Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

GUIMARÃES REQUALIFICA CENTRO

Consulta do projeto da nova centralidade das Taipas na Junta de Freguesia a partir desta quarta-feira

Uma das autoras do projeto de arquitetura elaborado pela Universidade do Minho estará na sede de Junta para eventuais esclarecimentos.

A consulta do projeto da centralidade das Taipas vai estar disponível na sede de Junta de Freguesia a partir desta quarta-feira, 26 de abril, das 10 às 12:30 horas e das 14 às 17:30 horas, com o acompanhamento de uma das arquitetas que elaborou o projeto.

Outro horário mais alargado, incluindo em período noturno, poderá ser acordado entre a autora do projeto, Marta Labastida, e o Presidente de Junta de Freguesia de Caldelas, Constantino Veiga.

O projeto, com o respetivo acompanhamento técnico de uma das arquitetas da Universidade do Minho, estará disponível para consulta até ao fim da próxima semana.

GUIMARÃES QUER SER CAPITAL VERDE DA EUROPA

ESTE SÁBADO, 22 DE ABRIL (11H)

Juntas de Freguesia assinam Declaração de Consenso Político sobre Candidatura de Guimarães a Capital Verde Europeia 2020

Cerimónia decorrerá na manhã deste sábado, no Laboratório da Paisagem. Ato público reveste-se da maior importância para Guimarães.

As Juntas de Freguesia do concelho de Guimarães, tal como aconteceu com os partidos políticos, vão subscrever uma Declaração de Consenso Político que integrará a candidatura de Guimarães a Capital Verde Europeia em 2020.

A cerimónia de assinatura da Declaração, que decorrerá este sábado, 22 de abril, às 11 horas, no Laboratório da Paisagem, contará com a presença de todos os Presidentes de Junta e de Assembleia de Freguesia do território vimaranense.

Conscientes dos desafios que a problemática ambiental mundial encerra, em representação da população do seu território, os Presidentes das Juntas e das Assembleias de Freguesia assumem a responsabilidade de colaborar ativamente na procura de soluções e na resolução dos problemas ambientais de âmbito local.

GUIMARÃES PARTICIPA NO PARLAMENTO JOVEM

KAISERSLAUTERN RECEBE FASE FINAL EM MAIO

Escola Francisco de Holanda representa Guimarães no Parlamento Jovem Europeu 2017

Fase final realiza-se em Kaiserslautern (Alemanha) com a cidade anfitriã, Igualada (Espanha), Compiègne (França), Neuchâtel (Suíça) e Saint-Quentin (França). Aniversário do Tratado de Roma é o tema da nona edição.

Guimaraes_Parlamento_Jovem_Europeu2017_1Fase.jpg

A Escola Secundária Francisco de Holanda vai representar o concelho de Guimarães na 9ª edição do Parlamento Jovem Europeu, cuja fase final decorrerá no próximo dia 06 de maio na cidade alemã de Kaiserslautern, subordinada ao tema do 60º aniversário do Tratado de Roma que assinala seis décadas de União Europeia.

O apuramento decorreu esta quinta-feira à tarde, 20 de abril, no Grande Auditório do Centro Cultural Vila Flor, durante a realização da 1ª fase em que participaram igualmente as escolas Profitecla e Cisave, em representação do ensino profissional, e as escolas secundárias das Taipas, EB2,3 Santos Simões e Martins Sarmento, que venceu a edição do ano passado.

Com base na estratégia de desenvolvimento e aprofundamento das relações multilaterais europeias, as escolas participantes no projeto apresentaram os trabalhos na língua inglesa, iniciando depois um debate plural sobre as diferentes perspetivas oferecidas. Findo este período, as escolas foram avaliadas por um júri externo e por um júri interno, composto pelos participantes da sessão parlamentar.

GUIMARÃES PROCURA NOVA CENTRALIDADE

REQUALIFICAÇÃO DO CENTRO

Consulta pública do projeto da nova centralidade das Taipas alargada às instituições da vila

Câmara disponibiliza-se a colocar o projeto em diferentes locais para que se possa chegar a um consenso mais alargado possível.

TBOURO.jpg

A consulta pública do projeto da nova centralidade das Taipas será alargada às instituições da vila. A exemplo do que sucedeu em diversas ocasiões sobre o tema da requalificação do centro das Taipas, a Câmara Municipal de Guimarães está disponível, desde a primeira hora, a alcançar todos os cidadãos de Caldelas, no sentido de alargar o debate ao maior número de pessoas.

A Junta de Freguesia, como já sucedeu noutras sessões públicas de apresentação do projeto, onde teceu elogiosas considerações, é uma das entidades que, no dia de ontem (quarta-feira), manifestou disponibilidade de ter a exposição do projeto nas suas instalações, acompanhada tecnicamente por uma das arquitetas da Universidade do Minho que elaborou o projeto.

Outras entidades e forças vivas de Caldelas têm manifestado igualmente vontade de promover o conhecimento sobre o projeto da nova centralidade das Taipas, entusiasmo que a Câmara Municipal de Guimarães assinala e saúda, uma vez que é seu objetivo inicial envolver o maior número de pessoas e instituições.

20170419_115442.jpg

20170419_131014.jpg

20170419_155311.jpg

20170419_162902 (2).jpg

20170419_162902.jpg

ASSOCIAÇÃO DE PSICOLOGIA DA UNIVERSIDADE DO MINHO INSTALA-SE EM GUIMARÃES

INAUGURAÇÃO DECORREU ESTA QUARTA-FEIRA

Associação de Psicologia da Universidade do Minho abre portas em Guimarães em maio

APsi irá desenvolver o seu programa através da prestação de serviços destinados à sociedade civil e comunidade académica. Começa no dia 08 de maio.

Guimaraes_Associacao_Psicologia_UMinho.jpg

A sede da Associação de Psicologia da Universidade do Minho (APsi) em Guimarães foi inaugurada esta quarta-feira, 19 de abril, no piso superior das antigas instalações da CP, no edifício onde atualmente se encontra a “Loja Ponto Já”. A área superior, distribuída por quatro gabinetes e três salas de apoio, é destinada à APsi, que desenvolverá a sua atividade a partir do dia 08 de maio, com um calendário de consultas de segunda a sexta-feira, entre as 09 e as 12:30 horas e as 14 e as 19 horas.

«Este é um projeto de grande utilidade social! As parcerias dão coesão ao território e intensificam a relação da Universidade do Minho com Guimarães», referiu o Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, na cerimónia de inauguração, onde também este presente o Reitor da Universidade do Minho, António M. Cunha, o Presidente da Escola de Psicologia, Paulo Machado, o Diretor Executivo da APsi, Rui Abrunhosa, a vereadora Sameiro Araújo, em representação da Câmara Municipal de Braga, enquanto membro associado, entre outros convidados.

«A APsi é mais um bom exemplo do bom relacionamento com Guimarães. A localização deste edifício simboliza a partida e a chegada de pessoas», metaforizou António M. Cunha, considerando que o projeto permitirá «envolver estudantes em práticas de investigação da Escola com o melhor grupo de psicologia a nível nacional e com reconhecimento internacional, que muito orgulha a Universidade do Minho», acrescentou. Paulo Machado, por sua vez, afirmou que a nova sede permitirá «ajudar a criar a identidade da Associação».

Cooperação institucional

A instituição foi formalmente constituída em setembro de 2016, como associação de direito privado sem fins lucrativos que, em parceria com os Serviços de Ação Social da Universidade do Minho e as Câmaras Municipais de Guimarães e de Braga, promove o desenvolvimento global de pessoas, grupos e organizações, consubstanciando projetos da Escola de Psicologia e dos restantes parceiros no âmbito da interação com a comunidade.

A prestação de serviços realiza-se consoante as valências especializadas que são asseguradas por profissionais especializados no âmbito da Unidade de Desenvolvimento e Psicopatologia, Unidade de Neuropsicofisiologia, Unidade de Psicologia Clínica e da Saúde – Adultos, Unidade de Psicologia Clínica e da Saúde - Crianças e Adolescentes, Unidade de Psicologia Clínica e da Saúde - Perturbações Alimentares, Unidade de Psicologia da Justiça e Comunitária, Unidade de Psicologia da Educação e Vocacional e Unidade de Psicologia das Organizações.

GUIMARÃES REÚNE PARLAMENTO DOS JOVENS

9º Parlamento Jovem Europeu (1ª Fase) realiza-se esta quinta-feira em Guimarães

Escola que representará o concelho será apurada entre cinco instituições participantes. Cidade alemã de Kaiserslautern acolherá fase final da edição deste ano, no mês de maio.

Guimaraes_Parlamento_Jovem_Europeu_2017.jpg

O 60º aniversário do Tratado de Roma que assinala seis décadas de União Europeia é o tema da nona edição do Parlamento Jovem Europeu, cuja primeira fase decorre esta quinta-feira, 20 de abril, a partir das 15 horas, com alunos de cinco estabelecimentos de ensino vimaranenses a apresentarem os seus argumentos e propostas no Grande Auditório do Centro Cultural Vila Flor, em Guimarães.

Escola Secundária Francisco de Holanda, Escola Secundária Martins Sarmento, Escola Secundária das Caldas das Taipas, EB 2,3 Santos Simões e Escola Profissional CISAVE são os estabelecimentos de ensino que vão disputar um lugar na final europeia. O vencedor desta fase vai representar Guimarães em Kaiserslautern (Alemanha) no dia 06 de maio, juntamente com a cidade anfitriã, Igualada (Espanha), Compiègne (França), Neuchâtel (Suíça) e Saint-Quentin (França).

Com base na estratégia de desenvolvimento e aprofundamento das relações multilaterais europeias, as escolas secundárias e profissionais do concelho, que participam no projeto, apresentam os trabalhos na língua inglesa, iniciando depois um debate plural sobre as diferentes perspetivas oferecidas.

Findo este período, as escolas participantes serão avaliadas por um Júri Interno, composto pelos participantes da sessão parlamentar, e por um Júri Externo. Após a atribuição da pontuação final, será encontrado o representante oficial do Município de Guimarães na 2ª fase do Parlamento Jovem Europeu, que decorrerá no próximo mês.

GUIMARÃES CONQUISTA NOVA CENTRALIDADE

DISPONÍVEL NO CENTRO DA VILA

Público pode consultar projeto da nova centralidade das Taipas entre 19 e 28 de abril

Documento estará disponível ao público no centro da vila. Uma das autoras do projeto de arquitetura elaborado pela Universidade do Minho vai estar nas Taipas até à última sexta-feira de abril para eventuais esclarecimentos.

Guimaraes_Taipas_Nova_Centralidade_Proposta (1).jpg

A Câmara Municipal de Guimarães vai disponibilizar no centro das Taipas para consulta pública, a partir desta quarta-feira, 19 de abril, e até ao dia 28 deste mês, o projeto da nova centralidade da vila. Além do documento, disponível no espaço “Avô João”, no centro das Taipas, onde decorrerá a intervenção de maior vulto, a consulta poderá ser acompanhada por uma das arquitetas que elaborou o projeto, que estará presente no local de segunda a sexta-feira, das 10 às 12 horas e das 14:30 às 17:30 horas.

Aumentar a área de circulação pedonal e diminuir o pavimento rodoviário é um dos objetivos propostos pelo programa base de requalificação do Centro Cívico das Taipas que a Câmara Municipal de Guimarães apresentou publicamente aos habitantes da vila e que se encontra em apreciação para recolha de eventuais contributos.

A requalificação do centro das Taipas apresenta um conjunto de premissas relativas à mobilidade pedonal, à sensibilidade ecológica, ao património, às relações entre espaços próximos e à manutenção e gestão integrada que convergem num objetivo primeiro: (re)definir uma nova identidade para o espaço público capaz de articular os distintos espaços e memórias encontrados no lugar.

GUIMARÃES REQUALIFICA RUA DOS CUTILEIROS

ANTIGA ENTRADA NA CIDADE

Histórica rua dos Cutileiros (Creixomil) começou a ser requalificada pela Câmara de Guimarães

Rua passará a ter sentido único, mais área verde, iluminação LED e passeio pedonal em toda a sua extensão. Obras decorrem até ao final do verão.

Guimaraes_Rua_Cutileiros_Obras.jpg

A Câmara Municipal de Guimarães iniciou esta terça-feira, 18 de abril, a obra de reperfilamento e de requalificação da rua dos Cutileiros e da área envolvente à Igreja de Creixomil. A intervenção viária na antiga estrada nacional, outrora considerada uma das principais entradas na cidade, na ligação entre Guimarães e Famalicão, será efetuada em três fases. A primeira prolonga-se até 09 de junho, enquanto a segunda fase decorre entre 12 de junho e 11 de agosto e a terceira de 14 de agosto a 22 de setembro.

Durante a realização da empreitada, serão intervencionadas todas as infraestruturas existentes no subsolo da rua dos Cutileiros. A proposta visa essencialmente a resolução do problema viário e pedonal existente, dotando a rua dos Cutileiros de apenas uma única faixa de rodagem, com o sentido do trânsito na entrada da cidade, desviando dessa forma o tráfego de passagem. Com este reordenamento urbano, pretende-se melhorar os acessos pedonais e viários já existentes, valorizando todo o espaço público associado, criando-se novas áreas de lazer e uma nova disciplina nos lugares de estacionamento.

A intervenção incide também na construção de passeios em betuminoso pigmentado, com dimensões amplas, amigo dos modos de locomoção condicionados, conferindo prioridade aos peões. A faixa de rodagem passará a ter 4 metros de largura e passeio de ambos os lados da rua, garantindo-se os acessos viários a todas as garagens e habitações.

Mais área verde e percursos pedonais

Serão requalificadas áreas atualmente sem função para a criação de espaços de utilização coletiva e de enquadramento paisagístico, através do desenho do espaço público, reordenamento automóvel, pavimentação, arborização, corredores verdes, estacionamento, complementado com mobiliário urbano (bancos, papeleiras, ecopontos, caldeiras) e um sistema de iluminação LED.

Na interseção da rua dos Cutileiros com a rua Miradouro de Baixo, o projeto privilegia o peão, havendo a interrupção da faixa de rodagem para passeio valorizando desta forma os percursos transversais que dão continuidade a outras fases de projeto. Na rua Miradouro de Baixo apenas será permitido o acesso automóvel pela rua dos Cutileiros a residentes locais e veículos de emergência. Houve também a preocupação de valorizar o eixo principal cemitério-cruzeiro-igreja. Durante toda a intervenção, os transportes públicos terão um percurso alternativo.

ASSOCIAÇÃO DE PSICOLOGIA DA UNIVERSIDADE DO MINHO INAUGURA SEDE EM GUIMARÃES

ESTA QUARTA-FEIRA, 19 DE ABRIL (11H)
Cerimónia está marcada para a manhã desta quarta-feira. APsi irá desenvolver o seu programa através da prestação de serviços destinados à sociedade civil e comunidade académica.

Guimaraes_Sede_APsi.jpg

A sede da Associação de Psicologia da Universidade do Minho (APsi) em Guimarães é inaugurada esta quarta-feira, 19 de abril, às 11 horas, no piso superior das antigas instalações da CP, no edifício onde atualmente se encontra a Loja Ponto Já. A área superior, distribuída por quatro gabinetes e três salas de apoio, será destinada à APsi, que desenvolverá a sua atividade a partir do dia 08 de maio, com um calendário de consultas de segunda a sexta-feira, entre as 09 e as 12:30 horas e as 14 e as 19 horas.

A cerimónia de inauguração desta quarta-feira contará com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, do Reitor da Universidade do Minho, António M. Cunha, do Presidente da Escola de Psicologia, Paulo Machado, do Diretor Executivo da APsi, Rui Abrunhosa, e da vereadora Sameiro Araújo, em representação da Câmara Municipal de Braga, enquanto membro associado.
A Associação de Psicologia da Universidade do Minho foi formalmente constituída em setembro de 2016, como associação de direito privado sem fins lucrativos que, em parceria com os Serviços de Ação Social da Universidade do Minho e as Câmaras Municipais de Guimarães e de Braga, promove o desenvolvimento global de pessoas, grupos e organizações, consubstanciando projetos da Escola de Psicologia e dos restantes parceiros no âmbito da interação com a comunidade.
Neste sentido, a APsi irá desenvolver o seu programa de ação através da prestação e disseminação de serviços junto das comunidades locais e académicas, entre outras dimensões, funcionando ainda como uma estrutura e plataforma essencial de apoio à formação de psicólogos.
A prestação de serviços realiza-se consoante as valências especializadas que são asseguradas por profissionais especializados no âmbito da Unidade de Desenvolvimento e Psicopatologia, Unidade de Neuropsicofisiologia, Unidade de Psicologia Clínica e da Saúde – Adultos, Unidade de Psicologia Clínica e da Saúde - Crianças e Adolescentes, Unidade de Psicologia Clínica e da Saúde - Perturbações Alimentares, Unidade de Psicologia da Justiça e Comunitária, Unidade de Psicologia da Educação e Vocacional e Unidade de Psicologia das Organizações.

GUIMARÃES DIVULGA PATRIMÓNIO CLASSIFICADO

Câmara de Municipal de Guimarães apresenta esta terça-feira roteiro do património classificado

Chama-se “Guimarães Cidade de Património” e é apresentado em dia simbólico. Documento cultural é o primeiro de uma série de partilhas públicas que serão efetuadas.

Guimaraes_Cidade_Patrimonio.jpg

A Câmara Municipal de Guimarães vai apresentar, em conferência de imprensa, o roteiro do património classificado do concelho “Guimarães Cidade de Património”, esta terça-feira, 18 de abril, às 11 horas, justamente no Dia Internacional dos Monumentos e Sítios.

Da vontade de fazer chegar a todos a divulgação do riquíssimo património do concelho de Guimarães, e desta forma convidar residentes e visitantes a conhecê-lo melhor, surge a publicação “Guimarães Cidade de Património”, um roteiro dedicado ao património classificado do concelho e que será a primeira de uma série de partilhas públicas da diversidade da paisagem cultural vimaranense.

Divididos em diferentes categorias (monumentos, conjuntos ou sítios) e de acordo com o seu grau de importância, aos bens imóveis são atribuídas diferentes categorias de classificação: interesse nacional, interesse público e interesse municipal. A estas, corresponderá respetivamente a designação de monumento nacional, monumento de interesse público ou imóvel de interesse municipal.

GUIMARÃES REÚNE ASSEMBLEIA MUNICIPAL

POSSÍVEL CONTINUAÇÃO NO DIA 18 DE ABRIL

Assembleia Municipal de Guimarães reúne no Auditório da UMinho esta quinta-feira, 13 de abril 

Reunião tem possível continuação na noite da próxima terça-feira, 18 de abril. Agenda de trabalhos inclui 32 pontos em análise.

Os deputados da Assembleia Municipal de Guimarães, nos termos do nº 3 do artigo 49º da Lei nº 75/2013, de 12 de setembro, vão reunir em sessão ordinária esta quinta-feira, 13 de abril de 2017, pelas 21 horas, com possível continuação na semana seguinte, 18 de abril (3ª feira), no Auditório da Universidade do Minho.

Composta por 32 pontos, a ordem de trabalhos, além da análise ao relatório e contas 2016 da Câmara Municipal de Guimarães, inclui assuntos relacionados com documentos previsionais, regulamentos, atividades económicas, desporto, património, prestação e aquisição de serviços e freguesias.

ANTES DA ORDEM DO DIA

1 - Período de Antes da Ordem do Dia. 

ORDEM DO DIA

ASSEMBLEIA

2 - Aprovação da ata da sessão da Assembleia Municipal de Guimarães.

RELATÓRIO E CONTAS

3 – Relatório e Contas 2016.

4 – Certificação Legal das Contas 2016

5 – Relatório e Parecer do Auditor Externo sobre os documentos de Prestação de Contas 2016.

6 – Análise do relatório da atividade da Câmara Municipal de Guimarães.

DOCUMENTOS PREVISIONAIS

7 – Revisão Orçamental.

CÂMARA

8 - Análise do Relatório de Avaliação do Cumprimento do Estatuto do Direito de Oposição no ano de 2016.

DIVERSOS

9 - Participação da Assembleia Municipal de Guimarães como associada da ANAM - Associação Nacional das Assembleias Municipais.

10 - Ratificação dos Estatutos da ANAM.

11 - Ratificação dos Órgãos Sociais Transitórios da ANAM.

REGULAMENTOS

12 – Proposta de Regulamento Municipal para o Avepark – Parque de Ciência e Tecnologia.

ATIVIDADES ECONÓMICAS

13 – Pedido de renegociação do contrato de concessão de benefícios tributários municipais celebrado em 15 de outubro de 2014 com a Indústria de Malhas Natália Ribeiro, Lda.

14 - Pedido de renegociação do contrato de concessão de benefícios tributários municipais celebrado a 1 de junho de 2015 com Francisco Vaz da Costa Marques, Filhos & Cª S.A..

DESPORTO

15 - Atribuição de apoios às Associações Desportivas de Guimarães - Associação Cultural e Desportiva de Prazins Santa Eufémia e União Desportiva de Polvoreira – Compromisso plurianual.

PATRIMÓNIO

16 - Arrendamento de parte do imóvel da Cooperativa Agrícola de Guimarães – Compromisso plurianual.

17 – Desafetação do domínio público de duas parcelas de terreno situadas no Parque Industrial de Ponte – 1ª fase.

PRESTAÇÃO/AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS

18 – Abertura de concurso público para aquisição de serviços de transporte escolar – Ano letivo 2017/2018 – Concurso Público nº5/17 – Repartição de encargos.

19 – Repartição de encargos da abertura de concurso público para aquisição de serviços de fornecimento de refeições em refeitórios escolares – Triénio 2018/2020 – Concurso Público nº6/17 – Repartição de encargos.

20 – Contratação de serviços de transporte escolar em carreira pública (contratação exclusiva nos termos do nº1, do artigo 5º do Código dos Contratos Públicos) – Ano letivo 2017/2018.

FREGUESIAS

21 – Freguesia de Mesão Frio – Drenagem de águas pluviais na rua Alberto Fernandes.

22 – União das Freguesias de Briteiros S. Salvador e Briteiros Santa Leocádia – Cedência de autocarro.

23 – Freguesia de Selho S. Cristóvão – Atribuição de subsídio para a reparação da fachada e cobertura do edifício da Sede da Junta de Freguesia de Selho S. Cristóvão.

24 – Freguesia de Selho S. Cristóvão – Atribuição de subsídio – Aquisição de uma eletrobomba submersível para o furo artesiano de abastecimento das águas da Senhora do Monte.

25 – União das Freguesias de Sande Vila Nova e Sande S. Clemente – Cedência de autocarro.

26 – Freguesia de Barco – Alteração ao Contrato Interadministrativo de Delegação de Competências – Ano de 2016 – Primeiro aditamento.

27 – Freguesia de Barco – Alteração ao Contrato Interadministrativo de Delegação de Competências – Ano de 2014 – Segundo aditamento.

28 – União de Freguesias de Briteiros S. Salvador e Briteiros Santa Leocádia – Alteração ao Contrato de Atribuição de Subsídio – Ano de 2016 – Primeiro aditamento.

29 - União de Freguesias de Briteiros S. Salvador e Briteiros Santa Leocádia – Alteração ao Contrato Interadministrativo de Delegação de Competências – Ano de 2015 – Segundo aditamento.

30 - União de Freguesias de Briteiros S. Salvador e Briteiros Santa Leocádia – Alteração ao Contrato Interadministrativo de Delegação de Competências – Ano de 2014 – Segundo aditamento.

31 - União de Freguesias de Briteiros S. Salvador e Briteiros Santa Leocádia – Alteração ao Contrato de Atribuição de Subsídio – Ano de 2009 – Segundo aditamento.

APROVAÇÃO DA ATA EM MINUTA

32 - Aprovação da ata em minuta.

SERVIÇOS MUNICIPAIS TÊM NOVOS HORÁRIOS EM GUIMARÃES NA QUADRA PASCAL

Informações úteis de horários de serviços municipais na quadra pascal em Guimarães

Recolha de resíduos no concelho mantém-se. Mercado, feira semanal e cemitérios municipais estão abertos. Mercado da Segunda Mão alterado para o dia 23 de abril.

A Câmara Municipal de Guimarães informa que irá manter os horários habituais de recolha de lixo durante o período da quadra pascal. Ao contrário do que acontece nos dias de feriado, o serviço de recolha de resíduos não será condicionado, dada a previsível afluência de visitantes no decurso deste período.

Em relação a outros serviços municipais, o Mercado e a Feira Semanal estão abertos esta Sexta-Feira Santa nos horários habituais, o mesmo acontecendo em relação aos cemitérios municipais. Em virtude do dia de Páscoa coincidir com o terceiro domingo de abril, o Mercado da Segunda Mão será alterado para o dia 23 de abril.

No domingo de Páscoa, os cemitérios municipais encontram-se igualmente abertos das 08:30 às 13 horas. Na segunda-feira, 17 de abril, os serviços municipais reabrem nos horários habituais.

GUIMARÃES REQULIFICA CENTRO CÍVICO EM VILA DE PONTE

CERIMÓNIA ÀS 10:30 HORAS

Vila de Ponte inaugura este sábado requalificação do Centro Cívico

Intervenção do Município de Guimarães devolve centro da vila às pessoas. Tecnologia LED predomina na iluminação pública do espaço onde pontificam 12 oliveiras.

Ponte_Centro_Civico.jpg 

O Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, inaugura este sábado, 15 de abril, às 10:30 horas, a requalificação do Centro Cívico da Vila de Ponte. A intervenção, articulada com a Junta de Freguesia, incidiu na beneficiação do Largo da Igreja com a criação de uma ampla praça pedonal, tendo por objetivo harmonizar o atual espaço físico. Ao mesmo tempo, foram garantidos trajetos inclusivos e acessíveis a todos, afirmando o edifício da Igreja como preponderante e de referência no tecido urbano existente.

As árvores foram substituídas por oliveiras e a iluminação pública foi reposicionada e alterada para tecnologia LED. Através de um novo desenho urbano, a intervenção potencia e dinamiza a área envolvente à igreja, tornando-o acessível e apetecível à vivência diária, tendo sido efetuado o rebaixamento da cota do jardim à cota dos percursos pedonais aproximando o cidadão às zonas verdes e de estar.

Na aproximação a este largo pela via automóvel, foi criada uma mudança de cota, de aproximadamente 0,1m, obrigando necessariamente à redução de velocidade dos veículos para 30 quilómetros, valorizando, enobrecendo e destacando-o como um momento distinto, dando preferência ao peão. «Hoje, temos um Centro Cívico novo, moderno, mais funcional, para ver vivido pelos nossos habitantes e por quem nos visitar», realça Sérgio Castro Rocha, Presidente da Junta de Freguesia.

Alargamento de rua até ao centro cívico

A realização desta intervenção complementa-se com o reperfilamento da rua Reitor Francisco José Ribeiro, com cerca de 650 metros de extensão, que liga o Largo da Igreja à Estrada Nacional 101. A obra, que terá o seu início no mês de maio, com um prazo de 120 dias de execução, uniformizará o perfil viário, bem como contribuirá para o alinhamento de muros existentes, o que irá permitir a execução de passeios, além de aumentar o número de lugares de estacionamento para moradores e utilizadores de serviços existentes e propostos.

Com a construção de passeios neste arruamento, fica garantido, à semelhança da área central, um corredor acessível a pessoas com mobilidade condicionada, a inclusão de órgãos de drenagem (condutas) de águas pluviais, rede de saneamento e água pública, baías de estacionamento e respetiva repavimentação, estando já assegurados, sistemas redutores de velocidade de tráfego que indicam a entrada numa zona mais nobre e central da vila de Ponte.

RUSGA DE JOANE VENDE TREMOÇOS E ROSQUINHAS

Tradição Joanense da Quinta-feira Santa: Venda de rosquinhas e tremoços

Valorizando características da identidade cultural da Vila de Joane (V.N.Famalicão) Grupo Etnográfico Rusga de Joane, leverá a efeito a tradicional venda de Rosquinhas e Tremoços, na Quinta Feira Santa, 13-ABR. Este que é um costume particularmente joanense, vivenciado somente neste dia (Quinta Feira Santa).

Imagem_eventorus.jpg

Este mercado tradicional acontecerá entre as 8h e as 18h, no Largo 3 de Julho (antigo Campo da Feira), na Vila de Joane. 

5ª FEIRA SANTA - VENDA DE ROSQUINHAS E TREMOÇOS:

Breve nota: Tratando-se de uma tradição exclusiva da Vila de Joane, que remonta às primeiras décadas do século XX, na 5ª Feira Santa as mini rosquinhas (conforme fotografia do cartaz) e os tremoços eram presença obrigatória nas casas dos Joanenses. Ao longo destes anos, várias foram as pessoas que montavam as suas bancas neste dia, no Largo 3 de Julho (antigo Campo da Feira), ultimamente esse hábito ficou limitado a algumas padarias da Vila que mantiveram esse costume, diluindo-se a característica comunitária e de mercado tradicional. Dessa forma e pelo 2º ano consecutivo, a Rusga de Joane, decide apostar e reforçar na dinamização desta tradição tão joanense, colocando uma banca de venda de Rosquinhas e Tremoços na 5ª feira Santa (13-ABR), numa tentativa de preserver a tradição, levá-la às gerações mais novas e reafirmá-la junto das gerações mais velhas, que tão bem conhecem este costume exclusivo da Vila de Joane.

GUIMARÃES DESCENTRALIZA CULTURA

CONFERÊNCIA DE IMPRENSA (11H)

Programa “Oficina Excêntrica” é apresentado esta segunda-feira, 10 de abril

Município reforça medidas de descentralização no âmbito da cultura. Projeto realça a importância não apenas do consumo mas também da produção cultural.

Guimaraes_Oficina_Excentrica.jpg

A Câmara Municipal de Guimarães vai apresentar em conferência de imprensa, esta segunda-feira, 10 de abril, às 11 horas, o novo programa de descentralização cultural “Oficina Excêntrica”.

Este projeto, cuja sessão pública de apresentação decorrerá no Salão Nobre dos Paços do Concelho, constitui mais um importante contributo para a coesão territorial e social de base artística e cultural.

Tendo como ponto de partida cinco pontos difusores (Briteiros, Ponte, Pevidém, S. Torcato e Taipas), o programa incide no saber-fazer de base criativa, capacitando os participantes através de um acompanhamento e apoio prestado por profissionais da área cultural.

ESTAFETA DA AMIZADE CONDICIONA TRÂNSITO ENTRE GUIMARÃES E BRAGA ESTE DOMINGO

DURANTE A MANHÃ E ATÉ AO INÍCIO DA TARDE

Realização da prova determina condicionamentos de trânsito e de estacionamento em locais de passagem da iniciativa. Em 2017, estafeta começa na Alameda Dr. Alfredo Pimenta e termina no Parque de Exposições de Braga.

Guimaraes_Estafeta_Amizade111.jpg

A segunda edição da Estafeta da Amizade, que une desta vez a cidade de Guimarães à de Braga, vai condicionar o tráfego rodoviário na manhã deste domingo, 09 de abril, no percurso entre a Alameda Dr. Alfredo Pimenta, de onde os primeiros atletas vão sair, passando pelas zonas de transição localizadas em Ponte, Portela/Balazar e Trandeiras, terminando a prova junto ao Parque de Exposições de Braga.

O trânsito será proibido na Alameda Dr. Alfredo Pimenta nos dois sentidos, das 07 às 11 horas. Na Estrada Nacional 101, do quilómetro 92 ao 111, entre a Alameda Alfredo Pimenta e a Av. Dr. Francisco Pires Gonçalves (Braga), haverá cortes temporários a partir das 10:15 até às 13 horas. Já o aparcamento será proibido no parque de estacionamento da Alameda Dr. Alfredo Pimenta até às 12 horas deste domingo, enquanto na Av. Dr. Francisco Pires Gonçalves (sentido da Associação Industrial do Minho para a Av. da Liberdade) estará interdito nos dois sentidos até às 16 horas.

A prova de atletismo não só tem um cariz solidário, com as receitas a reverterem a 100% para a CerciGui e CerciBraga, mas também visa promover a coesão territorial e a igualdade de género. Tal como sucedeu o ano passado, os Municípios de Guimarães e de Braga vão facultar transporte aos atletas desde o ponto de partida até cada ponto intermédio e desde a zona de meta até ao ponto de partida. Dada a especificidade da prova em que as equipas têm de ser formadas por dois elementos masculinos e dois femininos, foi criada uma bolsa de atletas onde os participantes poderão também formar novas equipas e criar novos laços.

GUIMARÃES DÁ A PROVAR AS TORTAS E O BACALHAU COM BROA

ENTRE ESTA SEXTA-FEIRA E DOMINGO

Bacalhau com Broa e Tortas de Guimarães no fim de semana dedicado à gastronomia

Evento divulga a cultura e a tradição gastronómica de Guimarães. Nona edição é promovida pela Porto e Norte de Portugal, em parceria com a Câmara Municipal.

Tortas_Guimaraes.jpg

Oito restaurantes e seis estabelecimentos hoteleiros aderiram à iniciativa “Fins de Semana Gastronómicos”, que decorre em Guimarães entre esta sexta-feira e domingo, 07 e 09 de abril. Durante três dias, o público é convidado a conhecer a excelência dos estabelecimentos de restauração e os sabores da mesa vimaranense, sugerindo-se este ano as especialidades do Bacalhau com Broa, prato característico da região, e as Tortas de Guimarães, um doce tradicional de origem conventual.

No decurso desta iniciativa, os restaurantes vimaranenses Chello’s, Cor de Tangerina, Dan José, GE Restaurante, Hool, Nora do Zé da Curva, Solar do Arco e Tapas e Manias, que aderiram ao Fim de Semana Gastronómico 2017, vão oferecer um copo de vinho da região Norte de Portugal, enquanto os seis empreendimentos turísticos aderentes (Casa do Juncal, Hotel da Oliveira, Hotel Mestre de Avis, Open Village Sports Hotel, Quinta Pedras de Baixo, em Longos, e Trovador City Guest Houses) efetuam um desconto de 20% nas noites desta sexta-feira e sábado.

Concelho de pergaminhos gastronómicos, Guimarães convida os seus visitantes a conhecer os pratos fundamentais da cozinha do Minho, num significativo conjunto de restaurantes conhecidos por oferecer o que de melhor foi criado ao longo dos séculos na cozinha local. A oferta gastronómica da mesa vimaranense é diversificada e vai desde a gastronomia regional – os pratos quentes e substanciais do Minho – aos petiscos. Os estabelecimentos de Guimarães guardam bons cozinheiros, possuem um ambiente acolhedor e muitas histórias para contar.

ESTAFETA DA AMIZADE LIGA BRAGA A GUIMARÃES

Estafeta da Amizade Braga-Guimarães

Realiza-se no próximo Domingo, dia 9 de Abril, pelas 10h00, a segunda edição da Estafeta da Amizade, uma prova de atletismo que irá unir as Cidades de Braga e Guimarães. Com um percurso de 20 Km a cumprir pela Estrada Nacional 101, o início da prova terá lugar em Guimarães, na Avenida Dr. Alfredo Pimenta, terminando em Braga, na Avenida Dr. Francisco Pires Gonçalves, junto ao Parque da Ponte.

Num formato de estafeta, com equipas de quatro elementos, dois atletas masculinos e dois femininos, a Estafeta da Amizade assume um cariz solidário, uma vez que todas as verbas angariadas serão distribuídas pela CERCI’s de Braga e Guimarães. A prova será repartida por quatro etapas, sendo que cada membro da equipa irá fazer um percurso de cinco quilómetros.

O presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, integra a Equipa N.º 1 da qual fazem também parte o vice-presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Amadeu Portilha, e pelas atletas Filomena Costa e Mónica Silva.

Todas as informações sobre o evento podem ser obtidas em http://www.estafetadaamizade.pt ou em www.facebook.com/EstafetadaAmizade

De referir no Domingo e durante o período em que decorrer a prova, o trânsito estará condicionado na EN 101.

GUIMARÃES RECEBE EXPOSIÇÃO DE CAMÉLIAS ESTE FIM-DE-SEMANA

INTEGRADA NA “DOÇARIA NO CONVENTO”

Iniciativa com entrada livre promove património natural vimaranense. Mais de uma dezena de expositores vão mostrar os seus exemplares de camélias. 

Guimaraes_Exposicao_Camelias.JPG

Os Claustros da Câmara Municipal de Guimarães recebem este fim de semana, nos dias 08 e 09 de abril de 2017, a oitava edição da Exposição de Camélias de Guimarães, uma iniciativa que pretende divulgar esta espécie de plantas, mas também promover a valorização do património natural das camélias, igualmente conhecida por “rosa japónica” ou “japoneira”, considerada por muitos como a flor mais admirável dos nossos jardins.

A mostra, patente no antigo Convento de Santa Clara, atual edifício dos Paços do Concelho, terá um espaço com produtos alusivos às camélias e outro destinado a livros e publicações relacionadas com a planta, num total de 12 expositores. A edição deste ano, que decorrerá em paralelo com o evento Doçaria no Convento, é inaugurada este sábado, às 10 horas, podendo ser visitada até às 22 horas, mantendo-se igual horário de visita durante o dia de domingo. A entrada é livre.

Durante o certame, organizado pelo Departamento de Serviços Urbanos e Ambiente, em parceria com a Associação Portuguesa das Camélias/ICS – Portugal, decorrerá a venda de exemplares de cameleiras e de produtos confecionados com camélias. Além da mostra botânica nos Claustros da Câmara Municipal, irá realizar-se também um concurso onde serão atribuídos os quatro prémios aos melhores exemplares.

UNIÃO EUROPEIA DISTINGUE GUIMARÃES COM PRÉMIO DO PATRIMÓNIO

Programa coordenado em Guimarães recebe o mais importante prémio europeu do património

Mestrado em Análise Estrutural de Monumentos e Construções Históricas conquista prémio da União Europeia para o Património Cultural / Prémio Europa Nostra 2017. Júris constituídos por peritos independentes analisaram um total de 202 candidaturas, apresentadas por organizações e indivíduos de 39 países de toda a Europa.

O Mestrado em Análise Estrutural de Monumentos e Construções Históricas, programa europeu coordenado em Guimarães, é um dos dois vencedores portugueses deste ano do Prémio da União Europeia para o Património Cultural / Prémios Europa Nostra, o mais importante prémio europeu no domínio do património. O anúncio foi feito esta quarta-feira, 05 de abril, pela Comissão Europeia e a Europa Nostra, que distinguiu também a reabilitação da Igreja e Torre dos Clérigos no Porto.

Entre os premiados, Guimarães oferece um programa de mestrado de um ano organizado conjuntamente por universidades parceiras de quatro países: Universidade do Minho (Portugal), Universidade Técnica Checa em Praga (República Checa), Universidade Politécnica da Catalunha / Barcelona Tech (Espanha) e Universidade de Pádua (Itália). O mestrado envolve ainda o Instituto de Mecânica Teórica e Aplicada da Academia Checa de Ciências como parceiro associado.

Iniciado em 2007, participaram, até agora, 300 estudantes, que completaram a sua parte escolar num país e a sua dissertação num outro, devido a financiamento atribuído pelo Erasmus+. Para além do seu significado a nível europeu, o programa tem um impressionante alcance global, com alunos provenientes de 62 países de todo o mundo. O projeto permite que os estudantes observem os sistemas estruturais em contextos culturais diferentes, encorajando-os a criar e a desenvolver os seus conhecimentos com uma perspetiva internacional.

«Este programa avançado, baseado nos princípios científicos da engenharia, conservação e restauro, e arquitetura, permite uma melhor compreensão dos sistemas construtivos, o que por sua vez ajuda a prolongar a sua existência», destacou o júri, considerando que a formação cria os «conhecimentos especializados necessários para promover a proteção do nosso património cultural construído, uma área de nicho cada vez mais importante», realça ainda o júri.

Distinção entregue em maio

Os vencedores serão celebrados durante um evento que contará com a participação do Comissário da UE Tibor Navracsics e do Maestro Plácido Domingo, também Presidente da Europa Nostra, no final da tarde de 15 de maio na Igreja de São Miguel em Turku. A cerimónia dos Prémios Europeus do Património reunirá cerca de 1.200 pessoas, incluindo profissionais do património, voluntários e apoiantes de toda a Europa, bem como representantes de alto nível das instituições da UE, do país de acolhimento e de outros Estados-Membros.

Os vencedores também apresentarão as suas iniciativas exemplares durante a Feira de Excelência, no dia 14 de maio, na Sala Sigyn do Conservatório de Música de Turku, e participarão em vários eventos no Congresso do Património Europeu em Turku (11-15 de Maio). Organizado pela Europa Nostra, o Congresso proporcionará uma plataforma inspiradora para debater os últimos desenvolvimentos europeus relacionados com o património, com especial destaque para o Ano Europeu do Património Cultural 2018. As candidaturas para a edição do próximo ano podem ser submetidas de 15 de maio a 01 de outubro de 2017, através do sítio da internet dedicado aos Prémios.

OBRAS DE REQUALIFICAÇÃO ENCERRAM AO TRÂNSITO ARTÉRIA EM GUIMARÃES

Rua Dr. José Sampaio encerrada ao trânsito na noite desta quinta-feira, 06 de abril

Interdição deve-se a reparações no piso no âmbito da garantia da empreitada. Terá uma duração de 10 horas.

A Câmara Municipal de Guimarães vai proceder a uma intervenção noturna na rua Dr. José Sampaio esta quinta-feira, 06 de abril, entre as 21 horas e as 07 horas do dia seguinte, para a execução de reparações no âmbito da garantia da empreitada recentemente ali efetuada. O encerramento temporário decorrerá no troço compreendido entre o Largo República do Brasil e a Avenida dos Combatentes da Grande Guerra.

Guimaraes_Mapa_Desvio.jpg

Em alternativa, o acesso ao Parque da Cidade e à freguesia da Costa poderá ser feito por um percurso iniciado na Avenida Alberto Sampaio, rua Abade Tagilde e Avenida dos Combatentes da Grande Guerra (atrás do tribunal). Outra possibilidade disponível para os automobilistas é a rua Rei do Pegú, no acesso ao Parque das Hortas, contíguo ao edifício da Vimágua, cujas ruas estarão transitáveis.

A realização da intervenção durante o período noturno tem por objetivo minimizar constrangimentos aos automobilistas em horário diurno, numa rua de acesso a vários estabelecimentos de ensino e infantários. A interdição rodoviária, articulada com a Polícia Municipal e com a PSP de Guimarães, será efetuada no pavimento pela empresa responsável pela construção da obra, ao abrigo da garantia relacionada com a requalificação do espaço público.

GUIMARÃES ACOLHE NA PRÓXIMA SEXTA-FEIRA CONFERÊNCIA INTERNACIONAL “SUSTENTABILIDAD NO DESPORTO

DIA 07 DE ABRIL

Depois de ter sido Cidade Europeia do Desporto em 2013, a primeira do país, Guimarães almeja agora tornar-se Capital Verde Europeia em 2020. Laboratório da Paisagem acolhe encontro que abordará temas relacionados com ambiente e desporto.

Guimaraes_CI_Sustentabilidade_Desporto (1).png

A Câmara Municipal de Guimarães, o Laboratório da Paisagem e a APOGESD – Associação Portuguesa de Gestão do Desporto promovem esta sexta-feira, 07 de abril, a partir das 09:30 horas, a primeira conferência internacional intitulada “Sustentabilidade no Desporto”, integrada no ciclo de conferências “Guimarães Mais Verde”, que pretende mostrar bons exemplos de sustentabilidade ambiental na atividade desportiva e cuja iniciativa contará com a presença de Nymand Christensen, da Comissão Europeia.

Luís Silva, da Blue Rock Sports & Entertainment, empresa parceira da FIFA e da UEFA na organização dos Campeonatos do Mundo e da Europa de Futebol, também estará presente no auditório do Laboratório da Paisagem para falar sobre a “Sustentabilidade de Arenas - Tendências e Desafios”. O Plano de Mobilidade Urbana Sustentável de Guimarães, como promotor da prática desportiva, será ainda alvo de análise, por Paula Teles.

A Academia de Ginástica de Guimarães, que será inaugurada no próximo mês de junho e que se tornará um exemplo do ponto de vista ambiental, ao ser construída com materiais inovadores e um grau de eficiência energética exemplar, ao consumir a energia produzida pelo próprio imóvel, será também um dos destaques numa apresentação que ficará a cargo de Joaquim Carvalho, Diretor do Departamento de Obras Municipais da Câmara Municipal de Guimarães.

Algumas boas práticas neste âmbito serão igualmente destacadas, nomeadamente o projeto piloto de “Sustentabilidade no Desporto em Guimarães”, da responsabilidade do Laboratório da Paisagem de Guimarães. Também o exemplo de sustentabilidade ambiental do FC Porto merecerá igualmente reflexão, com a presença de uma responsável do clube portuense.

A conferência terminará com a apresentação do livro “Manual de Boas Práticas Ambientais no Desporto”, de Francisco Ferreira. A inscrição é gratuita e pode ser feita através do endereço <http://www.labpaisagem.pt/sustentabilidade-no-desporto>.  

GUIMARÃES FOI ELEITA PARA O CONSELHO GERAL DA REDE DE MUNICÍPIOS DE ADAPTAÇÃO ÀS ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS

POR UNANIMIDADE

Projeto ClimAdapt.Local permitiu a implementação de Estratégias Municipais para a Adaptação às Alterações Climáticas. Primeira reunião da Rede aprovou programa de ação 2017-2019 e o seu regulamento de funcionamento.

Guimaraes_Rede_Municipios_Reuniao.jpg

A Câmara Municipal de Guimarães foi eleita por unanimidade para presidir ao Conselho Geral da Rede de Municípios de Adaptação às Alterações Climáticas, na sequência da sua primeira reunião, que decorreu no Laboratório da Paisagem, a qual elegeu também o seu primeiro Conselho Coordenador, bem como o Secretariado de Gestão da mesma Rede. Com Guimarães na Presidência, a Mesa do Conselho Geral terá os municípios do Funchal e de Vila Franca do Campo como secretários.

O Conselho Coordenador, eleito por maioria, será presidido por Loulé, tendo como Vice-Presidentes as autarquias de Tondela e Barreiro. O Secretariado de Gestão, aprovado por unanimidade, integra Loulé, Almada, Cascais, Sintra, Centro de Estudos e Desenvolvimento Regional e Urbano (CEDRU), a empresa WE Consulting e a Quercus. A rede de municípios, pioneira em Portugal, resultante da implementação do projeto ClimAdapt.Local, aprovou igualmente o seu primeiro Programa de Ação 2017-2019 e o regulamento de funcionamento da própria rede, que reunirá outra vez em novembro de 2017, na cidade de Loulé, altura em que decorrerá o primeiro Seminário Anual de Adaptação Local às Alterações Climáticas.

Guimarães é uma das 30 autarquias fundadoras da Rede de Municípios para a Adaptação às Alterações Climáticas, cuja missão é aumentar a capacidade dos municípios portugueses para incorporar a adaptação às alterações climáticas nas suas políticas, instrumentos de planeamento e intervenções. A Rede, fundada pelos 30 municípios portugueses que já dispõem de Estratégias Municipais de Adaptação às Alterações Climáticas, está aberta à participação dos restantes municípios, designadamente dos que pretendam elaborar os seus planos municipais de adaptação às alterações climáticas, bem como de outras entidades (empresas, universidades, ONG ou associações) que desenvolvam atividade neste domínio.

Através da assinatura de uma Carta de Compromisso, os municípios assumiram a disponibilidade de contribuir ativamente para a concretização da missão e objetivos da Rede e a promover a adaptação nos seus concelhos. Tal será feito pela partilha de experiências no domínio da adaptação, pela cooperação internacional com outras redes e estruturas, pela capacitação técnica das autarquias e pela manutenção do sistema de informação sobre adaptação local desenvolvido no âmbito do projeto ClimAdaPT.Local.

GUIMARÃES REALIZA OBRAS NO CENTRO DE SAÚDE DA AMOROSA

INTERVENÇÃO DE GRANDE DIMENSÃO

Confirmado: Centro de Saúde da Amorosa vai entrar em obras este ano

Verbas serão inscritas no orçamento da Administração Regional de Saúde do Norte. Depois de concluídas as obras na Unidade de Saúde de Serzedo e de Briteiros, segue-se também o Centro de Saúde de Moreira de Cónegos.

Guimaraes_Centro_Saude_Serzedo.JPG

O Governo acaba de autorizar a Administração Regional de Saúde do Norte (ARS) a assumir um encargo para a realização de profundas obras de remodelação na Unidade de Saúde da Amorosa, valência integrada no Agrupamento de Centros de Saúde do Alto Ave. A intervenção, que principiará em breve, tem por objetivo requalificar os equipamentos afetos à prestação de serviços de saúde, no âmbito dos cuidados de saúde primários.

A obra será realizada em todo o interior do edifício, excetuando na área ocupada pela Unidade de Saúde Familiar São Nicolau, que efetuou recentemente obras de beneficiação. O primeiro andar será todo remodelado, bem como o resto do piso inferior que ainda não foi intervencionando, num amplo conjunto de obras que abrange a Unidade de Saúde Familiar Amorosa XXI, Unidade de Cuidados Profissionalizados de Saúde (UCFP) e Unidade Recursos Partilhados (URP), num edifício cujos serviços são assegurados por 7 médicos, 7 enfermeiros, 5 secretários clínicos e 2 assistentes operacionais.

Este investimento assume uma importância fulcral na melhoria das condições de funcionalidade e acesso dos cidadãos à carteira básica de serviços, mediante o aumento da cobertura à população sem médico de família e, consequentemente, à obtenção de maiores ganhos em saúde, contribuindo para a consolidação da Reforma dos Cuidados de Saúde Primários. A realização deste investimento implica a celebração de contrato que dará origem a encargos em mais de um ano económico, tornando-se necessária a autorização para a assunção de encargos plurianuais.

Centro de Saúde de Moreira de Cónegos a seguir

A obra de remodelação na extensão da Unidade de Saúde Amorosa XXI, situada na Casa do Povo de Serzedo, está concluída e inclui três consultórios médicos, dois de enfermagem e um de saúde materno-infantil. O serviço, assegurado por dois médicos, duas enfermeiras, dois secretários clínicos e uma assistente operacional, foi visitado pelo Presidente do Município de Guimarães, Domingos Bragança, pelo Presidente do Conselho Diretivo da Administração Regional de Saúde do Norte, Pimenta Marinho, pelo Diretor Executivo do Agrupamento de Centros de Saúde do Alto Ave, Carlos Guimarães, e pelo Presidente do Conselho Clínico, Novais de Carvalho.

Depois do Centro de Saúde de Serzedo, segue-se o Centro de Saúde de Moreira de Cónegos, cuja solução está já a ser trabalhada pelo Presidente da Câmara Municipal de Guimarães e pela Administração Regional de Saúde do Norte. «Temos já um terreno definido, situado no perímetro da Igreja. Trata-se de uma possibilidade, bem como a beneficiação de um edifício público existente. É isso que está a ser conversado entre as partes em questão», refere Domingos Bragança. O atual serviço do Centro de Saúde de Moreira de Cónegos, com instalações na rua Padre Ezequiel, é assegurado por 2 médicos, 2 enfermeiros, 2 secretários clínicos e 1 assistente operacional.

GUIMARÃES ASSINALA DIA DO AUTISMO ILUMINANDO FACHADA DOS PAÇOS DO CONCELHO COM COR AZUL

DURANTE ESTE FIM DE SEMANA

Fim de semana assinalado pela adesão ao movimento “Light It Up Blue”. Município de Guimarães associa-se ao Dia Mundial da Consciencialização do Autismo.

Guimaraes_Autismo_2017.JPG

A fachada do Convento de Santa Clara, onde estão situados os serviços da Câmara Municipal de Guimarães, situada no Largo Cónego José Maria Gomes, vai estar iluminada com a cor azul este sábado e domingo, 01 e 02 de abril. A ação, à qual o Município de Guimarães se associa pelo quarto ano consecutivo, tem como objetivo assinalar o Dia Mundial da Consciencialização do Autismo, alertando para a importância do diagnóstico e da intervenção precoce.

A Assembleia Geral das Nações Unidas designou o dia 02 de abril como Dia Mundial da Consciencialização do Autismo, iniciando as comemorações em 2008, ano em que várias entidades se associaram ao movimento “Light it up Blue”, tendo sido instituída a cor azul para identificar esta celebração.

A campanha, promovida em Portugal pela Federação Portuguesa de Autismo e desenvolvida a partir da maior organização americana de autismo - a Autism-Europe e Autism Speaks, apela a que todos os edifícios e monumentos se acendam de azul, como alerta para a consciencialização sobre esta problemática.

O autismo é uma perturbação neurobiológica complexa que influencia a comunicação, o comportamento e as relações sociais, sendo uma fonte de preocupação crescente no domínio da saúde pública a nível mundial, dado que afeta cerca de 67 milhões de pessoas no mundo.

GUIMARÃES ANIMA COM CINEMA MÚSICA E TEATRO

PROGRAMAÇÃO CULTURAL NO CONCELHO

“ExcentriCidade” no mês de abril com teatro, cinema e música nas freguesias de Guimarães

Vila das Taipas recebe este sábado à noite performance criada a partir de peças de Raul Brandão. Teatro domina programação nos oito eventos culturais a realizar este mês no concelho.

Guimaraes_ExcentriCidade_Abril_2017 (1).jpg

Cinco espetáculos de teatro, dois concertos e uma sessão de cinema fazem parte da programação de abril da iniciativa de descentralização cultural “ExcentriCidade”, promovida mensalmente pela Câmara Municipal de Guimarães nas vilas de Brito, Moreira de Cónegos, Ponte, Pevidém, Ronfe, São Torcato e Taipas e na União de Freguesias de Briteiros S. Salvador e Briteiros Santa Leocádia.

“Teatro da Alma”, a mais recente criação do Teatro Oficina, cuja estreia aconteceu no âmbito da Festa de Teatro Raul Brandão, decorrerá este mês em três freguesias, sempre às 21:30 horas. Este sábado, 01 de abril, a vila das Taipas poderá assistir à peça no Auditório dos Bombeiros Voluntários, enquanto o Salão Paroquial de Ronfe recebe o espetáculo uma semana depois (08 de abril) e o Centro Paroquial de Selho S. Jorge, em Pevidém, na noite de 14 de abril, sexta-feira. Com guião e encenação a cargo de João Pedro Vaz, esta é uma performance construída a partir de cenas de três peças de Raul Brandão: A Noite de Natal (1899), O Gebo e a Sombra (1923) e O Avejão (1929).

Para a noite de 08 de abril, na vila de Ponte, a partir das 21:30 horas, está agendada uma sessão de cinema no Centro Paroquial Paulo VI, com a exibição do filme “Milagre no Rio Hudson”. Clint Eastwood filma a história verídica de Chesley “Sully” Sullenberger, o piloto de aviação que, em 2009, aterrou de emergência no rio Hudson, em Nova Iorque, evitando que 155 pessoas morressem. No papel do homem que se tornou um herói americano após esse evento está Tom Hanks, que nunca tinha trabalhado com Eastwood, quer como ator ou realizador.

Em São Torcato, nas instalações da ADCL – Associação para o Desenvolvimento das Comunidades Locais, no Centro Comunitário, Hemeroteca e Mediateca Educativa, há teatro na noite de sexta-feira, 21 de abril. A partir das 21:30 horas, sobe ao palco o espetáculo “One Man Alone”, uma coprodução do Teatro da Didascália e Casa das Artes de Famalicão, onde o tema central é o trabalho realizado numa padaria em horário noturno. Uma semana depois, em Brito, nos Espaços Criativos, na noite de 28 de abril, à mesma hora, principia um concerto de Páscoa intitulado “A Cantar Também se Reza…”, interpretado por Andreia Alferes Quarteto.

A programação de abril do programa “ExcentriCidade” termina na noite de sábado, dia 29, com um espetáculo de música e outro de teatro, à mesma hora (21h30), mas em locais diferentes. Na Casa do Povo de Briteiros, atua a Banda Musical de Pevidém com a apresentação de “Cinema em Concerto”, cuja direção artística e musical estão a cargo do maestro Vasco Silva de Faria e de Carlos Mesquita, Presidente do Cineclube de Guimarães, entidade responsável pela projeção do vídeo. Em Moreira de Cónegos, no Centro Pastoral, a Astronauta Associação Cultural apresenta a peça “PREC no Prato!”.

GUIMARÃES REÚNE EXECUTIVO MUNICIPAL

ESTA QUINTA-FEIRA, PELAS 10 HORAS

Agenda do Executivo para a reunião de Câmara desta quinta-feira, 30 de março de 2017

Reunião descentralizada, esta quinta-feira, na Casa do Povo de Serzedo. No final, o Presidente do Município de Guimarães estará, de tarde, em instituições da União de Freguesias.

Casa_Povo_Serzedo.JPG

A décima terceira reunião de Câmara descentralizada do Executivo Municipal de Guimarães realiza-se esta quinta-feira de manhã, 30 de março, pelas 10 horas, na Casa do Povo de Serzedo. O encontro, agendado no âmbito da iniciativa “Câmara Aberta”, principiará com um momento cultural protagonizado pelos alunos da EB1 e Jardim de Infância da Escola do Outeiro, seguindo-se uma intervenção do Presidente de Junta da União de Freguesias de Serzedo e Calvos, João Teixeira Ferreira.

Da ordem de trabalhos, constituída por 54 pontos, destaque para o Relatório e Contas 2016, que será apreciado nesta reunião, o mesmo acontecendo com uma proposta de revisão orçamental, o estabelecimento de um protocolo com a Administração Regional de Saúde do Norte no âmbito do “Projeto Autoestima” e de um protocolo celebrado com o Município de Santo Tirso relativamente à ligação de S. Martinho do Campo (Santo Tirso) ao edifício de passageiros do interface de Lordelo (Guimarães).

Na reunião, será analisada também uma proposta para o início do procedimento para a alteração de regulamentos municipais, um contrato de arrendamento com a Cooperativa Agrícola de Guimarães para a instalação do mercado de venda por grosso e outros serviços de interesse municipal, a realização de um concurso público para a atribuição de um circuito turístico na cidade de Guimarães e a atribuição de subsídios para a Associação de Paralisia Cerebral de Guimarães (APCG), 1º Festival Internacional de Coros de Guimarães, Sindicato dos Professores do Norte, Associação de Ciclismo do Minho (Centro Municipal de BTT), Guimarães Football Clube e Associação Nacional de Treinadores de Futebol.

Visita a Serzedo e Calvos

No final da reunião, o Presidente da Câmara Municipal de Guimarães visitará, durante a tarde, um conjunto de instituições, coletividades e associações da vila, iniciando o seu périplo pelas 15 horas, com uma deslocação às novas instalações da Unidade de Saúde de Serzedo, seguindo-se uma visita, às 15:45 horas, à empresa “Calçados Tulipa Negra, SA”. Pelas 16:30 horas, estará nas instalações do Lar de Calvos da Venerável Ordem Terceira de S. Francisco e, às 17:15 horas, na Associação Recreativa e Desportiva de Calvos.

Com o objetivo de descentralizar o poder e estar cada vez mais próximo dos vimaranenses, o Presidente do Município dedica, trimestralmente, um dia completo às vilas e freguesias do concelho para ouvir problemas e ideias das pessoas. As vilas de Ronfe (janeiro 2014), Caldas das Taipas (abril 2014), Pevidém (setembro 2014), São Torcato (dezembro 2014), Lordelo (março 2015), Ponte (junho 2015), Serzedelo (outubro 2015), Brito (janeiro 2016), Moreira de Cónegos (abril 2016), União de Freguesias de Arosa e Castelões (julho 2016) e União de Freguesias de Airão Santa Maria, Airão São João e Vermil (setembro 2016) e União de Freguesias de Souto Santa Maria, Souto S. Salvador e Gondomar (dezembro 2016) receberam as primeiras doze edições desta medida de descentralização.

A ordem de trabalhos completa da reunião do Executivo Municipal é a seguinte:

01 - Turipenha - Relatório e Contas 2016

02 - Tempo Livre - Relatório e Contas 2016

03 - Taipas Turitermas - Relatório e Contas 2016

04 - A Oficina - Relatório e Contas 2016

05 - VITRUS - Relatório e Contas 2016

06 - CASFIG - Relatório de Gestão e Demonstração Económico-Financeira 2016

07 - Ecovia - Ciclovia - aquisição de terrenos

08 - Licenciamento de Unidade Industrial - ECOIBÉRIA - RECICLADOS IBÉRICOS, SA - Despacho Final

09 - Relatório Final - Reparação da Cobertura das Piscinas Municipais

10 - Apresentação do Relatório Anual 2016 - Atribuição de Apoios a Estratos Sociais Desfavorecidos

11 - Apresentação do Relatório Anual 2016 - Apoio a Instituições de Solidariedade Social

12 - Relato Sobre a Auditoria das Demonstrações Financeiras

13 - Relatório e Parecer do Auditor Externo sobre as Contas do Exercício de 2016

14 - Aprovação da Ata da reunião ordinária de 16 de março de 2017

15 - Concurso público para concessão da conceção, construção e exploração do crematório - Não adjudicação

16 - Reperfilamento da Rua de Francos e novo acesso à Universidade do Minho - Azurém - Aprovação da minuta de contrato

17 - Freguesia de Mesão Frio – Drenagem de Águas Pluviais na Rua Alberto Fernandes - Cedência de Materiais

18 - Freguesia de Selho S. Cristóvão – Atribuição de Subsídio para a Reparação da Fachada e Cobertura do Edifício da Sede da Junta de Freguesia de Selho S. Cristóvão

19 - Freguesia de Selho S. Cristóvão – Atribuição de Subsídio - Aquisição de uma Eletrobomba Submersível para o Furo Artesiano de Abastecimento das Águas das Senhoras do Monte

20 - Freguesia de Barco - Alteração ao Contrato Interadministrativo de Delegação de Competências – Ano de 2016 – Primeiro Aditamento

21 - Freguesia de Barco - Alteração ao Contrato Interadministrativo de Delegação de Competências – Ano de 2014 – Segundo Aditamento

22 - União das Freguesias de Briteiros S. Salvador e Briteiros St.ª Leocádia – Alteração ao contrato de atribuição de subsídio – Ano de 2016 – Primeiro aditamento.

23 - União das Freguesias de Briteiros S. Salvador e Briteiros St.ª Leocádia - Alteração ao Contrato Interadministrativo de Delegação de Competências – Ano de 2015 – Segundo aditamento.

24 - União das Freguesias de Briteiros S. Salvador e Briteiros St.ª Leocádia – Alteração ao contrato de atribuição de subsídio – Ano de 2014 – Terceiro aditamento.

25 - União das Freguesias de Briteiros S. Salvador e Briteiros St.ª Leocádia - Alteração ao contrato de atribuição de subsídio – Ano de 2009 – Segundo aditamento.

26 - Protocolo com a Administração Regional de Saúde do Norte: Projeto Autoestima - Transferência de verba para pagamento de despesa associada à formação dos técnicos do projeto em 2017

27 - Protocolo celebrado com o Município de Santo Tirso – Ligação de S. Martinho do Campo (Santo Tirso) ao Edifício de Passageiros do Interface de Lordelo (Guimarães) – Minuta da Adenda ao Protocolo 

28 - Acordo de Colaboração com a Infraestruturas de Portugal, SA - Aprovação da minuta do Acordo de Colaboração - Ratificação.

29 - Regulamento Municipal - Início de Procedimento para Alteração de Regulamentos Municipais 

30 - Proposta para abertura de concurso público para aquisição de serviços: Fornecimento de refeições em refeitórios escolares – Triénio 2018/2020

31 - Desafetação do domínio público de duas parcelas de terreno situadas no Parque Industrial de Ponte

32 - Arrendamento de imóvel - Cooperativa Agrícola de Guimarães

33 - Oferta de livros à Sociedade Musical Pevidém

34 - Doação de equipamento - Banda Musical das Caldas das Taipas 

35 - Reposição de prestações familiares. Pedido de relevação

36 - Aprovação de Candidatura para Concessão de Benefícios Tributários Municipais - Aprovação da Minuta do Contrato a Celebrar - Abílio Salgado Mendes, Lda

37 - Pedido de Renegociação do Contrato de Concessão de Benefícios Tributários Municipais celebrado a 1 de Junho de 2015 com Francisco Vaz da Costa Marques, Filhos & Cª 

38 - Pedido de Renegociação do Contrato de Concessão de Benefícios Tributários Municipais celebrado em 15 de Outubro de 2014 com a Indústria de Malhas Natália Ribeiro.

39 - Concurso público para a atribuição de circuito turístico na cidade de Guimarães

40 - Designação Representantes Conselho Geral Santos Simões e Virgínia Moura

41 - Associação de Pais da Escola Básica de Pevidém n.º 1 (Barreiro – Selho S. Jorge) - Atribuição de apoio - desenvolvimento da componente de apoio à família dos alunos do 1.º ciclo do ensino básico (CAF).

42 - Comparticipação nas despesas respeitantes a quatro ramais de água e saneamento e respetivas tarifas de ligação - Atribuição de Apoios a Estratos Sociais Desfavorecidos

43 - Comparticipação nas despesas respeitantes a um ramal de saneamento e respetiva tarifa de ligação - Atribuição de Apoios a Estratos Sociais Desfavorecidos 

44 - 140º Aniversário dos Bombeiros Voluntários de Guimarães- Missa campal - Apoio logístico

45 - Associação de Paralisia Cerebral de Guimarães – atribuição de subsídio para utilização do Grande Auditório do Centro Cultural Vila Flor

46 - I Festival Internacional de Coros de Guimarães - atribuição de subsídio

47 - Sindicato dos Professores do Norte – atribuição de subsídio para utilização do Auditório da Fraterna

48 - Centro Municipal de BTT - Apoio à Associação de Ciclismo do Minho

49 - GTEAM - Guimarães Football Clube - Apoio Extraordinário 

50 - Associação Nacional de Treinadores de Futebol - Apoio Financeiro

51 - Constituição de fundo de maneio. Reparação de acidentes de trabalho

52 - Relatório e Contas 2016

53 - Revisão Orçamental

54 - Aprovação da Ata em Minuta

GUIMARÃES PROMOVE DOÇARIA E MÚSICA RELIGIOSA

ENTRE 03 E 05 DE ABRIL

Doçaria no Convento e Festival de Música Religiosa de Guimarães promovidos no Norte e em Espanha

Ações promocionais do destino Guimarães estão integradas numa estratégia de alavancagem do turismo na região. Oportunidade permitirá divulgar doçaria conventual.

Guimaraes_Docaria_Festival_Musica_Religiosa.jpg

A Câmara Municipal de Guimarães vai realizar, no início do mês de abril, três ações promocionais de dois eventos que decorrerão na Páscoa, período de especial afluxo de turistas. A edição deste ano da Doçaria no Convento e o segundo Festival de Música Religiosa de Guimarães serão promovidos em Espanha e em dois espaços do Norte do país de elevada afluência.

No dia 03 de abril, o Município de Guimarães, reconhecendo a importância do turismo para a economia nacional, em particular para a vimaranense, estará presente na Loja Interativa de Turismo do Aeroporto Francisco Sá Carneiro, com a realização de uma ação de promoção das duas iniciativas, enquanto no dia seguinte marcará presença na Loja Interativa de Santiago de Compostela e no dia 05 de abril no Porto Welcome Center.

Estas ações permitirão ainda a divulgação e promoção da doçaria conventual vimaranense, através de uma mostra e degustação das Tortas de Guimarães e do Toucinho do Céu, assim como a divulgação dos vinhos produzidos no concelho, sob a forma de um Welcome Drink, que receberá todos os visitantes. Os doces e vinhos para a degustação são oferta das empresas Clarinha, Adega Cooperativa de Guimarães, Quinta do Ermízio, Sociedade Agrícola S. Gião e Casa de Sezim.

GUIMARÃES COMEMORA DIA MUNDIAL DO TEATRO

ESTA SEGUNDA-FEIRA, 27 DE MARÇO

Idosos comemoraram Dia Mundial do Teatro no Multiusos de Guimarães

Instituições do concelho prepararam programa em dia simbólico. 930 idosos assistiram à apresentação de um conjunto de peças teatrais.

Guimaraes_Dia_Mundial_Teatro_2017.JPG

Cerca de um milhar de idosos, pertencentes a 35 instituições de solidariedade social do concelho de Guimarães, comemorou esta segunda-feira, 27 de março, o Dia Mundial do Teatro numa iniciativa promovida pela Câmara Municipal. A tarde no Multiusos de Guimarães ficou marcada pela apresentação de trechos teatrais, mas também por momentos de música.

A exibição da performance “De Criança a Velhinho”, cuja apresentação esteve a cargo do grupo Encontro de Saberes, abordou as diferentes memórias de vida dos nossos idosos, enquanto o Centro Social Cultural Desportivo de Vila Nova de Sande apresentou a peça “A Carochinha e o João Ratão” e a ADCL exibiu excertos do projeto “Então Vamos”. O músico Tiago Maroto encerrou a tarde com a apresentação musical de um conjunto de concertinas.

A iniciativa resultou de um «trabalho em rede das instituições», como referiu Paula Oliveira, Vereadora do Município de Guimarães, com competências delegadas na área da Ação Social. «O teatro é uma arte que permite expressar as nossas emoções e as nossas vivências! É também a arte do encontro, da partilha, de experiências e de memórias de vida», acrescentou ainda.

A comemoração do Dia Mundial do Teatro, celebrado no âmbito das atividades da Terceira Idade, contou com a organização da Fraterna, Rede Social, Tempo Livre e das instituições de apoio a idosos. Promover a arte do teatro como forma de expressão, proporcionando momentos de entretenimento e alegria, foi um dos objetivos desta iniciativa que reuniu mais de três dezenas de entidades de âmbito social.

CASTELO DE GUIMARÃES E PAÇO DOS DUQUES SEM LUZ DURANTE UMA HORA EM NOME DO AMBIENTE

CELEBRAÇÃO DA “HORA DO PLANETA” ESTE SÁBADO

“Hora do Planeta” é assinalada na noite deste sábado num compromisso com escala global. Edifícios e monumentos icónicos de todo o mundo vão ficar às escuras. Celebrar o Planeta Terra é um dos objetivos.

As luzes do Castelo de Guimarães e do Paço dos Duques de Bragança vão ser desligadas este sábado, 25 de março, entre as 20:30 e as 21:30 horas, num ato simbólico que assinalará a comemoração da “Hora do Planeta”, uma iniciativa da rede WWF (World Wide Found for Nature; Fundo Mundial para a Natureza), que incentiva cidadãos, empresas e governos a apagarem as luzes durante uma hora como demonstração do seu apoio à luta contra as alterações climáticas.

A adesão ao movimento implica apagar a luz de um ou dois monumentos emblemáticos da cidade, promover a divulgação da iniciativa e da sua mensagem contra as alterações climáticas, podendo igualmente os cidadãos desligar a eletricidade nas suas casas.

A celebração da Hora do Planeta, que pretende pôr o mundo às escuras na hora do jantar deste sábado, assinala dez anos, depois de ter sido realizada pela primeira vez em Sidney, na Austrália, em 2007, abrangendo já mais de 8.000 cidades, em 170 países, sendo reconhecida como a maior ação pelo ambiente e contra as alterações climáticas.

Em Portugal, além de Guimarães, vão ter as luzes apagadas a Ponte 25 de Abril (Lisboa), Ponte da Arrábida (Porto), estação ferroviária do Rossio, Castelo de S. Jorge, Mosteiro dos Jerónimos e Torre de Belém (Lisboa), Castelo de Abrantes, Castelo de Bragança, Moinho das Castanholas no Cadaval, Castelo de Celorico, Arco da Vila de Faro, muralhas do Castelo de Loulé, entre outros monumentos.

ALUNOS DA UMINHO E EUA MOSTRAM EM GUIMARÃES “TEATRO PARA A INTEGRAÇÃO

ESTA SEXTA-FEIRA, 24 DE MARÇO (11H30)

Biblioteca Municipal Raul Brandão recebe apresentação de projeto inovador. Pessoas com necessidade de proteção internacional é o tema central. Entrada livre.

Teatro_Para_Integracao.jpg

Os estudantes de Teatro da Universidade do Minho e de cursos da Buffalo State University (EUA) apresentam esta sexta-feira, dia 24 de março, entre as 11:30 e as 12:30 horas, dois espetáculos teatrais, dois vídeos e uma instalação, na Biblioteca Municipal Raul Brandão, em Guimarães, num inovador projeto de teatro que tem o apoio dos Serviços da Ação Social da Câmara de Guimarães, do programa “Guimarães Acolhe” e do Instituto de Letras e Ciências Humanas (UM).

Com entrada livre, este é o culminar do projeto conjunto “Teatro para a Integração”, onde é abordada a situação dos refugiados em Portugal e nos EUA. Durante os trabalhos, houve uma reflexão de como as artes podem ajudar a desenvolver maior consciência das histórias dos refugiados e de como os projetos artísticos podem promover uma maior inclusão dos refugiados nos países para os quais viajam. No final da sessão, decorrerá um debate com o público, coordenado pela professora Francesca Rayner, da Universidade do Minho.

Uma instalação (krafts) é uma manifestação artística contemporânea composta por elementos organizados num determinado ambiente. Pode ter um carácter efémero (só “existir” na hora da exposição) ou pode ser desmontada e recriada noutro local. Uma instalação pode ser multimédia e provocar sensações táteis, térmicas, odoríficas, auditivas, visuais, entre outras. O termo instalação foi incorporado no vocabulário das artes visuais na década de 1960.

GUIMARÃES APRESENTA PROGRAMA "SCHOOL AT WORK"

SESSÃO NA SOCIEDADE MARTINS SARMENTO

Programa “School At Work” apresentado em Guimarães esta sexta-feira (18h)

Projeto pretende inovar processo de formação de alunos. Sessão pública decorrerá na Sociedade Martins Sarmento, ao final da tarde desta sexta-feira.

Guimaraes_SAW.jpg

O programa SAW - School At Work, projeto inovador na forma de abordar a formação dos alunos no ensino secundário, é apresentado esta sexta-feira, 24 de março, às 18 horas, na Sociedade Martins Sarmento, em Guimarães.

Desenvolvido pelo Colégio do Ave, sendo a Câmara Municipal uma das entidades parceiras, o programa pretende mostrar o que de melhor se faz em termos tecnológicos na região, permitindo aos estudantes contactar e trabalhar de perto com essa realidade.

O projeto constituirá uma montra para alunos e empresas, mostrando o arrojo e a qualidade dos recursos materiais e humanos existentes no concelho de Guimarães. O programa desenvolverá, também, atividades paralelas destinadas a toda a comunidade estudantil e cientifica da região.

PÓVOA DE LANHOSO EXPÕE ESCULTURA

Escultor Dinis Ribeiro expõe no Castelo de Lanhoso “Teresa, mãe de Portugal”

O escultor vimaranense Dinis Ribeiro expõe no Castelo de Lanhoso a partir de sábado, dia 25 de março, a mostra "Teresa, mãe de Portugal". A abertura está marcada para as 15h00.

Exposicao Teresa mae de Portugal.PNG

Teresa, mãe de D. Afonso Henriques, primeiro rei de Portugal, é o rosto de uma governação firme e inteligente, consolidando e ampliando as linhas de fronteira do Condado Portucalense. As suas relações pessoais, frias e calculistas, e as alianças meticulosamente planeadas, fizeram desta mulher uma personagem fundamental na História de Portugal.

Dinis Ribeiro, escultor de Rendufe, concelho de Guimarães, inspirando-se nesta importante figura histórica e numa correlação com o passado, dará corpo a um conjunto de esculturas tridimensionais e minimalistas, que reforçam o poder de D. Teresa e a sua ligação ao Castelo de Lanhoso.

GUIMARÃES É O PRIMEIRO CONCELHO DE PORTUGAL A CRIAR O PROVEDOR DO IDOSO

JOSÉ LOPES APRESENTADO ESTA QUARTA-FEIRA

Intervir na tutela dos interesses das pessoas idosas junto das instituições, receber queixas ou fazer recomendações são alguns dos objetivos. Atendimento semanal será às sextas-feiras de manhã, na Câmara Municipal.

Guimaraes_Provedor_Idoso.jpg

O cargo de Provedor do Idoso de Guimarães, que o vimaranense José Leite Ferreira Lopes irá desempenhar a partir do dia 31 de março, é o primeiro criado no país num modelo pioneiro e inovador. A sessão de apresentação decorreu esta quarta-feira, 22 de março, no Pequeno Auditório do Centro Cultural Vila Flor, numa cerimónia que contou com a presença do Presidente da Câmara de Guimarães, Domingos Bragança, da Vereadora da Ação Social, Paula Oliveira, do Presidente da Comissão de Proteção ao Idoso (CPI), Carlos Branco, e de Eduardo Duque, fundador desta Comissão.

O atendimento ao público decorrerá às sextas-feiras, de manhã, no primeiro piso do edifício da Divisão de Ação Social da Câmara Municipal, com o seu início agendado para o último dia deste mês de março. «Queremos construir uma plataforma cada vez mais colaborativa e eficaz na promoção da qualidade de vida das nossas pessoas com mais idade, realizando um trabalho de ainda mais proximidade, proteção e segurança aos nossos idosos e instituições», afirmou Domingos Bragança.

O Provedor do Idoso, formalizado em outubro de 2016, é um cargo não remunerado que permitirá estabelecer uma comunicação mais regular entre a população sénior e as diversas instituições que atuam nesta área, além de ser um elo com a Autarquia, assegurando a representatividade da população sénior na definição das suas políticas, enquanto garante dos direitos do idoso e agente de promoção da sua qualidade de vida. «Temos no país mais de dois milhões de pessoas idosas e em Guimarães somos mais de 20 mil, entre as quais, 3 mil que vivem sozinhas», referiu José Lopes na sessão de apresentação.

Idosos com mais apoio

Em Guimarães, tem sido visível o investimento nesta área social. O programa “Guimarães 65+”, a decorrer no concelho desde 2013, tem como finalidade prevenir o isolamento das pessoas idosas do concelho em situação de particular fragilidade e vulnerabilidade, registando-se, até à data, 1.773 idosos sinalizados e a existência de uma rede institucional de apoio constituída por 65 serviços e 41 gestores sociais. Em 18 de julho de 2013, sete entidades manifestaram interesse em aderir a este programa, através da cedência de técnicos para assumir a função de gestores sociais.

Esta aposta do município em respostas de proximidade, que fomentam uma participação mais assídua do idoso nas políticas municipais, tem permitido a continuidade de um conjunto de projetos de promoção do envelhecimento ativo, de prevenção do isolamento e de minimização do impacto de algumas problemáticas associadas a esta faixa etária, entre os quais, os projetos Raízes, Consigo, Intervenção Local, Então Vamos, Candoso Ativo, Tabu, Gerações em Movimento e Encontro de Saberes.

IDOSOS DE GUIMARÃES TÊM PROVEDOR

CERIMÓNIA NO CCVF (14H30)

José Lopes é apresentado esta quarta-feira como Provedor do Idoso de Guimarães

Sessão realiza-se no Pequeno Auditório do CCVF. Objetivo é reforçar proximidade entre o público sénior e as diversas instituições, abrindo-se caminho para uma participação mais ativa do idoso nas políticas municipais.

Guimaraes_Jose_Lopes.jpg

O vimaranense José Leite Ferreira Lopes é apresentado como Provedor do Idoso de Guimarães esta quarta-feira, 22 de março, às 14:30 horas, no Pequeno Auditório do Centro Cultural Vila Flor. A sessão contará com a presença do Presidente da Câmara de Guimarães, Domingos Bragança, da Vereadora da Ação Social, Paula Oliveira, do Presidente da Comissão de Proteção ao Idoso (CPI), Carlos Branco, e de Eduardo Duque, fundador desta Comissão.

O Provedor do Idoso, formalizado em outubro de 2016, é um cargo não remunerado que permitirá estabelecer uma comunicação mais regular entre a população sénior e as diversas instituições que atuam nesta área, além de ser um elo com a Autarquia, assegurando a representatividade da população sénior na definição das suas políticas, enquanto garante dos direitos do idoso e agente de promoção da sua qualidade de vida. Neste particular, as autarquias, em articulação com a Comissão de Proteção ao Idoso, são chamadas a desempenhar um papel ativo, fundamental na escolha e nomeação do Provedor do Idoso.

Tratando-se de uma pessoa oriunda da comunidade, caber-lhe-á, entre outros aspetos, receber queixas, denúncias e reclamações relacionadas com pessoas idosas e proceder ao seu encaminhamento para as entidades competentes, além de averiguar situações sinalizadas pelas pessoas idosas ou pela comunidade que possam indicar perigo. Terá ainda como incumbências fazer recomendações aos órgãos competentes ou intervir na tutela dos interesses das pessoas idosas junto das diversas instituições.

PROJECTO “GUIMARÃES MAIS FLORESTA” REFORÇA PLANTAÇÕES NO DIA MUNDIAL DA ÁRVORE

Depois da comunidade escolar, movimento teve agora a adesão de várias empresas vimaranenses. Terça-feira serão plantadas centenas de árvores em data simbólica.

A Câmara Municipal de Guimarães promove uma conferência de imprensa esta terça-feira, 21 de março, Dia Mundial da Árvore e da Floresta, para efetuar o ponto da situação do projeto “Guimarães Mais Floresta”. O encontro com os jornalistas decorrerá no auditório do Laboratório da Paisagem, a partir das 10 horas.

Guimaraes_Mais_Floresta_Projeto.png

A sessão contará com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, e demais vereadores, bem como das empresas aderentes ao projeto desenvolvido pelo Município de Guimarães, em colaboração com o Laboratório da Paisagem, a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens e a Sol do Ave, que surge enquadrado nos desígnios da candidatura de Guimarães a Capital Verde Europeia.

O dia 21 de março será assinalado através de várias plantações em diversos locais do concelho promovidos em articulação com empresas e associações. Após a conferência de imprensa, centenas de árvores serão plantadas em locais como o Parque da Cidade de Guimarães, os Parques de Lazer de Ardão e Lordelo, a Montanha da Penha, a Citânia de Briteiros e a Zona Ribeirinha junto ao rio Selho

BRIGADAS VERDES DE GUIMARÃES COMEMORAM DIA INTERNACIONAL DE ACÇÃO PELOS RIOS

Laboratório da Paisagem coordenou iniciativa que permitiu remover resíduos dos caudais dos rios. Fermentões, Ponte, Creixomil e Briteiros Santo Estêvão e Donim promoveram ações ambientais.

Guimaraes_Dia_Acao_Rios_2017.jpg

Guimarães assinalou este sábado, 18 de março, o Dia Internacional de Ação pelos Rios, com um conjunto de ações de limpeza nos rios Selho e Ave, para sensibilizar e consciencializar a população para a preservação do ambiente em especial dos rios, na defesa da biodiversidade, transmitindo a importância e valorização das linhas de água urbanas. A ação ambiental, realizada ao longo da manhã deste sábado, contou com a participação do Presidente do Município, Domingos Bragança, e do Vice-Presidente, Amadeu Portilha, com competências delegadas na área do Ambiente. 

No Laboratório da Paisagem, no arranque da Festa da Primavera, que se prolonga até esta segunda-feira, figuras públicas, escuteiros e voluntários, juntaram-se à equipa científica do Laboratório da Paisagem para mais uma ação de limpeza do rio. Como resultado, foram retirados detritos num total de cerca de meia tonelada. Vários pneus, um colchão, têxteis diversos, recipientes de produtos alimentares e de higiene, em vidro e plástico, são apenas alguns dos exemplos encontrados.

Na ação junto ao Laboratório da Paisagem participaram o vice-presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Amadeu Portilha, os atletas olímpicos Ana Dulce Félix e Ricardo Ribas, bem como voluntários do Banco Local de Voluntariado de Guimarães, escuteiros da Junta de Núcleo de Guimarães do Corpo Nacional de Escutas e elementos das brigadas verdes das Juntas de Freguesia de Creixomil e Fermentões.

Comemoração da data (também) no concelho

Aos escuteiros e voluntários Amadeu Portilha salientou o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido no âmbito da valorização dos rios do concelho, nomeadamente pelo Laboratório da Paisagem. «O objetivo é darmos o exemplo do que pode ser a nossa generosidade para com as linhas de água, que são um elemento fundamental da nossa vida em sociedade. Acreditamos convictamente que estes pequenos exemplos podem ajudar a mudar Guimarães».

«É importante preservar, amar e promover a natureza, entregando aos nossos filhos e netos um Planeta muito melhor do que aquele que recebemos. Mais do que ser Capital Verde Europeia, importa continuar a percorrer o caminho da sustentabilidade». Já Ana Dulce Félix e Ricardo Ribas mostraram-se honrados com o convite para participar numa iniciativa que ajuda a «defender aquilo que é nosso».

Ações semelhantes foram realizadas pelas Brigadas Verdes de Ponte e Briteiros Santo Estêvão e Donim. Em Ponte, cerca de meia centena de voluntários recolheram mais de quinhentos quilogramas de lixo na margem norte do rio Ave, junto à Rua de S. José e Rua da Ponte Velha, em Campelos. Já a ação da Brigada Verde de Briteiros Santo Estêvão e Donim, com cerca de 30 elementos, incidiu no Parque de Lazer da Fraga e terminou na Praia Fluvial do Vaqueiro.

GUIMARÃES PARTICIPA NA BOLSA DE TURISMO DE LISBOA

Guimarães promove-se até domingo na maior feira dedicada ao lazer e viagens de Portugal

Depois dos primeiros dias destinados aos profissionais ligados ao setor do turismo, o evento é aberto ao público em geral a partir desta sexta-feira e até domingo, 19 de março. Montra da oferta turística destaca a cultura e o património de Guimarães.

BTL_Municipio_Guimaraes.jpg

Dar a conhecer as potencialidades do concelho enquanto destino turístico de referência na região norte e a nível nacional e internacional é o grande objetivo da participação de Guimarães na 29ª edição da BTL - Bolsa de Turismo de Lisboa, a maior feira dedicada ao setor de lazer e viagens de Portugal, que decorre até domingo, 19 de março, na FIL, no Parque das Nações, em Lisboa.

A forte ligação à origem da identidade e da nacionalidade portuguesa, associada ao Centro Histórico Património Mundial, estão no centro da estratégia de comunicação desenhada para o evento. A promoção do destino vimaranense inclui os principais equipamentos culturais e museológicos, assim como é igualmente visível através das empresas locais, mais precisamente de empreendimentos de hotelaria e restauração.

O stand do Município de Guimarães encontra-se inserido na Entidade Regional de Turismo do Porto e Norte de Portugal. Para os profissionais ligados ao setor do turismo é uma oportunidade para analisar a tendência dos mercados e posicionar a sua oferta de uma forma inovadora e competitiva. Para o público, constitui a oportunidade de conhecer novos destinos e soluções de viagens, comparar propostas e fazer aquisições a preços altamente competitivos, juntando num só espaço vários operadores.

Na edição deste ano da BTL – Feira Internacional de Turismo, participam todas as entidades regionais de turismo nacional e ainda 30 municípios portugueses. A feira conta também com a presença de 42 destinos internacionais, dos quais sete são novidade no certame: Argentina, Zimbabwe, Colômbia, África do Sul, Peru, Pontevedra e Taipé. Esperam-se 75 mil visitantes numa área de exposição de 37.500 metros quadrados, onde estão mais de 1.200 entidades e empresas.

MUNICÍPIO DE GUIMARÃES CELEBRA PROTOCOLOS COM INSTITUIÇÕES CULTURAIS DO CONCELHO

SESSÃO NA CÂMARA MUNICIPAL (11H)

Protocolos 2017 com instituições culturais de Guimarães são assinados este sábado

Acordos de descentralização com entidades culturais do concelho de Guimarães são formalizados este sábado de manhã. Valor protocolado é superior a 76 mil euros.

O Município de Guimarães vai proceder à assinatura de acordos de colaboração com instituições culturais do concelho, este sábado, 18 de março, no âmbito dos protocolos de descentralização aprovados em reunião de Câmara realizada no último dia 16 de fevereiro.

A cerimónia, que contará com a presença do Presidente da Autarquia, Domingos Bragança, decorrerá no Salão Nobre da Câmara Municipal, a partir das 11 horas. A medida constitui um incentivo e apoio à formação, criação, produção e divulgação cultural em diferentes áreas. Os protocolos apoiam igualmente 9 escolas de música, num total de 67 entidades.

Os acordos preveem a apresentação de um, dois ou três espetáculos, consoante os casos, mediante contrapartidas financeiras no montante global de 76.550 mil euros, de acordo com a seguinte distribuição, por áreas de intervenção: Bandas Musicais e Orquestras (19.500 euros), Grupos Folclóricos (22.800 euros), Grupos de Teatro (15 mil euros), Grupos Corais (4.800 euros), Grupos de Música Popular (7.200 euros) e Escolas de Música (7.250 euros).

CURTIR CIÊNCIA CELEBRA DIA MUNDIAL DA ÁGUA

Efeméride é assinala a 22 de março com várias iniciativas de sensibilização

Um “Show de Ciência” com várias atividades em laboratório, o atelier “Ciclo da Água” e a visita a alguns dos módulos da Exposição Permanente são algumas das atividades com que o Curtir Ciência - Centro Ciência Viva de Guimarães assinala, a 22 de março, o Dia Mundial da Água.

guimaagmm.jpg

Com estas atividades relacionadas com a água e destinadas ao público escolar, o Curtir Ciência pretende salientar a importância deste recurso natural. “A discussão sobre a forma como a sociedade trata este recurso fundamental para a sobrevivência da humanidade é extremamente atual. O Curtir Ciência, enquanto centro de promoção e divulgação da Ciência, não podia deixar em claro esta efeméride”, explica Sérgio Silva, Diretor Executivo do Centro Ciência Viva de Guimarães.

O “Show de Ciência” consiste num conjunto de quatro atividades experimentais relacionadas com a água, apresentadas de forma simples e de fácil compreensão. São elas: Garrafa Colorida,em que os participantes criam uma garrafa com uso de água, açúcar e corantes; Flutua ou não?,em torno dos objetos mais e menos densos que a água; Xilofone, que, como o nome indica, tem a ver com o mundo da música e que visa levar os participantes a construírem um instrumento musical usando apenas a água como suporte e Foguetão, uma atividade centrada na tensão superficial, que é uma das propriedades da água. 

Na atividade “Ciclo da Água e os seus Estados Físicos” são abordados temas ligados aos programas curriculares do 1º e 2º ciclos: o Ciclo da Água e os Estados Físicos; Propriedades da molécula de água; Relação da água com o sal, entre outros.

Além destas atividades centradas no espaço do Curtir Ciência, na Antiga Fábrica de Curtumes Âncora, em Couros, o Centro Ciência Viva de Guimarães marca presença, igualmente, no “Quizz” organizado pela Empresa Intermunicipal Vimágua, a desenrolar em quatro escolas dos concelhos de Guimarães e Vizela. Os 30 alunos com melhor pontuação neste jogo que coloca à prova os conhecimentos sobre a água, receberão vouchers para poderem visitar, gratuitamente, o Centro Ciência Viva de Guimarães. 

GUIMARÃES HOMENAGEIA ANTIGO PRESIDENTE DO INSTITUTO POLITÉCNICO DO CÁVADO E AVE

EM REUNIÃO DO EXECUTIVO

Câmara de Guimarães atribui voto de louvor a João Carvalho, ex-Presidente do IPCA

Polo no AvePark alargou oferta do ensino superior em Guimarães. Anúncio da criação da “Escola-Hotel” concluiu mandato de João Carvalho, que liderou o Instituto Politécnico do Cávado e Ave durante uma década.

IPCA_Joao_Carvalho.JPG

A Câmara de Guimarães aprovou, por unanimidade, em reunião do Executivo Municipal realizada esta quinta-feira, 16 de março, a deliberação de um voto de louvor ao Presidente do Instituto Politécnico do Cávado e Ave (IPCA), João Carvalho, que exerceu funções desde 2006 até ao passado dia 28 de fevereiro, data em que, por motivos de saúde, renunciou ao cargo.

Em outubro de 2015, o IPCA, que até então tinha desenvolvido a sua atividade de formação superior na área do Cávado, instalou-se em Guimarães inaugurando o seu polo no AvePark, completando a sua dimensão geográfica com a disponibilização da sua oferta formativa, também na região do Ave. «Foi determinante a visão estratégica e a colaboração do Professor João Carvalho que manifestou um dedicado empenho nesse projeto e na sua consolidação», refere o voto de louvor apresentado pelo Presidente do Município, Domingos Bragança.

O documento menciona também o impulso dado para a criação da Escola Superior de Hotelaria e Turismo em Guimarães, anunciada no início de março, que se prevê venha a ser frequentada por centenas de estudantes. «Um novo contributo para o crescimento da nossa população universitária e para a qualificação da restauração e hotelaria na região, criando condições para o objetivo de excelência na atividade turística local, fundamental na economia de Guimarães», lê-se no texto aprovado em reunião do Executivo.

GUIMARÃES: CURTIR CIÊNCIA CELEBRA DIA MUNDIAL DA ÁGUA

Efeméride é assinala a 22 de março com várias iniciativas destinadas ao público estudantil

Um “Show de Ciência” com várias atividades em laboratório, o atelier “Ciclo da Água”, uma sessão sobre o consumo de água da rede pública e a visita a alguns dos módulos da Exposição Permanente preenchem o programa com que o Curtir Ciência - Centro Ciência Viva de Guimarães assinala, a 22 de março, o Dia Mundial da Água.

Com estas atividades relacionadas com a água e destinadas ao público escolar, o Curtir Ciência pretende salientar a importância deste recurso natural. “A discussão sobre a forma como a sociedade trata este recurso fundamental para a sobrevivência da humanidade é extremamente atual. O Curtir Ciência, enquanto centro de promoção e divulgação da Ciência não podia deixar em claro esta efeméride”, explica Sérgio Silva, Diretor Executivo do Centro Ciência Viva de Guimarães.

O “Show de Ciência” consiste num conjunto de quatro atividades experimentais relacionadas com a água, apresentadas de forma simples e de fácil compreensão. São elas: Garrafa Colorida,que desafia os participantes a criarem uma garrafa com uso de água, açúcar e corantes; Flutua ou não?, em que se demostra quais são os objetos mais e menos densos que a água; Xilofone, que como o nome indica, tem a ver com o mundo da música e que visa levar os participantes a construírem um instrumento musical usando apenas a água como suporte e Foguetão, uma atividade centrada na tensão superficial, que é uma das propriedades da água. Na atividade “Ciclo da Água e os seus Estados Físicos” são abordados temas ligados aos programas curriculares do 1º e 2º ciclos: o Ciclo da Água e os Estados Físicos; Propriedades da molécula de água; Relação da água com o sal, entre outros.

Sérgio Silva, Diretor Executivo do Curtir Ciência, salienta que, com este conjunto de atividades, “o Centro Ciência Viva de Guimarães dá corpo à sua principal missão enquanto promotor da Ciência junto da comunidade escolar, assim como de promoção do ensino experimental das ciências, revelando os seus métodos e descobertas e a forma como esta se materializa no nosso quotidiano”.

GUIMARÃES EVITA QUE UM MILHAR DE PROCESSOS EM 2016 TERMINE EM AÇÕES JUDICIAIS

DIA MUNDIAL DOS DIREITOS DO CONSUMIDOR ESTA QUARTA-FEIRA

CIAC de Guimarães, Centro de Arbitragem de Conflitos e Tribunal Arbitral registam aumento processual. Dia Mundial dos Direitos do Consumidor assinala-se esta quarta-feira, 15 de março.

CIAC_Guimaraes.JPG

O Centro de Informação Autárquico ao Consumidor (CIAC), criado pela Câmara Municipal de Guimarães, e o Centro de Arbitragem de Conflitos de Consumo do Vale do Ave/ Tribunal Arbitral apreciaram, em 2016, um total de 969 processos, considerando os 122 que transitaram do ano de 2015 e que também foram resolvidos em sede de mediação, evitando-se a resolução por parte dos tribunais civis. Numa análise comparativa com os últimos dois anos, o número de informações prestadas também aumentou, verificando-se 1.531 solicitações em 2016, mais 253 do que em 2015, em que foram contabilizados 1.278 pedidos de informação.

Esta quarta-feira, 15 de março, comemora-se o Dia Mundial dos Direitos do Consumidor. O CIAC, um dos primeiros serviços de apoio ao consumidor do país, oficialmente criado em 8 de junho de 1989, e o Centro de Arbitragem de Conflitos de Consumo do Vale do Ave/Tribunal Arbitral são, na área do Município de Guimarães, e no que respeita aos litígios de consumo, não só uma verdadeira alternativa ao sistema judicial como muitas vezes, na prática, a única forma dos consumidores/munícipes efetivarem os seus direitos.

Recorde-se que, nos serviços públicos essenciais, as empresas prestadoras estão obrigadas a sujeitar a resolução do conflito aos centros de arbitragem se o consumidor assim o pretender e a sentença arbitral – bem como a conciliação homologada pelo juiz-árbitro – tem o mesmo valor, idêntico carácter obrigatório e força executiva de uma decisão judicial.

Em 2016, o Centro de Arbitragem de Conflitos de Consumo do Vale do Ave/ Tribunal Arbitral recebeu 1.606 processos, um acréscimo de 10% em relação ao ano anterior, o qual se afigurou bastante considerável atendendo ao já extraordinário movimento processual alcançado em 2015. A maioria dos processos (1.328) teve como objeto conflitos no âmbito dos serviços públicos essenciais, sendo de destacar os referentes a comunicações eletrónicas (821) e ao serviço de distribuição de energia elétrica e gás (449).

Neste tipo de litígios, se o consumidor intentar um processo no Centro de Arbitragem e este não se resolver por acordo, as empresas estão legalmente obrigadas a submetê-lo a decisão do tribunal arbitral. Dos 1.600 processos arquivados no ano foram resolvidos 1.433, o que representou a resolução de 90% do total dos arquivamentos efetuados.

Os processos foram maioritariamente resolvidos por acordo (1060) em sede de mediação e 373 tiveram a intervenção dos juízes árbitros do tribunal arbitral. Porém, nestes, também foi conseguido um acordo das partes (conciliação) em 147 litígios, sendo decididos por sentença os restantes 226 processos. 

Centro de Arbitragem de Conflitos de Consumo do Vale do Ave/ Tribunal Arbitral

Em 2015, esta entidade de resolução de litígios foi o centro de arbitragem de conflitos de consumo que mais processos recebeu e que mais processos resolveu a nível nacional e, em 2016, embora ainda não se conheçam os resultados que são publicados pela Direção-Geral da Política de Justiça, prevê-se que esta posição de destaque se tenha mantido.

O Centro de Arbitragem de Conflitos de Consumo do Vale do Ave é atualmente uma entidade modelo na rede de arbitragem de consumo tanto pela eficiência que alcançou, como pela cooperação funcionalmente estruturada que instituiu com os organismos autárquicos de apoio ao consumidor da sua área territorial.

VIMARANENSES DEBATEM SUSTENTABILIDADE NO DESPORTO

INSCRIÇÕES ABERTAS

Guimarães recebe em abril Conferência Internacional “Sustentabilidade no Desporto”

Laboratório da Paisagem acolhe encontro que terá, entre outros convidados, representantes da Comissão Europeia e da empresa parceira da FIFA e da UEFA na organização dos Campeonatos do Mundo e da Europa de Futebol. Inscrições abertas.

Guimaraes_CI_Sustentabilidade_Desporto.png

Guimarães vai receber no próximo dia 7 de abril a primeira conferência internacional "Sustentabilidade no Desporto", numa organização tripartida entre a Câmara Municipal de Guimarães, o Laboratório da Paisagem e a APOGESD – Associação Portuguesa de Gestão do Desporto.

Depois de ter sido Cidade Europeia do Desporto em 2013, a primeira do país, Guimarães almeja agora tornar-se Capital Verde Europeia em 2020. É nesse âmbito que organiza esta conferência internacional, integrada no Ciclo de Conferências “Guimarães Mais Verde”, que pretende mostrar bons exemplos de sustentabilidade ambiental na atividade desportiva e cuja iniciativa contará com a presença de Nymand Christensen, da Comissão Europeia.

Luís Silva, da Blue Rock Sports & Entertainment, empresa parceira da FIFA e da UEFA na organização dos Campeonatos do Mundo e da Europa de Futebol, também estará presente no auditório do Laboratório da Paisagem para falar sobre a “Sustentabilidade de Arenas - Tendências e Desafios”. O Plano de Mobilidade Urbana Sustentável de Guimarães, como promotor da prática desportiva, será ainda alvo de análise, por Paula Teles.

A Academia de Ginástica de Guimarães, que será inaugurada no próximo mês de junho e que se tornará um exemplo do ponto de vista ambiental, ao ser construída com materiais inovadores e um grau de eficiência energética exemplar, ao consumir a energia produzida pelo próprio imóvel, será também um dos destaques numa apresentação que ficará a cargo de Joaquim Carvalho, Diretor do Departamento de Obras Municipais da Câmara Municipal de Guimarães.

Algumas boas práticas neste âmbito serão igualmente destacadas, nomeadamente o projeto piloto de “Sustentabilidade no Desporto em Guimarães”, da responsabilidade do Laboratório da Paisagem de Guimarães. Também o exemplo de sustentabilidade ambiental do FC Porto merecerá igualmente reflexão, com a presença de uma responsável do clube portuense.

A conferência terminará com a apresentação do livro “Manual de Boas Práticas Ambientais no Desporto”, de Francisco Ferreira. A inscrição é gratuita e está aberta até ao dia 31 de março, através do endereço <http://www.labpaisagem.pt/sustentabilidade-no-desporto>.

GUIMARÃES VAI TER ECOVIA

ESTA QUINTA-FEIRA, 16 DE MARÇO

Guimarães assina contratos com Governo para a construção da Ecovia e Via de Acesso ao AvePark

Sessões realizam-se na tarde desta quinta-feira. Primeiro na estação da CP de Guimarães e depois no Parque de Ciência e Tecnologia.

O Ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, vai presidir à cerimónia de assinatura dos contratos para a construção da Ecovia e da Via de Acesso ao AvePark. Ambas as sessões públicas decorrerão na tarde desta quinta-feira, 16 de março, em Guimarães.

-Às 17 horas, no cais de embarque da estação da CP de Guimarães, será assinado o contrato de concessão do espaço canal do tramo desativado da Linha de Guimarães para a construção da Ecovia. O acordo será oficializado entre o Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, e o Presidente do Conselho de Administração da Infraestruturas de Portugal, António Laranjo. A cerimónia encerrará com uma intervenção do Ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques.

Logo depois, às 18 horas, no Auditório do AvePark, será formalizado o protocolo para a construção da Via de Acesso ao Parque de Ciência e Tecnologia. O programa da sessão inclui a exibição de um vídeo de apresentação do Programa de Valorização de Áreas Empresariais, seguindo-se uma declaração do Secretário de Estado das Infraestruturas, Guilherme d’ Oliveira Martins.

A assinatura do acordo de entendimento entre a Infraestruturas de Portugal e a Câmara Municipal de Guimarães será efetuada através dos seus Presidentes, da Infraestruturas de Portugal, António Laranjo, e Domingos Bragança. A cerimónia vai encerrar com a realização de uma intervenção do Ministro do Planeamento e das Infraestruturas.

GUIMARÃES REÚNE EXECUTIVO MUNICIPAL

SESSÃO ÀS 10 HORAS 

Agenda do Executivo para a reunião de Câmara desta quinta-feira, 16 de março de 2017

36 pontos fazem parte da Ordem de Trabalhos da reunião programada para a manhã desta quinta-feira, com início às 10 horas, na Sala de Reuniões da Câmara Municipal.

 Uma proposta de Regulamento Municipal para o AvePark - Parque de Ciência e Tecnologia e a adjudicação da obra de reperfilamento da rua de Francos e novo acesso à Universidade do Minho, em Azurém, são dois dos assuntos que vão ser apreciados pelo Executivo Municipal de Guimarães esta quinta-feira, 16 de março, em reunião ordinária de Câmara com início agendado para as 10 horas, na Sala de Reuniões dos Paços do Concelho.

A Vereação vai pronunciar-se também sobre a aprovação de cinco candidaturas para a concessão de benefícios tributários municipais, uma proposta para abertura de ajuste direto tendo em vista a aquisição de serviços de transporte escolar para o ano letivo 2017/2018, reforço do Fundo de Maneio da Divisão de Ação Social e atribuição de um apoio, no âmbito do Regulamento Municipal para Atribuição de Apoios a Estratos Sociais Desfavorecidos.

De acordo com a agenda de trabalhos, será igualmente apreciado o protocolo de colaboração relativo ao projeto “Café Memória” e minuta de aditamento para a renovação pelo período de um ano. Entre outros assuntos, o Executivo vai deliberar sobre a atribuição de um apoio à Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE) que, em parceria com o Município, organizou em Guimarães a edição deste ano da reunião dos Jovens Repórteres para o Ambiente (“Young Reporters for the Environment National Operators Meeting 2017”).

A ordem de trabalhos completa da reunião do Executivo Municipal é a seguinte:

01 - Ofícios da Assembleia Municipal - 24 de fevereiro

02 - Conservação corrente do pavimento de vias do Concelho de Guimarães - 2017 - Repartição de Encargos

03 - Conservação corrente do pavimento de vias do Concelho de Guimarães-2017 - Adjudicação

04 - Reperfilamento do troço viário entre a EN 101 e a área central da Vila de Ponte - fase 2 - Informação para Início de Procedimento

05 - Integração do Conselho Local de Acompanhamento para as Alterações Climáticas no Conselho Consultivo na área do ambiente e da sustentabilidade ambiental criado no âmbito da candidatura a Capital Verde Europeia

06 - VIMÁGUA - Relatório e Contas 2016

07 - Aprovação da Ata da Reunião Ordinária de 2 de março de 2017

08 - Relatório de Avaliação do Cumprimento do Estatuto do Direito de Oposição - Ano de 2016

09 - Reperfilamento da rua de Francos e novo acesso à Universidade do Minho - Azurém - Adjudicação

10 - Procedimento por concurso público da “Concessão da Conceção, Construção e Exploração do Crematório de Guimarães” - Impugnação administrativa e respetiva resposta para ratificação.

11 - Pedido de cedência de autocarro - União das Freguesias de Briteiros S. Salvador e Briteiros Sta.Leocádia - 25 de maio

12 - Pedido de cedência de autocarro - União das Freguesias de Sande Vila Nova e Sande S. Clemente - 19 de abril

13 - Protocolo de Colaboração relativo ao projeto Café Memória e minuta de aditamento para renovação pelo período de um ano

14 - Proposta de Regulamento Municipal para o AVEPARK - Parque de Ciência e Tecnologia 

15 - Proposta de alteração do Regulamento de Projetos Económicos de Interesse Municipal

16 - Proposta para Contratação de Seguro de Acidentes de Trabalho

17 - Proposta para abertura de ajuste direto para aquisição de serviços de transporte escolar – Ano Letivo 2017/2018.

18 - União Desportiva de Polvoreira - Doação de Equipamento

19 - Recrutamento de técnico superior

20 - Apoio à ABAE – Associação Bandeira Azul da Europa – organização do “Young Reporters for the Environment National Operators Meeting 2017”.

21 - Aprovação de Candidaturas para Concessão de Benefícios Tributários Municipais - Aprovação da Minuta do Contrato - J. Pereira Fernandes II, Bolama Supermercados, Guimabombas, S. Vicente o Padroeiro e Guimóvel 

22 - Pedido de cedência de autocarro - Escola S. Francisco Holanda-1 e 5 março

23 - Pedido de cedência de autocarro - Agrup. Escolas Virgínia Moura - 14 de março

24 - Pedido de cedência de autocarro - EB1-JI Cruz D`Argola - 14 de março

25 - Pedido de cedência de autocarro - Agrup. Escolas Abação - 27 de março

26 - Pedido de cedência de autocarro - EB 2,3 Prof. João Meira e EB1 Oliveira - 30 de março

27 - Pedido de cedência de autocarro - Agrup. Escolas Virgínia Moura - 3 de abril

28 - Pedido de cedência de autocarro - Agrup. Escolas Virgínia Moura - 20 de abril

29 - Pedido de cedência de autocarro - Agrupamento Escolas Gil Vicente - 24 de abril

30 - Pedido de cedência de autocarro - Agrup. Escolas Arqueólogo Mário Cardoso - 13 e 16 junho

31 - Pedido de cedência de autocarro - Agrupamento Escolas Gil Vicente - 8 de maio

32 - Pedido de cedência de autocarro - Agrup. Escolas Briteiros - 3 de abril

33 - Ratificação dos apoios concedidos por conta do Fundo de Maneio - fevereiro 2017

34 - Proposta de Reforço do Fundo de Maneio da Divisão de Ação Social

35 - Atribuição de apoio no âmbito do Regulamento Municipal para Atribuição de Apoios a Estratos Sociais Desfavorecidos.

36 - Aprovação da Ata em Minuta

GUIMARÃES VAI TER ECOVIA E VIA DE ACESSO AO AVEPARK

ESTA QUINTA-FEIRA, 17 DE MARÇO

Guimarães assina contratos com Governo para a construção da Ecovia e Via de Acesso ao AvePark

Sessões realizam-se na tarde desta quinta-feira. Primeiro na estação da CP de Guimarães e depois no Parque de Ciência e Tecnologia.

O Ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, vai presidir à cerimónia de assinatura dos contratos para a construção da Ecovia e da Via de Acesso ao AvePark. Ambas as sessões públicas decorrerão na tarde desta quinta-feira, 16 de março, em Guimarães.

Às 17 horas, no cais de embarque da estação da CP de Guimarães, será assinado o contrato de concessão do espaço canal do tramo desativado da Linha de Guimarães para a construção da Ecovia. O acordo será oficializado entre o Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, e o Presidente do Conselho de Administração da Infraestruturas de Portugal, António Laranjo. A cerimónia encerrará com uma intervenção do Ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques.

Logo depois, às 18 horas, no Auditório do AvePark, será formalizado o protocolo para a construção da Via de Acesso ao Parque de Ciência e Tecnologia. O programa da sessão inclui a exibição de um vídeo de apresentação do Programa de Valorização de Áreas Empresariais, seguindo-se uma declaração do Secretário de Estado das Infraestruturas, Guilherme d’ Oliveira Martins.

A assinatura do acordo de entendimento entre a Infraestruturas de Portugal e a Câmara Municipal de Guimarães será efetuada através dos seus Presidentes, da Infraestruturas de Portugal, António Laranjo, e Domingos Bragança. A cerimónia vai encerrar com a realização de uma intervenção do Ministro do Planeamento e das Infraestruturas.

GUIMARÃES ORGANIZA BIENAL DE ARTES

Bienal de Ilustração de Guimarães é apresentada na próxima 6ª feira, 17 março

Programa, que incluirá um concurso de âmbito nacional, é anunciado no final desta semana. Encontro com os jornalistas decorrerá na Plataforma das Artes.

Guimaraes_Bienal_Ilustracao.jpg

A programação da primeira edição da BIG – Bienal de Ilustração de Guimarães é apresentada em conferência de imprensa na próxima sexta-feira, 17 de março, às 11 horas, na Plataforma das Artes e da Criatividade.

Na oportunidade, será anunciada a data do evento, a abertura das inscrições e o conceito que está subjacente a este novo projeto cultural da Câmara Municipal de Guimarães, em parceria com a cooperativa A Oficina, Museu de Alberto Sampaio e “CAAA – Centro para os Assuntos da Arte e da Arquitectura”.

A BIG - Bienal de Ilustração de Guimarães tem como principal objetivo dignificar o papel dos ilustradores no desenvolvimento cultural, seja no campo da edição (livros, revistas, jornais, cartazes, suportes clássicos de comunicação de massas), seja no âmbito das novas tecnologias. A BIG pretende colocar Guimarães como referência nacional e internacional no domínio do fomento da massa crítica e da criação na área da ilustração.

GUIMARÃES ESTÁ MAIS VERDE

Vila de Moreira de Cónegos apresenta Brigada Verde em defesa do ambiente

Concelho de Guimarães tem mais uma equipa ambiental. Fermentões, Ponte, União de Freguesias de Briteiros Santo Estêvão e Donim, Escola Profissional CISAVE, Longos e Aldão também já constituíram as suas Brigadas Verdes.

Guimaraes_Brigada_Verde_Moreira_Conegos.JPG

A Junta de Freguesia de Moreira de Cónegos apresentou publicamente a sua Brigada Verde, constituída por uma dezena de voluntários que vão cuidar dos espaços verdes e do rio Madalena, linha de água que atravessa o Parque de Lazer da vila, local onde decorreu a sessão pública de apresentação.

A proposta, lançada pelo Presidente da Câmara Municipal, Domingos Bragança, no âmbito do programa “Guimarães Mais Verde”, tem por objetivo desafiar os vimaranenses e as suas instituições a comprometerem-se com o projeto de construir um Município mais sustentável, protegendo a natureza e respeitando o ambiente.

«Queremos ter um rio limpo e atrativo! Moreira de Cónegos só podia responder afirmativamente à proposta do senhor Presidente de Câmara», disse Paulo Renato, Presidente da Junta de Freguesia. «O Antero e o Jorge, bem como toda a equipa que faz parte desta Brigada Verde, estão atentos e contactam logo com as autoridades, sempre que ocorre algo menos positivo no ambiente», acrescentou.

«Permitir a fruição da natureza» é, de acordo com o Presidente do Município de Guimarães, um dos objetivos da criação das Brigadas Verdes. «Agradeço a participação e o envolvimento de todas as pessoas, pois este é o caminho de futuro! É o caminho da biodiversidade, da proteção dos recursos hídricos, da qualidade do ar, é um caminho bom para nós e para quem nos sucede! O património natural é um bem comum e não há nenhum interesse particular que se sobreponha ao interesse comum», afirma Domingos Bragança, que anunciou um acordo com os Municípios de Felgueiras e Vizela na vigilância do rio Vizela, que atravessa as vilas de Moreira de Cónegos e Lordelo.

GUIMARÃES HOMENAGEIA RAUL BRANDÃO

LARGO DE DONÃES ETERNIZA AUTOR DE “HÚMUS”

Guimarães homenageia Raul Brandão com jardim no Centro Histórico dedicado ao escritor

Uma semana repleta de eventos convocou a cidade e o concelho. Vimaranenses celebraram vida e obra de um romancista que escolheu Guimarães como sua casa.

Guimaraes_Jardim_Rauliano.JPG

A inauguração do Jardim Rauliano no novo Largo de Donães, onde os canteiros apresentam agora referências a obras de Raul Brandão, com realce para o simbolismo das árvores e da natureza na literatura e vida do autor de “Húmus”, é a homenagem efetuada pela Câmara Municipal de Guimarães ao romancista que viveu em Nespereira e que passa a ter no Centro Histórico a memória da comemoração do 150º aniversário do seu nascimento.

A cerimónia, que contou com leitura de poemas de Herberto Hélder e intervenções musicais por jovens do concelho, decorreu este domingo, 12 de março, no encerramento da primeira edição do Festival Literário de Guimarães, justamente no dia em que Raul Brandão nasceu. «O balanço é muito positivo! Cumpriu-se o objetivo e Raul Brandão saiu à rua, nas escolas, no teatro, em conferências, nas conversas e leituras encenadas, nos desenhos e em fotos», pormenorizou Adelina Paula Pinto, Vereadora do Município de Guimarães.

Ao longo de uma semana, de 08 a 12 de março, o concelho foi palco de várias atividades e espetáculos dedicados à vida e obra de Raul Brandão. Todo o teatro do autor foi apresentado numa festa que envolveu 13 Grupos de Teatro de Amadores do concelho, os finalistas da Licenciatura em Teatro da Universidade do Minho e os alunos das Oficinas do Teatro Oficina, reunindo mais de 150 atores e atrizes. Pela primeira vez, (quase) toda a família teatral de Guimarães esteve com o seu público para conhecer, discutir, representar e ver o teatro completo de Brandão.

«Guimarães conseguiu deitar o Húmus à terra e fez acontecer um festival que ganhou já dimensão no país, com reportagens em todos os jornais e televisões», refere a Vereadora responsável pela coordenação da Biblioteca Municipal Raul Brandão, cujas instalações foram inauguradas há 25 anos. Por aqui passaram conversas com autores e músicos, concursos, lançamentos literários, entre outras atividades, numa programação que abrangeu públicos de todas as idades.

O festival encerrou este domingo com um dia igualmente preenchido. O passeio “Ler a Cidade”, em que o escritor Miguel Real desafiou o público a viajar acompanhado da história da cidade, mostrou a descoberta dos recantos de Guimarães pela voz de um ficcionista apaixonado pela História. De tarde, na Biblioteca, falou-se sobre “Raul Brandão e a Imprensa”, com Nuno Costa Santos, Rui Tavares e Pedro Vieira, realizando-se em seguida a entrega de prémios aos vencedores do concurso “#RBCool” e uma conversa com a fadista Aldina Duarte, fã confessa de “Húmus”, de Raul Brandão.

GUIMARÃES VAI TER LABORATÓRIO DE COZINHA CIENTÍFICA

INSTALAÇÕES ADJACENTES À FUTURA “ESCOLA-HOTEL”

UMinho quer criar Laboratório Colaborativo de Cozinha Científica em Guimarães

Projeto anunciado no decurso de um Conselho Consultivo dedicado ao “Papel da Hotelaria e Restauração na Economia Local”. Reunião com empresários que operam nesta área económica realizou-se esta quinta-feira.

Guimaraes_Conselho_Consultivo_Taipas_Termal.jpg

A Universidade do Minho está a estruturar com a Câmara Municipal de Guimarães, a UTAD – Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro e outras entidades parceiras a criação de um laboratório colaborativo no âmbito da cozinha científica. «É um projeto independente que ficará em instalações adjacentes ao edifício da Escola-Hotel», disse o reitor António M. Cunha, informando que a candidatura a este projeto irá ser apresentada até ao final de julho.

A declaração foi efetuada durante a realização da oitava reunião do Conselho Consultivo do Presidente do Município de Guimarães, que decorreu ao final da tarde desta quinta-feira no edifício da Taipas Termal, na vila de Caldas das Taipas. «Trata-se de um laboratório que irá focar-se na história e na gastronomia, mas essencialmente na área da ciência ligada à alimentação», referiu Domingos Bragança, que reuniu com diferentes empresários que operam nesta área económica, com especial relevo para a hotelaria e restauração.

«A formação superior, o domínio da língua inglesa, as boas práticas na área do turismo, hotelaria e restauração são fundamentais para aumentarmos o serviço de qualidade que já prestamos muito bem e que queremos reforçar», considera o Presidente da Câmara Municipal, afirmando que o polo de Guimarães do IPCA irá «adaptar os melhores modelos europeus, tornando a Escola-Hotel uma referência na prestação de serviços de qualidade». «O termalismo na área da saúde e do lazer e a importância que tem de transmitir conhecimento nesta área, bem como as casas de turismo rural, que muito caracterizam o Minho, são também áreas de intervenção a ter em conta», disse.

Na reunião presidida por Domingos Bragança, estiveram também presentes o Diretor Executivo da Associação Portuguesa de Hotelaria Restauração e Turismo (APHORT), Condé Pinto, o Secretário-Geral Adjunto da Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP), Sousa Martins, e o técnico da Divisão de Cultura e Turismo do Município de Guimarães, Vítor Marques. “O Papel da Hotelaria e Restauração na Economia Local” foi o tema da sessão.

Reunindo trimestralmente, o Conselho Consultivo para o Investimento e o Emprego em Guimarães é um órgão de consulta, apoio e participação na definição das linhas gerais de atuação do Presidente da Câmara Municipal de Guimarães e na identificação de áreas estratégicas para o desenvolvimento da economia do concelho que visem a dinamização da atividade económica e a criação de emprego.

GUIMARÃES REALIZA CONCURSO INTERNACIONAL DE COMUNICAÇÃO E CIÊNCIA

Quer ser um especialista de comunicação em Ciência?

O Curtir Ciência – Centro Ciência Viva de Guimarães associa-se ao FameLab, um dos maiores concursos de comunicação de ciência do mundo.

guimaracie.jpg

Para dar a conhecer os contornos do FameLab, o Curtir Ciência promove, no dia 10 de março, sexta-feira, a partir das 18:00 horas, uma acção dirigida ao público do concelho de Guimarães.

O objetivo da sessão, orientada por Inês Guimarães, finalista da edição de 2016, é prestar todos os esclarecimentos sobre regras e potencialidades do FameLab, um dos maiores concursos de comunicação de ciência do mundo.

O concurso é aberto a qualquer pessoa com idade igual ou superior a 18 anos, que trabalhe ou estude nas áreas de ciências, tecnologia, engenharia ou matemática. Participar é simples. Em primeiro lugar, é preciso escolher um tema e efetuar a inscrição até ao dia 19 de março. Os candidatos terão de apresentar um tópico científico perante uma audiência, em três minutos, de uma forma atraente e informativa e sem o apoio de audiovisuais.

As meias-finais terão lugar na Fundação Calouste Gulbenkian e a final nacional no Pavilhão do Conhecimento - Ciência Viva, em Lisboa. Caberá ao vencedor nacional representar Portugal nas finais internacionais, no Reino Unido, em junho de 2017.

PROJECTO DE GUIMARÃES FOI SELECCIONADO PARA A SEGUNDA FASE DO “PRÉMIO BOAS PRÁTICAS DE PARTICIPAÇÃO”

ATÉ DOMINGO, 12 DE MARÇO

Eco-Parlamento de Guimarães a votos para conquistar “Prémio Boas Práticas de Participação”

Projeto vimaranense foi selecionado para a fase da votação do público. Período de escolha realiza-se até à noite do próximo domingo.

Guimaraes_Eco_Parlamento.jpg

A Câmara Municipal de Guimarães, com o projeto Eco-Parlamento, é uma das cinco selecionadas para a segunda fase do “Prémio Boas Práticas de Participação”, promovido pela Rede de Autarquias Participativas (RAP). Depois de ter alcançado um 2º lugar na avaliação do júri, o projeto que coloca alunos do ensino básico a debater assuntos ambientais está agora a ser submetido à votação do público, a par de cinco outros projetos de boas práticas. O sufrágio decorre até às 23:59 horas do próximo domingo, 12 de março, e o processo de votação é simples.

Cada utilizador tem direito a dois votos, que deverão obrigatoriamente ser atribuídos a duas práticas diferentes. Se o votante atribuir apenas um voto, o mesmo não será considerado válido. Para votar, terá que introduzir o número de contribuinte (NIF) e facultar dados relacionados com a data de nascimento, género e localidade de residência. A inserção desta informação não afeta o direito ao voto secreto e serve apenas para validar a votação, bem como traçar um perfil global dos votantes.

Todos os cidadãos podem votar via online, no portal www.portugalparticipa.pt no separador “Votação”. Para que possa exercer o seu direito de voto, basta fazer o seu login (início de sessão) ou registo na página (opção “Login/registo” no canto superior direito da página). A ligação para a votação no Eco-Parlamento de Guimarães é a seguinte: http://portugalparticipa.pt/Debate/Details/14

Este prémio, com periodicidade anual, tem por objetivo constituir um incentivo à implementação, disseminação e valorização de práticas inovadoras de democracia participativa. O modelo pretende reconhecer e valorizar instrumentos que apelem ao envolvimento dos cidadãos em toda a esfera da vida pública, fomentar o desenvolvimento dessas práticas através da criação de espaços de partilha de poder entre a Administração Pública e cidadãos, bem como construir um historial de boas práticas de democracia participativa no país.

Registe-se para votar:

http://portugalparticipa.pt/Home/Register/

(depois de login, clicar em votação)

Votar:

http://portugalparticipa.pt/Debate/VotePage/9bc43203-7666-4088-bcb2-b4dd444db4e4

O registo de um utilizador pressupõe que o mesmo tenha um email válido.

GUIMARÃES DESAFIA A CURTIR NAS OLIMPÍADAS DE CIÊNCIAS JÚNIOR 2017

O Curtir Ciência – Centro Ciência Viva de Guimarães é uma das entidades organizadoras das Olimpíadas de Ciências Júnior 2017, que decorrem a partir de nove de março, no Agrupamento de Escolas Trigal de Santa Maria, em Tadim, Braga.

image004cienjunior.jpg

A iniciativa, em cuja organização participa, também, o Planetário – Casa da Ciência de Braga, pretende preencher uma lacuna competitiva na área das Ciências detetada pelo corpo docente. Desde a primeira hora, perante o desafio lançado pela direção do Agrupamento de Escolas Trigal de Santa Maria, o Curtir Ciência mostrou-se entusiasmado com este projeto e lançou o desafio à Casa de Ciência de Braga para tomar parte na organização.

A competição realiza-se em duas fases: a fase inicial realiza-se nos dias 9 e 17 de março, em Tadim e nas várias escolas básicas do Agrupamento, respetivamente; e a fase final terá lugar antes do fim do atual ano letivo.

Trata-se de uma competição saudável entre alunos dos diferentes anos de escolaridade, do 1º ao 8º anos, distribuídos por cinco escalões (1º ano, 2º ano, 3º e 4º anos, 5º e 6º anos e 7º e 8º anos, respetivamente). As competições respeitantes à primeira fase decorrem em cada uma das escolas do Agrupamento, para apurar os dois melhores alunos de cada escalão. A fase final terá lugar na sede de Agrupamento, em Tadim.

As atividades da primeira fase têm carácter teórico, sendo os alunos submetidos a um teste científico sobre diversas áreas do conhecimento (Biologia, Geologia, Segurança, Sustentabilidade Ambiental, Física, Matemática, entre outras). A fase final, para além da componente teórica, inclui uma vertente prática em contexto laboratorial, com exercícios que abrangem diversas áreas do conhecimento, das quais se realçam a Eletrónica, a Eletricidade, a Química e a Física.

CURTIR CIÊNCIA NOS PRÉMIOS ESCOLARES DA SOCIEDADE MARTINS SARMENTO

Centro Ciência Viva de Guimarães associa-se ao aniversário de Francisco Martins Sarmento, oferecendo entradas gratuitas aos alunos distinguidos

image001ggggg.jpg

O Curtir Ciência – Centro Ciência Viva de Guimarães associa-se a partir deste ano às cerimónias evocativas do nascimento de Francisco Martins Sarmento, historiador, arqueólogo e escritor, uma das maiores e ilustres figuras vimaranenses do século XIX.

As comemorações evocativas do dia 9 de março incluem a habitual sessão de entrega de prémios aos melhores alunos dos vários ciclos de ensino – do básico ao superior – do concelho de Guimarães. O chamado Dia do Prémio é assinalado ininterruptamente desde 1881 no dia que assinala o nascimento do patrono da Sociedade Martins Sarmento.

A partir desta edição, o prémio passa a incluir um voucher válido por um ano para que cada um dos alunos distinguidos possa visitar, gratuitamente, o Curtir Ciência – Centro Ciência Viva de Guimarães.

Os prémios escolares atribuídos pela SMS são um estímulo ao estudo e têm marcado gerações de vimaranenses. Por isso mesmo, para o Curtir Ciência, a associação ao carismático prémio da SMS corresponde ao cumprimento da sua missão enquanto plataforma de promoção e incentivo do ensino e aprendizagem da Ciência junto do público escolar.

“Para nós é uma honra e um serviço público podermos abrir as portas deste Centro de Conhecimento a alunos de todos os ciclos de ensino do concelho de Guimarães. Assim como é uma honra podermos colaborar com uma instituição com os pergaminhos culturais e científicos da SMS, que assegura dois museus, uma prestigiada biblioteca, a Citânia de Briteiros e é responsável pela “Revista de Guimarães”, salienta Sérgio Silva, Diretor Executivo do Curtir Ciência – Centro Ciência Viva de Guimarães.

VIMARANENSES EVOCAM RAU BRANDÃO

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

Festival Húmus em Guimarães celebra 150 anos de Raul Brandão até domingo, 12 de março

Conversas com autores e músicos, leituras encenadas, passeios, concursos e lançamentos literários, entre outras atividades, Guimarães será palco da homenagem a Raul Brandão entre hoje e domingo. Festival levará ao concelho programação para todas as idades. Luís Represas encerra primeiro dia.

Biblioteca_Raul_Brandao_Festival_Humus.jpg

Uma semana de eventos em torno do escritor Raul Brandão, por ocasião da comemoração dos 150 anos do autor de Húmus, assinala o primeiro festival literário de Guimarães, promovido pela Câmara Municipal, com início esta terça-feira, 07 de março, dia em que a Biblioteca Municipal Raul Brandão celebra o seu 25º aniversário, motivo pelo qual ali decorre integralmente o primeiro dia de atividades de um certame que se prolonga até domingo, 12 de março. 

A estreia do festival encerra com uma conversa com o músico e compositor Luís Represas, esta terça-feira, às 21:30 horas. Tito Couto será o moderador da iniciativa que abordará a importância dos poetas e da poesia do autor do tema musical “Perdidamente”. Antes, às 15 horas, principia o espetáculo de marionetas “História do Caracol que Descobriu a Importância da Lentidão”, seguindo-se uma hora depois uma conversa com o jornalista radiofónico Fernando Correia, na rubrica “A Voz que Vem até Vós”, com moderação de Hélder Gomes. O dia começou, entretanto, com um jogo infantil e com o lançamento do livro “De Dia Podo Árvores, À Noite Sonho”, de João Manuel Ribeiro.

Esta quarta-feira, 08 de março, principia com duas visitas de autores a duas escolas. Às 09:45 horas, Anabela Dias estará na EB 2,3 de Briteiros e Marta Madureira visita a EB 2,3 de Abação a partir das 14 horas. Neste horário, principia também a intervenção urbana no espaço público “Raul Brandão, Passo a Passo”. Nos pontos de maior circulação pedonal, com recurso a “stencils”, serão pintadas frases literárias. Às 21 horas, no Pequeno Auditório do Centro Cultural Vila Flor, a cantautora Rita Redshoes fala sobre o processo de escrita e composição das músicas que fazem parte do seu reportório. Uma hora depois, no mesmo local, tem início o Teatro da Alma, uma peça de dor e de sonho.

Na quinta-feira, 09 de março, há nova visita de autor a uma escola, desta vez com Adélia Carvalho na EB 2,3 Moreira de Cónegos, a partir das 10:15 horas. De tarde, às 15, na Sociedade Martins Sarmento, é apresentado o livro “O Senhor da Casa do Alto”. Logo depois, às 15:15 horas, em Nespereira, na EB1 de Arrau, decorre a sessão especial “Raul Brandão, Terra e Mar”. A iniciativa, que terá a presença da poveira Manuela Costa Ribeiro, programadora do Festival Correntes d’Escritas, abordará a importância da atividade piscatória e a sua ligação à obra do romancista, seguindo-se a plantação de uma árvore em homenagem a Raul Brandão. Às 21 horas, tem início a sessão solene comemorativa do aniversário da Sociedade Martins Sarmento, onde se inclui “Um Sonho Adiado”, leituras encenadas a partir de diálogos inéditos do espólio.

Com início às 15 horas, a tarde de sexta-feira, 10 de março, será preenchida com a iniciativa “Raul Brandão Vem à Rua”. Elementos de associações vimaranenses, que apresentarão espetáculos baseados na obra de Raul Brandão durante o fim de semana, vão antecipar e promover o trabalho em vários pontos da cidade, fazendo leituras encenadas de excertos. À mesma hora, na EB1 de Arrau, é apresentado o livro “O Senhor da Casa do Alto” e às 18 horas, também em Nespereira, João Manuel Ribeiro dá a conhecer o livro infantil “De Dia Podo Árvores, À Noite Sonho”. O dia termina no Centro Cultural Vila Flor, com a sessão de abertura do festival agendada para as 21 horas. Francisco José Viegas estará à conversa com Abraão Vicente, ministro da Cultura de Cabo Verde, e o escritor e juiz jubilado Álvaro Laborinho Lúcio. Às 22 horas, no Pequeno Auditório, principia “O Maior Castigo (1902)”, a partir de relatos da peça perdida.

Jardim Rauliano no Largo de Donães

No sábado, 11 de março, a Sociedade Martins Sarmento recebe, a partir das 10 horas, o colóquio “O Sonho em Marcha”, com vários conferencistas e, de tarde, o CCVF volta a ser o ponto de encontro para Raul Brandão. Às 15 horas, o Grande Auditório recebe a peça “O Gebo e a Sombra (1923)” e no Café Concerto, às 16:30 horas, decorre “A Pedra Ainda Espera Dar Flor”, a partir das Crónicas de Teatro (1895-1929). No Pequeno Auditório, às 18 horas, tem início “O Doido e a Morte (1923)”, enquanto à noite, a partir das 22 horas, de novo no Grande Auditório, é exibida a performance “Jesus Cristo em Lisboa (1927)”.

Ainda no sábado, às 18 horas, na Sociedade Martins Sarmento, são lançados os livros “Memórias” e “Húmus”. O dia termina na Biblioteca Municipal Raul Brandão, com uma mesa redonda onde participam Fernando Pinto do Amaral e Inês Pedrosa, com moderação de Pedro Vieira. A partir das 21:30 horas, tem início a sessão pública subordinada ao tema “O que ficou de Raul Brandão na Literatura Contemporânea”. Às 22:30 horas, também na Biblioteca, decorrerá “Poemas no Quarto Escuro”. Apelando ao poder da palavra e potenciando esse poder pela via sensorial, Alexandra Gonçalves, Catarina Wallenstein, Kalaf Epalanga e Renato Filipe Cardoso concebem um espetáculo partindo do princípio que as luzes estão apagadas, lendo textos de Raul Brandão e poemas de vários autores.  

 O festival encerra no domingo, 12 de março, no dia em que o dramaturgo completaria 150 anos. Às 10 horas, começa o passeio “Ler a Cidade”, atividade em que o escritor Miguel Real desafia o público a viajar acompanhado da história da cidade onde decorre o “Húmus”, num passeio à descoberta dos recantos de Guimarães pela voz de um ficcionista apaixonado pela História. Às 11 horas, no Largo de Donães, é inaugurado o Jardim Rauliano, com leitura de poema de Herberto Hélder e intervenções musicais por jovens do concelho. Às 15 horas, na Biblioteca, fala-se sobre “Raul Brandão e a Imprensa”, com Nuno Costa Santos, Rui Tavares e Pedro Vieira. Uma hora depois, realiza-se a entrega de prémios aos vencedores do concurso “#RBCool” e, às 17 horas, há uma conversa com a fadista Aldina Duarte, fã confessa de “Húmus”, de Raul Brandão.

Às 15 horas, no Grande Auditório do CCVF, começa “A Noite de Natal (1899)” e, às 16:30 horas”, no espelho de água e jardins do Centro Cultural decorrem as performances “Eu Sou um Homem de Bem (1927)” e “O Rei Imaginário (1923)”. Às 18 horas, tem início “O Avejão (1929)” no Pequeno Auditório do Centro Cultural Vila Flor e, a partir das 21:45 horas, há sessão de cinema “O Gebo e a Sombra”, no Grande Auditório. A sessão de encerramento do festival decorrerá às 18 horas, na Biblioteca Municipal Raul Brandão, com Francisco José Viegas, comissário do evento, Adelina Paula Pinto, Vereadora da Câmara Municipal, e Domingos Bragança, Presidente do Município de Guimarães.

CONSELHO CONSULTIVO DO PRESIDENTE DO MUNICÍPIO DE GUIMARÃES REÚNE NA TAIPAS TERMAL

ESTA QUINTA-FEIRA, 09 DE MARÇO

Reunião trimestral promovida pelo Presidente da Autarquia inclui sessão sobre “O Papel da Hotelaria e Restauração na Economia Local”. Encontro realiza-se ao final da tarde desta quinta-feira.

Guimaraes_Taipas_Termal.jpg

A oitava reunião do Conselho Consultivo para o Investimento e Emprego, criado pelo Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, realiza-se esta quinta-feira, 09 de março, a partir das 16:45 horas, no edifício da Taipas Termal, na vila de Caldas das Taipas. “O Papel da Hotelaria e Restauração na Economia Local” é o tema desta reunião, que contará com a presença de diferentes agentes que operam nesta área económica, com especial relevo para as áreas da hotelaria e restauração.

Depois da receção aos convidados, a visita ao equipamento, área termal e clínica da saúde principia às 17 horas, seguindo-se a realização de um debate no auditório da Taipas Termal, agendado para as 18 horas. Nesta sessão, presidida por Domingos Bragança, estarão presentes o Diretor Executivo da Associação Portuguesa de Hotelaria Restauração e Turismo (APHORT), Condé Pinto, o Secretário-Geral Adjunto da Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP), Sousa Martins, e o técnico da Divisão de Cultura e Turismo da Câmara Municipal de Guimarães, Vítor Marques.

Reunindo trimestralmente, o Conselho Consultivo para o Investimento e o Emprego em Guimarães é um órgão de consulta, apoio e participação na definição das linhas gerais de atuação do Presidente da Câmara Municipal de Guimarães e na identificação de áreas estratégicas para o desenvolvimento da economia do concelho que visem a dinamização da atividade económica e a criação de emprego.

CASTELO DE GUIMARÃES INSPIRA LOGÓTIPO DO EUROPEU JOVEM DE TÉNIS DE MESA

COMPETIÇÃO REALIZA-SE ENTRE 14 E 23 DE JULHO

 Multiusos recebe Campeonato da Europa da modalidade entre 14 e 23 de julho. Castelo de Guimarães é a principal imagem da prova.

Guimaraes_Europeu_Jovem_Tenis_Mesa.jpg

 Depois de Bratislava (2015) e Zagreb (2016), Guimarães foi a cidade escolhida pela União Europeia de Ténis de Mesa para acolher o 60º Campeonato da Europa Jovem, que terá lugar entre os dias 14 e 23 de julho, no Multiusos de Guimarães, com a participação de atletas oriundos de cerca de 50 países europeus e que contará com cerca de 900 participantes, em representação de mais de 40 países. Este grande evento desportivo, o primeiro da modalidade que Guimarães acolhe, engloba competições de equipas, singulares, pares simples e pares mistos, distribuídos por 4 escalões: cadetes masculinos/femininos e juniores masculinos/femininos.

 A primeira medalha portuguesa num campeonato da Europa foi obtida por Ricardo Roberto, conquistando a Medalha de Bronze em Singulares (1994). Desde então Portugal obteve mais 23 medalhas em Campeonatos da Europa de Jovens, sendo 6 de ouro. Marcos Freitas (participação em 8 medalhas), Diogo Chen (6 medalhas) e Tiago Apolónia (3 medalhas) são os portugueses com maior currículo no evento. A última medalha de Ouro de Portugal foi conquistada de forma surpreendente na competição de pares juniores, por Patrícia Maciel e Rita Fins, em 2014. Em 2017, Tiago Li (nº 10 do Ranking Europeu) é uma das principais figuras da Seleção Nacional.

 Depois do anúncio da realização de um Torneio Internacional de Ginástica Artística, entre os dias 11 e 18 de junho, competição realizada sob a égide da Federação Internacional de Ginástica, que contará com a presença de centenas de ginastas de vários países, e antecedendo a inauguração da nova Academia de Ginástica de Guimarães, o Multiusos de Guimarães recebe mais uma grande competição desportiva internacional, numa altura em que comemora 15 anos de existência, demonstrando não só a sua vitalidade e capacidade de atração de eventos de grande escala, como a sua versatilidade funcional.

ESCOLA SUPERIOR DE HOTELARIA E TURISMO DE GUIMARÃES VAI SER UM HOTEL COM ALUNOS

PROJETO FOI PUBLICAMENTE APRESENTADO

Modelo de ensino baseia-se na aprendizagem em contexto real. Escola terá uma aposta especializada no turismo e em diferentes valências como a hotelaria, a gestão e a promoção turística e gastronomia.

Guimaraes_Escola-Hotel_Apresentacao.jpg

Um modelo de aprendizagem centrado no estudante, baseado na aquisição de conhecimentos e competências e com uma formação fundamentalmente prática nas áreas da gestão turística, hotelaria, gastronomia e tecnologia alimentar, é o conceito de Escola-Hotel que Guimarães terá brevemente com a instalação da Escola Superior de Hotelaria e Turismo, o que permitirá aumentar a oferta formativa do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave no concelho de Guimarães, reunindo cerca de meio milhar de alunos, ao que tudo indica, a partir de 2018.

A localização da escola ficará definida muito em breve, existindo nesta altura três possíveis espaços para acolher um projeto inspirado nos melhores modelos internacionais, assente no conceito “aprender fazendo” (learning by doing), onde todas as unidades curriculares terão uma forte componente prática em contexto real de trabalho. A Quinta do Costeado, na Cruz de Pedra, a Quinta da Cantonha, na Costa, e as antigas instalações da empresa “Trimco – Equipamentos Frigoríficos, Lda”, em Couros, são as possibilidades que estão em estudo.

A Escola pretende ser também um laboratório de investigação aplicada, onde estudantes e docentes possam procurar respostas para desafios concretos colocados pelas empresas do setor hoteleiro, do setor alimentar, da restauração, agentes de promoção turística, entre outros, criando-se uma relação com a comunidade que será determinante para o seu sucesso. «Vamos criar uma Escola de referência, que incluirá respostas inovadoras e que resulta de um esforço conjunto entre Câmara, IPCA e Governo», referiu Domingos Bragança.

Acompanhado na sessão por João Carvalho e Agostinho Silva, responsáveis do IPCA, bem como por Filipe Fontes, Diretor do Departamento de Urbanismo e de Promoção do Desenvolvimento da Autarquia, o Presidente do Município de Guimarães lembrou que a Câmara Municipal «apenas pode avançar para a aquisição de um imóvel, depois de aprovada formalmente a função que pretende instalar, neste caso, pelo Ministério da Ciência, da Escola Hotel». João Carvalho destacou «o entusiasmo e vontade de querer do senhor Presidente da Câmara», enquanto Agostinho Silva disse que a «alargada oferta educativa do novo projeto inclui licenciaturas e mestrados» nas áreas da indústria alimentar, hoteleira e turismo.

Valências (também) para a sociedade civil

Em Guimarães, a Escola Superior terá uma “Boutique Hotel”, unidade hoteleira com cerca de 10 quartos com características de hotel de charme a ser incluído na rede dos Solares de Portugal e na rede Pousadas de Portugal. No seu interior, haverá um restaurante de serviço à la carte, com uma sala de serviço com cerca de 40 lugares sentados, em que a gestão do serviço de sala e do serviço de cozinha é efetuada pelos estudantes dos diferentes cursos, sob a supervisão dos docentes.

O Laboratório de Restauração, onde serão feitos estudos de mercado com potenciais consumidores, inovação e desenvolvimento de novas práticas gastronómicas e artes culinárias, bem como a criação de um Bar Pedagógico, que permitirá aos alunos experimentar e praticar o serviço de bar e de cafetaria em contexto de hotelaria, são alguns dos exemplos dos espaços pedagógicos da nova Escola, que terá também uma cozinha de catering e cafetaria de hotelaria com serviço tipo free-flow (fluxo livre de clientes).

Esta cozinha será constituída por todos os espaços habituais numa cozinha profissional: armazéns, salas de preparação, blocos de confeção de catering, zona de grill, copas de utensílios e de louça, zona de gestão de resíduos e zona de pizzas e massas. Destacam-se nestas instalações as salas de panificação, pastelaria e produção de gelados artesanais. Na Escola, haverá ainda um laboratório de aplicação gastronómica e tecnologia alimentar, prova de vinhos e de análise sensorial e um laboratório de microbiologia alimentar, ferramentas importantes para estudos de segurança alimentar, melhoria de especialidades gastronómicas tradicionais e realização de testes de rotina a outros produtos alimentares.

GUIMARÃES RECEBE REFUGIADOS

A PARTIR DESTA SEGUNDA-FEIRA, 06 DE MARÇO

Instituições de Guimarães acolhem 24 cidadãos da comunidade yazidi

Guimarães torna-se no berço de uma vida nova para 24 cidadãos da comunidade yazidi, que serão recebidos esta segunda-feira à noite na cooperativa Fraterna, onde vão jantar. Grupo chegou a Portugal ao início da tarde num voo proveniente da Grécia. Instituições reuniram-se hoje na Câmara de Guimarães.

Guimaraes_Instituicoes_Social.jpg

O Lar de Santa Estefânia, a Santa Casa da Misericórdia de Guimarães, a ADCL-Associação para o Desenvolvimento das Comunidades Locais, o Centro Social de Brito, o Arciprestado de Guimarães-Vizela, a Paróquia de Nossa Senhora da Oliveira e o Centro Social e Comunitário de Tabuadelo, que aderiu recentemente ao programa “Guimarães Acolhe”, são as sete instituições de Guimarães que, a partir desta segunda-feira, 06 de março, vão receber sete famílias yazidi, num total de 24 pessoas com necessidade de proteção internacional.

A comunidade yazidi é uma minoria religiosa que tem sido alvo de perseguição e massacres na Síria e no Iraque por parte dos apoiantes do Estado Islâmico. Inicialmente, estava prevista a chegada de mais uma família de seis pessoas, mas a sua viagem foi adiada por motivos de saúde. As famílias vão ficar instaladas em alojamentos cedidos por instituições da rede social do concelho de Guimarães, no âmbito do Plano de Ação denominado “Guimarães Acolhe”, assinado no dia 16 de março de 2016, do qual fazem atualmente parte 18 entidades.

Este acordo surgiu do imperativo humanitário sentido pela Câmara Municipal e pelas instituições que subscreveram este Plano em responder ao apelo do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) e do governo português para prover o acolhimento de pessoas com necessidade de proteção internacional. Com o programa “Guimarães Acolhe”, o Município de Guimarães propõe-se proporcionar condições de bem-estar e segurança às pessoas acolhidas, através dum forte envolvimento da sua rede social, desenvolvendo uma ação local convergente, integrada e articulada entre todos aqueles que nele participam.

Integração social

O “Guimarães Acolhe” tem recebido maioritariamente cidadãos jovens isolados do género masculino, com escolaridade básica e média. Até ao momento, e no âmbito deste Plano, acolheu 43 pessoas com necessidade de proteção internacional, oriundas do Estado da Eritreia, Etiópia, Síria e República Centro Africana, através de alojamentos cedidos pelo Centro Juvenil de S. José, Santa Casa da Misericórdia de Guimarães e Venerável Ordem Terceira de S. Francisco.

Em Guimarães, os cidadãos acolhidos têm acesso a aulas de português e alguns destes cidadãos encontram-se inseridos no mercado de trabalho e/ou a fazer formação profissional. Sempre que possível, são proporcionadas outras atividades que contribuam para a sua integração social, como visitas a espaços históricos e eventos locais, participação em atividades culturais e desportivas e mais, recentemente, aulas de informática.

As 18 instituições que subscreveram o Plano de Ação da Câmara Municipal de Guimarães são as seguintes: ACES do Alto Ave, IEFP de Guimarães, Ordem dos Advogados - Delegação de Guimarães, Arciprestado de Guimarães-Vizela, Associação de Apoio à Criança, ADCL-Associação para o Desenvolvimento das Comunidades Locais, Associação de Solidariedade Social de Professores - Delegação de Guimarães, Paróquia da Oliveira, Casfig EM, Centro Juvenil de S. José, Centro Social de Brito, Centro Social da Irmandade de S. Torcato, Cruz Vermelha Portuguesa - Delegação de Guimarães, Fraterna, Lar de Santa Estefânia, Santa Casa da Misericórdia de Guimarães, Venerável Ordem Terceira de S. Francisco e o Centro Social e Comunitário de Tabuadelo.

GUIMARÃES ACOLHE REFUGIADOS YAZIDI

ESTA SEGUNDA-FEIRA, 06 DE MARÇO (10H30)

Conferência de Imprensa com instituições que vão acolher 30 cidadãos com necessidade de proteção internacional

Três dezenas de pessoas da comunidade yazidi chegam a Guimarães ao final do dia desta segunda-feira. Até ao momento, Plano de Ação acolheu 43 cidadãos oriundos do Estado da Eritreia, Etiópia, Síria e República Centro Africana.

A Câmara Municipal de Guimarães promove esta segunda-feira, às 10:30 horas, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, uma conferência de imprensa onde vão estar presentes as instituições vimaranenses que vão acolher 30 cidadãos com necessidade de proteção internacional, oriundos da comunidade yazidi, no âmbito do Plano de Ação denominado “Guimarães Acolhe”.

Com este programa, o Município de Guimarães, em cooperação com o Conselho Português para os Refugiados, propõe-se proporcionar condições de bem-estar e segurança às pessoas acolhidas, através dum forte envolvimento da sua rede social, desenvolvendo uma ação local convergente, integrada e articulada entre todos aqueles que nele participam.

O “Guimarães Acolhe” tem recebido maioritariamente cidadãos jovens isolados do género masculino, com escolaridade básica e média. Até ao momento, e no âmbito deste Plano, acolheu 43 pessoas com necessidade de proteção internacional, oriundas do Estado da Eritreia, Etiópia, Síria e República Centro Africana, através de alojamentos cedidos pelo Centro Juvenil de S. José, Santa Casa da Misericórdia de Guimarães e Venerável Ordem Terceira de S. Francisco.

Em Guimarães, os cidadãos acolhidos têm acesso a aulas de português e alguns destes cidadãos encontram-se inseridos no mercado de trabalho e/ou a fazer formação profissional. Sempre que possível, são proporcionadas outras atividades que contribuam para a sua integração social, como visitas a espaços históricos e eventos locais, participação em atividades culturais e desportivas e mais, recentemente, aulas de informática.

GUIMARÃES REFORÇA PROGRAMAÇÃO CULTURAL

MÊS DE MARÇO 2017

“ExcentriCidade” em Ponte e Pevidém reforça programação cultural nas freguesias de Guimarães

Oito freguesias fazem agora parte do calendário mensal do programa descentralizado de cultura promovido pelo Município. Este sábado, 04 de março, há noite de fados nas Taipas e teatro em Ronfe.

Guimaraes_ExcentriCidade Marco2017.jpg

Duas novas freguesias do concelho de Guimarães integram, a partir deste mês de março, a programação regular do projeto de descentralização cultural “ExcentriCidade”, que a Câmara Municipal promove mensalmente desde outubro de 2015. Ponte e Selho S. Jorge (Pevidém) são os novos palcos deste programa, que em fevereiro estreou em Brito, depois de ter principiado nas Taipas, Moreira de Cónegos, Ronfe, S. Torcato e União de Freguesias de Briteiros S. Salvador e Briteiros Santa Leocádia.

 programação de março começa este sábado, dia 04, às 21:30 horas, no Salão Paroquial de Ronfe, com a peça “Monólogos de Uma Vida”, do Teatro do Montemuro. O texto, da autoria de Peter Cann, tem encenação de Eduardo Correia. À mesma hora, há uma noite de fados no Auditório dos Bombeiros Voluntários de Caldas das Taipas, a cargo do “Grupo de Fados Cidade-Berço”. Rosa Veloso (voz), Manuel Silva (voz e guitarra) e Artur Mota (viola) prometem uma noite animada com registos humorísticos que tão bem caracterizam as suas interpretações há já quatro décadas.

Na semana seguinte, a vila de Ponte estreia-se com teatro no programa “ExcentriCidade”. No sábado, dia 11 de março, às 21:30 horas, sobe ao palco do Centro Paroquial Paulo VI o espetáculo “One Man Alone”, uma coprodução do Teatro da Didascália e Casa das Artes de Famalicão, onde o tema central é o trabalho realizado numa padaria em horário noturno. Uma semana depois, na sexta-feira, 17 de março, às 21:30 horas, é a vez da estreia em Pevidém. O espetáculo de música “Gallaecia”, de Clarisse Fernandes, inaugura o projeto “ExcentriCidade” no Centro Paroquial de Selho S. Jorge, tomando como base as sonoridades da musicalidade tradicional portuguesa.

Raul Brandão no concelho

“Teatro da Alma”, a mais recente criação do Teatro Oficina, cuja estreia acontece no âmbito da Festa de Teatro Raul Brandão, decorrerá este mês em três freguesias, sempre às 21:30 horas. Na noite de 18 de março, Brito poderá assistir à peça nos Espaços Criativos, enquanto a Casa do Povo de Briteiros S. Salvador recebe o espetáculo a 24 deste mês (sexta-feira) e o Centro Pastoral de Moreira de Cónegos na noite seguinte, 25 de março. Com guião e encenação a cargo de João Pedro Vaz, esta é uma performance construída a partir de cenas de três peças de Raul Brandão: A Noite de Natal (1899), O Gebo e a Sombra (1923) e O Avejão (1929).

Uma sessão de cinema na vila de São Torcato encerrará a programação do terceiro mês de 2017 do programa “ExcentriCidade”. O filme de animação “Ovelhas e Lobos”, com o apoio do Cineclube de Guimarães, é exibido na noite de 24 de março, às 21:30 horas, nas instalações da ADCL – Associação para o Desenvolvimento das Comunidades Locais, no Centro Comunitário, Hemeroteca e Mediateca Educativa. A versão é dobrada em português com vozes de Eduardo Frazão, André Raimundo, Paulo Lage, Liana, Maria Leite e José Raposo.

THE OAFS ATUA EM BRAGA E GUIMARÃES

The Oafs formaram-se em 2013 em Vila Franca, Viana do Castelo, como resultado de uma combinação de diversos gostos musicais. Assumem-se como uma banda Indie e Folk, através de 4 vozes e instrumentos como o clarinete, percussão, baixo e guitarra.

TheOafs_cartaz.jpg

“Oaf” caracteriza uma pessoa desajeitada. Com esta descrição o quarteto pretende apelar à face mais descontraída de cada pessoa, a face que permite que esta se liberte e aproveite a sua música.

Em finais de 2016 editaram o álbum “My Scars and Stories”, onde: “contamos histórias e expomos as marcas, boas e más, que nos constroem como pessoas. Contamos desabafos que nos saem da alma, nos acordam de noite e nos obrigam a escrever”, revelam os elementos de The Oafs.

The Oafs são: Eva Gomes: voz, guitarra e percussão João Dias: guitarra e vozes Afonso Carvalho: clarinete, percussão, vozes Raul Carvalho: baixo e vozes.

QUARTETO DE CORDAS DE GUIMARÃES INICIA ANO NO MUSEU DE ALBERTO SAMPAIO E EM CREIXOMIL

ESTA SEXTA-FEIRA E SÁBADO

Projeto cultural vimaranense criado em 2016 começa novo ano com mais dois concertos, um no centro da cidade e outro no concelho. Entrada livre.

Quarteto_Cordas_Guimaraes2.jpg

A primeira residência artística em 2017 do Quarteto de Cordas de Guimarães termina com um concerto na Sala de Santa Clara do Museu de Alberto Sampaio, esta sexta-feira, 03 de março, às 21:30 horas, realizando-se na noite seguinte, 04 de março, também às 21:30 horas, uma atuação na recentemente inaugurada “Domus Vitae”, edifício situado junto à Igreja Paroquial de Creixomil.

O Quarteto de Cordas de Guimarães é uma inovadora aposta de residência artística, que visa desenvolver uma oferta constante na área da música de câmara, a partir de Guimarães. Este projeto cultural tem como base a realização de uma série de concertos regulares na cidade e no concelho, promovendo Guimarães como plataforma de criação própria que servirá de embaixador da cidade, tanto em Portugal como no estrangeiro.

A criação de uma forte identidade artística, aliada à promoção de novas pontes com outras artes, tais como as artes visuais, dança e artes plásticas, fomentando a criação artística “made in Guimarães”, são os principais objetivos desta formação constituída pelos violinistas Emanuel Salvador e Álvaro Pereira, pela polaca Emilia Goch (viola d’arco) e pela violoncelista Catarina Gonçalves.

Nesta primeira residência artística de 2017, o alinhamento será o seguinte: L. V. Beethoven Quartet n. 11 op. 95 "Serioso" em Fá menor; Allegro con brio; Allegretto ma non troppo; Allegro assai vivace ma serioso – Più Allegro; Larghetto espressivo – Allegretto agitato – Allegro; A. Part (Fratres para Quarteto de Cordas) e A. Borodin Quarteto n. 2 em Ré Maior (Allegro moderato; Scherzo – Allegro; Notturno – Andante; Andante; Vivace).

GUIMARÃES ACOLHE REFUGIADOS

SEGUNDA-FEIRA, 06 DE MARÇO

“Guimarães Acolhe” 30 cidadãos com necessidade de proteção internacional

Três dezenas de pessoas da comunidade yazidi chegam segunda-feira. Plano de Ação acolheu vimaranense, até ao momento, 43 cidadãos oriundos do Estado da Eritreia, Etiópia, Síria e República Centro Africana.

O Município de Guimarães, em cooperação com o Conselho Português para os Refugiados e um conjunto de instituições que integram a Rede Social de Guimarães, vai receber esta segunda-feira, 06 de março, mais 30 cidadãos com necessidade de proteção internacional, oriundos da comunidade yazidi, que vão ficar instalados em alojamentos cedidos por instituições da rede social do concelho de Guimarães, no âmbito do Plano de Ação denominado “Guimarães Acolhe”, formalizado no dia 16 de março de 2016.

Este acordo surgiu do imperativo humanitário sentido pelo Município e pelas 17 instituições que subscreveram este Plano em responder ao apelo do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) e do governo português para prover o acolhimento de pessoas com necessidade de proteção internacional.

Com o programa “Guimarães Acolhe”, o Município de Guimarães propõe-se proporcionar condições de bem-estar e segurança às pessoas acolhidas, através dum forte envolvimento da sua rede social, desenvolvendo uma ação local convergente, integrada e articulada entre todos aqueles que nele participam.

Atividades a pensar na integração social

O “Guimarães Acolhe” tem recebido maioritariamente cidadãos jovens isolados do género masculino, com escolaridade básica e média. Até ao momento, e no âmbito deste Plano, acolheu 43 pessoas com necessidade de proteção internacional, oriundas do Estado da Eritreia, Etiópia, Síria e República Centro Africana, através de alojamentos cedidos pelo Centro Juvenil de S. José, Santa Casa da Misericórdia de Guimarães e Venerável Ordem Terceira de S. Francisco.

Em Guimarães, os cidadãos acolhidos têm acesso a aulas de português e alguns destes cidadãos encontram-se inseridos no mercado de trabalho e/ou a fazer formação profissional. Sempre que possível, são proporcionadas outras atividades que contribuam para a sua integração social, como visitas a espaços históricos e eventos locais, participação em atividades culturais e desportivas e mais, recentemente, aulas de informática.

GUIMARÃES QUER SER CAPITAL VERDE EUROPEIA EM 2020

CERIMÓNIA DECORREU NO LABORATÓRIO DA PAISAGEM

Assinada Declaração de Consenso Político sobre Candidatura de Guimarães a Capital Verde Europeia 2020

Os partidos políticos com representação na Assembleia Municipal de Guimarães subscreveram, esta quinta-feira, 02 de março, no Laboratório da Paisagem, uma Declaração de Consenso Político que integrará a candidatura de Guimarães a Capital Verde Europeia em 2020.

Guimaraes_Declaracao_Consenso_Politico_CVE2020.jpg

Os partidos políticos com representação na Assembleia Municipal de Guimarães, respetivamente o Partido Socialista, a Coligação Juntos por Guimarães (que integra o Partido Social Democrata, o CDS - Partido Popular e o MPT - Partido da Terra), a Coligação Democrática Unitária (que integra o Partido Comunista Português e o Partido Ecologista Os Verdes) e o Bloco de Esquerda, legitimamente representados pelos que abaixo subscrevem este documento, aprovaram, e decidem tornar público, no dia 22 de fevereiro de 2017, em sessão que decorreu no Laboratório da Paisagem, a seguinte declaração de consenso político:

  1. Os representantes dos partidos políticos, os vereadores eleitos da Câmara Municipal e os líderes dos grupos parlamentares dos partidos políticos com representação na Assembleia Municipal de Guimarães, conscientes dos desafios que a problemática ambiental mundial encerra, em representação da população do seu território, assumem a responsabilidade de colaborar ativamente na procura de soluções e na resolução dos problemas ambientais de âmbito local.
  2. Para isso, propõe-se atuar, no âmbito das suas competências, na promoção do desenvolvimento sustentável local, que satisfaça as necessidades materiais e humanas das gerações do presente, sem comprometer a capacidade das gerações futuras, assumindo o compromisso de estabelecer, de forma coerente e gradual, em todos os níveis das competências que legalmente lhe estão atribuídas, um conjunto de ações, iniciativas e investimentos cujo enfoque seja o desenvolvimento sustentável do Município de Guimarães.
  3. O modelo de sustentabilidade ambiental que se preconiza para Guimarães, definido num vasto conjunto de documentos já validados politicamente pela Câmara e Assembleia Municipais de Guimarães (Plano Diretor Municipal, Agenda 21, o documento estratégico de planeamento da candidatura de Guimarães a CVE 2020 e a Declaração Basca), e que serão complementados com planos de ação futuros, desenham um processo que se consolidará através da revisão e diagnóstico técnico e da consulta permanente aos cidadãos e especialistas, visando detalhar as formas de intervenção e atuação nos aspetos mais relevantes da sustentabilidade ambiental que sejam suscetíveis de melhorar os indicadores ambientais no nosso território.
  4. A revisão e atualização permanente dos indicadores referidos e a sua divulgação junto da comunidade são elementos fundamentais para a evolução do modelo de sustentabilidade ambiental de Guimarães, pelo que a Câmara Municipal se compromete a adotar as seguintes medidas:
  • O Executivo Municipal e a Assembleia Municipal reunir-se-ão, pelo menos uma vez por ano, em sessão extraordinária, com a presença dos responsáveis pela Estrutura de Missão criada para promover a candidatura de Guimarães a CVE2020, para analisar o estado do processo e analisar a evolução dos indicadores ambientais referidos.
  • Será suscitado ao senhor Presidente da Assembleia Municipal, por iniciativa dos grupos parlamentares, a criação de uma Comissão de Acompanhamento da candidatura de Guimarães a CVE2020, na Assembleia Municipal, com os poderes de fiscalização previstos na lei.
  • A Câmara Municipal compromete-se a dar continuidade ao Conselho Consultivo criado no âmbito da Estrutura de Missão, que reunirá duas vezes por ano, como espaço privilegiado de debate e discussão sobre esta temática.
  • A Câmara Municipal compromete-se a divulgar, de forma periódica, através dos seus meios próprios, a evolução dos indicadores ambientais, explicitando os termos dessa evolução.
  • Visando impulsionar o processo de informação e participação dos cidadãos, o projeto de educação ambiental “Pegadas”, o Orçamento Participativo e o OP Escolas, continuarão a ser uma forte aposta da Câmara Municipal na concretização deste modelo.

Os representantes dos partidos políticos

Armindo da Costa e Silva, pelo Partido Socialista

César Teixeira, pelo Partido Social Democrata

Orlando Coutinho, pelo CDS - Partido Popular

Carmo Oliveira, pelo MPT - Partido da Terra

Cândido Capela Dias, pelo Partido Comunista Português

Mariana Silva, pelo Partido Ecologista Os Verdes

Manuel Freitas, pelo Bloco de Esquerda

Presidente e os Vereadores eleitos da Câmara Municipal de Guimarães

Domingos Bragança, Presidente, Partido Socialista

Amadeu Portilha, Vereador, Partido Socialista

Adelina Pinto, Vereadora, Partido Socialista

José Bastos, Vereador, Partido Socialista

Ricardo Costa, Vereador, Partido Socialista

Paula Oliveira, Vereadora, Partido Socialista

André Coelho Lima, Vereador, Partido Social Democrata

Ricardo Araújo, Vereador, do Partido Social Democrata

Helena Soeiro, Vereadora, do Partido Social Democrata

António Monteiro de Castro, CDS - Partido Popular

José Torcato Ribeiro, Coligação Democrática Unitária

O Presidente e os líderes dos Grupos Parlamentares da Assembleia Municipal de Guimarães

António Magalhães, Presidente, do Partido Socialista

José João Torrinha, do Partido Socialista

Daniel Rodrigues, do Partido Social Democrata

Ângela Oliveira, CDS - Partido Popular

Carmo Oliveira, do MPT - Partido da Terra

Cândido Capela Dias, Coligação Democrática Unitária

Joaquim Teixeira, do Bloco de Esquerda

MUNICÍPIO DE GUIMARÃES HOMENAGEIA ATLETA FLÁVIA RIBEIRO

EM REUNIÃO DO EXECUTIVO

Câmara de Guimarães atribui voto de louvor a Flávia Ribeiro, medalha de prata no Europeu de Karaté

Atleta vimaranense alcançou o pódio na mais importante prova de Karaté da Europa, em Cadetes, Juniores e Sub 21. Distinção foi efetuada em reunião do Executivo Municipal.

Guimaraes_Voto_Louvor_Flavia_Ribeiro.jpg

A Câmara de Guimarães aprovou, por unanimidade e aclamação, em reunião do Executivo Municipal realizada esta quinta-feira, 02 de março, a deliberação de um voto de louvor à atleta vimaranense Flávia Ribeiro, de 19 anos, que alcançou a medalha de prata na mais alta competição de karaté da Europa, o 44º Campeonato Europeu de Karaté de Cadetes, Juniores e Sub 21.

Com um trabalho de formação de 13 anos, Flávia Ribeiro, que representou a Seleção Nacional entre os dias 17 e 19 de fevereiro, em Sófia, na Bulgária, é uma atleta da AJKP – Associação Juvenil de Karaté de Portugal, tendo conquistado o prémio de “Atleta do Ano Feminina” na Gala do Desporto de Guimarães, em 2016.

«Estou muito feliz! Quero agradecer à Câmara, ao meu treinador, clube, pais e colegas de equipa», disse a jovem medalhada, que marcou presença na reunião de Câmara, ao lado do seu treinador. «A Flávia tem usufruído do dinheiro da bolsa de formação conquistada na Gala do Desporto para competir lá fora. Temos todo o gosto de levar o nome de Guimarães mais longe e podemos almejar ainda mais», acrescentou o técnico Filipe Ferreira.

A AJKP, clube fundado em 2006, tem mais de 400 atletas, desenvolvendo uma atividade importante em parceria com várias instituições do concelho, contribuindo para o crescimento individual de milhares de crianças e jovens, contando igualmente com um palmarés de títulos desportivos significativo.

| voto de louvor |

http://www.cm-guimaraes.pt/frontoffice/pages/991?news_id=2953

GUIMARÃES VAI TER ESCOLA SUPERIOR DE HOTELARIA E TURISMO

“ESCOLA-HOTEL” APRESENTADA NA 2ª FEIRA

Aprovado: Guimarães vai ter Escola Superior de Hotelaria e Turismo!

Anúncio foi feito por Domingos Bragança em reunião do Executivo. Modelo inovador de criação de uma “Escola-Hotel” será apresentado em conferência de imprensa, que contará com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Guimarães e do Presidente do IPCA.

Guimaraes_Casa_Costeado_Possivel_Escola_Hotel.jpg

A Câmara Municipal de Guimarães e o Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) vão apresentar em conferência de imprensa, na próxima segunda-feira, 06 de março, às 11:30 horas, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, os termos do projeto Escola-Hotel, que acaba de ser aprovado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

Com esta decisão, Guimarães passará a ter uma Escola Superior de Hotelaria e Turismo, cujas instalações poderão ficar situadas na antiga Quinta do Costeado, na Cruz de Pedra. A possível escolha tem por objetivo a requalificação e a regeneração desta zona simbólica de Guimarães, bem como pelo valor histórico do edifício onde se insere. A Escola-Hotel responderá à necessidade de uma resposta qualificada e inovadora de formação para as áreas da restauração e hotelaria de toda a região.

Na sua oferta formativa, o IPCA disponibilizará ações de formação contínua no âmbito dos laboratórios de alimentação e restauração (Cozinha). O projeto “Escola-Hotel” resultou de um trabalho conjunto do Presidente do IPCA, do Presidente da Câmara Municipal de Guimarães e do Ministro da Ciência, que aprovou agora a implementação deste modelo de ensino em Portugal.

GUIMARÃES: POLO DE PEVIDÉM DA BIBLIOTECA RAUL BRANDÃO REABRE OBRAS DE REABILITAÇÃO

ESTA QUARTA-FEIRA, 01 DE MARÇO 

Leitores com melhores condições de conforto na extensão da Biblioteca Municipal Raul Brandão. Obras incluíram intervenções no pavimento, paredes e tetos das salas.

Guimaraes_Biblioteca_Pevidem_Renovada.JPG

O polo de Pevidém da Biblioteca Municipal Raul Brandão reabriu ao público esta quarta-feira, 01 de março, depois de concluídas as obras de requalificação efetuadas pela Câmara Municipal de Guimarães.

A intervenção, que visou criar melhores condições de acolhimento a leitores e população em geral, incidiu na reparação de fissuras nas paredes e tetos e respetiva pintura, além da colocação de um novo soalho em toda a extensão das duas salas.

As obras decorreram no período de um mês, prazo estimado para a realização da intervenção, desmontagem e montagem das estantes, reposição do mobiliário e todo o material bibliográfico do polo de Pevidém da biblioteca, que reabriu ao público no primeiro dia útil do mês de março, tal como estava programado. 

LOJA "GUIMARÃES MARCA" NA PLATAFORMA DAS ARTES EXPÕE PRODUTOS DE NOVA EMPRESA

ATÉ À PRÓXIMA SEGUNDA-FEIRA, 06 DE MARÇO

“Bordalima” mostra agora a sua diversidade produtiva na “Pop Up Store”. Cada uma das empresas do projeto “Guimarães Marca” ocupará a loja durante uma semana.

Guimaraes_Marca_Bordalima.jpg

A empresa “Bordalima - Indústria de Bordados”, com sede no Parque Industrial de Ponte, está a expor os seus produtos até ao dia 06 de março, na Plataforma das Artes e da Criatividade, na loja “Guimarães Marca”, local onde semanalmente decorre uma exposição das empresas que aderiram a este projeto da Divisão de Desenvolvimento Económico do Município de Guimarães.

Neste programa, estão inscritas cerca de 40 empresas vimaranenses de prestígio e líderes de mercado nos setores têxtil-lar, calçado, cutelaria, vestuário e cartonagem e que, na sua maioria, exportam 90 por cento do seu produto. O programa “Guimarães Marca” é um projeto de divulgação da cidade e do concelho nos cinco continentes, através de um “selo” colocado nos produtos das empresas aderentes, afirmando económica e culturalmente o território vimaranense.

«Os nossos empresários são os melhores embaixadores de Guimarães! Todos ganhamos! Valorizamos os nossos produtos, as nossas origens e damos a conhecer uma cidade histórica que aprecia o conhecimento, valoriza a tecnologia e um território que está preocupado com o mundo contemporâneo», refere o Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, que enaltece o empreendedorismo dos vimaranenses, depois da marca de têxteis-lar “CrisHome” ter apresentado os seus produtos, pela primeira vez, numa loja física.

GUIMARÃES CANDIDATA-SE A CAPITAL VERDE EUROPEIA 2020

DECLARAÇÃO DE CONSENSO POLÍTICO

Os partidos políticos com representação na Assembleia Municipal de Guimarães, respetivamente o Partido Socialista, a Coligação Juntos por Guimarães (que integra o Partido Social Democrata, o CDS - Partido Popular e o MPT - Partido da Terra), a Coligação Democrática Unitária (que integra o Partido Comunista Português e o Partido Ecologista Os Verdes) e o Bloco de Esquerda, vão subscrever uma Declaração de Consenso Político, que integrará a candidatura de Guimarães a Capital Verde Europeia em 2020.

Essa Declaração, que será subscrita pelos representantes de todos os partidos políticos, pelos vereadores eleitos da Câmara Municipal e pelos líderes dos grupos parlamentares dos partidos políticos com representação na Assembleia Municipal de Guimarães, será realizada na próxima quinta-feira, dia 02 de março de 2017, pelas 18 horas, no Laboratório da Paisagem, num ato público que se reveste da maior importância para Guimarães.

VIMARANENSES DEBATEM ORÇAMENTO PARTICIPATIVO

PROJETO DO ORÇAMENTO PARTICIPATIVO

Centro de Educação e Interpretação Ambiental inaugurado no Penha-Centro Escutista de Guimarães

Ideia apresentada no Orçamento Participativo teve como proponente Miguel da Silva Araújo. Concelho passa a ter mais um «espaço de excelência» para a educação ambiental e interpretação da natureza.

Guimaraes_CEIA_Penha.jpg

O Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, inaugurou no Penha - Centro Escutista de Guimarães o Centro de Educação e Interpretação Ambiental (CEIA), uma proposta apresentada pelo vimaranense Miguel da Silva Araújo no âmbito do Orçamento Participativo de Guimarães, instrumento que permite aos cidadãos participar ativamente na governação municipal.

Este equipamento, além de requalificar a denominada antiga “Casa do Lavrador” do Penha-Centro Escutista de Guimarães, proporciona a criação de um espaço de sensibilização, formação e educação para a preservação da natureza, sustentabilidade e ambiente, dotando o Município de Guimarães de um «espaço de excelência» para a educação ambiental e interpretação da natureza.

Situado na montanha da Penha, “pulmão de Guimarães”, o CEIA é um local onde decorrerão ações formativas sobre boas práticas ambientais em atividades de exterior, permitindo disponibilizar recursos e dinamizar o centro formativo em ações de educação ambiental, privilegiando a realização de atividades no terreno.

O Penha - Centro Escutista de Guimarães passa a ter igualmente mais uma infraestrutura para acolher grupos de crianças, adolescentes e jovens e realizar atividades formativas, privilegiando o contacto com a natureza, o conhecimento do habitat local, bem como a coresponsabilidade na preservação e sustentabilidade ambiental.

«Os nossos escuteiros, parceiros essenciais no caminho de Guimarães como território ambientalmente sustentável, objetivo da Capital Verde Europeia, são preponderantes na formação dos jovens e têm um papel fundamental em formar formadores de qualidade. Com este novo espaço, poderão continuar a desenvolver a componente social e ambiental que tão bem caracteriza o movimento escutista na proteção da natureza», referiu Domingos Bragança. 

GUIMARÃES REÚNE EXECUTIVO MUNICIPAL

SESSÃO ÀS 10 HORAS

Agenda do Executivo para a reunião de Câmara desta quinta-feira, 02 de março de 2017

29 pontos fazem parte da Ordem de Trabalhos da reunião programada para a manhã desta quinta-feira, com início às 10 horas, na Sala de Reuniões da Câmara Municipal.

A aprovação da minuta de contrato para a instalação de um parque de patinagem num terreno propriedade do Vitória Sport Clube, no âmbito de um acordo para a concessão de utilização privativa de bens do domínio público e constituição de direito de superfície, e a aprovação da minuta de contrato para a construção da EB 2,3 das Taipas são dois dos assuntos que vão ser apreciados pelo Executivo Municipal de Guimarães esta quinta-feira, 02 de março, em reunião ordinária de Câmara com início agendado para as 10 horas, na Sala de Reuniões dos Paços do Concelho.

A Vereação vai também analisar o início do procedimento para a alteração de regulamentos municipais de atribuição de apoios, a contratação de serviços de transporte escolar em carreira pública (contratação excluída nos termos do nº 1, do artigo 5º do Código dos Contratos Públicos) para o ano letivo 2017/2018 e a concessão de apoio às XXIII Jornadas Pedagógicas de Educação Ambiental da Associação Portuguesa de Educação Ambiental, que se realizam em Guimarães de 24 a 26 de março.

Na reunião, será votada a atribuição de apoios para a comparticipação de obras de melhoria de condições de habitabilidade de três munícipes, no âmbito do Regulamento Municipal para a Atribuição de Apoios a Estratos Sociais Desfavorecidos. O Executivo Municipal vai ainda pronunciar-se sobre a edição de 2016 do Prémio de Direito Público e Democracia Local Cândido de Oliveira e atribuição de um subsídio à Organização Carnavalesca Taipense. A ordem de trabalhos completa da reunião do Executivo Municipal é a seguinte:

01 - Erros e Omissões- Reperfilamento Rua Manuel Tomás, Creixomil- processo 1/17

02 - Ecovia-Ciclovia - aquisição de terrenos

03 - Aprovação da Ata da Reunião Ordinária de 16 de fevereiro de 2017

04 - Parque Estacionamento Camões - Processo 106/16 - Esclarecimentos - Ratificação

05 - "Construção da EB 2,3 das Taipas - Caldelas" - Aprovação de Minuta do Contrato

06 - Prémio de Direito Público e Democracia Local Cândido de Oliveira - Edição de 2016 - Atribuição de Prémio

07 - Início de Procedimento para Alteração de Regulamentos Municipais de Atribuição de Apoios

08 - Contratação de serviços de transporte escolar em carreira pública (contratação excluída nos termos do nº 1, do artigo 5º do Código dos Contratos Públicos) - ano letivo 2017/2018.

09 - Transferência de Verbas para o Ano 2017 - Associação de Municípios do Vale do Ave

10 - Transferência de Verbas para o Ano de 2017 - Comunidade Intermunicipal do Ave

11 - Apoio às XXIII Jornadas Pedagógicas de Educação Ambiental da Associação Portuguesa de Educação Ambiental - 24 a 26 de março.

12 - Conferência Internacional - Contextile 2016 - Bienal de Arte Têxtil Contemporânea - Retificação de Deliberação - Ratificação

13 - Designação dos representantes do Município no Conselho Geral da Escola Secundária das Taipas

14 - Pedido cedência autocarro-ABAE-Dias 15 a 19 fevereiro

15 - Pedido cedência autocarro-EB1-JI Mascotelos-Dia 3 de abril

16 - Pedido cedência autocarro-Escola Básica-JI Fafião-Dia 15 de março

17 - Pedido cedência autocarro-Agrup. Escolas Vale S. Torcato-26 abril

18 - Pedido cedência autocarro-EB1-JI Vermis-Dia 13 de março

19 - Pedido cedência autocarro-EB1-JI Aula-Dia 24 de abril

20 - Pedido cedência autocarro-EB1 Além-Dia 28 de abril

21 - Pedido cedência autocarro-EB1-JI Quinta do Vale-Dia 20 de abril

22 - Apoio na comparticipação de obras para melhoria das condições de habitabilidade de uma munícipe - Apoios à Habitação ao abrigo da alínea e) do artigo 2º do Regulamento Municipal para Atribuição de Apoios a Estratos Sociais Desfavorecidos

23 - Apoio na comparticipação de obras para melhoria das condições de habitabilidade de uma munícipe - Apoios à Habitação ao abrigo da alínea e) do artigo 2º do Regulamento Municipal para Atribuição de Apoios a Estratos Sociais Desfavorecidos

24 - Comparticipação em obras para adaptação de uma casa de banho de uma habitação - Apoios à Habitação ao abrigo da alínea d) do artigo 2º do Regulamento Municipal para Atribuição de Apoios a Estratos Sociais Desfavorecidos

25 - Organização Carnavalesca Taipense – atribuição de subsídio

26 - Utilização do Grande Auditório do CCVF pelo Sindicato dos Professores do Norte – revogação

27 - Vespa Clube de Guimarães – Oferta de Bandeira

28 - Instalação de um Parque de Patinagem num Terreno Propriedade do Vitória Sport Clube – Acordo para Concessão de Utilização Privativa de Bens do Domínio Público e Constituição de Direito de Superfície – Aprovação da Minuta do Contrato

29 - Aprovação da Ata em Minuta     

Ligação para transferência dos documentos que serão apreciados na Reunião de Câmara (02.03.2017): https://we.tl/9gq6O2qpm9 (link disponível até 07 de março 2017)

GUIMARÃES APRESENTA 2º FESTIVAL DE MÚSICA RELIGIOSA

O Município de Guimarães apresentou à comunicação social o Programa do FMRG 2017.

O programa da segunda edição do Festival de Música Religiosa de Guimarães foi ontem apresentado em conferência de imprensa, no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

Festival_Musica_Religiosa_Guimaraes_2017.jpg

O evento, com direção artística de José M. Pedrosa Cardoso, organizado pela Câmara Municipal, em parceria com a Santa Casa da Misericórdia de Guimarães e a Sociedade Musical de Guimarães, decorrerá no período pascal.

O Festival de Música Religiosa de Guimarães 2017, na continuidade do êxito alcançado no ano passado, vai oferecer um conjunto de propostas cujas músicas foram compostas ao longo dos séculos sob o signo da religião, numa grande diversidade de estilos e grupos: recitais, cantochão, música coral, música de conjuntos da denominada música antiga e música coral-sinfónica.

CRIANÇAS DE GUIMARÃES FESTEJAM O CARNAVAL

NA MANHÃ DESTA SEXTA-FEIRA, 24 FEVEREIRO

Meio milhar de crianças vai comemorar Carnaval 2017 nas ruas de Guimarães

Desfile começa em frente à Câmara Municipal, cruza o Centro Histórico e termina no Toural. Uma dezena de instituições vai colorir manhã desta sexta-feira com festa carnavalesca infantil.

Guimaraes_Carnaval_Infancia.JPG

Mais de 500 crianças vão desfilar pelas ruas do centro da cidade de Guimarães, esta sexta-feira, 24 de fevereiro, na comemoração do “Carnaval da Infância”, uma iniciativa promovida pela Divisão da Ação Social da Câmara Municipal de Guimarães, em parceria com os Jardins de Infância e instituições com a valência de ATL do concelho.

A concentração está marcada para as 10 horas no Largo Cónego José Maria Gomes, onde decorrerá a sessão de abertura com a presença do Presidente da Autarquia, Domingos Bragança. O desfile dos grupos participantes principiará meia hora depois, com as crianças a deslocarem-se para o Largo do Toural, saindo do recinto em frente à Câmara Municipal em direção à rua Santa Maria, rua Alfredo Guimarães e Alameda de São Dâmaso.

A concentração final está prevista para as 12 horas no Toural, local onde haverá animação musical com uma dupla de palhaços assegurada pela organização. Ao todo, vão participar 550 crianças na edição deste ano do “Carnaval da Infância” pertencentes às seguintes 10 instituições:

Casa do Povo de Creixomil, Centro de Solidariedade Social, Cultural e Desportivo da Somelos, Centro Paroquial S. Romão de Mesão Frio, Centro Pastoral D. António B. M. Júnior – Patronato da Oliveira, Centro Social e Paroquial Nossa Senhora da Conceição, Fraterna, Infantário Nuno Simões, Patronato de S. Sebastião, Grupo Desportivo e Recreativo “Os Amigos de Urgeses” e Jardim de Infância de S. Francisco

IDOSOS DE GUIMARÃES FESTEJAM O CARNAVAL

ESTA TERÇA-FEIRA À TARDE, NO MULTIUSOS

Tema do ambiente abrilhanta Carnaval em Guimarães com desfile de 800 idosos

Alegria, criatividade e muita animação na festa de Carnaval de 33 instituições do concelho, que reuniu mais de oito centenas de idosos no Multiusos de Guimarães. Na sexta-feira de manhã, o Largo do Toural recebe o “Carnaval da Infância”.

Guimaraes_Carnaval_Senior_2017.jpg

A criatividade na confeção de peças de vestuário preparadas pelos utentes de instituições de solidariedade social do concelho de Guimarães, alusivas à candidatura a Capital Verde Europeia, abrilhantou o desfile de “Carnaval Sénior” organizado pela Câmara Municipal de Guimarães, em colaboração com a cooperativa Fraterna e instituições de apoio a idosos do concelho, esta terça-feira, 21 de fevereiro, no Multiusos de Guimarães.

A iniciativa reuniu mais de oito centenas de participantes em representação de 33 IPSS. Os idosos, no âmbito das atividades da Terceira Idade realizadas ao longo do ano, prepararam para o desfile carnavalesco peças de vestuário onde se realçaram os temas da Água, Natureza e Biodiversidade, os 4 Elementos, Reciclagem, Resíduos, Rio Ave, Transporte Local, Turismo e Áreas Verdes.

«Carnaval é alegria e esse é o compromisso que eu tenho com vocês! Guimarães é um concelho amigo da juventude, dos pais e dos avós, mas também das pessoas que, com alegria, inteligência e coração, dão carinho todos os dias aos idosos que estão nas vossas instituições», afirmou Domingos Bragança, Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, que propôs, no futuro, a realização de um desfile sénior no Centro Histórico.

No Multiusos, os participantes desfilaram as suas fantasias por grupos temáticos, acompanhados por músicas carnavalescas. «Não há limite de idade para a fantasia e para o sonho e esta é a demonstração que Guimarães dispõe de uma cultura humana de excelência. Sejam felizes e sorriam sempre, pois o sorriso é o espelho da alegria», acrescentou ainda o responsável pelo Município.

Carnaval mais verde

Na edição deste ano, sob o tema da Água, participaram a Casa de Caldelas, Casa do Povo de Fermentões, Centro Comunitário de Solidariedade e Integração Social de Tabuadelo, Centro Social Nossa Senhora do Carmo, Centro Social e Paroquial Nossa Senhora da Conceição, Centro Social da Paróquia de Santa Eulália de Nespereira, Fraterna, Real Irmandade de Nossa Senhora da Consolação e Santos Passos, Venerável Ordem Terceira de S. Domingos e Venerável Ordem Terceira de S. Francisco.

Em seguida, com o tema da “Natureza e Biodiversidade”, desfilaram utentes da Associação de Paralisia Cerebral de Guimarães, Casa do Povo de Briteiros e Centro Social da Irmandade de S. Torcato, enquanto a Fundação Casa do Paço, devido a um imprevisto, não pôde estar presente. O Centro Social Paroquial de Gondar, Centro Social e Paroquial de Ronfe, Centro Social Paroquial S. Cristóvão de Selho e Lar Beneficente de S. Jorge representaram os “4 Elementos” da natureza.

Reciclagem foi o tema do Centro Social e Brito e Centro Social de Guardizela, ao passo que a cooperativa Castreja (Gerações em Movimento), o Centro Social Padre Manuel Joaquim de Sousa e Sala Convívio de Barco participaram no desfile representando a temática dos Resíduos. Por sua vez, o Centro Social D. Manuel Monteiro de Castro, o Centro Social Recreativo e Cultural de Campelos e Encontro de Saberes apresentaram o rio Ave como tema da indumentária.

No cortejo de Carnaval, participaram também a Casa do Povo de Creixomil, o Centro Social e Paroquial de Polvoreira, Centro Social e Paroquial de Mascotelos-Santiago e Lar de Santo António com o tema Transporte Local. Já os utentes da Santa Casa da Misericórdia de Guimarães adotaram peças de vestuário alusivas ao Turismo e a Academia da Razão referente à temática das Áreas Verdes. Neste desfile, participaram ainda a Ami-Clihotel de Guimarães, Centro Sociocultural Desportivo de Sande S. Clemente, Grupo Bem Viver e Grupo Sénior de Infantas.

ESTAFETA DA AMIZADE LIGA BRAGA A GUIMARÃES

DUAS CIDADES, UM TERRITÓRIO, UNIDAS PELO DESPORTO

Estafeta da Amizade com inscrições abertas liga este ano Guimarães a Braga

Em 2017, a prova faz o percurso inverso, iniciando na Alameda Dr. Alfredo Pimenta e finalizando no Parque de Exposições de Braga. Receitas revertem integralmente para as Cercis das duas cidades.

Guimaraes_Estafeta_Amizade.jpg

A segunda edição da Estafeta da Amizade, que une desta vez a cidade de Guimarães à de Braga no próximo dia 09 de abril, tem já as inscrições abertas. A prova de atletismo não só tem um cariz solidário, com as receitas a reverterem a 100% para a CerciGui e CerciBraga, mas também visa promover a coesão territorial e a igualdade de género.

O percurso este ano será invertido, sendo que os primeiros atletas vão partir da Alameda Dr. Alfredo Pimenta, passando pelas zonas de transição localizadas em Ponte, Portela/Balazar e Trandeiras, terminando a prova junto ao Parque de Exposições de Braga. As inscrições já se encontram abertas em www.estafetadaamizade.pt ou diretamente junto das Cercis de Braga e Guimarães.

Tal como sucedeu o ano passado, os Municípios de Guimarães e de Braga vão facultar transporte aos atletas desde o ponto de partida até cada ponto intermédio e desde a zona de meta até ao ponto de partida. Dada a especificidade da prova em que as equipas têm de ser formadas por dois elementos masculinos e dois femininos, foi criada uma bolsa de atletas onde os participantes poderão também formar novas equipas e criar novos laços.

SENIORES DE GUIMARÃES DESFILAM PELO AMBIENTE EM CORSO CARNAVALESCO

ESTA TERÇA-FEIRA À TARDE, NO MULTIUSOS

800 idosos de Guimarães comemoram Carnaval em desfile alusivo ao ambiente

34 instituições do concelho participam em festa sénior, que reunirá mais de oito centenas de idosos no Multiusos de Guimarães. Na sexta-feira de manhã, o Largo do Toural recebe o “Carnaval da Infância”.

Guimaraes_Carnaval_Senior.JPG

A Câmara Municipal de Guimarães, em colaboração com a cooperativa Fraterna e as instituições de apoio a idosos do concelho, organiza esta terça-feira, 21 de fevereiro, entre as 14:30 e as 17 horas, um desfile de Carnaval Sénior no Multiusos de Guimarães, subordinado ao tema da candidatura a Capital Verde Europeia.

A iniciativa, cuja cerimónia de abertura será presidida por Domingos Bragança, Presidente do Município de Guimarães, envolverá a participação de 870 idosos pertencentes a 34 instituições de solidariedade social, que vão desfilar as suas fantasias por grupos temáticos, acompanhados por músicas carnavalescas.

Os participantes, no âmbito das atividades da Terceira Idade realizadas ao longo do ano, prepararam vestuário alusivo a áreas distintas do ambiente, cujas peças serão utilizadas no desfile agendado para a tarde da última terça-feira, antes do Dia de Carnaval. O cortejo carnavalesco abre com o tema da Água, seguindo-se Natureza e Biodiversidade, os 4 Elementos, Reciclagem, Resíduos, Rio Ave, Transporte Local, Turismo e Áreas Verdes.

Alinhamento e instituições participantes

Sob o tema da Água, vão desfilar a Casa de Caldelas, Casa do Povo de Fermentões, Centro Comunitário de Solidariedade e Integração Social de Tabuadelo, Centro Social Nossa Senhora do Carmo, Centro Social e Paroquial Nossa Senhora da Conceição, Centro Social da Paróquia de Santa Eulália de Nespereira, Fraterna, Real Irmandade de Nossa Senhora da Consolação e Santos Passos, Venerável Ordem Terceira de S. Domingos e Venerável Ordem Terceira de S. Francisco.

Em seguida, com recurso ao tema da “Natureza e Biodiversidade”, desfilam utentes da Associação de Paralisia Cerebral de Guimarães, Casa do Povo de Briteiros, Centro Social da Irmandade de S. Torcato e Fundação Casa do Paço, enquanto o Centro Social Paroquial de Gondar, Centro Social e Paroquial de Ronfe, Centro Social Paroquial S. Cristóvão de Selho e Lar Beneficente de S. Jorge vão representar os “4 Elementos” da natureza.

Reciclagem é o tema do Centro Social e Brito e Centro Social de Guardizela, ao passo que a cooperativa Castreja (Gerações em Movimento), o Centro Social Padre Manuel Joaquim de Sousa e Sala Convívio de Barco vão participar no desfile representando vestuário alusivo ao tema dos Resíduos. Por sua vez, o Centro Social D. Manuel Monteiro de Castro, o Centro Social Recreativo e Cultural de Campelos e Encontro de Saberes têm o rio Ave como tema.

No cortejo de Carnaval, participam também a Casa do Povo de Creixomil, o Centro Social e Paroquial de Polvoreira, Centro Social e Paroquial de Mascotelos-Santiago e Lar de Santo António com o tema Transporte Local. Já os utentes da Santa Casa da Misericórdia de Guimarães vão adotar peças de vestuário alusivas ao Turismo e a Academia da Razão referente a Áreas Verdes. Neste desfile, participam ainda a Ami-Clihotel de Guimarães, Centro Sociocultural Desportivo de Sande S. Clemente, Grupo Bem Viver e Grupo Sénior de Infantas.

GUIMARÃES É CIDADE INTELIGENTE

PROJETO “DREAM”

Consórcio europeu de “Smart Cities” liderado por Guimarães formaliza candidatura comunitária

Cidades inteligentes com novos paradigmas de desenvolvimento urbano sustentável. Consórcio apresenta uma forte polarização universitária, constituindo uma cooperação triangular entre comunidade, empresas e universidades.

Um consórcio de Smart Cities milenares, liderado por Guimarães e do qual fazem parte outras seis cidades igualmente Capitais Europeias da Cultura, algumas também Património Cultural da UNESCO, submeteu à Comissão Europeia, acompanhada por cartas de conforto do Primeiro-Ministro de Portugal e do Vice-Primeiro-Ministro da Lituânia, a candidatura do projeto DREAM cujo objetivo é promover o desenvolvimento e a produção de soluções urbanas inovadoras, ao abrigo do programa comunitário Horizonte 2020.

O consórcio, que tem como cidades parceiras Weimar (Alemanha), Salamanca (Espanha), Vilnius (Lituânia), Timisoara (Roménia), Dundee (Escócia) e Thessaloniki (Grécia), privilegia a partilha de conceitos, sistemas, modelos, métodos e processos de suporte à inovadora governança de cidades e regiões que incorporam a sustentabilidade urbana nos seus desígnios estratégicos, cumprindo um programa de partilha de ferramentas de gestão e planeamento, além de serem desenvolvidas candidaturas conjuntas a programas, iniciativas e propostas europeias.

O projeto DREAM caracteriza-se por fatores de inovação, criatividade, projeção e sucesso nomeadamente no que respeita aos seus três pilares: energia, mobilidade e ICT. Trata-se de uma proposta orientada para os cidadãos que contribui para a criação de comunidades resilientes, com base na partilha de experiências e do conhecimento gerado através da implementação de projetos inovadores em cada cidade, numa ótica de desenvolvimento inteligente e sustentável, prevendo-se projetos transformadores nas áreas da Energia, Espaço, Água, Clima, Iluminação, Conhecimento, Mobilidade, Dados (TIC), Emprego, Habitação, Resíduos e Pessoas.

Seguindo o paradigma das Smart Cities, as cidades participantes têm por objetivo demonstrar à escala real soluções inovadoras pré-comerciais de tecnologias de informação, otimização de infraestruturas, mobilidade e eficiência energética, entre outras. O projeto DREAM conta com o suporte de empresas, universidades e centros de investigação tanto ao nível nacional como europeu, permitindo uma resposta integrada e adequada a cada uma das realidades dos municípios. Da rede de stakeholders, destacam-se nos parceiros nacionais a PT Meo, Siemens, Schneider, Universidade do Minho, Altice, InescTec, Efacec, Universidade das Nações Unidas e IrRADIARE.

ESCRITOR FRANCISCO JOSÉ VIEGAS CONVERSA AMANHÃ COM OS VIMARANENSES

ESTA SEGUNDA-FEIRA, APÓS APRESENTAR “FESTIVAL HÚMUS”

Francisco José Viegas em Guimarães na edição de fevereiro da iniciativa “Escritor no Concelho”

Autor vai estar à conversa com os vimaranenses, depois da apresentação pública do Festival Húmus. Em ano simbólico, Biblioteca Raul Brandão continua a receber nomes da literatura nacional.

O escritor Francisco José Viegas é o convidado de fevereiro para estar à conversa com Pedro Vieira, na Biblioteca Municipal Raul Brandão, esta segunda-feira, dia 20, às 18 horas, na edição deste mês da iniciativa “Escritor no Concelho”, inserida no âmbito das comemorações dos 150 anos do Nascimento de Raul Brandão, que a Câmara Municipal de Guimarães está a promover.

Professor, jornalista e editor, Francisco José Viegas, que nasceu em 1962, é responsável pela revista LER e foi também diretor da revista Grande Reportagem e da Casa Fernando Pessoa. De junho de 2011 a outubro de 2012 exerceu o cargo de Secretário de Estado da Cultura do XIX Governo Constitucional. Colaborou em vários jornais e revistas e foi autor de vários programas na rádio (Antena Um) e televisão (Livro Aberto, Escrita em Dia, Ler para Crer, Primeira Página, Avenida Brasil, Prazeres, Um Café no Majestic, Nada de Cultura).

Da sua obra destacam-se livros de poesia (Metade da Vida, O Puro e o Impuro, Se Me Comovesse o Amor) e os romances Regresso por um Rio, Crime em Ponta Delgada, Morte no Estádio, As Duas Águas do Mar, Um Céu Demasiado Azul, Um Crime na Exposição, Um Crime Capital, Lourenço Marques, Longe de Manaus (Grande Prémio de Romance e Novela da Associação Portuguesa de Escritores, 2005), O Mar em Casablanca e O Colecionador de Erva. Em 2015, publicou A Dieta Ideal e, já este ano, foi publicada uma coletânea de histórias sobre o inspetor Jaime Ramos – A Poeira que Cai sobre a Terra e outras histórias de Jaime Ramos.

GUIMARÃES APRESENTA PROGRAMA DO FESTIVAL HÚMUS

Guimarães apresenta programação do Festival Húmus esta segunda-feira, 20 fevereiro

Encontro com os jornalistas marcado para as 17 horas, na Biblioteca Municipal Raul Brandão. No final, realiza-se a edição de fevereiro de “Escritor no Concelho”, com Francisco José Viegas.

Guimaraes_Festival_Humus.jpg

O primeiro festival literário de Guimarães aproxima-se a passos largos e promete levar ao concelho programação para todas as idades. Palco de conversas com autores e músicos, leituras encenadas, passeios, concursos e lançamentos literários, entre outras atividades, Guimarães será palco da homenagem a Raul Brandão, por ocasião da comemoração dos 150 anos do autor de Húmus.

Após um ano de atividades que trouxeram a Guimarães nomes da literatura nacional como Lídia Jorge, Afonso Cruz, João Tordo, Pedro Mexia, Bruno Vieira Amaral, Rita Ferro ou Mário Cláudio, bem como os escritores de canções Capicua e Mundo Segundo, entre 8 e 12 de março será o culminar das celebrações da vida e obra de um autor incontornável do século XX português.

Esta segunda-feira, 20 de fevereiro, às 17 horas, na Biblioteca Municipal Raul Brandão, serão apresentados todos os pormenores sobre a programação do Húmus, numa conferência que contará com a presença de Adelina Paula Pinto, Vereadora da Educação, Recursos Humanos e Biblioteca e Arquivos da Câmara Municipal de Guimarães, Ivone Gonçalves, Diretora da Biblioteca Municipal Raul Brandão, e Francisco José Viegas, Comissário do Húmus - Festival Literário de Guimarães.

GUIMARÃES APRESENTA NOVOS PALCOS E MAIS CULTURA

“ExcentriCidade” estreia em Brito e aumenta programação cultural nas freguesias de Guimarães

Seis freguesias fazem agora parte do calendário mensal do programa de cultura iniciado pela Autarquia. Novos locais serão anunciados em breve. 

Guimaraes - ExcentriCidade - Fevereiro.jpg

Um ensemble da Orquestra do Norte este sábado, 18 de fevereiro, às 21:30 horas, nos Espaços Criativos, na vila de Brito, assinala o alargamento do programa cultural “ExcentriCidade” a uma nova freguesia do concelho de Guimarães, depois de a Câmara Municipal ter iniciado a primeira fase nas Taipas, Moreira de Cónegos, Ronfe, S. Torcato e União de Freguesias de Briteiros S. Salvador e Briteiros Santa Leocádia.

Com periodicidade mensal, o programa “ExcentriCidade” tem como objetivo estratégico a criação de novas centralidades de consumo e de criação artística e cultural, no domínio da dança, música, teatro e cinema. Com esta aposta, o Município pretende oferecer a mesma filosofia iniciada nos espaços culturais da cidade, acrescentando novas camadas de significado cultural ao sedimentado, novas oportunidades para públicos e criadores e gerar mais patamares no desenvolvimento do cidadão enquanto ser cultural.

Ainda este mês, na noite de 24 de fevereiro, pelas 21:30 horas, a vila de São Torcato terá igualmente oportunidade de assistir ao ensemble da Orquestra do Norte, nas instalações da ADCL – Associação para o Desenvolvimento das Comunidades Locais, no Centro Comunitário, Hemeroteca e Mediateca Educativa. No dia a seguir, 25 de fevereiro, a Casa do Povo de Briteiros S. Salvador recebe um espetáculo de fado com o jovem Pedro Marão.

Na mesma noite e à mesma hora, há teatro no Centro Pastoral de Moreira de Cónegos, com a exibição da peça “One Man Alone”, uma coprodução do Teatro da Didascália e Casa das Artes de Famalicão, onde o tema central é o trabalho realizado numa padaria em horário noturno. O mês de fevereiro do programa “ExcentriCidade” começou, entretanto, com dois concertos. O auditório dos Bombeiros das Taipas recebeu o espetáculo “Gallaecia” no dia 04 e, uma semana depois, Nuno Prata atuou no Salão Paroquial de Ronfe.

VISITAS GUIADAS À ARTE URBANA EM GUIMARÃES TERMINAM ESTE DOMINGO

ESTE DOMINGO DE MANHÃ (11H)

Guimarães realiza última visita guiada a mostras de arte urbana em paragens de autocarro

Inscrições abertas para conhecer projeto urbano “As Paragens onde o Tempo Habita”. Última visita ao conjunto de ilustrações decorrerá este domingo de manhã.

Guimaraes_Paragens_Intervencionadas.jpg

A Câmara Municipal de Guimarães tem abertas inscrições para a participação na última visita guiada de autocarro, agendada para este domingo, 19 de fevereiro, às intervenções artísticas realizadas em dezassete abrigos de paragens de transportes públicos no centro de Guimarães, um dos eventos que assinalou o 15º aniversário da elevação do Centro Histórico a Património Cultural da Humanidade.

As inscrições para o público poder acompanhar a visita ao projeto urbano “As Paragens onde o Tempo Habita” são limitadas aos lugares existentes no autocarro. O percurso tem início às 11 horas, no abrigo da Alameda S. Dâmaso (Norte), seguindo-se o da Rua de Santo António, Alameda da Universidade (2), Rua Teixeira Pascoais e Pavilhão Francisco de Holanda.

O périplo continua pela Avenida São Gonçalo (2), Alameda Dr. Mariano Felgueiras (em frente ao Hospital), Escola de Creixomil, Alameda Dr. Mariano Felgueiras (em frente ao GuimarãeShopping), Avenida D. Afonso Henriques, Largo República do Brasil (2), Alameda Abel Salazar (em frente à Escola Martins Sarmento), Rua Dr. R. Carvalho e Av. Cónego Gaspar Estaço (junto ao Tribunal).

Marcações por correio eletrónico ou na Praça S. Tiago

Os interessados poderão efetuar as inscrições através de correspondência eletrónica (cultura@cm-guimaraes.pt) ou diretamente na Loja Interativa de Turismo de Guimarães, na Praça de S. Tiago, até ao dia anterior à data pretendida. Para tal, deverão indicar o nome, contacto de telemóvel e número de pessoas inscritas.

O projeto, coordenado pela Escola Superior Artística de Guimarães (ESAG), em parceria com as empresas ARRIVA e JCDecaux, é constituído por ilustrações da autoria de Flavie Monjon, Mafalda Neves, João Silvestre, Catarina Peixoto, Sérgio Marques e Evandro Souza Dias, jovens autores, mestres em ilustração pela ESAG, dirigida por Paulo Leocádio, que coordenará a visita.

GUIMARÃES RECEBE ENCONTRO INTERNACIONAL DE JOVENS REPÓRTERES

“Jovens Repórteres para o Ambiente” reúnem em Guimarães até este domingo

Reunião internacional (YRE NOM 2017) realiza-se na extensão do Museu de Alberto Sampaio, na Praça de S. Tiago. Programa de educação ambiental enquadra-se no projeto PEGADAS.

Guimaraes_Reuniao_Jovens_Reporteres_Ambiente.jpg

40 gestores de programas de educação para a sustentabilidade ambiental, provenientes de mais de 30 países do mundo, estão presentes em Guimarães até este domingo, 19 de fevereiro, dia em que termina uma reunião alargada de âmbito internacional relativa ao programa “Jovens Repórteres para o Ambiente”. Este encontro, organizado pela Foundation for Environmental Education (FEE) e em Portugal pela Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE), com o apoio da Câmara Municipal de Guimarães, tem como o objetivo definir novas estratégias e metodologias para o desenvolvimento deste programa.

«O trabalho realizado pelos Jovens Repórteres é fundamental na proteção da natureza. Continuem a comunicar temas e preocupações relevantes na defesa do nosso ambiente, como tão bem têm feito, um pouco por todo o mundo! O importante é o caminho percorrido, a capacidade de mudarmos do particular para o geral, utilizando como exemplo replicável a cidade e o concelho de Guimarães», referiu o Presidente do Município, Domingos Bragança, na sessão de abertura que decorreu esta sexta-feira no Museu de Alberto Sampaio, com os trabalhos a decorrerem depois na extensão do museu, na Praça de S. Tiago.

A oportunidade permite a Guimarães apresentar os seus projetos, os investimentos realizados e em curso na área da sustentabilidade ambiental, no processo da candidatura a Capital Verde Europeia 2020, no âmbito do desígnio “Guimarães Mais Verde”. «Estou muito impressionada com o que está a ser feito e desejo o maior sucesso para a vossa candidatura», declarou Lesley Jones, Presidente da FEE, enquanto José Archer, Presidente de ABAE, enalteceu o programa Jovens Repórteres do Ambiente, «muito importante por motivar os nossos a refletir, a agir e a praticar soluções de problemas ambientais. Aprender como mudar atitudes é um dos objetivos deste programa», acrescentou.

Coordenadores mundiais em Guimarães

A reunião conta participantes provenientes de Organizações Não Governamentais de Ambiente de mais de 30 países: Austrália, Brasil, Dinamarca, Japão, França, Alemanha, Gana, Grécia, Índia, Irlanda, Israel, Letónia, Malta, Mongólia, Montenegro, Marrocos, Nova Zelândia, Irlanda do Norte, Portugal, Porto Rico, Roménia, Escócia, Sérvia, Singapura, Eslováquia, Eslovénia, Coreia do Sul, Espanha, Suécia, Suíça, Holanda, Peru, Estados Unidos e Portugal.

Estão também presentes neste evento algumas escolas nacionais que vão contar a sua experiência no programa JRA, (OFICINA, EB 2,3 de Gualtar, EB 2,3 da Madalena; Escola Prof. Amar a Terra Verde) e também efetuar a cobertura jornalística do encontro. Joana Pedro, uma jovem repórter portuguesa enviada à COP 22, em Marrocos, integra este pequeno grupo de Jovens Repórteres freelancers.

 

O programa Jovens Repórteres para o Ambiente (JRA), implementado em Portugal pela ABAE há mais de 20 anos, visa trabalhar com os jovens o desenvolvimento do espírito crítico e da vertente de investigação, reportagem e comunicação sobre ambiente e sustentabilidade. Envolve atualmente cerca de 100 escolas em Portugal e algumas dezenas de jovens freelancers. A adesão é livre e pode ser feita no portal de reportagens JRA.

ESTÃO ABERTAS AS CANDIDATURAS PARA PRÉMIO DE HISTÓRIA ALBERTO SAMPAIO

Prazo decorre até 31 de Maio

Estão abertas as candidaturas para o Prémio de História Alberto Sampaio, que se destina a galardoar um estudo de investigação científica, no âmbito da história económica e social portuguesa, ou no âmbito de outros domínios historiográficos associados ao legado de Alberto Sampaio. Esta é uma iniciativa instituída na Academia das Ciências de Lisboa, pelos Municípios de Braga, Guimarães e Vila Nova de Famalicão e pela Sociedade Martins Sarmento, cujo prazo de entrega dos estudos a concurso decorre até 31 de Maio.

Prémio de História Alberto Sampaio.jpg

O prémio, no valor de seis mil euros, é atribuído anualmente por um júri nomeado pela Academia das Ciências de Lisboa. Na edição de 2017 fazem parte do júri o professor José Luís Cardoso (Academia das Ciências de Lisboa), o professor Jorge Alves (Universidade do Porto) e o professor Jaime Reis (Universidade de Lisboa).

O regulamento do Prémio de História Alberto Sampaio, está disponível no site da Academia das Ciências de Lisboa, da Sociedade Martins Sarmento e dos Municípios de Braga, Guimarães e Vila Nova de Famalicão, onde podem ser consultadas as condições detalhadas de participação. O regulamento pode ser consultado no seguinte link: https://goo.gl/FnQ26f

A entrega do Prémio de História Alberto Sampaio 2017 terá lugar numa sessão pública, organizada pelo Arquivo Municipal de Alberto Sampaio, em Vila Nova de Famalicão, no dia 1 de Dezembro de 2017.

GUIMARÃES VAI TER NOVA ESCOLA NAS TAIPAS

INVESTIMENTO SUPERIOR A 8 MILHÕES DE EUROS

Câmara de Guimarães inicia construção da nova EB 2, 3 das Taipas no verão deste ano

Obra com investimento superior a 8 milhões de euros começa a ser construída durante o verão deste ano, ficando concluída na primavera de 2018. Atual edifício será demolido.

Untitled-4_1_690_2000.jpg

A Câmara Municipal de Guimarães, presidida por Domingos Bragança, aprovou esta quinta-feira, 16 de fevereiro, em reunião ordinária do Executivo, a proposta de adjudicação de construção da nova EB 2,3 das Taipas, pelo valor de sete milhões, oitocentos e oitenta e nove mil, vinte euros e dezassete cêntimos, montante ao qual acresce a taxa de IVA em vigor.

A atual escola será demolida e o novo edifício vai ser construído de raiz dentro de um prazo de 270 dias, equivalentes a nove meses, nos termos previstos no caderno de encargos. «8 milhões e 300 mil euros é um valor avultado, mas, por minha decisão, optou-se pela construção de uma escola nova! Nunca concordei com um remendo sobre alicerces completamente degradados, que não suportavam a realização de obras e que, ao fim de poucos anos, estavam outra vez a necessitar de uma intervenção», referiu Domingos Bragança.

Com uma área total de 11.200 metros quadrados, a nova escola, composta por três edifícios, terá 16 salas de aulas, salas de música, salas de informática, um pavilhão gimnodesportivo com bancadas, 2 ginásios, balneários, um auditório, laboratórios e núcleo de atividades artísticas e oficinais, biblioteca, refeitório, sala polivalente, além de espaços destinados ao corpo docente e não docente, como sala de professores, administração e uma secretaria.

Durante o período de obras, os alunos terão aulas nas diversas escolas da área geográfica do Agrupamento das Taipas. «A senhora Vereadora da Educação está a trabalhar com a Direção da Escola e a Associação de Pais um plano para a colocação dos alunos com condições de conforto», mencionou o Presidente da Autarquia, que espera uma comparticipação tripartida relativamente ao financiamento desta intervenção.

«Trabalhei e continuo a lutar para que a obra tenha o cofinanciamento devido: um terço pela Câmara, outro pelo Governo e mais 33% por fundos comunitários. Não desistirei que o financiamento seja assim, porque esta obra não é da nossa competência! Temos de esperar por 2018 e até poderá acontecer que, na reprogramação dos fundos comunitários, tenhamos 85 por cento de financiamento», realçou Domingos Bragança, prevendo o arranque da obra no início de julho e a sua conclusão em abril de 2018.

GUIMARÃES RECEBE ENCONTRO DE JOVENS REPÓRTERES PARA O AMBIENTE

DE SEXTA-FEIRA A DOMINGO

Coordenadores mundiais do programa “Jovens Repórteres para o Ambiente” reúnem em Guimarães

Reunião internacional (YRE NOM 2017) deste conhecido programa decorre em Guimarães. Sessão de abertura realiza-se esta sexta-feira, às 09 horas, no Museu de Alberto Sampaio.

Reuniao_Jovens_Reporteres_Ambiente.png

Guimarães recebe até este domingo, 19 de fevereiro, os gestores de programas de educação para a sustentabilidade provenientes de mais de 30 países do mundo para uma reunião de âmbito internacional relativa ao programa “Jovens Repórteres para o Ambiente”. A sessão de abertura está marcada para esta sexta-feira, 17 de fevereiro, às 09 horas, no Museu de Alberto Sampaio, com os trabalhos a decorrerem depois na extensão do museu, na Praça de S. Tiago.

Este encontro, organizado pela Foundation for Environmental Education (FEE) e em Portugal pela Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE), com o apoio da Câmara Municipal de Guimarães, tem como o objetivo apurar novas estratégias e metodologias para o desenvolvimento deste programa. A iniciativa insere-se, também, no processo da candidatura vimaranense a Capital Verde Europeia 2020, no âmbito do desígnio “Guimarães Mais Verde”, sendo igualmente um programa de educação ambiental que se enquadra no projeto PEGADAS.

A reunião conta com cerca de 70 participantes, provenientes de Organizações Não Governamentais de Ambiente de mais de 30 países: Austrália, Brasil, Dinamarca, Japão, França, Alemanha, Gana, Grécia, Índia, Irlanda, Israel, Letónia, Malta, Mongólia, Montenegro, Marrocos, Nova Zelândia, Irlanda do Norte, Portugal, Porto Rico, Roménia, Escócia, Sérvia, Singapura, Eslováquia, Eslovénia, Coreia do Sul, Espanha, Suécia, Suíça, Holanda, Peru, Estados Unidos e Portugal.

Estarão também presentes neste evento algumas escolas nacionais que vão contar a sua experiência no programa JRA, (OFICINA, EB 2,3 de Gualtar, EB 2,3 da Madalena; Escola Prof. Amar a Terra Verde) e também efetuar a cobertura jornalística do encontro. Joana Pedro, uma jovem repórter portuguesa enviada à COP 22, em Marrocos, integra este pequeno grupo de Jovens Repórteres freelancers.

O programa Jovens Repórteres para o Ambiente (JRA), implementado em Portugal pela ABAE há mais de 20 anos, visa trabalhar com os jovens o desenvolvimento do espírito crítico e da vertente de investigação, reportagem e comunicação sobre ambiente e sustentabilidade. Envolve atualmente cerca de 100 escolas em Portugal e algumas dezenas de jovens freelancers. A adesão é livre e pode ser feita no portal de reportagens JRA.

GUIMARÃES INSTALA PASSAGEM PEDONAL EM LORDELO

COMEÇA ESTA SEXTA-FEIRA, 17 FEVEREIRO

Instalação de passagem pedonal em Lordelo condiciona VIM durante quatro dias

Montagem da estrutura será desenvolvida entre esta sexta e a próxima quarta-feira. Intervenção vai reforçar condições de segurança.

Lordelo_VIM_Ponte_Pedonal.jpg

A Câmara Municipal de Guimarães vai proceder à instalação da passagem superior pedonal na Via Intermunicipal (VIM), no lugar de Enxudres, em Lordelo, entre esta sexta, dia 17, e a próxima quarta-feira, 22 de fevereiro. Os trabalhos vão determinar a interrupção do trânsito naquele local em três dos quatro dias necessários para a instalação da estrutura. Depois da pré-fabricação e da realização das fundações, a intervenção, orçada em 126.490,80 euros, valor ao qual acresce a taxa de IVA em vigor, entra agora na sua fase de conclusão.

A realização dos últimos quatro dias de obra, que decorrerá entre as 08 horas da manhã e as 18 horas, começa esta sexta-feira com a montagem dos pilares, o que obrigará a uma suspensão do tráfego entre as ruas do Alto e Monte de Cima e o entroncamento da Travessa do Paço e o acesso à Estrada Nacional 105, com o desvio de trânsito a ser efetuado pela rua do Alto e EN 105.

Na segunda-feira, 20 de fevereiro, decorrerá a montagem de patamares, escadas e rampas do lado oeste da passagem pedonal, pelo que não será necessário condicionar o tráfego. No dia seguinte, continua a instalação de patamares, mas a colocação de escadas a este da passagem implicará o corte de trânsito na VIM, o mesmo acontecendo no último dia, quarta-feira, com a montagem da viga em formato “U”. Os trabalhos serão devidamente sinalizados e delimitados de acordo com o plano de sinalização previamente aprovado pela Coordenação de Segurança da obra.

Via com mais segurança

Recentemente, a Câmara Municipal de Guimarães procedeu a obras de requalificação na VIM no percurso rodoviário respeitante ao seu concelho. A intervenção no pavimento abrangeu áreas geográficas relativas aos territórios das vilas de Lordelo e Serzedelo e da freguesia de Guardizela, numa extensão total de 5,7 quilómetros. Com um valor de 2 milhões e 360 mil euros, as obras tiveram como objetivo aumentar a segurança rodoviária aos automobilistas que diariamente utilizam aquela movimentada via.

O âmbito da intervenção contemplou, também, a colocação de separadores centrais que eliminaram o risco de colisões frontais. A reabilitação do pavimento teve igualmente como função diminuir o ruído na circulação automóvel e aumentar o conforto dos utilizadores da VIM, além de ter sido realizada uma reformulação dos órgãos de drenagem de toda a via, entre os quais, aquedutos, valetas e sarjetas.

«O perfil da estrada tem agora um aspeto urbano, com balizadores e marcas refletoras, passeios para os peões, requalificação da rede de iluminação pública com a colocação de novos sistemas nas novas rotundas e cruzamentos, na sequência da elaboração de um estudo que foi efetuado para uma melhor regulação do tráfego», disse o Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança.

GUIMARÃES REÚNE AMANHÃ EXECUTIVO MUNICIPAL

SESSÃO ÀS 10 HORAS 

Agenda do Executivo para a reunião de Câmara desta quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

46 pontos fazem parte da Ordem de Trabalhos da reunião programada para a manhã desta quinta-feira, com início às 10 horas, na Sala de Reuniões da Câmara Municipal.

A proposta de adjudicação da construção da EB 2,3 das Taipas, o acordo de execução de delegação de competências nas freguesias para o ano de 2017, a instituição do bilhete GuimarãesPASS que permitirá visitar 11 monumentos do concelho e a celebração de protocolos de descentralização cultural com associações do concelho são quatro dos assuntos que vão ser apreciados esta quinta-feira, 16 de fevereiro, em reunião ordinária de Câmara com início agendado para as 10 horas, na Sala de Reuniões dos Paços do Concelho.

Durante a reunião, será apreciada uma proposta relativa ao acordo de execução de delegação de competências nas freguesias para o ano em curso no valor de 455.218 mil euros. Também no âmbito concelhio, a Vereação vai votar propostas de atribuição de apoios financeiros para a pavimentação de arruamentos na freguesia de Barco (rua da Fragas e rua Vilar de Moinhos) e freguesia de Longos (rua Souto do Vale, rua Entre-as-Águas e rua da Fonte), bem como pavimentação de vários arruamentos em Selho S. Jorge e na União de Freguesias de Sande Vila Nova e Sande S. Clemente.

O GuimarãesPASS permitirá ao seu portador o acesso a um preço mais acessível a um conjunto de equipamentos constituído pelo Museu de Alberto Sampaio, Paço dos Duques de Bragança, Castelo de Guimarães, Museu Arqueológico da Sociedade Martins Sarmento, Museu da Cultura Castreja, Citânia de Briteiros, Percurso Museológico no Convento de Santo António dos Capuchos, Centro Internacional das Artes José de Guimarães, Casa da Memória, Palácio Vila Flor e Centro Ciência Viva de Guimarães.

Ainda no âmbito cultural, será analisada uma proposta para a celebração de protocolos de descentralização cultural com associações vimaranenses, festas de interesse concelhio, um regulamento para a participação na BIG - Bienal de Ilustração de Guimarães e uma proposta de atribuição de Bolsas de Investigação para 2017. Entre outros assuntos, o Executivo vai igualmente pronunciar-se sobre a celebração de um contrato-programa com a cooperativa Fraterna e a atribuição de um subsídio de 10 mil euros ao Agrupamento de Escuteiros nº 84 de Serzedelo para a reabilitação da sua sede.

A ordem de trabalhos completa da reunião do Executivo Municipal é a seguinte:

01 - Listagem dos compromissos plurianuais assumidos ao abrigo da autorização prévia genérica concedida - ano 2016 - para ulterior conhecimento da Assembleia Municipal.

02 - Listagem dos contratos de aquisição de serviços – janeiro de 2017

03 - Parque Estacionamento Camões - aquisição amigável - Parcela 3B(10)

04 - Aprovação da Ata da reunião ordinária de 2 de fevereiro de 2016

05 - Requalificação da Rua dos Cutileiros - Erros e Omissões - Ratificação 

06 - Concessão da Conceção, Construção e Exploração do Crematório de Guimarães - Esclarecimentos - Ratificação

07 - Construção da EB 2,3 das Taipas - Repartição de Encargos - Ratificação

08 - Construção da EB2,3 das Taipas - Caldelas - Adjudicação

09 - Freguesia de Caldelas - Alteração ao Contrato Interadmnistrativo de Delegação de Competências - Ano de 2015 - Segundo Aditamento

10 - Freguesia de Caldelas - Alteração ao Contrato Interadmnistrativo de Delegação de Competências - Ano de 2016 - Primeiro Aditamento

11 - Freguesia de Serzedelo - Alteração ao Contrato Interadmnistrativo de Delegação de Competências - Ano de 2015 - Segundo Aditamento

12 - Freguesia de Serzedelo - Alteração ao Contrato de Atribuição de Subsídio - Ano de 2015 - Segundo Aditamento

13 - Freguesia de Serzedelo - Alteração ao Contrato Interadministrativo de Delegação de Competências - Ano de 2016 - Primeiro Aditamento

14 - Acordo de execução de delegação de competências nas freguesias - ano de 2017. 

15 - Freguesia de Selho S. Cristóvão - Alteração ao Contrato Interadministrativo de Delegação de Competências para limpeza e manutenção do Parque de Lazer

16 - Freguesia Barco - atribuição de subsídio para a pavimentação da rua da Fragas e rua Vilar de Moinhos 

17 - Freguesia de Longos - Atribuição de subsídio para a pavimentação da Rua Souto do Vale, da Rua Entre-as-Águas e da Rua da Fonte.

18 - Freguesia de Selho S. Jorge - Pavimentação de vários arruamentos.

19 - União de Freguesias de Sande Vila Nova e Sande S. Clemente - pavimentação de vários arruamentos

20 - BIG - Bienal de Ilustração de Guimarães - aprovação de regulamentos

21 - Concurso Público n.º 3/17 - Aquisição de serviços de comunicações fixas e móveis, dados e serviços de datacenter do Município de Guimarães – Aprovação da repartição de encargos.

22 - Concurso público para fornecimento de Solução de Cópia, Impressão e Digitalização para o Município de Guimarães - Aprovação da Repartição de Encargos.

23 - Aquisição de 1.800.000 litros de Gasóleo - Aprovação da repartição de encargos.

24 - Contrato Programa - Fraterna

25 - Atualização do apoio no Protocolo do Município de Guimarães com os Bombeiros de Vizela.

26 - Instituição do GuimarãesPASS

27 - Pedido cedência autocarro-Agrup.Escolas Pevidém-Fev. e Março

28 - Pedido cedência autocarro-Agrup.Escolas Fernando Távora-14 Fev

29 - Pedido cedência autocarro-Agrup.Escolas Santos Simões-Dia 21 Fev

30 - Pedido cedência autocarro-Agrup. Escolas Gil Vicente-Dia 27 março

31 - Pedido cedência autocarro-Agrup. Escolas de Briteiros-Dia 4 abril

32 - Pedido cedência autocarro-Assoc. Pais Escola EB2,3 João Meira

33 - Pedido cedência autocarro-Agrup.Escolas Gil Vicente-Dia 27 março

34 - Pedido cedência autocarro-Agrup.Escolas Prof.Abel Salazar-24 mar

35 - Pedido cedência autocarro-Agrup. Escolas Briteiros-Dia 22 março

36 - Atribuição de Apoio Financeiro para participação dos alunos da EB2,3 D. Afonso Henriques na RoboParty

37 - Ratificação Fundo de Maneio DAS janeiro2017

38 - Protocolos de descentralização 2017

39 - Festas de Interesse Concelhio 2017

40 - Associação de Folclore e Etnografia de Guimarães - atribuição de subsídio

41 - Bolsas de investigação 2017

42 - Vitória Sport Clube - Torneio Internacional de Basquetebol do Carnaval - Atribuição de Medalhas

43 - GUIMAGYM - Atribuição de Apoio Financeiro

44 - Fundos de maneio – Divisão de Trânsito e Espaço Público (Oficinas Auto) – constituição de novo fundo de maneio e alteração de fundo de maneio aprovado para 2017

45 - Agrupamento de Escuteiros nº 84 de Serzedelo – Atribuição de subsídio para a reabilitação da sede do Agrupamento.

46 - Aprovação da Ata em Minuta 

Ligação para transferência dos documentos que serão apreciados na Reunião de Câmara (16.02.2017): https://we.tl/5hoIOuV0im (link disponível até 21 de fevereiro 2017)

GUIMARÃES INAUGURA LOJA "GUIMARÃES MARCA"

INAUGURAÇÃO DECORREU ESTA 3ª FEIRA

Loja “Guimarães Marca” na Plataforma das Artes mostra produtos das empresas

Pop Up Store abriu as portas ao final da tarde desta terça-feira. Cada uma das empresas do projeto “Guimarães Marca” ocupará a loja durante uma semana.

Guimaraes_Marca_Loja.jpg

O Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, inaugurou esta terça-feira, 14 de fevereiro, na Plataforma das Artes e da Criatividade, a loja “Guimarães Marca”, local onde semanalmente decorrerá uma exposição das empresas que aderiram a este projeto da Divisão de Desenvolvimento Económico do Município de Guimarães. Neste programa, estão inscritas cerca de 40 empresas vimaranenses de prestígio e líderes de mercado nos setores têxtil-lar, calçado, cutelaria, vestuário e cartonagem e que, na sua maioria, exportam 90 por cento do seu produto.

O programa “Guimarães Marca” é um projeto de divulgação da cidade e do concelho nos cinco continentes, através de um “selo” colocado nos produtos das empresas aderentes, afirmando económica e culturalmente o território vimaranense. «Os nossos empresários são os melhores embaixadores de Guimarães! Todos ganhamos! Valorizamos os nossos produtos, as nossas origens e damos a conhecer uma cidade histórica que aprecia o conhecimento, valoriza a tecnologia e um território que está preocupado com o mundo contemporâneo», referiu Domingos Bragança, que enalteceu o empreendedorismo dos vimaranenses.

«Temos empresários atentos aos desafios do futuro que, em parceria com a Universidade, contribuem para a transferência de conhecimento para a economia, criando valor e emprego através do conceito integrado de ciência, tecnologia e com capacidade de inovar. Esta envolvência das pessoas faz a riqueza de Guimarães uma referência para o país e para o Mundo», disse ainda o responsável pela Autarquia na cerimónia de inauguração da Pop Up Store.

A CrisHome é a marca de têxteis-lar que inaugurou a loja, apresentando os seus produtos pela primeira vez numa loja física, entre os dias 14 e 20 de fevereiro. «A responsabilidade de sermos a primeira marca a abrir este projeto deixa-nos ainda mais entusiasmados», afirma a CEO da empresa, Cristina Teixeira. Entre os vários produtos expostos, está a coleção lançada em janeiro deste ano na feira Heimtextil, inspirada em motivos e azulejos que homenageiam a cultura portuguesa. Esta empresa vimaranense, criada em 2012, concebe conceitos de têxteis-lar, providenciando coleções integradas.

GUIMARÃES REABILITA CENTRO HISTÓRICO

OBRA COM INÍCIO ESTA QUARTA-FEIRA

Guimarães reabilita dois edifícios no Centro Histórico e cria Residência para Investigadores

Seis alojamentos temporários vão ficar instalados na rua da Rainha D. Maria II, num dos espaços até agora ocupados pela “Loja A Oficina”. Obra com um prazo de execução de seis meses fica concluída no verão. Dia de hoje foi dedicado a limpezas.

Guimaraes_Residencia_Investigadores.jpg

A Câmara Municipal de Guimarães inicia esta quarta-feira, 15 de fevereiro, a recuperação de dois edifícios situados na rua da Rainha D. Maria II, em pleno Centro Histórico classificado, com o objetivo de ali instalar a Residência para Investigadores. A reabilitação dos imóveis, inseridos na área classificada como Património Cultural da Humanidade, tem por objetivo o uso temporário de cientistas, artistas e criativos que, desejando trabalhar em Guimarães, encontram aqui residência temporária em função do respetivo projeto.

Com um prazo de execução de 180 dias, este novo equipamento vimaranense, orçado em 998.041,77 euros, valor ao qual acresce a taxa de IVA em vigor, destina-se igualmente à criação de espaços de interação com a população local, gerando espaços de estar, de socialização e exposição, devendo estar concluído no próximo mês de agosto. «Guimarães é um concelho onde a História e a contemporaneidade se cruzam e o conhecimento e a cultura emergem como fatores distintivos, constituindo-se como motor de desenvolvimento social e económico, tornando o território mais competitivo e atrativo», considera o Presidente do Município, Domingos Bragança.

O projeto contempla a criação de sala de exposições, sala de convívio, sala multimédia, sala de leitura, estabelecimento de bebidas, sala de administração, instalações sanitárias, além de seis apartamentos T0, adequados ao uso por pessoas com mobilidade condicionada, constituídos por uma cozinha Kitchenet, quarto, sala, instalações sanitárias e pátio exterior ajardinado voltado para a rua Egas Moniz. A intervenção inclui a manutenção e restauro das duas estruturas autónomas que, apesar de interligadas, apresentam espaços físicos distintos, permitindo a realização de propostas programáticas diferenciadas no que diz respeito ao seu uso.

A obra compreende a possibilidade de atribuir novas funções compatíveis com o princípio do respeito pela autenticidade dos edifícios, evidenciando os elementos decorativos originais, tendo como finalidade uma correta leitura cronológica dos diferentes componentes dos imóveis. O projeto prevê também a utilização de materiais resistentes ao desgaste e de custo reduzido na sua manutenção, bem como aplicação de tecnologias compatíveis com o lugar e direcionadas para a máxima redução de consumos energéticos.

CENTRO CULTURAL VILA FLOR EM GUIMARÃES ACOLHE CERTAME SOBRE ALIMENTAÇÃO

Guimarães recebe em junho o 5º Congresso Português de Alimentação e Autarquias

CCVF recebe evento que vai juntar municípios de norte a sul do país, bem como convidados internacionais que apresentarão o que de melhor se faz em outros países com tradição na área. “O Papel da Alimentação na Identidade e Competitividade das Regiões” é o tema do congresso.

Guimaraes_Congresso_Portugues_Alimentacao_Autarquias.JPG

A quinta edição do Congresso Português de Alimentação e Autarquias, em Guimarães nos dias 27 e 28 de junho, quer olhar para a nutrição como um meio para se ter uma região «mais saudável, competitiva e geradora de riqueza». Sob o tema “O Papel da Alimentação na Identidade e Competitividade das Regiões”, o evento reunirá especialistas e autarquias que vão discutir e apresentar projetos em temáticas como o papel da alimentação saudável no crescimento e geração de emprego local, a competitividade das regiões e o estado de saúde e educação alimentar nas populações, as desigualdades alimentares e sociais e o papel das autarquias.

«A escolha de Guimarães para este congresso constitui uma honra, ainda mais dada a pertinência do tema e a forma como se inscreve no nosso projeto de Capital Verde Europeia, através duma aposta numa alimentação saudável. Da educação à economia, a alimentação é cada vez mais um ‘cluster’ digno de maior atenção. Ter em Guimarães especialistas, autarquias e partilhas de boas práticas é uma mais-valia para o trabalho que fazemos e continuaremos a fazer nesta área», considera Adelina Paula Pinto, Vereadora da Câmara Municipal.

Segundo o representante da Direção Geral de Saúde, Pedro Graça, as autarquias «são o local adequado para se fazer política alimentar e de saúde». «Sabemos que os hábitos alimentares são multifatoriais. Têm a ver com, por exemplo, a segurança, o facto de podermos ir na rua e comprar alimentos sem medo de sermos assaltados. Têm a ver com a disponibilidade, com o acesso a mercados municipais, a produção local», referiu, lembrando que Portugal tem quase três milhões de obesos, um milhão de diabéticos e três milhões de hipertensos.

Urbanismo e desigualdades são outros fatores a ter em conta na construção de hábitos alimentares: «Tem muito a ver com o planeamento urbano. Não se consegue ter alimentação saudável sem urbanização e produção de alguma forma integrados, para que os produtos cheguem com alguma facilidade às pessoas», completou Pedro Graça, referindo ainda que «os dados revelam que as grandes patologias que custam muito dinheiro às regiões têm muito a ver com desigualdades sociais».

Alimentos e ambiente… saudáveis

Outra questão em debate será a alimentação versus o ambiente: «Este congresso também vem sublinhar a questão da agricultura e alimentação serem os fatores que mais carga poluente traz ao nosso planeta. É a produção, transportes, embalagem…», disse. «Trabalhando as questões da alimentação, fazendo com que as populações percebam como se podem alimentar melhor, mas também poluir menos, podemos fazer com que estas cidades se transformem em cidades líderes da alimentação e do ambiente», concluiu.

O 5º Congresso Português de Alimentação e Autarquias, organizado pela Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto, tem o apoio científico e institucional da Universidade do Porto, da Direção-Geral da Saúde e este ano contará com o apoio da Câmara Municipal de Guimarães, ADRAVE - Agência de Desenvolvimento Regional do Vale do Ave e Associação Nacional dos Municípios Portugueses.

EMPRESAS DE GUIMARÃES MOSTRAM SEMANALMENTE PRODUTOS

Loja “Guimarães Marca” é inaugurada esta terça-feira na Plataforma das Artes

Pop Up Store abre as portas ao final da tarde desta terça-feira. Cada uma das empresas do projeto “Guimarães Marca” ocupará a loja durante uma semana.

O Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, inaugura esta terça-feira, 14 de fevereiro, às 18 horas, na Plataforma das Artes e da Criatividade, a loja “Guimarães Marca”, local onde semanalmente decorrerá uma exposição das empresas que aderiram a este projeto da Divisão de Desenvolvimento Económico do Município de Guimarães.

Neste programa, estão inscritas cerca de 40 empresas vimaranenses de prestígio e líderes de mercado nos setores têxtil-lar, calçado, cutelaria, vestuário e cartonagem e que, na sua maioria, exportam 90 por cento do seu produto. A CrisHome é a marca de têxteis-lar que inaugurará a Pop Up Store, apresentando os seus produtos pela primeira vez numa loja física, entre os dias 14 e 20 de fevereiro.

«A responsabilidade de sermos a primeira marca a abrir este projeto deixa-nos ainda mais entusiasmados», afirma a CEO da empresa, Cristina Teixeira. Entre os vários produtos expostos, estará a coleção lançada em janeiro deste ano na feira Heimtextil, inspirada em motivos e azulejos que homenageiam a cultura portuguesa. Esta empresa vimaranense, criada em 2012, concebe conceitos de têxteis-lar, providenciando coleções integradas.

GARRAFA INSPIRADA NUMA GOTA DE ÁGUA DISTINGUE VIMÁGUA COM PRÉMIO DE DESIGN

F DESIGN AWARD 2017

Objeto reutilizável representa a materialização de uma parceria em prol da saúde pública. Garrafa, que pode ser personalizável por crianças, contribui para o consumo de água da rede pública.

Vimagua_Garrafa_Premio_2017.jpg

A garrafa reutilizável da Vimágua, amiga do ambiente, foi distinguida com um iF DESIGN AWARD 2017, um importante prémio de design, atribuído pela organização alemã “iF International Forum Design GmbH” que, desde os anos 60, reconhece com um selo de qualidade objetos de design excecional. O júri, composto por 58 especialistas independentes, oriundos de várias partes do mundo, selecionou a garrafa entre 5.500 objetos de 59 países, tendo conquistado o prémio na disciplina Packaging Design, na categoria Beverages.

O selo “iF” é conhecido internacionalmente como sendo um fator distintivo, no que diz respeito à excelência do design, colocando a garrafa da Vimágua, extremamente leve e 100 por cento reciclável, na categoria dos objetos de excelência numa iniciativa que premeia as categorias “Produto”, “Embalagem”, “Comunicação e Design”, “Arquitetura e Arquitetura de Interior” e “Professional Concepts”.

Inspirado na forma geométrica de uma gota de água, o seu design e conceção são da responsabilidade da Logoplaste Innovation Lab (http://www.logoplaste.com/en/). A garrafa é ergonómica, especialmente concebida para ser utilizada por crianças e transportada nas suas lancheiras, tem uma capacidade 450ml, pesa 25g e é produzida pressupondo uma menor utilização de energia, quando comparada com outras garrafas reutilizáveis produzidas com recurso a outros materiais. A sua cápsula PP foi também otimizada, pesando 1.3g.

A Vimágua tem vindo a distribuir por todas as escolas e jardins de infância dos concelhos de Guimarães e Vizela a garrafa reutilizável, que é personalizada por cada criança. Pelo fim a que se destina, o objeto reutilizável é muito mais que uma simples garrafa PET, incorporando a missão de promover o consumo de água da rede pública, como uma água de qualidade e acessível a todos, ao mesmo tempo que desperta a consciência dos mais jovens para as boas práticas na promoção da saúde e na preservação do ambiente.

PRESIDENTE DO MUNICÍPIO VIMARANENSE INAUGURA CENTRO CÍVICO EM RENDUFE

FREGUESIA COM CENTRALIDADE RENOVADA

Praça central recuperada devolve espaço público às pessoas. Área pedonal proporciona trajetos inclusivos e acessíveis a todos. Reabilitação contemplou bolsa de estacionamento.

Guimaraes_Rendufe_Centro_Civico.JPG

O Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, inaugurou a requalificação do Centro Cívico de Rendufe. A intervenção, articulada com a Junta de Freguesia, incidiu na beneficiação do Largo da Igreja com a criação de uma praça pedonal ajardinada, onde se destacam duas esculturas da autoria do vimaranense Dinis Ribeiro, natural de Rendufe.

A reabilitação da área central, que se complementa com um parque de estacionamento com capacidade para trinta lugares, teve por objetivo harmonizar o atual espaço físico. Com a construção de passeios, foi também garantido, à semelhança da área central, um corredor acessível a pessoas com mobilidade condicionada, a inclusão de órgãos de drenagem (condutas) de águas pluviais e a sua repavimentação.

Através de um novo desenho, onde pontificam conjuntos de oliveiras, a intervenção potencia e dinamiza a área envolvente à Igreja, tornando-o acessível e apetecível à vivência diária, afirmando o templo religioso como um edifício preponderante e de referência. «Esta obra, de um grande simbolismo e um excelente aproveitamento do espaço público, transforma a centralidade de Rendufe», referiu Domingos Bragança.

«Estas intervenções contam muito para o conforto e para a melhoria da qualidade de vida das nossas pessoas. A recuperação do Centro Cívico está muito bem feita, com duas esculturas de um autor da terra, que merecem ser replicadas noutros pontos do concelho. Está a ser feito um excelente trabalho na União de Freguesias de Atães e Rendufe e este é mais um exemplo da dedicação e do empenho de quem trabalha em prol das pessoas», acrescentou o Presidente do Município. 

Na sua intervenção, o Presidente de Junta, Patrício Araújo, destacou o embelezamento da área envolvente à Igreja, realçando o significado das duas esculturas e a «importância cultural» que ambas representam. A disposição em sentidos opostos, com uma direcionada para o caminho primitivo de Rendufe, evocando tempos ancestrais, mitos e crenças, e outra a indicar «perspetivas e visões futuras», confere uma nova leitura urbanística à centralidade da freguesia.

MUNICÍPIO DE GUIMARÃES RENOVA FROTA A PENSAR NO AMBIENTE

Câmara adquire veículo elétrico para a Polícia Municipal de Guimarães

Bateria pode ser carregada através do sistema de recuperação de energia na travagem. Nova viatura junta-se a uma scooter e duas bicicletas, também elétricas.

Guimaraes_Policia_Municipal_Veiculo_Eletrico.jpg

O Município de Guimarães, designadamente a Polícia Municipal, passou a contar com um novo veículo 100 por cento elétrico. Adquirido por concurso público, trata-se de um VW e-Golf dotado de todos os equipamentos necessários ao cumprimento da sua função. Caracterizado com a imagem da Polícia Municipal, em consonância com as disposições legais, o veículo é um puro elétrico, totalmente isento de emissões poluentes e de ruído nas suas deslocações.

De acordo com o ciclo NEDC (New European Driving Cycle), a bateria garante uma autonomia até 190 quilómetros, podendo ser carregada através do sistema de recuperação de energia na travagem ou num ponto de carregamento convencional (total em 8 horas) ou rápido (80% em 30 minutos), podendo fazê-lo em Guimarães na Alameda Dr. Alfredo Pimenta no posto de carregamento rápido, recentemente ali disponibilizado pelo Município.

Esta viatura junta-se a outras sem emissões já utilizadas pela Polícia Municipal de Guimarães, designadamente uma scooter elétrica e duas bicicletas, bem como às demais que integram o parque de veículos do Município. Além do procedimento em curso para a aquisição de outras viaturas puramente elétricas, a Câmara Municipal irá candidatar ao Fundo Ambiental o apoio disponibilizado para a substituição de veículos de serviços urbanos ambientais por outros com tração 100 por centro elétrica.

ESCOLAS DE GUIMARÃES COMAÇARAM A DISPUTAR SEGUNDA EDIÇÃO DO ECO-PARLAMENTO

TEVE INÍCIO NO LABORATÓRIO DA PAISAGEM

Iniciativa envolve comunidade escolar. Próxima sessão está agendada para março, no Laboratório da Paisagem. Final realiza-se em maio, na UMinho.

Guimaraes_Eco_Parlamento_2017.jpg

“Agenda 2030: Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU” é o tema da segunda edição do Eco-Parlamento, uma iniciativa inserida no programa ambiental PEGADAS, que promove o debate sobre questões ambientais junto de alunos de sete escolas do ensino básico de Guimarães e que principiou esta terça-feira, 07 de fevereiro, no auditório do Laboratório da Paisagem, em Guimarães.

Na primeira sessão, que contou com a presença do Vice-Presidente da Câmara Municipal de Guimarães e Vereador do Ambiente, Amadeu Portilha, os alunos dos agrupamentos de escolas de Abação, Professor Abel Salazar, D. Afonso Henriques, Francisco de Holanda, Fernando Távora, Santos Simões e Taipas apresentaram as suas propostas para melhorar o ambiente ao nível local. Tal como numa sessão do Parlamento, os jovens estudantes de diferentes níveis de ensino debateram os diferentes projetos, colocando em prática aprendizagens adquiridas em contexto escolar.

“Biodiversidade”, “CDA - Combater o desperdício alimentar e limpeza dos RSU's”, “Mobilidade Sustentável”, “Reflorestação de áreas ardidas”, “Educar para a Sustentabilidade: Uma Escola, uma Cidade, um Planeta”, “Poupança em movimento – Energia” e “Despoluição do Rio Ave e revitalização da praia fluvial das Taipas” foram os desafios ambientais escolhidos e que estarão em discussão ao longo das várias sessões do Eco-Parlamento deste ano letivo. A próxima sessão está marcada para março, também no Laboratório da Paisagem. A final acontecerá no mês de maio, no auditório da Universidade do Minho, em Guimarães.

O Eco-Parlamento, que está nomeado enquanto boa prática no âmbito do prémio Portugal Participa, está dividido em três etapas, onde os alunos, segundo a metodologia SMART e o acompanhamento técnico de um investigador do Laboratório da Paisagem, vão evoluindo e consolidando as suas propostas e ideias. O Eco-Parlamento dispõe ainda de um júri externo que avalia as propostas, composto por um membro do Laboratório da Paisagem, Câmara Municipal de Guimarães e um investigador do Laboratório da Paisagem, sendo que as propostas serão depois também votadas, na final, por um júri interno composto pelas equipas participantes.

GUIMARÃES VAI TER VIA DEDICADA DE LIGAÇÃO AO AVEPARK

GOVERNO GARANTE FINANCIAMENTO DA OBRA

António Costa e Domingos Bragança selaram acordo em sessão pública que garantiu financiamento. Programa de âmbito nacional visa melhorar a ligação de zonas empresariais às grandes autoestradas. Acesso ao AvePark faz parte desse conjunto de intervenções.

Primeiro_Ministro_Presidente_CMG_Empresarios_GMR.jpg

O financiamento da via dedicada ao AvePark – Parque de Ciência e Tecnologia de Guimarães, no valor de 18,4 milhões de euros, é um dos investimentos que o Governo anunciou esta terça-feira, no Entroncamento, durante a apresentação do Programa de Valorização das Áreas Empresariais, no montante global de 180 milhões de euros, dos quais 102 milhões em acessibilidades rodoviárias e 78 milhões na criação e expansão de zonas empresariais, que inclui a construção ou a requalificação de 12 estradas prioritárias, sobretudo no norte do país.

As infraestruturas e equipamentos para a criação e expansão das áreas empresariais visam reforçar a competitividade das regiões de convergência, melhorar as condições de instalação das empresas nas áreas em que existe falta de espaços de implantação empresarial, potenciar a criação de emprego e aumentar as exportações, entre outros. Por outro lado, o investimento nas acessibilidades de 12 áreas empresariais já existentes, tem como objetivo reduzir o tempo de percurso até à rede estruturante, facilitar o acesso aos portos e à fronteira, fomentar o crescimento económico e a captação de novos investimentos e aumentar a circulação rodoviária, como sucede com o acesso ao AvePark.

«É uma excelente notícia que resulta do trabalho efetuado! O futuro Instituto Cidade de Guimarães, dedicado à biomedicina e materiais biomédicos, o Instituto de Medicina Regenerativa, o Instituto 3Bs, a Farfetch, uma das mais importantes empresas do mundo em comércio eletrónico, a empresa alemã Leonische, que emprega mais de 500 trabalhadores, outras importantes empresas instaladas e em curso de instalação, o IPCA, entre outros serviços e instituições ali existentes, permitiram criar dimensão crítica para que, hoje, tenhamos a aprovação do financiamento da via dedicada ao AvePark, fundamental para que o crescimento do Parque de Ciência e Tecnologia seja uma realidade», afirma Domingos Bragança, Presidente do Município  

Outro dos temas que está em cima da mesa é a possibilidade de incluir neste programa a criação de um desnivelamento na rotunda de Silvares, com o objetivo de descongestionar o trânsito à saída da autoestrada. «Estamos em conversações e existe essa possibilidade. Tenho reunido com os Presidentes do Conselho de Administração das Infraestruturas de Portugal e do Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT) e, em conjunto com o senhor Ministro do Planeamento e Infraestruturas, estamos a estudar a melhor solução», acrescentou Domingos Bragança.

Apresentação pública com Primeiro-Ministro

O Programa de Valorização das Áreas Empresariais foi apresentado no Entroncamento, distrito de Santarém, numa cerimónia que contou com a presença do Primeiro-Ministro, António Costa, do ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, bem como do Presidente do Município de Guimarães, outros Presidentes de Câmara e empresários.

Por regiões, o Norte, no eixo das acessibilidades rodoviárias, terá oito intervenções (seis construções e duas requalificações), num total de 39 quilómetros de extensão, o que representa um investimento de 82 milhões de euros. Para a criação e expansão de áreas empresariais estão reservados 30 milhões de euros.

O acesso ao AvePark faz parte do conjunto de investimentos anunciados, cuja obra mais elevada em acessibilidades (26,2 milhões de euros) está prevista para a construção de uma ligação entre o Parque de Negócios de Escariz à autoestrada 32 (A32), abrangendo os concelhos de Arouca, Santa Maria da Feira e Oliveira de Azeméis, no distrito de Aveiro.

GUIMARÃES APRESENTA RESULTADOS DO PROGRAMA “EDUCABICLA”

CONFERÊNCIA DE IMPRENSA ESTA 6ª FEIRA (10H30)

Balanço do primeiro ano será efetuado em conferência de imprensa. Sessão está marcada para a manhã desta sexta-feira.

A Câmara Municipal de Guimarães vai apresentar publicamente esta sexta-feira, 10 de fevereiro, os resultados do primeiro ano do programa “EducaBicla”. A conferência de imprensa decorrerá a partir das 10:30 horas, no Salão Nobre dos Paços do Concelho e contará com a presença do Vice-Presidente, Amadeu Portilha, com competências delegadas na área do Ambiente, e da Vereadora da Educação, Adelina Paula Pinto.

Em janeiro de 2016, o Município de Guimarães deu início ao programa “EducaBicla”, destinado a 1500 alunos de turmas do 6º ano de escolaridade do concelho, com o objetivo de ensinar os jovens a andar de bicicleta cumprindo as regras de segurança. O projeto visa também sensibilizar a comunidade estudantil para a adoção de comportamentos amigos do ambiente. O programa, realizado em parceria com a empresa vimaranense Get Green, funciona em todas as escolas de Guimarães, englobando os 14 agrupamentos de escolas e os Colégios do Ave e Nossa Senhora da Conceição.

Cada ação contempla uma vertente teórica, abordando os principais benefícios da utilização da bicicleta como meio de transporte, bem como regras e sinais de trânsito para uma condução segura. Há ainda uma componente de mecânica na ótica do utilizador e uma formação prática, com um percurso devidamente sinalizado, onde os alunos podem pedalar e testar os conhecimentos. No final de cada ação, o participante recebe o Cartão de Ciclista Urbano, como reconhecimento da aprendizagem e objeto que o faça lembrar de todos os cuidados a ter enquanto pedala.