Turno” (com a participação de Felipe Pacheco da banda Baleia, no violino, e do regente Vitor Damiani). A produção daquele que será o seu segundo trabalho de originais está a cargo de Eugenio Dale (reputado profissional que trabalhou anteriormente com Ney Matogrosso e Sergio Mendes).

Para 2017 aguardam-no novos desafios e um caminho nunca antes percorrido: uma digressão em Portugal e a edição do sucessor de “Bastidores do Sorriso”.

VIZELA REALIZA CONCURSO DE BANDAS

2ª Eliminatória do Concurso de Bandas de Vizela

Sexta-feira, 14 de julho, 21:30h, no Jardim Manuel Faria Vizela

Dia 14 de julho, sobem ao palco as bandas The Gypsies, Paradigma, Manila e ainda Bikini Cigarette para disputar a 2ª Eliminatória do Concurso de Bandas de Vizela.

banner concurso bandas 2017 (1).jpg

Os The Gypsies são um projeto musical iniciado em 2012, em Leça da Palmeira. Com influências tão diversas como o indie, rock, funk, world e psychedelic, a sua sonoridade torna-se especial e distinta. Neste momento os The Gypsies acabaram de gravar o seu primeiro álbum no BoomStudios, e estão agora a percorrer o país com concertos de pré-apresentações do álbum.

A banda Paradigma, oriunda de Oliveira de Azeméis, surgiu em 2011. Compondo e cantando em português a banda quer passar a sua mensagem contestando paradigmas. Pretendem ter uma ação interventiva chamando a atenção para os problemas que assolam a sociedade e a sua geração.

Manila surgiram em 2010, oriundos de Vila Nova de Gaia, Espinho e Santa Maria da Feira, com o estilo musical assente no Rock. Diz um sábio “o amor é para durar. E estas coisas nem sempre se explicam, mas dão boas conversas pela noite dentro, até que o último cigarro apague a luz. Assim é MANILA, quente e urbana, mas ao mesmo tempo inocente. Suada e robusta, pronta a mostrar-se na sua simplicidade. Para todos, até para os indigentes, até para aqueles que cantam cada verso como se o primeiro fosse... E depois da noite, mais um dia normal. A fome de querer mais, essa fica. E isto não se explica.”

Bikini Cigarette é uma banda de Vizela, formada em 2016 e composta por 5 bons rapazes, oriundos de duas gerações distintas mas com o mesma paixão em comum, libertar o espírito e criatividade na criação e composição de Música. Flutuando entre os estilos Rock Alternativo e Hard Rock com alguns apontamentos de Psicadélico e Nu Metal, a Banda busca em palco a dupla simbiose entre os membros e o seu público!

LIMIANOS RECORDAM JIM MORRISON

Biblioteca Municipal de Ponte de Lima recorda Jim Morrison

Volvidos 46 anos sobre a morte de Jim Morrison – o irreverente vocalista da banda de culto The Doors -, a Biblioteca Municipal de Ponte de Lima (BMPL) recorda o essencial da vida e obra de um dos mais emblemáticos artistas da segunda metade do século XX.

Recordar Jim Morrison (1).jpg

 

Ao longo dos meses de julho e agosto, utilizadores e visitantes poderão apreciar um painel biográfico, patente na Sala de Audiovisuais, que procura apresentar uma breve contextualização sociocultural do efervescente período em que Jim Morrison se movimentou, descrever o percurso do jovem que amava as palavras e tentava, através delas, revolver consciências e revisitar a ascensão meteórica de um inovador grupo de rock que, em pouco tempo, se transformou num dos maiores fenómenos musicais de sempre.

Além do painel, a BMPL disponibiliza um livreto com informações biográficas e discográficas e a coletânea “The very best of The Doors” lançada em 2007.

Venha recordar Jim Morrison, o emblemático poeta do rock, e visite a Sala de Audiovisuais.

“MÚSICA DA PRAÇA” OFERECE CONCERTOS GRATUITOS NO CENTRO DA CIDADE DE ESPOSENDE

A Praça do Município, no centro da cidade de Esposende, vai acolher durante os meses de julho e agosto, mais uma edição do evento “Música na Praça”, proporcionando concertos de diferentes géneros musicais. Uma produção do Município de Esposende, o “Música na Praça 2017” será de entrada livre e terá lugar às 22h00.

musica na praca.jpg

O projeto “Música na Praça” arrancou em 2006 e tem vindo a ser uma constante na programação de verão do Município, oferecendo momentos de lazer ao som dos mais variados estilos musicais, do Fado ao Jazz, do Folk ao World Music. Através deste evento, a Câmara Municipal contribui para a dinamização e animação da cidade, criando motivos de atratividade e proporcionando espetáculos de elevada qualidade.

O fado vai marcar a abertura da edição deste ano, no dia 8 de julho, com Ana Pinhal Quarteto. Ana Pinhal é uma jovem fadista, natural de Matosinhos, fadista residente na famosa Casa de Fados da cidade do Porto, a “Casa da Mariquinhas”. Participou no Caixa Ribeira 2015 e Caixa Alfama 2015 e 2016 e, em outubro de 2015, integrou o elenco do espetáculo "AMÁLIA - Não sei porque te foste embora" no Coliseu do Porto.

Ana Pinhal sobe ao palco do “Música na Praça”, num concerto onde haverá uma perspetiva singular do fado tradicional, de uma voz que não tem parado de crescer, homenageando aqueles com quem aprendeu: Amália Rodrigues, Fernanda Maria, Lucília do Carmo e Hermínia Silva, perpetuando o legado por elas deixado. Ana Pinhal será acompanhada por Miguel Amaral na Guitarra Portuguesa, André Teixeira na Viola e Filipe Teixeira no Contrabaixo.

No 15 de julho será a vez da música folk e, em jeito de aquecimento para a Galaicofolia que se realiza no fim-de-semana seguinte, de 21 a 23 de julho, no Castro de S. Lourenço, em Vila Chã, subirão ao palco os espanhóis Guintervan. Trata-se de um fabuloso projeto musical Galego, que busca inspiração em ritmos balcânicos, swing, drum&bass, punk, ska, latino, entre outros. A grande potência e expressão da voz tenor de Yvan Van Guinter, aliada à destreza invejável do baterista Roy Alexandre Van Guinter, à mestria de Isaac Van Guinter na guitarra e bouzouki e de Harry Van Guinter no violino fazem de cada apresentação deste grupo um evento memorável.

A encerrar a edição 2017 do “Música na Praça”, no dia 6 de agosto, terá lugar o concerto dos The Wine-a-Billy Rollers, um trio formado por guitarra, contrabaixo e bateria, nascido em 2012, em Lisboa. A linha musical deste projeto assenta no rockabilly dos anos 50, fazendo incursões pelo rhythm & blues, rock n' roll e até mesmo os blues, tocando alguns clássicos de Elvis Presley, Chuck Berry, Johnny Burnette, Gene Vincent, entre muitos outros. Em 2015 a banda lançou o seu primeiro EP ''Let the good wine roll'' com dois temas originais, ''Red wine for my blue heart'' e ''Cherry lips red wine'', assim como duas versões, encontrando-se neste momento em fase de preparação para o seu novo álbum. Compõem a formação Pedro Teixeira na Guitarra Eléctrica e Voz, Ruben el Pavoni no Contrabaixo e Rui Tex Gomes na Bateria.

DSC09535.JPG

INATEL PROMOVE EM VIANA DO CASTELO ENCONTRO DE TOCADORES DE CAVAQUINHO

PRAÇA DO CAVAQUINHO | ESTE DOMINGO (02.07 | 17H30) | PRAÇA DA REPÚBLICA, VIANA DO CASTELO

A Fundação INATEL organiza em Viana do Castelo o evento “PRAÇA DO CAVAQUINHO”, contando com o apoio do Município de Viana do Castelo, do Centro Desportivo e Cultural de Outeiro e da Orquestra Popular “Sopro de Cordas” de Outeiro.

AF - Cartaz A4 - PRAÇA DO CAVAQUINHO.jpg

O evento tem lugar na Praça da República, Viana do Castelo, no próximo domingo, dia 2 de Julho de 2017, com início marcado para as 17h30.

Este evento é apadrinhado e apresentado por Daniel Pereira Cristo e conta ainda com a seguinte programação:

17h30 – Discursos de Abertura da “PRAÇA DO CAVAQUINHO”

17h40 - Escola de Música de N. Sra. de Fátima

18h05– Daniel Pereira Cristo

18h15 – Cavaquinhos Centro Histórico Braga

18h40 – Daniel Pereira Cristo

19h50 – Cavaquinhos de Soutelo – Vila Verde

19h15 – Daniel Pereira Cristo

19h25 – Orquestra Popular “Sopro de Cordas” de Outeiro

O evento é de acesso livre e gratuito.

Junte-se a nós no próximo domingo, na Sala de Visitas da cidade de Viana do Castelo e contribua para que a PRAÇA DO CAVAQUINHO possa ser mais um momento cultural de valorização e preservação deste instrumento tão português!

CORO DA UNIVERSIDADE DO MINHO REALIZA CONCERTO EM BRAGA

XV Vozes Sobre a Cidade. Concerto de final de ano letivo

O Coro Académico da Universidade do Minho realizará, no próximo dia 8 de julho (sábado), o XV Vozes Sobre a Cidade.

cartazXV_VSC.png

O concerto terá lugar nos Escadório do Bom Jesus, em Braga, pelas 21h30. A décima quinta edição do Vozes Sobre a Cidade contará com o lançamento online do álbum “Na promessa de uma canção”, um disco que surge por ocasião da comemoração dos 10 anos de direção coral do maestro Rui Paulo Teixeira, e que visa marcar uma identidade musical que tem vindo a ganhar forma no CAUM.

Haverá ainda espaço para a apresentação do projeto solidário Prometeu, desenvolvido ao longo do presente ano letivo, que se concretizará entre 13 e 26 de julho, na Ilha de Santiago, em Cabo Verde.

A entrada é livre e gratuita.

XV Vozes Sobre a Cidade: 8 de julho | 21H30 | Escadórios do Bom Jesus

PONTE DE LIMA REALIZA FESTIVAL PERCURSOS DA MÚSICA

Festival Percursos da Música tem início na próxima terça-feira em Ponte de Lima. 4 a 21 de julho

Em Ponte de Lima a música não é refém de um único lugar. De 4 a 21 de julho todos os percursos da vila sentem o seu eco. Músicos e ouvintes, ninguém fica indiferente ao ritmo que preenche os Centros Históricos de Ponte de Lima e da Além da Ponte (Arcozelo).

Capturarpl1.PNG

O Município de Ponte de Lima promove, assim, a realização de um conjunto de espetáculos musicais, num leque de estilos, desde a música clássica à erudita, passando por interpretações com base na música contemporânea e no jazz. Estes concertos percorrem a vila, numa série de espetáculos, de ponto em ponto.

Todos são gratuitos, ao ar livre e, enquanto componentes da programação do Festival Percursos da Música, decorrem em vários locais, nomeadamente na Avenida dos Plátanos, Largo da Picota, Rua Cardeal Saraiva, Rua Formosa, Escadaria da Capela das Pereiras, Largo de S. João e Largo da Alegria (Além da Ponte – Arcozelo).

A dinâmica criada nestes locais vai muito além do que a vista alcança, na medida que esta iniciativa de espaço-em-espaço, ao ar livre, pretende dar realce ao enquadramento arquitetónico em que o concerto se instala, isto é, sem recurso a equipamentos técnicos que descaracterizem o meio envolvente.

Dead Combo na Escadaria da Capela das Pereiras, Fetén Fetén na Avenida dos Plátanos, Ensemble Med no Largo de S. João, Mário Laginha e Pedro Burmester | Dois Pianos na Rua Cardeal Saraiva, Gobi Bear no Largo da Picota, Gonçalo Leonardo Quarteto na Rua Formosa e Fado em Trio na Além da Ponte, são apenas alguns dos muitos momentos musicais que o Festival proporciona.

“Este é um projeto que vai ao encontro dos Limianos e daqueles que nos visitam”, disse o Presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima, Eng.º Victor Mendes, durante a apresentação desta mega programação, acrescentando ainda que “cada vez temos mais visitantes a vir a Ponte de Lima para assistir aos nossos espetáculos. Esta é uma forma de Ponte de Lima se tornar mais atrativa e apelativa”.

Capturarpl2.PNG

TONY CARREIRA ATUA EM FAFE

Tony Careira cabeça de cartaz nas Festas do Concelho de Fafe. Blasted Mechanism animam Juventude nas Festas. Festas em honra de Nossa Senhora de Antime com oferta para todos

Fafe celebra por mais um ano as festas do concelho. Tradicionalmente conhecidas como as festas em honra de Nossa Senhora de Antime, as comemorações decorrem durante quatro dias (7 a 10 de Julho), com grande animação cultural e um cartaz para todos os gostos.

Tony Carreira Tour 2017_755x470.jpg

As festas terão um programa diversificado que abrange música, folclore, desfiles, marcha luminosa e outros momentos que prometem ser únicos.

Este ano, o músico Tony Carreira é cabeça de cartaz, num espetáculo que promete animar a noite de 9 de Julho, Sábado, na Praça Mártires de Fascismo. A banda portuguesa Blasted Mechanism encabeça o programa da Juventude nas Festas com um espetáculo imperdível também no Sábado, a partir da 01h00. 

O arranque das festividades, a 7 de Julho, é marcado pela inauguração das iluminações decorativas, às 21h00. A sexta-feira dá o mote para o grande fim de semana, com destaque para a música. A Final do Concurso de Bandas ‘Just Nice Music’ decorre, a partir das 21h30, na Praça Mártires do Fascismo. Simultaneamente, terá lugar o tradicional Encontros de Coros, na Igreja Nova de S. José, e a escadaria do Câmara Municipal ganha vida com os Fados de Coimbra, às 24h00. 

blastedmechanism_copyright_hugolima-005.jpg

A noite é dedicada também à Juventude nas Festas, com a actuação da Dj Olga Ryazanova, na Praça Mártires do Fascismo. 

No Sábado, a manhã começa bem cedo, com a Arruada de Bombos e Gigantones de Fafe, às 10h00, na Praça 25 de Abril. 

A partir das 14h00, o Grande Prémio de Ciclismo Festas da Cidade de Fafe.

À noite, o palco da Praça 25 de Abril, recebe a XXIV Mostra de Folclore de Fafe, com a participação de 5 grupos de folclore, e, simultaneamente, na Igreja Nova de S. José, decorre o Encontro de Coros.

O grande destaque desta noite vai para a atuação de Tony Carreira, que promete um espetáculo monumental. O concerto culmina com o espetáculo pirotécnico que transforma os céus de Fafe numa mancha de cor e movimento. A animação para a Juventude não faltará, com um espetáculo que terá tanto de irreverente, como de mágico, com um concerto da banda portuguesa Blasted Mechanism.

A música continua noite dentro, com atuação dos Dj's brasileiros WAO.

Domingo, 09 de Julho, é, para muitos, o dia mais simbólico destas festas. A procissão em honra de Nossa Senhora de Antime atrai milhares de fiéis, num momento único, carregado de fé e emoção.

Ao início da manhã, a Procissão de Nossa Senhora das Dores sai de Fafe em direção a Antime e a Procissão de Nossa Senhora da Misericórdia sai de Antime para Fafe.

As duas imagens encontram-se, cerca de uma hora depois, na Ponte de S. José e seguem juntas rumo à Igreja Nova, em Fafe.

O tradicional Desfile e Despique das Bandas Filarmónicas de Golães e Revelhe mantém-se como aposta para Domingo à tarde, a partir das 15h00, na Rua António Saldanha. 

Mais tarde, perto das 21h30, as Bandas juntam-se para uma arruada. 

Ainda no Domingo, decorrerá, a partir das 22h00, o Concurso de Vestidos de Chita, que integra novamente as comemorações, pelo terceiro ano, no centro da cidade, recuperando-se uma tradição de há décadas, tão acarinhada pelos fafenses. Ao Concurso, junta-se o Desfile com diversas peças de vestuário e calçado do comércio local que contará com a presença de Isabel Figueira, Afonso Vilela e Valter Carvalho, manequins conhecidos do grande público. 

A marcha luminosa encerra as festas do concelho, na segunda-feira, a partir das 23h00, com o desfile de diversos carros alegóricos, muita música, dança e animação para todos os que assistem.

Antes no centro da cidade, a animação será garantida pela Banda às Riscas e, no Jardim do Calvário, o espectáculo pirotécnico. 

O Presidente da Câmara Municipal de Fafe, Raul Cunha, destaca a aposta, deste ano, num programa diversificado, que abranja diversas idades e iniciativas.

As festas em honra de Nossa Senhora de Antime são as mais importantes e especiais do concelho e, como tal, apostamos num programa para todos os gostos e todas as idades, e que, sobretudo, seja do agrado dos fafenses.

Mantemos a tradição, com os Fados de Coimbra, Encontro de Bombos e Gigantones , Mostra de Folclore, Mas quisemos também trazer a juventude às festas, com a aposta em desfiles de moda, atuação de vários Dj’s, no espetáculo dos Blasted Mechanism.

Este ano, o músico português Tony Carreira, acarinhado do grande público, vai abrilhantar as festas do concelho e estou certa de que será uma grande espetáculo.

Recuperamos a tradição do Concurso de Vestidos de Chita e da Marcha Luminosa à segunda-feira.

A procissão é um dos pontos altos das comemorações e mais sentido pelos fafenses e pelas dezenas de milhares pessoas que vêm de fora para assistir a estas cerimónias. Será, mais uma vez, um enorme privilégio receber os andores na Câmara Municipal, junto do povo.”. conclui. 

Cartaz_Festas do concelho_AF WEB.jpg

BARCELOS DÁ ESPECTÁCULOS MUSICAIS EM JULHO

A música domina a programação do Teatro Gil Vicente para o mês de julho

A música é a rainha do mês de julho no Gil Vicente! Ao todo são seis espetáculos que prometem cativar o público barcelense para a primeira de todas as artes – a música.

Agendajulho2017_web.jpg

A programação do mês de julho começa e termina com dança. Nos dias 1 e 2, a Academia Nico Dance Studio apresenta o espetáculo final de ano "Welcome to the Mafia", que conta com a apresentação de todas as turmas da academia. No dia 29, a Escola de Dança de Barcelos traz a palco “Alice no País do Ballet”.

Dia 8, às 16h, chega ao palco o espetáculo musical MAMMA MIA, pela APAC – Centro de Atividades Ocupacionais; no dia 11, o jovem barcelense Beni Mizrahi & The Soulbenders apresentam o EP de estreia “The First Howl”, às 22h; a Barcelos Sénior encerra o ano letivo no dia 12, às 14h30, com um espetáculo musical; e a música prossegue nos dias 21, 22 e 23. Primeiro, com o espetáculo solidário “Somos Um”, por Ana Beatriz Lindade; depois “Esta Cara não me é estranha”, pelo Grupo Sénior de Música da Freguesia de Arcozelo; e o Concerto de Final de Ano da Escola Art'É Vida, em três sessões – 15h, 18h, 21h – no dia 23.

O teatro chega ao palco do Gil Vicente nos dias 5, com “Consultório Médico”, às 14h30, pelo Espaço de Convívio de Balugães, no âmbito do Programa Sénior; 14, com “(In)Felicidades Adolescentes!, pela Academia de Teatro de Barcelos, às 21h30; e 16, às 16h, com “Os 3 Porquinhos”, pel'A Capoeira – Companhia de Teatro de Barcelos.

A sétima arte passa pelo cenário do Teatro nos dias 13 e 20. “As Férias do Sr. Hulot”, de Jacques Tati e “Uma Rapariga no Verão”, de Vítor Gonçalves, respetivamente, às 21h30.

Os espetáculos dos dias 1, 2, 11, 20, 21, 27 e 29 têm entrada paga, os restantes são de entrada gratuita.

Os bilhetes para assistir aos espetáculos no Teatro podem ser adquiridos no local, ou através de reserva por e-mail (tgv@cm-barcelos.pt) ou telefone (253 809 694).

VIZELA APURA BANDAS A CONCURSO

Apuradas bandas para o Concurso de Bandas de Vizela 2017

A Organização do Concurso de Bandas de Vizela já decidiu!

Depois de terminadas as inscrições, a organização  decidiu quais as bandas que irão estar a concurso no mês de julho, em Vizela. 

banner concurso bandas 2017.jpg

Aqui estão as 9 bandas selecionadas:

  • Paradigma
  • Regius
  • Manila
  • What if
  • Os Boca do Povo
  • Sugiru
  • Dominó
  • The Gypsies
  • Bikini Cigarette

Banda suplente:

  • Hard N'fast

"ESCOLA DO ROCK" FEZ-SE À ESTRADA... A PREPARAR O FESTIVAL DE PAREDES DE COURA!

Casa da Música do Porto recebe ‘Escola do Rock’ Tour 2017

A Escola do Rock fez-se à estrada e encerra o Tour 2017, que tem servido de ‘warm up’ para o Festival Paredes de Coura, com o concerto desta 4ª feira, 28 de junho, pelas 21h30, na Casa da Música, no Porto.

mupi4 VISUALIZAÇÃO screen (1).jpg

Depois do enorme êxito que foi a passagem pelo Serralves em Festa, bem como as passagens por Vigo e Monção, no Auditório Municipal e Cine Teatro João Verde, respetivamente, agora segue-se o concerto na Casa da Música – Esplanada da Praça, num espetáculo com acesso livre no âmbito da programação Verão na Casa.

No ano em que emblemático festival celebra os seus 25 anos, cabe à Escola do Rock a honra de abertura do palco principal com uma formação de cerca 40 jovens com idades entre os 13 e os 30 anos, que são guitarristas, bateristas, baixistas, teclistas, clarinetistas, saxofonistas, flautistas e vocalistas, revisitando no seu reportório muitos dos clássicos do rock'n'roll assim como temas de algumas das bandas que nos últimos anos passaram pelo Festival Paredes de Coura.

O presidente da Câmara de Paredes de Coura, Vitor Paulo Pereira, bem como o vice-presidente Tiago Cunha integram o elenco da edição deste ano da Escola do Rock, dirigida pelo Space Ensemble e que reúne por períodos intensivos de 5 dias para ensaiar do nascer do sol ao sol-posto, na semana anterior ao Natal.

Recorde-se que da 1ª edição da Escola do Rock, com a qual o Município de Paredes de Coura foi distinguido em 2015 com o Prémio “Município do Ano – UM.Cidades” instituído pela Universidade do Minho, sobressaiu também a participação dos jovens músicos no Festival Vodafone Paredes de Coura, no âmbito do projeto ‘O Festival sobe à vila’.

É que este é um projeto singular. Podia ser uma escola sobre Duke Ellington, Mozart ou Mahler. Sobre John Cage ou John Adams. Seria espetacular! Mas em Paredes de Coura decidiram criar uma escola de música sobre Led Zeppelin, Beatles, Pixies, Nirvana, Morphine, Motorhead, Tame Impala, Franz Ferdinand, Bob Dylan, Neil Young, Rage Against the Machine e muitos outros. E tem sido incrível!

FAFE: JUST NICE MUSIC APRESENTA FINALISTAS

Concurso elege os quatro melhores artistas

Na próxima quarta-feira, na Biblioteca Municipal de Fafe, vão ser revelados os quatro finalistas do Concurso ‘Just Nice Music’.

O anúncio das bandas que vão à final no dia 7 de Julho será complementado com mais informações sobre o festival e como se desenrolará o evento.

Recorde-se que este é um concurso de música, aberto a todos os géneros musicais, promovido pela Câmara Municipal de Fafe o Rancho Folclórico de Fafe, e que procura, de acordo com o Vereador da Cultura, Pompeu Martins, “dar palco e voz às tantas bandas de Fafe e da região que estão a dar os primeiros passos no mundo da música.

É uma oportunidade de se estrearem e ganharem visibilidade naquilo que são os seus sonhos e objectivos.”

A sessão tem inicio marcado para as 18h00.

ALMIR CHIARATTI ATUA EM BRAGA

Depois de meses a explorar a obra e a antecipar a visita a Portugal, é por fim chegada a altura de recebermos Almir Chiaratti de braços abertos! O autor de “É o Fim” dará início à sua digressão lusitana a 7 de Julho com um showcase na FNAC Alfragide e um segundo no dia seguinte na FNAC Vasco da Gama. A 12 de Julho apresenta-se ao vivo no B.leza, seguindo depois rumo a Braga para um concerto no Espaço TOCA.

Almir_Flyer Tour Portugal (1) (2).png

Na bagagem o músico do Rio de Janeiro trará as canções de “Bastidores do Sorriso”, mas também do seu sucessor ainda sem título, do qual já foi extraído o intrigante “Triz”. Mais datas serão anunciadas brevemente.

Almir Chiaratti é um cantor, compositor e multi-instrumentista radicado no Rio de Janeiro nascido no distinto ano de 1988 no Rio Grande do Sul. Desde que se conhece que a música faz parte da sua vida, tendo crescido ao som dos clássicos do rock da década de 70 e do movimento cultural brasileiro que ficou para sempre conhecido como Tropicália.

A sua estreia no exigente mundo da música deu-se em 2015, quando editou o álbum “Bastidores do Sorriso”. Com influências da Música Popular Brasileira (MPB), mas também do rock psicadélico tão característico dos Mutantes, este trabalho registou a sua entrada no mundo adulto e os desafios, dúvidas, problemas e escolhas inerentes a esta fase tão importante da nossa existência.

Em parceria com o cineasta Pedro Freitas concebeu, realizou e filmou o videoclip do primeiro single do disco, “Teu Caminho”. Posteriormente participou em inúmeros festivais e competições, brasileiras e internacionais, tendo inclusivamente vencido o prémio de Melhor Videoclip Internacional no Urban Media Makers Film Festival, em Atlanta (EUA) e sendo escolhido como Melhor Videoclip pelo site DailyMotion no festival Rio Web Fest. Nota ainda para a presença do disco na lista Melhores Discos Brasileiros de 2015, do reputado site brasileiro Tenho Mais Discos Que Amigos.

Almir define este seu primeiro registo discográfico, onde as referências e influências musicais pululam de tema em tema, de forma simples: “As canções transitam por esses sentimentos, por trás do sorriso que envergamos para tocar a vida todos os dias. Acho que isso fica claro no título do disco: o que se passa nos bastidores do sorriso, nos bastidores da dor? Há músicas mais intimistas com temas existencialistas. Mas também há temas sobre amor, seja ele correspondido ou não. Tudo isto se encontra embebido em poesia, ironia e algumas gotas de sarcasmo.”

Almir Chiaratti pode ter a profundidade dos grandes músicos de outrora mas tem na alma a modernidade do presente. Conhecedor da capacidade agregadora da internet, e das comunidades online, recorreu a uma campanha de financiamento colectivo. O objectivo foi alcançado e assim aconteceu o concerto de lançamento do álbum. Seis meses depois Almir surpreende tudo e todos e graças a uma parceria com Luiz Felipe Netto e Luiz Tornaghi é lançado digitalmente o EP “Bastidores ao Vivo”. Este registo sonoro do concerto de apresentação foi mixado por Netto e masterizado por Tornaghi, dando origem a um produto final arrebatador. Este álbum conheceria ainda um segundo single, “Navegantes de Noé”, também ele com direito a videoclip, neste caso realizado pelo próprio em parceria com a Jaé Filmes

Mas o percurso artístico de Almir não se fica por aqui! Aventurou-se na função de produtor ao acompanhar todo o processo do EP de estreia do cantor, e compositor, Diego Marques, com

 quem já havia trabalhado anteriormente. E passou também pelos palcos, ao assinar a produção do musical do espectáculo de dança “Cheiro de Manga”, em parceria com a bailarina Laura de Castro, composto por Eduardo Rezende.

A recta final de 2016, e a conturbada realidade política do Brasil, motivou e influenciou Almir, surgindo assim o tema “Terceiro Turno” (com a participação de Felipe Pacheco da banda Baleia, no violino, e do regente Vitor Damiani). A produção daquele que será o seu segundo trabalho de originais está a cargo de Eugenio Dale (reputado profissional que trabalhou anteriormente com Ney Matogrosso e Sergio Mendes).

Para 2017 aguardam-no novos desafios e um caminho nunca antes percorrido: uma digressão em Portugal e a edição do sucessor de “Bastidores do Sorriso”.

FAFE RECEBE ECO-FESTIVAL EM JULHO

Terra Mãe sensibiliza para causas ambientais. Mais de 15 concertos e diversas actividades num fim-de-semana dedicado à sustentabilidade ambiental

A freguesia de Fornelos, em Fafe, recebe, no fim-de-semana de 21 a 23 de Julho, a segunda edição do Festival “Terra Mãe”.

DSA_8466A.jpg

Organizado pela Associação Cultural e Recreativa “Movimento Amigos de St.ª Comba de Fornelos”, a Comunidade “Gomos da Tangerina”, a Junta de Freguesia de Fornelos e o Município de Fafe, este Eco Festival pretende ser uma grande sala de exposição das artes tradicionais, ligado a grandes causas ambientais e com uma forte componente social.

Sob o mote “Três dias para mudar o mundo, três dias para mudar de vida”, este eco festival alia-se às causas ambientais e traz a Fafe um conjunto de concertos e workshops que promovem a sensibilização ecológica e alertam para a necessidade de proteger o ambiente, numa freguesia – Fornelos – considerada a sétima mais ecológica do país.

Durante o dia, as actividades são direccionadas para os mais novos e para as famílias, com caminhadas, jogos tradicionais, oficinas de nutrição, showcooking, eco construção, yoga, conversas em círculo, teatro, palestras de sensibilização e sustentabilidade, entre muitas outras actividades.

À noite, as actividades de cariz pedagógico dão lugar a diversos concertos. Cerca de 18 artistas nacionais e internacionais vão marcar presença neste festival que vai decorrer nos terrenos contínuos à Quinta do Minhoto, com cerca de dois hectares.

O grande destaque do Festival é a banda Olive Tree Dance a atuar no sábado, 22, seguindo-se Terrakota, Progeto Aparte, Yawal, Allantantou e Teresa Gabriel.

Na sexta, o grupo Terra Livre dá as boas vindas aos festivaleiros, a partir das 20h00. Noite dentro, podem contar ainda com a atuação de Criatura, Cabra Çega, Bob Figurante, Selecta Jahbruzzy and Guests e Bugalhos.

O festival termina no Domingo, com os concertos de Samba sem Fronteiras, Krioll’Art, Grupo de Danças do Mundo e Elisabete Almeida.

A boa comida também não vai faltar, com várias tasquinhas de comes e bebes e comida vegetariana. Quem passar pelo festival, poderá também apreciar o artesanato regional e assistir a momentos de animação e artes circenses.

O festival foi apresentado esta manhã, na Praça 25 e Abril, contando com a participação de mais de 100 crianças que, através de diversas actividades, recriaram o ambiente festival.

Num ambiente de festa e voltado para as questões ecológicas, o Presidente da Câmara Municipal de Fafe, Raul Cunha, destacou a importância deste festival na sensibilização ambiental.

Este festival é mais uma oportunidade para que todos possamos contactar com boas práticas ambientais e fazer mais pela protecção da Natureza. Pretendemos, num ambiente de contacto com a Natureza, promover a sustentabilidade ambiental, contando para isso com diversas actividades direccionadas para as famílias e crianças, onde vão poder ouvir, trocar experiências, fazer algo para diminuir a pegada ecológica.

Infelizmente, a tragédia pela qual estamos a passar, com a devastação causada pelos incêndios, faz-nos repensar a atitude que deveremos ter com a Natureza e este tipo de iniciativas procuram isso mesmo: promover a sustentabilidade.

O ano passado, o Terra Mãe foi um sucesso. Para além da animação durante os três dias, conseguiu-se que o lixo recolhido correspondesse apenas a um saco de lixo, o que é, por isso, significativo da promoção ecológica que o festival procura. O objectivo, este ano, é conseguir ‘lixo zero’.”

O Presidente de Junta de Freguesia de Fornelos, David Fernandes, relembrou que “Fornelos foi considerada a sétima freguesia mais ecológica do país, este ano, o que nos deixou muito satisfeitos e incutiu, ainda mais, a protecção ambiental em todas as nossas actividades e iniciativas.

O Terra Mãe é um festival, com uma forte componente ambiental, que visa alargar e diversificar a oferta cultural do concelho, promovendo a música tradicional, fomentando o envolvimento e a participação de um público jovem e proporcionando momentos agradáveis para toda a família.”

O Terra Mãe é um Eco Festival de sensibilização ambiental que procura trazer a Fafe um conjunto de concertose outras actividades que alertem para a consciencialização ecológica. São diversas as bandas que vão passar por cá, quer nacionais, quer internacionais. Destacamos, por exemplo, Olive Tree Dance, Terrakota, Craitura, entre muitas outras bandas.

Vão ser três dias de muita animação musical, mas com um carácter pedagógico também muito importante. As crianças vão poder cá estar, passar óptimos momentos em família e, sobretudo, ficar mais atentas a estas questões”, revelou Patrick Fernandes, da Associação Cultural e Recreativa “Movimento Amigos de St.ª Comba de Fornelos.

Fátima Alves, do Movimento Gomes Tangerina, destacou “princípios da sustentabilidade no qual o Festival se estrutura. É um programa para famílias, com um conjunto de bandas de música do mundo e diversos workshops e jogos tradicionais que promovam a sustantabilidade e o convívio entre gerações.”

DSA_8473A.jpg

DSA_8488A.jpg

DSA_8495A.jpg

DSA_8508A.jpg

DSA_8515A.jpg

ND5_9962A.jpg

MUNICÍPIO DE BRAGA ATRIBUI BOLSAS DE ESTUDO PARA AULAS DE DANÇA E MÚSICA

Candidaturas até 23 de Junho

Com o objectivo de fomentar o desenvolvimento do ensino da dança e da música no Concelho e de permitir uma utilização activa e participativa das instalações do Mercado Cultural do Carandá, o Município de Braga celebrou com a Arte Total e com o Conservatório Bomfim, tutelado pela Fundação Bomfim, um protocolo de colaboração de onde resulta a atribuição de bolsas de estudo para aulas de dança e de música a estudantes do ensino público, residentes no Concelho de Braga.

CMB30112015SERGIOFREITAS0000002080.jpg

As bolsas correspondem à frequência de aulas durante o ano lectivo 2017/2018 nas instalações das duas escolas reconhecidas pelo seu valor artístico e pedagógico e sediadas no Mercado Cultural do Carandá.

O processo de candidatura decorre até ao dia 23 de Junho devendo os interessados dirigir-se ao Balcão Único da Câmara Municipal de Braga para proceder à apresentação da candidatura. Para mais informações está disponível o seguinte endereço electrónico: cultura@cm-braga.pt. Os Formulários e as normas de candidatura encontram-se disponíveis online no site do Município de Braga em www.cm-braga.pt.

BRAGA CERTIFICA VIOLA BRAGUESA

Apresentação do processo de Certificação da Viola Braguesa

Segunda-feira, dia 19 de Junho de 2017, pelas 16h00, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, em Braga

O Município de Braga realiza a sessão de apresentação do Caderno e Regras de Certificação da Viola Braguesa, na próxima segunda-feira, dia 19 de Junho de 2017, pelas 16h00, no Salão Nobre dos Paços do concelho, em Braga.

Viola+Braguesa.jpg

VERÃO EM CERVEIRA É SÓ MÚSICA!

Vi(m)ver Cerveira: Concertos de verão com grandes nomes da música portuguesa

Mariza, Carminho, The Gift e April Ivy. Estes são os quatro artistas que vão pisar o palco da ‘Vila das Artes’, em julho e agosto, para mais uma edição das ‘Noites de Fado’ e do ‘Cerveira Acústica’. Habituados a uma oferta cultural permanente, diversificada e, acima de tudo, de excelência, os próximos meses em Vila Nova de Cerveira prometem ser agitados, com um vasto conjunto de propostas para todos os gostos e idades.

CERVEIRA ACUSTICA.jpg

Continuando a aposta em artistas de renome nacional e com carreira internacional consolidada, a edição de 2017 das ‘Noites de Fado’ e do ‘Cerveira Acústica’ volta a surpreender pela diversidade e qualidade dos nomes confirmados.

Senhoras e Senhores, silêncio que em Cerveira vai cantar-se o fado. Dispensando apresentações, Mariza, uma das mais reconhecidas fadistas, vai deliciar os presentes com a sua voz e interpretação num palco muito sui generis: os Jardins da Piscina Municipal, promovendo um encontro único entre o fado e a beleza natural do rio Minho. O concerto está marcado para dia 15 de julho, no âmbito da inauguração da 19ª Bienal Internacional de Arte de Vila Nova de Cerveira. Já o segundo concerto das ‘Noites de Fado’ acontece a 29 de julho, também no feminino e com uma das mais internacionais artistas portuguesas: Carminho. O “suave milagre” nas palavras de Caetano Veloso tem levado a sua voz aos quatro cantos do mundo e, em julho, Carminho promete cantar e encantar o público de Cerveira com alma e coração.

Para o ‘Cerveira Acústica’, o serão de 12 de agosto, Dia Internacional da Juventude, convida os jovens em idade, mas também de espírito, para o concerto de April Ivy, cantora e compositora portuguesa, que ficou conhecida com o tema “Unstoppable” e com o single “Be Ok”. A 14 de agosto, sobem ao palco os The Gift, banda portuguesa de grande sucesso, tanto a nível nacional como internacional, e que, com 22 anos de carreira, continuam a surpreender com canções intensas e acentuadas quando apresentadas em palco.

O cartaz cultural minuciosamente preparado para os meses que se avizinham reforça a aposta iniciada em 2014 com o ‘Vi(m)ver Cerveira’, um conceito de promoção e divulgação que prima pela relação mais estreita artista/público, proporcionando uma experiência sensorial única num ambiente natural que se quer inesquecível.

Os bilhetes para os quatro concertos estarão brevemente disponíveis.

NOITE DE FADOS.jpg

GERÊS ROCK FEST ORGANIZA CAMPANHA DE LIMPEZA DE FLORESTA E RIOS

Gerês Rock'Fest 2017 | Porque somos um festival de causas e valores!

Porque este é um festival com raízes à terra, que tem alma nas gentes locais e nas tradições, gente que respeita a natureza porque sabe o valor que ela representa, gente hospitaleira que quer partilhar o melhor que tem com quem chega, o festival e o Deburicis-Clube de arte e recreio prepararam uma ação de limpeza das zonas nas imediações do recinto.

unnamedGERRR.jpg

Assim, no próximo sábado, dia 17 de junho, às 16.30h, organizadores e voluntários partem do Núcleo Museológico do Campo do Gerês para atividade de impacto ambiental positivo. Todos se poderão juntar a esta causa.

Relembramos também que o Gerês Rock Fest tem como parceiro a Braval-Ecoparque, no sentido de igualmente separar e reciclar os lixos produzidos durante os dias 28 e 29 de julho Durante esses dois dias, o Campo do Gerês recebe algumas das melhores bandas do panorama nacional, junto à mítica aldeia submersa de Vilarinho da Furna e à Mata da Albergaria.

Queremos também homenagear a aldeia que ficou submersa pelas águas da barragem: "em Vilarinho há pedras que falam, que contam histórias de gente que soube viver em harmonia com a natureza e que um dia teve que abandonar a sua terra"

Bilhetes à venda em www.geresrockfest.pt, www.ticketline.pt e nos locais habituais.

Capturargerr1.PNG

BRAGA REALIZA CICLO DE CONCERTOS "RUM COM JAZZ"

EDUARDO CARDINHO QUINTETO

29 de junho às 22h00 no Museu Nogueira da Silva, em Braga

Uma iniciativa conjunta da Rádio Universitária do Minho, Conselho Cultural da Universidade do Minhoe Museu Nogueira da Silva

Liderado pelo vibrafonista Eduardo Cardinho, é um dos grupos mais promissores do jazz português - vencedores, em 2013, do Prémio Jovens Músicos, disse Mário Laginha a propósito do grupo: “Há relativamente pouco tempo fiz parte do Júri da 27ª edição do Prémio Jovens Músicos e fui surpreendido pela performance do Quinteto de Eduardo Cardinho. Arranjos elaborados e muito bem feitos, bem como uma evidente procura de uma linguagem própria, numa faixa etária a rondar os vinte anos, levam‑me a pensar – e dizer – que devem ser seguidos com muita atenção!” 

Em 2016 editaram Black Hole, o seu primeiro e aclamado álbum, considerado pela crítica um dos melhores discos do ano (Jazz.pt e Jazz logical).

Eduardo Cardinho - Vibrafone e composição

José Soares – Saxofone

Mané Fernandes – Guitarra

Filipe Louro – Contrabaixo

Alex Lázaro – Bateria

3€ (à entrada)

RESERVAS: 253 200 632 ou para o email comercial@rum.pt

unnamedquinteto.jpg

CERVEIRA VAI SER PALCO DE CONCERTO DE METAIS

Concerto do Quinteto de Metais Ad Libitum este sábado

O Castelo de Cerveira volta a ser palco de um concerto memorável. Este sábado, pelas 21h30, o Quinteto de Metais Ad Libitum protagoniza uma viagem musical no tempo, desde a antiguidade à contemporaneidade, num espaço absorvido pela identidade e história cerveirense. Entrada livre.

Sons_Caminho_Cerveira_Cartaz.jpg

O Concerto do Quinteto de Metais Ad Libitum insere-se no programa “Sons no Caminho”, no âmbito da candidatura “Valorização dos Caminhos de Santiago – Caminho Português da Costa”, promovida pelos Municípios do Porto, Maia, Matosinhos, Vila do Conde, Póvoa de Varzim, Esposende, Viana do Castelo, Caminha, Vila Nova de Cerveira e Valença.

Porque os Caminhos de Santiago representam, em termos musicais e históricos, uma tradição de 12 séculos, o repertório proposto pelo quinteto para o concerto desde sábado, no interior da Castelo de Vila Nova de Cerveira, é uma viagem no tempo, entre ambientes sonoros de várias épocas – da música antiga à música contemporânea.

O Quinteto de Metais Ad Libitum é um grupo de metais com créditos firmados. Fundado na década de 90, tem uma vasta experiência em atuações em locais históricos, tendo protagonizado vários concertos em programas de grande prestígio como foi o caso dos Sons da História.

O concerto em Vila Nova de Cerveira está agendado para este sábado, 17 de junho, às 21h30, no interior do Castelo, com entrada livre.

PONTE DA BARCA HOMENAGEIA LAUREANO BARROS

No âmbito da iniciativa Biblioteca Vertical, homenagem a Laureano Barros

Ricardo Ribeiro em concerto no Largo da Misericórdia, em Ponte da Barca. Sábado, dia 17 de Junho pelas 22h

Ricardo Ribeiro leva o novo álbum “Hoje é assim, amanhã não sei.” editado em abril de 2016 pela WARNER e apresentado na íntegra e pela primeira vez, no dia 30 de abril no Coliseu de Lisboa, a vários auditórios nacionais.

Em fevereiro passado Ricardo Ribeiro viu “Hoje é assim, amanhã não sei.” editado em França e em maio no Reino Unido, edição esta que coincidiu com a sua primeira apresentação em território inglês. Dia 1 de junho, Ricardo Ribeiro apresentou-se pela primeira vez em Londres, e as críticas não poderiam ser melhores.

Este ano o fadista já passou por França, Bélgica, Rússia, e futuramente levará o seu mais recente disco à Áustria, Holanda e Noruega.

“Hoje é assim, amanhã não sei.” recebeu por parte da crítica a cotação máxima (5 estrelas) no jornal Expresso, 4 estrelas no Ípsilon, na revista Blitz, na revista Time Out e mais recentemente, na revista britânica Songlines - 4 estrelas em 5 - que nomeia Ricardo Ribeiro como a melhor voz masculina do Fado da sua geração.

A mesma revista que não lhe poupa elogios, nomeou novamente Ricardo Ribeiro para Best Artist´17, a primeira nomeação haveria sido com o antecessor “Largo da Memória”.

BRAGA APRESENTA "O POVO QUE AINDA CANTA"

A editora 'TRADISOM', Produções Culturais, a Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva e a Rusga de São Vicente de Braga - Grupo Etnográfico do Baixo Minho, apresentam o Livro/DVD "Povo que ainda CANTA", em cermónia a levar a efeito hoje, quarta-feira, dia 14, às 21h:30, no auditório da biblioteca Lúcio Craveiro da Silva em Braga, sita na rua de S. Paulo, nº 1, 4700-042 Braga.

A animação do evento será da responsabilidade da Rusga de São Vicente de Braga - GEBM

cartaz_apresentação_livro_povo_que_ainda_canta.jpg

rsv_fts_gravaç_pqac_tiago_pereira0015.jpg

rsv_fts_gravaç_pqac_tiago_pereira0021.jpg

ECO FESTIVAL TERRA MÃE REGRESSA A FAFE

Início do Verão marca apresentação pública do Festival

No dia em que começa o Verão, Fafe apresenta, publicamente, a segunda edição do Eco Festival Terra Mãe, organizado pela Associação Cultural e Recreativa “Movimento dos Amigos de St.ª Comba de Fornelos” e os “Gomos da Tangerina”, com o apoio a Junta de Freguesia de Fornelos e do Município de Fafe.

16299266_567568026778486_6759666963818708948_n.jpg

A apresentação, que decorre na próxima quarta-feira, 21 de Junho, no Parque da Cidade de Fafe, a partir das 9h30, contará com uma recriação daquilo que será esta segunda edição do festival, com a participação de mais de 100 crianças.

Recorde-se que o “Terra Mãe” é um festival multicultural de sensibilização ambiental, que vai decorrer no fim de semana de 21 a 23 de Julho, na freguesia de Fornelos, em Fafe.

Serão três dias de muita animação, recheados de concertos, várias atividades e workshops na área do ambiente, agricultura biológica, permacultura, construção ecológica, entre outros.

Em 2016, o Terra Mãe trouxe a Fafe nomes como Kussondulola Som Sistema, Carnival Tales, Drsuna, Bob Figurante, Selecta Jahbrusi, Ras Leo e Braga Reaggae Collective, Ricardo Passos e Loucos do Ritmo, entre muitos outros.

16299003_567566150112007_8952871958998809061_n.jpg

16299268_567566030112019_2343439759499425137_n.jpg

16387980_567568023445153_606078222276298314_n.jpg

16426225_567567903445165_4253572939162585311_n.jpg

16427655_567566203445335_6353214756670398936_n.jpg

CORO SÉNIOR DE ESPOSENDE BRILHA EM CONCERTO NO DIA DE PORTUGAL

O Coro Sénior de Esposende presenteou e encantou a comunidade esposendense com um concerto no Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas.

concerto Coro Sénior_.jpg

Tendo como palco a Praça do Município, em Esposende, o Coro apresentou-se sob a direção artística e musical de Ana Carolina Capitão e Luis Miguel Clemente, acompanhado pelo Quinteto da Atlantic Coast Orchestra.

Os 125 coralistas exibiram-se com brio e satisfação, inebriando os presentes com as cantigas tradicionais portuguesas “As nuvens que andam no ar”, “Chapéu preto”, “Romã”, “Dom Solidom”, “Os olhos da Marianita”, “Oliveirinha da Serra” “Oh Laurindinha vem à janela”, “Maria Faia”, “Milho Verde” e “João Barandão”. A encerrar o concerto, a plateia juntou a sua voz ao Coro Sénior na interpretação do Hino Nacional “A Portuguesa”, neste que foi um dos mais momentos altos do concerto e uma excelente forma de assinalar o Dia de Portugal.

Esta apresentação pública é resultado do trabalho que tem vindo a ser desenvolvido semanalmente com os coralistas, cujos saberes e vivências, reforçam o companheirismo e o convívio em que todos são iguais, unidos pela música. O projeto do Coro Sénior integra o Programa de Envelhecimento Ativo da Rede Social de Esposende e tem-se revelado muito positivo, a diferentes níveis.

Presente nesta apresentação, o Presidente da Câmara Municipal de Esposende e do Conselho Local de Ação Social (CLAS), Benjamim Pereira, expressou a sua satisfação pelo projeto do Coro Sénior, congratulando-se com este concerto, que considerou “um momento memorável para finalizar as comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas”. Felicitou a Vereadora da Coesão Social, Raquel Vale, também presente, pelo trabalho desenvolvido, saudando também as Instituições Particulares de Solidariedade Social do concelho com valência para a terceira idade e os maestros Ana Carolina Capitão e Luís Miguel Clemente, da Orquestra da Costa Atlântica – associação de música e cultura, responsáveis pela direção artística e musical.

Benjamim Pereira notou que grande parte do sucesso desta iniciativa se deve à dedicação e ao empenho dos envolvidos na procura de um resultado de excelência, como foi o caso deste concerto.

Refira-se que no âmbito do Programa Envelhecimento Ativo, o Município vai realizar mais uma edição da Festa dos Santos Populares para a comunidade idosa do concelho, que terá lugar amanhã, dia 14 de junho, na Quinta da Malafaia, em Antas, contando com a participação de cerca de 1900 participantes.

concerto Coro Sénior (1).jpg

VIANENSES SOLIDÁRIOS NO COMBATE À TOXICODEPENDÊNCIA

A Unidade de Apoio na Toxicodependência (UAT) e o Centro de Atendimento Psicossocial (CAPS VIH/SIDA) do Gabinete de Atendimento à Família (GAF) realizará, em colaboração com a Escola de Música AMADEUS, a Academia de Música Fernandes Fão, os Jarojupe e a Orquestra Ligeira Sopro de Cordas do Outeiro (Grupo de Cavaquinhos) (a confirmar), uma ação de cariz solidário intitulada “Sons de onde...”, no dia 22 junho 2017 (quinta-feira), às 21h00, no Teatro Municipal Sá de Miranda em Viana do Castelo. Esta iniciativa visa a sinalização do Dia Europeu da Música (21 junho), através da conjugação de diferentes estilos musicais em palco e a angariação de fundos a favor do GAF.

cartaz_Sarau_Dia_Internacional_Musica.jpg

CANTORA ANA LUÍSA RAMOS EM ESTREIA EM BRAGA

A cantora paulista de voz melíflua que chegou até nós pela graça e encanto de “Desconstrução”, prepara a sua vinda a Portugal já no início do mês de Julho para uma mini-digressão de apresentação a “Um”, o registo de estreia.

15095518_1530843373596217_7272307748649580180_n (1).jpg

Integrante da nova leva de cantautores MPB, Ana Luísa Ramos recolhe também influências de música erudita e do universo do jazz, uma mistura alada que já lhe valeu elogios de publicações especializadas como as inglesas Folk Radio e Buzzin Music ou as norte-americanas Music For Lunch e The Vinyl District.

A digressão visitará locais como a Pensão Amor e o TOCA, com os restantes espaços a serem confirmados brevemente. Oportunidade ideal para conhecer uma das mais promissoras vozes do panorama musical de São Paulo.

Nascida na localidade de Ribeirão Preto e radicada em São Paulo, Ana Luísa Ramos tem-se vindo a destacar tanto no cenário lírico quanto no popular. Com um repertório que vai da música erudita ao jazz e à Música Popular Brasileira (MPB) e com estudos feitos em países como Brasil, Argentina e Áustria, a cantora possui uma versatilidade raramente vista e uma voz melíflua.

Aos 9 de idade ingressou no Coral Infantil da Cia de Ópera Minaz e três anos mais tarde fez a sua estreia como solista da “Missa Brevis” de Mozart. Em 2001 participaria na ópera “La Traviata” de Verdi e no ano seguinte interpretou a personagem Terezinha na montagem da Ópera do Malandro que repetiria em 2006 no Theatro Pedro II. Em 2007 fez parte do Coral do Estado de São Paulo e entre 2011 e 2012 integrou o sexteto vocal feminino Bocca Chiusa.

Após acompanhar o cantor e compositor Eric Taylor Escudero na sua mini digressão europeia, Ana Luísa Ramos fez parte da banda que gravaria o álbum de estreia do músico em Austin, Estados Unidos. Já no ano de 2015 participou na gravação do DVD de Natal de Agnaldo Rayol e em 2016 realizou o espetáculo de abertura de Toquinho na Catedral Anglicana de São Paulo. Na recta final de 2016 a artista editou o seu primeiro registo a solo – “Um” – constituído por canções autorais e por releituras de músicas consagradas do universo do jazz e da MPB.

A cantora já viu o seu talento reconhecido fora de portas, tendo recolhido elogios por parte de publicações especializadas como as inglesas Folk Radio e Buzzin Music ou as norte-americanas Music For Lunch e The Vinyl District.

Ana Luísa Ramos_ Flyer Tour Portugal (1).png

MUNICÍPIO DE CABECEIRAS DE BASTO OFERECE 2 TÍMPANOS À BANDA CABECEIRENSE

Câmara ofereceu à Banda dois tímpanos no valor de 5.000 euros. Presidente da Câmara presente na cerimónia de homenagens da Banda Cabeceirense

A convite da Banda Cabeceirense, o presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Francisco Alves, participou no passado sábado, dia 10 de junho, na iniciativa que aquela agremiação organizou, designada ‘Recordar é Viver’ que teve como objetivo homenagear os antigos dirigentes e maestros da Banda Cabeceirense e ainda o músico mais antigo.

Presidente da Câmara presente na cerimónia de homenagens da Banda Cabeceirense - oferta tímpanos.JPG

O evento que decorreu na Casa da Música de Cabeceiras de Basto contou também com a presença do presidente da Assembleia Municipal, Eng. Joaquim Barreto, do vereador Prof. Mário Leite, de presidentes das Juntas de Freguesia e demais autarcas, órgãos sociais da Banda Cabeceirense, músicos, familiares dos homenageados, entre outros convidados e público em geral.

Depois da atuação do Grupo de Metais foram homenageados os antigos presidentes da direção, presidentes da assembleia geral e maestros, bem como o músico mais antigo da Banda Cabeceirense.

No decurso da cerimónia, a Câmara Municipal, dando continuidade à cooperação que tem mantido com a Banda Cabeceirense, ofereceu a esta bicentenária instituição cabeceirense dois tímpanos – instrumento musical de percussão – no montante de 5.000 euros, oferta esta que vem colmatar uma necessidade, dotando desta forma a Banda de novos e modernos instrumentos.

De salientar, ainda, a interpretação das marchas ‘Convencido’ de António Mendes, ‘O Basto’ de Joaquim Peixoto e a marcha ‘António Teixeira’ de Ilídio Costa, esta última dedicada ao músico António Teixeira, ele que é o elemento mais antigo da Banda Cabeceirense, instituição que em 2020 completa 200 anos de existência.

Presidente da Câmara presente na cerimónia de homenagens da Banda Cabeceirense.JPG

PAULO BARROS APRESENTA EM ESPOSENDE CORCERTO “UM PIANO SÓ”

17 de junho – Fórum Municipal Rodrigues Sampaio

O Município de Esposende vai promover, no próximo sábado, dia 17 de junho, pelas 22h00, no Fórum Municipal Rodrigues Sampaio, um concerto de Piano por Paulo Barros, com entrada livre.

Paulo Barros.jpg

Nascido na Inglaterra em 1968, Paulo Barros é descendente de Esposendenses. Começou a estudar piano clássico com 7 anos de idade. Em 1998 concluiu o Bacharelato de piano da ESMAE.

Paralelamente à música clássica, interessa-se pelo jazz. Em 1998 ingressa no Conservatório de Música de Amesterdão, onde, em 2002 conclui a licenciatura em piano jazz. Aí frequentou workshops com Danilo Perez, Ralph Irizary, Deborah Brown, Kenny Werner, Gerry Dial e Edie Martinez, tendo tido aulas com estes três últimos.

Gravou o CD «Slow Emotion» com a cantora dinamarquesa Mai Seidelin Norby, onde teve a participação especial do contrabaixista Jesper Bodilson.

Atualmente faz parte do Quinteto de Adriana Miki, do Quarteto de Carlos Mendes, do Quinteto de Manuel Linhares e do quarteto de Richard Okkerse.

Recentemente gravou o seu primeiro CD a solo, intitulado "Um Piano Só", que será apresentado neste concerto. Com uma linguagem jazzística e através das suas composições originais, o músico transporta os ouvintes para um universo de sonoridades no qual cada um pode criar as suas próprias histórias.

FAMALICÃO: APRIL IVY NO CASTRO ALVES EM FESTA

Terceira edição da iniciativa promovida pela Fundação Castro Alves realiza-se a 16 e 17 de junho

A cantora April Ivy é a grande figura da terceira edição do festival “Castro Alves em Festa”, que regressa esta sexta e sábado, dias 16 e 17 de junho, à freguesia de Bairro, em Vila Nova de Famalicão.

April Ivy .png

A jovem revelação da música pop portuguesa atua no segundo dia do certame, num concerto com entrada livre e início marcado para 21h30.

April Ivy lançou, em 2015, o primeiro single, “Unstoppable”. Depois disso, seguiu-se o convite para a gravação do primeiro EP e, em fevereiro de 2016, lançou “Be Ok”, música que rapidamente conquistou o público português, com forte presença nas rádios nacionais. Em julho de 2016 assinou pela Universal Music France / MCA e no final desse mesmo verão voltou à carga com o single “Shut Up”.

Para além de April Ivy, também a dupla de Djs Los Bandidos e o cantor famalicense Gil Cadeias atuam na segunda noite do Castro Alves em Festa, que ao longo dos dois dias tem agendadas várias atividades de cariz cultural.

A iniciativa, refira-se, conta com o apoio da Câmara Municipal e da Junta de Freguesia de Bairro, é de entrada livre e gratuita e tem como principal objetivo recolocar a Fundação Castro Alves num patamar de maior visibilidade e dinamismo cultural na região.

Localizada em Bairro, a Fundação Castro Alves foi instituída por iniciativa do Comendador Castro Alves. As suas atividades encontram-se centradas em três setores: Escola de Música, que começou a funcionar em 1971, Escola de Cerâmica Artística, criada em 1979, e o Museu de Cerâmica Artística, que foi inaugurado em 1987.

Estando o museu intimamente ligado ao funcionamento da Escola/ Oficina de Cerâmica Artística, a totalidade do seu espólio é constituído por milhares de exemplares de peças executadas nessa escola, por jovens da freguesia de Bairro e circunvizinhas, tendo como grandes impulsionadores e professores os pintores Júlio Resende e Francisco Laranjo, o oleiro Fernando Sousa e o arquiteto Fernando Lanhas, o qual concebeu e organizou o museu, quer ao nível do projeto de arquitetura do edifício, quer do projeto museológico.

Refira-se ainda que a exposição permanente do museu é constituída por dois núcleos: um de Olaria e outro de Esculturas de Cerâmica, o que representa um espólio de mais de 1300 peças, distribuídas por três salas, com uma área total de 400m².

Mais informações sobre a iniciativa na página oficial do Facebook da Fundação Castro Alves, emwww.facebook.com/Fundação-Castro-Alves.

BARCELOS REALIZA FESTIVAL DA CANÇÃO

Festival da Canção dá início ao P.A. - Projeto Artístico 2017

16 e 17 de junho, no Largo da Porta Nova

O Projeto Artístico (PA) Barcelos 2017 arranca com o Festival da Canção, nos dias 16 e 17 de junho, pelas 21h30, no Largo da Porta Nova, e tem duas categorias: versão original e versão de artista/cover. 

O P.A. é uma iniciativa dedicada à educação através das expressões artísticas e que tem como principal objetivo criar condições de produção, revelação e valorização das competências dos jovens do concelho. Organizado pela Câmara Municipal de Barcelos, através da Casa da Juventude, decorre entre junho e dezembro, contemplando várias áreas de ação e de interesse.

No mês de julho, no dia 13, decorre o Festival de Bandas de Barcelos, pelas 21h30, na Alameda das Barrocas; e o Festival de Dança, no dia 16 de julho, às 18h, também na Alameda das Barrocas. As inscrições para estas duas iniciativas estão abertas até dia 23 de junho.

O Projeto regressa com o Encontro de Coros no Teatro Gil Vicente, nos dias 24 e 25 de novembro, pelas 21h30, e cujas inscrições estarão abertas até dia 3 de novembro. O auditório do Teatro receberá ainda até ao final do ano a Noite de Fados, no dia 2 de dezembro, pelas 21h30. As inscrições decorrem até dia 3 de novembro e o casting de seleção decorre no dia seguinte, pelas 10h00, na Casa da Juventude.

Ao longo dos últimos anos, os jovens barcelenses têm aderido grandemente ao Projeto da responsabilidade do Pelouro da Juventude, reflexo do seu interesse proeminente nas áreas relacionadas com as múltiplas dimensões artísticas, nomeadamente na música e na dança.

FAFE REALIZA CONCURSO DE MÚSICA

Abertas as inscrições para Concurso de música em Fafe. ‘Just Nice Músic’ , o desafio ideal para quem gosta de música

O Rancho Folclórico de Fafe, em parceira com a Câmara Municipal, está a promover o concurso de música ‘Just Nice Music’. Aberto a todos os géneros musicais, este desafio vai premiar as quatro melhores bandas ou artistas a solo, com quantias que vão desde os 500 aos 1000 euros.

18838893_1386600154754317_3751162566218562503_n (1).jpg

As inscrições decorrerão até às 24h00, do dia 25 de Junho de 2017, na página oficial de Facebook (Festival Just Nice Music).

Cada concorrente terá de inscrever dois temas originais, com a duração máxima de 5 minutos. A inscrição deve ser feita com apresentação das músicas através de formato online (Facebook Just Nice Music ou e-mailjustnicemusic@gmail.com), acompanhadas da respectiva ficha de inscrição devidamente preenchida.

Após recepção, serão analisadas, por um júri de selecção, que apura os quatro concorrentes finais que serão avisados até ao dia 1 de Julho.

No dia 7 de Julho, a Praça 25 de Abril vai ser o palco final das várias atuações selecionadas. Com esta atuação na final, os concorrentes auferem já de um prémio garantido.

“Já há muitos anos que, em Fafe, recebemos vários festivais de música. Este ano, optámos por promover, antes, um concurso que possa dar palco e voz às tantas bandas de Fafe e da região que estão a dar os primeiros passos no mundo da música.

É uma oportunidade de se estrearem e ganharem visibilidade naquilo que são os seus sonhos e objectivos.

Este desafio é aberto a todos os géneros musicais, bandas ou músicos a solo e acreditamos que será um sucesso.”, revela o Vereador da Cultura, Pompeu Martins.

CORO SÉNIOR DE ESPOSENDE REALIZA CONCERTO NO DIA 10 DE JUNHO

O Coro Sénior de Esposende vai realizar um concerto no próximo sábado, 10 de junho, Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portugueses, pelas 21h00, na Praça do Município, em Esposende, com entrada livre.

concerto coro sénior.jpg

Sob a direção artística e musical de Ana Carolina Capitão e Luis Miguel Clemente, o Coro Sénior será acompanhado pelo Quinteto da Atlantic Coast Orchestra: Violinos - Fabiana Fernandes e Afonso Amaral, Viola d’arco - Ana Morais, Violoncelo - Filipa André e Contrabaixo - Júlia Manuela.

O repertório será composto por cantigas tradicionais portuguesas, designadamente “As nuvens que andam no ar”, “Chapéu preto”, “Romã”, “Dom Solidom”, “Os olhos da Marianita”, “Oliveirinha da Serra” “Oh Laurindinha vem à janela”, “Maria Faia”, “Milho Verde” e “João Barandão”. A encerrar o concerto, será interpretado o Hino Nacional “A Portuguesa”.

Desenvolvido no âmbito da Rede Social de Esposende, o Coro Sénior integra o Programa “Envelhecimento Ativo” e envolve a participação de quase duas centenas de idosos do concelho, estimulando as suas capacidades cognitivas e intelectuais e promovendo a sua interação na comunidade.

Assente numa parceria alargada, efetiva e dinâmica, este projeto potencia as mais diversas sinergias em termos de bem-estar, inserção e participação social, bem como na melhoria das condições e qualidade de uma velhice bem-sucedida.

A iniciativa conta ainda com a colaboração das instituições particulares de solidariedade social do concelho com valência para a terceira idade.

O Coro Sénior de Esposende foi já distinguido com uma Menção Honrosa do Prémio BPI Seniores 2016, iniciativa destinada a apoiar projetos que promovam a melhoria da qualidade de vida e o envelhecimento ativo, em reconhecimento do impacto positivo do projeto junto desta faixa etária.do nosso concelho.

DSC09546.JPG

FAFE ABRE INSCRIÇÕES PARA CONCURSO DE MÚSICA

Just Nice Músic’ , o desafio ideal para quem gosta de música

O Rancho Folclórico de Fafe, em parceira com a Câmara Municipal, está a promover o concurso de música ‘Just Nice Music’. Aberto a todos os géneros musicais, este desafio vai premiar as quatro melhores bandas ou artistas a solo, com quantias que vão desde os 500 aos 1000 euros.

18838893_1386600154754317_3751162566218562503_n.jpg

As inscrições decorrerão até às 24h00, do dia 25 de Junho de 2017, na página oficial de Facebook (Festival Just Nice Music).

Cada concorrente terá de inscrever dois temas originais, com a duração máxima de 5 minutos. A inscrição deve ser feita com apresentação das músicas através de formato online (Facebook Just Nice Music ou e-mail justnicemusic@gmail.com), acompanhadas da respectiva ficha de inscrição devidamente preenchida.

Após recepção, serão analisadas, por um júri de selecção, que apura os quatro concorrentes finais que serão avisados até ao dia 1 de Julho.

No dia 7 de Julho, a Praça 25 de Abril vai ser o palco final das várias atuações selecionadas. Com esta atuação na final, os concorrentes auferem já de um prémio garantido.

Já há muitos anos que, em Fafe, recebemos vários festivais de música. Este ano, optámos por promover, antes, um concurso que possa dar palco e voz às tantas bandas de Fafe e da região que estão a dar os primeiros passos no mundo da música.

É uma oportunidade de se estrearem e ganharem visibilidade naquilo que são os seus sonhos e objectivos.

Este desafio é aberto a todos os géneros musicais, bandas ou músicos a solo e acreditamos que será um sucesso.”, revela o Vereador da Cultura, Pompeu Martins.

BRAGA APRESENTA FESTIVAL VAUDEVILLE RENDEZ-VOUS

Apresentação do Festival Vaudeville Rendez-Vous 2017. Amanhã, Quarta-feira, dia 7 de Junho, pelas 15h00, no Museu da Imagem

O Município de Braga apresenta o Festival Vaudeville Rendez-Vous 2017, amanhã, Quarta-feira, dia 7 de Junho, pelas 15h00, no Museu da Imagem.

Festival Vaudeville Rendez-Vous 2017

A programação do Festival Internacional Vaudeville Rendez-Vous será revelada durante a conferência de imprensa. Este ano, o Festival assinala a sua quarta edição e vai voltar a “ocupar” os espaços públicos de Braga, Guimarães e Vila Nova de Famalicão, municípios que recebem o evento. A realizar-se entre os dias 26 e 29 de Julho, este é considerado o maior e mais sonante festival de artes de rua e circo contemporâneo da região norte de Portugal.

Nesta sessão marcam presença Bruno Martins, director artístico do Festival Internacional Vaudeville Rendez-Vous; Ricardo Rio, Presidente da Câmara Municipal de Braga; Lídia Dias, Vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Braga; José Bastos, Vereador da Cultura da Câmara Municipal de Guimarães, e Nelson Pereira, Chefe da Divisão de Cultura e Turismo da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão.

FAFE PROMOVE ACTIVIDADE CULTURAL DIRIGIDA AOS INVISUAIS

Município de Fafe promove atividade cultural ‘Tarde Adágio: Música e Sabedoria Popular’

O Grupo de Apoio à Reabilitação para Pessoas com Deficiência Visual, criado no âmbito do Protocolo entre o Município de Fafe e a ACAPO, promove, no próximo dia 9 de Junho, a iniciativa “Tarde Adágio: Música e Sabedoria Popular”.

WEB-modelo

Realizada na Sala Manoel Oliveira, esta atividade pretende promover o direito à cultura para pessoas com dificuldades em ter acesso às programações culturais e salientar a importância da fruição estética, artística e cultural para o desenvolvimento pessoal e social de todas as pessoas.

Com a parceria da Academia de Musica José Atalaya, esta iniciativa vai integrar um concerto dos alunos da Academia e a citação de provérbios populares (Adágios) pelos elementos do GAR.

A iniciativa tem início marcado para as 15h00 e a entrada é livre.

SALVADOR SOBRAL ATUA EM FAFE

Vencedor da Eurovisão atua no Pavilhão Multiusos a 16 de Junho

Antes de “Amar pelos Dois”, canção que levou a vitória de Portugal no festival Eurovisão da Canção de 2017, Salvador Sobral já espalhava amor por muitos em alguns palcos nacionais e internacionais. “Excuse Me” é o seu disco de estreia, editado em março de 2016 com coprodução musical do pianista Júlio Resende, do venezuelano Leonardo Aldrey e do próprio Salvador Sobral.

salvsobr

Numa viagem que principia no jazz, Salvador Sobral revela ao longo deste concerto em que promete explorar também as canções do disco, influências da Bossa-Nova, das doces sonoridades da América Latina e uma capacidade de interpretação inesperada, única e arrebatadora, havendo certamente espaço para a canção que o consagrou vencedor do festival europeu.

A carreira musical de Salvador Sobral começou cedo, tendo participado no concurso Bravo, Bravíssimo, transmitido pela SIC, com apenas nove anos. Dez anos mais tarde, torna-se uma cara conhecida dos portugueses ao participar no programa Ídolos, onde comprovou o seu talento musical e performativo.

O Rock with Benefits é um festival de cariz solidário, nascido há seis anos em Fafe. Criado com o objectivo de angariar fundos e alimentos para as famílias mais desfavorecidas do concelho, é um evento que alia o entretenimento à beneficência. Há por isso uma sensibilização de um conjunto de bandas e dj’s que se mostram disponíveis para apoiar esta causa, oferecendo o seu trabalho em função do slogan “Música com Causas”.

Nesta terceira edição de “Rock with Benefits convida”, a escolha caiu sobre Salvador Sobral. A jovem promessa da música portuguesa, e mais recente vencedor do Festival Eurovisão, atua no Multiusos de Fafe no dia 16 de Junho, pelas 22h00.

Os bilhetes já se encontram à venda na loja interativa de turismo de Fafe e na loja Twerk out (em frente à Farmácia Sousa Alves de Fafe), ou online através da Last2Ticket (http://www.rockwithbenefits.pt/comprarsalvador.html).

CANTO CORAL REGRESSA À SÉ DE BRAGA

A Sé de Braga recebe, a 5 de Junho, o Coro Académico da Universidade do Minho e os Edinburgh University Renaissance Singers para um concerto de canto coral que se inicia às 21,30 horas. Organizado em parceria com o coro escocês com o objectivo de fomentar os laços além-fronteiras, o concerto proporcionará uma viagem por obras litúrgicas da Europa Ocidental. Esta celebração do canto coral a capella terá entrada livre e gratuita.

Edinburgh University Renaissance Singers

Edinburgh University Renaissance Singers liderado pelo maestro Noel O’Regan.

 

Com cerca de 30 cantores dedicados ao canto coral, os Edinburgh University Renaissance Singers entoam temas geralmente de música sacra e de música dos séculos XV a XVII. Os seus membros incluem funcionários e alunos universitários, assim como outras pessoas de Edimburgo. O coro canta em concertos em Edimburgo e na Escócia durante todo o ano lectivo, dando a conhecer ao público do seu país grandes obras como as Vésperas de Monteverdi, de 1610.

Edinburgh University Renaissance Singers 1

Celebrando, em Março, 50 anos de existência, os Edinburgh University Renaissance Singers não actuam apenas na Escócia, tendo já apresentado o seu trabalho em tournée pela Europa, o que incluiu a passagem pela Croácia, Portugal, Espanha, Itália, França, Alemanha, Hungria, Áustria, República Checa, Irlanda, Chipre e Arménia, para além das ilhas britânicas.

Noel O' Regan

O coro escocês é dirigido por Noel O’ Regan, regente de Música na Universidade de Edimburgo que se reformará no final do presente ano lectivo. O maestro é uma autoridade munidal na área da música sacra dos finais do século XVI e inícios do século XVII. Em 1995, foi presenteado com o prestigiado prémio Palestrina em reconhecimento do seu trabalho de investigação sobre o compositor italiano Giovanni Pierluigi da Palestrina e sobre a sua obra. Com os Edinburgh University Renaissance Singers, o maestro Noel O’Regan pôs em prática a sua investigação ao dirigir regularmente e em estreia composições modernas de larga escala extraídas de diversos institutos, como a Biblioteca do Vaticano, de Roma.

Na Sé de Braga, o coro de Edimburgo entoará, entre outros temas de compositores portugueses, a obra ‘Commissa Mea Pavesco’, de Filipe de Magalhães (1571-1652), compositor de música polifónica sacra.

cartaz5junho_nunc

O Coro Académico da Universidade do Minho é uma associação cultural sem fins lucrativos, fundada em janeiro de 1989, e reconhecida como Pessoa Coletiva de Utilidade Pública em junho de 2004.

Ao longo do seu percurso, tem construído uma identidade própria no panorama cultural português, aliando a alegria da sua juventude aos encantos da música coral de todas as épocas, especialmente da música portuguesa. Criado com o fim de divulgar a música coral e instrumental e de proporcionar um espaço de convívio musical (no qual promove o gosto de cantar e desenvolve a sensibilidade artística dos seus associados), já realizou mais de quatro centenas de concertos, pelos quais passaram perto de seiscentos coristas. Atualmente é composto por cerca de cinquenta elementos.

Privilegiando o repertório “a Capella”, da Renascença à atualidade, tem também atuado com acompanhamento de quinteto de metais e quarteto de cordas. A presença deste grupo no cenário musical tem-se pautado por uma atitude de abertura e pluralismo, tendo já colaborado com vários grupos e formações de diversas áreas da música.

Afirmada a sua identidade cultural, o CAUM passou a apresentar-se além-fronteiras em diversos encontros de coros.

Realizou digressões pelo Brasil (2004), pela Ilha da Madeira (2006), pelos Açores (2009), pelo Algarve (2012), por Paris, Basileia, Zurique e Luxemburgo (2013), por Itália (2015),por Praga e Berlim (2016), e levará, agora em 2017, um projeto musical e social à Ilha de Santiago, em Cabo Verde.

Desde 1995 tem editado diversos CDs, sendo o mais recente o de “Homenagem a Fernando C. Lapa”, antigo maestro do CAUM. 

Em 2014, o CAUM comemorou os seus 25 anos com um concerto que contou com a participação do Coral de Letras da UPorto, Azeituna, Tuna Universitária do Minho e Bomboémia - Grupo de Percussão da Universidade do Minho.

Cultivando uma partilha de cultura musical e da arte coral, o CAUM lançará em breve um novo álbum, “Na Promessa de Uma Canção”, uma coletânea de arranjos de Rui Paulo Teixeira, onde se comemora, acima de tudo, a amizade.

VIANA DO CASTELO RECEBE "JAROUPE - A FORCE OF NATURE TOUR" NO TEATRO SÁ DE MIRANDA

Bilhetes disponíveis no Teatro Municipal Sá de Miranda –tmsm@cm-viana-castelo.pt

Teatro Municipal Sá de Miranda, nos horários habituais da bilheteira - segunda a sexta-feira, das 9h00 às 19h00;

 Em dias de espetáculo: das 9h00 às 13h00 e das 14h00 às 22h00;

 Sábados, domingos e feriados em dias de espetáculos, 2h00 antes.

Título do espetáculo:JAROJUPE  - A FORCE OF NATURE TOUR

Data: 10 de junho

Horário: 22h00

Classificação Etária :  M/6 anos

Preço: 5€

image001eix

ENTRE MARGENS – ENCONTRO DE TOCADORES 2017 ANIMA CAMINHA DE 2 A 4 DE JUNHO

Certame abre sexta-feira, pelas 18H00

De 2 a 4 de junho, o Entre Margens – Encontro de Tocadores vai fazer de Caminha a capital da música e do instrumento tradicional. Mostra de construtores de instrumentos tradicionais, exposição de instrumentos musicais, palestras, oficinas, concertos, projeção de filmes e documentários, bailes noturnos são as propostas desta edição. O Entre Margens abre sexta-feira, dia 2, pelas 18H00.

entre margens 2

O Entre Margens – Encontro de Tocadores dá inicio à programação de verão. A organização acredita que esta edição vai atrair ainda mais visitantes à vila de Caminha. O objetivo é promover e divulgar o concelho a nível nacional e internacional e potenciar a economia local.

Durante três dias, Caminha vai abrir as portas dos seus espaços culturais e das suas ruas e praças a tocadores de instrumentos tradicionais de várias gerações, que vão partilhar conhecimentos, repertórios e técnicas instrumentais, de várias regiões de Portugal, Minho em particular, e da Galiza.

O Entre Margens – Encontro de Tocadores conta com um extenso programa com destaque para o Encontro de Zés Pereiras grupos de Portugal e da Galiza; para os vários concertos com o grupo ‘De Outra margem’, Daniel Pereira ‘Cristo’, Ariel Ninas e César Prata e convívio de Grupos de Cavaquinhos da Ribeira Minho; para as oficinas de concertina, violino popular galego e rabeca chuleira, cantos polifónicos de Lafões e pandereteiras, toques de chamarritas, bailes de chamarritas e gaita-de-fole; para as palestras; para as foliadas e bailes ao improviso, entre outras atividades.

Para além da animação constante, esta edição vai ter presentes 22 construtores na mostra de construtores de instrumentos musicais tradicionais, que adornará o Largo Calouste Gulbenkian. No Salão Nobre dos Paços do Concelho vai estar patente a ‘Exposição de Instrumentos Musicais’ composta por vários modelos e tipologias de violas portuguesas de várias regiões do país.

No dia da abertura, dia 2, depois da abertura oficial, será possível assistir pelas 18H30, à apresentação do CD “Cantos de Cego da Galiza e Portugal”, por Ariel Ninas e César Prata; pelas 21H30, ao concerto “Cantos de Cego” com Ariel Ninas e César Prata e o dia termina com a Foliada e Baile ao Improviso, no Largo Calouste Gulbenkian.

No dia 3, ao longo do dia decorrerão as várias oficinas. Pelas 12H00, terá lugar o Encontro de Zés Pereiras, grupos de Portugal e da Galiza; a essa hora, decorrerá em simultâneo a palestra “A Questão de Género nas Músicas de Tradição Oral”, por Júlia Feijóo. Pelas 15H00, será apresentado o trabalho musical “O Acordeão Na Costa da Morte” por Xurxo Souto e Pazos de Merexo e decorrerá a Mostra de Música Local. Pelas 16H00, terá lugar a palestra “Os Arquivos de Música Tradicional na Rede”, por Sérgio de La Ossa”, seguida da palestra “As Polifonias de Lafões” por Maria Rosa Pestana e, ainda, da palestra “As Gaitas Antigas de Portugal”, por Pablo Carpinteiro. À noite, pelas 22H00, destaca-se o concerto “Cavaquinho cantado”, por Daniel Pereira ‘Cristo’; o Baile de Chamarritas dos Açores e a Foliada e Baile ao Improviso.

No último dia, da parte da manhã continuarão as oficinas. Pelas 11H00, terá lugar a palestra “A Rabeca Chuleira”, por Emiliana Silva; pelas 12H00, decorrerá a apresentação do trabalho musical “Aires de Pontevedra: Ricardo Portela”, por OscarIbañez; pelas 15H00, são apresentados os trabalhos realizados nas oficinas  e o Entre Margens – Encontro de Tocadores encerrará com o concerto pelo grupo “De Outra Margem”.

O Entre Margens é organizado por PédeXumbo – Associação para a Promoção da Música e da Dança, aCentral Folque – Centro Galego Música Popular, Coreto – Associação para a Promoção de Artes e Culturas Tradicionais e Câmara Municipal de Caminha. Conta ainda com os apoios da AGADIC – Axencia Galega das Industrias Culturais, Freguesia de Caminha e Vilarelho, Fundação INATEL e MusicTrad.

Mais informações em pedexumbogeral@pedexumbo.com.

Entre Margens

MÚSICA CELTA REGRESSA A PONTE DA BARCA

Festival Folk Celta confirma novos artistas e coloca bilhetes à venda

De 27 a 29 de Julho, Ponte da Barca, recebe a 10ª Edição do festival

De 27 a 29 de Julho, a muito nobre vila minhota de Ponte da Barca volta a ser palco do Festival Folk Celta que durante três dias vai mostrar o melhor da música folk de matriz celta com artistas provenientes de várias latitudes.

celtabarca

Já confirmados para esta 10ª Edição estão os galegos Xabier Díaz e Adufeiras de Salitre, e os Kalakan que se juntam ao português Luís Peixoto neste espetáculo. De Portugal, surgem-nos os Diabo a Sete e também os Kumpania Algazarra.

A organização revela hoje mais quatro artistas para o line-up. Primeiro, os Enraizarte compostos por 8 músicos, quase todos vindos dos campos da música erudita, que se propõem a recriar temas tradicionais transmontanos mesclando-os com músicas originais. Outra novidade são os Virandeira Folk, que experimentaram uma enriquecedora evolução desde a sua criação em 2010. Da sonoridade melódica dos seus primeiros temas, evocando a cultura celta e galega, à fusão com outros géneros musicais de que é exemplo o rock, souberam reinventar-se ao longo do tempo numa busca incessante por novas fronteiras musicais. Da Costa Rica, chegam-nos os estreantes Peregrino Gris que partindo da música tradicional da Escócia, Irlanda e Galiza, imprimem nas suas composições originais as raízes latinas do seu país numa formação que inclui gaita de foles, whistles, flauta, teclados, guitarra, acordeão, violino, baixo eléctrico, contrabaixo, bateria e percussão. Por fim, Keltia o Musical, que conta a história do nascimento da Cultura Atlântica em terras galegas quando a Europa ainda estava sobre um manto de gelo e a vida humana só era possível em terras de Keltia, na Galiza. Em palco cerca de 40 intervenientes numa produção que inclui canto, teatro, declamação, dança e fogo.

O cartaz desta 10ª Edição ainda promete mais surpresas, mas se não querem perder pitada deste ano comemorativo do Festival Folk Celta reservem os dias 27, 28 e 29 de Julho nas vossas agendas. Os bilhetes já se encontram à venda no seguinte link e têm o preço de 20€ o passe geral, 15€ o passe para dois dias e 10€ o bilhete diário.

https://www.ticketea.pt/bilhetes-festival-folk-celta-portugal-2017/

Para mais informações aceder ao website oficial em:

http://folkcelta.pt/

ou então consultar a página oficial de Facebook em:

https://www.facebook.com/folkcelta/

CINETEATRO DOS BOMBEIROS DE VILA PRAIA DE ÂNCORA APOSTA NO CINEMA, MÚSICA E TEATRO

Os Guardiões da Galáxia’, ‘Piratas das Caraíbas: Homens Mortos Não Contam Histórias’ e ‘A Múmia’ são os filmes em exibição

Em junho, o cinema, o teatro e a música vão dominar a programação do Cineteatro dos Bombeiros de Vila Praia de Âncora. ‘Os Guardiões da Galáxia’, ‘Piratas das Caraíbas: Homens Mortos Não Contam Histórias’ e ‘A Múmia’ são os filmes em exibição. Destaque também para o cantor Ricardo Carriço que vai apresentar em Vila Praia de Âncora o seu primeiro trabalho enquanto músico. 

Vovo Ganza

No que respeita ao cinema, o Cineteatro vai ter em cartaz nos dias 2 e 3 de junho o filme ‘Os Guardiões da Galáxia’, de James Gunn, 2017, EUA (M/12); nos dias 16 e 17 de junho de Joachim Ronning e EspenSandberg, 2017, EUA/Austrália (M/12) e nos dias 30 de junho e 1 de julho, ‘A Múmia’, de Alex Kurtzman, 2017, EUA (M/12). Os filmes são exibidos pelas 21H30. O bilhete tem o valor de 3€ e o valor reverte a favor dos Bombeiros Voluntários de Vila Praia de Âncora.

No dia 4 de junho, o teatro está em cartaz apeça de teatro para a infância ‘Os 3 Erres’, da AL Teatro. Trata-se de uma iniciativa da KrisálidaAkolhe, no âmbito do programa de acolhimento de grupos teatrais. Na sinopse desta peça para a infância lê-se: “em Portugal diariamente, cada pessoa produz em média 1,2kg de lixo. A Rita e o Jonas não são exceção. No dia a dia, sem se aperceberem, deixam também uma marca negra no nosso planeta azul. Mas será que tem de ser sempre assim? Não poderão eles, de uma forma divertida e descomplicada, reduzir a quantidade de lixo que produzem, reutilizar o material que já não precisam ou mesmo transforma-lo e dar-lhe uma nova função? É o que eles vão descobrir, num espetáculo em que o lixo é o ponto de partida para dar largas à imaginação e a reciclagem o caminho para um mundo melhor, menos negro e mais verde”.  A sessão decorre pelas 16H00. Os bilhetes custam 4€ e já se encontram à venda nos Postos de Turismo de Caminha e de Vila Praia de Âncora e no próprio dia no local do espetáculo.

No dia 10 de junho, Dia de Portugal e das Comunidades Portuguesas, a Krisálida – Associação Cultural do Alto Minho leva até Vila Praia de Âncora a peça de teatro ‘Auto da Índia’. “‘Auto da Índia’ é a primeira peça de teatro de intriga, de que há registo na História do Teatro e da Literatura de Portugal. Foi, efetivamente, a primeira farsa escrita por Gil Vicente e representada em 1509. No esplendor da juventude, uma mulher vê o seu marido partir para a Índia, destino incerto de onde provinham muitas riquezas. Este é o retrato do quotidiano quinhentista, de uma mulher, entre tantas outras, durante o apogeu dos Descobrimentos”. O ‘Auto da Índia’ conta com a interpretação de Carla Magalhães, Filipa Almeida e Alexandre Martins. A encenação, dramaturgia, sonoplastia, desenho de cenário e figurinos são de Nuno J. Loureiro. A entrada é gratuita.

No dia 24, é a vez de Ricardo Carriço, um dos mais carismáticos atores portugueses, apresentar seu disco a solo ‘O Meu Mundo’”. Os bilhetes custam 7,5€, sendo que 2,5€ revertem a favor dos Bombeiros Voluntários de Vila Praia de Âncora. Já estão à venda nos Postos de Turismo de Caminha e Vila Praia de Âncora e no local, no dia do espetáculo.

No dia 25 de junho, é a vez de A Companhia Vidas de A a Z subir ao palco do Cineteatro com a peça de teatro ‘Vovó Ganza! Uma Comédia de Faca e Alguidar…’.  Este espetáculo é “um alerta cultural e humano e uma história que se desenvolve no coração de Lisboa. Num bairro muito pouco popular, instala-se um 31: a polícia investiga um caso de tráfico. Quando o aparente inofensivo vizinho do 4º andar é preso por posse de droga, todo o bairro fica alerta e o prédio sob escuta. É aí que a porca torce o rabo! Adelaide de Jesus é a idosa simpática do rés-do-chão, que vive à míngua com a sua filha Hortência, uma encalhada que nunca juntou os trapinhos e desandou. Hortência esconde uma atração por Brocas, o afilhado problemático, que está de olho na miúda do amigo. Mas ainda a procissão vai no adro! Em apenas dois meses Lailai, mais conhecida por Vovó Ganza, vê o marido partir para terra da verdade, a sua casa ser penhorada e a filha perder o emprego, vendo-se obrigada a arregaçar as mangas antes que estale o verniz. Para mal dos seus pecados, inicia um negócio de família muito pouco convencional que chama a atenção de Antonieta, a coscuvilheira, o que a leva a ser eleita a principal dealer do bairro! Vovó Ganza é inocente e o resto são cantigas…”. Os bilhetes custam 3€ e já estão à venda nos Postos de Turismo de Caminha e de Vila Praia de Âncora e no próprio dia no local do espetáculo. A comédia está agendada para as 16H00.

auto da india

Cinema_Guardioes da Galaxia

Cinema_Mumia

CANTIGAS DO MAIO JUNTA MINHOTOS EM VILA VERDE

Banho de multidão para o concerto Cantigas do Maio em Vila de Prado

O auditório da autarquia pradense estava a rebentar pelas costuras, no passado sábado (27 maio), graças uma bela moldura humana que não enjeitou a possibilidade de assistir a mais um espetáculo com a chancela de qualidade da Escola de Música da Junta de Freguesia da Vila de Prado. O concerto ‘Cantigas do Maio’ assumiu-se como um autêntico hino à liberdade e uma homenagem sentida a José Afonso (vulgo Zeca Afonso), um músico, poeta e ativista que nos deixa um legado impressionante.

DSC_0182

Às performances musicais irrepreensíveis juntou-se uma atmosfera de cumplicidade e camaradagem que se adensava a cada minuto e que começou a envolver e emocionar os presentes, dando o mote para um serão inesquecível. Aqui e ali, o público não se fez rogado e cantou as inspiradoras canções de liberdade em uníssono com os músicos. Durante todo o espetáculo, brindou com merecidas chuvas de aplausos os artistas que desfilaram em palco o talento que celebrizou uma das mais afamadas escolas de música de toda a região.

O presidente da Junta de Freguesia da Vila de Prado, Paulo Gomes, foi um dos inúmeros espectadores atentos de uma atuação eletrizante, que captou a atenção da plateia do primeiro ao último tema. O autarca pradense deu os parabéns aos protagonistas e agradeceu a presença do público, assegurando a todos que, à semelhança do que tem acontecido no passado, a escola de música continuará, no presente e no futuro, a merecer toda a atenção e apoio da Junta de Freguesia.

Paulo Gomes deixou ainda uma palavra de apreço e reconhecimento a todos os intervenientes pelo excelente trabalho desenvolvido ao longo de mais de duas décadas dedicadas a promover a arte e a cultura, bem como diversas competências sócio-cognitivas, estimuladas e consolidadas através da aprendizagem de um instrumento musical.

DSC_0003

DSC_0024

DSC_0094

DSC_0171

48/20 REGRESSA A FAFE COM CONCERTO DUPLO

Luís Severo e Tomás Wallenstein no Teatro Cinema de Fafe. César Lacerda pela primeira vez em Fafe

O Ciclo de Cantatuores 48/20 recebe, no dia 2 do próximo mês, Luís Severo, compositor em destaque da nova geração da música nacional e que acaba de lançar o seu último disco.

Valor que se afirma a cada canção, com uma escrita madura pautada por um grande sentimentalismo e observação do que o rodeia. 

Vem acompanhado de Tomás Wallenstein, (vocalista de Capitão Fausto) com quem partilhará o palco e com quem dividirá canções.

Isto tudo em regime de cumplicidade e informalidade, numa noite única e imprevisível que não se pode perder.

O concerto no Teatro Cinema de Fafe tem início marcado para as 21h30.

Ainda este mês, o 48/20 traz a Fafe, César Lacerda. O músico brasileira atua pela primeira vez em Fafe, prometendo um espetáculo muito especial na noite de 24 de Junho, no Teatro Cinema de Fafe, a partir das 21h30.

Os bilhetes para o primeiro concerto estão à venda na Loja Interactiva de Turismo e, em breve, estarão disponíveis os ingressos para o espetáculo de César Lacerda.

MONÇÃO PROMOVE ESCOLA DO ROCK TOUR 2017

Dia 28 de maio, domingo, pelas 16h00, no Cine Teatro João Verde. A entrada tem o valor de 2,50 €.

Na sequência da 3ª edição da Escola do Rock, iniciativa promovida pelo município de Paredes de Coura, quarenta músicos andam na estrada para a segunda digressão deste projeto musical. Este domingo, 28 de maio, pelas 16h00, atuam no Cine Teatro João Verde. A entrada tem o valor de 2,50 €.

Neste espetáculo, os monçanenses “Areia nos Calções” serão os responsáveis pelos primeiros acordes desta “Escola de Rock”, abrindo espaço para uma tarde muito animada protagonizada por vários jovens ligados por um sentimento comum: paixão pela música. 

Escola Rock (Large)

VILA DE PRADO PRESTA TRIBUTO A ZECA AFONSO

Cantigas de Maio: Concerto tributo a Zeca Afonso

A margem direita do Cávado prepara-se para receber mais um espetáculo de música ao vivo com a chancela de qualidade da Escola de Música da Junta de Freguesia da Vila de Prado, com o concerto ‘Cantigas de Maio’ que se afigura um hino à liberdade e à democracia. Alunos e professores voltam a dividir o palco num espetáculo em que a beleza melódica dos acordes se entrelaça com a força das palavras e o simbolismo dos poemas, criando a atmosfera perfeita para um espetáculo eletrizante. O concerto vai decorrer no próximo sábado (27 de maio), pelas 21h30, no auditório da sede da Junta de Freguesia da Vila de Prado.

Para os mais, velhos, as Cantigas de Maio prometem uma viagem ao passado e uma oportunidade soberana para recordar os temas que se celebrizaram na luta contra a ditadura e para reviver momentos marcantes na história do país. Para os mais novos, será uma oportunidade de conhecerem de forma mais lúdica os pergaminhos dos lutadores pela liberdade e contactarem de perto com a música que se fazia na altura em Portugal. A todos aguarda um serão interessante e animado. A entrada é gratuita.

Capturarzecamaio

BARCELOS REALIZA CONCURSO DE BANDAS

Concurso de Bandas de Vizela 2017

1000 euros em prémios para as melhores bandas!

Inscrições abertas até ao dia 20 de junho em concursobandasvizela.blogspot.pt

cartaz concurso bandas 2017

No sentido de estimular a formação e o trabalho desenvolvido pelos jovens músicos e pelas bandas amadoras, proporcionando aos jovens e à comunidade que de uma forma geral aprecia música, o contacto com novos talentos musicais, a Câmara Municipal de Vizela, em parceria com o Conselho Municipal da Juventude de Vizela (CMJV) vai realizar o Concurso de Bandas de Vizela 2017.

A edição deste ano do Concurso de Bandas de Vizela conta com a co-organização da Associação Juvenil VIA Vizela Imaginactiva e grupos informais de jovens como Occultdusk e outros.

Este evento é apoiado pela Opticália, Doors Caffe, Restaurante & Snack Bar Porta M, ASimobiliária, Callidas Clube Bar e Extrunorte.

O objetivo é estreitar relações e promover o trabalho em parceria das entidades, públicas ou privadas sem fins lucrativos, que desenvolvem ações e trabalham na área da Juventude.

Durante quatro noites, três eliminatórias e uma final, Vizela estará em festa nesta que será a quinta edição de um projeto que sempre foi bem acolhido pela população local, especialmente a juvenil e que motiva sempre a participação ativa do associativismo juvenil local.

As inscrições já se encontram abertas no site oficial concursobandasvizela.blogspot.pt . A primeira eliminatória realiza-se já no próximo dia 7 de julho.

Normas de funcionamento e participação do Concurso de Bandas de Vizela disponível emconcursobandasvizela.blogspot.pt.

CASA DA CULTURA DE MELGAÇO RECEBE FITAVALE

As Comédias do Minho trazem no próximo domingo o 7º FITAVALE, Festival Itinerante de Teatro de Amadores do Vale do Minho, à Casa da Cultura, em Melgaço. A ação decorrerá pelas 16h00, com a peça ‘Paraíso Funesto’, encenado pelo grupo Outra Cena.

FITAVALE 1

Sinopse

«Um dos efeitos do medo é perturbar os sentidos e fazer com que as coisas não pareçam o que são. O que assusta a pequena órfã Irene durante a noite? O ranger áspero da porta distante. Os passos quebradiços que estalam morosamente pelo longo corredor, imperáveis e cada vez mais perto…o cheiro pungente a peixe. Recorrendo a um plano derradeiro, os tios adotivos de Irene acolhem Gabriela, perceptora e licenciada em Psicologia, para descobrir a razão deste horror. E Francisco Riocorvo, também seu tio, porque lhe atormenta a presença de Gabriela? Fotonovela tornada mistério de palco, balão de pensamento e fala encenada para desvendar ‘Paraíso Funesto’.»

ENCENAÇÃO Tânia Almeida

AUTOR Desconhecido

INTERPRETAÇÃO Cândido Malheiro, Irene Costa, Mafalda Ferreira, Margot Silva, Maria Amorim, Sara Carpinteira, Sónia Almeida

O FITAVALE é organizado pela Comédias do Minho e integra cinco grupos de teatro de amadores do Vale do Minho, nomeadamente: Os Simples de Melgaço, a Associação Filarmónica Milagrense de Monção, + TAC de Paredes de Coura, Verdevejo de Valença e Outra Cena de Vila Nova de Cerveira. O Festival tem início hoje em Monção, percorrendo, até domingo, os restantes municípios do Vale do Minho:

Hoje, 19 de maio

MONÇÃO, Cineteatro João Verde

21h00 Abertura 7º FITAVALE

21h30 PONTE, VerdeVejo

20 MAIO

PAREDES DE COURA, Centro Cultural

16h00 JOÃO VERDE, 150 – VIDA E OBRA, Associação Filarmónica Milagrense e Comunidade de Monção

VALENÇA, Auditório de Verdoejo

21h30 MACBETH, + TAC

21 de MAIO

MELGAÇO, Casa da Cultura

16h00 PARAÍSO FUNESTO, Outra Cena

VILA NOVA DE CERVEIRA, Cineteatro

21h30 MARATONA, Os Simples

Programa aqui!

FITAVALE

GRUPO DE TEATRO OS SIMPLES APRESENTAM NOVA PEÇA, 27 de maio na Casa da Cultura

MARATONA é o nome da mais recente peça do grupo amador de teatro melgacense ‘Os Simples’. O espetáculo estará em cena na Casa da Cultura, no próximo dia 27 de maio, pelas 21h30. A encenação é de Joana Magalhães e trata-se de uma epopeia trágico-cómica de uma família a salto para França. ‘Com passadoras de homens, carabineiros, e outros aventureiros. Histórias de fronteira e de um passado recente, que continua a ter presente.’, considera o grupo que levará a palco a peça já este domingo, no Cineteatro de Vila Nova de Cerveira, pelas 21h30, no âmbito do FITAVALE.

ENCENAÇÃO E DRAMATURGIA Joana Magalhães
TEXTO Vários Autores
INTERPRETAÇÃO Ana Freitas, Artur Caldas, Cristina Vilas, Gabriel Lourenço, Humberto Sousa, Igor Gonçalves, Inês Ribeiro, Jorge Filipe Dias, Juliana Pires, Lídia Sousa, Maria Clara Araújo, Maria José Rocha, Maria José Silva, Maria Olívia Lima, Tânia Domingues
CENOGRAFIA Raul Cardoso
DESENHO DE LUZ Vasco Ferreira
VOZ OFF Tânia Almeida
AGRADECIMENTOS Sport Clube Melgacense e Município de Melgaço

A saber que a Comédias do Minho é um projeto cultural que começou em 2003, com a colaboração dos municípios de Melgaço, Monção, Paredes de Coura, Valença e Vila Nova da Cerveira, destinado a criar uma companhia de teatro profissional.

A sua missão é dotar o vale do Minho de um projeto cultural próprio, adaptado à sua realidade socioeconómica e, portanto, com um enfoque especial no envolvimento das populações, a partir da construção de propostas de efetivo valor participativo e simbólico, para as comunidades a que se dirigem.

Maratona_A3_1EURO

CÂMARA DE FAMALICÃO E ArtEduca PROMOVEM CONCERTO PARA AS FAMÍLIAS

Grande concerto comemorativo do Dia Internacional da Família este domingo, dia 21, a partir das 16h00, na Praça D. Maria II

As famílias famalicenses já afinam a voz para o grande concerto que a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão e a ArtEduca – Conservatório de Música de Famalicão promovem este domingo, 21 de maio, para assinalar o Dia Internacional da Família.

Câmara e ArtEduca promovem concerto para as famílias

O espetáculo “O que une a tua família?” decorrerá a partir das 16h00, na Praça D. Maria II, e contará com a participação de cerca de 300 elementos da orquestra de cordas e sopros e do grande coro da ArtEduca, que se associou mais uma vez à autarquia famalicense na promoção do “Mês da Família” que, recorde-se, arrancou no passado dia 3 com um conjunto diversificado de iniciativas.

O “Hino da Família” é uma das músicas integradas no alinhamento do espetáculo deste domingo, que terá uma duração aproximada de uma hora com a apresentação de mais de uma dezena de temas, da música clássica à música pop.

A assistir ao concerto, e na companhia da responsável pelo pelouro da Família – a vereadora Sofia Fernandes, estará o Presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, que lança o convite a todas as famílias do concelho para que no próximo domingo venham fazer parte desta grande festa.  

Promover e sensibilizar a população para as questões da família e para a proteção dos seus valores de união, amor, respeito, solidariedade e diversidade são os objetivos do “Mês da Família”.

Recorde-se que em 1993 a ONU proclamou o dia 15 de maio Dia Internacional da Família, refletindo a sua importância na comunidade internacional. Desde 1994 que pelo mundo fora se celebra a data com diversos eventos, focando temas centrais para a vida das famílias.

MAFALDA VEIGA ATUA EM ARCOS DE VALDEVEZ

Mafalda Veiga apresenta no próximo dia 20 de maio o seu mais recente trabalho,"Praia", ao vivo no Auditório da Casa das Artes em Arcos de Valdevez.

mafaldveigarc

“Praia” é um espetáculo em que (quase) tudo se renova: nova banda, novo alinhamento, novas canções e um novo projeto de  palco, som, luz e vídeo, este com pequenos filmes inéditos realizados pela própria Mafalda.

O disco novo é tocado na íntegra, mas o público pode também contar com as canções mais emblemáticas e incontornáveis da artista, agora com arranjos que se aproximam da sonoridade deste mais recente trabalho.

Os bilhetes já estão à venda na Casa das Artes de Arcos de Valdevez e custam 10€.

Mafalda Veiga conta-nos: “É um espetáculo mais solto e mais direto, com o mesmo conceito que definiu a produção do disco “Praia”, em que quero transportar para o palco a liberdade com que componho e ensaio. Essa atitude tem uma grande energia, e essa foi a intenção que me levou a convidar estes músicos que integram a minha nova banda. Neste espetáculo toco outros instrumentos para além da guitarra, tal como faço ao compor, e todos os músicos colaboram nesse sentido, de forma a criar ambientes que servem o que queremos transmitir em cada canção. O Diogo (piano) toca percussão ou guitarra nalguns temas, assim como o Riquier(guitarra) tocará teclado noutros, e essa abertura torna o espetáculo mais orgânico e mais rico musicalmente.”

Ficha Técnica do concerto de Arcos de Valdevez:

Mafalda Veiga – Voz, guitarra acústica, elétrica, melódica e teclado;

Fred – Bateria e percussão;

Marco Nunes – Guitarra elétrica;

Miguel Barros – Baixo;

Ricardo Riquier – Guitarra elétrica, guitarra acústica e voz;

Diogo de Almeida Ribeiro – Piano, teclados, guitarra acústica, percussão e voz;

João Bessa – Som frente;

Joca – Som palco;

Leocádia Silva – Luz e vídeo;

Daniel Mestre e Paulo Ricardo – Backline;

Ana Moitinho – Booking e Management;

20 DE MAIO, ARCOS DE VALDEVEZ – AUDITÓRIO DA CASA DAS ARTES | 22H00
PREÇO ÚNICO - 10,00€

BILHETES: À venda na Casa das Artes de Arcos de Valdevez

INFO/BILHETES:+351 258 520 520 / casadasartes@cmav.pt

Joana Lima Rocha – Road Manager

CASA DA MÚSICA E SERRALVES EM FESTA RECEBEM “ESCOLA DO ROCK” TOUR 2017

27 maio |Auditório Municipal de Vigo

28 maio | Cine Teatro João Verde, Monção

3 junho | Serralves em Festa, Porto

28 junho | Casa da Música, Porto

A Escola do Rock faz-se à estrada com dois concertos no Porto, Casa da Música e Serralves em Festa, repetindo a passagem por Vigo e Monção, Auditório Municipal e Cine Teatro João Verde, respetivamente, naquele que é o Tour 2017 e que serve de ‘warm up’ para o Festival Paredes de Coura.

mupi4 VISUALIZAÇÃO screen.jpg

No ano em que emblemático festival celebra os seus 25 anos, cabe à Escola do Rock a honra de abertura do palco principal com uma formação de cerca 40 jovens com idades entre os 13 e os 30 anos, que são guitarristas, bateristas, baixistas, teclistas, clarinetistas, saxofonistas, flautistas e vocalistas, revisitando no seu reportório muitos dos clássicos do rock'n'roll assim como temas de algumas das bandas que nos últimos anos passaram pelo Festival Paredes de Coura.

O presidente da Câmara de Paredes de Coura, Vitor Paulo Pereira, bem como o vice-presidente Tiago Cunha integram o elenco da edição deste ano da Escola do Rock, dirigida pelo Space Ensemble e que reúne por períodos intensivos de 5 dias para ensaiar do nascer do sol ao sol posto, na semana anterior ao Natal.

Recorde-se que da 1ª edição da Escola do Rock, com a qual o Município de Paredes de Coura foi distinguido em 2015 com o Prémio “Município do Ano UM-Cidades” instituído pela Universidade do Minho, sobressaiu também a participação dos jovens músicos no Festival Vodafone Paredes de Coura, no âmbito do projeto ‘O Festival sobe à vila’.

É que este é um projeto singular. Podia ser uma escola sobre Duke Ellington, Mozart ou Mahler. Sobre John Cage ou John Adams. Seria espetacular! Mas em Paredes de Coura decidiram criar uma escola de música sobre Led Zeppelin, Beatles, Pixies, Nirvana, Morphine, Motorhead, Tame Impala, Franz Ferdinand, Bob Dylan, Neil Young, Rage Against the Machine e muitos outros. E tem sido incrível!

SUNSET RALLY: REALIZA-SE NO LARGO DA SENHORA DAS NEVES EM DEM

A partir das 18H00, a festa do desporto motorizado realiza-se no Largo da Senhora das Neves, em Dem

A maior festa do desporto motorizado está a chegar às estradas do concelho de Caminha. A classificativa do Rally de Portugal 2017 no concelho de Caminha terá lugar já na sexta-feira, dia 19. Amanhã, a Câmara vai organizar o “Sunset Rally”, a partir das 18H00, no Largo da Senhora das Neves, em Dem.

sunset rally.jpg

O “Sunset Rally” vai contar com animação musical a cargo de dois DJs: Reservoir DJs e Lázaro Pereira (DJset).

Recorda-se que dada a sua dimensão, este evento traz milhares de pessoas ao concelho, mas também apresenta algumas condicionantes no trânsito, cujo objetivo é assegurar a segurança dos espectadores e dos participantes.

A realização da prova e toda a logística envolvida obrigam a algumas condicionantes no trânsito. Assim, as populações deverão estar atentas e seguir as indicações, em cada freguesia, por forma a minimizar os transtornos e a desfrutar o melhor possível de uma grande festa do desporto automóvel.

Nas zonas afetadas pelas interdições de trânsito, apenas poderão circular veículos devidamente credenciados pertencentes à organização, bem como moradores das áreas abrangidas pela interdição, sendo que deve ser feita prova de que aí efetivamente reside.

Qualquer dúvida ou esclarecimento deverá ser feito junto do Posto Territorial de Caminha da GNR, ou através do contacto telefónico 258719030.

Condicionamentos de trânsito

FASE 1

18 DE MAIO a partir das 17H00 até 19 DE MAIO às 06H00

DEM

- Interdição do trânsito em geral da Rua Sra. das Neves - Dem, desde o seu cruzamento com a Rua da Igreja (EM 526) até ao acesso da Capela Sra. das Neves;

- Cerca das 18h00, abertura da Zona de Espetáculo Noturna — FUN ZONE, junto à Capela da Sra. das Neves (Animação Noturna), sendo permitido apenas o acesso a espectadores apeados;

 - Interdição do trânsito em geral da estrada de acesso ao Lugar da Panasqueira-Dem, com início na Rotunda de acesso A28;

UNIÃO DE FREGUESIAS DE VENADE E AZEVEDO

- Interdição do trânsito em geral, desde a Avenida de São Miguel, junto à casa florestal de Azevedo, até ao cruzamento dos 7 Caminhos.

- Criação de Saída de Emergência desde o Cruzamento dos 7 Caminhos, em direção ao Lugar de S. Miguel – Vila Verde Riba D’Ancora.

UNIÃO DE FREGUESIAS DE CAMINHA E VILARELHO

- Interdição de trânsito em geral, da Rua de Santo Antão, com início junto da antena de telecomunicação da NOS. O acesso ao monte de Santo Antão encontra-se vedado ao público em geral.

VILE

- Interdição de trânsito no entroncamento de acesso à Capela de S. Pedro de Varais (Calvário).

RIBA D’ANCORA

- Interdição de trânsito da EM 527, desde o entroncamento de S. Miguel até ao cruzamento dos 7 Caminhos, para criação de saída de emergência.

FASE 2

19 DE MAIO – das 06H00 até ao final da prova

UNIÃO DE FREGUESIAS DE GONDAR E ORBACÉM

 - Estacionamento proibido na EN 305, entre o nó da A28 e o cruzamento de Dem / Gondar.

- Trânsito proibido na EN 305, no sentido V.P. Ancora / Lanheses, entre o nó da A28 e o cruzamento de Dem / Gondar.

- Trânsito proibido na EN305, no sentido Lanheses/V.P. Ancora, entre o cruzamento de Dem/Gondar e o fim da SS.

DEM

- Interdição do trânsito no acesso à Capela Sra. das Neves.

UNIÃO DE FREGUESIAS DE VENADE E AZEVEDO

- Interdição total do trânsito, no cruzamento dos 7 Caminhos.

RIBA D’ANCORA

- Interdição total do trânsito da EM 527, desde o entroncamento de S. Miguel, até ao cruzamento dos 7 Caminhos, para criação de saída de emergência.

UNIÃO DE FREGUESIAS DE CAMINHA E VILARELHO

- Interdição de trânsito em geral, na Rua de Santo Antão, com início junto da antena de telecomunicação da NOS. O acesso ao monte de Santo Antão encontra-se vedado ao público em geral.

- Condicionamento do trânsito nas seguintes ruas para passagem dos carros dos concorrentes, sendo apenas permitido a circulação de trânsito num sentido, seguindo a seguinte ordem:

EN 13

Rua 16 de Setembro

Praça Pontault-Combault

Largo da Feira

Cruzamento Rua da Trincheira

Cruzamento Rua Visconde Sousa Rego

Rua de Santo António

Rua Nossa Senhora da Graça

Rua de Senandes

Rua General Andrade e Castro

Rua de Ligação de Rua General Andrade e Castro para Santo Antão

Rua de Santo Antão

CRISTINA BRANCO | MENINA ATUA EM PONTE DE LIMA

13 de Maio – 22h00 – Teatro Diogo Bernardes – Ponte de Lima

Uma das vozes mais marcantes da actual música portuguesa, com destaque para o Fado, Cristina Branco sobe ao palco Teatro Diogo Bernardes, em Ponte de Lima para apresentar o seu mais recente trabalho “Menina”, após um significativo número de concertos da tour europeia marcados pelo êxito e reconhecimento artísticos.

cristina_branco_mupi_.jpg

O álbum “Menina” recebeu o Prémio Autores da Sociedade Portuguesa de Autores para Melhor Disco 2016 e Cristina Branco está nomeada para o Globo de Ouro na categoria de Melhor Intérprete Individual, cujo vencedor será conhecido na gala a realizar a 21 de Maio próximo.

Cristina Branco é sinónimo de sofisticação. Dentro de uma área de fortes raízes conservadoras e tradicionalistas como é o caso do fado, Cristina Branco apresenta sempre uma alternativa alicerçada em poetas eternos-clássicos, compositores requintados e músicos de excelência que transpõem uma aura única ao vivo. São perto de uma dezena de discos que, juntamente com centenas de espectáculos um pouco por todo o mundo, atribuem a Cristina Branco, e ao seu trabalho, um significado muito particular num trilho único traçado entre a sofisticação, tradição e inovação. Em Setembro de 2016 lançou «Menina», um disco de novas abordagens que combina, com ousadia e elegância, os contributos de uma multiplicidade de autores portugueses.

Álbuns editados:

1 – Cristina Branco in Holland (CD, Ed. Autor, 1997)

2 – Murmúrios (CD, Music & Words, 1998) ([1])

3 – Post-Scriptum (CD, L'Empreintdigitale/Harmonia Mundi, 1999) – reeditado em 2000 com um novo tema

4 – Cristina Branco canta Slauerhoff (CD, 2000)

5 – Corpo Iluminado (CD, Universal, 2001)

6 – O Descobridor (CD, Universal, 2002) – reedição de Slauerhoff

7 – Sensus (CD, Universal, 2003)

8 – Ulisses (CD, Universal, 2005)

9 – Live (CD, Universal, 2006)

10 – Abril (CD, Universal, 2007)

11 – Kronos (CD, Universal, 2009)

12 – Não há só Tangos em Paris (CD, Universal, 2011)

13 – Alegria (CD, Universal, 2013)

14 – Idealist (3CD, Universal, 2014)

15 – Menina (CD, Arruada / Universal, 2016)

Bilhetes à venda (5,00€) e mais informações no Teatro Diogo Bernardes, pelo telefone 258 900 414 ou pelo email teatrodb@cm-pontedelima.pt

BARCELOS REALIZA FESTIVAL DA CANÇÃO

Inscrições abertas para o Projeto Artístico 2017

Casa da Juventude continua a incentivar talentos artísticos nas áreas da música e da dança

Já estão abertas as inscrições para a primeira fase do Projeto Artístico (PA) Barcelos 2017, uma iniciativa dedicada à educação através das expressões artísticas e que tem como principal objetivo criar condições de produção, revelação e valorização das competências dos jovens do concelho.

P.A. Projeto Artístico 2017 - Programa.jpg

O Festival da Canção decorre nos dias 16 e 17 de junho, pelas 21h30, no Largo da Porta Nova, e tem duas categorias: versão original e versão de artista/cover. Os candidatos deverão inscrever-se até ao dia 23 de maio e comparecer no casting, no dia 26, pelas 19h, na Casa da Juventude.

No mês de julho, no dia 13, decorre o Festival de Bandas de Barcelos, pelas 21h30, na Alameda das Barrocas; e o Festival de Dança, no dia 16 de julho, às 18h, também na Alameda das Barrocas. As inscrições para estas duas iniciativas estão abertas até dia 23 de junho.

O projeto regressa com o Encontro de Coros no Teatro Gil Vicente, nos dias 24 e 25 de novembro, pelas  21h30, e cujas inscrições estarão abertas até dia 3 de novembro. O auditório do Teatro receberá ainda até ao final do ano a Noite de Fados, no dia 2 de dezembro, pelas 21h30. As inscrições decorrem até dia 3 de novembro e o casting de seleção decorre no dia seguinte, pelas 10h00, na Casa da Juventude.

O PA é organizado pela Câmara Municipal de Barcelos e pela Casa da Juventude e decorre entre junho e dezembro, contemplando várias áreas de ação e de interesse.

Ao longo dos últimos anos, os jovens barcelenses têm aderido grandemente ao Projeto da responsabilidade do Pelouro da Juventude, reflexo do seu interesse proeminente nas áreas relacionadas com as múltiplas dimensões artísticas, nomeadamente na música e na dança. 

PONTE DE LIMA: UNÍSSONO – COMPOSIÇÃO PARA CINCO BAILARINOS | VICTOR HUGO PONTES / NOME-PRÓPRIO

12 de Maio – 22h00 – Teatro Diogo Bernardes – Ponte de Lima

A dança contemporânea regressa ao Teatro Diogo Bernardes na próxima sexta-feira, 12 de Maio às 22h00, pela Companhia Nome-Próprio com o espectáculo Uníssono – Composição para Cinco Bailarinos, de Victor Hugo Pontes, trabalho que tem merecidos os mais altos elogios da crítica da especialidade.

unissono_mupi_.jpg

Em Uníssono – Composição para cinco bailarinos, interessa-me mostrar, por um lado, que nenhum objecto artístico é distinguível das pessoas que o compõem e, por outro, que nenhuma ocorrência artística é essencialmente replicável, sendo antes essencialmente única. A composição coreográfica que aqui se apresenta pode representar um ritual, conceito operativo nesta peça: nas sociedades (humanas e animais), os movimentos fundamentais, simbólicos ou funcionais, são ritualizados, definindo à partida a norma e o desvio à norma, o padrão e a inovação, a tendência e a contracultura. A questão é: até que ponto o ritual é representativo?

Cinco bailarinos em palco interpretando em uníssono movimentos ritualizados são um só corpo? Oblitera-se a individualidade? A percepção do espectador resulta da harmonia do todo, da especificidade de cada corpo em acção, ou de ambas?

Uníssono – Composição para cinco bailarinos testa três ideias principais, a partir dos diferentes significados de declinação: a ideia de recriação de sentidos a partir de uma matriz; a ideia de que a vida é um caminho para a morte, ou o declínio do homem; e, finalmente, a ideia de que é impossível declinar a representação humana na arte, sob pena de se recusar a própria arte.” Victor Hugo Pontes

Ficha artística:

Direcção Artística | Victor Hugo Pontes

Cenografia | F. Ribeiro

Direcção Técnica e Desenho de Luz | Wilma Moutinho

Música | Hélder Gonçalves

Operação de luz | Joaquim Madaíl

Operação de som | Fábio Ferreira

Apoio Dramatúrgico | Madalena Alfaia

Interpretação | André Cabral, Bruno Senune, Elisabete Magalhães, Teresa Alves da Silva e Valter Fernandes

Direcção de Produção | Joana Ventura

Produção Executiva | Paula Adriana Silva

Co-Produção | Nome-Próprio , Teatro Municipal São Luiz, Teatro Municipal do Porto Rivoli.Campo Alegre

Agradecimento | Marco da Silva Ferreira

A Nome Próprio é uma estrutura residente no Teatro Campo Alegre, no âmbito do programa Teatro em Campo Aberto.

Bilhetes à venda (2,00€) e mais informações no Teatro Diogo Bernardes, pelo telefone 258 900 414 ou pelo email teatrodb@cm-pontedelima.pt.

FAMALICÃO APRESENTA LAURUS NOBILIS MUSIC 2017

Conferência de imprensa de apresentação do festival, amanhã, pelas 11h00, no café-concerto da Casa das Artes de Famalicão

O café-concerto da Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão acolhe amanhã, sexta-feira, 12 de maio, pelas 11h00, a conferência de imprensa de apresentação do Festival Laurus Nobilis Music 2017. A sessão contará com a presença do coordenador da organização do festival, José Aguiar, e da vereadora da Juventude da autarquia famalicense, Sofia Fernandes.  

Os finlandeses Amorphis e os portugueses Linda Martini, PAUS e Killimanjaro são os cabeças de cartaz desta terceira edição do festival, organizado pela Associação Ecos Culturais do Louro em parceria com a Câmara Municipal de Famalicão.

Recorde-se que o Laurus Nobilis Music decorre na freguesia do Louro, em Vila Nova de Famalicão, de 27 a 29 de julho, com entrada gratuita no primeiro dia. Os bilhetes diários já se encontram à venda nos locais habituais pelo preço de 15 euros. O passe geral para os 3 dias do festival tem o custo de 25 euros.

ENTRE MARGENS – ENCONTRO DE TOCADORES 2017 REGRESSA A CAMINHA DE 2 A 4 DE JUNHO

Caminha vai voltar a ser a capital da música e do instrumento tradicional. De 2 a 4 de junho, o Entre Margens – Encontro de Tocadores vai tomar conta dos vários espaços culturais, ruas e praças de Caminha. Palestras, oficinas, concertos, projeção de filmes e documentários, bailes noturnos à volta de "jamsessions" dos vários músicos presentes vão dar o mote a esta edição.

entre margens 1.jpg

O Entre Margens – Encontro de Tocadores abre a programação de verão no concelho. A organização está a ultimar os preparativos para que esta edição atraia cada vez mais visitantes. O objetivo é promover e divulgar o concelho a nível nacional e internacional e potenciar a economia local.

Assim, Caminha prepara-se para abrir as portas dos seus espaços culturais e das suas ruas e praças para acolher tocadores de instrumentos tradicionais de gerações distintas que vão partilhar conhecimentos, repertórios e técnicas instrumentais, possibilitando a continuidade das tradições musicais de várias regiões de Portugal, Minho em particular, e da Galiza.

O Entre Margens – Encontro de Tocadores conta com um extenso programa com destaque para as oficinasde concertina, violino popular galego e rabeca chuleira, cantos polifónicos de Lafões e pandereteiras, toques de chamarritas, bailes de chamarritas e gaita-de-fole, exposições, mostra de construtores de instrumentos musicais tradicionais, palestras, concertos, foliadas e bailes ao improviso, encontro de Zés Pereiras (grupos de Portugal e da Galiza), entre outras atividades.

entre margens 2.jpg

Esta edição vai ser marcada pela apresentação de vários trabalhos musicais, designadamente: “Cantos de Cego da Galiza e Portugal”, por Ariel Ninas e César Prata; “O Acordeão Na Costa da Morte” por Xurxo Souto e Pazos de Merexo; “As Coletâneas dos Açores”, por Emiliano Toste e ainda “Aires de Pontevedra: Ricardo Portela”, por OscarIbañez. Para além da apresentação dos vários trabalhos, há ainda vários concertos, com destaque para Ariel Ninas e César Prata e Daniel Pereira “Cristo”.

Durante os três dias, será possível assistir a várias palestras: “A Questão de Género nas Músicas de Tradição Oral”, por Júlia Feijóo; “Os Arquivos de Música Tradicional na Rede”, por Sérgio de La Ossa; “As Polifonias de Lafões” por Maria Rosa Pestana; “As Gaitas Antigas de Portugal”, por Pablo Carpinteiro e ainda “A Rabeca Chuleira”, por Emiliana Silva.

O Entre Margens é organizado por PédeXumbo – Associação para a Promoção da Música e da Dança, aCentral Folque – Centro Galego Música Popular, Coreto – Associação para a Promoção de Artes e Culturas Tradicionais e Câmara Municipal de Caminha. Conta ainda com os apoios da AGADIC – Axencia Galega das Industrias Culturais, Freguesia de Caminha e Vilarelho, Fundação INATEL e MusicTrad.

Mais informações em e pedexumbogeral@pedexumbo.com.

Entre Margens (1).jpg