Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

FEIRA INTERNACIONAL DE ARTESANATO ENCERRA HOJE AS SUAS PORTAS COM RECORDE DE VISITANTES

A Feira Internacional de Artesanato que decorre nos pavilhões da FIL, em Lisboa, recebe hoje uma verdadeira multidão que não quer perder uma oportunidade de visitar o certame até ao dia do seu encerramento.

IMG_9416.JPG

Viana do Castelo promove neste momento a Romaria de Nossa Senhora d’Agonia, contando nomeadamente com a participação do Grupo Etnográfico de Danças e Cantares do Minho.

Este evento tem vindo a cada ano a receber um número maior de visitantes, afirmando-se como um dos maiores certames do género a nível internacional.

A 30ª edição da FIA Lisboa 2016 apresentou um vasto programa em que constaram exposições temáticas, prémios e concursos, ateliers, workshops, actuações musicais, jogos tradicionais e conferências. A FIA Lisboa assume-se como uma plataforma de excelência para a promoção do desenvolvimento regional e das culturas locais por via do artesanato, da gastronomia, das actividades culturais e turísticas, do património e recursos naturais e fontes de sustentabilidade da economia local, tendo aperfeiçoado, ao longo de três décadas de existência, a simbiose entre economia e cultura, tradição e inovação.

Fotos: Manuel Santos

IMG_9132.JPG

IMG_9133.jpg

IMG_9134.JPG

IMG_9135.JPG

IMG_9136 (1).JPG

IMG_9140.JPG

IMG_9141.JPG

IMG_9285.jpg

IMG_9286.jpg

IMG_9287.jpg

IMG_9288.JPG

IMG_9291.JPG

IMG_9292.JPG

IMG_9300.jpg

PRESIDENTE DO MUNICÍIPO DE CABECEIRAS DE BASTO INAUGURA 21ª FEIRA DA ORELHEIRA E DO FUMEIRO

Arrancou hoje, dia 24 de fevereiro, no Pavilhão Desportivo de Refojos, a 21ª edição da Festa da Orelheira e do Fumeiro de Cabeceiras de Basto, uma iniciativa organizada pela Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto que decorre até segunda-feira, dia 27 de fevereiro.

DSC_0092.JPG

O certame foi inaugurado pelo presidente da Câmara Municipal, Francisco Alves, que esteve acompanhado dos vereadores, presidentes de Junta de Freguesia, membros da Assembleia Municipal, entre outros autarcas.

Marcaram também presença nesta cerimónia de abertura o presidente da Câmara Municipal de Mondim de Basto, um representante do comandante do RC6 de Braga, o diretor do Centro Emprego, a delegada Regional de Agricultura, o secretário Executivo da CIM do Ave, entre outros convidados e público em geral.

Na abertura do evento, momento abrilhantado pela atuação do Grupo de Bombos Jovens de Basto, a comitiva visitou os mais de 80 produtores/expositores presentes nesta festa, dos quais 48 produtores de fumeiro e 32 de produtos locais como produtos hortícolas, vinhos e licores, ervas aromáticas, mel, doçaria e artesanato.

A promover as suas atividades, estão presentes neste certame a Rural Basto, a  Probasto, a Mútua de Basto/Norte e a Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto.

O presidente da Câmara cumprimentou todos os presentes, agradecendo a sua presença, destacando que a Festa da Orelheira e do Fumeiro de Cabeceiras de Basto  foi, desde a primeira edição, organizada no Carnaval, afirmando que “esta é uma das iniciativas socioeconómicas mais importantes que realizamos”.

E sublinhou “queremos valorizar o porco bísaro e o desenvolvimento local através da melhoria da economia familiar. Queremos promover as tradições preservando os saberes das nossas gentes. Queremos promover a gastronomia local”.

Integrada na iniciativa dos ‘Fins de Semana Gastronómicos’ do Turismo do Porto e Norte de Portugal, através da adesão de diversos restaurantes do concelho que neste fim de semana vão servir a orelheira com grelos e outro fumeiro, esta Festa pretende continuar a defender, a valorizar e a apoiar os produtores e a promover os produtos locais, as pessoas e o concelho.

De referir que amanhã, sábado, pelas 14h30, está prevista a visita do Secretário de Estado da Agricultura e Alimentação, Luís Medeiros Vieira, à Festa da Orelheira e do Fumeiro de Cabeceiras de Basto.

Programa     

Dia 25 de fevereiro (sábado)

10h00 | Abertura da Exposição | Venda de Produtos de Fumeiro

15h00 | Grupo de Bombos de Vilela (Associação Vilela com Vida)

Grupo de Concertinas S.D.F. de Cabeceiras de Basto

21h30 | Os Cavaquinhos da Raposeira

Cantares ao Desafio com Maria Celeste, Lopes de Travassô e Carvalho de Cucana

24h00 | Encerramento da Exposição | Venda de Produtos de Fumeiro

Dia 26 de fevereiro (domingo)

10h00 | Abertura da Exposição | Venda de Produtos de Fumeiro

15h00 | Jogo de Pau de Abadim (ARDCA)

              Tradicional Leilão de Orelheiras

              Grupo Folclórico S. Nicolau de Cabeceiras de Basto

              Grupo Folclórico S. João Batista de Cavez

19h30 | Encerramento da Exposição | Venda de Produtos de Fumeiro

Dia 27 de fevereiro (Segunda-feira)

09h00 | Abertura da Exposição | Venda de Produtos de Fumeiro

12h00 | Encerramento da Exposição | Venda de Produtos de Fumeiro

DSC_0162.JPG

AGROLIMIANA É 100% LIMIANA

Feira 100% Agrolimiana este fim-de-semana em Ponte de Lima – Expolima. 25 e 26 de fevereiro

O Município de Ponte de Lima realiza este fim-de-semana, 25 e 26 de fevereiro na Expolima, a 2ª edição da Feira 100% Agrolimiano.

16681828_1268326956554718_8083698843060113697_n.jpg

Com a inauguração oficial marcada para as 18 horas de sábado, o evento abre portas logo pela manhã, às 10 horas.

O certame tem como principal objetivo a mostra de um pouco do que se faz no setor agroalimentar em Ponte de Lima, sendo esta uma das áreas que tem vindo a ser mais desenvolvida nos últimos tempos, devido a uma maior valorização por parte da população dos recursos endógenos, empregando cada vez mais pessoas no concelho. A par deste crescimento, existe ainda a aposta em produtos singulares e de máxima qualidade, com destaque para a produção do mel, da sidra mas também do vinho verde, enchidos e fumados, fruta, cogumelos e a criação de animais, entre outros produtos inteiramente limianos.

Durante os dias da feira serão expostos e apresentados vários produtos produzidos no concelho, por pessoas que viram no setor agroalimentar uma oportunidade de mostrar as potencialidades desta região. Irão, ainda, estar representados alguns comerciantes e prestadores de serviços ligados ao mundo agrícola. Em simultâneo desenvolver-se-ão diversas atividades desde workshops e palestras, mas também showcookings e degustações.

Com um programa abrangente, dirigido a profissionais e ao público em geral, esta II Feira 100% Agrolimiano pretende cativar profissionais, distribuidores, empresários e consumidores para a excelência do mundo rural de Ponte de Lima.

Promovida pelo Município de Ponte de Lima no âmbito do projeto ‘Em Época Baixa, Ponte de Lima em Alta’, durante este fim-de-semana referência para as campanhas especiais de alojamento, com 15% de desconto, em Hotéis e Casas de Turismo aderentes, e a oferta do leite-creme por cada dose, nos restaurantes aderentes ao Ponte de Lima em Alta.

Confira o programa da Feira 100% Agrolimiana:

Sábado, 25 de fevereiro

10h00» Abertura

12h00» Arruada pela “Ronda do Sol Poente” – Largo de Camões │Alameda de S. João

15h00» Degustação de Sidra, Corrupia

15h00» Arruada pela “Ronda do Sol Poente” – Largo de Camões │Alameda de S. João

15h00» Workshop “A Rega na Culturas do Minho”, Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Viana do Castelo

15h00 │17h00» Atividades Equestres, Passeios de Charrete e Batismo a Cavalo Gratuito

16h00» Workshop “Compota de Abóbora com Nozes”, Teresa Queiroz

18h00» Cerimónia de Inauguração

            Animação Musical “Cantares a Ponte”

21h00» Animação Musical “Ympério Show”

23h00» Encerramento

Domingo, 26 de fevereiro

10h00» Abertura

12h00» Arruada pelo “Grupo de Música Popular da Feitosa” – Largo de Camões │ Alameda de S. João

15h00» Palestra “O setor do mel em Portugal” – Prof. Paulo Garrido, Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural de Ponte de Lima

15h00» Arruada pelo Grupo de Música Popular da Feitosa – Largo de Camões │Alameda de S. João

15h45» Workshop “Bombons” – Prof. Daniel Pinheiro e alunos de Cozinha e Pastelaria da Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural de Ponte de Lima

16h30» Palestra “Do leite ao queijo” – Prof. António Sá, Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural de Ponte de Lima

17h15» Palestra “Licores artesanais” – Prof. Rodrigo Cadima, Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural de Ponte de Lima

18h00» Workshop “Produção de cogumelos” – Prof. Rodrigo Cadima, Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural de Ponte de Lima

20h00» Encerramento

CHEGA DE BOIS FOI GRANDE ATRACÇÃO NA FEIRA DE SANTA CATARINA EM CELORICO DE BASTO

Feira anual da Sta. Catarina uma feira de tradições em Celorico de Basto. “Chega de bois foi a novidade numa feira de tradições”

Celorico de Basto recebeu a feira anual da Sta. Catarina de 25 a 27 de novembro, uma feira colocada pela avenida central da vila de Celorico que destacou, como habitualmente, o Concurso pecuário das raças autóctones, com a presença dos melhores exemplares de gado do concelho e da região e o concurso Pecuário Inter escolas Agrícolas da Raça Frísia. Este ano, particularmente, o município de Celorico de Basto, entidade organizadora, promoveu uma chega de Bois que arrastou, no dia 27, milhares de pessoas a Celorico de Basto.

_DSC2783.jpg

“A feira anual da Sta. Catarina é de facto, uma feira de tradições, que procura valorizar da melhor forma o que nos identifica enquanto região, sobretudo, no que respeita ao setor primário. Tivemos um concurso pecuário das raças autóctones muito participativo, com os nossos produtores locais a mostrar que a raça de carne continua a ser muito produzida no concelho” disse o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva. Presente em todas as ações promovidas durante a feira anual da Sta. Catarina, o autarca ressalvou a necessidade de inovar para atrair ainda mais visitantes a esta feira. “Este ano promovemos uma chega de bois, uma iniciativa que correu muito bem, com milhares de pessoas a assistir”. Durante os dois primeiros dias de feira as condições meteorológicas assustaram a organização do evento. “A organização de algumas atividades carece também de condições meteorológicas que felizmente estiveram a nosso favor. No domingo, dia de maior atividade, tivemos bom tempo e todas as ações promovidas decorreram com êxito. É de salientar a participação de várias escolas do país no concurso pecuário da Raça Frísia e os milhares de pessoas que se deslocaram para fazer boas compras pela tradicional feira” disse o edil celoricense.

A Feira Anual da Sta. Catarina teve um vasto programa e este ano teve a transmissão em direto do programa “Somos Portugal” da TVI.

A feira decorreu de 25 a 27 pela avenida principal da vila de Celorico de Basto, durante estes dias os visitantes puderam comprar roupas de inverno como cobertores, casacos e meias, árvores de fruto e alfaias agrícolas. No dia 27 decorreu, acopladas às atividades da Sta. Catarina, o Trail dos Moinhos, na zona de Fervença. Foi destaque o concurso pecuário das raças autóctones com a presença da Raça Maronesa, Minhota e Barrosa, o concurso pecuário da Raça Frísia e as chegas de bois na vila de Celorico de Basto. Este ano algumas associações locais estiveram na feira a promover as suas atividades, destaque para a I mostra Educativa e Profissional que juntou, no Mercado Municipal, algumas entidades de cariz educativo e profissional. 

A organização da Feira Anual da Sta. Catarina é da responsabilidade da Câmara Municipal de Celorico de Basto e contou com a parceria da Cooperbasto, CRL, e a Escola Profissional de Fermil, Celorico de Basto.

_DSC2165.jpg

_DSC2461.jpg

_DSC2602 (1).jpg

_DSC2652.jpg

 

_DSC2852.jpg

_DSC3085 (2).jpg

_DSC3225.jpg

FEIRA DE SÃO MARTINHO LEVA MILHARES DE VISITANTES AO GERÊS

“Feira-mostra de S. Martinho nas Terras do Gerês” encheu ruas de Terras de Bouro

A Feira-mostra de S. Martinho em Terras de Bouro, evento que promoveu o concelho e os seus produtos tradicionais, decorreu entre os dias 11 e 13 de novembro, registando-se uma elevada afluência de público que teve oportunidade, ao longo dos três dias do certame, de assistir e participar num variado conjunto de atividades.

DSC_5843gersmartin.jpg

Além de percorrer os cerca de 50 stands que constituíram a feira e onde estiveram realçadas as potencialidades de Terras de Bouro, nomeadamente, ao nível agrícola, gastronómico, cultural, social e turístico, todos os que visitaram a feira-mostra puderam assistir a um workshop sobre empreendedorismo, ao festival folclórico com grupos do concelho (Balança e Paradela de Valdosende) e dois vindos de Vila Verde (Valdreu) e Amares (S. Vicente do Bico), à tradicional e muito participada corrida de cavalos, aos concertos musicais do grupo ROCONORTE e do cantor Johnny Abreu, à feira à moda antiga e ainda à realização do tradicional magusto.

DSC_5843gersmartin (2).jpg

DSC_5843gersmartin (3).jpg

DSC_5843gersmartin (4).jpg

DSC_5843gersmartin (5).jpg

DSC_5843gersmartin (6).jpg

DSC_5843gersmartin (7).jpg

DSC_5843gersmartin (8).jpg

DSC_5843gersmartin (9).jpg

DSC_5843gersmartin (10).jpg

DSC_5843gersmartin (11).jpg

 

PONTE DE LIMA GALOPA A CAVALO NA FEIRA DA GOLEGÃ

Feira Nacional do Cavalo da Golegã apresenta a imagem 2017 da XI Feira do Cavalo de Ponte de Lima

A Feira do Cavalo de Ponte de Lima marca presença na 41ª Feira Nacional do Cavalo da Golegã e 18ª Feira Internacional do Cavalo Lusitano, a decorrer na Golegã, até 13 de novembro.

cartaz finalgoleg.jpg

Ao abrigo da parceria estabelecida entre o Município de Ponte de Lima e o Município da Golegã, mais uma vez a apresentação oficial do cartaz da XI Feira do Cavalo de Ponte de Lima, acontece durante a Feira do Cavalo da Golegã.

O cartaz da Feira do Cavalo de Ponte de Lima 2017 está exposto no recinto da Feira da Golegã. A imagem deste ano retrata o cavalo Campeão dos Campeões da X Feira do Cavalo de Ponte de Lima, Baluarte da Brôa, montado por Ricardo Moura Tavares e propriedade da Coudelaria Romão Tavares.

Como pano de fundo uma representação de um dos ex-libris da Vila mais antiga de Portugal, a sua Ponte Romana / Medieval. Sobre ela o tradicional fogo-de-artifício, muito presente nas festas locais, nomeadamente numa das mais importantes e bonitas festas do país, as Feiras Novas.

O cartaz é da autoria da arquiteta Teresa Aroso e fotografia da Lusitano World.

A Feira do Cavalo de Ponte de Lima é organizada pelo Município de Ponte de Lima e a Associação Concelhia das Feiras Novas, contando ainda com a colaboração da Associação Empresarial de Ponte de Lima, Escola Superior Agrária e o Centro Equestre do Vale do Lima.

Com forte predominância desportiva, a Feira do Cavalo organiza provas de Dressage, Equitação de Trabalho, Modelo e Andamento, Admissão de Garanhões, Horseball, Atrelagem, Equitação Adaptada e competições internacionais que valorizam e internacionalizam toda a região.

O programa da Feira incluiu ainda um conjunto de atividades e espetáculos, relacionados com a arte equestre, motivo pelo qual milhares de visitantes rumam a Ponte de Lima, para assistir a este mega evento equestre, sendo em 2017, de 29 de junho a 2 de julho.

CELORICO DE BASTO RECEBE FEIRA DE SANTA CATARINA

Ruas de Celorico de Basto preparam-se para receber a Feira Anual da Sta. Catarina

De 25 a 27 de novembro, Celorico de Basto recebe a Feira Anual de Sta. Catarina, um certame que mistura tradições e cultura e que atrai milhares de pessoas à sede do concelho. Este ano a feira conta com um programa amplo com destaque para o concurso pecuário Concelhio e Regional das raças autóctones. Será ainda desta a II edição do concurso pecuário Inter Escolas Agrícolas na raça Holstien Frísia.

celorrr (2).jpg

“A vila de Celorico de Basto enche-se de tradições e cultura num dos certames de inverno mais característicos da nossa região. Uma feira centenária que realça os nossos usos agrícolas com enfase para o tradicional concurso pecuário das raças autóctones” disse o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, em antevisão à feira. “Este ano serão três dias de feira, com muita atividade e certamente com milhares de pessoas a visitar a sede do concelho para se apetrecharem com as roupas quentes de inverno, para degustarem as castanhas assadas, e as sardinhas, no fundo, para se envolverem nas tradições que marcam a nossa terra e o território” realçou.

Este ano o certame será alvo de divulgação por parte do programa da TVI “Somos Portugal”, no dia 27 de novembro, que procurará mostrar algumas das características inerentes à feira e ao concelho. Neste dia, os visitantes poderão assistir, durante a manhã, ao concurso Pecuário das Raças Autóctones. A tarde contará com uma série de atividades com ênfase para o II concurso Inter Escolas Agrícolas da raça Holstien Frísia e para a chega de bois. Uma prova desportiva, o II Trail dos Moinhos também integra o cartaz de atividades.

Oficialmente o dia da Feira Anual da Sta. Catarina é a 25 de novembro, um dia que, por natureza, é muito atrativo para os visitantes. Neste dia decorre o Corta Mato Escolar que envolve os alunos do Agrupamento de Escolas de Celorico de Basto e os alunos da Escola Profissional de Fermil, Celorico de Basto.

Durante os três dias de feira os presentes poderão, no Mercado Municipal, visitar a exposição Agropecuária, andar a cavalo, visitar a Mostra Educativa e Profissional e muito mais. 

A tradicional feira estará disposta pelo centro de Celorico de Basto com os tradicionais tendeiros de roupa, cobertores, doces, sardinhas, castanhas, alfaias agrícolas, entre outros. A organização do certame é da responsabilidade da Câmara Municipal de Celorico de Basto e conta com o apoio na organização dos concursos pecuários da Casa do Agricultor e da Escola Profissional de Fermil, Celorico de Basto. Outras entidades estão associadas a este certame na organização de diferentes atividades culturais, desportivas e recreativas.

celorrr.jpg

BARCELOS REALIZA FEIRA SEMANAL

Feira semanal realiza-se nos feriados de 1 e 8 de dezembro

Após solicitação da Associação de Feirantes do Distrito do Porto, Douro e Minho e da ACIB, a Câmara Municipal de Barcelos aprovou a realização da feira semanal nos feriados de 1 e 8 de dezembro (quintas-feiras).

Por norma, quando os feriados coincidem com o dia da feira semanal, esta é antecipada para o dia útil imediatamente anterior, ou seja, quarta-feira. Contudo, dadas as dificuldades sentidas neste setor em particular, o Município de Barcelos acedeu ao pedido dos feirantes para que a realização da feira ocorresse, a título excecional, nos dias 1 e 8 de dezembro, possibilitando um maior fluxo de pessoas e de vendas.

VALENCIANOS REVIVEM FEIRA DOS SANTOS

Feira dos Santos em Valença. Festa e Romaria

A freguesia valenciana de Cerdal revive a emblemática Feira dos Santos em 1 e 2 de novembro. A tradição mantém-se há séculos atraindo portugueses e galegos a uma feira onde se vende de tudo.

feiradossantos.jpg

Mais de 400 tendas de vestuário, louças e calçado, as tasquinhas, a vende de gado, de produtos do campo e maquinarias agrícolas, os parques de diversões e uma infinidade de outros atrativos dão corpo a este evento.

A Feira dos Perícos dos Santos

Os Santos dão nome a um fruto de época e único no mundo, os Perícos dos Santos, possível de encontrar apenas em Valença.

Os espaços envolventes à Capela de São Bento reúnem as lavradeiras da região que nesta época vendem, sobretudo, os perícos dos santos (peras pequenas típicas desta região), as castanhas cruas ou cozidas, as nozes, os dióspiros e muitos outros produtos do campo.

Feira das Trocas

Há séculos que a tradição manda que no dia 2 de novembro a Feira dos Santos se transforme na Feira dos Trocas.. Uma tradição antiga de trocar os produtos adquiridos na véspera que por alguma razão não serviam.

Feira Secular

A Feira dos Santos é uma feira / romaria secular e um verdadeiro ponto de encontro galaico-minhoto que cativa, ano após ano, milhares de visitantes. A feira já aparece documentada em 1758 e é um ponto de confluência de povos e onde, por excelência, se sente a alma galaico-minhota.

Feira de Gado e Corridas de Cavalos

Os emblemáticos cavalos garranos, típicos do Noroeste Peninsular, são um dos grandes atrativos desta feira com a mostra dos animais, vindos de toda a região norte de Portugal e do sul da Galiza, a animarem as manhas do dia 1 de novembro. Para além do gado cavalar este setor contará, ainda, com gado bovino e caprino.

As tradicionais corridas de cavalos, em passo travado, decorrerão no dia 1, a partir das 14h00, na Pista das Corridas. Uma oportunidade para os ginetes mostrarem a destreza dos seus cavalos.

As Tasquinhas e as Desgarradas

Nas tasquinhas dos Santos provam-se os vinhos verdes novos da região, assim manda a tradição. Provas acompanhados, por uma infinidade de petiscos, com destaque para os rojões, o caldo verde e as castanhas assadas. As Noites dos Santos são sempre muitos animadas, de 31 de outubro e 1 de novembro, com os cantares ao desafio e as desgarradas a cargo dos tocadores de concertina.

Local: https://www.google.pt/maps/@41.9715739,-8.6360354,100m/data=!3m1!1e3

FEIRA NACIONAL DE AGRICULTURA BIOLÓGICA REALIZA-SE EM LISBOA

Terra Sã Lisboa 2016 – Feira Nacional de Agricultura Biológica - Alimentação Saudável e Sustentável, 3 e 4 de dezembro, Pátio da Galé 

A Terra Sã – Feira Nacional de Agricultura biológica – está de volta à cidade de Lisboa, mais uma vez em época natalícia e no centro da cidade, tendo lugar nos dias 3 e 4 de dezembro no Pátio da Galé, no Terreiro do Paço. A feira, que acontece desde 1988, tem vindo a crescer desde então, ganhando novas formas em novos espaços.

cartazatualizadossemlogos (2).jpeg

O Tema da feira será a Alimentação saudável e sustentável e contará com a presença das maiores marcas de agricultura, alimentação e cosmética biológica do mercado, com as diferentes quintas biológicas do país assim como as principais organizações ambientais de Portugal. Convidados para a abertura da feira estão o Ministro da Agricultura, das Florestas e Desenvolvimento Rural Luís Capoulas Santos, Duarte Cordeiro, Vice-Presidente da Câmara de Lisboa, Duarte Cordeiro, Hélder Muteia, representante da FAO em Portugal e a madrinha da Agrobio, a atriz Joana Seixas.

Na sexta-feira anterior à feira, dia 2 de Dezembro, nos Paços do Concelho, na Sala do Arquivo, vai ter lugar a Conferência + Bio “O Futuro da Agricultura Biológica”. Esta vai contar com diferentes especialistas na área da economia e da agricultura biológica que desenharão as perspetivas do setor para os próximos tempos. A participação na Conferência + Bio é gratuita.

No fim-de-semana de 3 e 4 de dezembro, a Terra Sã – Feira Nacional de Agricultura Biológica, vai marcar o compasso do centro da cidade de Lisboa, no terreiro do Paço. Do lado de fora, fora o cheiro a Castanhas biológicas assadas vai certamente atrair os visitantes e dentro do espaço glamouroso do Pátio da Galé cheiros, sabores, palestras diversas e workshops vão animar o fim-de-semana + Bio da Capital.

Na Terra Sã terá Show Cookings, Oficinas diversas e no primeiro dia o destaque para a alimentação infantil e para os riscos associados à alimentação convencional. Como é dia de festa, haverá espaço para dançar com a oficina de Danças Europeias com o André Cid Lauret. No segundo dia, em destaque estará a estratégia nacional para a Agricultura Biológica, o solo e a proteção da nossa saúde através da natureza com as oficinas de fitoterapia e farmácia Bio.

Terra Sã – Feira Nacional de Agricultura Biológica – 3 e 4 de dezembro no Pátio da Galé. A entrada é gratuita, graúdos e crianças são bem-vindos.

MINHOTOS CANTAM E DANÇAM NA FEIRA SALOIA DAS MERCÊS NO CONCELHO DE SINTRA

Já abriu no concelho de Sintra a Feiras das Mercês, considerada uma das mais emblemáticas feiras tradicionais da região saloia. E, consequência da fixação de gentes minhotas naquela localidade, o Rancho Folclórico “As Florinhas” do Alto Minho, sediado na Algueirão, vai amanhã dançar a chula e o vira na feira tipicamente saloia.

A Feira das Mercês está a recuperar a sua autenticidade e a grandeza que durante muito tempo fez dela a mais típica das feiras saloias do concelho de Sintra e de toda a região à volta de Lisboa. Após anos consecutivos de descaraterização e de ocorrências que chegaram a obrigar a sua suspensão, eis que a Feira das Mercês renasce nos moldes que sempre a caraterizaram ou seja, uma feira rural onde os agricultores da região saloia se divertem e vendem os primeiros frutos das suas colheitas de outono. E, como não podia deixar de acontecer, uma romaria à pequena mas graciosa capelinha de Nossa Senhora das Mercês, integrada no espaço patrimonial da quinta pertencente aos atuais marqueses de Pombal.

Feira das Mercês 007.JPG

As moças já não se “derretem” a ver os rapazes passar junto ao famoso muro do derrete e os frequentadores já são sobretudo os habitantes das novas urbanizações do concelho de Sintra, gente com as mais diversas origens. Saloios de verdade, nem vê-los!

Cabe aos componentes dos grupos folclóricos conferirem o ambiente típico de outros tempos, com os seus quadros etnográficos e a música solta dos acordeões. Mas, nas tasquinhas, não falta o vinho e a água-pé, o leitão assado, a carne de porco às Mercês e a famosa pera parda. E ainda as tendas onde se vende o feijão e o grão, os queijos e as castanhas e ainda as grandes barracas de comes e bebes.

Como manda a tradição, a componente religiosa também foi cumprida com a realização da procissão de Nossa Senhora das Mercês cujo culto se invoca numa pequena capelinha situada dentro dos limites da quinta da “Casa Pombal”, a qual pertenceu aos marqueses de Pombal, espaço que conjuntamente com o solar encontra-se atualmente em estado de completa ruína.

Feira das Mercês 027.JPG

Situada nos limites das freguesias de Rio de Mouro e de Algueirão-Mem Martins, crê-se que a tradicional Feira das Mercês remonte ao tempo da dominação moçárabe, à época utilizada como um mercado de escravas. Nesse local, terá existido uma espécie de gruta que, transformada mais tarde em ermida, passou a acolher os devotos à Senhora das Mercês.

Como manda a tradição, a componente religiosa também foi cumprida com a realização da procissão de Nossa Senhora das Mercês cujo culto se invoca numa pequena capelinha situada dentro dos limites da quinta da “Casa Pombal”, a qual pertenceu aos marqueses de Pombal, espaço que conjuntamente com o solar encontra-se atualmente em estado de completa ruína.

Feira das Mercês 022.JPG

Situada nos limites das freguesias de Rio de Mouro e de Algueirão-Mem Martins, crê-se que a tradicional Feira das Mercês remonte ao tempo da dominação moçárabe, à época utilizada como um mercado de escravas. Nesse local, terá existido uma espécie de gruta que, transformada mais tarde em ermida, passou a acolher os devotos à Senhora das Mercês.

Para além da magnífica vista panorâmica que do local se disfruta para a serra de Sintra, a Feira das Mercês era também conhecida pela algazarra das suas gentes e os pregões, o colorido dos trajes das saloias e o aspeto patusco dos homens, ambiente excelentemente retratado pelo caricaturista e aguarelista Leal da Câmara cuja habitação, atualmente transformada em casa-museu, se situa paredes meias com o recinto da feira. Lembramos, a propósito, que Leal da Câmara foi contemporâneo do caricaturista limiano Sebastião de Sousa Sanhudo com quem aliás colaborou.

E, para completar essa aguarela tão característica dos usos e costumes das gentes da região saloia, recortamos o namoro pitoresco das moçoilas que, “trajadas com as suas melhores vestes se sentavam e esperavam pacientemente que algum dos rapazes vestidos de jaleca parasse e lhes piscasse o olho e assim declarasse o seu amor”. O local ficou para sempre conhecido como o “Muro do Derrete” e está consagrado na toponímia!

Feira das Mercês 005.JPG

Feira das Mercês 006.JPG

 

Feira das Mercês 010.JPG

Feira das Mercês 011.JPG

Feira das Mercês 014.JPG

Feira das Mercês 017.JPG

Feira das Mercês 024.JPG

Feira das Mercês 026.JPG

Feira das Mercês 028.JPG

Feira das Mercês 029.JPG

Feira das Mercês 031.JPG

GERÊS REALIZA FEIRA DE S. MARTINHO

XVI Feira-Mostra de “S. Martinho nas Terras do Gerês” decorre nos dias 11, 12 e 13 de novembro

O Município de Terras de Bouro prepara-se para realizar a XVI edição da Feira-mostra de “S. Martinho nas Terras do Gerês”. Este evento, que visa promover e preservar os mais variados produtos turísticos e artesanais do concelho de Terras de Bouro, tem o início marcado para o dia 11 de novembro e decorrerá até ao dia 13 do mesmo mês na sede do concelho.

As inscrições para a participação na XVI Feira-Mostra decorrem até ao dia 19 de outubro sendo realizadas através do preenchimento da respetiva ficha de inscrição e enviada para o município de Terras de Bouro.

Para mais informações deverá consultar o regulamento e a ficha de inscrição disponíveis na página eletrónica do município, (http://www.cm-terrasdebouro.pt/) ou contactar o Gabinete de Cultura e Comunicação do Município de Terras de Bouro.

PONTE DE LIMA PARTICIPA NA RURALBEJA

Município de Ponte de Lima participa na RURALBEJA 2016 de 6, 7, 8 e 9 de outubro

MOSTRA DE VINHOS E PRODUTOS REGIONAIS DO CONCELHO DE PONTE DE LIMA”, é com este slogan que Ponte de Lima participa num dos maiores eventos de promoção de produtos endógenos, a decorrer em Beja de 6 a 9 de outubro, a RURALBEJA 2016.

PTLIMA _RURALBEJA.JPG

A RuralBeja, tal como em edições anteriores, continua a apostar na divulgação da ruralidade, através da forte ligação dos vinhos à gastronomia tradicional e ao turismo, onde irão merecer especial atenção o SALÃO DO CAVALO LUSITANO, a FESTA BRAVA, a CANIBEJA e O CANTE ALENTEJANO.

A Feira RuralBeja inclui também mais uma edição da VINIPAX, que teve início em 2007 e atualmente é considerada, pelos especialistas a maior feira de vinhos que se realiza no Sul de Portugal. Nesta Mostra de Vinhos poderão ser degustados os melhores vinhos de algumas das mais emblemáticas regiões vitivinícolas portuguesas.

VILA PRAIA DE ÂNCORA REALIZA FEIRA AGRICOLA E DOS PRODUTOS TRADICIONAIS

Agricultura está em destaque de 23 a 25 de setembro, em Vila Praia de Âncora

A Feira Agrícola e dos Produtos Tradicionais arranca sexta-feira, dia 23 de setembro, em Vila Praia de Âncora. Até domingo, a agricultura vai estar em destaque na vila. Esta edição conta com uma programação rica e diversificada com destaque para o DESAFIOS – Encontro Nacional de Tocadores de Concertina e Cantadores ao Desafio, que preencherá a tarde de domingo e é organizado pela Inatel e Município de Caminha. A abertura está agendada para as 18 horas.

Este certame promovido pelo Município de Caminha visa a divulgação e promoção da agricultura, bem como a comercialização dos seus produtos. Pretende ainda servir de incentivo à instalação de Jovens Agricultores com projetos inovadores e permitir o debate de questões ligadas ao setor primário, integrando parceiros e instituições ligados à atividade agrícola.

A organização está a ultimar os preparativos para que esta edição seja mais uma aposta ganha. Para além do DESAFIOS, são muitas as propostas para usufruir durante os três dias: workshops de culinária, sessões temáticas sobre plantas silvestres, mostra de produtos e artesanato tradicionais, passeios de burro e animação com grupos de música tradicional.Os mais novos também não foram esquecidos. O Município preparou worshops infantis “A minha horta” e “a viagem da sementinha” como entretenimento para os mais novos enquanto os pais visitam a Feira Agrícola e dos Produtos Tradicionais.

Na sexta-feira dia 23, a feira abre às 18 horas, com animação de rua com a atuação de um grupo de bombos e termina com a atuação do Grupo de Danças e Cantares Genuínos da Serra d’Arga no palco do Parque Dr. Ramos Pereira.

No sábado, a Feira começa cedo ao som do grupo de bombos a que se segue o Workshop “Aromáticas Vivas” - Preparação e degustação de bebidas com plantas aromáticas. A tarde vai ser preenchida com o Grupo de Bombos, o Workshop sobre plantas silvestres comestíveis e sua aplicação na culinária “Plantas com Sabor” ; a atuação do Grupo de Cantares de Orbacém e o Workshop de culinária “Sabores da Floresta”. A noite termina com o Baile Tradicional com a atuação da Academia de Dança e Música Tradicional de Caminha.

No domingo, o destaque vai para o DESAFIOS – Encontro Nacional de Tocadores de Concertina e Cantadores ao Desafio, que vai juntar tocadores de concertina e cantadores ao desafio oriundos de todo o país num verdadeiro espírito de Romaria Alto Minhota. No entanto, a manhã será ocupada com a Prova de mel e broa comentada e o Workshop de culinária “Lanhelas à mesa”.

PONTE DE LIMA PARTICIPA NA FEIRA AGRÍCOLA DO NORTE

Município de Ponte de Lima presente na AgroSemana – Feira Agrícola do Norte

Promover as potencialidades do sector agropecuário do concelho de Ponte de Lima, apostando na valorização do agroturismo e do seu património natural e rural, marcaram a presença de Ponte de Lima em mais uma edição da AgroSemana – Feira Agrícola do Norte, que decorreu de 1 a 4 de setembro, no espaço Agros na Póvoa de Varzim.

IMG_0619 (Small).JPG

Considerado como um evento de constante e sustentado crescimento e de referência no Norte de Portugal, esta 4ª edição da AgroSemana, impulsionou, confirmou e valorizou o setor Agropecuário e Cooperativo Nacional, visando também promover o consumo e os benefícios do leite, a nossa matéria-prima de excelência.

O Município de Ponte de Lima participou em parceria com a Coopalima – Cooperativa Agrícola de Agricultores do Vale do Lima, com um espaço próprio, no qual promoveram vários produtos do sector agropecuário do concelho de Ponte de Lima.

Dirigida às Cooperativas Associadas e aos Produtores de Leite Agros, o evento para além de valorizar o Setor Agropecuário e Cooperativo Nacional, divulgou o leque acrescido de produtos e serviços das Empresas do Grupo Agros, que desde 2013 apostou neste evento.

IMG_0613 (Small).JPG

FAMALICÃO: GONDIFELOS CUMPRE TRADIÇÃO DA FEIRA DAS CEBOLAS

Evento decorre este fim-de-semana, no parque de campismo da freguesia

Em Vila Nova de Famalicão, o último fim-de-semana do mês de agosto é sinónimo de tradição, com a realização da secular Feira das Cebolas. A iniciativa, que é já um marco na história de Gondifelos, decorre este domingo, 28 de agosto, no parque de campismo da freguesia.

 

Feira das Cebolas.jpg

A feira, que em tempos foi o ponto de encontro dos agricultores e produtores de cebolas do concelho para comercializar o produto e estabelecer os preços a praticar nesse ano, mantém a tradição bem firme e conta ainda hoje com a presença de perto de duas dezenas de produtores, muitos deles oriundos de concelhos vizinhos, como é o caso de Barcelos, Vila do Conde e Póvoa de Varzim.  

De resto, refira-se que associada à Feira das Cebolas está também a organização da 35.ª edição do Festival de Folclore e da mostra associativa de Gondifelos, que promete dar a conhecer o trabalho e atividade do tecido associativo da freguesia, já a partir deste sábado, dia 27.

Do programa de animação do certame, organizado pela Junta de Freguesia em parceria com a Câmara Municipal, destaque para a realização, no sábado, de um concurso de talentos e jogos tradicionais e ainda para a atuação de grupos musicais e dj’s. No domingo, destaque para a realização de uma prova de atletismo e de uma oficina de cebolas destinada aos mais novos.

PROGRAMA

Sábado | 27 de agosto

14h30  Abertura da Mostra Associativa

15h00  Jogos Tradicionais (CNE)

15h30  BTTascas

16h00  Gincana de Tratores

21h00  Talentos da Terra

23h00  Atuação do Grupo Musical “L & M Trio”

01h00 “ Cebolinhas ai ai “ (Noite com Dj´s)

Domingo | 28 de agosto

08h00  Abertura da Feira Anual das Cebolas

09h30  Prova de Atletismo

11h00  Oficina de Cebolas ensinar aos mais novos como se encavam as cebolas

14h30  Desfile com cabos de cebolas e ranchos folclóricos

15h00  35º Festival de Folclore:

Rancho Folclórico A.C. Gondifelos

Rancho dos Camponeses da Carregueira

Rancho Folclórico Maria da Fonte

Rancho Folclórico de A Ver-o-Mar

Rancho Folclórico da Casa do Povo Lomar 

HÁ “HISTÓRIAS MATINAIS” NA FEIRA DO LIVRO DE PONTE DE LIMA

As histórias não têm hora certa, pois todos os momentos convidam à leitura. Nesse sentido, a Feira do Livro propõe para a manhã de sábado, 23 de julho, a dramatização de Os sete cabritinhos, obra de Tareixa Alonso inspirada na versão clássica dos irmãos Grimm, mas dotada de nova roupagem na escrita e na ilustração.

histórias_matinais (Small).jpg

Inserido na atividade Histórias Matinais – agendada para as 11h00, no recinto da Expolima - o renovado conto tradicional incluirá, além da narrativa teatralizada sobre as aventuras e desventuras de sete cabritinhos que enfrentam a ameaça de um lobo feroz, um ateliê criativo para maior envolvimento do público infantil.

Visite a Feira do Livro de Ponte de Lima e divirta-se em família.

Esperamos por si!

FEIRA DO LIVRO DE PONTE DE LIMA DESTACA O LIVRO "BELEZA NATURAL" DE MARIA DO CÉU PAINHAS

Beleza natural, de Maria do Céu Painhas em destaque na Feira do Livro de Ponte de Lima – 23 de julho – 19h00

A obra Beleza natural: cosméticos e tratamentos feitos em casa para todas as idades, da autoria de Maria do Céu Painhas, vai ser lançada no próximo sábado, 23 de Julho, pelas 19h00, na Feira do Livro de Ponte de Lima.

beleza_natural (Small).jpg

Com apresentação de José Aníbal Marinho, o livro - sustentado no poder curativo e regenerador da natureza - ensina a preparar máscaras caseiras para o cabelo, rosto e corpo, disponibiliza um conjunto de tratamentos específicos para combater a celulite, a flacidez, a desidratação da pele, as rugas, o acne e as indesejadas manchas cutâneas, propõe diversos óleos, infusões, peelings e esfoliantes terapêuticos naturais, prescreve um plano de exercícios e introduz práticas de meditação, entre outras sugestões fundamentais para o bem-estar físico e mental do público em geral.

Visite a Feira do Livro e veja o que a natureza pode fazer por si e pela sua saúde!

Sobre a autora:

Doutorada em Ergonomia e Educação, Maria do Céu Painhas, de 49 anos, dedica grande parte do seu tempo à observação da natureza, tendo-se especializado na utilização de técnicas e de produtos naturais na área da cosmética e do bem-estar.

FEIRA DO LIVRO DE PONTE DE LIMA TEM PIQUENIQUE COM HISTÓRIAS

Feira do Livro de Ponte de Lima propõe Piquenique com Histórias

Imagine uma toalha estendida sobre a relva num belo dia de Verão com histórias para sustento da alma e alimentos para retempero do corpo.

piquenique_com_histórias (Small).jpg

É essa a proposta da XXI Feira do Livro que lança na sexta-feira, 22 de julho, pelas 11h00, Piquenique com Histórias, iniciativa que pretende dar a conhecer ao público infantil três obras de Luísa Ducla Soares num contexto diferente, descontraído e festivo. Enquanto ouvem as histórias cantadas, ou no final da atividade, as crianças poderão saborear o lanche.

Inscreva-se neste piquenique especial e usufrua de momentos únicos.

FEIRA DO LIVRO DE PONTE DE LIMA TEM A MAGIA DA CINDERELA

Feira do Livro de Ponte de Lima lança Palco de Contos com Cinderela

A clássica e intemporal história de Cinderela é a protagonista de Palco de Contos, atividade dirigida ao público infantil com início marcado para as 18h30 de sexta-feira, 22 de julho.

palco_de_contos (Small).jpg

Num cenário montado para o efeito, o emblemático conto sobre o percurso de uma menina órfã, que subjugada e desprezada pela madrasta e respetivas filhas, supera vários constrangimentos e recupera a alegria de viver, graças ao amor verdadeiro de um Príncipe encantado, promete fazer as delícias das crianças que acorrerem ao recinto da Feira do Livro, na Expolima.

Divirta-se em família e venha viver a magia da história de Cinderela.

PONTE DE LIMA INAUGURA FEIRA DE CAÇA, PESCA E LAZER

Secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural Preside à Inauguração Oficial – 15 de julho – 18 horas

No âmbito da Feira de Caça, Pesca e Lazer agendada para este fim-de-semana na Expolima, em Ponte de Lima, realiza-se o 1º ciclo de conferências “Respect – Eu Sou Caçador”.

A ação promovida pelo Club de Monteiros CazaGalega em parceria com a Asoción de Clubes e Caza Maior da Galiza e um grupo de profissionais de Enfermagem do Porto, decorre na Expolima, no sábado, 16 de julho, a partir das 11 horas.

Ser caçador nos dias de hoje envolve grandes responsabilidades e, neste contexto, a organização deste I Ciclo de Conferências pretende reforçar este papel junto dos caçadores e da sociedade em geral, abordando os temas “Segurança na Caça Maior” e “Acidentes na Caça e no Monte – Como atuar”.

A temática “Segurança na Caça Maior” será apresentado por Francisco Chan Méndez da Asoción de Clubes e Cazadores de Caza Maior da Galiza. Esta conferência visa transmitir de viva voz um conjunto de práticas já comuns na vizinha Espanha, nomeadamente o uso de roupas de grande visibilidade, o transporte em segurança das armas e a sinalização da zona de montaria, tendo contribuído para a diminuição significativa de acidentes.

A conferência sobre “Acidentes na Caça e no Monte – Como atuar”, pretende elucidar sobre o que fazer e não fazer numa situação de ansiedade provocada pelo acidente.

No período da tarde, a partir das 16 horas realiza-se outra conferência sobre “Gestão Cinegética em Território Nacional da Rede de Paisagem Protegidas” numa iniciativa coordenada pela FENCAÇA – Federação Portuguesa de Caça, tendo como moderador o vice-presidente da FENCAÇA, Galinha Barreto.

Confira o programa desta conferência:

Helena Rio Maior – Investigadora do CIBIO/InBIO

David Rodrigues - Professor de Ciências Florestais e Recursos Naturais, da Escola Superior Agrária de Coimbra.

David Gonçalves - Professor Auxiliar do Departamento de Biologia da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto; Investigador do CIBIO/InBIO. Licenciado em Biologia, Mestre em Ciência e Sistemas de Informação Geográfica e Doutorado em Biologia pela Faculdade de Ciências da Universidade do Porto.

Armando Loureiro – Diretor do Departamento da Conservação da Natureza e Florestas do Norte.

Jacinto Amaro- Presidente da Fencaça.

Recordamos que o Secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, Amândio Torres, preside à abertura oficial da 8ª Feira de Caça, Pesca e Lazer, na próxima sexta-feira, 15 de julho, às 18 horas, na Expolima.

PAREDES DE COURA: FEIRA DE PADORNELO INCLUI CONCURSO DE PECUÁRIA

Regulamento do II Concurso Pecuário da Feira de Padornelo

Artigo 1.º – Este concurso é organizado pela Associação Cultural Recreativa e Desportiva de Padornelo, Paredes de Coura, em parceria com a Junta de Freguesia de Padornelo. Realizar-se-á no Largo da Feira, freguesia de Padornelo, concelho de Paredes de Coura, no dia 23 de junho de 2015, pelas 09h00, sob a orientação e regulamentação das entidades organizadoras.

Artigo 2.º – Este concurso tem como objetivo promover as raças Barrosã, Cachena e Minhota.

Artigo 3.º – A participação é reservada exclusivamente aos produtores de Paredes de Coura.

Artigo 4.º – Os animais admitidos a concurso têm que estar inscritos no Livro Genealógico da Raça.

Artigo 5.º – A inscrição será efetuada das 9h às 10h no dia 23 de junho, no local do concurso.

Artigo 6.º – O transporte dos animais é da responsabilidade dos produtores proprietários.

Artigo 7.º – A disposição e limpeza do espaço onde decorrerá o concurso é da responsabilidade das entidades organizadoras.

Artigo 8.º – O júri de admissão e de classificação será constituído por pessoas competentes, oficialmente nomeadas pelas entidades organizadoras. A elas compete observar os animais e respetiva documentação, recusando o direito de concorrer aos que não estejam acompanhados dos Boletins Sanitários ou do Passaporte e documento de inscrição no Livro Genealógico.

Artigo 9.º – O Concurso abrange as secções apresentadas no Cartaz em anexo.

Artigo 10.º – A idade dos animais é fixado a partir da inscrição do animal no Livro Genealógico.

Artigo 11.º – Se os animais concorrentes não forem considerados dignos de prémios, poderão estes deixar de ser concedidos, seja qual for a secção a que pertençam.

Artigo 12.º – Não haverá recurso das decisões do júri.

Artigo 13.º – Os prémios atribuídos estão definidos no Cartaz em anexo.

Artigo 14.º – As entidades organizadoras do concurso não se responsabilizam por qualquer acidente que possa ocorrer durante o mesmo.

Feira de Padornelo 2016.jpg

II Concurso Pecuario 2016.jpg

FEIRA INTERNACIONAL DE ARTESANATO TERMINA AMANHÃ EM LISBOA

Termina amanhã em Lisboa mais uma edição da Feira Internacional de Artesanato, considerada a maior festa intercultural na Península Ibérica e a segunda maior da Europa. A iniciativa é organizada pela Fundação AIP, com o apoio do IEFP, e contou com o Alto Patrocínio do Presidente da República.

FIA2016 045 (1).JPG

Ao longo da sua história, este evento tem promovido todas as regiões e suas culturas, mobilizando as especificidades locais em prol do desenvolvimento nacional e crescimento económico.

A 29ª edição da FIA Lisboa 2016 contou com um vasto programa que incluiu exposições temáticas, prémios e concursos, ateliers, workshops, atuações musicais, jogos tradicionais e conferências. A Feira Internacional de Artesanato assume-se como uma plataforma de excelência para a promoção do desenvolvimento regional e das culturas locais por via do artesanato, da gastronomia, das atividades culturais e turísticas, do património e recursos naturais e fontes de sustentabilidade da economia local, tendo aperfeiçoado, ao longo dos seus 28 anos de história, a simbiose entre economia e cultura, tradição e inovação.

A FIA trouxe à capital, durante 9 dias, profissionais e apreciadores dos ofícios artesanais, artes e design, agentes da área da gastronomia tradicional, bem como interessados no artesanato enquanto manifestação cultural.

Em destaque, estiveram novas áreas de exposição como o Espaço Design Nacional by LxD – Lisboa Design Show, que irá promover peças de joalharia, vestuário, calçado, mobiliário, entre outros, de origem nacional e também terá o Espaço Mixmarket, dirigido ao sector multiproduto e de origem não étnica.

Contou ainda com a Semana da Gastronomia Tradicional que registou o dobro dos participantes em relação ao ano anterior, destacando-se o atractivo turístico-cultural da gastronomia e vinhos de Portugal e integrando o 3º Festival de Carnes Portuguesas Certificadas (DOP) e a 2ªedição do Mercado da Cerveja Artesanal.

FIA2016 033 (2).JPG

FIA2016 016 (2).JPG

FIA2016 004.JPG

FIA2016 003.JPG

FIA2016 001.JPG

FIA2016 190.JPG

FIA2016 037 (2).JPG

FIA2016 120 (1).JPG

FEIRA DO LIVRO DE BARCELOS COMEMORA CENTENÁRIO DO NASCIMENTO DE VERGÍLIO FERREIRA

De 1 a 10 de julho na Avenida da Liberdade, Largo da Porta Nova e Campo 5 de Outubro

O mês de julho principia com a abertura da 34 edição da Feira do Livro de Barcelos. Uma panóplia de escritores, propostas culturais e literárias, animação, concertos e atividades infanto-juvenis marcarão presença na Avenida da Liberdade, Largo da Porta Nova e Campo 5 de Outubro de 1 a 10 de julho.

São mais de 70 editoras espalhadas por cerca de 20 expositores que se apresentam nesta edição, ano em que se comemora o centésimo aniversário do nascimento de Vergílio Ferreira.

A 34ª edição da Feira do Livro de Barcelos decidiu homenagear o escritor transmontano e lembrar a sua obra, numa tertúlia com Cândido Martins, professor de Literatura da Universidade do Minho, no dia 6 de julho, às 21h30. Mas as novidades não ficam por aqui. Pedro Chagas Freitas, o autor português do momento, apresenta o seu livro “Prometo Perder”, no dia 9, às 21h30.

A Feira do Livro de Barcelos dispensa apresentações e, como já é hábito, nela estarão presentes editoras, distribuidoras e livrarias, dispostas em diversos stands que se encontrarão colocados entre a Avenida da Liberdade, Campo 5 de Outubro e Largo da Porta Nova. Este ano a Feira do Livro abre às 17h00 e encerra às 24h00, mas estará aberta às quintas-feiras a partir das 11h00.

A abertura do evento acontecerá a 1 de julho, pelas 17h00, e contará com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes.

A Capoeira - Companhia de Teatro de Barcelos - dará início à programação de 10 dias repletos de apresentações e lançamentos literários, homenagens a Manuel António Pina e Manuel Alegre, tertúlias, conversas, conferências, espetáculos musicais e teatrais, inaugurações e animações de rua.

Os mais novos têm também o seu espaço reservado.  De 1 a 10 de julho, as crianças e os jovens podem contar com diversas sessões de contos, ateliês, apresentação de livros, oficinas, espetáculos musicais e teatrais, artes performativas e, de forma permanente, encontrarão atividades como o cantinho da leitura, jogos didáticos, mural de pintura e desenhos para colorir.

GRUPO FOLCLÓRICO VERDE MINHO CANTA E DANÇA NA FEIRA INTERNACIONAL DE ARTESANATO EM LISBOA

O Grupo Folclórico Verde Minho levou ontem à Feira Internacional de Lisboa o colorido e a alegria das gentes minhotas, representando os usos e costumes da nossa região.

O folclore minhoto atraiu numeroso público que não regateou os aplausos e vibrou com as mais alegres rapsódias do nosso folclore, cantadas e bailadas como só as gentes do Minho sabem, contagiando com a sua jovialidade e simpatia todos os espetadores no pavilhão dedicado à gastronomia portuguesa. Uma vez mais, o Grupo Folclórico Verde Minho representou condignamente o Minho num certame de prestígio internacional.

13439117_1124779930899008_6986125725994747290_n.jpg

De 25 de Junho a 3 de Julho a FIL, Fundação AIP, organiza a Feira Internacional de Artesanato e, pelo primeiro ano, conta com o Alto Patrocínio do Presidente da República. A maior festa intercultural na Península Ibérica e a segunda maior da Europa, organizada pela Fundação AIP com o apoio do IEFP, e que durante a sua história tem promovido todas as regiões e suas culturas, mobilizando as especificidades locais em prol do desenvolvimento nacional e crescimento económico, congratula-se com este acto de relevante simbolismo que, mais do que incentivar, responsabiliza a organização da FIA na continuação de um trabalho em que as tradições e o futuro crescem lado a lado.

A 29ª edição da FIA Lisboa 2016 tem, como é habitual, um vasto programa em que constam exposições temáticas, prémios e concursos, ateliers, workshops, actuações musicais, jogos tradicionais e conferências. A FIA Lisboa 2016 assume-se como uma plataforma de excelência para a promoção do desenvolvimento regional e das culturas locais por via do artesanato, da gastronomia, das actividades culturais e turísticas, do património e recursos naturais e fontes de sustentabilidade da economia local, tendo aperfeiçoado, ao longo dos seus 28 anos de história, a simbiose entre economia e cultura, tradição e inovação.

A FIA traz à capital, durante 9 dias, profissionais e apreciadores dos ofícios artesanais, artes e design, agentes da área da gastronomia tradicional, bem como interessados no artesanato enquanto manifestação cultural. Como tal, a FIA Lisboa 2016 regressa à FIL com novidades. Em destaque estarão novas áreas de exposição como o Espaço Design Nacional by LxD – Lisboa Design Show, que irá promover peças de joalharia, vestuário, calçado, mobiliário, entre outros, de origem nacional e também terá o Espaço Mixmarket, dirigido ao sector multiproduto e de origem não étnica.

Por mais um ano consecutivo FIA Lisboa 2016 conta com a Semana da Gastronomia Tradicional, que salienta o atractivo turístico-cultural da gastronomia e vinhos de Portugal e que integra o 3º Festival de Carnes Portuguesas Certificadas (DOP) e a 2ªedição do Mercado da Cerveja Artesanal.

Fotos: Manuel Santos

13494888_1124779494232385_4272125368796106949_n.jpg

13494888_1124779664232368_8917256253637848218_n.jpg

13495035_1124780054232329_1555652609978962180_n.jpg

13510775_1124778734232461_395098321546665593_n.jpg

13524429_1124779557565712_6129898953888999873_n.jpg

13528703_1124779470899054_2801605618699440729_n.jpg

13537668_1124779810899020_886351377971248043_n.jpg

13537710_1124780017565666_984247598947749098_n.jpg

PONTE DE LIMA REALIZA FEIRA DA CAÇA, PESCA E LAZER

VIII Feira da Caça, Pesca e Lazer de Ponte de Lima. 15 a 17 de julho

A VIII Feira de Caça, Pesca e Lazer, inserida no projeto Ponte de Lima ConVida, decorrerá na Expolima entre os dias 15 e 17 de julho. Este evento resulta de uma parceria entre a Câmara Municipal de Ponte de Lima e a Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural de Ponte de Lima, a qual visa divulgar e potenciar todas as atividades ligadas ao setor da Caça, Pesca e Lazer.

CPL_MEL_2016_feira de Caça_2016 (Small).jpg

O Troféu de Santo Humberto de Ponte de Lima é uma das atividades incluídas na programação da Feira de Caça, Pesca e Lazer, que conta já com sete edições bem-sucedidas. Inseridos no programa da Feira da Caça, Pesca e Lazer e dignos de tal estão inseridos diversos concursos, nomeadamente o Concurso de Mel de Ponte de Lima e do Alto Minho, o Concurso Canino de Beleza e o Concurso de Beldades Caninas.

No decorrer deste evento poder-se-á apreciar outras atividades como o Desfile de Carros Clássicos; um Passeio de BTT; demonstrações de Aves, de Pesca, de Cães de Parar, de Disc Dogs e de demonstrações de Obediência; e demonstrações de Ordem Pública, Busca e Salvamento, a cargo da realizada pela Polícia de Segurança Pública – PSP.

Paralelamente, decorrerá no recinto da Feira, deportos de aventura, nomeadamente, tiro ao alvo, air bungee, paredes de escalada.

Pela dinâmica envolvida na Feira da Caça, Pesca e Lazer, há inúmeras empresas e associações dos vários setores que dão mote ao evento, designadamente, Caça, Pesca, Apicultura, Desporto e Lazer, visando a divulgação e promoção dos produtos e serviços disponíveis e dos recursos naturais de excelência que o concelho dispõe.

David Fonseca, com o mais recente álbum “Futuro Eu” é o cabeça de cartaz do concerto agendado para o sábado, 15 de julho, às 22 horas. Com entrada livre e parque de estacionamento gratuito a VIII edição da Feira de Caça, Pesca e Lazer de Ponte de Lima promete superar as expetativas.

plcacalazerpesca16.jpg

PONTE DE LIMA REALIZA FEIRA DO CAVALO

Campeão da raça lusitana em Ponte de Lima - Baluarte da Brôa - Campeão dos Campões

Baluarte da Brôa – Puro-sangue lusitano, propriedade da Coudelaria Romão Tavares, é o Campeão dos Campeões da X Feira do Cavalo de Ponte de Lima, que integrou um conjunto de competições, nomeadamente a Taça de Portugal de Portugal de Dressage; Jornada do Campeonato Nacional de Equitação de Trabalho e um Derby de atrelagem para jovens condutores, prova que registou um forte apreço por parte do publico que no domingo à tarde visitou a feira.

FCavalo.JPG

 Considerado um produto de excelência do sector primário, o Cavalo Lusitano é uma marca de prestígio e um embaixador de Portugal pelo mundo.

Ponte de Lima é cada vez mais um Destino Equestre Internacional. Em nove anos da aposta em eventos desportivos equestres, organizou cerca de 50 eventos desportivos, sendo vários de cariz internacional. Desta forma, Ponte de Lima apostou num projeto de qualidade com a missão de promover e dinamizar as modalidades equestres e em simultâneo estimular o desenvolvimento social e económico de toda a região.

De acordo com a organização, quer a nível desportivo, cultural e económico todos os objetivos propostos foram alcançados. Mais uma vez se registou a satisfação de atletas e criadores na estrutura deste certame. As coudelarias garantiram a sua presença na próxima edição, face ao sucesso, ao rigor da organização e à efetiva promoção do Cavalo Lusitano, sendo de registar esta fidelização de Coudelarias/Criadores e expositores que desde a 1ª edição participam no evento.

Promotora da região e do país trata-se duma alavanca fundamental para a dinamização turística, a Feira do Cavalo de Ponte de Lima preserva a tradição e a identidade cultural, sendo a Gala de Abertura o exemplo de um espetáculo equestre único, que em harmonia apresenta a arte equestre, os sons tradicionais, o folclore, o fado, o canto lírico e bailado contemporâneo.

IMG_7331 (Small).JPG

IMG_9312 (Small).JPG

MINHO LEVA À FEIRA INTERNACIONAL DE ARTESANATO A MELHOR CRIAÇÃO DOS SEUS ARTESÃOS

O Minho é a região melhor representada na Feira Internacional de Artesanato que hoje abriu as suas portas no Parque das Nações, em Lisboa. De Barcelos veio mais de uma dezena de participantes que mostraram a sua enorme criatividade e fizeram jus a uma tradição que tem no lendário galo o seu ex-líbris e na personalidade da ceramista Rosa Ramalho o maior vulto da arte de modelar e dar vida ao barro.

FIA2016 033.JPG

Mas o Minho encontra-se também condignamente representado por artistas provenientes de Braga, Viana do Castelo, Póvoa de Lanhoso, Ponte de Lima e, como não podia deixar de acontecer, Vila Verde e a sua marca “Namorar Portugal” que já ultrapassou as fronteiras.

À entrada do principal pavilhão, o Galo de Barcelos dá as boas-vindas aos visitantes. E, durante os vários dias em que decorre o certame, até ao dia 3 de julho, a Feira Internacional de Artesanato será animada por diversos grupos folclóricos e de música tradicional portuguesa. Amanhã, o Grupo Folclórico Verde Minho levará à FIL o colorido e a alegria do folclore minhoto, esperando-se a entrada de muitos visitantes identificados com esta região.

FIA2016 220.JPG

A Feira Internacional do Artesanato conta na sua 29ª edição com Alto Patrocínio do Presidente da República

De 25 de Junho a 3 de Julho a FIL, Fundação AIP, organiza a Feira Internacional de Artesanato e, pelo primeiro ano, conta com o Alto Patrocínio do Presidente da República. A maior festa intercultural na Península Ibérica e a segunda maior da Europa, organizada pela Fundação AIP com o apoio do IEFP, e que durante a sua história tem promovido todas as regiões e suas culturas, mobilizando as especificidades locais em prol do desenvolvimento nacional e crescimento económico, congratula-se com este acto de relevante simbolismo que, mais do que incentivar, responsabiliza a organização da FIA na continuação de um trabalho em que as tradições e o futuro crescem lado a lado.

A 29ª edição da FIA Lisboa 2016 terá, como é habitual, um vasto programa em que constam exposições temáticas, prémios e concursos, ateliers, workshops, actuações musicais, jogos tradicionais e conferências. A FIA Lisboa 2016 assume-se como uma plataforma de excelência para a promoção do desenvolvimento regional e das culturas locais por via do artesanato, da gastronomia, das actividades culturais e turísticas, do património e recursos naturais e fontes de sustentabilidade da economia local, tendo aperfeiçoado, ao longo dos seus 28 anos de história, a simbiose entre economia e cultura, tradição e inovação.

FIA2016 012.JPG

FIA2016 014.JPG

FIA2016 016.JPG

FIA2016 017.JPG

FIA2016 019.JPG

FIA2016 020.JPG

FIA2016 021.JPG

FIA2016 022.JPG

FIA2016 023.JPG

FIA2016 026.JPG

FIA2016 028.JPG

FIA2016 030.JPG

FIA2016 031.JPG

FIA2016 032.JPG

 

FIA2016 035.JPG

FIA2016 037.JPG

FIA2016 038.JPG

FIA2016 040.JPG

FIA2016 042.JPG

FIA2016 045.JPG

FIA2016 047.JPG

FIA2016 048.JPG

FIA2016 049.JPG

FIA2016 051.JPG

FIA2016 055.JPG

FIA2016 215.JPG

BARCELOS LEVA FIGURADO E OLARIA À FEIRA INTERNACIONAL DE ARTESANATO

De 25 de junho a 3 de julho Barcelos marca presença na FIA que este ano tem como tema a Cerâmica do Norte de Portugal

O galo de Barcelos volta a marcar presença na FIA - Feira Internacional de Artesanato, considerada a maior feira de artesanato da Península Ibérica. Esta é a 11ª participação consecutiva do concelho na feira, que decorre entre 25 de junho e 3 julho, na FIL – Feira Internacional de Lisboa.

BarcelosPresenteFeiraArt2016.jpg

Nesta edição o tema da FIA é a Cerâmica do Norte de Portugal, o que potencia ainda mais a afirmação de Barcelos no evento dada a relevância patrimonial e artística do figurado e da olaria barcelense. Assim, os produtos locais terão uma forte representatividade, nomeadamente através da presença das reconhecidas famílias de ceramistas do concelho que são também embaixadoras da Cerâmica do Norte de Portugal e ícones maiores da criatividade nacional nas artes e ofícios.

No total serão mais de 35 artesãos locais, distribuídos ao longo de um stand com 36 metros quadrados, no qual o Galo e o Roteiro do Figurado de Barcelos estarão em destaque sob o mote “Barcelos, Cidade Viva e Criativa”. João Ferreira (barro), Laurinda Pias (barro), Jesus Pias (barro), Carlos Dias (barro), Irmãos Mistério (barro), Júlia Côta e Prazeres Côta (barro), Irmãos Baraça (barro) Conceição Sapateiro (barro), Ricardo Pinheiro (barro), Mina Gallos (barro), Irene Salgueiro (barro), Glória de Jesus (bordado de crivo) e Júlio Ferreira (ferro) são alguns dos artesãos que vão levar Barcelos à boca do mundo.

A FIA conta com 640 expositores de 40 países, sendo que Barcelos tem neste certame um momento de reafirmação do seu posicionamento como território criativo de excelência em Portugal e na península ibérica.

CONDIÇÕES CLIMATÉRICAS OBRIGAM A MUDAR DE LOCAL FEIRA DO LIVRO DE VIZELA

13.ª Feira do Livro de Vizela muda-se para auditório Luís Lopes Guimarães

Devido às condições climatéricas adversas, a Câmara Municipal de Vizela decidiu mudar o local da 13ª Feira do Livro de Vizela para o auditório Luís Lopes Guimarães.

A Feira abre oficialmente hoje, dia 25 de maio, às 10.00h.

De lembrar que a décima terceira edição da Feira do Livro de Vizela, promovida pela Câmara Municipal de Vizela, decorre de 25 a 29 de maio.

O programa do evento será composto por várias atividades diárias, como exposições, dança, música, teatro e apresentação de livros, tendo como principal interveniente a comunidade educativa e as demais instituições locais.

13.ª Feira do Livro de Vizela

Auditório Luís Lopes Guimarães

25 a 29 de maio

Horário: 10.00h às 22.00h

Org.: Câmara Municipal de Vizela

Parceiros:

Agrupamento de Escolas de Infias

Agrupamento de Escolas de Vizela

AIREV

Colégio de Vizela

Duodifusão – Centro de Formação Profissional de Vizela

Santa casa da Misericórdia de Vizela

Apoios:

Condomínios & Companhia (Fórum Vizela)

EXPOVEZ 2016 É A FEIRA DO ALTO MINHO

Mais de 150 Expositores Marcaram Presença no Certame. Expositores e Visitantes Descrevem o Evento como um Verdadeiro Sucesso

Durante três dias, de 20 a 22 de maio, Arcos de Valdevez foi palco de uma das maiores feiras do Alto Minho, a EXPOVEZ 2016. O certame que encerrou no domingo primou por um programa recheado de animação e artistas conhecidos do grande público português.

image010

O Centro de Exposições recebeu mais de 150 empresas expositoras. Com entrada livre, o certame pretendeu mostrar a diversidade da oferta empresarial, nas suas variadas vertentes, isto é, desde o comércio, serviços, indústria, produtos locais, gastronomia, artesanato, turismo, agricultura, hortos, exposição de maquinaria agrícola, inovação e tecnologia.

image011

O balanço do evento é extremamente positivo. De acordo com Francisco Peixoto Araújo, vice-presidente executivo da ACIAB, “iniciativas como a Expovez – Feira do Alto Minho são momentos marcantes da região, só possíveis de realizar com motivação, trabalho e coragem das instituições que fazem parte da organização, desempenhando com mérito as funções a que se dedicaram e, acima de tudo, das empresas que apostam nesta Feira para promover a sua marca e a região”, referiu.

António Campos, presidente da direção da ACIAB salientou a importância da Expovez para a dinamização do concelho a nível empresarial, da divulgação dos seus produtos e serviços, da sua oferta turística, cultural e da sua gastronomia, dando provas de ser uma ótima oportunidade para as empresas se promoverem e desenvolverem os seus negócios e parcerias.

image012

Sendo esta Feira apontada como um êxito pelos empresários espera-se que nos próximos anos o certame continue o seu sucesso e o seu crescimento, sendo um marco de desenvolvimento da região. Este evento é organizado numa parceria entre a ACIAB – Associação Comercial e Industrial de Arcos de Valdevez e Ponte da Barca, a Câmara Municipal de Arcos de Valdevez, aCooperativa Agrícola de Arcos de Valdevez e Ponte da Barca, a In.Cubo e a ARDAL - Associação Regional de Desenvolvimento do Alto Lima.

A EXPOVEZ afirma-se, ano após ano, como uma iniciativa que mostra as riquezas do concelho de Arcos de Valdevez e todas as suas potencialidades. Um evento que já é uma referência e que traduz o espírito empreendedor da região.

image013

VIZELA REALIZA FEIRA DO LIVRO

13.ª Feira do Livro de Vizela 2016

A 13ª Feira do Livro de Vizela abre na próxima quarta-feira, dia 25 de maio, às 10.00h.

De lembrar que a décima terceira edição da Feira do Livro de Vizela, promovida pela Câmara Municipal de Vizela, decorre de 25 a 29 de maio, na Praça do Município.

O programa do evento será composto por várias atividades diárias, como exposições, dança, música, teatro e apresentação de livros, tendo como principal interveniente a comunidade educativa e as demais instituições locais.

13.ª Feira do Livro de Vizela

Praça do Município

25 a 29 de maio

Horário:  10.00h às 22.00h

Org.: Câmara Municipal de Vizela

Parceiros:

Agrupamento de Escolas de Infias

Agrupamento de Escolas de Vizela

AIREV

Colégio de Vizela

Duodifusão – Centro de Formação Profissional de Vizela

Santa casa da Misericórdia de Vizela

Apoios:

Condomínios & Companhia (Fórum Vizela)

PONTE DA BARCA REALIZA FEIRA DO LIVRO

XXIII Edição da Feira do Livro de Ponte da Barca foi um sucesso

Miguel Miranda, Inês Pedrosa, Joaquim Fernandes e Eva Gonçalves foram alguns dos nomes que passaram por este certame.

5

cujo programa contou com concertos de música, apresentação de obras, teatro, ateliers de ciências, entre outros

Depois de uma intensa semana dedicada aos livros e à cultura, numa iniciativa por onde passaram diversas apresentação de obras, encontros com autores, concertos de música, teatro, ateliers de ciência, entre outros, a XXIII edição da Feira do Livro de Ponte da Barca despediu-se no domingo com a apresentação do livro 'Uma aventura culinária, de Eva Gonçalves, seguida de um showcooking, no fim-de-semana de encerramento que contou também com a apresentação dos livros 'Portugal Insólito' de Joaquim Fernandes, e 'Desnorte', Inês Pedrosa, para além do concerto dos First Breath After Coma.

4

“A Feira do Livro de Ponte da Barca é um grande evento cultural que vai além da compra e venda de livros, pois apostamos numa oferta diversificada, criando um espaço dedicado aos livros, à cultura, à pedagogia e ao lazer, o que tem contribuído para a afirmação deste evento como referência obrigatória”, salientou a Vereadora da Cultura, Sílvia Torres.

O dia inaugural ficou marcado apresentação do livro 'Sem Coração', de Miguel Miranda, e pelo concerto de música com Mário Moita: Alentejo, 4 estações, 4 fados.

Também os mais pequenos não ficaram esquecidos, tendo a autarquia barquense, promotora da iniciativa, preparado uma série de atividades destinadas ao público mais jovem como as apresentações de livros infantis e juvenis, um atelier de ciências, uma peça de teatro do Movimento Incriativo e um workshop de ilustração, a entrega dos prémios do “Concurso de Leitura“ aos alunos do Agrupamento de Escolas de Ponte da Barca e da Epralima.

Ao longo de toda a semana foram muitas as pessoas que por ali passaram, quer pelas novidades literárias quer para assistirem aos espetáculos de animação cultural, que contaram sempre com uma vasta plateia.

3

1

FEIRA INTERNACIONAL DE ARTESANATO ESTÁ DE VOLTA AOS PAVILHÕES DA FIL EM LISBOA

Feira Internacional do Artesanato conta na sua 29ª edição com Alto Patrocínio do Presidente da República

De 25 de Junho a 3 de Julho a FIL, Fundação AIP, organiza a Feira Internacional de Artesanato e, pelo primeiro ano, conta com o Alto Patrocínio do Presidente da República. A maior festa intercultural na Península Ibérica e a segunda maior da Europa, organizada pela Fundação AIP com o apoio do IEFP, e que durante a sua história tem promovido todas as regiões e suas culturas, mobilizando as especificidades locais em prol do desenvolvimento nacional e crescimento económico, congratula-se com este acto de relevante simbolismo que, mais do que incentivar, responsabiliza a organização da FIA na continuação de um trabalho em que as tradições e o futuro crescem lado a lado.

A 29ª edição da FIA Lisboa 2016 terá, como é habitual, um vasto programa em que constam exposições temáticas, prémios e concursos, ateliers, workshops, actuações musicais, jogos tradicionais e conferências. A FIA Lisboa 2016 assume-se como uma plataforma de excelência para a promoção do desenvolvimento regional e das culturas locais por via do artesanato, da gastronomia, das actividades culturais e turísticas, do património e recursos naturais e fontes de sustentabilidade da economia local, tendo aperfeiçoado, ao longo dos seus 28 anos de história, a simbiose entre economia e cultura, tradição e inovação.

A FIA traz à capital, durante 9 dias, profissionais e apreciadores dos ofícios artesanais, artes e design, agentes da área da gastronomia tradicional, bem como interessados no artesanato enquanto manifestação cultural. Como tal, a FIA Lisboa 2016 regressa à FIL com novidades. Em destaque estarão novas áreas de exposição como o Espaço Design Nacional by LxD – Lisboa Design Show, que irá promover peças de joalharia, vestuário, calçado, mobiliário, entre outros, de origem nacional e também terá o Espaço Mixmarket, dirigido ao sector multiproduto e de origem não étnica.

Por mais um ano consecutivo FIA Lisboa 2016 conta com a Semana da Gastronomia Tradicional, que salienta o atractivo turístico-cultural da gastronomia e vinhos de Portugal e que integra o 3º Festival de Carnes Portuguesas Certificadas (DOP) e a 2ªedição do Mercado da Cerveja Artesanal.

PONTE DA BARCA REALIZA FEIRA DO LIVRO

Feira do Livro de Ponte da Barca | Até 22 de maio na Casa da Cultura

Inês Pedrosa, Joaquim Fernandes, Eva Gonçalves ainda vão passar pela edição deste ano do certame que mistura livros, música, exposições e palestras.

IMG_4498

Já vai a meio a 23ª edição da Feira do Livro de Ponte da Barca, certame que abriu portas no passado sábado com uma série de atividades lúdico-culturais que têm atraído muitos visitantes.Apresentação de obras, encontros com autores, concertos de música, teatro, ateliers de ciências, entre outras, decorrem desde o dia inaugural na Casa da Cultura, a par da comercialização de diversas obras literárias a preços muito atrativos.

Depois do encontro com o autor Miguel Miranda que apresentou o seu livro 'Sem Coração', do concerto de música com Mário Moita: Alentejo, 4 estações, 4 fados, da apresentação do livro 'Se eu fosse Chão' de Nuno Camarneiro, da apresentação do Livro 'Amentar às Almas - um canto religioso popular em S. Martinho de Crasto' de Eduardo Parente, da entrega de prémios do Concurso de Leitura, do teatro pelo Movimento Incriativo, entre outros, destaca-se para os próximos dias os encontros com os autores Joaquim Fernandes, no dia dia 20, às 22h, com a apresentação do livro 'Portugal Insólito', e Inês Pedrosa, no dia 21h, às 21h30, que vai apresentar o seu livro 'Desnorte', seguido do concerto dos First Breath After Coma, e o showcooking com Eva Gonçalves, finalista do concurso televisivo MasterChef 2015.

Para as crianças a programação continua até ao final da feira com a apresentação de livros infantis e juvenis, leitura animada com o projeto de incentivo à leitura da autarquia barquense 'Aqui há História' e um workshop de ilustração com Raquel Costa.

A 23ª Edição da Feira do Livro tem entrada livre em todos os eventos e decorre na Casa da Cultura, em Ponte da Barca.

FEIRAS FRANCAS DE FAFE APRESENTA GADO CAVALAR

Feiras Francas trouxeram ontem a tradicional Feira do Gado Cavalar. Festividades terminam hoje

Ontem foi dia de Feira do Gado Cavalar, a abrir as Feiras Francas, logo pelas 10h00, no Multiusos.

DCS_5814A

A tradicional Feira de Gado reuniu os aficionados que, todos os anos, acompanham e participam no Encontro.

A Escola de Hipismo marcou presença também com as duas últimas exibições de hipismo do certame, uma de manhã, às 10h30, e outra à tarde, às 17h30, no Campo do Ruival.

DSA_1454A

Durante a tarde, às 15h30, decorreu o XVIII Festival de Ranchos Folclóricos de Fafe, tal como no domingo, 15 de Maio. Mais uma vez, vários grupos do concelho fizeram representar-se no Festival, mobilizando vários visitantes para as Feiras Francas.

A chega de bois, tão característica das festividades anuais, teve lugar às 17h00, no Multiusos, para uma plateia cheia.

DSA_1439A

O dia terminou com animação musical, com a atuação de Fernando Correia & Os Caramuscas.

Hoje, às 17h00, vai decorrer a Corrida de Cavalo a Passo Travado, que, pela primeira vez, este ano, vai realizar-se numa pista de terra, que se pretende que seja usada, ao longo de todo o ano, para treinos e corridas de cavalos.

O encerramento da Feira Rural e das Feiras Francas está marcado para hoje, às 20h00.

DSA_1502A

DSA_1652A

DCS_5774A

DSA_1689A

FEIRAS FRANCAS LEVAM MILHARES DE VISITANTES A FAFE

Milhares de visitantes já passaram pelas Feiras Francas em Fafe. Festividades terminam amanhã

As Feiras Francas, em Fafe, têm sido visitadas por milhares de pessoas, desde a passada sexta-feira, dia 13 de Maio.

DCS_5747A

Com a Feira Rural, mostra de produtos regionais, desde o artesanato à gastronomia, com muita animação musical, que combina a tradição com a inovação, e com várias atividades programadas, a edição de 2016 das Feiras Francas tem sido um sucesso.

Ontem, a tarde trouxe o II Encontro Regional de Bombos, que percorreu as ruas da cidade, e o XVIII Festival de Ranchos Folclóricos de Fafe, às 16h00, no Palco do Levante, que reuniu a participação dos ranchos do concelho. Teve ainda lugar uma mostra de atividades de treino e obediência canina.

DSA_1286A

A noite foi de música, com a atuação de Ribeiro & Amigos, às 20h00, na Praça dos Petiscos (local onde os visitantes podem provar diferentes especialidades, desde sandes de vitela assada ao pão com chouriço), e dos Sons do Minho, às 22h00, na Praça do Relógio, ponto alto da noite.

Várias pessoas assistiram aos vários momentos musicais que deram lugar, à 01h00, depois da sessão de fogo-de-artifício e encerramento da Feira Rural, ao Bou à Xega.

Tendo atraído muitos jovens desde o primeiro dia, o Bou à Xega, o palco mais jovem das Feiras Francas, trouxe ontem a Fafe a Dj Olga Ryazanova, proporcionando, noite dentro, uma alternativa aos tradicionais grupos musicais que marcam presença nas Feiras Francas.

DCS_5539A

Além de Olga Ryazanova, subiram também ao palco os Dj’s Artur, Miguel Diaz e Mc Taku.

Hoje, às 10h00, teve lugar a Feira do Gado Cavalar, no Pavilhão Multiusos. Repetiu-se também a exibição da Escola de Hipismo e o Festival de Ranchos Folclóricos de Fafe. Para as 17h00, está marcada a tradicional chega de bois, sendo que a animação musical fica a cargo de Fernando Correia & Os Caramuscas, às 22h00, no Palco do Levante.

DCS_5418A

FEIRAS FRANCAS ANIMAM FAFE

Feiras Francas em Fafe prometem fim-de-semana animado. AM Show foram a grande atração de ontem

No segundo dia das Feiras Francas, em Fafe, a animação musical marcou as atividades, a decorrer no Parque da Cidade.

DCS_5300A

Depois de uma exibição da Escola de Hipismo, durante e tarde, às 17h30, no Campo do Ruival, que se repetirá ao longo das festividades, as concertinas percorreram a Praça dos Petiscos, num momento musical intitulado “Rusgas de Concertinas”.

A música acompanhou os que por lá passavam e faziam a sua refeição, provando os mais variados petiscos, desde o pão com chouriço ao bolo do caco.

DCS_5237A

Às 22h00, os AM Show, grande atração da noite, subiram ao palco, na Praça do Relógio, atuando para uma plateia cheia.

A banda fafense trouxe variados temas, conhecidos dos que assistiam, que garantiram a animação dos visitantes.

Depois do encerramento da Feira Rural, à 01h00, o Bou à Xega regressou na noite de ontem, com os Dj’s Mark8, Nino, Overule & Mc Landu Bi, Alberth e Mc Taku. Vários jovens assistiram ao momento musical que pretende cativar a presença dos mais novos nas tradicionais Feiras Francas.

DCS_5268A

O dia de hoje começou com um Torneio de MiniBasket, às 10h00, pelos Restauradores da Granja. Às 14h00 decorreu o II Encontro Regional de Bombos, pelas ruas da cidade, e a tarde trará, às 16h00, o XVIII Festival de Ranchos Folclóricos de Fafe, no Palco do Levante.

A animação musical ficará a cargo do Ribeiro & Amigos, às 20h00, na Praça dos Petiscos, e às 22h00, dos Sons do Minho, na Praça do Relógio.

Bou à Xega traz hoje a Fafe os Dj’s Artur, Olga Ryazanova, Miguel Diaz e Mc Taku.

DCS_5311A

DCS_5334A

DCS_5353A

DSA_1051A

FAFE CELEBRA TRADIÇÃO DAS FEIRAS FRANCAS

Música marcou a primeira noite das Feiras Francas em Fafe

Decorreu, ontem, o primeiro dia das Feiras Francas em Fafe, mobilizando vários visitantes para o Centro da Cidade, onde se concentram as atividades.

DSA_0899A

Depois da inauguração das festividades, da abertura da Feira Rural, com mais de 50 expositores, e da realização de uma exibição da Escola de Hipismo, que vai repetir-se ao longo dos dias das Feiras Francas, a noite foi dedicada à música.

DCS_5204A

Às 21h30 o Palco do Levante foi o local escolhido para a atuação de várias coletividades do concelho, nomeadamente o Centro Cultural dos Trabalhadores da Câmara de Fafe, a Arpifafe (Associação de Reformados, Pensionistas e Idosos de Fafe) e o Grupo de Cavaquinhos dos Bombeiros Voluntários de Fafe.

DCS_5171A

À 01h00, depois do encerramento da Feira Rural, foi tempo para a inauguração do Bou à Xega, direcionado especialmente para os jovens, numa tentativa de apelar à participação das camadas mais novas nas tradicionais Feiras Francas.

Bou à Xega trouxe ao palco mais jovem das festividades um conjunto de Dj’s reconhecidos, como Mike 547 – M. & Quimera, Hand’s Up, Jonh Mayze e Miguel Faria, Dual Senses e Mc Taku.

DCS_5134A

Esta iniciativa repete-se hoje e amanhã, com diferentes nomes a atuar, entre os quais Dj Nino (sábado) e Olga Ryazanova (domingo).

Ontem decorreu também, pelas 20h00, a abertura do 11º Encontro Internacional de Capoeira Interação, no espaço da Feira Rural.

DCS_5082A

Hoje o dia começou com um passeio turístico todo-o-terreno, pela Transfafe, que percorreu as Serras de Fafe logo a partir das 9h00, tendo-se seguido a realização da prova de Santo Huberto, às 10h00, em Vila Pouca/Moreira do Rei.

A Feira Rural, que abriu às 10h00, apenas fecha ao público à 01h00.

DCS_5077A

DCS_4999

DCS_4849

PONTE DE LIMA REDUZ TAXAS DA FEIRA QUINZENAL

Câmara Municipal de Ponte de Lima Aprova Redução das Taxas da Feira Quinzenal

A Câmara Municipal de Ponte de Lima aprovou a redução das taxas da Feira Quinzenal. A medida aprovada por maioria visa contrariar a atual conjuntura económico financeira e social, que afeta todo o tipo de empresas e trabalhadores e por consequência os feirantes.

FEIRA_QUINZENAL_AMANDIO_SOUSA_VIEIRA

Considera a Autarquia que a redução de taxas tem em conta as atividades desenvolvidas nas feiras pelos feirantes e agricultores que funcionam como polos de importantes trocas comerciais e de criação de emprego e que o agravamento dos problemas económico-sociais, intimamente ligados às diferentes conjunturas políticas, tem tido repercussões nefastas sobre estas atividades.

Neste contexto, e de acordo com a proposta apresentada pelo Vice-Presidente da Autarquia, a Feira Quinzenal de Ponte de Lima é uma referência no distrito, uma vez que é visitada por muitos portugueses e espanhóis. Considerando que proporciona um substancial aumento de negócios para a restauração e comércio local, o Executivo deliberou reduzir em onze por cento os valores das taxas previstas, no terrado por feira e por m2, nomeadamente na Alameda de S. João, Passeio 25 de Abril, Largo da Feira, Av. dos Plátanos e Espaços Adjacentes ao Mercado Municipal, Rua João Rodrigues Morais (Rua da Vacaria), Rua António de Magalhães e outros.

Esta medida é aplicável ao corrente ano, com efeitos retroativos a 1 de janeiro. A continuidade da mesma resultará da avaliação que será feita no final de cada ano, tendo por base os pressupostos referidos anteriormente.

FAFE INAUGURA FEIRAS FRANCAS

Feiras Francas em Fafe inauguradas na sexta-feira. Presidente da Câmara visita o espaço que reúne mais de 50 expositores

As Feiras Francas serão inauguradas na próxima sexta-feira, dia 13 de Maio, às 18h00, pelo Presidente da Câmara Municipal de Fafe, Raul Cunha.

Bombos

Durante cinco dias (de 13 a 17 de Maio) as Feiras animam a cidade, com um conjunto de atividades centradas no Parque da Cidade.

Ao ar livre e com entrada gratuita, a Feira Rural, ponto alto das Feiras Francas, vai reunir mais de 50 expositores, traduzindo-se numa mostra e venda de produtos regionais, desde o artesanato à doçaria e à gastronomia.

Com muita música, as Feiras Francas 2016 são um apelo à tradição fafense.

PROGRAMA FEIRAS FRANCAS 2016

SEXTA FEIRA, 13 DE MAIO

18h00

Inauguração das Feiras Francas

Animação bombos e gigantones

Abertura da Feira Rural

19h00

Exibição de escola de hipismo – Campo do Ruival

20h00

Abertura do 11º Encontro Internacional de Capoeira Interação – Feira Rural

21h30

Música – Noite das Coletividades – Centro Cultural dos Trabalhadores da Câmara de Fafe, ARPIFAFE – Associação de Reformados, Pensionistas e Idosos de Fafe, Grupo de Cavaquinhos dos Bombeiros Voluntários de Fafe – Palco do Levante

24h00

Encerramento da Feira Rural

01h00

Bou à Xega (Dj Mike 547 – M & Quimera/ Hand’s Up/ Jonh Mayze & Miguel Faria/ Dual Senses/ Mc Taku) – Praça dos Petiscos

SÁBADO, 14 DE MAIO

09h00

Alvorada

Transfafe – Passeio Todo-o-Terreno Turístico – Serras de Fafe

10h00

Abertura da Feira Rural

Prova de Santo Huberto – Serras de Fafe – Vila Pouca/Moreira de Rei

10h30

Exibição de Escola de Hipismo – Campo do Ruival

17h30

Exibição de Escola de Hipismo – Campo do Ruival

20h00

Animação Musical - Rusgas de Concertinas – Praça dos petiscos

21h00

Animação Musical – Fado na Praça – Praça dos Petiscos

22h00

Música – AM Show – Praça do Relógio

01h00

Encerramento da Feira Rural

Bou à Xega (Dj´s Mark8/ Nino/ Overule & Mc Landu Bi/ Alberth/ Mc Taku) – Praça dos Petiscos

DOMINGO, 15 DE MAIO

09h00

Alvorada

10h00

Abertura da Feira Rural

Torneio de Minibasket – Restauradores da Granja

10h30

Exibição de Escola de Hipismo – Campo do Ruival

14h00

II Encontro Regional de Bombos – Ruas da Cidade

16h00

XVIII Festival de Ranchos Folclóricos de Fafe – Palco do Levante

17h30

Exibição de Escola de Hipismo – Campo do Ruival

20h00

Animação Musical – Ribeiro & Amigos – Praça dos Petiscos

22h00

Música – Sons do Minho – Praça do Relógio

24h00

Fogo de Artifício

01h00

Encerramento da Feira Rural

Bou à Xega (Artura/ Olga Ryazanova/ Miguel Diaz/ Mc Taku) – Praça dos Petiscos

SEGUNDA FEIRA, 16 DE MAIO

09h00

Alvorada

10h00

Abertura da Feira Rural

Feira do Gado Cavalar – Multiusos

10h30

Exibição de Escola de Hipismo – Campo do Ruival

11h00

Atividades de Treino e Obediência Canina – Jardim do Labirinto

15h30

XVIII Festival de Ranchos Folclóricos de Fafe – Palco do Levante

17h00

Chega de Bois – Multiusos

17h30

Exibição de Escola de Hipismo – Campo do Ruival

22h00

Animação Musical – Fernando Correia & Os Caramuscas – Palco do Levante

24h00

Encerramento da Feira Rural

TERÇA FEIRA, 17 DE MAIO

09h00

Alvorada

10h00

Abertura da Feira Rural

Concurso Pecuário das Raças Minhota e Barrosã – Multiusos

11h00

Entrega de Prémios Concurso Pecuário – Multiusos

17h00

Corrida de Cavalo a Passo-Travado – Parque da Cidade

19h00

Entrega de Prémios da Corrida de Cavalos – Praça 25 de Abril

20h00

Encerramento da Feira Rural

Encerramento das Feiras Francas

Rancho folclórico

FEIRA DO LIVRO REGRESSA A PONTE DA BARCA DE 14 A 22 DE MAIO

Miguel Miranda, Nuno Camarneiro, Inês Pedrosa e Eva Gonçalves são os destaques deste ano numa edição que mistura livros, música, exposições e palestras

QHT7Vi42u6LSrH5vThcu

concelho de Ponte da Barca recebe durante 9 dias a 23ª Edição da Feira do Livro, uma das mais antigas iniciativas culturais da vila que, como já vem sendo hábito, é pautada pela diversidade de atividades que congregam encontros com autores, apresentação de obras, entrega de prémios, concertos de música, ateliers e espetáculos de teatro. A inauguração da Feira do Livro de Ponte da Barca está prevista para as 15h, mas é à noite (21h30) que decorre o primeiro encontro com o autor e terá como convidado Miguel Miranda que vai apresentar o seu livro 'Sem Coração'. Durante a semana os escritores Nuno Camarneiro, Inês Pedrosa, Joaquim Fernandes, entre outros, serão outros dos convidados desta tertúlia. O dia 14 termina com o concerto de música com Mário Moita: Alentejo, 4 estações, 4 fados. Os First Breath After Coma atuam a 21 de maio.

Estas propostas consolidam o aumento significativo do número de visitantes que ano após ano procuram a Feira do Livro, como aliás sublinha a vereadora da Cultura, Sílvia Torres: 'na feira do livro de Ponte da Barca apostamos numa oferta diversificada, criando um espaço dedicado aos livros, à cultura, à pedagogia e ao lazer, o que tem contribuído para a afirmação deste evento como referência obrigatória na região'.

As crianças vão ter direito a uma programação especial com apresentações de livros infantis e juvenis, um ateliers de ciências, uma peça de teatro do Movimento Incriativo e um workshop de ilustração. O agrupamento de Escolas de Ponte da Barca terá a seu cargo a entrega dos prémios do “Concurso de Leitura“ aos seus alunos. A Feira do Livro servirá ainda de palco para Epralima organizar 'A Prova de Aptidão Profissional' aos seus alunos finalistas.

A 23ª Edição da Feira do Livro tem entrada livre em todos os eventos e decorre na Casa da Cultura, em Ponte da Barca.

O programa detalhado pode ser consultado em Programa Feira do Livro 2016http://www.cmpb.pt/agenda.php?id=1670

FEIRA FRANCA SERVE DE MONTRA DO CONCELHO DE AMARES

Inaugurou, ontem, na presença da vereadora da Ação Social, Cidália Abreu, e do presidente da Câmara Municipal, Manuel Moreira, mais uma edição da Feira Franca de Amares que constitui "uma verdadeira montra de promoção do concelho", entende o autarca.

IMG_0075

Até amanhã, os produtos emblemáticos da região e as tradições vão estar em destaque no certame, dando a conhecer aos visitantes aquilo que de melhor Amares tem para oferecer, nomeadamente a laranja e o Vinho Verde. A isso juntam-se exposições, concursos, folclore, artesanato, a boa gastronomia e a vivência popular, entre outros ingredientes que convidam a uma visita à Feira Franca de Amares, uma organização conjunta entre a Câmara Municipal de Amares e a Junta de Freguesia de Amares e Figueiredo, representada também no ato inaugural pelo seu presidente, Martinho Antunes.

IMG_0038

O dia de ontem ficou marcado pelo arranque do concurso de produtos regionais (vinho verde, laranja, mel e broa) e pela exposição pecuária (ovinos, caprinos e bovinos).

À noite, a laranja de Amares assumiu protagonismo, na terceira edição do concurso de derivados do citrino, que decorreu na Biblioteca Municipal Francisco Sá de Miranda, incentivando a criatividade dos participantes para mostrar as potencialidades do fruto aplicadas na confeção de doces.

Teve lugar, ainda, uma sessão de esclarecimento dedicada a técnicas de melhoria e otimização da produção e qualidade e a animação musical ficou a cargo do grupo ´Os Amigos da Margem do Cávado`.

13118991_1014741951928156_3412368833640724847_n

Hoje, a manhã começou com a “Feirinha das crianças”, com os alunos do Centro Escolar Dom Gualdim Pais a animar e dar vida ao Largo Dom Gauldim Pais, que serve de palco à iniciativa.

Esta tarde, o certame abarcou os concursos pecuários e das galinhas de raças amarela, branca, pedrês portuguesa e preta lusitana assim como o concurso de ovinos, da raça churra do Minho e Bordaleira.

O final da tarde está reservado para a prova gastronómica das carnes a concurso (arroz pica-no-chão e anho no churrasco) e, à noite, a animação musical e tradicional sobe ao palco, com a atuação de ´Maria Celeste & a Sua Banda`. 

IMG_0033

Destaque, ainda, para a tenda gastronómica, onde os visitantes podem saborear, entre outos petiscos, pataniscas e rojões, acompanhados pelo bom Vinho Verde da região, bem como para a exposição de maios e espantalhos, artesanato, entre outros atrativos.

O último dia vai ficar preenchido pela caminhada solidária do CAO- Ser Igual, pelo trilho Dom Gualdim Pais, a decorrer logo pela manhã e à tarde pela entrega dos prémios dos concursos, seguida do II Festival Folclórico do Vale do Homem e Cávado.

IMG_0055

IMG_0051

IMG_0049

ARCOS DE VALDEVEZ E PONTE DA BARCA REALIZAM EXPOVEZ – FEIRA DO ALTO MINHO - 17ª EDIÇÃO

A 17ª edição da EXPOVEZ – Feira do Alto Minho realiza-se de 20 a 22 de maio no Centro de Exposições de Arcos de Valdevez. Este evento é organizado numa parceria entre a Câmara Municipal de Arcos de Valdevez, a ACIAB – Associação Comercial e Industrial de Arcos de Valdevez e Ponte da Barca, Cooperativa Agrícola de Arcos de Valdevez e Ponte da Barca, a In.Cubo e a ARDAL - Associação Regional de Desenvolvimento do Alto Lima A primeira edição da EXPOVEZ realizou-se em 1990, há 26 anos.

Este evento terá como objetivo promover a região, mostrando a dinâmica que o tecido empresarial possui, assim como a sua importância no contexto económico e sociocultural, reunindo no mesmo espaço cerca de 150 expositores, dedicados à promoção e valorização comércio e serviços, à indústria, com maior ênfase nos três Parques Empresariais do Município, à agricultura, ao artesanato, gastronomia e produtos locais.

É fundamental para as empresas e produtores locais capitalizar esta oportunidade no sentido de promoverem os seus Negócios/Produtos/Serviços e estabelecerem possíveis parcerias.

A EXPOVEZ é uma aposta do região na promoção das suas empresas, dos seus produtos e serviços, com vista ao desenvolvimento, fazendo do Alto Minho um território cada vez melhor para viver, investir e visitar.

VIZELA REALIZA FEIRA RURAL

IV Feira Rural 2016

O Município de Vizela, em colaboração com o Agrupamento de Escolas de Infias e o Agrupamento de Escolas de Vizela, vai realizar, no próximo dia 13 de maio, a IV Feira Rural de produtos locais, com lugar na Praça da República, no período da manhã, entre as 10.00h e as 12.00h.

Esta Feira tem como objetivos principais, a promoção dos produtos da terra, a promoção de uma alimentação saudável e diversificada, bem como o convívio entre as escolas, a comunidade educativa e a população geral do Concelho.

Os alunos das várias escolas participantes irão dispor de bancas de venda ao público, recheadas de saberes e sabores da terra, frescos e variados.

Venha partilhar connosco este momento! Haverá surpresas!

FEIRA ANUAL REALIZA-SE HOJEEM CELORICO DE BASTO

A Feira Anual 19 de Abril realizou-se nos dias 16, 17 e culmina no dia 19 de abril data oficial desta feira anual.

Várias atividades marcaram o cartaz neste fim-de-semana com destaque para o concurso Pecuário que premiou vários produtores da região que apresentaram os seus melhores exemplares de gado da raça Minhota, Maronesa e Holstien Frisia. Apesar do tempo que se fazia sentir, a população marcou presença na tentativa de revitalizar um dos certames que em tempos arrastava milhares de pessoas a Fermil de Basto.

_DSC8874

O município de Celorico de Basto apoia a realização desta feira e colabora no fomento de tradições. “Esta feira faz parte da nossa história. Em tempos era um dos certames mais requisitados da região. Estamos a trabalhar em consonância com a organização, queremos que estes costumes não se percam, que as tradições continuem bem enraizadas e a fazer parte da nossa identidade. O nosso trabalho, enquanto executivo municipal, procura chegar a todos os setores, nesta feira destacam-se o setor agrícola e o têxtil, muito importantes para o crescimento da nossa economia” palavras do presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva.

_DSC8963

A Feira Anual 19 de abril é uma organização da Associação Molares Com Vida, da União de Freguesias de Veade, Gagos e Molares e da Escola Profissional de Fermil, Celorico de Basto e para além do município de Celorico de Basto conta com o apoio da CooperBasto, CRL.

A organização procura dar um novo impulso a este certame como referiu José Peneda, da União de Freguesias que colabora na organização. “Queremos voltar a colocar esta feira como uma das feiras mais importantes da região. Sabemos que não vamos ter tarefa fácil, porque já muito se perdeu com o passar dos anos, mas acredito que, com força de vontade e muito trabalho conseguiremos colocar esta feira novamente, no rumo certo”.

_DSC9040

No sábado, a arruada de bombos dos Caetanos de Gagos e a atuação da banda “Nova Galáxia” mantiveram-se apesar do tempo. No domingo o grande destaque incidiu no Concurso Pecuário que decorreu durante toda a manhã em paralelo com a feira de produtos regionais, máquinas agrícolas, artesanato e artigos usados. À tarde foi promovida uma demonstração hípica pela EPAFB, decorreu a atuação dos Amigos das Tainadas e a entrega dos prémios do Concurso Pecuário. À noite destaque a peça de teatro “Vai com Deus” do GTC, terminando a noite com uma sessão de fados pelo grupo “Basfados”. A população mostrou-se bastante agradada com as ofertas culturais que, no domingo à noite, tiveram lugar no pavilhão Desportivo do Centro Escolar de Fermil.

Para hoje, dia oficial da Feira Anual do 19 de Abril, estão marcadas várias ações com enfase para a tradicional feira, para a arruada de bombos e para o mercadinho Infantil pelo Centro Escolar de Fermil.

_DSC9226

_DSC9087

_DSC9504

 

AGRO É O GRANDE CERTAME INTERNACIONAL DEDICADO À AGRICULTURA, PECUÁRIA E ALIMENTAÇÃO QUE SE REALIZA EM BRAGA

AGRO é uma marca incontornável de Braga. Certame decorre até ao próximo Domingo no PEB

Durante quatro dias, Braga será um palco privilegiado para dar a conhecer o que de melhor que se faz em Portugal nas fileiras mais representativas do sector agrícola. Até ao próximo Domingo, 3 de Abril, a 49.ª edição da AGRO – Feira Internacional de Agricultura, Pecuária e Alimentação, espera atrair mais de 100 mil visitantes ao Parque de Exposições de Braga (PEB), fazendo desta a melhor e maior edição de sempre.

CMB31032016SERGIOFREITAS0000001553

“A AGRO faz parte da vida de Braga há quase 50 anos e é uma marca incontornável da Cidade. Nos últimos anos temos vindo a devolver esse estatuto a este certame atraindo cada vez mais visitantes e queremos continuar a reforçar essa representação, tronando a AGRO cada vez mais atractiva para profissionais do sector e para o público em geral”, referiu Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, durante a abertura do certame que decorreu esta Quinta-feira, 31 de Março.

O Autarca considera que a AGRO “contribui para que Braga seja vista como uma referência do sector agrícola”, uma vez que se trata do maior evento na região do Norte de Portugal e da Galiza e do segundo a nível nacional. “Para uma Região que possui uma fortíssima relação com as actividades agro-pecuárias, é muito extremamente importante contar com um evento com estas características”, sublinhou Ricardo Rio.

CMB31032016SERGIOFREITAS0000001555

Chocolates, patês, doçaria diversa, queijos, compotas, vinhos, gins, licores e cervejas artesanais são alguns dos produtos em destaque no Salão Gourmet, uma área da AGRO reservada para produtos gastronómicos e sabores de requinte. Ainda com o intuito de aguçar o apetite dos visitantes, a feira apresenta uma área de restauração com a presença de sete restaurantes de Carnes DOP, nos quais podem ser degustadas, entre outras, carnes da raça Arouquesa, Barrosã, Marinhoa, Maronesa, Mertolenga, Minhota, Mirandesa e Porco Preto Alentejano. E porque o certame não ficaria completo sem os habituais sabores regionais dos enchidos e petiscos, há ainda tasquinhas para completar a oferta.

CMB31032016SERGIOFREITAS0000001523

Conferências e seminários dedicados a vários temas da actualidade do sector, também fazem parte do programa, assim como os habituais concursos pecuários, Showcooking e os espectáculos musicais com a actuação do grupo ‘Átoa’, os ‘Diabo na Cruz’, e os ‘Sons do Minho’.

Os bilhetes para a AGRO 2016 estão disponíveis online na Ticketline e na bilheteira do PEB com um custo único de 3,5 euros. As crianças até aos 12 anos têm entrada gratuita. À semelhança do ano transacto a CP – Comboios de Portugal associa-se a esta iniciativa disponibilizando um bilhete especial de 2 euros (ida e volta) nos comboios urbanos do Porto (linhas Urbanas de Braga, Guimarães, Caíde e Aveiro), a que apresentar o ingresso para a AGRO.

CMB31032016SERGIOFREITAS0000001543

CERVEIRA FAZ DE ABRIL UMA “FESTA DO LIVRO E DA LEITURA”

O Município de Vila Nova de Cerveira, através da Biblioteca Municipal, dinamiza um programa amplo e de excelência em torno das letras, aproximando a população aos escritores e às mais diversas manifestações literárias. De 1 a 30 de abril, a ‘Vila das Artes’ celebra a Festa do Livro e da Leitura, com ações gratuitas para todas as faixas etárias.

A edição 2016 da Festa do Livro e da Leitura de Vila Nova de Cerveira contempla atividades para escolas e famílias, desde encontros com escritores, apresentações e lançamentos de livros, sessões de autógrafos, ações de formação, palestras e conferências, exposições, oficinas, sessões de conto, teatro e concertos.

Assinalando o Dia Mundial do Livro (23 de abril), o objetivo deste certame é o de estimular, não só um apreço mais intenso pelo livro, como também uma maior curiosidade pela leitura nas diversas facetas (música, teatro, etc.). Procurando cativar novos públicos, os jovens continuam a ser uma prioridade chamando-os a participar através de propostas mais adequadas aos seus gostos.

A Festa do Livro e da Leitura de Vila Nova de Cerveira arranca esta sexta-feira e sábado com ‘Afinal o Íbis…’, um espetáculo de promoção da leitura para bebés dos 6 aos 3 meses integrado na comemoração do Dia Internacional do Livro Infantil. Segue-se, de 5 a 10 de abril, a XXVII Feira do Livro com mostra e venda de dezenas de livros a preços sugestivos.

Além da presença de escritores de renome nacional como Valter Hugo Mãe (5 de abril) e Inácio Nuno Pignatelli (10 de abril), o evento promove a apresentação de livros de autores do concelho como Luandino Vieira (9 de abril) e Adelaide Graça (30 de abril).

A vertente de animação fica marcada pelo espetáculo ‘Diogo Piçarra em Pessoa’, com exibição de uma peça de teatro com o jovem músico a recriar Fernando Pessoa em livro, seguida de uma performance musical e sessão de autógrafos (8 de abril) e o Concerto + de Mil Blues com os Moonshiners Blues, numa organização da +Cerveira Jovem Associação (9 de abril).

Para que não perca nenhuma atividade da Festa do Livro e da Leitura de Vila Nova de Cerveira, consulte o programa específico e esteja atento à Página do Facebook do Município de Vila Nova de Cerveira.

BRAGA ABRE 49ª EDIÇÃO DA AGRO

Amanhã, Quinta-feira, dia 31 de Março, pelas 12h00, no Parque de Exposições de Braga

O Município de Braga procede à abertura da 49.ª edição da AGRO – Feira Internacional de Agricultura, Pecuária e Alimentação, que terá lugar amanhã, Quinta-feira, dia 31 de Março, pelas 12h00, no Parque de Exposições de Braga (PEB).

A iniciativa contará com a presença de Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga.

A 49.ª edição da AGRO – Feira Internacional de Agricultura, Pecuária e Alimentação, será a melhor e maior de sempre. O certame que decorre de 31 de Março a 3 de Abril, no Parque de Exposições de Braga (PEB), terá 250 expositores, mais 10% em relação ao ano transacto, e espera atingir mais de 100 mil visitantes.

Organizada pela InvestBraga, a maior feira do sector primário do norte do País e da Galiza, é a única a nível nacional que faz parte da EURASCO (European Federation of Agricultural Exhibitions and Show Organizers), e promete continuar a apoiar as fileiras mais representativas do sector agrícola, dando a conhecer o que de melhor se produz em Portugal aos visitantes nacionais e estrangeiros.

BRAGA REALIZA FEIRA INTERNACIONAL DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ALIMENTAÇÃO

Maior e melhor AGRO de sempre espera mais de 100 mil visitantes. Certame decorre de 31 de Março a 3 de Abril

A 49.ª edição da AGRO – Feira Internacional de Agricultura, Pecuária e Alimentação, será a melhor e maior de sempre. O certame que decorre de 31 de Março a 3 de Abril, no Parque de Exposições de Braga (PEB), terá 250 expositores, mais 10% em relação ao ano transacto, e espera atingir mais de 100 mil visitantes.

CMB29032016SERGIOFREITAS0000001476

Organizada pela InvestBraga, a maior feira do sector primário do norte do País e da Galiza, é a única a nível nacional que faz parte da EURASCO (European Federation of Agricultural Exhibitions and Show Organizers), e promete continuar a apoiar as fileiras mais representativas do sector agrícola e dar a conhecer o que de melhor se produz em Portugal a visitantes nacionais e estrangeiros.

“Esta feira é uma das referências do sector a nível nacional. Desde que iniciamos funções, a AGRO tem vindo a crescer de ano para ano, quer em qualidade que em área de exposição. Para esta edição, e fruto de um conjunto de parcerias que conferem ainda mais qualidade ao evento, estão reunidas as condições para que esta edição seja a maior e melhor de sempre”, garantiu Carlos Oliveira, presidente da InvestBraga, durante a apresentação do certame que decorreu esta Terça-feira, 29 de Março, no PEB.

CMB29032016SERGIOFREITAS0000001477

Conferências e seminários, showcooking, concursos pecuários e espectáculos musicais, prometem atrair muito público durante os quatro dias da AGRO, facto que comprova que áreas económicas como a agro-indústria, a pecuária e a alimentação, “são sectores em que a Câmara e a InvestBraga apostam com muita intensidade”, e a “revitalização deste certame vai de encontro ao trabalho de afirmação do Concelho neste sector”, sublinhou Carlos Oliveira.

A “gestão rigorosa” por parte InvestBraga, e o “permanente apoio ao desenvolvimento económico da Região”, foi um dos aspectos evidenciados pelo vereador do Desenvolvimento Rural do Município de Braga. Como explicou Altino Bessa, a actual administração da InvestBraga, “trouxe o equilíbrio financeiro a este evento, impondo um cunho de profissionalismo nunca antes atingido”. Essa nova forma de actuar, fez com que a AGRO “deixasse de ser um encargo financeiro para o Município e passasse a dar lucro de um ano para o outro, atingindo números fantásticos em termos de visitantes e expositores”.

Nesta edição vão ser debatidos vários temas que fazem a actualidade e que contarão com a presença do Ministro da Agricultura, Capoulas Santos. Segundo Altino Bessa, “a temática do sector leiteiro irá estar em evidência e, uma vez que acabaram as cotas leiteiras, e como estarmos inseridos numa zona onde está instalada a maior ‘bacia leiteira’ do País, este assunto reveste-se de enorme importância para a economia local”, referiu, mostrando a sua “curiosidade” para saber “quais as medidas que o Governo vai implementar para minimizar o impacto do fim das cotas leiteiras”.

Também os sectores das carnes, da agricultara biológica e o sector florestal são áreas com presença garantida nesta edição da AGRO, sendo que este último representa cerca de 1,5% do PIB nacional e 140 mil postos de trabalho, representando 9% das exportações. “A fileira florestal é um sector a ter em conta e um dos mais importantes a nível de exportações”, referiu Altino Bessa, abrindo as portas para a realização de um certame direccionado apenas para este sector.

Programa ecléctico pretende envolver vários públicos

Com um programa ecléctico, a edição de 2016 da AGRO pretende atrair vários tipos de público. A abertura ao público está marcada para as 10h00 do dia 31 de Março, sendo que o primeiro dia do evento é destinado à Galiza, com uma cerimónia evocativa a ter lugar às 12h30.

São quatro dias preenchidos com várias conferências e seminários dedicados a vários temas da actualidade do sector, estando prevista a presença do Ministro da Agricultura, Capoulas Santos, durante os primeiros dois dias do evento. Showcooking, concursos pecuários e espectáculos musicais completam o programa, com destaque para a actuação do grupo ‘Átoa’, na Sexta-feira, dia 1 de Abril, pelas 22h00, os ‘Diabo na Cruz’, no dia seguinte às 21h30 e os ‘Som do Minho’, no Domingo dia 3 de Abril, pelas 15h30.

“Depois de consolidada e afirmada, é fundamental continuar fazer com que a AGRO cresça e contribua para o crescimento económico do sector agrícola que em 2015 registou um crescimento de 6,3%”, referiu o Humberto Carlos, administrador da InvestBraga, adiantando que este ano o evento conta com cerca de 25% de novos expositores, “o que reflecte a preocupação em inovar e contribui para que os profissionais do sector encontrem aqui novas soluções para aumentarem a produtividade”.

Os bilhetes para a AGRO 2016 estão disponíveis online na Ticketline e na bilheteira do PEB com um custo único de 3,5 euros. As crianças até aos 12 anos têm entrada gratuita. À semelhança do ano transacto a CP – Comboios de Portugal associa-se a esta iniciativa disponibilizando um bilhete especial de 2 euros (ida e volta) nos comboios urbanos do Porto (linhas Urbanas de Braga, Guimarães, Caíde e Aveiro), a que apresentar o ingresso para a AGRO.

CMB29032016SERGIOFREITAS0000001483

VALENÇA PARTICIPA NA FEIRA INTERNACIONAL DE TURISMO EM MADRID

Valença Presente 5 Anos na Feira Líder de Turismo

Pelo quinto ano consecutivo, Valença marcou presença na F.I.T.U.R. - Feira Internacional de Turismo, aberta ao público até domingo, em Madrid, para apresentar as potencialidades turísticas da Eurocidade.

A promoção de 2016 segue o lema “Eurocidade Valença Tui: mil anos de historia”, projetando a Fortaleza de Valença, a Catedral de Tui, os Caminhos de Santiago, as memórias da fronteira, o rio Minho, a Ecopista e o Monte de Aloia, bem como a gastronomia onde reina o bacalhau.

Material promocional sobre a oferta turística da Eurocidade foi distribuido na F.I.T.U.R. junto dos vários operadores turísticos mundiais presentes neste certamel líder no mercado ibero americano de turismo.

No stand da Turgalicia decorreu uma apresentação conjunta de Valença e Tui para as entidades e operadores presentes no certame.

Para Valença esta foi uma grande oportunidade de contactar com os principais agentes turísticos mundiais, alguns já a trabalhar no Noroeste Peninsular e de colocar a oferta da nossa cidade nos pacotes turísticos que se vendem para a região.

A participação de Valença, no âmbito da Eurocidade, na FITUR, associa-se à presença noutros certames, em Portugal e Espanha, promovendo as principais atratividades e potencialidades da cidade. Estão programadas presenças já na Bolsa de Turismo de Lisboa e no Xantar, em Orense, entre outros.

PONTE DE LIMA LANÇA 1ª FEIRA 100% AGROLIMIANO

Este evento, a realizar nos dias 27 e 28 de fevereiro, tem como principal missão promover todo o setor agroalimentar do concelho de Ponte de Lima, um território onde a produção de qualidade é uma marca distintiva e um fator de promoção e atração.

A Feira 100% Agrolimiano pretende transformar-se num espaço dedicado à exposição dos variados produtos de cultivo e fabrico local, assim como dos serviços associados ao mundo rural do concelho de Ponte de Lima, como a produção de vinho verde, leite, enchidos e fumados, animais, sidra, fruta, caracóis, cogumelos, mel, entre muitos outros, que contribuem para a dinamização da economia Limiana.

Perspetiva-se a realização de um evento inovador e único no âmbito do setor do Desenvolvimento Rural de Ponte de Lima, no sentido de motivar todos os parceiros envolventes, desde a produção, à distribuição e à comunicação.

Assim sendo, os empresários limianos ligados a este setor podem inscrever-se na 1ª Feira 100% Agrolimiano através desta ficha de inscrição, que deverá ser preenchida e devolvida o mais brevemente possível, para: terra-eventos@cm-pontedelima.pt.

ASSOCIAÇÃO RIO NEIVA PRMOVE FEIRA DE USADOS EM ESPOSENDE

A pensar no ambiente, a Rio Neiva irá promover uma feira de usados, no largo Rodrigues Sampaio, em Esposende, já no próximo dia oito de dezembro (feriado).

Recolhe as coisas que já não usas e monta a tua banca na nossa feira de usados. A Rio Neiva terá uma banca com artigos doados.

Faz a tua inscrição para o mail associacaorioneiva@gmail.com

Divulgue por favor e traga os seus amigos.

CELORICO DE BASTO RECEBE FEIRA DE SANTA CATARINA

Ruas de Celorico de Basto recebem a Feira Anual de Sta. Catarina

A Feira Anual de Sta. Catarina decorre em Celorico de Basto de 22 a 25 de novembro e como usualmente promete atrair milhares de pessoas a Celorico de Basto. Este ano a feira conta com um programa vasto com enfoque para o I concurso pecuário Inter Escolas Agrícolas de raça Frísia e o concurso pecuário de raças Autóctones.

“A Feira anual de Sta. Catarina tem características muito próprias que queremos manter e aperfeiçoar no sentido de tornar o certame ainda mais atrativo para feirantes e visitantes. Este ano teremos o I Concurso Inter Escolas Agrícolas – Raça Frísia e como sempre será destaque o concurso Pecuário de raças Autóctones o grande ex-libris desta feira” referiu o autarca, Joaquim Mota e Silva em jeito de antevisão.

O presidente da Câmara municipal de Celorico de Basto ressalvou a necessidade de valorizar as características da ruralidade inerentes ao certame. “Temos produtores de plantas de fruto, produtores de gado bovino, feirantes que vendem mezinhas, cobertores para passar o inverno, alfaias agrícolas e muito mais. A feira anual de Sta. Catarina é um certame rico em tradições voltadas para a ruralidade que precisamos valorizar e que dá uma vida diferente a Celorico de Basto”.

Tal como no ano transato a Feira Anual de Sta. Catarina voltará a ser animada pelo programa da SIC “Portugal em Festa” na tarde de domingo, 22 de novembro. Nesse mesmo dia desenrolar-se-á o I Concurso Inter Escolas Agrícolas e o I BTT de Sta. Catarina. Nos dias seguintes será destaque a exposição Agropecuária Permanente.

No dia 25, quarta-feira, umas das grandes atratividades desta feira encherá o recinto do Mercado Municipal, o Concurso pecuário de Raças Autóctones. Nesse mesmo dia decorrerá a apresentação dos cavalos de raça garrana e o corta- mato de Sta. Catarina.

Em todos os dias de atividade a feira percorrerá as ruas da vila de Celorico de Basto com os tradicionais tendeiros de roupa, cobertores, doces, sardinhas, castanhas, alfaias agrícolas, entre outros. A organização do certame é da responsabilidade da Câmara Municipal de Celorico de Basto e conta com a participação ativa da Escola Profissional de Fermil, Celorico de Basto, como parceira na organização dos concursos pecuários. Outras entidades associaram-se à feira tendo em conta as características a ela inerente.

VALENCIANOS REALIZAM EM CERDAL FEIRA TRADICIONAL DOS SANTOS

Feira Tradicional dos Santos de Cerdal: A Grande Feira/Romaria do Noroeste Peninsular

Os Perícos dos Santos, as Castanhas quentinhas, as Corridas de Cavalos, as Tasquinhas, os Cantares ao Desafio e a imensidão de tendas fazem da Feira dos Santos de Cerdal (Valença) a maior do Noroeste Peninsular, em 1 e 2 de novembro.

Roupa, calçado, produtos do campo, gado cavalar, bovino e caprino, bijuterias e muita gastronomia tradicional prometem um conjunto de ingredientes para mais uma feira de sucesso em Cerdal, Valença.

Mais de 400 expositores atraem, anos após ano, milhares de visitantes para desfrutarem da feira que decorre no Terreiro de São Bento da Lagoa, num espaço devidamente infra-estruturado para o efeito, junto à estrada nacional São Pedro da Torre/Paredes de Coura, a 5 minutos do acesso à A3 e das pontes internacionais.

Feira de Gado e Corridas de Cavalos

Os emblemáticos cavalos garranos, típicos do Noroeste Peninsular, são um dos grandes atrativos desta feira com a mostra dos animais, vindos de toda a região norte de Portugal e do sul da Galiza, a animarem as manhas do dia 1 de novembro. Para além do gado cavalar este setor contará, ainda, com gado bovino e caprino.

As tradicionais corridas de cavalos, em passo travado, decorrerão no dia 1, a partir das 14h00, na Pista das Corridas. Uma oportunidade para os ginetes mostrarem a destresa dos seus cavalos.

As Tasquinhas e as Desgarradas

Nas tasquinhas dos Santos provam-se os vinhos verdes novos da região, assim manda a tradição. Provas acompanhados, por uma infinidade de petiscos, com destaque para os rojões, o caldo verde e as castanhas assadas. As Noites dos Santos são sempre muitos animadas, de 31 de outubro e 1 de novembro, com os cantares ao desafio e as desgarradas a cargo dos tocadores de concertina.

A Feira dos Perícos dos Santos

Os Santos dão nome a um fruto de época e único no mundo, os Perícos dos Santos, possível de encontrar apenas em Valença.

Os espaços envolventes à Capela de São Bento reúnem as lavradeiras da região que nesta época vendem, sobretudo, os perícos dos santos (peras pequenas típicas desta região), as castanhas cruas ou cozidas, as nozes, os dióspiros e muitos outros produtos do campo.

Feira das Trocas

Há séculos que a tradição manda que no dia 2 de novembro a Feira dos Santos se transforme na Feira dos Trocas.. Uma tradição antiga de trocar os produtos adquiridos na véspera que por alguma razão não serviam.

Feira Secular

A Feira dos Santos é uma feira / romaria secular e um verdadeiro ponto de encontro galaico-minhoto que cativa, ano após ano, milhares de visitantes. A feira já aparece documentada em 1758 e é um ponto de confluência de povos e onde, por excelência, se sente a alma galaico-minhota.

FEIRA AGRÍCOLA E DOS PRODUTOS TRADICIONAIS ANIMA VILA PRAIA DE ÂNCORA DE 25 A 27 DE SETEMBRO

Baile tradicional vai marcar a noite de sábado

Vila Praia de Âncora vai acolher de 25 a 27 de setembro a Feira Agrícola e dos Produtos Tradicionais. Exposição de alfaias agrícolas antigas, passeios a cavalo, produtos e artesanato tradicionais, workshops, palestras, passeio botânico e animação com destaque para o Baile Tradicional que terá lugar no sábado, são as propostas desta edição do certame.

Esta mostra visa a divulgação da agricultura e a comercialização dos seus produtos, bem como a promoção de debates sobre questões relacionadas com o setor primário.

O Parque Dr. Ramos Pereira vai servir de cenário a esta edição. Durante os três dias, as propostas de animação são muitas. No sábado, vão decorrer os workshops de culinária “os vegetais em compotas” e sobre plantas aromáticas “Bebidas com sabor”. Durante os três dias, os mais pequenos podem participar nos workshops infantis “A minha horta” e “A viagem da sementinha”.

As palestras também ocupam um lugar de destaque. No sábado, vai decorrer a palestra “os cães de gado – caraterísticas e potencialidade” e no domingo “A legislação aplicada à apicultura”, seguida de provas de mel e broas comentadas.

Este cartaz integra um Passeio Botânico pelas margens do Rio Âncora, que terá lugar no sábado à tarde.

A animação vai ser constante e está a cargo de grupos do concelho, com destaque para: o Grupo de Bombos de Vila Praia de Âncora, o Grupo de Danças e Cantares Genuínos da Serra d’Arga, o Grupo de Cantares de Orbacém e a Academia de Dança e Música Tradicional de Caminha.

Para além da animação, no Parque Dr. Ramos Pereira, estarão patentes a exposição/venda de produtos e artesanato tradicionais, a troca de sementes de variedades tradicionais, a exposição de alfaias agrícolas antigas e o visitante ainda poderá fazer passeios a cavalo.

Caminha, 23 de setembro de 2015

Gabinete de Informação ao Munícipe

Programa:

Sexta-feira, 25 de setembro

19H00 – Abertura Oficial

Grupo de Bombos de Vila Praia de Âncora

Animação de rua

21H30 –Atuação do Grupo de Danças e Cantares Genuínos da Serra d’Arga

Local: Palco do Parque Dr. Ramos Pereira

24H00 – Encerramento

Sábado, 26 de setembro

10H00 – Abertura

Grupo de Bombos de Vila Praia de Âncora

Animação de rua

11H00 – “Os Vegetais em Compotas” – workshop de culinária

Colaboração: Licomda – Licores e Compotas

Local: Parque Dr. Ramos Pereira

14H30 – Grupo de Bombos de Vila Praia de Âncora

Animação de rua

15H00 – “Bebidas com Sabor” - workshop sobre plantas aromáticas

Colaboração: Aromáticas Vivas e Carlos Venade

Local: Parque Dr. Ramos Pereira

16H00 – Passeio Botânico

Colaboração: Carlos Venade

Local: margens do rio Âncora

17H00 - “Os Cães de gado – Características e Potencialidades” - palestra

MUNICÍPIO DE CAMINHA

Colaboração: Associação Portuguesa do Cão de Castro Laboreiro

Local: Parque Dr. Ramos Pereira

18H00 – Atuação do Grupo de Cantares de Orbacém

Local: Palco do Parque Dr. Ramos Pereira

22H00 – Baile Tradicional

Concertinas, cavaquinhos e outros instrumentos tradicionais

Colaboração: Academia de Dança e Música Tradicional de Caminha

Local: Parque Dr. Ramos Pereira

24H00 – Encerramento

Domingo, 27 de setembro

10h00 – Abertura

Grupo de Bombos de Vila Praia de Âncora

Animação de rua

10H30 – A legislação aplicada à apicultura

(produtos homologados, rotulagem e georreferenciação)

Colaboração: Miguel Maia - APIMIL

Local: Parque Dr. Ramos Pereira

11H30 – Provas de mel e broa comentadas

Colaboração: APIMIL e Escola Superior Agrária de Ponte de Lima

Local: Parque Dr. Ramos Pereira

14H30 –Grupo de Bombos de Vila Praia de Âncora

Animação de rua

15H30 – Atuação da Academia de Dança e Música Tradicional de Caminha

Local: Palco do Parque Dr. Ramos Pereira

19H00 - Encerramento

“A FEIRA DE PORTELA DE ALVITE EM MONÇÃO VALORIZA O MUNDO RURAL E O TURISMO DE MONTANHA”

Certame, realizado no passado fim-de-semana, juntou muitos comerciantes de gado e materiais ligados à atividade agrícola e pecuária, proporcionando atividades como feira do garrano, concurso de gado e corridas de cavalos. Paulo Esteves agradeceu a coragem, empenho e voluntarismo da organização na promoção de um certame que traz memórias ancestrais e gera mais-valias económicas.

No passado fim-de-semana, realizou-se mais uma Feira Tradicional Interfreguesias de Portela de Alvite. A décima primeira consecutiva. Mais uma vez, com organização da Associação de Desenvolvimento Integrado de Portela de Alvite e apoio das juntas de freguesia de Merufe, concelho de Monção, e Sistelo, concelho de Arcos de Valdevez.

Realizando-se no recinto da feira do gado, o certame dedicado ao mundo rural foi inaugurado ao final da manhã de sábado com as presenças, entre vários representantes políticos e associativos dos dois concelhos, do Vereador das Atividades Socioculturais, Paulo Esteves, e do Presidente da Câmara Municipal de Arcos de Valdevez, João Manuel Esteves.

Paulo Esteves considerou que “a promoção do mundo rural e a defesa das tradições e costumes é algo em que os políticos devem apostar e valorizar”, realçando que “esta feira é um bom exemplo daquilo que deve ser feito para a concretização desse desafio”.

“Por isso, quero louvar a iniciativa e endereçar parabéns à organização pela coragem, pelo empenho e pelo voluntarismo em manterem acesa a chama do mundo rural. Bem hajam por reavivar a memória coletiva deste povo orgulhoso da sua história e das suas vivências” adiantou.

O autarca reafirmou o propósito do município em fortalecer as potencialidades locais, sublinhando a aposta feita na defesa dos rios, na requalificação de zonas de lazer, no apoio à realização de feira temáticas e no melhoramento de espaços com história situados nas freguesias.

Sintetizou: “A nossa intenção é clara. Valorizar o mundo rural como espaço vocacionado para o turismo mas também para a fixação de pessoas. O nosso objetivo é constante. Fazer de cada uma das 24 freguesias do nosso concelho, locais atrativos para visitar, residir e investir”.

A XI Feira Tradicional Interfreguesias de Portela de Alvite compreendeu feira do garrano, concurso de gado, corridas de cavalos, encontro de folclore, cantadores ao desafio, atuação de ranchos folclóricos e concentração de grupos de bombos. Nestes dias, Portela de Alvite encheu-se de expositores com material agrícola, tasquinhas com petiscos tradicionais e vinhos da região.

FAMALICÃO REALIZA FEIRA RURAL EM JOANE

O Grupo Etnográfico Rusga de Joane e a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão levam a efeito a 7ª FEIRA RURAL DE JOANE, que acontecerá nos próximos dias, 19 e 20 de setembro de 2015, no Parque da Ribeira em Joane - V.N.Famalicão.

7ª Feira Rural de Joane (20 setembro 2015)

  • Arraial Minhoto – Sábado, 19 setembro 2015
  • 7ª FeiraRural de Joane - 20 setembro 2015
  • 7º Encontro de Concertinas - 20 setembro 2015

Organizada pelo Grupo Etnográfico Rusga de Joane a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, a 7ª edição da Feira Rural de Joane (V.N.Famalicão), decorre no dia 20 de Setembro, no Parque da Ribeira, em Joane.

Neste certame, serão evidenciados a venda de produtos hortícolas, frutícolas, vinícolas, animais vivos, trajes, artesanato e tasquinhas tradicionais, através das bancas dos grupos folclóricos que recriam as feiras de finais de séc. XIX.

De acordo com o sucesso obtido nas anteriores edições, a Feira Rural de Joane, pretende recuperar esses locais de comércios ancestral, contando com animação de grupos de folclore e encontro de concertinas, onde qualquer habilidoso e interessado pode participar, as inscrições são gratuitas. No sábado, dia anterior à Feira Rural de Joane, antecede um arraial minhoto com animação tradicional.

Programa:

> Sábado, 19 Setembro 2015 - ARRAIAL MINHOTO

21h30 – Arruada e atuação da Orquestra de Percussão Tradicional Lousad’Arrufar

22h30 – Atuação do Rancho Regional Casa Povo Ílhavo

Domingo, 20 Setembro 2015 - FEIRA RURAL

9h - Abertura da Feira Rural

14h30 – Arruada e atuação da Orquestra de Percussão Tradicional do Toca Centro de Artes~

15h30 – Atuação do Grupo Folclórico Ceifeiras de Gondar – Guimarães

16h30 – 7º Encontro de Concertina de Joane (inscrição gratuita)

ARCOS DE VALDEVEZ REALIZA FEIRA TRADICIONAL

XI Feira Tradicional Interfreguesias da Portela do Alvite realiza-se nos dias 12 e 13 de setembro

Câmara Municipal de Arcos de Valdevez apoia anualmente a realização da iniciativa de forma a ajudar a promover o mundo rural e a criação das raças bovinas Barrosã, Cachena e Minhota, bem como do cavalo Garrano.

Durante os dias 12 e 13 de Setembro, a Portela do Alvite recebe a edição anual da Feira Tradicional Interfreguesias (Sistelo e Merufe), uma iniciativa que se realiza há já onze anos consecutivos e tem como principais objetivos divulgar o cavalo garrano e as raças bovinas Barrosã, Cachena e Minhota.

Com um programa repleto de animação, os amantes do mundo rural terão ao dispor Tasquinhas com produtos tradicionais; atuações de Rusgas Populares; Concursos de Gado; um Festival Folclórico; atuações musicais e ainda a realização da Feira do Garrano; corrida de Cavalos e atuações de Grupos de Bombos.

A Feira Tradicional Interfreguesias (Sistelo e Merufe) é organizada pela ADIPA – Associação Desenvolvimento Integrado da Portela do Alvite, em colaboração com a Junta de Freguesia de Sistelo, Câmara Municipal de Arcos de Valdevez, Junta de Freguesia de Merufe e Câmara Municipal de Monção.

Esta é uma iniciativa que a Câmara Municipal de Arcos de Valdevez considera ser de louvar porque dignifica o concelho, sendo de realçar o dinamismo económico que gera através das transações realizadas na feira e do movimento turístico que atrai, bem como o agradável convívio e cooperação vividos entre freguesias e concelhos.

MONÇÃO REALIZA XI FEIRA TRADICIONAL DA PORTELA DE ALVITE

No próximo fim-de-semana, Merufe, em Monção, e Sistelo, em Arcos de Valdevez, unem-se na promoção do mundo rural e costumes ancestrais. Programa compreende feira do garrano, concurso de gado, corridas de cavalos, encontro de folclore, cantadores ao desafio, atuação de ranchos folclóricos e concentração de grupos de bombos. O principal dia do certame é no sábado, 12 de setembro, com abertura oficial marcada para as 12h00. A animação inicia-se no dia anterior, sexta-feira, a partir das 21h00, com uma noite de rusgas.

Numa aposta clara em defender as tradições e costumes ancestrais e valorizar a identidade rural em áreas de montanha, as freguesias de Merufe, em Monção, e de Sistelo, em Arcos de Valdevez, promovem, este fim de semana, 12 e 13 de setembro, a XI Feira Tradicional da Portela de Alvite.

Realizando-se no recinto da feira do gado, o certame dedicado ao mundo rural compreende feira do garrano, concurso de gado, corridas de cavalos, encontro de folclore, cantadores ao desafio, atuação de ranchos folclóricos e concentração de grupos de bombos. A abertura oficial está marcada para as 12h00 de sábado. A animação inicia-se no dia anterior, sexta-feira, a partir das 21h00, com uma noite de rusgas.

Nestes dias, Portela de Alvite, lugar de montanha que divide os concelhos de Monção e Arcos de Valdevez, enche-se de expositores com material agrícola, tasquinhas com petiscos tradicionais e vinhos da região, sendo muito procurado pelos comerciantes de gado de vários pontos da região minhota.

A XI Feira Tradicional da Portela de Alvite é organizada pela Associação de Desenvolvimento Integrado de Portela de Alvite e conta com a colaboração das autarquias de Monção e Arcos de Valdevez e Juntas de Freguesia de Merufe e Sistelo. Os patrocinadores oficiais do evento são a Casa Agrícola e o Intermarché.

FEIRA DO LIVRO DE PONTE DE LIMA TEVE BALANÇO POSITIVO

A XX Feira do Livro de Ponte de Lima, que se realizou de 23 a 26 de julho, encerrou com um balanço muito positivo.

Mais de 5000 visitantes passaram pelo evento e a aquisição de livros aumentou significativamente, em comparação com a edição do ano passado.

11745634_705831329523464_1567757717134907724_n (Me

Contribuíram para este fato as novidades editorais que o evento apresentou e as promoções, com 20% de desconto sobre o preço de capa nas publicações.

O livro "Confissões de uma mulher madura" de autoria de Maria Elisa Domingues liderou o top de vendas, seguido de “Parentalidade Positiva” de Pedro Strecht e “D. Teresa” de Isabel Stilwell.

11760106_705830242856906_2059882699415385517_n (Me

Este evento contou com dias recheados de muitas leituras, animação infantil e musical, ateliers, oficinas criativas, apresentações de livros, workshops, palestras, destacando-se, também, a realização do I Encontro de Escritores Limianos

Terminado o certame registou-se, com agrado, o grande entusiasmo e interesse demonstrado pela população em geral nos quatro dias em que a feira decorreu, tendo sido notória a agitação em volta dos livros em exposição.

Estes dados comprovam bem o sucesso da Feira do Livro, razão pela qual o Município de Ponte de Lima continuará a apostar neste evento.

20150725_103146 (Medium)

20150725_224838 (Medium)

PONTE DE LIMA REALIZA FEIRA DO LIVRO NA EXPOLIMA

Programa da XX Feira do Livro de Ponte de Lima: A Feira do Livro de Ponte de Lima decorre, pelo segundo ano consecutivo, no espaço panorâmico da Expolima

De 23 a 26 de julho, a 20.ª edição reúne mais de 100 editoras que nos apresentam uma panóplia de livros com 20% de desconto, desde as novidades editoriais, aos livros de fim de edição, com um preço atrativo.

O Município de Ponte de Lima apresenta um programa cultural diversificado, do qual se destaca as apresentações de livros, oficinas e workshops de ilustração para crianças e jovens, sessões com os idosos e animações de leitura para famílias.

A abertura do certame está agendada para o dia 23 de julho, às 18 horas, seguida da inauguração da exposição evocativa ao Padre Manuel Dias e palestra ministrada por António Matos Reis e Paulo Pereira.

Haverá ainda lugar para a realização do I Encontro de Escritores Limianos que irá reunir numa sessão pública, de convívio e colóquio, os escritores naturais ou residentes em Ponte de Lima.

Este evento serve ainda de ponto de encontro com autores portugueses de referência, como Pedro Strecht, Isabel Stilwell e Maria Elisa.

Os ateliers de leitura e pintura, as conversas com ilustradores e atores, concertos, animação infantil, exposições, insufláveis e pinturas faciais constituem outros motivos para visitar a Feira do Livro.

HORÁRIOS

Patente no espaço panorâmico da Expolima e com entrada livre, a Feira do Livro estará de portas abertas de quinta-feira, das 14h00 às 23h00, às sextas-feiras, sábados e domingo das 10h00 às 24h00, com interrupção à hora de almoço e jantar.

FEIRA DE CAÇA, PESCA E LAZER DE PONTE DE LIMA APOSTA NA PROMOÇÃO DO MUNDO RURAL

A Feira de Caça, Pesca e Lazer de Ponte de Lima,“é um certame consolidado, que aposta na promoção e valorização do mundo rural”, disse o Presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima, Engº Victor Mendes, sobre o evento que terminou ontem, domingo, na Expolima.

O evento que contou com a visita do Secretário de Estado do Ordenamento do Território e da Conservação da Natureza, Miguel Castro Neto, reuniu associações e entidades ligadas à Caça, Pesca e Lazer. O Governante contatou com os expositores e associações que compõem este conjunto, mencionando que “Ponte de Lima é líder na promoção do desenvolvimento regional e na conservação dos recursos naturais, ao aliar o empreendedorismo e o capital humano à conservação da natureza e à promoção da sustentabilidade”.

Esta dinâmica surge de uma organização conjunta da Câmara Municipal de Ponte de Lima e da Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural, com a colaboração da Fencaça – Federação Portuguesa de Caça e Associações do concelho, potenciando a valorização dos recursos naturais de excelência que o concelho dispõe.

O II Concurso de Beldades de Ponte de Lima e o Concurso Canino de beleza, que se distinguiu pela qualidade e excelência dos animais levados a concurso, foram dos momentos mais significativos da Feira, que contou ainda com o 1º Troféu de St.Huberto de Ponte de Lima De realçar ainda a III festa do caçador, trazendo à Feira momentos de confraternização e convívio saudável.

A vasta área de exposição deste espaço permitiu ainda realizar diversas ações simultâneas, nomeadamente, exposição de carros clássicos e um conjunto de desportos de aventura como Rapel, Air Bungee e Tiro ao alvo.

Fruto do sucesso alcançado nas edições anteriores, este ano voltou-se a realizar o concurso do Mel alargando-se a todo o Alto Minho, com o objetivo de dar a conhecer a diversidade do mel dos produtores e premiar a sua qualidade.

Seguem-se os resultados das provas que decorreram durante a VII Feira de Caça, Pesca e Lazer de Ponte de Lima:

IV Concurso de Mel de Ponte de Lima

1º - Álvaro Cristóvão Martins Gonçalves

2º - José Augusto Pimenta

3º - Márcio José Martins Gonçalves

I Concurso do Alto Minho

1º- Custódio Vieira Antunes – Ponte da Barca

2º - Apiários do Lima – Ponte de Lima

3º - Tiago Machado Moreira – Ponte de Lima

- 1º Troféu de Stº Huberto de Ponte de Lima

- 1º Lugar – Hugo Fernandes – Ponte de Lima

- 2º Lugar – Miguel Martins – Vila Verde

- 3º Lugar – Rui Moreira - Prado

II Concurso de Beldades Caninas, com um total de 34 cães:

Melhor Ping Pong:

1º lugar – Buggy – Pastor Alemão – Júlio António Dantas Gonçalves

2º lugar – Lennon – Bulldog Francês – Elisabete Conceição da Torre Carvalho

3º lugar – Eli – Teckel miniatura de pelo comprido

Olhar mais meigo:

1º lugar – Eddie – Indefinido – João Manuel Fernandes Gonçalves Costa

2º lugar - Nina – Pinscher – Joana Carolina dos Santos Prego

3º lugar - Gracie – Arraçada de teckel dachshund

Cauda mais irrequieta:

1º lugar – Sheep – Serra da Estrela – Ana Trabugo

2º lugar – Ruca – Westie – Graça Pinto

3º lugar – Kiko – Golden Retriver – Fernando Miguel da Silva Rodrigues Alves

Dono mais parecido com o cão:

1º lugar – Vegeta – Bulldog Inglês – Manuel Fernandes

2º lugar – Kelly – Pug – David Moreira

3º lugar – Sasha – Chow-Chow – Carina Silva

Melhores 6 pernas:

1º lugar – Picolé – Indefinido – Filipa Maria de Sousa Ferreira

2º lugar – Kim – Pastor Alemão – José Carlos Pereira

3º lugar – Charles – Golden Retriever – Vítor Silva

Cachorro mais bonito (até 1 ano):

1º lugar –Will – Cruzado de Labrador – António Manuel Cerqueira de Araújo

2º lugar – Hulk – Cruzado de Boxer – Bruno Melo

3º lugar – Jimmy – Boieiro de Berna/ Pastor Alemão - Jonatan

Cão de caça mais bonito:

1º lugar – Mike – Indefinido – Filipa Maria de Sousa Ferreira

2º lugar – Kadaffi – Podengo Português – Rui Dantas

3º lugar – Baguera – Epagneul – Eduardo Pereira

Idoso mais em forma:

1º lugar: Picolé – Indefinido – Filipa Maria de Sousa Ferreira

1º lugar: Ziggy – Labrador – Eduardo Manuel Bouças Leal

1º lugar: Eddie – Indefinido – João Manuel Fernandes Gonçalves Costa

1º lugar: Mike – Indefinido – Filipa Maria de Sousa Ferreira

V Concurso Canino de Beleza com um total de 34 cães:

BIS ADULTO

1º - Golden Retriever - Proprietário Óscar Ferraz- Morada (Ponte de Lima)

2º - Chihuahua -Pelo comprido- Proprietário Ivone Paim- Morada (Cartaxo)

3º- Basset Hound - Proprietário  Eugénio Martins - Morada (Ponte da Barca)

BIS JOVEM

1º- Golden Retriever -Proprietário Oscar Ferraz- Morada (Ponte de Lima)

2º- Carlin - Proprietário Ivone Paim- Morada (Cartaxo)

3º- Barbado da Terceira - Proprietário Jorge Teixeira- Morada (Azeitão)

CLASSE DE PARES

1º- Chihuahua –Pelo curto- Proprietário Ivone Paim- Morada (Cartaxo)

2ª- Golden Retriever -Proprietário Óscar Ferraz- Morada (Ponte de Lima)

3º- Cão da Serra da Estrela- Pelo Comprido - Proprietário João Amorim e Alexandra Correia- Morada (Ponte de Lima)  

GRUPO DE CRIADOR

1º  Afixo (Quinta dos Salgueiros)- Proprietário Jorge Teixeira- Morada (Azeitão)

2º  Afixo (Boscardini) - Proprietário Óscar Ferraz- Morada (Ponte de Lima)

3º Afixo (Casal de Lethes)- Proprietário João Amorim e Alexandra Correia- Morada (Ponte de Lima)

EXTRA CONCURSO

1º- Golden Retriever -Proprietário Óscar Ferraz- Morada (Ponte de Lima)

PONTE DE LIMA INAUGURA AMANHÃ FEIRA DA CAÇA, PESCA E LAZER

Secretário de Estado do Ordenamento do Território e da Conservação da Natureza Preside amanhã em Ponte de Lima à inauguração da VII Feira de Caça, Pesca e Lazer

O Secretário de Estado do Ordenamento do Território e da Conservação da Natureza, Miguel Castro Neto, preside amanhã sexta-feira, às 17 horas, à abertura oficial da Feira de Caça, Pesca e Lazer de Ponte de Lima.

Esta sétima edição, organizada pela Câmara Municipal de Ponte de Lima em parceria com a Escola Profissional de Ponte de Lima tem como objetivo dar a conhecer o que melhor há na região, no setor da Caça, Pesca e Lazer.

São vários os recursos para caça e pesca, existentes no concelho, que aliados ao lazer constituem um forte alvo de investimento e de procura. Assim, há inúmeras empresas e associações que se dedicam a estas atividades e temáticas que dinamizam o seu desenvolvimento.

Assim, de 10 a 12 de julho decorrerão inúmeras atividades como a Taça da Feira de Caça, Pesca e Lazer de Ponte de Lima – St. Huberto. Realizar-se-ão ainda demonstrações de Aves de Cetraria, de Pesca, de Cães de Parar, de Disc Dog e uma outra demonstração de Obediência, Ordem Pública, Busca e Salvamento, realizada pela Unidade Especial da PSP, bem como a Prova de Pesca, o 82.º e 83.º Troféu Agility Caniclube e uma Mostra de Cães de Matilha.

De realçar ainda, o I Concurso de Mel do Alto Minho, e o IV Concurso de Mel de Ponte de Lima. Também o V Concurso Canino de Beleza de Ponte de Lima e o II Concurso de Beldades Caninas. O Festival de Folclore, o Desfile de Carros Clássicos, um passeio de BTT pelas Margens do Rio Lima, com os Batotas e um voo Cativo em Balão de Ar-quente.

Destaque para o Colóquio sobre “Gestão Cinegética em Áreas Classificadas – O Lobo e as suas Presas Selvagens”. Toda a área da Expolima estará centrada neste evento com exposições a decorrer no espaço e atividades como Parede de Escalada, AIR BUNGEE, Tiro ao Alvo e insufláveis.

Com inscrição prévia, pode também participar na Festa do Caçador, no sábado, a partir das 20 horas.

Os concertos musicais, referencia para os Diabo na Cruz, na noite de sexta-feira e do aclamado Tiago Bettencourt, no sábado, dia 11 de julho, a partir das 22 horas.

BRAGA INAUGURA FEIRA DO LIVRO

Cerimónia de abertura do certame: Feira do Livro de Braga tem programa cultural ´arrojado e ambicioso´

Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, marcou presença hoje, dia 3 de Julho, na cerimónia de abertura da Feira do Livro 2015. De 3 a 19 de Julho, o certame promete animar a cidade com um programa cultural ecléctico que pretende atrair um público vasto.

CMB03072015SERGIOFREITAS0000002173

A edição deste ano tem como tema a celebração dos 40 anos do ´Verão Quente´, com a realização de um conjunto de conversas, colóquios e apresentações de livros dedicadas ao tema e a presença de 14 autores que publicaram obras sobre este assunto.

Segundo o Edil, a melhoria das condições disponibilizadas aos expositores, sobretudo ao nível da qualidade dos próprios stands, associada à realização de diversas actividades e de um programa cultural rico e arrojado aumentam a atractividade do evento. "Teremos certamente uma excelente Feira do Livro, que será proveitosa para os Bracarenses, que poderão desfrutar destes momentos culturais, e também proveitosa para os livreiros, que verão o retorno do investimento que estão a realizar", afirmou.

CMB03072015SERGIOFREITAS0000002171

De acordo com o autarca, a mudança da Feira do Livro para o centro da cidade, verificada em 2014, foi um ´momento de viragem´ para o certame, que nesta edição viu corrigidos os erros detectados no ano transacto. "Tivemos este ano um aumento de 40% no número de expositores, com muitos a ampliarem a área em que estão instalados, o que corrobora a estratégia que estamos a seguir", salientou, enfatizando o crescimento ´em ambição e em arrojo do programa cultural´, com a realização de diversos concertos e a invocação do Verão Quente de 1975.

Programa completo do evento: https://dl.dropboxusercontent.com/u/51909506/Feira%20do%20Livro%20Braga%20-2015_Programa_Vers%C3%A3o%20Final.pdf

Programa completo dos concertos: https://dl.dropboxusercontent.com/u/51909506/Concertos_Feira%20do%20Livro%20de%20Braga%20-%202015_v1.pdf

CMB03072015SERGIOFREITAS0000002170

BARCELOS REALIZA FEIRA DO LIVRO

Mujica, Valter Hugo Mãe, Inês Pedrosa e Rita Red Shoes na 33ª Feira do Livro de Barcelos

Arranca já a 3 de julho mais uma edição da Feira do Livro de Barcelos. Este ano, o programa oficial do evento pauta pela diversidade das propostas culturais e literárias com um conjunto de iniciativas paralelas agendadas, como a realização de concertos, tertúlias, conferências, atuações de teatro e animações de rua.

programa_feiradolivro2015_frente

Estarão presentes editoras, distribuidoras e livrarias, dispostas em diversos stands que se encontrarão colocados entre a Avenida da Liberdade, Campo Cinco de Outubro e Largo da Porta Nova, abrangendo uma área de cerca de oito mil e quinhentos metros quadrados.

A abertura do evento acontecerá a 3 de julho, pelas 17h00 e contará com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes, e restante executivo. Ainda neste dia, e no âmbito da abertura do certame, realiza-se uma intervenção artística a cargo da Companhia de Teatro de Barcelos, a Capoeira.

No dia de abertura, Rita Redshoes apresenta o seu livro “Sonhos de uma rapariga quase normal”, às 23h00, numa tertúlia de escritores de canções com Luís Portugal. No dia 4 de julho, às 22h, terão lugar as conversas de poetas com Hugo Mujica, poeta argentino, Valter Hugo Mãe e José Rui Teixeira.

Já no dia 7 de julho, no âmbito das Comemorações dos 500 Anos do Foral Manuelino, terá lugar, às 21h30, a Conferência “O Município de Barcelos entre o Absolutismo e o Liberalismo” proferida por José Viriato Capela, com apresentação de Joel Cleto.

No dia 10 de julho, é a vez de Inês Pedrosa apresentar o seu livro “Desamparo”, às 21h30 e, no dia 11, Rita Ferro apresenta “Só se morre uma vez”, no mesmo horário. Os Ala dos Namorados encerram a noite de sábado. Domingo, 12 de julho, é o último dia da Feira.

O programa desta 33º edição da Feira do Livro conta com muitas apresentações e lançamentos literários, homenagens, tertúlias, conversas, conferências, espetáculos musicais e teatrais, inaugurações e animações de rua.

Conta ainda com uma parte dedicada aos mais novos. A partir do dia 3, as crianças e os jovens podem contar com diversas sessões de contos, ateliês, apresentação de livros, oficinas, espetáculos musicais e teatrais, artes performativas e, de forma permanente, encontrarão atividades como o cantinho da leitura, jogos didáticos, mural de pintura e desenhos para colorir.

GASTRONOMIA TRADICIONAL MARCA PRESENÇA NA FEIRA INTERNACIONAL DE ARTESANATO

No âmbito da Feira Internacional de Artesanato decorre a Semana da Gastronomia Tradicional, constituído este ano como o 2º Festival de Carnes Portuguesas Certificadas – DOP.

Confecionada por seis restaurantes de cozinha tradicional portuguesa em representação de seis regiões do país, este evento constitui ainda uma oportunidade para os visitantes se deliciarem com os melhores pratos e produtos genuínos da nossa culinária.

Do Minho ao Algarve, passando pela Serra da Estrela e o Alentejo, não faltam as melhores iguarias, sem esquecer a doçaria de Almada e a cerveja artesanal que este ano possui presença destacada.

Constituindo a gastronomia nas suas mais diversas variantes uma das vertentes do nosso artesanato, também ela não podia deixar de concorrer para o sucesso deste grandioso certame. Isto porque não é só de barro que se faz o nosso artesanato!

FEIRA INTERNACIONAL DE ARTESANATO JUNTA EM LISBOA ARTESÃOS DE TODO O MUNDO

Centenas de artesãos das mais variadas regiões de Portugal e ainda de muitos países dos vários continentes afluíram a Lisboa para participar naquele que é já considerado um dos mais importantes certames da especialidade.

FIA 138

Eles vieram da Rússia e da Índia, da China e do Nepal, de Marrocos e da Tunísia, de Moçambique e de Cabo Verde, de Cuba e da Turquia. Mas, também os portugueses não faltaram à chamada e, de norte a sul do país, vieram os barristas de Barcelos e as bordadeiras de Guimarães e Viana do Castelo, as rendilheiras de Vila do Conde e os ourives de Amarante.

FIA 044

Os pavilhões estão profusamente coloridos com os mais garridos lenços de seda, os luminosos candeeiros turcos e as cores alegres do artesanato minhoto. E, qual sinfonia de cores, os deslumbrantes trajes do Minho e a vivacidade das suas danças e cantares compõem um quadro soberbo capaz de inspirar o mestre José Malhoa.

FIA 029

Timor-Leste é o país convidado da edição deste ano, procurando-se desse modo divulgar o artesanato daquele país lusófono, o que pode constituir uma mais-valia para a sua população nomeadamente ao nível da empregabilidade.

A Feira Internacional de Artesanato é uma autêntica festa que convida os visitantes a visitá-la. O certame decorre até ao próximo dia 5 de julho.

FIA 149

FIA 150

FIA 056

FIA 048

FIA 027

FIA 011

FIA 052

FIA 145

FIA 026

MINHO LEVA CERVEJA ARTESANAL À FEIRA INTERNACIONAL DE ARTESANATO

A cerveja artesanal do Minho “Letra” marca presença na Semana Gastronómica que decorre no âmbito da Feira Internacional de Artesanato.

A cerveja artesanal minhota foi criada por dois investigadores da Universidade do Minho, Filipe Macieira e Francisco Pereira, naturais respetivamente de Braga e Ponte de Lima, os quais criaram uma empresa destinada à investigação e produção de cerveja artesanal. Como novidade, a cerveja é apresentada com uma letra diferente de acordo com o aroma obtido pelas diferentes variedades de levedura e de lúpulos.

Estes dois investigadores realizaram o mestrado integrado em Engenharia Biológica na Universidade do Minho em 2008 e são agora proprietários da empresa FermentUM, produtora da Letra – Cerveja Artesanal Minhota, lançada em Outubro de 2013 no mercado português.

ARTESÃOS DE BARCELOS, GUIMARÃES, VIANA DO CASTELO E VILA VERDE REPRESENTAM O MINHO NA FEIRA INTERNACIONAL DE ARTESANATO

O Minho encontra-se representado – e bem! – na Feira Internacional de Artesanato que hoje abriu as suas portas, pelos artesãos dos concelhos de Barcelos, Guimarães, Viana do Castelo e Vila Verde. E, a abrir o certame, não podia faltar o folclore a transmitir a alegria das gentes minhotas. Coube ao Grupo Folclórico das Lavradeiras da Meadela como se canta e dança na nossa região.

A Feira Internacional de Artesanato arrancou hoje, em grande, com numerosos artesãos nacionais e estrangeiros e um dos pavilhões exclusivamente dedicados à Semana de Gastronomia.

Mal as portas da FIL se abriram, o público percorreu com avidez os diversos stands à procura de novidades, muitos mesmo tentando encontrar uma lembrança para oferecer.

Timor-Leste é o país convidado para a edição deste ano, procurando-se desse modo divulgar o artesanato daquele país lusófono, podendo constituir uma mais-valia para a sua população nomeadamente ao nível da empregabilidade.

Com a participação ativa dos artesãos e do folclore do Minho, a Feira Internacional de Artesanato é uma autêntica festa que convida os visitantes a visitá-la. O certame decorre até ao próximo dia 5 de julho.

VIANA DO CASTELO LEVA A FESTA DO MINHO À FEIRA INTERNACIONAL DE ARTESANATO

A Feira Internacional de Artesanato arrancou hoje, com muita alegria e entusiasmo, a som das concertinas e dos cavaquinhos do Grupo Folclórico das Lavradeiras da Meadela, vindos propositadamente de Viana do Castelo para conferir o mais colorido ao stand do seu concelho. Em redor, o Minho marcava ainda presença através das representações de Barcelos, Vila Verde e Guimarães que trouxeram a olaria e os bordados, o linho e os lenços de namorados, e muito mais poderiam mostrar do seu rico e vasto artesanato.

As “Lavradeiras da Meadela” despertaram de imediato a atenção do público que aplaudiu e dançou com os componentes do rancho, deixando-se levar pela alegria contagiante das gentes do Minho.

E, como não podia deixar de suceder, também a gastronomia minhota marcou presença na Semana Gastronómica que este ano dispõe pela primeira vez de um pavilhão inteiro para os apreciadores dos nossos melhores paladares.

Com a participação ativa dos artesãos e do folclore do Minho, a Feira Internacional de Artesanato é uma autêntica festa que convida os visitantes a visitá-la. O certame decorre até ao próximo dia 5 de julho.

MINISTRA DA AGRICULTURA INAUGURA FEIRA DO CAVALO EM PONTE DE LIMA

Ministra da Agricultura e do Mar inaugura a IX Feira do Cavalo em Ponte de Lima e Secretário de Estado da Alimentação e da Investigação Agroalimentar visita a Feira do Cavalo

A Feira do Cavalo de Ponte de Lima, reconhecido certame equestre de referência nacional e internacional, continua a superar as expectativas.

O evento que abre oficialmente amanhã, 25 de junho às 18h30, tem como convidada de honra a Ministra da Agricultura e do Mar, Assunção Cristas, para dar início a este acontecimento que tem colocado Ponte de Lima em destaque.

Ano após ano marcam presença as maiores coudelarias nacionais e os melhores cavalos e cavaleiros de Portugal e Criadores do Cavalo Lusitano oriundos de Espanha, Bélgica, França e Inglaterra, o que demonstra o interesse num evento que posiciona Ponte de Lima e Portugal no circuito mundial equestre.

Neste sentido é de realçar a visita do Secretário de Estado da Alimentação e da Investigação Agroalimentar, Dr. Nuno Brito, à Feira na sexta-feira, dia 26 de junho, às 18h30.

A aposta no cavalo e nos desportos equestres em toda a região é um dos principais objetivos do Município, que recentemente inaugurou um Espaço para Equitação Espontânea, reforçando a marca "Ponte de Lima Equestre".

A Feira do Cavalo de Ponte de Lima, mantém uma forte predominância na vertente desportiva, no sentido de atrair mais e novos visitantes. A edição deste ano realiza as Olimpíadas de Equitação Adaptada, a taça de Portugal de Dressage, Derby de Atrelagem, o Campeonato de Horseball, e a emblemática Prova do Campeonato de Portugal de Dressage, destacando-se ainda o Concurso de Modelo e Andamentos, Desfile de Coudelarias, Aprovação de Garanhões, Equitação de Trabalho e o Passeio a Cavalo pelas margens do Rio Lima (Ecovia).

Além das várias iniciativas equestres previstas no programa da Feira do Cavalo, espera-se muita animação musical, com a Gala de abertura, na noite de quinta-feira, um espetáculo onde se cruzam as tradições, a cultura, as danças e os cantares regionais, em uníssono com o bailado da Escola do Cavalo Lusitano.

MINHO LEVA FOLCLOE À FEIRA DE CAÇA, PESCA E LAZER DE PONTE DE LIMA

Festival de Folclore do Alto Minho na Feira de Caça, Pesca e Lazer de Ponte de Lima

Integrado no programa da VII edição da Feira de Caça, Pesca e Lazer de Ponte de Lima, realiza-se no dia 11 de julho, às 20 horas, na Expolima, o Festival de Folclore do Alto Minho.

A organização do Festival é a cargo do Grupo de Danças e Cantares do Neiva, que este ano está a celebrar o seu quadragésimo aniversário, e conta com o apoio do Município de Ponte de Lima e do Inatel.

Os grupos participantes são provenientes dos 10 concelhos do Alto Minho, onde predominam as danças tradicionais com movimentos vivos e graciosos e trajes coloridos, que associados à alegria dos Grupos Folclóricos prometem um espetáculo com arte e sons típicos do Minho.

O programa do Festival de Folclore do Alto Minho, conta com a participação dos seguintes grupos:

- Grupo de Danças e Cantares do Neiva – Sandiães – Ponte de Lima

- Grupo Folclórico de Paço Vedro de Magalhães – Ponte da Barca

- Rancho Folclórico de S. Paio – Arcos de Valdevez

- Rancho Folclórico e Etnográfico de Reboreda – Vila Nova de Cerveira

- Grupo de Danças e Cantares Regionais do Orfeão de Vila Praia de Âncora – Caminha

- Grupo Folclórico de Pinheiros – Monção

- Rancho Folclórico Camponês de Bico – Paredes de Coura

- Grupo Folclórico S. Paulo de Barroselas – Viana do Castelo

- Rancho Folclórico de Paderne - Melgaço

PONTE DE LIMA REALIZA GALA EQUESTRE

Feira do Cavalo de Ponte de Lima 2015. Gala Equestre – 25 de junho - 22 horas

A Vila de Ponte de Lima, que se apresenta como um Destino Equestre de excelência, inaugura a 9ª edição da Feira do Cavalo, com uma Gala Equestre, a realizar no dia 25 de junho, às 22 horas, com entrada livre.

4x3_feira_cavalo_pl2015_[1]

Com uma imensidão de motivos para visitar, Ponte de Lima recebe um espetáculo onde se cruzam as tradições, a cultura, as danças e os cantares regionais, em uníssono com o bailado da Escola do Cavalo Lusitano.

Participam 15 cavaleiros, muitos deles de palmarés internacional. O grande picadeiro da Expolima transformar-se-á num palco de som, luz, magia, onde a arte equestre estará representada ao mais alto nível.

A abertura do espetáculo está a cargo da APPACDM – Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental de Ponte de Lima. O Grupo em Movimento do Centro de Reabilitação da APPACDM de Ponte de Lima, apresentará um espetáculo intitulado “Gosmose”.