Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

PONTE DE LIMA EXPÕE RETRATOS DE ANTÓNIO FEIJÓ

Retratos de Feijó em exposição na Biblioteca Municipal de Ponte de Lima

O Município de Ponte de Lima inaugura no próximo dia 16 de outubro a exposição de pintura “Retratos de Feijó”, que congrega um conjunto de trabalhos artísticos desenvolvido no âmbito do concurso de homenagem a uma das personalidades mais destacadas da cultura literária local.

Print

A mostra, patente ao público na Biblioteca Municipal de Ponte de Lima até 30 de novembro, permitirá aos visitantes conhecer mais de duas dezenas de obras criativas elaboradas, de modo individual e/ou coletivo, por alunos das escolas do concelho, e demais cidadãos, que quiseram associar-se às comemorações do primeiro centenário da morte do poeta-diplomata ponte-limense perpetuando em memórias visuais as suas interpretações sobre o autor de “Sol de Inverno”.

No dia 20 de outubro, pelas 19h00 – momentos antes do arranque da terceira conferência de tributo a António Feijó -, os melhores trabalhos levados a concurso serão premiados de acordo com a respetiva categoria numa cerimónia que contará com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima, Eng.º Victor Mendes. 

VIZELA EXPÕE FOTOGRAFIA

7 a 21 outubro: Exposição ‘Photo Natura’, de Eduardo Castro

A Casa Municipal de Cultura Jorge Antunes recebe a exposição ‘Photo Natura’, de Eduardo Castro, de 7 a 21 de outubro. A inauguração terá lugar no próximo dia 7 de outubro, pelas 17h00. Curadoria de Adriana Henriques.

Exposição photo natura

Sinopse:

O visitante desta exposição, onde se mostra uma obra singular e experimental, pode ser inesperadamente «atropelado» e «provocado» pelo autor ao usar um tema muito caro ao Universo.

Defrontámo-nos com estruturas luminosas, com a dimensão ecológica, obras que revelam uma aguda necessidade da arte responder à vida de cada momento. Nesta obra convergem o natural com o estético, num horizonte de superação da realidade.

Eduardo Castro, na sua excentricidade, combina vários caminhos: uma nova linguagem, novos motivos, uma atividade efervescente em contato com a natureza, a mãe-terra. Daqui emergem composições coloridas sobre outras espécies de vida, elaborações com uma abertura ao meio, revelando novas identidades com um cuidado assinalável na ocupação e caraterização do espaço.

As coloridas imagens de Dr. Eduardo Castro acompanham a mudança dos tempos. As suas fotografias, de composições visuais cirúrgicas, não são frias, objetivas ou intelectuais; pelo contrário, são muito sensuais e poéticas.

Há cerca de 10 anos, por força de começar a viver no campo, acabou por associar o seu gosto pela Natureza com o gosto pela Fotografia e foi assim que começou a fotografar a pequena fauna que o rodeava, na vertente da Macro – Fotografia.

Adriana Henriques

Nota biográfica:

Eduardo Castro nasceu em Maio de 1960, em S. Mamede de Infesta, Matosinhos. Licenciado em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (1984) e especialista pela Ordem dos Médicos em Angiologia e Cirurgia Vascular (1995). Paralelamente à sua formação académica, começou a interessar-se por fotografia na Faculdade onde fez parte do Departamento de Fotografia da Associação de Estudantes. Ainda como estudante participou num concurso de Fotografia organizado pelo FITEI (Festival Internacional de Teatro de Expressão Ibérica). Foi-lhe atribuído o prémio de "Melhor Conjunto de Fotografias". Acabou por utilizar os conhecimentos de fotografia no seu dia-a-dia, fotografando intervenções cirúrgicas e "casos raros". Há cerca de 10 anos, por força de começar a viver no campo, acabou por associar o seu gosto pela Natureza com o gosto pela Fotografia e foi assim que começou a fotografar a pequena fauna que o rodeava, na vertente da Macro-fotografia. O seu trabalho tem sido apresentado em exposições colectivas na Ordem dos Médicos (Porto) e foi postando as fotos no Flickr. Este site levou-o a conhecer outras pessoas com o mesmo interesse, algumas das quais o ajudariam na identificação das espécies e no trabalho de campo: começou a deslocar-se a determinados locais em busca de espécies específicas. A pedido dos autores contribui com algumas fotos para o "Guia das Libélulas de Portugal", já publicado, e para o "Guia dos Répteis e Anfíbios de Portugal", a publicar em breve.​

FAMALICÃO PROMOVE ENCONTROS DE IMAGEM

Casa-Museu Soledade Malvar recebe exposição de fotografia integrada no festival. Os 30 anos dos Encontros de Imagem passam por Famalicão

A edição deste ano dos “Encontros de Imagem” é de celebração. O festival, de referência quase única da cultura fotográfica em Portugal, vai assinalar os 30 anos da sua fundação com quase meia centena de exposições em 19 espaços dos concelhos de Vila Nova de Famalicão, Braga, Barcelos, Guimarães e Porto, entre os dias 15 de setembro e 29 de outubro.

Chen Bao Cheng

A iniciativa vai passar pelo concelho famalicense com uma exposição na Casa-Museu Soledade Malvar, que acolhe a partir de hoje, terça-feira, dia 12, a mostra “Chen Bao Cheng na Coleção dos EI”.

A exposição, que estará patente ao público até ao dia 27 de outubro, apresenta alguns trabalhos da autoria de Chen Baocheng, repórter fotográfico chinês, nascido em 1939, que trabalhou para o serviço de propaganda durante a revolução cultural e que realizou séries fotográficas no norte da província chinesa de Shaanxi.

“As suas reportagens exaltam a beleza da região onde viveu e não hesita em rebuscar e fazer montagens na câmara escura. A fotografia não é tanto um momento onde se guarda o sujeito, mas onde ele se revela”, pode ler-se no texto de apresentação da exposição, que é de entrada gratuita.

“Os Encontros de Imagem foram-se redefinindo progressivamente para se adaptar aos desenvolvimentos estéticos e formais da fotografia criativa que constitui o objeto central do acontecimento. Depois de vinte e seis edições realizadas e trinta anos passados, os Encontros de Imagem (…) alcançaram já uma posição de destaque no panorama internacional, sendo atualmente um dos festivais de fotografia mais antigos e reputados da Europa”, diz a direção do festival.

PÓVOA DE LANHOSO EXPÕE FOTOGRAFIA E PINTURA

"Reflexos da espera", exposição no Núcleo Museológico do Castelo de Lanhoso

O Núcleo Museológico do Castelo de Lanhoso recebe, a partir de dia 16 de setembro, a mostra de pintura e fotografia "Reflexos da espera", promovida pelo CAPA - Clube de Adoção e Proteção de Animais. 

Cartaz expo CAPA

A mostra "Reflexos da Espera", composta por 28 pinturas e fotografias, vai estar patente até 6 de outubro. A exposição inclui pinturas e fotografias dos animais que se encontram no canil Municipal da Póvoa de Lanhoso, dando a conhecer que os cães estão disponíveis para adoção.

As pinturas e as fotografias dos cães do canil, são da autoria da pintora e voluntária Sónia Novais e as fotografias do fotógrafo Marco Santos. Esta exposição, a cargo do Clube de Adoção e Proteção de Animais, de entre outros objetivos, pretende alterar comportamentos e mentalidades relativamente aos animais de companhia, visando em especial os cães, e fomentar a sua adoção.

Durante a mostra, será dada uma cópia das fotografias a quem se tornar associado do CAPA – Clube de Adoção e Proteção de Animais da Póvoa de Lanhoso.

O Clube de Adoção e Proteção de Animais é uma associação sem fins lucrativos, constituída exclusivamente por voluntários que cuidam, principalmente, dos cães abandonados e maltratados, acolhidos no canil municipal da Póvoa de Lanhoso.

Com esta exposição no Núcleo Museológico do Castelo de Lanhoso pretende-se divulgar e promover todo o trabalho desenvolvido por esta associação, em prol do bem-estar daquele que muitos consideram o melhor amigo do ser humano, o cão.

A abertura está marcada para as 16 horas. 

ENCONTROS DA IMAGEM EM BRAGA CELEBRAM 30 ANOS DE FOTOGRAFIA E ARTES VISUAIS

Festival decorre de 15 de Setembro a 29 de Outubro

De 15 de Setembro a 29 de Outubro, Braga volta a receber o melhor da fotografia contemporânea nacional e internacional com mais uma edição dos Encontros da Imagem (EI). Numa altura em que se comemoram os 30 anos da sua fundação, o festival alarga este ano o seu âmbito geográfico com actividades em Braga, Guimarães, Barcelos, Famalicão e Porto.

6

A par da celebração dos seus 30 anos, os EI apostam numa maior aproximação da Cidade com a realização de exposições em diversos edifícios históricos, museus e galerias de Braga, mas também com projecções em diferentes espaços públicos e privados. 

Nesta edição, a ausência de um tema específico é propositada. No entanto, “o festival continuará numa aposta de programação ecléctica, pretendendo confrontar e reflectir em torno das actuais propostas temáticas da fotografia”, como explicou o director dos EI, Carlos Fontes, na apresentação do evento que teve lugar hoje, 7 de Setembro, na galeria da antiga Estação da CP.

A par das cerca de 50 exposições, o evento inclui a realização de workshops, de um ‘Instameet’, de conferências, de um ‘Photobook market’ e de vários concertos.

Para o presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, “os EI são uma ´referência incontornável´ no calendário cultural da Cidade e a nível nacional”. “Apesar de todas as vicissitudes temos este ano um programa que supera as expectativas, um programa rico, diversificado e de grande qualidade”, referiu Ricardo Rio, numa sessão que contou ainda com a presença da vereadora da Cultura, Lídia Dias.

O Edil Bracarense elogiou a ligação conseguida este ano com os Municípios do Quadrilátero e reafirmou o compromisso da Autarquia em continuar a apoiar o festival, “um projecto muito acarinhado e que se enquadra perfeitamente na aposta que a Cidade tem vindo a fazer no âmbito das Media Arts”.

O programa do evento pode ser consultado na íntegra em http://encontrosdaimagem.com/.

1

3

5

BRAGA APRESENTA ENCONTROS DA IMAGEM

Amanhã, Quinta-feira, dia 7 de Setembro, pelas 15h00, na Galeria da Estação, Braga

O Município de Braga realiza a apresentação da edição de 2017 dos Encontros da Imagem que terá lugar amanhã, Quinta-feira, dia 7 de Setembro, pelas 15h00, na Galeria da Estação da CP, em Braga.

A iniciativa contará com a presença de Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, e da Vereadora da Cultura, Lídia Dias.

O festival Encontros da Imagem, que decorre de 15 de Setembro a 29 de Outubro, celebra este ano, trinta anos da sua fundação. Com a sua primeira edição realizada em 1987 e apesar do ponto de partida ter sido uma antiga associação ligada às práticas da fotografia e do cinema amador, o projecto dos Encontros da Imagem foi, ao longo dos anos ganhando forma, redefinindo-se progressivamente, para se adaptar aos desenvolvimentos estéticos e formais da fotografia criativa e contemporânea, não esquecendo, os autores mais clássicos. Esta edição comemorativa dos 30 anos irá decorrer nas cidades de Braga, Barcelos, Guimarães, Vila Nova de Famalicão e Porto.

QUINTA DE SANTA CRISTINA EM CELORICO DE BASTO PROMOVE PASSEIO FOTOGRÁFICO

Passeio fotográfico na Quinta de Santa Cristina

A Quinta de Santa Cristina, em Celorico de Basto, na Região Demarcada dos Vinhos Verdes, convida os apaixonados por fotografia para uma experiência única entre vinhas.

IMG_2038

No dia 9 de setembro de 2017, entre as 16h e as 20h, decorrerá um workshop seguido de passeio fotográfico, orientado pelo fotógrafo profissional João Bizarro.

Nesta atividade, os participantes poderão adquirir conhecimentos básicos sobre técnicas fotográficas e composição fotográfica.

O programa inicia-se com uma formação teórica, onde serão abordadas duas temáticas principais: 1- Escalas fotográficas e histograma para obtenção de uma boa exposição da fotografia; 2- Composição fotográfica para desenvolver a estética e a forma de expressar uma ideia visualmente.

Acompanhados pelo formador, os participantes serão então convidados a realizar um passeio pelas vinhas, para colocar em prática o que foi aprendido, fotografando a paisagem vitícola.

Após o passeio, poderão ainda usufruir de uma visita guiada à adega e degustar alguns dos vinhos deste produtor. No final, será entregue um certificado de participação a todos os intervenientes.

Esta atividade está disponível para um máximo de 15 pessoas, devendo os participantes possuir câmaras fotográficas com a opção de controlo manual da exposição e ler atentamente o manual do seu equipamento antes da atividade.

O preço por pessoa é de 20 euros. A marcação é obrigatória, está sujeita à disponibilidade e deve ser feita até 8 de setembro para o e-mail enoturismo@garantiadasquintas.com ou telemóvel +351 912 527 396.

Contacto para informações e reservas (obrigatórias até 8 de setembro):

E-mail: enoturismo@garantiadasquintas.com | Tlf: +351 912 527 396

Sobre a Quinta de Santa Cristina:

A Quinta de Santa Cristina, com cerca de 40 hectares, tem uma história secular, pertencendo à família há várias gerações. Situada em Veade, Celorico de Basto, faz parte da Região Demarcada dos Vinhos Verdes, sub-região de Basto, uma das maiores e mais antigas regiões demarcadas do mundo. O enoturismo na Quinta de Santa Cristina foi galardoado com o prémio “Best OF Wine Tourism 2017” na categoria “Experiências Inovadoras de Enoturismo”, pela associação Great Wine Capitals e, recentemente, com o Certificado de Excelência do TripAdvisor.

Na adega, construída de raiz em 2014 e com uma capacidade instalada de 1 milhão de litros, são atualmente produzidos cerca de 500 mil litros entre vinhos e espumantes brancos, tintos e rosés, que contam já com vários prémios e distinções em concursos nacionais e internacionais. São produzidas 17 referências que são comercializadas em Portugal e países como Brasil, Alemanha ou Luxemburgo, entre outros.

Cartaz passeio fotográfico_Quinta de Santa Cristina

ARCOS DE VALDEVEZ EXPÕE ROSTOS DOS SEUS ANCIÃOS EM MOSTRA FOTOGRÁFICA

Exposição Rostos dos nossos Anciãos Patente ao público até dia 1 de Setembro. Horário: 9h30/12h30 – 13h30/17h30

Encontra-se aberta ao público na Casa das Artes arcuense, a exposição “Rostos dos Nossos Anciãos”, uma mostra que reúne as fotografias expostas nas duas edições passadas do Festival Sénior e que reúne rostos de alguns arcuenses, homens e mulheres, que passaram a idade de 90 anos, e que partilharam algumas adas suas histórias e vivências. São, na sua maior parte, pessoas que trabalharam no campo, vivendo do que a terra lhes dava. Recordam o ciclo dos trabalhos agrícolas, das festividades e dos rituais católicos.

esposicao_rostos_anciaos (5).JPG

Nas entrevistas revelaram saberes há muito esquecidos – as suas memórias são um repositório de conhecimentos relativos à vida rural de Arcos de Valdevez.

Esta exposição pretende evocar a importância destas pessoas e valorizar o contributo das suas existências para a construção do património cultural da nossa terra.

Na abertura oficial estiveram presentes as pessoas fotografadas e seus familiares, bem como a vereadora da Ação Social do Município, Belmira Reis, e técnicos da área da Cultura e Ação Social da Câmara Municipal.

A Câmara Municipal pretende dar continuidade a este projeto, indo ao encontro dos idosos nos seus domicílios, de modo a obter através de entrevistas todas as informações que possam facultar para a ampliação da memória coletiva do concelho.

A base tecnológica para a conservação e divulgação destes testemunhos é o portal da Memoria Arcuense, o qual realiza a recolha e divulgação destes diferentes tipos de património, com incidência nas Histórias de Vida, na Memória e nas Tradições, nas fontes escritas, tais como os jornais locais, através da Hemeroteca Digital, e as publicações municipais. (http://memoriaarcuense.cmav.pt/)

As fotografias foram registadas por Andreia Loureiro e pela empresa de fotografia FotoClick.

esposicao_rostos_anciaos (1).JPG

esposicao_rostos_anciaos (2).JPG

esposicao_rostos_anciaos (4).JPG

IMG_3748.JPG

BRAGA PROMOVE AUTORETRATO

‘Selfie Spot Braga’ promove a Cidade de forma interactiva e dinâmica

A partir desta Sexta-feira, 11 de Agosto, quem passar pela Avenida Central, junto à Arcada, em Braga, já pode utilizar o ‘Selfie Spot’ e partilhar o momento nas redes sociais. Esta é mais uma iniciativa da Autarquia Bracarense com a finalidade de promover a Cidade e os seus espaços públicos de uma forma dinâmica, interactiva e divertida.

CMB11082017SERGIOFREITAS0000008661.jpg

Trata-se de uma aplicação que permite aos participantes obterem um mini clip que mostra a perspectiva global do momento em que a ‘selfie’ foi tirada. Após tirar a fotografia é criado automaticamente um clip de 25 segundos, que contempla a ‘selfie’ tirada pelos usuários, completada por efeitos zoom out e elementos de comunicação. Simultaneamente, o clip é inserido na página do facebook do Município de Braga. Os participantes disponibilizam um endereço electrónico, nome e a localidade.

Como explicou António Barroso, do Gabinete de Apoio à Presidência da Câmara Municipal, esta é mais uma iniciativa de promoção da Cidade. “Pretendemos ter mais um atractivo para quem nos visita. Trata-se de uma recordação diferente e interactiva, mas também uma forma de promoção de Braga, uma vez que permite a partilha nas redes sociais”.

Esta é já a segunda edição do ‘Selfie Spot Braga’. Durante a primeira edição, que decorreu entre 16 de Dezembro de 2016 a 16 de Janeiro deste ano, foram tiradas 1.160 ‘selfies’ nas quais constam mais de 3.400 pessoas, o que gerou mais de 8.650 visitas à página do facebook do Município de Braga.

“Com estes dados constatamos que houve utilizadores oriundos de vários pontos do mundo. Na sua maioria eram portugueses, no entanto, tivemos participantes do Canadá, Estados Unidos da América, Brasil, Espanha, Reino Unido, França ou Suiça”, explicou António Barroso, convidando a população a utilizar esta aplicação e a partilhar online com os amigos.

Poderá ver a demonstração do ‘Selfie Spot Braga’ em: https://goo.gl/gYvRuV

CMB11082017SERGIOFREITAS0000008662.jpg

MUSEU DA IMAGEM EM BRAGA ASSINALA DIA MUNDIAL DA FOTOGRAFIA

Efeméride comemora-se a 19 de Agosto

O Museu da Imagem, em Braga, vai assinalar o Dia Mundial da Fotografia com um workshop de iniciação à fotografia, ministrado pelo fotógrafo António Rocha, artista cujo trabalho está patente na exposição Art-Map 2017.

Museu de imagem .jpg

A iniciativa terá lugar entre as 14h30 e as 17h30 de Sábado, 19 de Agosto, no âmbito das celebrações do Dia Mundial da Fotografia. Esta oficina pretende proporcionar uma primeira abordagem ao mundo da fotografia e dotar os participantes dos primeiros conhecimentos técnicos relevantes para efectuarem registos em modo manual, além de conhecerem e explorarem as funções básicas do equipamento fotográfico.

Este workshop de iniciação à fotografia requer a presença mínima de cinco participantes e máxima de dez. Os interessados em participar nesta iniciativa terão que se fazer acompanhar por uma câmara fotográfica que possibilite o controlo manual da exposição, com as baterias carregadas.

A participação nesta oficina é gratuita, sendo necessário efectuar a inscrição através do endereço electrónico cultura@cm-braga.pt

Além do workshop, os visitantes do Museu da Imagem poderão fruir a exposição patente Art-Map Pensar Barroco, projecto curatorial que procura trazer à cidade de Braga obras que reinterpretem nas mais diversas expressões artísticas da contemporaneidade o universo do barroco.

No Museu da Imagem de Braga estão patentes expressões artísticas como fotografia, instalação e ready-made, a escultura e ainda a colagem fotográfica.

VIANA DO CASTELO MOSTRA "ROSTOS DO NOVO NORTE"

2.AGOSTO.2017 Centro Cultural de Viana do Castelo: Apresentação da Exposição Rostos do Novo Norte

A CCDR-N, enquanto Autoridade de Gestão do "ON.2 - O Novo Norte" (Programa Operacional Regional do Norte 2007/2013), promove, em parceria com Câmara Municipal de Viana do Castelo, a 2 de agosto, pelas 18h00, no Centro Cultural de Viana do Castelo, a inauguração da exposição itinerante "O Norte somos nós - Rostos de um Novo Norte".

image001 (4).png

A exposição destaca-se de uma campanha de comunicação que marca o encerramento de um ciclo comunitárioresponsável pela aplicação de um envelope financeiro muito significativo na Região, no contexto dos fundos da União Europeia e do QREN.

Tendo presente o bom desempenho dos responsáveis pelos investimentos efetuados e a importância dos seus beneficiários, que juntos conduzirão a Região para um patamar mais competitivo, a exposição reúne uma amostra de testemunhos dos cerca de 3.500 beneficiários do ON.2 e é concebida com uma forte presença de espelhos de modo a que os visitantes se sintam parte do universo de pessoas apoiadas pelos fundos europeus

VIANA DO CASTELO EXPÕE ROSTOS DO NOSSO POVO

2.AGOSTO.2017 Centro Cultural de Viana do Castelo. Apresentação da Exposição Rostos do Novo Norte

A CCDR-N, enquanto Autoridade de Gestão do "ON.2 - O Novo Norte" (Programa Operacional Regional do Norte 2007/2013), promove, em parceria com Câmara Municipal de Viana do Castelo, a 2 de agosto, pelas 18h00, no Centro Cultural de Viana do Castelo, a inauguração da exposição itinerante "O Norte somos nós - Rostos de um Novo Norte".

image001 (3).png

A exposição destaca-se de uma campanha de comunicação que marca o encerramento de um ciclo comunitárioresponsável pela aplicação de um envelope financeiro muito significativo na Região, no contexto dos fundos da União Europeia e do QREN.

Tendo presente o bom desempenho dos responsáveis pelos investimentos efetuados e a importância dos seus beneficiários, que juntos conduzirão a Região para um patamar mais competitivo, a exposição reúne uma amostra de testemunhos dos cerca de 3.500 beneficiários do ON.2 e é concebida com uma forte presença de espelhos de modo a que os visitantes se sintam parte do universo de pessoas apoiadas pelos fundos europeus.

PÓVOA DE LANHOSO PROMOVE CONCURSO DE FOTOGRAFIA

II Concurso de Fotografia “(Des)focar a História”

A Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, através do Castelo de Lanhoso, promove pelo segundo ano o Concurso de Fotografia “(Des)focar a História”.

Panoramica do Castelo de Lanhoso.jpg

Esta iniciativa pretende Valorizar o Castelo de Lanhoso, enquanto ex-líbris do concelho; contribuir para a consciencialização da salvaguarda patrimonial; sensibilizar a comunidade para a importância do passado histórico; permitir diferentes olhares sobre o Castelo de Lanhoso; desafiar a criatividade d@s participantes; e valorizar a arte fotográfica, enquanto meio privilegiado e multifacetado de comunicação.

Só serão aceites fotografias em que o Castelo de Lanhoso seja o elemento principal.

É obrigatória a consulta das normas de participação. Cada fotografia deverá ser enviada por correio eletrónico para castelo.lanhoso@mun-planhoso.pt, entre os dias 17 de julho e 5 de agosto de 2017, com o nome completo, endereço de correio eletrónico e contacto telefónico do/a autor/a.

Todas as fotografias a concurso serão publicadas na página do Facebook do Castelo de Lanhoso (facebook.com/castelodelanhoso).

A votação irá decorrer através do Facebook entre os dias 6 e 13 de agosto. Cada pessoa que deseje votar deverá colocar Gosto (Like) na foto ou fotos respetivas. A fotografia que obtiver maior número de Gostos (Likes) até às 24h00 do dia 13 de agosto de 2017 será a vencedora.

Haverá ainda uma seleção por parte de um júri, pelo que haverá prémios para as fotografias vencedoras nas duas categorias (Facebook e júri).

O júri elegerá a fotografia que mais se adeque à temática do Concurso de Fotografia e que melhor expresse a magnificência do Castelo de Lanhoso.

Os resultados serão divulgados na página de Facebook do Castelo de Lanhoso e em www.mun-planhoso.pt, no dia 14 de agosto de 2017.

Todas as fotografias presentes a concurso serão expostas no interior do Núcleo Museológico do Castelo de Lanhoso. Os prémios serão entregues em cerimónia a organizar para o efeito, que ocorrerá no dia 19 de agosto de 2017, no Núcleo Museológico do Castelo de Lanhoso.

EXPOSIÇÃO DE FOTOGRAFIA ‘OLHAR SOBRE A MINHA VILA’ INAUGURA AMANHÃ EM CAMINHA

Mostra resulta do concurso de fotografia promovido no âmbito da geminação entre Caminha e Pontault-Combault

A partir de amanhã, o Museu Municipal de Caminha vai ter patente ao público a exposição de fotografia ‘Olhar sobre a minha vila’, promovida pelos municípios de Caminha e Pontault-Combault. A cerimónia de inauguração está agendada para amanhã, pelas 16H00.

exposição olhar sobre a minha vila.jpg

Esta exposição resulta do concurso de fotografia “Olhar sobre a minha cidade, natureza humana e urbana”, promovido no âmbito da geminação entre Caminha e Pontault-Combault, a que se juntou a Associação Portuguesa Cultural e Social (A.P.C.S.).

A mostra é composta por fotografias de ‘fotógrafos’ amadores do concelho de Caminha e da cidade de Pontault-Combault. É de referir que a maioria das fotografias a concurso são de pessoas do concelho de Caminha. Nesta exposição podemos admirar trabalhos de António Andrade; Amália Cunha; Berto Biandota; Ana Diogo; António Garrido; Mário Rocha; João Cruz; Maria Glória Correia; Jorge Meira, Nuno Pires, entre outros.

Durante a cerimónia serão revelados os vencedores do concurso. Por atribuir fica o prémio do público, que como já referimos será o público que visitar a exposição a escolher. A exposição estará patente até 11 de agosto e poderá ser visitada de terça-feira a domingo das 10H00 às 13H00 e das 14H00 às 18H00.

Recorde-se que Caminha é geminada com a cidade francesa de Pontault-Combault desde 1978. O Protocolo de Amizade foi assinado em França, sob a égide da "Federação Mundial das Cidades Geminadas - Cidades Unidas" que promove os laços de amizade entre os dois países, em especial entre as populações das duas vilas. A geminação tem como objetivo o desenvolvimento das relações de âmbito cultural, turístico, social e económico.

VIANA DO CASTELO REALIZA CONCURSO DE FOTOGRAFIA

O Centro de Mar de Viana do Castelo lança hoje, dia 12 de julho, o 1º concurso de fotografia subordinado ao tema“Viana e o Mar 2017”, destinado a fotógrafos profissionais e amadores.

Este concurso tem como objetivo promover a cultura e as tradições marítimas de Viana do Castelo, propondo um olhar documental ou artístico sobre as zonas costeiras e ribeirinhas, turismo balnear, desportos náuticos, atividades económicas e as gentes ligadas ao mar.

Os interessados em participar devem requerer o regulamento através do email:

cmarapoio@cm-viana-castelo.pt

unnamed.png

EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA ‘SOLENIDADE DO CORPO DE DEUS EM CAMINHA’ INAUGURA AMANHÃ

Tapetes de flores poderão ser admirados em fotografia até ao dia 9 de julho

Os belíssimos tapetes de flores que, durante as Festas do Corpo de Deus, cobriram ruas de Caminha e Vilarelho vão poder ser admirados em fotografias.A Câmara Municipal de Caminha vai inaugurar amanhã, nas Arcadas do edifício Paços do Concelho, a exposição fotográfica ‘Solenidade do Corpo de Deus em Caminha’, de seis fotógrafos amadores e profissionais do concelho. A mostra vai estar patente nas várias ruas de Caminha e Vilarelho até ao dia 9 de julho. A inauguração está agendada para as 19H30.

Capturarcorpdeuscami (1).PNG

O Município voltou a lançar o desafio ao fotógrafo António Garrido, que comissariou a exposição de fotografias. Foram realizados convites a vários fotógrafos profissionais e amadores do concelho, para registarem em fotografia a execução dos tapetes nas diversas ruas, assim como os tapetes já finalizados.

Neste contexto, a ‘Solenidade do Corpo de Deus em Caminha’, uma das atrações do concelho, foi registada através das lentes das câmaras fotográficas de António Garrido, Luis Valadares, Jorge Simão Meira, Jorge Castro, João Castro e António Andrade e pode ser admirada até ao dia 9 de julho. A mostra é composta por seis painéis colocados nas Arcadas do edifício Paços do Concelho, e por 9 trípticos expostos estrategicamente nas ruas de São João, Direita, Corredoura, 16 de Setembro, Conselheiro Miguel Dantas, Largo Fetal Carneiro e Praça Conselheiro Silva Torres em Caminha e Rua da Igreja Velha, em Vilarelho.

A inauguração conta com a presença dos fotógrafos referidos anteriormente e dos representantes das comissões de rua que elaboraram os tapetes.

Recorda-se que a Festa do Corpo de Deus é um autêntico cartão-de-visita da vila. Todos os anos, milhares de pessoas visitam Caminha e Vilarelho para admirarem as verdadeiras obras de arte elaboradas pelos caminhenses. Durante várias semanas que as diferentes comissões de rua trabalham afincadamente nos preparativos dos tapetes. De facto, na noite que antecede a festividade, passam a noite acordados a ornamentarem as ruas, com criatividade e empenho, motivos do quotidiano ou da sua fé, para que de manhã as ruas estejam prontas para serem contempladas. Este ano, o Município de A Guardatambém deixou as suas marcas em Caminha ao elaborar um dos tapetes.

HISTORIADOR DANIEL BASTOS LEVA A TERRAS HELVÉTICAS NO DIA DE PORTUGAL LIVRO SOBRE A EMIGRAÇÃO PORTUGUESA

Livro sobre a emigração portuguesa apresentado na Suíça no Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas

No passado dia 10 de Junho, celebrado como Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, foi apresentado em Genebra, na Suíça, um dos principais destinos da emigração portuguesa, o livro Gérald Bloncourt – O olhar de compromisso com os filhos dos Grandes Descobridores”.

O historiador Daniel Bastos na Livraria Camões em Genebra, ladeado pelo tradutor Paulo Teixeira (esq.), e o antigo dirigente associativo e sindical na Suíça, Manuel Barbosa (dir.).JPG

O historiador Daniel Bastos na Livraria Camões em Genebra, ladeado pelo tradutor Paulo Teixeira (à esquerda), e o antigo dirigente associativo e sindical na Suíça, Manuel Barbosa (à direita)

 

A obra, uma edição bilingue em português e francês, concebida pelo historiador Daniel Bastos a partir do espólio do conhecido fotógrafo que imortalizou a gesta da emigração portuguesa para o centro da Europa nos anos 60 e 70, foi apresentada na Livraria Camões, um espaço cultural de referência da lusofonia em terras helvéticas, e esteve a cargo do tradutor Paulo Teixeira, e do antigo dirigente associativo e sindical na Suíça, Manuel Barbosa.

No decurso da sessão, que contou com a presença de vários representantes da comunidade portuguesa em Genebra, assim como do apresentador e jornalista Jorge Gabriel, que no âmbito do programa “Aqui Portugal” dedicado ao 25.º aniversário da RTP Internacional esteve em antena a partir da Livraria Camões, e do Cônsul-geral de Portugal em Genebra, Miguel de Calheiros Velozo, todos foram unânimes em considerar que as fotografias de Gérald Bloncourt constituem um contributo fundamental para a história da emigração portuguesa.

Da dir. para a esq. o apresentador e jornalista Jorge Gabriel, o proprietário da Livraria Camões, António Pinheiro, o historiador Daniel Bastos, o tradutor Paulo Teixeira, e o antigo dirigente associativo e sindical.JPG

A contar da direita, o apresentador e jornalista Jorge Gabriel, o proprietário da Livraria Camões, António Pinheiro, o historiador Daniel Bastos, o tradutor Paulo Teixeira, e o antigo dirigente associativo e sindical na Suíça, Manuel Barbosa.

 

O historiador Daniel Bastos e o Cônsul-geral de Portugal em Genebra, Miguel de Calheiros Velozo, ladeados pelo tradutor Paulo Teixeira (esq.), e o antigo dirigente associativo e sindical na Suíça, Manuel Barbosa (di.JPG

O historiador Daniel Bastos e o Cônsul-geral de Portugal em Genebra, Miguel de Calheiros Velozo, ladeados pelo tradutor Paulo Teixeira (à esquerda), e o antigo dirigente associativo e sindical na Suíça, Manuel Barbosa (à direita)

 

Segundo Daniel Bastos, a edição do espólio fotográfico de Gérald Bloncourt e apresentação do livro em Genebra, na Suíça, um dos principais destinos da emigração portuguesa, cuja comunidade é a terceira maior em terras helvécias, representam “um justo reconhecimento aos protagonistas anónimos da história portuguesa que lutaram aquém e além-fronteiras pelo direito a uma vida melhor e à liberdade”.

Refira-se que a sessão de apresentação, que impulsionou uma enriquecedora tertúlia que revisitou experiências, memórias e testemunhos sobre o fenómeno da emigração lusitana, em particular na Suíça, incluiu um Porto de Honra, um produto emblemático da cultura portuguesa.

4Daniebastoss (4).JPG

4Daniebastoss (7).JPG

4Daniebastoss (1).JPG

4Daniebastoss (2).JPG

4Daniebastoss (3).JPG

4Daniebastoss (10).JPG

REVISTA "CRISTINA" REALIZA SESSÃO FOTOGRÁFICA EM SOAJO, ARCOS DE VALDEVEZ

A Revista Cristina, da conhecida apresentadora de televisão Cristina Ferreira, realizou uma sessão fotográfica em Soajo intitulada "Reinventar a Tradição em Soajo, Arcos de Valdevez", para a edição da revista do mês de junho.

revista_cristina_1.jpg

Esta sessão teve a particularidade de ter como modelos mulheres de Soajo, nomeadamente Rosa Capela, de 90 anos, Maria do Rosário, 84 anos, e Maria Rana de 78 anos.

Durante a produção, as modelos viveram experiencias únicas, pois nunca tinham feito nada do género e tão pouco alguma vez se tinha produzido tanto, ao nível de maquiagem, roupas, cabelos e acessórios.

 O objetivo desta sessão era escolher pessoas com idade avançada, habituadas a uma vida simples e do campo, tendo o resultado final atingido o principal objetivo. Uma sessão original, bonita e cheia de significados, onde a cultura e a tradição foram os principais temas.

Esta iniciativa contou com o envolvimento/apoio da Câmara Municipal, que viu novamente Arcos de Valdevez destacado na comunicação social pelas suas paisagens, cultura e gentes simpáticas e acolhedoras.

revista_cristina_2.jpg

revista_cristina_3.jpg

revista_cristina_10.jpg

CERVEIRA EXPÕE FOTOGRAFIA DE ARTE

“Cerveira em Arte!” – uma exposição fotográfica

No próximo dia 3 de junho de 2017, a ETAP- Escola Profissional juntamente com a Câmara de Vila Nova de Cerveira inauguram a exposição fotográfica “Cerveira em Arte!”, às 15:00h, no Fórum Cultural de Cerveira.

cartaz

Este evento, atividade prática da Prova de Aptidão Profissional do aluno Mário Pacheco do Curso Comunicação/Marketing, Relações Públicas e Publicidade, da ETAP- Escola Profissional, tem como principal objetivo estimular a capacidade de observação do meio que nos rodeia, incentivar, desenvolver e valorizar competências técnicas e de criatividade no âmbito da fotografia.

A exposição estará patente ao público até ao dia 17 de junho de 2017, no Fórum Cultural de Cerveira.