Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

MULTINACIONAL JAPONESA INVESTE EM BRAGA

Multinacional japonesa chega aos 350 postos de trabalho ainda em 2017. Fujitsu é um ‘extraordinário’ exemplo do trabalho da InvestBraga

Um ano após a sua instalação em Braga, a Fujitsu é a mais recente Embaixadora Empresarial do Concelho e prepara-se para atingir a marca de 350 postos de trabalho ainda no decorrer deste ano. Actualmente com mais de 200 colaboradores, o Centro de Competências da multinacional japonesa disponibiliza um serviço de suporte técnico em sete línguas diferentes e está a deslocar serviços de vários países para se instalarem em Braga e dar resposta ao seu mercado global.

CMB07042017SERGIOFREITAS0000006129.jpg

“Todo o processo da vinda da Fujitsu para Braga é um exemplo extraordinário do trabalho desenvolvido pela InvestBraga ao nível da captação de investimento para o Concelho. Os números hoje apresentados excedem até as expectativas iniciais da empresa e comprovam a capacidade, a qualidade e o talento que Braga oferece a quem aqui se quer instalar para desenvolver o seu modelo de negócio”, referiu Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, durante a visita às instalações da empresa, que decorreu esta Sexta-feira, 7 de Abril.

Localizada no Pólo de Negócios de Lamaçães, a Fujitsu “é uma empresa de excelência a nível global que criou emprego qualificado em Braga e que demonstra que a Cidade tem muito potencial, sendo também uma referência ao nível dos recursos humanos para projectos em várias áreas de actividade”, sustentou o Autarca.

Já o presidente da InvestBraga, Carlos Oliveira, congratulou-se com os níveis de excelência alcançados pela Fujitsu num curto espaço de tempo. “Foi com grande satisfação que no ano passado acolhemos a Fujitsu e é com a mesma satisfação que agora a nomeamos Embaixadora Empresarial. Braga está no rumo dos investimentos sustentáveis com base no conhecimento e na tecnologia, que sejam geradores de emprego e de desenvolvimento”, referiu Carlos Oliveira, lembrando que o sucesso alcançado pela Fujitsu “vem comprovar que Braga reúne os factores essenciais para que mais empresas se instalem na Região”.

Por seu turno, a directora de marketing da Fujitsu Portugal, Susana Soares, lembrou que a escolha de Braga para a instalação do Centro de Competências da Fujitsu relevou-se ´acertada´, agradecendo todo o apoio e disponibilidade do Município e da InvestBraga no processo de instalação da empresa.

“Este é um momento muito importante para a Fujitsu e, após um de funcionamento em Braga, podemos confirmar que esta foi uma aposta ganha. A Região tem uma população muito qualificada e com competências linguísticas elevadas, capaz de garantir os altos níveis de serviço que os Centros de Competência da Fujitsu fornecem aos seus clientes em todo o mundo”, explicou Susana Soares, lembrando ainda que “o capital intelectual e as competências técnicas que encontramos em Braga, juntamente com o nosso empenho na formação dos colaboradores, têm sido a chave para o sucesso”.

CMB07042017SERGIOFREITAS0000006132.jpg

CMB07042017SERGIOFREITAS0000006137.jpg

CMB07042017SERGIOFREITAS0000006138.jpg

PÓVOA DE LANHOSO PARTILHA COM GRUPO JAPONÊS BOAS PRÁTICAS DE IGUALDADE

O Município da Póvoa de Lanhoso  recebeu a  visita de uma delegação de Kyoto (Japão), que veio conhecer as Boas Práticas implementadas em  termos da Igualdade de Género, uma vez que tem sido uma referência neste âmbito.

Visita delegacao japonesa 1.jpg

A Vice-Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, Gabriela Fonseca, recebeu e acompanhou este grupo nipónico, de 20 pessoas, que ainda visitou o Centro Interpretativo Maria da Fonte, onde se realizou uma palestra, que deu a conhecer as diferentes realidades, e o Castelo de Lanhoso.

“Foi com muito orgulho que a autarquia recebeu esta delegação de Kyoto pois, para além de termos a oportunidade de partilharmos as nossas boas práticas de cidadania e igualdade de género, representa o reconhecimento, pela CIG, do bom trabalho realizado com a população e das medidas implementadas no seio da autarquia”, refere Gabriela Fonseca.

O Delegado Regional Norte da CIG – Comissão para a Igualdade de Género, Manuel Albano, também esteve presente assim como alguns elementos da Comissão “+ Igualdade, + Cidadania” da Autarquia Povoense. Este grupo deslocou-se à Póvoa de Lanhoso por indicação da CIG – Comissão para a Igualdade de Género, que entende como um bom exemplo o trabalho que a Autarquia vem desenvolvendo ao nível das políticas sociais de Igualdade, quer em termos internos quer em termos da própria comunidade, e orientadas para a diversidade e combate à discriminação múltipla.

“De lembrar ainda que o município da Póvoa de Lanhoso também foi, recentemente, um dos cinco municípios escolhidos pelo Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra para realizar os seus estudos sobre as boas práticas em Igualdade de Género, implementadas pelos municípios, e que nos permitiu conhecer a realidade Norueguesa”, finaliza a Vereadora.

Visita delegacao japonesa 2.jpg

Visita delegacao japonesa 3.jpg

Visita delegacao japonesa 4.jpg

FAMALICÃO É PROVA DE PORTUGAL COMPETENTE – AFIRMA O EMBAIXADOR DO JAPÃO

Hiroshi Azuma impressionado com a relevância económica do concelho no contexto nacional

O Embaixador do Japão em Portugal está impressionado com a relevância económica de Vila Nova de Famalicão no contexto nacional. Hiroshi Azuma visitou Vila Nova de Famalicão, sexta-feira, 16 de setembro, a convite do Presidente da Câmara, no contexto da estratégia de diplomacia económica que Paulo Cunha está a encetar para apoiar o fortalecimento da competitividade e internacionalização das empresas famalicenses. “Vila Nova de Famalicão é uma das melhores provas que Portugal tem para apresentar ao mundo do que são hoje as suas competências modernas para penetrar em mercados exigentes e competitivos como o japonês”, afirmou.

image48773.jpeg

O diplomata não poupou nas palavras para descrever um concelho que diz conhecer pelas suas“grandes empresas”“Exemplos de capacidade exportadora que alia qualidade industrial à inovação e à criatividade na cadeia de valor”. Aliás, incluiu nesse leque as empresas famalicenses presentes no mercado japonês, que “têm produtos de grande qualidade”.

O passo seguinte a esta visita, disse Azuma, passa pelo robustecimento das relações comerciais, colaborando com os empresários famalicenses na entrada ou consolidação dos seus negócios no Japão, terceira economia mundial, como é desígnio da ação da Câmara Municipal no plano económico. 

Paulo Cunha descreveu a visita do Embaixador do Japão em Portugal como “mais uma etapa no processo de internacionalização da economia famalicense”. E não escondeu, uma vez mais, a ambição de reforçar a condição de Vila Nova de Famalicão como terceiro concelho mais exportador e segundo com o melhor saldo da balança comercial, “ganhando novos mercados, produzindo e exportando cada vez mais”, de que resultará mais emprego e mais riqueza neste território.

Hiroshi Azuma foi recebido nos Paços do Concelho a partir de onde cumpriu uma jornada que incluiu uma visita à Tesco (nas imagens), em Ribeirão – empresa cuja estrutura acionista é 100 por cento japonesa e que prepara uma terceira fase de expansão no concelho – e a presença na conferência ‘Famalicão Made INternational’ para empresários sobre as oportunidades de negócio no mercado nipónico. 

Ponto alto desta conferência que decorreu na Casa do Território, Parque da Devesa, foi a apresentação dos ‘Embaixadores Famalicenses no Japão’. Raquel Vieira de Castro (Vieira de Castro), António Soares (Riopele), Artur Rocha (Grupo Primor) e Jorge Ferreira (Meia Dúzia) são os empresários que conhecem bem o mercado nipónico e se disponibilizaram para aconselhar outras empresas famalicenses na entrada ou consolidação dos seus negócios no Japão.

'Famalicão Made INternational' é uma iniciativa da Câmara Municipal que conta com a cooperação da AICEP – Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal e da ADRAVE – Agência de Desenvolvimento Regional

image48785.jpeg

EMBAIXADOR DO JAPÃO ENCONTRA-SE AMANHÃ EM FAMALICÃO COM EMPRESÃRIOS DA REGIÃO

Conferência ‘Famalicão Made INternational’ na Casa do Território a partir das 14h30

O Embaixador do Japão em Portugal vem amanhã, sexta-feira, 16 de setembro, a Vila Nova de Famalicão para participar numa conferência dedicada às oportunidades de negócio que o mercado nipónico tem para oferecer. Hiroshi Azuma é uma das presenças confirmadas na segunda conferência de 2016 de ‘Famalicão Made INternational’, a realizar a partir das 14h30, na Casa do Território, Parque da Devesa.

A apresentação dos ‘Embaixadores Famalicenses no Japão’, empresários que conhecem bem o mercado nipónico e que se disponibilizaram para aconselhar as empresas famalicenses que pretendam explorar comercialmente as suas oportunidades de negócio, será outro dos momentos altos da sessão.

Capacitar as empresas famalicenses, sobretudo as startups e as PME, para a exportação, tendo em vista o alargamento da base exportadora do concelho, é o que ambiciona a Câmara Municipal com ‘Famalicão Made INternational’, iniciativa que conta com a cooperação da AICEP – Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal e da ADRAVE – Agência de Desenvolvimento Regional do Vale do Ave.

PROGRAMA

14h30 - Receção aos participantes

15h00 - Sessão de Abertura

Paulo Cunha, Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão

15h15 - As oportunidades do mercado japonês *

Hiroshi Azuma, Embaixador do Japão em Portugal

* intervenção em Inglês

15h45 - Experiência Empresarial no Japão

Assinatura dos Protocolos “Embaixadores Famalicenses no Japão”

16h15 - Produtos e Serviços de Apoio à Internacionalização

Maria João Veiga Gomes, Direção de Relações Institucionais e Mercados Externos da AICEP Portugal Global

16h45 - Encerramento

Joaquim Lima, Administrador-Delegado da ADRAVE

Leonel Rocha, Vereador do Empreendedorismo na Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão

FAMALICÃO: EMBAIXADOR DO JAPÃO INDICA CAMINHO PARA O INVESTIMENTO NO SEU PAÍS

‘Famalicão Made INternational’ regressa a 16 de setembro com conferência para capacitar empresas para exportação

Hiroshi Azuma, Embaixador do Japão em Portugal, protagoniza a apresentação das oportunidades de negócio que o mercado nipónico tem para oferecer, principal ponto do programa da segunda conferência de ‘Famalicão Made INternational’ a ter lugar no próximo dia 16 de setembro, a partir das 14h30, na Casa do Território, Parque da Devesa.

Conferência decorrerá na Casa do Território.jpg

O Japão enquanto destino de investimentos para os empresários famalicenses é agora o foco desta iniciativa da Câmara Municipal promovida pelo Famalicão Made IN. O objetivo, já se sabe, é capacitar as empresas no sentido do reforço da sua competitividade e potenciar a vocação exportadora junto das startups e das PME, tendo em vista o alargamento da base exportadora do concelho.

Esta segunda conferência de ‘Famalicão Made INternational’ reserva na apresentação dos ‘Embaixadores Famalicenses no Japão’ outro dos seus pontos altos. Será depois complementada com quatro ’oficinas de exportação’ de natureza prática, dinamizadas pelos empresários que abraçaram o papel de embaixadores, nos dias 22 e 29 de setembro, 6 e 13 de outubro, no Gabinete de Apoio ao Empreendedor.

A capacitação do território é vista como fundamental nesta estratégia do executivo liderado por Paulo Cunha de internacionalização da economia famalicense. Famalicão impõe-se como o terceiro concelho mais exportador do país, mas, na opinião do autarca, “a Câmara Municipal tem que continuar a colocar a sua força institucional ao serviço das empresas”. “É verdade que nos preocupamos com as empresas que já exportam, mas não é menos verdade que nos preocupamos ainda mais com as empresas que não exportam”, argumenta.

Com a cooperação da AICEP – Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal e da ADRAVE – Agência de Desenvolvimento Regional do Vale do Ave, ‘Famalicão Made INternational’ consiste em quatro conferências dedicadas às oportunidades de negócio em quatro mercados externos: França, Japão, Estados Unidos e Alemanha.

O programa desta conferência e o calendário das oficinas de exportação estão disponíveis para consulta em www.famalicaomadein.pt

EMBAIXADOR DO JAPÃO VISITA ARCOS DE VALDEVEZ

O Presidente da Câmara Municipal, João Manuel Esteves recebeu a visita do Embaixador do Japão em Portugal, Hiroshi Azuma, em Arcos de Valdevez.

visita_embaixador_japao.jpg

Esta visita realizou-se no âmbito do projeto Alto Minho Invest e teve como objetivo dar a conhecer os produtos locais, os Parques Empresariais e as vantagens competitivas do concelho, bem como promover as potencialidades turísticas.

De igual modo pretendeu-se abordar as oportunidades de exportação para os principais mercados externos, os apoios ao investimento e alguns aspetos práticos ligados às condições legais, para facilitar às empresas do Alto Minho a entrada nos caminhos da internacionalização.

No âmbito desta visita, o autarca recebeu o embaixador nos Paços do Concelho e realizou uma visita guiada por alguns dos principais monumentos da Vila, nomeadamente a Igreja do Espírito Santo, futuro Centro Interpretativo do Barroco, a Igreja Matriz, a Casa das Artes/Biblioteca concelhia e o Paço de Giela, monumento nacional.

No Paço de Giela foi feita uma apresentação do concelho e das suas potencialidades turísticas e acolhimento empresarial, assim como dados a conhecer os produtos regionais da localidade, nomeadamente os vinhos, o fumeiro e os doces, através de uma mostra e prova dos mesmos.

visita_embaixador_japao (14).JPG

visita_embaixador_japao (20).JPG

visita_embaixador_japao (21).JPG

IMPRENSA DO JAPÃO VISITA PONTE DE LIMA

Jornalistas Japoneses de visita ao CIPVV – Centro de Interpretação e Promoção do Vinho Verde em Ponte de Lima

Um grupo de jornalistas japoneses especialistas na temática do enoturismo visita o CIPVV – Centro de Interpretação e Promoção do Vinho Verde no próximo dia 23 de junho.

AMO_1749 (Small).JPG

A visita enquadra-se nas ações de promoção que a CVRVV - Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes tem dinamizado como forma de promover o Vinho Verde e a Região.

Acompanhados por um técnico da CVRVV, os jornalistas nipónicos terão a oportunidade de conhecer o CIPVV - Centro de Interpretação e Promoção do Vinho Verde e o Centro Histórico de Ponte de Lima.

Recentemente inaugurado, o CIPVV é um espaço de promoção do Vinho Verde, através da investigação e divulgação do lastro patrimonial, criando infraestruturas de apoio das rotas e itinerários turísticos associados ao vinho e à vinha, apresentando elementos alusivos à diversidade e à identidade da produção vitivinícola da região Demarcada dos Vinhos Verdes.

Torre dos Barbosa Aranha 04 (Small).JPG

IMG_4267 (Small) (1).JPG

EMBAIXADOR DO JAPÃO CONHECE POTENCIALIDADES DE CERVEIRA

HiroshiAzuma, Embaixador do Japão em Portugal, e Emi Ono, da Organização Oficial Comércio Externo do Japão, estiveram,este sábado, em Vila Nova de Cerveira,para conhecer e criar pontos de contacto com o setor empresarial e vertente cultural do concelho. O presidente da Câmara Municipal, Fernando Nogueira, acompanhou esta visita integrada no projeto Investe Alto Minho, dinamizado pela Comunidade Intermunicipal.

Visita Embaixador do Japão 30.04 (7)

O representante oficial em Portugal da terceira maior economia do mundo deslocou-se à Zona Industrial e ao Parque Industrial do Fulão para contactar com a realidade económica do concelho e explorar algumas oportunidades de investimento. Tendo Cerveira um grande potencial turístico-cultural, o autarca cerveirense proporcionou uma visita guiada ao Cervo, à Srª da Encarnação e ao Convento de S. Paio, local onde o mestre José Rodrigues dispõe de uma vasta coleção oriental. A deslocação terminou no Fórum Cultural, com uma resenha histórica do trabalho desenvolvido pela Fundação Bienal, tendo ainda visitado as exposições de Victorino d’Almeida e Eugénio de Andrade e assistido ao Concerto-Conferência ‘Portugalidade’ do Mastro Victorino d’Almeida.

O edil cerveirense, Fernando Nogueira, confirma “um encontro muito positivo, no qual ficou expresso um grande interesse do embaixador na atividade empresarial do concelho, solicitando um dossierespecífico das zonas industriais, como também pela transversalidade cultural promovida pela Fundação Bienal e a presença relevante de artistas japoneses ao longo das 18 edições do certame”.

Agradecendo a hospitalidade e sublinhando“um concelho encantador”, o embaixador HiroshiAzuma e a representante da JETRO, Emi Ono, manifestaram o seu apreço pelo empenho que o Município tem tido no desenvolvimento e preservação, destacando a promoção das artes.

De salientar que esta visita inscreve-se no âmbito da política de internacionalização do Município, recebendo a visita de representantes diplomáticos de países como Brasil ou Angola, e agora do Japão, com o objetivo de aprofundar o intercâmbio cultural e de captar investimento que contribua para o crescente desenvolvimento económico do concelho e para a criação de novas oportunidades de emprego e de negócio, com reflexos positivos no aumento constante da qualidade de vida, do conforto e do bem-estar da populaçãode Vila Nova de Cerveira.

GUIMARÃES RECEBE ENCONTRO DOS DESCOBRIMENTOS

O Objetivo deste Evento é fomentar a ligação entre a Comunidade Japonesa e o Mundo Ocidental, em especial com Portugal tendo em conta a sua localização estratégica e a sua história de amizade junto ao Japão, tornando-o uma porta de entrada a U.E.

Pretende-se cumprir esse objetivo, gerando Novos Negócios, Novas Oportunidades e Novos Relacionamentos junto aos participantes deste evento através de:

- Contato com a Camada Empresarial de várias regiões de Portugal

- Mostra de Produtos Regionais

- Palestras e Entrega de Homenagens

- Atividades de âmbito Cultural e Empresarial

- Contato com Câmaras Municipais

- Visita a Institutos de Investigação e Museus

Este Evento é indicado para todos os que tenham interesse no mercado, cultura, contatos ou trocas comerciais entre os países integrantes do Encontro dos Descobrimentos, neste caso, com especial destaque ao Japão, Portugal e Brasil.

Programa Provisório

1º DIA

Lisboa

24 de Junho de 2016 (sexta-feira)

19h30 - Jantar de Abertura em Lisboa

Homenagem especial aos 108 anos da chegada do Navio Kasato Maru (笠戸丸) ao Porto de Santos - Brasil.

Estadia em Hotel em Lisboa

2º DIA

Lisboa – Fátima

25 de Junho de 2016 (sábado)

09h00 - Tour em Lisboa de autocarro

- Período Lívre

15h30 - Partida de Lisboa para Fátima

17h00 - Chegada a Fátima

Visita ao Santuário

Visita ao Museu do Milagre de Fátima

19h45 - Apresentação das oportunidades de investimento em Ourém/Fátima como entrada para a U.E.

20h30 - Jantar de Confraternização com o Presidente da Câmara Municipal de Ourém/Fátima, Dr. Paulo Fonseca e camada empresarial da região.

Estadia em Hotel em Fátima

3º DIA

Fátima – Porto – Guimarães – Régua

26 de Junho de 2016 (domingo)

09h00 - Partida de Fátima para Porto

11h30 - Passeio na Ribeira do Porto

12h00 - Almoço na cidade do Porto

14h00 - Partida para Guimarães

14h30 - Chegada a Guimarães: Recepção da comitiva na plataforma das Artes (com a presença do Sr. Presidente Dr. Domingos Bragança, Vereador Dr. Ricardo Costa (DDE) e Vereador da Cultura Dr. José Bastos)

15h00 - Visita ao Museu José de Guimarães

(com a presença do Diretor do Museu – Prof. Nuno Faria)

15h30 - Degustação de produtos regionais

(OPCIONAL) 16h00 - Saída de Guimarães de autocarro (15min de distância) para visita ao Instituto Europeu de Medicina Regenerativa (visita acompanhada por um investigador, Prof. Miguel Oliveira)

18h00 - Chegada a Guimarães: paragem junto ao Paço dos Duques de Bragança, (OPCIONAL: Acesso ao Museu, recepção pela Diretora do Museu, Dra. Isabel Fernandes)

Período Livre – Visita à Feira Afonsina (Feira Medieval)

20h30 - Jantar Medieval no Centro Histórico (com a Câmara Municipal de Guimarães e com a Associação de Jovens Empresários de Guimarães)

22h00 - Partida para a Régua

Estadia em Hotel na Régua

4º DIA

Régua – Coimbra - Cascais

27 de Junho de 2016

10h00 - Visita ao Museu do Douro

11h00 - Cruzeiro da Régua (Rio Douro)

12h30 - Almoço e degustação de Produtos Regionais

14h30 - Partida para Coimbra

16h30 - Visita ao Centro Histórico de Coimbra

(Coimbra é uma cidade historicamente universitária, por causa da Universidade de Coimbra, uma das maiores universidades de Portugal, que foi fundada em 1290 por D. Dinis.)

20h00 - Jantar

22h00 - Regresso a Lisboa

Estadia em Hotel em Cascais

5º DIA

Cascais

28 de Junho de 2016 (terça-feira)

10h00 - Palestras, Apresentações e Homenagens no Centro Cultural de Cascais

Coffee Break

13h00 - Almoço

15h00 - Palestras, Apresentações e Homenagens no Centro Cultural de Cascais

Coffee Break

20h00 - Jantar de encerramento

Estadia em Hotel em Cascais

GUIMARÃES PARTICIPA NO ENCONTRO DOS DESCOBRIMENTOS "O JAPÃO E O MUNDO OCIDENTAL"

No passado dia 5 de Fevereiro, Gabriela Faria de Oliveira, Diretora Executiva do CIC - Centro Internacional de Cultura e Alberto Carvalho Neto, Vice-Presidente da Federação Sino-PLPE, estiveram na Cidade de Guimarães onde se reuniram com o Dr. Filipe Vilas Boas, Chefe da Divisão de Desenvolvimento Económico do Departamento de Urbanismo e de Promoção do Desenvolvimento do Município.

Nessa oportunidade, falou-se acerca das várias atividades que o Município tem vindo a desenvolver, a sua grande dimensão a nível industrial (com especial destaque ao sector têxtil), a exploração de produtos regionais, e a integração de Guimarães no Encontro dos Descobrimentos – O Japão e o Mundo Ocidental (2ª Edição), já tendo sido reservada a data de 26 de Junho de 2016 para as atividades de carácter cultural e empresarial que se desenvolverão.

Nessa data, a comitiva que participará neste evento será recebida pelo Sr. Presidente da Câmara, Dr. Domingos Bragança, bem como o Vereador Dr. Ricardo Costa e o Vereador da Cultura, Dr. José Bastos.

Prevê-se um dia muito dinâmico junto à camada empresarial da região, bem como a sua cultura, sendo que estão previstas diversas atividades destes âmbitos.

Fonte: CIC - Centro Internacional de Cultura

CIDADE DE NAGASAKI FOI DESTRUÍDA HÁ 70 ANOS!

Nagasaki foi fundada pelos portugueses há 445 anos, na Ilha de Kyushu, no sudoeste do Japão

No próximo dia 9 de agosto, passam precisamente 70 anos sobre a data da destruição da cidade japonesa de Nagasaki. Naquele fatídico dia, os Estados Unidos da América lançaram sobre a cidade a bomba atómica, após dias antes terem feito o mesmo em relação à cidade de Hiroshima.

Nagasaki foi criada pelos portugueses com vista ao estabelecimento de um porto de abrigo para os navios que demandavam aquelas paragens. Após um longo processo de negociações entre os jesuítas e Ômura Sumitada, senhor de Ômura e várias tentativas falhadas de fixação noutros locais, foi finalmente decidida a sua construção na ampla e profunda baía onde até então apenas existia uma pequena povoação de pescadores.

A construção foi iniciada em 1571 e a cidade rapidamente se transformou num importante entreposto comercial, sobretudo para os negociantes holandeses, ingleses, chineses e coreanos. De igual modo, constituiu um dos principais pontos de evangelização dos jesuítas no Extremo Oriente

Possuindo uma população maioritariamente cristã, em grande medida resultante da miscigenação entre portugueses e mulheres japonesas, Nagasaki era uma cidade carateristicamente portuguesa, com as suas catedrais, a organização paroquial e a Misericórdia fundada em 1583. Mas, ainda mais relevante, a introdução de numerosos vocábulos no dialeto local, a influência na gastronomia, no vestuário e em muitos outros hábitos japoneses.

A sua importância estratégica levou á instalação no local de uma importante base naval da Marinha Imperial do Japão, razão pela qual se tornou um dos alvos escolhidos para o lançamento da bomba atómica no final da Segunda Guerra Mundial que a destruiu quase por completo.

Mais do que qualquer outra cidade do Japão, Nagasaki permanece viva no coração dos portugueses!

IMPRENSA JAPONESA VISITA PONTE DE LIMA

Jornalistas japoneses visitam o CIPVV – Centro de Interpretação e Promoção do Vinho Verde em Ponte de Lima

O Município de Ponte de Lima recebeu um grupo de jornalistas japoneses, especializados na área do Enoturismo, no âmbito das iniciativas de promoção do Vinho Verde e da região pela Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes – CVRVV.

O grupo de seis jornalistas, que acompanhados por um técnico da CVRVV visitaram o futuro CIPVV - Centro de Interpretação e Promoção do Vinho Verde, fazem parte de importantes revistas de vinhos como a THE WINE KINGDOM Publishing Inc.; Winart; WANDS Publishing Limited; All About; Vinotheque; e a Basis Co.

Durante a visita, os jornalistas conheceram elementos alusivos à diversidade e à identidade da produção vitivinícola da Região Demarcada dos Vinhos Verdes. No final do encontro sucedeu-se a prova dos afamados Vinhos Verdes.

O CIPVV - Centro de Interpretação e Promoção do Vinho Verde, é um espaço criado com o objetivo de contribuir para a promoção do Vinho Verde, através da investigação e divulgação do lastro patrimonial, criando infraestruturas de apoio das rotas e itinerários turísticos associados ao vinho e à vinha e enriquecendo, de uma forma dinâmica, o produto final, na perspetiva da sua valorização económica.

O CIP do Vinho Verde irá funcionar num dos mais emblemáticos edifícios da história limiana e característico da arquitetura urbana da região Minhota: a Casa Torreada dos Barbosa Aranha.

BOMBA ATÓMICA FOI LANÇADA SOBRE NAGASAKI HÁ 69 ANOS!

Cidade japonesa de Nagasaki foi construída pelos portugueses

Passam precisamente 69 anos desde a data em que os Estados Unidos da América lançaram a bomba atómica sobre a cidade japonesa de Nagasaki. Tratava-se de uma cidade portuária fundada pelos portugueses, no século XVI, na ilha de Kyushu, distrito de Nishisonogi, repleta de igrejas e outros locais cristãos que testemunham a cultura e civilização portuguesas e fizeram dela uma porta do Japão aberta para o ocidente e o mundo.

Aug17-Article

A sua beleza natural levou Giacomo Puccino a escolhê-la como cenário da ópera “Madame Butterfly”. Porém o fato de ter sido o local escolhido para aí se estabelecer a base da Marinha Imperial Japonesa, Nagasaki veio a tornar-se conhecida pelos piores motivos: a destruição causada pelo lançamento da bomba atómica em 9 de agosto de 1945.